foi destruída pela Obra Redentora do Senhor Jesus Cristo? William R. Downing

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "foi destruída pela Obra Redentora do Senhor Jesus Cristo? William R. Downing"

Transcrição

1

2 A Lei foi destruída pela Obra Redentora do Senhor Jesus Cristo? William R. Downing.

3 Traduzido do original em Inglês A Catechism on Bible Doctrine (Version 1.7) An Introductory study of Bible Doctrine in the Form of a Catechism with Commentary By W. R. Downing Copyright 2008 O presente volume consiste somente em um excerto da obra supracitada Publicado por P.I.R.S. PUBLICATIONS Um Ministério da Sovereign Grace Baptist Church ( Publicações Impressas nos Estados Unidos da América ISBN Todos os direitos reservados somente ao autor. Nenhuma parte deste livro deve ser reproduzida em qualquer forma que seja sem a permissão prévia do autor. Tradução por Hiriate Luiz Fontouro Revisão por Paul Cahoon, Benjamin Gardner, Albano Dalla Pria e Erci Nascimento Edição Inicial por Calvin G. Gardner Revisão Final por William Teixeira e Camila Rebeca Almeida Edição Final e Capa por William Teixeira Imagem da Capa: São Paulo perante o Areópago, por Rafael (Domínio Público) 1ª Edição: Fevereiro de 2016 As citações bíblicas usadas nesta tradução são da versão Almeida Corrigida Fiel ACF Copyright 1994, 1995, 2007, 2011 Sociedade Bíblica Trinitariana do Brasil. Publicado em Português como fruto de uma parceria entre os websites oestandartedecristo.com e PalavraPrudente.com.br, com a graciosa permissão do amado autor W. R. Downing (Copyright 2008) e do amado, saudoso e agora glorificado, Calvin G. Gardner.

4 A Lei foi Destruída pela Obra Redentora do Senhor Jesus Cristo? Por William R. Downing [Excerto de Um Catecismo de Doutrina Bíblica, por William R. Downing Parte V] Pergunta 41: Será que a lei foi destruída pela obra redentora do Senhor Jesus Cristo? Resposta: A lei de Deus não foi destruída pela obra redentora do Senhor Jesus Cristo. Em vez disso, o seu conteúdo foi modificado e sua administração foi alterada. Êxodo 20:1-3: Então falou Deus todas estas palavras, dizendo: 2 Eu sou o Senhor teu Deus, que te tirei da terra do Egito, da casa da servidão. 3 Não terás outros deuses diante de mim. Romanos 7:12: E assim a lei é santa, e o mandamento santo, justo e bom. Mateus 5:17-19: Não cuideis que vim destruir a lei ou os profetas: não vim ab-rogar, mas cumprir. 18 Porque em verdade vos digo que, até que o céu e a terra passem, nem um jota ou um til jamais passará da lei, sem que tudo seja cumprido. 19 Qualquer, pois, que violar um destes mandamentos, por menor que seja, e assim ensinar aos homens, será chamado o menor no reino dos céus; aquele, porém, que os cumprir e ensinar será chamado grande no reino dos céus. Romanos 8:4: Para que a justiça da lei se cumprisse em nós, que não andamos segundo a carne, mas segundo o Espírito. Romanos 10:4: Porque o fim da lei é Cristo para justiça de todo aquele que crê. Veja também: Êxodo 20:1-17; Deuteronômio 5:1-22; Mateus 22:36-40; Romanos 7:7-14; 8:1-9; 1 Timóteo 1:5-11. Comentário Os Antinomianos (Gr. anti, contra, e nomos, lei ) afirmam que a lei moral foi destruída por meio da obra redentora do Senhor Jesus Cristo. Assim, ela supostamente não tem lugar na vida do crente.

5 Alguns antinomianos sustentam que a lei foi substituída pela graça, e que desde a morte sacrificial de nosso Senhor, a lei é irrelevante. Assim, ela não tem qualquer relação com incrédulos ou crentes. Veja a Pergunta 134. Qual dos Dez Mandamentos, como o epítome, isto é, resumo da lei moral, com a possível exceção do Quarto, foi destruído? Nenhum. Cada Mandamento ainda está em vigor e sua violação é considerada pecado. A questão do Sabath, corretamente entendida, também precisa encontrar a sua expressão moderna tanto na devida observância quanto na antecipação da glória eterna. Veja as Perguntas A questão não é a destruição dos Dez Mandamentos, mas uma abordagem bíblica à sua perpétua relevância, como todos eles são claramente reiterados no Novo Testamento, com exceção da observância do Sabath, que presume um contexto da Nova Aliança. A lei como uma aliança não foi destruída. Ao invés disso, o seu conteúdo e administração foram modificados: Primeiro, seu conteúdo foi alterado. A lei Cerimonial o sistema de sacerdotal, sacrificial e os rituais foi cumprida na Pessoa e na obra redentora de nosso Senhor. A lei Civil com suas restrições sociais e suas leis dietéticas eram em grande parte nacionais e históricas. As distinções do Antigo Testamento sobre o povo da aliança de Deus (Israel nacional) eram essencialmente físicas, dietéticas e cerimoniais; os distintivos do povo (crentes) da aliança de Deus do Novo Testamento são espirituais. Neste contexto, a ideia de lei na Epístola aos Gálatas, deve ser considerada. O Apóstolo Paulo está se referindo à lei em um sentido inclusivo, não à lei moral, como ele define lei e graça em justaposição. Ele inclui festivais e circuncisão judaicos nesta ideia de lei, e assim está se opondo à instituição Mosaica geral como representativo de uma obra-religião em oposição ao Evangelho da graça. A questão é a justificação, não a santificação; obras em oposição ao Evangelho da graça. A lei moral permanece como a revelação e o epítome do caráter santo e justo de Deus. Segundo, sua administração foi alterada (Ezequiel 36:25-27; Jeremias 31:31-34; Hebreus 8:1-13; Romanos 2:11-16; 6:14; 8:1-9; 2 Coríntios 3:1-3, 6). A lei de Deus não está mais apenas escrita em tábuas de pedra, mas no coração (ser interior) do crente individual na regeneração. A lei foi interiorizada pelo Espírito de Deus no contexto de Sua graça capacitadora. Assim, o crente, pela dinâmica da graça Divina por meio do Espírito, é necessária e efetivamente posto em conformidade com a lei moral de Deus, que existe desde o princípio. A fraqueza da Antiga Aliança era que o coração se mantinha inalterado e a religião era meramente externa, exceto por um remanescente eleito de verdadeiros crentes. Sob a Nova Aliança ou Aliança do Evangelho, o coração ou o ser interior é transformado através da graça regeneradora para agir conforme, em princípio, com a lei moral. Veja a Pergunta 83. Qualquer negação desta realidade é uma negação da graça Divina na regeneração, conver-

6 são e santificação e isto atinge no próprio coração do antinomianismo prático (a negação da lei). A união do crente com Cristo é necessariamente uma transformação da vida espiritual, moral, intelectual e ética. Veja a Pergunta 77. Se a lei não foi destruída, então qual é a sua relevância? A relevância e a perpetuidade da lei moral podem ser entendidas pelas seguintes considerações: Primeiro, o prólogo do Decálogo estabelece o contexto histórico, redentor e pactual com a lei: Então falou Deus todas estas palavras, dizendo: Eu sou o Senhor teu Deus, que te tirei da terra do Egito, da casa da servidão (Êxodo 20:1-2). Deus revela-se como Deus e Redentor da aliança de Israel. Assim, a lei foi dada a um redimido povo da aliança para que eles pudessem refletir o caráter moral do Senhor seu Deus, e não como um meio de salvação, ou simplesmente como um documento legalista para Israel. A redenção requer revelação, e a revelação contém a legislação, tanto na Antiga quanto na Nova Aliança (Romanos 3:19-20; 1 Timóteo 1:8-10; 1 João 2:3-5). Esta doação histórica da lei nesta maneira codificada deve ser entendida em um contexto mais amplo da aliança Abraâmica (Gênesis 12:1-3; Êxodo 2:24; Deuteronômio 29:12-13). Os crentes na economia do Evangelho devem também refletir o caráter moral de Deus como seu redimido povo da aliança em Jesus Cristo (Hebreus 12:14; 1 Pedro 1:14-16; 2:9), que é a verdadeira Semente de Abraão e o cumprimento dessa promessa de aliança (Gálatas 3:6-26). A lei magnifica o Senhor Jesus que com Sua obra redentora cumpriu as exigências da lei quanto a nossa justificação. Nós devemos refletir a justiça da lei como a nossa santificação em obediência a Ele, pela graça e pelo Espírito de Deus (Romanos 8:1-4; 1 João 2:3-5). Segundo, a natureza, o caráter e a autorrevelação de Deus devem determinar a relevância da lei não os nossos próprios pensamentos ou sentimentos. Deus é imutável. A lei moral é a transcrição de Sua autoconsistência moral ou caráter justíssimo. É por esta razão que a lei moral e seus princípios permanentes reaparecem no Novo Testamento e têm necessariamente uma afinidade mais próxima com o Evangelho (Mateus 22:37-39; Romanos 7:12, 14; 8:1-4; Gálatas 3:24; 1 Timóteo 1:5-11; 6:14-16; Tiago 2:8; 1 Pedro 1:15-16). Terceiro, deve haver uma lei moral para os seres morais na ordem e no governo moral criados por Deus. A lei moral é para seres racionais, moralmente responsáveis, que um dia estarão diante de Deus para serem julgados (Romanos 3:19-20). Seria impensável para um Deus santo e justo ter um povo ímpio e injusto como o resultado glorioso de Sua concessão da graça, ou que o padrão Divino para o povo de Deus deve ser deixado à experiência subjetiva ou à especulação (Romanos 2:14-16; Tito 2:11-14; Hebreus 12:14; 1 Timóteo 1:5-11; 1 Pedro 1:13-16; 2:9).

7 Quarto, a santificação é a conformidade em princípio, com o caráter moral de Deus a santidade, que reflete a lei de Deus. A santificação do Evangelho não é legalismo, mas uma conformidade graciosa e intencional à Palavra de Deus pela graça capacitadora do Espírito Santo (Romanos 8:1-4; 2 Coríntios 3:6, 17-18; 1 João 2:3-5; 3:22). Quinto, não há graça antinomiana. A graça leva o crente a um princípio de conformidade com a lei de Deus (Romanos 8:1-4; 1 João 2:3-5). Embora a própria lei não possua o poder de santificar (o fracasso dos homens em cumprir a Antiga Aliança: Romanos 6:14; 8:3-4), ela é o nosso padrão para a santificação à medida que ela expressa a autoconsistência moral ou perfeita justiça de Deus (Jeremias 31:31-34; Ezequiel 36:25-27; Romanos 8:3-4; Efésios 2:5, 8-10; Hebreus 8:1-13). Sexto, o pecado, a justiça e o amor devem ser definidos e compreendidos nos termos da lei (Romanos 8:3-4; 13:8-10; 1 João 3:4). O Amor não é o cumprimento da lei no sentido temporal, mas em um sentido interpretativo. Apartado da lei, o amor permanece biblicamente indefinido e despojado de seu caráter moral necessário. A ausência ou a destruição da lei não é liberdade, mas ilegalidade (Romanos 13:8-10; Gálatas 5:22-23; 1 Timóteo 1:5). Finalmente, a lei moral de Deus não é apenas reiterada, mas fortalecida no Novo Testamento, que revela sua verdadeira natureza espiritual (Mateus 5:17-19, 27-29; 43-44, 48; Romanos 7:12; 1 Timóteo 1:5-11; 1 João 3:15). A fé não anula a lei de Deus, antes a estabelece (Romanos 3:21-31). Como crentes, nós morremos para a lei como um instrumento de condenação. Em virtude de nossa união com Cristo e fé nele, a lei é estabelecida, não destruída (Romanos 3:21-31; 7:4; Gálatas 2:16-21). Este estabelecimento da lei pela fé é mostrado de duas maneiras: Primeiro, em Sua obediência ativa (Sua vida santa, sem culpa) e passiva (Seu sofrimento e morte), nosso Senhor vicariamente tanto guardou a lei por nós quanto, então, pagou sua penalidade. Assim, as reivindicações da lei contra nós foram totalmente respondidas em virtude de nossa união com Cristo. Segundo, com base na obra redentora de nosso Senhor, o Espírito Santo nos capacita a estar em conformidade com os princípios da lei. Isto não é justificar o comportamento, mas a obra santificadora do Espírito da graça que nos refaz completamente, dando-nos um novo coração, uma nova mente (Ezequiel 36:25-27; Romanos 6:14; 8:1-4; 2 Coríntios 3:1-6; Gálatas 5:22-23; Hebreus 8:1-13). A lei é boa, se alguém dela usa legitimamente, ou seja, a maneira como Deus destinou que

8 ela fosse usada (Romanos 7:10, 12, 14; 1 Timóteo 1:8), e não como um assunto de debate, contenda e tradição religiosa legalista. A lei é espiritual na medida em que deriva de Deus e trata não só com a vida exterior, mas o coração ou ser interior do homem (Romanos 7:12, 14). Ela não só proíbe o ato externo, mas qualquer coisa que leva a tal (Mateus 5:17-18; Gálatas 3:19-24; Romanos 3:19-20; 5:20; 7:12-14a; 1 Timóteo 1:8-11; 1 João 3:15). Nenhuma mera conformidade externa com estes preceitos é a verdadeira obediência que Deus exige, mas uma conformidade de coração através da graça capacitadora. A lei Divina é absoluta e original; a lei humana é relativa e derivada. A lei humana deve refletir a lei de Deus. Apartada da lei Divina, a lei humana é necessariamente baseada em costumes sociais ou consenso humano, e assim torna-se estatística, positiva ou inclusiva de uma forma totalitária (a lei negativa é necessariamente limitada e específica, a lei positiva é ilimitada e inclusiva), moralmente relativista, e de modo arbitrário, e, muitas vezes, contraditória e injusta. A administração da Lei de Deus está nas mãos de Seu ressurreto, glorificado e assunto Filho, o Senhor Jesus Cristo, que agora Se assenta com todo o poder e autoridade como Rei dos reis e Senhor dos senhores sobre o universo criado e como o juiz final de todos os homens (Salmos 2:1-12; Mateus 5:18; 28:18; João 5:22; Atos 2:36; 1 Coríntios 15:25-26; Filipenses 2:9-11; Colossenses 1:13-17; Hebreus 1:1-3; Apocalipse 11:15; 19:11-16). Assim, o Senhorio de Jesus Cristo se estende a todas as esferas da vida: individual, civil, familiar, espiritual, eclesiástica, moral, ética, social, política e educacional; científico, econômico e ambiental. A neutralidade é um mito. Não pode haver qualquer autonomia para o homem, nenhuma área de realidade onde Jesus Cristo não é o Senhor. A autonomia humana leva à anarquia política e moral ou ao totalitarismo e à escravidão. Submissão ao Senhorio de Cristo significa a verdadeira liberdade sob a Palavra de Deus. Nós amamos a Lei de Deus? ORE para que o ESPÍRITO SANTO use este Catecismo para trazer muitos ao conhecimento salvífico de JESUS CRISTO para a glória de DEUS PAI! Sola Scriptura! Soli Deo Gloria!

9 OUTRAS LEITURAS QUE RECOMENDAMOS Baixe estes e outros e-books gratuitamente no site oestandartedecristo.com. 10 Sermões R. M. M Cheyne Adoração A. W. Pink Agonia de Cristo J. Edwards Batismo, O John Gill Batismo de Crentes por Imersão, Um Distintivo Neotestamentário e Batista William R. Downing Bênçãos do Pacto C. H. Spurgeon Biografia de A. W. Pink, Uma Erroll Hulse Carta de George Whitefield a John Wesley Sobre a Doutrina da Eleição Cessacionismo, Provando que os Dons Carismáticos Cessaram Peter Masters Como Saber se Sou um Eleito? ou A Percepção da Eleição A. W. Pink Como Ser uma Mulher de Deus? Paul Washer Como Toda a Doutrina da Predestinação é corrompida pelos Arminianos J. Owen Confissão de Fé Batista de 1689 Conversão John Gill Cristo É Tudo Em Todos Jeremiah Burroughs Cristo, Totalmente Desejável John Flavel Defesa do Calvinismo, Uma C. H. Spurgeon Deus Salva Quem Ele Quer! J. Edwards Discipulado no T empo dos Puritanos, O W. Bevins Doutrina da Eleição, A A. W. Pink Eleição & Vocação R. M. M Cheyne Eleição Particular C. H. Spurgeon Especial Origem da Instituição da Igreja Evangélica, A J. Owen Evangelismo Moderno A. W. Pink Excelência de Cristo, A J. Edwards Gloriosa Predestinação, A C. H. Spurgeon Guia Para a Oração Fervorosa, Um A. W. Pink Igrejas do Novo Testamento A. W. Pink In Memoriam, a Canção dos Suspiros Susannah Spurgeon Incomparável Excelência e Santidade de Deus, A Jeremiah Burroughs Infinita Sabedoria de Deus Demonstrada na Salvação dos Pecadores, A A. W. Pink Jesus! C. H. Spurgeon Justificação, Propiciação e Declaração C. H. Spurgeon Livre Graça, A C. H. Spurgeon Marcas de Uma Verdadeira Conversão G. Whitefield Mito do Livre-Arbítrio, O Walter J. Chantry Natureza da Igreja Evangélica, A John Gill Natureza e a Necessidade da Nova Criatura, Sobre a John Flavel Necessário Vos é Nascer de Novo Thomas Boston Necessidade de Decidir-se Pela Verdade, A C. H. Spurgeon Objeções à Soberania de Deus Respondidas A. W. Pink Oração Thomas Watson Pacto da Graça, O Mike Renihan Paixão de Cristo, A Thomas Adams Pecadores nas Mãos de Um Deus Irado J. Edwards Pecaminosidade do Homem em Seu Estado Natural Thomas Boston Plenitude do Mediador, A John Gill Porção do Ímpios, A J. Edwards Pregação Chocante Paul Washer Prerrogativa Real, A C. H. Spurgeon Queda, a Depravação Total do Homem em seu Estado Natural..., A, Edição Comemorativa de Nº 200 Quem Deve Ser Batizado? C. H. Spurgeon Quem São Os Eleitos? C. H. Spurgeon Reformação Pessoal & na Oração Secreta R. M. M'Cheyne Regeneração ou Decisionismo? Paul Washer Salvação Pertence Ao Senhor, A C. H. Spurgeon Sangue, O C. H. Spurgeon Semper Idem Thomas Adams Sermões de Páscoa Adams, Pink, Spurgeon, Gill, Owen e Charnock Sermões Graciosos (15 Sermões sobre a Graça de Deus) C. H. Spurgeon Soberania da Deus na Salvação dos Homens, A J. Edwards Sobre a Nossa Conversão a Deus e Como Essa Doutrina é Totalmente Corrompida Pelos Arminianos J. Owen Somente as Igrejas Congregacionais se Adequam aos Propósitos de Cristo na Instituição de Sua Igreja J. Owen Supremacia e o Poder de Deus, A A. W. Pink Teologia Pactual e Dispensacionalismo William R. Downing Tratado Sobre a Oração, Um John Bunyan Tratado Sobre o Amor de Deus, Um Bernardo de Claraval Um Cordão de Pérolas Soltas, Uma Jornada Teológica no Batismo de Crentes Fred Malone Sola Scriptura Sola Gratia Sola Fide Solus Christus Soli Deo Gloria

10 2 Coríntios 4 1 Por isso, tendo este ministério, segundo a misericórdia que nos foi feita, não desfalecemos; 2 Antes, rejeitamos as coisas que por vergonha se ocultam, não andando com astúcia nem falsificando a palavra de Deus; e assim nos recomendamos à consciência de todo o homem, na presença de Deus, pela manifestação da verdade. 3 Mas, se ainda o nosso evangelho está encoberto, para os que se perdem está encoberto. 4 Nos quais o deus deste século cegou os entendimentos dos incrédulos, para que lhes não resplandeça a luz do evangelho da glória de Cristo, que é a imagem de Deus. 5 Porque não nos pregamos a nós mesmos, mas a Cristo Jesus, o Senhor; e nós mesmos somos vossos servos por amor de Jesus. 6 Porque Deus, que disse que das trevas resplandecesse a luz, é quem resplandeceu em nossos corações, para iluminação do conhecimento da glória de Deus, na face de Jesus Cristo. 7 Temos, porém, este tesouro em vasos de barro, para que a excelência do poder seja de Deus, e não de nós. 8 Em tudo somos atribulados, mas não angustiados; perplexos, mas não desanimados. 9 Perseguidos, mas não desamparados; abatidos, mas não destruídos; 10 Trazendo sempre por toda a parte a mortificação do Senhor Jesus no nosso corpo, para que a vida de Jesus se manifeste também nos nossos corpos; 11 E assim nós, que vivemos, estamos sempre entregues à morte por amor de Jesus, para que a vida de Jesus se manifeste também na nossa carne mortal. 12 De maneira que em nós opera a morte, mas em vós a vida. 13 E temos portanto o mesmo espírito de fé, como está escrito: Cri, por isso falei; nós cremos também, por isso também falamos. 14 Sabendo que o que ressuscitou o Senhor Jesus nos ressuscitará também por Jesus, e nos apresentará convosco. 15 Porque tudo isto é por amor de vós, para que a graça, multiplicada por meio de muitos, faça abundar a ação de graças para glória de Deus. 16 Por isso não desfalecemos; mas, ainda que o nosso homem exterior se corrompa, o interior, contudo, se renova de dia em dia. 17 Porque a nossa leve e momentânea tribulação produz para nós um peso eterno de glória mui excelente; 18 Não atentando nós nas coisas que se veem, mas nas que se não veem; porque as que se veem são temporais, e as que se não veem são eternas.

Anne Dutton's Letters on Spiritual Subjects The New Birth; Regeneration

Anne Dutton's Letters on Spiritual Subjects The New Birth; Regeneration ANNE DUTTON Traduzido do original em Inglês Anne Dutton's Letters on Spiritual Subjects The New Birth; Regeneration By Anne Dutton Via: GraceGems.org Tradução por Amanda Ramalho Revisão por Camila Almeida

Leia mais

PERDÃO PARA OS MAIORES PECADORES

PERDÃO PARA OS MAIORES PECADORES PERDÃO PARA OS MAIORES PECADORES Traduzido do original em Inglês Pardon for the Greatest Sinners By Jonathan Edwards Via: The-HighWay.com Tradução por Amanda Ramalho Revisão e Capa por William Teixeira

Leia mais

COMO SER GUIADO POR DEUS?

COMO SER GUIADO POR DEUS? COMO SER GUIADO POR DEUS? UMA EXPOSIÇÃO DE PROVÉRBIOS 3:5-6 A. W. Pink Traduzido do original em Inglês Divine Guidance By A. W. Pink A presente publicação consiste em um excerto da obra supracitada. Via:

Leia mais

UMA TEOLOGIA PARA A PLANTAÇÃO DE IGREJAS. P or G ordon Ta ylor Ha nk Ras t Da vid C a mpbe ll, J im D undas J ohn M ille r B ra d S wyga rd

UMA TEOLOGIA PARA A PLANTAÇÃO DE IGREJAS. P or G ordon Ta ylor Ha nk Ras t Da vid C a mpbe ll, J im D undas J ohn M ille r B ra d S wyga rd UMA TEOLOGIA PARA A PLANTAÇÃO DE IGREJAS P or G ordon Ta ylor Ha nk Ras t Da vid C a mpbe ll, J im D undas J ohn M ille r B ra d S wyga rd Traduzido do original em Inglês A Theology of Church Planting

Leia mais

ORANDO COM O ENTENDIMENTO

ORANDO COM O ENTENDIMENTO ORANDO COM O ENTENDIMENTO John Bunyan Traduzido do Espanhol Título original em Inglês A Discourse Touching Prayer By John Bunyan A presente publicação consiste em um excerto da obra supracitada Via: CimientoEstable.org

Leia mais

Meditações Sobre A Morte e o Juízo Final. William R. Downing

Meditações Sobre A Morte e o Juízo Final. William R. Downing Meditações Sobre A Morte e o Juízo Final William R. Downing. Traduzido do original em Inglês A Catechism on Bible Doctrine (Version 1.7) An Introductory study of Bible Doctrine in the Form of a Catechism

Leia mais

YEHOSHUA E em nenhum outro há salvação; porque debaixo do céu nenhum outro nome há, dado entre os homens, pelo qual importa que sejamos salvos (Atos

YEHOSHUA E em nenhum outro há salvação; porque debaixo do céu nenhum outro nome há, dado entre os homens, pelo qual importa que sejamos salvos (Atos YEHOSHUA E em nenhum outro há salvação; porque debaixo do céu nenhum outro nome há, dado entre os homens, pelo qual importa que sejamos salvos (Atos 4.12) Quando você se arrepende dos seus pecados e crê

Leia mais

Biography of A.W. Pink

Biography of A.W. Pink Traduzido do original em Inglês Biography of A.W. Pink By Erroll Hulse Via: ChapelLibrary.org Copyright 2013 Chapel Library Tradução por Camila Almeida Revisão e Capa por William Teixeira 1ª Edição: Dezembro

Leia mais

A Thorn In The Flesh

A Thorn In The Flesh Traduzido do original em Inglês A Thorn In The Flesh By R. M. M'Cheyne Extraído da obra original, em volume único: The Sermons of the Rev. Robert Murray M'Cheyne Minister of St. Peter's Church, Dundee.

Leia mais

DECLARAÇÃO DE FÉ ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE CONSELHEIROS BÍBLICOS (ABCB)

DECLARAÇÃO DE FÉ ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE CONSELHEIROS BÍBLICOS (ABCB) DECLARAÇÃO DE FÉ ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE CONSELHEIROS BÍBLICOS (ABCB) A Igreja de Jesus Cristo está comprometida somente com o Antigo e Novo Testamentos como a única autoridade escrita de fé e conduta.

Leia mais

The True Pleasantness of Being a Child of God

The True Pleasantness of Being a Child of God Traduzido do original em Inglês The True Pleasantness of Being a Child of God By R. M. M'Cheyne Via: EternalLifeMinistries.org Tradução por Camila Almeida Revisão e Capa por William Teixeira 1ª Edição:

Leia mais

DILIGÊNCIA NECESSÁRIA

DILIGÊNCIA NECESSÁRIA DILIGÊNCIA NECESSÁRIA. Traduzido do original em Inglês Diligence Necessary By R. M. M'Cheyne Extraído da obra original, em volume único: The Sermons of the Rev. Robert Murray M'Cheyne Minister of St. Peter's

Leia mais

A lei de IHVH, dado por ele desde a criação e mediada por anjos para todos os profetas, é a palavra hebraica Torah, que significa ensino ou instrução.

A lei de IHVH, dado por ele desde a criação e mediada por anjos para todos os profetas, é a palavra hebraica Torah, que significa ensino ou instrução. A Brit Hadasha fala sobre a Torah A lei de IHVH, dado por ele desde a criação e mediada por anjos para todos os profetas, é a palavra hebraica Torah, que significa ensino ou instrução. A Brit Hadasha /

Leia mais

Escola da Bíblia Rua Rio Azul, 200, Boa Viagem CEP: 51.030-050 Recife PE

Escola da Bíblia Rua Rio Azul, 200, Boa Viagem CEP: 51.030-050 Recife PE AS GRANDES DOUTRINAS DA BÍBLIA LIÇÃO 07 O QUE A BÍBLIA DIZ A RESPEITO DA SALVAÇÃO INTRODUÇÃO Chegamos ao que pode ser o tópico mais importante desta série: a salvação. Uma pessoa pode estar equivocada

Leia mais

Igreja Batista Fundamental Taguatinga/DF. Aula 5 - Justiça e Justificação

Igreja Batista Fundamental Taguatinga/DF. Aula 5 - Justiça e Justificação Domingo, 29/03/2009 Autor: Fábio Ramos A Recapitulação Igreja Batista Fundamental Taguatinga/DF Aula 5 - Justiça e Justificação 1 Visão Geral I) somos servos que servem evangelizando II) perdidos estão

Leia mais

ARTIGOS DE FÉ. I. Deus Trino

ARTIGOS DE FÉ. I. Deus Trino ARTIGOS DE FÉ As referências bíblicas apoiam os Artigos de Fé e são aqui inseridas por acção da Assembleia Geral de 1976, mas não devem ser consideradas como parte do texto da Constituição. I. Deus Trino

Leia mais

18 Estudos Bíblicos para Evangelismo e Discipulado

18 Estudos Bíblicos para Evangelismo e Discipulado LIÇÃO 1 - EXISTE UM SÓ DEUS 18 Estudos Bíblicos para Evangelismo e Discipulado A Bíblia diz que existe um único Deus. Tiago 2:19, Ef. 4 1- O Deus que Criou Todas as coisas, e que conduz a sua criação e

Leia mais

Personal Commitment Guide. Guia de Compromisso Pessoal

Personal Commitment Guide. Guia de Compromisso Pessoal Personal Commitment Guide Guia de Compromisso Pessoal Nome da Igreja ou Evento Nome do Conselheiro Telefone 1. Salvação >Você já atingiu um estágio na vida em que você tem a certeza da vida eterna e que

Leia mais

Predestinação. Aula 15/06/2014 Prof. Lucas Rogério Caetano Ferreira

Predestinação. Aula 15/06/2014 Prof. Lucas Rogério Caetano Ferreira Aula 15/06/2014 Prof. Lucas Rogério Caetano Ferreira S S O homem é pecador Romanos 3:9-18 S Pecadores merecem a morte Genesis 2:17, Romanos 6:23 S Portanto, se é para Deus ser justo e dar somente o que

Leia mais

A Unidade de Deus. Jesus Cristo é o Único Deus. Pai Filho Espírito Santo. Quem é Jesus? Como os Apóstolos creram e ensinaram? O que a Bíblia diz?

A Unidade de Deus. Jesus Cristo é o Único Deus. Pai Filho Espírito Santo. Quem é Jesus? Como os Apóstolos creram e ensinaram? O que a Bíblia diz? A Unidade de Deus Quem é Jesus? Como os Apóstolos creram e ensinaram? O que a Bíblia diz? Vejamos a seguir alguns tópicos: Jesus Cristo é o Único Deus Pai Filho Espírito Santo ILUSTRAÇÃO Pai, Filho e Espírito

Leia mais

Traduzido do original em Inglês. Death of Stephen. By R. M. M'Cheyne

Traduzido do original em Inglês. Death of Stephen. By R. M. M'Cheyne Traduzido do original em Inglês Death of Stephen By R. M. M'Cheyne Extraído da obra original, em volume único: The Sermons of the Rev. Robert Murray M'Cheyne Minister of St. Peter's Church, Dundee. Via:

Leia mais

COPYRIGHT 2016 - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS - SABER E FÉ

COPYRIGHT 2016 - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS - SABER E FÉ Aviso importante! Esta disciplina é uma propriedade intelectual de uso exclusivo e particular do aluno da Saber e Fé, sendo proibida a reprodução total ou parcial deste conteúdo, exceto em breves citações

Leia mais

O Crente e o Seu Deus. William R. Downing

O Crente e o Seu Deus. William R. Downing O Crente e o Seu Deus William R. Downing. Traduzido do original em Inglês A Catechism on Bible Doctrine (Version 1.7) An Introductory study of Bible Doctrine in the Form of a Catechism with Commentary

Leia mais

A Experiência do Novo Nascimento

A Experiência do Novo Nascimento Pr. Patrick Robert Briney Mission Boulevard Baptist Church A Experiência do Novo Nascimento A Série das Verdades do Evangelho (caderno 6) The Born Again Experience Tradução Pr. Anastácio Pereira de Sousa

Leia mais

ESTUDOS PARA AS CÉLULAS AS SETE VERDADES ESSÊNCIAIS DO EVANGELHO

ESTUDOS PARA AS CÉLULAS AS SETE VERDADES ESSÊNCIAIS DO EVANGELHO 1 ESTUDOS PARA AS CÉLULAS AS SETE VERDADES ESSÊNCIAIS DO EVANGELHO LIÇÃO Nº 01 DIA 16/06/2014 INTRODUÇÃO: Vamos começar uma nova série de estudos em nossas células. Esta será uma série muito interessante

Leia mais

BASES DA CONVERSÃO CRISTÃ E DO DISCIPULADO

BASES DA CONVERSÃO CRISTÃ E DO DISCIPULADO BASES DA CONVERSÃO CRISTÃ E DO DISCIPULADO O que é uma pessoa cristã? É a pessoa que acredita que o Deus vivo é revelado em e por meio de Jesus Cristo, que aceita Jesus Cristo como Senhor e Salvador, que

Leia mais

NÃO É UM JUDEU QUEM O É EXTERIORMENTE

NÃO É UM JUDEU QUEM O É EXTERIORMENTE NÃO É UM JUDEU QUEM O É EXTERIORMENTE. Traduzido do original em Inglês Not a Jew Which is One Outwardly By R. M. M'Cheyne Extraído da obra original, em volume único: The Sermons of the Rev. Robert Murray

Leia mais

A Defense of Calvinism

A Defense of Calvinism Traduzido do original em Inglês A Defense of Calvinism By C. H. Spurgeon Via SpurgeonGems.org Adaptado a partir de The C. H. Spurgeon Collection, Version 1.0, Ages Software. Tradução por Camila Almeida

Leia mais

The Total Depravity of Man

The Total Depravity of Man A. W. Pink Traduzido do original em Inglês The Total Depravity of Man By A. W. Pink A presente tradução consiste somente no Capítulo 1, Introduction, da obra supracitada Via: EternalLifeMinistries.org

Leia mais

#61. 10.14 O batismo do Espírito Santo

#61. 10.14 O batismo do Espírito Santo 10.14 O batismo do Espírito Santo #61 Estudamos o novo nascimento e vimos como o Espírito Santo realiza essa obra juntamente com a Palavra de Deus. Tínhamos que entender o novo nascimento e como alguém

Leia mais

A VIDA DO VERDADEIRO CRISTÃO: UMA VIAGEM PARA O CÉU

A VIDA DO VERDADEIRO CRISTÃO: UMA VIAGEM PARA O CÉU O PEREGRINO CRISTÃO OU A VIDA DO VERDADEIRO CRISTÃO: UMA VIAGEM PARA O CÉU Traduzido do original em Inglês The Christian Pilgrim or The True Christian's Life a Journey Towards Heaven By Jonathan Edwards

Leia mais

www.projeto-timoteo.org 2ª edição Como Viver a Plenitude de Deus Projeto Timóteo Apostila do Aluno

www.projeto-timoteo.org 2ª edição Como Viver a Plenitude de Deus Projeto Timóteo Apostila do Aluno Como Viver a Plenitude de Deus Projeto Timóteo 1 Apostila do Aluno Como Viver a Plenitude de Deus Projeto Timóteo Coordenador do Projeto Dr. John Barry Dyer Equipe Pedagógica Marivete Zanoni Kunz Tereza

Leia mais

Santificação e Práticas Cristãs

Santificação e Práticas Cristãs Santificação e Práticas Cristãs EBA IBCU Jul 15 Wagner Fonseca 3ª Aula 1ª Aula Santidade Perfeita Crescimento em Santidade Vida Cristã Morte Física Escravo do Pecado Não Cristão SALVAÇÃO 2ª Aula Palavra

Leia mais

O Batismo é mencionado pela primeira vez, no Novo Testamento, quando do ministério de João Batista.

O Batismo é mencionado pela primeira vez, no Novo Testamento, quando do ministério de João Batista. Lição 11 A DOUTRINA DO BATISMO NAS ÁGUAS Por: Pr Valdimário Santos O Batismo é mencionado pela primeira vez, no Novo Testamento, quando do ministério de João Batista. Em Mateus 3.1,2 notamos que a mensagem

Leia mais

A Igreja é uma santa sociedade cristã para santa comunhão ordinária e ajuda mútua no culto público a Deus e no santo viver.

A Igreja é uma santa sociedade cristã para santa comunhão ordinária e ajuda mútua no culto público a Deus e no santo viver. A Igreja é uma santa sociedade cristã para santa comunhão ordinária e ajuda mútua no culto público a Deus e no santo viver. Richard Baxter Contexto: Os puritanos surgiram para apoiar e desejar a reforma

Leia mais

ESTUDOS NO EVANGELHO DE JOÃO

ESTUDOS NO EVANGELHO DE JOÃO ESTUDOS NO EVANGELHO DE JOÃO ESTUDO 1 NOVA VIDA O presente curso ajudará você a descobrir fatos da Palavra de Deus, fatos os quais você precisa para viver a vida em toda a sua plenitude. Por este estudo

Leia mais

DECLARAÇÃO DE FÉ 27/06/15 PLANO DE SALVAÇÃO

DECLARAÇÃO DE FÉ 27/06/15 PLANO DE SALVAÇÃO DECLARAÇÃO DE FÉ Pr Josemeire Ribeiro CRM PR 2015 O que é credo? É o que eu creio. PLANO DE SALVAÇÃO QUEDA REDENÇÃO RESTAURAÇÃO Declaração de Fé da IEQ foi compilada por sua fundadora Aimeé Semple McPherson,

Leia mais

SALVAÇÃO EXPERIMENTAL

SALVAÇÃO EXPERIMENTAL SALVAÇÃO EXPERIMENTAL A. W. Pink Traduzido do original em Inglês Experimental Salvation By A. W. Pink Via: ChapelLibrary.Org Copyright Chapel Library Tradução e Capa por William Teixeira Revisão por Camila

Leia mais

13 Palavras Especiais ao Povo de Deus

13 Palavras Especiais ao Povo de Deus PALAVRAS ESPECIAIS AO POVO DE DEUS 145 13 Palavras Especiais ao Povo de Deus Você já tentou imaginar como é o céu baseado na descrição da Bíblia? Provavelmente será bem diferente do que esperamos. Nosso

Leia mais

CRISTOLOGIA: DOUTRINA DE CRISTO

CRISTOLOGIA: DOUTRINA DE CRISTO CRISTOLOGIA: DOUTRINA DE CRISTO ETERNIDADE DEUS PAI LOGUS ESPIRITO SANTO A TRINDADE 1Jo.5.7 LOGUS QUER DIZER PALAVRA OU VERBO SE REFERE AO FILHO NA ETERNIDADE I - SUA PRÉ-EXISTÊNCIA 1 - SUA EXISTÊNCIA

Leia mais

2º Aquele que não pratica (não pratica a Lei), mas crê naquele que justifica o ímpio, a sua fé lhe é

2º Aquele que não pratica (não pratica a Lei), mas crê naquele que justifica o ímpio, a sua fé lhe é Muitos, ao ouvirem que o cristão não precisa praticar as obras da Lei, como: guarda do sábado, sacrifício de jejum, uso do véu, devolução de dízimo, etc., logo fazem a seguinte pergunta: A Lei de Deus

Leia mais

CONHECENDO O ESPÍRITO SANTO. APOSTILA DA CLASSE DE NOVOS MEMBROS Volume 06 de 07

CONHECENDO O ESPÍRITO SANTO. APOSTILA DA CLASSE DE NOVOS MEMBROS Volume 06 de 07 CONHECENDO O ESPÍRITO SANTO APOSTILA DA CLASSE DE NOVOS MEMBROS Volume 06 de 07 A trindade sempre existiu, mas se apresenta com maior clareza com vinda de Cristo e a redação do Novo Testamento. Por exemplo,

Leia mais

DOUTRINAS BÁSICAS DA VIDA CRISTÃ

DOUTRINAS BÁSICAS DA VIDA CRISTÃ EBD DOUTRINAS BÁSICAS DA VIDA CRISTÃ DOUTRINAS BÁSICAS DA VIDA CRISTÃ OLÁ!!! Sou seu Professor e amigo Você está começando,hoje, uma ETAPA muito importante para o seu CRESCIMENTO ESPIRITUAL e para sua

Leia mais

TIPOS DE BATISMO. Existem historicamente três formas de Batismo: por imersão, por afusão (derramamento) e por aspersão.

TIPOS DE BATISMO. Existem historicamente três formas de Batismo: por imersão, por afusão (derramamento) e por aspersão. TIPOS DE BATISMO Existem historicamente três formas de Batismo: por imersão, por afusão (derramamento) e por aspersão. A forma praticada no Novo Testamento era por imersão, conforme vemos: A palavra grega

Leia mais

9.9 Jesus Cristo é homem perfeito

9.9 Jesus Cristo é homem perfeito 9.9 Jesus Cristo é homem perfeito Aula 48 Assim como é importante verificarmos na Palavra de Deus e crermos que Jesus Cristo é Deus, também é importante verificarmos e crermos na humanidade de Jesus após

Leia mais

40 Perguntas para os Adventistas do Sétimo Dia

40 Perguntas para os Adventistas do Sétimo Dia 40 Perguntas para os Adventistas do Sétimo Dia 1. Por quê vocês guardam apenas um dos sábados cerimoniais judaicos ordenados por Deus? A cada sete anos, no sétimo ano, acontecia o ano de sábado, ou sabático.

Leia mais

Consolidação para o Discipulado - 1

Consolidação para o Discipulado - 1 Consolidação para o Discipulado - 1 Fortalecendo o novo convertido na Palavra de Deus Rev. Edson Cortasio Sardinha Consolidador/a: Vida consolidada: 1ª Lição: O Amor de Deus O amor de Deus está presente

Leia mais

CARTA DE PRINCÍPIOS, CRENÇAS E VALORES 1 ALIANÇA CRISTÃ EVANGÉLICA BRASILEIRA Aliança Evangélica. A unidade na fé a caminho da missão

CARTA DE PRINCÍPIOS, CRENÇAS E VALORES 1 ALIANÇA CRISTÃ EVANGÉLICA BRASILEIRA Aliança Evangélica. A unidade na fé a caminho da missão CARTA DE PRINCÍPIOS, CRENÇAS E VALORES 1 ALIANÇA CRISTÃ EVANGÉLICA BRASILEIRA Aliança Evangélica A unidade na fé a caminho da missão Nossa Visão Manifestar a unidade da igreja por meio do testemunho visível

Leia mais

ADORAÇÃO. A. W. Pink

ADORAÇÃO. A. W. Pink ADORAÇÃO A. W. Pink Traduzido do original em Inglês Worship By A. W. Pink Via: PBMinistries.org (Providence Baptist Ministries) Tradução e Capa por William Teixeira Revisão por Camila Almeida 1ª Edição:

Leia mais

JESUS CRISTO FOI CONCEBIDO PELO PODER DO ESPÍRITO SANTO, E NASCEU DA VIRGEM MARIA (CONT)

JESUS CRISTO FOI CONCEBIDO PELO PODER DO ESPÍRITO SANTO, E NASCEU DA VIRGEM MARIA (CONT) JESUS CRISTO FOI CONCEBIDO PELO PODER DO ESPÍRITO SANTO, E NASCEU DA VIRGEM MARIA (CONT) 11-02-2012 Catequese com adultos 11-12 Chave de Bronze Em que sentido toda a vida de Cristo é Mistério? Toda a vida

Leia mais

LIÇÃO 1 ENSINANDO COM AUTORIDADE Mateus 5.1-2; 7.28-29. Estudo Indutivo

LIÇÃO 1 ENSINANDO COM AUTORIDADE Mateus 5.1-2; 7.28-29. Estudo Indutivo LIÇÃO 1 ENSINANDO COM AUTORIDADE Mateus 5.1-2; 7.28-29 1. Por que é relevante saber a quem Jesus se dirigiu quando proferiu o Sermão do Monte? 2. Com base no texto de Mateus 4.24, é possível saber qual

Leia mais

A TEOLOGIA DE GENESIS Márcio Martins

A TEOLOGIA DE GENESIS Márcio Martins A TEOLOGIA DE GENESIS Márcio Martins O LIVRO DE GENESIS PODE SER CONSIDERADO COMO A BASE TEOLÓGICA DO NOVO TESTAMENTO. GENESIS DE CERTA FORMA ESTÁ MAIS PROXIMO DO NOVO TESTAMENTO DO QUE DO VELHO. VARIOS

Leia mais

Objetivo: Compreender o que é a Bíblia e como foi organizada.

Objetivo: Compreender o que é a Bíblia e como foi organizada. Capítulo 1: A Bíblia e Como ela foi Organizada Objetivo: Compreender o que é a Bíblia e como foi organizada. Toda a Escritura é inspirada por Deus e útil para o ensino, para a repreensão, para a correção

Leia mais

Todos Batizados em um Espírito

Todos Batizados em um Espírito 1 Todos Batizados em um Espírito Leandro Antonio de Lima Podemos ver os ensinos normativos a respeito do batismo com o Espírito Santo nos escritos do apóstolo Paulo, pois em muitas passagens ele trata

Leia mais

UMA LISTA DOS NUNCA MAIS CONFESSAREI

UMA LISTA DOS NUNCA MAIS CONFESSAREI UMA LISTA DOS NUNCA MAIS CONFESSAREI Não há nada mais poderoso que uma decisão, pois esta te colocará em um mundo novo. (Lucas Márquez) VINTE CONFISSÕES NEGATIVAS QUE VOCÊ DEVE CANCELAR EM SUA VIDA 1)

Leia mais

LIÇÃO 01 CHAMADO PARA SER PROFETA A vocação e a vida de Jeremias Jeremias 1, 13

LIÇÃO 01 CHAMADO PARA SER PROFETA A vocação e a vida de Jeremias Jeremias 1, 13 LIÇÃO 01 CHAMADO PARA SER PROFETA A vocação e a vida de Jeremias Jeremias 1, 13 Exercícios para prática e discussão 1. Em que período e contexto Jeremias desenvolveu seu ministério? 2. Por que é importante

Leia mais

DISTRIBUIÇÃO GRATUITA

DISTRIBUIÇÃO GRATUITA A IMPORTÂNCIA DAS OBRAS DE FÉ William Soto Santiago Cayey Porto Rico 16 de Março de 2011 Reverendo William Soto Santiago, Ph. D. CENTRO DE DIVULGAÇÃO DO EVANGELHO DO REINO http://www.cder.com.br E-mail:

Leia mais

A NOVA ALIANÇA UM ACORDO NOVO E SUPERIOR

A NOVA ALIANÇA UM ACORDO NOVO E SUPERIOR AS ALIANÇAS A NOVA ALIANÇA UM ACORDO NOVO E SUPERIOR OWEN D. OLBRICHT Agora, com efeito, obteve Jesus ministério tanto mais excelente, quanto é ele também Mediador de superior aliança instituída com base

Leia mais

Present Day Evangelism

Present Day Evangelism A. W. Pink Traduzido do original em Inglês Present Day Evangelism By A. W. Pink Via: EternalLifeMinistries.org Tradução e Capa por William Teixeira Revisão por Camila Almeida 1ª Edição: Março de 2015 Salvo

Leia mais

IV FÓRMULAS DE BÊNÇÃO PARA LAUDES E VÉSPERAS

IV FÓRMULAS DE BÊNÇÃO PARA LAUDES E VÉSPERAS IV FÓRMULAS DE BÊNÇÃO PARA LAUDES E VÉSPERAS I. Nas celebrações do Tempo Advento Deus omnipotente e misericordioso, que vos dá a graça de comemorar na fé a primeira vinda do seu Filho Unigénito e de esperar

Leia mais

O Amor Soberano de Deus: Nosso Conforto Prof. Robert D. Decker

O Amor Soberano de Deus: Nosso Conforto Prof. Robert D. Decker 1 O Amor Soberano de Deus: Nosso Conforto Prof. Robert D. Decker Tradução: Felipe Sabino de Araújo Neto / felipe@monergismo.com O assunto me designado pelo comitê foi posto na forma de uma pergunta: A

Leia mais

Moisés Bezerril OS CINCO PONTOS DO CALVINISMO NO PERÍODO MOSAICO. Artigos Digitais. Os uritanos

Moisés Bezerril OS CINCO PONTOS DO CALVINISMO NO PERÍODO MOSAICO. Artigos Digitais. Os uritanos Moisés Bezerril OS CINCO PONTOS DO CALVINISMO NO PERÍODO MOSAICO Artigos Digitais Os uritanos Os Cinco Pontos do Calvinismo no Período Mosaico 2012, Editora os Puritanos/Clire 1ª Edição em Português dezembro

Leia mais

EU SOU O CAMINHO, A VERDADE E A VIDA

EU SOU O CAMINHO, A VERDADE E A VIDA EU SOU O CAMINHO, A VERDADE E A VIDA. Traduzido do original em Inglês I Am the Way, the Truth, and the Life By R. M. M'Cheyne Extraído da obra original, em volume único: The Sermons of the Rev. Robert

Leia mais

STOTT, John R. W. Batismo e plenitude do Espírito Santo. São Paulo: Vida Nova, 1966.

STOTT, John R. W. Batismo e plenitude do Espírito Santo. São Paulo: Vida Nova, 1966. Azusa Revista de Estudos Pentecostais 1 STOTT, John R. W. Batismo e plenitude do Espírito Santo. São Paulo: Vida Nova, 1966. Josias Novak 1 1 A promessa do Espírito Em sua exposição Stott afirma que a

Leia mais

.JESUS! C. H. SPURGEON

.JESUS! C. H. SPURGEON .JESUS! C. H. SPURGEON Traduzido do original em Inglês JESUS! Sermon Nº 1434 Metropolitan Tabernacle Pulpit Volume 24 By C. H. Spurgeon Via SpurgeonGems.org Adaptado a partir de The C. H. Spurgeon Collection,

Leia mais

NOME DO CURSO ORAR É AÇÃO EBA. Nome do professor

NOME DO CURSO ORAR É AÇÃO EBA. Nome do professor ORAR É AÇÃO EBA Aprendendo a ORAR com Paulo Ef. 1:15-19. Por isso também eu, tendo ouvido da fé que há entre vós no Senhor Jesus e o amor para com todos os santos, não cesso de dar graças por vós, fazendo

Leia mais

Facebook.com/oEstandarteDeCristo. O Amor de Deus. John Gill

Facebook.com/oEstandarteDeCristo. O Amor de Deus. John Gill Facebook.com/oEstandarteDeCristo O Amor de Deus John Gill Algumas citações deste Estudo O principal objeto do amor de Deus é Ele próprio. O amor-próprio está em todos os seres inteligentes; nem é desaconselhável,

Leia mais

CAPÍTULO 2. O Propósito Eterno de Deus

CAPÍTULO 2. O Propósito Eterno de Deus CAPÍTULO 2 O Propósito Eterno de Deus Já falamos em novo nascimento e uma vida com Cristo. Mas, a menos que vejamos o objetivo que Deus tem em vista, nunca entenderemos claramente o porque de tudo isso.

Leia mais

CONHECENDO AS SEITAS

CONHECENDO AS SEITAS CONHECENDO AS SEITAS RELIGIÃO: deriva do termo latino "Re-Ligare", que significa "religação" com o divino. SEITA: é um grupo que afirma ser cristão, porém nega uma verdade essencial do cristianismo bíblico.

Leia mais

ESCOLA DE MISSÕES FORMAÇAO MINISTERIAL TENDA (FMT)

ESCOLA DE MISSÕES FORMAÇAO MINISTERIAL TENDA (FMT) ESCOLA DE MISSÕES FORMAÇAO MINISTERIAL TENDA (FMT) A FMT-Escola oferece este Curso para aqueles que tem um chamado para a obra de missões, mas que também queiram servir na igreja local. O CURSO A) CURSO

Leia mais

CONSOLADOR PROMETIDO A TERCEIRA REVELAÇÃO

CONSOLADOR PROMETIDO A TERCEIRA REVELAÇÃO CONSOLADOR PROMETIDO A TERCEIRA REVELAÇÃO Se me amais, guardai os meus mandamentos. E eu rogarei ao Pai, e Ele vos dará outro consolador, para que fique eternamente convosco, o Espírito da Verdade, a quem

Leia mais

PROJETO REGIONAL DE ORAÇÃO

PROJETO REGIONAL DE ORAÇÃO www.iaproparanaense.com.br PROJETO REGIONAL DE ORAÇÃO Março - 2013 Amados pastores, missionários, obreiros e irmãos em Cristo Jesus. Estamos enviando aos amados irmãos o Projeto Regional de Oração para

Leia mais

O CAMINHO SE FAZ CAMINHANDO...

O CAMINHO SE FAZ CAMINHANDO... O QUE ESTUDAREMOS? O CAMINHO SE FAZ CAMINHANDO... 1. A Fé em Jesus Cristo: Cristologia a partir do CIC 2. A Fé Anunciada: Missiologia a partir do Decreto Ad Gentes 3. A Nova Evangelização: Conceito e compreensão

Leia mais

A Justificação em Paulo e Tiago George Knight III

A Justificação em Paulo e Tiago George Knight III 1 A Justificação em Paulo e Tiago George Knight III Nas cartas do apóstolo Paulo, a doutrina da justificação é o maravilhoso ensino bíblico de que Deus nos aceita como justos em Cristo e perdoa nossos

Leia mais

MENSAGEM E FÉ BATISTA

MENSAGEM E FÉ BATISTA MENSAGEM E FÉ BATISTA I. DAS ESCRITURAS...2 II. DEUS...2 1. DEUS, O PAI...2 2. DEUS, O FILHO...2 3. DEUS, O ESPÍRITO SANTO...2 III. O HOMEM...3 IV. A SALVAÇÃO...3 V. O PROPÓSITO DA GRAÇA DE DEUS...3 VI.

Leia mais

Livre arbítrio, eleição, predestinação: dá para conciliar?

Livre arbítrio, eleição, predestinação: dá para conciliar? Livre arbítrio, eleição, predestinação: dá para conciliar? O livre arbítrio tem sido definido como a capacidade que o homem tem de escolher entre o bem e o mal, entre o certo e o errado, e é óbvio, a de

Leia mais

O seu conceito das religiões é como o seguinte quadro?

O seu conceito das religiões é como o seguinte quadro? ...as religiões? Sim, eu creio que sim, pois não importa a qual religião pertença. O importante é apoiar a que tem e saber levá-la. Todas conduzem a Deus. Eu tenho minha religião e você tem a sua, e assim

Leia mais

CELEBRAÇÃO DO MATRIMÓNIO

CELEBRAÇÃO DO MATRIMÓNIO CELEBRAÇÃO DO MATRIMÓNIO Assinatura do Registo A assinatura do Registo será colocada na Liturgia, conforme prática local ou critério do Oficiante. Celebração da Santa Ceia No caso de ser pedida a Celebração

Leia mais

IGREJA DE CRISTO INTERNACIONAL DE BRASÍLIA ESCOLA BÍBLICA

IGREJA DE CRISTO INTERNACIONAL DE BRASÍLIA ESCOLA BÍBLICA IGREJA DE CRISTO INTERNACIONAL DE BRASÍLIA ESCOLA BÍBLICA MÓDULO I - O NOVO TESTAMENTO Aula XXII A PRIMEIRA CARTA DE PEDRO E REFLEXÕES SOBRE O SOFRIMENTO Até aqui o Novo Testamento tem dito pouco sobre

Leia mais

Igreja Batista Itacuruçá ESTAÇÃ ÇÃO DO EVANGELISMO

Igreja Batista Itacuruçá ESTAÇÃ ÇÃO DO EVANGELISMO Igreja Batista Itacuruçá ESTAÇÃ ÇÃO DO EVANGELISMO ORIENTAÇÕES GERAIS Bem-vindos à nova estação dos GFs: a estação do evangelismo! Nesta estação queremos enfatizar pontos sobre nosso testemunho de vida

Leia mais

GUIA DE ESTUDO. DEUS SOBERANO POR NÓS E ATRAVÉS DE NÓS por DAVID EELLS A. AGRADECIMENTOS B. PREFÁCIO

GUIA DE ESTUDO. DEUS SOBERANO POR NÓS E ATRAVÉS DE NÓS por DAVID EELLS A. AGRADECIMENTOS B. PREFÁCIO GUIA DE ESTUDO DEUS SOBERANO POR NÓS E ATRAVÉS DE NÓS por DAVID EELLS A. AGRADECIMENTOS B. PREFÁCIO O seguinte estudo é para os filhos de Deus (Hebreus 5:14 Mas o mantimento sólido é para os perfeitos,

Leia mais

Treinamento de Instrutores Bíblicos. DONS ESPIRITUAIS: Chaves Para o Ministério

Treinamento de Instrutores Bíblicos. DONS ESPIRITUAIS: Chaves Para o Ministério North American Division Portuguese Ministry Treinamento de Instrutores Bíblicos DONS ESPIRITUAIS: Chaves Para o Ministério Dons Espirituais: Chaves Para o Ministério I. Por que devemos aprender sobre os

Leia mais

Curso de Discipulado

Curso de Discipulado cidadevoadora.com INTRODUÇÃO 2 Este curso é formado por duas partes sendo as quatro primeiras baseadas no evangelho de João e as quatro últimas em toda a bíblia, com assuntos específicos e muito relevantes

Leia mais

#62. O batismo do Espírito Santo (continuação)

#62. O batismo do Espírito Santo (continuação) O batismo do Espírito Santo (continuação) #62 Estamos falando sobre alguns dons do Espírito Santo; falamos de suas obras, dos seus atributos, como opera o novo nascimento e, por último, estamos falando

Leia mais

PRIMEIRA SEQÜÊNCIA: INTRODUÇÃO À BÍBLIA. Obter um conhecimento geral dos fundamentos bíblicos

PRIMEIRA SEQÜÊNCIA: INTRODUÇÃO À BÍBLIA. Obter um conhecimento geral dos fundamentos bíblicos PRIMEIRA SEQÜÊNCIA: INTRODUÇÃO À BÍBLIA TEMPO NECESSÁRIO: Duas semanas OBJETIVO: Obter um conhecimento geral dos fundamentos bíblicos A Primeira Seqüência é para quem está começando a ler a Bíblia. Três

Leia mais

The Baptist Faith and Message. A Fé e a Mensagem Batista

The Baptist Faith and Message. A Fé e a Mensagem Batista The Baptist Faith and Message A Fé e a Mensagem Batista I. As Escrituras A Bíblia Sagrada foi escrita por homens divinamente inspirados e é a revelação do própiro Deus ao homem. É um tesouro perfeito de

Leia mais

Igreja Internacional da Graça de Deus

Igreja Internacional da Graça de Deus Igreja Internacional da Graça de Deus 1 O Batismo nas Águas Igreja Internacional da Graça de Deus Fevereiro de 2010 São Paulo - Brasil 2 Nova Vida com Jesus J esus respondeu : - Na verdade, na verdade

Leia mais

Decorando a Palavra de Deus

Decorando a Palavra de Deus Livro 1 página 73 Lição Dez Decorando a Palavra de Deus A Palavra de Deus (a Bíblia) é muito importante na vida do crente. Ela é uma fonte inesgotável de conhecimento, força e inspiração. Já aprendemos

Leia mais

MANUAL. Esperança. Casa de I G R E J A. Esperança I G R E J A. Esperança. Uma benção pra você! Uma benção pra você!

MANUAL. Esperança. Casa de I G R E J A. Esperança I G R E J A. Esperança. Uma benção pra você! Uma benção pra você! MANUAL Esperança Casa de I G R E J A Esperança Uma benção pra você! I G R E J A Esperança Uma benção pra você! 1O que é pecado Sem entender o que é pecado, será impossível compreender a salvação através

Leia mais

LEITURA BÍBLICA A BÍBLIA LER

LEITURA BÍBLICA A BÍBLIA LER LEITURA BÍBLICA A BÍBLIA LER INTRODUÇÃO: Qualquer que seja meu objetivo, ler é a atividade básica do aprendizado. Alguém já disse: Quem sabe ler, pode aprender qualquer coisa. Se quisermos estudar a Bíblia,

Leia mais

A Palavra de Deus. - É na Palavra de Deus que o homem encontra o conhecimento a respeito da Vida, de onde viemos e onde vamos viver a eternidade.

A Palavra de Deus. - É na Palavra de Deus que o homem encontra o conhecimento a respeito da Vida, de onde viemos e onde vamos viver a eternidade. A Palavra de Deus 2 Timóteo 3:16-17 Pois toda a Escritura Sagrada é inspirada por Deus e é útil para ensinar a verdade, condenar o erro, corrigir as faltas e ensinar a maneira certa de viver. 17 E isso

Leia mais

4. A IMPORTÂNCIA DE SER BATIZADO

4. A IMPORTÂNCIA DE SER BATIZADO 4. A IMPORTÂNCIA DE SER BATIZADO O batismo nas águas é um dos passos importantes nos primeiros princípios da doutrina de Cristo. Ele não é apenas uma forma ou cerimônia sem sentido, mas uma experiência

Leia mais

IGREJA DE CRISTO INTERNACIONAL DE BRASÍLIA ESCOLA BÍBLICA. MÓDULO I - O NOVO TESTAMENTO Aula XV AS CARTAS DE TIAGO E GÁLATAS

IGREJA DE CRISTO INTERNACIONAL DE BRASÍLIA ESCOLA BÍBLICA. MÓDULO I - O NOVO TESTAMENTO Aula XV AS CARTAS DE TIAGO E GÁLATAS IGREJA DE CRISTO INTERNACIONAL DE BRASÍLIA ESCOLA BÍBLICA MÓDULO I - O NOVO TESTAMENTO Aula XV AS CARTAS DE TIAGO E GÁLATAS A LITERATURA DE PROTESTO A controvérsia a respeito da circuncisão obrigatória

Leia mais

Que o Brasil é o quinto maior país do mundo em extensão territorial? Que sua população é de aproximadamente 170 milhões de habitantes?

Que o Brasil é o quinto maior país do mundo em extensão territorial? Que sua população é de aproximadamente 170 milhões de habitantes? Que o Brasil é o quinto maior país do mundo em extensão territorial? Que sua população é de aproximadamente 170 milhões de habitantes? Que os cristãos no país formam cerca de 92% da população religiosa?

Leia mais

A Bíblia afirma que Jesus é Deus

A Bíblia afirma que Jesus é Deus A Bíblia afirma que Jesus é Deus Há pessoas (inclusive grupos religiosos) que entendem que Jesus foi apenas um grande homem, um mestre maravilhoso e um grande profeta. Mas a Bíblia nos ensina que Jesus

Leia mais

Educador Cristão: identidade, carisma e vocação. Por Igor Miguel

Educador Cristão: identidade, carisma e vocação. Por Igor Miguel Educador Cristão: identidade, carisma e vocação Por Igor Miguel Fundamento da Identidade Fundamento da Identidade Vida Cristocêntrica e Teorreferente Porque eu, mediante a própria lei, morri para a lei,

Leia mais

CREDO MISSIONAL. Eu Creio...

CREDO MISSIONAL. Eu Creio... CREDO MISSIONAL Eu Creio... 1. Nas Escrituras Sagradas, a Bíblia Sagrada, Antigo e Novo testamentos, como a Palavra de Deus, infalível, e a temos como nossa única regra de fé e prática. Entendemos que

Leia mais

Lição 9 Completar com Alegria

Lição 9 Completar com Alegria Lição 9 Completar com Alegria A igreja estava cheia. Era a época da colheita. Todos tinham trazido algo das suas hortas, para repartir com os outros. Havia muita alegria enquanto as pessoas cantavam louvores

Leia mais

Quão perfeito é perfeito? Pode o cristão ser perfeito? Edward Heppenstall

Quão perfeito é perfeito? Pode o cristão ser perfeito? Edward Heppenstall Quão perfeito é perfeito? Pode o cristão ser perfeito? Edward Heppenstall Estar em uma posição/condição correta para com Deus é a coisa mais importante da vida. Acima de tudo que fazemos, de tudo que temos,

Leia mais