SOLUÇÃO OU PROBLEMA? DR ALONSO MONTEIRO DA SILVA MEDICO INTENSIVISTA E TOXICOLOGISTA PROFESSOR DE MEDICINA INTENSIVA DA PUC-GO

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "SOLUÇÃO OU PROBLEMA? DR ALONSO MONTEIRO DA SILVA MEDICO INTENSIVISTA E TOXICOLOGISTA PROFESSOR DE MEDICINA INTENSIVA DA PUC-GO"

Transcrição

1 SOLUÇÃO OU PROBLEMA? DR ALONSO MONTEIRO DA SILVA MEDICO INTENSIVISTA E TOXICOLOGISTA PROFESSOR DE MEDICINA INTENSIVA DA PUC-GO

2 DEFINIÇÃO: AGROTÓXICOS OU PRAGUICIDAS OU PESTICIDAS OU DEFENSIVOS AGRÍCOLAS SÃO SUBSTÂNCIAS QUÍMICAS UTILIZADAS PARA PREVENIR, COMBATER OU CONTROLAR UMA PRAGA. PELA DEFINIÇÃO CITADA, INCLUEM-SE NAS PRAGAS: INSETOS, CARRAPATOS, ARACNÍDEOS, ROEDORES, FUNGOS, BACTÉRIAS, ERVAS DANINHAS OU QUALQUER OUTRA FORMA DE VIDA ANIMAL OU VEGETAL DANOSA A SAÚDE E AO BEM ESTAR DO HOMEM, A LAVOURA, A PECUÁRIA E SEUS PRODUTOS E A OUTRAS MATÉRIAS PRIMAS ALIMENTARES. INCLUEM-SE AINDA OS AGENTES DESFOLHANTES, OS DESSECANTES E AS SUBSTÂNCIAS REGULADORAS DO CRESCIMENTO VEGETAL.

3 HISTÓRICO: ENXOFRE - ACARICIDA E FUNGICIDA NO ANO 1000 AC. ARSÊNIO BRANCO - USADO NA IDADE MÉDIA SULFATO DE COBRE E NICOTINA SÃO USADOS COMO PESTICIDAS DESDE O SÉCULO XVIII PIRETRO SÉCULO XIX, ROTENONA USADA PELOS ÍNDIOS PARA PESCA - ZEIDLER EM 1874 SINTETIZA O DDT( DICLORO DIFENIL TRICLOROETANO), SENDO QUE MULLER EM 1939 DESCOBRE SUAS PROPRIEDADES INSETICIDAS

4 FARADAY EM 1825 SINTETIZA O BHC (HEXACLOROCICLO-HEXANO HCH OU BHC), SENDO QUE SUAS PROPRIEDADES INSETICIDAS SÃO DESCOBERTAS ENTRE 1933 E 1942 POR PESQUISADORES AMERICANOS, FRANCESES E INGLESES EM 1942 SCHARADER SINTETIZA O PRIMEIRO ORGANOFOSFORADO DENOMINADO SHRADAN PARA FINS DE GÁS DE GUERRA E APÓS A GUERRA INICIA-SE SEU USO COMO AGROTÓXICO OMPA

5 Primeira Utilização em Guerra No dia 22 de Abril de 1915, durante a 1º guerra mundial, o exército alemão descarregou 180 toneladas de Gás cloro na cidade de Ypres, na França. A nuvem de gás, deslocou-se com o vento, matando e afugentando as tropas francesas e argelinas nas trincheiras, abrindo uma abertura de 8 quilômetros na linha aliada.

6 Professor Fritz Haber Chefe do serviço de guerra química alemã durante a I guerra mundial, dirigiu pessoalmente o primeiro ataque com gás cloro. Quatro anos mais tarde, em 1918, ganhou o prêmio Nobel em química.

7 AGENTES DOS NERVOS : ESTES COMPOSTOS QUÍMICOS RECEBERAM ESTA DENOMINAÇÃO PORQUE AFETAM O SISTEMA NERVOSO. ESTES COMPOSTOS POSSUEM ESTRUTURAS SIMILARES AOS PESTICIDAS

8 DECADA DE 30 INICIO DO USO DE AGROTÓXICOS DE FORMA INTENSIVA NOS ESTADOS UNIDOS E EUROPA NECESSIDADE DE EXPANSÃO DE NOVOS MERCADOS. INDUSTRIA INVESTE EM PESQUISAS. DECADA DE 40 NECESSIDADE DE ELIMINAR ESTOQUES DOS PRODUTOS DE GUERRA QUIMICA. PAISES DO TERCEIRO MUNDO.

9 MUNDIAL 20 grandes indústrias Vendas: 25 bilhões de dólares/ano Volume: 2,7 milhões de toneladas/ano

10 RACHEL CARSON 1962 PRIMAVERA SILENCIOSA OS DOZE SUJOS : Aldrin Furanos Clordano Heptacloro DDT Hexaclorobenzeno (HCB) Dieldrin Mirex Dioxinas Bifenilas policloradas (PCBs) EldrinToxafeno

11 BRASIL

12 PRIMEIROS 45 ANOS DO SECULO XX AGROTÓXICOS NATURAIS ROTENONA PIRETRO NICOTINA CARACTERÍSTICAS: CULTURAS DE SUBSISTENCIA ENFOQUE GOVERNAMENTAL PARA MONOCULTURAS BASEADAS EM FAMILIOCRACIAS (EX: CAFÉ)

13 1934 DECRETO REGULAMENTA OS AGROTOXICOS NO BRASIL 1940 INSTALAÇÃO DE FABRICAS NO BRASIL 1946 EMP. ELETROQUIMICA FLUMINENSE BHC 1948 RHODIA PARATHION 1950 FÁB. DE ARMAS QUIMICAS DO EXERCITO- RJ DDT

14 DECADA DE MUDANÇA DE ENFOQUE NAS POLITICAS GOVERNAMENTAIS 1965 SNCR (SIST. NAC. DE CREDITO RURAL) IMPORTAÇÃO DE INSUMOS (AGROTÓXICOS) 1975 PNDA INSTALAÇÃO DE GRANDES GRUPOS INTERNACIONAIS PRODUTORES DE AGROTÓXICOS NO PAÍS

15 CLASSIFICAÇÃO DOS AGROTÓXICOS PORTARIA Nº 749/78 - MIN. AGRICULTURA REVOGADA PORTARIA PELO MINISTERIO DA SAÚDE PORTARIAS Nº 4 E 5 DO MINISTERIO DA SAUDE 1980 RECEITUARIO AGRONOMICO PORTARIA Nº 7/81 PORTARIA Nº 2/81 MS 80 % LIVRES DE RECEITUARIO REVOGADA PELA PORTARIA Nº 10/85 MS

16 CLASSE Classe I GRAU Extremamente tóxicost COR DA FAIXA Vermelha Classe II Altamente tóxicost Amarela Classe III Medianamente tóxicost Azul Classe IV Pouco tóxicost Verde

17 1989 LEI DOS AGROTÓXICOS (7.802/89) REGULAMENTADA DECRETO /90 EM TESE UMA DAS MAIS AVANÇADAS DO MUNDO EXIGENCIAS PRIORIZAM INDUSTRIAS BEM ESTRUTURADAS (MULTINACIONAIS) FUSÕES DE EMPRESAS PRODUTORAS DE AGROTÓXICOS. CONCENTRAÇÃO DE PRODUÇÃO NAS MÃOS DE POUCAS INDUSTRIAS MP 03/2003 SOJA TRANSGENICA

18 BRASILEIRO (2006) 8 grandes indústrias Venda: 4,3 bilhões de dólares/anod Volume: toneladas/ano Produtos registrados 460 ingredientes ativos (IAs) 700 produtos técnicost 2000 componentes 1174 produtos formulados 31% herbicidas,, 29% inseticidas, 23% fungicidas, 17% outros

19 Vendas de agrotóxicos no Brasil, US$ 4,5 bilhões R 2 = 0,7401 US$ x ANO

20

21 FATURAMENTO LÍQUIDO L DA INDÚSTRIA QUÍMICA - Brasil Segmentos Produtos químicos de uso industrial 19,0 17,4 19,2 19,9 18,5 22,8 19,4 24,1 33,0 39,1 Produtos Farmacêuticos 2,7 3,0 5,0 7,6 8,7 6,7 5,2 5,6 6,8 9,2 Higiene pessoal, perfumaria e cosméticos 1,6 1,7 2,4 4,2 4,3 3,4 2,8 3,1 3,9 5,5 Adubos e fertilizantes 2,3 1,7 2,2 3,0 2,9 3,0 3,3 4,3 5,6 5,3 Sabões e detergentes 2,0 2,0 2,0 2,8 3,1 2,3 2,1 2,1 2,7 2,5 Defensivos agrícolas 1,1 0,9 1,4 1,8 2,6 2,5 1,9 3,4 4,9 4,0 Tintas, esmaltes e vernizes 1,7 1,7 1,8 2,0 2,0 1,5 1,1 1,3 1,5 1,9 Outros 1,4 1,5 1,6 1,5 1,7 1,4 1,5 1,6 1,8 2,0 TOTAL 31,8 29,9 35,6 42,8 43,8 43,6 37,3 45,5 60,2 69,5 Fontes: ABIQUIM e associações dos segmentos, Dados em bilhões de dólares.

22

23 TRABALHADOR RURAL PORTARIA Nº 3.067/88 NRR-1 - Disposições Gerais NRR-2 - Serviço Especializado em Prevenção de Acidentes do Trabalho Rural - SEPATR NRR-3 - Comissão Interna de Prevenção de Acidentes do Trabalho Rural - CIPATR NRR-4 - Equipamento de Proteção Individual - EPI NRR-5 - Produtos Químicos

24 REGIÃO NORTE CIT/AM - Manaus CIT/PA - Belém Rede Nacional de Centros de Informação e Assistência Toxicológica REGIÃO NORDESTE CEATOX/CE - Fortaleza CIT/RN - Natal CEATOX/PB - J. Pessoa CEATOX/PB - C. Grande CEATOX/PE - Recife CIAVE/BA - Salvador CIT/SE - Aracaju CITOX/PI - Teresina REGIÃO CENTRO-OESTE OESTE CIVITOX/MS - C. Grande CIAVE/MT - Cuiabá CIT/GO - Goiânia CIAT/DF - Brasília REGIÃO SUL CCE/PR - Curitiba CCI/PR - Londrina CCI/PR - Maringá CAT/PR - Cascavel CIT/SC - Florianópolis CIT/RS - P. Alegre REGIÃO SUDESTE ST/MG - B. Horizonte TOXCEN/ES - Vitória CIAT/RJ - Rio de Janeiro CCIn/RJ - Niterói CCI/SP - S. Paulo CEATOX/SP - S. Paulo HVB/SP - São Paulo CCI/SP - Campinas CCI/SP - R. Preto CEATOX/SP - Botucatu CCI/SP - S.J. Campos CEATOX/SP - S.J. R. Preto CCI/SP - Taubaté CEATOX/SP - Marília CEATOX/SP - P. Prudente CCI/SP - Santos

25 SINITOX Sistema Nacional de Informações Tóxico-Farmacológicas Criado em 1980 pelo Ministério da Saúde está vinculado a Fundação Oswaldo Cruz através s de seu Centro de Informação Científica e Tecnológica CICT. Disponibiliza Estatísticas sticas Nacionais de Casos de Intoxicação e Envenenamento desde A partir de 2002 passa a trabalhar em conjunto com a ANVISA.

26 Casos Registrados de Intoxicação Humana por Agente Tóxico. T Brasil, 2004 Medicamentos Animais Peçonhentos Domissanitários Agrotóxicos/Uso Agrícola Animais não Peçonhentos Produtos Químicos Industriais Raticidas Drogas de Abuso Agrotóxicos/Uso Doméstico Desconhecido Plantas Outro Produtos Veterinários Alimentos Cosméticos Metais 8% 7% 25% 29% Fonte: MS/FIOCRUZ/CICT/DECT/SINITOX

27 Óbitos Registrados de Intoxicação Humana por Agente Tóxico. Brasil, 2004 Agrot/Uso Agrícola 38% Cosméticos Metais Alimentos Plantas An. não peçonhentos Outro Prod.Veterinários Agrot/Uso Doméstico Domissanitários Desconhecido Prod.Quím.Industriais Animais Peçonhentos Drogas de Abuso Raticidas Medicamentos 3% 3% 2% 2% 6% 5% 5% 9% 8% 18% Fonte: MS/FIOCRUZ/CICT/DECT/SINITOX

28 Casos Registrados de Intoxicação Humana por Faixa Etária. Brasil, < e + Seqüência Fonte: MS/FIOCRUZ/CICT/DECT/SINITOX

29 Óbitos Registrados de Intoxicação Humana por Faixa Etária. Brasil, < Seqüência e + Fonte: MS/FIOCRUZ/CICT/DECT/SINITOX

30

31 Casos de intoxicação por agrotóxicos notificados no SINAN, segundo faixa etária, no período de 2009 a 2011*, Brasil

32 SINITOX Sistema Nacional de Informações Tóxico-Farmacológicas Criado em 1980 pelo Ministério da Saúde está vinculado a Fundação Oswaldo Cruz através s de seu Centro de Informação Científica e Tecnológica CICT. Disponibiliza Estatísticas sticas Nacionais de Casos de Intoxicação e Envenenamento desde A partir de 2002 passa a trabalhar em conjunto com a ANVISA.

33 NOTIFICAÇÃO OBRIGATORIA DE INTOXICAÇÕES POR AGROTOXICOS PORTARIA 168 SVS/MS 1997 EXCLUIDA PORT /2003 SVS/GM REINTRODUZIDA PORT. 777/2004 SVS/GM EXCLUIDA PORT. 33/2005 SVS/MS REINTRODUZIDA PORT. 104/2011 MS

34 BARREIRAS A SEREM SUPERADAS

35 APLICADORES PREPARADORES DE CALDA RESPONSÁVEIS POR DEPÓSITOS TRABALHADORES DIRETOS DA LAVOURA MORADORES DE REGIÕES COM PREDOMÍNIO DO AGRONEGÓCIO PROFISSIONAIS QUE TRABALHAM COM CONTROLE DE VETORES FUNCIONÁRIOS DE EMPRESAS DEDETIZADORAS FUNCIONÁRIOS DE INDÚSTRIAS QUE FABRICAM AGROTÓXICOS TRABALHADOES QUE TRANSPORTAM E FAZEM COMÉRCIO

36 AGUDA: ALGUMAS HORAS APÓS EXPOSIÇÃO. DIFICULDADES DE DIAGNÓSTICO: FORMAÇÃO DOS PROFISSIONAIS DE SAÚDE INCONSISTENCIA DOS SERVIÇOS DE SAÚDE CARENCIA DE LABORATÓRIOS FALTA DE INTEGRAÇÃO ENTRE OS

37 SURGIMENTO TARDIO APARECEM APÓS MESES OU ANOS DA EXPOSIÇÃO (NORMALMENTE REPETIDAS VEZES), PEQUENA OU MODERADA, A UM OU A VÁRIOS PRODUTOS TÓXICOS. DIFICULDADE DE ESTABELECER NEXO CAUSAL EXAMES LABORATORIAIS DE TECNICAS REFINADAS E SENSIVEIS CUSTOS ELEVADOS PROFISSIONAIS DE SAUDE SEM PREPARO ADEQUADO DESAPARECIMENTO DO PRODUTO NO ORGANISMO QUANDO DO SURGIMENTO DOS

38 NORMALMENTE ACONTECE AO LONGO DE VÁRIOS ANOS A TOXICIDADE DA MISTURA NÃO É IGUAL A SOMA DAS ATIVIDADES TÓXICAS. PODE SER MAIS GRAVE DO QUE SEPARADAMENTE.

39 Intoxicações Efeitos reprodutivos Efeitos imunológicos Efeitos teratogênicos Efeitos neurológicos Efeitos genotóxicos Efeitos carcinogênicos

40 ENVOLVE MUITO MAIS QUE AS DOENÇAS!! CONTAMINAÇÃO DO SOLO CONTAMINAÇÃO DAS ÁGUAS CONTAMINAÇÃO DO AR DESEMPREGO NO CAMPO CONCENTRAÇÃO DE TERRAS INSEGURANÇA ALIMENTAR

41 QUEM ORIGINA O DANO E OBTEM LUCROS DESTE TEM A OBRIGAÇÃO ÉTICA, MORAL E FINANCEIRA DE REPARA-LO?

42 Num momento em que as mãos já não são suficientes... unir os pés pode dar resultados

43 OBRIGADO PAPAI ESTOU COM SAUDADES.

FTST Formação Técnica em Segurança do Trabalho. Módulo de Hospitalar e Agroindústria AULA 5

FTST Formação Técnica em Segurança do Trabalho. Módulo de Hospitalar e Agroindústria AULA 5 FTST Formação Técnica em Segurança do Trabalho Módulo de Hospitalar e Agroindústria AULA 5 OBRIGAÇÕES E COMPETÊNCIAS DA NR-31 Identificar os problemas de segurança e saúde, estabelecer as prioridades de

Leia mais

INTOXICAÇÃO EXOGÉNA POR AGROTÓXICOS

INTOXICAÇÃO EXOGÉNA POR AGROTÓXICOS INTOXICAÇÃO EXOGÉNA POR AGROTÓXICOS CEREST ESTADUAL Enfª do Trabalho: Thaysa Zago CLASSIFICAÇÃO Inseticidas ou praguicidas: combatem insetos; Fungicidas: atingem os fungos; Herbicidas: matam as plantas

Leia mais

Alimentação saudável, contra o uso abusivo de agrotóxicos

Alimentação saudável, contra o uso abusivo de agrotóxicos Alimentação saudável, contra o uso abusivo de agrotóxicos Alimento adequado e seguro é direito da população, e o uso indiscriminado de agrotóxicos envenena o planeta. Alimentação saudável, contra o uso

Leia mais

Palavras chave: sustentabilidade, insumos agrícolas, empresas transnacionais.

Palavras chave: sustentabilidade, insumos agrícolas, empresas transnacionais. SEMEANDO A (IN) SUSTENTABILIDADE: DISCUSSÃO SOBRE A UTILIZAÇÃO DE INSUMOS QUÍMICOS NA AGRICULTURA Autora: Doris Sayago 1 Instituição: Centro de Desenvolvimento Sustentável CDS/UnB Palavras chave: sustentabilidade,

Leia mais

Uso de agrotóxicos, seus efeitos para a saúde e o ambiente e o uso de outras alternativas

Uso de agrotóxicos, seus efeitos para a saúde e o ambiente e o uso de outras alternativas Uso de agrotóxicos, seus efeitos para a saúde e o ambiente e o uso de outras alternativas Maria Irani Fernandes Moreira 1 e José Robério de Sousa Almeida 2 1 Aluna da Faculdade de Filosofia Dom Aureliano

Leia mais

AGROTÓXICOS CONSTRUÇÃO DA LEGISLAÇÃO

AGROTÓXICOS CONSTRUÇÃO DA LEGISLAÇÃO ESTUDO AGROTÓXICOS CONSTRUÇÃO DA LEGISLAÇÃO Geraldo Lucchesi Consultor Legislativo da Área XVI Saúde Pública, Sanitarismo ESTUDO SETEMBRO/2005 Câmara dos Deputados Praça 3 Poderes Consultoria Legislativa

Leia mais

Riscos de contaminação e impacto ambiental

Riscos de contaminação e impacto ambiental Um informativo do Centro Estadual de Vigilância em Saúde da Secretaria de Estado da Saúde, da EMATER, do Centro de Informações Toxicológicas da Fundação Estadual de Produção e Pesquisa em Saúde, da Secretaria

Leia mais

AGROTÓXICOS: INTOXICAÇÕES PROJETO REBÔJO

AGROTÓXICOS: INTOXICAÇÕES PROJETO REBÔJO ENCARNITA SALAS MARTIN * INTRODUÇÃO AGROTÓXICOS: INTOXICAÇÕES PROJETO REBÔJO Agrotóxicos, defensivos agrícolas, praguicidas, pesticidas ou biocidas, são denominações de substâncias químicas naturais ou

Leia mais

Mal de Chagas e os inseticidas

Mal de Chagas e os inseticidas Mal de Chagas e os inseticidas A UU L AL A Em 1909, o médico e cientista brasileiro Carlos Chagas estava pesquisando a malária, em Minas Gerais, quando foi informado da existência de um inseto que se alimentava

Leia mais

EVOLUÇÃO DO CONSUMO DE AGROTOXICOS NO BRASIL 2003-2007

EVOLUÇÃO DO CONSUMO DE AGROTOXICOS NO BRASIL 2003-2007 EVOLUÇÃO DO CONSUMO DE AGROTOXICOS NO BRASIL 2003-2007 Resumo com base em dados publicados pela Andef- Associação Nacional das Empresas de Defensivos Agrícolas (ORGANIZADOS pelo Diretor executivo da ANDEF

Leia mais

Dia Nacional da Prevenção

Dia Nacional da Prevenção Relatório da Organização Internacional do Trabalho A proteção dos trabalhadores e do meio ambiente Este relatório da celebração do Dia Mundial da Segurança e Saúde no Trabalho 2014 analisa a situação atual

Leia mais

Poluição do Solo. Aprofundar os conhecimentos sobre como o solo pode ser poluído e as consequências para o homem e o meio ambiente.

Poluição do Solo. Aprofundar os conhecimentos sobre como o solo pode ser poluído e as consequências para o homem e o meio ambiente. Poluição do Solo 1) Objetivo Geral Aprofundar os conhecimentos sobre como o solo pode ser poluído e as consequências para o homem e o meio ambiente. 2) Objetivo Específico Conscientizar os alunos da importância

Leia mais

Agrotóxicos Adjuvantes e Produtos Afins. Autor: Douglas Fernando Ferrari Auditor em Saúde e Segurança do Trabalho IAS/ABNT.

Agrotóxicos Adjuvantes e Produtos Afins. Autor: Douglas Fernando Ferrari Auditor em Saúde e Segurança do Trabalho IAS/ABNT. Agrotóxicos Adjuvantes e Produtos Afins Autor: Douglas Fernando Ferrari Auditor em Saúde e Segurança do Trabalho IAS/ABNT. AGROTÓXICOS DEFINIÇÃO: Agrotóxicos são produtos químicos utilizados para combater

Leia mais

Agrotóxicos: Análises de Resíduos e Monitoramento

Agrotóxicos: Análises de Resíduos e Monitoramento Agrotóxicos: Análises de Resíduos e Monitoramento Nadia Regina Rodrigues Universidade Estadual de Campinas Centro Pluridisciplinar de Pesquisas Químicas, Biológicas e Agrícolas (CPQBA) Divisão de Análises

Leia mais

agricultura familiar Os agrotóxicos e a

agricultura familiar Os agrotóxicos e a ideias 11 Os agrotóxicos e a agricultura familiar Após o advento da Revolução Industrial, a agricultura passou a incorporar uma série de inovações; entre elas, o uso de implementos e insumos agrícolas,

Leia mais

Encontro Nacional dos Trabalhadores do Setor de Fertilizantes e Defensivos Agrícolas 2015

Encontro Nacional dos Trabalhadores do Setor de Fertilizantes e Defensivos Agrícolas 2015 Encontro Nacional dos Trabalhadores do Setor de Fertilizantes e Defensivos Agrícolas 2015 Diagnóstico e Desempenho Setorial Encontro Nacional dos Trabalhadores do Setor de Fertilizantes e Defensivos Agrícolas

Leia mais

IMPACTOS DOS AGROTÓXICOS NA SAÚDE DA POPULAÇÃO E SAÚDE AMBIENTAL

IMPACTOS DOS AGROTÓXICOS NA SAÚDE DA POPULAÇÃO E SAÚDE AMBIENTAL ATUALMENTE O BRASIL É O 1º CONSUMIDOR MUNDIAL DE AGROTÓXICOS E A BAHIA OCUPA O 7º LUGAR ENTRE OS ESTADOS DA FEDERAÇÃO IMPACTOS DOS AGROTÓXICOS NA SAÚDE DA POPULAÇÃO E SAÚDE AMBIENTAL Vamos conhecer mais

Leia mais

CONTROLE BIOLÓGICO NA TEORIA E NA PRÁTICA: A REALIDADE DOS PEQUENOS AGRICULTORES DA REGIÃO DE CASCAVEL-PR

CONTROLE BIOLÓGICO NA TEORIA E NA PRÁTICA: A REALIDADE DOS PEQUENOS AGRICULTORES DA REGIÃO DE CASCAVEL-PR CONTROLE BIOLÓGICO NA TEORIA E NA PRÁTICA: A REALIDADE DOS PEQUENOS AGRICULTORES DA REGIÃO DE CASCAVEL-PR 1 DELAI, Lucas da Silva; 1 ALVES Victor Michelon; 1 GREJIANIN, Gustavo; 1 PIRANHA, Michelle Marques

Leia mais

CURSO: QUALIDADE DAS ÁGUAS E POLUIÇÃO: ASPECTOS FÍSICO-QUÍMICOS AULA 13

CURSO: QUALIDADE DAS ÁGUAS E POLUIÇÃO: ASPECTOS FÍSICO-QUÍMICOS AULA 13 CURSO: QUALIDADE DAS ÁGUAS E POLUIÇÃO: ASPECTOS FÍSICO-QUÍMICOS AULA 13 PESTICIDAS EM ÁGUAS Prof. Dr. Roque Passos Piveli 1 AULA 13 - PESTICIDAS EM ÁGUAS 1. Introdução De acordo com a Lei Federal n o 7802

Leia mais

PROPOSTA DE ELABORAÇÃO ESCOPO. Diretrizes Diagnósticas e Terapêuticas Intoxicação por Agrotóxicos

PROPOSTA DE ELABORAÇÃO ESCOPO. Diretrizes Diagnósticas e Terapêuticas Intoxicação por Agrotóxicos PROPOSTA DE ELABORAÇÃO ESCOPO Diretrizes Diagnósticas e Terapêuticas Intoxicação por Agrotóxicos Novembro/2015 1 APRESENTAÇÃO A presente proposta de elaboração de Diretrizes Diagnósticas e Terapêuticas

Leia mais

PERGUNTAS FREQUENTES E RESPOSTAS.

PERGUNTAS FREQUENTES E RESPOSTAS. PERGUNTAS FREQUENTES E RESPOSTAS. O QUE É IMPORTANTE VOCÊ SABER SOBRE AGROTÓXICOS, CIÊNCIA E TECNOLOGIA. O que são os AGROTÓXICOS? Agrotóxicos, pesticidas, produtos fitossanitários, defensivos agrícolas

Leia mais

Programa Estadual de Vigilância em Saúde Relacionado a Exposição e/ou Uso dos Agrotóxicos, no Rio Grande do Sul.

Programa Estadual de Vigilância em Saúde Relacionado a Exposição e/ou Uso dos Agrotóxicos, no Rio Grande do Sul. Programa Estadual de Vigilância em Saúde Relacionado a Exposição e/ou Uso dos Agrotóxicos, no Rio Grande do Sul. março de 2013 1 INTRODUÇÃO Desde a década de 1950, quando se iniciou a denominada "revolução

Leia mais

Sobre a incompetência do sistema de registro de agrotóxicos

Sobre a incompetência do sistema de registro de agrotóxicos Sobre a incompetência do sistema de registro de agrotóxicos Reginaldo Minaré A produção agrícola ocupa posição de destaque na comunidade brasileira, produz, de fato, os alimentos necessários à população

Leia mais

POSICIONAMENTO DO INSTITUTO NACIONAL DE CÂNCER JOSÉ ALENCAR GOMES DA SILVA ACERCA DOS AGROTÓXICOS

POSICIONAMENTO DO INSTITUTO NACIONAL DE CÂNCER JOSÉ ALENCAR GOMES DA SILVA ACERCA DOS AGROTÓXICOS POSICIONAMENTO DO INSTITUTO NACIONAL DE CÂNCER JOSÉ ALENCAR GOMES DA SILVA ACERCA DOS AGROTÓXICOS O Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva (INCA), órgão do Ministério da Saúde, tem como

Leia mais

4º ENCONTRO DE FISCALIZAÇÃO E SEMINÁRIO REGIONAL SOBRE AGROTÓXICOS Regional Sul/ Sudeste/ Centro-Oeste. Carta de Goiânia

4º ENCONTRO DE FISCALIZAÇÃO E SEMINÁRIO REGIONAL SOBRE AGROTÓXICOS Regional Sul/ Sudeste/ Centro-Oeste. Carta de Goiânia 4º ENCONTRO DE FISCALIZAÇÃO E SEMINÁRIO REGIONAL SOBRE AGROTÓXICOS Regional Sul/ Sudeste/ Centro-Oeste Carta de Goiânia Aos 15 dias do mês de abril do ano de, nesta cidade de Goiânia, GO, representantes

Leia mais

AGRICULTURA ORGÂNICA

AGRICULTURA ORGÂNICA Conceitos básicos Oficina do Grupo Meio Ambiente, Mudanças Climáticas e Pobreza Setembro 2009 O que é De modo geral, a agricultura orgânica é uma forma de produção agrícola que não utiliza agrotóxicos,

Leia mais

Agrotóxicos & polinizadores: Isso combina?

Agrotóxicos & polinizadores: Isso combina? Agrotóxicos & polinizadores: Isso combina? Essa série de cartilhas, voltadas para estudantes do ensino fundamental e médio, que tratam da importância dos serviços de polinização e de suas ameaças, foram

Leia mais

Legislação Federal e o Sistema de Registro de Agrotóxicos no Brasil

Legislação Federal e o Sistema de Registro de Agrotóxicos no Brasil Seminário Legislação de Agrotóxicos, Receituário Agronomico, Comercialização e Uso - Aspectos Técnicos e Legais Legislação Federal e o Sistema de Registro de Agrotóxicos no Brasil Engº Agrº Júlio Sérgio

Leia mais

Fundos para Área Contaminada no Brasil: Visão Empresarial

Fundos para Área Contaminada no Brasil: Visão Empresarial Fundos para Área Contaminada no Brasil: Visão Empresarial Marcelo Kós Silveira Campos Diretor Técnico de Assuntos Industriais e Regulatórios Abiquim I CIMAS/ABAS São Paulo,18/09/2009 A Abiquim Fundada

Leia mais

Trabalho resgatado da época do Sinac. Título: Os Defensivos Agrícolas e a Comercialização. Autor: Equipe do Decen e Senar.

Trabalho resgatado da época do Sinac. Título: Os Defensivos Agrícolas e a Comercialização. Autor: Equipe do Decen e Senar. Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento MAPA Companhia Nacional de Abastecimento Conab Diretoria de Gestões de Estoques Diges Superintendência de Programas Institucionais e Sociais de Abastecimento

Leia mais

Agrotóxicos. O que são? Como são classificados? Quais os sintomas de cada grupo químico?

Agrotóxicos. O que são? Como são classificados? Quais os sintomas de cada grupo químico? Dica de Bolso Agrotóxicos O que são? Como são classificados? Quais os sintomas de cada grupo químico? 12 1 O QUE SÃO AGROTÓXICOS? Agrotóxicos, também chamados de pesticidas, praguicidas, biocidas, fitossanitários,

Leia mais

TÍTULO DA APRESENTAÇÃO 11 de fevereiro de 2013. Saúde e Segurança na agricultura

TÍTULO DA APRESENTAÇÃO 11 de fevereiro de 2013. Saúde e Segurança na agricultura TÍTULO DA APRESENTAÇÃO Saúde e Segurança na agricultura TÍTULO DA APRESENTAÇÃO TÍTULO DA APRESENTAÇÃO DEVERES GERAIS DO EMPREGADOR DEVERES GERAIS DO TÍTULO EMPREGADOR DA APRESENTAÇÃO Admissão de trabalhadores

Leia mais

NVRAnB/ DVAS/ CEVS/SES

NVRAnB/ DVAS/ CEVS/SES ÁREAS CONTAMINADAS : RISCOS À SAÚDE HUMANA Seminário Sul-Brasileiro de Gerenciamento de Áreas Contaminadas 3 e 4 de setembro de 2012, Porto Alegre RS NVRAnB/ DVAS/ CEVS/SES P R O M O Ç Ã O DETERMINANTES

Leia mais

Indústrias Químicas - Orgânicas

Indústrias Químicas - Orgânicas Indústrias Químicas Orgânicas UTFPR Campus Toledo Tecnologia em Processos Químicos Processos Industriais Orgânicos INDÚSTRIA QUÍMICA As indústrias químicas envolvem o processamento ou alteração de matérias-primas

Leia mais

SITUAÇÃO DO MERCADO DE AGROTÓXICOS NO MUNDO E NO BRASIL

SITUAÇÃO DO MERCADO DE AGROTÓXICOS NO MUNDO E NO BRASIL SITUAÇÃO DO MERCADO DE AGROTÓXICOS NO MUNDO E NO BRASIL - Fontes oficiais de diversos estudos realizados por: BNDES, FIESP, SINDICATO DAS INDÚSTRIAS DE DEFENSIVOS AGRÍCOLAS, DIEESE E ANVISA CAMPANHA NACIONAL

Leia mais

COMISSÃO DE AGRICULTURA, PECUÁRIA, ABASTECIMENTO E DESENVOLVIMENTO RURAL. PROJETO DE LEI N o 1.062, DE 2007 (apenso o PL nº 1.

COMISSÃO DE AGRICULTURA, PECUÁRIA, ABASTECIMENTO E DESENVOLVIMENTO RURAL. PROJETO DE LEI N o 1.062, DE 2007 (apenso o PL nº 1. COMISSÃO DE AGRICULTURA, PECUÁRIA, ABASTECIMENTO E DESENVOLVIMENTO RURAL PROJETO DE LEI N o 1.062, DE 2007 (apenso o PL nº 1.166, de 2007) Institui incentivo fiscal para o controle biológico de pragas

Leia mais

Carlos Massaru Watanabe/ Marcos Gennaro Engenheiros Agrônomos

Carlos Massaru Watanabe/ Marcos Gennaro Engenheiros Agrônomos DEDETIZAÇÃO Carlos Massaru Watanabe/ Marcos Gennaro Engenheiros Agrônomos TRATAMENTO DOMISSANITARIO: MANEJO INTEGRADO DE PRAGAS Carlos Massaru Watanabe Engenheiro Agrônomo Pragas Interesse Agrícola Interesse

Leia mais

HIV/aids no Brasil - 2012

HIV/aids no Brasil - 2012 HIV/aids no Brasil - 2012 Departamento de DST, Aids e Hepatites Virais Secretaria de Vigilância em Saúde Ministério da Saúde Novembro de 2012 HIV Dados gerais Prevalência do HIV maior entre homens (15

Leia mais

EXPOSIÇÃO HUMANA E AMBIENTAL À AGROTÓXICOS NO ESTADO DO RIO DE JANEIRO

EXPOSIÇÃO HUMANA E AMBIENTAL À AGROTÓXICOS NO ESTADO DO RIO DE JANEIRO EXPOSIÇÃO HUMANA E AMBIENTAL À AGROTÓXICOS NO ESTADO DO RIO DE JANEIRO DIFUSÃO DO USO DE AGROTOXICOS 1ª Guerra Mundial organoclorados 1910/1914 Cultura do Café Região Sudeste e Sul década de 1920/1940

Leia mais

NRR 5 - Produtos Químicos

NRR 5 - Produtos Químicos NRR 5 - Produtos Químicos 5.1. Esta Norma trata dos seguintes produtos químicos utilizados no trabalho rural: agrotóxicos e afins, fertilizantes e corretivos. 5.1.1. Entende-se por agrotóxicos as substâncias

Leia mais

Mentira: O homem não precisa plantar transgênicos Mentira: As plantas transgênicas não trarão benefícios a sociedade

Mentira: O homem não precisa plantar transgênicos Mentira: As plantas transgênicas não trarão benefícios a sociedade Como toda nova ciência ou tecnologia, ela gera dúvidas e receios de mudanças. Isto acontece desde os tempos em que Galileo afirmou que era a Terra que girava em torno do Sol ou quando Oswaldo Cruz iniciou

Leia mais

Valor da Cesta Básica aumenta em 12 cidades

Valor da Cesta Básica aumenta em 12 cidades 1 São Paulo, 06 de novembro de 2014. NOTA À IMPRENSA Valor da Cesta Básica aumenta em 12 cidades Em outubro, houve aumento dos preços do conjunto de bens alimentícios essenciais em 12 das 18 cidades onde

Leia mais

Interior de SP. Mailing Jornais

Interior de SP. Mailing Jornais São Paulo AGORA SÃO PAULO BRASIL ECONÔMICO D.C.I. DESTAK (SP) DIÁRIO DO COMMERCIO (SP) DIÁRIO DE SÃO PAULO DIÁRIO DO GRANDE ABC EMPREGO JÁ (SP) EMPREGOS & CONCURSOS (SP) EMPRESAS & NEGÓCIOS (SP) FOLHA

Leia mais

Preços de alimentos básicos continuam em alta

Preços de alimentos básicos continuam em alta 1 São Paulo, 2 de junho de 2008. NOTA À IMPRENSA Preços de alimentos básicos continuam em alta Apenas duas, das 16 capitais onde o DIEESE - Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos

Leia mais

Situação da Tuberculose no Brasil

Situação da Tuberculose no Brasil Ministério da Saúde Secretaria de Vigilância em Saúde Departamento de Vigilância Epidemiológica Programa Nacional de Controle da Tuberculose Situação da Tuberculose no Brasil Draurio Barreira Coordenador

Leia mais

Redução do preço de alimentos básicos continua pelo terceiro mês

Redução do preço de alimentos básicos continua pelo terceiro mês 1 São Paulo, 04 de agosto de 2010. NOTA À IMPRENSA Redução do preço de alimentos básicos continua pelo terceiro mês Desde maio, na maioria das capitais onde é realizada mensalmente a Pesquisa Nacional

Leia mais

CURSO DE AGRICULTURA ORGÂNICA ONLINE

CURSO DE AGRICULTURA ORGÂNICA ONLINE CURSO DE AGRICULTURA ORGÂNICA ONLINE Este é curso completo sobre agricultura orgânica. Você vai ficar sabendo tudo sobre a Proteção de Plantas, Defensivos Alternativos e Naturais Esta aula está dividida

Leia mais

REGULAMENTO 1. PERÍODO 2. PARTICIPANTES 3. PRODUTOS VÁLIDOS PARA A CAMPANHA 4. FORMAÇÃO DAS EQUIPES

REGULAMENTO 1. PERÍODO 2. PARTICIPANTES 3. PRODUTOS VÁLIDOS PARA A CAMPANHA 4. FORMAÇÃO DAS EQUIPES Regulamento REGULAMENTO 1. PERÍODO 1.1. A Campanha de Vendas denominada Liberty em Portugal e Liberty em Porto de Galinhas terá duração de oito meses, contados a partir de 1º de outubro de 2008, ou seja,

Leia mais

Relatório Anual de Atividades 2006 371

Relatório Anual de Atividades 2006 371 6. Rede Nacional de Centros de informação e assistência toxicológica (Renaciat) Coordenação da Renaciat Gerência-Geral de Toxicologia SEPN 511 - Bloco A - Edifício Bittar II, 2º andar CEP: 70750-541 -

Leia mais

Indústria química no Brasil

Indústria química no Brasil www.pwc.com.br Indústria química no Brasil Um panorama do setor Indústria química no Brasil A indústria química e petroquímica é um dos mais importantes setores da economia brasileira e está entre as

Leia mais

Instituto Nacional do Seguro Social INSS Concurso Público para Analista do Seguro Social

Instituto Nacional do Seguro Social INSS Concurso Público para Analista do Seguro Social As inscrições para o concurso público do Instituto Nacional do Seguro Social INSS estarão abertas no período de 12 de agosto a 13 de setembro. São 300 vagas para o cargo de Analista do Seguro Social, sendo

Leia mais

AGROTÓXICOS E SAÚDE. Yamira Rodrigues - CCC Coletivo de Comunicação da Campanha

AGROTÓXICOS E SAÚDE. Yamira Rodrigues - CCC Coletivo de Comunicação da Campanha AGROTÓXICOS E SAÚDE Yamira Rodrigues - CCC Coletivo de Comunicação da Campanha Uma das matérias mais comentadas na nossa página no facebook foi com relação às amostras de alimentos com resíduos de agrotóxicos.

Leia mais

PROJETO MANEJO SUSTENTÁVEL DE VÁRZEAS GEF-PNUMA-OTCA RELATÓRIO

PROJETO MANEJO SUSTENTÁVEL DE VÁRZEAS GEF-PNUMA-OTCA RELATÓRIO PROJETO MANEJO SUSTENTÁVEL DE VÁRZEAS GEF-PNUMA-OTCA RELATÓRIO CONSULTORIA: OFICINAS DE BASE AGROECOLÓGICA NAS COMUNIDADES DE URUCURITUBA E TAPARÁ GRANDE, Município de Santarém, Pará, Brasil. CONSULTOR:

Leia mais

NUTRIÇÃO E SUSTENTABILIDADE. Luciana Dias de Oliveira CRN2 4498

NUTRIÇÃO E SUSTENTABILIDADE. Luciana Dias de Oliveira CRN2 4498 NUTRIÇÃO E SUSTENTABILIDADE Luciana Dias de Oliveira CRN2 4498 O que é SUSTENTABILIDADE? Como aliar SUSTENTABILIDADE e NUTRIÇÃO? O que é sustentabilidade? Constituição Federal Art. 225. Todos têm o direito

Leia mais

03 de Dezembro: Dia Internacional de Não Uso de Agrotóxicos

03 de Dezembro: Dia Internacional de Não Uso de Agrotóxicos 03 de Dezembro: Dia Internacional de Não Uso de Agrotóxicos Por ocasião do dia 3 de dezembro, data em que se celebra o Dia Internacional do Não Uso dos Agrotóxicos, a Campanha Permanente contra os Agrotóxicos

Leia mais

Em janeiro, preço da cesta só cai em duas capitais

Em janeiro, preço da cesta só cai em duas capitais 1 São Paulo, 06 de fevereiro de 2012. NOTA À IMPRENSA Em janeiro, preço da cesta só cai em duas capitais Apenas duas, das 17 capitais onde o DIEESE - Departamento Intersindical de Estatística e Estudos

Leia mais

PLANO DE ESTAGIO INTEGRADO A PROPOSTA PEDAGOGICA DO CURSO. Curso: 001836 - TECNOLOGIA EM PRODUCAO SUCROALCOOLEIRA Nivel: Superior

PLANO DE ESTAGIO INTEGRADO A PROPOSTA PEDAGOGICA DO CURSO. Curso: 001836 - TECNOLOGIA EM PRODUCAO SUCROALCOOLEIRA Nivel: Superior PLANO DE ESTAGIO INTEGRADO A PROPOSTA PEDAGOGICA DO CURSO Curso: 001836 - TECNOLOGIA EM PRODUCAO SUCROALCOOLEIRA Nivel: Superior Area Profissional: AGROPECUARIA Area de Atuacao: GESTAO AGRO-IND./AGROP.

Leia mais

Com a Liberty em 2015, acumule prêmios.

Com a Liberty em 2015, acumule prêmios. Com a Liberty em 2015, acumule prêmios. PRÊMIOS DISTRIBUÍDOS AOS CORRETORES DE ACORDO COM AS VENDAS DE APÓLICES SOMA DAS APÓLICES = PRÊMIOS 7 produtos participantes Quem pode participar: Todos os corretores

Leia mais

PANORAMA DA INDÚSTRIA FARMACÊUTICA

PANORAMA DA INDÚSTRIA FARMACÊUTICA UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS FARMACÊUTICAS LABORATÓRIO DE TECNOLOGIA DOS MEDICAMENTOS PANORAMA DA INDÚSTRIA FARMACÊUTICA Prof. Pedro Rolim PANORAMA

Leia mais

Experiências de APLs e outros Arranjos de Empresas no Estado do Rio de Janeiro: resultados alcançados e cenários futuros

Experiências de APLs e outros Arranjos de Empresas no Estado do Rio de Janeiro: resultados alcançados e cenários futuros Experiências de APLs e outros Arranjos de Empresas no Estado do Rio de Janeiro: resultados alcançados e cenários futuros > Lia Hasenclever (IE/UFRJ) 10º Encontro da ReINC 08 e 09 de novembro de 2007 Grupo

Leia mais

O consumo dos brasileiros atingirá R$ 3,7 trilhões, em 2015

O consumo dos brasileiros atingirá R$ 3,7 trilhões, em 2015 O consumo dos brasileiros atingirá R$ 3,7 trilhões, em 2015 A potencialidade de consumo dos brasileiros deve chegar a R$ 3,730 trilhões neste ano, ao mesmo tempo em que revela significativo aumento dos

Leia mais

Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz José Otávio Menten Estagiária: Mariane S. Ishizuka Agosto de 2014 HOMEM: NÔMADE SEDENTÁRIO FLORESTA CLAREIRA AGRICULTURA EXPLORAÇÃO ATÉ EXAUSTÃO ABANDONO

Leia mais

DEMANDA DE CANDIDATOS POR VAGA

DEMANDA DE CANDIDATOS POR VAGA Analista de Correios / Administrador AC / Rio Branco 123 1 123,00 Analista de Correios / Técnico em Comunicação Social Atuação: Jornalismo AC / Rio Branco 27 1 27,00 Médico do Trabalho Formação: Medicina

Leia mais

ANO 2 NÚMERO 08 AGOSTO 2012 PROFESSORES RESPONSÁVEIS: FLÁVIO RIANI & RICARDO RABELO

ANO 2 NÚMERO 08 AGOSTO 2012 PROFESSORES RESPONSÁVEIS: FLÁVIO RIANI & RICARDO RABELO ANO 2 NÚMERO 08 AGOSTO 2012 PROFESSORES RESPONSÁVEIS: FLÁVIO RIANI & RICARDO RABELO 1 - CONSIDERAÇÕES INICIAIS As recentes divulgações dos principais indicadores de desempenho da economia brasileira mostram

Leia mais

SISTEMA BACIA DE CONTENÇÃO (BACON) RHODIA POLIAMIDA E ESPECIALIDADES USINA QUÍMICA DE PAULÍNIA - NOV/07

SISTEMA BACIA DE CONTENÇÃO (BACON) RHODIA POLIAMIDA E ESPECIALIDADES USINA QUÍMICA DE PAULÍNIA - NOV/07 SISTEMA BACIA DE CONTENÇÃO (BACON) RHODIA POLIAMIDA E ESPECIALIDADES USINA QUÍMICA DE PAULÍNIA - NOV/07 1 SISTEMA BACON: OBJETIVO O BACON (BAcia de CONtenção) é um Sistema de Proteção para o Rio Atibaia

Leia mais

&(67$%É6,&$62%((0&$3,7$,6

&(67$%É6,&$62%((0&$3,7$,6 São Paulo, 02 de maio de 2005. &(67$%É6,&$62%((0&$3,7$,6 Apenas uma das 16 capitais onde o DIEESE Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Sócio-Econômicos realiza mensalmente a Pesquisa Nacional

Leia mais

ECOLOGIA GERAL A NATUREZA SEMPRE ESTEVE EM PERFEITO EQUILÍBRIO, TUDO O QUE VEM ACONTECENDO EM NOSSO PLANETA É FRUTO DA INTERVENÇÃO ANTRÓPICA.

ECOLOGIA GERAL A NATUREZA SEMPRE ESTEVE EM PERFEITO EQUILÍBRIO, TUDO O QUE VEM ACONTECENDO EM NOSSO PLANETA É FRUTO DA INTERVENÇÃO ANTRÓPICA. ECOLOGIA GERAL Aula 01 Primeiro manifesto (tenham sempre isso em mente) A NATUREZA SEMPRE ESTEVE EM PERFEITO EQUILÍBRIO, TUDO O QUE VEM ACONTECENDO EM NOSSO PLANETA É FRUTO DA INTERVENÇÃO ANTRÓPICA. APRESENTAÇÃO

Leia mais

ACOMPANHAMENTO DAS CONVOCAÇÕES CARGO/ FORMÇÃO ÚLTIMA CLASSIFICAÇÃO CONVOCADA EDITAL 01/2011 PROFISSIONAL JÚNIOR ADMINISTRAÇÃO NACIONAL 51ª

ACOMPANHAMENTO DAS CONVOCAÇÕES CARGO/ FORMÇÃO ÚLTIMA CLASSIFICAÇÃO CONVOCADA EDITAL 01/2011 PROFISSIONAL JÚNIOR ADMINISTRAÇÃO NACIONAL 51ª ACOMPANHAMENTO DAS CONVOCAÇÕES PROFISSIONAL JÚNIOR ADMINISTRAÇÃO NACIONAL 51ª PROFISSIONAL JÚNIOR ADMINISTRAÇÃO NACIONAL 3ª PCD * PROFISSIONAL JÚNIOR ANALISTA DE SISTEMAS - ÊNFASE EM INFRAESTRUTURA RJ

Leia mais

BIOCIDAS: SUAS PROPRIEDADES E SEU HISTÓRICO NO BRASIL

BIOCIDAS: SUAS PROPRIEDADES E SEU HISTÓRICO NO BRASIL CAMINHOS DE GEOGRAFIA - REVISTA ON LINE www.ig.ufu.br/caminhos_de_geografia.html ISSN 1678-6343 INSTITUTO DE GEOGRAFIA UFU PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM GEOGRAFIA BIOCIDAS: SUAS PROPRIEDADES E SEU HISTÓRICO

Leia mais

Leticia Rodrigues da Silva Gerência Geral de Toxicologia

Leticia Rodrigues da Silva Gerência Geral de Toxicologia Reavaliação de Agrotóxicos no Brasil Leticia Rodrigues da Silva Gerência Geral de Toxicologia Bases para a Reavaliação Lei 7.802/89 Quando organizações internacionais responsáveis pela saúde, alimentação

Leia mais

Etapas para a Certificação do Café: Produção Integrada Agropecuária (PI Brasil) Norma Técnica Específica da Produção Integrada do Café

Etapas para a Certificação do Café: Produção Integrada Agropecuária (PI Brasil) Norma Técnica Específica da Produção Integrada do Café Etapas para a Certificação do Café: Produção Integrada Agropecuária (PI Brasil) Norma Técnica Específica da Produção Integrada do Café Marcus Vinícius Martins M.Sc. em Agronomia Fiscal Federal Agropecuária

Leia mais

II Oficina da Rede de Isolamento e Caracterização do HIV-1 RENIC

II Oficina da Rede de Isolamento e Caracterização do HIV-1 RENIC II Oficina da Rede de Isolamento e Caracterização do HIV-1 RENIC Roberta Barbosa Lopes Francisco CLAB/DDAHV 11/12/2014 Documentação Autorização de realização e assunção da coresponsabilidade(anuência):

Leia mais

PERGUNTAS E RESPOSTAS SOBRE 2,4-D Fonte: Força-tarefa - Dow AgroSciences/Basf/Milenia

PERGUNTAS E RESPOSTAS SOBRE 2,4-D Fonte: Força-tarefa - Dow AgroSciences/Basf/Milenia PERGUNTAS E RESPOSTAS SOBRE 2,4-D Fonte: Força-tarefa - Dow AgroSciences/Basf/Milenia O 2,4-D nome simplificado do ácido diclorofenoxiacético, é um dos herbicidas mais comuns e antigos do mundo. Foi desenvolvido

Leia mais

Atividade agropecuária e o meio ambiente

Atividade agropecuária e o meio ambiente Atividade agropecuária e o meio ambiente Paula Janaina da Rosa Louro servidora pública do Ministério Público da União 1.Considerações Iniciais A atividade agropecuária abrange a agricultura e a criação

Leia mais

Proposta para a Licitação da Folha de Pagamentos de Benefícios do INSS

Proposta para a Licitação da Folha de Pagamentos de Benefícios do INSS Proposta para a Licitação da Folha de Pagamentos de Benefícios do INSS Brasília, 11 de junho de 2014. SISTEMÁTICA ATUAL Desde 01/01/2010, o INSS direciona os benefícios para o vencedor do Lote, desde que

Leia mais

CAIXA ECONÔMICA FEDERAL CONCURSO PÚBLICO PARA FORMAÇÃO DE CADASTRO DE RESERVA PARA O CARGO DE TÉCNICO BANCÁRIO NOVO CARREIRA ADMINISTRATIVA

CAIXA ECONÔMICA FEDERAL CONCURSO PÚBLICO PARA FORMAÇÃO DE CADASTRO DE RESERVA PARA O CARGO DE TÉCNICO BANCÁRIO NOVO CARREIRA ADMINISTRATIVA Técnico Bancário Novo AC Cruzeiro do Sul 1618 CR* Técnico Bancário Novo AC Rio Branco 6648 CR * Técnico Bancário Novo AC Sena Madureira 1065 CR* Técnico Bancário Novo AL Maceió 22524 CR * Técnico Bancário

Leia mais

Impactos dos Agrotóxicos sobre a Saúde Humana Karen Friedrich

Impactos dos Agrotóxicos sobre a Saúde Humana Karen Friedrich Impactos dos Agrotóxicos sobre a Saúde Humana Karen Friedrich INCQS/FIOCRUZ Agosto/2014 CENÁRIO NACIONAL - Brasil maior mercado mundial de agrotóxicos desde 2008 (ANVISA) - U$ 7,3 bilhões em 2010; U$ 8,5

Leia mais

redução dos preços internacionais de algumas commodities agrícolas; aumento dos custos de

redução dos preços internacionais de algumas commodities agrícolas; aumento dos custos de Desempenho da Agroindústria No fechamento do primeiro semestre de 2005, a agroindústria registrou crescimento de 0,3%, taxa bastante inferior à assinalada pela média da indústria brasileira (5,0%) no mesmo

Leia mais

Resumo. Autores: Palavras-chaves: Agrotóxicos e Meio Ambiente, inpev, Coleta e Destinação Final.

Resumo. Autores: Palavras-chaves: Agrotóxicos e Meio Ambiente, inpev, Coleta e Destinação Final. Coleta e destinação final das embalagens de defensivos agrícolas no Estado do Tocantins. Collection and disposal of packaging of pesticides in the state of Tocantins. Autores: Sousa, Alana Karine da Silva

Leia mais

Mudanças Socioambientais Globais, Clima e Desastres Naturais

Mudanças Socioambientais Globais, Clima e Desastres Naturais Mudanças Socioambientais Globais, Clima e Desastres Naturais (ENSP/FIOCRUZ) Centro de Estudos e Pesquisas em Emergências e Desastres (CEPEDES) Fundação Oswaldo Cruz (FIOCRUZ) AS MUDANÇAS SOCIOAMBIENTAIS

Leia mais

AGROTÓXICOS, SUAS FINALIDADES E LEGALIDADE José Rodrigues da Costa ( Centro Universitário Nossa Senhora do Patrocínio ) RESUMO

AGROTÓXICOS, SUAS FINALIDADES E LEGALIDADE José Rodrigues da Costa ( Centro Universitário Nossa Senhora do Patrocínio ) RESUMO ARTIGO AGROTÓXICOS, SUAS FINALIDADES E LEGALIDADE José Rodrigues da Costa ( Centro Universitário Nossa Senhora do Patrocínio ) RESUMO Os agrotóxicos, seus componentes e afins, representa uma verdadeira

Leia mais

Custo da Cesta básica tem comportamento diferenciado nas capitais pesquisadas

Custo da Cesta básica tem comportamento diferenciado nas capitais pesquisadas 1 São Paulo, 04 de novembro de 2015. NOTA à IMPRENSA Custo da Cesta básica tem comportamento diferenciado nas capitais pesquisadas Em outubro, entre as 18 capitais onde o DIEESE - Departamento Intersindical

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico Parecer n.º 345 /COGPA/SEAE/MF MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico Brasília, 07 de outubro de 2002. Referência: Ofício nº 808/2002/SDE/GAB, de 25 de fevereiro de 2002. Assunto:

Leia mais

Avaliação da Rede Brasileira de Centros de Controle de Intoxicações a Envenenamento CCIEs Assessing the Brazilian Network of Poison Control Centers

Avaliação da Rede Brasileira de Centros de Controle de Intoxicações a Envenenamento CCIEs Assessing the Brazilian Network of Poison Control Centers Marques, M. B. et al. ARTIGO / ARTICLE Avaliação da Rede Brasileira de Centros de Controle de Intoxicações a Envenenamento CCIEs Assessing the Brazilian Network of Poison Control Centers Marília B. Marques

Leia mais

Tipos de Sistema de Produção

Tipos de Sistema de Produção Tipos de Sistema de Produção Os sistemas de cultura dominantes conjunto de plantas cultivadas, forma como estas se associam e técnicas utilizadas no seu cultivo apresentam grandes contrastes entre o Norte

Leia mais

Cesta básica tem alta moderada na maioria das capitais

Cesta básica tem alta moderada na maioria das capitais 1 São Paulo, 06 de julho de 2009. NOTA À IMPRENSA Cesta básica tem alta moderada na maioria das capitais Em junho, a Pesquisa Nacional da Cesta Básica, realizada pelo DIEESE - Departamento Intersindical

Leia mais

Censo Demográfico - 2000 : Educação: Resultados da Amostra

Censo Demográfico - 2000 : Educação: Resultados da Amostra Comunicação Social 02 de dezembro de 2003 Censo Demográfico - 2000 : Educação: Resultados da Em 2000, 5,8 milhões de brasileiros de 25 anos ou mais de idade tinham o curso superior concluído e proporção

Leia mais

DIGNOSTICO DO USO DE AGROTÓXICOS EM PROJETOS DE ASSENTAMENTO NO MUNICIPIO DE CONCEIÇÃO DO ARAGUAIA PA.

DIGNOSTICO DO USO DE AGROTÓXICOS EM PROJETOS DE ASSENTAMENTO NO MUNICIPIO DE CONCEIÇÃO DO ARAGUAIA PA. Goiânia/GO 19 a 22/11/2012 DIGNOSTICO DO USO DE AGROTÓXICOS EM PROJETOS DE ASSENTAMENTO NO MUNICIPIO DE CONCEIÇÃO DO ARAGUAIA PA. Thuanny Paula de Almeida Nascimento, IFPA Instituto Federal do Pará, Campus

Leia mais

Com a Liberty Seguros, você vende mais e ganha mais.

Com a Liberty Seguros, você vende mais e ganha mais. Com a Liberty Seguros, você vende mais e ganha mais. Prêmios distribuídos aos corretores de acordo com a pontuação nos produtos participantes. Venda de apólices = pontos = prêmios DIVERSOS PRÊMIOS: CARRO,

Leia mais

EXPLORAÇÃO DO CERRADO BRASILEIRO

EXPLORAÇÃO DO CERRADO BRASILEIRO EXPLORAÇÃO DO CERRADO BRASILEIRO CARACTERIZAÇÃO DO CERRADO BRASILEIRO É o maior bioma brasileiro depois da Amazônia, com aproximadamente 2 milhões de km² e está concentrado na região Centro Oeste do Brasil;

Leia mais

FISCALIZAÇÃO DO COMÉRCIO E USO DE AGROTÓXICOS NO RIO GRANDE DO SUL. Departamento de Defesa Agropecuária Divisão de Insumos e Serviços Agropecuários

FISCALIZAÇÃO DO COMÉRCIO E USO DE AGROTÓXICOS NO RIO GRANDE DO SUL. Departamento de Defesa Agropecuária Divisão de Insumos e Serviços Agropecuários FISCALIZAÇÃO DO COMÉRCIO E USO DE AGROTÓXICOS NO RIO GRANDE DO SUL Departamento de Defesa Agropecuária Divisão de Insumos e Serviços Agropecuários 1 O que são agrotóxicos e afins? DEFINIÇÃO (Art. 1, inciso

Leia mais

Origem Destino Preço Araxá Alta Floresta R$ 20,00 Araxá Aracaju R$ 20,00 Araxá Araraquara R$ 10,00 Araxá Araçatuba R$ 15,00 Araxá Altamira R$ 25,00

Origem Destino Preço Araxá Alta Floresta R$ 20,00 Araxá Aracaju R$ 20,00 Araxá Araraquara R$ 10,00 Araxá Araçatuba R$ 15,00 Araxá Altamira R$ 25,00 Origem Destino Preço Araxá Alta Floresta R$ 20,00 Araxá Aracaju R$ 20,00 Araxá Araraquara R$ 10,00 Araxá Araçatuba R$ 15,00 Araxá Altamira R$ 25,00 Araxá Araguaína R$ 20,00 Araxá Barcelos R$ 25,00 Araxá

Leia mais

1. Introdução. 2. Controle de Pragas para Fins Agrícolas. 3. Critério para a Seleção e Uso de Pesticidas

1. Introdução. 2. Controle de Pragas para Fins Agrícolas. 3. Critério para a Seleção e Uso de Pesticidas 1. Introdução A continuidade do Projeto PROACRE envolve atividades de reflorestamento de áreas degradadas e agricultura familiar, que podem necessitar de algum método de controle de pragas e parasitas

Leia mais

LEVANTAMENTO ESTATÍSTICO DAS INTOXICAÇÕES EXÓGENAS RELATADAS POR INDIVÍDUOS ATENDIDOS EM UMA UBS DO MUNICÍPIO DE PRESIDENTE PRUDENTE (SP)

LEVANTAMENTO ESTATÍSTICO DAS INTOXICAÇÕES EXÓGENAS RELATADAS POR INDIVÍDUOS ATENDIDOS EM UMA UBS DO MUNICÍPIO DE PRESIDENTE PRUDENTE (SP) Encontro de Ensino, Pesquisa e Extensão, Presidente Prudente, 22 a 25 de outubro, 2012 31 LEVANTAMENTO ESTATÍSTICO DAS INTOXICAÇÕES EXÓGENAS RELATADAS POR INDIVÍDUOS ATENDIDOS EM UMA UBS DO MUNICÍPIO DE

Leia mais

Fundação Mokiti Okada M.O.A Centro de Pesquisa Mokiti Okada - CPMO

Fundação Mokiti Okada M.O.A Centro de Pesquisa Mokiti Okada - CPMO Fundação Mokiti Okada M.O.A Mokiti Okada - CPMO CADEIA PRODUTIVA DA AGRICULTURA ORGÂNICA Audiência Pública da Comissão de Agricultura e Reforma Agrária CRA Senado Federal Novembro 2008 1 Mokiti Okada CPMO

Leia mais

AVALIAÇÃO DOS NÍVEIS DE AGROTÓXICOS ENCONTRADOS NA ÁGUA DE ABASTECIMENTO NAS REGIÕES DE CURITIBA E LONDRINA

AVALIAÇÃO DOS NÍVEIS DE AGROTÓXICOS ENCONTRADOS NA ÁGUA DE ABASTECIMENTO NAS REGIÕES DE CURITIBA E LONDRINA AVALIAÇÃO DOS NÍVEIS DE AGROTÓXICOS ENCONTRADOS NA ÁGUA DE ABASTECIMENTO NAS REGIÕES DE CURITIBA E LONDRINA ANDREOLI, C. V.; HOPPEN, C.; FERREIRA, A. C. Avaliação dos Níveis de Agrotóxicos Encontrados

Leia mais

INTRODUÇÃO A EPIDEMIOLOGIA

INTRODUÇÃO A EPIDEMIOLOGIA Universidade de Cuiabá - UNIC Núcleo de Disciplinas Integradas Disciplina: Saúde Coletiva INTRODUÇÃO A EPIDEMIOLOGIA Profª Ma. Andressa Menegaz e Profª Ma. Ana Cássia Lira de Amorim O que é EPIDEMIOLOGIA?

Leia mais

Página 1 de 8 IPI - Jurisdição - Regiões fiscais 18 de Maio de 2012 Em face da publicação da Portaria MF nº 203/2012 - DOU 1 de 17.05.2012, este procedimento foi atualizado (novas disposições - tópico

Leia mais

O espaço rural brasileiro 7ºano PROF. FRANCO AUGUSTO

O espaço rural brasileiro 7ºano PROF. FRANCO AUGUSTO O espaço rural brasileiro 7ºano PROF. FRANCO AUGUSTO Agropecuária É o termo utilizado para designar as atividades da agricultura e da pecuária A agropecuária é uma das atividades mais antigas econômicas

Leia mais

Uso da biotecnologia garante US$ 3,6 bilhões à agricultura brasileira, aponta novo estudo da ABRASEM

Uso da biotecnologia garante US$ 3,6 bilhões à agricultura brasileira, aponta novo estudo da ABRASEM Uso da biotecnologia garante US$ 3,6 bilhões à agricultura brasileira, aponta novo estudo da ABRASEM Resultados incluem primeiro ano de cultivo de milho geneticamente modificado, além das já tradicionais

Leia mais