Foi base para a estruturação da Lei Nº /2014 Estatuto da Metrópole. Criação: 1973 Lei LC14/1973; LCE 88/2006 e LCE 89/2006

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Foi base para a estruturação da Lei Nº /2014 Estatuto da Metrópole. Criação: 1973 Lei LC14/1973; LCE 88/2006 e LCE 89/2006"

Transcrição

1 1 SBC 09/06/2016 1

2 2 Criação: 1973 Lei LC14/1973; LCE 88/2006 e LCE 89/2006 Cidade Pólo: Belo Horizonte Foi base para a estruturação da Lei Nº /2014 Estatuto da Metrópole Área: 9.472,4 Km 2 (1,6% território estadual) População: 5,23 milhões de hab (IBGE 2015) Densidade: 553,1 hab/km 2 (IBGE 2015) IDH: 0,774 (alto) PNUD-2010 PIB: R$ 165,8 bilhões (2013) PIB per Capita: R$ ,2 IBGE a maior região metropolitana do Brasil A RMBH é o centro político, financeiro, comercial, educacional e cultural de Minas Gerais e representa em torno de 40% da economia e 26% da População do Estado de Minas Gerais. 7 a maior região metropolitana da América Latina 2

3 3 3

4 4 Municípios da Região Metropolitana Município População (2015) Área (km²) PIB 2013 (Milhões R$) Habitantes Posição Área (km²) Posição Milhões R$ Posição Baldim ,3 4 73,50 31 Belo Horizonte , ,70 1 Betim , ,70 3 Brumadinho , ,60 6 Caeté , ,20 21 Capim Branco , ,40 29 Confins , ,20 15 Contagem , ,50 2 Esmeraldas , ,80 22 Florestal , ,60 30 Ibirité , ,10 11 Igarapé , ,30 14 Itaguara , ,60 25 Itatiaiuçu , ,60 10 Jaboticatubas , ,80 26 Juatuba , ,00 16 Lagoa Santa , ,30 13 Mário Campos , ,00 28 Mateus Leme , ,20 19 Matozinhos , ,40 17 Nova Lima ,70 4 Nova União , ,20 33 Pedro Leopoldo , ,30 12 Raposos , ,50 27 Ribeirão das Neves , ,30 7 Rio Acima , ,30 24 Rio Manso , ,80 32 Sabará , ,40 9 Santa Luzia , ,30 5 São Joaquim de Bicas , ,30 20 São José da Lapa , ,30 23 Sarzedo , ,80 18 Taquaraçu de Minas , ,00 34 Vespasiano , ,20 8 Total , ,90 4

5 5 5 5

6 6 ASSEMBLÉIA METROPOLITANA DELIBERATIVO E CONSULTIVO CONSELHO DELIBERATIVO DE DESENVOLVIMENTO METROPOLITANO FUNDO DE DESENVOLVIMENTO METROPOLITANO PLANEJAMENTO PPDI PLANO DIRETOR DE DESENVOLVIMENTO INTEGRADO BELO HORIZONTE 33 MUNICÍPIOS RMBH Estado de Minas Gerais Sistema de Gestão da RMBH AGÊNCIA DE DESENVOLVIMENTO METROPOLITANO SEDRU - SEC. DESENVOLVIMENTO REGIONAL, POLÍTICA URBANA E GESTÃO METROPOLITANA EXECUTIVO ESTADUAL 6 6

7 7 7 7

8 8 8 8

9 9 REFLEXÕES - Cenário Atual VS Cenário com Estatuto da Metrópole DELIBERATIVO E CONSULTIVO CONSELHO PLANEJAMENTO FUNDO DE ASSEMBLÉIA DELIBERATIVO DE DESENVOLVIMENTO POSTURA METROPOLITANA DA AGÊNCIA METROPOLITANA DESENVOLVIMENTO NO ARRANJO DA RMBH FRENTE PPDI A RELEVÂNCIA PLANO DIRETOR METROPOLITANO METROPOLITANO DE DESENVOLVIMENTO DA CIDADE POLO: INTEGRADO BELO HORIZONTE PAPEL DA AGÊNCIA FRENTE À INDEPENDÊNCIA MUNICIPAL; QUAIS OS LIMITES, AS FRAGILIDADES E OS AVANÇOS Sistema POTENCIAIS NO PLANEJAMENTO Estado ESTRATÉGICO DA REGIÃO? de de RMBH Gestão Minas ATUAÇÃO IMPOSITIVA E DISSOCIADA AOS INTETRESSES da DOS MUNICÍPIOS POTENCIALIZA Gerais RMBH AMBIENTE DE JUDICIALIZAÇÃO E DE CONFLITOS; 33 MUNICÍPIOS AGÊNCIA DE DESENVOLVIMENTO METROPOLITANO SEDRU - SEC. DESENVOLVIMENTO REGIONAL, POLÍTICA URBANA E GESTÃO METROPOLITANA EXECUTIVO ESTADUAL 9 9

10 10 REFLEXÕES - Cenário Atual VS Cenário com Estatuto da Metrópole DELIBERATIVO E CONSULTIVO GOVERNANÇA DA AGÊNCIA CONSELHO METROPOLITANA NO ARRANJO DA RMBH FRENTE PLANEJAMENTO A FUNDO DE RELEVÂNCIA ASSEMBLÉIA DA CIDADE POLO: DELIBERATIVO DE DESENVOLVIMENTO METROPOLITANA DESENVOLVIMENTO PPDI PLANO DIRETOR METROPOLITANO METROPOLITANO DE DESENVOLVIMENTO INTEGRADO ALERTA PARA O CONCEITO DE IDENTIDADE METROPOLITANA, QUANDO A GESTÃO BELO PLENA HORIZONTE E A GOVERNANÇA INTERFEDERATIVA SÃO SUPLANTADAS POR INTERESSES INDIVIDUAIS OU POLÍTICOS; CONTRIBUIÇÃO DESPROPORCIONAL Estado NO FUNDO METROPOLITANO, Sistema E APLICAÇÕES de DIANTE de RMBH DE PRIORIDADES NÃO ALINHADAS COM O PLANEJAMENTO Gestão ESTRATÉGICO DA Minas REGIÃO E DA CIDADE POLO; da Gerais RMBH LIMITES DA ATUAÇÃO DA AGÊNCIA METROPOLITANA NA GOVERNANÇA TERRITORIAL, 33 MUNICÍPIOS AVALIANDO-SE ATÉ ONDE A MESMA DEVE INFLUIR NA ORGANIZAÇÃO TERRITORIAL E JURISDICIONAL (CENTRALIDADES, FRONTEIRAS, TERRITORIOS METROPOLITANOS, OPERAÇOES AGÊNCIA URBANAS DE CONSORCIADAS, SEDRU - SEC. ETC). DESENVOLVIMENTO DESENVOLVIMENTO REGIONAL, POLÍTICA URBANA E METROPOLITANO GESTÃO METROPOLITANA EXECUTIVO ESTADUAL 10 10

11 11 AGÊNCIA RMBH ESTADO MINAS DESAFIOS Estatuto da Metrópole GOVERNANÇA INTERFEDERATIVA ORGANIZAÇÃO TERRITORIAL PRAZO DE IMPLEMENTAÇÃO 3 ANOS MUNICÍPIO DE BELO HORIZONTE

12 12 GESTÃO PLENA GOVERNANÇA INTERFEDERATIVA ORGANIZAÇÃO TERRITORIAL AGÊNCIA RMBH COMPARTILHAMENTO RESPONSABILIDADES E AÇÕES ENTES DA FEDERAÇÃO AUTONOMIA FEDERATIVA ORGANIZAÇÃO, PLANEJAMENTO E EXECUÇÃO FUNÇÕES PÚBLICAS DE INTERESSE COMUM PLANO DE DESENVOLVIMENTO URBANO INTEGRADO (APROVADO LEI) PLANOS SETORIAIS INTERFEDERATIVOS - ADEQUAÇÃO INSTRUMENTOS DE DESENVOLVIMENTO URBANO INTEGRADO - DESENVOLVER (OPERAÇÕES URBANAS CONSORCIADAS INTERFEDERATIVAS E OUTROS) COMPENSAÇÃO POR SERVIÇOS AMBIENTAIS OU OUTROS SERVIÇOS PRESTADOS PELO MUNICIPIO À UNIDADE TERRITORIAL URBANA

13 13 GESTÃO PLENA ORGANIZAÇÃO TERRITORIAL DIRETRIZES PARA AS FUNÇÕES PÚBLICAS DE INTERESSE COMUM, INCLUINDO PROJETOS ESTRATÉGICOS E AÇÕES PRIORITÁRIAS PARA INVESTIMENTOS AGÊNCIA RMBH PDDUI PLANO DE DESENVOLVIMENTO URBANO INTEGRADO (APROVADO LEI) MACROZONEAMENTO DA UNIDADE TERRITORIAL URBANA; DIRETRIZES QUANTO À ARTICULAÇÃO DOS MUNICÍPIOS NO PARCELAMENTO, USO E OCUPAÇÃO NO SOLO URBANO; DIRETRIZES QUANTO À ARTICULAÇÃO INTERSETORIAL DAS POLÍTICAS PÚBLICAS AFETAS À UNIDADE TERRITORIAL URBANA DELIMITAÇÃO DAS ÁREAS COM RESTRIÇÕES À URBANIZAÇÃO VISANDO À PROTEÇÃO DO PATRIMÔNIO AMBIENTAL OU CULTURAL, BEM COMO DAS ÁREAS SUJEITAS A CONTROLE ESPECIAL PELO RISCO DE DESASTRES NATURAIS, SE EXISTIREM EM DESENVOLVIMENTO SISTEMA DE ACOMPANHAMENTO E CONTROLE DE SUAS DISPOSIÇÕES

14 14 Inovação Institucional e Protagonismo de BH na RMBH GOVERNANÇA INTERFEDERATIVA E METROPOLITANA ESCALA ESTRATÉGICA DAS RELAÇÕES E DAS POLÍTICAS PÚBLICAS NA VISÃO DO MUNICÍPIO DE BELO HORIZONTE

15 15 Inovação Institucional e Protagonismo de BH na RMBH GOVERNANÇA INTERFEDERATIVA E METROPOLITANA OBJETIVO PROTAGONIZAR UMA GOVERNANÇA MUNICIPAL NAS INTERRELAÇÕES INTERFEDERATIVAS E METROPOLITANAS, VISANDO A COORDENAÇÃO E A ARTICULAÇÃO DE AÇÕES ENTRE OS GOVERNOS MUNICIPAIS, ESTADUAIS, SOCIEDADE CIVIL E A INICIATIVA PRIVADA EM TEMAS ESTRATÉGICOS QUE PERMITAM INDUZIR O DESENVOLVIMENTO SOCIOECONOMICO E A MELHORIA DAS CONDIÇÕES DE VIDA DOS CIDADÃOS DA CIDADE DE BELO HORIZONTE E DA RMBH. OBJETIVOS ESPECÍFICOS DESENVOLVIMENTO INTEGRADO E SUSTENTÁVEL GOVERNANÇA INTEGRADA AUTONOMIA E INDEPENDÊNCIA COOPERAÇÃO OPORTUNIDADES METROPOLITANAS PROTAGONISMO COMPLEMENTARIEDADE INOVAÇÃO

16 16 Inovação Institucional e Protagonismo de BH na RMBH GOVERNANÇA INTERFEDERATIVA E METROPOLITANA OBJETIVO OBJETIVOS ESPECÍFICOS EIXOS ESTRUTURANTES FOMENTO DE INOVAÇÃO COMPENSAÇÃO DE RECURSOS ARRANJOS PRODUTIVOS ESCALONAR AÇÕES NO AMBITO METROPOLITANO E INTERFEDERATIVO AÇÕES COM OS MUNICÍPIOS DE FRONTEIRA VETORIZAÇÃO DE AÇÕES (ARTICULAÇÃO INSTITUCIONAL DO VETOR OESTE) FORUM DE SECRETÁRIOS DE CULTURA (RMBH)

17 17 Inovação Institucional e Protagonismo de BH na RMBH PROGRAMAS E PROJETOS (PRINCIPAIS) PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO + + RESULTADOS COMPARTILHAMENTO DE MELHORES PRÁTICAS DE GESTÃO PÚBLICA E POLÍTICAS. RELAÇÃO INTERINSTITUCIONAL E GOVERNANÇA INTERFEDERATIVA IDENTIDADE METROPOLITANA ESCALONAR AÇÕES NO ÂMBITO INTERFEDERATIVO E METROPOLITANO; RESULTADOS ÍNDICE DE INTEGRAÇÃO E INTERRELAÇÃO METROPOLITANA DE BH PARA RMBH VISÃO TRANSVERSAL E EM REDE DAS POLÍTICAS PÚBLICAS MUNICIPAIS; ESCALONAR AÇÕES NO ÂMBITO INTERFEDERATIVO E METROPOLITANO; ASSOCIAÇÃO DE AÇÕES JUNTO AO(S) MUNICÍPIO(S) DA FRONTEIRA; REGIONALIZAÇÃO E VETORIZAÇÃO DE AÇÕES; 17 17

18 18 Inovação Institucional e Protagonismo de BH na RMBH PROPOSTA INOVADORA INICIATIVA PIONEIRA NACIONALMENTE UM PLANO ESTRATÉGICO E DIRETIVO, RELEVANTE NA CONSTRUÇÃO E NO ALINHAMENTO DAS POLÍTICAS E AÇÕES DO MUNICÍPIO QUE VISAM ORIENTAR E CONTRIBUIR PARA QUE O PROCESSO DE DESENVOLVIMENTO DE BELO HORIZONTE EFETIVE-SE CADA VEZ MAIS DE FORMA INTEGRADA, COLABORATIVA E COMPLEMENTAR COM OS DEMAIS MUNICÍPIOS DA RMBH E COM O ESTADO DE MINAS POR MEIO DA AGÊNCIA METROPOLITANA. PRINCÍPIOS OBJETIVOS DIRETRIZES

19 19 Inovação Institucional e Protagonismo de BH na RMBH Gestão Institucional Estratégica e inovadora Cidade Inteligente Excelência na Gestão Orçamentária e Financeira Cidade Compartilhada Integração Interfederativa e Metropolitana

20 20 20

O CONGRESSO NACIONAL decreta: CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

O CONGRESSO NACIONAL decreta: CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Institui o Estatuto da Metrópole, altera a Lei nº 10.257, de 10 de julho de 2001, e dá outras providências. O CONGRESSO NACIONAL decreta: CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1º Esta Lei, denominada

Leia mais

Compartilhar objetivos e alcançar um novo patamar em tratamento de resíduos sólidos. Essa é a proposta do governo de minas.

Compartilhar objetivos e alcançar um novo patamar em tratamento de resíduos sólidos. Essa é a proposta do governo de minas. Compartilhar objetivos e alcançar um novo patamar em tratamento de resíduos sólidos. Essa é a proposta do governo de minas. Compartilhar objetivos e alcançar um novo patamar no tratamento de resíduos.

Leia mais

MOBILIDADE URBANA E GESTÃO METROPOLITANA EM BELO HORIZONTE

MOBILIDADE URBANA E GESTÃO METROPOLITANA EM BELO HORIZONTE SEMINÁRIO MOBILIDADE URBANA: Desafios e perspectivas para as cidades brasileiras Rio de Janeiro, 7 de novembro de 2014 MOBILIDADE URBANA E GESTÃO METROPOLITANA EM BELO HORIZONTE Prof. Dr. Ronaldo Guimarães

Leia mais

Região Metropolitana de Belo Horizonte

Região Metropolitana de Belo Horizonte RORAIMA AMAPÁ AMAZONAS PARÁ MARANHÃO CEARÁ RIO GRANDE DO N ORTE PARAÍBA PIAUÍ PERNAMBUCO ACRE TOCANTINS ALA GOAS RONDÔNIA SERGIPE MATO G ROSSO BAHIA GOIÁS DF MINAS GERAIS MATO G ROSSO DO S UL E SPÍRITO

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DE MINAS GERAIS SECRETARIA EXTRAORDINÁRIA DE GESTÃO METROPOLITANA

GOVERNO DO ESTADO DE MINAS GERAIS SECRETARIA EXTRAORDINÁRIA DE GESTÃO METROPOLITANA PPP RESÍDUOS SÓLIDOS URBANOS ESTUDO LOGÍSTICO Este Relatório Técnico apresenta o modelo logístico proposto para o transporte dos resíduos sólidos urbanos da RMBH e do Colar Metropolitano. O detalhamento

Leia mais

Painel 2: Estatuto da Metrópole, um instrumento de cidadania

Painel 2: Estatuto da Metrópole, um instrumento de cidadania Painel 2: Estatuto da Metrópole, um instrumento de cidadania Rosa Moura Observatório das Metrópoles-INCT/CNPq; Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada IPEA-PNPD e-mail: rmoura.pr@gmail.com Thiago de Azevedo

Leia mais

O IBEU da Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH)

O IBEU da Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH) O IBEU da Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH) Rejane de Oliveira Nazário 1 Com o intuito de investigar a condição urbana de vida nas metrópoles brasileiras, a equipe de pesquisadores do Observatório

Leia mais

FORUM FPA IDÉIAS PARA O BRASIL

FORUM FPA IDÉIAS PARA O BRASIL FORUM FPA IDÉIAS PARA O BRASIL Ideias Centrais Metodologia de Construção do Programa Quatro instâncias: 1. Fóruns de discussão regionalizados Um coordenador regional; Espaço de discussão permanente; Diálogo

Leia mais

Pobreza urbana e a dimensão socioespacial nos processos de redistribuição da população em periferias de Belo Horizonte 1

Pobreza urbana e a dimensão socioespacial nos processos de redistribuição da população em periferias de Belo Horizonte 1 Pobreza urbana e a dimensão socioespacial nos processos de redistribuição da população em periferias de Belo Horizonte 1 Ralfo Matos Carlos Lobo João Stefani INTRODUÇÃO Há uma discussão mais ou menos recorrente

Leia mais

Projeto Movimento ODM Brasil 2015 Título do Projeto

Projeto Movimento ODM Brasil 2015 Título do Projeto Título do Projeto Desenvolvimento de capacidades, de justiça econômica sustentável e promoção de boas práticas para alcance dos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio no Brasil. Concepção Estabelecimento

Leia mais

A visão empresarial da nova institucionalidade

A visão empresarial da nova institucionalidade Inovação Tecnológica e Segurança Jurídica A visão empresarial da nova institucionalidade José Ricardo Roriz Coelho Diretor Titular Departamento de Competitividade e Tecnologia DECOMTEC Presidente Suzano

Leia mais

ANEXO VIII DIRETRIZES PARA O LICENCIAMENTO AMBIENTAL

ANEXO VIII DIRETRIZES PARA O LICENCIAMENTO AMBIENTAL ANEXO VIII DIRETRIZES PARA O LICENCIAMENTO AMBIENTAL PÁGINA 1 DE 6 I INTRODUÇÃO Os trabalhos e análises destinados à preparação dos documentos antecedentes e indispensáveis à abertura do processo licitatório

Leia mais

Seminário Internacional Trabalho Social em Habitação: Desafios do Direito à Cidade. Mesa 2: AGENTES PÚBLICOS, NORMATIVOS E DIREÇÃO DO TRABALHO SOCIAL

Seminário Internacional Trabalho Social em Habitação: Desafios do Direito à Cidade. Mesa 2: AGENTES PÚBLICOS, NORMATIVOS E DIREÇÃO DO TRABALHO SOCIAL Seminário Internacional Trabalho Social em Habitação: Desafios do Direito à Cidade Mesa 2: AGENTES PÚBLICOS, NORMATIVOS E DIREÇÃO DO TRABALHO SOCIAL Elzira Leão Trabalho Social/DHAB/DUAP/SNH Ministério

Leia mais

Consórcio das Universidades Federais do Sul/Sudeste de Minas Gerais. Uma proposta inovadora e estratégica para a região, o Estado e o País

Consórcio das Universidades Federais do Sul/Sudeste de Minas Gerais. Uma proposta inovadora e estratégica para a região, o Estado e o País Consórcio das Universidades Federais do Sul/Sudeste de Minas Gerais Uma proposta inovadora e estratégica para a região, o Estado e o País Consórcio O que não é: Uma Superuniversidade Uma Fusão de Universidades

Leia mais

ASPECTOS GERAIS ECONÔMICOS -

ASPECTOS GERAIS ECONÔMICOS - ASPECTOS GERAIS ECONÔMICOS - TURISMO E LAZER BELO HORIZONTE - MG Extensão territorial município 331 km² População total (2010) 2.375.151 habitantes Densidade 7.175 hab/km² PIB ano 2008 R$ 42.151 bilhões

Leia mais

SAUDE SUPLEMENTAR ESTADO

SAUDE SUPLEMENTAR ESTADO SAUDE SUPLEMENTAR ESTADO DE MINAS GERAIS REGIONAL DE SAÚDE BELO HORIZONTE RENATO CERCEAU Brasil, 2013-1ª edição RENATO CERCEAU SAÚDE SUPLEMENTAR: DE MINAS GERAIS ESTADO REGIONAL DE SAÚDE BELO HORIZONTE

Leia mais

SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO EDUCAÇÃO EM TEMPO INTEGRAL EM BELO HORIZONTE

SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO EDUCAÇÃO EM TEMPO INTEGRAL EM BELO HORIZONTE SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO EDUCAÇÃO EM TEMPO INTEGRAL EM BELO HORIZONTE Fórum de Educação Integral, 2013 Prefeitura Municipal de Belo Horizonte Prefeito Márcio Lacerda Secretária Municipal de Educação

Leia mais

Programa Operacional Regional Alentejo 2014/2020

Programa Operacional Regional Alentejo 2014/2020 Programa Operacional Regional Alentejo 2014/2020 Évora, 9 de setembro de 2015 Identidade, Competitividade, Responsabilidade Lezíria do Tejo Alto Alentejo Alentejo Central Alentejo Litoral Baixo Alentejo

Leia mais

A Agenda de Desenvolvimento pós-2015 e os desafios para os Governos Locais. Belo Horizonte 26 de Agosto de 2015

A Agenda de Desenvolvimento pós-2015 e os desafios para os Governos Locais. Belo Horizonte 26 de Agosto de 2015 A Agenda de Desenvolvimento pós-2015 e os desafios para os Governos Locais Belo Horizonte 26 de Agosto de 2015 Os Objetivos de Desenvolvimento do Milênio (ODM) Em 2000, durante a Cúpula do Milênio, líderes

Leia mais

RESOLUÇÃO N 4.661, DE 9 DE ABRIL DE 2014 (MG de 10/04/2014)

RESOLUÇÃO N 4.661, DE 9 DE ABRIL DE 2014 (MG de 10/04/2014) RESOLUÇÃO N 4.661, DE 9 DE ABRIL DE 2014 (MG de 10/04/2014) Dispõe sobrea forma e o prazo de pagamento da Taxa pela Utilização Potencial do Serviço de Extinção de Incêndio relativa ao exercício de 2014,

Leia mais

CURITIBA 1966 2016 50 ANOS de PLANO DIRETOR e IPPUC

CURITIBA 1966 2016 50 ANOS de PLANO DIRETOR e IPPUC CURITIBA 1966 2016 50 ANOS de PLANO DIRETOR e IPPUC Estatuto da Cidade O Estatuto da Cidade é a denominação oficial da lei 10.257 de 10 de julho de 2001, que regulamenta o capítulo "Política Urbana" da

Leia mais

Belo Horizonte, 30 de novembro de 2012

Belo Horizonte, 30 de novembro de 2012 Belo Horizonte, 30 de novembro de 2012 JUSTIFICATIVA AUMENTO DA CIDADE SEM PLANEJAMENTO (ESPALHAMENTO URBANO) USO QUASE EXCLUSIVO DO MODO RODOVIÁRIO PARA O TRANSPORTE PÚBLICO AUMENTO DA UTILIZAÇÃO DE VEÍCULOS

Leia mais

CAPÍTULO III DO FINANCIAMENTO

CAPÍTULO III DO FINANCIAMENTO PROJETO DE LEI Institui o Plano Estadual de Cultura da Bahia e dá outras providências. O GOVERNADOR DO ESTADO DA BAHIA, faço saber que a Assembléia Legislativa decreta e eu sanciono a seguinte Lei: CAPÍTULO

Leia mais

LA COOPERACIÓN INTERNACIONAL E METROPOLITANA DE CANOAS

LA COOPERACIÓN INTERNACIONAL E METROPOLITANA DE CANOAS Seminário de Planificación Urbana y Metropolización: Experiencias y Desafios Posadas, 21 de agosto de 2014 LA COOPERACIÓN INTERNACIONAL E METROPOLITANA DE CANOAS RELAÇÕES INTERNACIONAIS E COOPERAÇÃO Constituição

Leia mais

Governança Social e Gestão de Redes Organizacionais

Governança Social e Gestão de Redes Organizacionais Governança Social e Gestão de Redes Organizacionais Profa. Marcia Paterno Joppert Prof. Humberto Falcão Martins 2013 ROTEIRO Governança colaborativa Redes Gestão de/em redes Um roteiro e um exemplo de

Leia mais

Reunião do Steering Committee

Reunião do Steering Committee Projecto Engenharia 2020 Reunião do Steering Committee Ordem dos Engenheiros Lisboa 10 de Maio 2013 Parceiros Estratégicos: Augusto Mateus e Associados (A.M.); MIT Portugal; Ordem dos Engenheiros (O.E.)

Leia mais

Construindo a Sustentabilidade: Lições na gestão do Programa Piloto e desafios para o futuro

Construindo a Sustentabilidade: Lições na gestão do Programa Piloto e desafios para o futuro Construindo a Sustentabilidade: Lições na gestão do Programa Piloto e desafios para o futuro Seminário Nacional: O Programa Piloto para a Proteção das Florestas Tropicais do Brasil: Resultados, Lições

Leia mais

Fórum Empresarial de Apoio à Cidade de São Paulo. Propostas para 2011

Fórum Empresarial de Apoio à Cidade de São Paulo. Propostas para 2011 Fórum Empresarial de Apoio à Cidade de São Paulo Propostas para 2011 Justificativa A cidade de São Paulo representa um enorme desafio para todos que se empenham pelo desenvolvimento sustentável e justo

Leia mais

Cidades Analíticas. das Cidades Inteligentes em Portugal

Cidades Analíticas. das Cidades Inteligentes em Portugal Cidades Analíticas Acelerar o desenvolvimento das Cidades Inteligentes em Portugal Programa Operacional Regional Programa Operacional Regional do Centro 2014-2020 PROGRAMA OPERACIONAL REGIONAL DO CENTRO

Leia mais

1. DENOMINAÇÕES 2. OBJETIVOS DO PROCESSO SELETIVO

1. DENOMINAÇÕES 2. OBJETIVOS DO PROCESSO SELETIVO Instituto Cultural Sérgio Magnani OSCIP CNPJ 06.992.630/0001 08 Plug Minas - Centro de Formação e Experimentação Digital Processo Seletivo 2013 2º Semestre Edital nº 02/2013 O Instituto Cultural Sérgio

Leia mais

Perspectivas de atuação da Assemae para fomento do saneamento básico no Brasil. Aparecido Hojaij Presidente da Assemae

Perspectivas de atuação da Assemae para fomento do saneamento básico no Brasil. Aparecido Hojaij Presidente da Assemae Perspectivas de atuação da Assemae para fomento do saneamento básico no Brasil Aparecido Hojaij Presidente da Assemae XV Assembleia da Assemae Regional de Santa Catarina 25 de agosto de 2015 Sobre a Assemae

Leia mais

SUSTENTABILIDADE: Melhor qualidade de vida na RMBH e COLAR METROPOLITANA de Belo Horizonte/MG.

SUSTENTABILIDADE: Melhor qualidade de vida na RMBH e COLAR METROPOLITANA de Belo Horizonte/MG. SUSTENTABILIDADE: Melhor qualidade de vida na RMBH e COLAR METROPOLITANA de Belo Horizonte/MG. Fevereiro 2013 Associação dos Catadores de Papel Papelão e Material Reaproveitável ASMARE INTRODUÇÃO SUSTENTABILIDADE:

Leia mais

Projeto ARRANJO PRODUTIVO DE PLANTAS MEDICINAIS E FITOTERÁPICOS DO RIO GRANDE DO SUL

Projeto ARRANJO PRODUTIVO DE PLANTAS MEDICINAIS E FITOTERÁPICOS DO RIO GRANDE DO SUL Projeto ARRANJO PRODUTIVO DE PLANTAS MEDICINAIS E FITOTERÁPICOS DO RIO GRANDE DO SUL Estrutura da apresentação: Antecedentes Fórum pela Vida Cenário Atual Rede Fito RS Objetivos Organização Atores participantes

Leia mais

Integração de Políticas Públicas e seus desafios

Integração de Políticas Públicas e seus desafios Integração de Políticas Públicas e seus desafios Rômulo Paes de Sousa Secretário Executivo do MDS Rio de Janeiro, 5 de agosto de 2011. MODELO PRÉ-SISTÊMICO Transição da Política Pública Baseado em programas

Leia mais

Educação financeira no contexto escolar

Educação financeira no contexto escolar Educação financeira no contexto escolar Sueli Teixeira Mello e Caroline Stumpf Buaes Ministério da Educação do Brasil (MEC) Rio de Janeiro, 09/12/2015 Sumário 2 1. O papel institucional do Ministério da

Leia mais

Artigo com a apresentação e análise dos resultados da pesquisa

Artigo com a apresentação e análise dos resultados da pesquisa Artigo com a apresentação e análise dos resultados da pesquisa Pesquisa do Setor de Turismo e Hospitalidade da Região Metropolitana de Belo Horizonte - MG Contrato de Prestação de Serviços - Escola 7 de

Leia mais

MINUTA DIRETRIZES PARA MOBILIZAÇÃO E PARTICIPAÇÃO SOCIAL NO CONTROLE DA DENGUE.

MINUTA DIRETRIZES PARA MOBILIZAÇÃO E PARTICIPAÇÃO SOCIAL NO CONTROLE DA DENGUE. MINUTA DIRETRIZES PARA MOBILIZAÇÃO E PARTICIPAÇÃO SOCIAL NO CONTROLE DA DENGUE. INTRODUÇÃO O planejamento e a implementação da política de saúde pressupõe a interface entre governo e sociedade, por meio

Leia mais

Revisão do Plano Diretor de Belém. 3ª Audiência Pública Temática Tema: INFRA-ESTRUTURA, MOBILIDADE E ACESSIBILIDADE

Revisão do Plano Diretor de Belém. 3ª Audiência Pública Temática Tema: INFRA-ESTRUTURA, MOBILIDADE E ACESSIBILIDADE Prefeitura Municipal de Belém Secretaria Municipal de Coordenação Geral do Planejamento e Gestão Revisão do Plano Diretor de Belém (Lei nº 7.603/93) 3ª Audiência Pública Temática Tema: INFRA-ESTRUTURA,

Leia mais

Agenda MEI de Inovação e Manufatura Avançada

Agenda MEI de Inovação e Manufatura Avançada 10 Diálogos da MEI Agenda MEI de Inovação e Gilberto Peralta - GE Salvador, 04 de abril de 2016 A Economia Digital revolucionará o cotidiano das pessoas e das empresas, transformando nosso dia-a-dia Internet

Leia mais

55º Fórum Nacional de Secretários de Planejamento INFRAESTRUTURA E LOGÍSTICA

55º Fórum Nacional de Secretários de Planejamento INFRAESTRUTURA E LOGÍSTICA 55º Fórum Nacional de Secretários de Planejamento INFRAESTRUTURA E LOGÍSTICA Salvador/BA, 06 de Setembro de 2013 PREMISSA BÁSICA O setor de Transportes como catalisador do desenvolvimento nacional Estruturando

Leia mais

GOVERNANÇA METROPOLITANA NO BRASIL

GOVERNANÇA METROPOLITANA NO BRASIL GOVERNANÇA METROPOLITANA NO BRASIL Transporte Público Saneamento Ambiental Região Metropolitana de Belo Horizonte Zoneamento Urbano Análise Comparativa das Funções Públicas de Interesse Comum 1 Plataforma

Leia mais

APRESENTAÇÃO DO PROGRAMA

APRESENTAÇÃO DO PROGRAMA APRESENTAÇÃO DO PROGRAMA AGENDA AS 5 MARCAS DO POPH I EIXOS PRIORITÁRIOS II ARRANQUE DO PROGRAMA III I AS 5 MARCAS DO POPH AS 5 MARCAS DO POPH 1 O MAIOR PROGRAMA OPERACIONAL DE SEMPRE 8,8 mil M 8,8 Mil

Leia mais

AGENDA DE GESTÃO AMBIENTAL URBANA

AGENDA DE GESTÃO AMBIENTAL URBANA Ministério do Meio Ambiente Secretaria de Recursos Hídricos e Ambiente Urbano Gerência de Gestão Ambiental Urbana e Territorial AGENDA DE GESTÃO AMBIENTAL URBANA Cidades Sustentáveis são pautadas em três

Leia mais

Mobilidade Sustentável para um Brasil Competitivo. Otávio Vieira Cunha Filho Brasília, 28 de Agosto de 2013

Mobilidade Sustentável para um Brasil Competitivo. Otávio Vieira Cunha Filho Brasília, 28 de Agosto de 2013 Mobilidade Sustentável para um Brasil Competitivo Otávio Vieira Cunha Filho Brasília, 28 de Agosto de 2013 Estrutura da Apresentação 1. Contexto 1.1. Situação atual da Mobilidade Urbana; 1.2. Manifestações:

Leia mais

A metropolização da violência letal na RMBH 1

A metropolização da violência letal na RMBH 1 A metropolização da violência letal na RMBH 1 Luciana Teixeira Andrade 2 Marco Antônio Couto Marinho 3 Em artigo anterior (Andrade e Marinho, 2010), discutimos a relação dos homicídios com a juventude

Leia mais

SUMÁRIO APRESENTAÇÃO... 2 1 INTRODUÇÃO... 6 2 METODOLOGIA... 10 3 DIAGNÓSTICO... 12

SUMÁRIO APRESENTAÇÃO... 2 1 INTRODUÇÃO... 6 2 METODOLOGIA... 10 3 DIAGNÓSTICO... 12 PLANO DE TRANSBORDO, TRATAMENTO E DISPOSIÇÃO FINAL DOS RESÍDUOS SÓLIDOS URBANOS (RSU) REGIÃO METROPOLITANA DE BELO HORIZONTE (RMBH) E COLAR METROPOLITANO 2012 2012_09_24_ Plano_Metropolitano_transbordo_tratamento_disposicao_final_RSU_v1

Leia mais

ARTICULAÇÃO MUNICÍPIOS

ARTICULAÇÃO MUNICÍPIOS DIAGNÓSTICO SITUACIONAL DOS GESTÃO DOS RSU GESTÃO DOS RL ARTICULAÇÃO MUNICÍPIOS RMBH RECICLA EDUCAÇÃO AMBIENTAL CAPACITAÇÃO PGIRSU DIAGNÓSTICO SITUACIONAL DOS MUNICÍPIOS MINAS SEM LIXÃO LEVANTAMENTO JUNTO

Leia mais

Agenda. O que éo Inova Energia? Linhas Temáticas. Etapas do Inova Energia

Agenda. O que éo Inova Energia? Linhas Temáticas. Etapas do Inova Energia Agenda O que éo Inova Energia? Linhas Temáticas Etapas do Inova Energia 2 O Inova Energia é parte do Plano Inova Empresa Orçamento esperado: R$ 32 bi............ Objetivo do Inova Energia fomentar e apoiar

Leia mais

GVT Minas Gerais. Lista de Cidades Longa Distância Nacional BELO HORIZONTE

GVT Minas Gerais. Lista de Cidades Longa Distância Nacional BELO HORIZONTE GVT Minas Gerais Lista de Cidades Longa Distância Nacional Área Local AMANDA BALDIM CUIA GAMELEIRA DA PALMA MOCAMBO SAO VICENTE SUMIDOURO DO ROTULO VARGEM GRANDE BARREIRO VENDA NOVA BETIM CHARNECA LIBERATOS

Leia mais

Acordo de Acionistas. do Grupo CPFL Energia. Atual Denominação Social da Draft II Participações S.A.

Acordo de Acionistas. do Grupo CPFL Energia. Atual Denominação Social da Draft II Participações S.A. Acordo de Acionistas Política de da Investimento CPFL Energia Social S.A. do Grupo CPFL Energia Atual Denominação Social da Draft II Participações S.A. 1 Sumário 1. Introdução 3 2. Objetivo 4 3. Âmbito

Leia mais

PROGRAMA TALENTOS DA EDUCAÇÃO 2016

PROGRAMA TALENTOS DA EDUCAÇÃO 2016 PROGRAMA TALENTOS DA EDUCAÇÃO 2016 O programa Talentos da Educação é uma iniciativa da Fundação Lemann para apoiar pessoas talentosas e comprometidas com a melhoria da educação no Brasil. A proposta é

Leia mais

Estado: ESPIRITO SANTO RESPONSABILIDADES GERAIS DA GESTAO DO SUS

Estado: ESPIRITO SANTO RESPONSABILIDADES GERAIS DA GESTAO DO SUS PLANILHA DE PACTUAÇÃO DAS - TCG Data da Validação: 31/03/2010 Data da Homologação: 12/04/2010 Revisão Nº:001 Pedido de Revisão: 30/03/2010 Portaria: 2.846 Data da Publicação: 25/11/2008 Estado: ESPIRITO

Leia mais

Data: 06 a 10 de Junho de 2016 Local: Rio de Janeiro

Data: 06 a 10 de Junho de 2016 Local: Rio de Janeiro Data: 06 a 10 de Junho de 2016 Local: Rio de Janeiro Justificativas O Estado contemporâneo busca superar uma parte substantiva dos obstáculos que permeiam as políticas públicas e as ações privadas através

Leia mais

Institui, na forma do art. 43 da Constituição Federal, a Superintendência de Desenvolvimento da Amazônia SUDAM, estabelece a sua composição, natureza

Institui, na forma do art. 43 da Constituição Federal, a Superintendência de Desenvolvimento da Amazônia SUDAM, estabelece a sua composição, natureza Institui, na forma do art. 43 da Constituição Federal, a Superintendência de Desenvolvimento da Amazônia SUDAM, estabelece a sua composição, natureza jurídica, objetivos, área de competência e instrumentos

Leia mais

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE GERENCIAMENTO DE CONDIÇÕES CRÔNICAS

REGULAMENTO DO PROGRAMA DE GERENCIAMENTO DE CONDIÇÕES CRÔNICAS REGULAMENTO DO PROGRAMA DE GERENCIAMENTO DE CONDIÇÕES CRÔNICAS Versão aprovada na 2ª reunião do Conselho Deliberativo da Cemig Saúde em 22.10.2010. Em vigor a partir de 01.10.2010. Alterado na 15ª reunião

Leia mais

II CONFERÊNCIA ESTADUAL DAS CIDADES

II CONFERÊNCIA ESTADUAL DAS CIDADES II CONFERÊNCIA ESTADUAL DAS CIDADES PROPOSTAS PRIORITÁRIAS: 1. PARTICIPAÇÃO E CONTROLE SOCIAL Criar o Conselho Estadual da cidade e apoiar a criação dos conselhos municipais, de forma paritária, de caráter

Leia mais

Investimento Social no Entorno do Cenpes. Edson Cunha - Geólogo (UERJ) Msc. em Sensoriamento Remoto (INPE)

Investimento Social no Entorno do Cenpes. Edson Cunha - Geólogo (UERJ) Msc. em Sensoriamento Remoto (INPE) Investimento Social no Entorno do Cenpes Edson Cunha - Geólogo (UERJ) Msc. em Sensoriamento Remoto (INPE) MBA em Desenvolvimento Sustentável (Universidade Petrobras) Abril / 2010 PETR ROBRAS RESPONSABILIDADE

Leia mais

DIRETRIZES PARA O PROGRAMA DE GOVERNO

DIRETRIZES PARA O PROGRAMA DE GOVERNO DIRETRIZES PARA O PROGRAMA DE GOVERNO Formular e implementar estratégias de gestão com participação, transparência, compromisso, responsabilidade e efetividade, potencializando a administração pública

Leia mais

Inovação substantiva na Administração Pública

Inovação substantiva na Administração Pública Inovação substantiva na Administração Pública XI Encontro Nacional de Escolas de Governo 10 e 11 de dezembro de 2015 Rosana Aparecida Martinez Kanufre Superintendência Instituto Municipal de Administração

Leia mais

Governança colaborativa entre municípios da Região Metropolitana de Belo Horizonte REDE 10

Governança colaborativa entre municípios da Região Metropolitana de Belo Horizonte REDE 10 GOVERNANÇA METROPOLITANA São Paulo - SP / Junho 2012 Governança colaborativa entre municípios da Região Metropolitana de Belo Horizonte REDE 10 Carlos Augusto de Almeida Dias Secretaria Municipal Adjunta

Leia mais

REUNIÃO NÚCLEO DE PLANEJAMENTO E MODERNIZAÇÃO DA GESTÃO

REUNIÃO NÚCLEO DE PLANEJAMENTO E MODERNIZAÇÃO DA GESTÃO REUNIÃO NÚCLEO DE PLANEJAMENTO E MODERNIZAÇÃO DA GESTÃO 15 DE AGOSTO DE 2012 NÚCLEO DE PLANEJAMENTO E MODERNIZAÇÃO DA GESTÃO 15/08/12 PAUTA 1. AGENDA PLANEJAMENTO II SEMESTRE 2012 2. ESCRITÓRIO DE PROJETOS

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO CONSULTOR NACIONAL OPAS/OMS

TERMO DE REFERÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO CONSULTOR NACIONAL OPAS/OMS TERMO DE REFERÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO CONSULTOR NACIONAL OPAS/OMS 1. Objetivo geral: Assessorar tecnicamente a gestão e a implementação das atividades relacionadas com as iniciativas governamentais para

Leia mais

URBANIZAÇÃO DE CURITIBA S.A. Av. Presidente Affonso Camargo, 330 CEP 80060-090 Curitiba PR E-mail: urbs.curitiba@avalon.sul.com.

URBANIZAÇÃO DE CURITIBA S.A. Av. Presidente Affonso Camargo, 330 CEP 80060-090 Curitiba PR E-mail: urbs.curitiba@avalon.sul.com. URBANIZAÇÃO DE CURITIBA S.A. Av. Presidente Affonso Camargo, 330 CEP 80060-090 Curitiba PR E-mail: urbs.curitiba@avalon.sul.com.br Tel: 55-41-320 3232 Fax: 55-41-232 9475 PLANEJAMENTO, GERENCIAMENTO E

Leia mais

Estacionamentos Belo Horizonte

Estacionamentos Belo Horizonte SECRETARIA MUNICIPAL DE DESENVOLVIMENTO Estacionamentos Belo Horizonte Belo Horizonte, 24 de Janeiro de 2012 Objetivos do encontro de hoje Objetivos Esclarecimento e discussão do projeto junto aos munícipes

Leia mais

Processo que leva ao estabelecimento de um conjunto coordenado de ações visando à consecução de determinados objetivos.

Processo que leva ao estabelecimento de um conjunto coordenado de ações visando à consecução de determinados objetivos. Planejamento: Processo que leva ao estabelecimento de um conjunto coordenado de ações visando à consecução de determinados objetivos. Séc XX Planejar: Fazer o plano ou planta de; projetar, traçar. 1881

Leia mais

OS DESAFIOS DA GOVERNANÇA PÚBLICA em tempos de transformação

OS DESAFIOS DA GOVERNANÇA PÚBLICA em tempos de transformação OS DESAFIOS DA GOVERNANÇA PÚBLICA em tempos de transformação Londrina, 31/08/2015 Prof. Caio Marini caiomarini@institutopublix.com.br ARGUMENTO DE PARTIDA BOA GOVERNANÇA CRIA VALOR PARA A SOCIEDADE O ARGUMENTO

Leia mais

Carta de Brasília II

Carta de Brasília II 2 Carta de Brasília II O II Fórum Nacional de TVs Públicas, ancorado pela Carta de Brasília, afirma seu compromisso com o processo de democratização da comunicação social brasileira. Visando a conquista

Leia mais

Papel dos Bancos de Desenvolvimento e das Agências de Fomento no apoio aos APLs

Papel dos Bancos de Desenvolvimento e das Agências de Fomento no apoio aos APLs Papel dos Bancos de Desenvolvimento e das Agências de Fomento no apoio aos APLs Brasília, abril de 2014 Sumário da Apresentação Política Nacional de Desenvolvimento Regional PNDR; Programa Rotas de Integração

Leia mais

Brasilia, 11 novembro 2008 INTEGRAÇÃ ÇÃO METROPOLITANA: O DESAFIO DAS CIDADES. Fernanda Magalhães

Brasilia, 11 novembro 2008 INTEGRAÇÃ ÇÃO METROPOLITANA: O DESAFIO DAS CIDADES. Fernanda Magalhães INTEGRAÇÃ ÇÃO METROPOLITANA: O DESAFIO DAS CIDADES Fernanda Magalhães Marco de Referência A A maioria dos aglomerados urbanos conforma sistemas em rede com forte dependência ncia funcional regional apresentando

Leia mais

Pesquisa da Região Metropolitana de Belo Horizonte, 2002

Pesquisa da Região Metropolitana de Belo Horizonte, 2002 Consórcio de Informações Sociais Pesquisa da Região Metropolitana de Belo Horizonte, 2002 Neuma Aguiar LIVRO DE CÓDIGOS CIS 0057 Sumário Módulo Folha de Rosto...1 Módulo Introdução...3 Módulo Qualidade

Leia mais

O papel da iniciativa privada no desenvolvimento da gestão pública brasileira

O papel da iniciativa privada no desenvolvimento da gestão pública brasileira O papel da iniciativa privada no desenvolvimento da gestão pública brasileira CONTEXTO BRASIL 1970 90 milhões de habitantes 2010 190 milhões de habitantes... Temos feito muito, mas não o suficiente...

Leia mais

Governador Aécio Neves empossa nova Diretoria da Granbel no Palácio da Liberdade

Governador Aécio Neves empossa nova Diretoria da Granbel no Palácio da Liberdade Publicação da Associação dos Municípios da Região Metropolitana de Belo Horizonte - GRANBEL - Ano 9 - Nº 57 - Abril/2009 Governador Aécio Neves empossa nova Diretoria da Granbel no Palácio da Liberdade

Leia mais

POLÍTICA DE RESPONSABILIDADE SOCIOAMBIENTAL DO BANCO DA AMAZÔNIA

POLÍTICA DE RESPONSABILIDADE SOCIOAMBIENTAL DO BANCO DA AMAZÔNIA POLÍTICA DE RESPONSABILIDADE SOCIOAMBIENTAL DO BANCO DA AMAZÔNIA A Socioambiental (PRSA) substitui a Política Corporativa pela Sustentabilidade (2011), e incorpora a contribuição das partes interessadas

Leia mais

XII Congresso Brasileiro de Fomento Comercial. 1º de maio de 2014

XII Congresso Brasileiro de Fomento Comercial. 1º de maio de 2014 XII Congresso Brasileiro de Fomento Comercial 1º de maio de 2014 Humberto Luiz Ribeiro Secretário de Comércio e Serviços (SCS) Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC) Apresentação

Leia mais

EIXO 4 PLANEJAMENTO E GESTÃO ORÇAMENTÁRIA E FINANCEIRA

EIXO 4 PLANEJAMENTO E GESTÃO ORÇAMENTÁRIA E FINANCEIRA EIXO 4 PLANEJAMENTO E GESTÃO ORÇAMENTÁRIA E FINANCEIRA Disciplina: D.4.6. Gestão, Avaliação e Revisão do PPA (20h) (Caso 2: Piloto do Monitoramento do PPA 2012-2015 - Programa Mudanças Climáticas) Professor:

Leia mais

VIII ENESE Maio / 2015

VIII ENESE Maio / 2015 Propostas voltadas para a futura Reforma Urbana, considerando a experiência do Estatuto da Cidade do Estatuto da Metrópole... e do processo de planejamento de Curitiba VIII ENESE Maio / 2015 FATORES CRÍTICOS:

Leia mais

Land Tenure Regularization in Urban Protected Areas. Preliminary considerations from ongoing experience

Land Tenure Regularization in Urban Protected Areas. Preliminary considerations from ongoing experience Land Tenure Regularization in Urban Protected Areas. Preliminary considerations from ongoing experience in community located in the buffer zone of the Pedra Branca State Park in Rio de Janeiro, Brazil.

Leia mais

Política de Responsabilidade Social

Política de Responsabilidade Social Política de Responsabilidade Social Buscar o aperfeiçoamento contínuo das práticas de Responsabilidade Social através do diálogo e engajamento das partes interessadas, focando em resultados para o desenvolvimento

Leia mais

PLANOS MUNICIPAIS DE EDUCAÇÃO Expectativas, Desafios e Acompanhamentos

PLANOS MUNICIPAIS DE EDUCAÇÃO Expectativas, Desafios e Acompanhamentos PLANOS MUNICIPAIS DE EDUCAÇÃO Expectativas, Desafios e Acompanhamentos Marialba da Glória Garcia Carneiro Avaliadora Educacional-SASE Secretária Municipal de Educação de Pereira Barreto-SP 2016 PANORAMA

Leia mais

ACORDO DE PARCERIA 2014-2020 PORTUGAL 2020

ACORDO DE PARCERIA 2014-2020 PORTUGAL 2020 ACORDO DE PARCERIA 2014-2020 PORTUGAL 2020 1 Portugal 2020, o Acordo de Parceria (AP) que Portugal irá submeter à Comissão Europeia estrutura as intervenções, os investimentos e as prioridades de financiamento

Leia mais

PROGRAMA PROREDES BIRD RS TERMO DE REFERÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO DE CONSULTORIA INDIVIDUAL ESPECIALIZADA EM ANÁLISE DE SISTEMAS NA ÁREA DA EDUCAÇÃO

PROGRAMA PROREDES BIRD RS TERMO DE REFERÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO DE CONSULTORIA INDIVIDUAL ESPECIALIZADA EM ANÁLISE DE SISTEMAS NA ÁREA DA EDUCAÇÃO PROGRAMA PROREDES BIRD RS TERMO DE REFERÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO DE CONSULTORIA INDIVIDUAL ESPECIALIZADA EM ANÁLISE DE SISTEMAS NA ÁREA DA EDUCAÇÃO Sumário 1 Objetivo da contratação... 1 2 Antecedentes e

Leia mais

11. Ciclo de Gestão do Governo Federal

11. Ciclo de Gestão do Governo Federal Marco Legal: Constituição de 1988 11. Ciclo de Gestão do Governo Federal Instrumentos: Planejamento Orçamento Finanças Controle LDO PPA LOA Elementos Normativos: Plano Plurianual - PPA, Lei de Diretrizes

Leia mais

01 Legislativa. 031 Acao Legislativa. 0135 Gestao Administrativa do Poder Legi 0136 Gestao Legislativa 0289 Recuperacao de Localidades Atingida

01 Legislativa. 031 Acao Legislativa. 0135 Gestao Administrativa do Poder Legi 0136 Gestao Legislativa 0289 Recuperacao de Localidades Atingida CLASSIFICACAO FUNCIONAL-PROGRAMATICA: CODIGO E ESTRUTURA ANEXO 05 DA LEI 4.320/64 10/03/2015 FOLHA: 1 01 Legislativa 02 Judiciaria 03 Essencial a Justica 04 Administracao 031 Acao Legislativa 032 Controle

Leia mais

Governo de Mato Grosso Secretaria de Estado de Planejamento e Coordenação Geral Superintendência de Planejamento Coordenadoria de Avaliação

Governo de Mato Grosso Secretaria de Estado de Planejamento e Coordenação Geral Superintendência de Planejamento Coordenadoria de Avaliação Governo de Mato Grosso Secretaria de Estado de Planejamento e Coordenação Geral Superintendência de Planejamento Coordenadoria de Avaliação ET CA/SP/SEPLAN nº 02/2013 Evolução da extrema pobreza em Mato

Leia mais

PLANO DE DESENVOLVIMENTO REGIONAL SUSTENTÁVEL PARA A ÁREA DE INFLUÊNCIA NCIA DA RODOVIA SANTARÉM: PLANO BR-163 SUSTENTÁVEL

PLANO DE DESENVOLVIMENTO REGIONAL SUSTENTÁVEL PARA A ÁREA DE INFLUÊNCIA NCIA DA RODOVIA SANTARÉM: PLANO BR-163 SUSTENTÁVEL PLANO DE DESENVOLVIMENTO REGIONAL SUSTENTÁVEL PARA A ÁREA DE INFLUÊNCIA NCIA DA RODOVIA CUIABÁ-SANTAR SANTARÉM: PLANO BR-163 SUSTENTÁVEL GRUPO DE TRABALHO INTERMINISTERIAL Decreto de 15 de março de 2004

Leia mais

Avaliação Ambiental Estratégica Relatório Ambiental. PGRH-Açores 2016-2021. Anexo I

Avaliação Ambiental Estratégica Relatório Ambiental. PGRH-Açores 2016-2021. Anexo I Anexo I Diretivas Diretiva Quadro da Água (DQA) Diretiva Quadro Estratégia Marinha (DQEM) Diretiva 2000/60/CE do Parlamento Europeu e do Conselho, de 23 de outubro de 2000, que estabelece um quadro de

Leia mais

CARTA DA PLENÁRIA ESTADUAL DE ECONOMIA POPULAR SOLIDÁRIA DE PERNAMBUCO AO MOVIMENTO DE ECONOMIA SOLIDÁRIA, AOS MOVIMENTOS SOCIAIS E À SOCIEDADE

CARTA DA PLENÁRIA ESTADUAL DE ECONOMIA POPULAR SOLIDÁRIA DE PERNAMBUCO AO MOVIMENTO DE ECONOMIA SOLIDÁRIA, AOS MOVIMENTOS SOCIAIS E À SOCIEDADE FORUM DE ECONOMIA POPULAR SOLIDÁRIA DE PERNAMBUCO CARTA DA PLENÁRIA ESTADUAL DE ECONOMIA POPULAR SOLIDÁRIA DE PERNAMBUCO AO MOVIMENTO DE ECONOMIA SOLIDÁRIA, AOS MOVIMENTOS SOCIAIS E À SOCIEDADE Recife,

Leia mais

NOTA TÉCNICA 04 2012 Ações de Saúde para a Copa do Mundo FIFA 2014

NOTA TÉCNICA 04 2012 Ações de Saúde para a Copa do Mundo FIFA 2014 NOTA TÉCNICA 04 2012 Ações de Saúde para a Copa do Mundo FIFA 2014 1 INTRODUÇÃO Esta Nota Técnica tem o propósito de relatar as atividades desenvolvidas em 2011 pelo Grupo de Trabalho de Preparação das

Leia mais

GESTÃO DE ÁGUAS URBANAS EM REGIÕES METROPOLITANAS A EXPERIÊNCIA DA COPASA NA RMBH. Ligações Água (10 6 ) 3,0. Ligações - Esgoto (10 6 ) 1,4

GESTÃO DE ÁGUAS URBANAS EM REGIÕES METROPOLITANAS A EXPERIÊNCIA DA COPASA NA RMBH. Ligações Água (10 6 ) 3,0. Ligações - Esgoto (10 6 ) 1,4 GESTÃO DE ÁGUAS URBANAS EM REGIÕES METROPOLITANAS A EXPERIÊNCIA DA COPASA NA RMBH COPASA - Visão Geral A Copasa está presente em 60 cidades de MG Desde 963, fornece serviços de abastecimento de água e

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Secretaria de Educação Básica. AUDIÊNCIA PÚBLICA Avaliação dos Programas Federais de Respeito à Diversidade Sexual nas Escolas

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Secretaria de Educação Básica. AUDIÊNCIA PÚBLICA Avaliação dos Programas Federais de Respeito à Diversidade Sexual nas Escolas MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Secretaria de Educação Básica AUDIÊNCIA PÚBLICA Avaliação dos Programas Federais de Respeito à Diversidade Sexual nas Escolas MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL Procuradoria Geral da República

Leia mais

Gestão Pública Democrática

Gestão Pública Democrática Gestão Pública Democrática Apoio Parceria Coordenação Técnica Iniciativa Gestão Pública Democrática Conceito de gestão Tem origem na palavra latina gestione que se refere ao ato de gerir, gerenciar e administrar.

Leia mais

CURSO GESTÃO PÚBLICA E ELABORAÇÃO DE PROJETOS SUSTENTÁVEIS

CURSO GESTÃO PÚBLICA E ELABORAÇÃO DE PROJETOS SUSTENTÁVEIS CURSO GESTÃO PÚBLICA E ELABORAÇÃO DE PROJETOS SUSTENTÁVEIS LICENCIAMENTO AMBIENTAL PARA OBRAS MUNICIPAIS Mariana Paula Pereira Consultora de Gestão Ambiental Novembro/2015 POLÍTICA DE RESPONSABILIDADE

Leia mais

GESTÃO DO AGRONEGÓCIO

GESTÃO DO AGRONEGÓCIO Pós-Graduação em GESTÃO DO AGRONEGÓCIO Ingresso agosto de 2016 Informações: (51) 3218-1355 ernani.neto@espm.br O Curso tem por objetivo capacitar os participantes na utilização de práticas contemporâneas

Leia mais

Territórios de atuação do PGI no Pará

Territórios de atuação do PGI no Pará Projeto - Pará Territórios de atuação do PGI no Pará Itaituba 97 mil Habitantes - Distrito de Miritituba - Distrito de Campo Verde Barcarena 99 mil Habitantes - Vila Itupanema - Vila Nova / Vila União

Leia mais

Governança Corporativa de Empresas Familiares. Migrando do Conselho para os níveis operacionais

Governança Corporativa de Empresas Familiares. Migrando do Conselho para os níveis operacionais Governança Corporativa de Empresas Familiares Migrando do Conselho para os níveis operacionais O que é "empresa familiar"? A família detém o controle societário Empresas Familiares no Mundo Fonte: Consultoria

Leia mais

GOVERNANÇA METROPOLITANA DA REGIÃO METROPOLITANA DO RIO DE JANEIRO

GOVERNANÇA METROPOLITANA DA REGIÃO METROPOLITANA DO RIO DE JANEIRO GOVERNANÇA METROPOLITANA DA REGIÃO METROPOLITANA DO RIO DE JANEIRO A RMRJ NO CONTEXTO NACIONAL: ATUALMENTE EXISTEM 41 REGIÕES METROPOLITANAS NO BRASIL, SENDO QUE 21 POSSUEM MAIS DE 1 MILHÃO DE HABITANTES,

Leia mais

DESENVOLVIMENTO SOCIAL

DESENVOLVIMENTO SOCIAL ENCONTRO DE GESTORES PÚBLICOS MUNICIPAIS DA PARAÍBA FORTALECIMENTO DA GESTÃO MUNICIPAL PARA O DESENVOLVIMENTO SOCIAL João Pessoa PB / 18, 19, 21 e 22 de março O PNUD reconhece a capacidade do TCE-PB de

Leia mais

Plano Municipal de Saúde 2014-2017

Plano Municipal de Saúde 2014-2017 Plano Municipal de Saúde 2014-2017 Plano Municipal de Saúde - PMS O instrumento que, a partir de uma análise situacional, apresenta as intenções e os resultados a serem buscados no período de quatro anos,

Leia mais

Turismo de Natureza no Alto Minho:

Turismo de Natureza no Alto Minho: SEMINÁRIO FINAL VALOR GERÊS-XURÉS Turismo de Natureza: Balanço e Perspetivas 2014-2020 António Sá Melgaço, Porta de Lamas de Mouro 16 de dezembro de 2014 Turismo de Natureza no Alto Minho: Balanço 2007-2013

Leia mais

APRESENTAÇÃO APL AUDIOVISUAL

APRESENTAÇÃO APL AUDIOVISUAL APRESENTAÇÃO APL AUDIOVISUAL AMOSTRA 101 Empresas presentes no Arranjo 64 Empresas formalmente filiadas ao APL 26 Questionários estruturados 21 Entrevistas semiestruturadas PERFIL DAS EMPRESAS PERFIL DAS

Leia mais