TRÁFICO HUMANO E AS MIGRAÇÕES INTERNACIONAIS

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "TRÁFICO HUMANO E AS MIGRAÇÕES INTERNACIONAIS"

Transcrição

1 TRÁFICO HUMANO E AS MIGRAÇÕES INTERNACIONAIS MOVIMENTOS MIGRATÓRIOS INTERNACIONAIS

2 1. RAZÕES DAS MIGRAÇÕES FATORES ATRATIVOS X FATORES REPULSIVOS - CONDIÇÕES DE VIDA - OFERTAS DE EMPREGO - SEGURANÇA - Conflitos internos - Guerras civis REFUGIADOS - Governos ditatoriais AULA AO VIVO AVANÇOS NOS MEIOS DE TRANSPORTE E COMUNICAÇÃO 2. TIPOS DE MIGRAÇÕES FUGA DE CÉREBROS MIGRAÇÕES COMPULSÓRIAS 3. PRINCIPAIS MOVIMENTOS MIGRATÓRIOS MUNDIAIS Segundo dados da ONU, o mundo atual conta com 232 milhões de migrantes internacionais. PRINCIPAIS DESTINOS País Fluxo Estados Unidos 20% Alemanha 11% Espanha 9% Itália 8% Reino Unido 6%

3

4

5 4. CONSEQUÊNCIAS A. A XENOFOBIA - Aversão aos estrangeiros. Historicamente área de atração populacional. (Estabelecimento de muros ) B. FORMAÇÃO DE GUETOS - Aumento da criminalidade em locais específicos no destino. (Imigrantes costumam ocupar os mesmos bairros) C. REMESSAS DE DINHEIRO - Índia e China: 54 bilhões de dólares e 53 bilhões em 2010, respectivamente. - América Latina: foram 38 bilhões de dólares. - Tajiquistão, Lesoto, Nepal, Líbano e Kirgiquistão: as remessas representam mais de 20% do PIB per capita. 5. TRÁFICO HUMANO TRÁFICO DE PESSOAS (132 países analisados) CRIANÇAS... 27% MULHERES... 55% (+meninas = 75%) CRIANÇAS África + Oriente Médio... 68% Ásia... 39% Américas... 27% Europa... 16% Relatório Global 2012

6

7 6. FATOS MAIS RECENTES TRAVESSIA NO MAR MEDITERRÂNEO IMIGRANTES AFRICANOS ILEGAIS Negócio milionário A viagem pode custar mais de R$ 10 mil por pessoa. A. CONTEXTO HISTÓRICO - Partilha africana (Conferência de Berlim 1885) B. PRIMAVERA ÁRABE - Fim de governos ditatoriais do Norte do continente. (FACILITA TRAVESSIA DE AFRICANOS) Tunísia - Zine El Abidine Ben Ali Egito - Hosni Mubarak Líbia - Muammar Abu Minyar al-gaddafi C. MAPA DO DESLOCAMENTO - Proximidade geográfica (Itália e Espanha são os maiores destinos) - Cerca de 2000 mortos desde o início do ano (1300 só em abril)

8 D. LEGISLAÇÃO DA UNIÃO EUROPEIA 1. Os imigrantes que chegam em determinado país só podem pedir asilo no mesmo local e não migrar para outros países europeus. (sobrecarga nos países do sul) 2. - Bruxelas (U.E.) pretende ampliar os canais legais para se entrar no continente. - Controle e cadastro dos imigrantes ilegais. - Problemas demográficos da Europa farão com que precise de trabalhadores.

9 EXERCÍCIOS 1. (ENEM 2006) Tendências nas migrações internacionais O relatório anual (2002) da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) revela transformações na origem dos fluxos migratórios. Observa-se aumento das migrações de chineses, filipinos, russos e ucranianos com destino aos países-membros da OCDE. Também foi registrado aumento de fluxos migratórios provenientes da América latina. Trends in International migration Internet: (com adaptações). No mapa seguinte, estão destacados, com a cor preta, os países que mais receberam esses fluxos migratórios em As migrações citadas estão relacionadas, principalmente, à a) ameaça de terrorismo em países pertencentes à OCDE. b) política dos países mais ricos de incentivo à migração. c) perseguição religiosa em países muçulmanos. d) repressão política em países do Leste Europeu. e) busca de oportunidades de emprego.

10 2. As migrações tradicionais, intensificadas e generalizadas nas últimas décadas do século XX, expressam aspectos particularmente importantes da problemática racial, visto como dilema também mundial. Deslocam-se indivíduos, famílias e coletividades para lugares próximos e distantes, envolvendo mudanças mais ou menos drásticas nas condições de vida e trabalho, em padrões e valores socioculturais. Deslocam-se para sociedades semelhantes ou radicalmente distintas, algumas vezes compreendendo culturas ou mesmo civilizações totalmente diversas. IANNI, O. A era do globalismo. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, A mobilidade populacional da segunda metade do século XX teve um papel importante na formação social e econômica de diversos estados nacionais. Uma razão para os movimentos migratórios nas últimas décadas e uma política migratória atual dos países desenvolvidos são a) a busca de oportunidades de trabalho e o aumento de barreiras contra a imigração. b) a necessidade de qualificação profissional e a abertura das fronteiras para os imigrantes. c) o desenvolvimento de projetos de pesquisa e o acautelamento dos bens dos imigrantes. d) a expansão da fronteira agrícola e a expulsão dos imigrantes qualificados. e) a fuga decorrente de conflitos políticos e o fortalecimento de políticas sociais.

As Novas Migrações Internacionais

As Novas Migrações Internacionais As Novas Migrações Internacionais As novas migrações ganharam novas direções, as realizações partem de países subdesenvolvidos para países desenvolvidos, e o novo modelo de migração internacional surge

Leia mais

As Novas Migrações Internacionais

As Novas Migrações Internacionais As Novas Migrações Internacionais As novas migrações ganharam novas direções, as realizações partem de países subdesenvolvidos para países desenvolvidos, e o novo modelo de migração internacional surge

Leia mais

DINÂMICA LOCAL INTERATIVA INTERATIVIDADE FINAL CONTEÚDO E HABILIDADES. AULA 4.1 Conteúdo: Migração e Conflitos

DINÂMICA LOCAL INTERATIVA INTERATIVIDADE FINAL CONTEÚDO E HABILIDADES. AULA 4.1 Conteúdo: Migração e Conflitos 4.1 Conteúdo: Migração e Conflitos 4.1 Habilidades: Compreender o conceito de migração e os motivos que a causam, a partir de casos de migrações que ocorreram mundialmente. Revisão: Distribuição Geográfica;

Leia mais

Exercícios Migrações Internacionais

Exercícios Migrações Internacionais Exercícios Migrações Internacionais Material de apoio do Extensivo 1. Nas últimas décadas do século XX, o número de migrantes internacionais aumentou de forma significativa [ ] por causa das disparidades

Leia mais

Trends in International Migration: SOPEMI - 2004 Edition. Tendências da Migração Internacional: SOPEMI Edição 2004 INTRODUÇÃO GERAL

Trends in International Migration: SOPEMI - 2004 Edition. Tendências da Migração Internacional: SOPEMI Edição 2004 INTRODUÇÃO GERAL Trends in International Migration: SOPEMI - 2004 Edition Summary in Portuguese Tendências da Migração Internacional: SOPEMI Edição 2004 Sumário em Português INTRODUÇÃO GERAL De John P. Martin Diretor do

Leia mais

Tipos de migrações Causas e consequências Fluxos migratórios no mundo

Tipos de migrações Causas e consequências Fluxos migratórios no mundo Tipos de migrações Causas e consequências Fluxos migratórios no mundo As migrações populacionais remontam aos tempos pré históricos. O homem parece estar constantemente à procura de novos horizontes. O

Leia mais

As dinâmicas demográficas

As dinâmicas demográficas As dinâmicas demográficas ALAN HINDLE/CORBIS/ LATINSTOCK Crescimento vegetativo O crescimento vegetativo é a diferença entre a taxa de natalidade e a taxa de mortalidade de uma população. Esses números

Leia mais

GEOGRAFIA - 2 o ANO MÓDULO 18 MIGRAÇÕES INTERNACIONAIS

GEOGRAFIA - 2 o ANO MÓDULO 18 MIGRAÇÕES INTERNACIONAIS GEOGRAFIA - 2 o ANO MÓDULO 18 MIGRAÇÕES INTERNACIONAIS Como pode cair no enem (ENEM) As migrações transnacionais, intensificadas e generalizadas nas últimas décadas do século XX, expressam aspectos particularmente

Leia mais

Geografia Por Tabata

Geografia Por Tabata Geografia Por Tabata População População Absoluta: total de habitantes de um dado lugar Ex.: China = maior população cerca 1 bilhão e 300 milhões de habitantes China = país populoso Populoso é o país que

Leia mais

Aumentar a fonte Diminuir a fonte

Aumentar a fonte Diminuir a fonte 1 de 7 31/01/2014 23:23 Aumentar a fonte Diminuir a fonte MIGRAÇÕES ACOLHIDOS - Imigrantes haitianos que obtiveram visto de trabalho por cinco anos, em fábrica da cidade de Nova Odessa (SP) Crédito: Gustavo

Leia mais

MATERIAL ATUALIDADES 1 OS MIGRANTES DE HOJE

MATERIAL ATUALIDADES 1 OS MIGRANTES DE HOJE MATERIAL ATUALIDADES 1 OS MIGRANTES DE HOJE O mundo nunca teve tanta gente morando fora do país de origem. A ONU (Organização das Nações Unidas) avalia que existem atualmente 160 milhões de migrantes,

Leia mais

Aula 9 PROCESSOS MIGRATÓRIOS

Aula 9 PROCESSOS MIGRATÓRIOS PROCESSOS MIGRATÓRIOS Aula 9 METAS Inserir o aluno em um dos temas centrais da análise da Geografia da População: a questão migratória; analisar as causas, motivações e conseqüências do deslocamento populacional

Leia mais

GEOGRAFIA. Prof. Marcus

GEOGRAFIA. Prof. Marcus GEOGRAFIA Prof. Marcus Migração e xenofobia Migração Trata-se de um fluxo de pessoas. Existe por diversos motivos, como: Fluxos globais, regiões superpovoadas, desemprego, desorganização, desigualdade,

Leia mais

Capítulo 03 Mercados regionais

Capítulo 03 Mercados regionais Capítulo 03 Mercados regionais As organizações decidem atuar no mercado global quando sabem que o crescimento externo será maior do que o interno. Nesse sentido, a China é um dos mercados para onde as

Leia mais

A estrutura das migrações tem mudado muito desde o final do século XX. Vejamos algumas dessas mudanças.

A estrutura das migrações tem mudado muito desde o final do século XX. Vejamos algumas dessas mudanças. POPULAÇÃO Migrações A estrutura das migrações tem mudado muito desde o final do século XX. Vejamos algumas dessas mudanças. A população estrangeira em países mais desenvolvidos aumentou em 23 milhões na

Leia mais

PLANEJAMENTO ANUAL / TRIMESTRAL 2012 Conteúdos Habilidades Avaliação

PLANEJAMENTO ANUAL / TRIMESTRAL 2012 Conteúdos Habilidades Avaliação Disciplina: Geografia Trimestre: 1º PLANEJAMENTO ANUAL / TRIMESTRAL 2012 1. População: - Crescimento populacional - O espaço urbano e o processo de urbanização - Teorias demográficas. 2. Mundo contemporâneo:

Leia mais

PÚBLICO ALVO: Promotores de viagens; agentes de viagens; consultores de viagens; operadores de emissivo e receptivo; atendentes.

PÚBLICO ALVO: Promotores de viagens; agentes de viagens; consultores de viagens; operadores de emissivo e receptivo; atendentes. 3. Geografia Turística 3.1 Geografia Turística: Brasil de Ponta a Ponta Proporcionar ao participante melhor compreensão geográfica do país; Apresentar as principais especificidades existentes nos continentes

Leia mais

ATUDALIDADES - Conflitos na Atualidade

ATUDALIDADES - Conflitos na Atualidade ATUDALIDADES - Conflitos na Atualidade Origem dos povos ORIENTE MÉDIO: Conflitos árabes-israelenses: 1948 Independência de Israel 1949 Guerras da Independência 1956 Crise de Suez 1964 Criação da OLP` 1967

Leia mais

Sociedade, Tecnologia e Ciência!

Sociedade, Tecnologia e Ciência! Sociedade, Tecnologia e Ciência! NG 6 - URBANISMO E MOBILIDADE! Mobilidades Locais e Globais Helder Alvalade! Objectivos!! conhecer os vários tipos de migrações;! identificar consequências demográficas,

Leia mais

Ensino Fundamental II

Ensino Fundamental II Ensino Fundamental II Valor do trabalho: 2.0 Nota: Data: /dezembro/2014 Professora: Angela Disciplina: Geografia Nome: n o : Ano: 8º Trabalho de Recuperação Final de Geografia ORIENTAÇÕES: Leia atentamente

Leia mais

ORIENTE MÉDIO. Prof: Marcio Santos ENEM 2009 Ciências Humanas Aula II. Jerusalém Muro das Lamentações e Cúpula da Rocha

ORIENTE MÉDIO. Prof: Marcio Santos ENEM 2009 Ciências Humanas Aula II. Jerusalém Muro das Lamentações e Cúpula da Rocha Prof: Marcio Santos ENEM 2009 Ciências Humanas Aula II ORIENTE MÉDIO -Região marcada por vários conflitos étnicos, políticos e religiosos. -Costuma-se considerar 18 países como pertencentes ao Oriente

Leia mais

MOVIMENTOS POPULACIONAIS GEOGRAFIA

MOVIMENTOS POPULACIONAIS GEOGRAFIA MOVIMENTOS POPULACIONAIS GEOGRAFIA Dinâmica Populacional Conjunto de transformações que uma população sofre em diferentes aspectos. Ou seja, fatores que podem aumentar ou diminuir o efetivo populacional

Leia mais

Refugiados na Europa: a crise em mapas e gráficos

Refugiados na Europa: a crise em mapas e gráficos Refugiados na Europa: a crise em mapas e gráficos 6 setembro 2015 Image caption Alemanha continua a ser destino mais popular para refugiados Fotos: AP/Reuters/EPA As solicitações de asilo para a Europa

Leia mais

Diálogo 5 + 5. Quinta Conferência Ministerial. sobre a "Migração no Mediterrâneo Ocidental" Algeciras, 12 e 13 de Dezembro de 2006

Diálogo 5 + 5. Quinta Conferência Ministerial. sobre a Migração no Mediterrâneo Ocidental Algeciras, 12 e 13 de Dezembro de 2006 Diálogo 5 + 5 Quinta Conferência Ministerial sobre a "Migração no Mediterrâneo Ocidental" Algeciras, 12 e 13 de Dezembro de 2006 Conclusões da Presidência Nos dias 12 e 13 de Dezembro de 2006 teve lugar

Leia mais

História. baseado nos Padrões Curriculares do Estado de São Paulo

História. baseado nos Padrões Curriculares do Estado de São Paulo História baseado nos Padrões Curriculares do Estado de São Paulo 1 PROPOSTA CURRICULAR DA DISCIPLINA DE HISTÓRIA Middle e High School 2 6 th Grade A vida na Grécia antiga: sociedade, vida cotidiana, mitos,

Leia mais

APOSTILA DE GEOGRAFIA (3º ano ensino médio -EJA) Seremos quase 9 bilhões na metade do século. Professor Sidney Júnior

APOSTILA DE GEOGRAFIA (3º ano ensino médio -EJA) Seremos quase 9 bilhões na metade do século. Professor Sidney Júnior Seremos quase 9 bilhões na metade do século A diferença entre ricos e pobres torna-se assustadora, embora o crescimento da população mundial seja menor do que o previsto População Mundial A população mundial

Leia mais

Thais Lara Marcozo Severo Set. 2012

Thais Lara Marcozo Severo Set. 2012 Thais Lara Marcozo Severo Set. 2012 MIGRAÇÕES INTERNACIONAIS MIGRAÇÃO IMIGRANTES EMIGRANTES VOLUNTÁRIOS FORÇADOS CONFLITOS ARMADOS MOTIVAÇÃO ECONÔMICA PERSEGUIÇÃO CATÁSTROFES AMBIENTAIS REFUGIADO MOLDES

Leia mais

Sessão 3: Envolvendo empregadores e sindicatos

Sessão 3: Envolvendo empregadores e sindicatos Sessão 3: Envolvendo empregadores e sindicatos Senhor Ministro Chris Alexander, Senhoras e senhores, Primeiramente, gostaria cumprimentar a Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE)

Leia mais

BLOCOS ECONÔMICOS. O Comércio multilateral e os blocos regionais

BLOCOS ECONÔMICOS. O Comércio multilateral e os blocos regionais BLOCOS ECONÔMICOS O Comércio multilateral e os blocos regionais A formação de Blocos Econômicos se tornou essencial para o fortalecimento e expansão econômica no mundo globalizado. Quais os principais

Leia mais

Alentejo no horizonte 2020 Desafios e Oportunidades

Alentejo no horizonte 2020 Desafios e Oportunidades Alentejo no horizonte 2020 Desafios e Oportunidades Vendas Novas - 02 de julho de 2013 aicep Portugal Global é uma agência pública de natureza empresarial, cuja missão é: Atrair investimento estrangeiro

Leia mais

Espaço Geográfico (Tempo e Lugar)

Espaço Geográfico (Tempo e Lugar) Espaço Geográfico (Tempo e Lugar) Somos parte de uma sociedade, que (re)produz, consome e vive em uma determinada porção do planeta, que já passou por muitas transformações, trata-se de seu lugar, relacionando-se

Leia mais

TAG 4/2010 STC-6. Trabalho realizado por: Vera Valadeiro, nº 20

TAG 4/2010 STC-6. Trabalho realizado por: Vera Valadeiro, nº 20 TAG 4/2010 STC-6 Trabalho realizado por: Vera Valadeiro, nº 20 1 Índice Introdução A Migração As Diversas Formas de migração humana As Causas ou motivos de migração humana Os grandes fluxos de migratórios

Leia mais

Breves dados estatísticos sobre a. Realidade da. mobilidade humana.

Breves dados estatísticos sobre a. Realidade da. mobilidade humana. Breves dados estatísticos sobre a Realidade da mobilidade humana. 1 DE ONDE VIERAM OS MIGRANTES? De que nacionalidade? IMIGRAÇÃO 1819 e1939 CONFERE NO MAPA. 2 Emigração e imigração séc.xix e XX 3 Correntes

Leia mais

2º ano Alessandro Gorgulho GEOGRAFIA

2º ano Alessandro Gorgulho GEOGRAFIA 2º ano Alessandro Gorgulho GEOGRAFIA 1) (FEEVALE) Na Ásia, ocorre um conflito histórico, resultante da independência da Índia (antiga colônia britânica) em 1947, entre muçulmanos e hindus. A região pertence

Leia mais

2009 A CRISE DOS MODELOS DE INTEGRAÇÃO DOS MIGRANTES: UMA COMPARAÇÃO INTERNACIONAL

2009 A CRISE DOS MODELOS DE INTEGRAÇÃO DOS MIGRANTES: UMA COMPARAÇÃO INTERNACIONAL Fórum Gulbenkian Migrações 2009 A CRISE DOS MODELOS DE INTEGRAÇÃO DOS MIGRANTES: UMA COMPARAÇÃO INTERNACIONAL Sessão de Abertura, 25 Novembro, 10h00, Aud. 2 Senhores Deputados Senhores Embaixadores Caros

Leia mais

GEOGRAFIA - 2 o ANO MÓDULO 52 A EXPANSÃO DO BLOCO EUROPEU

GEOGRAFIA - 2 o ANO MÓDULO 52 A EXPANSÃO DO BLOCO EUROPEU GEOGRAFIA - 2 o ANO MÓDULO 52 A EXPANSÃO DO BLOCO EUROPEU Como pode cair no enem Sarkozy e Berlusconi encaminharam pedido à UE, solicitando a revisão do: a) Tratado de Maastricht, o qual concede anistia

Leia mais

Alta Representante da União Europeia para os Negócios Estrangeiros e a Política de Segurança /Vice-Presidente da Comissão Europeia. Federica Mogherini

Alta Representante da União Europeia para os Negócios Estrangeiros e a Política de Segurança /Vice-Presidente da Comissão Europeia. Federica Mogherini Alta Representante da União Europeia para os Negócios Estrangeiros e a Política de Segurança /Vice-Presidente da Comissão Europeia Federica Mogherini Assembleia da República, 17 fevereiro de 2015 CURRICULUM

Leia mais

Síntese. Tendências de Migração Internacional : SOPEMI Edição 2003

Síntese. Tendências de Migração Internacional : SOPEMI Edição 2003 Síntese Tendências de Migração Internacional : SOPEMI Edição 2003 Overview Trends in International Migration : SOPEMI 2003 Edition Portuguese translation As sínteses são excertos de publicações da OCDE,

Leia mais

A emergência de um novo mundo no século XXI?

A emergência de um novo mundo no século XXI? A emergência de um novo mundo no século XXI? José Eustáquio Diniz Alves 1 A economia mundial deve crescer cerca de 4 vezes nos próximos 40 anos. Isto quer dizer que o Produto Interno Bruto (PIB) terá o

Leia mais

Inovação no Brasil nos próximos dez anos

Inovação no Brasil nos próximos dez anos Inovação no Brasil nos próximos dez anos XX Seminário Nacional de Parques Tecnológicos e Incubadoras de Empresas XVIII Workshop ANPROTEC Rodrigo Teixeira 22 de setembro de 2010 30/9/2010 1 1 Inovação e

Leia mais

Brasil como maior exportador mundial de carne bovina: conquistas e desafios

Brasil como maior exportador mundial de carne bovina: conquistas e desafios Brasil como maior exportador mundial de carne bovina: conquistas e desafios João Ricardo Albanez Superintendente de Política e Economia Agrícola, Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento de

Leia mais

A Mobilização Empresarial pela Inovação: Recursos Humanos. Horácio Piva São Paulo - 17/6/2011

A Mobilização Empresarial pela Inovação: Recursos Humanos. Horácio Piva São Paulo - 17/6/2011 A Mobilização Empresarial pela Inovação: Recursos Humanos Horácio Piva São Paulo - 17/6/2011 OBJETIVOS Consolidar a percepção de que a formação de recursos humanos qualificados é essencial para fortalecer

Leia mais

ESTUDOS DA COMPETITIVIDADE DO TURISMO BRASILEIRO

ESTUDOS DA COMPETITIVIDADE DO TURISMO BRASILEIRO ESTUDOS DA COMPETITIVIDADE DO TURISMO BRASILEIRO ANÁLISE DE ALGUNS DESTINOS COMPETITIVOS DO BRASIL EM TERMOS DE TURISMO INTERNACIONAL PRESIDENTE DA REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL Luiz Inácio Lula da Silva

Leia mais

DINÂMICAS POPULACIONAIS

DINÂMICAS POPULACIONAIS DINÂMICAS POPULACIONAIS Distribuição e Migração Pág. 9-13 DIFERENÇAS NA DISTRIBUIÇÃO POPULACIONAL Áreas Povoadas x Áreas menos povoadas Fatores que influenciam a distribuição humana Fatores naturais Fatores

Leia mais

Crescimento Econômico. Professor Afonso Henriques Borges Ferreira

Crescimento Econômico. Professor Afonso Henriques Borges Ferreira Crescimento Econômico Professor Afonso Henriques Borges Ferreira PIB do Brasil 1947 / 2006 R$ de 1980 PIB do Brasil tendência linear Y t = Y 0 e rt ln Y t = ln Y 0 + rt 3 2 1 0-1 50 55 60 65 70 75 80 85

Leia mais

ESCOLA SECUNDÁRIA ROCHA PEIXOTO GEOGRAFIA 10º ANO DE ESCOLARIDADE 29 OUTUBRO DE 2004 GRUPO I

ESCOLA SECUNDÁRIA ROCHA PEIXOTO GEOGRAFIA 10º ANO DE ESCOLARIDADE 29 OUTUBRO DE 2004 GRUPO I ESCOLA SECUNDÁRIA ROCHA PEIXOTO GEOGRAFIA 10º ANO DE ESCOLARIDADE 29 OUTUBRO DE 2004 GRUPO I 1.1 Indique o nome dos continentes e Oceanos assinalados na figura 1, respectivamente com letras e números.

Leia mais

GEOGRAFIA DA POPULAÇÃO

GEOGRAFIA DA POPULAÇÃO GEOGRAFIA DA POPULAÇÃO O que é População? População é um conjunto de pessoas que ocupam um determinado espaço em um período de tempo específico. Ela pode ser classificada segundo vários aspectos, como:

Leia mais

Cópia autorizada. II

Cópia autorizada. II II Sugestões de avaliação História 9 o ano Unidade 8 5 Unidade 8 Nome: Data: 1. Marque V para as sentenças verdadeiras e F para as falsas sobre a União Soviética. a) Os russos representavam a maioria no

Leia mais

SEMINÁRIO EXPORTAR, EXPORTAR, EXPORTAR. Viana do Castelo, 11de Fevereiro

SEMINÁRIO EXPORTAR, EXPORTAR, EXPORTAR. Viana do Castelo, 11de Fevereiro SEMINÁRIO EXPORTAR, EXPORTAR, EXPORTAR Viana do Castelo, 11de Fevereiro www.cosec.pt COSEC Companhia de Seguro de Créditos, S.A. 2014 Índice Sobre a COSEC Seguro de Créditos Soluções à medida em resumo

Leia mais

Agrupamento de Escolas do Bonfim

Agrupamento de Escolas do Bonfim Escola Secundária Mouzinho da Silveira Departamento de Ciências Sociais e Humanas Grupo de Recrutamento - 420 Ano Letivo de 2014 / 2015 Curso LINGUAS E HUMANIDADES Planificação Anual da disciplina de GEOGRAFIA

Leia mais

Questão 1. Resposta A. Resposta B

Questão 1. Resposta A. Resposta B Questão 1 Ao longo do século XX, as cidades norte-americanas se organizaram espacialmente de um modo original: a partir do Central Business District (CBD), elas se estruturaram em circunferências concêntricas

Leia mais

Exercícios sobre BRICS

Exercícios sobre BRICS Exercícios sobre BRICS 1. (ENEM) O G-20 é o grupo que reúne os países do G-7, os mais industrializados do mundo (EUA, Japão, Alemanha, França, Reino Unido, Itália e Canadá), a União Europeia e os principais

Leia mais

MATERIAL COMPLEMENTAR PRINCIPAIS ROTAS DO TRÁFICO DE SERES HUMANOS

MATERIAL COMPLEMENTAR PRINCIPAIS ROTAS DO TRÁFICO DE SERES HUMANOS MATERIAL COMPLEMENTAR PRINCIPAIS ROTAS DO TRÁFICO DE SERES HUMANOS 1. PRINCIPAIS ROTAS DO TRÁFICO DE PESSOAS 2. CLASSIFICAÇÃO DOS PAÍSES SEGUNDO AS ROTAS DE TRÁFICO 3. PAÍSES COM MAIOR NÚMERO DE ROTAS

Leia mais

CORREÇÃO TAREFAS. Aulas 1 4 Pág. 24-31

CORREÇÃO TAREFAS. Aulas 1 4 Pág. 24-31 CORREÇÃO TAREFAS Aulas 1 4 Pág. 24-31 Paginas 24 e 25 1. a) População absoluta é a população total de um determinado local. b) População relativa é a densidade demográfica, ou seja, média de habitantes

Leia mais

Aula Dica: De olho no ENEM Professor: Sérgio Henrique Ciências Humanas e suas tecnologias

Aula Dica: De olho no ENEM Professor: Sérgio Henrique Ciências Humanas e suas tecnologias Aula Dica: De olho no ENEM Professor: Sérgio Henrique Ciências Humanas e suas tecnologias Sahel: BokoHaram Ebola Guerras Civis/ Hostilidades à vida humana Pirataria na Somália Plantation/Desertificação/Fome

Leia mais

Tipos de Migrações. podem ser quanto ao espaço. Êxodo Rural Êxodo Urbano Intracontinental Intercontinental

Tipos de Migrações. podem ser quanto ao espaço. Êxodo Rural Êxodo Urbano Intracontinental Intercontinental Migrações Humanas O acto migratório envolve ou a necessidade de mobilizar-se em função da sobrevivência (defesa da própria vida, liberdade, possibilidades económicas, causas ecológicas) ou bem a vontade

Leia mais

INSTRUÇÃO: Responder à questão 18 com base no mapa que representa a localização de cidades hipotéticas e nas afirmações a seguir. D E OCEANO PACÍFICO

INSTRUÇÃO: Responder à questão 18 com base no mapa que representa a localização de cidades hipotéticas e nas afirmações a seguir. D E OCEANO PACÍFICO GEOGRAFIA 17) A interpretação do termo um só país, dois sistemas, característico da China, refere-se à 16) Quanto à incidência do Sol sobre a Terra, é correto afirmar que A) no Ártico, no solstício de

Leia mais

Vestibular UFRGS 2015. Resolução da Prova de Geografia

Vestibular UFRGS 2015. Resolução da Prova de Geografia Vestibular UFRGS 2015 Resolução da Prova de Geografia 51. Alternativa (B) Orientação. A questão pede a localização de países que apresentam iluminação solar oposta a do Brasil. Como estava começando o

Leia mais

perfil dos imigrantes em portugal: por países de origem e regiões de destino

perfil dos imigrantes em portugal: por países de origem e regiões de destino perfil dos imigrantes em portugal: por países de origem e regiões de destino Conceição Rego Maria Filomena Mendes José Rebelo Graça Magalhães Resumo: Palavras-chave Códigos JEL Abstract: Keywords JEL Codes

Leia mais

Despesas em Propaganda no Brasil e sua Interligação com a Economia Internacional. Fábio Pesavento ESPM/SUL André M. Marques UFPB

Despesas em Propaganda no Brasil e sua Interligação com a Economia Internacional. Fábio Pesavento ESPM/SUL André M. Marques UFPB Despesas em Propaganda no Brasil e sua Interligação com a Economia Internacional Fábio Pesavento ESPM/SUL André M. Marques UFPB O NÚCLEO DE ECONOMIA EMPRESARIAL ESPM-SUL PESQUISA E APOIO 1. Despesas em

Leia mais

Instruções. Geografia

Instruções. Geografia 1 2 Instruções Confira se os dados contidos na parte inferior desta capa estão corretos e, em seguida, assine no espaço reservado para isso. Se, em qualquer outro local deste Caderno, você assinar, rubricar,

Leia mais

2013 Global Peace Index: Aumento dramático de homicídios diminuiu a paz mundial no ano passado

2013 Global Peace Index: Aumento dramático de homicídios diminuiu a paz mundial no ano passado 2013 Global Peace Index: Aumento dramático de homicídios diminuiu a paz mundial no ano passado - Medidas de terrorismo patrocinado por governos e a possibilidade de manifestações violentas foram os indicadores

Leia mais

A questão da natalidade nos países da União Européia: desafios e alternativas em discussão 1.

A questão da natalidade nos países da União Européia: desafios e alternativas em discussão 1. Universidade do Vale do Itajaí Curso de Relações Internacionais LARI Laboratório de Análise de Relações Internacionais Região de Monitoramento: União Europeia LARI Fact Sheet Abril/Maio de 2011 A questão

Leia mais

Migrações O vaivém da população pelo mundo. Mapa que indica os principais destinos de migrantes (países maiores- distorção)

Migrações O vaivém da população pelo mundo. Mapa que indica os principais destinos de migrantes (países maiores- distorção) Migrações O vaivém da população pelo mundo Mapa que indica os principais destinos de migrantes (países maiores- distorção) Migração ou Movimento Populacional: Ocorre o tempo todo no mundo Pessoas mudam-se

Leia mais

A ascensão dos subdesenvolvidos. Geografia Professor Daniel Nogueira

A ascensão dos subdesenvolvidos. Geografia Professor Daniel Nogueira GE GRAFIA A ascensão dos subdesenvolvidos Geografia Professor Daniel Nogueira Os grupos econômicos são grupos de países com comportamento econômico específico. Geralmente economias com aspectos semelhantes.

Leia mais

Documento temático Sessão 3

Documento temático Sessão 3 ORGANIZAÇÃO INTERNACIONAL DO TRABALHO Fórum da OIT sobre Trabalho Digno para uma Globalização Justa FDW Lisboa 31 de Outubro 2 de Novembro de 2007 Documento temático Sessão 3 Migração laboral interna e

Leia mais

GEOPOLÍTICA DO CONHECIMENTO E INTERNACIONALIZAÇÃO DA EDUCAÇÃO SUPERIOR NO BRASIL: COMO CONSOLIDAR UMA INTERNACIONALIZAÇÃO ATIVA?

GEOPOLÍTICA DO CONHECIMENTO E INTERNACIONALIZAÇÃO DA EDUCAÇÃO SUPERIOR NO BRASIL: COMO CONSOLIDAR UMA INTERNACIONALIZAÇÃO ATIVA? GEOPOLÍTICA DO CONHECIMENTO E INTERNACIONALIZAÇÃO DA EDUCAÇÃO SUPERIOR NO BRASIL: COMO CONSOLIDAR UMA INTERNACIONALIZAÇÃO ATIVA? F A B I O B E T I O L I C O N T E L D E P T O. D E G E O G R A F I A F F

Leia mais

07. Alternativa c. Seja PABC a pirâmide regular, com as medidas indicadas. Tem-se:

07. Alternativa c. Seja PABC a pirâmide regular, com as medidas indicadas. Tem-se: + + = = = + = = = = = = 07. Alternativa c. Seja PABC a pirâmide regular, com as medidas indicadas. Tem-se: (1) PP'A: 4 = cos60º = 1 = () PABC é regular P' é baricentro y = y = () ABC é equilátero + y =

Leia mais

Após a década de 1990, várias pessoas em todo o mundo mantêm hábito de consumo semelhantes.

Após a década de 1990, várias pessoas em todo o mundo mantêm hábito de consumo semelhantes. A ECONOMIA GLOBAL Após a década de 1990, várias pessoas em todo o mundo mantêm hábito de consumo semelhantes. O século XX marcou o momento em que hábitos culturais, passaram a ser ditados pelas grandes

Leia mais

IV ENAServ - Encontro Nacional de Comércio Exterior de Serviços. São Paulo, 25 de junho de 2013

IV ENAServ - Encontro Nacional de Comércio Exterior de Serviços. São Paulo, 25 de junho de 2013 2013 IV ENAServ - Encontro Nacional de Comércio Exterior de Serviços São Paulo, 25 de junho de 2013 BALANÇA BRASILEIRA DE COMÉRCIO EXTERIOR DE SERVIÇOS* - US$ Bilhões 2011 2012 Δ% 2012/2011 Exportações

Leia mais

O candidato deverá demonstrar uma visão globalizante do processo transformacional

O candidato deverá demonstrar uma visão globalizante do processo transformacional CIÊNCIAS HUMANAS (HISTÓRIA/ATUALIDADES/GEOGRAFIA) O candidato deverá demonstrar uma visão globalizante do processo transformacional das sociedades através dos tempos, observando os fatores econômico, histórico,

Leia mais

Colégio Dinâmico R.T37, 2693 Setor Bueno Goiânia Goiás (62) 4009-7828 www.colegiodinamico.com.br 1

Colégio Dinâmico R.T37, 2693 Setor Bueno Goiânia Goiás (62) 4009-7828 www.colegiodinamico.com.br 1 1. A complexa realidade histórico-geográfica da Cachemira Uma das áreas mais problemáticas do mundo atual é o subcontinente indiano. Dentre as várias tensões geopolíticas ali existentes, a que chama mais

Leia mais

Índice Geral. 1. Condições de entrada, permanência, saída e afastamento de estrangeiros do território nacional

Índice Geral. 1. Condições de entrada, permanência, saída e afastamento de estrangeiros do território nacional INTRODUCTION 5 Índice Geral Índice Alfabético 11 Índice Cronológico 15 Índice Sistemático 19 Nota Prévia 65 Parte I Estrangeiros em geral 1. Condições de entrada, permanência, saída e afastamento de estrangeiros

Leia mais

Indicador ANEFAC dos países do G-20 Edição 2013. Por Roberto Vertamatti*

Indicador ANEFAC dos países do G-20 Edição 2013. Por Roberto Vertamatti* Indicador ANEFAC dos países do G-20 Edição 2013 Por Roberto Vertamatti* Brasil recua novamente para a 15ª posição por não melhorar índices de saúde, educação e renda e piorar em relação a pobreza e desigualdade

Leia mais

GLOBALIZAÇÃO E POLÍTICA INTERNACIONAL. Professora Luísa Pieniz

GLOBALIZAÇÃO E POLÍTICA INTERNACIONAL. Professora Luísa Pieniz GLOBALIZAÇÃO E POLÍTICA INTERNACIONAL Professora Luísa Pieniz Leornardo Boff Globalização: processo mundial de homogeneização do modo de produção capitalista, de globalização dos mercados e das transações

Leia mais

Climas em Relação ao Mapa Mundi

Climas em Relação ao Mapa Mundi Climas em Relação ao Mapa Mundi A Terra é inclinada a o Sol e sua t ranslação compõe oval. em direção um m ovimento Quanto mais perto do equador menor a amplitude térmica O Sol incide c om maior intensidade

Leia mais

IV ENAServ - Encontro Nacional de Comércio Exterior de Serviços. São Paulo, 25 de junho de 2013

IV ENAServ - Encontro Nacional de Comércio Exterior de Serviços. São Paulo, 25 de junho de 2013 2013 IV ENAServ - Encontro Nacional de Comércio Exterior de Serviços São Paulo, 25 de junho de 2013 BALANÇA BRASILEIRA DE COMÉRCIO EXTERIOR DE SERVIÇOS* - US$ Bilhões 2011 2012 Δ% 2012/2011 Exportações

Leia mais

HABILIDADES PARA RECUPERAÇÃO

HABILIDADES PARA RECUPERAÇÃO Componente Curricular: Geografia Professor (a): Oberdan Araújo Ano: 6º Anos A e B. HABILIDADES 1º Bimestre Conceituar e caracterizar: espaço cultural (urbano e rural) e espaço natural. Identificar e caracterizar

Leia mais

Prefeitura Municipal de Florianópolis Secretaria de Educação Escola Básica Municipal Osmar Cunha

Prefeitura Municipal de Florianópolis Secretaria de Educação Escola Básica Municipal Osmar Cunha Prefeitura Municipal de Florianópolis Secretaria de Educação Escola Básica Municipal Osmar Cunha Disciplina: Geografia Professora: Bianca de Souza PLANEJAMENTO ANUAL 2012 8ª SÉRIE - TURMAS 83 e 84 Primeiro

Leia mais

ESCOLA ESTADUAL DE ENSINO FUNDAMENTAL E MÉDIO FÉLIX ARAÚJO Disciplina: GEOGRAFIA Professor: TIBÉRIO MENDONÇA Série: Turma: Turno: Aluno(a): Nº

ESCOLA ESTADUAL DE ENSINO FUNDAMENTAL E MÉDIO FÉLIX ARAÚJO Disciplina: GEOGRAFIA Professor: TIBÉRIO MENDONÇA Série: Turma: Turno: Aluno(a): Nº ESCOLA ESTADUAL DE ENSINO FUNDAMENTAL E MÉDIO FÉLIX ARAÚJO Disciplina: GEOGRAFIA Professor: TIBÉRIO MENDONÇA Série: Turma: Turno: Aluno(a): Nº OS REFUGIADOS A prática de conceder asilo em terras estrangeiras

Leia mais

A IMIGRAÇÃO EM PORTUGAL E NO ALENTEJO. A SINGULARIDADE DO CONCELHO DE ODEMIRA.

A IMIGRAÇÃO EM PORTUGAL E NO ALENTEJO. A SINGULARIDADE DO CONCELHO DE ODEMIRA. A IMIGRAÇÃO EM PORTUGAL E NO ALENTEJO. A SINGULARIDADE DO CONCELHO DE ODEMIRA. - RESULTADOS PRELIMINARES - Alina Esteves Ana Estevens Jornadas de Reflexão 29 de Maio A Realidade da Imigração em Odemira

Leia mais

América. Estados Unidos da

América. Estados Unidos da Estados Unidos da América Uma das maiores multinacionais do mundo, a General Motors encontra-se sediada nos EUA mas grande parte da produção e fabrico são realizados em fábricas espalhadas por todo o mundo,

Leia mais

Comércio (Países Centrais e Periféricos)

Comércio (Países Centrais e Periféricos) Comércio (Países Centrais e Periféricos) Considera-se a atividade comercial, uma atividade de alto grau de importância para o desenvolver de uma nação, isso se dá pela desigualdade entre o nível de desenvolvimento

Leia mais

Oriente Médio. Geografia Monitor: Renata Carvalho e Eduardo Nogueira 21, 24 e 25/10/2014. Material de Apoio para Monitoria

Oriente Médio. Geografia Monitor: Renata Carvalho e Eduardo Nogueira 21, 24 e 25/10/2014. Material de Apoio para Monitoria Oriente Médio 1.(VEST - RIO) A Guerra do Líbano, o conflito Irã/ Iraque, a questão Palestina, a Guerra do Golfo, são alguns dos conflitos que marcam ou marcaram o Oriente Médio. Das alternativas abaixo,

Leia mais

01. Com freqüência os meios de comunicação noticiam conflitos na região do Oriente Médio.

01. Com freqüência os meios de comunicação noticiam conflitos na região do Oriente Médio. 01. Com freqüência os meios de comunicação noticiam conflitos na região do Oriente Médio. Sobre essa questão, leia atentamente as afirmativas abaixo: I. Em 11 de setembro de 2001, os EUA sofreram um violento

Leia mais

A importância da internacionalização no desenvolvimento de base tecnológica e industrial de defesa nacional

A importância da internacionalização no desenvolvimento de base tecnológica e industrial de defesa nacional A importância da internacionalização no desenvolvimento de base tecnológica e industrial de defesa nacional Lisboa, 25 de Janeiro de 2013 A crescente influência dos Estados nas economias emergentes. A

Leia mais

Jogli - 2012!! Gabarito: 1.E. 2.A. 3.E. 4.B. Geografia 2012!!!

Jogli - 2012!! Gabarito: 1.E. 2.A. 3.E. 4.B. Geografia 2012!!! Jogli - 2012!! Gabarito: 1.E. 2.A. 3.E. 4.B. Geografia 2012!!! 1.(UFABC 2009) Exibicionismo burguês. Verdadeiros espetáculos da evolução humana (as e xposições universais) traziam um pouco de tudo: de

Leia mais

RELATÓRIO DE MISSÃO INTERNACIONAL À ALEMANHA

RELATÓRIO DE MISSÃO INTERNACIONAL À ALEMANHA RELATÓRIO DE MISSÃO INTERNACIONAL À ALEMANHA Participantes: Dr. Roberto Simões, presidente do CDN (Conselho Deliberativo Nacional) e Dr. Carlos Alberto dos Santos, Diretor Técnico do Sebrae Nacional. Objetivo:

Leia mais

VESTIBULAR 2012 1ª Fase GEOGRAFIA. Instruções Gerais: Instruções para a prova de Geografia:

VESTIBULAR 2012 1ª Fase GEOGRAFIA. Instruções Gerais: Instruções para a prova de Geografia: VESTIBULAR 2012 1ª Fase GEOGRAFIA Instruções Gerais: Hoje você deverá responder às questões de Artes Visuais e Literatura, História, Geografia e de Raciocínio Lógico- Matemático. Você terá 4 horas para

Leia mais

A Europa e os Migrantes no Século XXI

A Europa e os Migrantes no Século XXI Faculdade de Economia Universidade de Coimbra A Europa e os Migrante es no Século XXI Soraya Wouters Coimbra, 2012 Faculdade de Economia Universidade de Coimbra A Europa e os migrantes no século XXI Trabalho

Leia mais

Como a JETRO poderá apoiar os exportadores brasileiros

Como a JETRO poderá apoiar os exportadores brasileiros Como a JETRO poderá apoiar os exportadores brasileiros Teiji Sakurai Realização :, SÃO PAULO O que é a JETRO? Órgão oficial de comércio exterior do Japão 1951 Osaka Oficialmente JETRO em 1958 76 escritórios

Leia mais

RELATÓRIO DAS ATIVIDADES DESENVOLVIDAS NO PERÍODO JANEIRO-MAIO DE 2007. ESTUDO DE CASO DE SÃO PAULO

RELATÓRIO DAS ATIVIDADES DESENVOLVIDAS NO PERÍODO JANEIRO-MAIO DE 2007. ESTUDO DE CASO DE SÃO PAULO RELATÓRIO DAS ATIVIDADES DESENVOLVIDAS NO PERÍODO JANEIRO-MAIO DE 2007. ESTUDO DE CASO DE SÃO PAULO Renato Cymbalista Iara Rolnik Xavier Julho 2007 1. Avanços e retrocessos no projeto Urbal-10 da Prefeitura

Leia mais

Pessoas que cuidam de pessoas

Pessoas que cuidam de pessoas Pessoas que cuidam de pessoas Agenda Cenário Econômico Mundial Ranking PIB 2012 15,68 8,22 5,96 3,40 2,60 2,44 2,39 2,02 2,01 1,82 Estados Unidos China Japão Alemanha França Reino Brasil Rússia Itália

Leia mais

Conversatorio Internacional. La educación tecnológica en Brasil

Conversatorio Internacional. La educación tecnológica en Brasil Conversatorio Internacional "Mitos y verdades sobre la acreditación en la Educación Superior" La educación tecnológica en Brasil Prof. Dr. Rolando V. Vallejos Brasil seguindo o caminho de desenvolvimento

Leia mais

Gabarito oficial preliminar: História

Gabarito oficial preliminar: História 1) Questão 1 Segundo José Bonifácio, o fim do tráfico de escravos significaria uma ameaça à existência do governo porque Geraria uma crise econômica decorrente da diminuição da mão de obra disponível,

Leia mais

1º ano. I. O Surgimento do Estado e a Organização de uma Sociedade de Classes

1º ano. I. O Surgimento do Estado e a Organização de uma Sociedade de Classes Africana: África como berço da humanidade Capítulo 1: Item 1 Européia Capítulo 1: Item 2 Asiática Capítulo 1: Item 2 Americana Capítulo 1: Item 3 Arqueologia Brasileira Capítulo 1: Item 4 A paisagem e

Leia mais

OS BRICS NO COMÉRCIO INTERNACIONAL DE SERVIÇOS

OS BRICS NO COMÉRCIO INTERNACIONAL DE SERVIÇOS OS BRICS NO COMÉRCIO INTERNACIONAL DE SERVIÇOS Ivan Tiago Machado Oliveira* 1 INTRODUÇÃO Abrangendo grupos de empresas que proveem infraestrutura econômica básica, infraestrutura financeira e social e

Leia mais

China: a. Professor Zé Soares. potência do século XXI

China: a. Professor Zé Soares. potência do século XXI China: a Professor Zé Soares potência do século XXI China: o país do espetáculo do crescimento e os problemas atuais Desenvolvimento da nova China; Problemas atuais; Olimpíadas de Pequim; A questão do

Leia mais