Sucesso Absoluto Participantes mantêm decisão de migrar para Plano PRECE CV

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Sucesso Absoluto Participantes mantêm decisão de migrar para Plano PRECE CV"

Transcrição

1 Ano XXIX nº 151 Set/Out 2011 Jornal da Sucesso Absoluto Participantes mantêm decisão de migrar para Plano PRECE CV Os participantes dos Planos PRECE I e II tiveram mais uma oportunidade para escolher entre migrar para o novo Plano PRECE de Contribuição Variável (CV) ou permanecer nos planos de origem. O prazo, que se encerrou no último dia 11 de outubro, foi determinado pelo Juíz da 7ª Vara da Justiça do Trabalho para a entrega de qualquer documento com as manifestações de vontade e alterações referentes ao processo migratório. O resultado final foi que 98% dos participantes mantiveram suas decisões em permanecer no novo plano, que ainda ganhou outros 30 novos optantes, enquanto apenas 150 reviram suas decisões anteriores. O Plano CV passa a ter então 7.618, ou seja, 64,69% do total geral de participantes. São ativos (66,31%), aposentados (62,60%) e pensionistas (65,05%). Esses números comprovam que o processo de implantação do novo plano foi consagrado pelos participantes que optaram por ele espontaneamente e que mantiveram suas decisões iniciais em absoluta e esmagadora maioria. Com isso, estamos mais próximos de cursar uma nova trajetória para o futuro da PRECE e de todos, destaca o diretor de Seguridade Joper Padrão. O prazo foi fixado em caráter improrrogável pela Justiça, em resposta à consulta promovida pela PRECE, uma vez que no despacho o juiz já havia autorizado a transferência dos participantes optantes ao novo Plano CV. Para isso, era preciso atestar mais uma vez a livre escolha de todos após o conhecimento da existência de ação movida pelo Sintsama-RJ. A comunicação foi feita pela PRECE por meio de carta registrada, divulgação em dois jornais de circulação regional e no portal da entidade, além deste boletim. A PRECE ainda aguarda resposta ao mandado de segurança, impetrado em agosto, para cassar a liminar concedida ao Sintsama-RJ, que impede, por ora, a cobrança da contribuição extraordinária dos participantes que decidiram permanecer no plano de origem PRECE I. Órgãos colegiados Participantes irão escolher seus representantes nas eleições de dezembro. Pág. 2 Plano PRECE III Entidade estuda abertura de uma linha de crédito com regras específicas. Pág. 5 Plano PRECE CV Alteração na modalidade de renda pode ser feita ao requerer aposentadoria. Pág. 5

2 Editorial PRECE anuncia novidades para o fim do ano Nesta edição do Jornal da Prece o prezado participante terá a oportunidade de tomar conhecimento dos principais fatos ocorridos no período de setembro a outubro, resultado do intenso trabalho que os órgãos Colegiados vem executando no rumo da consolidação da recuperação institucional da Entidade. O período em curso consagra o sucesso absoluto que 98% dos participantes manifestaram sua decisão em permanecer no Plano de Benefícios Prece CV que ainda ganhou a adesão de outros 30 participantes. É interessante registrar que as decisões de alterações referentes ao processo migratório tiveram por base amparo legal determinado pelo Juiz da 7ª Vara da Justiça do Trabalho dando por encerrado o prazo em 11/10/2011. Outro fato significativo diz respeito às Eleições diretas para os novos cargos dos órgãos Colegiados da Prece. Nossa expectativa é de que o conjunto dos participantes ativos e aposentados esteja sensibilizado sobre a importância do processo. As regras definidas no Regulamento Eleitoral e no Edital de Convocação do pleito serão amplamente divulgadas além do que os participantes deverão receber previamente todas as informações sobre o processo de modo a que possa exercer o seu direito de voto com responsabilidade e consciência. É de suma importância que os participantes tenham a certeza de que o novo processo, consagrado por inúmeras Fundações de Previdencia Complementar, é moderno oferecendo garantia de segurança, sigilo e igualdade a todos os participantes. Merece destaque a abertura de uma linha de crédito que será oferecido aos participantes do Plano de Benefícios Prece III com regras especificas e adequadas ao volume capitalizado, respeitando os limites previstos pela legislação em função dos Recursos Garantidores Totais do referido Plano. A propósito, o Plano Prece III, de contribuição definida, registrou ganho de 80,29% desde sua implantação em outubro de 2006 superando alguns dos principais indicadores do mercado financeiro, como o INPC, CDI e Caderneta de Poupança. Nelson Portugal Diretor Presidente Antecipação do 13º salário O décimo terceiro salário dos participantes aposentados e pensionistas será pago no dia 30 de novembro de 2011, junto com o benefício do mês. A data do abono anual estava prevista, anteriormente, para o dia 7 de dezembro de A antecipação foi decidida pela administração da PRECE, a fim de permitir um planejamento mais tranquilo das despesas de Natal dos participantes. Eleições PRECE Participantes irão escolher seus representantes nos órgãos colegiados A Votação A PRECE realizará nos dias 6 e 7 de dezembro de 2011 eleições diretas para novos membros dos órgãos colegiados. Os participantes ativos e aposentados irão às urnas escolher um diretor administrativo para a Diretoria Executiva, um membro efetivo para o Conselho Fiscal e dois para o Conselho Deliberativo, e seus respectivos suplentes. Os mandatos serão de quatro anos. As inscrições recebidas pela Comissão Eleitoral foram divulgadas no dia 21 de outubro no site da entidade. São 10 candidatos inscritos para o Conselho Deliberativo, 5 para o Conselho Fiscal e 6 para a Diretoria Administrativa, além dos suplentes. A confirmação das chapas concorrentes, no entanto, dependerá do cumprimento de todas as exigências previstas no Regulamento para a Eleição PRECE A homologação será feita no dia 9 de novembro. A campanha eleitoral começará no dia 8 de novembro e terminará em 2 de dezembro. Nesse período, as chapas candidatas poderão divulgar suas plataformas eleitorais em espaços específicos disponibilizados pela PRECE e CEDAE. A Caixa de Assistência dos Servidores da CEDAE (CAC) também realizará eleições diretas para os órgãos colegiados nos mesmos dias. A votação acontecerá nos dias 6 e 7 de dezembro, das 7 às 17h, por meio de voto eletrônico em locais a serem divulgados posteriormente. Também poderá ser feita pelos Correios, com o envio de envelope carta resposta padronizado para o processo eleitoral, com porte pago pela entidade até o dia 12 de dezembro. Para isso, associados e participantes receberão previamente uma correspondência com as instruções em suas residências. O voto é direto, secreto e facultativo. A apuração será feita no dia 13 de dezembro e a divulgação do resultado, no dia seguinte. Mais informações no site da PRECE: 2

3 Entrevista Primeiro aposentado por invalidez no Plano PRECE III, o bombeiro hidráulico João Lima Silva, 52 anos, reconhece a importância de ter um plano de previdência complementar e confessa estar satisfeito por não ter seguido o conselho dos colegas contrários à sua adesão ao Plano de Contribuição Definida. O que te incentivou a ingressar no Plano PRECE III? Eu já pensava em aderir a um plano de previdência complementar, mas faltava dinheiro. Trabalhava como bombeiro hidráulico autônomo e, portanto, não tinha uma renda fixa garantida. Fiz o concurso da CEDAE em 2002, passei e fui chamado em Na época, desconhecia a existência do fundo de pensão da companhia, mas em 2007 recebi uma carta-convite para conhecer e ingressar no plano PRECE III. Muitos colegas de trabalho tentaram me demover dessa ideia, mas segui firme e aderi ao plano. Por que seus colegas de trabalho estavam contrários ao plano? Eles diziam que a PRECE estava falida e que, na verdade, seus administradores atuais só queriam arrecadar recursos para cobrir o déficit do Plano PRECE I. Segundo eles, o ingresso de novos participantes serviria para cobrir o prejuízo causado pela gestão anterior. Mesmo com algumas opiniões contrárias decidi procurar a PRECE, onde me informei melhor sobre a proposta, fiz uma simulação e achei bastante interessante. O que vi e vejo hoje é que as informações dos meus colegas estão totalmente equivocadas. Você está satisfeito então com a sua decisão em ingressar no plano? Com certeza, sempre pensei no meu futuro e no da minha família. Sou casado e tenho uma filha com quase 18 anos. Não imaginava me aposentar tão cedo, apesar de já haver contribuído para o INSS há 32 anos quando entrei em benefício, em novembro de No fim de agosto passado, dei entrada no meu requerimento de benefício junto à PRECE. Ainda não recebi, mas seja qual for o valor do benefício tenho certeza que fiz uma excelente escolha. Só lamento ter contribuído por tão pouco tempo. O que pensa em fazer agora? Quero encontrar meus antigos colegas de trabalho e contar a novidade. Eles ainda não sabem que irei entrar em benefício na PRECE. Vou dizer a eles o quanto foi importante aquela decisão que tomei em Foto: PRECE Tire suas dúvidas Plano PRECE III: Criada em 1983, a PRECE é uma entidade fechada de previdência privada, ou seja, de adesão restrita aos empregados das Patrocinadoras (CEDAE, PRECE, CAC). Hoje, a entidade administra quatro planos de benefícios (PRECE I, II, III e CV), dos quais apenas um está aberto à adesão de novos participantes, o Plano PRECE III. Quais as principais vantagens de um plano de previdência? Ao investir em um plano de previdência o participante está planejando o seu futuro e de sua família. Com isso, garante uma renda de aposentadoria, protege a si mesmo e a seus dependentes de imprevistos como doença, morte e invalidez, e ainda paga menos Imposto de Renda. No caso da previdência fechada, o participante ainda tem o benefício de contar com a contribuição da Patrocinadora. Qual o único plano aberto para adesão? É o Plano PRECE III, de Contribuição Definida (CD). Trata-se de uma modalidade em que o participante tendo o valor da sua contribuição mensal definida no plano, pode fazer contribuições adicionais e extraordinárias que nesses casos não têm contrapartida da Patrocinadora. O benefício é ajustado permanentemente de acordo com o patrimônio acumulado numa conta individual. O valor pago futuramente ao assistido será proporcional ao saldo dessa conta, formado pelas contribuições do participante e da Patrocinadora e capitalizado ao longo do tempo. O Plano PRECE III apresenta algum desequilíbrio financeiro? Não. Pelo contrário, esse plano registrou um ganho de 80,92%, desde sua implantação, em outubro de 2006, até setembro de O percentual de crescimento ao longo de cinco anos superou alguns dos principais indicadores financeiros do mercado brasileiro, como INPC, CDI e Caderneta de Poupança. Quem pode participar? Todos os empregados e dirigentes da Patrocinadora CEDAE que não tenham aderido a qualquer dos planos de benefícios PRECE I, II e CV. Como se inscrever no plano? O interessado deve agendar uma visita pelo telefone (21) e levar os documentos solicitados à sede administrativa, Praça Pio X, 15 / 9º andar, Gerência de Relacionamento com o Participante. Será necessário preencher e assinar um formulário próprio fornecido pela PRECE, que será analisado pela Diretoria Executiva. Já é possível adquirir empréstimos? As Diretorias de Seguridade e de Investimentos já estão realizando estudos para a abertura, até dezembro, de uma linha de crédito específica e adequada ao volume de recursos do plano, que tem hoje aproximadamente 200 participantes (ver matéria na página 5). 3

4 Investimentos 89,94% Demonstrativo da Carteira de Investimentos (R$) Saldo 07/2011 (R$) Saldo 06/2011 Disponibilidades , ,12 Investimentos , ,21 Títulos Públicos Notas do Tesouro Nac. - NTN-A/NTN-B/NTN-C Créditos Sec. do Tesouro - SNTC-CFTE Cert. Fin. do Tesouro Est. - STNC-CVS-CRED Créditos Privados e Depósitos Instituições Financeiras Certificados de Depósito Bancário - CDB Letras Hipotecárias - LH Depósito a Prazo com Garantia - DPGE Companhias Abertas Debêntures Não Conversíveis Cédula de Crédito Bancário - CCB Certificados de Recebíveis Imobiliários - CRI Companhias Fechadas Cédula de Crédito Imobiliário - CCI Cédula de Crédito Bancário - CCB Ações Instituições Financeiras À Vista Companhias Abertas À Vista Participações do TGMC Debêntures Conversíveis - RV Debêntures Não Conversíveis - RV Sociedade de Propósito Específico Debêntures Não Conversíveis - RV Contas a (Pagar) e a Receber Fundos de Investimentos Renda Fixa - Planos Renda Variável - Planos Renda Fixa - Gestão Administrativa Investimentos Imobiliários Carteira Imobiliária Contas a (Pagar) e a Receber 6,44% Empréstimos e Financiamentos Carteira de Empréstimos ao Participantes Contas a (Pagar) e a Receber 0,08% 1,28% 2,26% Enquadramento das aplicações Ações Fundos de Investimentos Investimentos Imobiliários Empréstimos e Financiamentos Disponibilidades Títulos Públicos Créditos Privados e Depósitos , , , , , , , , , , ,26 ( ,76) , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,39 ( ,87) Recursos Garantidores das Reservas Técnicas , ,33 Posição em 29 de julho de 2011 Prorrogado concurso 2009 O concurso público realizado pela CEDAE em 2009 foi prorrogado por mais dois anos com o objetivo de continuar aproveitando o cadastro reserva, respeitando rigorosamente a ordem de classificação dos candidatos aprovados. Desde a realização da seleção pública a companhia já contratou 363 profissionais de níveis médio, médio técnico e universitário, superando o número de vagas originais do concurso. A revalidação do concurso foi publicada no Diário Oficial de 23 de setembro de As prorrogações vão até outubro (níveis universitário e médio técnico), novembro (advogado) e dezembro (operador de tratamento de água e de esgoto) de A medida é parte do processo de modernização administrativa da companhia. Prestação de contas A Caixa de Assistência dos Servidores da CEDAE (CAC) apresentou no primeiro semestre de 2011 um superávit de R$ 5,3 milhões. O acumulado entre janeiro de 2007 e junho de 2011 (atual gestão) mostra um superávit global nas contas de R$ 48,7 milhões, revertendo completamente a grave situação que registrava somente em 2006 um déficit de R$ 28 milhões. Outra grande novidade foi que a entidade - quebrada financeiramente na administração passada - ultrapassou pela primeira vez, na atual gestão, o índice de liquidez corrente do mercado de saúde de autogestão. Hoje, o índice da CAC é de 1,93 contra 1,81 da média do mercado calculada pela ANS. O índice avalia a capacidade da empresa em pagar suas obrigações financeiras em dia. 4

5 Plano PRECE III Abertura de crédito deve ser anunciada em dezembro PRECE I, II e CV Ao atingir R$ 1,5 milhão (outubro/2011) em Recursos Garantidores Totais (garantia de pagamento dos benefícios atuais e futuros dos participantes) no Plano PRECE III, que tem hoje aproximadamente 200 participantes, a PRECE já começou a estudar a abertura de uma linha de crédito com regras específicas e adequadas ao volume capitalizado. Os estudos, que foram autorizados pelo Comitê Estratégico de Investimentos e pelo Conselho Deliberativo, devem ser implantados até o fim deste ano. A abertura de crédito aos participantes do Plano PRECE III respeitará os limites previstos pela legislação, que determina como meta mínima 2% dos Recursos Garantidores Totais, 5% como meta ideal e 10% como meta máxima. O restante dos recursos permanecerá sendo investido em títulos públicos federais. Aliás, o Plano PRECE III, de Contribuição Definida (CD), registrou um ganho de 80,92%, desde sua implantação, em outubro de 2006, até setem- Foto: Stock.Xchng bro de O percentual de crescimento ao longo de cinco anos superou alguns dos principais indicadores financeiros do mercado brasileiro, como INPC, CDI e Caderneta de Poupança. As regras serão diferenciadas dos Planos PRECE I, II e CV, porque o PRECE III possui um volume de recursos equivalente ao pequeno tempo de capitalização (desde 2006). Conforme o plano aumentar o seu montante de capitalização, os valores e prazos serão alterados. O anúncio das novas regras deverá ser feito em dezembro. A retomada da concessão de empréstimos, em 1º de setembro, para atender aos participantes dos Planos PRECE I, II e CV tem apresentado resultados satisfatórios. Em dois meses foram concedidos 780 novos créditos, que têm prazo de amortização de até 36 meses e taxas de juros muito menores que as praticadas pelo mercado financeiro, entre 1,20% e 1,3% a.m.. A grande novidade é o oferecimento pela PRECE de créditos, em condições mais favoráveis, aos participantes que queiram negociar a quitação de empréstimos adquiridos em outras instituições. Outra alteração foi o aumento do teto limite, que passou de R$ 50 mil para R$ 70 mil. Em 2011, a PRECE registrou 2155 empréstimos concedidos, num montante de R$ ,70. Concessão de benefícios Participante ativo pode alterar modalidade de renda ao solicitar aposentadoria Todos os participantes ativos elegíveis do Plano PRECE CV que forem solicitar seus benefícios junto à PRECE, após o desligamento da Patrocinadora (CEDAE, PRECE, CAC), deverão preencher obrigatoriamente o formulário Requerimento de Concessão de Renda. Nesse documento os participantes irão ratificar ou alterar sua modalidade de renda e seus dependentes no plano. A mudança na modalidade de renda só poderá ser feita nesta ocasião, em caráter irrevogável, e somente pelo próprio participante ativo. Vale lembrar que a inclusão de novos dependentes demandará o pagamento de uma dotação somente no caso de opção pela modalidade de renda vitalícia, explica Ricardo Fionda, gerente de Manutenção e Concessão de Benefícios. Outro ponto a destacar é mudança na data de início da contagem do prazo para concessão do benefício. Ao contrário dos Planos PRECE I e II, no PRECE CV o prazo será estabelecido a partir da data de requerimento do benefício junto à PRECE ao invés da data da baixa da carteira de trabalho pela CEDAE. 5

6 Destaques MBA na UniverCEDAE O curso MBA em Governança Corporativa em Entidades Fechadas de Previdência Complementar realizou sua última aula no dia 29 de outubro, completando 432 horas/aula. Durante o mês de novembro acontecerão as provas de segunda chamada e a conclusão de alguns trabalhos dos alunos. A monografia deverá ser entregue à Fundação Getúlio Vargas (FGV), que elaborou e ministrou as aulas de MBA, até o dia 9 de março de Ao longo do curso, diversas palestras foram ministradas por Seguro de Vida A Bradesco Vida e Previdência S.A anunciou um reajuste de 9,67% na apólice de Seguro Coletivo de Pessoas, adquirida pelos participantes da PRECE. Em respeito à legislação vigente, a entidade enviou uma carta circular aos segurados solicitando autorização para a renovação da apólice, com o reajuste, uma vez que esta só poderá ser efetivada com a adesão de ¾ do grupo segurado. O prazo para a manifestação dos segurados terminou no dia 31 de outubro. A proposta da Bradesco é renovar o seguro por mais três anos (revisado anualmente), sem alteração do valor segurado e aplicável em todas as faixas etárias. Foto: PRECE acadêmicos e profissionais do setor de Previdência Complementar. A última palestra coube ao presidente da PRECE, Nelson Portugal, que falou sobre a atual gestão. Empresa Cidadã Pelo terceiro ano consecutivo, a PRECE conquistou o Certificado Empresa Cidadã, conferido pelo Conselho Regional de Contabilidade do Rio de Janeiro. Essa certificação reconhece e destaca as ações sociais e ambientais das empresas brasileiras e de seus contabilistas. Em outubro, a entidade encaminhou seu Balanço Social, onde Comissão de Investimentos A Comissão Técnica Regional Sudeste de Investimentos da Abrapp realizou sua terceira reunião em outubro, na sede da PRECE. O tema abordado foi Modelo Mínimo de Risco, e contou com a participação dos representantes de 20 entidades fechadas de previdência complementar, entre elas, Previ, Valia e Petros, além do diretor da Previc, Edevaldo Fernandes da Silva. A Comissão foi criada há um ano Congresso Abrapp A PRECE esteve presente no 32º Congresso Brasileiro dos Fundos de Pensão, realizado em Florianópolis, Santa Catarina, entre os dias 19 e 21 de setembro de O evento, que esse ano teve como tema central Visão de Futuro: Inovar no Presente, é realizado pela Associação Brasileira das Entidades Fechadas de Previdência Complementar (Abrapp). A PRECE participou dos debates e seminários com uma comitiva de 6 profissionais bastante qualificados. Esse é o mais importante evento do setor. apresenta informações sobre seus indicadores sociais e os projetos desenvolvidos ao longo de 2010, como qualificação de seus profissionais, concessão de empréstimos, socorro às vítimas das chuvas, apoio às entidades assistenciais, entre outros. Nas duas primeiras participações, a PRECE foi agraciada com a certificação. por idealização do gerente de Investimentos Imobiliários, Antônio Carneiro Alves, com o objetivo de oferecer subsídios para a realização de estudo, treinamento e desenvolvimento de profissionais do sistema. A participação da PRECE e a realização do evento em suas instalações demonstram a confiança que entidade reconquistou no mercado. Expediente PRECE - Previdência Complementar Diretoria de Seguridade: Joper Padrão do Espírito Santo - Gerência de Relacionamento com o Participante - Praça Pio X, nº 15, 9º andar, Centro, Rio de Janeiro - CEP Tel.: (21) Jornal da PRECE Jornalista Responsável: Joper Padrão do Espírito Santo - MTb RJ - Edição, projeto gráfico, diagramação e impressão: Inah de Paula Comunicações. Patrocinadores 6

Material Explicativo. Plano de Aposentadoria CD da Previ-Siemens

Material Explicativo. Plano de Aposentadoria CD da Previ-Siemens Material Explicativo Plano de Aposentadoria CD da Previ-Siemens Sumário Plano CD - Tranqüilidade no futuro 3 Conheça a previdência 4 A entidade Previ-Siemens 6 Como funciona o Plano CD da Previ-Siemens?

Leia mais

Plano D. Material Explicativo

Plano D. Material Explicativo Plano D Material Explicativo 2 Material Explicativo Previ Novartis Índice Pág. 4 Introdução Pág. 6 A Previdência no Brasil Pág. 10 A Previdência e o Plano de Benefício D Pág. 24 Questões 3 Material Explicativo

Leia mais

Cartilha Plano EPE DOCUMENTOS INSTITUCIONAIS ELETROS

Cartilha Plano EPE DOCUMENTOS INSTITUCIONAIS ELETROS Cartilha Plano EPE Esta cartilha foi criada com o intuito de oferecer informações objetivas sobre previdência, o plano CV EPE e a importância de poupar para garantir um futuro mais tranqüilo. Os pontos

Leia mais

2º Semestre de 2010 2

2º Semestre de 2010 2 1 2 2º Semestre de 2010 O objetivo deste material é abordar os pontos principais do Plano de Benefícios PreviSenac e não substitui o conteúdo do regulamento. 3 4 Índice PreviSenac para um futuro melhor

Leia mais

Previdência Complementar do servidor em perguntas e respostas

Previdência Complementar do servidor em perguntas e respostas Previdência Complementar do servidor em perguntas e respostas Por Antônio Augusto de Queiroz - Jornalista, analista político e diretor de Documentação do Diap Com o propósito de esclarecer algumas dúvidas

Leia mais

Principais Destaques

Principais Destaques Aumento do Patrimônio Atingimento da Meta Atuarial Principais Destaques 1. Perfil Institucional A Fundação CAGECE de Previdência Complementar CAGEPREV, criada através da Lei Estadual nº 13.313, de 30 de

Leia mais

Perfis de Investimento

Perfis de Investimento Perfis de Investimento Manual Perfis de Investimento Manual Perfis de Investimento Índice Objetivo... 3 Introdução... 3 Falando sobre sua escolha e seu plano... 3 Perfis de Investimento... 5 Principais

Leia mais

Guia PCD. Conheça melhor o Plano

Guia PCD. Conheça melhor o Plano Guia PCD Conheça melhor o Plano Índice De olho no Futuro...3 Quem é a Fundação Centrus?...5 Conhecendo o Plano de Contribuição Definida - PCD...6 Contribuições do Participante...7 Saldo de Conta...8 Benefícios

Leia mais

Programa de Assistência Médica para Aposentados CargillPrev (Plano Assistencial)

Programa de Assistência Médica para Aposentados CargillPrev (Plano Assistencial) Programa de Assistência Médica para Aposentados CargillPrev (Plano Assistencial) Programa de Assistência Médica para Aposentados CargillPrev (Plano Assistencial) Material Explicativo Encontre aqui as informações

Leia mais

MATERIAL. EXPlICatIvo. Plano BAYER CD

MATERIAL. EXPlICatIvo. Plano BAYER CD MATERIAL EXPlICatIvo Plano BAYER CD 1 Prezado Colaborador! você, que está sendo admitido agora ou ainda não aderiu ao Plano de Previdência oferecido pelo Grupo Bayer, tem a oportunidade de conhecer, nas

Leia mais

MANUAL DO APOSENTADO E PENSIONISTA PLANO SGC PREV PLANO DE BENEFÍCIOS DE PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR DA SOCIEDADE GOIANA DE CULTURA

MANUAL DO APOSENTADO E PENSIONISTA PLANO SGC PREV PLANO DE BENEFÍCIOS DE PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR DA SOCIEDADE GOIANA DE CULTURA MANUAL DO APOSENTADO E PENSIONISTA PLANO SGC PREV PLANO DE BENEFÍCIOS DE PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR DA SOCIEDADE GOIANA DE CULTURA SUMÁRIO Qual é o significado de aposentado e pensionista?...3 Quando é realizado

Leia mais

2. O que a Funpresp Exe traz de modernização para o sistema previdenciário do Brasil?

2. O que a Funpresp Exe traz de modernização para o sistema previdenciário do Brasil? Perguntas Frequentes 1. O que é a Funpresp Exe? É a Fundação de Previdência Complementar do Servidor Público Federal do Poder Executivo, criada pelo Decreto nº 7.808/2012, com a finalidade de administrar

Leia mais

Material Explicativo Centrus

Material Explicativo Centrus Material Explicativo Centrus De olho no futuro! É natural do ser humano sempre pensar em situações que ainda não aconteceram. Viagem dos sonhos, o emprego ideal, casar, ter filhos, trocar de carro, comprar

Leia mais

PRECE incentiva empréstimos

PRECE incentiva empréstimos Ano XXIX nº 153 Jan/Fev/Mar 2012 Jornal da PRECE incentiva empréstimos Foto: LiquidLibrary Política de Investimentos de 2012 aposta na ampliação do crédito ao participante Após realizar, ao longo dos últimos

Leia mais

PLANO SUPLEMENTAR. Material Explicativo Plano Suplementar 1

PLANO SUPLEMENTAR. Material Explicativo Plano Suplementar 1 PLANO SUPLEMENTAR Material Explicativo 1 Introdução A CitiPrevi oferece planos para o seu futuro! Recursos da Patrocinadora Plano Principal Benefício Definido Renda Vitalícia Programa Previdenciário CitiPrevi

Leia mais

Material Explicativo. Plano de Benefícios de Contribuição Definida da IBM Brasil. FUNDAÇÃO previdenciária IBM

Material Explicativo. Plano de Benefícios de Contribuição Definida da IBM Brasil. FUNDAÇÃO previdenciária IBM Material Explicativo Plano de Benefícios de Contribuição Definida da IBM Brasil FUNDAÇÃO previdenciária IBM 2 Material Explicativo Fundação Previdenciária IBM A DIREÇÃO DO SEU FUTURO Lembre-se! O objetivo

Leia mais

Plano de Contribuição Definida

Plano de Contribuição Definida Plano de Contribuição Definida Gerdau Previdência CONHEÇA A PREVIDÊNCIA REGIME DE PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR Oferecido pelo setor privado, com adesão facultativa, tem a finalidade de proporcionar uma proteção

Leia mais

PLANO DE BENEFÍCIOS ATENTO ATENTO PREV. Manual Explicativo

PLANO DE BENEFÍCIOS ATENTO ATENTO PREV. Manual Explicativo PLANO DE BENEFÍCIOS ATENTO ATENTO PREV Manual Explicativo 1 2 Plano de Benefícios Atento AtentoPrev O Plano de Benefícios Atento Atento Prev é um plano de previdência complementar, constituído na modalidade

Leia mais

HSBC INSTITUIDOR FUNDO MÚLTIPLO. Plano Acricel de Aposentadoria ACRICELPrev

HSBC INSTITUIDOR FUNDO MÚLTIPLO. Plano Acricel de Aposentadoria ACRICELPrev HSBC INSTITUIDOR FUNDO MÚLTIPLO Plano Acricel de Aposentadoria ACRICELPrev Plano Acricel de Aposentadoria ACRICELPrev Esta Cartilha vai ajudar você a entender melhor o Plano Acricel de Aposentadoria ACRICELPrev,

Leia mais

SAIBA TUDO SOBRE O PLANO III DE PREVIDÊNCIA PRIVADA!

SAIBA TUDO SOBRE O PLANO III DE PREVIDÊNCIA PRIVADA! SAIBA TUDO SOBRE O PLANO III DE PREVIDÊNCIA PRIVADA! Prezado participante, 2 Brasil Foods Sociedade de Previdência Privada Cartilha Plano III Um dos grandes objetivos da política de recursos humanos de

Leia mais

PARECER ATUARIAL 2014

PARECER ATUARIAL 2014 PARECER ATUARIAL 2014 Plano de Benefícios 1 Plano de Benefícios PREVI Futuro 1. OBJETIVO 1.1. O presente Parecer Atuarial tem por objetivo informar sobre a qualidade da base cadastral, as premissas atuariais,

Leia mais

Cartilha do Participante

Cartilha do Participante FACEAL Fundação Ceal de Assistência Social e Previdência Cartilha do Participante Manual de Perguntas e Respostas Plano Faceal CD Prezado leitor, A FACEAL apresenta esta cartilha de perguntas e respostas

Leia mais

PERFIS DE INVESTIMENTO

PERFIS DE INVESTIMENTO PERFIS DE INVESTIMENTO Índice 3 Apresentação 3 Como funciona a ELETROS? 4 Como são os investimentos em renda variável? 5 Como são os investimentos em renda fixa? 6 Como são os investimentos nos demais

Leia mais

VOCÊ QUER SABER? A FUNDAÇÃO RESPONDE.

VOCÊ QUER SABER? A FUNDAÇÃO RESPONDE. VOCÊ QUER SABER? A FUNDAÇÃO RESPONDE. ACESSO WEB QUEM PODE ENTRAR NA ÁREA RESTRITA ATRAVÉS DO SITE FBSS? Participantes Ativos Assistidos (Aposentados e Pensionistas) Importante: Dependentes e pessoas que

Leia mais

O que é A SISTeL? O que é O CPqD PReV? Benefícios de risco Auxílio-doença Aposentadoria por invalidez, reversível em pensão

O que é A SISTeL? O que é O CPqD PReV? Benefícios de risco Auxílio-doença Aposentadoria por invalidez, reversível em pensão O que é A SISTEL? A Fundação Sistel de Seguridade Social foi criada em 1977 e possui expressiva experiência em Planos de Previdência Privada. A Sistel atua no desenvolvimento de soluções previdenciais

Leia mais

Manual Explicativo. Beleza é viver o futuro que você sempre sonhou. Boticário Prev

Manual Explicativo. Beleza é viver o futuro que você sempre sonhou. Boticário Prev Manual Explicativo Beleza é viver o futuro que você sempre sonhou. Boticário Prev 1. MANUAL EXPLICATIVO... 4 2. A APOSENTADORIA E VOCÊ... 4 3. PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR: O que é isso?... 4 4. BOTICÁRIO

Leia mais

Para cada valor depositado pelo participante a título de contribuição básica a Patrocinadora depositará valor idêntico.

Para cada valor depositado pelo participante a título de contribuição básica a Patrocinadora depositará valor idêntico. Apresentação Este é o MANUAL DO PARTICIPANTE da PRECE PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR, material explicativo que descreve, em linguagem simples e precisa, as características gerais do Plano CD, com o objetivo

Leia mais

Plano de Previdência Complementar para o Servidor Público Federal

Plano de Previdência Complementar para o Servidor Público Federal Plano de Previdência Complementar para o Servidor Público Federal SINDITAMARATY 29/07/2014 Sumário A Funpresp Governança Participante Ativo Normal Participante Ativo Alternativo Procedimentos de Adesão

Leia mais

Plano PAI. material explicativo

Plano PAI. material explicativo Plano PAI material explicativo Conheça melhor o Plano PAI e veja como o tempo pode ser seu maior aliado Grande parte dos trabalhadores sonha em ter uma aposentadoria estável e aproveitar essa fase para

Leia mais

Cartilha do Participante

Cartilha do Participante Benefício definido (Eletra 01) BENEFICIO DEFINIDO Cartilha do Participante Introdução A ELETRA Fundação Celg de Seguros e Previdência é uma entidade fechada de previdência privada, de fins previdenciários

Leia mais

Fachesf de FUNDAÇÃO CHESF DE ASSISTÊNCIA E SEGURIDADE SOCIAL www.fachesf.com.br

Fachesf de FUNDAÇÃO CHESF DE ASSISTÊNCIA E SEGURIDADE SOCIAL www.fachesf.com.br Fachesf de Você está em nossos planos Criada em 10 de abril de 1972, pela Companhia Hidro Elétrica do São Francisco (Chesf), sua patrocinadora, a Fundação Chesf de Assistência e Seguridade Social é uma

Leia mais

PERGUNTAS E RESPOSTAS - Plano PreVisão -

PERGUNTAS E RESPOSTAS - Plano PreVisão - PERGUNTAS E RESPOSTAS - Plano PreVisão - O que é o plano PreVisão? O plano PreVisão é o novo plano de benefícios administrado pela Visão Prev, resultado de estudos realizados no intuito de buscar uma solução

Leia mais

Cartilha Plano A. Índice

Cartilha Plano A. Índice Cartilha Plano A Cartilha Plano A Índice Apresentação A Previnorte Histórico Patrimônio Plano de Benefícios e Plano de Custeio Salário Real de Contribuição Jóia Requisitos exigidos para filiação à PREVINORTE

Leia mais

Plano de Benefícios Visão Telesp Maio/2011

Plano de Benefícios Visão Telesp Maio/2011 Plano de Benefícios Visão Telesp Maio/2011 Índice Quem Somos Estrutura do plano Importância da Previdência Privada. Quanto antes melhor! As regras do plano Canais Visão Prev 2 Visão Prev Entidade fechada

Leia mais

Demonstração do Ativo Líquido por Plano de Benefícios - Vivo Prev

Demonstração do Ativo Líquido por Plano de Benefícios - Vivo Prev Demonstração do Ativo Líquido por Plano de Benefícios Vivo Prev Exercício: 2013 e 2012 dezembro R$ Mil Descrição 2013 2012 Variação (%) Relatório Anual 2013 Visão Prev 1. Ativos Disponível Recebível Investimento

Leia mais

Material Explicativo. Plano de Benefícios HP

Material Explicativo. Plano de Benefícios HP Material Explicativo Plano de Benefícios HP Janeiro - 2015 1 As informações deste material visam cumprir a legislação aplicável e dar aos participantes uma idéia geral e resumida das alterações promovidas

Leia mais

Material Explicativo Plano de Benefícios Avon 2015

Material Explicativo Plano de Benefícios Avon 2015 Material Explicativo Plano de Benefícios Avon 2015 Material Explicativo ÍNDICE 1. Mensagem importante pra você... 4 2. Que tal planejar sua aposentadoria?... 5 3. Estamos juntos!... 6 4. Saiba quem pode

Leia mais

Regulamento de Empréstimo

Regulamento de Empréstimo Regulamento $ de Empréstimo Para participantes do Plano Complementar de Benefícios Previdenciais - Plano BD $ Fundação de Previdência dos Empregados da CEB Regulamento aprovado pelo Conselho Deliberativo

Leia mais

Demonstração do Ativo Líquido por Plano de Benefícios - Visão Telest Celular

Demonstração do Ativo Líquido por Plano de Benefícios - Visão Telest Celular Demonstração do Ativo Líquido por Plano de Benefícios Visão Telest Celular Exercício: 2013 e 2012 dezembro R$ Mil Descrição 2013 2012 Variação (%) Relatório Anual 2013 Visão Prev 1. Ativos Recebível Investimento

Leia mais

Plano de Previdência Complementar. Manual do Participante Fenacor Prev

Plano de Previdência Complementar. Manual do Participante Fenacor Prev Plano de Previdência Complementar Manual do Participante Fenacor Prev 1 Índice Introdução...3 O Programa de Previdência Fenacor Prev...3 Contribuições...4 Investimentos...5 Benefício Fiscal...5 Benefícios

Leia mais

Esclarecimentos sobre rentabilidade das cotas do Plano SEBRAEPREV

Esclarecimentos sobre rentabilidade das cotas do Plano SEBRAEPREV INVESTIMENTOS Esclarecimentos sobre rentabilidade das cotas do Plano SEBRAEPREV Uma questão de suma importância para a consolidação e perenidade de um Fundo de Pensão é a sua saúde financeira, que garante

Leia mais

Í n d i c e. Apresentação. Sobre a ELETROS. Sobre o Plano CD CERON. Características do Plano CD CERON

Í n d i c e. Apresentação. Sobre a ELETROS. Sobre o Plano CD CERON. Características do Plano CD CERON Í n d i c e Apresentação Sobre a ELETROS Sobre o Plano CD CERON Características do Plano CD CERON 3 4 5 6 A p r e s e n t a ç ã o Bem-vindo! Você agora é um participante do Plano CD CERON, o plano de benefícios

Leia mais

Fachesf de FUNDAÇÃO CHESF DE ASSISTÊNCIA E SEGURIDADE SOCIAL www.fachesf.com.br

Fachesf de FUNDAÇÃO CHESF DE ASSISTÊNCIA E SEGURIDADE SOCIAL www.fachesf.com.br Fachesf de Você está em nossos planos Criada em 10 de abril de 1972, pela Companhia Hidro Elétrica do São Francisco (Chesf), sua patrocinadora, a Fundação Chesf de Assistência e Seguridade Social é uma

Leia mais

Sumário. A função do Resumo Explicativo 3. Bem-vindo ao Plano de Benefícios Raiz 4. Contribuições do Participante 6. Contribuições da Patrocinadora 7

Sumário. A função do Resumo Explicativo 3. Bem-vindo ao Plano de Benefícios Raiz 4. Contribuições do Participante 6. Contribuições da Patrocinadora 7 Sumário A função do 3 Bem-vindo ao Plano de Benefícios Raiz 4 Contribuições do Participante 6 Contribuições da Patrocinadora 7 Controle de Contas 8 Investimento dos Recursos 9 Benefícios 10 Em caso de

Leia mais

PLANO DE PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR DO SERVIDOR PÚBLICO FEDERAL DO PODER EXECUTIVO

PLANO DE PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR DO SERVIDOR PÚBLICO FEDERAL DO PODER EXECUTIVO Universidade Federal de Mato Grosso Pró-Reitoria Administrativa Secretaria de Gestão de Pessoas PLANO DE PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR DO SERVIDOR PÚBLICO FEDERAL DO PODER EXECUTIVO Cuiabá-MT Abril/2014 O QUE

Leia mais

Demonstração do Ativo Líquido por Plano de Benefícios - Visão Multi

Demonstração do Ativo Líquido por Plano de Benefícios - Visão Multi Demonstração do Ativo Líquido por Plano de Benefícios Visão Multi Exercício: 013 e 01 dezembro R$ Mil Descrição 013 01 Variação (%) Relatório Anual 013 Visão Prev 1. Ativos Recebível Investimento Ações

Leia mais

Demonstração do Ativo Líquido por Plano de Benefícios - PBS Telesp Celular Exercício: 2013 e 2012 - dezembro - R$ Mil

Demonstração do Ativo Líquido por Plano de Benefícios - PBS Telesp Celular Exercício: 2013 e 2012 - dezembro - R$ Mil Demonstração do Ativo Líquido por Plano de Benefícios PBS Telesp Celular Exercício: 203 e 202 dezembro R$ Mil Descrição 203 202 Variação (%) Relatório Anual 203 Visão Prev. Ativos Disponível Recebível

Leia mais

As mudanças mais importantes no Bradesco Previdência

As mudanças mais importantes no Bradesco Previdência As mudanças mais importantes no Bradesco Previdência No dia 21 de julho, o RH do Banco Bradesco e diretores do Bradesco Previdência expuseram, a cerca de 50 dirigentes sindicais, as mudanças no plano de

Leia mais

Previdência Complementar do Professor

Previdência Complementar do Professor Previdência Complementar do Professor Conheça o Plano de Benefícios ExecPrev e decida seu futuro. Previdência complementar e Funpresp Apresentação 1. O que mudou na Previdência do Servidor Público Federal?

Leia mais

03 Passos para o Seu Dinheiro da Poupança

03 Passos para o Seu Dinheiro da Poupança 03 Passos para o Seu Dinheiro da Poupança Render 5 Vezes Mais por Leandro Sierra Índice Apresentação...03 Introdução... 04 Passo 1...05 Passo 2... 08 Educação Financeira para a Segurança do seu Investimento...

Leia mais

RELATÓRIO SEGURIDADE. Julho/2010

RELATÓRIO SEGURIDADE. Julho/2010 RELATÓRIO SEGURIDADE Julho/2010 O relatório da área de seguridade tem por finalidade apresentar as principais atividades desenvolvidas no mês, informando os números e valores relativos ao período de julho

Leia mais

Comunicação Interna. VivoPrev. para quem é ligado no futuro.

Comunicação Interna. VivoPrev. para quem é ligado no futuro. Comunicação Interna VivoPrev para quem é ligado no futuro. Qual o seu programa para o amanhã? Pensar no amanhã é algo que deve ser feito hoje. Quanto antes você começar, maior a garantia de chegar ao futuro

Leia mais

Revisado em 15/08/2011

Revisado em 15/08/2011 CARTILHA DO PLANO MISTO DE BENEFÍCIOS PREVIDENCIÁRIOS Nº 001 Revisado em 15/08/2011 Esta cartilha foi estruturada com perguntas e respostas para apresentar e esclarecer aos Participantes as informações

Leia mais

Plano de Previdência Complementar. Manual do Participante FenacorPrev

Plano de Previdência Complementar. Manual do Participante FenacorPrev Plano de Previdência Complementar Manual do Participante FenacorPrev Índice Introdução... 3 O Programa de Previdência FenacorPrev... 3 Contribuições... 4 Investimentos... 5 Benefício Fiscal... 6 Benefícios

Leia mais

O número de participantes e assistidos no mês de março de 2007 apresentou a seguinte

O número de participantes e assistidos no mês de março de 2007 apresentou a seguinte 1. Introdução O relatório da área de seguridade tem por finalidade apresentar as principais atividades desenvolvidas no mês, informando os números e valores relativos ao período de março de 2007, bem como

Leia mais

Cartilha dos Planos Administrados pela FAECES

Cartilha dos Planos Administrados pela FAECES Cartilha dos Planos Administrados pela FAECES Conheça os planos de benefícios e assistência médica da Fundação 2 3 SUMÁRIO 06 Apresentação 08 Glossário 10 Introdução Geral Entidades Fechadas de Previdência

Leia mais

Demonstrações Financeiras. SOCIEDADE CIVIL FGV DE PREVIDÊNCIA PRIVADA (Em milhares) Exercícios findos em 31 de dezembro de 2002 e 2001

Demonstrações Financeiras. SOCIEDADE CIVIL FGV DE PREVIDÊNCIA PRIVADA (Em milhares) Exercícios findos em 31 de dezembro de 2002 e 2001 Demonstrações Financeiras SOCIEDADE CIVIL FGV DE PREVIDÊNCIA PRIVADA Exercícios findos em 31 de dezembro de 2002 e 2001 DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS Índice Balanço Patrimonial... Quadro 1 Demonstração do

Leia mais

Introdução. Nesta cartilha, você conhecerá as principais características desse plano. O tema é complexo e,

Introdução. Nesta cartilha, você conhecerá as principais características desse plano. O tema é complexo e, Introdução O Plano Prodemge Saldado está sendo criado a partir da cisão do Plano Prodemge RP5-II e faz parte da Estratégia Previdencial. Ele é uma das opções de migração para participantes e assistidos.

Leia mais

Plano TELOS Contribuição Variável - I

Plano TELOS Contribuição Variável - I Plano TELOS Contribuição Variável - I A sua empresa QUER INVESTIR NO SEU FUTURO, E VOCÊ? A sua empresa sempre acreditou na importância de oferecer um elenco de benefícios que pudesse proporcionar a seus

Leia mais

Lorem ipsum dolor sit amet

Lorem ipsum dolor sit amet Lorem ipsum dolor sit amet Lorem ipsum dolor sit amet Consectetuer adipiscing elit, sed diam nonummy nibh euismod tincidunt ut laoreet dolore magna aliquam erat volutpat. Ut wisi enim ad minim veniam.

Leia mais

PERGUNTAS & RESPOSTAS

PERGUNTAS & RESPOSTAS PL nº 1992, DE 2007 FUNPRESP PERGUNTAS & RESPOSTAS 1. ORÇAMENTO: PL sem dotação orçamentária? O governo enviou, no dia 06 de fevereiro, de 2012 um projeto de lei (PLN nº 1, de 2012; MSG nº 24/2012) que

Leia mais

PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR

PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR O futuro que você faz agora FUNPRESP-JUD Fundação de Previdência Complementar do Servidor Público Federal do Poder Judiciário 2 Funpresp-Jud seja bem-vindo(a)! A Funpresp-Jud ajudará

Leia mais

ENTENDA MELHOR! O TAC da tábua de mortalidade e o crédito gerado na conta do Plano B

ENTENDA MELHOR! O TAC da tábua de mortalidade e o crédito gerado na conta do Plano B ENTENDA MELHOR! O TAC da tábua de mortalidade e o crédito gerado na conta do Plano B 1 Relembrando os critérios de cálculo da MAT vitalícia O participante do plano B tem a opção, quando atingidos os critérios

Leia mais

NORMA PARA CONCESSÃO DE EMPRÉSTIMO A PARTICIPANTES (Aprovada pela Deliberação n 005/2012, de 29 de março de 2012)

NORMA PARA CONCESSÃO DE EMPRÉSTIMO A PARTICIPANTES (Aprovada pela Deliberação n 005/2012, de 29 de março de 2012) NORMA PARA CONCESSÃO DE EMPRÉSTIMO A PARTICIPANTES (Aprovada pela Deliberação n 005/2012, de 29 de março de 2012) 1. DA FINALIDADE A presente Norma tem por finalidade regulamentar e definir condições para

Leia mais

Meu interesse está no futuro, pois é lá que vou passar o resto de minha vida C K

Meu interesse está no futuro, pois é lá que vou passar o resto de minha vida C K Meu interesse está no futuro, pois é lá que vou passar o resto de minha vida C K A principal função do OABPrev-SC é auxiliar o advogado a criar uma poupança previdenciária para dar suporte aos riscos

Leia mais

INFORMA REDUÇÃO DO CUSTEIO ADMINISTRATIVO - QUE DIFERENÇA FAZ?

INFORMA REDUÇÃO DO CUSTEIO ADMINISTRATIVO - QUE DIFERENÇA FAZ? INFORMA Edição nº 4 Dezembro/2015 REDUÇÃO DO CUSTEIO ADMINISTRATIVO - QUE DIFERENÇA FAZ? Para administrar os planos de benefícios, a Regius utiliza os recursos advindos do custeio administrativo previdencial,

Leia mais

SECRETARIA DE PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR FOLHA DE ENCAMINHAMENTO DO DEMONSTRATIVO DOS RESULTADOS DA AVALIAÇÃO ATUARIAL DOS PLANOS DE BENEFÍCIOS

SECRETARIA DE PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR FOLHA DE ENCAMINHAMENTO DO DEMONSTRATIVO DOS RESULTADOS DA AVALIAÇÃO ATUARIAL DOS PLANOS DE BENEFÍCIOS FOLHA DE ENCAMINHAMENTO DO DEMONSTRATIVO DOS RESULTADOS DA AVALIAÇÃO ATUARIAL DOS PLANOS DE BENEFÍCIOS ENTIDADE RAZÃO SOCIAL: FUNDAÇÃO BANESTES DE SEGURIDADE SOCIAL 3 DADOS DOS PLANOS NÚMERO DE PLANOS:

Leia mais

FUNDAMENTOS DA PREVIDÊNCIA

FUNDAMENTOS DA PREVIDÊNCIA FUNDAMENTOS DA PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR Ensino a distância ÍNDICE I) O QUE É PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR? II) SISTEMA DE PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR III) MARCOS REGULATÓRIOS IV) PLANOS DE BENEFÍCIOS V) ENTIDADES

Leia mais

CARTILHA DO PLANO D FUNDAÇÃO DE SEGURIDADE SOCIAL BRASLIGHT

CARTILHA DO PLANO D FUNDAÇÃO DE SEGURIDADE SOCIAL BRASLIGHT CARTILHA DO PLANO D Cartilha - Plano D INTRODUÇÃO Você está recebendo a Cartilha do Plano D. Nela você encontrará um resumo das principais características do plano. O Plano D é um plano moderno e flexível

Leia mais

Celgprev CELPREV. Cartilha do Participante. Introdução

Celgprev CELPREV. Cartilha do Participante. Introdução Celgprev CELPREV Cartilha do Participante Introdução A partir de dezembro de 2000, a CELG distribuição, a Celg geração e transmissão, Celgpar e a ELETRA passam a oferecer aos seus empregados o Celgprev:

Leia mais

DEMONSTRAÇÃO ATUARIAL

DEMONSTRAÇÃO ATUARIAL [29.959.574/0001-73] FUNDACAO DE PREVIDENCIA DOS SERVIDORES DO IRB PLANO DE BENEFÍCIOS: MOTIVO: DATA DA AVALIAÇÃO: TIPO: RETIFICADORA: [1977.0001-18] PLANO A ENCERRAMENTO DE EXERCÍCIO 31/12/2012 COMPLETA

Leia mais

Recupere a saúde financeira e. garanta um futuro tranquilo Reitoria da UNESP, 13/05/2015

Recupere a saúde financeira e. garanta um futuro tranquilo Reitoria da UNESP, 13/05/2015 Recupere a saúde financeira e garanta um futuro tranquilo Reitoria da UNESP, 13/05/2015 Objetivo geral Disseminar conhecimento financeiro e previdenciário dentro e fora da SP-PREVCOM buscando contribuir

Leia mais

COMO FUNCIONA A PREV PEPSICO CONTRIBUIÇÕES ALOCAÇÃO DAS CONTRIBUIÇÕES OPÇÕES EM CASO DE DESLIGAMENTO BENEFÍCIOS CÁLCULO E PAGAMENTO DOS BENEFÍCIOS

COMO FUNCIONA A PREV PEPSICO CONTRIBUIÇÕES ALOCAÇÃO DAS CONTRIBUIÇÕES OPÇÕES EM CASO DE DESLIGAMENTO BENEFÍCIOS CÁLCULO E PAGAMENTO DOS BENEFÍCIOS Material Explicativo Sumário 2 COMO FUNCIONA A PREV PEPSICO 3 CONTRIBUIÇÕES 8 ALOCAÇÃO DAS CONTRIBUIÇÕES 9 OPÇÕES EM CASO DE DESLIGAMENTO 11 BENEFÍCIOS 13 CÁLCULO E PAGAMENTO DOS BENEFÍCIOS 18 TRIBUTAÇÃO

Leia mais

CARTILHA PLANO CELPOS CD

CARTILHA PLANO CELPOS CD CARTILHA PLANO CELPOS CD ORIGINAL PLUS O QUE É O PLANO CELPOS CD? O Plano Misto I de Benefícios CELPOS CD é um plano de previdência complementar cujo benefício de aposentadoria programada é calculado de

Leia mais

Renda Vitalícia por Aposentadoria por SRB - INSS Benefício Definido Capitalização Crédito Unitário Projetado Invalidez (1)

Renda Vitalícia por Aposentadoria por SRB - INSS Benefício Definido Capitalização Crédito Unitário Projetado Invalidez (1) PARECER ATUARIAL PLANO DE BENEFÍCIOS REB 1998 AVALIAÇÃO ANUAL 2005 Fl. 1/6 ENTIDADE SIGLA: FUNCEF 1 CÓDIGO: 01523 2 RAZÃO SOCIAL: FUNCEF-FUNDAÇÃO DOS ECONOMIÁRIOS FEDERAIS 18 3 PLANO NOME DO PLANO: REB

Leia mais

GLOSSÁRIO TERMOS UTILIZADOS PARA FUNDOS DE PENSÃO. ABRAPP. Associação Brasileira das Entidades Fechadas de Previdência

GLOSSÁRIO TERMOS UTILIZADOS PARA FUNDOS DE PENSÃO. ABRAPP. Associação Brasileira das Entidades Fechadas de Previdência GLOSSÁRIO ABRAPP. Associação Brasileira das Entidades Fechadas de Previdência Complementar. ASSISTIDOS. Participante ou Beneficiário(s) em gozo de benefício. ATUÁRIO. Profissional técnico especializado,

Leia mais

FAQ. Participante Ativo Alternativo

FAQ. Participante Ativo Alternativo FAQ Participante Ativo Alternativo O que mudou na Previdência do Servidor Público Federal? A previdência do servidor público passou por mudanças nos últimos anos a partir da emenda 41, da Constituição

Leia mais

Estrutura do Plano de Benefícios Agilent

Estrutura do Plano de Benefícios Agilent Plano de Benefícios Agilent 1 Objetivo da HP Prev Proporcionar aos seus participantes a oportunidade de contribuir para a HP Prev e, juntamente com as contribuições da patrocinadora, formar uma renda mensal

Leia mais

AASP Associação dos Advogados de São Paulo MATERIAL EXPLICATIVO AASP PREVIDÊNCIA. Plano administrado pelo HSBC Instituidor Fundo Múltiplo.

AASP Associação dos Advogados de São Paulo MATERIAL EXPLICATIVO AASP PREVIDÊNCIA. Plano administrado pelo HSBC Instituidor Fundo Múltiplo. AASP Associação dos Advogados de São Paulo MATERIAL EXPLICATIVO AASP PREVIDÊNCIA Plano administrado pelo HSBC Instituidor Fundo Múltiplo. Introdução Através deste Material Explicativo você toma conhecimento

Leia mais

b - O sócio Institucional terá anuidade correspondente a dez vezes a dos sócios efetivos e colaboradores.

b - O sócio Institucional terá anuidade correspondente a dez vezes a dos sócios efetivos e colaboradores. Regimento Interno da Sociedade dos Zoológicos do Brasil - SZB Da Sociedade Artigo 1º - A sociedade dos Zoológicos do Brasil SZB, fundada em 23 de setembro de 1977, funciona conforme o disposto nos seus

Leia mais

manual do participante

manual do participante manual do participante Esta cartilha foi criada para, de forma simples, clara e prática, oferecer informações a respeito do Plano de Previdência Complementar dos Servidores do Estado do Rio de Janeiro

Leia mais

FUNPRESP? O que é a. Com base nos melhores modelos existentes hoje, apresentamos a Funpresp, a ser criada pelo Projeto de Lei nº 1.992/2007.

FUNPRESP? O que é a. Com base nos melhores modelos existentes hoje, apresentamos a Funpresp, a ser criada pelo Projeto de Lei nº 1.992/2007. O que é a FUNPRESP? Com base nos melhores modelos existentes hoje, apresentamos a Funpresp, a ser criada pelo Projeto de Lei nº 1.992/2007. Esse projeto prevê a limitação das aposentadorias dos servidores

Leia mais

Material Explicativo. Plano de Aposentadoria GEBSA-PREV

Material Explicativo. Plano de Aposentadoria GEBSA-PREV Material Explicativo Plano de Aposentadoria GEBSA-PREV 2 GEBSA-PREV O PLANO GEBSA-PREV VAI AJUDAR VOCÊ A CONSTRUIR SEU FUTURO! Preocupada com a tranquilidade e o bem estar de seus funcionários, a GE oferece

Leia mais

CARTILHA PREVMAIS Conforme aprovação publicada no Diário Oficial da União de 07/07/2006.

CARTILHA PREVMAIS Conforme aprovação publicada no Diário Oficial da União de 07/07/2006. NOVA CARTILHA 1 CARTILHA PREVMAIS Conforme aprovação publicada no Diário Oficial da União de 07/07/2006. Sumário ADESÃO AO PREVMAIS 1. Por que aderir ao PrevMais?...4 2. Quem pode aderir ao PrevMais?...4

Leia mais

Resolução CNPC Nº. 8 de 31 de outubro de 2011. (Publicado no D.O.U. Nº 241, de 16 de dezembro de 2011, seção I)

Resolução CNPC Nº. 8 de 31 de outubro de 2011. (Publicado no D.O.U. Nº 241, de 16 de dezembro de 2011, seção I) Resolução CNPC Nº. 8 de 31 de outubro de 2011. (Publicado no D.O.U. Nº 241, de 16 de dezembro de 2011, seção I) Dispõe sobre os procedimentos contábeis das entidades fechadas de previdência complementar,

Leia mais

Cafbep - Plano Prev-Renda 1

Cafbep - Plano Prev-Renda 1 Cafbep - Plano Prev-Renda 1 Parecer Atuarial Para fins da avaliação atuarial referente ao exercício de 2013 do Plano Prev-Renda da Cafbep Caixa de Previdência e Assistência aos Funcionários do Banco do

Leia mais

VIGÊNCIA: 19/11/2014. (Aprovado na 1550ª Reunião de Diretoria, realizada em outubro/2014)

VIGÊNCIA: 19/11/2014. (Aprovado na 1550ª Reunião de Diretoria, realizada em outubro/2014) VIGÊNCIA: 19/11/2014 (Aprovado na 1550ª Reunião de Diretoria, realizada em outubro/2014) SUMÁRIO 1 OBJETIVO... 3 2 DEFINIÇÕES... 3 3 - LIMITE DE CRÉDITO... 4 4 - ENCARGOS FINANCEIROS, ADMINISTRATIVO E

Leia mais

Sistema de Previdência

Sistema de Previdência PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR DOS SERVIDORES DA UNIÃO Lei nº 12.618, de 30 de abril de 2012. Jaime Mariz de Faria Junior * O Sistema Brasileiro de Previdência Social é organizado em três pilares: o Regime Geral

Leia mais

RECENTES DÚVIDAS DO REGIME PRÓPRIO FORMULADAS PELOS SERVIDORES DE AMERICANA - PROFESSORES

RECENTES DÚVIDAS DO REGIME PRÓPRIO FORMULADAS PELOS SERVIDORES DE AMERICANA - PROFESSORES RECENTES DÚVIDAS DO REGIME PRÓPRIO FORMULADAS PELOS SERVIDORES DE AMERICANA - PROFESSORES 1) Já completei 25 anos como professora em sala de aula, tenho hoje 45 anos de idade, com esta idade vou aposentar

Leia mais

CARTILHA DO PLANO C FUNDAÇÃO DE SEGURIDADE SOCIAL BRASLIGHT

CARTILHA DO PLANO C FUNDAÇÃO DE SEGURIDADE SOCIAL BRASLIGHT CARTILHA DO PLANO C Cartilha do Plano C APRESENTAÇÃO O plano de benefícios previdenciários conhecido como Plano C foi implantado em 1997. O regulamento do Plano C foi adaptado à Lei Complementar nº 109,

Leia mais

REVISÕES JUDICIAIS DE APOSENTADORIA E PENSÃO:

REVISÕES JUDICIAIS DE APOSENTADORIA E PENSÃO: REVISÕES JUDICIAIS DE APOSENTADORIA E PENSÃO: 1) Pedido de concessão de benefício na Justiça: Todo o segurado que tenha um pedido de concessão ou revisão de benefício previdenciário, que foi requerido

Leia mais

Aceprev. Cartilha do Plano de Benefícios REGRA MIGRADOS. Aperam Inox América do Sul S.A. Acesita Previdência Privada

Aceprev. Cartilha do Plano de Benefícios REGRA MIGRADOS. Aperam Inox América do Sul S.A. Acesita Previdência Privada Aceprev Acesita Previdência Privada Aperam Inox América do Sul S.A. Cartilha do Plano de Benefícios REGRA MIGRADOS Aceprev Acesita Previdência Privada DIRETORIA EXECUTIVA Nélia Maria de Campos Pozzi -

Leia mais

SUPLEMENTAÇÃO DE APOSENTADORIA - PERGUNTAS E RESPOSTAS

SUPLEMENTAÇÃO DE APOSENTADORIA - PERGUNTAS E RESPOSTAS SUPLEMENTAÇÃO DE APOSENTADORIA - PERGUNTAS E RESPOSTAS Dando sequência ao processo de esclarecimentos sobre a Suplementação de Aposentadoria, foi inserido novo conteúdo no site da Fundação, contendo respostas

Leia mais

REGULAMENTO DO PLANO DE PECÚLIO FACULTATIVO PPF CNPB 1990.0011-65 FUNDAÇÃO GEAPPREVIDÊNCIA

REGULAMENTO DO PLANO DE PECÚLIO FACULTATIVO PPF CNPB 1990.0011-65 FUNDAÇÃO GEAPPREVIDÊNCIA REGULAMENTO DO PLANO DE PECÚLIO FACULTATIVO PPF CNPB 1990.0011-65 FUNDAÇÃO GEAPPREVIDÊNCIA Aprovado pela Superintendência Nacional de Previdência Complementar PREVIC, por meio da Portaria Nº 509, de 27

Leia mais

Regulamento. do Programa de Empréstimo Pessoal

Regulamento. do Programa de Empréstimo Pessoal Regulamento do Programa de Empréstimo Pessoal 2 Regulamento do Programa de Empréstimo Pessoal Índice CAPÍTULO I DA FINALIDADE... 4 CAPÍTULO II DOS PARTICIPANTES ELEGÍVEIS... 4 CAPÍTULO III DOS LIMITES

Leia mais