UNIVERSIDADE ABERTA DO BRASIL UAB UFMT

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "UNIVERSIDADE ABERTA DO BRASIL UAB UFMT"

Transcrição

1 1 UNIVERSIDADE ABERTA DO BRASIL UAB UFMT Gestão de Processos Financeiros em EaD Prof. Dr. Carlos Rinaldi Cuiabá, 2014

2 2 Gestores estão imersos em processos e planilhas financeiras, pois nossos projetos dependem dos recursos financeiros para serem desenvolvidos, ou seja, a Gestão Financeira de nossos Cursos UAB. Vamos descrever, de forma sucinta, o como esse processo se dá no âmbito do sistema universidade aberta (UAB) na UFMT. Nós atuamos na Gestão da nossa casa, do condomínio, do bairro, clube e associações e, minimamente, alguma vez em nossa vida já tivemos que gerir as finanças de nossas férias, festas de familiares, nascimento de filhos, entre outros. Tudo isto envolve a gestão de processos. Processos é um conjunto definido de passos para a realização de uma tarefa. Um processo definido é aquele que é descrito suficientemente em detalhes de forma que possa ser consistentemente utilizado. Processos definidos auxiliam no planejamento e na execução de um serviço. Processos organizacionais são atividades coordenadas que envolvem: pessoas, procedimentos, recursos, tecnologia. (http://www.p2he.com.br/serv_gest_processos.asp) Neste pequeno trabalho, objetivamos lhe oferecer um referencial sobre a gestão dos processos financeiros, uma vez que normalmente em seu cotidiano você manuseia planilhas de custos, está em contato com bolsistas dos cursos ou dos pólos, além disto, este conhecimento completa o rol de informações necessárias à função de gestor, função esta que você já deve estar exercendo ou poderá exercer. Então, nossa proposta é que você, ao acessar este material, tenha condições de contextualizar os conhecimentos acerca da Gestão de Processos Financeiros por meio de algumas reflexões acerca da estrutura da UAB, da Lei de Bolsas, do trâmite de solicitação de bolsas UAB/CAPES amparadas na legislação pertinente, e na gestão de planilhas financeiras, contudo, sem pretensão de esgotar a discussão sobre o tema. Além disso, espero poder ter colaborado contigo, no sentido de ter trazido até você conhecimentos que lhe possam ser úteis em seu dia-a-dia como gestor.

3 3 1 Criação da Universidade Aberta do Brasil (UAB) A Universidade Aberta do Brasil UAB) é um sistema integrado por universidades públicas que oferece cursos de nível superior para camadas da população que têm dificuldade de acesso à formação universitária, por meio do uso da metodologia da educação a distância. O público em geral é atendido, mas os professores que atuam na educação básica têm prioridade de formação, seguidos dos dirigentes, gestores e trabalhadores em educação básica dos estados, municípios e do Distrito Federal. O Sistema UAB foi instituído pelo Decreto 5.800, de 8 de junho de 2006, para "o desenvolvimento da modalidade de educação a distância, com a finalidade de expandir e interiorizar a oferta de cursos e programas de educação superior no País". Fomenta a modalidade de educação a distância nas instituições públicas de ensino superior, bem como apóia pesquisas em metodologias inovadoras de ensino superior respaldadas em tecnologias de informação e comunicação. Além disso, incentiva a colaboração entre a União e os entes federativos e estimula a criação de centros de formação permanentes por meio dos polos de apoio presencial em localidades estratégicas. Assim, o Sistema UAB propicia a articulação, a interação e a efetivação de iniciativas que estimulam a parceria dos três níveis governamentais (federal, estadual e municipal) com as universidades públicas e demais organizações interessadas, enquanto viabiliza mecanismos alternativos para o fomento, a implantação e a execução de cursos de graduação e pós-graduação de forma consorciada. Ao plantar a semente da universidade pública de qualidade em locais distantes e isolados, incentiva o desenvolvimento de municípios com baixos IDH e IDEB. Desse modo, funciona como um eficaz instrumento para a universalização da formação de profissionais no nível do ensino superior e para a requalificação do professor que vem atuando em outras disciplinas, fora da sua área de formação. Esse processo visa fortalecer a escola no interior do Brasil, minimizando a concentração de oferta de cursos de graduação nos grandes centros urbanos e evitando o fluxo migratório para as grandes cidades. O texto acima foi adaptado do texto disponível no site da uab.capes no endereço que segue: (http://www.uab.capes.gov.br/index.php?option=com_content&view=article&id=6&itemid=18).

4 4 2 Como Funciona O Sistema UAB funciona como articulador entre as instituições públicas de ensino superior (IPES) e os entes federados (governos estaduais, municipais e distrito federal), com vistas a atender às demandas locais por educação superior. Essa articulação estabelece qual(is) instituição(es) de ensino deve ser responsável por ministrar determinado curso em certo município ou certa microrregião por meio dos polos de apoio presencial. A Figura 1 sintetiza esse funcionamento. Fig.1: funcionamento UAB fonte CAPES Feita a articulação entre as instituições públicas de ensino superior e os polos de apoio presencial, o Sistema UAB assegura o fomento das ações de modo a garantir o bom funcionamento dos cursos. Mais detalhes sobre o funcionamento do sistema você pode acessar em:

5 5 3 Histórico Sistema UAB foi instituído pelo Ministério da Educação no ano de 2005, em parceria com a ANDIFES e Empresas Estatais, no âmbito do Fórum das Estatais pela Educação com foco nas Políticas e a Gestão da Educação Superior. Trata-se de uma política pública de articulação entre, à época, Secretaria de Educação a Distância do MEC (SEED/MEC) e a Diretoria de Educação a Distância da CAPES (DED/CAPES) com vistas à expansão da educação superior no Brasil, no âmbito do Plano de Desenvolvimento da Educação - PDE. Hoje, no governo da Presidenta Dilma Russeff, essa secretaria foi extinta e a responsabilidade de gerir a Educação a distancia passa, então para a Diretoria de Educação a Distancia na CAPES, denominada nova CAPES. Em seguida podemos ver a estrutura organizacional da CAPES com a inclusão da DED. Fonte: DED/CAPES/MEC/2013 A DED, então, está constituída de três coordenações gerais que dão sustentação à diretoria do ensino a distancia. Coordenação Geral de Inovação em Ensino a Distancia (CGIE) que por sua vez conta com duas coordenações, a saber: Coordenação de Apoio a Polos (COAP) e Coordenação é a de Tecnologia em Educação a Distancia (CTED), A CGIE é a responsável pela articulação com os polos de apoio presencial, dando subsídios para sua manutenção e melhorias em infra-estrutura física, e documentação legal. A documentação diz respeito à oficialização dos polos junto a CAPES/MEC, como

6 6 termo de cooperação do mantenedor e CAPES, autorização do polo pela CAPES publicada no Diário Oficial da União e documentação comprobatória da vistoria, bem como é responsável pelo sistema de comunicação e melhorias das redes lógicas disponíveis aos polos e articulação com os coordenadores de polo. Essa Coordenação tem como intuito acompanhar, monitorar, assessorar, orientar, delimitar, avaliar e aprovar polos de apoio presencial em todo o Brasil. Os coordenadores de polo se reportam a essa coordenação quanto aos problemas de infra-estrutura em geral. Cabe também fazer assinar e cumprir os acordos de cooperação técnica que em sua clausula primeira aponta o objeto do referido acordo: CLÁUSULA PRIMEIRA DO OBJETO Constitui objeto deste Acordo de Cooperação Técnica o estabelecimento de compromisso entre o proponente de polo de apoio presencial, a Instituição Pública de Ensino Superior, responsável pela oferta de cursos, ambos selecionados a partir de critérios de avaliação e seleção, a CAPES e o Ministério da Educação, visando a implementação do Sistema Universidade Aberta do Brasil UAB. Os proponentes a que se refere a clausula primeira são: Por um lado as IPES, no nosso caso a UFMT, como responsável pela oferta dos cursos no polo, por outro o mantenedor do polo de apoio presencial a Prefeitura ou a Secretaria de Estado de Educação, ou a parceria entre os dois. Como um terceiro proponente a CAPES/MEC. Assim, também a coordenação geral de infra-estrutura de polo é responsável pelo cadastro e nomeação de coordenadores de polo a partir da seleção dos mesmos pelas IPES que atuam nos respectivos polos. Portanto, a essa coordenação está vinculada o funcionamento orgânico do polo. A essa coordenação cabe cuidar das relações com a tecnologia da informação, ou seja, os produtos ligados aos sistemas de comunicação. Insere-se nesse item o Sistema UAB (SisUAB), que contém todas as informações dos cursos (currículo, portarias, docentes, coordenação, tutores, materiais didáticos, alunos), polos (coordenador de polo, tutores a distancia e presenciais, pessoal administrativo do polo, os cursos ofertados,

7 7 documentação e sua infra-estrutura física, de pessoal e de informática). Também contem as informações das IPES (curso oferecidos, coordenadores) e dados gerais das IPES que atuam nos polos. Outro sistema gerenciado por esta coordenação é o Sistema Geral de Bolsas (SGB). Esse sistema gerencia os cadastros e pagamentos das bolsas do sistema UAB. Todos nós bolsistas estamos cadastrados no SGB que para efetuar o pagamento das bolsas busca no SisUAB a consistência dos dados individuais dos bolsistas. A Coordenação Geral de Programas e Cursos em Ensino a Distancia (CGPC) também está composta por duas coordenações: Articulação Acadêmica (CAAC) e a coordenação de Programas e Cursos e Formação em Ensino a Distancia (CPCF). CGPC tem por função a articulação pedagógica com os diversos cursos das IES. Analisa os projetos pedagógicos dos cursos e emite pareceres sobre os mesmos. Legislam sobre a oferta de cursos e regulamentam sua oferta pelas IES. Ainda autoriza a Coordenação Geral de Supervisão e Fomento (CGFO) a repassar os recursos e bolsas para as IES. Coordenação Geral de Supervisão e Fomento (CGFO) Esta coordenação também conta com duas coordenações, a Coordenação de Supervisão e Fomento (CSF) e a Coordenação de Concessão de Bolsas (CCB). Objetiva gerir os recursos destinados pelo MEC a EaD, incluindo a UAB. Insere-se neste contexto o financiamento de bolsas e do custeio dos cursos oferecidos pelas IPES em suas demandas de extensão, aperfeiçoamento, graduação e pós-graduação. Hoje, cabe a CAPES o pagamento das bolsas do sistema UAB, designado Sistema Geral de Bolsas da CAPES (SGB/CAPES) que antes foi de responsabilidade do FNDE. Assim, para atender a demanda da formação de profissionais da educação e administradores públicos o Sistema UAB sustenta-se em cinco eixos fundamentais: Expansão pública da educação superior, considerando os processos de democratização e acesso; Aperfeiçoamento dos processos de gestão das instituições de ensino superior,

8 8 possibilitando sua expansão em consonância com as propostas educacionais dos estados e municípios; Avaliação da educação superior a distância tendo por base os processos de flexibilização e regulação implantados pelo MEC; Estímulo à investigação em educação superior a distância no País; Financiamento dos processos de implantação, execução e formação de recursos humanos em educação superior a distância. O texto sobre os cinco eixos que você acaba de ler encontram-se no site da uab.capes no endereço que segue: (http://www.uab.capes.gov.br/index.php?option=com_content&view=article&id=9&itemid=21) Para a oferta dos primeiros cursos no âmbito do Sistema UAB, foi necessária a publicação de editais. O primeiro edital, conhecido como UAB1, publicado em 20 de dezembro de 2005, permitiu a concretização do Sistema UAB, por meio da seleção para integração e articulação das propostas de cursos, apresentadas exclusivamente por instituições federais de ensino superior, e as propostas de polos de apoio presencial, apresentadas por estados e municípios. O segundo edital, publicado em 18 de outubro de 2006, denominado UAB2, diferiu da primeira experiência por permitir a participação de todas as instituições públicas, oportunizando a participação das instituições estaduais e municipais. Em 2007, recursos foram repassados às instituições de ensino superior pelo sistema UAB para a ampliação do acervo bibliográfico dos polos de apoio presencial. Foram adquiridos livros contemplando as áreas dos cursos ofertados nos polos do edital 1, ou seja, UAB1. A bibliografia básica foi indicada pelos coordenadores de cursos e corroborada por coordenadores UAB. Em 2008, merece destaque a atuação do Sistema UAB que fomentou a criação de cursos na área de Administração, de Gestão Pública, Gestão em Saúde. A partir de 2009, não houve mais editais para oferecimento de cursos, contudo, foi criado o Programa Nacional de Formação de Professores (PARFOR), os editais foram

9 9 substituídos pelos Fóruns de Estaduais de Educação, que recebe as demandas e negocia o oferecimento dos cursos juntos às Instituições Públicas de Ensino Superior (IPES). Em Mato Grosso o Fórum está sediado na Secretaria de Estado de Educação e é presidido pelo seu Secretário. A CAPES publica edital de articulação de cursos duas vezes ao ano (março e outubro), nas quais as IPES se inscrevem para a referida articulação. Atualmente, 104 instituições integram o Sistema UAB, entre universidades federais, universidades estaduais e Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia (IFETs). De 2007 a dezembro de 2013, foram aprovados e instalados 715 polos de apoio presencial, dos 750 previstos, com mais de estudantes, e aproximadamente bolsistas. A UAB continuará a apoiar a formação de professores com a oferta de vagas nãopresenciais para o Plano Nacional de Formação de Professores da Educação (PARFOR). Essas vagas atenderão a demanda levantada pela análise das pré-inscrições realizadas na Plataforma Freire pelos professores brasileiros. Além desse apoio, a UAB atenderá a chamada demanda social por vagas de nível superior. No total, já ofereceu mais de vagas em 2011, em 2012 mais de e em 2013 mais de vagas. Para 2014 a previsão é alcançar mais de vagas incluindo o programa de formação de administradores públicos (PNAP). Hoje, a UAB é um programa nacional inscrito na CAPES/MEC sob o código 1061 BRASIL ESCOLARIZADO, na ação 8429 Formação inicial e continuada a distancia. As universidades participam, das chamadas e ou editais, para o oferecimento dos cursos nos polos de apoio presencial, que são estruturas do sistema UAB/MEC (Fig. 1) e regulamentado pelo decreto nº 5800/2006 do Ministério de Educação e Cultura, órgão ligado a Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal do Ensino Superior (CAPES). 2009): São agentes do sistema UAB (art. 4º da resolução CR/FNDE nº 26 de 5 julho de Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal do Ensino Superior (CAPES/MEC), gestora do Sistema UAB, e em colaboração com a Secretaria de Educação Básica (DEB), a Secretaria de Educação Superior (SESu), a Secretaria de Educação Profissional e

10 10 Tecnológica (SETEC), a Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização, Diversidade e Inclusão (SECADI) e a Secretaria de Educação Especial (SEESP) do Ministério da Educação; o Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), Secretaria de Articulação Federativa do MEC. Com o advento da Nova CAPES foi instituído o Sistema Geral de Bolsas (SGB) gerenciado pela mesma responsável pelo pagamento das bolsas no âmbito do Sistema Universidade Aberta. As instituições de ensino superior (IPES) vinculadas ao Sistema UAB são responsáveis pela oferta de cursos nos polos de apoio presencial (Art. 4º inciso III da resolução CR/FNDE nº 26 de 5 julho de 2009) e, os Estados e Municípios, são os responsáveis pela implantação e manutenção dos polos de apoio presencial do Sistema UAB (Art. 4º inciso IV da resolução CR/FNDE nº 26 de 5 julho de 2009). Para consulta e obter maiores detalhes da resolução CR/FNDE nº 26 de 5 julho de 2009, vá ao site do MEC clicando em legislação. (http://www.capes.gov.br/sobre-a-capes/legislacao/2340-portarias) 4 São agentes do sistema UAB nas Instituições Públicas de Ensino Superior (IPES): Professores e tutores. Vamos descrever como esses agentes atuam no sistema UAB, mas antes gostaria de compartilhar com você a atuação da UFMT nesse contexto. A figura 2 explicita, em termos de números, as vagas e cursos ofertados a partir de 2006 até a previsão de oferta de É possível, também observar os atuais matriculados e respectivos formados de cada um dos cursos. Contudo, a UFMT já atuava em EaD desde 1994 com curso de Pedagogia através do NEAD do Instituto de Educação, onde formou mais de 5000 professores. Em 2009 oferece, na modalidade EaD, 300 vagas para um Curso de Pedagogia aos brasileiros radicados no Japão em parceria com a Universidade de Tokai.

11 11 Figura 2: evolução vagas UAB/UFMT A UFMT inicia sua ação na UAB oferecendo, em 2006, o Curso Administração Piloto em cinco polos em Mato Grosso, assim distribuídos: Barra do Garças, Cuiabá, Diamantino, Rondonópolis e Sinóp, oferecendo 100 vagas para cada polo, objetivando a formação de 500 administradores em parceria com o MEC. Esse foi ofertado para atender a formação de Administradores dos órgãos públicos do estado de Mato Grosso e do Banco do Brasil, parceiro neste projeto. Em seguida em 2007 participa do Edital n. 1 (20/12/2005) para oferecimento de cursos na modalidade a distância e em quatro polos de Mato Grosso (Primavera do Leste, Ribeirão Cascalheira, Pontes e Lacerda e Juara) ofereceu os cursos de Pedagogia,

12 12 Administração, Ciências Naturais e Matemática, atendendo a 675 alunos. Com o edital nº 1, realmente se consolida a UAB, a nível nacional, para formação de professores e transforma o Curso de Administração Piloto em Bacharelado em Administração (250 vagas). Os Cursos de Licenciatura em Pedagogia e Ciências Naturais e Matemática (ensino fundamental) foram oferecidos com objetivo de atender a formação de professores e atender a LDB, bem como o plano decenal da educação do governo federal. É de domínio publico que há falta de professores graduados para atuarem como preceitua a LDB e também havia uma demanda reprimida em municípios como: Primavera do Leste, Ribeirão Cascalheira, Pontes e Lacerda e Juara. Nesses municípios Ciências ofereceu 225 vagas e Pedagogia 200 vagas. Por meio do segundo edital (UAB 2/2008), para início em 2009, doze polos passaram a integrar o sistema UAB, com a presença da UFMT, que ofereceu cursos de graduação para 750 estudantes nos cursos: Administração Pública, agora com objetivo de formar Administradores Públicos, visto que havia grande demanda desses profissionais nos órgãos públicos do estado. Esse Curso ofereceu 600 vagas nos polos de Cuiabá, Diamantino, Lucas do Rio Verde, Nova Xavantina, Pedra Preta, São Felix do Araguaia e Sorriso, assim como o Curso de Pedagogia nos polos Lucas do Rio Verde, Pedra Preta e Sorriso, atendendo a 150 professores. Para 2010 o curso de Ciências Naturais e Matemática (ensino fundamental), amplia a oferta para mais cinco polos, sendo: Nova Xavantina, Alto Araguaia, Diamantino, Guarantã do Norte e Pedra Preta com 200 vagas, com intuito de contribuir para formar professores nessas regiões. Em 2012, chega a vez do Curso de Pedagogia do Instituto de Educação Cuiabá ampliar em mais quatro polos ofertando mais 200 vagas (Alto Araguaia, Barra do Bugres, Guarantã do Norte e Jauru). Durante o ano de 2013 o Curso de Administração Pública da Faculdade de Administração e Ciências Contábeis Cuiabá, Departamento de Administração oferece, com objetivo de formar administradores públicos nos polos de Água Boa, Barra do Bugres, Primavera do Leste e Sorriso, com mais 225 vagas. Ainda em 2013 temos a satisfação de ofertar mais dois cursos novos, importantes e igualmente necessários para as diversas regiões do estado, são eles: Códigos e

13 13 Linguagens: Português Espanhol com 315 vagas em nove polos a saber: Barra do Bugres, Colíder, Jauru, Lucas do Rio Verde, Nova Xavantina, Pontes e Lacerda, Primavera do Leste, Ribeirão Cascalheira e Sorriso e Códigos e Linguagens: Português Inglês totalizando 210 vagas em 6 polos a saber: Barra do Bugres, Jauru, Lucas do Rio Verde, Nova Xavantina, Primavera do Leste e Sorriso. Esses dois cursos somam 521 vagas. Dessa forma para graduação a UFMT na modalidade EaD ofereceu de 2006 a 2013 um total de 3075 vagas. Em 2009, a UAB ampliou sua ação em parceria com os estados e municípios, por meio do Plano de Ações Articuladas para formação de professores PARFOR. Esse programa está voltado para a formação de professores em uma segunda licenciatura. Na UFMT esse programa se consolida em 2010 com a oferta de 385 vagas de 2ª licenciatura em 7 cursos e 8 turmas em Já de 2011 a 2013 ofertou 9 cursos num total de 450 vagas, totalizando 835 vagas. Na pós-graduação ofereceu, em 2009, vagas para os cursos: Informática na Educação (320 vagas) e Direito Ambiental (120 vagas), nos polos: Alto Araguaia, Diamantino, Guarantã do Norte, Jauru, Lucas do Rio Verde, Nova Xavantina, Pedra Preta e Sorriso. Também foram ofertados os cursos voltados para a administração como o de Gestão Pública (320 vagas) e Gestão em Saúde (360 vagas), nos polos de Cuiabá, Barra do Bugres, Diamantino, Lucas do Rio Verde, Nova Xavantina, Pedra Preta, Primavera do Leste, Ribeirão Cascalheira, São Félix do Araguaia e Sorriso. Nessa sequencia em 2013 a Pós-graduação oferece mais 1695 vagas, nos seguintes cursos e polos: Informática na Educação com 300 vagas nos polos Água Boa, Alto Araguaia, Barra do Bugres, Campo Verde, Lucas do Rio Verde, Pedra Preta, Pontes e Lacerda, Primavera do Leste, Sapezal e Sorriso; Gestão Pública com 450 vagas, Gestão em Saúde com 450 vagas e Gestão Municipal com 495 vagas, nos seguintes polos: Água Boa, Barra do Bugres, Lucas do Rio Verde, Nova Xavantina, Pedra Preta, Primavera do Leste, Ribeirão Cascalheira, São Felix do Araguaia e Sorriso. A pós-graduação, então, contribui com 2815 vagas. Já nos cursos de aperfeiçoamento, em 2009, conforme figura 2, ofereceu 780 vagas nos cursos: Educação Ambiental (600 vagas) e Relações Étnico-Raciais (180 vagas), nos Polos Alto Araguaia, Barra do Bugres, Diamantino, Guarantã do Norte, Juara, Lucas do Rio Verde, Nova Xavantina, Pedra Preta, Primavera do Leste, Ribeirão Cascalheira, São Felix

14 14 do Araguaia e Sorriso. Em 2010, nasceu a parceria entre a Universidade Aberta do Brasil e a SECADI (Secretaria de Formação Continuada, Alfabetização, Diversidade e Inclusão). Através dela a UFMT vem ofertando cursos de aperfeiçoamento voltados para a capacitação de professores da rede de educação básica de ensino no âmbito da educação ambiental e da diversidade. Assim, foram ofertados os cursos de Educação Ambiental: Escolas Sustentáveis e Com Vidas (790 vagas), Gênero e Diversidade na Escola (300 vagas) e Relações Étnico-Raciais (520 vagas), totalizando 1610 vagas. Ainda nessa linha de pensamento 2012 e 2013 somaram-se mais 720 vagas (Escolas Sustentáveis e Com Vidas (300 vagas) Relações Étnico-Raciais (420 vagas)). No âmbito dos cursos de extensão, na modalidade EaD, a UFMT vem atuando desde 2009 e totalizou até 2013 a oferta de 1350 vagas, em 17 cursos (figura 2). Dentre essas vagas, a fim de capacitar seus profissionais por meio de cursos de extensão, no âmbito do Plano Anual de Capacitação Continuada (PACC), fomentado também pela CAPES. Através desse programa, de 2009 a 2013, já foram ofertadas 1215 vagas para profissionais ligados à Educação a Distância. Dentre eles foram ofertados os cursos: Formação de Tutores, Formação de Autores e Formação de Gestores em EaD, AVA, AVA avançado, web designer, construção e gestão de processos, Objetos de Aprendizagem: Concepção e uso, Ferramentas e Mídias Digitais, Informática: Configuração e Manutenção, Gestão de Polos EaD, Design Instrucional em EaD, dentre outros. Em específico, em 2009, a UFMT foi designada pelo MEC para capacitar 75 auxiliares de biblioteca para a UAB dos estados de Goiás, Mato Grosso do Sul e Mato Grosso e 60 tutores para os Cursos de aperfeiçoamento da SECADI. Dessa forma, então, até 2013 foram oferecidas vagas. O Sistema Universidade Aberta do Brasil UAB/UFMT, atendendo a demanda de formação em polos de apoio presencial, distribuídos no estado, está voltado ao desenvolvimento da modalidade a distância, com a finalidade de expandir e interiorizar a oferta de cursos e programas de educação superior (decreto 5800). Esse continua sendo um dos programas que mais tem possibilitando a UFMT atender a formação de professores, administradores públicos e uma gama de outros profissionais no Estado de

15 15 Mato Grosso. Pode-se dizer que a UFMT tem buscado, através do EaD/UAB, atender uma de suas vocações que é o cumprimento do seu dever social para com a população matogrossense. 5 Parceria entre estados e municípios para a formação a distância por meio da UAB Como descrevemos anteriormente os cursos são ofertados nos polos de apoio presencial. Esses polos estão distribuídos nos municípios e mantenedores conforme figura 3. A figura 3 mostra os polos, sua situação, o edital e o mantenedor. Do total de 33 polos, apenas os da UAB 1 e 2 estão implantados e funcionando, exceto Várzea Grande e Colider, que ainda precisam de adequações e avaliação da CAPES. Os polos da UAB 3, apenas, Cuiabá e Cáceres e da UAB 4 foram implantados os polos de Água Boa, Aripuanã, Campo Verde, Comodoro e Sapezal, os demais estão para serem implantados pelos mantenedores ou avaliados pela Capes. Quanto ao mantenedor a maioria é composta pelas prefeituras, sendo apenas 5 polos mantidos pelo Estado de Mato Grosso (SEDUC) (figura 3). Polos Editais Mantenedor Ord. Municípios Situação UAB1 UAB2 UAB3 UAB4 Mun Est 1 Juara AA - Ativo X X 2 Pontes e Lacerda AA X X 3 Primavera do Leste AA X X 4 Ribeirão Cascalheira AA X X 5 São Felix do Araguaia AP X X 6 Alto Araguaia AA X X 7 Colider AA X X 8 Diamantino AA X X 9 Guarantã do Norte AA X X 10 Jauru AA X X 11 Juína AA - Ativo X X 12 Lucas do Rio Verde AA X X 13 Nova Xavantina AA X X 14 Pedra Preta AA X X 15 Sorriso AA X X 16 Varzea Grande Desligado NA X X 17 Alta Floresta Desligado NA X X 18 Barra do Garças Desligado NA X X 19 Cuiabá AA - Ativo X X 20 Cáceres AA - Inativo X X 23 Rondonópolis Desligado NA X X 24 Sinóp Desligado NA X X 25 Tangará da Serra Desligado NA X X 26 Água Boa AA - Ativo X X 27 Aripuanã AA Provisório X X 28 Campo Verde AA - Ativo X X 29 Comodoro AA - Ativo X X 33 Sapezal AA - Ativo X X Figura 3: Polos, editais e mantenedores.

16 16 Por sua vez o mantenedor assina um Acordo de Cooperação Técnica com a CAPES/MEC e que resumidamente assevera. Preceitua o Acordo de Cooperação Técnica que o mantenedor seja responsável: a) Criar e manter a estrutura física e de recursos humanos necessárias para o funcionamento do polo de apoio presencial, de acordo com o Edital nº01 de 2006/SEED/MEC, avaliação realizada pela Comissão de Seleção instituída pela Portaria nº 119, de 03 de agosto de 2007, publicada no Diário Oficial da União em 06/08/2007 e orientações da Diretoria de Educação a Distância, e normatização pertinente. b) Institucionalizar, mediante instrumento legal específico, junto aos órgãos competentes do município, o polo de apoio presencial a fim de garantir a criação, implantação, manutenção e continuidade do polo, bem como o pleno desenvolvimento das atividades didático-pedagógicas referentes aos cursos; c) Disponibilizar aos órgãos de acompanhamento e aos representantes da UAB acesso a todas as informações pertinentes à gestão pedagógica, administrativa e financeira do polo, colaborando com o trabalho de acompanhamento e avaliação dos cursos; d) Garantir, durante todo o período de execução dos cursos, as atividades pedagógicas e administrativas a fim de proporcionar o pleno desenvolvimento dos cursos; e) Disponibilizar ao Coordenador de Polo carga horária compatível para o atendimento exclusivo das atividades do Polo, observando-se o número de cursos e as orientações da(s) instituição (s) e da DED/CAPES; f) Colaborar no processo de seleção do Coordenador de Polo, em parceria com as Instituições de Ensino Superior atuantes no polo de apoio presencial e de acordo com as orientações da Diretoria de Educação a Distância; g) Adequar o polo às condições necessárias requeridas pelo projeto dos cursos e às normativas do MEC, tendo em vista o atendimento de novas demandas; h) Prestar contas, por meio de relatórios às IPES e a CAPES das atividades realizadas no polo sempre que solicitado; i) Qualquer doação e/ou benefício recebido por parte do MEC ou Instituições Públicas de Ensino Superior, nos termos da legislação pertinente, não desobriga o Município, o Estado ou o Distrito Federal do cumprimento do objeto do acordo firmado, visando manter as atividades didático-pedagógicas no polo; j) Registrar todos os equipamentos recebidos dos diferentes órgãos a fim de mantêlos com exclusividade para as atividades do polo, em cumprimento aos registros patrimoniais, de acordo com a legislação pertinente;

17 17 K) Garantir a manutenção dos equipamentos, disponibilizados pelo MEC e demais órgãos, incluindo reposição de peças e atendimento local; L) Responsabilizar-se pela segurança e manutenção dos equipamentos e materiais didáticos do programa, disponibilizados pelo MEC e demais órgãos. m) Utilizar a logomarca do Sistema Universidade Aberta do Brasil de acordo com as orientações constantes do Manual de Aplicação Visual da UAB; A CAPES cabe: a) Acompanhar, avaliar, orientar, controlar e fiscalizar a execução do Acordo de Cooperação Técnica, por intermédio da Diretoria de educação a Distância (DED), visando o funcionamento harmônico do Sistema UAB; b) Velar pelo cumprimento do compromisso assumido pelo Estado e ou Município quanto à disponibilização da infra-estrutura necessária ao pleno funcionamento do Polo de Apoio Presencial, de acordo com o Edital nº01 de 2006/SEED/MEC; avaliação realizada pela Comissão de Seleção, instituída pela Portaria nº 119, de 03 de agosto de 2007, publicada no Diário Oficial da União em 06/08/2007 e orientações da Diretoria de Educação a Distância; avaliações externas permanentes, instituídas pela CAPES e normatizações pertinentes. c) Realizar avaliações periódicas da implementação de cursos e programas no âmbito das instituições e dos polos de apoio presencial que integram o Sistema UAB; d) Apoiar financeiramente, mediante instrumento legal específico, as Instituições Públicas de Ensino Superior, observando-se sempre a legislação aplicável e o interesse da Administração Pública, bem como os projetos de cursos selecionados a serem ofertados nos polos de apoio presencial; e) Subsidiar o pleno desenvolvimento dos cursos, de acordo com os projetos pedagógicos e encaminhamentos legais que se fizerem necessários; f) Exercer, junto as IPES, função gerencial fiscalizadora dentro do prazo regulamentar da execução/prestação de contas, ficando assegurado aos seus agentes o poder discricionário de reorientar ações e de acatar ou não justificativas quanto a eventuais disfunções havidas na sua execução; g) Analisar e emitir parecer sobre a prestação de contas referente à aplicação dos recursos alocados, sem prejuízo da realização de auditorias internas e externas; h) Propor a institucionalização do Polo de Apoio Presencial, no âmbito do Estado e/ou Município a fim de garantir a sua implantação e manutenção bem como estimular a prática de decisões colegiadas; i) Supervisionar a efetiva utilização da logomarca do Sistema Universidade Aberta do Brasil, em conformidade com o Manual de Aplicação Visual da UAB. E as IPES:

Prof. Dr. Carlos Rinaldi Cuiabá, UFMT, 2014

Prof. Dr. Carlos Rinaldi Cuiabá, UFMT, 2014 Sistema Universidade Aberta do Brasil (UAB) na UFMT Prof. Dr. Carlos Rinaldi Cuiabá, UFMT, 2014 Hoje, no Brasil, são inúmeras as Instituições de Ensino credenciadas para oferecer cursos na modalidade de

Leia mais

RESOLUÇÃO CD/FNDE Nº 24 DE 04 DE JUNHO DE 2008

RESOLUÇÃO CD/FNDE Nº 24 DE 04 DE JUNHO DE 2008 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO CONSELHO DELIBERATIVO RESOLUÇÃO CD/FNDE Nº 24 DE 04 DE JUNHO DE 2008 Estabelece orientações e diretrizes para o apoio financeiro às

Leia mais

PERGUNTAS FREQUENTES SOBRE O PARFOR

PERGUNTAS FREQUENTES SOBRE O PARFOR PERGUNTAS FREQUENTES SOBRE O PARFOR 1. Como são os cursos ofertados pela plataforma freire e quais os benefícios para os professores que forem selecionados? O professor sem formação poderá estudar nos

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO CONSELHO DELIBERATIVO RESOLUÇÃO/FNDE/CD/Nº 35 DE 22 DE JULHO DE 2008

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO CONSELHO DELIBERATIVO RESOLUÇÃO/FNDE/CD/Nº 35 DE 22 DE JULHO DE 2008 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO CONSELHO DELIBERATIVO RESOLUÇÃO/FNDE/CD/Nº 35 DE 22 DE JULHO DE 2008 Estabelece orientações e diretrizes para apoio financeiro para

Leia mais

Termo de Referência para contratação de consultor na modalidade Produto

Termo de Referência para contratação de consultor na modalidade Produto TÍTULO DO PROJETO: Fortalecimento da capacidade institucional com vistas a melhoria dos processos de monitoramento e avaliação dos programas de fomento voltados para a Educação Básica e para o Ensino Superior

Leia mais

EDITAL Nº 06 SECAD/MEC, DE 1º DE ABRIL DE 2009

EDITAL Nº 06 SECAD/MEC, DE 1º DE ABRIL DE 2009 EDITAL Nº 06 SECAD/MEC, DE 1º DE ABRIL DE 2009 SELEÇÃO DE INSTITUIÇÕES DE ENSINO SUPERIOR PARA FOMENTO DA REDE DE EDUCAÇÃO PARA A DIVERSIDADE NO ÂMBITO DO SISTEMA UNIVERSIDADE ABERTA DO BRASIL UAB A União,

Leia mais

CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU (EPECIALIZAÇÃO) EM EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS PARA A JUVENTUDE MODALIDADE A DISTÂNCIA

CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU (EPECIALIZAÇÃO) EM EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS PARA A JUVENTUDE MODALIDADE A DISTÂNCIA 1 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO CONTINUADA, ALFABETIZAÇÃO, DIVERSIDADE E INCLUSÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE MATO GROSSO INSTITUTO DE CIÊNCIAS EXATAS E DA TERRA Coordenação do Curso de Especialização

Leia mais

Sistema de Educação a Distância Publica no Brasil UAB- Universidade Aberta do Brasil. Fernando Jose Spanhol, Dr

Sistema de Educação a Distância Publica no Brasil UAB- Universidade Aberta do Brasil. Fernando Jose Spanhol, Dr Sistema de Educação a Distância Publica no Brasil UAB- Universidade Aberta do Brasil Fernando Jose Spanhol, Dr www.egc.ufsc.br www.led.ufsc.br O Sistema UAB Denominação representativa genérica para a rede

Leia mais

EDITAL Nº 01/2015, DE 15 DE ABRIL DE

EDITAL Nº 01/2015, DE 15 DE ABRIL DE Edital nº 01, de 15 de abril de 2015, da Universidade Federal de Pelotas UFPEL, referente ao processo seletivo simplificado, para a função temporária de TUTOR PRESENCIAL para atuar no Curso de Especialização

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO PROGRAMA UNIVERSIDADE ABERTA DO BRASIL/UAB UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA SELEÇÃO DE TUTOR PRESENCIAL EDITAL N.

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO PROGRAMA UNIVERSIDADE ABERTA DO BRASIL/UAB UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA SELEÇÃO DE TUTOR PRESENCIAL EDITAL N. MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO PROGRAMA UNIVERSIDADE ABERTA DO BRASIL/UAB UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA SELEÇÃO DE TUTOR PRESENCIAL EDITAL N. 26/2011 Inscrição para tutoria presencial do Curso de Licenciatura

Leia mais

ATUALMENTE, a UFSC oferta 13 cursos de graduação na modalidade a distância:

ATUALMENTE, a UFSC oferta 13 cursos de graduação na modalidade a distância: ATUALMENTE, a UFSC oferta 13 cursos de graduação na modalidade a distância: 7 do Programa UAB - Administração, Biológicas, Contábeis, Econômicas, Filosofia, Letras- Espanhol e Letras-Português 2 LIBRAS

Leia mais

Educação a Distância na UFPR

Educação a Distância na UFPR 1ª JORNADA PARANAENSE DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA, NA EDUCAÇÃO BÁSICA Educação a Distância na UFPR Profa Dra Glaucia da Silva Brito glaucia@ufpr.br - Núcleo de Educação a Distância da Universidade Federal

Leia mais

Eje temático: EXPERIENCIAS Y ACCIONES CONCRETAS RELACIONADAS CON LA EDUCACIÓN MEDIÁTICA EN EL ÁMBITO DE LA EDUCACIÓN FORMAL

Eje temático: EXPERIENCIAS Y ACCIONES CONCRETAS RELACIONADAS CON LA EDUCACIÓN MEDIÁTICA EN EL ÁMBITO DE LA EDUCACIÓN FORMAL Eje temático: EXPERIENCIAS Y ACCIONES CONCRETAS RELACIONADAS CON LA EDUCACIÓN MEDIÁTICA EN EL ÁMBITO DE LA EDUCACIÓN FORMAL Titulo: UNIVERSIDADE ABERTA DO BRASIL (UAB) Autor: Wilson dos Santos Almeida

Leia mais

EDITAL DE SELEÇÃO. EDITAL DE SELEÇÃO UAB nº. 01/2006-SEED/MEC/2006/2007

EDITAL DE SELEÇÃO. EDITAL DE SELEÇÃO UAB nº. 01/2006-SEED/MEC/2006/2007 EDITAL DE SELEÇÃO EDITAL DE SELEÇÃO UAB nº. 01/2006-SEED/MEC/2006/2007 Segunda Chamada Pública para Seleção de Pólos Municipais de Apoio Presencial e de Cursos Superiores de Instituições de Ensino Superior

Leia mais

1. DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

1. DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Edital nº 09, de 22 de julho de 2014 Edital nº 09, de 22 de julho de 2014, da Universidade Federal de Pelotas UFPEL, referente ao processo seletivo simplificado, para a função temporária de TUTOR PRESENCIAL

Leia mais

REQUISITOS PARA APRESENTAÇÃO DAS PROPOSTAS

REQUISITOS PARA APRESENTAÇÃO DAS PROPOSTAS ADESÃO À OFERTA DOS CURSOS DE ESPECIALIZAÇÃO EM ENSINO DE FILOSOFIA NO ENSINO MÉDIO, ENSINO DE MATEMÁTICA NO ENSINO MÉDIO, ENSINO DE SOCIOLOGIA NO ENSINO MÉDIO E ENSINO DE CIÊNCIAS NOS ANOS FINAIS DO ENSINO

Leia mais

Perguntas e respostas sobre o Pronatec

Perguntas e respostas sobre o Pronatec Perguntas e respostas sobre o Pronatec 1 O que é o Pronatec? Pronatec é o Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego. Foi criado em 26 de outubro de 2011 por meio da Lei 12.513. Seu funcionamento

Leia mais

Organização dos Estados Ibero-americanos. Para a Educação, a Ciência e a Cultura

Organização dos Estados Ibero-americanos. Para a Educação, a Ciência e a Cultura Organização dos Estados Ibero-americanos Para a Educação, a Ciência e a Cultura TERMO DE REFERÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO DE PESSOA FÍSICA CONSULTOR POR 1. Projeto: Aprimoramento da sistemática de gestão do

Leia mais

Sistema UAB Informações Gerais

Sistema UAB Informações Gerais Sistema UAB Informações Gerais Oficina de Capacitação de Autores e Leitores - BibEad Jean Marc G. Mutzig Diretor DED/CAPES Rio de Janeiro, 21/08/2014 Para realizar grandes conquistas, devemos não apenas

Leia mais

A Universidade Aberta do Brasil e o modelo de gestão da EaD-UFSC. Profª Drª Eleonora Milano Falcão Vieira

A Universidade Aberta do Brasil e o modelo de gestão da EaD-UFSC. Profª Drª Eleonora Milano Falcão Vieira A Universidade Aberta do Brasil e o modelo de gestão da EaD-UFSC Profª Drª Eleonora Milano Falcão Vieira O Sistema UAB Denominação representativa genérica para a rede nacional voltada para a pesquisa e

Leia mais

RESOLUÇÃO UnC-CONSEPE 040/2007

RESOLUÇÃO UnC-CONSEPE 040/2007 RESOLUÇÃO UnC-CONSEPE 040/2007 Aprova a Reformulação do Regimento da Educação a Distância O Reitor da Universidade do Contestado, no uso de suas atribuições, de acordo com o Art. 25 do Estatuto da Universidade

Leia mais

Plano Nacional de Formação dos Professores da Educação Básica PARFOR; ANEXO I MANUAL DE ATRIBUIÇÕES DOS BOLSISTAS DOS CURSOS ESPECIAIS PRESENCIAIS

Plano Nacional de Formação dos Professores da Educação Básica PARFOR; ANEXO I MANUAL DE ATRIBUIÇÕES DOS BOLSISTAS DOS CURSOS ESPECIAIS PRESENCIAIS Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior Diretoria de Educação Básica Presencial - DEB Setor Bancário Norte - Quadra 02 - Bloco L - Lote 6-4º andar CEP: 70.020-040 - Brasília/DF - Telefone:

Leia mais

RESOLUÇÃO N 012, de 02 de dezembro de 2008

RESOLUÇÃO N 012, de 02 de dezembro de 2008 CONSUC Parecer 12/2008 Aprovado em 02/12/2008 RESOLUÇÃO N 012, de 02 de dezembro de 2008 Cria o Núcleo de Educação a Distância (NEAD) e aprova seu Regimento Interno O DIRETOR GERAL DA FACULDADE DAS AMÉRICAS,

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE MATO GROSSO INSTITUTO DE EDUCAÇÃO

UNIVERSIDADE FEDERAL DE MATO GROSSO INSTITUTO DE EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE MATO GROSSO INSTITUTO DE EDUCAÇÃO CURSO DE PÓS-GRADUCAÇÃO LATO SENSU (ESPECIALIZAÇÃO UNIAFRO) POLÍTICA DE PROMOÇÃO DA IGUALDADE RACIAL DA ESCOLA - MODALIDADE A DISTÂNCIA CHAMADA

Leia mais

1 - Dos componentes da metodologia do Curso de Pedagogia a Distância CEAD/UAB

1 - Dos componentes da metodologia do Curso de Pedagogia a Distância CEAD/UAB RESOLUÇÃO INTERNA CEAD Nº 001/2013-CONCENTRO (ALTERADA RES.05/2014) Sistema de Educação a Distância Do CEAD para a oferta do Curso de Pedagogia a Distância/UAB Dispõe sobre a metodologia do Curso de Pedagogia

Leia mais

FUNDO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO CONSELHO DELIBERATIVO RESOLUÇÃO Nº 16, DE 8 DE JUNHO DE 2010

FUNDO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO CONSELHO DELIBERATIVO RESOLUÇÃO Nº 16, DE 8 DE JUNHO DE 2010 FUNDO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO CONSELHO DELIBERATIVO RESOLUÇÃO Nº 16, DE 8 DE JUNHO DE 2010 Altera a Resolução CD/FNDE nº 64, de 13 de dezembro de 2007, que estabelece os critérios e os

Leia mais

Processo de Seleção de Tutores para os Cursos de Especialização em Gestão Pública Municipal, na modalidade a Distância

Processo de Seleção de Tutores para os Cursos de Especialização em Gestão Pública Municipal, na modalidade a Distância MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO JOÃO DEL- REI SISTEMA UNIVERSIDADE ABERTA DO BRASIL/UAB NÚCLEO DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA DECRETO 5.800/2006 Res. 012/2008 CONSU Resolução CD/FNDE Nº 26/2009,

Leia mais

Organização dos Estados Ibero-americanos. Para a Educação, a Ciência e a Cultura

Organização dos Estados Ibero-americanos. Para a Educação, a Ciência e a Cultura Organização dos Estados Ibero-americanos Para a Educação, a Ciência e a Cultura TERMO DE REFERÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO DE PESSOA FÍSICA CONSULTOR POR PRODUTO 1. Projeto: Aprimoramento da sistemática de gestão

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO EDITAL Nº. 08/2014 PRE/UFSM SELEÇÃO DE SELEÇÃO DE CURSISTAS

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO EDITAL Nº. 08/2014 PRE/UFSM SELEÇÃO DE SELEÇÃO DE CURSISTAS MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO EDITAL Nº. 08/2014 PRE/UFSM SELEÇÃO DE SELEÇÃO DE CURSISTAS Inscrição para seleção de Candidatos à 3ª edição do Curso

Leia mais

Organização dos Estados Ibero-americanos. Para a Educação, a Ciência e a Cultura

Organização dos Estados Ibero-americanos. Para a Educação, a Ciência e a Cultura Organização dos Estados Ibero-americanos Para a Educação, a Ciência e a Cultura TERMO DE REFERÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO DE PESSOA FÍSICA CONSULTOR POR PRODUTO 1. Projeto: Aprimoramento da sistemática de gestão

Leia mais

Ministério da Educação Universidade Tecnológica Federal do Paraná Câmpus Medianeira Diretoria de Graduação e Educação Profissional

Ministério da Educação Universidade Tecnológica Federal do Paraná Câmpus Medianeira Diretoria de Graduação e Educação Profissional EDITAL Nº 09/2014 e-tec A Diretoria de Graduação e Educação Profissional, através da Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica do Câmpus Medianeira da Universidade Tecnológica Federal do Paraná,

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 07/2010, DE 26 DE FEVEREIRO DE 2010

RESOLUÇÃO Nº 07/2010, DE 26 DE FEVEREIRO DE 2010 RESOLUÇÃO Nº 07/2010, DE 26 DE FEVEREIRO DE 2010 Normatiza a oferta de cursos a distância, em nível de graduação, sequenciais, tecnólogos, pós-graduação e extensão universitária ofertados pela Universidade

Leia mais

Edital UAB-UFABC Nº 001/2014

Edital UAB-UFABC Nº 001/2014 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Fundação Universidade Federal do ABC Pró-Reitoria de Extensão Av. dos Estados, 5001 Bairro Bangu Santo André - SP CEP 09210-580 Fone: (11) 4437.8589 proex@ufabc.edu.br Edital UAB-UFABC

Leia mais

Capítulo I Da Origem. Capítulo II Dos Órgãos Colegiados

Capítulo I Da Origem. Capítulo II Dos Órgãos Colegiados NORMATIZAÇÃO ADMINISTRATIVA, DIDÁTICO-PEDAGÓGICA PARA AS ATIVIDADES DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO NOS CURSOS TÉCNICOS NA MODALIDADE DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA DO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA SUL-RIO-GRANDENSE CAPES / UAB / MÍDIAS

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA SUL-RIO-GRANDENSE CAPES / UAB / MÍDIAS MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA SUL-RIO-GRANDENSE CAPES / UAB / MÍDIAS EDITAL - Nº 016/2013 SELEÇÃO PARA TUTOR DO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM MÍDIAS DA EDUCAÇÂO

Leia mais

Organização dos Estados Ibero-americanos. Para a Educação, a Ciência e a Cultura

Organização dos Estados Ibero-americanos. Para a Educação, a Ciência e a Cultura Organização dos Estados Ibero-americanos Para a Educação, a Ciência e a Cultura TERMO DE REFERÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO DE PESSOA FÍSICA CONSULTOR POR PRODUTO 1. Projeto: Aprimoramento da sistemática de gestão

Leia mais

Regulamento dos Cursos do Programa ESMP-VIRTUAL

Regulamento dos Cursos do Programa ESMP-VIRTUAL Regulamento dos Cursos do Programa ESMP-VIRTUAL A DIRETORA DA ESCOLA SUPERIOR DO MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE GOIÁS no exercício de suas atribuições legais, com fundamento no art. 65, inciso II da Lei

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO GABINETE DO MINISTRO PORTARIA Nº 867, DE 4 DE JULHO DE

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO GABINETE DO MINISTRO PORTARIA Nº 867, DE 4 DE JULHO DE MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO GABINETE DO MINISTRO PORTARIA Nº 867, DE 4 DE JULHO DE 2012 Institui o Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa e as ações do Pacto e define suas diretrizes gerais. O MINISTRO

Leia mais

ESPECIALIZAÇÃO EM PROPRIEDADE INTELECTUAL E INOVAÇÃO

ESPECIALIZAÇÃO EM PROPRIEDADE INTELECTUAL E INOVAÇÃO ESPECIALIZAÇÃO EM PROPRIEDADE INTELECTUAL E INOVAÇÃO CONCEPÇÃO DO CURSO O curso de Pós-graduação Lato Sensu Especialização em Propriedade Intelectual e Inovação faz parte do Programa de Capacitação dos

Leia mais

Organização dos Estados Ibero-americanos. Para a Educação, a Ciência e a Cultura

Organização dos Estados Ibero-americanos. Para a Educação, a Ciência e a Cultura Organização dos Estados Ibero-americanos Para a Educação, a Ciência e a Cultura TERMO DE REFERÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO DE PESSOA FÍSICA CONSULTOR POR PRODUTO 1. Projeto: Aprimoramento da sistemática de gestão

Leia mais

Organização dos Estados Ibero-americanos. Para a Educação, a Ciência e a Cultura

Organização dos Estados Ibero-americanos. Para a Educação, a Ciência e a Cultura Organização dos Estados Ibero-americanos Para a Educação, a Ciência e a Cultura TERMO DE REFERÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO DE PESSOA FÍSICA CONSULTOR POR PRODUTO 1. Projeto: Aprimoramento da sistemática de gestão

Leia mais

Universidade Federal de Pelotas Coordenação Universidade Aberta do Brasil Curso de Letras-Espanhol a Distância

Universidade Federal de Pelotas Coordenação Universidade Aberta do Brasil Curso de Letras-Espanhol a Distância Edital nº 09, de 24 de setembro de 2014, da Universidade Federal de Pelotas UFPEL, referente ao processo seletivo simplificado, para a função temporária de TUTOR PRESENCIAL para atuar no Curso de Letras-Espanhol

Leia mais

Organização dos Estados Ibero-americanos. Para a Educação, a Ciência e a Cultura

Organização dos Estados Ibero-americanos. Para a Educação, a Ciência e a Cultura Organização dos Estados Ibero-americanos Para a Educação, a Ciência e a Cultura TERMO DE REFERÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO DE PESSOA FÍSICA CONSULTOR POR PRODUTO 1. Projeto: Aprimoramento da sistemática de gestão

Leia mais

UFPB VIRTUAL ENSINO DE IÊNCIAS AGRÁRIAS A DISTÂNCIA

UFPB VIRTUAL ENSINO DE IÊNCIAS AGRÁRIAS A DISTÂNCIA UFPB VIRTUAL ENSINO DE IÊNCIAS AGRÁRIAS A DISTÂNCIA SISTEMA UAB UNIVERSIDADE ABERTA DO BRASIL 02 de de 2010 O QUE É UAB? Um Sistema que propicia a articulação, a interação e a efetivação de iniciativas

Leia mais

1. DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

1. DISPOSIÇÕES PRELIMINARES UNIVERSIDADE FEDERAL DE VIÇOSA COORDENADORIA DE EDUCAÇÃO ABERTA E A DISTÂNCIA - DEPARTAMENTO DE ADMINISTRAÇÃO E CONTABILIDADE A Coordenadoria de Educação a Distância da Universidade Federal de Viçosa (CEAD/UFV),

Leia mais

REGULAMENTO DO NÚCLEO DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA - NEAD

REGULAMENTO DO NÚCLEO DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA - NEAD REGULAMENTO DO NÚCLEO DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA - NEAD A política de Educação a Distância EAD está claramente expressa em diversos documentos e regulamentos internos da instituição Regulamento do NEAD Os

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA SETEC

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA SETEC MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA SETEC EDITAL SETEC Nº 02, 30 DE MAIO DE 2014 SISTEMA DE SELEÇÃO UNIFICADA DA EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA - SISUTEC O Secretário

Leia mais

EDITAL COMPLEMENTAR N 02/2014 COVEST CONCURSO VESTIBULAR

EDITAL COMPLEMENTAR N 02/2014 COVEST CONCURSO VESTIBULAR ASSESSORIA DE GESTÃO DE CONS E VESTIBULARES EDITAL COMPLEMENTAR N 02/2014 COVEST CON VESTIBULAR O REITOR da Universidade do Estado de Mato Grosso - UNEMAT, no uso de suas atribuições legais, torna pública

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 122, DE 26 DE NOVEMBRO DE 2015

RESOLUÇÃO Nº 122, DE 26 DE NOVEMBRO DE 2015 RESOLUÇÃO Nº 122, DE 26 DE NOVEMBRO DE 2015 O CONSELHO UNIVERSITÁRIO da Universidade Federal do Pampa, em sua 69ª Reunião Ordinária, realizada no dia 26 de novembro de 2015, no uso das atribuições que

Leia mais

FÓRUNS ESTADUAIS DE APOIO À FORMAÇÃO DOCENTE: ORIENTAÇÕES PARA SUA ORGANIZAÇÃO

FÓRUNS ESTADUAIS DE APOIO À FORMAÇÃO DOCENTE: ORIENTAÇÕES PARA SUA ORGANIZAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO COORDENAÇÃO DE APERFEIÇOAMENTO DE PESSOAL DE NÍVEL SUPERIOR - CAPES FÓRUNS ESTADUAIS DE APOIO À FORMAÇÃO DOCENTE: ORIENTAÇÕES PARA SUA ORGANIZAÇÃO (versão preliminar) Brasília, setembro

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos DECRETO Nº 6.755, DE 29 DE JANEIRO DE 2009. Institui a Política Nacional de Formação de Profissionais do Magistério da Educação Básica,

Leia mais

SELEÇÃO SIMPLIFICADA DE CURSISTAS

SELEÇÃO SIMPLIFICADA DE CURSISTAS MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO. PROGRAMA NACIONAL DE CAPACITAÇÃO DE CONSELHEIROS MUNICIPAIS DE EDUCAÇÃO PRÓ-CONSELHO CURSO DE EXTENSÃO A DISTANCIA FORMAÇÃO

Leia mais

O MINISTRO DE ESTADO DA EDUCAÇÃO, no uso da atribuição que lhe confere o artigo 14 da Lei no 10.861, de 14 de abril de 2004, resolve:

O MINISTRO DE ESTADO DA EDUCAÇÃO, no uso da atribuição que lhe confere o artigo 14 da Lei no 10.861, de 14 de abril de 2004, resolve: >PORTARIA Nº 2.051, DE 9 DE JULHO DE 2004 Regulamenta os procedimentos de avaliação do Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (SINAES), instituído na Lei no 10.861, de 14 de abril de 2004.

Leia mais

PORTARIA INTERMINISTERIAL No-10, DE 11 DE JULHO DE 2013

PORTARIA INTERMINISTERIAL No-10, DE 11 DE JULHO DE 2013 PORTARIA INTERMINISTERIAL No-10, DE 11 DE JULHO DE 2013 Regulamenta o Decreto nº 7.385, de 8 de dezembro de 2010, que instituiu o Sistema Universidade Aberta do Sistema Único de Saúde (UNA-SUS). Os MINISTROS

Leia mais

MUNICÍPIO DE MORRINHOS Estado de Goiás

MUNICÍPIO DE MORRINHOS Estado de Goiás LEI Nº 2.547, DE 18 DE SETEMBRO DE 2009. CERTIDÃO Certifico e dou fé que esta Lei foi publicada no placard do Município no dia- / / Autoriza a doação de lote pertencente ao Município de Morrinhos para

Leia mais

USO DE TECNOLOGIAS DE INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO PARA FORMAÇÃO DE PROFESSORES DA REDE PÚBLICA: A EXPERIÊNCIA DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO TOCANTINS.

USO DE TECNOLOGIAS DE INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO PARA FORMAÇÃO DE PROFESSORES DA REDE PÚBLICA: A EXPERIÊNCIA DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO TOCANTINS. USO DE TECNOLOGIAS DE INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO PARA FORMAÇÃO DE PROFESSORES DA REDE PÚBLICA: A EXPERIÊNCIA DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO TOCANTINS. Elaine Jesus Alves UFT elainealves@uft.edu.br Introdução

Leia mais

Edital n 49/2011 PROEN

Edital n 49/2011 PROEN Edital n 49/2011 PROEN Seleção Simplificada para Tutor a Distância O Pró-Reitor de Ensino da Universidade Federal do Maranhão, em exercício e o Núcleo de Educação à Distância, no uso de suas atribuições,

Leia mais

Universidade Federal de Pelotas Faculdade de Medicina Departamento de Medicina Social

Universidade Federal de Pelotas Faculdade de Medicina Departamento de Medicina Social Universidade Federal de Pelotas Faculdade de Medicina Departamento de Medicina Social CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM SAÚDE DA FAMÍLIA MODALIDADE A DISTÂNCIA - EDITAL Nº 01/2014 A Coordenação do Curso de Especialização

Leia mais

PORTARIA Nº092, DE 28 DE ABRIL DE 2010

PORTARIA Nº092, DE 28 DE ABRIL DE 2010 PORTARIA Nº092, DE 28 DE ABRIL DE 2010 Institui o Programa Emergencial PRÓ-HAITI em Educação Superior e dispõe sobre os procedimentos para operacionalização das atividades do programa. O Presidente da

Leia mais

Processo de Seleção de Tutores para o Curso de Pedagogia, na modalidade a distância Cadastro de Reserva

Processo de Seleção de Tutores para o Curso de Pedagogia, na modalidade a distância Cadastro de Reserva MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO JOÃO DEL-REI SISTEMA UNIVERSIDADE ABERTA DO BRASIL/UAB NÚCLEO DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA DECRETO 5.800/2006 Res. 012/2008 CONSU Resolução CD/FNDE Nº 26/2009

Leia mais

Lourisvaldo Valentim da Silva Presidente do CONSU

Lourisvaldo Valentim da Silva Presidente do CONSU RESOLUÇÃO Nº 928/2012 - Aprova o Regulamento do Programa de Bolsas de Extensão (PROBEX). Pró-Reitoria de Extensão (PROEX). O CONSELHO UNIVERSITÁRIO (CONSU) da Universidade do Estado da Bahia (UNEB), no

Leia mais

Concepções e qualidade da Educação Superior a Distância : a experiência da Universidade Aberta do Brasil- UAB.

Concepções e qualidade da Educação Superior a Distância : a experiência da Universidade Aberta do Brasil- UAB. Concepções e qualidade da Educação Superior a Distância : a experiência da Universidade Aberta do Brasil- UAB. Profa. Dra. Nara Maria Pimentel Diretora de Ensino de Graduação da UnB Presidente do Fórum

Leia mais

CHAMADA PÚBLICA PARA SELEÇÃO DE TUTORES A DISTÂNCIA

CHAMADA PÚBLICA PARA SELEÇÃO DE TUTORES A DISTÂNCIA 1 UNIVERSIDADE FEDERAL DE MATO GROSSO UNIVERSIDADE ABERTA DO BRASIL INSTITUTO DE LINGUAGENS CURSO DE GRADUAÇÃO EM LETRAS: PORTUGUÊS/INGLÊS MODALIDADE A DISTÂNCIA CHAMADA PÚBLICA PARA SELEÇÃO DE TUTORES

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE VIÇOSA - COORDENADORIA DE EDUCAÇÃO ABERTA E A DISTÂNCIA - DEPARTAMENTO DE HISTÓRIA

UNIVERSIDADE FEDERAL DE VIÇOSA - COORDENADORIA DE EDUCAÇÃO ABERTA E A DISTÂNCIA - DEPARTAMENTO DE HISTÓRIA UNIVERSIDADE FEDERAL DE VIÇOSA - COORDENADORIA DE EDUCAÇÃO ABERTA E A DISTÂNCIA - DEPARTAMENTO DE HISTÓRIA A Coordenadoria de Educação Aberta e a Distância da Universidade Federal de Viçosa (CEAD/UFV),

Leia mais

CAPES DAV REGULAMENTO DA AVALIAÇÃO DE PROJETOS DE MESTRADO INTERINSTITUCIONAL MINTER

CAPES DAV REGULAMENTO DA AVALIAÇÃO DE PROJETOS DE MESTRADO INTERINSTITUCIONAL MINTER (Anexo à Portaria nº 067, de 14 de setembro de 2005) CAPES DAV REGULAMENTO DA AVALIAÇÃO DE PROJETOS DE MESTRADO INTERINSTITUCIONAL MINTER 1. Caracterização do Projeto Minter 1.1. Caracteriza-se como Projeto

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO CONSELHO DELIBERATIVO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO CONSELHO DELIBERATIVO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO CONSELHO DELIBERATIVO RESOLUÇÃO/ FNDE/CD/ Nº 044, DE 29 DE DEZEMBRO DE 2006. FUNDAMENTAÇÃO LEGAL: Constituição Federal de 1988 artigos

Leia mais

RELATO DE EXPERIÊNCIAS NA GESTÃO DA EAD: NA UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA(UFSM) E NA UNIVERSIDADE ABERTA DO BRASIL(UAB).

RELATO DE EXPERIÊNCIAS NA GESTÃO DA EAD: NA UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA(UFSM) E NA UNIVERSIDADE ABERTA DO BRASIL(UAB). RELATO DE EXPERIÊNCIAS NA GESTÃO DA EAD: NA UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA(UFSM) E NA UNIVERSIDADE ABERTA DO BRASIL(UAB). Profa. Dra. Maria Medianeira Padoin 1 RESUMO: Relato e análise de experiências

Leia mais

Biblioteca Virtual do NEAD/UFJF EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA: ASPECTOS DA LEGISLAÇÃO E DA ORGANIZAÇÃO

Biblioteca Virtual do NEAD/UFJF EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA: ASPECTOS DA LEGISLAÇÃO E DA ORGANIZAÇÃO Biblioteca Virtual do NEAD/UFJF EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA: ASPECTOS DA LEGISLAÇÃO E DA ORGANIZAÇÃO 16 Prezado Cursista, Neste texto, você encontrará uma discussão sobre a legislação referente à educação a distância.

Leia mais

Curso Vagas Função. Executor (Perfis 1 e 2) 16 Orientador de TCC (Perfil 5) 20 Tutor Virtual. Administração Pública

Curso Vagas Função. Executor (Perfis 1 e 2) 16 Orientador de TCC (Perfil 5) 20 Tutor Virtual. Administração Pública EDITAL Nº 01/2014. Seleção Pública para Professores Executores, Orientadores de TCC e Tutores Virtuais do Curso de Bacharelado em Administração Pública e Professores Executores do Curso de Licenciatura

Leia mais

V Encontro Nacional de Fortalecimento dos Conselhos Escolares

V Encontro Nacional de Fortalecimento dos Conselhos Escolares V Encontro Nacional de Fortalecimento dos Conselhos Escolares Programa Nacional de Fortalecimento dos Conselhos Escolares: uma política de apoio à gestão educacional Clélia Mara Santos Coordenadora-Geral

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO GABINETE DO MINISTRO PORTARIA Nº 27, DE 15 DE JANEIRO DE 2014 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO GABINETE DO MINISTRO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO GABINETE DO MINISTRO PORTARIA Nº 27, DE 15 DE JANEIRO DE 2014 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO GABINETE DO MINISTRO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO GABINETE DO MINISTRO PORTARIA Nº 27, DE 15 DE JANEIRO DE 2014 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO GABINETE DO MINISTRO DOU de 16/01/2014 (nº 11, Seção 1, pág. 26) Institui o Plano Nacional de

Leia mais

Cartilha para Conselhos. Municipais de Educação

Cartilha para Conselhos. Municipais de Educação Cartilha para Conselhos Municipais de Educação Sistemas de ensino são o conjunto de campos de competências e atribuições voltadas para o desenvolvimento da educação escolar que se materializam em instituições,

Leia mais

EDITAL UEMS/PROE/AEAD-UAB Nº 03/2014 Seleção de Tutores a Distância Bacharelado em Administração Pública, Modalidade a Distância

EDITAL UEMS/PROE/AEAD-UAB Nº 03/2014 Seleção de Tutores a Distância Bacharelado em Administração Pública, Modalidade a Distância EDITAL UEMS/PROE/AEAD-UAB Nº 03/2014 Seleção de Tutores a Distância Bacharelado em Administração Pública, Modalidade a Distância A FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MATO GROSSO DO SUL UEMS, por meio da

Leia mais

Polo Vagas Vagas (Cadastro de reserva) Água Clara 01 02 Bela Vista 01 02 Camapuã 01 02 Miranda 01 02

Polo Vagas Vagas (Cadastro de reserva) Água Clara 01 02 Bela Vista 01 02 Camapuã 01 02 Miranda 01 02 EDITAL UEMS/PROE/AEAD-UAB Nº 04/2014 Seleção de Tutores Presenciais Bacharelado em Administração Pública, Modalidade a Distância A FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MATO GROSSO DO SUL UEMS, por meio da

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE PONTA GROSSA NUTEAD Núcleo de Tecnologia e Educação Aberta e a Distância

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE PONTA GROSSA NUTEAD Núcleo de Tecnologia e Educação Aberta e a Distância EDITAL N 006/14 - UEPG/NUTEAD/UAB PROCESSO SELETIVO DE BOLSISTAS UAB/CAPES TUTOR PRESENCIAL BACHARELADO EM ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA A Universidade Estadual de Ponta Grossa, através do Núcleo de Tecnologia

Leia mais

EDITAL Nº 48/2014, DE 26 DE SETEMBRO DE 2014, DO COLÉGIO TÉCNICO INDUSTRIAL DE SANTA MARIA, UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA, REDE E-TEC BRASIL

EDITAL Nº 48/2014, DE 26 DE SETEMBRO DE 2014, DO COLÉGIO TÉCNICO INDUSTRIAL DE SANTA MARIA, UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA, REDE E-TEC BRASIL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA REDE E-TEC BRASIL COORDENADORIA DE ENSINO BÁSICO, TÉCNICO E TECNOLÓGICO COLÉGIO TÉCNICO INDUSTRIAL DE SANTA MARIA NÚCLEO DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA

Leia mais

data PROJETO DE LEI N 8035/2010. 1 Supressiva 2. Substitutiva 3. Modificativa 4. Aditiva 5. Substitutivo global

data PROJETO DE LEI N 8035/2010. 1 Supressiva 2. Substitutiva 3. Modificativa 4. Aditiva 5. Substitutivo global Página Artigo: 6º Parágrafo: Único Inciso Alínea EMENDA MODIFICATIVA O parágrafo único do Artigo 6º do PL n 8035 de 2010, passa a ter a seguinte redação: Art. 6º... Parágrafo único. O Fórum Nacional de

Leia mais

UNIVERSIDADE CATÓLICA DE SANTOS REGULAMENTO DA EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA. Para os propósitos deste documento são aplicáveis as seguintes definições:

UNIVERSIDADE CATÓLICA DE SANTOS REGULAMENTO DA EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA. Para os propósitos deste documento são aplicáveis as seguintes definições: 1 UNIVERSIDADE CATÓLICA DE SANTOS REGULAMENTO DA EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA Para os propósitos deste documento são aplicáveis as seguintes definições: Professor-autor é aquele que possui pleno domínio da área

Leia mais

CHAMADA PÚBLICA Nº 03/2013/UFMT CHAMADA PÚBLICA PARA PROCESSO DE SELEÇÃO DE ALUNOS/CURSISTAS

CHAMADA PÚBLICA Nº 03/2013/UFMT CHAMADA PÚBLICA PARA PROCESSO DE SELEÇÃO DE ALUNOS/CURSISTAS MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO CONTINUADA, ALFABETIZAÇÃO, DIVERSIDADE E INCLUSÃO ( SECADI) UNIVERSIDADE FEDERAL DO MATO GROSSO UNIVERSIDADE ABERTA DO BRASIL (UAB) INSTITUTO DE EDUCAÇÃO DEPARTAMENTO

Leia mais

RELAÇÕES ENTRE O IFRS E AS FUNDAÇÕES DE APOIO AUTORIZADAS PELO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO (MEC) E PELO MINISTÉRIO DA CIÊNCIA, TECNOLOGIA E INOVAÇÃO (MCTI)

RELAÇÕES ENTRE O IFRS E AS FUNDAÇÕES DE APOIO AUTORIZADAS PELO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO (MEC) E PELO MINISTÉRIO DA CIÊNCIA, TECNOLOGIA E INOVAÇÃO (MCTI) RELAÇÕES ENTRE O IFRS E AS FUNDAÇÕES DE APOIO AUTORIZADAS PELO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO (MEC) E PELO MINISTÉRIO DA CIÊNCIA, TECNOLOGIA E INOVAÇÃO (MCTI) Dispõe sobre as normas que regulamentam as relações

Leia mais

Programa Centros Associados para o Fortalecimento da Pós-Graduação Brasil/Argentina - (CAFP/BA) Edital CGCI n. 028 /2007

Programa Centros Associados para o Fortalecimento da Pós-Graduação Brasil/Argentina - (CAFP/BA) Edital CGCI n. 028 /2007 Programa Centros Associados para o Fortalecimento da Pós-Graduação Brasil/Argentina - (CAFP/BA) Edital CGCI n. 028 /2007 1 Do programa e objetivo 1.1 O Programa CAFP/BA (Centros Associados para o Fortalecimento

Leia mais

ANEXO I. Plano de Trabalho

ANEXO I. Plano de Trabalho ANEXO I Plano de Trabalho As Propostas Técnicas para a implementação do Curso de Especialização de Saúde da Família e do Curso de Especialização em Gestão da Atenção Básica apresentadas pelas instituições

Leia mais

Prof.ª Dr.ª do Programa de Pós-Graduação em Educação (PPGE) da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM).

Prof.ª Dr.ª do Programa de Pós-Graduação em Educação (PPGE) da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM). AS TECNOLOGIAS DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO (TICs) NO CONTEXTO DA UNIVERSIDADE ABERTA DO BRASIL (UAB) E O CURSO DE PEDAGOGIA A DISTÂNCIA (EAD) DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (UFSM) AVINIO, Carina

Leia mais

EDITAL MEC/CAPES/FNDE

EDITAL MEC/CAPES/FNDE EDITAL MEC/CAPES/FNDE Seleção pública de propostas de projetos de iniciação à docência voltados ao Programa Institucional de Iniciação à Docência - PIBID O Ministério da Educação - MEC, por intermédio

Leia mais

EDITAL DE SELEÇÃO PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU Modalidade Online

EDITAL DE SELEÇÃO PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU Modalidade Online EDITAL DE SELEÇÃO PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU Modalidade Online DOCÊNCIA NO ENSINO SUPERIOR Regulamentação de Pós-Graduação Lato Sensu e Ato de Credenciamento Institucional para Oferta de Curso de Pós-Graduação

Leia mais

Universidade Aberta do Brasil Edital Nº. 02 de 31 de julho de 2009 DED/CAPES Edital Pró-Equipamentos

Universidade Aberta do Brasil Edital Nº. 02 de 31 de julho de 2009 DED/CAPES Edital Pró-Equipamentos Universidade Aberta do Brasil Edital Nº. 02 de 31 de julho de 2009 DED/CAPES Edital Pró-Equipamentos A Fundação Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior CAPES, sediada no Setor Bancário

Leia mais

CONSELHO UNIVERSITÁRIO

CONSELHO UNIVERSITÁRIO P R O P O S T A D E P A R E C E R CONSELHO UNIVERSITÁRIO PROCESS0 Nº: 007/2014 ASSUNTO: Proposta de texto Construção de Políticas e Práticas de Educação a Distância a ser incluído no Plano de Desenvolvimento

Leia mais

Ministério da Educação Universidade Tecnológica Federal do Paraná Câmpus Medianeira Diretoria de Graduação e Educação Profissional

Ministério da Educação Universidade Tecnológica Federal do Paraná Câmpus Medianeira Diretoria de Graduação e Educação Profissional EDITAL Nº 10/2014 e-tec A Diretoria de Graduação e Educação Profissional, através da Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica, do Câmpus Medianeira da Universidade Tecnológica Federal do Paraná,

Leia mais

EDITAL DE SELEÇÃO PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU Modalidade Online

EDITAL DE SELEÇÃO PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU Modalidade Online DOCÊNCIA NO ENSINO SUPERIOR EDITAL DE SELEÇÃO PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU Modalidade Online Regulamentação de Pós-Graduação Lato Sensu e Ato de Credenciamento Institucional para Oferta de Curso de Pós-Graduação

Leia mais

MEC. INEP. INSTRUMENTOS DE AVALIAÇÃO. REVISÃO - III

MEC. INEP. INSTRUMENTOS DE AVALIAÇÃO. REVISÃO - III SIC 38/10* Belo Horizonte, 3 de dezembro de 2010. MEC. INEP. INSTRUMENTOS DE AVALIAÇÃO. REVISÃO - III O MEC publicou a Portaria nº 1326, de 18/11/2010 (ver íntegra do texto abaixo). É preciso ser mágico

Leia mais

Panorama da EPT. Fonte: Manpower/BBC

Panorama da EPT. Fonte: Manpower/BBC Panorama da EPT 1/3 dos empregadores brasileiros tem dificuldades de contratar; (64%) (Média mundial - 31%) EUA 2006: 44% - 2010: 14% Irlanda 2006: 32% - 2010: 4% Grã-Bretanha 2006: 42% - 2010: 9% Espanha

Leia mais

Serviço Público Federal Ministério da Educação Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão IFMA Diretoria de Educação a Distância

Serviço Público Federal Ministério da Educação Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão IFMA Diretoria de Educação a Distância Serviço Público Federal Ministério da Educação Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão IFMA Diretoria de Educação a Distância Edital n 05/2011 DEAD / IFMA Seleção Simplificada de

Leia mais

Universidade Federal de Pelotas Coordenação Universidade Aberta do Brasil Curso de Licenciatura em Filosofia a Distância

Universidade Federal de Pelotas Coordenação Universidade Aberta do Brasil Curso de Licenciatura em Filosofia a Distância Edital nº 02, de 13 de JANEIRO de 201, da Universidade Federal de Pelotas UFPEL, referente ao processo seletivo simplificado, para a função temporária de TUTOR A DISTÂNCIA para atuar no Curso de Licenciatura

Leia mais

REGULAMENTO DA DISCIPLINA ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO DOS CURSOS SUPERIORESDE GRADUAÇÃO DO CEFET-PR. Capítulo I DO ESTÁGIO E SUAS FINALIDADES

REGULAMENTO DA DISCIPLINA ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO DOS CURSOS SUPERIORESDE GRADUAÇÃO DO CEFET-PR. Capítulo I DO ESTÁGIO E SUAS FINALIDADES REGULAMENTO DA DISCIPLINA ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO DOS CURSOS SUPERIORESDE GRADUAÇÃO DO CEFET-PR Capítulo I DO ESTÁGIO E SUAS FINALIDADES Art. 1º - O Estágio Curricular, baseado na lei nº 6.494,

Leia mais

CRONOGRAMA DATA ATIVIDADE LOCAL. Período de inscrições e protocolo dos documentos

CRONOGRAMA DATA ATIVIDADE LOCAL. Período de inscrições e protocolo dos documentos PROGRAMA ANUAL DE CAPACITAÇÃO CONTINUADA DE PROFISSIONAIS EM EAD PACC CURSO DE TUTORIA EM EAD Processo Seletivo Simplificado para contratação de tutores a distância Edital n. 13/2014 CRONOGRAMA DATA ATIVIDADE

Leia mais

RESOLUÇÃO nº 18 DE 17 DE DEZEMBRO DE 2009

RESOLUÇÃO nº 18 DE 17 DE DEZEMBRO DE 2009 RESOLUÇÃO nº 18 DE 17 DE DEZEMBRO DE 2009 Aprova o Regimento Interno do Núcleo de Educação Técnica e Tecnológica Aberta e a Distância NETTAD - CAVG. O Presidente em exercício do Conselho Coordenador do

Leia mais

O PREFEITO MUNICIPAL DE SAPEAÇU, ESTADO DA BAHIA, no uso de suas atribuições legais,

O PREFEITO MUNICIPAL DE SAPEAÇU, ESTADO DA BAHIA, no uso de suas atribuições legais, LEI N.º542/ 2014 de 20 de maio de 2014. Dispõe sobre a criação do Pólo de Apoio Presencial da Universidade Aberta do Brasil em Sapeaçu, e dá outras providências. O PREFEITO MUNICIPAL DE SAPEAÇU, ESTADO

Leia mais

V - promover a cooperação internacional na área de ciência, tecnologia e inovação;

V - promover a cooperação internacional na área de ciência, tecnologia e inovação; DECRETO Nº 7.642, DE 13 DE DEZEMBRO DE 2011 * Programa Ciência sem Fronteiras. * Institui o Programa Ciência sem Fronteiras. A Presidenta da República, no uso das atribuições que lhe confere o art. 84,

Leia mais

UNIDADE II METODOLOGIA DO FORMAÇÃO PELA ESCOLA

UNIDADE II METODOLOGIA DO FORMAÇÃO PELA ESCOLA UNIDADE II METODOLOGIA DO FORMAÇÃO PELA ESCOLA Quando focalizamos o termo a distância, a característica da não presencialidade dos sujeitos, num mesmo espaço físico e ao mesmo tempo, coloca se como um

Leia mais

PROCESSO SELETIVO DE PROFESSORES PARA ATUAR NA EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA NOS CURSOS TÉCNICOS DE NÍVEL MÉDIO SUBSEQUENTES DA REDE e-tec BRASIL

PROCESSO SELETIVO DE PROFESSORES PARA ATUAR NA EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA NOS CURSOS TÉCNICOS DE NÍVEL MÉDIO SUBSEQUENTES DA REDE e-tec BRASIL Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul Câmpus Osório E JAN EDITAL Nº 06, DE 25 DE FEVEREIRO DE

Leia mais