QUESTÕES DE GEOGRAFIA DA POPULAÇÃO

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "QUESTÕES DE GEOGRAFIA DA POPULAÇÃO"

Transcrição

1 QUESTÕES DE GEOGRAFIA DA POPULAÇÃO Tópicos especiais para a compreensão da matéria ficha de aula nº 2 (Questões 1-5) 1. Ainda nos dias atuais, para o conhecimento da dinâmica populacional, os estudos sobre população utilizam-se de dados referentes (Prefeitura do Município de São Paulo 2004) (A) ao mercado de trabalho e à população economicamente ativa. (B)) à natalidade, fecundidade, mortalidade e migração. (C) aos setores primário, secundário e terciário. (D) aos grupos étnicos, à mortalidade infantil e expectativa de vida. (E) ao PIB total, à renda per capita e renda média anual. 2. Observe a tira abaixo: (Prefeitura de Niterói 2003) A charge do cartunista Quino enfatiza a tranqüilidade contida no ato de viver na Noruega, país que atualmente ocupa o primeiro lugar no ranking do Índice de Desenvolvimento Humano (IDH), conceito adotado pela Organização das Nações Unidas (ONU) para aferir a qualidade de vida das populações. Os indicadores considerados para a construção desse conceito, além da escolaridade, são: A) a porcentagem da população sem acesso à sanitarização e o Produto Nacional Bruto per capita; B) a expectativa de vida ao nascer e o Produto Interno Bruto per capita; C) o nível de concentração de propriedade da terra e a renda nacional; D) o nível de subnutrição da população e o crescimento vegetativo ou natural; E) a taxa média de fecundidade e o superavit no balanço de pagamentos. Geografia da População 1

2 3- Em um estudo realizado em 1992 com mais de 160 países, a ONU empreendeu uma classificação baseada no chamado IDH Índice de Desenvolvimento Humano. Sobre o IDH e a classificação dos países levou-se em conta: (Prefeitura de Nova Serrana 2007) a)as posições ocupadas pelos países nessa classificação são baseadas fundamentalmente no PIB de cada um deles. b) O Brasil encontra-se numa situação intermediária, devido aos resultados obtidos a despeito de seus problemas sociais. c) O IDH é a média simples dos três indicadores que representam essas condições: expectativa de vida, grau de escolaridade e renda per capita por habitante. d) Países como a Bolívia e o Egito apresentam um alto IDH maior que 0,905, devido aos resultados obtidos com as taxas de importação. 4. Leia o texto e observe a figura abaixo. (Prefeitura do Município de São Gonçalo 2007) O QUE É IDH Criado pelos economistas Mahbub ul Haq e Amartya Sen, o Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) mede a qualidade de vida considerando indicadores como renda per capita, saúde (expectativa de vida ao nascer) e educação (taxa de alfabetização de adultos e matrículas no ensino fundamental, médio e superior). (O Globo, 28 nov. 2007) A renda per capita é um dos indicadores considerados para medir a qualidade de vida dos países através do Índice de Desenvolvimento Humano. A região cujos países têm na exploração de petróleo o fator que eleva expressivamente esse indicador do IDH é a que está individualizada no mapa pelo número: A) 1 B) 2 C) 3 D) 4 E) 5 Geografia da População 2

3 5. Observe a tabela abaixo. (Governo do Estado do Rio de Janeiro 2007) Fonte: O Globo, 28 de novembro de 2007 Os dados da tabela mostram o Brasil, pela primeira vez, no clube dos países de alto Índice de Desenvolvimento Humano, usado pela ONU para medir a qualidade de vida. Considerando o tema e, principalmente, a situação do Brasil, observa-se que: A) A renda per capita é o indicador mais seguido para aferir qualidade de vida porque traduz claramente as taxas de subemprego e de desemprego estrutural existentes no país por regiões. B) A renda per capita é o indicador mais seguro para aferir a qualidade de vida no país, uma vez que revela, com exatidão, o poder aquisitivo diferenciado da população por região. C) Os indicadores vitais e educacionais exprimem com maior precisão as diferenças regionais do nível de vida da população e a distribuição geográfica da pobreza. D) Os indicadores referentes à expectativa de vida e à educação são os mais adequados para aferiu a qualidade de vida do país, pois sobem sempre que ocorre uma situação de transição geográfica. E) O cruzamento dos dados dos três indicadores, associado a uma redução expressiva da concentração de renda por regiões, explica corretamente o fato de o Brasil ter melhorado sua classificação no ranking mundial do IDH. Geografia da População 3

4 Estudo das fases do crescimento vegetativo da população ficha de aula nº 3 (Questões 6-8) 6- A figura abaixo mostra as taxas de crescimento da população ao longo das décadas, entre Sobre o crescimento, podemos observar: (Prefeitura da Cidade do Paulista/PE 2006) CONDEPE/IBGE, DES./ED. GRAF.: FERNANDO J. C. LINS. I. O maior aumento populacional ocorreu entre as décadas 1940 e 1980, fase de grande urbanização do país. II. A taxa de crescimento nas décadas de passou de 1,8% para quase 3,0% , resultado da intensa migração externa e redução da natalidade. III. As taxas mais altas de crescimento, entre 2,0% e 3,0%, ocorreram entre , resultantes da redução lenta da natalidade e queda acentuada da mortalidade. IV. O Brasil alcançou o ápice do crescimento em , reduzindo as taxas de crescimento no final do séc. XX, em face de uma política demográfica antinatalista, com queda da taxa de fecundidade, a partir da década de V. A desaceleração das taxas de crescimento, passando de 2,48% para 1,63%, entre 1970 e 2000, resulta da combinação de elevadas taxas de natalidade e mortalidade, o que caracteriza um crescimento populacional relativamente baixo. Estão corretas apenas: A) I e II. B) III e IV. C) IV e V. D) I, III e IV. E) II, IV e V. Geografia da População 4

5 7. Assinale a alternativa abaixo que contém características da população brasileira, exceto. (Prefeitura de Garanhuns 2006) A) Apresenta altas porcentagens de população jovem, o que conduz pequena sobrecarga econômica para a população adulta. B) Aumento da expectativa média de vida da população. C) O crescimento decorre mais da elevação do crescimento natural do que dos efeitos do êxodo rural. D) Declínio, nas últimas décadas, das taxas de crescimento vegetativo. E) Apesar de ser um dos países mais populosos do mundo, o Brasil continua a ser um país de baixa densidade demográfica. 8. A respeito da transição demográfica, assinale a alternativa correta: (Prefeitura de Itaboraí 2007) A) a transição demográfica se refere à transição entre um período de alto crescimento demográfico e um período de baixo crescimento demográfico. B) no período pré-transicional, é observada uma alta taxa de natalidade e uma taxa de mortalidade também elevada. C) na primeira fase da transição demográfica ocorre um aumento nas taxas de natalidade é registrado um elevado crescimento vegetativo da população. D) na segunda fase da transição demográfica ocorre a redução das taxas de mortalidade e, conseqüentemente, uma redução do crescimento vegetativo. E) na terceira fase, ou seja, período pós-transicional, as taxas de mortalidade e de natalidade retomam seu crescimento. Geografia da População 5

6 Complementação sobre o estudo das fases do crescimento vegetativo da população ficha de aula nº 4 (Questão 9) 9- A Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios, realizada anualmente pelo IBGE, registrou, em 2006, um momento histórico: a taxa de fecundidade da população brasileira alcançou a chamada taxa de reposição. A partir desse momento deverá ocorrer, exceto: (Prefeitura de Santana 2007) (A)uma retração do crescimento demográfico, quando contingentes declinantes de jovens chegarem à idade adulta; (B) um aumento relativo da taxa de natalidade, porque os valores regionais escondem grandes variações segundo a renda; (C) um progressivo envelhecimento da população, graças ao aumento do número de velhos em relação ao contingente de jovens; (D) uma queda da população economicamente ativa, devido à diminuição do contingente de jovens que se apresenta ao mercado de trabalho; (E) um aumento da expectativa de vida porque, com a diminuição do número de crianças, as medidas profiláticas adotadas apresentam melhores resultados. Por que os países apresentam taxas de crescimento diferenciadas? - ficha de aula nº 5 (Questões 10-12) 10- Uma das dimensões conceituais sobre o tema A população mundial, mencionadas a seguir, não pode ser considerada correta. Assinale-a. (Governo do Estado de Pernambuco 2006) A) O ritmo do crescimento da população mundial vem diminuindo; percebe-se isso quando se comparam os dados censitários de 1990 com os mais recentes. B) Dos diversos continentes, é a África o que apresenta a menor taxa de crescimento populacional, em face dos conflitos tribais violentos que lá ocorrem. C) Desde o ano de 1950, as taxas de fecundidade da população diminuem na maior parte do mundo. D) Enquanto a população dos países desenvolvidos cresce pouco, a dos países em desenvolvimento aumenta mais rapidamente. E) Atualmente, três quartos dos habitantes dos países desenvolvidos vivem em cidades. 11- O deslocamento da população do campo para as cidades não ocorreu de forma igualmente acelerada nas diversas regiões do mundo. A partir de meados do século XX, também o contingente populacional dos países do então chamado Terceiro Mundo cresceu mais depressa que a dos países industrializados. No que concerne às tendências de crescimento das cidades e da população mundial, assinale a opção correta. (Governo do Estado do Mato Grosso 2007) A) Os países pobres, por apresentarem menor taxa de mortalidade que os países ricos, crescem a um ritmo maior. B) O contingente populacional mundial continua crescendo. C) Enquanto países ricos evidenciam uma crescente urbanização, os países pobres permanecem com a maioria da sua população residindo no campo. D) A metropolização é um processo exclusivo dos países ricos com elevado grau de industrialização. Geografia da População 6

7 12- A população mundial é um dos mais importantes temas da Geografia Humana que devem ser trabalhados em Geografia no Ensino Fundamental. Sobre esse assunto, são apresentadas as afirmações a seguir. Uma destas não corresponde à realidade. Assinale-a. (Prefeitura Municipal de Bom Conselho 2007) A) O século XX foi marcado por um crescimento populacional sem precedentes na História da humanidade. B) Os principais indicadores utilizados no estudo populacional são: a taxa de natalidade, a taxa de mortalidade, a densidade demográfica, o crescimento vegetativo e o crescimento demográfico. C) A África é o único continente do planeta que apresenta um crescimento populacional baixo, para os padrões mundiais; isso se deve aos freqüentes e violentos conflitos tribais lá verificados, que deixam sempre um número enorme de mortos. D) Os movimentos populacionais da atualidade são ocasionados por fatores étnicos, naturais, políticos, econômicos e até religiosos. E) Em diversas áreas da América do Sul, a taxa de natalidade é, em geral, mais baixa nas áreas urbanas, quando comparadas à das áreas rurais. 13- O acelerado crescimento demográfico no pós-guerra ficha de aula nº 6 (Questões 13-15) De acordo com os dados apresentados na tabela acima, assinale a opção correta. (Governo do Estado do Mato Grosso 2007) A) O Brasil é um país urbanizado, ao contrário da região Centro- Oeste. B) O ritmo de crescimento demográfico da região Centro-Oeste é mais rápido do que o do conjunto do país para o período indicado. C) A alta taxa de natalidade da região Centro-Oeste explica o seu rápido crescimento demográfico em relação ao restante do país. D)A região Centro-Oeste é a mais populosa do país, tendo em vista a taxa de seu crescimento, já que sua ocupação e exploração tiveram início no período colonial. 14- O estado de Mato Grosso apresenta uma das menores densidades demográficas do Brasil. Em relação a esse fato, assinale a opção correta. (Governo do Estado do Mato Grosso 2007) A) O Mato Grosso apresenta baixa densidade demográfica em razão de a maioria de sua população ser rural. B) Durante os últimos 30 anos, o estado teve o seu contingente populacional diminuído. C) A densidade demográfica mato-grossense, muito embora possa ser considerada baixa em relação à de outros estados, aumentou em função da expansão das atividades produtivas praticadas no estado. D) A taxa de fecundidade mato-grossense é também uma das mais baixas do país, o que justifica a sua baixa densidade demográfica. Geografia da População 7

8 15 - Considerando-se os acontecimentos do século XX, a partir dos quais ocorreram mudanças em relação à população mundial, é correto afirmar: (Governo do Estado do Paraná 2007) a) Após a Segunda Guerra Mundial, a população decresceu em todo o mundo. b) A partir da década de 50 do século XX, a evolução da medicina e os avanços tecnológicos contribuíram para o crescimento da população mundial. c) Os países da América Latina e da África tiveram um decréscimo populacional devido às condições de extrema pobreza. d) A população mundial cresceu em progressão geométrica e a produção de alimentos cresceu de acordo com uma progressão aritmética, configurando-se o que se denomina de malthusianismo. e) Devido ao processo de globalização, nas últimas décadas do século XX, o nível de desenvolvimento de cada país esteve diretamente ligado ao número de habitantes Análise das teorias populacionais ficha de aula nº 7 (Questões 16-17) 16. Segundo os ecomalthusianos, o rápido crescimento demográfico exerce sérias pressões sobre o meio ambiente. No Sahel, por exemplo, esse rápido crescimento demográfico tem como resultado: (Prefeitura de Niterói 2003) A) a redução das áreas de subsistência e a destruição do ecossistema equatorial; B) a difusão da pecuária semi-extensiva e a destruição da cobertura de savanas altas; C) o aumento do pastoreio nômade e do desmatamento do ecossistema tropical; D) a sedentarização dos rebanhos e a superutilização das áreas férteis; E) a redução das áreas de monocultura de exportação e a ampliação das áreas de desertificação. 17- Leia atentamente o texto a seguir. Podemos estar certos de que, quando a população não é detida por alguns obstáculos, duplica em cada vinte e cinco anos e cresce de período em período segundo uma progressão geométrica. Os meios de subsistência, nas circunstâncias mais favoráveis, nunca podem aumentar mais rapidamente que segundo uma progressão aritmética. Esses princípios foram estabelecidos por: (Prefeitura Municipal de Buíque 2006) A) Karl Marx. B) Max Weber. C) Milton Santos. D) Thomas Malthus. E) Alexander Von Humboldt. Geografia da População 8

9 A ocupação e intervenção no espaço ao longo da história da humanidade ficha de aula 9 (Questão 18) 18 - Considerando as causas que determinam a distribuição espacial da população, é correto afirmar: (Governo do Estado do Paraná 2007) a) O relevo exerce um papel importante, embora não fundamental, na distribuição da população. Exceto em algumas poucas áreas, a população prefere viver em áreas planas que, por essa razão, são áreas com tendência a uma maior concentração populacional. b) Os climas não têm interferência na distribuição da população mundial, havendo grandes concentrações populacionais em áreas, as mais diversas, do ponto de vista climático, do Pólo Norte ao Pólo Sul. c) As cidades que concentram atividades industriais e comerciais já funcionaram como pólos de atração para os operários, mas hoje, com os meios de transporte, isso deixou de ser verdade. Por essa razão, em cidades brasileiras como Curitiba e São Paulo, ocorre uma diminuição desse contingente de trabalhadores, que prefere morar em áreas mais distantes, mas com melhor infra-estrutura. d) Mesmo em cidades cuja principal atividade está concentrada no setor terciário, o ritmo de crescimento dos grandes centros urbanos está diminuindo, devido à globalização. e) No Brasil, embora parte da população já viva em grandes metrópoles, os números confirmam que a maioria da população brasileira ainda é rural. A distribuição da população por idade em diferentes grupos de países ficha de aula nº 10 (Questões 19) 19-A preocupante situação demográfica dos países ricos motivou um estudo recente da Divisão de População das Nações Unidas. Um exercício de projeção até 2050 procura avaliar, diante de vários cenários, até que ponto a chamada migração de reposição é uma solução para atenuar as tendências daquela situação. (Elza Berquó) (Prefeitura do Município de Teresópolis 2005) Com relação à situação demográfica desses países, analise as afirmações a seguir: I. Hoje, as migrações de reposição compensam a perda de população dos países ricos e o seu rápido envelhecimento; no futuro, elas serão ainda mais necessárias para frear o declínio da população e do contingente em idade produtiva. II. Os governos desses países aceitam as migrações de reposição como um movimento seletivo em que os imigrantes são documentados e satisfazem os requisitos do país receptor. III. O número de migrantes necessários na Europa em 2030, para manter a relação entre a população em idade produtiva e a de mais de 65 anos, será tão grande que se discute hoje a mudança da idade da aposentadoria para 75 anos, o que tem encontrado sérias resistências na população européia. Assinale: (A) se apenas a afirmativa I estiver correta. (B) se apenas a afirmativa III estiver correta. (C) se apenas as afirmativas I e II estiverem corretas. (D) se apenas as afirmativas II e III estiverem corretas. (E) se todas as afirmativas estiverem corretas. Geografia da População 9

10 Estudo da estrutura da população por sexo e ocupação ficha de aula nº 12 (Questão 20) 20. Nas últimas décadas, a participação feminina no mercado de trabalho brasileiro vem crescendo intensamente. Hoje, as mulheres representam mais de 40% da População Economicamente Ativa (PEA). Esse dado expressa a necessidade do trabalho feminino para complementar a renda familiar. Porém, muitos contrastes são relevantes quando se busca entender quantitativamente e qualitativamente como a mulher está inserida no mercado de trabalho. O aumento do número de mulheres na composição da PEA acarreta situações como: (Prefeitura do Município de São Gonçalo 2007) A) a valorização do trabalho feminino, que vem ocupando seu espaço de maneira promissora em todos os setores da economia, se comparado às décadas anteriores B) o equilíbrio entre o trabalhador masculino e feminino, refletida na paridade salarial paga para ambos os gêneros, sendo uma conquista trabalhista feminina C) a diminuição da jornada de trabalho feminina, com salários proporcionais ao tempo trabalhado, uma vez que ela enfrenta outras jornadas como mãe e dona-de-casa D) a integração marginal da mão-de-obra feminina no mercado de trabalho que, de modo geral, é um reservatório de trabalho de menor qualificação e remuneração E) o aumento da importância da mulher em detrimento da presença masculina em diversos setores da economia, como, por exemplo, nos melhores empregos do setor terciário Geografia da População 10

11 A distribuição da PEA por grupos de países ficha de aula nº 13 (Questões 21-25) 21. O professor de Geografia utiliza a charge abaixo para discutir alguns conteúdos relacionados à população brasileira. (Prefeitura do Município de São Paulo 2004) - Senhor Alberto, meus pêsames! Seu emprego acaba de falecer! (Folha de São Paulo, 18/08/2003, p. A2) Durante as discussões o professor deve garantir que os alunos possam levantar as seguintes hipóteses: I. A tecnologia empregada na industrialização foi um dos fatores que permitiu incorporar uma quantidade de força de trabalho suficiente para diminuir efetivamente o número de inativos. II. A modernização da economia brasileira significou melhor redistribuição da população ativa entre os diferentes setores de atividade. III. Conhecer estatisticamente o número de empregados e desempregados em uma região não garante compreender a complexidade socioeconômica na qual vive a sociedade. - Está correto SOMENTE o que se afirma em (A) I. (B) I e II. (C) I e III. (D) II. (E)) III. Geografia da População 11

12 22- Observe o gráfico a seguir: (Prefeitura Municipal de Teresópolis 2005) (Adaptado de Adas, M. Panorama Geográfico do Brasil) Entre os fatores que alteraram a estrutura da população, segundo os setores de produção, não podemos apontar: (A) a passagem de uma economia agroexportadora para uma economia urbano-industrial, entre as décadas de 40 e 70. (B) o processo de urbanização, acelerado pela mecanização da produção agrícola e pelas mudanças nas relações de trabalho no campo. (C) a aceleração da urbanização, que fez crescer o setor terciário, formando um mercado de trabalho seletivo reservado à mão-de- -obra mais qualificada. (D) a modernização da produção industrial e o crescimento e a diversificação dos setores de serviços e de comercialização. (E) o processo de industrialização, que desencadeia uma mobilidade da força de trabalho para os setores secundário e terciário. 23- Interprete a tabela de Distribuição da População Ativa no Brasil, baseada nos Censos Demográficos do IBGE. (Prefeitura de Betim 2007) Assinale a afirmativa INCORRETA. a) Percebe-se uma tendência de índices mais acentuados de população ativa no setor terciário. b) Todas as décadas mensuradas apresentaram crescimento da população ativa nos setores secundário e terciário. c) A tendência observada ao longo das décadas no século XX pressupõe a continuação do declínio da população ativa no setor primário. d) A queda da população ativa em atividades rurais foi expressiva nas décadas de 80 e 90, por reflexo da mecanização da agricultura, entre outros condicionantes. Geografia da População 12

13 24. Considere o gráfico para responder à questão. (Governo do Estado de São Paulo 2007) A leitura do gráfico e os conhecimentos sobre o contexto socioeconômico brasileiro permitem afirmar que (A) o aumento do setor secundário ficou aquém do crescimento do processo de industrialização. (B) o crescimento do setor terciário foi alavancado pelas transformações econômicas do Norte e Nordeste. (C) a partir da segunda metade do século XX, ocorreu a realocação da população ativa no interior da economia. (D) entre 1960 e 80, o crescimento econômico do País absorveu toda a mão-de-obra nos setores secundário e terciário. (E) a atual distribuição da população ativa pelos setores econômicos é inversamente proporcional àquela da década de A distribuição setorial da População Econômica Ativa reflete, de certa forma, as desigualdades econômicas regionais existentes no Brasil. Assim, baseado nos conhecimentos sobre o assunto, pode-se destacar que: (Governo do Estado do Rio de Janeiro 2007) A) No Norte, onde a parcela da população rural ainda é relativamente alta, a elevada participação do setor primário na absorção da força de trabalho revela a importância regional da agropecuária e do extrativismo vegetal e mineral. B) No Nordeste, a parcela da população rural, relativamente alta, reflete o absoluto predomínio do extrativismo vegetal sobre a agropecuária. C) No Sul, a intensificação do êxodo rural, nas últimas décadas, tornou irrisória a participação da população ativa no setor primário de produção. D) No Centro-Oeste, refletindo um acelerado processo de urbanização, a maior novidade é o crescimento da força de trabalho feminina, que já supera a população ativa masculina. E) No Sudeste, o grande desenvolvimento industrial determinou que a população ativa no setor secundário seja bastante superior à população ocupada nos setores primário e terciário. Geografia da População 13

14 Análise das causas e conseqüências dos deslocamentos da população ficha de aula nº 14 (Questões 26-38) 26- Entre os tipos mais significativos de migrantes temporários que se deslocam no território brasileiro, não podemos destacar: (Prefeitura Municipal de Teresópolis 2005) (A) indígenas aculturados, que se deslocam para as cidades em busca de trabalho para ganhar algum dinheiro que ajude na sobrevivência da tribo. (B) trabalhadores rurais e urbanos que migram para se empregarem nas construções de usinas hidrelétricas. (C) trabalhadores rurais que, na entressafra agrícola da região onde moram, deslocam-se para os lugares de garimpo. (D) trabalhadores rurais que migram para as cidades onde encontram trabalho na construção civil e nas funções terciárias de baixa qualificação. (E) trabalhadores urbanos que se deslocam diariamente de sua moradia para áreas distantes, em outros municípios, para o exercício de sua atividade de trabalho. 27. As migrações como elementos constitutivos do espaço geográfico são essencialmente dinâmicas e apresentam-se, a cada momento histórico, como condição para a realização de diversos processos sociais. Sobre isso, analise as afirmações abaixo. (Prefeitura da Cidade do Paulista 2006) I. As migrações causadas pelos fatores estruturais que resultam de situações circunstanciais, como crises políticas e econômicas, revoluções e perseguições atingem tanto países desenvolvidos como subdesenvolvidos. II. O processo de desterritorialização implica no desenraizamento de povos do seu antigo território com perda das referências culturais e dos vínculos afetivos com o lugar., III. A desintegração do bloco socialista deu origem na Alemanha a uma corrente migratória de retorno, pessoas que viviam fora do país por motivos políticos se reterritorializaram, obtendo melhores empregos e maior qualidade de vida. IV. As minorias étnicas, grupos minoritários de uma mesma origem, que migraram para outros países e se adaptaram ao novo território e à nova cultura, formaram comunidades chamadas diásporas. V. O aumento de imigrantes em busca de emprego nas cidades dos países desenvolvidos tem originado: guetos, espaços pobres, marginais diferenciados etnicamente e xenofobia. Estão incorretas: A) II e III. B) I e V. C) III e IV. D) I, III e IV. E) III, IV e V. Geografia da População 14

15 28- Política, etnicidade e religião estão entre as causas mais comuns de movimentação internacional de população na atualidade. Acerca de outros fatores que também determinam tal fenômeno, assinale a opção incorreta. (SESI/SP 2006) A) A urbanização, a globalização econômica e as telecomunicações afetam profundamente o mercado de trabalho e, por conseqüência, a migração. B) O aquecimento global, motivado pelo aumento na concentração de gases causadores do efeito estufa na atmosfera, é apontado como um possível indutor de migrações, na medida em que seus efeitos poderão se intensificar nas décadas futuras. C) São fatores que contribuem para as migrações internacionais na atualidade: a erosão do nacionalismo e o enfraquecimento das fronteiras nacionais. D) As áreas de maior dispersão de população migrante e refugiada no mundo incluem alguns países africanos. 29- Os movimentos migratórios foram responsáveis pela ocupação de grandes extensões do território brasileiro. O primeiro fluxo migratório significativo ocorreu com: (Governo do Estado de Pernambuco 2005) A) o ciclo da mineração, iniciado em Minas Gerais. B) o deslocamento de criadores de gado do litoral nordestino para o Sertão. C) a industrialização de São Paulo e Rio de Janeiro. D) o êxodo rural, em face da crise do cultivo de algodão no semi-árido. E) a extração de borracha na Floresta Amazônica. 30- A história da imigração para o Brasil foi dividida em diversos períodos. O segundo período, que vai de 1850 a 1930, teve diversos fatores desfavoráveis aos fluxos imigratórios. Analise os fatores apresentados abaixo. (Prefeitura Municipal de Buíque 2006) 1. A primeira Guerra Mundial. 2. A crise da economia (crise de 1929). 3. A obrigatoriedade de o imigrante pagar o financiamento da viagem com o seu trabalho na agricultura. 4. O desenvolvimento da cafeicultura. 5. Crise econômica na Itália. 6. A proibição do tráfico de escravos, com a Lei Eusébio de Queiroz. Estão corretos: A) 1, 2 e 5. B) 2, 3 e 6. C) 1, 2 e 3. D) 3, 4 e 6. E) 1, 2, 4 e 5. Geografia da População 15

16 31. Analise as proposições abaixo. (Prefeitura de Garanhuns/PE 2006) I. Os países mais afetados por movimentos migratórios são os mais pobres do mundo, pois as migrações se originaram das péssimas condições de vida que esses países apresentam. II. Nos países desenvolvidos, a falta de mão-de-obra não qualificada levou muitos governos a estimular as migrações até a década de III. No Brasil, de 1850 a 1930, houve uma significativa entrada de imigrantes livres no país, para trabalharem nas lavouras cafeeiras e nos centros urbano-industriais da região Sudeste no processo de povoamento da região Sul. IV. A imigração no Brasil começou a perder importância a partir de 1934, com a criação das leis de imigração, que restringiram a entrada de estrangeiro. Estão corretas A) I e II apenas. B) I e III apenas. C) II e IV apenas. D) I, II e IV apenas. E) I, II, III e IV. 32. (...) A criação das desigualdades regionais pode ser encarada como o motor principal das migrações internas que acompanham a industrialização nos moldes capitalistas.(...) Se se admite que a migração interna é um processo social, deve-se supor que ele tenha causas estruturais que impelem determinados grupos a se porem em movimento. Estas causas são quase sempre de fundo econômico (...) (Paul Singer, Economia política da urbanização) No contexto da citação acima é verdadeiro afirmar que: (Prefeitura Municipal de Itaituba 2006) A) a estagnação econômica do Nordeste faz com que essa região seja uma área de grande e constante repulsão populacional, principalmente a sub-região do sertão, fato que tem se agravado nos últimos anos, devido à carência de políticas públicas de combate à seca. B) nas últimas décadas, a expansão das fronteiras econômicas na Amazônia tornou essa região uma área de forte atração populacional, especialmente em locais onde essas fronteiras se expandem de forma mais intensa, a exemplo do Sul e Sudeste do Pará. C) nos últimos anos, ocorreu um aumento da imigração dos estados meridionais brasileiros, fato que tem estreita relação com a crise econômica pela qual passam esses estados, devido às constantes perdas das safras agrícolas, ocorridas em decorrência de fenômenos climáticos, a exemplo das prolongadas estiagens. D) o Sudeste brasileiro, especialmente a nossa maior metrópole, São Paulo, continua sendo o principal foco de atração de imigrantes, fato relacionado ao aumento da concentração industrial, tanto no Estado de São Paulo quanto na região em questão. Geografia da População 16

17 33. Na segunda metade do século XX, acentua-se a movimentação interna da população brasileira. Em 1940, 3,4 milhões de brasileiros viviam ausentes do seu local de origem. Em 1980, esse número foi de 46,3 milhões. Nesse período, as migrações (Governo do Estado de São Paulo 2007) (A) estavam concentradas no eixo Nordeste Sudeste, sendo pouco procuradas as outras regiões. (B) estavam relacionadas ao deslocamento da fronteira agrícola e, portanto, tinham um sentido rural-rural. (C) tiveram um sentido predominantemente econômico, pois as áreas de origem apresentavam dificuldades econômicas. (D) foram quase inexistentes na região Sul, que permaneceu como a principal região agrícola brasileira. (E) dirigiam-se maciçamente para o Norte e Centro-Oeste, que ampliavam as fronteiras agrícolas. Geografia da População 17

18 34- Sabendo que saldo migratório é a diferença entre o número de imigrantes e o de emigrantes, analise as proposições abaixo: (Prefeitura de Itaboraí 2007) I- Excluindo-se São Paulo e Rio de Janeiro, os estados com saldos migratórios positivos mais significativos encontram-se nas regiões Centro-Oeste e Norte, o que reflete as direções das fronteiras agrícolas nacionais. II- Os estados com os mais elevados saldos migratórios negativos encontram-se na Região Nordeste, o que reflete o longo ciclo histórico de repulsão demográfica regional que acompanhou o declínio relativo da economia nordestina. III- Os saldos migratórios negativos do Paraná e do Rio Grande do Sul resultam, principalmente, dos fluxos de saída de agricultores desses estados em direção às novas fronteiras agrícolas do Centro-Oeste e da Amazônia.. Está (ão) correta (s): A) I apenas B) I e II apenas C) I e III apenas D) II e III apenas E) I, II e III Geografia da População 18

19 35- A crescente urbanização é causada pelo crescimento natural da população e pela migração campocidade. Acerca dessa migração e da urbanização brasileira e mundial, assinale a opção INCORRETA. (Prefeitura Municipal de João Pessoa 2007) (A) Ao longo da segunda metade do século XX, ocorreu um grande êxodo rural no Brasil, transferindo populações rurais para as áreas urbanas do país. (B) As forças propulsoras do êxodo rural no Brasil incluem as oportunidades de melhor condição de vida e postos de trabalho oferecidos nas cidades. (C) Na África, as guerras civis, a degradação da terra e o esgotamento dos recursos naturais são fatores importantes na transferência de pessoas do meio rural para o meio urbano. (D) O percentual de população rural no Brasil vem decaindo em virtude das fortes pressões demográficas verificadas nas áreas rurais do país. (E) O êxodo rural é um movimento populacional de caráter definitivo. 36- Leia o texto extraído da Folha de S.Paulo, no dia 04/02/2005: (Prefeitura de Nova Serrana 2007) O aquecimento da Terra pode provocar o deslocamento de 150 milhões de pessoas em meados deste século. A conclusão é de um estudo apresentado durante uma conferência científica realizada no dia 2 de fevereiro de 2005, em Exeter (Reino Unido), destinada a debater a estabilização das mudanças climáticas. Isso explica uma forma de migração conhecida como: a) O movimento sazonal é gerado por mudanças climáticas que forçam populações a abandonarem o local até que possam retornar e reconstruir a vida. b) O movimento refere-se à transumância quando a população precisa abandonar o local onde vive e para isso recebe ajuda do governo. c) O movimento refere-se ao êxodo rural que força populações rurais a abandonarem o campo em direção a cidade. d) O movimento refere-se ao êxodo urbano, em que a população retornará à cidade, à procura de melhores condições de vida. 37. O estado brasileiro de Roraima passou por um intenso e efêmero fluxo migratório ao final dos anos 1980, a partir da descoberta de ouro aluvial. A febre do garimpo foi diminuída de forma abrupta em 1991, quando foi sancionada, pelo governo federal, a demarcação definitiva da reserva dos Yanomami, onde se localizam os grandes depósitos de ouro. São, respectivamente, um fator que facilitou a corrida do ouro para Roraima e uma conseqüência do término do garimpo na área: (Governo do Estado do Rio de Janeiro 2007) A) a expansão da estrada de ferro de Carajás e o aumento dos conflitos por terra entre ex-garimpeiros e grileiros B) a pavimentação da BR-174, que liga Manaus a Boa Vista, e a formação de uma vasta periferia urbana miserável em torno de Boa Vista C) a instalação da hidrovia do rio Madeira e o crescimento da oferta de mão-de-obra temporária para os cultivos de soja na região D) a disponibilidade de mão-de-obra antes empregada na exploração mineral na serra do Navio e o deslocamento de garimpeiros para terras venezuelanas E) a proximidade de núcleos urbanos planejados, como Paraupebas e Laranjal do Jarí, e a diminuição do número de habitantes do estado no censo demográfico de 2000 Geografia da População 19

20 38. Ao discutir o fenômeno da migração, Damiani (1998) apresenta as afirmações abaixo. (Prefeitura do Município de São Paulo 2004) I. Tanto as migrações internacionais como as migrações internas comprovam o processo de expropriação e de exploração que marcam o desenvolvimento do capitalismo em países como o Brasil. II. A migração rural-urbana, quando teve um caráter mais permanente criou a expectativa de que, na cidade, o migrante teria um emprego, que permanentemente, o reproduziria na condição de trabalhador. III. Não há como associar a migração ao processo de desenvolvimento capitalista. O primeiro é um fenômeno demográfico; o segundo é eminentemente político e econômico. Está correto SOMENTE o que se afirma em (A) I. (B)) I e II. (C) II. (D) II e III. (E) III. Geografia da População 20

CORREÇÃO TAREFAS. Aulas 1 4 Pág. 24-31

CORREÇÃO TAREFAS. Aulas 1 4 Pág. 24-31 CORREÇÃO TAREFAS Aulas 1 4 Pág. 24-31 Paginas 24 e 25 1. a) População absoluta é a população total de um determinado local. b) População relativa é a densidade demográfica, ou seja, média de habitantes

Leia mais

DEMOGRAFIA II. Prof. Maicon Fiegenbaum

DEMOGRAFIA II. Prof. Maicon Fiegenbaum DEMOGRAFIA II Prof. Maicon Fiegenbaum Estrutura etária; Estrutura econômica; Migrações; IDH. ESTRUTURA ETÁRIA Populações Jovens *países subdesenvolvidos; *elevado crescimento vegetativo e a baixa expectativa

Leia mais

Estrutura Populacional e Indicadores socioeconômicos

Estrutura Populacional e Indicadores socioeconômicos POPULAÇÃO BRASILEIRA Estrutura Populacional e Indicadores socioeconômicos Desde a colonização do Brasil o povoamento se concentrou no litoral do país. No início do século XXI, a população brasileira ainda

Leia mais

DINÂMICAS POPULACIONAIS

DINÂMICAS POPULACIONAIS DINÂMICAS POPULACIONAIS Distribuição e Migração Pág. 9-13 DIFERENÇAS NA DISTRIBUIÇÃO POPULACIONAL Áreas Povoadas x Áreas menos povoadas Fatores que influenciam a distribuição humana Fatores naturais Fatores

Leia mais

CRESCIMENTO POPULACIONAL NO BRASIL

CRESCIMENTO POPULACIONAL NO BRASIL GEOGRAFIA CRESCIMENTO POPULACIONAL NO BRASIL 1. ASPECTOS GERAIS O Brasil atualmente apresenta-se como o quinto país mais populoso do mundo, ficando atrás apenas da China, Índia, Estados Unidos e Indonésia.

Leia mais

7ºano 2º período vespertino 25 de abril de 2014

7ºano 2º período vespertino 25 de abril de 2014 GEOGRAFIA QUESTÃO 1 A Demografia é a ciência que estuda as características das populações humanas e exprime-se geralmente através de valores estatísticos. As características da população estudadas pela

Leia mais

Nome: n o : Geografia. Exercícios de recuperação

Nome: n o : Geografia. Exercícios de recuperação Nome: n o : Ensino: Fundamental Ano: 7 o Turma: Data: Professor(a): Maria Silvia Geografia Exercícios de recuperação 1) Para a geografia, qual é o conceito de região? 2) Entre os aspectos utilizados para

Leia mais

UNIVERSIDADE DE TAUBATÉ POLÍTICA E SOCIEDADE NO BRASIL CONTEMPORÂNEO A DINAMICA POPULACIONAL A PARTIR DA DECADA DE 1960 NO BRASIL

UNIVERSIDADE DE TAUBATÉ POLÍTICA E SOCIEDADE NO BRASIL CONTEMPORÂNEO A DINAMICA POPULACIONAL A PARTIR DA DECADA DE 1960 NO BRASIL UNIVERSIDADE DE TAUBATÉ POLÍTICA E SOCIEDADE NO BRASIL CONTEMPORÂNEO A DINAMICA POPULACIONAL A PARTIR DA DECADA DE 1960 NO BRASIL Thaís Schmidt Salgado Vaz de Castro thaissalgado@hotmail.com; Felipe José

Leia mais

Dinâmica demográfica e qualidade de vida da população brasileira Parte II

Dinâmica demográfica e qualidade de vida da população brasileira Parte II Dinâmica demográfica e qualidade de vida da população brasileira Parte II A nova Pirâmide Etária do Brasil; Crescimento horizontal devido às migrações; É um tipo de gráfico que representa os dados sobre

Leia mais

GEOGRAFIA DA POPULAÇÃO

GEOGRAFIA DA POPULAÇÃO GEOGRAFIA DA POPULAÇÃO O que é População? População é um conjunto de pessoas que ocupam um determinado espaço em um período de tempo específico. Ela pode ser classificada segundo vários aspectos, como:

Leia mais

BRASIL REGIONALIZAÇÕES. Mapa II

BRASIL REGIONALIZAÇÕES. Mapa II BRASIL REGIONALIZAÇÕES QUESTÃO 01 - Baseado na regionalização brasileira, apresentados pelos dois mapas a seguir, é INCORRETO afirmar que: Mapa I Mapa II A B D C a. ( ) O mapa II apresenta a divisão do

Leia mais

1 (0,5) Dos 3% de água doce que estão na superfície terrestre, onde estão concentradas as grandes parcelas dessas águas? R:

1 (0,5) Dos 3% de água doce que estão na superfície terrestre, onde estão concentradas as grandes parcelas dessas águas? R: Data: / /2014 Bimestre: 3 Nome: 6 ANO Nº Disciplina: Geografia Professor: Geraldo Valor da Atividade: 2,0 (Dois) Nota: GRUPO 6 1 (0,5) Dos 3% de água doce que estão na superfície terrestre, onde estão

Leia mais

Geografia Por Tabata

Geografia Por Tabata Geografia Por Tabata População População Absoluta: total de habitantes de um dado lugar Ex.: China = maior população cerca 1 bilhão e 300 milhões de habitantes China = país populoso Populoso é o país que

Leia mais

Como está a situação da população mundial e que expectativa razoável podemos ter para o futuro?

Como está a situação da população mundial e que expectativa razoável podemos ter para o futuro? População mundial Leia as manchetes abaixo: População mundial superará 9,2 bilhões em 2050, estima ONU BBC Brasil Casais ricos burlam lei do filho único na China BBC Brasil A população mundial atingiu

Leia mais

Matéria da Recuperação. Industrialização Urbanização População

Matéria da Recuperação. Industrialização Urbanização População Disciplina: Geografia Roteiro de Recuperação Ano / Série: 7º Professor (a): Gabriel Data: / / 2013 Matéria da Recuperação Industrialização Urbanização População 1- A função urbana de uma cidade diz respeito

Leia mais

Aluno(a): Nº. Professor: Anderson José Soares Série: 7º Disciplina: Geografia. Pré Universitário Uni-Anhanguera

Aluno(a): Nº. Professor: Anderson José Soares Série: 7º Disciplina: Geografia. Pré Universitário Uni-Anhanguera Pré Universitário Uni-Anhanguera Questão 01) A distribuição da população pela superfície do planeta é desigual, orientada por fatores históricos, econômicos ou naturais. No caso do Brasil, conclui-se que

Leia mais

Taxa de analfabetismo

Taxa de analfabetismo B Taxa de analfabetismo B.1................................ 92 Níveis de escolaridade B.2................................ 94 Produto Interno Bruto (PIB) per capita B.3....................... 96 Razão de

Leia mais

Também conhecido como densidade populacional ou população relativa. É a medida expressa pela relação entre a população e a superfície do território.

Também conhecido como densidade populacional ou população relativa. É a medida expressa pela relação entre a população e a superfície do território. Também conhecido como densidade populacional ou população relativa. É a medida expressa pela relação entre a população e a superfície do território. É geralmente expressa em habitantes por quilômetro quadrado

Leia mais

Brasil e suas Organizações políticas e administrativas. Brasil Atual 27 unidades político-administrativas 26 estados e distrito federal

Brasil e suas Organizações políticas e administrativas. Brasil Atual 27 unidades político-administrativas 26 estados e distrito federal Brasil e suas Organizações políticas e administrativas GEOGRAFIA Em 1938 Getúlio Vargas almejando conhecer o território brasileiro e dados referentes a população deste país funda o IBGE ( Instituto Brasileiro

Leia mais

Revisão para prova de recuperação sétimo ano - geografia

Revisão para prova de recuperação sétimo ano - geografia Revisão para prova de recuperação sétimo ano - geografia 1- Assinale qual dos princípios a seguir não representa as premissas da teoria malthusiana: a) utilização de métodos contraceptivos para controle

Leia mais

A população mundial superou a marca de 7 bilhões de pessoas. O crescimento demográfico resulta da diferença entre as taxas de natalidade e de

A população mundial superou a marca de 7 bilhões de pessoas. O crescimento demográfico resulta da diferença entre as taxas de natalidade e de População Geografia da população mundial A população mundial superou a marca de 7 bilhões de pessoas. O crescimento demográfico resulta da diferença entre as taxas de natalidade e de mortalidade. A

Leia mais

População é o conjunto de habitantes de um determinado lugar em um determinado tempo;

População é o conjunto de habitantes de um determinado lugar em um determinado tempo; INTRODUÇÃO À GEOGRAFIA DA POPULAÇÃO 1 Aspectos teóricos e metodológicos da geografia da população População é o conjunto de habitantes de um determinado lugar em um determinado tempo; A importância de

Leia mais

CADERNO DE ATIVIDADES

CADERNO DE ATIVIDADES COLÉGIO ARNALDO 2014 CADERNO DE ATIVIDADES GEOGRAFIA ATENÇÃO: Este trabalho deverá ser realizado em casa, trazendo as dúvidas para serem sanadas durante as aulas de plantão. Aluno (a): 5º ano Turma: Professora:

Leia mais

ESTADO DO PARANÁ SECRETÁRIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO

ESTADO DO PARANÁ SECRETÁRIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO ESTADO DO PARANÁ SECRETÁRIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO Núcleo Regional de Educação de Toledo Colégio Estadual Jardim Gisele Ensino Fundamental e Médio PLANO DE TRABALHO DOCENTE - 2015 TRABALHO DOCENTE Estabelecimento

Leia mais

A POPULAÇÃO BRASILEIRA

A POPULAÇÃO BRASILEIRA A POPULAÇÃO BRASILEIRA A origem dos brasileiros A população brasileira é heterogênea e foi constituída por três principais grupos étnicos Indígena Cafuzo Negro africano Caboclo ou mameluco Branco europeu

Leia mais

VOLUME 1o. VOLUME 2o.

VOLUME 1o. VOLUME 2o. Programação Anual 1 ạ Série 1 ọ 2 ọ 1. A ciência geográfica Lugar, território e espaço 2. Astronomia Assim teve início a Astronomia Qual a origem do Universo? 3. Fusos horários Resolução de problemas com

Leia mais

No mapa, destaca-se uma área onde se concentram cidades que representam, atualmente, grande potencial turístico.

No mapa, destaca-se uma área onde se concentram cidades que representam, atualmente, grande potencial turístico. 11 GEOGRAFIA No mapa, destaca-se uma área onde se concentram cidades que representam, atualmente, grande potencial turístico. a) Cite o nome de três destas cidades e identifique o estado brasileiro onde

Leia mais

URBANIZAÇÃO LUGAR É A BASE

URBANIZAÇÃO LUGAR É A BASE URBANIZAÇÃO LUGAR É A BASE. DA REPRODUÇÃO DA VIDA E PODE SER ANALISADO PELA TRÍADE HABITANTE- IDENTIDADE-LUGAR. OBJETIVOS ESPECÍFICOS A. Caracterizar o fenômeno da urbanização como maior intervenção humana

Leia mais

EXERCÍCIOS DE REVISÃO

EXERCÍCIOS DE REVISÃO GEOGRAFIA / /2012 ALUNO: N.º TURMA EXERCÍCIOS DE REVISÃO FONTES DE ENERGIA Fontes renováveis: eólica, marés, solar, biomassa. Fontes não renováveis: combustíveis fósseis e radioativos. Fontes mais utilizadas

Leia mais

* Trabalho Apresentado no XV Encontro Nacional de Estudos populacionais, ABEP, realizado em Caxambu MG Brasil, de 18 a 22 de setembro de 2006.

* Trabalho Apresentado no XV Encontro Nacional de Estudos populacionais, ABEP, realizado em Caxambu MG Brasil, de 18 a 22 de setembro de 2006. DEMOGRAFIA E EDUCAÇÃO NO BRASIL: AS DESIGUALDADES REGIONAIS* FERNANDA R. BECKER UERJ Resumo: A População brasileira está se transformando, passando por mudanças significativas nas últimas décadas. Estas

Leia mais

TAG 4/2010 STC-6. Trabalho realizado por: Vera Valadeiro, nº 20

TAG 4/2010 STC-6. Trabalho realizado por: Vera Valadeiro, nº 20 TAG 4/2010 STC-6 Trabalho realizado por: Vera Valadeiro, nº 20 1 Índice Introdução A Migração As Diversas Formas de migração humana As Causas ou motivos de migração humana Os grandes fluxos de migratórios

Leia mais

Ano: 7º Turma: 7.1 e 7.2

Ano: 7º Turma: 7.1 e 7.2 COLÉGIO NOSSA SENHORA DA PIEDADE Programa de Recuperação Paralela 2ª Etapa 2014 Disciplina: Geografia Professor (a): Fernando Parente Ano: 7º Turma: 7.1 e 7.2 Caro aluno, você está recebendo o conteúdo

Leia mais

GEOGRAFIA PROF. LUCIANO DE PAULA

GEOGRAFIA PROF. LUCIANO DE PAULA GEOGRAFIA PROF. LUCIANO DE PAULA MIGRAÇÕES As migrações humanas tiveram lugar, em todos os tempos, e numa variedade de circunstâncias. Têm sido, tribais, nacionais, internacionais, de classes ou individuais.

Leia mais

2 ASPECTOS DEMOGRÁFICOS

2 ASPECTOS DEMOGRÁFICOS 2 ASPECTOS DEMOGRÁFICOS Neste capítulo se pretende avaliar os movimentos demográficos no município de Ijuí, ao longo do tempo. Os dados que fomentam a análise são dos censos demográficos, no período 1920-2000,

Leia mais

D) Em uma Ordem Multipolar, o poder mundial estaria dividido entre Estados Unidos, Rússia, Inglaterra, Índia e Coreia do Sul.

D) Em uma Ordem Multipolar, o poder mundial estaria dividido entre Estados Unidos, Rússia, Inglaterra, Índia e Coreia do Sul. Aluno(a): PROF.: B - Negão DISCIP.: Geografia DATA: / /2016 ATIVIDADE INSTRUMENTAL 9 º A ( x ) B ( x ) C ( x ) D ( ) 1 - (UERN-2011) GAB=C Nova Ordem Mundial e o nome dado a configuração de relações internacionais

Leia mais

DEMOGRAFIA E RECURSOS NATURAIS: AS INFLUÊNCIAS DO PENSAMENTO MALTHUSIANO

DEMOGRAFIA E RECURSOS NATURAIS: AS INFLUÊNCIAS DO PENSAMENTO MALTHUSIANO 1 DEMOGRAFIA E RECURSOS NATURAIS: AS INFLUÊNCIAS DO PENSAMENTO MALTHUSIANO Francisco Albertino Ribeiro dos Santos 1 Antônio Wilton Cajado de Sousa 2 Everton José Amaral Pereira 3 Rafael Rebelo Lopes 4

Leia mais

Aula5 POPULAÇÃO E DEMOGRAFIA NO BRASIL. Debora Barbosa da Silva

Aula5 POPULAÇÃO E DEMOGRAFIA NO BRASIL. Debora Barbosa da Silva Aula5 POPULAÇÃO E DEMOGRAFIA NO BRASIL META Refletir sobre as características da população brasileira como fundamento para a compreensão da organização do território e das políticas de planejamento e desenvolvimento

Leia mais

Entenda o que é IDH Secretaria de Saúde Pública do Pará

Entenda o que é IDH Secretaria de Saúde Pública do Pará Entenda o que é IDH Secretaria de Saúde Pública do Pará O Índice de Desenvolvimento Humano (IDH), divulgado pela ONU, parte do pressuposto de que para aferir o avanço de uma população não se deve considerar

Leia mais

Geografia Fascículo 05 Fernanda Zuquim Guilherme De Benedictis

Geografia Fascículo 05 Fernanda Zuquim Guilherme De Benedictis Geografia Fascículo 05 Fernanda Zuquim Guilherme De Benedictis Índice A Urbanização Brasileira Resumo Teórico...1 Exercícios...4 Gabarito...5 A Urbanização Brasileira Resumo Teórico Urbanização, uma tendência

Leia mais

Domínios Morfoclimáticos

Domínios Morfoclimáticos Domínios Morfoclimáticos Os domínios morfoclimáticos representam a interação e a integração do clima, relevo e vegetação que resultam na formação de uma paisagem passível de ser individualizada. Domínios

Leia mais

TRÁFICO HUMANO E AS MIGRAÇÕES INTERNACIONAIS

TRÁFICO HUMANO E AS MIGRAÇÕES INTERNACIONAIS TRÁFICO HUMANO E AS MIGRAÇÕES INTERNACIONAIS MOVIMENTOS MIGRATÓRIOS INTERNACIONAIS 1. RAZÕES DAS MIGRAÇÕES FATORES ATRATIVOS X FATORES REPULSIVOS - CONDIÇÕES DE VIDA - OFERTAS DE EMPREGO - SEGURANÇA -

Leia mais

ESTUDOS DE POPULAÇÃO MUNDIAL

ESTUDOS DE POPULAÇÃO MUNDIAL ESTUDOS DE POPULAÇÃO MUNDIAL O crescimento natural da população remete continuamente a problemas relativos à preservação do meio e os povos devem adotar normas e medidas apropriadas para fazer frente

Leia mais

Sociedade, Tecnologia e Ciência!

Sociedade, Tecnologia e Ciência! Sociedade, Tecnologia e Ciência! NG 6 - URBANISMO E MOBILIDADE! Mobilidades Locais e Globais Helder Alvalade! Objectivos!! conhecer os vários tipos de migrações;! identificar consequências demográficas,

Leia mais

Concentração de serviços (hospitais, escolas, centros de pesquisas, transportes etc.);

Concentração de serviços (hospitais, escolas, centros de pesquisas, transportes etc.); ESPAÇO URBANO E ESPAÇO RURAL O espaço urbano é o espaço das cidades e se caracteriza pelo predomínio das atividades secundárias e te r- ciárias, ou seja, as atividades industriais, comerciais e de serviços.

Leia mais

Urbanização Brasileira

Urbanização Brasileira Urbanização Brasileira 1. Veja, 28/6/2006 (com adaptações).27 Com base nessas informações, assinale a opção correta a respeito do pedágio nas cidades mencionadas. a) A preocupação comum entre os países

Leia mais

Tipos de migrações Causas e consequências Fluxos migratórios no mundo

Tipos de migrações Causas e consequências Fluxos migratórios no mundo Tipos de migrações Causas e consequências Fluxos migratórios no mundo As migrações populacionais remontam aos tempos pré históricos. O homem parece estar constantemente à procura de novos horizontes. O

Leia mais

Roteiro de Estudos. 3 trimestre - 2015

Roteiro de Estudos. 3 trimestre - 2015 Roteiro de Estudos 3 trimestre - 2015 Disciplina: Geografia Professor: Eduardo 3ª série O que devo saber: Crescimento populacional no Brasil e no mundo. Sociedade e economia. Povos em movimento e migrações

Leia mais

Disciplina: Geografia da População Carga Horária Total: 75 H

Disciplina: Geografia da População Carga Horária Total: 75 H Disciplina: Geografia da População Carga Horária Total: 75 H PLANO DE CURSO I EMENTA Teorias e políticas de população; A população e suas formas de ocupação do espaço; A evolução da população e seus indicadores;

Leia mais

Vestibular UFRGS 2015. Resolução da Prova de Geografia

Vestibular UFRGS 2015. Resolução da Prova de Geografia Vestibular UFRGS 2015 Resolução da Prova de Geografia 51. Alternativa (B) Orientação. A questão pede a localização de países que apresentam iluminação solar oposta a do Brasil. Como estava começando o

Leia mais

É CORRETO afirmar que essa modalidade de desemprego é conseqüência. A) da adoção de novas tecnologias de produção e gerenciamento industrial.

É CORRETO afirmar que essa modalidade de desemprego é conseqüência. A) da adoção de novas tecnologias de produção e gerenciamento industrial. PROVA DE GEOGRAFIA QUESTÃO 09 Parcela considerável do desemprego que se verifica, atualmente, no mundo, está associada a mudanças estruturais na economia é o denominado desemprego estrutural. É CORRETO

Leia mais

Centro-Sul Brasileiro

Centro-Sul Brasileiro Centro-Sul Brasileiro 1. (UFSC - 2010) Gráfico elaborado a partir de dados do IBGE, Anuário Estatístico do Brasil, jan. 2001. (Adaptado) Com base no gráfico acima, Brasil: Valor da produção industrial,

Leia mais

1) INSTRUÇÃO: Para responder à questão, considere as afirmativas a seguir, sobre a Região Nordeste do Brasil.

1) INSTRUÇÃO: Para responder à questão, considere as afirmativas a seguir, sobre a Região Nordeste do Brasil. Marque com um a resposta correta. 1) INSTRUÇÃO: Para responder à questão, considere as afirmativas a seguir, sobre a Região Nordeste do Brasil. I. A região Nordeste é a maior região do país, concentrando

Leia mais

Exercícios sobre África: Características Físicas e Organizações Territoriais

Exercícios sobre África: Características Físicas e Organizações Territoriais Exercícios sobre África: Características Físicas e Organizações Territoriais 1. Observe o mapa a seguir. As partes destacadas no mapa indicam: a) Áreas de clima desértico. b) Áreas de conflito. c) Áreas

Leia mais

Estado da motorização individual no Brasil Relatório 2015. Coordenação: Juciano Martins Rodrigues. Observatório das Metrópoles

Estado da motorização individual no Brasil Relatório 2015. Coordenação: Juciano Martins Rodrigues. Observatório das Metrópoles Estado da motorização individual no Brasil Relatório 2015 Estado da motorização individual no Brasil Relatório 2015 Coordenação: Juciano Martins Rodrigues Observatório das Metrópoles Luiz Cesar de Queiroz

Leia mais

A urbanização Brasileira

A urbanização Brasileira A urbanização Brasileira Brasil Evolução da população ruralurbana entre 1940 e 2006. Fonte: IBGE. Anuário estatístico do Brasil, 1986, 1990, 1993 e 1997; Censo demográfico, 2000; Síntese Fonte: IBGE. Anuário

Leia mais

Capítulo 3. Fichas de Qualificação de Indicadores

Capítulo 3. Fichas de Qualificação de Indicadores Capítulo 3 Fichas de Qualificação de Indicadores A Demográficos População total A.1................................... 58 Razão de sexos A.2................................... 60 Taxa de crescimento da

Leia mais

Questão 1. Resposta A. Resposta B

Questão 1. Resposta A. Resposta B Questão 1 Ao longo do século XX, as cidades norte-americanas se organizaram espacialmente de um modo original: a partir do Central Business District (CBD), elas se estruturaram em circunferências concêntricas

Leia mais

Centro Educacional Juscelino Kubitschek

Centro Educacional Juscelino Kubitschek Centro Educacional Juscelino Kubitschek ALUNO: N.º: DATA: / /2011 ENSINO FUNDAMENTAL SÉRIE: 6ª série/7 ano TURMA: TURNO: DISCIPLINA: GEOGRAFIA PROFESSOR: Equipe de Geografia Roteiro e lista de Recuperação

Leia mais

DINÂMICA POPULACIONAL MUNDIAL

DINÂMICA POPULACIONAL MUNDIAL DINÂMICA POPULACIONAL MUNDIAL O s diferentes aspectos demográficos, tais como: população absoluta, densidade demográfica, crescimento demográfico, crescimento populacional, distribuição geográfica da população,

Leia mais

GEOGRAFIA. Prof. Marcus

GEOGRAFIA. Prof. Marcus GEOGRAFIA Prof. Marcus Migração e xenofobia Migração Trata-se de um fluxo de pessoas. Existe por diversos motivos, como: Fluxos globais, regiões superpovoadas, desemprego, desorganização, desigualdade,

Leia mais

Material de apoio para o exame final

Material de apoio para o exame final Professor Rui Piassini Geografia 1º EM Material de apoio para o exame final Questão 01) Em toda a história da humanidade os agrupamentos humanos ou os indivíduos, isoladamente, se movimentam pelo espaço,

Leia mais

Questão 45. Questão 47. Questão 46. alternativa E. alternativa B

Questão 45. Questão 47. Questão 46. alternativa E. alternativa B Questão 45 O mundo contemporâneo necessita de novas fontes de energia para substituir as convencionais.ospaísesbuscamformasalternativasde produzir energia de acordo com suas características geográficas,

Leia mais

Analfabetismo no Brasil

Analfabetismo no Brasil Analfabetismo no Brasil Ricardo Paes de Barros (IPEA) Mirela de Carvalho (IETS) Samuel Franco (IETS) Parte 1: Magnitude e evolução do analfabetismo no Brasil Magnitude Segundo estimativas obtidas com base

Leia mais

Marie Curie Vestibulares Lista 4 Geografia Matheus Ronconi AGROPECUÁRIA, INDÚSTRIA E DISTRIBUIÇÃO TECNOLÓGICA MUNDIAL

Marie Curie Vestibulares Lista 4 Geografia Matheus Ronconi AGROPECUÁRIA, INDÚSTRIA E DISTRIBUIÇÃO TECNOLÓGICA MUNDIAL AGROPECUÁRIA, INDÚSTRIA E DISTRIBUIÇÃO TECNOLÓGICA MUNDIAL 1) (UDESC - 2012) São exemplos da indústria de bens de consumo (ou leve): a) Indústria de autopeças e de alumínio. b) Indústria de automóveis

Leia mais

A URBANIZAÇÃO BRASILEIRA. www.tiberiogeo.com.br A Geografia Levada a Sério

A URBANIZAÇÃO BRASILEIRA. www.tiberiogeo.com.br A Geografia Levada a Sério A URBANIZAÇÃO BRASILEIRA 1 Início de nossa urbanização Segundo o Censo 2010 aponta que aproximadamente 85% é urbano; Nossa economia estava voltada para a exportação; As primeiras ocupações urbanas se deram

Leia mais

PROGRAMA DE AÇÃO A DE COMBATE À DESERTIFICAÇÃO E MITIGAÇÃO DOS EFEITOS DA SECA- PAN-Brasil

PROGRAMA DE AÇÃO A DE COMBATE À DESERTIFICAÇÃO E MITIGAÇÃO DOS EFEITOS DA SECA- PAN-Brasil PROGRAMA DE AÇÃO A NACIONAL DE COMBATE À DESERTIFICAÇÃO E MITIGAÇÃO DOS EFEITOS DA SECA- PAN-Brasil Secretaria de Extrativismo e Desenvolvimento Rural Sustentável Coordenação de Combate à Desertificação

Leia mais

A POPULAÇÃO MUNDIAL. População absoluta e população relativa

A POPULAÇÃO MUNDIAL. População absoluta e população relativa A POPULAÇÃO MUNDIAL Com o rápido crescimento da população mundial, especialmente nos países subdesenvolvidos, estatísticas dão-nos conta que em 2050 poderemos chegar até 12,5 biliões de habitantes no planeta.

Leia mais

CONCEITOS POPULACIONAIS PROFº CLAUDIO FRANCISCO GALDINO GEOGRAFIA

CONCEITOS POPULACIONAIS PROFº CLAUDIO FRANCISCO GALDINO GEOGRAFIA CONCEITOS POPULACIONAIS PROFº CLAUDIO FRANCISCO GALDINO GEOGRAFIA Oferecimento Fábrica de Camisas Grande Negão AQUELA QUE TRAZ EMOÇÃO. PARA VOCÊ E SEU IRMÃO!!! ESTUDO DA POPULAÇÃO P/ GEOGRAFIA - objetivo

Leia mais

GEOGRAFIA. População Brasileira

GEOGRAFIA. População Brasileira População Brasileira No Brasil a concentração populacional tem sua maior ocorrência em áreas litorâneas ou próximas ao litoral. Temos como fatores contribuintes as faixas de planície, clima tropical, sem

Leia mais

CP/CAEM/2005 1ª AVALIAÇÃO FORMATIVA - 2005 FICHA AUXILIAR DE CORREÇÃO

CP/CAEM/2005 1ª AVALIAÇÃO FORMATIVA - 2005 FICHA AUXILIAR DE CORREÇÃO CP/CAEM/05 1ª AVALIAÇÃO FORMATIVA - 05 FICHA AUXILIAR DE CORREÇÃO GEOGRAFIA DO BRASIL 1ª QUESTÃO (Valor 6,0) Analisar os fatores fisiográficos do espaço territorial do Brasil, concluindo sobre a influência

Leia mais

Urbanização no Brasil

Urbanização no Brasil Urbanização no Brasil Urbanização é o aumento proporcional da população urbana em relação à população rural. Segundo esse conceito, só ocorre urbanização quando o crescimento da população urbana é superior

Leia mais

Geografi a FUVEST ETAPA. Resposta QUESTÃO 1

Geografi a FUVEST ETAPA. Resposta QUESTÃO 1 Geografi a FUVEST QUESTÃO 1 Os gráficos abaixo representam a composição da brasileira, por sexo e idade, nos anos de 199 e 213, bem como sua projeção para 25. Observe que, para cada ano, está destacado

Leia mais

Analise este mapa, em que estão destacadas as áreas mais afetadas pela desertificação na Região Nordeste do Brasil:

Analise este mapa, em que estão destacadas as áreas mais afetadas pela desertificação na Região Nordeste do Brasil: Questão 01 Analise este mapa, em que estão destacadas as áreas mais afetadas pela desertificação na Região Nordeste do Brasil: FONTE: MINISTÉRIO DO MEIO AMBIENTE, DOS RECURSOS HÍDRICOS E DA AMAZÔNIA LEGAL.

Leia mais

SÉRIE/ANO: 2º TURMA(S): A, B, C, D, E, F, G, H Disciplina: Geografia DATA: 05 / 10 / 2015

SÉRIE/ANO: 2º TURMA(S): A, B, C, D, E, F, G, H Disciplina: Geografia DATA: 05 / 10 / 2015 SECRETARIA DE SEGURANÇA PÚBLICA/SECRETARIA DE EDUCAÇÃO POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE GOIÁS COMANDO DE ENSINO POLICIAL MILITAR COLÉGIO DA POLÍCIA MILITAR UNIDADE POLIVALENTE MODELO VASCO DOS REIS SÉRIE/ANO:

Leia mais

Estudo Estratégico n o 4. Como anda o desenvolvimento do Estado do Rio de Janeiro? Valéria Pero Adriana Fontes Luisa de Azevedo Samuel Franco

Estudo Estratégico n o 4. Como anda o desenvolvimento do Estado do Rio de Janeiro? Valéria Pero Adriana Fontes Luisa de Azevedo Samuel Franco Estudo Estratégico n o 4 Como anda o desenvolvimento do Estado do Rio de Janeiro? Valéria Pero Adriana Fontes Luisa de Azevedo Samuel Franco PANORAMA GERAL ERJ receberá investimentos recordes da ordem

Leia mais

2011/2012 Geografia 8º Ano de escolaridade

2011/2012 Geografia 8º Ano de escolaridade 2011/2012 Geografia 8º Ano de escolaridade O aumento da população ficará na história da Humanidade como o facto mais extraordinário do século XX. Há cerca de cinquenta anos estimava-se a população em cerca

Leia mais

Tipos de Migrações. podem ser quanto ao espaço. Êxodo Rural Êxodo Urbano Intracontinental Intercontinental

Tipos de Migrações. podem ser quanto ao espaço. Êxodo Rural Êxodo Urbano Intracontinental Intercontinental Migrações Humanas O acto migratório envolve ou a necessidade de mobilizar-se em função da sobrevivência (defesa da própria vida, liberdade, possibilidades económicas, causas ecológicas) ou bem a vontade

Leia mais

Colégio Policial Militar Feliciano Nunes Pires

Colégio Policial Militar Feliciano Nunes Pires Colégio Policial Militar Feliciano Nunes Pires Professor: Josiane Vill Disciplina: Geografia Série: 3ª Ano Tema da aula: Crescimento populacional: tendências e dilemas Objetivo da aula: contextualizar

Leia mais

O continente africano

O continente africano O continente africano ATIVIDADES Questão 04 Observe o mapa 2 MAPA 2 Continente Africano Fonte: . A região do Sahel, representada

Leia mais

Prova 3 Geografia QUESTÕES APLICADAS A TODOS OS CANDIDATOS QUE REALIZARAM A PROVA ESPECÍFICA DE GEOGRAFIA. QUESTÕES OBJETIVAS GABARITO 3

Prova 3 Geografia QUESTÕES APLICADAS A TODOS OS CANDIDATOS QUE REALIZARAM A PROVA ESPECÍFICA DE GEOGRAFIA. QUESTÕES OBJETIVAS GABARITO 3 Prova 3 QUESTÕES OBJETIVAS QUESTÕES APLICADAS A TODOS OS CANDIDATOS QUE REALIZARAM A PROVA ESPECÍFICA DE GEOGRAFIA. UEM Comissão Central do Vestibular Unificado GEOGRAFIA 01 Sobre as rochas que compõem

Leia mais

LISTA DE RECUPERAÇÃO 2ª SÉRIE EM

LISTA DE RECUPERAÇÃO 2ª SÉRIE EM COLÉGIO FRANCO-BRASILEIRO NOME: N : TURMA: PROFESSOR(A): ANO: 9º DATA: / / 2014 LISTA DE RECUPERAÇÃO 2ª SÉRIE EM 1-O território brasileiro apresenta diferentes tipos de clima que são influenciados por

Leia mais

América anglo-saxônica. Diferentes povos construíram duas fortes economias

América anglo-saxônica. Diferentes povos construíram duas fortes economias América anglo-saxônica Diferentes povos construíram duas fortes economias A América Desenvolvida Conhecido também como Novo Mundo, a América é sinônimo de miscigenação, desenvolvimento e mazelas sociais.

Leia mais

Quase 10% dos brasileiros têm mais de 70 anos. Segundo o IBGE, em 40 anos o número de idosos deverá superar o de jovens

Quase 10% dos brasileiros têm mais de 70 anos. Segundo o IBGE, em 40 anos o número de idosos deverá superar o de jovens Um país de idosos Quase 10% dos brasileiros têm mais de 70 anos. Segundo o IBGE, em 40 anos o número de idosos deverá superar o de jovens A expectativa de vida do brasileiro aumentou mais de 20 anos em

Leia mais

O Afeganistão foi alvo de potências estrangeiras ao longo dos séculos XIX e XX e início do XXI.

O Afeganistão foi alvo de potências estrangeiras ao longo dos séculos XIX e XX e início do XXI. 31 c Megacidades são aglomerações urbanas que a) alojam centros do poder mundial e sedes de empresas transnacionais. b) concentram mais de 50% da população total, em países pobres. c) têm mais de 10 milhões

Leia mais

A ONU ESTIMA QUE, ATÉ 2050, DOIS TERÇOS DA POPULAÇÃO MUNDIAL ESTARÃO MORANDO EM ÁREAS URBANAS.

A ONU ESTIMA QUE, ATÉ 2050, DOIS TERÇOS DA POPULAÇÃO MUNDIAL ESTARÃO MORANDO EM ÁREAS URBANAS. A ONU ESTIMA QUE, ATÉ 2050, DOIS TERÇOS DA POPULAÇÃO MUNDIAL ESTARÃO MORANDO EM ÁREAS URBANAS. EM 1950, O NÚMERO CORRESPONDIA A APENAS UM TERÇO DA POPULAÇÃO TOTAL. CERCA DE 90% DO AVANÇO DA POPULAÇÃO URBANA

Leia mais

PROCESSO DE METROPOLIZAÇÃO. desigualmente mudando de natureza e de composição, exigindo

PROCESSO DE METROPOLIZAÇÃO. desigualmente mudando de natureza e de composição, exigindo Geografia urbana Costa, 2002 1 PROCESSO DE METROPOLIZAÇÃO! As porções do território ocupadas pelo homem vão desigualmente mudando de natureza e de composição, exigindo uma nova definição. As noções de

Leia mais

Evolução da população do Rio Grande do Sul. Maria de Lourdes Teixeira Jardim Fundação de Economia e Estatística. 1 - Introdução

Evolução da população do Rio Grande do Sul. Maria de Lourdes Teixeira Jardim Fundação de Economia e Estatística. 1 - Introdução Evolução da população do Rio Grande do Sul. Maria de Lourdes Teixeira Jardim Fundação de Economia e Estatística Área Temática: Emprego e Mercado de Trabalho, Demografia Econômica. 1 - Introdução Este texto

Leia mais

HABILIDADES PARA RECUPERAÇÃO

HABILIDADES PARA RECUPERAÇÃO Componente Curricular: Geografia Professor (a): Oberdan Araújo Ano: 6º Anos A e B. HABILIDADES 1º Bimestre Conceituar e caracterizar: espaço cultural (urbano e rural) e espaço natural. Identificar e caracterizar

Leia mais

POPULAÇÃO BRASILEIRA

POPULAÇÃO BRASILEIRA POPULAÇÃO BRASILEIRA É importante conhecer as características da população brasileira para o seu vestibular. Inicialmente vamos conhecer dois conceitos básicos para esse estudo: *População absoluta refere-se

Leia mais

BLOCO DE ATIVIDADES / EXERCÍCIOS PROPOSTOS

BLOCO DE ATIVIDADES / EXERCÍCIOS PROPOSTOS Rede de Educação Missionárias Servas do Espírito Santo Colégio Nossa Senhora da Piedade Av. Amaro Cavalcanti, 2591 Encantado Rio de Janeiro / RJ CEP: 20735042 Tel: 2594-5043 Fax: 2269-3409 E-mail: cnsp@terra.com.br

Leia mais

Paisagens Climatobotânicas do Brasil

Paisagens Climatobotânicas do Brasil Paisagens Climatobotânicas do Brasil 1. Observe a figura abaixo. Utilizando seus conhecimentos e as informações da figura, assinale a alternativa correta. a) A tundra constitui o bioma mais devastado do

Leia mais

TEMA: POPULAÇÃO JOVEM DE 16 A 24 ANOS

TEMA: POPULAÇÃO JOVEM DE 16 A 24 ANOS Em 5 de agosto de 2013 foi sancionado o Estatuto da Juventude que dispõe sobre os direitos da população jovem (a Cidadania, a Participação Social e Política e a Representação Juvenil, a Educação, a Profissionalização,

Leia mais

6,9 ------ 34500 1 ------- X. Escala = 1: 5000. 14,1(distância total em cm) X 5000 = 70500cm = 705m.

6,9 ------ 34500 1 ------- X. Escala = 1: 5000. 14,1(distância total em cm) X 5000 = 70500cm = 705m. 01 - Para ir a um determinado local, um motorista consultou o aparelho de GPS (Sistema de Posicionamento Global), o qual indicou o caminho representado na figura a seguir. Sabendo que o maior segmento

Leia mais

EVOLUÇÃO DA POPULAÇÃO MUNDIAL FAZER GRÁFICO PRIMEIRA FASE OU FASE DE CRESCIMENTO LENTO SEGUNDA FASE OU FASE DE RÁPIDO CRESCIMENTO

EVOLUÇÃO DA POPULAÇÃO MUNDIAL FAZER GRÁFICO PRIMEIRA FASE OU FASE DE CRESCIMENTO LENTO SEGUNDA FASE OU FASE DE RÁPIDO CRESCIMENTO CONCEITOS BÁSICOS POPULAÇÃO ABSOLUTA POPULAÇÃO RELATIVA OU DENSIDADE DEMOGRÁFICA TAXA DE MORTALIDADE TAXA DE NATALIDADE TAXA DE FECUNDIDADE CRESCIMENTO VEGETATIVO OU CRESCIMENTO NATURAL EVOLUÇÃO DA POPULAÇÃO

Leia mais

GEOGRAFIA 7ºano 3º Trimestre / 2015 BATERIA DE EXERCÍCIOS

GEOGRAFIA 7ºano 3º Trimestre / 2015 BATERIA DE EXERCÍCIOS GEOGRAFIA 7ºano 3º Trimestre / 2015 BATERIA DE EXERCÍCIOS 1. Utilizando o mapa abaixo, faça o que se pede: a) Identifique os Estados e Capitais da região b) Traçar no mapa a Linha do Trópico de Capricórnio

Leia mais

GEOGRAFIA. Professores: Marcus, Ronaldo

GEOGRAFIA. Professores: Marcus, Ronaldo GEOGRAFIA Professores: Marcus, Ronaldo Questão que trabalha conceitos de cálculo de escala, um tema comum nas provas da UFPR. O tema foi trabalhado no Módulo 05 da apostila II de Geografia I. Para melhor

Leia mais

População jovem no Brasil: a dimensão demográfica

População jovem no Brasil: a dimensão demográfica População jovem no Brasil: a dimensão demográfica Introdução O conhecimento detalhado dos aspectos demográficos, sociais, culturais, econômicos, de saúde, entre tantos outros, que dizem respeito a segmentos

Leia mais

Unidade 6: América: contrastes no desenvolvimento

Unidade 6: América: contrastes no desenvolvimento Unidade 6: América: contrastes no desenvolvimento Capítulo 1: América: Um continente de contrastes Capítulo 2: Estados Unidos e Canadá Apresentação elaborada pelos alunos do 8º Ano C Montanhas Rochosas

Leia mais

Demografia. População (milhões de habitantes) 1

Demografia. População (milhões de habitantes) 1 DEMOGRAFIA Em 2002, a população dos 38 Estados e territórios do espaço Caribe chega a quase 250 milhões de habitantes, com uma densidade populacional de 47 habitantes/km², representando 4% da população

Leia mais

DINÂMICA LOCAL INTERATIVA INTERATIVIDADE FINAL CONTEÚDO E HABILIDADES. AULA 4.2 Conteúdo: Movimentos Migratórios no Brasil

DINÂMICA LOCAL INTERATIVA INTERATIVIDADE FINAL CONTEÚDO E HABILIDADES. AULA 4.2 Conteúdo: Movimentos Migratórios no Brasil 4.2 Conteúdo: Movimentos Migratórios no Brasil 4.2 Habilidades: Analisar como ocorrem os movimentos migratórios no território brasileiro e como as pessoas lidam com os problemas do campo e cidade. Revisão:

Leia mais