- TEMPERATURA DE EBULIÇÃO - SOLUBILIDADE

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "- TEMPERATURA DE EBULIÇÃO - SOLUBILIDADE"

Transcrição

1 PROPRIEDADES FÍSICAS DOS COMPOSTOS ORGÂNICOS - TEMPERATURA DE EBULIÇÃO - SOLUBILIDADE

2 TEMPERATURA DE EBULIÇÃO Depende do tipo de -LIGAÇÃO INTERMOLECULAR e do - TAMANHO DAS MOLÉCULAS

3 LIGAÇÕES INTERMOLECULARES Quanto maior a intensidade das ligações intermoleculares Maior a energia necessária para a mudança de estado Maior a temperatura de ebulição

4 AS LIGAÇÕES INTERMOLECULARES PODEM SER CLASSIFICADAS EM: Dipolo induzido dipolo induzido (APOLAR ) Dipolo permanente dipolo permanente (POLAR)

5 Ligação de Hidrogênio (POLAR)

6

7 DIPOLO INDUZIDO DIPOLO INDUZIDO São características de moléculas apolares. Em um determinado instante, uma flutuação eletrônica poderia transformar as moléculas apolares em dipolos tempo-dependentes, mesmo que, após um certo intervalo de tempo, a polarização média seja zero. Esses dipolos instantâneos podem induzir a polarização das moléculas adjacentes, resultando em forças atrativas.

8 DIPOLO PERMANENTE - DIPOLO PERMANENTE São características de moléculas polares. Devido a alguma distorção na distribuição da carga elétrica, um lado da molécula é ligeiramente mais "positivo" e o outro é ligeiramente mais "negativo". A tendência é de as moléculas interagirem umas com as outras, por atração eletrostática entre os dipolos opostos.

9 LIGAÇÕES DE HIDROGÊNIO Ligação de Hidrogênio: ocorre entre átomos de hidrogênio (H) ligados a elementos como o fluor (F), o oxigênio (O), ou nitrogênio (N), com átomos de F, O ou N de outras moléculas. Esta interação é a mais intensa de todas as forças intermoleculares.

10 HIERARQUIA DAS LIGAÇÕES INTERMOLECULARES Ligação de Hidrogênio é uma interação > interação dipolo-dipolo > interação dipolo induzido-dipolo induzido Ligação de H >> DD >> DIDI

11 TAMANHO DAS MOLÉCULAS Quanto maior o tamanho da molécula Maior a temperatura de ebulição

12 PORTANTO, CONSIDERANDO AS INTERAÇÕES INTERMOLECULARES E O TAMANHO DAS MOLÉCULAS Para moléculas com tamanhos aproximadamente iguais: QUANTO MAIOR FOR A INTENSIDADE DAS LIGAÇÕES INTERMOLECULARES, MAIOR SERÁ A TEMPERATURA DE EBULIÇÃO (TE)

13 HIERARQUIA DAS LIGAÇÕES INTERMOLECULARES Ligação de H >> Dipolo Dipolo >> Dipolo Induzido Dipolo Induzido

14 PARA MOLÉCULAS COM O MESMO TIPO DE INTERAÇÃO: QUANTO MAIOR FOR O TAMANHO DA MOLÉCULA, MAIOR SERÁ SUA TEMPERATURA DE EBULIÇÃO

15 POLARIDADE E TEMPERATURA DE EBULIÇÃO NOS COMPOSTOS ORGÂNICOS Dipolo induzidodipolo induzido (APOLAR) - HIDROCARBONETOS - Gorduras - Óleos - CCl 4 Dipolo-dipolo (POLAR) - Aldeídos - Cetonas - Éter - Éster - Haletos Orgânicos Ligações de hidrogênio (POLAR) - Álcool - Fenol - Ácido carboxílico - Aminas (1ária e 2ária) - Amidas

16 SAL DE ÁCIDO CARBOXÍLICO

17 EXEMPLO 1 Comparando substâncias com o mesmo tipo de ligações intermoleculares, a que possuir maior tamanho (maior massa molecular) possuirá maior TE. Composto METANOL ETANOL PROPAN-1-OL H 3 C OH H 3 C H 2 C OH H 3C CH 2 CH 2 OH TE(ºC) 64 78, mesma força intermolecular QUANTO MAIOR É O TAMANHO, MAIOR É A TEMPERATURA DE EBULIÇÃO.

18 EXEMPLO 2 Ao compararmos substâncias com tamanhos próximos (massas moleculares próximas), a que possuir ligação intermolecular mais intensa possuirá maior PE. Composto ETANO ETANAL ETANOL H 3 C CH 3 H 3 C O C H 3 C H 2 C OH H - TE(ºC) - 88, ,5 - mesmo esqueleto carbônico (tamanhos próximos) QUANTO MAIS INTENSA A FORÇA INTERMOLECULAR MAIOR É A TEMPERATURA DE EBULIÇÃO.

19 EXEMPLO 3 Substância Fórmula Massa molar Temperatura de Ebulição (ºC) Propano CH 3 CH 2 CH ºC Metoximetano CH 3 O CH ºC Etanal CH 3 CHO ºC Etanol CH 3 CH 2 OH ºC

20 EXEMPLO 4 Ao compararmos substâncias com mesma massa molecular e mesmo tipo de interação intermolecular, a que possuir molécula mais extensa possuirá maior TE. Cadeia mais ramificada: mais compacta a superfície diminui e diminui sua temperatura de ebulição COMPOSTO Pentano (C 5 H 12 ) 2-METILBUTANO (C 5 H 12 ) DIMETILPROPANO (C 5 H 12 ) CH 3 CH 2 CH 2 CH 2 CH 3 CH 3 CH CH 3 CH 3 CH 2 CH 3 CH 3 C CH 3 CH 3 TE(ºC) ,5

21

22 TEMPERATURA DE EBULIÇÃO Proporcional ao tamanho da cadeia. MAIOR CADEIA = MAIOR T.E. Área de contato maior, entre as moléculas! Para hidrocarbonetos ramificados: MAIOR NÚMERO DE RAMIFICAÇÕES = MENOR T.E. Área de contato menor, entre as moléculas!

23 SOLUBILIDADE Semelhante dissolve semelhante

24 SOLUBILIDADE Semelhante dissolve semelhante! POLAR dissolve POLAR APOLAR dissolve APOLAR

25 SOLUBILIDADE

26 SOLUBILIDADE A água é um excelente solvente polar para compostos orgânicos polares de baixa massa molecular, como o metanol, etanol, ácido fórmico, ácido acético, dentre outros. Possuindo um dipolo bastante acentuado, atrai por eletrostática o dipolo da outra molécula, de forma a potencializar a solubilização. Porém, essas moléculas orgânicas possuem uma parte polar, solúvel em água e uma parte apolar, insolúvel em água.

27

28 CH 3 CH 2 OH Apolar Polar (etanol) CH 3 CH 2 CH 2 CH 2 CH 2 CH 2 CH 2 CH 3 Apolar (Octano)

29 USANDO UM ÁLCOOL DE MAIOR CADEIA CARBÔNICA Aumenta a solubilidade em compostos apolares. OH Hexan-1-ol octano

30 INFLUÊNCIA DAS CADEIAS CARBÔNICAS Álcool Fórmula Solubilidade (g/100g de H 2 O) Etanol CH 3 CH 2 OH Infinita propan-1-ol CH 3 CH 2 CH 2 OH Infinita Butan-1-ol CH 3 CH 2 CH 2 CH 2 OH 7,9 Pentan-1-ol CH 3 CH 2 CH 2 CH 2 CH 2 OH 2,3 Octan-1-ol CH 3 CH 2 CH 2 CH 2 CH 2 CH 2 CH 2 CH 2 OH 0,05

31 H 3 C CH 2 CH 2 CH 2 CH 2 OH Parte Apolar Parte Polar Quanto maior a cadeia carbônica, menor será a solubilidade em água. Ácido carboxílico Ácido acético Solubilidade (g/100g de H 2 O) Infinita Ácido pentanoico 3,7 Ácido hexanoico 1,0 Ácido heptanoico 0,79

32 Gabarito: d

33 VITAMINAS E SOLUBILIDADE Vitamina C Hidrossolúvel

34 VITAMINA B2 HIDROSSOLÚVEL

35 VITAMINA B3 (NIACINA) HIDROSSOLÚVEL

36 Vitaminas A e E Lipossolúveis

37 EXERCÍCIOS 1) (Fuvest) Três líquidos puros apresentam as propriedades relacionadas na tabela: Líquido TE(ºC) Solubilidade em água (g/100 ml) A 36,2 0,036 B 34,6 7,5 C 117,7 7,9 Utilizando essas propriedades, associe cada um dos líquidos às substâncias butanol, pentano e éter etílico. Explique o raciocínio usado na identificação.

38 RESPOSTA: - A é o pentano (apolar), por ser praticamente insolúvel em água (polar). - C é o butan-1-ol por apresentar ligações de hidrogênio, tem maior temperatura de ebulição. - B é o éter etílico, por exclusão.

39 QUESTÕES DO ENEM

40 1) ENEM O USO DE PROTETORES SOLARES EM SITUAÇÕES DE GRANDE EXPOSIÇÃO AOS RAIOS SOLARES COMO, POR EXEMPLO, NAS PRAIAS, É DE GRANDE IMPORTÂNCIA PARA A SAÚDE. AS MOLÉCULAS ATIVAS DE UM PROTETOR APRESENTAM, USUALMENTE, ANÉIS AROMÁTICOS CONJUGADOS COM GRUPOS CARBONILA, POIS ESSES SISTEMAS SÃO CAPAZES DE ABSORVER A RADIAÇÃO ULTRAVIOLETA MAIS NOCIVA AOS SERES HUMANOS. A CONJUGAÇÃO É DEFINIDA COMO A OCORRÊNCIA DE ALTERNÂNCIA ENTRE LIGAÇÕES SIMPLES E DUPLAS EM UMA MOLÉCULA. OUTRA PROPRIEDADE DAS MOLÉCULAS EM QUESTÃO É APRESENTAR, EM UMA DE SUAS EXTREMIDADES, UMA PARTE APOLAR RESPONSÁVEL POR REDUZIR A SOLUBILIDADE DO COMPOSTO EM ÁGUA, O QUE IMPEDE SUA RÁPIDA REMOÇÃO QUANDO DO CONTATO COM A ÁGUA. DE ACORDO COM AS CONSIDERAÇÕES DO TEXTO, QUAL DAS MOLÉCULAS APRESENTADAS A SEGUIR É A MAIS ADEQUADA PARA FUNCIONAR COMO MOLÉCULA ATIVA DE PROTETORES SOLARES?

41 2) Enem

42 3) Enem

43 4) ENEM

44 GABARITO DAS QUESTÕES DO ENEM 1) e 2) e 3) e 4) c

APOSTILA DE QUÍMICA ORGÂNICA 4º BIMESTRE

APOSTILA DE QUÍMICA ORGÂNICA 4º BIMESTRE Nome: nº: Bimestre: 4º Ano/série: 2ª série Ensino: Médio Componente Curricular: Química Professor: Ricardo Honda Data: / / APOSTILA DE QUÍMICA ORGÂNICA 4º BIMESTRE TEORIA 15 ISOMERIA PLANA Isomeria: fenômeno

Leia mais

Química D Extensivo V. 3

Química D Extensivo V. 3 Química D Extensivo V. 3 Exercícios 01) Alternativa correta: A 5 4 3 2 1 CH 3 CH 2 CH CH CH 2 OH CH 3 CH 3 metil metil 02) Alternativa correta: D 8 7 6 5 4 3 2 1 CH 3 C = CH CH 2 CH 2 CH CH 2 CH 2 OH CH

Leia mais

Química. Resolução das atividades complementares. Q50 Forças intermoleculares

Química. Resolução das atividades complementares. Q50 Forças intermoleculares Resolução das atividades complementares 4 Química Q50 Forças intermoleculares p. 15 1 (Unifor-CE) Considerando a natureza das ligações químicas intermoleculares existentes nas substâncias: Etanol C 2 H

Leia mais

QUESTÕES DE QUÍMICA ORGÂNICA

QUESTÕES DE QUÍMICA ORGÂNICA QUESTÕES DE QUÍMICA ORGÂNICA I 1- Um composto é orgânico quando: a) Possui carbono em sua molécula; b) Deriva dos seres vivos; c) Deriva dos vegetais; d) Possui obrigatoriamente carbono e nitrogênio em

Leia mais

Resolução Comentada - Química

Resolução Comentada - Química Resolução Comentada - Química UFTM 2013 1 Fase Vestibular UFTM 2013 1 Resolução Prova de Química Tipo 1 Questão 76 A soja é considerada um dos alimentos mais completos em termos de propriedades nutricionais,

Leia mais

RESOLUÇÃO DA PROVA DE QUÍMICA DA UFRGS 2011

RESOLUÇÃO DA PROVA DE QUÍMICA DA UFRGS 2011 RESOLUÇÃO DA PROVA DE QUÍMICA DA UFRGS 2011 Questão 26 Como a questão pede a separação do sólido solúvel do líquido, o único processo recomendado é a destilação simples. Lembrando que filtração e decantação

Leia mais

QUÍMICA ORGÂNICA Teoria Geral

QUÍMICA ORGÂNICA Teoria Geral QUÍMICA RGÂNICA Teoria Geral Tipos de Carbono Dependendo do número de ligações que o átomo de carbono faz com outros carbonos, podemos classificá-los como:! rimário: ligado diretamente a, no máximo, um

Leia mais

Polaridade e temperatura de ebulição dos compostos orgânicos. Tamanho das moléculas. Pontes de hidrogênio. Série heteróloga

Polaridade e temperatura de ebulição dos compostos orgânicos. Tamanho das moléculas. Pontes de hidrogênio. Série heteróloga Série Rumo ao ITA Ensino Pré-Universitário Professor(a) Aluno(a) Mariano Oliveira Sede Nº TC Turma Turno Data / / Química Propriedades Físicas dos Compostos Orgânicos Nesta aula, vamos estudar duas propriedades

Leia mais

Gabarito -Funções Orgânicas 2015

Gabarito -Funções Orgânicas 2015 Gabarito: Resposta da questão 1: [Resposta do ponto de vista da disciplina de Química] As cenouras de coloração laranja podem ter sido trazidas a Pernambuco durante a invasão holandesa e contêm um pigmento

Leia mais

ISOMERIA PLANA EXERCÍCIOS - BÁSICO

ISOMERIA PLANA EXERCÍCIOS - BÁSICO ISOMERIA PLANA EXERCÍCIOS - BÁSICO 1. (Ufv 99) Sobre isômeros, é CORRETO afirmar que: a) são compostos diferentes com a mesma fórmula molecular. b) são representações diferentes da mesma substância. c)

Leia mais

Mary Santiago Silva 05/05/2010

Mary Santiago Silva 05/05/2010 Espectrometria de Massas Interpretação do Espectro de Massas Prof. Marcelo da Rosa Alexandre Departamento de Química - UFS Introdução Fragmentação em espectro de massas por EI oferece importante informação

Leia mais

Propriedades Físicas de alguns compostos

Propriedades Físicas de alguns compostos Propriedades Físicas de alguns compostos Tipo de ligação e temperatura de fusão COMPOSTO Tipo de ligação T fusão / o C NaCl iónica 801 Cu metálica 1083 Si covalente 1410 H 2 O intermolecular 0 C 6 H 6

Leia mais

1. (Unicamp) A fórmula geral dos hidrocarbonetos de cadeia aberta que contém uma dupla ligação é CŠH Š e são

1. (Unicamp) A fórmula geral dos hidrocarbonetos de cadeia aberta que contém uma dupla ligação é CŠH Š e são Colégio Plínio Leite Revisão de Quimica 3 Ano EM 1. (Unicamp) A fórmula geral dos hidrocarbonetos de cadeia aberta que contém uma dupla ligação é CŠH Š e são conhecidos por alquenos ou alcenos. a) Escreva

Leia mais

Resumo das Funções Orgânicas e nomenclatura

Resumo das Funções Orgânicas e nomenclatura Resumo das Funções Orgânicas e nomenclatura EXERCÍCIOS As questões 2 e 3 referem-se aos textos abaixo. Em diversos países, o aproveitamento do lixo doméstico é quase 100%. Do lixo levado as usinas de compostagem,

Leia mais

GEOMETRIA MOLECULAR E INTERAÇÕES QUÍMICAS MOLECULARES. Professor Cristiano

GEOMETRIA MOLECULAR E INTERAÇÕES QUÍMICAS MOLECULARES. Professor Cristiano GEOMETRIA MOLECULAR E INTERAÇÕES QUÍMICAS MOLECULARES Professor Cristiano GEOMETRIA MOLECULAR É o estudo de como os átomos estão distribuídos espacialmente em uma molécula. Dependendo dos átomos que a

Leia mais

Funções organometálicas:

Funções organometálicas: Funções organometálicas: 1- Para dar nome em compostos organometálicos, primeiramente coloca-se o nome do radical orgânico e em seguida o nome do metal: a) Metil sódio. b) Dimetil Zinco c) Butil lítio.

Leia mais

ENEM 2009 - Prova resolvida Química

ENEM 2009 - Prova resolvida Química ENEM 2009 - Prova resolvida Química 01. A atmosfera terrestre é composta pelos gases nitrogênio (N 2) e oxigênio (O 2), que somam cerca de 99 %, e por gases traços, entre eles o gás carbônico (CO 2), vapor

Leia mais

Outras Reações na Química Orgânica

Outras Reações na Química Orgânica Outras Reações na Química Orgânica É fácil perceber que, de acordo com a sequência apresentada pelas duas últimas equações químicas, teremos: Também temos obtenção de moléculas maiores a partir de moléculas

Leia mais

química FUVEST ETAPA Resposta QUESTÃO 1 QUESTÃO 2 c) Determine o volume adicionado da solução

química FUVEST ETAPA Resposta QUESTÃO 1 QUESTÃO 2 c) Determine o volume adicionado da solução Química QUESTÃO 1 Um recipiente contém 100 ml de uma solução aquosa de H SO 4 de concentração 0,1 mol/l. Duas placas de platina são inseridas na solução e conectadas a um LED (diodo emissor de luz) e a

Leia mais

Gabarito Química - Grupo A. 1 a QUESTÃO: (1,0 ponto) Avaliador Revisor

Gabarito Química - Grupo A. 1 a QUESTÃO: (1,0 ponto) Avaliador Revisor VESTIB LAR Gabarito Química - Grupo A 1 a QUESTÃO: (1,0 ponto) Avaliador Revisor Muitos álcoois, como o butanol (C 4 H 10 O), têm importância comercial como solventes e matériasprimas na produção industrial

Leia mais

Conteúdo: Substancias e misturas

Conteúdo: Substancias e misturas LISTA 1º. ANO - Substâncias Conteúdo: Substancias e misturas 1- Com relação ao número de fases, os sistemas podem ser classificados como homogêneos ou heterogêneos. As alternativas correlacionam adequadamente

Leia mais

Oxidação de Álcoois Diferenciação de Aldeídos e Cetonas

Oxidação de Álcoois Diferenciação de Aldeídos e Cetonas Oxidação de Álcoois Diferenciação de Aldeídos e Cetonas Portal de Estudos em Química (PEQ) www.profpc.com.br Página 1 01 (Vunesp-SP) Considere o seguinte arranjo experimental: EXERCÍCIOS DE APLICAÇÃO Após

Leia mais

PROPRIEDADES FÍSICAS DAS SUBSTÂNCIAS MOLECULARES (PONTO DE FUSÃO, PONTO DE EBULIÇÃO E SOLUBILIDADE)

PROPRIEDADES FÍSICAS DAS SUBSTÂNCIAS MOLECULARES (PONTO DE FUSÃO, PONTO DE EBULIÇÃO E SOLUBILIDADE) PROPRIEDADES FÍSICAS DAS SUBSTÂNCIAS MOLECULARES (PONTO DE FUSÃO, PONTO DE EBULIÇÃO E SOLUBILIDADE) Portal de Estudos em Química (PEQ) www.profpc.com.br Página 1 EXERCÍCIOS DE APLICAÇÃO 01 (UFRJ-RJ) A

Leia mais

CURSO: QUALIDADE DAS ÁGUAS E POLUIÇÃO: ASPECTOS FÍSICO-QUÍMICOS AULA 4

CURSO: QUALIDADE DAS ÁGUAS E POLUIÇÃO: ASPECTOS FÍSICO-QUÍMICOS AULA 4 CURSO: QUALIDADE DAS ÁGUAS E POLUIÇÃO: ASPECTOS FÍSICO-QUÍMICOS AULA 4 REVISÃO DE QUÍMICA: CONCEITOS DE QUÍMICA ORGÂNICA APLICADOS AOS ESTUDOS DE CONTROLE DA QUALIDADE DAS ÁGUAS Prof. Dr. Roque Passos

Leia mais

Questão 61. Questão 63. Questão 62. alternativa B. alternativa B. alternativa D

Questão 61. Questão 63. Questão 62. alternativa B. alternativa B. alternativa D Questão 61 A limpeza de pisos de mármore normalmente é feita com solução de ácido clorídrico comercial (ácido muriático). Essa solução ácida ataca o mármore, desprendendo gás carbônico, segundo a reação

Leia mais

Lista de Exercícios. Exercícios de Vestibulares: Hidrocarbonetos. Professor Anderson Dino www.aulasdequimica.com.br

Lista de Exercícios. Exercícios de Vestibulares: Hidrocarbonetos. Professor Anderson Dino www.aulasdequimica.com.br Lista de Exercícios Exercícios de Vestibulares: Hidrocarbonetos Professor Anderson Dino NOMENCLATURA 1. Regras de nomenclatura A IUPAC (International Union of Pure and Applied Chemistry) considera como

Leia mais

TEXTO PARA A PRÓXIMA QUESTÃO Na(s) questão(ões) a seguir escreva nos parênteses a soma dos itens corretos.

TEXTO PARA A PRÓXIMA QUESTÃO Na(s) questão(ões) a seguir escreva nos parênteses a soma dos itens corretos. Exercícios de Recuperação COMP. CURRICULAR: QUÍMICA NOME: Nº. SÉRIE: 3 EM PROFESSOR: Flávio DATA: VALOR: 5,0 NOTA: TEXTO PARA A PRÓXIMA QUESTÃO Na(s) questão(ões) a seguir escreva nos parênteses a soma

Leia mais

UFJF CONCURSO VESTIBULAR 2011-2 GABARITO DA PROVA DISCURSIVA DE QUÍMICA

UFJF CONCURSO VESTIBULAR 2011-2 GABARITO DA PROVA DISCURSIVA DE QUÍMICA UFJF CNCURS VESTIBULAR 2011-2 GABARIT DA PRVA DISCURSIVA DE QUÍMICA Questão 1 Sabe-se que compostos constituídos por elementos do mesmo grupo na tabela periódica possuem algumas propriedades químicas semelhantes.

Leia mais

Funções Orgânicas - Questões Objetivas

Funções Orgânicas - Questões Objetivas Funções Orgânicas - Questões Objetivas TEXTO PARA A PRÓXIMA QUESTÃO (Ufpe) Na(s) questão(ões) a seguir escreva nos parênteses a letra (V) se a afirmativa for verdadeira ou (F) se for falsa. 1. A cortisona

Leia mais

Exercícios de revisão Funções e isomeria. Prof. Cristiano Rupp

Exercícios de revisão Funções e isomeria. Prof. Cristiano Rupp Exercícios de revisão Funções e isomeria Prof. ristiano Rupp 1) bserve na ilustração a seguir estruturas de importantes substâncias de uso industrial. Em cada uma dessas substâncias, o número de átomos

Leia mais

Química E Superintensivo

Química E Superintensivo GABARIT Superintensivo Exercícios 01) 02) B 03) A 04) D a) Errada. A cadeia é mista (uma parte aberta e outra fechada). b) Errada. A cadeia é heterogênea, tem dois heteroátomos: e N. c) erta. Possui uma

Leia mais

UNIVERSIDADE DO ESTADO DO PARÁ PRISE/PROSEL- 1ª ETAPA DISCIPLINA QUIMICA EIXO TEMÁTICO: MATÉRIA, TRASFORMAÇÕES QUÍMICAS E AMBIENTE

UNIVERSIDADE DO ESTADO DO PARÁ PRISE/PROSEL- 1ª ETAPA DISCIPLINA QUIMICA EIXO TEMÁTICO: MATÉRIA, TRASFORMAÇÕES QUÍMICAS E AMBIENTE PRISE/PROSEL- 1ª ETAPA EIXO TEMÁTICO: MATÉRIA, TRASFORMAÇÕES QUÍMICAS E AMBIENTE COMPETÊNCIA HABILIDADE CONTEÚDO - Compreender as transformações químicas em linguagem discursivas. - Compreender os códigos

Leia mais

OS SEMELHANTES SE ATRAEM?

OS SEMELHANTES SE ATRAEM? OS SEMELHANTES SE ATRAEM? Objetivo Analisar a solubilidade de substâncias de uso doméstico. Descrição A solubilidade de substâncias se dá em função de uma afinidade eletrônica existente entre as espécies

Leia mais

Isomeria - Questões Objetivas

Isomeria - Questões Objetivas Isomeria - Questões Objetivas 1. (Ufpe) A cortisona é um esteróide que possui efeito antiinflamatório e é importante no tratamento da asma e da artrite. A partir de sua estrutura, podemos afirmar que a

Leia mais

Radiação Micro-ondas: Teoria. Joaquim A. Nóbrega djan@terra.com.br

Radiação Micro-ondas: Teoria. Joaquim A. Nóbrega djan@terra.com.br Radiação Micro-ondas: Teoria Joaquim A. Nóbrega djan@terra.com.br Preparo de Amostras Objetivos - Capacidade para digerir simultanea/e múltiplas amostras - Capacidade de monitorar e controlar condições

Leia mais

www.professormazzei.com ISOMERIA Folha 01 João Roberto Fortes Mazzei

www.professormazzei.com ISOMERIA Folha 01 João Roberto Fortes Mazzei 01. Dentre as alternativas a seguir, é incorreto afirmar que: a) etanol e etóxi-etano apresentam, respectivamente, isomeria funcional e de compensação. b) 2-buteno e propino apresentam, respectivamente,

Leia mais

TURMA DE REVISÃO - EMESCAM 1º SEMESTRE 2012 - QUÍMICA

TURMA DE REVISÃO - EMESCAM 1º SEMESTRE 2012 - QUÍMICA TURMA DE REVISÃO - EMESCAM 1º SEMESTRE 2012 - QUÍMICA Prof. Borges EXERCÍCIOS DE AMINOÁCIDOS 1. (Fuvest) A hidrólise de um peptídeo rompe a ligação peptídica, originando aminoácidos. Quantos aminoácidos

Leia mais

REVISÃO QUÍMICA. Profº JURANDIR QUÍMICA

REVISÃO QUÍMICA. Profº JURANDIR QUÍMICA REVISÃO QUÍMICA Profº JURANDIR QUÍMICA 01.(UFPB) A teoria de Bohr introduziu uma série de inovações no modelo atômico. Dentre elas destacam-se: ( I )A energia não é emitida de forma contínua, mas em blocos,

Leia mais

Química. Resolução das atividades complementares. Q49 Polaridade das moléculas

Química. Resolução das atividades complementares. Q49 Polaridade das moléculas Resolução das atividades complementares 4 Química Q49 Polaridade das moléculas p 7 1 Em relação à polaridade das moléculas, responda: a) Quais as condições para que uma molécula seja polar? b) Uma molécula

Leia mais

Compostos Halogenados

Compostos Halogenados CLÉGI ESTADUAL RAINHA DA PAZ, ENSIN MÉDI REPSIÇÃ DAS AULAS D DIA 03/07/2012 DAS 3 ª SÉRIES: A, B, C. Professor MSc. Elaine Sugauara Disciplina de Química Compostos Halogenados São compostos que apresentam

Leia mais

5. Unifor-CE) Considere a tabela de pontos de fusão e pontos de ebulição das substâncias a seguir, a um atmosfera de pressão:

5. Unifor-CE) Considere a tabela de pontos de fusão e pontos de ebulição das substâncias a seguir, a um atmosfera de pressão: CURSO PREPARATÓRIO PARA BOMBEIRO - COMBATENTE GRANCURSOS DISCIPLINA QUÍMICA PROF. MARCUS VINÍCIUS DIAS DE OLIVEIRA AULA 1 1. (UNB) Os diagramas representam modelos de substâncias simples, compostas e/ou

Leia mais

CURSO MÁXIMO VESTIBULARES. LISTA DE EXERCÍCIOS COMPLEMENTARES QO.03 e QO.04 FUNÇÕES ORGÂNICAS I e II PROFª HAIRA

CURSO MÁXIMO VESTIBULARES. LISTA DE EXERCÍCIOS COMPLEMENTARES QO.03 e QO.04 FUNÇÕES ORGÂNICAS I e II PROFª HAIRA CURSO MÁXIMO VESTIBULARES LISTA DE EXERCÍCIOS COMPLEMENTARES QO.03 e QO.04 FUNÇÕES ORGÂNICAS I e II PROFª HAIRA 1. (C. E. Juiz de Fora-MG) Dentre os compostos abaixo, apresenta carbonila: a) CH 3 Cl b)

Leia mais

Processo de Avaliação Seriada

Processo de Avaliação Seriada QUÍMICA Considera-se importante que o ensino da Química não promova a necessidade de uma excessiva memorização, mas possibilite ao estudante adquirir a capacidade de observar e descrever fenômenos, de

Leia mais

Prof: René dos Reis Borges

Prof: René dos Reis Borges OS MATERIAIS E SUAS PROPRIEDADES 01) (FATEC) Um estudante recebeu uma amostra na forma de um pó branco, constituída por mistura das substâncias sólidas A e B, que frente à água comportam-se como registra

Leia mais

EXAME QUALIFICAÇÃO UERJ 2015. MATERIAL RETIRADO DO SITE: http://www.revista.vestibular.uerj.br/

EXAME QUALIFICAÇÃO UERJ 2015. MATERIAL RETIRADO DO SITE: http://www.revista.vestibular.uerj.br/ EXAME QUALIFICAÇÃO UERJ 2015 MATERIAL RETIRADO DO SITE: http://www.revista.vestibular.uerj.br/ 01. Observe na tabela a distribuição percentual dos principais elementos químicos cujos átomos, combinados,

Leia mais

A resposta correta deve ser a letra B.

A resposta correta deve ser a letra B. ITA - 1999 1- (ITA-99) Assinale a opção CORRETA em relação à comparação das temperaturas de ebulição dos seguintes pares de substâncias: a) Éter dimetílico > etanol; Propanona > ácido etanóico; Naftaleno

Leia mais

QUÍMICA Exercícios de revisão resolvidos

QUÍMICA Exercícios de revisão resolvidos 13. (ENEM 2014) O principal processo industrial utilizado na produção de fenol é a oxidação do cumeno (isopropilbenzeno). A equação mostra que esse processo envolve a formação do hidroperóxido de cumila,

Leia mais

Forças intermoleculares e consequências

Forças intermoleculares e consequências Forças intermoleculares e consequências 01. (Fuvest - adaptado) Os pontos de ebulição, sob pressão de 1atm, da propanona, butanona, 3-pentanona e 3-hexanona são, respectivamente, 56, 80, 101 e 124 C. Estabeleça

Leia mais

Sumário. Unidade 1 O carbono e seus compostos 14. Capítulo 2 Compostos de carbono... 32. Carbono, um elemento muito especial... 16

Sumário. Unidade 1 O carbono e seus compostos 14. Capítulo 2 Compostos de carbono... 32. Carbono, um elemento muito especial... 16 Sumário Unidade 1 O carbono e seus compostos 14 Capítulo 1 Carbono, um elemento muito especial... 16 1. Introdução à Química Orgânica... 17 A Teoria da Força Vital... 18 Nascimento e evolução da Química

Leia mais

Reação de Substituição em Alcanos

Reação de Substituição em Alcanos Reação de Substituição em Alcanos 1.1. Definição 1.2. Fórmula Geral Portal de Estudos em Química (PEQ) www.profpc.com.br Página 1 EXERCÍCIOS DE APLICAÇÃO 01 (FAAP-SP) Com relação aos alcanos, é correto

Leia mais

Distribuição esquemática de íons de um sal dissolvido em água

Distribuição esquemática de íons de um sal dissolvido em água UNESP 2011/2 1-Soluções são misturas homogêneas de duas ou mais substâncias. A água é um solvente muito eficaz para solubilizar compostos iônicos. Quando um composto iônico se dissolve em água, a solução

Leia mais

Nº máximo 2 8 18 32 32 18 2. Camadas K L M N O P Q 20 Ca (Z=20) 2 8??

Nº máximo 2 8 18 32 32 18 2. Camadas K L M N O P Q 20 Ca (Z=20) 2 8?? Ligações químicas Na natureza, todos os sistemas tendem a adquirir a maior estabilidade possível. Os átomos ligam-se uns aos outros para aumentar a sua estabilidade. Os gases nobres são as únicas substâncias

Leia mais

SEI Ensina - MILITAR Química

SEI Ensina - MILITAR Química SEI Ensina - MILITA Química Funções e Nomenclaturas e Química rgânica idrocarbonetos e Derivados alogenados Função aracterística Nomenclatura idrocarbonetos Somente átomos de arbono e idrogênio o Alcanos

Leia mais

CONTEÚDOS DE QUÍMICA POR BIMESTRE PARA O ENSINO MÉDIO COM BASE NOS PARÂMETROS CURRICULARES DO ESTADO DE PERNAMBUCO

CONTEÚDOS DE QUÍMICA POR BIMESTRE PARA O ENSINO MÉDIO COM BASE NOS PARÂMETROS CURRICULARES DO ESTADO DE PERNAMBUCO DE QUÍMICA POR BIMESTRE PARA O ENSINO MÉDIO COM BASE NOS PARÂMETROS CURRICULARES DO ESTADO DE PERNAMBUCO GOVERNADOR DE PERNAMBUCO Paulo Henrique Saraiva Câmara SECRETÁRIO DE EDUCAÇÃO E ESPORTES Frederico

Leia mais

TURMA DOS 30 01. Considere a cadeia carbônica representada a seguir:

TURMA DOS 30 01. Considere a cadeia carbônica representada a seguir: 01. Considere a cadeia carbônica representada a seguir: 06. Considere as seguintes substâncias e suas fórmulas estruturais: I. Antídoto efetivo no envenenamento por arsênio: Os carbonos numerados classificam-se

Leia mais

QUÍMICA. LIGAÇÕES QUÍMICAS -GEOMETRIA e POLARIDADE MOLECULAR - HIBRIDIZAÇÃO - FORÇAS INTERMOLECULARES - PIRES

QUÍMICA. LIGAÇÕES QUÍMICAS -GEOMETRIA e POLARIDADE MOLECULAR - HIBRIDIZAÇÃO - FORÇAS INTERMOLECULARES - PIRES QUÍMICA Prof. Daniel Pires LIGAÇÕES QUÍMICAS -GEOMETRIA e POLARIDADE MOLECULAR - HIBRIDIZAÇÃO - FORÇAS INTERMOLECULARES - PIRES 1. Considere as seguintes moléculas: H O; PC؃; BHƒ; SF e CO. a) Indique

Leia mais

QUÍMICA FUNÇÕES ORGÂNICAS OXIGENADAS. 1. (EFOA MG) As estruturas abaixo representam algumas substâncias usadas em protetores solares.

QUÍMICA FUNÇÕES ORGÂNICAS OXIGENADAS. 1. (EFOA MG) As estruturas abaixo representam algumas substâncias usadas em protetores solares. QUÍMIA Prof. Bruno Rocha FUNÇÕES RGÂNIAS XIGENADAS 1. (EFA MG) As estruturas abaixo representam algumas substâncias usadas em protetores solares. 2 H H H H 2 H 2 H(H 2 ) H H 2 H NH 2 H H A função que NÃ

Leia mais

COLÉGIO META QUÍMICA ORGÂNICA II. Prof. ABEL SCUPELITI ARTILHEIRO SÃO PAULO

COLÉGIO META QUÍMICA ORGÂNICA II. Prof. ABEL SCUPELITI ARTILHEIRO SÃO PAULO COLÉGIO META QUÍMICA ORGÂNICA II Prof. ABEL SCUPELITI ARTILHEIRO SÃO PAULO 2012 1 CAPÍTULO 1 - FORÇAS INTERMOLECULARES 1) DEFINIÇÃO As propriedades dos compostos dependem, parcialmente, da geometria e

Leia mais

QUÍMICA. Prof. Sandro Lyra PETRÓLEO E OUTRAS FONTES DE ENERGIA

QUÍMICA. Prof. Sandro Lyra PETRÓLEO E OUTRAS FONTES DE ENERGIA QUÍMICA Prof. Sandro Lyra PETRÓLEO E OUTRAS FONTES DE ENERGIA 1. (FUVEST) O gás engarrafado, usualmente consumido como combustível em fogões, é: a) produzido em laboratório, pela reação entre hidrogênio

Leia mais

Exercícios sobre Termoquímica- Energia de ligação

Exercícios sobre Termoquímica- Energia de ligação Exercícios sobre Termoquímica- Energia de ligação 01. (Cesgranrio) Sendo dadas as seguintes entalpias de reação: C (s) C (g) H = + 170,9 kcal/mol 2 H 2 (g) 4H (g) H = + 208,4 kcal/mol C (s) + 2 H 2 (g)

Leia mais

Todas as reações dos Compostos de Grignard

Todas as reações dos Compostos de Grignard Todas as reações dos Compostos de Grignard Primeiramente vamos relembrar os compostos de Gringnard. Compostos de Grignard são os principais compostos organometálicos da química orgânica, onde o metal é

Leia mais

UNESP- 2013- Vestibular de Inverno

UNESP- 2013- Vestibular de Inverno UNESP- 2013- Vestibular de Inverno 1-Compostos de crômio têm aplicação em muitos processos industriais, como, por exemplo, o tratamento de couro em curtumes e a fabricação de tintas e pigmentos. Os resíduos

Leia mais

EXERCÍCIOS DE APLICAÇÃO

EXERCÍCIOS DE APLICAÇÃO TAREFINHA DE QUÍMICA - 1 COLEGIAL DATA DE ENTREGA: 28/03 EXERCÍCIOS DE APLICAÇÃO 1. (UGF-RJ) O aquecimento global já apresenta sinais visíveis em alguns pontos do planeta. Numa ilha do Alasca na aldeia

Leia mais

Resolução da Prova de Química Vestibular UFRGS 2006 Prof. Emiliano Chemello

Resolução da Prova de Química Vestibular UFRGS 2006 Prof. Emiliano Chemello Níveis de dificuldade das Questões Fácil 11 questões Médio 14 questões Difícil 5 questões Resolução da Prova de Química Vestibular UFRGS 2006 Prof. Emiliano Chemello www.quimica.net/emiliano chemelloe@yahoo.com.br

Leia mais

A) a existência do oceano líquido é uma hipótese possível, pois um sal solúvel só forma uma mistura homogênea com a água, quando ela está líquida.

A) a existência do oceano líquido é uma hipótese possível, pois um sal solúvel só forma uma mistura homogênea com a água, quando ela está líquida. TEXTO PARA A QUESTÃO 1. Sonda espacial detecta sal de cozinha em lua de Saturno A análise da composição química do anel mais externo de Saturno revelou a presença de 98% de água, 1% de cloreto de sódio,

Leia mais

Componentes do Petróleo

Componentes do Petróleo Componentes do Petróleo Baseado em: McCAIN, W. D. The Properties of Petroleum Fluids. 2. ed. Tulsa: PennWell, 1990. SZKIO, A. S. Fundamentos do Refino de Petróleo. 1. ed. Rio de Janeiro: Interciências,

Leia mais

Reações orgânicas: adição, substituição e eliminação

Reações orgânicas: adição, substituição e eliminação Reações orgânicas: adição, substituição e eliminação 01. (Ufpe) Na(s) questão(ões) a seguir escreva nos parênteses a letra (V) se a afirmativa for verdadeira ou (F) se for falsa. Considere os seguintes

Leia mais

Separação de Compostos Orgânicos por Cromatografia em Papel e Extração por Solventes.

Separação de Compostos Orgânicos por Cromatografia em Papel e Extração por Solventes. Unidade 3 ( 6ª. e 7ª. Semanas): Separação de Compostos Orgânicos por Cromatografia em Papel e Extração por Solventes. Nessa Unidade, o experimento deverá ser realizado pelo Aluno em sua Casa envolvendo:

Leia mais

2009 Reposta: Alternativa C Resolução comentada:

2009 Reposta: Alternativa C Resolução comentada: 2009 1-A atmosfera terrestre é composta pelos gases nitrogênio (N 2 ) e oxigênio (O 2 ), que somam cerca de 99%, e por gases traços, entre eles o gás carbônico (CO 2 ), vapor de água (H 2 O), metano (CH

Leia mais

QUESTÕES DE QUÍMICA DA UNICAMP PROVA DE 2014.

QUESTÕES DE QUÍMICA DA UNICAMP PROVA DE 2014. QUESTÕES DE QUÍMICA DA UNICAMP PROVA DE 2014. 1- Prazeres, benefícios, malefícios, lucros cercam o mundo dos refrigerantes. Recentemente, um grande fabricante nacional anunciou que havia reduzido em 13

Leia mais

Índice. Centro de Educação Tecnológica de Minas Gerais Curso Técnico de Mecânica Disciplina: Máquinas Térmicas. Aluno: n.

Índice. Centro de Educação Tecnológica de Minas Gerais Curso Técnico de Mecânica Disciplina: Máquinas Térmicas. Aluno: n. Centro de Educação Tecnológica de Minas Gerais Curso Técnico de Mecânica Disciplina: Máquinas Térmicas Índice Aluno: n.º: - Turma: 1) Definição de combustíveis 3 2) Classificação 3 2.1) Sólido 3 2.2) Líquido

Leia mais

PROVA DE QUÍMICA - 1998 Segunda Etapa

PROVA DE QUÍMICA - 1998 Segunda Etapa PROVA DE QUÍMICA - 1998 Segunda Etapa QUESTÃO 01 Num laboratório químico, havia três frascos que continham, respectivamente, um alcano, um álcool e um alqueno. Foram realizados experimentos que envolviam

Leia mais

Resolução: 0,86ºC. x = 0,5 mol etanol/kg acetona. 0,5 mol 1000 g de acetona. 200 g de acetona. y = 0,1 mol de etanol. 1 mol de etanol (C 2 H 6 O) 46 g

Resolução: 0,86ºC. x = 0,5 mol etanol/kg acetona. 0,5 mol 1000 g de acetona. 200 g de acetona. y = 0,1 mol de etanol. 1 mol de etanol (C 2 H 6 O) 46 g (ACAFE) Foi dissolvida uma determinada massa de etanol puro em 200 g de acetona acarretando em um aumento de 0,86 C na temperatura de ebulição da acetona. Dados: H: 1 g/mol, C: 12 g/mol, O: 16 g/mol. Constante

Leia mais

QUÍMICA. 01. A Coréia do Norte realizou, recentemente, um teste. 03. A Tabela abaixo apresenta a variação da pressão de

QUÍMICA. 01. A Coréia do Norte realizou, recentemente, um teste. 03. A Tabela abaixo apresenta a variação da pressão de QUÍMIA 01. A oréia do Norte realizou, recentemente, um teste nuclear subterrâneo, que foi condenado pelo onselho de Segurança da ONU. Sabe-se que as armas em desenvolvimento por aquele país estão baseadas

Leia mais

Prova de Química Vestibular ITA 1996

Prova de Química Vestibular ITA 1996 Prova de Química Vestibular ITA 1996 Versão 1.0 Química ITA 1996 01) (ITA-96) Qual dos ácidos abaixo é o menos volátil? hexano. a) HCl b) HI c) H 2 SO 3 d) H 2 SO 4 e) CH 3 CH 2 COOH 02) (ITA-96) Aquecendo,

Leia mais

PROF. RENÉ DOS REIS BORGES

PROF. RENÉ DOS REIS BORGES 1. (Ufrj 2008) Os mais famosos violinos do mundo foram fabricados entre 1600 e 1750 pelas famílias Amati, Stradivari e Guarneri. Um dos principais segredos desses artesãos era o verniz, tido como o responsável

Leia mais

Orgânica Cadeias Carbônicas

Orgânica Cadeias Carbônicas Orgânica Cadeias Carbônicas 1. (Pucrj 2014) Considere as afirmativas a seguir sobre o 2-metilpentano. I. Possui cadeia carbônica normal. II. Possui fórmula molecular C6H 14. III. É um hidrocarboneto insaturado.

Leia mais

REVISÃO QUÍMICA. Profº JURANDIR QUÍMICA

REVISÃO QUÍMICA. Profº JURANDIR QUÍMICA REVISÃO QUÍMICA Profº JURANDIR QUÍMICA DADOS 01. (ENEM 2004) Em setembro de 1998, cerca de 10.000 toneladas de ácido sulfúrico (H 2 SO 4 ) foram derramadas pelo navio Bahamas no litoral do Rio Grande

Leia mais

LIGAÇÕES QUÍMICAS TEORIA CORPUSCULAR

LIGAÇÕES QUÍMICAS TEORIA CORPUSCULAR LIGAÇÕES QUÍMICAS 5 TEORIA CORPUSCULAR 1 INTRODUÇÃO O fato de os gases nobres existirem na natureza como átomos isolados, levou os cientistas KOSSEL e LEWIS a elaborar um modelo para as ligações químicas.

Leia mais

Exercícios com Gabarito de Química Cadeias Carbônicas e Hibridação

Exercícios com Gabarito de Química Cadeias Carbônicas e Hibridação Exercícios com Gabarito de Química Cadeias Carbônicas e Hibridação 01. (COVEST/11) O ácido acetil salicílico (AAS) é um importante analgésico sintético: 2-2) Todos os carbonos presentes na molécula da

Leia mais

Fração. Página 2 de 6

Fração. Página 2 de 6 1. (Fgv 2014) De acordo com dados da Agência Internacional de Energia (AIE), aproximadamente 87% de todo o combustível consumido no mundo são de origem fóssil. Essas substâncias são encontradas em diversas

Leia mais

COMPOSTOS OXIGENADOS (III)

COMPOSTOS OXIGENADOS (III) COMPOSTOS OXIGENADOS (III) Portal de Estudos em Química (PEQ) www.profpc.com.br Página 1 EXERCÍCIOS DE APLICAÇÃO 01 (PUC-RS) Na coluna, estão relacionadas as estruturas de algumas substâncias químicas

Leia mais

QUÍMICA PRIMEIRA ETAPA - 1997 - TARDE

QUÍMICA PRIMEIRA ETAPA - 1997 - TARDE QUÍMICA PRIMEIRA ETAPA - 1997 - TARDE QUESTÃO 01 Um estudante listou os seguintes processos como exemplos de fenômenos que envolvem reações químicas: I adição de álcool à gasolina. II fermentação da massa

Leia mais

Ciclo Alcanos ou Ciclanos

Ciclo Alcanos ou Ciclanos Ciclo Alcanos ou Ciclanos Portal de Estudos em Química (PEQ) www.profpc.com.br Página 1 Resumindo temos: Portal de Estudos em Química (PEQ) www.profpc.com.br Página 2 EXERCÍCIOS DE APLICAÇÃO 01 Considerando

Leia mais

SEPARAÇÃO DE MISTURAS Exercícios

SEPARAÇÃO DE MISTURAS Exercícios SEI Ensina - MILITAR Química SEPARAÇÃO DE MISTURAS Exercícios 1.A água potável é um recurso natural considerado escasso em diversas regiões do nosso planeta. Mesmo em locais onde a água é relativamente

Leia mais

CURSO MÁXIMO VESTIBULARES LISTA DE EXERCÍCIOS COMPLEMENTARES QO.02 HIDROCARBONETOS E NOMENCLATURA PROFª HAIRA

CURSO MÁXIMO VESTIBULARES LISTA DE EXERCÍCIOS COMPLEMENTARES QO.02 HIDROCARBONETOS E NOMENCLATURA PROFª HAIRA CURSO MÁXIMO VESTIBULARES LISTA DE EXERCÍCIOS COMPLEMENTARES QO.02 HIDROCARBONETOS E NOMENCLATURA PROFª HAIRA 1. Um dos componentes da gasolina que abastece os automóveis é o isoctano, de fórmula estrutural:

Leia mais

GUIA DE ESPECIFICAÇÕES DO SENSOR DETECTOR DE GÁS MERIDIAN

GUIA DE ESPECIFICAÇÕES DO SENSOR DETECTOR DE GÁS MERIDIAN GUIA DE ESPECIFICAÇÕES DO SENSOR DETECTOR DE GÁS MERIDIAN ÍNDICE GUIA DE ESPECIFICAÇÕES DO SENSOR MERIDIAN SENSORES PARA GASES COMBUSTÍVEIS 3 Sensor de gás combustível por oxidação catalítica 4 Fatores

Leia mais

QUÍMICA. Questão 31. Questão 32

QUÍMICA. Questão 31. Questão 32 QUÍMICA Questão 3 Em 9,9 g de um sal de cálcio encontra-se 0,5 mol desse elemento. Qual a massa molar do ânion trivalente que forma esse sal? Dado: Ca 40 g/mol. (A) 39 g/mol. (B) 278 g/mol. (C) 63,3 g/mol.

Leia mais

~1900 Max Planck e Albert Einstein E fóton = hυ h = constante de Planck = 6,63 x 10-34 Js. Comprimento de Onda (nm)

~1900 Max Planck e Albert Einstein E fóton = hυ h = constante de Planck = 6,63 x 10-34 Js. Comprimento de Onda (nm) Ultravioleta e Visível ~1900 Max Planck e Albert Einstein E fóton = hυ h = constante de Planck = 6,63 x 10-34 Js Se, c = λ υ, então: E fóton = h c λ Espectro Contínuo microwave Luz Visível Comprimento

Leia mais

Ciências da Natureza, Matemática e suas Tecnologias - QUÍMICA

Ciências da Natureza, Matemática e suas Tecnologias - QUÍMICA Natal, 04 de abril de 2011 Ciências da Natureza, Matemática e suas Tecnologias - QUÍMICA No final do século XVIII, o cientista francês Antoine-Laurent de Lavoisier, considerado o pai da química moderna

Leia mais

Capítulo 2. Caracterização dos gases Combustíveis

Capítulo 2. Caracterização dos gases Combustíveis Capítulo 2 Caracterização dos gases Combustíveis 1 Caracterização dos gases combustíveis... 1 2 Principais características dos gases... 2 2.1 Gases da 1ª família gás de cidade... 2 2.2 Gases da 2ª família

Leia mais

Coordenação Nacional da Norma - ABNT NBR 14.787, publicada em Dezembro de 2001; Membro do GT Tripartite da NR-33, publicada em 27/12/2006.

Coordenação Nacional da Norma - ABNT NBR 14.787, publicada em Dezembro de 2001; Membro do GT Tripartite da NR-33, publicada em 27/12/2006. Coordenação Nacional da Norma - ABNT NBR 14.787, publicada em Dezembro de 2001; Membro do GT Tripartite da NR-33, publicada em 27/12/2006. Al. Iraé, 620 conjunto 56 Indianópolis São Paulo SP Tel: (11)

Leia mais

Pág. 1. COMISSÃO PERMANENTE DE SELEÇÃO - COPESE PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO - PROGRAD CONCURSO VESTIBULAR 2009 2ª Fase PROVA DE QUÍMICA

Pág. 1. COMISSÃO PERMANENTE DE SELEÇÃO - COPESE PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO - PROGRAD CONCURSO VESTIBULAR 2009 2ª Fase PROVA DE QUÍMICA Questão 1: As bebidas alcoólicas contêm etanol e podem ser obtidas pela destilação do álcool (ex. whiskey e vodka) ou pela fermentação de uma variedade de produtos como frutas e outros vegetais (ex. vinho

Leia mais

Propriedades coligativas

Propriedades coligativas Química Aula de Revisão 9 3 os anos Décio ago/09 Nome: Nº: Turma: Propriedades coligativas Objetivo O objetivo dessa ficha é dar continuidade à revisão do 3º ano Química, dos assuntos mais significativos.

Leia mais

TC Revisão 2 Ano Termoquímica e Cinética Prof. Alexandre Lima

TC Revisão 2 Ano Termoquímica e Cinética Prof. Alexandre Lima TC Revisão 2 Ano Termoquímica e Cinética Prof. Alexandre Lima 1. Em diversos países, o aproveitamento do lixo doméstico é quase 100%. Do lixo levado para as usinas de compostagem, após a reciclagem, obtém-se

Leia mais

nome de Química do C1. De uma maneira geral é possível dividir estes produtos em três categorias:

nome de Química do C1. De uma maneira geral é possível dividir estes produtos em três categorias: ,1752'8d 2 O gás natural é composto, principalmente, de metano (até 98%) e por alguns hidrocarbonetos de maior peso molecular (de C 2 a C 6 ) além dos diluentes N 2 e CO 2. Com o uso crescente de petróleo

Leia mais

PARTE 1 TESTES DE ESCOLHA SIMPLES

PARTE 1 TESTES DE ESCOLHA SIMPLES FUNDAÇÃO ESCOLA TÉCNICA LIBERATO SALZANO VIEIRA DA CUNHA VIII OLIMPÍADA DE QUÍMICA DA LIBERATO OQL DATA: 24/08/2013 MODALIDADE: EM-1 Nº DE INSCRIÇÃO: INFORMAÇÕES Escrever o NÚMERO DE INSCRIÇÃO na grade

Leia mais

PROPRIEDADES COLIGATIVAS I

PROPRIEDADES COLIGATIVAS I PROPRIEDADES COLIGATIVAS I CONCEITO São propriedades que dependem unicamente do número de partículas dispersas na solução. Não dependem da natureza das partículas dispersas. Observe, a seguir, alguns dados

Leia mais

BIOQUÍMICA. 3 X + glicerol

BIOQUÍMICA. 3 X + glicerol BIQUÍMIA 1- A fermentação da celulose, em condições de anaerobiose do solo, origina ácidos orgânicos alifáticos e monocarboxílicos de cadeia normal com 2, 3 ou 4 átomos de carbono. As etapas das reações

Leia mais

ISOMERIA PLANA. Portal de Estudos em Química (PEQ) www.profpc.com.br Página 1

ISOMERIA PLANA. Portal de Estudos em Química (PEQ) www.profpc.com.br Página 1 ISOMERIA PLANA Portal de Estudos em Química (PEQ) www.profpc.com.br Página 1 EXERCÍCIOS DE APLICAÇÃO 01 (Mackenzie-SP) Relativamente ao álcool secundário, de fórmula molecular C 3 H 7 OH, é incorreto afirmar

Leia mais