RECOMENDAÇÃO Nº 01/2016

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "RECOMENDAÇÃO Nº 01/2016"

Transcrição

1 Procedimento Investigatório Criminal nº / RECOMENDAÇÃO Nº 01/2016 Ao: Ministério da Saúde O MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL, pelo Procurador da República signatário, no exercício de suas atribuições constitucionais e legais, com fundamento no art. 127 caput, e 129, II e III, da Constituição Federal e art. 6º, XX, da Lei Complementar nº 75/93, e CONSIDERANDO que o Ministério Público é instituição permanente, essencial à função jurisdicional do Estado, incumbindo-lhe a defesa da ordem jurídica, do regime democrático e dos interesses sociais e individuais indisponíveis (art. 127, caput, da CF); CONSIDERANDO que compete ao Ministério Público promover o inquérito civil e a ação civil pública para a proteção do patrimônio público e social, do meio ambiente, dos bens e direitos de valor artístico, histórico, turístico e paisagístico e expedir recomendações, visando à melhoria dos serviços públicos e de relevância pública, bem como ao respeito, aos interesses, direitos e bens cuja defesa lhe cabe promover, fixando prazo razoável para a adoção das providências cabíveis (LC nº 75/93, art. 6º, VII, b e XX); CONSIDERANDO que o artigo 196 da Constituição Federal garante o acesso universal e igualitário a ações e serviços para promoção, proteção e recuperação da saúde, a qual relevada como direito fundamental; CONSIDERANDO que, nos termos da legislação vigente, especialmente da Lei nº 8.080/90, o conjunto de ações e serviços de saúde, prestados por órgãos e instituições públicas federais, estaduais e municipais, da Administração direta e indireta e das fundações mantidas pelo Poder Público, constitui o Sistema Único de Saúde (SUS) ; 1

2 CONSIDERANDO que, ainda nos termos do art. 7º, incisos V, VI e VIII, da Lei nº 8.080/90, são deveres do Sistema Único de Saúde (SUS), respectivamente: direito à informação, às pessoas assistidas, sobre sua saúde, divulgação de informações quanto ao potencial dos serviços de saúde e a sua utilização pelo usuário, participação da comunidade ; CONSIDERANDO que o art. 15, da Lei nº 8.080/90, prevê o exercício, pela União, Estados, Distrito Federal e Municípios, das instâncias e dos mecanismos de controle, avaliação e de fiscalização das ações e serviços de saúde; CONSIDERANDO que o art. 4º, inciso IV, da Lei nº 8.142/90, prevê a adoção de relatórios de gestão, por Estados, Distrito Federal e Municípios, para o fim específico de acompanhamento, pela União, do uso e conformidade dos recursos do SUS recebidos, observando-se o controle de que trata o 4º, do art. 33, da Lei nº 8.080/90; CONSIDERANDO que impende ressaltar e colocar em primeiro plano, na ponderação das normas constitucionais, aquela que encerrar a proteção do bem maior que é a vida; CONSIDERANDO os elementos de instrução do Procedimento Investigatório Criminal nº / , com a ementa CRIMINAL RADIOTERAPIA INVESTIGAR SUSPEITA ATENDIMENTO TRATAMENTO PACIENTES ONCOLOGIA COM FONTE DE COBALTO-60 IRRADIANDO ABAIXO DOS NÍVEIS MÍNIMOS NECESSÁRIOS LESÃO CORPORAL ART. 129 DO CÓDIGO PENAL CRIME CONTRA SAÚDE PÚBLICA ART. 273, 1º, 1º-B, DO CÓDIGO PENAL - INSTITUTO DE MEDICINA NUCLEAR E ENDOCRINOLOGIA - MUNICÍPIO CAMPOS DOS GOYTACAZES/RJ ; CONSIDERANDO que consta, no referido Procedimento Investigatório Criminal, informação da Comissão Nacional de Energia Nuclear CNEN, por meio do Ofício nº 242/2015 CGMI/CNEN, de que interditou, em 31/05/2010, o serviço de radioterapia do 2

3 Instituto de Medicina Nuclear e Endocrinologia IMNE, em razão de a fonte de cobalto-60 do referido hospital ter sido encontrada irradiando abaixo dos níveis mínimos necessários (50 cgy/min); CONSIDERANDO que se constatou, no referido procedimento investigatório criminal, a continuidade do tratamento por radioterapia por fonte de cobalto, no Instituto de Medicina Nuclear e Endocrinologia IMNE (Hospital Dr. Beda), mesmo após a interdição comunicada pelo CNEN; CONSIDERANDO que os pacientes oncológicos são destinatários de proteção específica, dado que necessitam de tratamento e acompanhamento especializados (procedimentos de média e alta complexidade); CONSIDERANDO que os protocolos de atendimento e os equipamentos empregados no tratamento de oncologia devem seguir padrões rígidos de funcionamento; CONSIDERANDO que os procedimentos de radioterapia por cobalto, em não atingindo a radiação necessária, além de não contribuírem para a resolução ou estabilização do quadro clínico apresentado pelo paciente oncológico, podem significar progressão da doença, com diversas complicações no estado geral de saúde; CONSIDERANDO que a sequencialidade de procedimentos de radioterapia por cobalto, sem a radiação em níveis adequados e mínimos, conforme protocolos de atendimento, podem resultar no evento morte, dado não contribuir para a resolução ou estabilização do quadro clínico do paciente oncológico; CONSIDERANDO que o referido tratamento por radioterapia por fonte de cobalto é feito em parceria com o Sistema Único de Saúde SUS (responsável pelo pagamento dos procedimentos de Alta Complexidade); CONSIDERANDO que, para fins de tratamento de pacientes oncológicos, os aceleradores lineares podem gerar fótons de energia superior àquela gerada por pastilhas de 3

4 cobalto-60, e que os fótons de alta energia liberado pelos aceleradores lineares liberam menos radiação na pele e nos tecidos sadios do paciente; CONSIDERANDO que com o decaimento radioativo natural das pastilhas de cobalto-60 (duração média de 5,27 anos), a exposição do paciente ao feixe radioativo demora o dobro do tempo em relação ao inicial, para o alcance da dose necessária; CONSIDERANDO que a exposição ao feixe radioativo da pastilha de cobalto, por um tempo maior, implica eventual movimentação física do paciente, durante a aplicação, acarretando que o tumor seja deslocado do campo de irradiação, com a consequente mudança da área atingida pela radiação, passando esta a atingir partes sadias; CONSIDERANDO que, segundo estatística, 60% dos pacientes oncológicos irão precisar, em algum momento do tratamento, de radioterapia; CONSIDERANDO que os aceleradores lineares representam enorme avanço e melhoria do tratamento por radioterapia, utilizando-se de radiação eletromagnética ionizante (fóton) para tratar de tumores, com diminuição acentuada dos efeitos colaterais das sessões e dos riscos de acidentes presentes na radiação por fonte de cobalto-60; CONSIDERANDO que o avanço tecnológico deve estar voltado para a melhor qualidade de vida e para sua proteção; RESOLVE, na forma do artigo 6º, XX, da Lei Complementar nº 75/93, RECOMENDAR ao Ministério da Saúde, na pessoa do Ministro Marcelo Costa e Castro, a inclusão, na pauta de Políticas Públicas e/ou de Ações do Ministério da Saúde, de planejamento, relativamente à oncologia, de substituição da radioterapia, por fonte de cobalto, por radioterapia com aceleradores lineares, estabelecendo-se um prazo para a referida substituição. 4

5 REQUISITA-SE, por fim, seja encaminhada resposta por escrito e fundamentada, no prazo de 15 (quinze) dias, a teor do disposto no artigo 8.º, inciso II, da Lei Complementar n.º 75/93, acerca da adoção do contido na presente Recomendação (art. 27, parágrafo único, inciso IV, da Lei n.º 8.625/93 e, ainda, com fundamento no art. 6º, XX, da Lei Complementar nº 75/93). Campos dos Goytacazes(RJ), 15 de fevereiro de EDUARDO SANTOS DE OLIVEIRA Procurador da República 5

Ministério Público Federal Procuradoria da República no Estado do Tocantins

Ministério Público Federal Procuradoria da República no Estado do Tocantins Ministério Público Federal Procuradoria da República no Estado do Tocantins Recomendação nº /2017/PRTO/PRDC Inquérito Civil nº 1.36.000.000018/2014-15 Recomendação dirigida ao Governador do Estado do Tocantins

Leia mais

Referência: Inquérito Civil n /

Referência: Inquérito Civil n / RECOMENDAÇÃO Nº 02/2018 Expediente PRM-AGR-RJ-00001461/2018 Angra dos Reis, 9 de março de 2018. Referência: Inquérito Civil n. 1.30.014.000203/2003-11 Ao Excelentíssimo Senhor CARLOS JOSÉ GAMA MIRANDA

Leia mais

RECOMENDAÇÃO N 07/2016

RECOMENDAÇÃO N 07/2016 RECOMENDAÇÃO N 07/2016 O MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL, pelos Procuradores da República subscritores, com amparo nos artigos 127, caput, 129, II, III e VI, da Constituição Federal, bem como nos artigos 1º,

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL Procuradoria da República em Cáceres Mato Grosso RECOMENDAÇÃO N. 12/2014

MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL Procuradoria da República em Cáceres Mato Grosso RECOMENDAÇÃO N. 12/2014 IC n. 1.20.001.000104/2011-27 RECOMENDAÇÃO N. 12/2014 O MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL, nos autos dos Inquérito Civil nº 1.20.001.000104/2011-27, pelo Procurador da República signatário, no cumprimento de

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL PROCURADORIA DA REPÚBLICA NO ESTADO DE SÃO PAULO

MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL PROCURADORIA DA REPÚBLICA NO ESTADO DE SÃO PAULO RECOMENDAÇÃO MPF/PRSP Nº 32/2008 O MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL, nos autos do procedimento administrativo n.º 1.34.001.002555/2008-16 que apura a demora excessiva na entrega de diploma pela Instituição Educacional

Leia mais

RECOMENDAÇÃO Nº /2017

RECOMENDAÇÃO Nº /2017 RECOMENDAÇÃO Nº 379.957/2017 IC 007519.2015.02.000/2-102 NOTIFICADO: PROCURADORIA GERAL DO ESTADO DE SÃO PAULO CNPJ: 71.584.833/0002-76 O PROCURADORIA REGIONAL DO TRABALHO DA 2ª REGIÃO, por intermédio

Leia mais

Ministério Público do Estado de Mato Grosso 1ª Promotoria de Justiça Cível de Barra do Bugres-MT

Ministério Público do Estado de Mato Grosso 1ª Promotoria de Justiça Cível de Barra do Bugres-MT NOTIFICAÇÃO RECOMENDATÓRIA nº 003/2015 Considerando o teor de fls. 17/19, o Sr. José Damião é o locador do imóvel em questão, e o Sr. José Limeira da Silva Filho é o locatário, o Promotor de Justiça, oficiante

Leia mais

RECOMENDAÇÃO n 1/2016

RECOMENDAÇÃO n 1/2016 PRM-RVD-GO-00001404/2016 MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL PROCURADORIA DA REPÚBLICA NO MUNICÍPIO DE RIO VERDE/GO 1 OFÍCIO RECOMENDAÇÃO n 1/2016 O MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL, no exercício de suas atribuições

Leia mais

RECOMENDAÇÃO CONJUNTA Nº 73/2018

RECOMENDAÇÃO CONJUNTA Nº 73/2018 RECOMENDAÇÃO CONJUNTA Nº 73/2018 Procedimentos nº MPMG 0024.18.018897-1 e MPF nº 1.22.000.004920/2018-11 O E O MINISTÉRIO DO ESTADO DE, pelos Procuradores da República e Promotoras de Justiça signatários,

Leia mais

Ministério Público DO ESTADO DE MATO GROSSO 1ª Promotoria de Justiça Cível da Comarca de Barra do Bugres

Ministério Público DO ESTADO DE MATO GROSSO 1ª Promotoria de Justiça Cível da Comarca de Barra do Bugres SIMP nº. 000954-033/2016 NOTIFICAÇÃO RECOMENDATÓRIA nº 002/2016 O Promotor de Justiça, oficiante na Comarca de Barra do Bugres/MT, no uso de suas atribuições legais e constitucionais, na defesa do patrimônio

Leia mais

RECOMENDAÇÃO N. 24/2014/PR-AC/5º OFÍCIO

RECOMENDAÇÃO N. 24/2014/PR-AC/5º OFÍCIO RECOMENDAÇÃO N. 24/2014/PR-AC/5º OFÍCIO Ementa: necessidade de manutenção e reformas na estrutura física das escolas. O MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL e o MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DO ACRE, nos autos do

Leia mais

RECOMENDAÇÃO ADMINISTRATIVA N. 001/2014

RECOMENDAÇÃO ADMINISTRATIVA N. 001/2014 RECOMENDAÇÃO ADMINISTRATIVA N. 001/2014 OBJETO: ADEQUADA E REGULAR PRESTAÇÃO DOS SERVIÇOS DE SAÚDE PERANTE O HOSPITAL SANTA TEREZA/INSTITUTO VIRMOND DE GUARAPUAVA (PR) CONSIDERANDO as informações recebidas

Leia mais

RECOMENDAÇÃO Nº 01/2017. Procuradores da República que assinam ao final, no exercício de suas

RECOMENDAÇÃO Nº 01/2017. Procuradores da República que assinam ao final, no exercício de suas Notícia de Fato 1.20.006.000024/2017-17 RECOMENDAÇÃO Nº 01/2017 O MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL, por meio dos Procuradores da República que assinam ao final, no exercício de suas atribuições constitucionais

Leia mais

MINISTÉRIO PUBLICO DO ESTADO DE MINAS GERAIS 17a PROMOTORIA DE HJSTIÇA DE DEFESA DO PATRIMÓNIO PUBLICO DE BELO HORIZONTE

MINISTÉRIO PUBLICO DO ESTADO DE MINAS GERAIS 17a PROMOTORIA DE HJSTIÇA DE DEFESA DO PATRIMÓNIO PUBLICO DE BELO HORIZONTE MINISTÉRIO PUBLICO DO ESTADO DE MINAS GERAIS 17a PROMOTORIA DE HJSTIÇA DE DEFESA DO PATRIMÓNIO PUBLICO DE BELO HORIZONTE t B" E ais» \* r\ U C \ vv^x > & INQUÉRITO CIVIL PÚBLICO N 0024.14.009875-7 OBJETO:

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL Procuradoria da República no Estado da Bahia RECOMENDAÇÃO Nº 01/2006

MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL Procuradoria da República no Estado da Bahia RECOMENDAÇÃO Nº 01/2006 MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL Procuradoria da República no Estado da Bahia RECOMENDAÇÃO Nº 01/2006 CONSIDERANDO que cabe ao Ministério Público Federal a defesa da ordem jurídica, do regime democrático e dos

Leia mais

RECOMENDAÇÃO 3/2017/PFDC/MPF

RECOMENDAÇÃO 3/2017/PFDC/MPF PA: 1.000.000.10758/2017-57 PP: 1.16.000.002353/2017-85 MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL RECOMENDAÇÃO 3/2017/PFDC/MPF O MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL, no regular exercício de suas atribuições institucionais, com

Leia mais

Ministério Público do Estado de Mato Grosso Promotoria de Justiça de Água Boa

Ministério Público do Estado de Mato Grosso Promotoria de Justiça de Água Boa NOTIFICANTE: MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE MATO GROSSO NOTIFICADO: PREFEITO DO MUNICÍPIO DE ÁGUA BOA, Sr. MAURO ROSA DA SILVA NOTIFICAÇÃO RECOMENDATÓRIA Nº 03/2016 (Simp nº 002493-005/2013) O MINISTÉRIO

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO DA UNIÃO RECOMENDAÇÃO Nº 38/2017-AA. Ref.:: Procedimento nº /

MINISTÉRIO PÚBLICO DA UNIÃO RECOMENDAÇÃO Nº 38/2017-AA. Ref.:: Procedimento nº / PR-DF-00054731/2017 MINISTÉRIO PÚBLICO DA UNIÃO RECOMENDAÇÃO Nº 38/2017-AA Ref.:: Procedimento nº 1.16.000.003172/2017-76 Brasília, 17/10/2017. A Sua Excelência o Senhor Ronaldo Nogueira Ministro de Estado

Leia mais

2ª PROMOTORIA DE JUSTIÇA DA COMARCA DE PARANAGUÁ/PR

2ª PROMOTORIA DE JUSTIÇA DA COMARCA DE PARANAGUÁ/PR Destinatários: a) Prefeito Municipal de Paranaguá Sr. Edison de Oliveira Kersten b) Coordenadora do Centro de Referência Especializado de Assistência Social Sra. Jussara Ferreira das Neves c) Secretária

Leia mais

LEGISLAÇÃO DO MPE. Organização do Ministério Público. Lei Complementar 106/2003 Parte 7. Prof. Karina Jaques

LEGISLAÇÃO DO MPE. Organização do Ministério Público. Lei Complementar 106/2003 Parte 7. Prof. Karina Jaques LEGISLAÇÃO DO MPE Organização do Ministério Público Lei Complementar 106/2003 Parte 7 Prof. Karina Jaques Art. 35 - No exercício de suas funções, cabe ao Ministério Público: l - instaurar inquéritos civis

Leia mais

RECOMENDAÇÃO Nº. 01, DE 17 DE JANEIRO DE 2017

RECOMENDAÇÃO Nº. 01, DE 17 DE JANEIRO DE 2017 Inquérito Civil nº.: 1.14.000.002577/2016-81 RECOMENDAÇÃO Nº. 01, DE 17 DE JANEIRO DE 2017 RECOMENDA ao DELEGADO-GERAL DA POLÍCIA CIVIL NA BAHIA que adote as medidas pertinentes com vistas a revogar o

Leia mais

RECOMENDAÇÃO Nº 2/2019

RECOMENDAÇÃO Nº 2/2019 Procediment o Adm inistrativo - PA nº 1. 34. 012. 000576/ 2014-16 RECOMENDAÇÃO Nº 2/2019 O MINISTÉRIO PÚBLICO FEDER AL, pelo Procurador da República infra-assinado, no exercício de suas atribuições constitucionais

Leia mais

ENFERMAGEM LEGISLAÇÃO EM SAÚDE

ENFERMAGEM LEGISLAÇÃO EM SAÚDE ENFERMAGEM LEGISLAÇÃO EM SAÚDE Sistema Único de Saúde - SUS: Constituição Federal, Lei Orgânica da Saúde - Lei nº 8.080 de 1990 e outras normas Parte 3 Profª. Tatiane da Silva Campos LEI Nº 8.080, DE 19

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL PROCURADORIA DA REPÚBLICA NO MUNICÍPIO DE APUCARANA/PR RECOMENDAÇÃO Nº 03/2016/PRM/APU/GAB

MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL PROCURADORIA DA REPÚBLICA NO MUNICÍPIO DE APUCARANA/PR RECOMENDAÇÃO Nº 03/2016/PRM/APU/GAB MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL PROCURADORIA DA REPÚBLICA NO MUNICÍPIO DE APUCARANA/PR Inquérito Civil nº 1.25.016.000018/2015-01 RECOMENDAÇÃO Nº 03/2016/PRM/APU/GAB O MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL, pelo Procurador

Leia mais

PROCEDIMENTOS DE RADIOTERAPIA PARA TUMORES DE CABEÇA E PESCOÇO

PROCEDIMENTOS DE RADIOTERAPIA PARA TUMORES DE CABEÇA E PESCOÇO PROCEDIMENTOS DE RADIOTERAPIA PARA TUMORES DE CABEÇA E PESCOÇO Gizele Cristina Ferreira 1, Jéssica Leite Fogaça 1,, Michel de Campos Vettorato 1, Marco Antônio Rodrigues Fernandes 2 1 Aluno de Pós-Graduação

Leia mais

RECOMENDAÇÃO/1º OFÍCIO/PRM/STM Nº 4, DE 03 DE DEZEMBRO DE 2013.

RECOMENDAÇÃO/1º OFÍCIO/PRM/STM Nº 4, DE 03 DE DEZEMBRO DE 2013. RECOMENDAÇÃO/1º OFÍCIO/PRM/STM Nº 4, DE 03 DE DEZEMBRO DE 2013. O MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL, pelos Procuradores da República signatários, no regular exercício de suas atribuições institucionais, com base

Leia mais

RECOMENDAÇÃO nº 16/2016

RECOMENDAÇÃO nº 16/2016 Autos nº 1.14.012.000020/2012-42 Espécie: Inquérito Civil Público ICP Assunto: Recomenda ao Município de Irecê a adoção de medidas e a instalação de instrumentos que permitam o controle social do horário

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL PROCURADORIA DA REPUBLICA - SANTA CATARINA GABINETE DO PROCURADOR REGIONAL DOS DIREITOS DO CIDADÃO/PRSC

MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL PROCURADORIA DA REPUBLICA - SANTA CATARINA GABINETE DO PROCURADOR REGIONAL DOS DIREITOS DO CIDADÃO/PRSC PR-SC-00051777/2018 MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL GABINETE DO PROCURADOR REGIONAL DOS DIREITOS DO CIDADÃO/PRSC Inquérito Civil n. 1.33.000.002228/2018-75 RECOMENDAÇÃO N. 54, de 30 de outubro de 2018 O MINISTÉRIO

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO e a Segurânça e Saúde no Trabalho ROBERTO LUIS FONSECA DE FREITAS

MINISTÉRIO PÚBLICO e a Segurânça e Saúde no Trabalho ROBERTO LUIS FONSECA DE FREITAS MINISTÉRIO PÚBLICO e a Segurânça e Saúde no Trabalho ROBERTO LUIS FONSECA DE FREITAS Engenheiro de Segurança do Trabalho do Ministério Público do Estado do Paraná; Conselheiro da Câmara Especializada em

Leia mais

DIREITO PROCESSUAL PENAL

DIREITO PROCESSUAL PENAL DIREITO PROCESSUAL PENAL Procedimentos alternativos de investigação criminal Parte 3 Prof. Thiago Almeida > Atribuição constitucional para realização de investigação criminal. CR/88, art. 144, 1º, I e

Leia mais

o MINISTERIO PUBLICO FEDERAL, pelos Pracuradores da Republica

o MINISTERIO PUBLICO FEDERAL, pelos Pracuradores da Republica %~~1~j/ ~~~ 1.26.001.000163/2009-67, 1.26.006.000044/2010-06, 1.26.006.000033/2010-18, 1.26.006.000035/2010-15, 1.26.006.000009/2010-89 e outros. o, pelos Pracuradores da Republica signatarios, no exercicio

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL

MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL PRDF-00053795/2017 MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL 1º OFÍCIO DE SERVIDOR PÚBLICO E CONCURSOS Recomendação nº 51/2017/MPF/PR/DF Procedimento Preparatório nº 1.16.000.002221/2017-53 RECOMENDAÇÃO O MINISTÉRIO

Leia mais

NOTIFICAÇÃO RECOMENDATÓRIA

NOTIFICAÇÃO RECOMENDATÓRIA INQUÉRITO CIVIL N. 27/2014/SIMP 000277-002/2014 NOTIFICAÇÃO RECOMENDATÓRIA Nº 12/2014 NOTIFICADO: VIGILÂNCIA SANITÁRIA DE CUIABÁ (SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE) DESTINATÁRIO: ILUSTRÍSSIMO SECRETARIO MUNICIPAL

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL 5º OFÍCIO DA PROCURADORIA DA REPÚBLICA NO MUNICÍPIO DE SÃO JOÃO DE MERITI

MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL 5º OFÍCIO DA PROCURADORIA DA REPÚBLICA NO MUNICÍPIO DE SÃO JOÃO DE MERITI MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL 5º OFÍCIO DA PROCURADORIA DA REPÚBLICA NO MUNICÍPIO DE SÃO JOÃO DE MERITI Inquérito Civil n. 1.30.017.000539/2018-22. RECOMENDAÇÃO N. 01/2018 O MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL, pela

Leia mais

O papel da Regulação na Segurança e Garantia da Qualidade das Práticas de Radioterapia e Medicina Nuclear

O papel da Regulação na Segurança e Garantia da Qualidade das Práticas de Radioterapia e Medicina Nuclear O papel da Regulação na Segurança e Garantia da Qualidade das Práticas de Radioterapia e Medicina Nuclear Renato Di Prinzio, D. Sc. Diretoria de Radioproteção e Segurança Nuclear CNEN rprinzio@cnen.gov.br

Leia mais

FUNÇÕES ESSENCIAIS À JUSTIÇA: DEFENSORIA PÚBLICA E

FUNÇÕES ESSENCIAIS À JUSTIÇA: DEFENSORIA PÚBLICA E FUNÇÕES ESSENCIAIS À JUSTIÇA: MINISTÉRIO PÚBLICO, DEFENSORIA PÚBLICA E ADVOCACIA Profª Me. Érica Rios erica.carvalho@ucsal.br MINISTÉRIO PÚBLICO Definição: instituição permanente e essencial à função jurisdicional

Leia mais

ANÁLISE DE PROCEDIMENTOS RADIOTERÁPICOS REALIZADOS EM HOSPITAIS PÚBLICOS - COMPARAÇÃO DE TÉCNICAS APLICADAS E EQUIPAMENTOS UTILIZADOS

ANÁLISE DE PROCEDIMENTOS RADIOTERÁPICOS REALIZADOS EM HOSPITAIS PÚBLICOS - COMPARAÇÃO DE TÉCNICAS APLICADAS E EQUIPAMENTOS UTILIZADOS ANÁLISE DE PROCEDIMENTOS RADIOTERÁPICOS REALIZADOS EM HOSPITAIS PÚBLICOS - COMPARAÇÃO DE TÉCNICAS APLICADAS E EQUIPAMENTOS UTILIZADOS Rosineide Antonio dos Santos 1, Marco Antônio Rodrigues Fernandes 2

Leia mais

Recomendação MPF/SP nº 60/2016

Recomendação MPF/SP nº 60/2016 Recomendação MPF/SP nº 60/2016 O MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL, pelo procurador da República que esta subscreve, no exercício de suas funções constitucionais e legais, em especial o artigo 129, III, da Constituição

Leia mais

RECOMENDAÇÃO Nº 3/2019

RECOMENDAÇÃO Nº 3/2019 Procediment o Adm inistrativo - PA nº 1. 34. 012. 000576/ 2014-16 RECOMENDAÇÃO Nº 3/2019 O MINISTÉRIO PÚBLICO FEDER AL, pelo Procurador da República infra-assinado, no exercício de suas atribuições constitucionais

Leia mais

RECOMENDAÇÃO nº 03/2014

RECOMENDAÇÃO nº 03/2014 Autos nº 1.14.009.000349/2014-24 Espécie: Procedimento Preparatório PP Assunto: Recomenda ao Município de Guanambi a instalação de instrumentos que permitam o controle social do horário de atendimento

Leia mais

RECOMENDAÇÃO ADMINISTRATIVA Nº

RECOMENDAÇÃO ADMINISTRATIVA Nº PROCEDIMENTO ADMINISTRATIVO nº. 05/2015 OBJETO: IMPLEMENTAÇÃO DE POLÍTICA PÚBLICA PARA A MULHER (CASA ABRIGO CASA DE ACOLHIMENTO PROVISÓRIO). REF.: OFÍCIO 051/2015- Gab. -SAS RECOMENDAÇÃO ADMINISTRATIVA

Leia mais

SUBPROCURADORIA-GERAL DE JUSTIÇA JURÍDICA ATO NORMATIVO Nº 962/16 - PGJ, 27 DE ABRIL DE 2016 (Protocolado nº /16)

SUBPROCURADORIA-GERAL DE JUSTIÇA JURÍDICA ATO NORMATIVO Nº 962/16 - PGJ, 27 DE ABRIL DE 2016 (Protocolado nº /16) SUBPROCURADORIA-GERAL DE JUSTIÇA JURÍDICA ATO NORMATIVO Nº 962/16 - PGJ, 27 DE ABRIL DE 2016 (Protocolado nº 52.586/16) Reorganiza as Subprocuradorias-Gerais de Justiça, extingue a Subprocuradoria-Geral

Leia mais

RECOMENDAÇÃO N.º 10, DE 26 DE JULHO DE 2016

RECOMENDAÇÃO N.º 10, DE 26 DE JULHO DE 2016 Inquérito Civil n.º 1.14.000.001910/2016-34 RECOMENDAÇÃO N.º 10, DE 26 DE JULHO DE 2016 Recomenda ao IFBA que implemente a Portaria nº. 709/2015, no que refere à instalação de sistema eletrônico biométrico,

Leia mais

DESPACHO SEJUR Nº 092/2014

DESPACHO SEJUR Nº 092/2014 DESPACHO SEJUR Nº 092/2014 (Aprovado em Reunião de Diretoria em 27/03/2014) Expediente nº 1739/2014 Ementa: É obrigatória a apresentação de declaração de bens e renda para o exercício em cargo, emprego

Leia mais

RECOMENDAÇÃO Nº 22/2015 3º OFÍCIO CÍVEL E CRIMINAL - PR/VR

RECOMENDAÇÃO Nº 22/2015 3º OFÍCIO CÍVEL E CRIMINAL - PR/VR Inquérito Civil Público 1.30.010.000116/2015-20 RECOMENDAÇÃO Nº 22/2015 3º OFÍCIO CÍVEL E CRIMINAL - PR/VR O MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL, pelo Procurador da República que esta subscreve, com fundamento

Leia mais

CONSIDERANDO que o art. 73 da Lei n.º 9.504/97 dispõe sobre as Condutas Vedadas aos Agentes Públicos em Campanhas Eleitorais:

CONSIDERANDO que o art. 73 da Lei n.º 9.504/97 dispõe sobre as Condutas Vedadas aos Agentes Públicos em Campanhas Eleitorais: RECOMENDAÇÃO Nº /2014 GAB/PRE/PA O MINISTÉRIO PÚBLICO ELEITORAL, pelo Procurador Regional Eleitoral infra-assinado, no exercício de suas atribuições constitucionais e legais, com fundamento nos artigos

Leia mais

ww.concursovirtual.com.b

ww.concursovirtual.com.b MP RJ PROFESSORA RAQUEL TINOCO EDITAL: ORGANIZAÇÃO DO MINISTÉRIO PÚBLICO O Ministério Público na Constituição Federal de 1988: princípios, garantias, vedações, estrutura e funções institucionais; Conselho

Leia mais

Tecnólogo Ernani Castilho INTRODUÇÃO DA RADIOTERAPIA

Tecnólogo Ernani Castilho INTRODUÇÃO DA RADIOTERAPIA Tecnólogo Ernani Castilho INTRODUÇÃO DA RADIOTERAPIA RADIOTERAPIA A radioterapia é um método capaz de destruir células tumorais, empregando feixe de radiações ionizantes. RADIOTERAPIA 3D Uma dose pré-calculada

Leia mais

RECOMENDAÇÃO Nº 13, de 21 março de 2012 (Art. 6 º, XX, da Lei Complementar 75/93)

RECOMENDAÇÃO Nº 13, de 21 março de 2012 (Art. 6 º, XX, da Lei Complementar 75/93) MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL PROCURADORIA DA REPÚBLICA NO CEARÁ RECOMENDAÇÃO Nº 13, de 21 março de 2012 (Art. 6 º, XX, da Lei Complementar 75/93) O Ministério Público Federal, por seus legítimos representantes

Leia mais

No procedimento investigatório criminal serão observados os direitos e garantias individuais consagrados

No procedimento investigatório criminal serão observados os direitos e garantias individuais consagrados No procedimento investigatório criminal serão observados os direitos e garantias individuais consagrados na Constituição da República Federativa do Brasil, aplicando-se, no que couber, as normas do Código

Leia mais

Norma CNEN-NN Resolução 176 de novembro de Marcello Gonçalves. Comissão Nacional de Energia Nuclear. 19 de junho de 2015

Norma CNEN-NN Resolução 176 de novembro de Marcello Gonçalves. Comissão Nacional de Energia Nuclear. 19 de junho de 2015 Norma CNEN-NN-6.10 Resolução 176 de novembro de 2014 Marcello Gonçalves Comissão Nacional de Energia Nuclear 19 de junho de 2015 Marcello Gonçalves (Comissão Nacional de Energia Nuclear) Norma CNEN-NN-6.10

Leia mais

Do Conselho Nacional de Justiça e Dos Tribunais e Juízes dos Estados

Do Conselho Nacional de Justiça e Dos Tribunais e Juízes dos Estados Direito Constitucional Do Conselho Nacional de Justiça e Dos Tribunais e Juízes dos Estados Art. 103-B: O Conselho Nacional de Justiça compõe-se de 15 (quinze) membros com mandato de 2 (dois) anos, admitida

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE RONDÔNIA

MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE RONDÔNIA INQUÉRITO CIVIL PÚBLICO Portaria nº 08/2014 Parquet Web n. 2014001010026297 DEFESA DA PROBIDADE EMENTA: INQUÉRITO CIVIL PÚBLICO. ATUAÇÃO EXTRAJUDICIAL DO PARQUET. OBJETIVO DEFESA DA PROBIDADE. POSSÍVEL

Leia mais

CONTROLE DA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA

CONTROLE DA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA Professor Alessandro Dantas Coutinho CONTROLE DA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA CONTROLE REALIZADO PELO PODER LEGISLATIVO Legislativo! Representa a vontade da coletividade. Em âmbito Federal é composto pelo Senado

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA IN Nº /2016

INSTRUÇÃO NORMATIVA IN Nº /2016 INSTRUÇÃO NORMATIVA IN Nº. 00007/2016 Orienta os Municípios goianos sobre o credenciamento de prestadores de serviços de saúde e médicos para a prestação complementar de serviços públicos de saúde O DO

Leia mais

PORTARIA SMS Nº 459, DE

PORTARIA SMS Nº 459, DE PORTARIA SMS Nº 459, DE 22-03-2017 Dispõe sobre a classificação, quanto ao risco sanitário, das atividades codificadas conforme a Classificação Nacional de Atividade Econômica - CNAE cuja Licença Sanitária

Leia mais

COMPANHIA ENERGÉTICA DE MINAS GERAIS CEMIG CNPJ/MF /64 Av. Barbacena, º andar - Ala B1 - Belo Horizonte MG

COMPANHIA ENERGÉTICA DE MINAS GERAIS CEMIG CNPJ/MF /64 Av. Barbacena, º andar - Ala B1 - Belo Horizonte MG COMPANHIA ENERGÉTICA DE MINAS GERAIS CEMIG CNPJ/MF 17.155.730.0001/64 Av. Barbacena, 1200-18º andar - Ala B1 - Belo Horizonte MG ADENDO À ANÁLISE DAS SUGESTÕES RECEBIDAS EM CONSULTA PÚBLICA DATA: 25/01/2018

Leia mais

www.grupoidealbr.com.br AULA 2 (CF/88 ARTIGOS 196 A0 200) Legislação do SUS - Professora Ana Flávia Alves e-mail: anaflaviaprofessora@yahoo.com Garantido mediante políticas sociais e econômicas. A saúde

Leia mais

DIREITO PROCESSUAL PENAL MILITAR

DIREITO PROCESSUAL PENAL MILITAR DIREITO PROCESSUAL PENAL MILITAR Juiz, Auxiliares e Partes no Processo Penal Militar Parte 2 Prof. Pablo Cruz Suspeição entre adotante e adotado Art. 39. A suspeição entre adotante e adotado será considerada

Leia mais

Art. 1º Este Decreto regulamenta a Lei 8.080/90, para dispor sobre a organização, o planejamento, a assistência e a articulação interfederativa.

Art. 1º Este Decreto regulamenta a Lei 8.080/90, para dispor sobre a organização, o planejamento, a assistência e a articulação interfederativa. Legislação do SUS DECRETO 7.508 de 28 de Junho de 2011 Prof.ª: Andréa Paula Art. 1º Este Decreto regulamenta a Lei 8.080/90, para dispor sobre a organização, o planejamento, a assistência e a articulação

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DA INTEGRAÇÃO LATINO-AMERICANA PRÓ-REITORIA DE GESTÃO DE PESSOAS INSTRUÇÃO NORMATIVA PROGEPE Nº 003, DE 07 DE JUNHO DE 2017

UNIVERSIDADE FEDERAL DA INTEGRAÇÃO LATINO-AMERICANA PRÓ-REITORIA DE GESTÃO DE PESSOAS INSTRUÇÃO NORMATIVA PROGEPE Nº 003, DE 07 DE JUNHO DE 2017 INSTRUÇÃO NORMATIVA PROGEPE Nº 003, DE 07 DE JUNHO DE 2017 Dispõe sobre os procedimentos para a concessão dos adicionais de insalubridade, periculosidade, irradiação ionizante e gratificação por trabalhos

Leia mais

ADVERTÊNCIA. Este texto não substitui o publicado no Diário Oficial da União. Ministério da Saúde Gabinete do Ministro

ADVERTÊNCIA. Este texto não substitui o publicado no Diário Oficial da União. Ministério da Saúde Gabinete do Ministro ADVERTÊNCIA Este texto não substitui o publicado no Diário Oficial da União Ministério da Saúde Gabinete do Ministro PORTARIA Nº 2.311, DE 23 DE OUTUBRO DE 2014 Altera a Portaria nº 2.866/GM/MS, de 2 de

Leia mais

Lei 8.080/90 Lei Orgânica da Saúde

Lei 8.080/90 Lei Orgânica da Saúde Dispõe sobre as condições para a promoção, proteção e recuperação da saúde, a organização e o funcionamento dos serviços correspondentes e dá outras providências. CONCEITO AMPLIADO DE SAÚDE 1 CONCEITO

Leia mais

DIREITO DO TRABALHO. Organização da Justiça do Trabalho. MPT. O Ministério Público do Trabalho (MPT) Prof. Cláudio Freitas

DIREITO DO TRABALHO. Organização da Justiça do Trabalho. MPT. O Ministério Público do Trabalho (MPT) Prof. Cláudio Freitas DIREITO DO TRABALHO Organização da Justiça do Trabalho. MPT. O Ministério Público do Trabalho (MPT) Prof. Cláudio Freitas - LC 75/93 Art. 83. Compete ao Ministério Público do Trabalho o exercício das seguintes

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça RESOLUÇÃO N. 1 DE 10 DE FEVEREIRO DE 2010. Regulamenta o processo judicial eletrônico no âmbito do Superior Tribunal de Justiça. O PRESIDENTE DO SUPERIOR TRIBUNAL DE JUSTIÇA, no uso das atribuições que

Leia mais

CARACTERIZAÇÃO DOS SERVIÇOS PARA ATRIBUIÇÃO DE IDONEIDADE E CAPACIDADE FORMATIVA INTERNATO MÉDICO DE RADIOTERAPIA

CARACTERIZAÇÃO DOS SERVIÇOS PARA ATRIBUIÇÃO DE IDONEIDADE E CAPACIDADE FORMATIVA INTERNATO MÉDICO DE RADIOTERAPIA CARACTERIZAÇÃO DOS SERVIÇOS PARA ATRIBUIÇÃO DE IDONEIDADE E CAPACIDADE FORMATIVA INTERNATO MÉDICO DE RADIOTERAPIA Internato Médico de Radioterapia para o ano de Hospital: Serviço / Departamento: 1 Existência

Leia mais

Funções Essenciais à Justiça Arts. 127 a 135, CF/88

Funções Essenciais à Justiça Arts. 127 a 135, CF/88 Direito Constitucional Funções Essenciais à Justiça Arts. 127 a 135, CF/88 Art. 127: O Ministério Público é instituição permanente, essencial à função jurisdicional do Estado, incumbindo-lhe a defesa da

Leia mais

RESOLUÇÃO MPC-MG Nº 001, DE 11 DE MAIO DE 2011

RESOLUÇÃO MPC-MG Nº 001, DE 11 DE MAIO DE 2011 RESOLUÇÃO MPC-MG Nº 001, DE 11 DE MAIO DE 2011 Revogada pela RMPC 2/11 O Procurador-Geral do Ministério Público de Contas, com fundamento direto nos artigos 32 e 119 da Lei Complementar nº 102, de 17 de

Leia mais

TERMO DE COMPROMISSO DE AJUSTAMENTO DE CONDUTA N. 0001/2011_

TERMO DE COMPROMISSO DE AJUSTAMENTO DE CONDUTA N. 0001/2011_ IC - Inquérito Civil nº 06.2011.003019- TERMO DE COMPROMISSO DE AJUSTAMENTO DE CONDUTA N. 0001/2011_ O MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE SANTA CATARINA, representado por sua Promotora de Justiça Dra. Sonia

Leia mais

RECOMENDAÇÃO PRE-MG n.º 001/2014

RECOMENDAÇÃO PRE-MG n.º 001/2014 RECOMENDAÇÃO PRE-MG n.º 001/2014 Recomenda aos Órgãos de Direção Regionais dos Partidos Políticos condutas que devem ser adotadas no Requerimento de Registro de Candidatura. O PROCURADOR REGIONAL ELEITORAL

Leia mais

ANVISA. EXERCÍCIOS - CESPE Lei 8.080/90. Profa. Andréa Paula

ANVISA. EXERCÍCIOS - CESPE Lei 8.080/90. Profa. Andréa Paula ANVISA EXERCÍCIOS - CESPE Lei 8.080/90 Profa. Andréa Paula Banca: CESPE - Órgão: SESA- ES Ano: 2013 Cargos: Todos os cargos Lei n.º 8.080/1990, conhecida como a Lei Orgânica da Saúde, foi criada para regular,

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL PROCURADORIA DA REPÚBLICA EM MATO GROSSO DO SUL

MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL PROCURADORIA DA REPÚBLICA EM MATO GROSSO DO SUL MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL PROCURADORIA DA REPÚBLICA EM MATO GROSSO DO SUL PORTARIA DE INSTAURAÇÃO DE INQUÉRITO CIVIL PÚBLICO Nº 156/2011/PR-MS, DE 15 DE JULHO DE 2011 Classificação Temática: 3ª CCR Ordem

Leia mais

LEI 9.765, DE 17 DE DEZEMBRO DE 1998 Institui taxa de licenciamento, controle e fiscalização de materiais nucleares e radioativos e suas instalações.

LEI 9.765, DE 17 DE DEZEMBRO DE 1998 Institui taxa de licenciamento, controle e fiscalização de materiais nucleares e radioativos e suas instalações. LEI 9.765, DE 17 DE DEZEMBRO DE 1998 Institui taxa de licenciamento, controle e fiscalização de materiais nucleares e radioativos e suas instalações. O Presidente da República: Faço saber que o Congresso

Leia mais

Implementação dos Dispositivos do Decreto 7508/11

Implementação dos Dispositivos do Decreto 7508/11 Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde Implementação dos Dispositivos do Decreto 7508/11 CONGRESSO COSEMS-SP Ubatuba, 02 de abril de 2014. Decreto 7.508/11 Regulamenta a Lei nº 8.080, de

Leia mais

Ministério Público do Estado de Mato Grosso

Ministério Público do Estado de Mato Grosso NOTIFICAÇÃO RECOMENDATÓRIA N 006/2015 O MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE MATO GROSSO, por seu representante legal com atuação na /MT, no uso de suas atribuições legais, com espeque no art. 129, incisos

Leia mais

Propaganda Eleitoral na Internet. PODE haver propaganda eleitoral na internet a partir do dia 16/08/2016

Propaganda Eleitoral na Internet. PODE haver propaganda eleitoral na internet a partir do dia 16/08/2016 PODE/NÃO PODE/DEVE Parte IV Propaganda Eleitoral Na Internet, da Resolução nº 23.457, de 15/12/2015, que dispõe sobre propaganda eleitoral, utilização e geração do horário gratuito e condutas ilícitas

Leia mais

RECOMENDAÇÃO N.º 04/2016

RECOMENDAÇÃO N.º 04/2016 Belém, 07 de outubro de 2016 RECOMENDAÇÃO N.º 04/2016 REF. Notícia de Fato nº 000935-125/2016 Ilma. Sra. Secretária de Administração do Estado do Pará ALICE VIANA SOARES MONTEIRO Ilmo. Sr. Delegado Geral

Leia mais

RECOMENDAÇÃO n.º 11/2014

RECOMENDAÇÃO n.º 11/2014 INQUÉRITO CIVIL Autos n.º 1.14.000.001004/2011-25 RECOMENDAÇÃO n.º 11/2014 NO ESTADO DE DIREITO GOVERNAM AS LEIS E NÃO OS HOMENS. VIGE A SUPREMACIA DA LEI. O PRINCÍPIO DA LEGALIDADE É A PEDRA DE TOQUE

Leia mais

LEGISLAÇÃO DO MPE. Lei nº 8.625, de 12 de Fevereiro de 1993 (Lei Orgânica Nacional do Ministério Público) Parte 3. Prof.

LEGISLAÇÃO DO MPE. Lei nº 8.625, de 12 de Fevereiro de 1993 (Lei Orgânica Nacional do Ministério Público) Parte 3. Prof. LEGISLAÇÃO DO MPE Lei nº 8.625, de 12 de Fevereiro de 1993 (Lei Orgânica Nacional do Ministério Público) Parte 3 Prof. Karina Jaques Do Procurador-Geral de Justiça Art. 29. Além das atribuições previstas

Leia mais

PORTARIA N 487, DE 15 DE MARÇO DE 2012

PORTARIA N 487, DE 15 DE MARÇO DE 2012 PORTARIA N 487, DE 15 DE MARÇO DE 2012 Disciplina o procedimento de chamamento dos consumidores ou recall de produtos e serviços que, posteriormente à sua introdução no mercado de consumo, forem considerados

Leia mais

Direito Constitucional

Direito Constitucional Direito Constitucional Da Saúde (Art. 196 a 200) Professor André Vieira www.acasadoconcurseiro.com.br Direito Constitucional Seção II DA SAÚDE Art. 196. A saúde é direito de todos e dever do Estado, garantido

Leia mais

CONSULTA FUNDAMENTAÇÃO E PARECER

CONSULTA FUNDAMENTAÇÃO E PARECER PARECER Nº 2546/2017- ASSUNTO: UPA - CONTRATAÇÃO DE MÉDICOS RADIOLOGISTAS AUSÊNCIA DE RESPONSÁVEL TÉCNICO - NECESSIDADE DE ADEQUAÇÕES PARECERISTA: CONS.º LUTERO MARQUES DE OLIVEIRA EMENTA: Necessidade

Leia mais

Dispõe sobre a divulgação de dados processuais eletrônicos na rede mundial de computadores, expedição de certidões judiciais e dá outras providências.

Dispõe sobre a divulgação de dados processuais eletrônicos na rede mundial de computadores, expedição de certidões judiciais e dá outras providências. Resolução nº 121, de 5 de outubro de 2010 Dispõe sobre a divulgação de dados processuais eletrônicos na rede mundial de computadores, expedição de certidões judiciais e dá outras providências. O PRESIDENTE

Leia mais

Programa Nacional para a Prevenção e o Controle das Hepatites Virais - Portaria 263 de 5/2/2002

Programa Nacional para a Prevenção e o Controle das Hepatites Virais - Portaria 263 de 5/2/2002 Programa Nacional para a Prevenção e o Controle das Hepatites Virais - Portaria 263 de 5/2/2002 Ementa: criação de mecanismos para organizar, articular e integrar as ações voltadas à prevenção e ao controle

Leia mais

Preparação para atuação profissional em meio ambiente Simone Paschoal Nogueira

Preparação para atuação profissional em meio ambiente Simone Paschoal Nogueira Preparação para atuação profissional em meio ambiente Simone Paschoal Nogueira São Paulo, 1 de agosto de 2016 ROTEIRO Instituições e Atribuições do Estado Quem faz o que? Constituição Federal Competências

Leia mais

RECOMENDAÇÃO N.º OO8/2001 PJDE, de 09 de julho de 2001

RECOMENDAÇÃO N.º OO8/2001 PJDE, de 09 de julho de 2001 RECOMENDAÇÃO N.º OO8/2001 PJDE, de 09 de julho de 2001 O MINISTÉRIO PÚBLICO DO DISTRITO FEDERAL E TERRITÓRIOS e o MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL, no exercício de suas funções institucionais previstas na Constituição

Leia mais

PLANO DE TRABALHO: DISCIPLINA DE TECNOLOGIA EM RADIOTERAPIA

PLANO DE TRABALHO: DISCIPLINA DE TECNOLOGIA EM RADIOTERAPIA PLANO DE TRABALHO: DISCIPLINA DE TECNOLOGIA EM RADIOTERAPIA jonymarques@uol.com.br PROFESSOR: Jony Marques Geraldo 1. EMENTA: Viabilizar o conhecimento dos procedimentos radioterapêuticos e planejamentos

Leia mais

Consulta Pública nº 03/2017

Consulta Pública nº 03/2017 Resolução nº, de de de 20 Ementa: Regulamenta a atuação do farmacêutico na prestação de serviços e assessoramento técnico sobre informação de medicamentos e produtos para a saúde. O Conselho Federal de

Leia mais

RECOMENDAÇÃO ADMINISTRATIVA N 03/2014

RECOMENDAÇÃO ADMINISTRATIVA N 03/2014 RECOMENDAÇÃO ADMINISTRATIVA N 03/2014 O MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DO PARANÁ, por seu Promotor de Justiça que adiante assina, no uso de suas atribuições legais, CONSIDERANDO o contido no artigo 127 da

Leia mais

PLANO DE TRABALHO: DISCIPLINA DE TECNOLOGIA EM RADIOTERAPIA

PLANO DE TRABALHO: DISCIPLINA DE TECNOLOGIA EM RADIOTERAPIA PLANO DE TRABALHO: DISCIPLINA DE TECNOLOGIA EM RADIOTERAPIA jonymarques@uol.com.br PROFESSOR: Jony Marques Geraldo 1. EMENTA: Viabilizar o conhecimento dos procedimentos radioterapêuticos e planejamentos

Leia mais

TERMO DE COMPROMISSO E AJUSTAMENTO DE CONDUTA

TERMO DE COMPROMISSO E AJUSTAMENTO DE CONDUTA INQUÉRITO CIVIL N : INTERESSADOS: COMPROMISSÁRIO E POPULAÇÃO EM GERAL OBJETO: MANUTENÇÃO DE PÁSSARO DA FAUNA SILVESTRE EM CATIVEIRO. TERMO DE COMPROMISSO E AJUSTAMENTO DE CONDUTA No dia de de, compareceu

Leia mais

REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL AUTARQUIA FEDERAL CONSELHO REGIONAL DE EDUCAÇÃO FÍSICA DA 9ª REGIÃO ESTADO DO PARANÁ CREF9/PR

REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL AUTARQUIA FEDERAL CONSELHO REGIONAL DE EDUCAÇÃO FÍSICA DA 9ª REGIÃO ESTADO DO PARANÁ CREF9/PR RESOLUÇÃO N. 093 de 01 Maio de 2015. Dispõe sobre as funções e atribuições do Profissional de educação Física no Exercício da Responsabilidade Técnica nos estabelecimentos prestadores de serviços no campo

Leia mais

PORTARIA Nº 518, DE 4 DE ABRIL DE 2003

PORTARIA Nº 518, DE 4 DE ABRIL DE 2003 PORTARIA Nº 518, DE 4 DE ABRIL DE 2003 O MINISTRO DE ESTADO DO TRABALHO E EMPRE-GO, no uso das competências que lhe conferem o art. 87, parágrafo único, II, da Constituição da República Federativa do Brasil

Leia mais

PORTARIA 140/2014. PORTARIA PROPOSTA RESPOSTA Artigo 4º. - Habilitação como CACON 2 incisos

PORTARIA 140/2014. PORTARIA PROPOSTA RESPOSTA Artigo 4º. - Habilitação como CACON 2 incisos Artigo 4º. - Habilitação como CACON 2 incisos Incluir Inciso III Garantir a participação do CACON na elaboração e acompanhamento da Rede Oncológica Portaria GM/MS no. 874, de 16/05/2013 e a Portaria no.

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL PROCURADORIA DA REPÚBLICA EM GOIÁS PROCURADORIA REGIONAL DOS DIREITOS DO CIDADÃO

MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL PROCURADORIA DA REPÚBLICA EM GOIÁS PROCURADORIA REGIONAL DOS DIREITOS DO CIDADÃO INSTITUTO NACIONAL DO SEGURO SOCIAL - INSS Autos nº: 1.18.000.000170/2009-41 Espécie: PROCEDIMENTO ADMINISTRATIVO RECOMENDAÇÃO Nº 27, DE 4 DE NOVEMBRO DE 2009 O MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL, por intermédio

Leia mais

CONSTITUIÇÃO DE 88/ PRINCÍPIOS E DIRETRIZES DO SUS 2º AULA

CONSTITUIÇÃO DE 88/ PRINCÍPIOS E DIRETRIZES DO SUS 2º AULA CONSTITUIÇÃO DE 88/ PRINCÍPIOS E DIRETRIZES DO SUS 2º AULA PROF. HÉLDER PACHECO CONSTITUIÇÃO FEDERAL Lei 8.080 Lei 8.142 DECRETO 7.508 LEI 141 1988 1990 1991 1993 1996 2001/2002 2006 2011 2012 NOB NOAS

Leia mais

DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO DO PARANÁ INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 01, DE 09 DE OUTUBRO DE 2014

DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO DO PARANÁ INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 01, DE 09 DE OUTUBRO DE 2014 INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 01, DE 09 DE OUTUBRO DE 2014 Cria as Coordenadorias de Defensoria Pública e dá outras providências A DEFENSORA PÚBLICA-GERAL DO ESTADO DO PARANÁ, no uso de suas atribuições legais;

Leia mais

DIREITO DO CONSUMIDOR

DIREITO DO CONSUMIDOR DIREITO DO CONSUMIDOR Parte III Prof. Francisco Saint Clair Neto DECRETO Nº 2.181, DE 20 DE MARÇO DE 1997. Dispõe sobre a organização do Sistema Nacional de Defesa do Consumidor - SNDC, estabelece as normas

Leia mais