Critérios de Classificação Específicos da Ficha de Avaliação Sumativa

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Critérios de Classificação Específicos da Ficha de Avaliação Sumativa"

Transcrição

1 Critérios de Classificação Específicos da Ficha de Avaliação Sumativa Curso Profissional de Técnico de Gestão e Programação de Sistemas Informáticos DISCIPLINA: Física e Química Módulo: Q 05/0 0 ºAno de escolaridade Data: 0 de maio de 0 Duração: 90 minutos A Docente: Neide Pimentel páginas Verdadeira (A B); Falsa (C D E) pontos Correção das falsas (C) No estado gasoso as forças intermoleculares são muito fracas (nulas). (D) A intensidade das interações intramoleculares é muito superior à das interações intermoleculares. (E) As interações de London ou forças de dispersão de London ocorrem entre moléculas apolares. 7 ou ou 5 3 ou pontos a) (A) Apolar (B) Polar (C) Apolar (D) Polar b) (A) Forças de dispersão de London (dipolo instantâneo dipolo induzido) (B) Pontes de hidrogénio (C) Forças de dispersão de London (dipolo instantâneo dipolo induzido) (D) Pontes de hidrogénio Nota: descontar se o aluno referir em B e/ou D dipolo-dipolo 7 ou ou 5 3 ou 7 Critérios de Classificação Específicos da Ficha de Avaliação Sumativa do Módulo Q de Física e Química - 0º ano 05/ Pg. de

2 pontos (A) Dipolo dipolo (B) Forças de dispersão de London (C) Dipolo permanente dipolo induzido (D) Pontes de hidrogénio 3 ou B pontos pontos Tópico de referência: Quanto mais intensas forem as forças intermoleculares, maior será a energia necessária para as romper, sendo necessário elevar a temperatura, para que ocorre uma mudança de estado. Na resposta, é apresentado o tópico de referência com organização coerente dos conteúdos e linguagem científica adequada. Na resposta, é apresentado o tópico de referência com falhas na organização dos conteúdos ou na utilização da linguagem científica pontos Tópicos de referência: (A) Metano CH Quanto menor for a cadeia carbonada menor é a intensidade das forças intermoleculares e menores são as temperaturas de fusão e de ebulição Na resposta, são apresentados os dois tópicos de referência com organização coerente 3 Na resposta, são apresentados os dois tópicos de referência com falhas na organização Na resposta, é apresentado apenas um tópico de referência com organização coerente Na resposta, é apresentado apenas um tópico de referência com falhas na organização Critérios de Classificação Específicos da Ficha de Avaliação Sumativa do Módulo Q de Física e Química - 0º ano 05/ Pg. de

3 pontos Tópicos de referência: O iodo. Para que haja solubilidade entre soluto e solvente, as forças intermoleculares que existem entre as moléculas destes devem ser mais fortes do que as que se verificam entre as moléculas do soluto e entre as moléculas do solvente. Assim e, utilizando a regra semelhante dissolve semelhante, vem que solventes polares dissolvem bem substância polares e solventes apolares dissolvem bem substâncias apolares. Então, o iodo é mais solúvel em sulfureto de carbono, uma vez que é também uma substância apolar. Na resposta, são apresentados os quatro tópicos de referência com organização coerente 7 Na resposta, são apresentados os quatro tópicos de referência com falhas na organização Na resposta, são apresentados apenas três tópicos de referência com organização coerente 5 Na resposta, são apresentados apenas três tópicos de referência com falhas na organização 0 Na resposta, são apresentados apenas dois tópicos de referência com organização coerente 3 Na resposta, são apresentados apenas dois tópicos de referência com falhas na organização Na resposta, é apresentado apenas um tópico de referência com organização coerente Na resposta, é apresentado apenas um tópico de referência com falhas na organização pontos (A) III, V (B) IV, VI (C) I, VI (D) II, VII 7 ou 5 0 ou ou Critérios de Classificação Específicos da Ficha de Avaliação Sumativa do Módulo Q de Física e Química - 0º ano 05/ Pg. 3 de

4 pontos Cálculo das relações entre pressão e volume P V = 5,000 = 5,000 P V = 0 0,0 =, P 3 V 3 = 0 0,090 = 3, P V = 0 0,05 = 3,5 P 5 V 5 = 0 0,050 =,0 P V = 00 0,0 =, Tópicos de referência: Verifica-se que as relações não são constantes O gás não se comportou como um gás ideal Na resposta, são apresentados os dois tópicos de referência com organização coerente 3 Na resposta, são apresentados os dois tópicos de referência com falhas na organização Na resposta, é apresentado apenas um tópico de referência com organização coerente Na resposta, é apresentado apenas um tópico de referência com falhas na organização pontos Cálculo do volume ocupado pelo gás (V =, L) PV = nrt,0 V =,0 0,005 30,5 V =,0 0,005 30,5,0 =, L pontos Etapas de resolução: Cálculo da temperatura a que se encontrava o gás hélio em Kelvin (T(K) = 93, K) T(K) = T(ºC) + 73,5 T(K) = 0,0 + 73,5 = 93, K Cálculo da temperatura a que se encontrava o gás hélio em Fahrenheit (T(ºF) = ºF) T(ºF) =, T(ºC) + 3 T(ºF) =, 0, = ºF Na resposta, são apresentadas as duas etapas de resolução consideradas. Na resposta, é apresentada apenas uma das etapas de resolução consideradas. Critérios de Classificação Específicos da Ficha de Avaliação Sumativa do Módulo Q de Física e Química - 0º ano 05/ Pg. de

5 pontos Conversão do valor da pressão do gás para a unidade SI de pressão (P =,0 0 5 Pa) X = atm Pa,00 atm X,00,0 05 =,0 0 5 Pa pontos Cálculo da quantidade de substância de gás hélio existente no balão (n = 0, mol) PV = nrt,00,00 = n 0,005 93, V =,00,00 = 0, mol 0,005 93, pontos Cálculo do volume do balão (V = 7,7 L) PV = nrt 0,500 V = 0, 0,005 3,5 V = 0, 0,005 3,5 0,500 = 7,7 L Opção D pontos pontos Cálculo do volume da massa gasosa (V = 0,0 ml) mmhg torr 70 mmhg 70 torr = atm P V = P V,00 5,00 =,00 V V =,00 5,00,00 = 0,0 ml Opção D pontos Critérios de Classificação Específicos da Ficha de Avaliação Sumativa do Módulo Q de Física e Química - 0º ano 05/ Pg. 5 de

6 pontos Etapas de resolução: Cálculo da quantidade de substância de amoníaco (n = 0,50 mol) m = n M,5 = n 7,0 n =,5 = 0,500 mol 7,0 Cálculo da pressão parcial exercida pelo amoníaco (P =,9 atm) PV = nrt P 0,0 = 0,500 0,005 73,5 P = P =,9 atm Cálculo da pressão parcial exercida pelo metano (P = 0,53 atm) PV = nrt P 0,0 = 0,50 0,005 73,5 P = P = 0,53 atm 0,50 0,005 73,5 0,0 0,50 0,005 73,5 0,0 3 Na resposta, são apresentadas as três etapas de resolução consideradas. Na resposta, é apresentada apenas duas das etapas de resolução consideradas. Na resposta, é apresentada apenas uma das etapas de resolução consideradas pontos Cálculo da pressão total da mistura (P =,5 atm) P total = P metano + P amoníaco P total = 0,5 +,9 =,5 atm A pressão total da mistura é de,5 atm Lei de Dalton (ou Lei das pressões parciais) pontos Critérios de Classificação Específicos da Ficha de Avaliação Sumativa do Módulo Q de Física e Química - 0º ano 05/ Pg. de

DURAÇÃO DA PROVA Manual da disciplina, livros de Química, computador, Trabalho Escrito. Conteúdos Objetivos e/ou Competências Estrutura Cotações

DURAÇÃO DA PROVA Manual da disciplina, livros de Química, computador, Trabalho Escrito. Conteúdos Objetivos e/ou Competências Estrutura Cotações ÉPOCA ESPECIAL DE EXAMES ANO LETIVO 2011/2012 MATRIZ DO EXAME DO MÓDULO QM6 Estado Físico das Substâncias e Interações Moleculares. Estado Gasoso. Química MATERIAL A UTILIZAR TIPO DE PROVA DURAÇÃO DA PROVA

Leia mais

Luis Eduardo C. Aleotti. Química. Aula 61 - Propriedades Físicas dos Compostos Orgânicos

Luis Eduardo C. Aleotti. Química. Aula 61 - Propriedades Físicas dos Compostos Orgânicos Luis Eduardo C. Aleotti Química Aula 61 - Propriedades Físicas dos Compostos Orgânicos PROPRIEDADES FÍSICAS O que é? - Características da matéria, determinadas de forma experimental. - Não são alteradas,

Leia mais

RESOLUÇÃO DA LISTA COMPLEMENTAR INTERAÇÕES INTERMOLECULARES E SUA ASSOCIAÇÃO COM PROPRIEDADES FÍSICAS DAS SUBSTÂNCIAS

RESOLUÇÃO DA LISTA COMPLEMENTAR INTERAÇÕES INTERMOLECULARES E SUA ASSOCIAÇÃO COM PROPRIEDADES FÍSICAS DAS SUBSTÂNCIAS RESOLUÇÃO DA LISTA COMPLEMENTAR INTERAÇÕES INTERMOLECULARES E SUA ASSOCIAÇÃO COM PROPRIEDADES FÍSICAS DAS SUBSTÂNCIAS 1 E Molécula A: apesar de essa molécula apresentar somente ligações polares (entre

Leia mais

LIGAÇÕES INTERMOLECULARES

LIGAÇÕES INTERMOLECULARES Chama-se ligações intermoleculares, ou forças intermoleculares, a forças atrativas entre moléculas ou átomos sem que haja partilha significativa de eletrões. As ligações intermoleculares devem-se a forças

Leia mais

Propriedades Físicas de Compostos Orgânicos

Propriedades Físicas de Compostos Orgânicos Os principais fatores que influenciam nas propriedades físicas dos compostos orgânicos são: O tamanho das moléculas; Os tipos de interação intermolecular. Temperatura de Ebulição e Fusão Quanto mais fortes

Leia mais

LIGAÇÕES QUÍMICAS INTERMOLECULARES

LIGAÇÕES QUÍMICAS INTERMOLECULARES LIGAÇÕES QUÍMICAS INTERMOLECULARES Ligações Químicas INTRAmoleculares INTERmoleculares Tipo de Ligação Química INTERMOLECULAR INTRAMOLECULAR Magnitude Comparativamente FRACA FORTE Polaridade em Ligações

Leia mais

FCAV/UNESP. ASSUNTO: Forças Intermoleculares. Prof a. Dr a. Luciana Maria Saran

FCAV/UNESP. ASSUNTO: Forças Intermoleculares. Prof a. Dr a. Luciana Maria Saran FCAV/UNESP ASSUNTO: Forças Intermoleculares Prof a. Dr a. Luciana Maria Saran 1 2 FLUXOGRAMA PARA RECONHECER OS PRINCIPAIS TIPOS DE FORÇAS INTERMOLECULARES 3 ENERGIA TÍPICA REQUERIDA PARA O ROMPIMENTO

Leia mais

MUDANÇA DE ESTADO ROMPIMENTO DE FORÇAS INTERMOLECULARES

MUDANÇA DE ESTADO ROMPIMENTO DE FORÇAS INTERMOLECULARES MUDANÇA DE ESTADO ROMPIMENTO DE FORÇAS INTERMOLECULARES DEFORMAÇÃO DA NUVEM ELETRÔNICA EFEITO COLISÃO = CHOQUE ///// EFEITO INDUÇÃO = VARIAÇÃO ELÉTRICA DIPOLO INDUZIDO FORÇAS DE LONDON ///// DIPOLO INSTANTÂNEO

Leia mais

O processo de dissolução

O processo de dissolução O processo de dissolução Formação de solução, espontaneidade e desordem Um processo espontâneo ocorre sem intervenção externa. Quando a energia do sistema diminui (por exemplo, deixar um livro cair e permitir

Leia mais

Disciplina: Química A

Disciplina: Química A Disciplina: Química A EXTENSIVO E TERCEIRÃO PÁGINA: 6 EXERCÍCIO: 28.01 O álcool apresenta interações por ligações de hidrogênio, enquanto o hidrocarboneto interage por forças de dipolo induzido, dessa

Leia mais

O processo de dissolução

O processo de dissolução Propriedades das soluções O processo de dissolução O soluto e o solvente são componentes da solução. Uma solução é uma mistura homogênea de soluto (presente em menor quantidade) e solvente (presente em

Leia mais

Propriedades Físicas e Químicas dos Compostos Orgânicos

Propriedades Físicas e Químicas dos Compostos Orgânicos Aumenta Propriedades das Moléculas Orgânicas Propriedades Físicas e Químicas dos Compostos Orgânicos A partir das ligações químicas que unem os átomos de suas moléculas, e das forças que agem entre elas

Leia mais

Propriedades das soluções

Propriedades das soluções Propriedades das soluções O processo de dissolução O soluto e o solvente são componentes da solução. Uma solução é uma mistura homogênea de soluto (presente em menor quantidade) e solvente (presente em

Leia mais

FORÇAS INTERMOLECULARES QUÍMICA GERAL

FORÇAS INTERMOLECULARES QUÍMICA GERAL FORÇAS INTERMOLECULARES QUÍMICA GERAL FORÇAS INTERMOLECULARES As forças intermoleculares, forças que existem entre as moléculas, contribuem em grande parte com as propriedades físicas apresentadas pelos

Leia mais

Critérios Específicos de Classificação da Questão Aula

Critérios Específicos de Classificação da Questão Aula Critérios Específicos de da Questão Aula Curso Profissional de Técnico de Gestão e Programação de Sistemas Informáticos DISCIPLINA: Física e Química Módulo: Q 0/0 0 ºAno de escolaridade Duração: 90 minutos

Leia mais

Revisão de Ligações Químicas

Revisão de Ligações Químicas Revisão de Ligações s 1. Explique o que é Eletronegatividade. Material de Apoio para Monitoria 2. Explique a Teoria do Octeto. 3. Como funcionam as ligações iônicas? 4. O que são compostos iônicos? Cite

Leia mais

Equilíbrio Físico. Equilíbrio físico estado no qual duas ou mais fases de uma substância coexistem sem uma tendência a mudança.

Equilíbrio Físico. Equilíbrio físico estado no qual duas ou mais fases de uma substância coexistem sem uma tendência a mudança. Equilíbrio Físico Equilíbrio físico estado no qual duas ou mais fases de uma substância coexistem sem uma tendência a mudança. FASES E TRANSIÇÕES DE FASES SOLUBILIDADE PROPRIEDADES COLIGATIVAS MISTURAS

Leia mais

29/2/2008. Interações intermoleculares

29/2/2008. Interações intermoleculares Química 2 ano Forças Intermoleculares Décio Helena Fev/08 O tipo de interação existente entre as moléculas e/ou íons definem algumas propriedades importantes das substâncias, como o estado físico, temperaturas

Leia mais

FCAV/UNESP. ASSUNTO: Forças Intermoleculares e Propriedades Físicas de Compostos Orgânicos. Prof a. Dr a. Luciana Maria Saran

FCAV/UNESP. ASSUNTO: Forças Intermoleculares e Propriedades Físicas de Compostos Orgânicos. Prof a. Dr a. Luciana Maria Saran FCAV/UNESP ASSUNTO: Forças Intermoleculares e Propriedades Físicas de Compostos Orgânicos Prof a. Dr a. Luciana Maria Saran 1 FORÇAS INTERMOLECULARES Fonte: BARBOSA, 2004. 2 FORÇAS INTERMOLECULARES 1.

Leia mais

FORÇAS INTERMOLECULARES

FORÇAS INTERMOLECULARES FORÇAS MÓDULO 3 MATERIAIS: PROPRIEDADES E USOS FORÇAS INTRODUÇÃO Nos agregados iônicos, os íons estão presos por forças de coesão, de caráter elétrico, responsáveis pela natureza sólida e pelos altos pontos

Leia mais

TEORIA DAS ORBITAIS MOLECULARES

TEORIA DAS ORBITAIS MOLECULARES TORIA DAS ORBITAIS MOLCULARS Na teoria das orbitais moleculares (TOM), os eletrões ocupam precisamente orbitais definidas, chamadas orbitais moleculares (OM), que se estendem por toda a molécula. Na TOM,

Leia mais

A Ciência Central. David P. White

A Ciência Central. David P. White QUÍMICA A Ciência Central 9ª Edição Capítulo 11 Forças intermoleculares, líquidos e sólidos David P. White Uma comparação entre líquidos e sólidos As propriedades físicas das substâncias entendidas em

Leia mais

QUÍMICA - 3 o ANO MÓDULO 08 LIGAÇÕES INTERMOLECULARES

QUÍMICA - 3 o ANO MÓDULO 08 LIGAÇÕES INTERMOLECULARES QUÍMICA - 3 o ANO MÓDULO 08 LIGAÇÕES INTERMOLECULARES H Cl H H H H O C O - O Na + O N O H 2 O O H H lcl 3 Cl Cl Al Cl H 2 N H H H Temperatura de ebulição +100 0-100 HF H 2 O HCl 20 H 2 S 406080100 H 2

Leia mais

Apostila de Química 04 Compostos Orgânicos

Apostila de Química 04 Compostos Orgânicos 1.0 Introdução Apostila de Química 04 Compostos Orgânicos Composto orgânico Todo elemento que possui carbono na sua composição. Existem exceções grafite, monóxido de carbono, carboidratos... Química orgânica

Leia mais

Estrutura Molecular, Ligações Químicas e Propriedades dos Compostos Orgânicos

Estrutura Molecular, Ligações Químicas e Propriedades dos Compostos Orgânicos Universidade Federal de Campina Grande Centro de Ciências e Tecnologia Agroalimentar Profa. Roberlucia A. Candeia Disciplina: Química Orgânica Estrutura Molecular, Ligações Químicas e Propriedades dos

Leia mais

Princípios fisico-químicos laboratoriais. Aula 08 Profº Ricardo Dalla Zanna

Princípios fisico-químicos laboratoriais. Aula 08 Profº Ricardo Dalla Zanna Princípios fisico-químicos laboratoriais Aula 08 Profº Ricardo Dalla Zanna Conteúdo Programático Unidade 3 Química orgânica o Seção 3.1 Ligação e estrutura molecular o Seção 3.2 Funções orgânicas - Hidrocarbonetos

Leia mais

Interações intermoleculares

Interações intermoleculares Comparações entre ligações e interações químicas Ligação covalente : Interação intramolecular Ligação de hidrogênio: Interação intermolecular Forças íon-dipolo Existem entre um íon e a carga parcial em

Leia mais

Interações intermoleculares e sua influência nas propriedades das substâncias

Interações intermoleculares e sua influência nas propriedades das substâncias Interações intermoleculares e sua influência nas propriedades das substâncias Forças intermoleculares Forças intermoleculares são forças de coesão entre as moléculas São muito mais fracas do que as ligações

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE OURO PRETO PRÉ-VESTIBULAR RUMO À UNIVERSIDADE CAMPUS JOÃO MONLEVADE QUÍMICA ORGÂNICA

UNIVERSIDADE FEDERAL DE OURO PRETO PRÉ-VESTIBULAR RUMO À UNIVERSIDADE CAMPUS JOÃO MONLEVADE QUÍMICA ORGÂNICA UNIVERSIDADE FEDERAL DE OURO PRETO PRÉ-VESTIBULAR RUMO À UNIVERSIDADE CAMPUS JOÃO MONLEVADE QUÍMICA ORGÂNICA ORIENTADORA: PROF.ª DRA. KARLA VIEIRA P R OF.ª LUCAS SIQUEIRA PROPRIEDADES FÍSICAS E QUÍMICAS

Leia mais

Geometria molecular :

Geometria molecular : CIÊNCIAS DA NATUREZA - QUÍMICA Prof. Adriana Strelow 1º Ano - 2017 Geometria molecular : Forma como os átomos estão espacialmente dispostos em uma molécula. A geometria de uma molécula depende do número

Leia mais

Aula 15 15/mai Rafael

Aula 15 15/mai Rafael Aula 15 15/mai Rafael Em condições ambientes, compostos iônicos são sólidos devido à forte atração entre seus cátions e ânions. Metais são quase todos sólidos devido à ligação metálica. Já os compostos

Leia mais

QB70C:// Química (Turmas S71/S72) Ligação Química

QB70C:// Química (Turmas S71/S72) Ligação Química QB70C:// Química (Turmas S71/S72) Ligação Química Prof. Dr. Eduard Westphal (http://paginapessoal.utfpr.edu.br/eduardw) Formação das Ligações O modelo RPECV, baseado principalmente nas estruturas de Lewis,

Leia mais

CURSO: ENGENHARIA CIVIL FÍSICA GERAL E EXPERIMENTAL II 2º Período Prof.a: Érica Muniz UNIDADE 2. Propriedades Moleculares dos Gases

CURSO: ENGENHARIA CIVIL FÍSICA GERAL E EXPERIMENTAL II 2º Período Prof.a: Érica Muniz UNIDADE 2. Propriedades Moleculares dos Gases CURSO: ENGENHARIA CIVIL FÍSICA GERAL E EXPERIMENTAL II 2º Período Prof.a: Érica Muniz UNIDADE 2 Propriedades Moleculares dos Gases Estado Gasoso Dentre os três estados de agregação, apenas o estado gasosos

Leia mais

QUÍMICA - 1 o ANO MÓDULO 22 RELAÇÕES NUMÉRICAS FUNDAMENTAIS - PARTE 2

QUÍMICA - 1 o ANO MÓDULO 22 RELAÇÕES NUMÉRICAS FUNDAMENTAIS - PARTE 2 QUÍMICA - 1 o ANO MÓDULO 22 RELAÇÕES NUMÉRICAS FUNDAMENTAIS - PARTE 2 Fixação 1) (UNESP) O volume de uma massa fixa de gás ideal, a pressão constante, é diretamente proporcional à: a) concentração do gás.

Leia mais

Química 2º Ano. Professora Cristina Lorenski Ferreira

Química 2º Ano. Professora Cristina Lorenski Ferreira Química 2º Ano Professora Cristina Lorenski Ferreira 2016 1 GEOMETRIA MOLECULAR POLARIDADE DAS MOLÉCULAS INTERAÇÕES INTERMOLECULARES PROFESSORA CRISTINA LORENSKI FERREIRA 2 ALGUNS QUESTIONAMENTOS Como

Leia mais

Forças intermoleculares

Forças intermoleculares Disciplina: Química Prof.: Ivo Turma: TR 02/06/2016 Tema da aula: Aulas 15 Forças intermoleculares Forças intermoleculares Em condições ambientes, os compostos iônicos são sólidos, devido às forças elétricas

Leia mais

FORÇAS INTERMOLECULARES

FORÇAS INTERMOLECULARES FORÇAS INTERMOLECULARES São as forças que mantêm os sólidos e líquidos unidos. A ligação covalente que mantém uma molécula unida é uma força intramolecular. A atração entre moléculas é uma força intermolecular.

Leia mais

PROPRIEDADES FÍSICAS DOS COMPOSTOS ORGÂNICOS. Karla Gomes Diamantina-MG

PROPRIEDADES FÍSICAS DOS COMPOSTOS ORGÂNICOS. Karla Gomes Diamantina-MG PROPRIEDADES FÍSICAS DOS COMPOSTOS ORGÂNICOS Karla Gomes Diamantina-MG Introdução As substâncias orgânicas, em sua maioria, são formadas por moléculas. Estas interagem entre si por interações intermoleculares.

Leia mais

Química Orgânica I. Formas de representação de moléculas orgânicas e interações intermoleculares Aula 3

Química Orgânica I. Formas de representação de moléculas orgânicas e interações intermoleculares Aula 3 Química rgânica I Formas de representação de moléculas orgânicas e interações intermoleculares Aula 3 Profa. Alceni Augusta Werle ProfaTânia Márcia Sacramento Melo 2- Formas de representação de moléculas

Leia mais

QUÍMICA A Ciência Central 9ª Edição Capítulo 11 Forças intermoleculares, líquidos e sólidos David P. White

QUÍMICA A Ciência Central 9ª Edição Capítulo 11 Forças intermoleculares, líquidos e sólidos David P. White QUÍMICA A Ciência Central 9ª Edição Capítulo 11 Forças intermoleculares, líquidos e sólidos David P. White Uma comparação entre líquidos e sólidos As propriedades físicas das substâncias entendidas em

Leia mais

QUÍMICA. Forças Intermoleculares

QUÍMICA. Forças Intermoleculares Aluno (a): Série: 3ª Turma: TUTORIAL 4R Ensino Médio Equipe de Química Data: QUÍMICA Forças Intermoleculares DEFINIÇÃO: As forças intermoleculares são forças de atração que ocorrem entre as moléculas,

Leia mais

5ª Ficha de Avaliação de Conhecimentos Turma: 10ºA. Física e Química A - 10ºAno

5ª Ficha de Avaliação de Conhecimentos Turma: 10ºA. Física e Química A - 10ºAno 5ª Ficha de Avaliação de Conhecimentos Turma: 10ºA Física e Química A - 10ºAno Professora Paula Melo Silva Data: 18 de janeiro 2016 Ano Letivo: 2015/2016 135 + 15 min 1. Num copo com 100 ml de água, são

Leia mais

Ligações químicas. Forças de ligações secundárias

Ligações químicas. Forças de ligações secundárias Ligações químicas Forças de ligações secundárias 1 Introdução Forças intermoleculares. Genericamente - são responsáveis pela possibilidade de liquefação e solidificação das moléculas. São de fraca intensidade

Leia mais

FORÇAS INTERMOLECULARES

FORÇAS INTERMOLECULARES FORÇAS INTERMOLECULARES FORÇAS INTERMOLECULARES A intensidade das forças intermoleculares em diferentes substâncias varia em uma grande faixa, mas elas são muito mais fracas que ligações iônicas covalentes.

Leia mais

b) Tendo em conta a conclusão de Avogadro, selecione a opção que completa corretamente a frase seguinte. Em condições PTN,...

b) Tendo em conta a conclusão de Avogadro, selecione a opção que completa corretamente a frase seguinte. Em condições PTN,... QUESTÕES DE EXAME 4 Física e Química A Questões de provas nacionais realizadas entre 2008 e 2014 organizados por subdomínio e por secção, por ordem cronológica. Os itens estão identificados por data e

Leia mais

P1 - PROVA DE QUÍMICA GERAL 09/04/11

P1 - PROVA DE QUÍMICA GERAL 09/04/11 P1 - PROVA DE QUÍMICA GERAL 09/04/11 Nome: Nº de Matrícula: GABARITO Turma: Assinatura: Questão Valor Grau Revisão 1 a 2,5 2 a 2,5 3 a 2,5 4 a 2,5 Total 10,0 Dados R = 0,0821 atm L mol -1 K -1 T (K) =

Leia mais

Química Fascículo 02 Elisabeth Pontes Araújo Elizabeth Loureiro Zink José Ricardo Lemes de Almeida

Química Fascículo 02 Elisabeth Pontes Araújo Elizabeth Loureiro Zink José Ricardo Lemes de Almeida Química Fascículo 02 Elisabeth Pontes Araújo Elizabeth Loureiro Zink José Ricardo Lemes de Almeida Índice Ligação Covalente...1 Ligação Iônica...3 Teoria de Lewis...5 Ligações Intermoleculares...6 Exercícios...7

Leia mais

Luis Eduardo C. Aleotti. Química. Aula 38 - Transformações Gasosas

Luis Eduardo C. Aleotti. Química. Aula 38 - Transformações Gasosas Luis Eduardo C. Aleotti Química Aula 38 - Transformações Gasosas TRANSFORMAÇÕES GASOSAS Gás e Vapor - Gás: Substância gasosa em temperatura ambiente. - Vapor: Estado gasoso de uma substância líquida ou

Leia mais

QUÍMICA - 3 o ANO MÓDULO 18 ESTUDO DOS GASES

QUÍMICA - 3 o ANO MÓDULO 18 ESTUDO DOS GASES QUÍMICA - 3 o ANO MÓDULO 18 ESTUDO DOS GASES m m 1 = 2 mol mol 1 2 No que se refere à composição em volume da atmosfera terrestre há 2,5 bilhões de anos, Como pode cair no enem (ENEM) As áreas numeradas

Leia mais

CLASSIFICAÇÃO das LIGAÇÕES

CLASSIFICAÇÃO das LIGAÇÕES CLASSIFICAÇÃO das LIGAÇÕES Tem a ver, em grande parte com a profundidade do mínimo da energia (energia da ligação): As ligações primárias, entre átomos numa molécula (ligação covalente) entre catião e

Leia mais

PROPRIEDADES FÍSICAS DOS COMPOSTOS ORGÂNICOS

PROPRIEDADES FÍSICAS DOS COMPOSTOS ORGÂNICOS PROPRIEDADES FÍSICAS DOS COMPOSTOS ORGÂNICOS As propriedades físicas dos compostos orgânicos podem ser interpretadas, e muitas vezes até previstas, a partir do conhecimento das ligações químicas que unem

Leia mais

3ª Ficha de Avaliação de Conhecimentos Turma: 12ºA. Química - 12ºAno

3ª Ficha de Avaliação de Conhecimentos Turma: 12ºA. Química - 12ºAno 3ª Ficha de Avaliação de Conhecimentos Turma: 12ºA Química - 12ºAno Data: 6 fevereiro 2017 Ano Letivo: 2016/2017 Professora Paula Melo Silva 90 min + 15 min 1. A partir do petróleo também se obtêm, além

Leia mais

CIÊNCIAS DA NATUREZA - QUÍMICA Prof. Adriana Strelow 1º Ano

CIÊNCIAS DA NATUREZA - QUÍMICA Prof. Adriana Strelow 1º Ano CIÊNCIAS DA NATUREZA - QUÍMICA Prof. Adriana Strelow 1º Ano - 2016 Geometria molecular : Forma como os átomos estão espacialmente dispostos em uma molécula. A geometria de uma molécula depende do número

Leia mais

5ª LISTA - EXERCÍCIOS DE PROVAS Lei de Raoult

5ª LISTA - EXERCÍCIOS DE PROVAS Lei de Raoult Pg. 1/6 1 a Questão Metanol, CH 4 O, e etanol, C 2 H 6 O, são dois álcoois voláteis a 25 C. Ambos podem ser usados como solvente ou combustível e muitas vezes a mistura dos dois é empregada em processos

Leia mais

FORÇAS INTERMOLECULARES

FORÇAS INTERMOLECULARES FORÇAS INTERMOLECULARES O O Forças Intermoleculares Forças intermoleculares são as forças que ocorrem entre uma molécula e a molécula vizinha. A existência de substâncias nos estados gasoso, líquido e

Leia mais

Ligações intermoleculares

Ligações intermoleculares Comparações entre ligações e interações químicas Ligação covalente : Interação intramolecular Ligação de hidrogênio: Interação intermolecular Forças íon-dipolo Existem entre um íon e a carga parcial em

Leia mais

Apostila de Química 01 Estudo dos Gases

Apostila de Química 01 Estudo dos Gases Apostila de Química 01 Estudo dos Gases 1.0 Conceitos Pressão: Número de choques de suas moléculas contra as paredes do recipiente. 1atm = 760mHg = 760torr 105Pa (pascal) = 1bar. Volume 1m³ = 1000L. Temperatura:

Leia mais

Estudo Físico-Químico dos Gases

Estudo Físico-Químico dos Gases Estudo Físico-Químico dos Gases Prof. Alex Fabiano C. Campos Fases de Agregação da Matéria Sublimação (sólido em gás ou gás em sólido) Gás Evaporação (líquido em gás) Condensação (gás em líquido) Sólido

Leia mais

Aula 2 - Introdução à Bioquímica

Aula 2 - Introdução à Bioquímica Aula 2 - Introdução à Bioquímica -Interações intermoleculares: interação eletrostática, interações de van der Waals -Solubilidade de compostos polares em água -Solubilidade de compostos apolares em água

Leia mais

Estrutura da Matéria Profª. Fanny Nascimento Costa

Estrutura da Matéria Profª. Fanny Nascimento Costa Estrutura da Matéria Profª. Fanny Nascimento Costa (fanny.costa@ufabc.edu.br) Aula 12 Forças intermoleculares Estrutura da Matéria A pergunta que começou nossa jornada: DO QUE TUDO É FEITO? RESPOSTA: depende

Leia mais

Revisão de Química Básica Aplicada à Bioquímica II. Bioquímica Prof. Msc Brunno Macedo

Revisão de Química Básica Aplicada à Bioquímica II. Bioquímica Prof. Msc Brunno Macedo Revisão de Química Básica Aplicada à II Química Básica Aplicada à II Objetivo Relembrar os principais conceitos da química básica que são de grande importância para a. Conteúdo Regra do Octeto Ligações

Leia mais

PLANO DE ESTUDO TRIMESTRE: 3º

PLANO DE ESTUDO TRIMESTRE: 3º C O L É G I O K E N N E D Y / R E D E P I T Á G O R A S PLANO DE ESTUDO TRIMESTRE: 3º PLANO DE ESTUDO Nº 08 PROFESSORA: Rose Barbosa DATA DA AVALIAÇÃO: 07/10/2016 CONTEÚDO(S) A SER(EM) COBRADO(S) NA AVALIAÇÃO:

Leia mais

Propriedades dos compostos moleculares

Propriedades dos compostos moleculares Aula 10 Propriedades dos compostos moleculares Forças intermoleculares Van der Waals: Keesom, Debye, London Ligações de hidrogénio Propriedades Temperaturas de fusão e de ebulição Miscibilidade Viscosidade

Leia mais

Gases. 1. Qual a equação de Van der Waals para o gás real e qual o significado de cada termo dessa equação?

Gases. 1. Qual a equação de Van der Waals para o gás real e qual o significado de cada termo dessa equação? Capítulo 2 Gases 1. Qual a equação de Van der Waals para o gás real e qual o significado de cada termo dessa equação? Van der Waals verificou que o fato do gás real não se comportar como o gás ideal é

Leia mais

Gases. Reis, Oswaldo Henrique Barolli. R375g Gases / Oswaldo Henrique Barolli. Varginha, slides : il.

Gases. Reis, Oswaldo Henrique Barolli. R375g Gases / Oswaldo Henrique Barolli. Varginha, slides : il. Gases Reis, Oswaldo Henrique Barolli. R375g Gases / Oswaldo Henrique Barolli. Varginha, 2015. 21 slides : il. Sistema requerido: Adobe Acrobat Reader Modo de Acesso: World Wide Web 1. Dinâmica dos gases.

Leia mais

UDESC 2016/2 QUÍMICA. Comentário. I. Verdadeira. 0,07 mg 1 kg x mg 14 kg. Na 2 PO 3. F 144 g 19 g 7,58 mg x mg. x = 0,98 (limite de ingestão diária)

UDESC 2016/2 QUÍMICA. Comentário. I. Verdadeira. 0,07 mg 1 kg x mg 14 kg. Na 2 PO 3. F 144 g 19 g 7,58 mg x mg. x = 0,98 (limite de ingestão diária) QUÍMICA I. Verdadeira. 0,07 mg 1 kg x mg 14 kg x = 0,98 (limite de ingestão diária) Na PO 3 F 144 g 19 g 7,58 mg x mg x = 1 mg (que já é maior que o limite de ingestão diária) 1 II. Verdadeira. 0,07 mg

Leia mais

MASSA ATÔMICA. 1u corresponde a 1, g, que equivale aproximadamente à massa de um próton ou de um nêutron.

MASSA ATÔMICA. 1u corresponde a 1, g, que equivale aproximadamente à massa de um próton ou de um nêutron. Cálculos Químicos MASSA ATÔMICA Na convenção da IUPAC (União Internacional de Química Pura e Aplicada) realizada em 1961, adotou-se como unidade padrão para massa atômica o equivalente a 1/12 da massa

Leia mais

- TEMPERATURA DE EBULIÇÃO - SOLUBILIDADE

- TEMPERATURA DE EBULIÇÃO - SOLUBILIDADE PROPRIEDADES FÍSICAS DOS COMPOSTOS ORGÂNICOS - TEMPERATURA DE EBULIÇÃO - SOLUBILIDADE TEMPERATURA DE EBULIÇÃO Depende do tipo de -LIGAÇÃO INTERMOLECULAR e do - TAMANHO DAS MOLÉCULAS LIGAÇÕES INTERMOLECULARES

Leia mais

Forças intermoleculares

Forças intermoleculares PARTE II Unidade F Capítulo 18 Forças intermoleculares Seções: 181 Interações dipolo permanente-dipolo permanente 182 Ligações de 183 Interações dipolo instantâneo-dipolo induzido 184 Forças intermoleculares

Leia mais

Equilíbrio Físico. Disciplina Química Geral II Curso de Química habilitação em licenciatura Prof a. Marcia Margarete Meier

Equilíbrio Físico. Disciplina Química Geral II Curso de Química habilitação em licenciatura Prof a. Marcia Margarete Meier 1 Equilíbrio Físico Disciplina Química Geral II Curso de Química habilitação em licenciatura Prof a. Marcia Margarete Meier 2 Equilíbrio Físico Estamos rodeados por substâncias que mudam de uma forma a

Leia mais

Módulo Q2 - Soluções SOLUÇÕES

Módulo Q2 - Soluções SOLUÇÕES Módulo Q2 - Soluções SOLUÇÕES Soluções o que são? Uma grande parte dos materiais que nos rodeiam desde a água do mar ao ar que respiramos são soluções. Uma solução é uma mistura homogénea de duas ou mais

Leia mais

Estudo Físico-Químico dos Gases

Estudo Físico-Químico dos Gases 19/08/009 Estudo Físico-Químico dos Gases Prof. Alex Fabiano C. Campos Gás e Vapor Diagrama de Fase Gás Vapor Gás: fluido elástico que não pode ser condensado apenas por aumento de pressão, pois requer

Leia mais

ESCOLA SECUNDÁRIA DE CASQUILHOS

ESCOLA SECUNDÁRIA DE CASQUILHOS ESCOLA SECUNDÁRIA DE CASQUILHOS 3º Teste sumativo de FQA 27. janeiro. 2016 Versão 1 10º Ano Turma A Professora: Maria do Anjo Albuquerque Duração da prova: 90 minutos. Este teste é constituído por 8 páginas

Leia mais

Físico-Química I. Profa. Dra. Carla Dalmolin. Gases. Gás perfeito (equações de estado e lei dos gases) Gases reais

Físico-Química I. Profa. Dra. Carla Dalmolin. Gases. Gás perfeito (equações de estado e lei dos gases) Gases reais Físico-Química I Profa. Dra. Carla Dalmolin Gases Gás perfeito (equações de estado e lei dos gases) Gases reais Gás Estado mais simples da matéria Uma forma da matéria que ocupa o volume total de qualquer

Leia mais

Química. Resolução das atividades complementares. Q50 Forças intermoleculares

Química. Resolução das atividades complementares. Q50 Forças intermoleculares Resolução das atividades complementares 4 Química Q50 Forças intermoleculares p. 15 1 (Unifor-CE) Considerando a natureza das ligações químicas intermoleculares existentes nas substâncias: Etanol C 2 H

Leia mais

PRÉ VESTIBULAR UFU Prof.Lourival/COLÉGIO INTEGRAÇÃO/ ANGLO

PRÉ VESTIBULAR UFU Prof.Lourival/COLÉGIO INTEGRAÇÃO/ ANGLO PRÉ VESTIBULAR UFU 2015 Prof.Lourival/COLÉGIO INTEGRAÇÃO/ ANGLO 1. QUÍMICA DOS COMPOSTOS DE CARBONO DEFINIÇÃO: 2 HIDROCARBONETOS - OBTENÇÃO (DESTILAÇÃO FRACIONADA DO PETRÓLEO) - ESTRUTURA - NOMENCLATURA

Leia mais

PROVA ESCRITA DE CONHECIMENTOS EM QUÍMICA

PROVA ESCRITA DE CONHECIMENTOS EM QUÍMICA PROVA ESCRITA DE CONHECIMENTOS EM QUÍMICA INFORMAÇÕES IMPORTANTES: - IDENTIFIQUE TODAS AS FOLHAS DESTA PROVA COM SEU NÚMERO DE INSCRIÇÃO. Obs.: EM HIPÓTESE NENHUMA USE SEU NOME NAS FOLHAS COMO IDENTIFICAÇÃO.

Leia mais

Resolução de Questões de Provas Específicas de Química (Aula 7)

Resolução de Questões de Provas Específicas de Química (Aula 7) Resolução de Questões de Provas Específicas de Química (Aula 7) Resolução de Questões de Provas Específicas (Aula 7) 1. (UECE) A tabela periódica já era objeto das preocupações dos antigos químicos a partir

Leia mais

LISTA DE EXERCÍCIOS : LIGAÇÕES QUÍMICAS, GEOMETRIA MOLECULAR, POLARIDADE E INTERAÇÕES INTERMOLECULARES

LISTA DE EXERCÍCIOS : LIGAÇÕES QUÍMICAS, GEOMETRIA MOLECULAR, POLARIDADE E INTERAÇÕES INTERMOLECULARES LISTA DE EXERCÍCIOS - 1.7 : LIGAÇÕES QUÍMICAS, GEOMETRIA MOLECULAR, POLARIDADE E INTERAÇÕES INTERMOLECULARES 1 - (Fac.Coc-SP) Dois elementos químicos, X e Y, apresentam os seguintes subníveis energéticos,

Leia mais

QUESTÕES DE EXAME 4. Física e Química A. Domínio 2 - Propriedades e transformações da matéria. 2.2 Gases e dispersões

QUESTÕES DE EXAME 4. Física e Química A. Domínio 2 - Propriedades e transformações da matéria. 2.2 Gases e dispersões QUESTÕES DE EXAME 4 Física e Química A Questões de provas nacionais realizadas entre 2008 e 2014 organizados por subdomínio e por secção, por ordem cronológica. Os itens estão identificados por data e

Leia mais

O processo de dissolução

O processo de dissolução SOLUBILIDADE Sabemos que um soluto altera as propriedades do solvente. Solução sólida: silício dopado com fósforo eletrônica. indústria Sal sobre o gelo abaixa o ponto e congelamento se a temperatura é

Leia mais

EXERCÍCIOS DE FIXAÇÃO QUÍMICA GASES I

EXERCÍCIOS DE FIXAÇÃO QUÍMICA GASES I Aluno (a): Profº: RICARDO Série: Data: / / Disc: QUÍMICA EXERCÍCIOS DE FIXAÇÃO QUÍMICA GASES I 1. Uma Massa fixa de um gás ideal foi submetida a uma série de transformações isotérmicas e alguns dos valores

Leia mais

POLARIDADE / GEOMETRIA MOLECULAR / FORÇAS INTERMOLECULARES

POLARIDADE / GEOMETRIA MOLECULAR / FORÇAS INTERMOLECULARES PLARIDADE / GEMETRIA MLEULAR / RÇAS INTERMLEULARES s exercícios seguintes estão directamente relacionados com a matéria exposta no capítulo 2 do manual da disciplina de Química Geral. São apresentados

Leia mais

Química Orgânica I Profa. Dra. Alceni Augusta Werle Profa. Dra. Tania Márcia do Sacramento Melo

Química Orgânica I Profa. Dra. Alceni Augusta Werle Profa. Dra. Tania Márcia do Sacramento Melo Química Orgânica I Profa. Dra. Alceni Augusta Werle Profa. Dra. Tania Márcia do Sacramento Melo Formas de representação e interações intermoleculares Aula 3 1- Fórmula química Maneira que os químicos possuem

Leia mais

Controle de Processos Aula: Principais váriaveis em controle de processos químicos

Controle de Processos Aula: Principais váriaveis em controle de processos químicos 107484 Controle de Processos Aula: Principais váriaveis em controle de processos químicos Prof. Eduardo Stockler Tognetti Departamento de Engenharia Elétrica Universidade de Brasília UnB 1 o Semestre 2015

Leia mais

Forças Intermoleculares

Forças Intermoleculares Forças Intermoleculares Você já se perguntou por que a água forma gotas ou como os insetos conseguem caminhar sobre a água? Gota d'água caindo sobre a superfície da água. Inseto pousado sobre a superfície

Leia mais

Exame Final Nacional de Física e Química A Prova ª Fase Ensino Secundário º Ano de Escolaridade. Critérios de Classificação.

Exame Final Nacional de Física e Química A Prova ª Fase Ensino Secundário º Ano de Escolaridade. Critérios de Classificação. Exame Final Nacional de Física e Química A Prova 715 2.ª Fase Ensino Secundário 2017 11.º Ano de Escolaridade Decreto-Lei n.º 139/2012, de 5 de julho Critérios de Classificação 11 Páginas Prova 715/2.ª

Leia mais

6ª Ficha de Avaliação de Conhecimentos Turma: 10ºA. Física e Química A - 10ºAno

6ª Ficha de Avaliação de Conhecimentos Turma: 10ºA. Física e Química A - 10ºAno 6ª Ficha de Avaliação de Conhecimentos Turma: 10ºA Física e Química A - 10ºAno Professora Paula Melo Silva Data: 15 fevereiro 2016 Ano Letivo: 2015/2016 135 + 15 min 1. A tabela seguinte mostra as percentagens

Leia mais

Aula 10 26/mai Marcelo Ligação iônica versus ligação covalente Veja as ligações esquematizadas abaixo, cada qual acompanhada do respectivo valor de diferença (Δ, delta) entre as eletronegatividades de

Leia mais

Daniella e Jéssica. Competência Objeto de aprendizagem Habilidade

Daniella e Jéssica. Competência Objeto de aprendizagem Habilidade Química 3ª Daniella e Jéssica 1ª SÉRIE E.M. Competência Objeto de aprendizagem Habilidade C1. Dominar a leitura, interpretação e C6. Correlacionar conhecimentos sobre sistemas materiais, fenômenos, fatos

Leia mais

BIK0102: ESTRUTURA DA MATÉRIA. Crédito: Sprace GASES. Professor Hugo B. Suffredini Site:

BIK0102: ESTRUTURA DA MATÉRIA. Crédito: Sprace GASES. Professor Hugo B. Suffredini Site: BIK0102: ESTRUTURA DA MATÉRIA Crédito: Sprace GASES Professor Hugo B. Suffredini hugo.suffredini@ufabc.edu.br Site: www.suffredini.com.br Pressão Atmosférica A pressão é a força atuando em um objeto por

Leia mais

INTRODUÇÃO À QUÍMICA FÍSICA

INTRODUÇÃO À QUÍMICA FÍSICA FACULDADE DE CIÊNCIAS E TECNOLOGIA DEPARTAMENTO DE QUÍMICA, BIOQUÍMICA E FARMÁCIA Orientação tutorial INTRODUÇÃO À QUÍMICA FÍSICA 1º Ano Q/BQ/CF/F/MIEB/BT Ano Lectivo: 2008 / 2009 (5º Módulo) 2009 IQF

Leia mais

DIAGRAMA DE FASES. 4) (ITA) Considere as seguintes afirmações relativas aos sistemas descritos a seguir, sob

DIAGRAMA DE FASES. 4) (ITA) Considere as seguintes afirmações relativas aos sistemas descritos a seguir, sob DIAGRAMA DE FASES 1) O gráfico abaixo apresenta a variação das pressões de vapor do sulfeto de carbono, metanol, etanol e água em função da temperatura. De acordo com o gráfico, assinale a afirmativa INCORRETA.

Leia mais

Modelos Atômicos. Niels Bohr propôs um modelo baseado em postulados:

Modelos Atômicos. Niels Bohr propôs um modelo baseado em postulados: Modelos Atômicos Niels Bohr propôs um modelo baseado em postulados: Os elétrons giram, ao redor do núcleo, somente em determinadas órbitas permitidas e com energia quantizada. ONDAS ELETROMAGNÉTICAS Os

Leia mais

Estequiometria. Mestranda: Daniele Potulski Disciplina: Química da madeira I

Estequiometria. Mestranda: Daniele Potulski Disciplina: Química da madeira I Estequiometria Mestranda: Daniele Potulski Disciplina: Química da madeira I Estequiometria Estequiometria é o cálculo da quantidade de reagentes e produtos da reação, baseado nas leis das reações químicas.

Leia mais

GASES. https://www.youtube.com/watch?v=wtmmvs3uiv0. David P. White. QUÍMICA: A Ciência Central 9ª Edição Capítulo by Pearson Education

GASES. https://www.youtube.com/watch?v=wtmmvs3uiv0. David P. White. QUÍMICA: A Ciência Central 9ª Edição Capítulo by Pearson Education GASES PV nrt https://www.youtube.com/watch?v=wtmmvs3uiv0 David P. White QUÍMICA: A Ciência Central 9ª Edição volume, pressão e temperatura Um gás consiste em átomos (individualmente ou ligados formando

Leia mais

LUAULA. Professor: Eduardo Ulisses

LUAULA. Professor: Eduardo Ulisses LUAULA Professor: Eduardo Ulisses Sobre as ligações químicas, analise as afirmativas. I. Nas estruturas de Lewis, a ligação covalente resulta do compartilhamento de um par de elétrons entre dois átomos.

Leia mais

SIMULADO de QUÍMICA 1 os anos 2008 TODOS COLÉGIOS

SIMULADO de QUÍMICA 1 os anos 2008 TODOS COLÉGIOS SIMULADO de QUÍMICA 1 os anos 2008 TODOS COLÉGIOS 1) Em relação às partículas atômicas, a alternativa falsa é: a) a massa do próton é igual a massa do elétron. b) a massa do elétron é menor que a massa

Leia mais

O que veremos hoje? Voltados para a Orgânica! Revisão de: Polaridade Forças intermoleculares: Dipolo-dipolo Dipolo induzido-dipolo induzido

O que veremos hoje? Voltados para a Orgânica! Revisão de: Polaridade Forças intermoleculares: Dipolo-dipolo Dipolo induzido-dipolo induzido O que veremos hoje? Revisão de: Polaridade Forças intermoleculares: Dipolo-dipolo Dipolo induzido-dipolo induzido Dipolo-dipolo induzido Ligação de Hidrogênio Voltados para a Orgânica! Intensidade das

Leia mais

Tabela de Constantes Constante de Avogadro N A = 6, mol 1 Volume molar a PTN V m (PTN) = 22,4 dm 3. Formulário

Tabela de Constantes Constante de Avogadro N A = 6, mol 1 Volume molar a PTN V m (PTN) = 22,4 dm 3. Formulário Ficha de Avaliação Sumativa Curso Profissional de Técnico de Gestão e Programação de Sistemas Informáticos DISCIPLINA: Física e Química Módulo: Q3 2015/2016 10 ºAno de escolaridade Data: 15 de janeiro

Leia mais