Demonstrativo da extrema pobreza: Brasil 1990 a 2009

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Demonstrativo da extrema pobreza: Brasil 1990 a 2009"

Transcrição

1 Campinas, 29 de fevereiro de 2012

2 AVANÇOS NO BRASIL Redução significativa da população em situação de pobreza e extrema pobreza, resultado do desenvolvimento econômico e das decisões políticas adotadas. Demonstrativo da extrema pobreza: Brasil 1990 a 2009 Fonte: estimativas produzidas com base na Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD) Fonte: Estimativas produzidas com base na Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD) de 1990 a (Paes-Barros, 2011)

3 FORÇAS IMPULSIONADORAS DO DESENVOLVIMENTO Política Social Distribuição de Renda e Redução da Pobreza Desenvolvimento mais acelerado nas regiões mais pobres Fortalecimento da agricultura familiar com expansão do crédito Expansão e consolidação dos programas de transferência de renda Mercado Consumidor Crescimento do mercado Consumidor Aumento da Massa Salarial Elevação do emprego formal Aumento real do salário mínimo Classe Média Investimento Taxa de investimento acelerada PAC Minha Casa Minha Vida Investimentos Copa do Mundo 2014

4

5 Taxa de investimento

6 Elevação do emprego formal

7 Injeção de até R$ 47 bilhões na economia em 2012

8 Investimento Social

9 Nos Últimos Anos 28 milhões de pessoas saíram da pobreza Mas ainda temos: 16,3 milhões de pessoas em situação de extrema pobreza. *Segundo o Censo 2010 (IBGE) Domicílios permanentes de propriedade privada

10 PLANO BRASIL SEM MISÉRIA lançado em 02/06/2011

11 Linha e Público da Extrema Pobreza Linha de extrema pobreza: renda familiar per capita de até R$ 70 Acima da linha adotada nos Objetivos do Milênio/PNUD (US$ 1,25) Valor de referência da extrema pobreza do Bolsa Família Público do Brasil Sem Miséria: 16,2 milhões de pessoas em todo o país Total de pessoas % Urbano Rural Pessoas % Pessoas % Brasil % % % Norte % % % Nordeste % % % Sudeste % % % Sul % % % Centro-Oeste % % %

12 POPULAÇÃO EM EXTREMA POBREZA 16,2 MILHÕES (8,5%) 59% vivem na região Nordeste = 9,61 milhões Nas áreas rurais, uma em cada quatro pessoas está em situação de pobreza extrema (25,5%) 40% têm até 14 anos = duas em cada cinco pessoas. Na região Norte = 45% 48% das casas em extrema pobreza no campo não estão conectadas à rede geral de distribuição de água e não têm poço ou nascentes em sua propriedade 71% são negros 26% são analfabetos (15 anos ou mais)

13 DESAFIO: A MULTIDIMENSIONALIDADE DA POBREZA Eixo Garantia de Renda MAPA DA POBREZA 16,2 MILHÕES Aumento das capacidades e oportunidades Eixo de Acesso a Serviços Públicos AUMENTO DA RENDA PER CAPITA AUMENTO DAS CONDIÇÕES DE BEM-ESTAR Eixo de Inclusão Produtiva

14 Os 16,2 milhões não são uma estatística, TODOS serão parte do Cadastro Único

15 BUSCA ATIVA Localização, cadastramento e encaminhamento a serviços. Previsão de cadastramento: 800 mil famílias Realizado 2011: 407 mil

16 Eixo Garantia de Renda

17 BOLSA FAMÍLIA Aumento da cobertura de 13 mi para 13,8 mi; Aumento do valor do benefício variável em até 45%; Ampliação do limite de filhos de 3 para 5: inclusão de 1,3 milhão de crianças e adolescentes até 15 anos; Benefício variável para gestantes durante os nove meses e às nutrizes nos primeiros 6 meses. - Janeiro 2012 = 61 mil gestantes e 123 mil nutrizes Retorno garantido ao PBF para quem solicitar desligamento voluntário

18 Eixo Inclusão Produtiva

19 Eixo Inclusão Produtiva URBANO Geração de Trabalho e Renda INCLUSÃO PRODUTIVA RURAL Aumento da produção

20 Inclusão produtiva urbana Serviços Cursos de Qualificação Orientação Profissional INCLUÃO PRODUTIVA Emprego Formal Intermediação de mão de obra MEI Economia Popular e Solidaria Catadores Empreendedorismo Micro crédito Extrema Pobreza

21 Inclusão Produtiva Urbana Pronatec Brasil Sem Miséria Previsão até 2014 = 1 milhão de pessoas qualificadas Em 2011 = 82 mil vagas negociadas Mulheres Mil Mercado Formal Previsão 2014 = 100 mil trabalhadoras qualificadas Em 2011 foram criadas 10 mil vagas em 100 Institutos Federais Empreendedorismo Economia Popular e Solidária Previsão até 2014 = 200 mil pessoas Catadores de Material Reciclável Capacitar e fortalecer a participação em coleta seletiva de catadores até 2014 Apoiar a inclusão de catadores em logística reversa Microcrédito Redução da taxa de juros anual de 60% para 8% e taxa de abertura de crédito de 3% para 1% Micro-empreendedor Individual - MEI Previsão 2014 = 200 mil pessoas formalizadas Em 2011, 120 mil beneficiários do PBF se tornaram MEI

22 Inclusão Produtiva Rural OBJETIVO AUMENTO DAS CAPACIDADES E OPORTUNIDADES BOLSA VERDE ACOMPANHAMENTO DAS FAMÍLIAS SEMENTES, MUDAS E TECNOLOGIAS FOMENTO ÁGUA PARA TODOS LUZ PARA TODOS AUMENTO DA PRODUÇÃO ACESSO AOS MERCADOS AUTOCONSUMO

23 INCLUSÃO PRODUTIVA NO CAMPO

24 Inclusão Produtiva Rural ASSISTÊNCIA TÉCNICA RURAL Previsão 2014 = Assistência Técnica continuada, sementes e fomento (R$ 2.400) para 253 mil agricultores familiares Em 2011 = 37 mil agricultores familiares receberam assistência técnica e 375 toneladas de sementes COMPRAS PÚBLICAS - PAA Previsão 2014 = atendimento de 445 mil famílias; EM 2011 = 82 mil famílias ÁGUA PARA TODOS Previsão 2014 = Garantia de acesso à água para consumo de 750 mil famílias extremamente pobres e água para produção à 600 mil famílias Em 2011 = 315 mil famílias BOLSA VERDE Incentivo às famílias extremamente pobres para conservação ambiental Pagamento trimestral de R$ 300 por família, por meio do cartão do Bolsa Família = 73 mil famílias

25 Eixo Acesso a Serviços Públicos

26 ACESSO A SERVIÇOS PÚBLICOS OBJETIVO EXPANSÃO DO ACESSO A SERVIÇOS PÚBLICOS AUMENTO DA OFERTA QUALIFICAÇÃO DA OFERTA Expansão dos serviços e aumento da cobertura Sensibilização, mobilização e qualificação dos funcionarios

27 MAPA DA EXTREMA POBREZA PARA REORIENTAR A EXPANSÃO DA REDE DE SERVIÇOS

28 Acesso a Serviços Resultados em 2011: a) UBS s nos territórios com concentração de extrema pobreza; b) Mais Educação: escolas (1 milhão de alunos); c) Equipes Volantes: CRAS

29 PACTOS E AÇÕES ESTADUAIS Pactos regionais realizados Termos de compromisso assinados com 27 Governadores Complementação de transferência de renda assinada por 9 estados AC, AP, DF, ES, RJ, RS, RO e SP Aumento para 3,5 milhões de famílias que recebem o BF Manaus/AM 28/09/11 Centro Oeste dez/11 São Paulo/SP 18/08/11 Arapiraca/AL 25/07/11 Porto Alegre/RS 14/10/11

30 POLÍTICA DE COMPLEMENTAÇÃO DE RENDA DOS ESTADOS E MUNICÍPIOS

31 Parceria com Setor Privado e o Investimento Social Inserir a questão da inclusão social na lógica do negócio, na estrutura produtiva, na cadeia de produção; 1. Apoio às ações qualificação profissional: oferta, mobilização, assistência, mapa de oportunidades; 2. Redução das exigências de escolaridade para contratações; 3. Aquisição de produtos e contratação de serviços: da agricultura familiar, dos empreendedores individuais, das cooperativas. 4. Estímulos à cadeia de fornecedores para adotarem comportamento inclusivo.

32 Parceria com Setor Privado e o Investimento Social Revisão e redirecionamento das ações tradicionais de responsabilidade social; 1. Escala: complementariedade à ação governamental; 2. Foco: nos extremamente pobres; 3. Flexibilidade: contexto diverso; 4. Aderência: ao negócio;

33 Parceria com Setor Privado e o Investimento Social Algumas experiências já estão acontecendo: CBIC feirões de emprego Compras Privadas da agricultura familiar (ABRAS) PRONATEC sistema SENAI, SENAC, SENAR; Mapa de Oportunidades

34

IV Seminário Nacional do Programa Nacional de Crédito Fundiário Crédito Fundiário no Combate a Pobreza Rural Sustentabilidade e Qualidade de Vida

IV Seminário Nacional do Programa Nacional de Crédito Fundiário Crédito Fundiário no Combate a Pobreza Rural Sustentabilidade e Qualidade de Vida IV Seminário Nacional do Programa Nacional de Crédito Fundiário Crédito Fundiário no Combate a Pobreza Rural Sustentabilidade e Qualidade de Vida 30 DE NOVEMBRO DE 2011 CONTEXTO Durante os últimos anos,

Leia mais

Ana Fonseca Secretária Extraordinária de Superação da Extrema Pobreza (SESEP/MDS) Reunião do SASF 2 de agosto de 2011 Brasília

Ana Fonseca Secretária Extraordinária de Superação da Extrema Pobreza (SESEP/MDS) Reunião do SASF 2 de agosto de 2011 Brasília Ana Fonseca Secretária Extraordinária de Superação da Extrema Pobreza (SESEP/MDS) Reunião do SASF 2 de agosto de 2011 Brasília LINHA E PÚBLICO DA EXTREMA POBREZA Linha de extrema pobreza: renda familiar

Leia mais

O Brasil Sem Miséria é um Plano de metas para viabilizar o compromisso ético ousado do Governo da presidenta

O Brasil Sem Miséria é um Plano de metas para viabilizar o compromisso ético ousado do Governo da presidenta O Brasil Sem Miséria é um Plano de metas para viabilizar o compromisso ético ousado do Governo da presidenta Dilma Rousseff. É também um desafio administrativo e de gestão ao impor ao setor público metas

Leia mais

Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome

Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome O Brasil assume o desafio de acabar com a miséria O Brasil assume o desafio de acabar com a

Leia mais

Município: JOÃO PESSOA / PB

Município: JOÃO PESSOA / PB O Plano Brasil Sem Miséria O Plano Brasil Sem Miséria foi lançado com o desafio de superar a extrema pobreza no país. O público definido como prioritário foi o dos brasileiros que estavam em situação de

Leia mais

Estratégia de Desenvolvimento no Brasil e o Programa Bolsa Família. Junho 2014

Estratégia de Desenvolvimento no Brasil e o Programa Bolsa Família. Junho 2014 Estratégia de Desenvolvimento no Brasil e o Programa Bolsa Família Junho 2014 Estratégia de Desenvolvimento no Brasil Estratégia de desenvolvimento no Brasil Crescimento econômico com inclusão social e

Leia mais

O Programa Bolsa Família

O Programa Bolsa Família Painel sobre Programas de Garantia de Renda O Programa Bolsa Família Patrus Ananias de Sousa Ministro do Desenvolvimento Social e Combate à Fome República Federativa do Brasil Comissão de Emprego e Política

Leia mais

Caderno de Resultados População Negra 2011 abril/2015

Caderno de Resultados População Negra 2011 abril/2015 Caderno de Resultados População Negra 2011 abril/2015 Superação da pobreza da população negra junho/2011 a abril/2015 maio de 2015 NOTA As informações desta publicação são provenientes do Ministério do

Leia mais

FOME ZERO. O papel do Brasil na luta global contra a fome e a pobreza

FOME ZERO. O papel do Brasil na luta global contra a fome e a pobreza FOME ZERO O papel do Brasil na luta global contra a fome e a pobreza Seminário Internacional sobre Seguro de Emergência e Seguro Agrícola Porto Alegre, RS -- Brasil 29 de junho a 2 de julho de 2005 Alguns

Leia mais

Redução da Fome, da Pobreza e da Desigualdade. Taquara/RS 16/10/2015

Redução da Fome, da Pobreza e da Desigualdade. Taquara/RS 16/10/2015 Redução da Fome, da Pobreza e da Desigualdade Taquara/RS 16/10/2015 Terceira maior redução do número de pessoas subalimentadas no mundo 2002/2014 % População BRASIL - POPULAÇÃO EM SUBALIMENTAÇÃO (%) 15,0

Leia mais

O Modelo de Desenvolvimento Brasileiro

O Modelo de Desenvolvimento Brasileiro GESTÃO DE MACROPOLÍTICAS PÚBLICAS FEDERAIS O Modelo de Desenvolvimento Brasileiro Esther Dweck Brasília Ministério do Planejamento 04 de fevereiro de 2014 O modelo de desenvolvimento brasileiro Objetivos

Leia mais

IX CONFERÊNCIA ESTADUAL DE ASSISTÊNCIA SOCIAL CURITIBA-PR

IX CONFERÊNCIA ESTADUAL DE ASSISTÊNCIA SOCIAL CURITIBA-PR IX CONFERÊNCIA ESTADUAL DE ASSISTÊNCIA SOCIAL CURITIBA-PR Rosiane Costa de Souza Assistente Social Msc Serviço Social/UFPA Diretora de Assistência Social Secretaria de Estado de Assistência Social do Pará

Leia mais

O BRASIL SEM MISÉRIA NO SEU MUNICÍPIO Município: VITÓRIA DA CONQUISTA / BA O Plano Brasil Sem Miséria O Plano Brasil Sem Miséria foi lançado com o desafio de superar a extrema pobreza no país. O público

Leia mais

O Brasil Melhorou. 36 milhões. de brasileiros saíram da pobreza em 10 anos. 42 milhões. de brasileiros ascenderam de classe.

O Brasil Melhorou. 36 milhões. de brasileiros saíram da pobreza em 10 anos. 42 milhões. de brasileiros ascenderam de classe. O Brasil Melhorou 36 milhões de brasileiros saíram da pobreza em 10 anos 42 milhões de brasileiros ascenderam de classe Fonte: SAE/PR O Brasil Melhorou O salário mínimo teve um aumento real de 70% Em 2003,

Leia mais

ROTEIRO DE APRESENTAÇÃO

ROTEIRO DE APRESENTAÇÃO ROTEIRO DE APRESENTAÇÃO 1) Apresentação da estratégia da inclusão produtiva urbana. 2) Detalhamento operacional de cada programa: descrição, resultados, restrições e providências. 3) Parcerias: ABRAS,

Leia mais

III CONGRESSO BRASILEIRO DO CACAU: INOVAÇÃO TECNOLÓGICA E SUSTENTABILIDADE

III CONGRESSO BRASILEIRO DO CACAU: INOVAÇÃO TECNOLÓGICA E SUSTENTABILIDADE III CONGRESSO BRASILEIRO DO CACAU: INOVAÇÃO TECNOLÓGICA E SUSTENTABILIDADE Painel 8: O papel de Instituições Públicas para Desenvolvimento da Cacauicultura Brasileira O Cacau e a Agricultura Familiar Adriana

Leia mais

MDS: principais resultados e perspectivas

MDS: principais resultados e perspectivas MDS: principais resultados e perspectivas Patrus Ananias de Sousa Ministro de Estado do Desenvolvimento Social e Combate à Fome Comissão de Assuntos Sociais do Senado Federal Brasília-DF, 22 de abril de

Leia mais

Histórico da transferência de renda com condicionalidades no Brasil

Histórico da transferência de renda com condicionalidades no Brasil Brasil População: 184 milhões habitantes Área: 8.514.215,3 km² República Federativa com 3 esferas de governo: Governo Federal, 26 estados, 1 Distrito Federal e 5.565 municípios População pobre: 11 milhões

Leia mais

Inclusão Produ-va Rural

Inclusão Produ-va Rural Inclusão Produ-va Rural Plano Brasil Sem Miséria A miséria tem caras e necessidades diferentes conforme a região. A realidade no campo é uma, na cidade é outra bem diferente. Por isso, o Brasil Sem Miséria

Leia mais

INCLUSÃO PRODUTIVA. 3 - O governo estadual desenvolve ações, programas ou projetos de inclusão produtiva para a geração de trabalho e renda?

INCLUSÃO PRODUTIVA. 3 - O governo estadual desenvolve ações, programas ou projetos de inclusão produtiva para a geração de trabalho e renda? 1 - Existe algum tipo de estudo setorial e/ou diagnóstico socioeconômico do estado que tenha sido realizado no período entre 2010 e 2014? 1 Sim 1.1 - Ano do diagnóstico: Não (passe para 2 o quesito 3)

Leia mais

Objetivos Consolidar uma política garantidora de direitos Reduzir ainda mais a desigualdade social

Objetivos Consolidar uma política garantidora de direitos Reduzir ainda mais a desigualdade social AGENDA SOCIAL AGENDA SOCIAL Estamos lutando por um Brasil sem pobreza, sem privilégios, sem discriminações. Um país de oportunidades para todos. A melhor forma para um país crescer é fazer que cada vez

Leia mais

Reduzindo Fome, Pobreza e Desigualdade

Reduzindo Fome, Pobreza e Desigualdade Reduzindo Fome, Pobreza e Desigualdade Regiões Metropolitanas (RMs) e Regiões Integradas de Desenvolvimento (RIDEs) 11% dos municípios 47% da população Nome Quantidade de População Municípios Total* RM

Leia mais

Departamento de Geração de Renda e

Departamento de Geração de Renda e Departamento de Geração de Renda e Agregação de Valor - DGRAV ESTRUTURA DO MDA Gabinete do Ministro Secretaria Executiva Secretaria da Agricultura Familiar SAF Secretaria de Reordenamento Agrário - SRA

Leia mais

9 de septiembre de 2008

9 de septiembre de 2008 SEMINARIO REGIONAL LA CONTRIBUCIÓN N DE LOS PROGRAMAS SOCIALES AL LOGRO DE LOS OBJETIVOS DE DESARROLLO DEL MILENIO EXPERIÊNCIA DO GOVERNO BRASILEIRO M. Andréa a Borges David Santiago de Chile, 8-98 9 de

Leia mais

MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO SOCIAL E COMBATE À FOME. INCLUSÃO PRODUTIVA URBANA Brasília, setembro de 2014

MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO SOCIAL E COMBATE À FOME. INCLUSÃO PRODUTIVA URBANA Brasília, setembro de 2014 MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO SOCIAL E COMBATE À FOME INCLUSÃO PRODUTIVA URBANA Brasília, setembro de 2014 Eixos de atuação Mapa da Pobreza Aumento das capacidades e oportunidades Garantia de Renda Inclusão

Leia mais

Superação da pobreza rural. junho/2011 a outubro/2014. dezembro de 2014

Superação da pobreza rural. junho/2011 a outubro/2014. dezembro de 2014 Superação da pobreza rural junho/2011 a outubro/2014 dezembro de 2014 Segundo o Censo 2010, a distribuição da extrema pobreza entre os meios rural e urbano apresentava valores próximos: 47% no rural e

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE PORTO ALEGRE FUNDAÇÃO ASSISTÊNCIA SOCIAL E CIDADANIA

PREFEITURA MUNICIPAL DE PORTO ALEGRE FUNDAÇÃO ASSISTÊNCIA SOCIAL E CIDADANIA PREFEITURA MUNICIPAL DE PORTO ALEGRE FUNDAÇÃO ASSISTÊNCIA SOCIAL E CIDADANIA 1 DADOS DE IDENTIFICAÇÃO PROJETO TÉCNICO: ACESSUAS TRABALHO / PRONATEC EQUIPE RESPONSÁVEL: Proteção Social Básica PERÍODO: Setembro

Leia mais

Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome MDS Secretaria Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional SESAN

Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome MDS Secretaria Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional SESAN Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome MDS Secretaria Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional SESAN Fórum de debates sobre a pobreza e a segurança alimentar Campinas, 13 de outubro

Leia mais

alimentos para o brasil APRESENTAÇÃO

alimentos para o brasil APRESENTAÇÃO 2014-2015 alimentos para o brasil APRESENTAÇÃO O Plano Safra da Agricultura Familiar 2014/2015 Alimentos Para o Brasil vem consolidar mais de uma década de políticas públicas que melhoram a vida de quem

Leia mais

alimentos para o brasil APRESENTAÇÃO

alimentos para o brasil APRESENTAÇÃO 2014-2015 APRESENTAÇÃO O Plano Safra da Agricultura Familiar 2014/2015 Alimentos Para o Brasil vem consolidar mais de uma década de políticas públicas que melhoram a vida de quem vive no Brasil Rural.

Leia mais

No Brasil, existem cerca de 45 milhões de Pessoas com Deficiência, o que representa ¼ da população geral (Censo IBGE, 2010).

No Brasil, existem cerca de 45 milhões de Pessoas com Deficiência, o que representa ¼ da população geral (Censo IBGE, 2010). O Plano Nacional dos Direitos da Pessoa com Deficiência PLANO VIVER SEM LIMITE 2011-2014 foi instituído por meio do Decreto da Presidência da República nº 7.612, de 17/11/2011 e tem como finalidade promover,

Leia mais

A Contribuição da Educação para o Desenvolvimento Social

A Contribuição da Educação para o Desenvolvimento Social A Contribuição da Educação para o Desenvolvimento Social Setembro 2010 Wanda Engel Superintendente Executiva Desenvolvimento Humano Sujeito Sujeito Objeto Desenvolvimento Social Desenvolvimento Econômico

Leia mais

POLÍTICA SOCIAL NO NORDESTE BRASILEIRO: O USO DOS PROGRAMAS DE TRANSFERÊNCIA DE RENDA COM ÊNFASE AO PROGRAMA BOLSA FAMÍLIA (PBF)

POLÍTICA SOCIAL NO NORDESTE BRASILEIRO: O USO DOS PROGRAMAS DE TRANSFERÊNCIA DE RENDA COM ÊNFASE AO PROGRAMA BOLSA FAMÍLIA (PBF) POLÍTICA SOCIAL NO NORDESTE BRASILEIRO: O USO DOS PROGRAMAS DE TRANSFERÊNCIA DE RENDA COM ÊNFASE AO PROGRAMA BOLSA FAMÍLIA (PBF) Márcia Ribeiro de Albuquerque 1 Ana Carolina Alves Gomes 2 A questão das

Leia mais

Plano Brasil sem Miséria e a Educação para redução da pobreza e das desigualdades UNDIME 15/06/2015

Plano Brasil sem Miséria e a Educação para redução da pobreza e das desigualdades UNDIME 15/06/2015 Plano Brasil sem Miséria e a Educação para redução da pobreza e das desigualdades UNDIME 15/06/2015 Terceira maior redução do número de pessoas subalimentadas no mundo 2002/2014 BRASIL - POPULAÇÃO EM SUBALIMENTAÇÃO

Leia mais

POLÍTICAS PÚBLICAS PARA O DESENVOLVIMENTO DO BRASIL RURAL

POLÍTICAS PÚBLICAS PARA O DESENVOLVIMENTO DO BRASIL RURAL MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO AGRÁRIO POLÍTICAS PÚBLICAS PARA O DESENVOLVIMENTO DO BRASIL RURAL Pepe Vargas Ministro de Estado do Desenvolvimento Agrário Fonte: IBGE Censo Agropecuário 2006 Os agricultores

Leia mais

Cadastro Único e Programa Bolsa Família

Cadastro Único e Programa Bolsa Família Cadastro Único e Programa Bolsa Família Letícia Bartholo Secretária Adjunta Abril de 2014 A Secretaria A Secretaria Nacional de Renda de Cidadania (Senarc) é responsável pela gestão, em nível nacional,

Leia mais

Educação no Brasil. Aloizio Mercadante. São Paulo, 30 de novembro de 2012

Educação no Brasil. Aloizio Mercadante. São Paulo, 30 de novembro de 2012 Educação no Brasil Aloizio Mercadante Ministro de Estado da Educação São Paulo, 30 de novembro de 2012 Educação Infantil Taxas de atendimento Creches 36,3 23,6 9,4 12,2 Brasil Carinhoso: 2,8 milhões de

Leia mais

10 ANOS. Conte até 10 e saiba por quê.

10 ANOS. Conte até 10 e saiba por quê. 10 ANOS O Programa de Aquisição de Alimentos completou dez anos. Instituído pela Lei nº 10.696, de 2 de julho de 2003, o PAA tem se consolidado como um instrumento de estímulo à organização produtiva e

Leia mais

PROJETO DE DESENVOLVIMENTO RURAL SUSTENTÁVEL DO ESTADO DA BAHIA. Banco Mundial

PROJETO DE DESENVOLVIMENTO RURAL SUSTENTÁVEL DO ESTADO DA BAHIA. Banco Mundial PROJETO DE DESENVOLVIMENTO RURAL SUSTENTÁVEL DO ESTADO DA BAHIA POR QUE O PROJETO Decisão Estratégica do Governo do Estado da Bahia Necessidade de avançar na erradicação da pobreza rural Existência de

Leia mais

Fórum Nacional dos Dirigentes Municipais da Educação Bahia, 16 de maio de 2013. www.brasilsemmiseria.gov.br

Fórum Nacional dos Dirigentes Municipais da Educação Bahia, 16 de maio de 2013. www.brasilsemmiseria.gov.br Fórum Nacional dos Dirigentes Municipais da Educação Bahia, 16 de maio de 2013 www.brasilsemmiseria.gov.br IMPACTOS NOS INDICADORES DE EDUCAÇÃO Taxas de rendimento escolar na rede pública Ensino Fundamental

Leia mais

As MPE s como eixo central de cadeias produtivas

As MPE s como eixo central de cadeias produtivas As MPE s como eixo central de cadeias produtivas Guilherme Lacerda Diretor de Infraestrutura Social, Meio Ambiente, Agropecuária e Inclusão Social Madrid Outubro 2012 MPEs Importância, Desafios e Contribuições

Leia mais

SISTEMA PÚBLICO DE EMPREGO NO BRASIL: REALIDADE E PERPECTIVAS

SISTEMA PÚBLICO DE EMPREGO NO BRASIL: REALIDADE E PERPECTIVAS SISTEMA PÚBLICO DE EMPREGO NO BRASIL: REALIDADE E PERPECTIVAS ANÁLISE DO MERCADO DE TRABALHO NO BRASIL SEGUNDO DADOS DA RAIS 2011 ANÁLISE DO MERCADO DE TRABALHO NO BRASIL SEGUNDO DADOS DA RAIS 2011 Em

Leia mais

PERFIL DOS ESTADOS E DOS MUNICÍPIOS BRASILEIROS: INCLUSÃO PRODUTIVA.

PERFIL DOS ESTADOS E DOS MUNICÍPIOS BRASILEIROS: INCLUSÃO PRODUTIVA. PERFIL DOS ESTADOS E DOS MUNICÍPIOS BRASILEIROS: INCLUSÃO PRODUTIVA. FICHA TÉCNICA Coordenação de População e Indicadores Sociais: Bárbara Cobo Soares Gerente de Pesquisas e Estudos Federativos: Antônio

Leia mais

Na Crise - Esperança e Oportunidade. Desenvolvimento como "Sonho Brasileiro".(Desenvolvimento com Inclusão). Oportunidade para as Favelas

Na Crise - Esperança e Oportunidade. Desenvolvimento como Sonho Brasileiro.(Desenvolvimento com Inclusão). Oportunidade para as Favelas Na Crise - Esperança e Oportunidade. Desenvolvimento como "Sonho Brasileiro".(Desenvolvimento com Inclusão). Oportunidade para as Favelas Rio de Janeiro, 17 de setembro de 2009 Fórum Especial INAE Luciano

Leia mais

A Importância da Gestão do Pronatec como Estratégia de Inclusão Social e Produtiva

A Importância da Gestão do Pronatec como Estratégia de Inclusão Social e Produtiva A Importância da Gestão do Pronatec como Estratégia de Inclusão Social e Produtiva Belo Horizonte, outubro de 2015 Estratégias do Plano Mapa da Pobreza Aumento das capacidades e oportunidades Garantia

Leia mais

Mapa de Oportunidades e de Serviços Públicos para Plano Brasil Sem Miséria: Proposta de construção em rede colaborativa de instituições brasileiras

Mapa de Oportunidades e de Serviços Públicos para Plano Brasil Sem Miséria: Proposta de construção em rede colaborativa de instituições brasileiras Mapa de Oportunidades e de Serviços Públicos para Plano Brasil Sem Miséria: Proposta de construção em rede colaborativa de instituições brasileiras O que é o Mapa de Oportunidades e de Serviços Públicos?

Leia mais

Oficina O Uso dos Sistemas de Informação como Ferramentas de Gestão Local do SUAS

Oficina O Uso dos Sistemas de Informação como Ferramentas de Gestão Local do SUAS Oficina O Uso dos Sistemas de Informação como Ferramentas de Gestão Local do SUAS O Cadastro Único e a Gestão do SUAS: Essa ferramenta auxilia no processo de planejamento das ações socioassistenciais?

Leia mais

O BRASIL SEM MISÉRIA APRESENTAÇÃO

O BRASIL SEM MISÉRIA APRESENTAÇÃO APRESENTAÇÃO O BRASIL SEM MISÉRIA O Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome decidiu organizar este livro por vários motivos. Um deles é evitar que o histórico da construção do Plano Brasil

Leia mais

A experiência do Brasil na promoção do direito humano à alimentação adequada a partir do fortalecimento da agricultura familiar e camponesa

A experiência do Brasil na promoção do direito humano à alimentação adequada a partir do fortalecimento da agricultura familiar e camponesa Seminário Agrícola Internacional Bruxelas, 4 e 5 de maio de 2009 Bélgica A experiência do Brasil na promoção do direito humano à alimentação adequada a partir do fortalecimento da agricultura familiar

Leia mais

Trabalho Infantil - Diagnóstico Brasil e Sudeste. Paula Montagner Outubro/ 2014

Trabalho Infantil - Diagnóstico Brasil e Sudeste. Paula Montagner Outubro/ 2014 Trabalho Infantil - Diagnóstico Brasil e Sudeste Paula Montagner Outubro/ 2014 A Organização Internacional do Trabalho - OIT tem sido a principal promotora da implementação de ações restritivas ao trabalho

Leia mais

Programa Bolsa Família: Avanço recentes e principais resultados

Programa Bolsa Família: Avanço recentes e principais resultados Programa Bolsa Família: Avanço recentes e principais resultados Luis Henrique Paiva Secretário Nacional de Renda de Cidadania Dezembro de 2014 2011-2014: Ciclo de Aperfeiçoamento do PBF e do Cadastro Único

Leia mais

Agência Nacional de Vigilância Sanitária

Agência Nacional de Vigilância Sanitária Agência Nacional de Vigilância Sanitária RESOLUÇÃO DE DIRETORIA COLEGIADA n 49/13 Esta resolução tem por objetivo aplicar no âmbito da vigilância sanitária as diretrizes e os objetivos do Decreto nº 7.492,

Leia mais

acompanhar a situação das famílias vulneráveis planejar suas ações no território ofertar benefícios de forma transparente e republicana

acompanhar a situação das famílias vulneráveis planejar suas ações no território ofertar benefícios de forma transparente e republicana Proteção e Promoção Social no Brasil A proteção social básica e a promoção de oportunidades para as famílias em situação de pobreza têm hoje, como instrumento principal de gestão, o Cadastro Único. Mais

Leia mais

O Lugar da Educação Infantil nas Políticas para a Primeira Infância. Rio de Janeiro/RJ Setembro/2015

O Lugar da Educação Infantil nas Políticas para a Primeira Infância. Rio de Janeiro/RJ Setembro/2015 SEMINÁRIO NACIONAL CURRÍCULO E AVALIAÇÃO NA EDUCAÇÃO INFANTIL: POLÍTICAS PARA A PRIMEIRA INFÂNCIA O Lugar da Educação Infantil nas Políticas para a Primeira Infância Rio de Janeiro/RJ Setembro/2015 Secretaria

Leia mais

Palma de óleo, agricultura familiar e desenvolvimento rural sustentável

Palma de óleo, agricultura familiar e desenvolvimento rural sustentável Palma de óleo, agricultura familiar e desenvolvimento rural sustentável Sumário Agricultura familiar no Brasil Importância e aspectos positivos da palma de óleo Programa Palma de Óleo e sinergia com o

Leia mais

ESTUDO TÉCNICO N.º 03/2015

ESTUDO TÉCNICO N.º 03/2015 ESTUDO TÉCNICO N.º 03/2015 Ações de Inclusão Produtiva segundo Censo SUAS 2013: uma análise sob diversos recortes territoriais. MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO SOCIAL E COMBATE À FOME SECRETARIA DE AVALIAÇÃO

Leia mais

Centro de Artes e Esportes Unificados, Sertãozinho SP. UBS Elpidio Moreira Souza AC. UPA município de Ribeirão Pires SP

Centro de Artes e Esportes Unificados, Sertãozinho SP. UBS Elpidio Moreira Souza AC. UPA município de Ribeirão Pires SP Centro de Artes e Esportes Unificados, Sertãozinho SP UBS Elpidio Moreira Souza AC Quadra da Escola Municipal Érico de Souza, Águas Lindas GO UPA município de Ribeirão Pires SP UBS Clínica da Família,

Leia mais

SeminárioADI-2012. Inclusão financeira inovação para as MPE s

SeminárioADI-2012. Inclusão financeira inovação para as MPE s SeminárioADI-2012 Inclusão financeira inovação para as MPE s Guilherme Lacerda Diretor de Infraestrutura Social, Meio Ambiente, Agropecuária e Inclusão Social Barcelona Outubro 2012 1. Diagnóstico Não

Leia mais

TEXTO 2. Inclusão Produtiva, SUAS e Programa Brasil Sem Miséria

TEXTO 2. Inclusão Produtiva, SUAS e Programa Brasil Sem Miséria TEXTO 2 Inclusão Produtiva, SUAS e Programa Brasil Sem Miséria Um dos eixos de atuação no Plano Brasil sem Miséria diz respeito à Inclusão Produtiva nos meios urbano e rural. A primeira está associada

Leia mais

Avaliação como Processo de aprendizagem organizacional e inovação no desenho e gestão de programas sociais: a experiência da SAGI/MDS

Avaliação como Processo de aprendizagem organizacional e inovação no desenho e gestão de programas sociais: a experiência da SAGI/MDS Avaliação como Processo de aprendizagem organizacional e inovação no desenho e gestão de programas sociais: a experiência da SAGI/MDS Paulo Jannuzzi Secretaria de Avaliação e Gestão da Informação Ministério

Leia mais

A SUSTENTABILIDADE DA SEGURIDADE SOCIAL NO BRASIL TENDO EM CONTA OS MODELOS CONTRIBUTIVOS E NÃO CONTRIBUTIVOS

A SUSTENTABILIDADE DA SEGURIDADE SOCIAL NO BRASIL TENDO EM CONTA OS MODELOS CONTRIBUTIVOS E NÃO CONTRIBUTIVOS A SUSTENTABILIDADE DA SEGURIDADE SOCIAL NO BRASIL TENDO EM CONTA OS MODELOS CONTRIBUTIVOS E NÃO CONTRIBUTIVOS Semana Internacional de la Seguridad Social 2012 Promoviendo una Cultura de Prevención Quito,

Leia mais

DILMA ROUSSEFF Presidenta da República. PATRUS ANANIAS Ministro do Desenvolvimento Agrário

DILMA ROUSSEFF Presidenta da República. PATRUS ANANIAS Ministro do Desenvolvimento Agrário DILMA ROUSSEFF Presidenta da República PATRUS ANANIAS Ministro do Desenvolvimento Agrário MARIA FERNANDA RAMOS COELHO Secretária Executiva do Ministério do Desenvolvimento Agrário MARIA LÚCIA DE OLIVEIRA

Leia mais

Relatório de Avaliação do PPA 2012-2015

Relatório de Avaliação do PPA 2012-2015 Relatório de Avaliação do PPA 2012-2015 2014, ano base 2013 Dimensão Estratégica (vol. 1) e Programas Temáticos (vol. 2) Resumo do preenchimento Esther Bemerguy de Albuquerque Secretária de Planejamento

Leia mais

Educação e desenvolvimento. Professor: Jorge Abrahão de Castro Período: Julho de 2013.

Educação e desenvolvimento. Professor: Jorge Abrahão de Castro Período: Julho de 2013. Educação e desenvolvimento Professor: Jorge Abrahão de Castro Período: Julho de 2013. Circuito de influencia Fatores do desenvolvimento Ampliação da participação política e social Consumo (Novo padrão

Leia mais

Amazônia Legal e infância

Amazônia Legal e infância Amazônia Legal e infância Área de Abrangência 750 Municípios distribuídos em 09 Unidades Federativas: Amazonas (62), Amapá (16), Acre (22), Roraima (15), Rondônia (52), Pará (143), Tocantins (139), Maranhão

Leia mais

Combate à Pobreza, Crescimento Inclusivo e Nova Agenda Social. Centro de Políticas Sociais FGV Wanda Engel Rio de Janeiro, 27 de novembro de 2015

Combate à Pobreza, Crescimento Inclusivo e Nova Agenda Social. Centro de Políticas Sociais FGV Wanda Engel Rio de Janeiro, 27 de novembro de 2015 Combate à Pobreza, Crescimento Inclusivo e Nova Agenda Social Centro de Políticas Sociais FGV Wanda Engel Rio de Janeiro, 27 de novembro de 2015 Marcos da Política de Combate à Pobreza Antecedentes: Assistência

Leia mais

CAMPO FORMAÇÃO PROFISSIONAL PARA O FORTALECIMENTO DA AGRICULTURA FAMILIAR E O DESENVOLVIMENTO RURAL SUSTENTÁVEL EM BASES TERRITORIAIS E AGROECOLÓGICAS

CAMPO FORMAÇÃO PROFISSIONAL PARA O FORTALECIMENTO DA AGRICULTURA FAMILIAR E O DESENVOLVIMENTO RURAL SUSTENTÁVEL EM BASES TERRITORIAIS E AGROECOLÓGICAS PRONATEC CAMPO FORMAÇÃO PROFISSIONAL PARA O FORTALECIMENTO DA AGRICULTURA FAMILIAR E O DESENVOLVIMENTO RURAL SUSTENTÁVEL EM BASES TERRITORIAIS E AGROECOLÓGICAS PRONATEC CAMPO O PRONATEC O Programa Nacional

Leia mais

Pequenos Negócios no Brasil. Especialistas em pequenos negócios / 0800 570 0800 / sebrae.com.br

Pequenos Negócios no Brasil. Especialistas em pequenos negócios / 0800 570 0800 / sebrae.com.br Pequenos Negócios no Brasil Pequenos Negócios no Brasil Clique no título para acessar o conteúdo, ou navegue pela apresentação completa Categorias de pequenos negócios no Brasil Micro e pequenas empresas

Leia mais

MTE - SPPE SECRETARIA DE POLÍTICAS PÚBLICAS DE EMPREGO

MTE - SPPE SECRETARIA DE POLÍTICAS PÚBLICAS DE EMPREGO Sistema Público de Emprego Trabalho e Renda (SPETR) O SPETR deve estruturar e integrar as seguintes funções/ações básicas e complementares: seguro-desemprego, intermediação de mão-de-obra, orientação profissional,

Leia mais

Cadastro Único: um cadastro, vários programas sociais.

Cadastro Único: um cadastro, vários programas sociais. Cadastro Único: um cadastro, vários programas sociais. Secretaria de Estado da Assistência e Desenvolvimento Social. O CADASTRO ÚNICO é a porta de entrada para os Programas Sociais do Governo Federal e

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO DE CONSULTORIA ESPECIALIZADA

TERMO DE REFERÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO DE CONSULTORIA ESPECIALIZADA TERMO DE REFERÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO DE CONSULTORIA ESPECIALIZADA (PESSOA FÍSICA) Contrato por Produto - Nacional Número e Título do Projeto: BRA/ 09/004 Fortalecimento da CAIXA no seu processo de internacionalização

Leia mais

Avanços da Educação no Brasil. Brasília, 29 de janeiro

Avanços da Educação no Brasil. Brasília, 29 de janeiro Avanços da Educação no Brasil Brasília, 29 de janeiro Objetivos Objetivo 1 - Cuidados na primeira infância e educação; Objetivo 2 - Educação primária universal (EPU); Objetivo 3 - Habilidades para jovens

Leia mais

Objetivos de Desenvolvimento do Milênio

Objetivos de Desenvolvimento do Milênio Objetivos de Desenvolvimento do Milênio Com base em resultados de conferências internacionais, a ONU lançou, no ano 2000, os Objetivos de Desenvolvimento do Milênio, durante e Cúpula do Milênio, com a

Leia mais

Analfabetismo no Brasil

Analfabetismo no Brasil Analfabetismo no Brasil Ricardo Paes de Barros (IPEA) Mirela de Carvalho (IETS) Samuel Franco (IETS) Parte 1: Magnitude e evolução do analfabetismo no Brasil Magnitude Segundo estimativas obtidas com base

Leia mais

Compras Institucionais. Programa de Aquisição de Alimentos

Compras Institucionais. Programa de Aquisição de Alimentos Compras Institucionais Programa de Aquisição de Alimentos Brasil Sem Miseria: Rota de Inclusao Produtiva Termo de compromisso ABRAS Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) Compras Privadas Promoção Comercial

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização, Diversidade e Inclusão

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização, Diversidade e Inclusão MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização, Diversidade e Inclusão Diretoria Políticas de Alfabetização e Educação de Jovens e Adultos maio 2015 PANORAMA DA EDUCAÇÃO DE JOVENS

Leia mais

Documento Base do Plano Estadual de Educação do Ceará. Eixo Temático Educação Superior

Documento Base do Plano Estadual de Educação do Ceará. Eixo Temático Educação Superior Documento Base do Plano Estadual de Educação do Ceará Eixo Temático Educação Superior Ceará, 2015 1 Socioeconômico Diagnóstico Para compreender a situação da educação no estado do Ceará é necessário também

Leia mais

Comitê MDS de Políticas para as Mulheres e Gênero: Políticas, Ações e Perspectivas

Comitê MDS de Políticas para as Mulheres e Gênero: Políticas, Ações e Perspectivas Comitê MDS de Políticas para as Mulheres e Gênero: Políticas, Ações e Perspectivas Teresa Sacchet Seminário de Capacitação dos Mecanismos de Gênero no Governo Federal MDS Criado em Janeiro de 2004. Inclui:

Leia mais

Programa de Produção Sustentável de Óleo de Palma no Brasil. Programa de Produção Sustentável de Óleo de Palma no Brasil

Programa de Produção Sustentável de Óleo de Palma no Brasil. Programa de Produção Sustentável de Óleo de Palma no Brasil Programa de Produção Sustentável de Óleo de Palma no Brasil Objetivo: Disciplinar a expansão da produção de óleo de palma no Brasil e ofertar instrumentos para garantir uma produção em bases ambientais

Leia mais

As Políticas Públicas e a Agricultura Familiar

As Políticas Públicas e a Agricultura Familiar As Políticas Públicas e a Agricultura Familiar Lei da Agricultura Familiar LEI Nº 11.326, DE 24 DE JULHO DE 2006. Art. 3 Para os efeitos desta Lei, considera-se agricultor familiar e empreendedor familiar

Leia mais

Sistema de Proteção Social e estratégia de desenvolvimento no Brasil. Abril 2014

Sistema de Proteção Social e estratégia de desenvolvimento no Brasil. Abril 2014 Sistema de Proteção Social e estratégia de desenvolvimento no Brasil Abril 2014 Estratégia de desenvolvimento brasileiro Crescimento econômico com inclusão social e desenvolvimento regional Fortalecimento

Leia mais

A economia solidária como estratégia de inclusão produtiva no Programa Bolsa Família

A economia solidária como estratégia de inclusão produtiva no Programa Bolsa Família A economia solidária como estratégia de inclusão produtiva no Programa Bolsa Família Adriane Vieira Ferrarini Docente e pesquisadora do Programa de Pós graduação em Ciências Sociais da Unisinos Estelamaris

Leia mais

Discurso da ministra do Planejamento, Miriam Belchior, no seminário Planejamento e Desenvolvimento: Experiências Internacionais e o Caso do Brasil

Discurso da ministra do Planejamento, Miriam Belchior, no seminário Planejamento e Desenvolvimento: Experiências Internacionais e o Caso do Brasil Discurso da ministra do Planejamento, Miriam Belchior, no seminário Planejamento e Desenvolvimento: Experiências Internacionais e o Caso do Brasil Brasília, 22 de novembro de 2012 É uma honra recebê-los

Leia mais

NOTA TÉCNICA Nº 19/2015

NOTA TÉCNICA Nº 19/2015 NOTA TÉCNICA Nº 19/2015 Brasília, 3 de Novembro de 2015. ÁREA: Planejamento Territorial e Habitação TÍTULO: Novidades na operacionalização do Programa Minha Casa, Minha Vida (PMCMV) em sua Terceria Fase

Leia mais

Por muito tempo o Brasil viveu uma falsa dicotomia entre desenvolvimento econômico e políticas de inclusão.

Por muito tempo o Brasil viveu uma falsa dicotomia entre desenvolvimento econômico e políticas de inclusão. 1 Discurso da Ministra do Desenvolvimento Social e Combate à Fome Tereza Campello na Cerimônia de Anúncio de medida complementando renda a todos os beneficiários do Bolsa Família, em 19 de fevereiro de

Leia mais

As Compras Públicas da Agricultura Familiar para Programas Sociais

As Compras Públicas da Agricultura Familiar para Programas Sociais As Compras Públicas da Agricultura Familiar para Programas Sociais INCLUSÃO PRODUTIVA RURAL Aumento da produção para segurança alimentar e ampliação de canais de comercialização Programa de Aquisição de

Leia mais

Plano. Brasil Sem Miséria. Caderno de Resultados. 3 anos

Plano. Brasil Sem Miséria. Caderno de Resultados. 3 anos Plano Brasil Sem Miséria Caderno de Resultados 3 anos Plano Brasil Sem Miséria junho/2011 a junho/2014 junho de 2014 NOTA As informações desta publicação são provenientes do Ministério do Desenvolvimento

Leia mais

2 anos de resultados. junho de 2013

2 anos de resultados. junho de 2013 2 anos 2 anos de resultados junho de 2013 Em 2 de junho de 2011, o Governo Federal lançava o Plano Brasil Sem Miséria (BSM) com o objetivo ambicioso de superar a extrema pobreza até o final de 2014. O

Leia mais

Luciano Coutinho Presidente

Luciano Coutinho Presidente O papeldo BNDES napromoçãodo desenvolvimento econômico e social do Brasil IV Fórum Internacional de comunicação e sustentabilidade Brasília, 26 de maio de 2011 Luciano Coutinho Presidente O Brasil ingressa

Leia mais

BNB - Segmentação de Clientes

BNB - Segmentação de Clientes BNB - Segmentação de Clientes Grande Pirâmide dos Empreendedores (Formais ou Informais) FORMAL Médio Pequeno MICROEMPRESA INFORMAL EMPREENDEDOR URBANO EMPREENDEDOR RURAL SERVIÇO INDÚSTRIA COMÉRCIO ATIVIDADES

Leia mais

55% da população mundial vive em zonas rurais. 70% da população mundial muito pobre é rural. 1,4 bilhão vive com menos de U$ 1,25/ dia

55% da população mundial vive em zonas rurais. 70% da população mundial muito pobre é rural. 1,4 bilhão vive com menos de U$ 1,25/ dia A pobreza rural 55% da população mundial vive em zonas rurais 70% da população mundial muito pobre é rural 1,4 bilhão vive com menos de U$ 1,25/ dia 1,0 bilhão passa fome 80% dos lugares mais pobres dependem

Leia mais

O EIXO DE GARANTIA DE RENDA NO PLANO BRASIL SEM MISÉRIA

O EIXO DE GARANTIA DE RENDA NO PLANO BRASIL SEM MISÉRIA O EIXO DE GARANTIA DE RENDA NO PLANO BRASIL SEM MISÉRIA Os expoentes do eixo de garantia de renda do Plano Brasil sem Miséria são o Programa Bolsa Família e o Benefício de Prestação Continuada (BPC), ambos

Leia mais

Plano Nacional de Educação. Programa Bolsa Família e MDS

Plano Nacional de Educação. Programa Bolsa Família e MDS Plano Nacional de Educação COORDENAÇÃO GERAL DE INTEGRAÇÃO E ANÁLISE DE INFORMAÇÕES Departamento de Condicionalidades x Secretaria Nacional de Renda de Cidadania Ministério do Desenvolvimento Social e

Leia mais

Atuação do Banco do Nordeste

Atuação do Banco do Nordeste São Luis MA Novembro de 2012 Atuação do Banco do Nordeste O Banco do Nordeste tem como área básica de atuação os nove Estados da região Nordeste, o norte e os Vales do Mucuri e do Jequitinhonha do Estado

Leia mais

Redução da Pobreza no Brasil

Redução da Pobreza no Brasil Conferencia Business Future of the Americas 2006 Câmara Americana de Comércio Redução da Pobreza no Brasil Resultados Recentes e o Papel do BNDES Demian Fiocca Presidente do BNDES Rio de Janeiro, 5 de

Leia mais

Ministério do Desenvolvimento Agrário

Ministério do Desenvolvimento Agrário Ministério do Desenvolvimento Agrário MISSÃO Promover a política de desenvolvimento do Brasil rural, a democratização do acesso à terra, a gestão territorial da estrutura fundiária, a inclusão produtiva

Leia mais

MPE INDICADORES Pequenos Negócios no Brasil

MPE INDICADORES Pequenos Negócios no Brasil MPE INDICADORES Pequenos Negócios no Brasil Categorias de pequenos negócios no Brasil MPE Indicadores MICROEMPREENDEDOR INDIVIDUAL (MEI) Receita bruta anual de até R$ 60 mil MICROEMPRESA Receita bruta

Leia mais

Portas de saída, inclusão produtiva e erradicação da extrema pobreza no Brasil. ChAMADA PARA DEBATE

Portas de saída, inclusão produtiva e erradicação da extrema pobreza no Brasil. ChAMADA PARA DEBATE Presidência da República Secretaria de Assuntos Estratégicos Portas de saída, inclusão produtiva e erradicação da extrema pobreza no Brasil ChAMADA PARA DEBATE TEXTOS PARA DISCUSSÃO Agosto, 2011 Portas

Leia mais

Seminário. Combate à pobreza, crescimento inclusivo e a nova agenda social

Seminário. Combate à pobreza, crescimento inclusivo e a nova agenda social Seminário Combate à pobreza, crescimento inclusivo e a nova agenda social MDS 27 de novembro de 2015 Renda cresce para todas as faixas. Renda dos 10% mais pobres cresce quase 3x mais do que os 10% mais

Leia mais

A EXPERIÊNCIA BRASILEIRA NA CONSTRUÇÃO DE UM REGISTRO ÚNICO

A EXPERIÊNCIA BRASILEIRA NA CONSTRUÇÃO DE UM REGISTRO ÚNICO A EXPERIÊNCIA BRASILEIRA NA CONSTRUÇÃO DE UM REGISTRO ÚNICO Com um registro único para programas sociais é possível saber quem são as pessoas mais vulneráveis, suas necessidades e onde elas moram. É possível

Leia mais