APRESENTAÇÃO DO PROJETO OBJETIVOS

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "APRESENTAÇÃO DO PROJETO OBJETIVOS"

Transcrição

1

2

3

4

5 APRESENTAÇÃO DO PROJETO OBJETIVOS REDUZIR A ASSIMETRIA DE INFORMAÇÃO NO MERCADO AVALIAR AS CONDIÇÕES DA SAFRA 2014/15 DE SOJA E MILHO NO BRASIL

6 APRESENTAÇÃO DO PROJETO FORMATO 95 MIL KM PERCORRIDOS 135 INTEGRANTES 9 EQUIPES 45 PESSOAS DIRETAMENTE ENVOLVIDAS NA ORGANIZAÇÃO CONTATO DIRETO PRODUTORES 12 EVENTOS REGIONAIS

7 EQUIPES EQUIPES 6 AVALIAÇÃO SOJA 3 AVALIAÇÃO MILHO VERÃO E 2ª SAFRA WEBSITE Divulgação de dados de safra e exposição dos patrocinadores 12 EVENTOS REGIÕES DE PRODUÇÃO EVENTO = ENCONTROS NAS FAZENDAS FINAL CONTATO DIRETO PRODUTORES Divulgação dos dados do Rally da Safra; Interação com produtores; Palestras Técnicas e Comerciais PATROCINADORES.

8 ROTEIRO MILHO 1ª SAFRA EQUIPE 1 29/ Janeiro a 04/ Fevereiro; Santa Catarina/ Rio Grande do Sul/ Paraná Campo Novo Do Parecis Sapezal Cuiabá Sorriso Lucas do Rio Verde Rondonópolis Mineiros Rio Verde Eventos Chapecó/SC e Cruz Alta/RS Dourados Campo Grande Toledo Pato Branco Chapecó Cruz Alta Naviraí Campo Mourão Londrina Ponta Grossa Campos Novos Passo Fundo

9 EQUIPE 2 02 a 11/ Fevereiro; Goiás/Mato Grosso Evento Jataí/GO e Sinop/MT C. Novo Parecis Sorriso Rondonópolis Sinop Nova Mutum Campo Grande Primavera do Leste Jataí Rio Verde EQUIPE 3 04 a 09/ Fevereiro; Mato Grosso do Sul/ Paraná Dourados Toledo Naviraí Campo Mourão Londrina Evento Campo Mourão/PR

10 Vila Rica Araguaína Redenção Campos Lindos Balsas Uruçu Bom Jesus EQUIPE 4 23 a 28/ Fevereiro; Mato Grosso/ Pará/ Tocantins EQUIPE 5 01 a 06/ Março; Maranhão/ Piauí/ Tocantins Sinop Querência Gaúcha do Norte LEM Catalão Unaí Barreiras Posto do Rosário Uberlândia Londrina EQUIPE 6 9 a 18/ Março Paraná/ Rio Grande do Sul/ Santa Catarina Evento Ponta Grossa/PR e Passo Fundo/RS EQUIPE 7 10 a 17/ Março; Bahia/ Minas Gerais/ Goiás Evento LEM/BA e Uberlândia/MG Guarapuava Chapecó Palmeira das Missões Santiago Ponta Grossa Campos Novos Passo Fundo Cruz Alta

11 ROTEIRO MILHO 2ª SAFRA Sapezal Campo Novo Do Parecis Sorriso Lucas do Rio Verde EQUIPE 8 24/maio a 02/Junho; Evento Rondonópolis EQUIPE 9 08 a 13 de Junho; Eventos Naviraí/MS e Toledo/PR Cuiabá Dourados Campo Grande Toledo Rondonópolis Naviraí Campo Mourão Mineiros Rio Verde Londrina 15 mil km percorridos

12 AVALIAÇÕES REALIZADAS Produtividades das lavouras de soja e milho Levantamento da participação de transgênicos e Intacta Avaliação de pragas, doenças e plantas daninhas Mapeamento dos níveis de fertilidade do solo

13 AVALIAÇÕES REALIZADAS Avaliação do plantio direto Análise das condições logísticas Características físicas e nutricionais da soja Entrevistas com produtores

14 AMOSTRAS SOJA 960 MILHO 124 MILHO 2ª SAFRA 306 TOTAL 1390 MATO GROSSO Amostras Área Grãos

15 AMOSTRAS SOJA 960 MILHO 124 MILHO 2ª SAFRA 306 TOTAL 1390 MÉDIO NORTE MATO GROSSO

16 AMOSTRAS SOJA 960 MILHO 124 MILHO 2ª SAFRA 306 TOTAL 1390 BR-163 4,0 km SORRISO/MT

17 AMOSTRAS SOJA 960 MILHO 124 MILHO 2ª SAFRA 306 TOTAL 1390 MILHO SAFRINHA

18 ENTREVISTAS COM PRODUTORES 580 questionários nos eventos regionais 112 visitas técnicas 1,4 milhão ha de plantio 25 ha menor produtor 300 mil ha maior produtor 1,9 mil ha tamanho médio das propriedades Entrevistados que aumentaram ou irão aumentar os investimentos INFRA-ESTRUTURA 48% 53% 36% 48% 53% 36% 12/13 13/14 14/15 ÁREA PLANTADA 24% 48% 38% 30% MÁQUINAS E EQUIPAMENTOS 84% 84% 59% 38% 12/13 13/14 14/15 12/13 13/14 14/15 FONTE: Rally da Safra

19

20 DESTAQUES Produtividade recorde compensa a estabilidade na área plantada. Produtividades das primeiras áreas acima da expectativa na maioria das regiões; Nas lavouras mais tardias o prolongamento das chuvas aumentou o potencial produtivo; Preocupação com capacidade de armazenamento por parte dos produtores e aumento na procura por silos bag no MT, MS e GO. Pragas e doenças dentro da normalidade, exceção a ferrugem no Médio Norte do MT; A colheita deverá atrasar devido ao excesso de umidade; Baixa produtividade e altas dosagens de fungicidas no cultivo da soja safrinha;

21 Resultados MILHO 2ª SAFRA Estado Área (mi ha) Produtividade (scs/ha) Produção (mi t.) 2013/ / / / / /15 Paraná 1,9 1,9 89,8 89,8 10,2 10,2 São Paulo 0,3 0,3 74,9 80,0 1,5 1,7 Mato Grosso do Sul 1,5 1,6 85,7 88,5 8,0 8,3 Mato Grosso 3,5 3,4 83,9 101,7 17,6 21,0 Goiás 1,0 1,0 102,2 112,1 5,8 6,8 MAPITOBA 0,6 0,6 58,2 52,9 2,2 1,8 Outros 0,6 0,7 81,9 78,0 3,1 3,1 Brasil 9,5 9,5 85,1 92,9 48,4 52,9 Fonte: Rally da Safra

22 Resultados MILHO VERÃO Área (mi ha) Produtividade (scs/ha) Produção (mi t.) Estado 2013/ / / / / /15 Rio Grande do Sul 1,0 0,9 92,4 109,3 5,7 6,2 Santa Catarina 0,5 0,4 123,1 129,2 3,5 3,2 Paraná 0,7 0,5 135,9 144,2 5,4 4,7 São Paulo 0,4 0,4 87,7 97,8 2,2 2,3 Minas Gerais 1,1 1,0 87,2 90,1 5,7 5,5 Goiás 0,3 0,3 125,0 125,0 2,2 1,9 Bahia 0,5 0,5 75,8 75,1 2,5 2,3 Piauí 0,4 0,4 38,7 48,3 0,9 1,1 Maranhão 0,4 0,4 37,8 46,5 0,9 1,0 Visitados 5,3 4,8 91,5 97,6 29,0 28,2 Não Visitados 1,3 1,3 33,2 32,9 2,7 2,7 Brasil 6,6 6,2 79,7 83,5 31,7 30,8 Fonte: Rally da Safra

23 Milho 2ª Safra/MT Área Plantada (mi ha) 2,6 3,0 2,8 3,3 3,7 3,6 3,5 3,4 3,2 3,2 3,3 3,3 1,5 1,7 1,9 1,9 1,8 1,8 1,8 1,9 2008/ / / / / / /15 Fonte: CONAB, IMEA, Agrosatélite

24 Milho/Brasil Área Plantada (mi ha) e Produção (mmt) Área Plantada (mi ha) 15,3 16,0 16,1 15,6 7,8 9,3 9,5 9,5 7,6 6,8 6,6 6,2 2nd 2ª Crop Safra 56,0 57,4 51,0 0,1% 17,3 21,9 22,5 1ª Safra 1st Crop -7,0% Produção (mmt) 81,5 80,1 73,0 4,6% 83,7 46,9 39,1 48,4 52,9 33,7 34,1 34,9 33,9 34,6 31,7 30,8 2ª Safra 2nd Crop 1ª Safra 1st Crop 2011/ / / /15 08/09 09/10 10/11 11/12 12/13 13/14 14/15 Fonte: Agrosatélite, Agroconsult, CONAB

25 Sacos/ha Milho 2ª Safra/Brasil Produtividade 57,3 70,0 59,9 83,9 84,5 85,1 +9,1% 92,9 2008/ / / / / / /15 Fonte: Agroconsult

26 Milho/Brasil Exportações JAN-DEC (mi t.) 26,6 24% 27,2 19,8 20,7 22,0 6,4 7,8 10,8 9,5 5,3 5,2 Exp. até Maio Fonte: Secex, Agroconsult

27

Fernando Penteado Cardoso Ondino Cleante Bataglia Giseli Brüggemann Antonio Roque Dechen

Fernando Penteado Cardoso Ondino Cleante Bataglia Giseli Brüggemann Antonio Roque Dechen Fernando Penteado Cardoso Ondino Cleante Bataglia Giseli Brüggemann Antonio Roque Dechen Em 2014 o Rally da Safra realizou sua 11ª Edição. Há 9 anos conta com o apoio da Fundação Agrisus na Avaliação do

Leia mais

APRESENTAÇÃO DO PROJETO

APRESENTAÇÃO DO PROJETO PATROCÍNIO APOIO REALIZAÇÃO APRESENTAÇÃO DO PROJETO Objetivos Avaliar as condições da safra 2013/14 de soja e milho no Brasil; Reduzir a assimetria de informação no mercado; Em 2014 o Rally foi a campo

Leia mais

Cenários Agrícolas: Soja e Milho 2013/14 e 2014/15

Cenários Agrícolas: Soja e Milho 2013/14 e 2014/15 Cenários Agrícolas: Soja e Milho 2013/14 e 2014/15 Dezembro 2013 Soja milhões ha Soja / EUA - Área Plantada e Produção Área Plantada (milhões ha) Produção (milhões de toneladas) 29,2 30,6 26,2 30,6 31,3

Leia mais

Perspectivas para as Safras 14/15 e 15/16

Perspectivas para as Safras 14/15 e 15/16 BrasilAgro Day 2014 Perspectivas para as Safras 14/15 e 15/16 18 de Dezembro de 2014 Soja Soja/EUA Oferta e Demanda (milhões de toneladas) 107,7 80,7 91,5 90,7 84,3 82,8 91,4 Est. Finais 48,1 50,7 48,4

Leia mais

CONJUNTURA MENSAL MAIO

CONJUNTURA MENSAL MAIO SOJA - MATO GROSSO CONJUNTURA MENSAL MAIO ANO 1 Nº1 O mercado de soja tem observado movimentação de queda em seus preços, decorrente principalmente das evoluções no lado da oferta, tanto em âmbito nacional

Leia mais

FORTALECER A IMAGEM DA SUA EMPRESA

FORTALECER A IMAGEM DA SUA EMPRESA PROJETO COMERCIAL 2017 Descubra que patrocinar um evento da Aprosoja é a melhor maneira de FORTALECER A IMAGEM DA SUA EMPRESA junto aos produtores de Soja e Milho de Mato Grosso. CALENDÁRIO 2017 ABRIL

Leia mais

CUSTOS TRIMESTRAIS GRÃOS MARÇO/17 - ANO 10 - EDIÇÃO 21

CUSTOS TRIMESTRAIS GRÃOS MARÇO/17 - ANO 10 - EDIÇÃO 21 CUSTOS TRIMESTRAIS MARÇO/17 - ANO 10 - EDIÇÃO 21 CUSTOS TRIMESTRAIS MARÇO - 2017 Safra 2016/17 indica margem positiva com soja O preço de nivelamento (valor mínimo para cobrir o custo operacional efetivo

Leia mais

Sementes de. A Linha de Sementes de Soja Dow AgroSciences avança sem parar. Com um portifólio adaptado para as principais regiões do país e variedades

Sementes de. A Linha de Sementes de Soja Dow AgroSciences avança sem parar. Com um portifólio adaptado para as principais regiões do país e variedades Sementes de SOJA A Linha de Sementes de Soja Dow AgroSciences avança sem parar. Com um portifólio adaptado para as principais regiões do país e variedades de alto potencial produtivo, os produtores têm

Leia mais

Associação Brasileira dos Produtores de Soja

Associação Brasileira dos Produtores de Soja Associação Brasileira dos Produtores de Soja De acordo com o 5 Levantamento de safra 2015/16, publicado em fevereiro pela Conab (Companhia Nacional de Abastecimento), a área plantada deve crescer 3,6%

Leia mais

www.rallydasafra.com.br Números do Rally da Safra 2006-22.000 km percorridos; - 13 estados e 233 municípios; - 1.258 lavouras avaliadas; - 150 pessoas envolvidas na organização; - 150 produtores convidados

Leia mais

Quantidade de Acessos / Plano de Serviço / Unidade da Federação - Novembro/2007

Quantidade de Acessos / Plano de Serviço / Unidade da Federação - Novembro/2007 Quantidade de Acessos / Plano de Serviço / Unidade da Federação - Novembro/2007 REGIÃO NORTE 5.951.408 87,35 861.892 12,65 6.813.300 RONDÔNIA 760.521 88,11 102.631 11,89 863.152 ACRE 298.081 85,86 49.094

Leia mais

Acre Previsão por Coeficiente no Estado

Acre Previsão por Coeficiente no Estado Acre 0,6 121.073,55 262.729,59 0,8 161.431,39 350.306,12 1,0 201.789,24 437.882,66 1,2 242.147,09 525.459,19 1,4 - - 1,6 322.862,79 700.612,25 1,8 363.220,64 788.188,78 2,0 - - 2,2 - - 2,4 - - 2,6 524.652,03

Leia mais

ACOMPANHAMENTO DE SAFRA 2015/16

ACOMPANHAMENTO DE SAFRA 2015/16 ACOMPANHAMENTO DE SAFRA 2015/16 SOJA BRASIL 2015/16 Progresso da safra: revisamos a produtividade esperada no MS, em SC e em GO, onde as condições atuais são melhores que na safra passada. plantio desenvolvimento

Leia mais

Rally da Safra. Qualidade Nutricional da Soja Safra 2012/13 e 2013/14. Cuiabá, 31 de Julho de 2014

Rally da Safra. Qualidade Nutricional da Soja Safra 2012/13 e 2013/14. Cuiabá, 31 de Julho de 2014 Rally da Safra Qualidade Nutricional da Soja Safra 2012/13 e 2013/14 Cuiabá, 31 de Julho de 2014 Composição Química Composição Química Tabela 1. Composição química da soja. Composição Quantidade Energia

Leia mais

Cenários Agrícolas 15/16 e 16/17

Cenários Agrícolas 15/16 e 16/17 Cenários Agrícolas 15/16 e 16/17 Soja Milho Trigo André Pessôa 11 de Novembro de 2015 Soja Soja/Mundo Oferta e Demanda (mmt) GAP 320 Produção Consumo 222 211 260 264 239 252 22 13 259 240 268 283 262 276

Leia mais

Associação Brasileira dos Produtores de Soja

Associação Brasileira dos Produtores de Soja Associação Brasileira dos Produtores de Soja 1. PREVISÃO DE SAFRA E DESTINAÇÃO De acordo com o 7 Levantamento de safra 2015/16, publicado em abril pela Conab (Companhia Nacional de Abastecimento), a área

Leia mais

REGIÕES DE MAIOR CONCENTRAÇÃO NA PRODUÇÃO DE SOJA NO BRASIL

REGIÕES DE MAIOR CONCENTRAÇÃO NA PRODUÇÃO DE SOJA NO BRASIL RELATÓRIO DA SAFRA DE SOJA E MILHO REGIÕES DE MAIOR CONCENTRAÇÃO NA PRODUÇÃO DE SOJA NO BRASIL Relatório do USDA traz levantamento das regiões de produção de soja no Brasil, com a concentração da produção

Leia mais

Solavancos não impedem recorde na soja

Solavancos não impedem recorde na soja Solavancos não impedem recorde na soja Perdas pontuais afetam potencial do Brasil, mas país registra marca histórica na produção da oleaginosa, chegando a 99,2 milhões de toneladas O balanço entre área

Leia mais

CUSTOS DE PRODUÇÃO AGRÍCOLA

CUSTOS DE PRODUÇÃO AGRÍCOLA CUSTOS DE PRODUÇÃO AGRÍCOLA Os dados e análises deste relatório são de autoria de pesquisadores do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea), da Esalq/USP, e fazem parte do projeto Ativos

Leia mais

CONJUNTURA QUINZENAL 01 A 15/02/2016

CONJUNTURA QUINZENAL 01 A 15/02/2016 SOJA - MATO GROSSO CONJUNTURA QUINZENAL 01 A 15/02/2016 ANO 2 Nº14 A colheita avança e começa a derrubar os preços da soja em Mato Grosso. De acordo com dados do Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária

Leia mais

EVOLUÇÃO DA ÁREA DE MILHO NO ESTADO DE SÃO PAULO

EVOLUÇÃO DA ÁREA DE MILHO NO ESTADO DE SÃO PAULO Reunião Técnica Sobre a Cultura do Milho Safrinha EVOLUÇÃO DA ÁREA DE MILHO NO ESTADO DE SÃO PAULO Alfredo Tsunechiro Pesquisador Científico aposentado do Instituto de Economia Agrícola Assis, SP, 23 de

Leia mais

Atualmente lavouras da Região Centro-Sul, principalmente Guarapuava e União da Vitória, estão sendo afetadas pela estiagem.

Atualmente lavouras da Região Centro-Sul, principalmente Guarapuava e União da Vitória, estão sendo afetadas pela estiagem. Data : 11/03/2004 Hora : Título: Milho Fonte: Autor: Vera da Rocha Matéria: Apesar dos problemas climáticos no Paraná, ou seja, chuvas irregulares e mal distribuídas desde o início do ano, a produção da

Leia mais

CUSTOS DE PRODUÇÃO AGRÍCOLA

CUSTOS DE PRODUÇÃO AGRÍCOLA CUSTOS DE PRODUÇÃO AGRÍCOLA Os dados e análises deste relatório são de autoria de pesquisadores do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea), da Esalq/USP, e fazem parte do projeto Ativos

Leia mais

CONJUNTURA QUINZENAL 16 A 30/11/2015

CONJUNTURA QUINZENAL 16 A 30/11/2015 SOJA - MATO GROSSO CONJUNTURA QUINZENAL 16 A 30/11/2015 ANO 1 Nº9 O ritmo intenso de plantio da soja em Mato Grosso ao longo de todo o mês de novembro contribuiu para que a marca de 95,6% fosse atingida

Leia mais

Febraban Algar Agro Wanderley Ferreira Outubro 2016

Febraban Algar Agro Wanderley Ferreira Outubro 2016 Febraban Algar Agro Wanderley Ferreira Outubro 2016 Vídeo Institucional - (3min) Grupo empresarial empreendedor de controle familiar e gestão profissional. Nossa presença Todo Brasil, Argentina, Chile

Leia mais

9, R$ , , R$ ,

9, R$ , , R$ , Rondônia 2005 R$ 601.575,17 2005 10.154 2004 1.027.983 2004 108.139 2004 10,52 2006 R$ 609.834,21 2006 10.757 2005 1.025.249 2005 101.539 2005 9,90 2007 R$ 1.229.490,00 2007 9.100 2006 1.047.004 2006 111.068

Leia mais

1 - INTRODUÇÃO 2 - METODOLOGIA

1 - INTRODUÇÃO 2 - METODOLOGIA SUMÁRIO 1. Introdução... 2 2. Metodologia... 2 3. Estimativa da Área Plantada... 3 4. Estimativa da Produção... 3 5. Avaliação das Culturas... 4 5.1 Algodão... 4 5.2 Arroz... 4 5.3 Feijão... 5 5.4 Milho...

Leia mais

APRESENTAÇÃO DO PROJETO OBJETIVOS

APRESENTAÇÃO DO PROJETO OBJETIVOS APRESENTAÇÃO DO PROJETO OBJETIVOS REDUZIR A ASSIMETRIA DE INFORMAÇÃO NO MERCADO AVALIAR AS CONDIÇÕES DA SAFRA 2014/15 DE SOJA E MILHO NO BRASIL APRESENTAÇÃO DO PROJETO FORMATO 85 MIL KM PERCORRIDOS 135

Leia mais

SOBRE COMERCIALIZAÇÃO DE ARROZ

SOBRE COMERCIALIZAÇÃO DE ARROZ CICLO DE PALESTRAS E DEBATES SOBRE COMERCIALIZAÇÃO DE ARROZ E TRIGO NO BRASIL Comissão de Agricultura e Reforma Agrária do Senado Federal Flávio Turra Gerente Técnico e Econômico da Ocepar fturra@ocepar.org.br

Leia mais

A nova realidade para a oferta e a demanda do milho brasileiro

A nova realidade para a oferta e a demanda do milho brasileiro 8abr 2016 A nova realidade para a oferta e a demanda do milho brasileiro Por Alan Fabricio Malinski* * Alan Fabricio Malinski é Assessor Técnico de Cereais, Fibras e Oleaginosas e Engenheiro Agrônomo com

Leia mais

Global Grain North America Chicago

Global Grain North America Chicago Global Grain North America Chicago May/2014 Marcos Rubin Rally da Safra ( Crop Tour ) 11th Edition of the Project From jan to mar (summer crops) May (Corn 2 nd Crop) Soybeans and Corn Samples 2014 Edition

Leia mais

Influência da Safrinha na Eficiência de Produção do Milho no Brasil

Influência da Safrinha na Eficiência de Produção do Milho no Brasil XXX CONGRESSO NACIONAL DE MILHO E SORGO SALVADOR 5 DE AGOSTO DE 2014 Influência da Safrinha na Eficiência de Produção do Milho no Brasil Aildson Pereira Duarte Instituto Agronômico, Campinas (IAC) Influência

Leia mais

Agronegócio no Brasil e em Mato Grosso

Agronegócio no Brasil e em Mato Grosso Agronegócio no Brasil e em Mato Grosso Índice 1 - Agronegócio no Brasil e em Mato Grosso 1.1 Agronegócio Soja 1.2 Agronegócio Milho 1.3 Agronegócio Algodão 1.4 Agronegócio Boi 2 Competitividade 2.1 Logística

Leia mais

Soja Análise da Conjuntura Agropecuária MUNDO SAFRA 2014/15

Soja Análise da Conjuntura Agropecuária MUNDO SAFRA 2014/15 Soja Análise da Conjuntura Agropecuária Novembro de 2014 MUNDO SAFRA 2014/15 Devido ao aumento das cotações nas últimas safras, principalmente na comparação com o milho, o cultivo da soja vem aumentando

Leia mais

POSIÇÃO ATUALIZADA ATÉ 25/06/2012 Classif Último Candidato Convocado procedimentos préadmissionais

POSIÇÃO ATUALIZADA ATÉ 25/06/2012 Classif Último Candidato Convocado procedimentos préadmissionais CONCURSO PÚBLICO 2010 TBN RJ e SP de de RJ Campos dos Goytacazes Técnico Bancário 106 2 105 2 RJ Centro Técnico Bancário 592 4 592 4 RJ Niteroi Técnico Bancário 130 3 130 3 RJ Nova Iguaçu Técnico Bancário

Leia mais

BOLETIM DO MILHO Nº 13

BOLETIM DO MILHO Nº 13 BOLETIM DO MILHO Nº 13 COMERCIALIZAÇÃO O acompanhamento semanal de safras do DERAL indica que foram comercializadas, no Paraná, até o momento, 10,4 milhões de toneladas de milho, o que representa 73% da

Leia mais

Compêndio de estudos Conab V.2, 2016 Evolução dos custos de produção de soja no Brasil

Compêndio de estudos Conab V.2, 2016 Evolução dos custos de produção de soja no Brasil ISSN: 2448-3710 Compêndio de estudos Conab V.2, 2016 Evolução dos custos de produção de soja no Brasil Presidente da República Michel Temer Ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento Blairo Maggi

Leia mais

Uma Avaliação do Plantio Direto no Brasil. Guilherme Bastos Fo., Douglas Nakazone, Giseli Bruggemann e Heloisa Melo 1

Uma Avaliação do Plantio Direto no Brasil. Guilherme Bastos Fo., Douglas Nakazone, Giseli Bruggemann e Heloisa Melo 1 Uma Avaliação do Plantio Direto no Brasil Guilherme Bastos Fo., Douglas Nakazone, Giseli Bruggemann e Heloisa Melo 1 Palavras chave: plantio direto, avaliação, cobertura do solo. Introdução A presente

Leia mais

Estradeiro BR-242/364 Movimento Pró-Logística/Aprosoja

Estradeiro BR-242/364 Movimento Pró-Logística/Aprosoja Estradeiro BR-242/364 Movimento Pró-Logística/Aprosoja Lucélia Denise Avi Analista de Meio Ambiente e Infraestrutura e Logística Famato O Estradeiro Pelo terceiro ano consecutivo, a Aprosoja realiza estradeiros

Leia mais

Expansão do girassol no Brasil

Expansão do girassol no Brasil XVII Reunião Nacional de Pesquisa de Girassol Uberaba - 03/10/2007 Expansão do girassol no Brasil César de Castro Embrapa Soja Coordenador da Equipe de Fertilidade e Microbiologia do Solo Membro do Núcleo

Leia mais

Adubação da Cultura da Soja no Paraná e Goiás

Adubação da Cultura da Soja no Paraná e Goiás Tema 2 Manejo da adubação com ênfase na aplicação a lanço Adubação da Cultura da Soja no Paraná e Goiás Adilson de Oliveira Junior César de Castro Fábio Álvares de Oliveira Vinícius Benites Pesquisadores

Leia mais

Boletim Agrometeorológico

Boletim Agrometeorológico 2 oletim grometeorológico Embrapa grossilvipastoril, Sinop, MT Março, 2017 companhamento da 1 a safra 2016/2017 em Mato Grosso Cornélio lberto Zolin, Embrapa grossilvipastoril, cornelio.zolin@embrapa.br

Leia mais

FATORES DE SUCESSO E O CASO DO ZÉ TRANQUILO. por Fernando Pimentel

FATORES DE SUCESSO E O CASO DO ZÉ TRANQUILO. por Fernando Pimentel FATORES DE SUCESSO E O CASO DO ZÉ TRANQUILO por Fernando Pimentel IMPORTÂNCIA DO MOMENTO DE COMPRA Preços dos fertilizantes em Rondonópolis US$/ton 800,00 700,00 KCL 0-18-18 600,00 500,00 400,00 300,00

Leia mais

NOTA TÉCNICA SOBRE CIRCUITO TECNOLÓGICO MILHO 2017

NOTA TÉCNICA SOBRE CIRCUITO TECNOLÓGICO MILHO 2017 NOTA TÉCNICA SOBRE CIRCUITO TECNOLÓGICO MILHO 2017 Alexandre Ferreira da Silva 1, Álvaro Vilela Resende 1, Miguel Marques Gontijo Neto 1, Emerson Borghi 1, Eduardo Mattos 2, Rafael Major Pitta 2, Anderson

Leia mais

Departamento de Ciências Administrativas, Contábeis, Econômicas e da Comunicação - UNIJUÍ

Departamento de Ciências Administrativas, Contábeis, Econômicas e da Comunicação - UNIJUÍ DACEC Departamento de Ciências Administrativas, Contábeis, Econômicas e da Comunicação - UNIJUÍ Comentários referentes ao período entre 23/09/2016 a 29/09/2016 Prof. Dr. Argemiro Luís Brum 1 Jaciele Moreira

Leia mais

O que o clima reserva para a safra 2017/18

O que o clima reserva para a safra 2017/18 www.portalsyngenta.com.br O que o clima reserva para a safra 2017/18 Produzido sob a orientação de Marco Antonio dos Santos E-book complementar ao webcast Ameaças do clima para a safra 2017/18 O QUE O

Leia mais

O que o clima reserva para a safra 2017/18

O que o clima reserva para a safra 2017/18 www.portalsyngenta.com.br O que o clima reserva para a safra 2017/18 2ª Edição - Agosto/17 Produzido sob a orientação de Marco Antonio dos Santos ANO NEUTRO NO CLIMA GARANTE BOAS SAFRAS NO BRASIL E NOS

Leia mais

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO DEPARTAMENTO DE ECONOMIA, ADMINISTRAÇÃO E SOCIOLOGIA ESCOLA SUPERIOR DE AGRICULTURA "LUIZ DE QUEIROZ"

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO DEPARTAMENTO DE ECONOMIA, ADMINISTRAÇÃO E SOCIOLOGIA ESCOLA SUPERIOR DE AGRICULTURA LUIZ DE QUEIROZ O conteúdo deste arquivo foi elaborado pela equipe Cepea no início de março/2008. Neste arquivo: Produtores de Mato Grosso deixam de ganhar até 38% Vendas antecipadas diminuem lucro do produtor Colheita

Leia mais

Modelo de Negócios Objetivo

Modelo de Negócios Objetivo JULIO FONTANA Modelo de Negócios Objetivo Heavy haul do agronegócio Dominância dos principais corredores de exportação Expansão do setor agrícola DEMANDA DO AGRONEGÓCIO LOCALIZAÇÃO ESTRATÉGICA Grandes

Leia mais

Publicado no Diário Oficial da União - Seção 3, de 03/02/2011

Publicado no Diário Oficial da União - Seção 3, de 03/02/2011 Publicado no Diário Oficial da União - Seção 3, de 03/02/2011 PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 1ª REGIÃO CONCURSO PÚBLICO EDITAL DE RETIFICAÇÃO O PRESIDENTE DO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA

Leia mais

Mercado e comercialização

Mercado e comercialização Cultivo do Milho Economia da Produção Zoneamento Agrícola Clima e Solo Ecofisiologia Manejo de Solos Fertilidade de Solos Cultivares Plantio Irrigação Plantas daninhas Doenças Pragas Colheita e pós-colheita

Leia mais

Perspec8vas para a agropecuária brasileira para os próximos cinco anos

Perspec8vas para a agropecuária brasileira para os próximos cinco anos www.imea.com.br Perspec8vas para a agropecuária brasileira para os próximos cinco anos Daniel Latorraca Superintendente Agenda Visão da cadeia de grãos nos últimos 10 anos Visão da pecuária nos últimos

Leia mais

Seminário Empresarial Brasil-China Investimentos em Infraestrutura Ferroviária

Seminário Empresarial Brasil-China Investimentos em Infraestrutura Ferroviária Seminário Empresarial Brasil-China Investimentos em Infraestrutura Ferroviária Paulo Sérgio Passos Ministro de Estado dos Transportes Brasília, 16.07.2014 Brasil e China: Economias Complementares China

Leia mais

Resultados de Pesquisa dos Ensaios de Melhoramento de Soja Safra 2008/09

Resultados de Pesquisa dos Ensaios de Melhoramento de Soja Safra 2008/09 Resultados de Pesquisa dos Ensaios de Melhoramento de Soja Safra 2008/09 Alberto Francisco Boldt; Engenheiro agrônomo, pesquisador do Instituto Mato-Grossense do Algodão IMAmt; Caixa Postal: 149, CEP 78.850-000;

Leia mais

BOLETIM SEMANAL R$ 72,12 R$ 67,20

BOLETIM SEMANAL R$ 72,12 R$ 67,20 11/9 13/9 15/9 17/9 19/9 21/9 23/9 25/9 27/9 29/9 1/10 3/10 5/10 7/10 9/10 11/10 Contratos Negociados (x 1000) Cents de US$/bu 4-jul 11-jul 18-jul 25-jul 1-ago 8-ago 15-ago 22-ago 29-ago 5-set 12-set 19-set

Leia mais

PANORAMA DA INDÚSTRIA METAL-MECÂNICA NO PARANÁ

PANORAMA DA INDÚSTRIA METAL-MECÂNICA NO PARANÁ PANORAMA DA INDÚSTRIA METAL-MECÂNICA NO PARANÁ 1. Estrutura 1.1. O Paraná no Brasil A indústria de Metal-Mecânica do Paraná é a quinta maior do País em número de empregados (111.484 ou 6,72%) segundo dados

Leia mais

GERANDO VALOR ATRAVÉS DA AGRICULTURA E DESENVOLVIMENTO DE TERRAS APIMEC

GERANDO VALOR ATRAVÉS DA AGRICULTURA E DESENVOLVIMENTO DE TERRAS APIMEC GERANDO VALOR ATRAVÉS DA AGRICULTURA E DESENVOLVIMENTO DE TERRAS APIMEC A EMPRESA VISÃO GERAL DA COMPANHIA Controlada do Grupo SLC: 67 anos de experiência no setor agrícola e 20 anos de joint-venture com

Leia mais

Fechamento dos Mercados Segunda-feira 07/11/16 granoeste.com.br (45) Atual Ant. Dif.

Fechamento dos Mercados Segunda-feira 07/11/16 granoeste.com.br (45) Atual Ant. Dif. COMPLEXO SOJA CBOT - Soja (U$/Bushel = 27,216) Máx Min NOV 989,25 981,50 7,75 992,00 981,75 JAN 998,50 990,75 7,75 1.001,75 990,00 MAR 1005,50 997,25 8,25 1.007,75 996,25 MAI 1012,25 1004,00 8,25 1.014,25

Leia mais

ACOMPANHAMENTO DA SAFRA DE SOJA /2016 E USO E COBERTURA DO SOLO - UCS

ACOMPANHAMENTO DA SAFRA DE SOJA /2016 E USO E COBERTURA DO SOLO - UCS ACOMPANHAMENTO DA SAFRA DE SOJA - 2015/2016 E USO E COBERTURA DO SOLO - UCS O projeto SIGA MS continua o acompanhamento do desenvolvimento da soja safra 2015/2016, nas principais regiões produtoras do

Leia mais

Brasil deve produzir 98,9 milhões de toneladas de soja na safra 2014/...

Brasil deve produzir 98,9 milhões de toneladas de soja na safra 2014/... Página 1 de 10 RuralBR Agricultura Pecuária Canal Rural Tempo Cotação Blogs Especiais Últimas Notícias C2Rural Lance Rural Agricultura Veja as últimas notícias sobre agricultura: exportação, plantação,

Leia mais

,8% ,7% ,4% ,7% ,4%

,8% ,7% ,4% ,7% ,4% Fernando Seabra Mundo (mi. US$) Brasil (mi. US$) MarketShare 2010 39.719 11.043 27,8% 2011 45.698 16.327 35,7% 2012 53.183 17.248 32,4% 2013 57.444 22.810 39,7% 2014 59.005 23.277 39,4% Fonte: comtrade.un.org

Leia mais

VIABILIDADE ECONÔMICA DE SISTEMAS DE CULTIVO DE MILHO SAFRINHA

VIABILIDADE ECONÔMICA DE SISTEMAS DE CULTIVO DE MILHO SAFRINHA VIABILIDADE ECONÔMICA DE SISTEMAS DE CULTIVO DE MILHO SAFRINHA Alceu Richetti 1 Introdução O milho safrinha é cultivado em pequenas, médias e grandes propriedades, onde o nível de investimento (adubação,

Leia mais

BOLETIM SEMANAL. Milho - Análise. 25 de fevereiro de 2011 Número: 141. É mesmo

BOLETIM SEMANAL. Milho - Análise. 25 de fevereiro de 2011 Número: 141. É mesmo Milho - Análise É mesmo MILHO COMPROMETIDO EM PLENO PLANTIO: O Imea realizou na semana o primeiro levantamento de comercialização de milho da corrente safra e o volume comprometido alcança 28,8% no mês

Leia mais

Sorgo Período: junho de 2016

Sorgo Período: junho de 2016 Sorgo Período: junho de 2016 Quadro I: Preços pagos ao produtor Centro de Produção UF Unidade Média de Mercado 12 1 meses (a) mês (b) Mês atual (c) Preço mínimo Var % (c/a) Verde GO 60kg 21,42 24,56 27,73

Leia mais

BOLETIM CUSTO E PREÇO Balanço Janeiro 2011

BOLETIM CUSTO E PREÇO Balanço Janeiro 2011 BOLETIM CUSTO E PREÇO Balanço Janeiro 2011 ARROZ: Os preços de arroz em casca, cotados na terceira semana de janeiro de 2011, vem apresentando uma notável estabilidade, variando positivamente em 0,3% em

Leia mais

Piores trechos por Unidade Federativa por número de mortos

Piores trechos por Unidade Federativa por número de mortos Piores trechos por Unidade Federativa por número de mortos - 2016 Data: 24/05/2017 FILTROS: Veículos: Todos Valores: Absolutos Estado: Todos BR: Todas Piores trechos por Estado número de mortos 2016 Estado

Leia mais

R$ 24,20 R$ 22,20 R$ 21,

R$ 24,20 R$ 22,20 R$ 21, Milho - Análise CHEGANDO AO FIM: Com 80,1% da área de milho 2ª safra colhida torna-se mais evidente que a safra 11/12 será a maior da história, elevando o Brasil como salvador do mercado internacional,

Leia mais

Nossos Produtos. Fazem Você. Ganhar

Nossos Produtos. Fazem Você. Ganhar Nossos Produtos + Fazem Você Ganhar Quer aumentar a produtividade da sua Lavoura? É uma tecnologia desenvolvida pela Fertilizantes Heringer, que incorpora substâncias orgânicas complexas com micronutrientes

Leia mais

SORGO GRANÍFERO EM MATO GROSSO

SORGO GRANÍFERO EM MATO GROSSO SORGO GRANÍFERO EM MATO GROSSO CONJUNTURA BIMESTRAL: JULHO e AGOSTO/15 ANO 1. Nº 2 O 12º Levantamento de Safras da Conab, divulgado em 11 de setembro de 2015, consolidou os dados sobre a safra brasileira

Leia mais

Novas Tecnologias que trarão Renda Sustentável ao produtor: Algodão Adensado

Novas Tecnologias que trarão Renda Sustentável ao produtor: Algodão Adensado Novas Tecnologias que trarão Renda Sustentável ao produtor: Algodão Adensado Eng. Agr. Edson R. de Andrade Junior Pesquisador IMAmt edsonjunior@imamt.com.br Dr. Jean Louis Belot Pesquisador IMAmt jeanbelot@imamt.com.br

Leia mais

REPENSANDO A ADUBAÇÃO NPK EM SISTEMAS DE ALTA PRODUTIVIDADE DE GRÃOS. Álvaro V. Resende

REPENSANDO A ADUBAÇÃO NPK EM SISTEMAS DE ALTA PRODUTIVIDADE DE GRÃOS. Álvaro V. Resende REPENSANDO A ADUBAÇÃO NPK EM SISTEMAS DE ALTA PRODUTIVIDADE DE GRÃOS Álvaro V. Resende Araxá, 19/09/2014 Roteiro Contexto dos sistemas soja-milho Repensando a adubação NPK Considerações finais Contexto

Leia mais

OS ASPECTOS IMPORTANTES DO PLANEJAMENTO E DO MANEJO DAS LAVOURAS COM O ALGODÃO-SOJA-MILHO TRANSGÊNICOS

OS ASPECTOS IMPORTANTES DO PLANEJAMENTO E DO MANEJO DAS LAVOURAS COM O ALGODÃO-SOJA-MILHO TRANSGÊNICOS OS ASPECTOS IMPORTANTES DO PLANEJAMENTO E DO MANEJO DAS LAVOURAS COM O ALGODÃO-SOJA-MILHO TRANSGÊNICOS Josué Grah - SLC Agricola - Coordenador de Planejamento e Pesquisa SLC AGRICOLA Quem somos? Safra

Leia mais

Grãos: Crop tour/mt e perspectivas. Lucas Brunetti Economista

Grãos: Crop tour/mt e perspectivas. Lucas Brunetti Economista Lucas Brunetti Economista Chuvas Como já apareciam nas projeções de algumas consultorias meteorológicas, em função do El niño forte, as chuvas no Brasil foram diferentes do normal. As chuvas demoraram

Leia mais

Ministério dos Transportes

Ministério dos Transportes Ministério dos Transportes VI Congresso Internacional de Transportes da Amazônia Política Nacional de Transportes Belém, 01 de setembro de 2015 Ministério dos Transportes - Competências Possui como principais

Leia mais

Lançamento Soja marca Pioneer no Sul do Brasil. Ricardo B. Zottis Ger. Produto RS/SC

Lançamento Soja marca Pioneer no Sul do Brasil. Ricardo B. Zottis Ger. Produto RS/SC Lançamento Soja marca Pioneer no Sul do Brasil Ricardo B. Zottis Ger. Produto RS/SC Agenda 1. Histórico Soja marca Pioneer 2. Pesquisa Soja Brasil 3. Qualidade das Sementes DuPont Pioneer 4. Cultivares

Leia mais

Heringer Day Novembro de 2016

Heringer Day Novembro de 2016 Heringer Day Novembro de 2016 PROGRAMAÇÃO 15:00 Recepção de Investidores e Analistas 15:30 Mercado de fertilizantes e resultados do 3T16 e 9M16 Dalton Carlos Heringer CEO Rodrigo Bortolini Rezende CFO

Leia mais

Soja: Plantio acelerado no Paraná 19 de outubro de 2016

Soja: Plantio acelerado no Paraná 19 de outubro de 2016 Soja: Plantio acelerado no Paraná 19 de outubro de 2016 O plantio da soja já completou um mês do seu início nos dois principais produtores de soja do Brasil, com o fim do vazio sanitário no dia 15/set.

Leia mais

Piores trechos por Unidade Federativa por número de acidentes

Piores trechos por Unidade Federativa por número de acidentes Piores trechos por Unidade Federativa por número de acidentes - 2015 Data: 18/05/2016 FILTROS: Veículos: Todos Valores: Absolutos Estado: Todos BR: Todas Piores trechos por Estado número de acidentes -

Leia mais

Evolução do Custo de Produção SOJA

Evolução do Custo de Produção SOJA Evolução do Custo de Produção SOJA XXXV Reunião de Pesquisa da Soja Fábio Francisco de Lima Pesquisador do CEPEA/ESALQ-USP -51% -32% -12% -29% -16% -26% 5% 11% -27% -11% -15% -6% -4% -13% -13% % % % 21%

Leia mais

Grãos: Olha moço, é sojão! 09 de janeiro de 2017

Grãos: Olha moço, é sojão! 09 de janeiro de 2017 Grãos: Olha moço, é sojão! 9 de janeiro de 17 O mercado brasileiro vive um momento de euforia com as perspectivas da safra de soja. As revisões da estimativa de produção de soja são noticias na mídia quase

Leia mais

PRODUÇÃO É A MENOR EM 7 ANOS, MAS VALOR BRUTO DA PRODUÇÃO É O 2º MAIOR DA HISTÓRIA

PRODUÇÃO É A MENOR EM 7 ANOS, MAS VALOR BRUTO DA PRODUÇÃO É O 2º MAIOR DA HISTÓRIA PRODUÇÃO É A MENOR EM 7 ANOS, MAS VALOR BRUTO DA PRODUÇÃO É O 2º MAIOR DA HISTÓRIA Dr. Lucilio Rogerio Alves Professor da Esalq/USP; coordenador Mandioca/Cepea Fábio Isaias Felipe Pesquisador Cepea mancepea@usp.br

Leia mais

TÉCNICO EM AGRONEGÓCIO AGRICULTURA I IFSC CÂMPUS LAGES CULTURA DO FEIJÃO

TÉCNICO EM AGRONEGÓCIO AGRICULTURA I IFSC CÂMPUS LAGES CULTURA DO FEIJÃO TÉCNICO EM AGRONEGÓCIO AGRICULTURA I IFSC CÂMPUS LAGES CULTURA DO FEIJÃO 1. IMPORTÂNCIA ECONÔMICA No mercado mundial de feijão circulam, anualmente, cerca de 24 milhões de toneladas da leguminosa. O

Leia mais

CONJUNTURA QUINZENAL 16 A 31/03/2016

CONJUNTURA QUINZENAL 16 A 31/03/2016 SOJA - MATO GROSSO CONJUNTURA QUINZENAL 16 A 31/03/2016 ANO 2 Nº17 A colheita praticamente finalizada em Mato Grosso e o recuo do dólar têm contribuído para o movimento de baixa dos preços, mesmo com a

Leia mais

Balanço 2016 Perspectivas Café

Balanço 2016 Perspectivas Café Café 77 78 Balanço 2016 Perspectivas 2017 Perspectivas 2017 OFERTA RESTRITA PODE MANTER PREÇO DO CAFÉ FIRME PARA 2017 A demanda crescente no mercado mundial, a queda nos estoques e as incertezas climáticas

Leia mais

Relato: Evolução da Ferrugem Asiática da Soja (Phakopsora pachyrhizi) em Goiás e Distrito Federal. Safras 2001/02 a 2006/07.

Relato: Evolução da Ferrugem Asiática da Soja (Phakopsora pachyrhizi) em Goiás e Distrito Federal. Safras 2001/02 a 2006/07. SEAGRO, AGENCIARURAL, AGRODEFESA, MAPA, EMBRAPA Soja, EMBRAPA Cerrados, CTPA, FAEG, OCB-GO, UFGo, UEG,Universidade de Rio Verde- FESURV, FIMES, ULBRA, AEPAGO, Uni-Anhanguera Relato: Evolução da Ferrugem

Leia mais

Dados sobre o Programa de Educação Tutorial PET atualizados em abril de Fonte: SESu/MEC Apresentação: Diretoria da CENAPET

Dados sobre o Programa de Educação Tutorial PET atualizados em abril de Fonte: SESu/MEC Apresentação: Diretoria da CENAPET Dados sobre o Programa de Educação Tutorial PET atualizados em abril de 05 Fonte: SESu/MEC Apresentação: Diretoria da CENAPET Informações Gerais Número de Grupos: 84 Número de IES: Categoria Administrativa

Leia mais

COMUNICADO DIGES/SUOPE/GECOM N.º 290, DE 22/8/08

COMUNICADO DIGES/SUOPE/GECOM N.º 290, DE 22/8/08 IA DE GESTÃO DE ESTOQUES Diges COMUNICADO DIGES/SUOPE/GECOM N.º 290, DE 22/8/08 Solicitamos considerar a seguinte alteração no Anexo II do Aviso em referência: UF UNIDADE - MUNICÍPIO ATUAÇÃO ENDEREÇO MUNICÍPIO

Leia mais

Mato Grosso e Mato Grosso do Sul

Mato Grosso e Mato Grosso do Sul Mato Grosso e Mato Grosso do Sul Olá, mais uma vez! Após a série de cinco relatórios do Giro da Safra, em 2015, chegamos a uma nova sequência de análises e acompanhamentos de safra. Nesta segunda edição

Leia mais

DEPEC Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos MATO GROSSO OUTUBRO DE 2015

DEPEC Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos MATO GROSSO OUTUBRO DE 2015 DEPEC Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos MATO GROSSO OUTUBRO DE 2015 DADOS GERAIS DO ESTADO DO MATO GROSSO Total Part % Brasil Part % Região Área Total - km² 903.386 10,63% 56,24% População

Leia mais

É mesmo R$ 17,00 R$ 16,50 R$ 15,50 R$ 15,00 R$ 14,50 R$ 14,00

É mesmo R$ 17,00 R$ 16,50 R$ 15,50 R$ 15,00 R$ 14,50 R$ 14,00 Milhões de toneladas BOLETIM SEMANAL Milho - Análise É mesmo A PACIÊNCIA PODE SER UMA VIRTUDE: Os números do último levantamento de comprometimento do milho matogrossense, realizado pelo Imea, apresentaram

Leia mais

Clusters de etanol de milho em Mato Grosso

Clusters de etanol de milho em Mato Grosso Realização Parceria Técnica Clusters de etanol de milho em Mato Grosso Daniel Latorraca Ferreira daniel@imea.com.br Agenda Análise de mercado Escopo do trabalho Metodologia de composição dos clusters Resultados

Leia mais

Gessi Ceccon, Giovani Rossi, Marianne Sales Abrão, (3) (4) Rodrigo Neuhaus e Oscar Pereira Colman

Gessi Ceccon, Giovani Rossi, Marianne Sales Abrão, (3) (4) Rodrigo Neuhaus e Oscar Pereira Colman 9º Seminário Nacional de Milho Safrinha. Rumo à estabilidade: anais. 311 COMPORTAMENTO DE GENÓTIPOS DE MILHO SAFRINHA EM DUAS ÉPOCAS DE SEMEADURA, EM DOURADOS, MS (1) (2) (3) Gessi Ceccon, Giovani Rossi,

Leia mais

Cenário Agrícola. André Pessôa Outubro/2013

Cenário Agrícola. André Pessôa Outubro/2013 Cenário Agrícola Safra 2013/14 André Pessôa Outubro/2013 Soja Soja/ EUA - Áreaplantadae Produção Área Plantada (milhões ha) Produção (milhões de toneladas) 29 30 26 30 31 31 30 31 31 84 87 73 81 91 91

Leia mais

CONJUNTURA DO MERCADO DE MANDIOCA E DERIVADOS NO BRASIL

CONJUNTURA DO MERCADO DE MANDIOCA E DERIVADOS NO BRASIL CONJUNTURA DO MERCADO DE MANDIOCA E DERIVADOS NO BRASIL 1 SEMESTRE/2011 Fábio Isaías Felipe Pesquisador do Cepea/ESALQ/USP E-mail: fifelipe@esalq.usp.br Fone: 55 19 3429-8847 Fax: 55 19 3429-8829 http://www.cepea.esalq.usp.br

Leia mais

VIABILIDADE ECONÔMICA DO SISTEMA DE PRODUÇÃO SOJA- MILHO SAFRINHA 1.INTRODUÇÃO

VIABILIDADE ECONÔMICA DO SISTEMA DE PRODUÇÃO SOJA- MILHO SAFRINHA 1.INTRODUÇÃO VIABILIDADE ECONÔMICA DO SISTEMA DE PRODUÇÃO SOJA- MILHO SAFRINHA Alceu Richetti 1 1.INTRODUÇÃO No cenário nacional, o Estado de Mato Grosso do Sul é o terceiro maior produtor de milho safrinha e o quinto

Leia mais

Apresentação dos Resultados 2T16

Apresentação dos Resultados 2T16 Apresentação dos Resultados 2T16 O Mercado Preço das Commodities e Dólar 2 140 Queda de 9,8% do dólar no 2T16 Alta de 29,0% no preço da soja no 2T16 Alta de 7,5% no preço do algodão no 2T16 Alta de 2,1%

Leia mais

MAPA DA VIOLÊNCIA 2011: HOMICÍDIOS DE MULHERES NO BRASIL

MAPA DA VIOLÊNCIA 2011: HOMICÍDIOS DE MULHERES NO BRASIL CADERNO COMPLEMENTAR 2 1 MAPA DA VIOLÊNCIA 2011: HOMICÍDIOS DE MULHERES NO BRASIL Julio Jacobo Waiselfisz - Maio de 2011 As tabelas contendo os dados dos 5564 municípios brasileiros estão disponíveis,

Leia mais

14,25 14,00 13,75 13,50 13,25 13,00 12,75 12, fev

14,25 14,00 13,75 13,50 13,25 13,00 12,75 12, fev 25-fev 27-fev 1-mar 3-mar 5-mar 7-mar 9-mar 11-mar 13-mar 15-mar 17-mar 19-mar 21-mar 23-mar 25-mar Soja - Análise BOLETIM SEMANAL NO COMPASSO DA COMERCIALIZAÇÃO: Mato Grosso comercializou até o dia 24

Leia mais

CADERNO DE PRODUTIVIDADE REGIÃO NORTE SAFRA 2016/2017 MONSOY COM TECNOLOGIA INTACTA RR2 PRO. É resultado colhido e comprovado no campo

CADERNO DE PRODUTIVIDADE REGIÃO NORTE SAFRA 2016/2017 MONSOY COM TECNOLOGIA INTACTA RR2 PRO. É resultado colhido e comprovado no campo CADERNO DE SAFRA 2016/2017 REGIÃO NORTE MONSOY COM TECNOLOGIA INTACTA RR2 PRO É resultado colhido e comprovado no campo AGRICULTOR, Todo ano é uma nova oportunidade para transformar a realidade e superar

Leia mais

ENCARGOS SOCIAIS SOBRE A MÃO DE OBRA HORISTA % GRUPO A

ENCARGOS SOCIAIS SOBRE A MÃO DE OBRA HORISTA % GRUPO A ACRE B1 Repouso Semanal Remunerado 18,06 0,00 18,06 0,00 B2 Feriados 4,77 0,00 4,77 0,00 B3 Auxílio - Enfermidade 0,91 0,69 0,91 0,69 B4 13º Salário 10,97 8,33 10,97 8,33 B7 Dias de Chuvas 1,68 0,00 1,68

Leia mais