30/05/2010. Custo total da atividade de engorda (US$/100kg carcaça) Norte Nordeste Sudeste Sul Centro Oeste

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "30/05/2010. Custo total da atividade de engorda (US$/100kg carcaça) Norte Nordeste Sudeste Sul Centro Oeste"

Transcrição

1 Custo da produção de carne no Brasil Custo total da atividade de engorda (US$/100kg carcaça) Embrapa Amazônia Oriental Fonte: Agri Benchmark Beef Report (2008) Características importantes da pecuária brasileira (1) A maioria de rebanho é criado a pasto 85,5 Pastagem é a forma mais econômica e prática de produzir e oferecer alimentos para os bovinos Onde o confinamento é a base da produção de carne, a colheita (e a oferta) da forragem e o manejo de dejetos requer o uso intensivo de mão de obra, máquinas, equipamentos e combustível fóssil (aumento de custos e impactos ambientais) Na criação a pasto a colheita da forragem é feita pelo próprio animal, por meio do pastejo Resultado é a redução de custos, impactos ambientais e a geração de um produto tido como mais saudável, com qualidade nutricional elevada o boi verde ou boi de capim 31,3 2,02 3,6 22,2 Fonte: IBGE/Pesquisa Pecuária Municipal Norte Nordeste Sudeste Sul Centro Oeste 1

2 Características importantes da pecuária brasileira (2) Breve histórico da pecuária na fronteira agrícola Migração da pecuária para regiões de fronteira agrícola (Norte, Centro-Oeste e Nordeste) A pecuária é considerada a atividade agrícola menos onerosa e mais eficiente para ocupar áreas e assegurar a posse da terra Busca de menores custos de produção, principalmente devido a pressão de competição exercida pela agricultura em outras regiões (preço da terra) Condições climáticas (Região Norte) mais favoráveis temperaturas mais uniformes e períodos de seca relativamente menos severos e extensos Todas essas condições permitem que o pasto seja a base alimentar da pecuária de corte durante o ano todo ( boi verde ou boi de capim ), reduzindo os custos de produção Outras atividades agrícolas normalmente exigem preparo mais cuidadoso de área e o uso mais intensivo de insumos e de mão-de-obra para poderem ser implantadas com um mínimo de sucesso mais onerosas Erros de manejo e problemas climáticos são mais facilmente contornados na atividade pecuária Modelo de desenvolvimento da pecuária em áreas de fronteira agrícola - Fase 1 Crescimento horizontal : Fluxo migratório inicial intenso e rápida taxa de expansão da atividade Int Pecuária extremamente extensiva (pouco tecnificada) - terras abundantes e baratas Visão mais pioneira do que empresarial Busca de lucro via compra e venda de terra e madeira Postura mais especulativa da atividade pecuária 2

3 Pecuária na fronteira agrícola Fase 1 A escassez de áreas naturais para a expansão da atividade seria um pré-requisito requisito básico para a adoção de tecnologias de intensificação agrícola A abundância de terra, de certa forma, contribui para a diminuição na demanda tecnológica na atividade pecuária em muitas locais de fronteira agrícola do Brasil Na pecuária de baixa tecnologia (extremamente extensiva) a produtividade real pode ficar muito abaixo da produtividade potencial Real Potencial Produtividade Aumento da produção alcançado por meio da expansão das áreas de pastagem Crescimento horizontal Modelo de desenvolvimento da pecuária em áreas de fronteira agrícola - Fase 2 Refinamento : Abandono ou a intensificação (expansão vertical) da atividade pecuária Int Int Int Visão mais empresarial do que pioneira Gradativa escassez na disponibilidade de terras (> preço), pressões ambientais e de mercado Busca de lucro via comercialização da produção Postura mais profissional sobre a atividade pecuária Pecuária na fronteira agrícola Fase 2 Principais problemas da pecuária na fronteira agrícola Crescentes pressões pela diminuição do desmatamento, valorização da terra Aumento na conscientização de governantes, técnicos, produtores e da sociedade em geral com as questões ambientais Mais tecnologias para o aumento da produtividade das pastagens Novas cultivares de plantas forrageiras Tecnologias para a recuperação de pastagens degradadas Menor distância entre a produtividade real e a produtividade potencial Produtividade Real Potencial Aumento da produção alcançado por meio da intensificação Crescimento vertical Baixo grau de intensificação e padrão tecnológico regime extensivo Degradação das pastagens Planejamento, controle e avaliação deficientes baixa visão empresarial Infraestrutura deficiente (estradas, mão de obra etc.) Baixa produtividade e rentabilidade Insegurança na posse da terra 3

4 Mudanças no paradigma de produção na fronteira agrícola Número crescente de produtores em áreas de fronteira agrícola vem buscando mais eficiência (i.e., produzir mais em menor área) O grande desafio para a produção de bovinos a pasto em áreas de fronteira agrícola será o aumento da eficiência, por meio da utilização de tecnologias de manejo mais intensivo da pastagem Aumento da capacidade de suporte e longevidade das pastagens e da recuperação de pastos improdutivos, em detrimento da expansão das áreas de pastagens (abertura de novas áreas) Fonte: Elaboração da AGE/MAPA com dados da CONAB Receita (milhões de US$) Fonte: Secex/MDIC/Mapa Fonte: FAPRI (2010) 4

5 85,5 Norte (19,3%) Centro Oeste (34,1%) Sul (13,6%) Nordeste (14,2%) Sudeste (18,7%) Norte 31,3 Nordeste 2,02 3,6 Sudeste Sul 22,2 Fonte: IBGE/Pesquisa Pecuária Municipal Centro Oeste Fonte: IBGE/Pesquisa Pecuária Municipal, 2009 Necessidade da modernização da pecuária na fronteira agrícola brasileira (1) Necessidade da modernização da pecuária na fronteira agrícola brasileira (2) No futuro, a produção de bovinos deverá se concentrar predominantemente nas áreas de fronteira agrícola - Norte, Nordeste e Centro-Oeste Maior exposição dos sistemas de produção dessas regiões para mercados consumidores potenciais Maiores pressões para que a carne produzida nas áreas de fronteira agrícola do Brasil: Atenda as demandas quantitativas do mercado Se adéque as exigências ambientais e de qualidade Deverá se fortalecer um modelo produtivo eficiente e sustentável baseado, predominantemente, na produção a pasto objetivando: Preços competitivos Qualidade elevada Observação de princípios ambientais e sociais e de bem-estar estar animal Meta será criar um sistema de produção moderno, adaptado à nova realidade de um mercado globalizado Produzir mais dependerá, basicamente, do aumento da produtividade e NÃO da abertura de novas áreas 5

6 Estratégias para o aumento de produtividade da pecuária na fronteira agrícola brasileira Melhoramento das pastagens via a reutilização das áreas já desmatadas Recuperação de pastagens degradadas Mais investimento (público e privado) em pesquisa e desenvolvimento Desenvolvimento de cultivares de forrageiras e melhoramento genético do rebanho Aumento na adoção de tecnologia e na intensificação produtiva Suplantação das barreiras para a adoção de tecnologia pelos produtores: Falta de incentivo financeiro Acesso restrito a informação Serviços deficientes de extensão rural Poucas oportunidades para qualificação técnica do produtor Insegurança política e fundiária Degradação de Pastagens Um dos principais problemas para sustentabilidade da atividade pecuária No Norte e Centro-Oeste cerca de 70 milhões de ha de pastagens estariam degradadas ou em degradação Foto: Embrapa Acre A recuperação dessas áreas poderia, no mínimo, Foto: Embrapa dobrar a produção atual de carne e leite, sem a Acre necessidade de derrubar uma só árvore Para cada hectare de pastagem recuperada deixa-se de desmatar cerca de dois hectares Foto: Embrapa Amazônia Oriental Foto: Moacyr Dias-Filho a O aumento na produtividade das pastagens recuperadas, permitiria i que parte das áreas atualmente t utilizadas sob pastos, fosse convertida para outros fins agrícolas, florestais ou de preservação Recuperação de pastagens principal alternativa para conciliar o crescimento da pecuária em áreas de fronteira agrícola com a preservação ambiental 6

7 Principais causas da degradação de pastagens 1. Práticas inadequadas de pastejo Taxas de lotação ou períodos de descanso que não levam em conta o ritmo de crescimento da pastagem 2. Práticas inadequadas de manejo da pastagem Uso excessivo do fogo Ausência de reposição da fertilidade do solo 3. Falhas no estabelecimento da pastagem Preparo da área Época de semeadura Baixa qualidade das sementes 4. Doenças, pragas e probl. fisiológicos Cigarrinha das pastagens, lagartas etc. Síndrome da morte da B. brizantha cv. Marandu (solos com drenagem deficiente) 5. Clima e solo Excesso ou falta de chuvas Baixa fertilidade natural, drenagem deficiente do solo Estratégias para a recuperação de pastagens degradadas Requisitos para a adoção de tecnologias para a recuperação de pastagens em regiões de fronteira agrícola Recursos financeiros próprios ou acesso a crédito para os investimentos (compra de insumos, animais etc.) Domínio da tecnologia ou acesso à assistência técnica qualificada Acesso a mercado para compra de insumos (sementes, adubos etc.) Segurança na posse da terra Estabilidade jurídica e política Fonte: Dias-Filho (2007) 7

8 Considerações finais Governantes, produtores e técnicos devem estar cientes da importância crescente que as regiões de fronteira agrícola terão na produção de bovinos no Brasil Esta demanda de produção estará atrelada a exigências ambientais e de qualidade do produto É indispensável que os sistemas de produção atualmente praticados na fronteira agrícola brasileira sejam modernizados, visando torná-los mais eficientes (mais produtivos) e amplamente sustentáveis Contato Moacyr Bernardino Dias-Filho Embrapa Amazônia Oriental, Belém, PA A recuperação de pastagens degradadas e a adoção de práticas mais intensivas de manejo de pastagem deverão ser o foco central dessa modernização, possibilitando o aumento da produção, sem promover a expansão das áreas de pastagem Palestra apresentada por Moacyr Bernardino Dias-Filho em 26 de maio Simpósio Produção de Bovinos de Corte na Fronteira Agrícola, Zootec 2010, Palmas, TO. Todos os direitos reservados: A reprodução não autorizada deste material, no todo ou em parte, constitui violação dos direitos autorais (Lei no 9.610). 2010, Moacyr Bernardino Dias Filho 8

Moacyr Bernardino Dias-Filho

Moacyr Bernardino Dias-Filho Moacyr Bernardino Dias-Filho Embrapa Amazônia Oriental www.diasfilho.com.br O estigma da pecuária desenvolvida a pasto Na pecuária é possível produzir (embora com baixa eficiência) extensivamente Áreas

Leia mais

Principais problemas da pecuária na Amazônia

Principais problemas da pecuária na Amazônia 4ª ed. reimpresso em maio/2015, 215 páginas Moacyr Bernardino Dias-Filho Embrapa Amazônia Oriental www.diasfilho.com.br www.diasfilho.com.br Principais problemas da pecuária na Amazônia 15,2 13,0 Baixo

Leia mais

Moacyr Bernardino Dias-Filho Embrapa Amazônia Oriental www.diasfilho.com.br Importância das pastagens na pecuária brasileira A maioria (> 90%) do rebanho é criado a pasto Pastagem é a forma mais econômica

Leia mais

13/09/2015. Aumento de produtividade da pecuária. Moacyr Bernardino Dias-Filho Embrapa Amazônia Oriental. Origem da pecuária bovina no Brasil

13/09/2015. Aumento de produtividade da pecuária. Moacyr Bernardino Dias-Filho Embrapa Amazônia Oriental. Origem da pecuária bovina no Brasil Importância das pastagens na pecuária brasileira A maioria (> 90%) do rebanho é criado em pastagens Pastagem é a forma mais econômica e prática de produzir e ofertar alimentos para os bovinos Onde o confinamento

Leia mais

8/10/2010. Piquetes 1 e 2 têm a mesma taxa de lotação e pressão de pastejo. Piquete 1. Piquete 2

8/10/2010. Piquetes 1 e 2 têm a mesma taxa de lotação e pressão de pastejo. Piquete 1. Piquete 2 Forrageira - planta utilizada como forragem Forragem - planta ou parte da planta usada para alimentar o gado Embrapa Amazônia Oriental Massa (matéria) seca - material vegetal (biomassa) do qual foi extraída

Leia mais

06/07/2016. Na Amazônia, cerca de 30 milhões de ha de pastagens estariam degradadas ou em degradação

06/07/2016. Na Amazônia, cerca de 30 milhões de ha de pastagens estariam degradadas ou em degradação 4ª ed. reimpresso em maio/2015, 215 páginas Moacyr Bernardino Dias-Filho Embrapa Amazônia Oriental www.diasfilho.com.br www.diasfilho.com.br Principais problemas da pecuária na Amazônia 15,2 13,0 Baixo

Leia mais

RESPONSABILIDADE AMBIENTAL E DESENVOLVIMENTO DA

RESPONSABILIDADE AMBIENTAL E DESENVOLVIMENTO DA RESPONSABILIDADE AMBIENTAL E DESENVOLVIMENTO DA PECUÁRIA Dr. Celso Eduardo da Silva Diretor Administrativo e de Projetos Coordenador de Agronegócios - Instituto Aequitas CONCEITOS DIFERENTES e COMPLEMENTARES

Leia mais

Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil

Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil Programa ABC Plano Setorial de Mitigação e de Adaptação às Mudanças Climáticas visando à Consolidação de uma Economia de Baixa Emissão de Carbono na Agricultura

Leia mais

Manejo de Pastagem na Seca

Manejo de Pastagem na Seca Manejo de Pastagem na Seca O ajuste da lotação de acordo com a quantidade de forragem disponível é uma das grandes dificuldades de manejo dos pecuaristas. Isso ocorre pela oscilação da produção de forragem

Leia mais

Degradação de Pastagens: processos e causas

Degradação de Pastagens: processos e causas Cursos de capacitação de multiplicadores do Plano ABC Degradação de Pastagens: processos e causas Bruno Carneiro e Pedreira Pesquisador em Forragicultura e Pastagens 29/11/2011 Estatísticas Brasil maior

Leia mais

Manejo Intensivo de Pastagens para Produção de Carne Bovina. Curso Teórico Prático Embrapa Pecuária Sudeste 22 a 25 de abril de 2003

Manejo Intensivo de Pastagens para Produção de Carne Bovina. Curso Teórico Prático Embrapa Pecuária Sudeste 22 a 25 de abril de 2003 Manejo Intensivo de Pastagens para Produção de Carne Bovina Curso Teórico Prático Embrapa Pecuária Sudeste 22 a 25 de abril de 2003 Situação atual: Baixa produtividade: 100 kg de PV/ha/ano Produtividade

Leia mais

Recria Intensiva em sistemas de ILP(F).

Recria Intensiva em sistemas de ILP(F). Recria Intensiva em sistemas de ILP(F). William Marchió :. Rede de Fomento ILPF Integração Lavoura Pecuária e Floresta ilpf Intensif icação Sustentável Rede de Fomento ILPF ILPF NO BRASIL Pesquisa encomendada

Leia mais

ESPAÇO RURAL E MODERNIZAÇÃO DO CAMPO

ESPAÇO RURAL E MODERNIZAÇÃO DO CAMPO ESPAÇO RURAL E MODERNIZAÇÃO DO CAMPO COMO ENTENDER A SITUAÇÃO DO CAMPO NO BRASIL? COMO ENTENDER A PRODUÇÃO DE ALIMENTOS NO BRASIL E NO MUNDO? Tipos de agropecuária: intensiva e extensiva Principais modelos

Leia mais

Produtividade: Interação entre Adubação Fosfatada de Pastagens e Suplementação Mineral

Produtividade: Interação entre Adubação Fosfatada de Pastagens e Suplementação Mineral 0 Produtividade: Interação entre Adubação Fosfatada de Pastagens e Suplementação Mineral Paulo Rodrigo Santos de Souza Zootecnista, Msc. Produção Animal 1 Pecuária Brasileira no Mundo Brasil é o maior

Leia mais

INTEGRAÇÃO LAVOURA- Prof. Dr. Gelci Carlos Lupatini. UNESP Campus Experimental de Dracena 8200

INTEGRAÇÃO LAVOURA- Prof. Dr. Gelci Carlos Lupatini. UNESP Campus Experimental de Dracena 8200 INTEGRAÇÃO LAVOURA- PECUÁRIA Prof. Dr. Gelci Carlos Lupatini UNESP Campus Experimental de Dracena (18) 3821-8200 8200 lupatini@dracena.unesp.br 1 INTRODUÇÃO Monocultivo de culturas e pastagens; Problemas

Leia mais

ANÁLISE ECONÔMICA: ESTUDO DE CASO DE QUATRO SISTEMAS DE PRODUÇÃO DE GADO DE CORTE NO MATO GROSSO DO SUL

ANÁLISE ECONÔMICA: ESTUDO DE CASO DE QUATRO SISTEMAS DE PRODUÇÃO DE GADO DE CORTE NO MATO GROSSO DO SUL ANÁLISE ECONÔMICA: ESTUDO DE CASO DE QUATRO SISTEMAS DE PRODUÇÃO DE GADO DE CORTE NO MATO GROSSO DO SUL 25 Cid Isidoro Demarco Martins* Armindo Neivo Kichel** 1 - INTRODUÇÃO A pesquisa tem, como objetivo,

Leia mais

Degradação de pastagens. o que é e como evitar. Moacyr Bernardino Dias-Filho

Degradação de pastagens. o que é e como evitar. Moacyr Bernardino Dias-Filho Degradação de pastagens o que é e como evitar Moacyr Bernardino Dias-Filho Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária Embrapa Amazônia Oriental Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento Embrapa

Leia mais

1 de 6 16/11/ :54

1 de 6 16/11/ :54 1 de 6 16/11/2016 09:54 a Esqueceu a senha? Quero me cadastrar 16/11/2016 Palavra-chave Busca Avançada 05/11/2016 V Silvania Weekend - Gir Leiteiro Caçapava - SP 08/11/2016 IV Congresso Brasileiro de Recursos

Leia mais

Capacidade suporte em pastagens fertirrigadas e exemplos de propriedades comerciais em operação

Capacidade suporte em pastagens fertirrigadas e exemplos de propriedades comerciais em operação GAPPI Gestão e Assessoria em Pastagem e Pecuária Intensiva Ltda. Capacidade suporte em pastagens fertirrigadas e exemplos de propriedades comerciais em operação 1. Literatura: Taxa de acúmulo de forragem

Leia mais

Serviços Técnicos e Gestão Ambiental no Agronegócio Diretoria de Agronegócios

Serviços Técnicos e Gestão Ambiental no Agronegócio Diretoria de Agronegócios 47º Café com Sustentabilidade - Febraban Pecuária Sustentável: Agentes financeiros como indutores de boas práticas Modelos de financiamento e investimento: incentivos à adoção de boas práticas socioambientais

Leia mais

Controle de Plantas Daninhas em Sistemas Integrados

Controle de Plantas Daninhas em Sistemas Integrados Controle de Plantas Daninhas em Sistemas Integrados Devido à importância da pecuária, principalmente a produção animal a pasto, para a economia brasileira, o cultivo de plantas forrageiras assume um papel

Leia mais

Plantio do amendoim forrageiro

Plantio do amendoim forrageiro Plantio do amendoim forrageiro O amendoim forrageiro (Arachis pintoi Krapov. & W.C. Greg.) é uma leguminosa herbácea tropical perene nativa do Brasil. Tem importância na produção de forragem em pastos

Leia mais

Percursos 27 e 28 Expedições Geográficas - 6ºano Profª Bruna Andrade

Percursos 27 e 28 Expedições Geográficas - 6ºano Profª Bruna Andrade AGRICULTURA E PECUÁRIA Percursos 27 e 28 Expedições Geográficas - 6ºano Profª Bruna Andrade AGRICULTURA CONDIÇÕES NATURAIS: Apesar do grande desenvolvimento técnico e científico ela ainda depende do solo,

Leia mais

Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil

Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil O DESAFIO DO PAÍS NA ABORDAGEM DO BINÔMIO ÁGUA E ALIMENTO João Martins da Silva Junior Presidente da CNA Fatores que influenciam na produção de alimentos

Leia mais

Diversificação para a sustentabilidade da produção

Diversificação para a sustentabilidade da produção Diversificação para a sustentabilidade da produção Introdução O aumento populacional mundial e a inserção de novos contingentes no mercado consumidor têm gerado crescente demanda mundial por matérias-primas,

Leia mais

Departamento do Agronegócio Segurança Alimentar: O Desafio de Abastecer o Mundo com Sustentabilidade

Departamento do Agronegócio Segurança Alimentar: O Desafio de Abastecer o Mundo com Sustentabilidade Segurança Alimentar: O Desafio de Abastecer o Mundo com Sustentabilidade O Mundo atravessa um período de aumento expressivo do consumo de alimentos, impulsionado pela melhora da renda das famílias dos

Leia mais

ESTRATÉGIAS ECONÔMICAS EM MANEJO DE PASTAGENS

ESTRATÉGIAS ECONÔMICAS EM MANEJO DE PASTAGENS ESTRATÉGIAS ECONÔMICAS EM MANEJO DE PASTAGENS II SIMPÓSIO DE ADUBAÇÃO E MANEJO DE PASTAGENS. UNESP/DRACENA, 18 DE MAIO DE 2013. JOÃO MANETTI FILHO (FEIS/UNESP). a) PRODUÇÃO DE FORRAGEM b) AQUISIÇÃO DE

Leia mais

INTENSIFICAÇÃO DA PECUÁRIA BRASILEIRA: SEUS IMPACTOS NO DESMATAMENTO EVITADO, NA PRODUÇÃO DE CARNE E NA REDUÇÃO DE EMISSÕES DE GASES DE EFEITO ESTUFA

INTENSIFICAÇÃO DA PECUÁRIA BRASILEIRA: SEUS IMPACTOS NO DESMATAMENTO EVITADO, NA PRODUÇÃO DE CARNE E NA REDUÇÃO DE EMISSÕES DE GASES DE EFEITO ESTUFA INTENSIFICAÇÃO DA PECUÁRIA BRASILEIRA: SEUS IMPACTOS NO DESMATAMENTO EVITADO, NA PRODUÇÃO DE CARNE E NA REDUÇÃO DE EMISSÕES DE GASES DE EFEITO ESTUFA Coordenador: Eduardo Assad (Embrapa-CNPTIA) Equipe

Leia mais

Plano de Agricultura de Baixa Emissão de Carbono

Plano de Agricultura de Baixa Emissão de Carbono SUPERINTENDÊNCIA FEDERAL DA AGRICULTURA DIVISÃO DE POLÍTICA, PRODUÇÃO E DESENVOLVIMENTO AGROPECUÁRIO COORDENAÇÃO DO PLANO ABC NO RIO GRANDE DO SUL Plano de Agricultura de Baixa Emissão de Carbono -Plano

Leia mais

População mundial crescerá 34% até 2050.

População mundial crescerá 34% até 2050. Agronegócio no Mundo Protagonista no Cenário Mundial População mundial crescerá 34% até 2050. 10.000 9.000 8.000 7.000 6.000 5.000 4.000 3.000 2.000 1.000-9.150 7.670 6.830 195 210 219 2009 2020 2050 Mundo

Leia mais

Variações sazonais no crescimento de plantas forrageiras. Fatores que afetam o crescimento estacional de plantas forrageiras

Variações sazonais no crescimento de plantas forrageiras. Fatores que afetam o crescimento estacional de plantas forrageiras Variações sazonais no crescimento de plantas forrageiras Fatores que afetam o crescimento estacional de plantas forrageiras Caráter extrativista dos sistemas de produção - Historicamente, o pecuarista

Leia mais

ANÁLISE ECONÔMICA DE PROJETOS DE INVESTIMENTOS PARA EXPANSÃO DA PRODUÇÃO PECUÁRIA

ANÁLISE ECONÔMICA DE PROJETOS DE INVESTIMENTOS PARA EXPANSÃO DA PRODUÇÃO PECUÁRIA São Paulo, outubro de 2016. SUMÁRIO EXECUTIVO ANÁLISE ECONÔMICA DE PROJETOS DE INVESTIMENTOS PARA EXPANSÃO DA PRODUÇÃO PECUÁRIA LEILA HARFUCH GUSTAVO PALAURO WILSON ZAMBIANCO 1. INTRODUÇÃO O agronegócio

Leia mais

ANÁLISE ECONÔMICA DA UTILIZAÇÃO DE ALFAFA EM SISTEMAS DE PRODUÇÃO DE LEITE

ANÁLISE ECONÔMICA DA UTILIZAÇÃO DE ALFAFA EM SISTEMAS DE PRODUÇÃO DE LEITE ANÁLISE ECONÔMICA DA UTILIZAÇÃO DE ALFAFA EM SISTEMAS DE PRODUÇÃO DE LEITE Marcela de Mello Brandão Vinholis Embrapa Pecuária Sudeste São Carlos junho - 2008 Introdução Mudanças econômicas década de 90

Leia mais

Agronegócio em Mato Grosso. Abril 2013

Agronegócio em Mato Grosso. Abril 2013 Agronegócio em Mato Grosso Abril 2013 Brasil Visão Geral Brasil - Visão Geral Area 8,5 milhões km 2 (5º maior) População (2011) 195 milhões (6 º maior) PIB (2011) US$ 2,47 Trilhões (6 ª maior) Produção

Leia mais

Prof. Clésio Farrapo

Prof. Clésio Farrapo Prof. Clésio Farrapo Podemos dividir a área agrícola em dois tipos de Iavoura: cultura permanente e cultura temporária. No primeiro caso, as culturas Ievam mais de um ano para produzir; podem ser retiradas

Leia mais

CLASSIFICAÇÃO E CORTES DA CARNE BOVINA ANA BEATRIZ MESSAS RODRIGUES PINTO TÉCNICA DE LINHAS ESPECIAIS MARFRIG GROUP

CLASSIFICAÇÃO E CORTES DA CARNE BOVINA ANA BEATRIZ MESSAS RODRIGUES PINTO TÉCNICA DE LINHAS ESPECIAIS MARFRIG GROUP CLASSIFICAÇÃO E CORTES DA CARNE BOVINA ANA BEATRIZ MESSAS RODRIGUES PINTO TÉCNICA DE LINHAS ESPECIAIS MARFRIG GROUP III Simpósio de Qualidade de Carne Ciência, Tecnologia e Desafios na Produção de Carne

Leia mais

RECUPERAÇÃO DE PASTAGEM DEGRADADA ATRAVÉS DO CONSÓRCIO COM FEIJÃO GUANDU

RECUPERAÇÃO DE PASTAGEM DEGRADADA ATRAVÉS DO CONSÓRCIO COM FEIJÃO GUANDU RECUPERAÇÃO DE PASTAGEM DEGRADADA ATRAVÉS DO CONSÓRCIO COM FEIJÃO GUANDU Josiane da Silva Costa¹, Ana Carolina Alves² ¹Acadêmica do Curso de Agronomia da UEMS, Unidade Universitária de Cassilândia; E-mail:

Leia mais

PROJETO DE LEI N.º 6.048, DE 2016 (Do Sr. Afonso Hamm)

PROJETO DE LEI N.º 6.048, DE 2016 (Do Sr. Afonso Hamm) *C0061170A* C0061170A CÂMARA DOS DEPUTADOS PROJETO DE LEI N.º 6.048, DE 2016 (Do Sr. Afonso Hamm) Dispõe sobre a Política Nacional de Incentivo à Ovinocaprinocultura. DESPACHO: ÀS COMISSÕES DE: AGRICULTURA,

Leia mais

Degradação de pastagem: Como evitar e potencializar a produtividade? - Portal Agropecuário

Degradação de pastagem: Como evitar e potencializar a produtividade? - Portal Agropecuário Degradação de pastagem: Como evitar e potencializar a produtividade? - Portal Agropecuário Caderno: releases clientes Criada e 03/08/2015 12:27 Atualiza 03/08/2015 12:28 U RL: http://w ww.portalagropecuario.com.br/bovinos/degradacao-de-pastag

Leia mais

01- Analise a figura abaixo e aponte as capitais dos 3 estados que compõem a Região Sul.

01- Analise a figura abaixo e aponte as capitais dos 3 estados que compõem a Região Sul. PROFESSOR: EQUIPE DE GEOGRAFIA BANCO DE QUESTÕES - GEOGRAFIA - 7º ANO - ENSINO FUNDAMENTAL - PARTE 1 ============================================================================================= 01- Analise

Leia mais

MELHORAMENTO GENÉTICO DE BOVINOS DE CORTE NO CONTEXTO AMBIENTAL GLOBAL

MELHORAMENTO GENÉTICO DE BOVINOS DE CORTE NO CONTEXTO AMBIENTAL GLOBAL C A P Í T U L O 18 MELHORAMENTO GENÉTICO DE BOVINOS DE CORTE NO CONTEXTO AMBIENTAL GLOBAL Davi José Bungenstab Gilberto Romeiro de Oliveira Menezes Cristian Rodolfo Feldkamp INTRODUÇÃO As questões ambientais

Leia mais

O BOI VAI PASTAR SOJA?

O BOI VAI PASTAR SOJA? O BOI VAI PASTAR SOJA? A concorrência da agricultura em áreas de pecuária com pastagens degradas devido dificuldades na identificação da degradação e orçamentos reduzidos para recuperação No Brasil, as

Leia mais

TÍTULO: EFEITOS DA PROFUNDIDADE DE PLANTIO NA GERMINAÇÃO E PRODUÇÃO DE MASSA DO CAPIM BRAQUIARÃO ADUBADO NO PLANTIO

TÍTULO: EFEITOS DA PROFUNDIDADE DE PLANTIO NA GERMINAÇÃO E PRODUÇÃO DE MASSA DO CAPIM BRAQUIARÃO ADUBADO NO PLANTIO Anais do Conic-Semesp. Volume 1, 2013 - Faculdade Anhanguera de Campinas - Unidade 3. ISSN 2357-8904 TÍTULO: EFEITOS DA PROFUNDIDADE DE PLANTIO NA GERMINAÇÃO E PRODUÇÃO DE MASSA DO CAPIM BRAQUIARÃO ADUBADO

Leia mais

Desafios para o manejo de pastagens no dia a dia. José Arlindo Freato da Silva Marques

Desafios para o manejo de pastagens no dia a dia. José Arlindo Freato da Silva Marques Desafios para o manejo de pastagens no dia a dia José Arlindo Freato da Silva Marques Formação Engenheiro agrônomo 1990 (ESALQ) Especialização em Administração Rural 2004 (LAVRAS) Especialização em Manejo

Leia mais

RECOMENDAÇÃO DE CONSERVAÇÃO DE FORRAGEIRAS EM PROPRIEDADES RURAIS EM ANASTÁCIO MS RESUMO

RECOMENDAÇÃO DE CONSERVAÇÃO DE FORRAGEIRAS EM PROPRIEDADES RURAIS EM ANASTÁCIO MS RESUMO RECOMENDAÇÃO DE CONSERVAÇÃO DE FORRAGEIRAS EM PROPRIEDADES RURAIS EM ANASTÁCIO MS Wyverson Kim Rocha Machado 1 ; Pedro Nelson Cesar do Amaral 2 UEMS/UUA Caixa Postal 351, 79200-000 Aquidauana MS, E-mail:

Leia mais

Biodiesel: Panorama e perspectivas. 23 de Abril 2014 Cuiabá - MT

Biodiesel: Panorama e perspectivas. 23 de Abril 2014 Cuiabá - MT Biodiesel: Panorama e perspectivas 23 de Abril 2014 Cuiabá - MT 1 Sumário Tecnologias de produção; A biomassa na matriz energética; Capacidade agrícola brasileira; Histórico do PNPB; Mercado; Novo marco

Leia mais

CUSTOS TRIMESTRAIS BOVINOS 3º TRIMESTRE 2016

CUSTOS TRIMESTRAIS BOVINOS 3º TRIMESTRE 2016 CUSTOS TRIMESTRAIS 3º TRIMESTRE 2016 CUSTOS TRIMESTRAIS 3º TRIMESTRE 2016 No Brasil, sistema de terminação mais rentável ainda é o pasto Por Prof. Dr. Sergio De Zen, Rildo Esperancini Moreira e Moreira;

Leia mais

Integração Lavoura-Pecuária-Floresta* Introdução

Integração Lavoura-Pecuária-Floresta* Introdução Integração Lavoura-Pecuária-Floresta* Introdução O aumento populacional mundial e a inserção de novos contingentes no mercado consumidor tem gerado crescente demanda mundial por matérias-primas, alimentos,

Leia mais

CAPÍTULO 3 - AGROPECUÁRIA E AGRONEGÓCIO PROFESSOR LEONAM JUNIOR COLÉGIO ARI DE SÁ 7º ANO

CAPÍTULO 3 - AGROPECUÁRIA E AGRONEGÓCIO PROFESSOR LEONAM JUNIOR COLÉGIO ARI DE SÁ 7º ANO CAPÍTULO 3 - AGROPECUÁRIA E AGRONEGÓCIO PROFESSOR LEONAM JUNIOR COLÉGIO ARI DE SÁ 7º ANO QUEM SÃO OS TRABALHADORES BRASILEIROS E ONDE DESENVOLVEM SUAS ATIVIDADES ECONÔMICAS P. 37 PEA do Brasil: 100 milhões

Leia mais

Oportunidade de Atração de Investimentos no Setor de Celulose no Brasil Potencial de Negócios em Celulose no Pará

Oportunidade de Atração de Investimentos no Setor de Celulose no Brasil Potencial de Negócios em Celulose no Pará Oportunidade de Atração de Investimentos no Setor de Celulose no Brasil Potencial de Negócios em Celulose no Pará Belém, PA Junho -2016 1 Mercado de Floresta Plantada 2 Mercado de Floresta Plantada Distribuição

Leia mais

Presentation Title Mês 00, Adubação de Pastagens na Pecuária de Corte. Paulo Rodrigo Santos de Souza Assistência Técnica Nutrição Animal

Presentation Title Mês 00, Adubação de Pastagens na Pecuária de Corte. Paulo Rodrigo Santos de Souza Assistência Técnica Nutrição Animal 1 Adubação de Pastagens na Pecuária de Corte Paulo Rodrigo Santos de Souza Assistência Técnica Nutrição Animal 2 Na apresentação anterior... Momento atual para a adubação de pastagens Análise técnica e

Leia mais

Quais são os principais drivers do desflorestamento na Amazônia? Um exemplo de interdisciplinaridade.

Quais são os principais drivers do desflorestamento na Amazônia? Um exemplo de interdisciplinaridade. INCLINE workshop interdisciplinaridade FEA-USP - 10 de Março de 2015 Quais são os principais drivers do desflorestamento na Amazônia? Um exemplo de interdisciplinaridade. Natália G. R. Mello, PROCAM-USP

Leia mais

AGRICULTURA SUSTENTÁVEL: INOVAÇÃO E SUSTENTABILIDADE

AGRICULTURA SUSTENTÁVEL: INOVAÇÃO E SUSTENTABILIDADE AGRICULTURA SUSTENTÁVEL: INOVAÇÃO E SUSTENTABILIDADE MECANISMOS DE POLÍTICAS DE CRÉDITO RURAL JOÃO CLAUDIO DA SILVA SOUZA SECRETARIA DE POLÍTICA AGRÍCOLA Brasília, 31 de julho de 2015 MINISTÉRIO DA AGRICULTURA,

Leia mais

Eficiência técnica e econômica de irrigação de pastagens. Barreiras, 25 de Agosto de 2017

Eficiência técnica e econômica de irrigação de pastagens. Barreiras, 25 de Agosto de 2017 Eficiência técnica e econômica de irrigação de pastagens Barreiras, 25 de Agosto de 2017 Introdução Uma das estratégias para lidar com a sazonalidade de produção de forragens é a utilização de irrigação

Leia mais

Cultivo do Milheto. Sumário. Importância econômica. Apresentação. Importância econômica. Produção

Cultivo do Milheto. Sumário. Importância econômica. Apresentação. Importância econômica. Produção Sumário Importância econômica Cultivo do Milheto Embrapa Milho e Sorgo Sistemas de Produção,3 ISSN 1679-012X Versão Eletrônica - 1 ª edição Set./2009 João Carlos Garcia Jason de Oliveira Duarte Apresentação

Leia mais

Grãos no Brasil Desafios e Oportunidades Futuros Luiz Lourenço. Maringá (PR) Agosto 2012

Grãos no Brasil Desafios e Oportunidades Futuros Luiz Lourenço. Maringá (PR) Agosto 2012 Grãos no Brasil Desafios e Oportunidades Futuros Luiz Lourenço Maringá (PR) Agosto 2012 Evolução da Cadeia Produtiva do Agronegócio 1. Brasil e Grãos (1976/77 a 2012/13) Nesses anos: Recordes sucessivos

Leia mais

SAF implantado em linhas e em média diversidade de arbustos e árvores.

SAF implantado em linhas e em média diversidade de arbustos e árvores. 74 Fotos: Milton Parron Padovan SAF implantado em linhas e em média diversidade de arbustos e árvores. SAF de base pecuária com árvores nativas implantadas em linhas. SAF com arranjo de espécies vegetais

Leia mais

Gerência de Assessoramento Técnico ao Agronegócio Gerag SP

Gerência de Assessoramento Técnico ao Agronegócio Gerag SP Gerência de Assessoramento Técnico ao Agronegócio Gerag SP Diretoria de Agronegócios Gerag São Paulo Safra 2012/2013 Programa ABC Agricultura de Baixo Carbono ABC - Mitigar a Emissões de GEE pela Agropecuária

Leia mais

ISSN Março, Desafios da Produção Animal em Pastagens na Fronteira Agrícola Brasileira

ISSN Março, Desafios da Produção Animal em Pastagens na Fronteira Agrícola Brasileira ISSN 1983-0513 Março, 2012 382 Desafios da Produção Animal em Pastagens na Fronteira ISSN 1983-0513 Março, 2012 Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária Embrapa Amazônia Oriental Ministério da Agricultura,

Leia mais

A TNC está resente em mais de 30 países, com a missão de conservar as terras e águas das quais a vida depende.

A TNC está resente em mais de 30 países, com a missão de conservar as terras e águas das quais a vida depende. Quem somos? A TNC está resente em mais de 30 países, com a missão de conservar as terras e águas das quais a vida depende. No Brasil, onde atua há 25 anos, a TNC desenvolve iniciativas nos cinco principais

Leia mais

Disciplina Forragicultura

Disciplina Forragicultura Histórico Disciplina Forragicultura Professora: Ana Cláudia Ruggieri Chegada do gado no Brasil Cabo verde Força de trabalho Região sul Animais europeus Histórico Aspectos Gerais Chegada do gado zebuino

Leia mais

CRÉDITO RURAL PRINCÍPIOS E APLICAÇÃO NO BRASIL

CRÉDITO RURAL PRINCÍPIOS E APLICAÇÃO NO BRASIL CRÉDITO RURAL PRINCÍPIOS E APLICAÇÃO NO BRASIL Crédito Rural Conceito Suprimento de recursos financeiros pelo SNCR, para aplicação exclusiva nas finalidades e condições do MCR (MCR 1-1) Elemento unificador

Leia mais

Banco do Brasil e o Agronegócio. Fevereiro 2012

Banco do Brasil e o Agronegócio. Fevereiro 2012 Banco do Brasil e o Agronegócio Fevereiro 2012 Banco do Brasil e o Agronegócio 61,6% do Crédito Rural/Agroindustrial no País (SNCR 31.09.2011); 77% dos valores aplicados no Pronaf (SNCR); 1,4 milhões de

Leia mais

Cadeia Produtiva da Silvicultura

Cadeia Produtiva da Silvicultura Cadeia Produtiva da Silvicultura Silvicultura É a atividade que se ocupa do estabelecimento, do desenvolvimento e da reprodução de florestas, visando a múltiplas aplicações, tais como: a produção de madeira,

Leia mais

PRODUÇÃO DE CULTIVARES DE AZEVÉM NO EXTREMO OESTE CATARINENSE. Palavras-chave: Lolium multiflorum L., Produção de leite, Pastagem de inverno.

PRODUÇÃO DE CULTIVARES DE AZEVÉM NO EXTREMO OESTE CATARINENSE. Palavras-chave: Lolium multiflorum L., Produção de leite, Pastagem de inverno. PRODUÇÃO DE CULTIVARES DE AZEVÉM NO EXTREMO OESTE CATARINENSE José Tiago Rambo Hoffmann 1 ; Leandro Werlang 1 ; Rogério Klein 1 ; Marcos Paulo Zambiazi 1 ; Fabiana Raquel Mühl 2 ; Neuri Antônio Feldman

Leia mais

Estande em Cebola: fator fundamental para o sucesso do empreendimento.

Estande em Cebola: fator fundamental para o sucesso do empreendimento. Estande em Cebola: fator fundamental para o sucesso do empreendimento. Nuno R. Madeira e Valter R. Oliveira 1 O sucesso na produção de cebola depende de vários fatores, a começar pela escolha da variedade,

Leia mais

LISTA DE PROPOSTAS SELECIONADAS PARA A GRADE 2015 DO PROGRAMA DE RÁDIO PROSA RURAL

LISTA DE PROPOSTAS SELECIONADAS PARA A GRADE 2015 DO PROGRAMA DE RÁDIO PROSA RURAL ANEXO 2 LISTA DE PROPOSTAS SELECIONADAS PARA A GRADE 2015 DO PROGRAMA DE RÁDIO PROSA RURAL Região Norte Mês Semana Título principal FEV. 1ª Como lidar com a resistência de bovinos e ovinos aos antiparasitários

Leia mais

Marco Abreu dos Santos

Marco Abreu dos Santos Módulo 07 Capítulo 2 As paisagens rurais e os sistemas agrários Marco Abreu dos Santos marcoabreu@live.com www.professormarco.wordpress.com Organização do espaço agrário Quase todos os países do planeta

Leia mais

Avaliação econômica do Sistema de Integração Lavoura-Pecuária

Avaliação econômica do Sistema de Integração Lavoura-Pecuária Seminário de Iniciação Científica e Tecnológica, 7., 2010, Belo Horizonte Avaliação econômica do Sistema de Integração Lavoura-Pecuária Rafael França Fonseca (1), Maria Celuta Machado Viana (2), José Joaquim

Leia mais

SIMPÓSIO ABCZ - CNPC PECUÁRIA E SUA RESPONSABILIDADE NAS EMISSÕES DE GEE. EXPOZEBÚ UBERABA, Maio 2010 Sebastião Costa Guedes Presidente CNPC

SIMPÓSIO ABCZ - CNPC PECUÁRIA E SUA RESPONSABILIDADE NAS EMISSÕES DE GEE. EXPOZEBÚ UBERABA, Maio 2010 Sebastião Costa Guedes Presidente CNPC SIMPÓSIO ABCZ - CNPC PECUÁRIA E SUA RESPONSABILIDADE NAS EMISSÕES DE GEE. EXPOZEBÚ 2010 UBERABA, Maio 2010 Sebastião Costa Guedes Presidente CNPC DESAFIOS PARA 2050 + 2,3 BILHÕES DE PESSOAS. + 70% NA NECESSIDADE

Leia mais

Ocupação do Espaço Agropecuário no Cerrado Brasileiro

Ocupação do Espaço Agropecuário no Cerrado Brasileiro Ocupação do Espaço Agropecuário no Cerrado Brasileiro Roberta Dalla Porta Gründling, MSc. NESPRO; EMBRAPA Júlio Otávio Jardim Barcellos, DSc. NESPRO; UFRGS Introdução Rebanho Bovino Brasileiro Uso Agrícola

Leia mais

5. O PAPEL DAS REGIÕES BRASILEIRAS NA ECONOMIA DO PAÍS

5. O PAPEL DAS REGIÕES BRASILEIRAS NA ECONOMIA DO PAÍS GEOGRAFIA 5. O PAPEL DAS REGIÕES BRASILEIRAS NA ECONOMIA DO PAÍS 1. Observe os mapas: Mapa 1 Fonte: IBGE. Atlas geográfico escolar. 6. ed. Rio de Janeiro, 2012. Adaptação. Parte integrante do livro didático

Leia mais

Público-Alvo Produtores rurais, pessoas físicas ou jurídicas, e suas cooperativas. Teto Até R$ 1 milhão por beneficiário, por ano-safra.

Público-Alvo Produtores rurais, pessoas físicas ou jurídicas, e suas cooperativas. Teto Até R$ 1 milhão por beneficiário, por ano-safra. Linha de Crédito Público-Alvo Produtores rurais, pessoas físicas ou jurídicas, e suas cooperativas. Teto Até R$ 1 milhão por beneficiário, por ano-safra. Limite financiável Até100% do valor dos itens objeto

Leia mais

A necessidade do profissional em projetos de recuperação de áreas degradadas

A necessidade do profissional em projetos de recuperação de áreas degradadas A necessidade do profissional em projetos de recuperação de áreas degradadas Moacyr Bernardino Dias-Filho Engenheiro Agrônomo, pesquisador da Embrapa Amazônia Oriental, Belém, PA www.diasfilho.com.br Conceito

Leia mais

Melhoramento Genético da Alfafa

Melhoramento Genético da Alfafa Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento Melhoramento Genético da Alfafa Editores Técnicos Reinaldo de Paula Ferreira Daniel Horacio Basigalup Jorge

Leia mais

Agronegócio no Brasil e em Mato Grosso

Agronegócio no Brasil e em Mato Grosso Agronegócio no Brasil e em Mato Grosso ÍNDICE 1 Agronegócio no Brasil e em Mato Grosso 1.1 Agronegócio Soja 1.2 Agronegócio Milho 1.3 Agronegócio Algodão 1.4 Agronegócio Boi 2 Competitividade 2.1 Logística

Leia mais

Construindo pontes entre saberes

Construindo pontes entre saberes Construindo pontes entre saberes Características do enfoque científico convencional Reducionismo Mecanicismo Universalismo Agroecossistema como objeto de organização do conhecimento na pesquisa em

Leia mais

Produção de bovinos a pasto na fronteira agrícola

Produção de bovinos a pasto na fronteira agrícola Produção de bovinos a pasto na fronteira agrícola Moacyr Bernardino Dias Filho Eng. Agrônomo, Ph.D., Pesquisador da Embrapa Amazônia Oriental, C. P. 48, CEP 66017 970, Belém, PA. moacyr@cpatu.embrapa.br.

Leia mais

Restrição dos solos brasileiros em relação à fertilidade

Restrição dos solos brasileiros em relação à fertilidade Restrição dos solos brasileiros em relação à fertilidade MO Lopes & Fox (1977): SB - 518 amostras de terra - Disponibilidade de P: 0,1 e 16,5 ppm P - 92% das amostras com P < 2 ppm CTC Fonte: Sparovek

Leia mais

Novos Modelos de Negócio na Pecuária. Francisco Vila Sociedade Rural Brasileira

Novos Modelos de Negócio na Pecuária. Francisco Vila Sociedade Rural Brasileira Novos Modelos de Negócio na Pecuária Francisco Vila Sociedade Rural Brasileira O FUTURO é a continuação do PASSADO NÃO vamos colher o que NÃO plantamos! O MILAGRE 45 45 45 15 15 15 O DESAFIO 5.200.000

Leia mais

PRINCIPAIS DESAFIOS DA PRODUÇÃO DE SEMENTES DE FORRAGEIRAS DE CLIMA TEMPERADO

PRINCIPAIS DESAFIOS DA PRODUÇÃO DE SEMENTES DE FORRAGEIRAS DE CLIMA TEMPERADO PRINCIPAIS DESAFIOS DA PRODUÇÃO DE SEMENTES DE FORRAGEIRAS DE CLIMA TEMPERADO Pedro Henrique Linassi Mastella Engenheiro Agrônomo Foz do Iguaçu - PR, 10 de Agosto de 2017 ASSOCIAÇÃO SUL - BRASILEIRA PARA

Leia mais

Forragicultura e Pastagens

Forragicultura e Pastagens Setor de Forragicultura Pastagens, 19,5 ha de Brachiaria brizantha cv. Marandu; Forragicultura e Pastagens Curral de confinamento semi coberto. Ricardo A. Reis Dep. Zootecnia Setor de Forragicultura Setor

Leia mais

Agricultura Brasileira: importância, perspectivas e desafios para os profissionais dos setores agrícolas e florestais

Agricultura Brasileira: importância, perspectivas e desafios para os profissionais dos setores agrícolas e florestais Agricultura Brasileira: importância, perspectivas e desafios para os profissionais dos setores agrícolas e florestais Claudio Aparecido Spadotto* A importância da agricultura brasileira Nesse texto o termo

Leia mais

Prevenção e Controle do Fogo na Agricultura

Prevenção e Controle do Fogo na Agricultura CURSO Prevenção e Controle do Fogo na Agricultura Este curso tem 20 horas 2015. SENAR - Serviço Nacional de Aprendizagem Rural - Administração Central. Todos os direitos reservados. A reprodução não autorizada

Leia mais

Lauro Charlet Pereira Francisco Lombardi Neto - IAC Marta Regina Lopes Tocchetto - UFSM Jaguariúna, 2006.

Lauro Charlet Pereira Francisco Lombardi Neto - IAC Marta Regina Lopes Tocchetto - UFSM Jaguariúna, 2006. APTIDÃO AGRÍCOLA COMO SUBSÍDIO AO USO AGROECOLÓGICO DAS TERRAS Lauro Charlet Pereira Francisco Lombardi Neto - IAC Marta Regina Lopes Tocchetto - UFSM Jaguariúna, 2006. RESUMO: O principal objetivo deste

Leia mais

SÍTIO DO CEDRO SEBRAE/DPA CARMO DO PARANAÍBA - MG PASTO COMO OPÇÃO DE FORRAGEM RICARDO PEIXOTO

SÍTIO DO CEDRO SEBRAE/DPA CARMO DO PARANAÍBA - MG PASTO COMO OPÇÃO DE FORRAGEM RICARDO PEIXOTO SÍTIO DO CEDRO SEBRAE/DPA CARMO DO PARANAÍBA - MG PASTO COMO OPÇÃO DE FORRAGEM RICARDO PEIXOTO Por que pasto? Menor investimento inicial Instalações Rebanho Não confinar vacas no período chuvoso do ano

Leia mais

Porto Alegre, RS Julho Gestão de Sistemas de Produção de Leite

Porto Alegre, RS Julho Gestão de Sistemas de Produção de Leite Porto Alegre, RS 28-30 Julho 2015 Gestão de Sistemas de Produção de Leite Agenda Caracterizar os desafios gerenciais de um sistema de produção de leite Informar sobre o Gisleite - auxílio ao processo de

Leia mais

Cacau e Pecuária na Amazônia: Análise de Meios de Vida em São Félix do Xingu - PA

Cacau e Pecuária na Amazônia: Análise de Meios de Vida em São Félix do Xingu - PA Cacau e Pecuária na Amazônia: Análise de Meios de Vida em São Félix do Xingu - PA Por: Daniel Braga 1 Como principais estratégias econômicas do meio rural, em São Félix do Xingu - PA, o cacau e a pecuária

Leia mais

"Economia Verde nos Contextos Nacional e Global" - Desafios e Oportunidades para a Agricultura -

Economia Verde nos Contextos Nacional e Global - Desafios e Oportunidades para a Agricultura - "Economia Verde nos Contextos Nacional e Global" - Desafios e Oportunidades para a Agricultura - Maurício Antônio Lopes Diretor Executivo de Pesquisa e Desenvolvimento Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária

Leia mais

Curso de Pós-Graduação em Estratégias Integradas para Pecuária de Corte: Produção, Eficiência e Gestão

Curso de Pós-Graduação em Estratégias Integradas para Pecuária de Corte: Produção, Eficiência e Gestão Curso de Pós-Graduação em Estratégias Integradas para Pecuária de Corte: Produção, Eficiência e Gestão Módulo I PRODUÇÃO DE BOVINOS EM PASTAGENS NO BRASIL Prof. Dr. Gelci Carlos Lupatini Zootecnia UNESP/Dracena

Leia mais

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária Centro Nacional de Pesquisa de Gado de Corte Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária Centro Nacional de Pesquisa de Gado de Corte Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento ISSN 1517-3747 Maio, 2002 Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária Centro Nacional de Pesquisa de Gado de Corte Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento Documentos 127 Reuniões Técnicas sobre

Leia mais

BANCO DE PROTEÍNAS COMO ALTERNATIVAS PARA A ALIMENTAÇÃO DE BOVINOS NO PERÍODO SECO, COM E SEM IRRIGAÇÃO

BANCO DE PROTEÍNAS COMO ALTERNATIVAS PARA A ALIMENTAÇÃO DE BOVINOS NO PERÍODO SECO, COM E SEM IRRIGAÇÃO BANCO DE PROTEÍNAS COMO ALTERNATIVAS PARA A ALIMENTAÇÃO DE BOVINOS NO PERÍODO SECO, COM E SEM IRRIGAÇÃO Ítalo Bazzo de Oliveira 1 ;João Batista Leite Jr. 2 1 Acadêmico do curso de agronomia da UEMS, Unidade

Leia mais

A agricultura: Atividade económica do setor primário; A palavra agricultura significa a cultura do campo;

A agricultura: Atividade económica do setor primário; A palavra agricultura significa a cultura do campo; A agricultura A agricultura: Atividade económica do setor primário; A palavra agricultura significa a cultura do campo; Paisagem agrária: É a forma de cultivo e a divisão dos campos; É condicionada por

Leia mais

DESAFIOS E PERSPECTIVAS PARA A PESQUISA E USO DE LEGUMINOSAS EM PASTAGENS TROPICAIS: UMA REFLEXÃO. Sila Carneiro da Silva 1

DESAFIOS E PERSPECTIVAS PARA A PESQUISA E USO DE LEGUMINOSAS EM PASTAGENS TROPICAIS: UMA REFLEXÃO. Sila Carneiro da Silva 1 DESAFIOS E PERSPECTIVAS PARA A PESQUISA E USO DE LEGUMINOSAS EM PASTAGENS TROPICAIS: UMA REFLEXÃO Sila Carneiro da Silva 1 O interesse pela produção animal em pastagens tem crescido bastante nos últimos

Leia mais

Qual utilizar? PECUÁRIA LEITEIRA E AS PASTAGENS TROPICAIS

Qual utilizar? PECUÁRIA LEITEIRA E AS PASTAGENS TROPICAIS tema pastagens PECUÁRIA LEITEIRA E AS PASTAGENS TROPICAIS Qual utilizar? Para ter sucesso na exploração pecuária, é necessária uma adequada formação da pastagem, iniciando com a escolha do cultivar a ser

Leia mais

Bancos de proteína abandonados o que fazer frente aos desafios e inovações atuais do setor?

Bancos de proteína abandonados o que fazer frente aos desafios e inovações atuais do setor? Bancos de proteína abandonados o que fazer frente aos desafios e inovações atuais do setor? Francisco Eden Paiva Fernandes Zootecnista Embrapa Caprinos Esquema Contexto Banco de proteína conceitos, implantação

Leia mais

TEMA A Atividade Florestal como Alternativa de Renda para o Pequeno Produtor Rural da Metade Sul do RS.

TEMA A Atividade Florestal como Alternativa de Renda para o Pequeno Produtor Rural da Metade Sul do RS. TEMA A Atividade Florestal como Alternativa de Renda para o Pequeno Produtor Rural da Metade Sul do RS. OBJETIVO PRINCIPAL Estudar a atividade florestal como alternativa de renda para o pequeno produtor

Leia mais

Convênio Embrapa Cerrados/SN-Centro

Convênio Embrapa Cerrados/SN-Centro Convênio Embrapa Cerrados/SN-Centro Efeito da adubação de manutenção com fontes de fósforo e de nitrogênio sobre a produção de Brachiaria brizantha cv. Marandu na Região do Cerrado Relatório Parcial -

Leia mais

Animais de Produção. Luís Eduardo T. Grégio Diretor Executivo Comercial

Animais de Produção. Luís Eduardo T. Grégio Diretor Executivo Comercial Animais de Produção Luís Eduardo T. Grégio Diretor Executivo Comercial Agenda Setor Pecuário e Tendências Estratégia de Comercialização Portfólio de Produtos Estratégia de Crescimento Setor Pecuário e

Leia mais

PROGRAMA DE DISCIPLINA

PROGRAMA DE DISCIPLINA PROGRAMA DE DISCIPLINA Disciplina: Bovinocultura de Corte e Leite Código da Disciplina: AGR 361 Curso: Agronomia Semestre de oferta da disciplina: 7 p Faculdade responsável: Agronomia Programa em vigência

Leia mais