Homem e Mulher, Deus os Criou à Sua Imagem

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Homem e Mulher, Deus os Criou à Sua Imagem"

Transcrição

1

2 Homem e Mulher, Deus os Criou à Sua Imagem John Piper

3 Traduzido do original em Inglês Male and Female He Created Them in the Image of God By John Piper Via: DesiringGod.org Copyright 2015 Desiring God Foundation Tradução por José Antônio de Araújo Neto Revisão por Camila Almeida Capa por William Teixeira 1ª Edição: Janeiro de 2016 Salvo indicação em contrário, as citações bíblicas usadas nesta tradução são da versão Almeida Corrigida Fiel ACF Copyright 1994, 1995, 2007, 2011 Sociedade Bíblica Trinitariana do Brasil. Traduzido e publicado em Português pelo website oestandartedecristo.com, com a devida permissão do Ministério Desiring God Foundation (DesiringGod.org), sob a licença Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivatives 4.0 International Public License. Você está autorizado e incentivado a reproduzir e/ou distribuir este material em qualquer formato, desde que informe o autor, as fontes originais e o tradutor, e que também não altere o seu conteúdo nem o utilize para quaisquer fins comerciais.

4 Homem e Mulher, Deus os Criou à Sua Imagem Por John Piper E disse Deus: Façamos o homem à nossa imagem, conforme a nossa semelhança; e domine sobre os peixes do mar, e sobre as aves dos céus, e sobre o gado, e sobre toda a terra, e sobre todo o réptil que se move sobre a terra. 27 E criou Deus o homem à sua imagem; à imagem de Deus o criou; homem e mulher os criou. 28 E Deus os abençoou, e Deus lhes disse: Frutificai e multiplicai-vos, e enchei a terra, e sujeitai-a; e dominai sobre os peixes do mar e sobre as aves dos céus, e sobre todo o animal que se move sobre a terra. (Gênesis 1:26-28.) Eu quero pensar com vocês nesta manhã sobre três coisas ensinadas neste texto. Uma delas é que Deus criou os seres humanos. A segunda é que Deus nos criou à Sua imagem. A terceira é que Deus nos criou homem e mulher. É possível acreditar nestas três verdades e não ser um Cristão. Afinal, elas são todas ensinadas nas Escrituras Judaicas. Portanto, um bom judeu crente nas Escrituras aceitaria essas verdades. Mas mesmo que você possa acreditar nestas três verdades e não ser um Cristão, todas elas apontam para o Cristianismo. Todos elas exigem a perfeição que vem com a obra de Cristo. É disso que eu quero falar, especialmente no que diz respeito à terceira verdade, que fomos criados à imagem de Deus como homem e mulher. 1. Deus Criou os Seres Humanos. Tomemos a primeira verdade: que os seres humanos foram criados por Deus. Eu acho que isso exige uma explicação. POR QUE Ele nos criou? Quando você faz algo, você tem uma razão para fazê-lo. Mas será que o mundo como nós o conhecemos nos dá uma resposta adequada a essa pergunta? O Antigo Testamento fala do homem trazendo o mundo sob seu domínio. Ele fala de ser criado para mostrar a glória de Deus (Isaías 43:7). Fala da terra sendo cheia do conhecimento da glória do Senhor. Mas o que vemos? Vemos um mundo em rebelião contra o Criador. Nós vemos as Escrituras Judaicas chegando a um final com a história da criação totalmente inacabada e a esperança da glória ainda por vir. Então, apenas acreditar que Deus criou os seres humanos da forma como as Escrituras Judaicas ensinam que Ele fez carece do restante da história a ser contada, ou seja, o Cristianismo. Somente em Cristo o propósito da criação pode ser alcançado.

5 2. Deus Nos Criou à Sua Imagem. Ou tomemos a segunda verdade, por exemplo: Deus nos criou à Sua imagem. Certamente isso deve ter algo a ver com o porquê estamos aqui. Seu propósito em fazer-nos deve ter algo maravilhoso a ver com o fato de que não somos sapos ou lagartos, pássaros ou até macacos. Nós somos seres humanos à imagem de Deus, somente nós e nenhum outro animal. Mas que confusão nós fizemos com esta dignidade impressionante. Somos como Deus? Bem, sim e não. Sim, somos como Deus, mesmo sendo pecaminosos e incrédulos há uma semelhança. Sabemos disso porque em Gênesis 9:6, Deus disse a Noé: Quem derramar o sangue do homem, pelo homem o seu sangue será derramado; porque Deus fez o homem conforme a sua imagem. Em outras palavras, mesmo em um mundo onde abunda o pecado (com a existência do homicídio) os seres humanos ainda têm a imagem de Deus. Eles não podem ser mortos como ratos e mosquitos. Você perde sua vida se você matar um ser humano (Veja Tiago 3:9). Mas somos como aquela imagem que Deus nos criou para ser? Essa imagem não é manchada, às vezes, quase sendo irreconhecível? Você sente que é semelhante a Deus como você deveria ser? Então, aqui novamente a crença de que fomos criados à imagem de Deus exige uma consumação, neste caso uma redenção, uma transformação, uma espécie de recriação. E isso é exatamente o que o Cristianismo traz. Porque pela graça sois salvos, mediante a fé; e isto não vem de vós, é dom de Deus, não de obras, para que ninguém se glorie. Pois somos feitura dele, criados em Cristo Jesus para boas obras. Revesti-vos da nova natureza criada à semelhança de Deus, em verdadeira justiça e santidade (Efésios 2:8-10; 4:24). Deus nos criou à Sua imagem, mas ficamos manchados e quase irreconhecíveis e Jesus é a resposta. Ele vem pela fé, Ele perdoa, Ele limpa, e Ele inicia um desígnio de recuperação chamado santificação que terminará na glória que Deus destinara aos seres humanos desde o princípio. Sabendo que fomos criados à imagem de Deus, o nosso pecado e corrupção implora por uma resposta. E Jesus é essa resposta. 3. Deus Nos Fez Macho e Fêmea. A terceira verdade nestes versículos é que Deus nos fez macho e fêmea. E isso também aponta para o Cristianismo e implora pela consumação de Cristo. Como? Em duas maneiras, pelo menos. Uma vem do mistério do casamento. A outra vem da feiura histórica do relacionamento macho-fêmea sob o pecado.

6 O Mistério do Casamento Considere o mistério do casamento. Em Gênesis 2:24, logo após o relato de como a mulher foi criada, Moisés (o escritor de Gênesis), diz: Por isso o homem deixará seu pai e sua mãe e se unirá à sua mulher, e serão uma só carne. Ora, quando o apóstolo Paulo cita este versículo em Efésios 5:31, ele diz, Grande é este mistério, digo-o, porém, a respeito de Cristo e da Igreja. E, com isso como pista, ele desvenda o significado do casamento: é um símbolo do amor de Cristo pela Igreja, representado na liderança amorosa do marido para com sua esposa; e é um símbolo da alegre submissão da Igreja a Cristo representado na relação da mulher em relação ao marido. Ele chama Gênesis 2:24 um mistério porque Deus não revelou claramente todos os Seus propósitos para o casamento entre homem e mulher em Gênesis. Houve sinais e indicações no Antigo Testamento de que o casamento era como a relação entre Deus e Seu povo. Mas só quando Cristo veio o mistério do casamento foi explicado com pormenores. Ele foi criado para ser um retrato da aliança de Cristo com Seu povo, Seu compromisso com a igreja. Veja, então, como o fato de Deus criar o homem e a mulher e, em seguida, ordenar o casamento como a relação em que um homem deixa pai e mãe e se une à sua mulher como este ato de criação e esta ordenança do casamento convocam a revelação de Cristo e Sua igreja. Eles exigem o Cristianismo como a revelação do mistério. Este é um pensamento muito estranho para a maioria das pessoas, até mesmo a maioria dos Cristãos, porque o casamento é uma instituição secular, bem como Cristã. Você o encontra em todas as culturas, e não apenas nas sociedades Cristãs. Por isso não somos propensos a pensar em todos os casamentos não-cristãos que conhecemos como símbolos misteriosos da relação de Cristo com a Igreja. Mas eles são, e nossa própria existência como homem e mulher no casamento clama por Cristo fazer-se conhecido em Sua relação com a igreja. O Cristianismo completa a nossa compreensão da aliança do casamento. Deixe-me pintar um quadro para você aqui e dar-lhe um toque que você pode não ter pensado antes. Cristo está vindo novamente a esta terra. Assim como você viu Ele ir, Ele virá de novo, disseram os anjos. Então, imagine aquele dia comigo. Os céus são abertos e a trombeta soa e o Filho do Homem aparece nas nuvens com poder e grande glória e com dezenas de milhares de santos anjos que brilham como o sol. Ele os envia para reunir os escolhidos desde os quatro ventos e levanta dentre os mortos os que morreram em Cristo. Ele dá-lhes corpos novos e gloriosos como o Seu próprio, e transforma o restante de nós num abrir e fechar de olhos para estarmos aptos para a glória. A preparação de longa data da noiva de Cristo (a igreja!) está finalmente completa e Ele a

7 toma pelo braço e a leva para a mesa. O banquete das bodas do Cordeiro começou. Ele está à cabeceira da mesa e um grande silêncio cai sobre os milhões de santos. E Ele diz: Este, meus amados, era o significado do casamento. É para isto que tudo apontava. É por isso que Eu criei vocês machos e fêmeas e ordenei a aliança de casamento. Daqui em diante não haverá mais casamento e o dar em casamento, pois a realidade final chegou e a sombra pode passar (veja Marcos 12:25; Lucas 20:34-36). Agora lembre-se do que estamos fazendo: estamos tentando ver que a terceira verdade, que Deus nos criou à Sua imagem como homem e mulher, aponta para o Cristianismo como a sua conclusão. E eu disse que Ele faz isso de duas maneiras. A primeira foi pelo mistério do casamento. A criação dos seres humanos como macho e fêmea fornece a estrutura necessária para a criação da ordenança do casamento. Você não pode ter o casamento sem masculino e feminino. E o significado do casamento não é conhecido na sua essência ou plenitude até que nós o vejamos como uma parábola da relação de Cristo com a Igreja. Assim, a criação como masculino e feminino aponta para o casamento e o casamento aponta para Cristo e a igreja. E, portanto, a crença de que Deus nos criou à Sua imagem como homem e mulher não é completa sem o Cristianismo, sem Cristo e Sua obra salvadora para a igreja. A Feiura Histórica do Relacionamento Masculino-Feminino Ora eu disse que havia outra maneira pela qual a criação macho e fêmea à imagem de Deus apontava para o Cristianismo como a conclusão necessária, ou seja, de sua distorção na feiura histórica das relações homem-mulher. Deixe-me tentar explicar. Quando o pecado entrou no mundo, o efeito sobre o nosso relacionamento macho e fêmea foi devastador. Deus vem a Adão, depois que ele comeu o fruto proibido e pergunta o que aconteceu. Adão diz em Gênesis 3:12, A mulher que me deste me deu do fruto da árvore e eu comi. Em outras palavras, é culpa dela (ou Sua por dá-la a mim!), por isso, se alguém deve morrer por comer o fruto, é melhor que seja ela! Naquele instante você tem o início de toda violência doméstica, de todo o abuso, estupro, insulto, de todas as formas de menosprezo à mulher que Deus criou à Sua imagem. Gênesis 3:16 pronuncia uma maldição sobre o casal caído: à mulher, Deus diz: Multiplicarei grandemente a tua dor, e a tua conceição; com dor darás à luz filhos; e o teu desejo será para o teu marido, e ele te dominará. Em outras palavras, o resultado do pecado e da

8 maldição na nossa era é o conflito entre os sexos. Este versículo não é uma descrição de como as coisas devem ser. Essa é a descrição do modo amaldiçoado como as coisas serão enquanto o pecado reinar, dominando homens e mulheres afastados de Deus. Este não é o sentido de macho e fêmea à imagem de Deus. É a feiura do pecado. Ora, como é que esta feiura aponta para o Cristianismo? Ela aponta para o Cristianismo porque implora pela cura que o Cristianismo traz para a relação entre homens e mulheres. Se Deus nos criou à Sua imagem como homem e mulher, isso implica na igualdade de personalidade, igualdade de dignidade, respeito mútuo, harmonia, complementaridade, um destino unificado. Mas onde está tudo isso na história do mundo? Está na cura que Jesus traz. Duas Observações Sobre A Cura Que Jesus Traz. Há tanta coisa a dizer aqui. Mas, permita-me mencionar apenas duas coisas O Destino de Ser Criado Macho e Fêmea Primeiro, Pedro diz em 1 Pedro 3:7, que um marido e uma esposa cristã são coerdeiros da graça da vida. O que isso significa? Isso significa que em Cristo homens e mulheres recuperam o que se entende por ser criado macho e fêmea à imagem de Deus. Isso significa que, juntos como macho e fêmea serão a imagem vindoura da glória de Deus e juntos como coerdeiros herdarão a glória de Deus. A criação como homem e mulher à imagem de Deus (quando você a vê ao lado do pecado) implora pela conclusão da cura que vem com a obra transformadora de Cristo e da herança que Ele comprou para os pecadores. Cristo recupera do pecado a realidade de que homem e mulher são coerdeiros da graça da vida O Significado do Celibato como Macho e Fêmea A outra coisa a falar sobre a forma como Cristo transforma as coisas ao redor e supera a feiura da nossa hostilidade e cumpre o destino de ser criado homem e mulher à imagem de Deus é encontrada em 1 Coríntios 7. Ali Paulo diz algo quase inacreditavelmente radical para aqueles dias: Aos solteiros e às viúvas eu digo que é bom para eles permanecerem como eu... o homem solteiro cuida das coisas do Senhor e como agradar ao Senhor... a mulher solteira cuida das coisas do Senhor e como ser santa de corpo e espírito... Digo isso... não para colocar qualquer restrição sobre vocês, mas para... garantir a sua completa devoção ao Senhor (1 Coríntios 7:8, 32-35).

9 Você vê o que isso implica? Isso implica que a cura que Jesus traz ao homem e mulher criados à imagem de Deus não depende de casamento. Na verdade a experiência de Paulo como homem solteiro (e o modelo de Jesus como um homem solteiro) ensinou-lhe que há uma espécie de sincera devoção ao Senhor possível ao homem ou à mulher solteiros que não é geralmente a porção dos santos casados. Outra maneira de dizer isso é esta: o casamento é uma instituição temporária para esta era até a ressurreição dos mortos. A essência do seu significado e propósito é representar a relação de Cristo com a Igreja. Mas quando a realidade chega, a representação, como sabemos, será deixada de lado. E não haverá nem casamento nem dar-se em casamento na era porvir. E aqueles que foram solteiros e dedicados ao Senhor vão sentar-se à ceia das bodas do Cordeiro como completos coerdeiros da graça da vida. E de acordo com a sua devoção ao Senhor e os seus sacrifícios serão recompensados com afetos e relacionamentos e alegrias além de toda imaginação. Resumo Então, permita-me resumir o que vimos. 1. Deus criou os seres humanos. E como o Antigo Testamento encerra, este fato impressionante exige o restante da história, o Cristianismo, para fazer sentido do que Deus estava para fazer. Seus propósitos na criação são incompletos sem a obra de Cristo. 2. Deus nos criou À SUA IMAGEM. Mas temos prejudicado tanto a imagem que mal a reconhecemos. Portanto esta verdade implora pela conclusão do Cristianismo, porque o que Jesus faz é recuperar o que foi perdido. Isso é chamado de nova criação em Cristo. A imagem é restaurada em justiça e santidade. 3. Deus nos criou à Sua imagem COMO MACHO E FÊMEA. E isso também implora pela conclusão na verdade do Cristianismo. Ninguém pode compreender plenamente o que significa ser homem e mulher em casamento até que vejam que o casamento é destinado a retratar Cristo e a igreja. E ninguém pode saber o verdadeiro destino de ser criado homem e mulher à imagem de Deus até que eles saibam que homem e mulher são coerdeiros da graça da vida. E, finalmente, não se pode compreender plenamente o significado do celibato como homem e mulher à imagem de Deus até que eles aprendam a partir de Cristo, que na era porvir não haverá casamento, e, portanto, o destino glorioso de ser do sexo masculino e feminino à imagem de Deus não é dependente do casamento, mas da devoção ao Senhor.

10 Portanto, se debruce sobre essas verdades: Deus criou você; Ele te criou à Sua imagem; e Ele te criou macho ou fêmea para que você possa ser absoluta e radicalmente e exclusivamente dedicado ao Senhor. Sola Scriptura! Sola Gratia! Sola Fide! Solus Christus! Soli Deo Gloria!

11 OUTRAS LEITURAS QUE RECOMENDAMOS Baixe estes e outros e-books gratuitamente no site oestandartedecristo.com. 10 Sermões R. M. M Cheyne Adoração A. W. Pink Agonia de Cristo J. Edwards Batismo, O John Gill Batismo de Crentes por Imersão, Um Distintivo Neotestamentário e Batista William R. Downing Bênçãos do Pacto C. H. Spurgeon Biografia de A. W. Pink, Uma Erroll Hulse Carta de George Whitefield a John Wesley Sobre a Doutrina da Eleição Cessacionismo, Provando que os Dons Carismáticos Cessaram Peter Masters Como Saber se Sou um Eleito? ou A Percepção da Eleição A. W. Pink Como Ser uma Mulher de Deus? Paul Washer Como Toda a Doutrina da Predestinação é corrompida pelos Arminianos J. Owen Confissão de Fé Batista de 1689 Conversão John Gill Cristo É Tudo Em Todos Jeremiah Burroughs Cristo, Totalmente Desejável John Flavel Defesa do Calvinismo, Uma C. H. Spurgeon Deus Salva Quem Ele Quer! J. Edwards Discipulado no T empo dos Puritanos, O W. Bevins Doutrina da Eleição, A A. W. Pink Eleição & Vocação R. M. M Cheyne Eleição Particular C. H. Spurgeon Especial Origem da Instituição da Igreja Evangélica, A J. Owen Evangelismo Moderno A. W. Pink Excelência de Cristo, A J. Edwards Gloriosa Predestinação, A C. H. Spurgeon Guia Para a Oração Fervorosa, Um A. W. Pink Igrejas do Novo Testamento A. W. Pink In Memoriam, a Canção dos Suspiros Susannah Spurgeon Incomparável Excelência e Santidade de Deus, A Jeremiah Burroughs Infinita Sabedoria de Deus Demonstrada na Salvação dos Pecadores, A A. W. Pink Jesus! C. H. Spurgeon Justificação, Propiciação e Declaração C. H. Spurgeon Livre Graça, A C. H. Spurgeon Marcas de Uma Verdadeira Conversão G. Whitefield Mito do Livre-Arbítrio, O Walter J. Chantry Natureza da Igreja Evangélica, A John Gill Natureza e a Necessidade da Nova Criatura, Sobre a John Flavel Necessário Vos é Nascer de Novo Thomas Boston Necessidade de Decidir-se Pela Verdade, A C. H. Spurgeon Objeções à Soberania de Deus Respondidas A. W. Pink Oração Thomas Watson Pacto da Graça, O Mike Renihan Paixão de Cristo, A Thomas Adams Pecadores nas Mãos de Um Deus Irado J. Edwards Pecaminosidade do Homem em Seu Estado Natural Thomas Boston Plenitude do Mediador, A John Gill Porção do Ímpios, A J. Edwards Pregação Chocante Paul Washer Prerrogativa Real, A C. H. Spurgeon Queda, a Depravação Total do Homem em seu Estado Natural..., A, Edição Comemorativa de Nº 200 Quem Deve Ser Batizado? C. H. Spurgeon Quem São Os Eleitos? C. H. Spurgeon Reformação Pessoal & na Oração Secreta R. M. M'Cheyne Regeneração ou Decisionismo? Paul Washer Salvação Pertence Ao Senhor, A C. H. Spurgeon Sangue, O C. H. Spurgeon Semper Idem Thomas Adams Sermões de Páscoa Adams, Pink, Spurgeon, Gill, Owen e Charnock Sermões Graciosos (15 Sermões sobre a Graça de Deus) C. H. Spurgeon Soberania da Deus na Salvação dos Homens, A J. Edwards Sobre a Nossa Conversão a Deus e Como Essa Doutrina é Totalmente Corrompida Pelos Arminianos J. Owen Somente as Igrejas Congregacionais se Adequam aos Propósitos de Cristo na Instituição de Sua Igreja J. Owen Supremacia e o Poder de Deus, A A. W. Pink Teologia Pactual e Dispensacionalismo William R. Downing Tratado Sobre a Oração, Um John Bunyan Tratado Sobre o Amor de Deus, Um Bernardo de Claraval Um Cordão de Pérolas Soltas, Uma Jornada Teológica no Batismo de Crentes Fred Malone Sola Scriptura Sola Gratia Sola Fide Solus Christus Soli Deo Gloria

12 2 Coríntios 4 1 Por isso, tendo este ministério, segundo a misericórdia que nos foi feita, não desfalecemos; 2 Antes, rejeitamos as coisas que por vergonha se ocultam, não andando com astúcia nem falsificando a palavra de Deus; e assim nos recomendamos à consciência de todo o homem, na presença de Deus, pela manifestação da verdade. 3 Mas, se ainda o nosso evangelho está encoberto, para os que se perdem está encoberto. 4 Nos quais o deus deste século cegou os entendimentos dos incrédulos, para que lhes não resplandeça a luz do evangelho da glória de Cristo, que é a imagem de Deus. 5 Porque não nos pregamos a nós mesmos, mas a Cristo Jesus, o Senhor; e nós mesmos somos vossos servos por amor de Jesus. 6 Porque Deus, que disse que das trevas resplandecesse a luz, é quem resplandeceu em nossos corações, para iluminação do conhecimento da glória de Deus, na face de Jesus Cristo. 7 Temos, porém, este tesouro em vasos de barro, para que a excelência do poder seja de Deus, e não de nós. 8 Em tudo somos atribulados, mas não angustiados; perplexos, mas não desanimados. 9 Perseguidos, mas não desamparados; abatidos, mas não destruídos; 10 Trazendo sempre por toda a parte a mortificação do Senhor Jesus no nosso corpo, para que a vida de Jesus se manifeste também nos nossos corpos; 11 E assim nós, que vivemos, estamos sempre entregues à morte por amor de Jesus, para que a vida de Jesus se manifeste também na nossa carne mortal. 12 De maneira que em nós opera a morte, mas em vós a vida. 13 E temos portanto o mesmo espírito de fé, como está escrito: Cri, por isso falei; nós cremos também, por isso também falamos. 14 Sabendo que o que ressuscitou o Senhor Jesus nos ressuscitará também por Jesus, e nos apresentará convosco. 15 Porque tudo isto é por amor de vós, para que a graça, multiplicada por meio de muitos, faça abundar a ação de graças para glória de Deus. 16 Por isso não desfalecemos; mas, ainda que o nosso homem exterior se corrompa, o interior, contudo, se renova de dia em dia. 17 Porque a nossa leve e momentânea tribulação produz para nós um peso eterno de glória mui excelente; 18 Não atentando nós nas coisas que se veem, mas nas que se não veem; porque as que se veem são temporais, e as que se não veem são eternas.

ORANDO COM O ENTENDIMENTO

ORANDO COM O ENTENDIMENTO ORANDO COM O ENTENDIMENTO John Bunyan Traduzido do Espanhol Título original em Inglês A Discourse Touching Prayer By John Bunyan A presente publicação consiste em um excerto da obra supracitada Via: CimientoEstable.org

Leia mais

DILIGÊNCIA NECESSÁRIA

DILIGÊNCIA NECESSÁRIA DILIGÊNCIA NECESSÁRIA. Traduzido do original em Inglês Diligence Necessary By R. M. M'Cheyne Extraído da obra original, em volume único: The Sermons of the Rev. Robert Murray M'Cheyne Minister of St. Peter's

Leia mais

Cessationism - Proving Charismatic Gifts have Ceased

Cessationism - Proving Charismatic Gifts have Ceased Traduzido do original em Inglês Cessationism - Proving Charismatic Gifts have Ceased By Dr. Peter Masters Via: MetropolitanTabernacle.Org Tradução e Capa por William Teixeira Revisão por Camila Almeida

Leia mais

YEHOSHUA E em nenhum outro há salvação; porque debaixo do céu nenhum outro nome há, dado entre os homens, pelo qual importa que sejamos salvos (Atos

YEHOSHUA E em nenhum outro há salvação; porque debaixo do céu nenhum outro nome há, dado entre os homens, pelo qual importa que sejamos salvos (Atos YEHOSHUA E em nenhum outro há salvação; porque debaixo do céu nenhum outro nome há, dado entre os homens, pelo qual importa que sejamos salvos (Atos 4.12) Quando você se arrepende dos seus pecados e crê

Leia mais

NÃO É UM JUDEU QUEM O É EXTERIORMENTE

NÃO É UM JUDEU QUEM O É EXTERIORMENTE NÃO É UM JUDEU QUEM O É EXTERIORMENTE. Traduzido do original em Inglês Not a Jew Which is One Outwardly By R. M. M'Cheyne Extraído da obra original, em volume único: The Sermons of the Rev. Robert Murray

Leia mais

Todos Batizados em um Espírito

Todos Batizados em um Espírito 1 Todos Batizados em um Espírito Leandro Antonio de Lima Podemos ver os ensinos normativos a respeito do batismo com o Espírito Santo nos escritos do apóstolo Paulo, pois em muitas passagens ele trata

Leia mais

A VIDA DO VERDADEIRO CRISTÃO: UMA VIAGEM PARA O CÉU

A VIDA DO VERDADEIRO CRISTÃO: UMA VIAGEM PARA O CÉU O PEREGRINO CRISTÃO OU A VIDA DO VERDADEIRO CRISTÃO: UMA VIAGEM PARA O CÉU Traduzido do original em Inglês The Christian Pilgrim or The True Christian's Life a Journey Towards Heaven By Jonathan Edwards

Leia mais

ADORAÇÃO. A. W. Pink

ADORAÇÃO. A. W. Pink ADORAÇÃO A. W. Pink Traduzido do original em Inglês Worship By A. W. Pink Via: PBMinistries.org (Providence Baptist Ministries) Tradução e Capa por William Teixeira Revisão por Camila Almeida 1ª Edição:

Leia mais

TIPOS DE BATISMO. Existem historicamente três formas de Batismo: por imersão, por afusão (derramamento) e por aspersão.

TIPOS DE BATISMO. Existem historicamente três formas de Batismo: por imersão, por afusão (derramamento) e por aspersão. TIPOS DE BATISMO Existem historicamente três formas de Batismo: por imersão, por afusão (derramamento) e por aspersão. A forma praticada no Novo Testamento era por imersão, conforme vemos: A palavra grega

Leia mais

Igreja Batista Fundamental Taguatinga/DF. Aula 5 - Justiça e Justificação

Igreja Batista Fundamental Taguatinga/DF. Aula 5 - Justiça e Justificação Domingo, 29/03/2009 Autor: Fábio Ramos A Recapitulação Igreja Batista Fundamental Taguatinga/DF Aula 5 - Justiça e Justificação 1 Visão Geral I) somos servos que servem evangelizando II) perdidos estão

Leia mais

Escola da Bíblia Rua Rio Azul, 200, Boa Viagem CEP: 51.030-050 Recife PE

Escola da Bíblia Rua Rio Azul, 200, Boa Viagem CEP: 51.030-050 Recife PE AS GRANDES DOUTRINAS DA BÍBLIA LIÇÃO 07 O QUE A BÍBLIA DIZ A RESPEITO DA SALVAÇÃO INTRODUÇÃO Chegamos ao que pode ser o tópico mais importante desta série: a salvação. Uma pessoa pode estar equivocada

Leia mais

A Defense of Calvinism

A Defense of Calvinism Traduzido do original em Inglês A Defense of Calvinism By C. H. Spurgeon Via SpurgeonGems.org Adaptado a partir de The C. H. Spurgeon Collection, Version 1.0, Ages Software. Tradução por Camila Almeida

Leia mais

Personal Commitment Guide. Guia de Compromisso Pessoal

Personal Commitment Guide. Guia de Compromisso Pessoal Personal Commitment Guide Guia de Compromisso Pessoal Nome da Igreja ou Evento Nome do Conselheiro Telefone 1. Salvação >Você já atingiu um estágio na vida em que você tem a certeza da vida eterna e que

Leia mais

DECLARAÇÃO DE FÉ 27/06/15 PLANO DE SALVAÇÃO

DECLARAÇÃO DE FÉ 27/06/15 PLANO DE SALVAÇÃO DECLARAÇÃO DE FÉ Pr Josemeire Ribeiro CRM PR 2015 O que é credo? É o que eu creio. PLANO DE SALVAÇÃO QUEDA REDENÇÃO RESTAURAÇÃO Declaração de Fé da IEQ foi compilada por sua fundadora Aimeé Semple McPherson,

Leia mais

CARTA DE PRINCÍPIOS, CRENÇAS E VALORES 1 ALIANÇA CRISTÃ EVANGÉLICA BRASILEIRA Aliança Evangélica. A unidade na fé a caminho da missão

CARTA DE PRINCÍPIOS, CRENÇAS E VALORES 1 ALIANÇA CRISTÃ EVANGÉLICA BRASILEIRA Aliança Evangélica. A unidade na fé a caminho da missão CARTA DE PRINCÍPIOS, CRENÇAS E VALORES 1 ALIANÇA CRISTÃ EVANGÉLICA BRASILEIRA Aliança Evangélica A unidade na fé a caminho da missão Nossa Visão Manifestar a unidade da igreja por meio do testemunho visível

Leia mais

DOUTRINAS BÁSICAS DA VIDA CRISTÃ

DOUTRINAS BÁSICAS DA VIDA CRISTÃ EBD DOUTRINAS BÁSICAS DA VIDA CRISTÃ DOUTRINAS BÁSICAS DA VIDA CRISTÃ OLÁ!!! Sou seu Professor e amigo Você está começando,hoje, uma ETAPA muito importante para o seu CRESCIMENTO ESPIRITUAL e para sua

Leia mais

ARTIGOS DE FÉ. I. Deus Trino

ARTIGOS DE FÉ. I. Deus Trino ARTIGOS DE FÉ As referências bíblicas apoiam os Artigos de Fé e são aqui inseridas por acção da Assembleia Geral de 1976, mas não devem ser consideradas como parte do texto da Constituição. I. Deus Trino

Leia mais

STOTT, John R. W. Batismo e plenitude do Espírito Santo. São Paulo: Vida Nova, 1966.

STOTT, John R. W. Batismo e plenitude do Espírito Santo. São Paulo: Vida Nova, 1966. Azusa Revista de Estudos Pentecostais 1 STOTT, John R. W. Batismo e plenitude do Espírito Santo. São Paulo: Vida Nova, 1966. Josias Novak 1 1 A promessa do Espírito Em sua exposição Stott afirma que a

Leia mais

A TEOLOGIA DE GENESIS Márcio Martins

A TEOLOGIA DE GENESIS Márcio Martins A TEOLOGIA DE GENESIS Márcio Martins O LIVRO DE GENESIS PODE SER CONSIDERADO COMO A BASE TEOLÓGICA DO NOVO TESTAMENTO. GENESIS DE CERTA FORMA ESTÁ MAIS PROXIMO DO NOVO TESTAMENTO DO QUE DO VELHO. VARIOS

Leia mais

Curso de Discipulado

Curso de Discipulado cidadevoadora.com INTRODUÇÃO 2 Este curso é formado por duas partes sendo as quatro primeiras baseadas no evangelho de João e as quatro últimas em toda a bíblia, com assuntos específicos e muito relevantes

Leia mais

2º Aquele que não pratica (não pratica a Lei), mas crê naquele que justifica o ímpio, a sua fé lhe é

2º Aquele que não pratica (não pratica a Lei), mas crê naquele que justifica o ímpio, a sua fé lhe é Muitos, ao ouvirem que o cristão não precisa praticar as obras da Lei, como: guarda do sábado, sacrifício de jejum, uso do véu, devolução de dízimo, etc., logo fazem a seguinte pergunta: A Lei de Deus

Leia mais

Em que sois batizados então? (Atos 19:3)

Em que sois batizados então? (Atos 19:3) Em que sois batizados então? (Atos 19:3) O Senhor Jesus Cristo deu uma ordem expressa aos seus discípulos, quando disse: E disse-lhes: Ide por todo o mundo, pregai o evangelho a toda criatura. Quem crer

Leia mais

BASES DA CONVERSÃO CRISTÃ E DO DISCIPULADO

BASES DA CONVERSÃO CRISTÃ E DO DISCIPULADO BASES DA CONVERSÃO CRISTÃ E DO DISCIPULADO O que é uma pessoa cristã? É a pessoa que acredita que o Deus vivo é revelado em e por meio de Jesus Cristo, que aceita Jesus Cristo como Senhor e Salvador, que

Leia mais

Lição 9 Completar com Alegria

Lição 9 Completar com Alegria Lição 9 Completar com Alegria A igreja estava cheia. Era a época da colheita. Todos tinham trazido algo das suas hortas, para repartir com os outros. Havia muita alegria enquanto as pessoas cantavam louvores

Leia mais

IV FÓRMULAS DE BÊNÇÃO PARA LAUDES E VÉSPERAS

IV FÓRMULAS DE BÊNÇÃO PARA LAUDES E VÉSPERAS IV FÓRMULAS DE BÊNÇÃO PARA LAUDES E VÉSPERAS I. Nas celebrações do Tempo Advento Deus omnipotente e misericordioso, que vos dá a graça de comemorar na fé a primeira vinda do seu Filho Unigénito e de esperar

Leia mais

A ESPERANÇA QUE VEM DO ALTO. Romanos 15:13

A ESPERANÇA QUE VEM DO ALTO. Romanos 15:13 A ESPERANÇA QUE VEM DO ALTO Romanos 15:13 - Ora o Deus de esperança vos encha de toda a alegria e paz em crença, para que abundeis em esperança pela virtude do Espírito Santo. Só Deus pode nos dar uma

Leia mais

Consolidação para o Discipulado - 1

Consolidação para o Discipulado - 1 Consolidação para o Discipulado - 1 Fortalecendo o novo convertido na Palavra de Deus Rev. Edson Cortasio Sardinha Consolidador/a: Vida consolidada: 1ª Lição: O Amor de Deus O amor de Deus está presente

Leia mais

Celebração Comunitária do SACRAMENTO DO BAPTISMO

Celebração Comunitária do SACRAMENTO DO BAPTISMO Celebração Comunitária do SACRAMENTO DO BAPTISMO O Baptismo, porta da vida e do reino, é o primeiro sacramento da nova lei, que Cristo propôs a todos para terem a vida eterna, e, em seguida, confiou à

Leia mais

JESUS CRISTO FOI CONCEBIDO PELO PODER DO ESPÍRITO SANTO, E NASCEU DA VIRGEM MARIA (CONT)

JESUS CRISTO FOI CONCEBIDO PELO PODER DO ESPÍRITO SANTO, E NASCEU DA VIRGEM MARIA (CONT) JESUS CRISTO FOI CONCEBIDO PELO PODER DO ESPÍRITO SANTO, E NASCEU DA VIRGEM MARIA (CONT) 11-02-2012 Catequese com adultos 11-12 Chave de Bronze Em que sentido toda a vida de Cristo é Mistério? Toda a vida

Leia mais

NOME DO CURSO ORAR É AÇÃO EBA. Nome do professor

NOME DO CURSO ORAR É AÇÃO EBA. Nome do professor ORAR É AÇÃO EBA Aprendendo a ORAR com Paulo Ef. 1:15-19. Por isso também eu, tendo ouvido da fé que há entre vós no Senhor Jesus e o amor para com todos os santos, não cesso de dar graças por vós, fazendo

Leia mais

CELEBRAÇÃO EUCARÍSTICA

CELEBRAÇÃO EUCARÍSTICA Congregação das Irmãs Missionárias de São Carlos B. Scalabrinianas Centro de Estudos Migratórios Cristo Rei-CEMCREI Rua Castro Alves, 344 90430-130 Porto Alegre-RS cemcrei@cpovo.net www.cemcrei.org.br

Leia mais

CELEBRAÇÃO DO MATRIMÓNIO

CELEBRAÇÃO DO MATRIMÓNIO CELEBRAÇÃO DO MATRIMÓNIO Assinatura do Registo A assinatura do Registo será colocada na Liturgia, conforme prática local ou critério do Oficiante. Celebração da Santa Ceia No caso de ser pedida a Celebração

Leia mais

O Batismo é mencionado pela primeira vez, no Novo Testamento, quando do ministério de João Batista.

O Batismo é mencionado pela primeira vez, no Novo Testamento, quando do ministério de João Batista. Lição 11 A DOUTRINA DO BATISMO NAS ÁGUAS Por: Pr Valdimário Santos O Batismo é mencionado pela primeira vez, no Novo Testamento, quando do ministério de João Batista. Em Mateus 3.1,2 notamos que a mensagem

Leia mais

Quão perfeito é perfeito? Pode o cristão ser perfeito? Edward Heppenstall

Quão perfeito é perfeito? Pode o cristão ser perfeito? Edward Heppenstall Quão perfeito é perfeito? Pode o cristão ser perfeito? Edward Heppenstall Estar em uma posição/condição correta para com Deus é a coisa mais importante da vida. Acima de tudo que fazemos, de tudo que temos,

Leia mais

#62. O batismo do Espírito Santo (continuação)

#62. O batismo do Espírito Santo (continuação) O batismo do Espírito Santo (continuação) #62 Estamos falando sobre alguns dons do Espírito Santo; falamos de suas obras, dos seus atributos, como opera o novo nascimento e, por último, estamos falando

Leia mais

A Bíblia seja colocada em lugar de destaque, ao lado de uma vela acesa.

A Bíblia seja colocada em lugar de destaque, ao lado de uma vela acesa. Encontro com a Palavra Agosto/2011 Mês de setembro, mês da Bíblia 1 encontro Nosso Deus se revela Leitura Bíblica: Gn. 12, 1-4 A Bíblia seja colocada em lugar de destaque, ao lado de uma vela acesa. Boas

Leia mais

Decorando a Palavra de Deus

Decorando a Palavra de Deus Livro 1 página 73 Lição Dez Decorando a Palavra de Deus A Palavra de Deus (a Bíblia) é muito importante na vida do crente. Ela é uma fonte inesgotável de conhecimento, força e inspiração. Já aprendemos

Leia mais

#61. 10.14 O batismo do Espírito Santo

#61. 10.14 O batismo do Espírito Santo 10.14 O batismo do Espírito Santo #61 Estudamos o novo nascimento e vimos como o Espírito Santo realiza essa obra juntamente com a Palavra de Deus. Tínhamos que entender o novo nascimento e como alguém

Leia mais

Chamados Para a Comunhão de Seu Filho (Mensagem entregue pelo irmão Stephen Kaung em Richmound- Virginia-USA no dia 11 de fevereiro de 2007)

Chamados Para a Comunhão de Seu Filho (Mensagem entregue pelo irmão Stephen Kaung em Richmound- Virginia-USA no dia 11 de fevereiro de 2007) Chamados Para a Comunhão de Seu Filho (Mensagem entregue pelo irmão Stephen Kaung em Richmound- Virginia-USA no dia 11 de fevereiro de 2007) Por favor, poderiam abrir em primeira aos Coríntios, a primeira

Leia mais

A Justificação em Paulo e Tiago George Knight III

A Justificação em Paulo e Tiago George Knight III 1 A Justificação em Paulo e Tiago George Knight III Nas cartas do apóstolo Paulo, a doutrina da justificação é o maravilhoso ensino bíblico de que Deus nos aceita como justos em Cristo e perdoa nossos

Leia mais

ESTUDOS NO EVANGELHO DE JOÃO

ESTUDOS NO EVANGELHO DE JOÃO ESTUDOS NO EVANGELHO DE JOÃO ESTUDO 1 NOVA VIDA O presente curso ajudará você a descobrir fatos da Palavra de Deus, fatos os quais você precisa para viver a vida em toda a sua plenitude. Por este estudo

Leia mais

ESTUDOS PARA AS CÉLULAS AS SETE VERDADES ESSÊNCIAIS DO EVANGELHO

ESTUDOS PARA AS CÉLULAS AS SETE VERDADES ESSÊNCIAIS DO EVANGELHO 1 ESTUDOS PARA AS CÉLULAS AS SETE VERDADES ESSÊNCIAIS DO EVANGELHO LIÇÃO Nº 01 DIA 16/06/2014 INTRODUÇÃO: Vamos começar uma nova série de estudos em nossas células. Esta será uma série muito interessante

Leia mais

O Amor Soberano de Deus: Nosso Conforto Prof. Robert D. Decker

O Amor Soberano de Deus: Nosso Conforto Prof. Robert D. Decker 1 O Amor Soberano de Deus: Nosso Conforto Prof. Robert D. Decker Tradução: Felipe Sabino de Araújo Neto / felipe@monergismo.com O assunto me designado pelo comitê foi posto na forma de uma pergunta: A

Leia mais

Condições Gerais de Uso e Permissões de Cópias

Condições Gerais de Uso e Permissões de Cópias - Ensino Sistêmico sobre a Vida Cristã - Condições Gerais de Uso e Permissões de Cópias Série: Informações Gerais sobre o Ensino Sistêmico Sobre Vida Cristã 1ª Edição Out/2013 - Copyright do Autor Ver

Leia mais

O significado de um viver santo

O significado de um viver santo O significado de um viver santo TEXTO BÍBLICO BÁSICO Efésios 4.4-3 4 - E vos revistais do novo homem, que segundo Deus é criado em verdadeira justiça e santidade. 5 - Por isso deixai a mentira, e falai

Leia mais

A grande refeição é aquela que fazemos em torno da Mesa da Eucaristia.

A grande refeição é aquela que fazemos em torno da Mesa da Eucaristia. EUCARISTIA GESTO DO AMOR DE DEUS Fazer memória é recordar fatos passados que animam o tempo presente em rumo a um futuro melhor. O povo de Deus sempre procurou recordar os grandes fatos do passado para

Leia mais

CATEDRAL DIOCESANA DE CAMPINA GRANDE PARÓQUIA NOSSA SENHORA DA CONCEIÇÃO

CATEDRAL DIOCESANA DE CAMPINA GRANDE PARÓQUIA NOSSA SENHORA DA CONCEIÇÃO CATEDRAL DIOCESANA DE CAMPINA GRANDE PARÓQUIA NOSSA SENHORA DA CONCEIÇÃO SOBRE NÓS FAZEI BRILHAR O ESPLENDOR DE VOSSA FACE! 3 º DOMINGO DA PÁSCOA- ANO B 22 DE ABRIL DE 2012 ANIM: (Saudações espontâneas)

Leia mais

O Arrebatamento da Igreja

O Arrebatamento da Igreja Texto Base: 1Ts 4.13-18 O Arrebatamento da Igreja "Não queremos, porém, irmãos, que sejais ignorantes com respeito aos que dormem, para não vos entristecerdes como os demais, que não têm esperança. Pois,

Leia mais

Mais Se Exige a Quem Mais é Dado

Mais Se Exige a Quem Mais é Dado Mais Se Exige a Quem Mais é Dado Pessoas que estão livres da necessidade de trabalhar em empregos específicos devem se considerar como devotadas a Deus em maior grau. Grande parte do mundo está livre das

Leia mais

IGREJA DE CRISTO INTERNACIONAL DE BRASÍLIA ESCOLA BÍBLICA

IGREJA DE CRISTO INTERNACIONAL DE BRASÍLIA ESCOLA BÍBLICA IGREJA DE CRISTO INTERNACIONAL DE BRASÍLIA ESCOLA BÍBLICA MÓDULO I - O NOVO TESTAMENTO Aula XXII A PRIMEIRA CARTA DE PEDRO E REFLEXÕES SOBRE O SOFRIMENTO Até aqui o Novo Testamento tem dito pouco sobre

Leia mais

DISTRIBUIÇÃO GRATUITA

DISTRIBUIÇÃO GRATUITA A IMPORTÂNCIA DAS OBRAS DE FÉ William Soto Santiago Cayey Porto Rico 16 de Março de 2011 Reverendo William Soto Santiago, Ph. D. CENTRO DE DIVULGAÇÃO DO EVANGELHO DO REINO http://www.cder.com.br E-mail:

Leia mais

Aspetos inclusivos e exclusivos na fé nova-apostólica

Aspetos inclusivos e exclusivos na fé nova-apostólica Igreja Nova Apostólica Internacional Aspetos inclusivos e exclusivos na fé nova-apostólica Depois de, na última edição, termos abordado os aspetos inclusivos e exclusivos no Antigo e no Novo Testamento,

Leia mais

SERMÃO: PERMANECER EM JESUS CRISTO. JOÃO 15 : 1-9

SERMÃO: PERMANECER EM JESUS CRISTO. JOÃO 15 : 1-9 SERMÃO: PERMANECER EM JESUS CRISTO. JOÃO 15 : 1-9 Hino inicial = 13. Hino final = 303. IASD Central = 02/07/2011. INTRODUÇÃO Bom dia! Convidamos você a abrir sua Bíblia no Evangelho de São João, capítulo

Leia mais

Rosarium Virginis Mariae

Rosarium Virginis Mariae EDITORA AVE-MARIA Introdução O Rosário da Virgem Maria, que ao sopro do Espírito Santo de Deus se foi formando gradualmente no segundo milênio, é oração amada por numerosos santos e estimulada pelo magistério.

Leia mais

EBD ADU 2011. Aulas sobre o Espírito Santo e você. Prefácio

EBD ADU 2011. Aulas sobre o Espírito Santo e você. Prefácio Aulas sobre o Espírito Santo e você. EBD ADU 2011 Prefácio 1. Quem é o Espírito Santo? 2. Os símbolos do Espírito Santo 3. O Espírito Santo e as Escrituras 4. Da criação até o nascimento de Jesus 5. Do

Leia mais

Unidade 1 EXEMPLOS DE MATURIDADE CRISTÃ

Unidade 1 EXEMPLOS DE MATURIDADE CRISTÃ Unidade 1 EXEMPLOS DE MATURIDADE CRISTÃ 4 LIÇÃO 1 Um Santo Desejo de Crescer Muitos pais acompanham atentamente o desenvolvimento dos filhos, e mencionam com orgulho cada sinal de crescimento. As crianças

Leia mais

CELEBRAÇÃO DO AMOR Paróquia São Pedro e São Paulo - Toledo PR

CELEBRAÇÃO DO AMOR Paróquia São Pedro e São Paulo - Toledo PR CELEBRAÇÃO DO AMOR Paróquia São Pedro e São Paulo - Toledo PR O que Deus uniu o homem não separe! ACOLHIDA Comentarista: Estamos reunidos para celebrar o Amor. Do amor desses dois jovens. N e N vai nascer

Leia mais

PREGAÇÃO DO DIA 30 DE NOVEMBRO DE 2013 TEMA : A LUTA PELA FÉ PASSAGEM BASE: FILIPENSES 1:27-30

PREGAÇÃO DO DIA 30 DE NOVEMBRO DE 2013 TEMA : A LUTA PELA FÉ PASSAGEM BASE: FILIPENSES 1:27-30 PREGAÇÃO DO DIA 30 DE NOVEMBRO DE 2013 TEMA : A LUTA PELA FÉ PASSAGEM BASE: FILIPENSES 1:2730 FILIPENSES 1:2730 Somente deveis portarvos dignamente conforme o evangelho de Cristo, para que, quer vá e vos

Leia mais

Os Mandamentos da Igreja

Os Mandamentos da Igreja Os Mandamentos da Igreja Por Marcelo Rodolfo da Costa Os mandamentos da Igreja situam-se na linha de uma vida moral ligada à vida litúrgica e que dela se alimenta CIC 2041 Os Mandamentos da Igreja tem

Leia mais

Curso Bíblico Básico (Nível Médio) Parte VII

Curso Bíblico Básico (Nível Médio) Parte VII COMUNIDADE CRISTÃ ASSEMBLEIA DOS JUSTOS SISTEMA EDUCACIONAL BÍBLICO ECLESIÁSTICO DEPARTAMENTO DE CURSO BÍBLICO BÁSICO Curso Bíblico Básico (Nível Médio) Parte VII A Divindade do Senhor Jesus Este é o assunto

Leia mais

CRISTOLOGIA: DOUTRINA DE CRISTO

CRISTOLOGIA: DOUTRINA DE CRISTO CRISTOLOGIA: DOUTRINA DE CRISTO ETERNIDADE DEUS PAI LOGUS ESPIRITO SANTO A TRINDADE 1Jo.5.7 LOGUS QUER DIZER PALAVRA OU VERBO SE REFERE AO FILHO NA ETERNIDADE I - SUA PRÉ-EXISTÊNCIA 1 - SUA EXISTÊNCIA

Leia mais

Poesia. Palavras de Jesus

Poesia. Palavras de Jesus Poesia nas Palavras de Jesus (Ver. Preto & Branco) ( Ricardo Drummond de Melo Rio de Janeiro Primeira Edição 2012 PerSe Poesia nas Palavras de Jesus Ricardo Drummond de Melo 1ª Edição - 2012 Editora PerSe

Leia mais

NOSSA SENHORA DAS DORES Padroeira principal da Ordem

NOSSA SENHORA DAS DORES Padroeira principal da Ordem 15 de setembro NOSSA SENHORA DAS DORES Padroeira principal da Ordem Solenidade Para nós Servos de Maria, a devoção a Nossa Senhora das Dores está ligada ao simbolismo do hábito preto e evoca um episódio

Leia mais

Igreja Internacional da Graça de Deus

Igreja Internacional da Graça de Deus Igreja Internacional da Graça de Deus 1 O Batismo nas Águas Igreja Internacional da Graça de Deus Fevereiro de 2010 São Paulo - Brasil 2 Nova Vida com Jesus J esus respondeu : - Na verdade, na verdade

Leia mais

... Discernindo os Tempos D. M. Lloyd-Jones... (bro.) 44,90... (enc) 59,90... Dispensacionalismo: uma análise A. W. Pink... 11,90... D.

... Discernindo os Tempos D. M. Lloyd-Jones... (bro.) 44,90... (enc) 59,90... Dispensacionalismo: uma análise A. W. Pink... 11,90... D. Publicações Evangélicas Selecionadas Av. Jorge João Saad, 300, São Paulo SP, 05618-000 Tel/Fax (011) 3223-6594 E-mail: livros@editorapes.com.br www.editorapes.com.br LISTA DE PREÇOS outubro 2013 Preços

Leia mais

4. A IMPORTÂNCIA DE SER BATIZADO

4. A IMPORTÂNCIA DE SER BATIZADO 4. A IMPORTÂNCIA DE SER BATIZADO O batismo nas águas é um dos passos importantes nos primeiros princípios da doutrina de Cristo. Ele não é apenas uma forma ou cerimônia sem sentido, mas uma experiência

Leia mais

ESTUDO SOBRE O CRESCIMENTO DA IGRJEA, CRESCIMENTO QUANTITATIVO, QUALITATIVO E ORGANICO

ESTUDO SOBRE O CRESCIMENTO DA IGRJEA, CRESCIMENTO QUANTITATIVO, QUALITATIVO E ORGANICO ESTUDO SOBRE O CRESCIMENTO DA IGRJEA, CRESCIMENTO QUANTITATIVO, QUALITATIVO E ORGANICO 01. Por que se pode dizer que o crescimento da igreja é um conceito Bíblico? Porque a Bíblia revela que para a igreja

Leia mais

As BOAS NOVAS PARA VOCÊ Por Charles Brock

As BOAS NOVAS PARA VOCÊ Por Charles Brock As BOAS NOVAS PARA VOCÊ Por Charles Brock Estudo bíblico baseado no Evangelho de João BOAS NOVAS PARA VOCÊ Lição 1 OS PROBLEMAS DO HOMEM 1. O evangelho de João foi escrito para que que Jesus é o Cristo,

Leia mais

Os Sacramentos estão presentes em cada fase da vida do Cristão

Os Sacramentos estão presentes em cada fase da vida do Cristão Os Sacramentos estão presentes em cada fase da vida do Cristão A vida litúrgica começa muito cedo. Os Sacramentos são conhecidos como encontros pessoais com Cristo. Também são vistos como sinais da salvação.

Leia mais

2015 O ANO DE COLHER MAIO - 1 COMO SERÁ A CIDADE?

2015 O ANO DE COLHER MAIO - 1 COMO SERÁ A CIDADE? MAIO - 1 COMO SERÁ A CIDADE? Texto: Apocalipse 21:1-2 Então vi um novo céu e uma nova terra, pois o primeiro céu e a primeira terra tinham passado; e o mar já não existia. Vi a cidade santa, a nova Jerusalém,

Leia mais

BAPTISMO DAS CRIANÇAS (Sem Missa)

BAPTISMO DAS CRIANÇAS (Sem Missa) BAPTISMO DAS CRIANÇAS (Sem Missa) Cântico de Entrada SAUDAÇÃO E MONIÇÃO INICIAL DIÁLOGO COM OS PAIS E PADRINHOS Que nome escolhestes para o vosso filho? Pais: (dizem o nome do filho). Que pedis à Igreja

Leia mais

CAPÍTULO 2. O Propósito Eterno de Deus

CAPÍTULO 2. O Propósito Eterno de Deus CAPÍTULO 2 O Propósito Eterno de Deus Já falamos em novo nascimento e uma vida com Cristo. Mas, a menos que vejamos o objetivo que Deus tem em vista, nunca entenderemos claramente o porque de tudo isso.

Leia mais

LEITURA BÍBLICA A BÍBLIA LER

LEITURA BÍBLICA A BÍBLIA LER LEITURA BÍBLICA A BÍBLIA LER INTRODUÇÃO: Qualquer que seja meu objetivo, ler é a atividade básica do aprendizado. Alguém já disse: Quem sabe ler, pode aprender qualquer coisa. Se quisermos estudar a Bíblia,

Leia mais

Grace to You :: Unleashing God's Truth One Verse at a Time. Escolhidos Desde a Eternidade! Code: PT105. Introdução

Grace to You :: Unleashing God's Truth One Verse at a Time. Escolhidos Desde a Eternidade! Code: PT105. Introdução Grace to You :: Unleashing God's Truth One Verse at a Time Escolhidos Desde a Eternidade! Code: PT105 Introdução Efésios 1.3-14 é um hino de adoração proveniente do coração do apóstolo Paulo. Não é um

Leia mais

Discipulado Intensivo -I-

Discipulado Intensivo -I- www.admissao.net Assembleia de Deus - Ministério Missão do Pará Templo Central: Rua Quatorze de Dezembro Nº484 St. Dom Orione CNPJ:08.229.493/0001-48 / (63) 9106 6080 / 8142-2272 / 9985 1805 E-mail:elsonrlima@hotmail.com

Leia mais

Muitos descrentes ao observarem a obra da cruz em sua visão natural pensam que tal gesto praticado por Jesus parece ser de derrota e não de vitória.

Muitos descrentes ao observarem a obra da cruz em sua visão natural pensam que tal gesto praticado por Jesus parece ser de derrota e não de vitória. 1 A OBRA DA CRUZ Mas longe esteja de mim gloriar-me, senão na cruz de nosso Senhor Jesus Cristo, pela qual o mundo está crucificado para mim, e eu, para o mundo. Gálatas 6.14 OBJETIVO. Este sermão tem

Leia mais

A Unidade de Deus. Jesus Cristo é o Único Deus. Pai Filho Espírito Santo. Quem é Jesus? Como os Apóstolos creram e ensinaram? O que a Bíblia diz?

A Unidade de Deus. Jesus Cristo é o Único Deus. Pai Filho Espírito Santo. Quem é Jesus? Como os Apóstolos creram e ensinaram? O que a Bíblia diz? A Unidade de Deus Quem é Jesus? Como os Apóstolos creram e ensinaram? O que a Bíblia diz? Vejamos a seguir alguns tópicos: Jesus Cristo é o Único Deus Pai Filho Espírito Santo ILUSTRAÇÃO Pai, Filho e Espírito

Leia mais

Tempo Comum - 19º Domingo

Tempo Comum - 19º Domingo Tempo Comum - 19º Domingo Serra do Pilar, 9 agosto 2015 Irmãos: Sempre que os Cristãos se reúnem para a Eucaristia, celebram a Ressurreição e cantam os louvores de Deus, dando graças pela maravilha da

Leia mais

O REINO DE DEUS ESTÁ PRÓXIMO. William Soto Santiago Sexta-feira, 4 de Setembro de 2015 Santa Marta - México. Reverendo William Soto Santiago, Ph. D.

O REINO DE DEUS ESTÁ PRÓXIMO. William Soto Santiago Sexta-feira, 4 de Setembro de 2015 Santa Marta - México. Reverendo William Soto Santiago, Ph. D. O REINO DE DEUS ESTÁ PRÓXIMO William Soto Santiago Sexta-feira, 4 de Setembro de 2015 Santa Marta - México Reverendo William Soto Santiago, Ph. D. CENTRO DE DIVULGAÇÃO DO EVANGELHO DO REINO http://www.cder.com.br

Leia mais

O tempo é chegado", dizia ele. "O Reino de Deus está próximo. Arrependam-se e creiam nas boas novas!" (Mc 1:15).

O tempo é chegado, dizia ele. O Reino de Deus está próximo. Arrependam-se e creiam nas boas novas! (Mc 1:15). O tempo é chegado", dizia ele. "O Reino de Deus está próximo. Arrependam-se e creiam nas boas novas!" (Mc 1:15). Filosofia humanista: Pensamentos positivos e maravilhosos acerca de si mesmos. Dá grande

Leia mais

Estudo 17 Testemunhar a Cristo: um desafio diário. Em Marcha, 2015.1 IGREJA METODISTA ASA NORTE 406

Estudo 17 Testemunhar a Cristo: um desafio diário. Em Marcha, 2015.1 IGREJA METODISTA ASA NORTE 406 Estudo 17 Testemunhar a Cristo: um desafio diário Em Marcha, 2015.1 IGREJA METODISTA ASA NORTE 406 Roteiro 1- Introdução 2- Fundamento Bíblico 3- Conclusão 1. Introdução Voce entende por que é importante

Leia mais

A revelação do Sétimo Selo

A revelação do Sétimo Selo A revelação do Sétimo Selo Apocalipse 8:1. E havendo aberto o sétimo selo, fez-se silêncio no céu quase por meia hora. Em todos os demais selos que João escreveu haviam símbolos. Primeiro selo: cavalo

Leia mais

Caminho, verdade e vida: Definições de Jesus; Marcas em seus discípulos (Jo.14:1-11)

Caminho, verdade e vida: Definições de Jesus; Marcas em seus discípulos (Jo.14:1-11) Caminho, verdade e vida: Definições de Jesus; Marcas em seus discípulos (Jo.14:1-11) Mensagem 1 A metáfora do Caminho Introdução: A impressão que tenho é que Jesus escreveu isto para os nossos dias. Embora

Leia mais

9 MARCAS DE UMA. Mark dever. Estudos de Quarta - IBRVN

9 MARCAS DE UMA. Mark dever. Estudos de Quarta - IBRVN 9 MARCAS DE UMA IGREJA SAUDÁVEL Mark dever Estudos de Quarta - IBRVN 9 Marcas 1. Pregação Expositiva 2. Teologia Bíblica 3. Evangelho 4. Conversão 5. Evangelização 6. Membresia 7. Disciplina 8. Discipulado

Leia mais

BATISMO COM ESPÍRITO SANTO

BATISMO COM ESPÍRITO SANTO 1 BATISMO COM ESPÍRITO SANTO 1 Cantai de júbilo a Deus, força nossa; celebrai o Deus de Jacó.2 Salmodiai e fazei soar o tamboril, a suave harpa com o saltério.3 Tocai a trombeta na Festa da Lua Nova, na

Leia mais

A cena começa com uma descida. Então, quem desceu se Jesus tomou o livro e se assentou?

A cena começa com uma descida. Então, quem desceu se Jesus tomou o livro e se assentou? A resposta para sua pergunta é Sim, e Não. Permita-me explicar porque as duas coisas. Eu creio que o Cordeiro saiu do Trono SIM, mas eu NÃO creio que ele desceu. Há aqueles que defendem a tese de que o

Leia mais

LIÇÃO 1 ENSINANDO COM AUTORIDADE Mateus 5.1-2; 7.28-29. Estudo Indutivo

LIÇÃO 1 ENSINANDO COM AUTORIDADE Mateus 5.1-2; 7.28-29. Estudo Indutivo LIÇÃO 1 ENSINANDO COM AUTORIDADE Mateus 5.1-2; 7.28-29 1. Por que é relevante saber a quem Jesus se dirigiu quando proferiu o Sermão do Monte? 2. Com base no texto de Mateus 4.24, é possível saber qual

Leia mais

CURSO DE BÍBLIA ANTIGO TESTAMENTO CHAMADO POR DEUS. Paróquia de São Benedito Santa Cruz do Rio Pardo SP

CURSO DE BÍBLIA ANTIGO TESTAMENTO CHAMADO POR DEUS. Paróquia de São Benedito Santa Cruz do Rio Pardo SP CURSO DE BÍBLIA ANTIGO TESTAMENTO A HISTÓRIA DE UM POVO CHAMADO POR DEUS Paróquia de São Benedito Santa Cruz do Rio Pardo SP APRESENTAÇÃO Vocês têm em suas mãos o Curso de Bíblia. Este curso já tem sua

Leia mais

NOVENA DOS PAIS QUE ORAM PELOS FILHOS

NOVENA DOS PAIS QUE ORAM PELOS FILHOS Pe. Nilton César Boni, cmf NOVENA DOS PAIS QUE ORAM PELOS FILHOS EDITORA AVE-MARIA Apresentação Aos membros da família cristã podem aplicar-se de modo particular as palavras com que Cristo promete a sua

Leia mais

Preparativos: Uma cruz grande; a Bíblia, velas e duas ou mais bacias com água; um presidente, dois leitores e um comentarista.

Preparativos: Uma cruz grande; a Bíblia, velas e duas ou mais bacias com água; um presidente, dois leitores e um comentarista. Preparativos: Uma cruz grande; a Bíblia, velas e duas ou mais bacias com água; um presidente, dois leitores e um comentarista. COMENTARISTA: Bem-vindos, irmãos e irmãs! Juntos nos colocamos diante da misericórdia

Leia mais

LIÇÃO 3 Jesus, O Filho de Deus

LIÇÃO 3 Jesus, O Filho de Deus LIÇÃO 3 Jesus, O Filho de Deus Nesta Lição Estudará... O Filho e O pai A Eterna União entre o Pai e o Filho O Reconhecimento do Pai pelo Filho O Reconhecimento do Filho pelo Pai O Filho e os Seus Seguidores

Leia mais

O Que Deus Realmente Quer

O Que Deus Realmente Quer Livrinho 2 Pàgina 19 Lição Três O Que Deus Realmente Quer Muitas pessoas ficam confusas acerca da verdadeira natureza do seu relacionamento com Deus. Esta confusão resulta dum conceito errado da natureza

Leia mais

CONFISSÃO BATISTA DE NEW HAMPSHIRE

CONFISSÃO BATISTA DE NEW HAMPSHIRE CONFISSÃO BATISTA DE NEW HAMPSHIRE A Confissão de Fé de New Hampshire foi redigida pelo Rev. John Newton Brown (1803-1868), no Estado de New Hampshire, EUA, por volta de 1833, e publicada por uma comissão

Leia mais

EVANGELHO DE JOÃO, Cap. 3. Evangelho de João Cap. 3. 1 Havia, entre os fariseus, um homem chamado Nicodemos, um dos principais dos judeus.

EVANGELHO DE JOÃO, Cap. 3. Evangelho de João Cap. 3. 1 Havia, entre os fariseus, um homem chamado Nicodemos, um dos principais dos judeus. EVANGELHO DE JOÃO, Cap. 3 LEMBRETE IMPORTANTE: As palavras da bíblia, são somente as frases em preto Alguns comentários explicativos são colocados entre os versículos, em vermelho. Mas é apenas com o intuito

Leia mais

#68. 10.21 Introdução à Escatologia

#68. 10.21 Introdução à Escatologia 10.21 Introdução à Escatologia #68 Daqui para frente, estamos entrando na parte escatológica da Bíblia. O que é escatologia? É o estudo das últimas coisas. Vivemos a época da Igreja, a qual terminará com

Leia mais

www.projeto-timoteo.org 2ª edição Como Viver a Plenitude de Deus Projeto Timóteo Apostila do Aluno

www.projeto-timoteo.org 2ª edição Como Viver a Plenitude de Deus Projeto Timóteo Apostila do Aluno Como Viver a Plenitude de Deus Projeto Timóteo 1 Apostila do Aluno Como Viver a Plenitude de Deus Projeto Timóteo Coordenador do Projeto Dr. John Barry Dyer Equipe Pedagógica Marivete Zanoni Kunz Tereza

Leia mais

A Experiência do Novo Nascimento

A Experiência do Novo Nascimento Pr. Patrick Robert Briney Mission Boulevard Baptist Church A Experiência do Novo Nascimento A Série das Verdades do Evangelho (caderno 6) The Born Again Experience Tradução Pr. Anastácio Pereira de Sousa

Leia mais

DECLARAÇÃO DE FÉ ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE CONSELHEIROS BÍBLICOS (ABCB)

DECLARAÇÃO DE FÉ ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE CONSELHEIROS BÍBLICOS (ABCB) DECLARAÇÃO DE FÉ ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE CONSELHEIROS BÍBLICOS (ABCB) A Igreja de Jesus Cristo está comprometida somente com o Antigo e Novo Testamentos como a única autoridade escrita de fé e conduta.

Leia mais

No entanto, por mais dedicado, íntegro e capacitado que um líder ou pastor seja, jamais chegará, se quer, aos pés do Senhor Jesus.

No entanto, por mais dedicado, íntegro e capacitado que um líder ou pastor seja, jamais chegará, se quer, aos pés do Senhor Jesus. A sociedade, em todas as nações, encontra-se doente. A maioria das pessoas tem a alma enferma. Nesses últimos dias, o que tem acontecido no Sebastião Norões, tem nos mostrado que até as crianças estão

Leia mais

10. A IGREJA. 10.1 Introdução. Aula 49

10. A IGREJA. 10.1 Introdução. Aula 49 10. A IGREJA Aula 49 10.1 Introdução Deus não está interessado em levar pessoas para o céu, Ele quer sim trazer o céu para a terra. Por causa disso, Deus vai fazer nova terra. Porém, Deus quer trazer o

Leia mais