Segurança e Justiça. Coordenador de Área: prof. Álvaro Alves de Moura Jr. Professor Responsável: Paulo Rogério Scarano

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Segurança e Justiça. Coordenador de Área: prof. Álvaro Alves de Moura Jr. Professor Responsável: Paulo Rogério Scarano"

Transcrição

1 Segurança e Justiça Coordenador de Área: prof. Álvaro Alves de Moura Jr. Professor Responsável: Paulo Rogério Scarano Estagiários: Fernanda Crivorncica, Milena Castro de Medeiros, Ricardo Antônio Saito e Tathiane Trindade de Andrade

2 Variáveis Discutidas Número de Ocorrências Criminais Problema => Confiabilidade Abordagem: Patrimônio Furtos e Roubos de Veículos Pessoa Homicídios Dolosos Efetivo policial Sentenças criminais condenatórias transitadas em julgado População carcerária

3 Problemas encontrados Caráter estratégico das informações sobre segurança pública dados existentes (INFOCRIM), mas não disponíveis Estatísticas judiciárias não são divulgadas Site com as estatísticas da Secretaria de Administração Penitenciária em construção Último Censo Penitenciário do Estado de SP: 1995

4 Uma referência teórica Equação de Becker: NB i = l i c i w i ( pr * pu) Onde: NB i = benefício líquido do indíviduo i L i = valor monetário do ganho com o crime C i = custo de planejamento e execução do crime w i = custo de oportunidade (renda de atividades legais) pr = probabilidade de captura e condenação pu = valor monetário do castigo

5 Panorama da Criminalidade no Município de São Paulo

6 Principais ocorrências policiais registradas Homicídio Doloso Homicídio Culposo Tentativa de Homicídio Lesão Corporal Latrocínio Estupro Tráfico de Entorpecentes Roubo Furto

7 Participação por modalidade de ocorrência policial (comparação entre os três primeiros semestres de 2002 e 2003) Ocorrências policiais registradas Homicídio Doloso Homicídio Culposo Tentativa de Homicídio Lesão Corporal Latrocínio Estupro Tráfico de Entorpecentes Roubo Furto Total Fonte: Secretaria de Segurança Pública 1,52 0,29 0,83 16,47 0,07 0,42 0,91 39,48 40,00 100,00 1,27 0,28 0,79 16,88 0,05 0,38 0,95 38,69 40,71 100,00 Nota: Furtos e roubos de veículos representam cerca de 30% das principais ocorrências policiais

8 Tipos de crime selecionados (por habitantes) Homicidios Dolosos Furtos Roubos Furto e roubo de Veic. Fonte: Instituto Fernand Braudel

9 Número de crimes por trimestre º/2001 2º/2001 3º/2001 4º/2001 1º/2002 2º/2002 3º/2002 4º/2002 1º/2003 2º/2003 3º/2003 Homicídio Doloso Roubo Furto Furto e Roubo de Veículo Fonte: Secretaria de Segurança Pública/SP

10 Taxa de mortalidade por homicídio (por cem mil habitantes) para o município de São Paulo ( ) ,27 57,4 64,24 58,42 57,01 54, Fonte: SEADE

11 Mapa da Criminalidade

12 Mapeamento Furtos e Roubos de Veículos Participação absoluta (nº de BOs) Participação relativa (%BOs por DP) Fonte: Instituto Fernand Braudel

13 Mapeamento Furtos e Roubos de Veículos POSICIONAMENTO DOS DISTRITOS QUANTO AO FURTO/ROUBO DE VEÍCULOS OS DISTRITOS MAIS GRAVES D P TOTAL DE CASOS TOTAL DE BO s 1 CASO A CADA 30º (Tatuapé) ,2 BO's 21º (Vila Matilde) ,6 BO's 42º (Parque São Lucas) ,8 BO's 29º (Vila Diva) ,9 BO's 31º (Vila Carrão) ,9 BO's 17º (Ipiranga) ,9 BO's 56º (Vila Alpina) ,0 BO's 57º (Parque da Móoca) ,0 BO's 33º (Pirituba) ,1 BO's 49º (São Mateus) ,2 BO's OS DISTRITOS MAIS TRANQÜILOS D P TOTAL DE CASOS TOTAL DE BO s 1 CASO A CADA 2º (Bom Retiro) ,8 BO's 45º (Vila Brasilândia) ,9 BO's 25º (Parelheiros) ,1 BO's 4º (Consolação) ,8 BO's 54º (Cidade Tiradentes) ,8 BO's 77º (Santa Cecília) ,7 BO's 44º (Guaianazes) ,7 BO's 1º (Sé) ,2 BO's 3º (Santa Ifigênia) ,4 BO's Fonte: Instituto Fernand Braudel

14 Mapeamento Roubos Participação absoluta (nº de BOs) Participação relativa (%BOs por DP) Fonte: Instituto Fernand Braudel

15 Mapeamento Roubos DP OS MAIS GRAVES TOTAL DE CASOS TOTAL DE BO s 1 CASO A CADA 55º (Parque São Rafael) ,1 BO's 67º (Jardim Robru) ,3 BO's 69º (Teotônio Vilela) ,4 BO's 70º (Sapopemba) ,5 BO's 59º (Jardim dos Ipês) ,8 BO's 44º (Guaianazes) ,8 BO's 66º (Jardim Aricanduva) ,9 BO's 103º (COHAB II) ,9 BO's 64º (Cidade A. E. Carvalho) ,9 BO's OS MAIS TRANQÜILOS 5º (Liberdade) ,7 BO's 9º (Vila Guilherme) ,8 BO's 23º (Perdizes) ,8 BO's 2º (Bom Retiro) ,0 BO's 38º (Vila Nova Cachoeirinha) ,3 BO's 13º (Casa Verde) ,4 BO's 20º (Tucuruvi) ,6 BO's 30º (Tatuapé) ,7 BO's 36º (Vila Mariana) ,1 BO's Fonte: Instituto Fernand Braudel

16 Homicídios Participação absoluta (nº de BOs) Participação relativa (%BOs por DP) Fonte: Instituto Fernand Braudel

17 Homicídios DP TOTAL DE CASOS TOTAL DE BO s 1 CASO A CADA OS MAIS GRAVES 100º (Jardim Herculano) BO's 68º (Lageado) BO's 85º (Jardim Mirna) BO's 25º (Parelheiros) BO's 54º (Cidade Tiradentes) BO's 47º (Capão Redondo) BO's 74º (Parada de Taipas) BO's 98º (Jardim Míriam) BO's 101º (Jardim das Imbuias) BO's OS MAIS TRANQÜILOS 29º (Vila Diva) BO's 14º (Pinheiros) BO's 4º (Consolação) BO's 15º (Jardim Paulista) BO's 16º (Vila Clementino) BO's 96º (Monções) BO's 36º (Vila Mariana) BO's 30º (Tatuapé) BO's 78º (Paulista) ZERO Fonte: Instituto Fernand Braudel

18 Os distritos com as maiores taxas de homicídio por habitantes em 2002 Nº de homicídios (por hab.) 114,05 112,11 99,61 99,29 95,33 93,61 92,76 88,34 85,8 84,79 Distrito Distrito de Marsilac Distrito de Parelheiros Distrito de Brás Distrito de Jardim Ângela Distrito de Jardim São Luís Distrito de Sé Distrito de Grajaú Distrito de Guaianazes Distrito de Capão Redondo Distrito de Cidade Ademar Fonte: SEADE

19 Dados sobre Policiamento

20 Organograma da Polícia Civil

21 Dados sobre a atuação da Polícia Civil no Município de São Paulo DECAP - 8 Seccionais 103 Distritos Policiais Delegacias especializadas: 1 Idoso; 9 Defesa da Mulher; Departamento de Homicídios e de Proteção à Pessoa (DHPP); Departamento de Investigações sobre Narcóticos (DENARC); Departamento de Investigação sobre Crimes Patrimoniais (DEIC); Divisão de Crimes de Trânsito; Divisão de Investigações sobre Crimes Contra a Fazenda; Divisão de Investigações sobre Furtos e Roubos de Veículos e Cargas (DIVECAR); Grupo Armado de Repressão a Roubos a Mão Armada (GARRA); Grupo de Operações Especiais do Decap Goe; Grupo Especial de Resgate Ger; Grupo Especial Investigações Crimes contra a Criança e o Adolescente; Divisão Anti-Sequestro.

22 Polícia Militar O Comando de Policiamento da Capital (CPC) - responsável pela Polícia Ostensiva no Município de São Paulo. Divide-se em: 7 Comandos de Policiamento de Área (CPA), divididos em vinte Batalhões (BPM/M) 1 Comando de Policiamento de trânsito(cptran) com quatro Batalhões (BPTran) 1 Batalhão de Polícia de Guarda (BPGd). Com uma área geográfica de Km², quarteirões e uma população de aproximadamente (censo/2000), o Comando de Policiamento da Capital conta com 25 (vinte e cinco) mil oficiais e praças para a realização das atividades de radiopatrulhamento comunitário, policiamento ostensivo a pé, policiamento motorizado integrado, policiamento escolar, policiamento externo dos estabelecimentos prisionais, policiamento de Força Tática e de Operações Policiais Militares integradas com a Polícia Civil.

23 Operações Especiais - PM BATALHÃO TOBIAS DE AGUIAR (ROTA) 2º BATALHÃO DE POLÍCIA DE CHOQUE - (ROCAM) Rondas Ostensivas com Apoio de Motocicletas 3º BATALHÃO DE POLÍCIA DE CHOQUE: >> 1ª e 2ª Companhias de Polícia de Choque - policiamento à pé e motorizado, revistas em estabelecimentos prisionais, escolta de valores, desfiles, honras militares e fúnebres. >> 3ª Companhia-Canil - Rádio Patrulhamento com Cães, Policiamento de Detecção de Tóxicos, adestramento e demonstração com cães. >> 4º Companhia- Comandos Operações e Especiais - patrulhamento rural, busca a salvamento em matas, captura de marginais em locais de difícil acesso, operações em montanha e cavernas, apoio ao excursionismo, escolta de valores de material bélico. >> 5ª Companhia - Grupo de Ações Táticas Especiais - ocorrências com reféns, ocorrências com bombas, operações em altura. REGIMENTO DE CAVALARIA "9 DE JULHO RADIOPATRULHA AÉREA - doze helicópteros e três aviões, participa de operações em apoio ao Policiamento Urbano, de Trânsito, de Choque, Ambiental, Rodoviário, Corpo de Bombeiros e outras diversas atividades em prol do bem comum da população de todo o Estado de São Paulo.

24 Fontes Centro de Estudos de Criminalidade e Segurança Pública IBGE Instituto Brasileiro de Ciências Criminais Instituto Fernand Braudel Núcleo de Estudos da Violência Polícia Civil de São Paulo Polícia Militar de São Paulo SEADE Secretaria de Segurança Pública

Sou da Paz comenta dados da Secretaria da Segurança Pública sobre o 4º trimestre de 2013

Sou da Paz comenta dados da Secretaria da Segurança Pública sobre o 4º trimestre de 2013 Sou da Paz comenta dados da Secretaria da Segurança Pública sobre o 4º trimestre de 2013 Desde o início de 2012 o Instituto Sou da Paz tem se voltado a análise sistemática das estatísticas divulgadas pela

Leia mais

CADEIRA PÃO DE AÇÚCAR DE PESQUISA EM SEGURANÇA PÚBLICA UM NOVO MAPA DA CRIMINALIDADE NA CIDADE DE SÃO PAULO

CADEIRA PÃO DE AÇÚCAR DE PESQUISA EM SEGURANÇA PÚBLICA UM NOVO MAPA DA CRIMINALIDADE NA CIDADE DE SÃO PAULO Instituto Fernand Braudel de Economia Mundial Associado à Fundação Armando Álvares Penteado Rua Ceará, 2 São Paulo/ SP CEP 01243-010 Tel 11 3 824-9633 Fax 825-2637 CADEIRA PÃO DE AÇÚCAR DE PESQUISA EM

Leia mais

Uso de Serviços Públicos de Saúde

Uso de Serviços Públicos de Saúde Uso de Serviços Públicos de Saúde Metodologia Pesquisa quantitativa, com aplicação de questionário estruturado através de entrevistas pessoais. OBJETIVO GERAL Levantar junto à população da área em estudo

Leia mais

AV. PAULISTA, 688 SÃO PAULO / SP CEP: 01310-909 TEL. (11) 3549-5500

AV. PAULISTA, 688 SÃO PAULO / SP CEP: 01310-909 TEL. (11) 3549-5500 ZONA SECCIONAL FISCAL Nº DISTRITO DISTRITOS Oeste Oeste Seccional Lapa Rua: Pio XI, 999 Alto da Lapa CEP: 05060-000 Tel.(11) 3834-0530 lapa@crosp.org.br Seccional Lapa Rua: Pio XI, 999 Alto da Lapa CEP:

Leia mais

Perspectivas demográficas dos distritos do Município de São Paulo: o rápido e diferenciado processo de envelhecimento

Perspectivas demográficas dos distritos do Município de São Paulo: o rápido e diferenciado processo de envelhecimento Perspectivas demográficas dos distritos do Município de São Paulo: o rápido e diferenciado processo de envelhecimento As projeções populacionais até 2030 para os distritos da capital, realizadas pela Fundação

Leia mais

Segurança Pública no Brasil Gestão e Tecnologia na redução criminal O exemplo de São Paulo

Segurança Pública no Brasil Gestão e Tecnologia na redução criminal O exemplo de São Paulo Secretaria de Segurança Pública Segurança Pública Polícia Militar de S. Paulo Segurança Pública no Brasil Gestão e Tecnologia na redução criminal O exemplo de São Paulo Coronel PM Ricardo Gambaroni Comandante

Leia mais

Homicídios na cidade de São Paulo: diagnóstico das ocorrências registradas entre janeiro de 2012 e junho de 2013

Homicídios na cidade de São Paulo: diagnóstico das ocorrências registradas entre janeiro de 2012 e junho de 2013 Homicídios na cidade de São Paulo: diagnóstico das ocorrências registradas entre janeiro de 2012 e junho de 2013 Homicídios na cidade de São Paulo: diagnóstico Fabiana Bento e Ligia Rechenberg Organização:

Leia mais

Quadro da desigualdade em São Paulo

Quadro da desigualdade em São Paulo Quadro da desigualdade em São Paulo CULTURA Acervo de livros infanto-juvenis das bibliotecas municipais per capita Número de livros infanto-juvenis disponíveis em acervos de bibliotecas e pontos de leitura

Leia mais

SÃO PAULO SOB O OLHAR DAS CONSULTORAS NATURA

SÃO PAULO SOB O OLHAR DAS CONSULTORAS NATURA SÃO PAULO SOB O OLHAR DAS CONSULTORAS NATURA Metodologia e Amostra Pesquisa junto às consultoras Natura da cidade de São Paulo. Metodologia quantitativa, questionário auto-preenchido COLETA DOS DADOS Setembro

Leia mais

Estoque de Outorga Onerosa não Residencial

Estoque de Outorga Onerosa não Residencial Estoque de Outorga Onerosa não Residencial Outubro 2013 O relatório sobre o Estoque de Outorga Onerosa é realizado com o objetivo de analisar as informações sobre o estoque de potencial construtivo na

Leia mais

Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo

Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo PREGÃO FEDERAL n.º 23/2009 APÊNDICE B Etapas de execução dos serviços Serviços que deverão ser executados na 1ª etapa. Comercial com 15 pavimentos: 1º ao 11º, 13º e 14º andares sim não sim 4.641 Sede I

Leia mais

CRAS - Centro de Referência de Assistência Social

CRAS - Centro de Referência de Assistência Social CRAS - Centro de Referência de Assistência Social O Centro de Referência de Assistência Social CRAS é uma unidade pública estatal de base territorial, localizada em áreas de vulnerabilidade social. Executa

Leia mais

INDICADORES POR DISTRITO

INDICADORES POR DISTRITO INDICADORES POR DISTRITO Assistência social População em situação de rua - acolhidos* Porcentagem da população em situação de rua em cada distrito sobre o total da cidade. (*acolhidos - pessoas que, também

Leia mais

www.ispcv.org.br Relatório 1º Semestre 2011 Relatório 1º Semestre

www.ispcv.org.br Relatório 1º Semestre 2011 Relatório 1º Semestre Relatório 1º Semestre 2011 Total de Denúncias Comparativo Estado de São Paulo 2010 Total 65.768 2011 Total 80.030 22.900 35% 26.806 41% 27.678 35% 33.482 41% 16.062 24% São Paulo Região Metropolitana sem

Leia mais

Densidade de ocorrências de mortes violentas

Densidade de ocorrências de mortes violentas de mortes violentas Temporalidade e espaços dos homicídios dolosos na capital paulista Sérgio Adorno* No Município de São Paulo, a distribuição de ocorrências de homicídio doloso, segundo o período do

Leia mais

ZARA S EXPRESS TABELA DE PONTOS - SERVIÇOS AVULSOS MOTO FRETE FONE: 11 2606-9330 / NEXTEL: 11 94759-1121 /94707-8867 RÁDIO: 35*22*75829 / 35*1*28443

ZARA S EXPRESS TABELA DE PONTOS - SERVIÇOS AVULSOS MOTO FRETE FONE: 11 2606-9330 / NEXTEL: 11 94759-1121 /94707-8867 RÁDIO: 35*22*75829 / 35*1*28443 ZARA S EXPRESS TABELA DE PONTOS - SERVIÇOS AVULSOS MOTO FRETE FONE: 11 2606-9330 / NEXTEL: 11 94759-1121 /94707-8867 RÁDIO: 35*22*75829 / 35*1*28443 LOCALIDADES/REGIÃO SERVIÇO MÍNIMO LOCALIDADE CENTRO

Leia mais

PESQUISA CRECI NOVEMBRO/2005

PESQUISA CRECI NOVEMBRO/2005 PESQUISA CRECI NOVEMBRO/2005 Pesquisa CRECI-SP Imóveis usados/aluguel residencial Novembro de 2005 Capital/SP Locação de imóveis aumenta 1,93% e a venda de usados tem alta modesta em SP O número de imóveis

Leia mais

Governador do Estado afirma que ONGs tumultuam prisões por motivações políticas

Governador do Estado afirma que ONGs tumultuam prisões por motivações políticas Clipping produzido pelo Instituto de Políticas Públicas de Segurança da Fundação Santo André INSEFUSA 25/04/2006 Governador do Estado afirma que ONGs tumultuam prisões por motivações políticas - O governador

Leia mais

LEVS Laboratório de Estudos da Violência e Segurança da UNESP Reflexão acadêmica e instrumento de política pública de segurança

LEVS Laboratório de Estudos da Violência e Segurança da UNESP Reflexão acadêmica e instrumento de política pública de segurança LEVS Laboratório de Estudos da Violência e Segurança da UNESP Reflexão acadêmica e instrumento de política pública de segurança (espaço coletivo de consulta e interação global através de um web site) www.levs.marilia.unesp.br

Leia mais

INDICADORES POR DISTRITO

INDICADORES POR DISTRITO 1 Assistência social População em situação de rua - acolhidos* Porcentagem da população em situação de rua em cada distrito sobre o total da cidade. (*acolhidos - pessoas que, também sem moradia, pernoitam

Leia mais

PESQUISA MENSAL DE VALORES DE LOCAÇÃO RESIDENCIAL CIDADE DE SÃO PAULO MAIO DE 2015

PESQUISA MENSAL DE VALORES DE LOCAÇÃO RESIDENCIAL CIDADE DE SÃO PAULO MAIO DE 2015 PESQUISA MENSAL DE VALORES DE LOCAÇÃO RESIDENCIAL CIDADE DE SÃO PAULO MAIO DE 2015 Os aluguéis das casas e apartamentos no mês de maio permaneceram estáveis em relação aos valores de abril. Em relação

Leia mais

PESQUISA MENSAL DE VALORES DE LOCAÇÃO RESIDENCIAL CIDADE DE SÃO PAULO JANEIRO DE 2015 5,3 3,8 3,5

PESQUISA MENSAL DE VALORES DE LOCAÇÃO RESIDENCIAL CIDADE DE SÃO PAULO JANEIRO DE 2015 5,3 3,8 3,5 PESQUISA MENSAL DE VALORES DE LOCAÇÃO RESIDENCIAL CIDADE DE SÃO PAULO JANEIRO DE 2015 No primeiro mês de 2015, os aluguéis registraram alta de 0,4%, comparado com o mês anterior. Considerando o comportamento

Leia mais

INDICADORES POR DISTRITO

INDICADORES POR DISTRITO INDICADORES POR DISTRITO Assistência social População em situação de rua - acolhidos* Porcentagem da população em situação de rua em cada distrito sobre o total da cidade. (*acolhidos - pessoas que, também

Leia mais

POLÍCIA MILITAR DE SANTA CATARINA 5ª REGIÃO DE POLÍCIA MILITAR 14º BATALHÃO DE POLÍCIA MILITAR

POLÍCIA MILITAR DE SANTA CATARINA 5ª REGIÃO DE POLÍCIA MILITAR 14º BATALHÃO DE POLÍCIA MILITAR POLÍCIA MILITAR DE SANTA CATARINA 5ª REGIÃO DE POLÍCIA MILITAR 14º BATALHÃO DE POLÍCIA MILITAR Maslow e as necessidades humanas: A preocupação com a segurança. Qualificando a palavra segurança : Conceito

Leia mais

Objetivo 1. Reduzir a Criminalidade Proposta Responsável/Sugestões Indicador

Objetivo 1. Reduzir a Criminalidade Proposta Responsável/Sugestões Indicador Coordenador: SEGURANÇA Visão: Que Santa Maria tenha os melhores indicadores de Segurança Pública, entre os municípios do Rio Grande do Sul com mais de 100 mil habitantes, garantindo a prevenção e o controle

Leia mais

DECRETO Nº 56.142, DE 29 DE MAIO DE 2015

DECRETO Nº 56.142, DE 29 DE MAIO DE 2015 Secretaria Geral Parlamentar Secretaria de Documentação Equipe de Documentação do Legislativo DECRETO Nº 56.142, DE 29 DE MAIO DE 2015 Cria os Conselhos Tutelares de Capão Redondo, Cidade Líder, Jaraguá,

Leia mais

DIA 04/05/2015 (SEGUNDA-FEIRA)

DIA 04/05/2015 (SEGUNDA-FEIRA) ROTEIRO DE ELEIÇÃO DE DELEGADOS SINDICAIS 2015/2016 DIA 04/05/2015 (SEGUNDA-FEIRA) 8h30 13h30 14h30 08h30 9h40 CDD PAULISTA CDD JARDIM AMÉRICA CDD ESTÁDIO AC CONSOLAÇÃO AC FREI CANECA AC PRAÇA DO CARMO

Leia mais

Indicadores de Violência e Segurança Pública

Indicadores de Violência e Segurança Pública Indicadores de Violência e Segurança Pública 1 2 3 Indicadores de Violência e Segurança Pública Proposta: criação e implementação do Sistema Estadual de Informações de Violência e Segurança Pública Parcerias

Leia mais

Universidade Federal de Alagoas Faculdade de Direito TEMA: O DIREITO À SEGURANÇA A COMO UM DIREITO FUNDAMENTAL

Universidade Federal de Alagoas Faculdade de Direito TEMA: O DIREITO À SEGURANÇA A COMO UM DIREITO FUNDAMENTAL TEMA: O DIREITO À SEGURANÇA A COMO UM DIREITO FUNDAMENTAL O QUE É DIREITO? O QUE É DIREITO FUNDAMENTAL? O QUE É SEGURANÇA? A? COMO GARANTIR O DIREITO À SEGURANÇA NUM ESTADO DEMOCRÁTICO DE DIREITO? MAPA

Leia mais

PRESSA AMIGA DA PERFEIÇÃO

PRESSA AMIGA DA PERFEIÇÃO Enfermagem no tráfego divulgação SAMU/SMS-SP PRESSA AMIGA DA PERFEIÇÃO Em razão das proporções da capital paulista, a rapidez das ações para chegar aos locais dos acidentes é crucial para que os serviços

Leia mais

Anexo I - Plano de Classificação de Documentos 33.01.01.01

Anexo I - Plano de Classificação de Documentos 33.01.01.01 Anexo I - Plano de Classificação de Documentos Secretaria de Estado de Segurança - SESEG Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro - PMERJ 33 - Competência: Exercer a polícia ostensiva e a preservação

Leia mais

A Tecnologia a Serviço da Segurança Pública

A Tecnologia a Serviço da Segurança Pública Secretaria de Segurança Pública Polícia Militar de S. Paulo A Tecnologia a Serviço da Segurança Pública Coronel Alfredo Deak Junior Diretor de Tecnologia Polícia Militar de São Paulo Secretaria de Segurança

Leia mais

Metodologia de Reagregação de Códigos para Publicação em DOERJ

Metodologia de Reagregação de Códigos para Publicação em DOERJ Metodologia de Reagregação de Códigos para Publicação em DOERJ Em atendimento à determinação do Exmo. Sr. Secretário de Segurança, foi elaborado um modelo de adequação do sistema de agregação dos títulos

Leia mais

NTT1500548792 01/04/2015 14:47 01/04/2015 18:53 RJO RECREIO Proteção Equipamento - Disjuntor Manutenção de Rede

NTT1500548792 01/04/2015 14:47 01/04/2015 18:53 RJO RECREIO Proteção Equipamento - Disjuntor Manutenção de Rede UF Local Causa da Solução Aplicada NTT1500548131 01/04/2015 08:35 01/04/2015 11:35 SPO VILA JACUI Proteção Equipamento - Disjuntor Manutenção de Rede NTT1500548592 01/04/2015 13:24 01/04/2015 16:05 SPO

Leia mais

EMPREGO DOMÉSTICO NA REGIÃO METROPOLITANA DE SÃO PAULO 2013

EMPREGO DOMÉSTICO NA REGIÃO METROPOLITANA DE SÃO PAULO 2013 Abril DE 2014 EMPREGO DOMÉSTICO NA REGIÃO METROPOLITANA DE SÃO PAULO 2013 Em 2013, cresceu o número de diaristas e diminuiu o de mensalistas com e sem carteira de trabalho. Elevou-se o rendimento médio

Leia mais

Análise: Pesquisa Qualidade de Vida 2014 1º fase

Análise: Pesquisa Qualidade de Vida 2014 1º fase Análise: Pesquisa Qualidade de Vida 1º fase Resumo: A pesquisa de Qualidade de Vida é organizada pela ACIRP e pela Fundace. Teve início em 2009, inspirada em outros projetos já desenvolvidos em grandes

Leia mais

Uma vitória sobre o crime

Uma vitória sobre o crime Época 31/01/2008-21:44 Edição nº 507 Uma vitória sobre o crime Como o Estado de São Paulo conseguiu reduzir em mais de 60% a taxa de homicídios nos últimos oito anos e quais as lições que o Brasil pode

Leia mais

A POLÍTICA DE SEGURANÇA PÚBLICA E INFRAESTRUTURA (LIGADA AO QUESITO DE SEGURANÇA) DESENVOLVIDA EM BARÃO GERALDO

A POLÍTICA DE SEGURANÇA PÚBLICA E INFRAESTRUTURA (LIGADA AO QUESITO DE SEGURANÇA) DESENVOLVIDA EM BARÃO GERALDO BE_310 CIÊNCIAS DO AMBIENTE UNICAMP ESTUDO (Turma 2012) Disponível em: http://www.ib.unicamp.br/dep_biologia_animal/be310 A POLÍTICA DE SEGURANÇA PÚBLICA E INFRAESTRUTURA (LIGADA AO QUESITO DE SEGURANÇA)

Leia mais

PESQUISA CRECI MARÇO/2005

PESQUISA CRECI MARÇO/2005 PESQUISA CRECI MARÇO/2005 São Paulo, abril de 2005 Pesquisa CRECI-SP Imóveis usados/aluguel residencial Venda de imóveis usados e locação residencial registram queda em março na cidade de São Paulo Pesquisa

Leia mais

PESQUISA MENSAL DE VALORES DE LOCAÇÃO RESIDENCIAL CIDADE DE SÃO PAULO NOVEMBRO DE 2014

PESQUISA MENSAL DE VALORES DE LOCAÇÃO RESIDENCIAL CIDADE DE SÃO PAULO NOVEMBRO DE 2014 PESQUISA MENSAL DE VALORES DE LOCAÇÃO RESIDENCIAL CIDADE DE SÃO PAULO NOVEMBRO DE 2014 Os contratos novos de aluguéis de casas e de apartamentos na capital paulista subiram em média 0,6% em novembro relativamente

Leia mais

PROJETO DE LEI Nº 504/2011, dos Vereadores Claudio Prado (PDT) e José Police Neto (PSD)

PROJETO DE LEI Nº 504/2011, dos Vereadores Claudio Prado (PDT) e José Police Neto (PSD) PROJETO DE LEI Nº 504/2011, dos Vereadores Claudio Prado (PDT) e José Police Neto (PSD) Institui-se o Programa de Desenvolvimento Local Câmara de Animação Econômica, no âmbito da Secretaria Municipal de

Leia mais

Pesquisa de Qualidade de Vida 2015 ACIRP

Pesquisa de Qualidade de Vida 2015 ACIRP Pesquisa de Qualidade de Vida ACIRP Núcleo de Economia Qualidade de Vida Ribeirão Preto November 19, Resultados em : A Pesquisa de Qualidade de Vida da Associação Comercial e Industrial de Ribeirão Preto

Leia mais

Estoque de Outorga Onerosa Residencial Outubro 2015

Estoque de Outorga Onerosa Residencial Outubro 2015 Estoque de Outorga Onerosa Residencial Outubro 2015 O relatório sobre o Estoque de Outorga Onerosa é realizado com o objetivo de analisar as informações sobre o estoque de potencial construtivo na cidade

Leia mais

Condomínios mais Seguros

Condomínios mais Seguros Condomínios mais Seguros Palestra ministrada pelo Capitão Yasui Comandante da 2ª Companhia do 49º Batalhão de Polícia Militar. 13/04/2011 Formulado por um grupo de trabalho composto por policiais civis

Leia mais

GUIA DE SEGURANÇA PÚBLICA

GUIA DE SEGURANÇA PÚBLICA GUIA DE SEGURANÇA PÚBLICA Desenvolvido para facilitar o acesso da população a todos os serviços relacionados à segurança pública no município de São José dos Campos. GUARDA CIVIL MUNICIPAL: 153 www.sjc.sp.gov.br/guarda

Leia mais

Preço médio de imóveis residenciais em São Paulo Agosto 2015

Preço médio de imóveis residenciais em São Paulo Agosto 2015 Preço médio de imóveis residenciais em São Paulo Agosto 2015 Crédito foto: Lucas B. Salles, 2008, Wikipedia (https://en.wikipedia.org/wiki/file:edif%c3%adcio_copan,_sp.jpg) Introdução Cenário macro econômico

Leia mais

ESTADO DO MARANHÃO MINISTÉRIO PÚBLICO 3ª Promotoria de Justiça do Controle Externo da Atividade Policial

ESTADO DO MARANHÃO MINISTÉRIO PÚBLICO 3ª Promotoria de Justiça do Controle Externo da Atividade Policial RELATÓRIO INQUÉRITOS EM ANDAMENTO (DELEGACIAS ESPECIALIZADAS DA CAPITAL) ESPECIALIZADA: DELEGACIA DO CONSUMIDOR INQUÉRITOS POLICIAIS DO ANO DE 2009 1 Art. 7º, VII, da Lei nº 8.137/90 c/c art.18, 6º, II,

Leia mais

SISTEMA INFORMATIZADO DE ACOMPANHAMENTO CRIMINAL- SIAC Marco Antônio Bicalho *

SISTEMA INFORMATIZADO DE ACOMPANHAMENTO CRIMINAL- SIAC Marco Antônio Bicalho * Relato Policial SISTEMA INFORMATIZADO DE ACOMPANHAMENTO CRIMINAL- SIAC Marco Antônio Bicalho * BRASIL 1. ANTECEDENTES O caso apresentado diz respeito à implantação do Sistema Informatizado de Acompanhamento

Leia mais

CURSO DE FORMAÇÃO DE VIGILANTE GRADE CURRICULAR

CURSO DE FORMAÇÃO DE VIGILANTE GRADE CURRICULAR www.mariz.eti.br CURSO DE FORMAÇÃO DE VIGILANTE GRADE CURRICULAR Dentre as mudanças trazidas pela Portaria nº 3.233/12, podemos destacar a ampliação da carga horária de alguns cursos oficiais. O Curso

Leia mais

Mortes violentas na cidade de São Paulo em 2011: panorama das causas e perfil das vítimas

Mortes violentas na cidade de São Paulo em 2011: panorama das causas e perfil das vítimas Mortes violentas na cidade de São Paulo em 2011: panorama das causas e perfil das vítimas Mortes violentas na cidade de São Paulo em 2011 Fabiana Bento e Ligia Rechenberg Organização: Instituto Sou da

Leia mais

=BOLETIM INTERNO N 101/13 - BPTran= PARA CONHECIMENTO DO BPTRAN E DEVIDA EXECUÇÃO, PUBLIQUE-SE O SEGUINTE:

=BOLETIM INTERNO N 101/13 - BPTran= PARA CONHECIMENTO DO BPTRAN E DEVIDA EXECUÇÃO, PUBLIQUE-SE O SEGUINTE: ESTADO DO AMAPÁ POLÍCIA MILITAR BATALHÃO DE POLICIAMENTO DE TRÂNSITO - BPTran QUARTEL EM MACAPÁ-AP 07 DE JUNHO DE 2013 6ª FEIRA =BOLETIM INTERNO N 101/13 - BPTran= PARA CONHECIMENTO DO BPTRAN E DEVIDA

Leia mais

PESQUISA MENSAL DE VALORES DE LOCAÇÃO RESIDENCIAL CIDADE DE SÃO PAULO AGOSTO DE 2013

PESQUISA MENSAL DE VALORES DE LOCAÇÃO RESIDENCIAL CIDADE DE SÃO PAULO AGOSTO DE 2013 PESQUISA MENSAL DE VALORES DE LOCAÇÃO RESIDENCIAL CIDADE DE SÃO PAULO AGOSTO DE 2013 As pessoas que procuraram moradias para alugar em agosto de 2013 encontraram locações com valores mais altos em relação

Leia mais

Evolução do Índice de Vulnerabilidade Juvenil

Evolução do Índice de Vulnerabilidade Juvenil Evolução do Índice de Vulnerabilidade Juvenil 2000/2005 Maio 2007 SEADE Fundação Sistema Estadual de Análise de Dados GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO SECRETARIA DE ECONOMIA E PLANEJAMENTO EVOLUÇÃO DO ÍNDICE

Leia mais

A Incidência de Homicídios entre a População Jovem Negra no Brasil. 02 de Dezembro de 2015

A Incidência de Homicídios entre a População Jovem Negra no Brasil. 02 de Dezembro de 2015 A Incidência de Homicídios entre a População Jovem Negra no Brasil 02 de Dezembro de 2015 Adolescentes são assassinados na Baixada Fluminense Rio de Janeiro Diário da Manhã 02/10/2015 Estudo mostra que

Leia mais

SEGURANÇA MUNICIPAL EM GUARULHOS DIAGNÓSTICO E PROJETOS

SEGURANÇA MUNICIPAL EM GUARULHOS DIAGNÓSTICO E PROJETOS SEGURANÇA MUNICIPAL EM GUARULHOS DIAGNÓSTICO E PROJETOS INTRODUÇÃO PROPOSTA ELABORAÇÃO DE UM DIAGNÓSTICO REALISTA. MATERIAL ESTATÍSTICAS, MAPEAMENTO DO CRIME MAPEAMENTO DA CONDIÇÃO SOCIAL ENTREVISTAS COM

Leia mais

AMS tem participação ativa na Audiência Pública realizada na Assembleia Legislativa do Estado de Minas Gerais.

AMS tem participação ativa na Audiência Pública realizada na Assembleia Legislativa do Estado de Minas Gerais. Informativo da ASSOCIAÇÃO MINEIRA DE SILVICULTURA nº 04 de 13 de junho de 2014. AMS tem participação ativa na Audiência Pública realizada na Assembleia Legislativa do Estado de Minas Gerais. O Diretor-Superintendente

Leia mais

O PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO REGIONAL COMO INSTRUMENTO PARA ALCANÇAR A META DE COBERTURA VACINAL

O PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO REGIONAL COMO INSTRUMENTO PARA ALCANÇAR A META DE COBERTURA VACINAL O PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO REGIONAL COMO INSTRUMENTO PARA ALCANÇAR A META DE COBERTURA VACINAL NA CAMPANHA DE VACINAÇÃO CONTRA A POLIOMIELITE NA SUPERVISÃO TÉCNICA DE SAÚDE DE M BOI MIRIM Primeira etapa

Leia mais

Secretaria Municipal de Assistência Social EDITAL DE CHAMAMENTO PARA A CELEBRAÇÃO DE CONVÊNIOS

Secretaria Municipal de Assistência Social EDITAL DE CHAMAMENTO PARA A CELEBRAÇÃO DE CONVÊNIOS Diário Oficial do Município de São Paulo PREFEITA MARTA SUPLICY Palácio das Indústrias Parque D. Pedro II - CEP 03003-000 - Pabx:225-9077 Ano 49 - Número 7 - São Paulo, terça-feira, 13 de janeiro de 2004

Leia mais

BANCA GRANDE SÃO PAULO VESTIBULAR 2015

BANCA GRANDE SÃO PAULO VESTIBULAR 2015 BANCA GRANDE SÃO PAULO VESTIBULAR 2015 A ASR Mídia entende a mídia exterior como uma poderosa ferramenta de comunicação, fundamental para construção de uma imagem positiva para sua marca. Roteiros especiais

Leia mais

PESQUISA MENSAL DE VALORES DE LOCAÇÃO RESIDENCIAL CIDADE DE SÃO PAULO JUNHO DE 2014.

PESQUISA MENSAL DE VALORES DE LOCAÇÃO RESIDENCIAL CIDADE DE SÃO PAULO JUNHO DE 2014. PESQUISA MENSAL DE VALORES DE LOCAÇÃO RESIDENCIAL CIDADE DE SÃO PAULO JUNHO DE 2014. O mercado de contratos novos de locação residencial realizados em junho na cidade de São Paulo registrou variação de

Leia mais

A cidade vai parar na (i)mobilidade urbana?

A cidade vai parar na (i)mobilidade urbana? A cidade vai parar na (i)mobilidade urbana? IDELT Dr. Joaquim Lopes da Silva Junior Maio/2012 prioridade para o transporte coletivo Corredores de ônibus metropolitanos REGIÃO METROPOLITANA DE SÃO PAULO

Leia mais

CAES tem novo Comandante

CAES tem novo Comandante Janeiro / 2011 CAES tem novo Comandante O Cel PM Marco Antonio Alves Miguel assumiu o comando do CAES, em 19 de janeiro de 2011, por conta da movimentação do Cel PM Luiz Eduardo Pesce de Arruda para a

Leia mais

POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE SÃO PAULO

POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE SÃO PAULO POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE SÃO PAULO 2 O BATALHÃO DE POLÍCIA DE CHOQUE BATALHÃO ANCHIETA Estruturação do CPChq CPChq 1 o BPChq 2 o BPChq 3 o BPChq 4 o BPChq Regimento de Cavalaria Estruturação do CPChq

Leia mais

ANÁLISE ESPACIAL EXPLORATÓRIA RETROSPECTIVA DO PADRÃO ESPACIAL DOS RISCOS RELATIVOS DE NASCIMENTOS PRÉ-TERMO NO MUNICÍPIO DE SÃO PAULO

ANÁLISE ESPACIAL EXPLORATÓRIA RETROSPECTIVA DO PADRÃO ESPACIAL DOS RISCOS RELATIVOS DE NASCIMENTOS PRÉ-TERMO NO MUNICÍPIO DE SÃO PAULO ANÁLISE ESPACIAL EXPLORATÓRIA RETROSPECTIVA DO PADRÃO ESPACIAL DOS RISCOS RELATIVOS DE NASCIMENTOS PRÉ-TERMO NO MUNICÍPIO DE SÃO PAULO Marina Jorge de Miranda Departamento de Geografia FFLCH USP marinajmiranda@usp.br

Leia mais

3º ENCONTRO DE GRUPOS REGIONAIS DE ARTICULAÇÃO DE ABRIGOS

3º ENCONTRO DE GRUPOS REGIONAIS DE ARTICULAÇÃO DE ABRIGOS 3º ENCONTRO DE GRUPOS REGIONAIS DE ARTICULAÇÃO DE ABRIGOS 2º SEMESTRE/2009 Organização do Sistema - SUAS A Assistência Social está organizada em Sistema de Proteção Social Básica e Especial: Sistema de

Leia mais

Atendimento Vivo ATA RP 04/SEMPLA/COBES

Atendimento Vivo ATA RP 04/SEMPLA/COBES Atendimento Vivo ATA RP 04/SEMPLA/COBES Contato de Vendas e Pós-Vendas Telefônica Vivo Business Solutions Plano de Comunicação Vivo x Prefeitura SP 29.01.2015 ESTRUTURA 1- GERENTE DE NEGÓCIOS 2- CONSULTORIA

Leia mais

Mais uma falha legislativa na tentativa desesperada de retificar o Código de Processo Penal. Análise feita à luz da Lei nº. 12.403/11.

Mais uma falha legislativa na tentativa desesperada de retificar o Código de Processo Penal. Análise feita à luz da Lei nº. 12.403/11. Mais uma falha legislativa na tentativa desesperada de retificar o Código de Processo Penal. Análise feita à luz da Lei nº. 12.403/11. Ricardo Henrique Araújo Pinheiro. A breve crítica que faremos neste

Leia mais

Roberto Abranches Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo

Roberto Abranches Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo Programa de Reabilitação de Redes - MC Roberto Abranches Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo Retrospectiva 2007 Veja Lula, como nunca antes na história deste país... Camilo Riani Edição

Leia mais

SINTESE DO DIAGNÓSTICO TERRITÓRIO DE PAZ SANTO AFONSO NOVO HAMBURGO 2010/2011

SINTESE DO DIAGNÓSTICO TERRITÓRIO DE PAZ SANTO AFONSO NOVO HAMBURGO 2010/2011 SINTESE DO DIAGNÓSTICO TERRITÓRIO DE PAZ SANTO AFONSO NOVO HAMBURGO 2010/2011 REALIZAÇÃO: Diagnóstico Local - Território de Paz Santo Afonso Novo Hamburgo Página 1 DIAGNÓSTICO LOCAL TERRITÓRIO DE PAZ SANTO

Leia mais

SECRETARIA DE ESTADO DA SEGURANÇA PÚBLICA E ADMINISTRAÇÃO PENITENCIÁRIA A - Resumos Gerais

SECRETARIA DE ESTADO DA SEGURANÇA PÚBLICA E ADMINISTRAÇÃO PENITENCIÁRIA A - Resumos Gerais SECRETARIA DE ESTADO DA SEGURANÇA PÚBLICA E ADMINISTRAÇÃO PENITENCIÁRIA A - Resumos Gerais ESTADO DO PARANÁ - ORÇAMENTO DE 2016 189 CÓDIGO ESPECIFICAÇÃO CORRENTES CAPITAL TOTAL SEGURANÇA PÚBLICA 3.373.525.521

Leia mais

UPP - A EXPERIÊNCIA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO SECRETARIA DE ESTADO DE SEGURANÇA ESTADO DO RIO DE JANEIRO

UPP - A EXPERIÊNCIA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO SECRETARIA DE ESTADO DE SEGURANÇA ESTADO DO RIO DE JANEIRO UPP - A EXPERIÊNCIA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO SECRETARIA DE ESTADO DE SEGURANÇA ESTADO DO RIO DE JANEIRO Breve Histórico... Rio de Janeiro Década de 70 - Facções criminosas Final de 70 e início de 80

Leia mais

Resultados da Plataforma dos Centros Urbanos São Paulo 1ª. Edição

Resultados da Plataforma dos Centros Urbanos São Paulo 1ª. Edição Resultados da Plataforma dos Centros Urbanos São Paulo 1ª. Edição Análise das metas municipais 1. Reduzir a mortalidade neonatal precoce 2. Ampliar a cobertura dos programas de atendimento à saúde da família

Leia mais

Benefício libera 10 mil presos

Benefício libera 10 mil presos Clipping produzido pelo Instituto de Políticas Públicas de Segurança da Fundação Santo André INSEFUSA 10/04/2006 Benefício libera 10 mil presos Jornal da Tarde, 10 de abril de 2006 - As portas das penitenciárias

Leia mais

Venda de imóveis usados cai 46,15% e locação encolhe 36,25% em dezembro em São Paulo

Venda de imóveis usados cai 46,15% e locação encolhe 36,25% em dezembro em São Paulo Pesquisa CRECI Aluguel-Venda residencial/imóveis usados Cidade de São Paulo Dezembro de 2008 Venda de imóveis usados cai 46,15% e locação encolhe 36,25% em dezembro em São Paulo Nem o 13 o salário salvou

Leia mais

Anuário do Fórum Brasileiro de Segurança Pública ano2 2008

Anuário do Fórum Brasileiro de Segurança Pública ano2 2008 Anuário do Fórum Brasileiro de Segurança Pública ano2 2008 ISSN 1983-7364 sumário 4 Ficha técnica 6 Introdução Parte 1 Segurança pública e instituições policiais em números 10 Estatísticas criminais 24

Leia mais

Componente Segurança Pública. Diagnóstico Regional

Componente Segurança Pública. Diagnóstico Regional Componente Segurança Pública Diagnóstico Regional 1 Índice I - Introdução Pg 3 II - Um comparativo estatístico Pg 4 III - Aparato e capacidade institucional Pg 7 IV - Leitura regional Pg 18 V - Bibliografia

Leia mais

O que deve fazer uma mulher vítima de agressão?

O que deve fazer uma mulher vítima de agressão? PERGUNTAS FREQUENTES O que deve fazer uma mulher vítima de agressão? A mulher em situação de violência doméstica poderá comparecer a uma delegacia de Defesa da Mulher mais próxima à sua casa para registrar

Leia mais

Instituto São Paulo Contra a Violência. Eixos

Instituto São Paulo Contra a Violência. Eixos Instituto São Paulo Contra a Violência É uma Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (OSCIP), sem fins lucrativos, fundada em 25 de novembro de 1997 com o objetivo de colaborar com o poder

Leia mais

SESEG cria RISP: novo modelo de gestão em segurança pública que trabalha com sistema de metas e premiação

SESEG cria RISP: novo modelo de gestão em segurança pública que trabalha com sistema de metas e premiação SESEG cria RISP: novo modelo de gestão em segurança pública que trabalha com sistema de metas e premiação A Secretaria de Estado de Segurança (SESEG), através da subsecretaria de Planejamento e Integração

Leia mais

11,01 0,663 0,746 80.284 R$ 33.732,89 R$ 583,83

11,01 0,663 0,746 80.284 R$ 33.732,89 R$ 583,83 Mapa Social Santa Margarida do Sul Documento gerado em 18/06/2015 às 11:01:29 População Censitária () 2.352 População Residente Urbana () 552 População Residente Rural () 1.800 Quantidade de Eleitores

Leia mais

RA Copacabana. Indicadores Rio Como Vamos

RA Copacabana. Indicadores Rio Como Vamos 3 RA Copacabana Indicadores Rio Como Vamos 1 CARACTERÍSTICAS DA POPULAÇÃO A Região Administrativa (RA) da Copacabana faz parte da Área de Planejamento 2. A Região Administrativa engloba os bairros Leme

Leia mais

Evolução do número de mortes no trânsito em São Paulo

Evolução do número de mortes no trânsito em São Paulo Nota Técnica 232 2014 Evolução do número de mortes no trânsito em São Paulo Max Ernani Borges De Paula Banco de dados de vítimas dos acidentes de trânsito fatais A Companhia de Engenharia de Tráfego realiza

Leia mais

Venda de imóveis usados e locação residencial começam ano em baixa

Venda de imóveis usados e locação residencial começam ano em baixa Pesquisa CRECISP Imóveis Usados-Venda/Aluguel residencial Cidade de São Paulo Janeiro de 2011 Venda de imóveis usados e locação residencial começam ano em baixa A venda de imóveis usados residenciais e

Leia mais

POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO 1º COMANDO DE POLICIAMENTO DE ÁREA 2º BATALHÃO DE POLÍCIA MILITAR

POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO 1º COMANDO DE POLICIAMENTO DE ÁREA 2º BATALHÃO DE POLÍCIA MILITAR POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO 1º COMANDO DE POLICIAMENTO DE ÁREA 2º BATALHÃO DE POLÍCIA MILITAR OBJETIVO Apresentar o cenário atual da Unidade, para o público presente por ocasião dos Eventos

Leia mais

REDE DE PRESTADORES DE INTERCÂMBIO SÃO PAULO/SP

REDE DE PRESTADORES DE INTERCÂMBIO SÃO PAULO/SP REDE DE PRESTADORES DE INTERCÂMBIO SÃO PAULO/SP (11) 33408011 INST. PAULISTA DE CANCEROLOGIA Av. Angélica, 2503-1º and. - Santa Cecília (11) 37973000 CASA DE SAÚDE SANTA RITA Rua Cubatão, 1190 - Vl. Mariana

Leia mais

Relação dos Cartórios Eleitorais de São Paulo

Relação dos Cartórios Eleitorais de São Paulo Relação dos Cartórios Eleitorais de São Paulo 1ª ZONA ELEITORAL - EITORAL ATENDIDOSASTA Endereço Avenida Brigadeiro Luís Antônio, 453 BELA VISTA Telefone (0xx11) 3101 9031/3101 8683/3106 9167 Fax 3101

Leia mais

AGÊNCIA NACIONAL DE ENERGIA ELÉTRICA ANEEL RESOLUÇÃO AUTORIZATIVA Nº, DE DE DE 2015.

AGÊNCIA NACIONAL DE ENERGIA ELÉTRICA ANEEL RESOLUÇÃO AUTORIZATIVA Nº, DE DE DE 2015. AGÊNCIA NACIONAL DE ENERGIA ELÉTRICA ANEEL RESOLUÇÃO AUTORIZATIVA Nº, DE DE DE 2015. Autoriza a revisão da configuração dos conjuntos de unidades consumidoras e estabelece os limites para os indicadores

Leia mais

Relatório da Pessoa Idosa

Relatório da Pessoa Idosa Relatório da Pessoa Idosa 2012 O Relatório da Pessoa Idosa 2012, com base nos dados de 2011, se destina à divulgação dos dados de criminalidade contra a pessoa idosa (idade igual ou superior a 60 anos),

Leia mais

Secretaria Nacional de

Secretaria Nacional de Secretaria Nacional de Segurança a PúblicaP Ministério da Justiça Secretaria Nacional de Segurança Pública Departamento de Pesquisa, Análise da Informação e Formação de Pessoal em Segurança Pública Departamento

Leia mais

PESQUISA MENSAL DE VALORES DE LOCAÇÃO RESIDENCIAL CIDADE DE SÃO PAULO NOVEMBRO DE 2015

PESQUISA MENSAL DE VALORES DE LOCAÇÃO RESIDENCIAL CIDADE DE SÃO PAULO NOVEMBRO DE 2015 PESQUISA MENSAL DE VALORES DE LOCAÇÃO RESIDENCIAL CIDADE DE SÃO PAULO NOVEMBRO DE 2015 No mês de novembro, os valores médios observados caíram 0,1%, em relação ao mês anterior. No acumulado de 12 meses,

Leia mais

ALBERTO MARQUES DOS SANTOS Juiz de Direito

ALBERTO MARQUES DOS SANTOS Juiz de Direito ALBERTO MARQUES DOS SANTOS Juiz de Direito CRIMINALIDADE causas e soluções Juruá Editora Curitiba, 2006 CATALOGAÇÃO NA FONTE S237 Santos, Alberto Marques dos. Criminalidade: causas e soluções./ Alberto

Leia mais

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO NÚCLEO DE ESTUDOS DA VIOLÊNCIA

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO NÚCLEO DE ESTUDOS DA VIOLÊNCIA UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO NÚCLEO DE ESTUDOS DA VIOLÊNCIA Av. Prof. Lucio Martins Rodrigues, Travessa 4 Bloco 2 05508-900 São Paulo SP Fone: (55 11) 3091-4951 Fax: (55 11) 3091-4950 nev@usp.br DIAGNÓSTICO

Leia mais

LISTA DE MORTOS POR POLICIAIS E ENCAPUZADOS (de 1 a 31 de maio de 2008)

LISTA DE MORTOS POR POLICIAIS E ENCAPUZADOS (de 1 a 31 de maio de 2008) LISTA DE MORTOS POR POLICIAIS E ENCAPUZADOS (de 1 a 31 de maio de 2008) Esta lista foi elaborada pela equipe do site OBSERVATÓRIO DAS VIOLÊNCIAS POLICIAIS-SP (www.ovp-sp.org) a partir de notícias de jornais

Leia mais

COLETIVA COM A IMPRENSA BALANÇO DAS OCORRÊNCIAS POLICIAIS COM REGISTROS NO SISP(*) VERIFICADAS NO ESTADO DO PARÁ. BASE: NOVEMBRO/2012 PARÁ

COLETIVA COM A IMPRENSA BALANÇO DAS OCORRÊNCIAS POLICIAIS COM REGISTROS NO SISP(*) VERIFICADAS NO ESTADO DO PARÁ. BASE: NOVEMBRO/2012 PARÁ COLETIVA COM A IMPRENSA PARÁ BALANÇO DAS OCORRÊNCIAS POLICIAIS COM REGISTROS NO SISP(*) VERIFICADAS NO ESTADO DO PARÁ. BASE: NOVEMBRO/2012 (*) SISP = SISTEMA INTEGRADO DE SEGURANÇA PÚBLICA Belém, 19/12/2012

Leia mais

Projeto São Paulo em Paz

Projeto São Paulo em Paz Projeto São Paulo em Paz DIAGNÓSTICO DA SITUAÇÃO DE VIOLÊNCIA DISTRITO DO GRAJAÚ JUNHO DE. PROJETO SÃO PAULO EM PAZ DIAGNÓSTICO PARTICIPATIVO SOBRE VIOLÊNCIA E CRIMINALIDADE DO DISTRITO DO GRAJAÚ I. Introdução

Leia mais

Apresentada operação de segurança para o Carnaval da Bahia 2016 Com a presença do governador Rui Costa e demais autoridades, foi apresentada, nesta

Apresentada operação de segurança para o Carnaval da Bahia 2016 Com a presença do governador Rui Costa e demais autoridades, foi apresentada, nesta Apresentada operação de segurança para o Carnaval da Bahia 2016 Com a presença do governador Rui Costa e demais autoridades, foi apresentada, nesta quarta-feira (27), no Hotel Fiesta, em Salvador, a operação

Leia mais

PRISÃO PROVISÓRIAE LEI DE DROGAS

PRISÃO PROVISÓRIAE LEI DE DROGAS 1 PRISÃO PROVISÓRIAE LEI DE DROGAS Um estudo sobre os flagrantes de tráfico de drogas na cidade de São Paulo Maria Gorete Marques de Jesus Amanda Hildebrand Oi Thiago Thadeu da Rocha Pedro Lagatta 2011

Leia mais

Ouvidor: Dr. Luiz Gonzaga Dantas

Ouvidor: Dr. Luiz Gonzaga Dantas Ouvidor: Dr. Luiz Gonzaga Dantas Ouvidoria na Defesa dos Direitos Humanos Na concepção individualista da sociedade 1º vem o indivíduo que tem valor em si mesmo, depois vem o Estado. Essa concepção diz

Leia mais