Análise de Sistemas 3º Bimestre (material 2)

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Análise de Sistemas 3º Bimestre (material 2)"

Transcrição

1 Análise de Sistemas 3º Bimestre (material 2) Professor: José Ronaldo Leles Júnior Turma: 2º ano do curso de Sistemas de Informação UEG Universidade Estadual de Goiás Campus Posse

2 POO Paradigma Orientado a Objetos

3 POO Paradigma Orientado a Objetos O que é? É uma forma de abordar um problema. Um software orientado a objetos consiste em diversos objetos em colaboração. Cada objeto é responsável por tarefas específicas.

4 POO Paradigma Orientado a Objetos Classes e Objetos O mundo real é formado de coisas; Na terminologia de orientação a objetos, essas coisas do mundo real são chamadas de objetos; Objeto é uma instância de uma classe Representa uma estrutura que agrupa dados e funções para manipular esses dados. Exemplos: carro, pessoa, animal, livro, pedido de compra, inscrição etc.

5 POO Paradigma Orientado a Objetos Classes e Objetos Seres humanos agrupam objetos para tentar gerenciar a complexidade de entender as coisas do mundo real; Uma Classe representa o agrupamento de objetos com características (atributos) e comportamentos (métodos) em comum Classe é um molde a partir do qual objetos são construídos Exemplos: Veículos, Animais, Livros etc.

6 POO Paradigma Orientado a Objetos Os pilares da Orientação a Objetos Abstração A abstração denota as características essenciais de um objeto que o diferenciam de outros objetos; Permite agrupar entidades associadas por propriedades comuns, representando as propriedades sem referenciar detalhes da implementação; Focaliza o essencial ignorando propriedades acidentais.

7 POO Paradigma Orientado a Objetos Os pilares da Orientação a Objetos Abstração

8 POO Paradigma Orientado a Objetos Os pilares da Orientação a Objetos Encapsulamento É a forma de restringir o acesso aos atributos e ao comportamento interno de um objeto.

9 POO Paradigma Orientado a Objetos Os pilares da Orientação a Objetos Polimorfismo O polimorfismo indica a capacidade de abstrair várias abstrações em um única interface.

10 POO Paradigma Orientado a Objetos Os pilares da Orientação a Objetos Herança Herança é um mecanismo que permite que características comuns a diversas classes sejam fatoradas em uma classe base, ou superclasse. A partir de uma classe base, outras classes podem ser especificadas.

11 POO Paradigma Orientado a Objetos Os pilares da Orientação a Objetos Herança

12 POO Paradigma Orientado a Objetos Os pilares da Orientação a Objetos Composição É natural para nós seres humanos pensarmos em coisas do mundo real como objetos compostos de outros objetos. Exemplos: Um livro é composto de páginas; Um pedido é composto de itens.

13 POO Paradigma Orientado a Objetos Como os objetos se comunicam? O objeto recebe um estímulo (mensagem) requisitando que ele realize alguma operação.

14 UML UNIFIED MODELING LANGUAGE Principais características: Linguagem visual utilizada para modelar softwares baseados no paradigma orientado a objetos; Não é uma linguagem de programação, e sim uma linguagem de modelagem, uma notação; Não é um processo de desenvolvimento de software; Pode ser utilizada por muitos processos de desenvolvimento diferentes; Utiliza vários diagramas para descrever um sistema.

15 UML UNIFIED MODELING LANGUAGE Diagramas UML

16 UML UNIFIED MODELING LANGUAGE Por que tantos diagramas? Fornecer múltiplas visões do sistema a ser modelado; Cada diagrama analisa o sistema, ou parte dele, sob uma determinada ótica: Diagrama de comportamento externo Visão externa do sistema e dos objetivos que os atores externos têm do sistema. Diagramas estruturais Visão estática da estrutura de suporte do sistema, sobre a qual ele será construído. Diagramas de comportamento interno Visão da dinâmica interna do sistema (processos que ocorrem entre as estruturas que compõem o sistema).

17 UML UNIFIED MODELING LANGUAGE Por que tantos diagramas? Diagramas de implementação Como as estruturas são implementadas em software e hardware.

18 UML UNIFIED MODELING LANGUAGE Diagrama de Caso de Uso Descreve um modelo funcional do sistema; Fornece uma visão externa de alto nível do sistema; Visão sob o ponto de vista do usuário; Descrevem funcionalidades do sistema percebidas por agentes externos (atores).

19 UML UNIFIED MODELING LANGUAGE Elementos de um Diagrama de Caso de Uso Ator Representa agentes externos que interagem com o sistema. É quem ou o que usa o sistema. Usuários Dispositivos Outros sistemas Representa um papel, não um usuário individual do sistema; Recebe nome que reflete o papel que desempenha no sistema.

20 UML UNIFIED MODELING LANGUAGE Elementos de um Diagrama de Caso de Uso Caso de Uso Representa as funções, tarefas e serviços oferecidos pelo sistema; Representa os requisitos do sistema (funcionalidades) sob o ponto de vista do usuário; É representado por uma elipse com o nome do caso de uso no seu interior. O nome do caso de uso é formado por um verbo + substantivo. Exemplo: Cadastrar Produto, Cadastrar Cliente etc.

21 UML UNIFIED MODELING LANGUAGE Elementos de um Diagrama de Caso de Uso Associações Representam os relacionamentos entre os atores que interagem com o sistema, entre os atores e os casos de uso ou o relacionamento entre os casos de uso e outros casos de uso. Estes últimos recebem nomes especiais, como inclusão, extensão e generalização.

22 UML UNIFIED MODELING LANGUAGE Elementos de um Diagrama de Caso de Uso Associações Associação entre ator e caso de uso Associação entre atores

23 UML UNIFIED MODELING LANGUAGE Elementos de um Diagrama de Caso de Uso Associações Associação de inclusão Associação de extensão

24 UML UNIFIED MODELING LANGUAGE Identificar os atores Quem usa o sistema? Quem inicia o sistema? Quem fornece os dados? Quem usa as informações geradas pelo sistema? Quem deve ser informado de alguma ocorrência no sistema?

25 UML UNIFIED MODELING LANGUAGE Identificar os casos de uso Quais são as necessidades de cada ator em relação ao sistema? Quais são as tarefas a serem realizadas por cada ator? Quem deve ser informado de alguma ocorrência no sistema?

26 Bibliografia Guedes, Gilleanes T. A. UML 2: guia prático. São Paulo: Novatec Editora, Guedes, Gilleanes T. A. UML 2.0: uma abordagem prática. 2º ed. São Paulo: Novatec Editora, Bezerra, Eduardo. Princípios de Análise e Projeto de Sistemas com UML. Rio de Janeiro: Elsevier, Engholm Júnior, Hélio. Análise e Design: orientados a objetos. São Paulo: Novatec, 2013.

POO Paradigma Orientado a Objetos. POO Paradigma Orientado a Objetos. POO Paradigma Orientado a Objetos. POO Paradigma Orientado a Objetos

POO Paradigma Orientado a Objetos. POO Paradigma Orientado a Objetos. POO Paradigma Orientado a Objetos. POO Paradigma Orientado a Objetos UEG - Universidade Estadual de Goiás (Câmpus Posse) Disciplina: Análise e Projeto de Sistemas II Turma: 4 Semestre Ano: 2016 Professor: José Ronaldo Leles Júnior O que é? É uma forma de abordar um problema.

Leia mais

POO Paradigma Orientado a Objetos. POO Paradigma Orientado a Objetos. POO Paradigma Orientado a Objetos. POO Paradigma Orientado a Objetos

POO Paradigma Orientado a Objetos. POO Paradigma Orientado a Objetos. POO Paradigma Orientado a Objetos. POO Paradigma Orientado a Objetos UEG - Universidade Estadual de Goiás (Câmpus Posse) Disciplina: Análise e Projeto de Sistemas II Turma: 4 Semestre Ano: 2016 Professor: José Ronaldo Leles Júnior O que é? É uma forma de abordar um problema.

Leia mais

Princípios de Análise e Projeto Orientados a Objetos com UML

Princípios de Análise e Projeto Orientados a Objetos com UML Princípios de Análise e Projeto Orientados a Objetos com UML Eduardo Bezerra Editora CAMPUS Copyright 2002, 2003 Eduardo Bezerra 1 Capítulo 1 Visão Geral Um modelo é uma simplificação da realidade que

Leia mais

Análise Orientada a Objetos (AOO)

Análise Orientada a Objetos (AOO) "Antes de imprimir pense em sua responsabilidade e compromisso com o MEIO AMBIENTE." Engenharia de Software Análise Orientada a s () Givanaldo Rocha de Souza givanaldo.rocha@ifrn.edu.br http://docente.ifrn.edu.br/givanaldorocha

Leia mais

Notas de Aula 03: Introdução a Orientação a Objetos e a UML

Notas de Aula 03: Introdução a Orientação a Objetos e a UML Notas de Aula 03: Introdução a Orientação a Objetos e a UML Objetivos da aula: Introduzir os conceitos da Orientação à Objetos (O.O) Introduzir os conceitos da UML Relacionar os processos às ferramentas

Leia mais

MODELAGEM DE DADOS MÓDULO III - UNIDADE V- MAPEAMENTO OBJETO RELACIONAL

MODELAGEM DE DADOS MÓDULO III - UNIDADE V- MAPEAMENTO OBJETO RELACIONAL MODELAGEM DE DADOS MÓDULO III - UNIDADE V- MAPEAMENTO OBJETO RELACIONAL 0 UNIDADE V: MAPEAMENTO OBJETO RELACIONAL Paradigma da Orientação a Objetos: Este paradigma parte do princípio que existem diversos

Leia mais

MODELAGEM DE SISTEMAS. Introdução a Computação e Engenharia de Software. Profa. Cynthia Pinheiro

MODELAGEM DE SISTEMAS. Introdução a Computação e Engenharia de Software. Profa. Cynthia Pinheiro MODELAGEM DE SISTEMAS Introdução a Computação e Engenharia de Software Profa. Cynthia Pinheiro Introdução Modelagem de Sistemas: A modelagem de um sistema auxilia o analista a entender a funcionalidade

Leia mais

Diagrama de Casos de Uso. Diagrama de Casos de Uso. Diagrama de Casos de Uso. Diagrama de Casos de Uso. Componentes do Diagrama.

Diagrama de Casos de Uso. Diagrama de Casos de Uso. Diagrama de Casos de Uso. Diagrama de Casos de Uso. Componentes do Diagrama. DCC / ICEx / UFMG Diagrama de Diagrama de Eduardo Figueiredo http://www.dcc.ufmg.br/~figueiredo Adota uma linguagem simples Acessível ao cliente Objetivo é a compreensão do comportamento externo do sistema

Leia mais

Q d( ) P. a( ) c( ) e( ) c( ) S. c( ) d( )

Q d( ) P. a( ) c( ) e( ) c( ) S. c( ) d( ) ELEMENTOS BÁSICOS DA LINGUAGEM JAVA Patricia Della Méa Plentz INE-CTC-UFSC E-Mail: plentz@inf.ufsc.br URL: http://moodle.ufsc.br INE5605-Turma 0238B Sumário 2.1 Classes e Objetos na POO 2.2 2 Revisão da

Leia mais

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO NORTE CAMPUS JOÃO CÂMARA UML UNIFIED MODELING LANGUAGE

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO NORTE CAMPUS JOÃO CÂMARA UML UNIFIED MODELING LANGUAGE 1 INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO NORTE CAMPUS JOÃO CÂMARA UML UNIFIED MODELING LANGUAGE Nickerson Fonseca Ferreira nickerson.ferreira@ifrn.edu.br O que é?? 2 A UML

Leia mais

Introdução a UML (Unified Modeling Language)

Introdução a UML (Unified Modeling Language) Introdução a UML (Unified Modeling Language) O que é a UML? Linguagem Gráfica de Modelagem para: Visualizar Especificar Construir Documentar Comunicar Artefatos de sistemas complexos Linguagem: vocabulário

Leia mais

Diagrama de Casos de Uso

Diagrama de Casos de Uso DCC / ICEx / UFMG Diagrama de Casos de Uso Eduardo Figueiredo http://www.dcc.ufmg.br/~figueiredo Diagrama de Casos de Uso Adota uma linguagem simples Acessível ao cliente Objetivo é a compreensão do comportamento

Leia mais

Diagrama de Componentes e Implantação

Diagrama de Componentes e Implantação Diagrama de Componentes e Implantação Curso de Especialização DEINF - UFMA Desenvolvimento Orientado a Objetos Prof. Geraldo Braz Junior Referências: Booch, G. et al. The Unified Modeling Language User

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA CENTRO DE TECNOLOGIA AULA 15 PROFª BRUNO CALEGARO

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA CENTRO DE TECNOLOGIA AULA 15 PROFª BRUNO CALEGARO UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA CENTRO DE TECNOLOGIA AULA 15 PROFª BRUNO CALEGARO Santa Maria, 08 de Novembro de 2013. Contextualização Nas próximas aula iremos começar a modelar e projetar sistemas

Leia mais

Engenharia de Software Projeto de software

Engenharia de Software Projeto de software Instituto Federal de Minas Gerais Campus Ponte Nova Engenharia de Software Projeto de software Professor: Saulo Henrique Cabral Silva MODELANDO UM SOFTWARE 2 Uma figura vale por mil palavras Em construções

Leia mais

Engenharia de Software. UML Unified Modeling Language

Engenharia de Software. UML Unified Modeling Language Engenharia de Software UML Unified Modeling Language UML - INTRODUÇÃO UML é um acrônimo para a expressão Linguagem de Modelagem Unificada. Pela definição de seu nome, vemos que a UML é uma linguagem que

Leia mais

Tópicos da Aula. A Linguagem UML. A Linguagem UML. De onde surgiu? Fundadores da UML. Introdução à UML e Diagrama de Casos de Uso.

Tópicos da Aula. A Linguagem UML. A Linguagem UML. De onde surgiu? Fundadores da UML. Introdução à UML e Diagrama de Casos de Uso. Engenharia de Software Aula 07 Tópicos da Aula Introdução à UML e Introdução a UML Visão geral de alguns diagramas Eduardo Figueiredo http://www.dcc.ufmg.br/~figueiredo dcc603@gmail.com 28 Março 2012 A

Leia mais

Engenharia de Software. Aula 2.4 Modelos de Casos de Uso. Prof. Bruno Moreno

Engenharia de Software. Aula 2.4 Modelos de Casos de Uso. Prof. Bruno Moreno Engenharia de Software Aula 2.4 Modelos de Casos de Uso Prof. Bruno Moreno bruno.moreno@ifrn.edu.br Comportamento do Sistema Refere-se às funcionalidades do sistema Requisitos funcionais; O comportamento

Leia mais

Tópico: Mapeamento Objeto Relacional

Tópico: Mapeamento Objeto Relacional Tópico: Mapeamento Objeto Relacional CONTEÚDO PROGRAMÁTICO UML Mapeamento Objeto Relacional Orientação a Objetos Diagramas de Classe PARADIGMA DA ORIENTAÇÃO A OBJETOS Segundo [Bezerra,2007]: O paradigma

Leia mais

Diagrama de Casos de Uso

Diagrama de Casos de Uso Disciplina: Análise e Projeto de Sistemas Profª Andrea e Prof. Vilson Diagrama de Casos de Uso O Diagrama de Casos de Uso procura por meio de uma linguagem simples, possibilitar a compreensão do comportamento

Leia mais

Introdução à UML. Prof. Jesus José de Oliveira Neto

Introdução à UML. Prof. Jesus José de Oliveira Neto Introdução à UML Prof. Jesus José de Oliveira Neto UML Linguagem de Modelagem Unificada Linguagem visual utilizada para modelar softwares baseados no paradigma de orientação a objetos UML não é uma linguagem

Leia mais

Modelagem Orientada a Objeto

Modelagem Orientada a Objeto UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA INSTITUTO DE BIOCIÊNCIAS, LETRAS E CIÊNCIAS EXATAS DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS DE COMPUTAÇÃO E ESTATÍSTICA Modelagem Orientada a Objeto Engenharia de Software 2o. Semestre de

Leia mais

UML. Diagrama de Caso de Uso. Profº. Reginaldo Cândido

UML. Diagrama de Caso de Uso. Profº. Reginaldo Cândido UML Diagrama de Caso de Uso Profº. Reginaldo Cândido reginaldo.candido@etec.sp.gov.br Introdução Casos de uso (use cases) são utilizados para capturar os requisitos do sistema. De forma breve, um caso

Leia mais

Engenharia de Software e Gerência de Projetos Prof. Esp. André Luís Belini Bacharel em Sistemas de Informações MBA em Gestão Estratégica de Negócios

Engenharia de Software e Gerência de Projetos Prof. Esp. André Luís Belini Bacharel em Sistemas de Informações MBA em Gestão Estratégica de Negócios Engenharia de Software e Gerência de Projetos Prof. Esp. André Luís Belini Bacharel em Sistemas de Informações MBA em Gestão Estratégica de Negócios Cronograma das Aulas. Hoje você está na aula Semana

Leia mais

UML Diagramas Estruturais Diagrama de Componentes

UML Diagramas Estruturais Diagrama de Componentes UML Diagramas Estruturais Diagrama de Componentes Representa um modelamento físico dos componentes de software de um determinado Sistema Um componente realiza um conjunto de interfaces e contém em seu

Leia mais

Diagrama de Caso de Uso

Diagrama de Caso de Uso "Antes de imprimir pense em sua responsabilidade e compromisso com o MEIO AMBIENTE." Engenharia de Software Givanaldo Rocha de Souza givanaldo.rocha@ifrn.edu.br http://docente.ifrn.edu.br/givanaldorocha

Leia mais

Diagrama de Casos de Uso. Diagrama de Casos de Uso. Diagrama de Casos de Uso. Diagrama de Casos de Uso. Componentes do Diagrama

Diagrama de Casos de Uso. Diagrama de Casos de Uso. Diagrama de Casos de Uso. Diagrama de Casos de Uso. Componentes do Diagrama DCC / ICEx / UFMG Diagrama de Diagrama de Eduardo Figueiredo http://www.dcc.ufmg.br/~figueiredo Adota uma linguagem simples Acessível ao cliente Objetivo é a compreensão do comportamento externo do sistema

Leia mais

UML (Linguagem unificada de modelagem)

UML (Linguagem unificada de modelagem) UML (Linguagem unificada de modelagem) Modelo de Casos de Uso -> descritos através de Diagramas de Caso de uso Determinação dos usos que o sistema terá (requisitos funcionais) captura os usos ou aplicações

Leia mais

Capítulo 2. Orientação a Objetos

Capítulo 2. Orientação a Objetos Capítulo 2 Orientação a Objetos Princípios da Orientação a Objetos Os princípios da orientação a objetos afetam todo o processo de desenvolvimento de software: Seres humanos pensam em termos de substantivos

Leia mais

Engenharia de Software Orientada a Objetos - OOSE. Método de Jacobson

Engenharia de Software Orientada a Objetos - OOSE. Método de Jacobson Engenharia de Software Orientada a Objetos - OOSE Método de Jacobson Alunos: Amanda Lira Gomes Lucas Balbino de Melo Ferreira Mycke Richard Guntijo Renato Gomes Borges Júnior Sumário Introdução Visão Geral

Leia mais

Curso SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Série 3 Disciplina Análise e Projeto Orientados a Objetos

Curso SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Série 3 Disciplina Análise e Projeto Orientados a Objetos Curso SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Série 3 Disciplina Análise e Projeto Orientados a Objetos Prova A 01)O que é UML (Unified Modeling Language)? Cite pelo menos três exemplos de diagramas Comportamentais e três

Leia mais

Requisitos de Software e UML Básico. Janaína Horácio

Requisitos de Software e UML Básico. Janaína Horácio Requisitos de Software e UML Básico Janaína Horácio janaina@les.inf.puc-rio.br Agenda Requisitos O que é? Objetivos? Atividades?... UML O que é? Modelos... Casos de Uso O que é? Componentes 2 Requisitos

Leia mais

Tópicos da Aula. Conceitos de programação orientada a objetos. Projeto orientado a objetos com UML

Tópicos da Aula. Conceitos de programação orientada a objetos. Projeto orientado a objetos com UML Projeto OO com UML Tópicos da Aula Conceitos de programação orientada a objetos Projeto orientado a objetos com UML Orientação a objetos A orientação a objetos, também conhecida como Programação Orientada

Leia mais

AULA 02. OBJETIVO: Características da Linguagem Orientada a Objetos.

AULA 02. OBJETIVO: Características da Linguagem Orientada a Objetos. AULA 02 OBJETIVO: Características da Linguagem Orientada a Objetos. HABILIDADES TRABALHADAS: Comparação das características das linguagens orientadas a objetos frente às linguagens estruturadas. Conhecimentos

Leia mais

Programação Orientada a Objetos

Programação Orientada a Objetos Programação Orientada a Objetos Introdução Alguns conceitos importantes Orientação a Objetos Alguns conceitos importantes Programação Estruturada X Programação OO Classes Objetos Construtores e Destrutores

Leia mais

Introdução. Diagramas de Interação. Introdução. Introdução. Introdução. Introdução. Os modelos de análise não respondem a algumas perguntas:

Introdução. Diagramas de Interação. Introdução. Introdução. Introdução. Introdução. Os modelos de análise não respondem a algumas perguntas: Diagramas de Interação Os modelos de análise não respondem a algumas perguntas: Como as operações do sistema são executadas internamente? A que classes estas operações internas pertencem? Quais objetos

Leia mais

Orientação a Objetos (OO) Java Avançado Revisão do Paradigma de. Orientação a Objetos (OO) Programação Orientada a Objetos. Programação Procedimental

Orientação a Objetos (OO) Java Avançado Revisão do Paradigma de. Orientação a Objetos (OO) Programação Orientada a Objetos. Programação Procedimental Orientação a Objetos (OO) Java Avançado Revisão do Paradigma de Orientação a Objetos (OO) Roberto Vedoato vedoato@joinville.udesc.br Programação Procedimental x Orientada a Objetos Objetivos e Benefícios

Leia mais

UML Unified Modeling Language Linguagem de Modelagem Unificada

UML Unified Modeling Language Linguagem de Modelagem Unificada UML Unified Modeling Language Linguagem de Modelagem Unificada Prof. Gilberto Porto e-mail: porto@gilbertoporto.com.br A linguagem UML n UML (Unified Modeling Language) Linguagem de Modelagem Unificada

Leia mais

UML. Modelando um sistema

UML. Modelando um sistema UML Modelando um sistema Fases do desenvolvimento de Software Análise de requisitos Análise Projeto Programação Análise de Requisitos Esta fase captura as intenções e necessidades dos usuários do sistema

Leia mais

INF1013 MODELAGEM DE SOFTWARE

INF1013 MODELAGEM DE SOFTWARE INF1013 MODELAGEM DE SOFTWARE Departamento de Informática PUC-Rio Ivan Mathias Filho ivan@inf.puc-rio.br Programa Capítulo 1 O Paradigma Orientado a Objetos A Linguagem UML Descrição da Arquitetura 1 Programa

Leia mais

Modelos em Sistemas de Informação. Aula 2

Modelos em Sistemas de Informação. Aula 2 Modelos em Sistemas de Informação Aula 2 Referências básicas da aula Paulo Cougo - Modelagem conceitual e Projeto de Banco de Dados. Craig Larman - Utilizando UML e padrões. Roger Pressman - Engenharia

Leia mais

Modelagem de um sistema informatizado de calculo de rotas logísticas com algoritmo de busca heurística Elias Vidal Bezerra Junior 1

Modelagem de um sistema informatizado de calculo de rotas logísticas com algoritmo de busca heurística Elias Vidal Bezerra Junior 1 Modelagem de um sistema informatizado de calculo de rotas logísticas com algoritmo de busca heurística Elias Vidal Bezerra Junior 1 1 Mestrando do Programa de Pós-Graduação em Ciência da Computação CIN/UFPE.

Leia mais

P L A N I F I C A Ç Ã O A N U A L

P L A N I F I C A Ç Ã O A N U A L P L A N I F I C A Ç Ã O A N U A L DEPARTAMENTO: MATEMÁTICA E CIÊNCIAS EXPERIMENTAIS ÁREA DISCIPLINAR: INFORMÁTICA DISCIPLINA: PSI CURSO PROFISSIONAL DE TÉCNICO DE GESTÃO E PROGRAMAÇÃO DE SISTEMAS INFORMÁTICOS;

Leia mais

Linguagem de Programação I Apresentação da Disciplina

Linguagem de Programação I Apresentação da Disciplina Linguagem de Programação I Apresentação da Disciplina Apresentação da Disciplina Conteúdo: 1) Orientação a Objetos - Características da OO - Reutilização de código 2) Introdução à Linguagem Java - Histórico

Leia mais

Análise e projeto de sistemas

Análise e projeto de sistemas Análise e projeto de sistemas Conteúdo: UML O processo de desenvolvimento de software Prof. Patrícia Lucas A linguagem de modelagem unificada (UML) A UML teve origem em uma tentativa de se unificar os

Leia mais

09/09/2012. Diagramas de Casos De Uso Alto Nível. Agenda Diagramas de Caso de Uso Alto Nível e Expandido Exercicios

09/09/2012. Diagramas de Casos De Uso Alto Nível. Agenda Diagramas de Caso de Uso Alto Nível e Expandido Exercicios CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS Aula 6 Agenda Diagramas de Caso de Uso Alto Nível e Expandido Exercicios 09/09/2012 Professor Leomir J. Borba- professor.leomir@gmail.com http://professorleomir.wordpress.com

Leia mais

UML. Adriano J. Holanda 21/3/

UML. Adriano J. Holanda 21/3/ UML Adriano J. Holanda 21/3/2016 UML Introdução UML - Unified Modeling Language Linguagem Unificada de Modelagem. Adquiriu maturidade na segunda década de 1990 pela fusão dos métodos e diagramas de Grady

Leia mais

MODELAGEM DE CASOS DE USO PARA UM SISTEMA DE CLÍNICA VETERINÁRIA

MODELAGEM DE CASOS DE USO PARA UM SISTEMA DE CLÍNICA VETERINÁRIA UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ INSTITUTO DE TECNOLOGIA FACULDADE DE ENGENHARIA DA COMPUTAÇÃO ADAM DREYTON FERREIRA DOS SANTOS CARLOS ROGÉRIO CAMPOS ANSELMO FELIPE BATISTA CABRAL FRANK GOMES DE AZEVEDO NAGIB

Leia mais

POO29004 Programação Orientada a Objetos

POO29004 Programação Orientada a Objetos POO29004 Programação Orientada a Objetos Diagramas comportamentais UML Prof. Emerson Ribeiro de Mello Instituto Federal de Santa Catarina IFSC campus São José mello@ifsc.edu.br http://docente.ifsc.edu.br/mello/poo

Leia mais

Orientação a Objetos e UML

Orientação a Objetos e UML Orientação a Objetos e UML Aula #8.1. EBS 211 POO e UML Prof. Luiz Fernando S. Coletta luizfsc@tupa.unesp.br Campus de Tupã Roteiro Análise e projeto OO; Engenharia de software e UML; Diagrama de classes.

Leia mais

Orientação a Objetos (OO) LPG II - Java. Orientação a Objetos (OO) Programação Orientada a Objetos. Programação Procedimental

Orientação a Objetos (OO) LPG II - Java. Orientação a Objetos (OO) Programação Orientada a Objetos. Programação Procedimental Orientação a Objetos (OO) LPG II - Java Orientação a Objetos (OO) Roberto Vedoato vedoato@joinville.udesc.br Programação Procedimental x Orientada a Objetos Objetivos e Benefícios da Orientação a Objetos

Leia mais

Introdução Diagrama de Classes Diagrama de Seqüência Diagrama de Atividades. Diagramas UML. Classe, Seqüência e Atividades. Marcio E. F.

Introdução Diagrama de Classes Diagrama de Seqüência Diagrama de Atividades. Diagramas UML. Classe, Seqüência e Atividades. Marcio E. F. Diagramas UML Classe, Seqüência e Atividades Marcio E. F. Maia Disciplina: Engenharia de Software Professora: Rossana M. C. Andrade Curso: Ciências da Computação Universidade Federal do Ceará 15 de maio

Leia mais

1 Introdução. 1.1 Teoria dos Sistemas 23/4/2010

1 Introdução. 1.1 Teoria dos Sistemas 23/4/2010 1 1 Introdução 1.1 Teoria dos Sistemas 1.2 Constituição dos sistemas 1.3 Natureza dos sistemas 1.4 Parâmetros do sistema 1.5 Descrição de sistemas 1.6 Desafios enfrentados no desenvolvimento 1.7 Perfil

Leia mais

Modelando sistemas em UML - Casos de uso.

Modelando sistemas em UML - Casos de uso. Modelando sistemas em UML - Casos de uso. Neste artigo vou falar um pouco sobre modelagem de sistemas usando UML focando exclusivamente os diagramas de casos de uso. A primeira coisa que devemos ter em

Leia mais

Ciência da Computação. Análise e Projeto Orientado a Objetos UML. Anderson Belgamo

Ciência da Computação. Análise e Projeto Orientado a Objetos UML. Anderson Belgamo Ciência da Computação Análise e Projeto Orientado a Objetos UML Anderson Belgamo 1 Evolução do Software O rápido crescimento da capacidade computacional das máquinas resultou na demanda por sistemas de

Leia mais

Programação Orientada a Objeto

Programação Orientada a Objeto Programação Orientada a Objeto Prof. Esp. Thiago S F Carvalho Faculdades Integradas de Diamantino 2016 Caravalho, T.S.F. (FID) POO 2016 1 / 44 Breve revisão Conteúdo 1 Breve revisão 2 Mais sobre classes

Leia mais

Análise e projeto de sistemas

Análise e projeto de sistemas Conteúdo: Análise e projeto de sistemas Modelagem de classes Prof. Patrícia Lucas Modelagem de classes 01 O modelo de casos de uso fornecem uma perspectiva do sistema a partir de um ponto de vista externo.

Leia mais

Programação Orientada a Objetos 2 Flávio de Oliveira Silva, M.Sc.

Programação Orientada a Objetos 2 Flávio de Oliveira Silva, M.Sc. Orientação a Objetos Revisão Conceitos CLASSE CLASSIFICAÇÃO GENERALIZAÇÃO ESPECIALIZAÇÃO HERANÇA INTERFACES POLIMORFISMO SOBRECARGA ENCAPSULAMENTO ABSTRAÇÃO MODULARIZAÇÃO 9 CLASSE Classe é um agrupamento

Leia mais

Tópicos da Aula. Alguns Diagramas UML. Diagramas Principais. Diagramas de Interação: Sequência e Colaboração. Tipos de Diagramas de Interação

Tópicos da Aula. Alguns Diagramas UML. Diagramas Principais. Diagramas de Interação: Sequência e Colaboração. Tipos de Diagramas de Interação Engenharia de Software Aula 10 Tópicos da Aula Diagramas de Interação: Sequência e Colaboração Eduardo Figueiredo http://www.dcc.ufmg.br/~figueiredo dcc603@gmail.com 09 Abril 2012 Alguns Diagramas UML

Leia mais

Curso de Sistemas de Informação. Karla Donato Fook DESU / DAI

Curso de Sistemas de Informação. Karla Donato Fook DESU / DAI Curso de Sistemas de Informação Karla Donato Fook karladf@ifma.edu.br DESU / DAI 2017 1 Especificação Desenvolvimento Validação Evolução 4 2 A funcionalidade do software e as restrições sobre sua operação

Leia mais

O PARADIGMA ORIENTADO POR OBJETOS

O PARADIGMA ORIENTADO POR OBJETOS O PARADIGMA ORIENTADO POR OBJETOS A idéia básica do paradigma orientado a objetos é imaginar que programas simulam o mundo real: um mundo povoado de objetos. Dessa maneira, linguagens baseadas nos conceitos

Leia mais

Tema 2: Modelo Dinâmico

Tema 2: Modelo Dinâmico Tema 2: Modelo Dinâmico Diagrama de sequência (ou Diagrama de Sequência de Mensagens) é um diagrama usado em UML (Unified Modeling Language), representando a sequência de processos (mais especificamente,

Leia mais

INF1012 MODELAGEM DE DADOS. Departamento de Informática PUC-Rio. Ivan Mathias Filho A Abordagem Entidade-Relacionamento

INF1012 MODELAGEM DE DADOS. Departamento de Informática PUC-Rio. Ivan Mathias Filho A Abordagem Entidade-Relacionamento INF1012 MODELAGEM DE DADOS Departamento de Informática PUC-Rio Ivan Mathias Filho ivan@inf.puc-rio.br Programa Capítulo 1 Modelagem Conceitual de Dados A Abordagem Entidade-Relacionamento 1 Programa Capítulo

Leia mais

Prof. Esp. Fabiano Taguchi

Prof. Esp. Fabiano Taguchi UML Prof. Esp. Fabiano Taguchi http://fabianotaguchi.wordpress.com fabianotaguchi@hotmail.com UML COMPETÊNCIA: Conhecer e desenvolver estudos de caso usando modelagem orientada a objeto. HABILIDADE: Conhecer

Leia mais

Introdução à Análise e Projeto de Sistemas

Introdução à Análise e Projeto de Sistemas Introdução à I. O Que vamos fazer na Disciplina? Saber uma linguagem de programação orientada a objeto (OO) não é suficiente para criar sistemas OO Tem que saber Análise e Projeto OO (APOO) Isto é, Análise

Leia mais

Conceitos de Orientação a Objetos

Conceitos de Orientação a Objetos Conceitos de Orientação a Objetos I. Histórico A orientação a objetos (OO) foi concebida na década de 70. Origem na linguagem SIMULA-67 (década de 60 - Noruega), que já implementava alguns conceitos da

Leia mais

27) Em relação aos Projetos de Sistemas de Software, assinale a sequência correta de desenvolvimento de um sistema:

27) Em relação aos Projetos de Sistemas de Software, assinale a sequência correta de desenvolvimento de um sistema: Modelos de Ciclo de Vida e Metodologias de Software 33) No SCRUM, uma iteração que segue um ciclo (PDCA) e entrega incremento de software pronto é denominada: A) Backlog. B) Sprint. C) Daily scrum. D)

Leia mais

Orientação a Objetos (OO)

Orientação a Objetos (OO) CURSO: Ciência da Computação DATA: / / 2013 PERÍODO: 4 o. PROFESSOR: Andrey DISCIPLINA: Técnicas Alternativas de Programação AULA: 04 APRESENTAÇÃO: Hoje vamos discutir os conceitos de Orientação a Objetos.

Leia mais

Curso teórico: Orientação a Objetos. Matemática computacional Marcos Aurelio Wozhiak Jr webzhiak.com.br

Curso teórico: Orientação a Objetos. Matemática computacional Marcos Aurelio Wozhiak Jr webzhiak.com.br Curso teórico: Orientação a Objetos Matemática computacional Marcos Aurelio Wozhiak Jr webzhiak.com.br Objetivos Conhecer os conceitos fundamentais de orientação a objetos; Aprender a criar e utilizar

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA CENTRO DE TECNOLOGIA AULA 12 PROFª BRUNO CALEGARO

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA CENTRO DE TECNOLOGIA AULA 12 PROFª BRUNO CALEGARO UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA CENTRO DE TECNOLOGIA AULA 12 PROFª BRUNO CALEGARO Santa Maria, 29 de Outubro de 2013. Revisão aula passada Modelagem de sistemas Perspectiva externa Perspectiva de iteração

Leia mais

Introdução. à UML. Histórico (cont.) Histórico Definição Benefícios Notação Diagrama de Classes Diagramas de Interação Conclusões Revisão

Introdução. à UML. Histórico (cont.) Histórico Definição Benefícios Notação Diagrama de Classes Diagramas de Interação Conclusões Revisão Sumário Introdução à UML BSI Bacharelado em Sistemas de Informação LOO Linguagens Orientadas a Objetos Humberto Mossri de Almeida hmossri_cursos@yahoo.com.br Marcelo Nassau Malta nassau_cursos@yahoo.com.br

Leia mais

Programação Orientada a Objetos

Programação Orientada a Objetos Programação Orientada a Objetos Herança e Polimorfismo Msc. Paulo de Tarso F. Júnior 1 Projeto Orientado a Objetos O que desejam? Produção de projetos conceitualmente simples o bastantes para serem entendidos

Leia mais

ENGENHARIA DE SOFTWARE I AULA 3. Análise e diagramação. professor Luciano Roberto Rocha.

ENGENHARIA DE SOFTWARE I AULA 3. Análise e diagramação. professor Luciano Roberto Rocha. ENGENHARIA DE SOFTWARE I AULA 3 Análise e diagramação professor Luciano Roberto Rocha www.lrocha.com.br POR QUE DIAGRAMAR A maioria dos problemas encontrados em sistemas tem sua origem na construção do

Leia mais

Alguns Exercícios Resolvidos

Alguns Exercícios Resolvidos Princípios de Análise e Projeto de Sistemas com UML 3ª edição, 2015, Eduardo Bezerra Alguns Exercícios Resolvidos Capítulo 1 Exercício 1.1 Sim, porque ele representa graficamente um objeto do mundo real

Leia mais

Conceitos de Orientação a Objetos. Objeto Atributo Classe Método

Conceitos de Orientação a Objetos. Objeto Atributo Classe Método Conceitos de Orientação a Objetos Objeto Atributo Classe Método Objeto Tudo em Orientação Objeto é OBJETO Objeto, no mundo físico, é tipicamente um produtor e consumidor de itens de informação máquina,

Leia mais

Linguagem de Programação I

Linguagem de Programação I Linguagem de Programação I Carlos Eduardo Ba6sta Centro de Informá6ca - UFPB bidu@ci.ufpb.br C++ e POO Fundamentação de Orientação a Objetos (OO) Sintaxe básica de C++ Modelagem de sistemas orientada a

Leia mais

Fundamentos de Programação

Fundamentos de Programação Fundamentos de Programação ET43I Aula 3 Prof. Daniel Cavalcanti Jeronymo Orientada a Objetos Abstração em computação, paradigmas de linguagens de programação. Conceitos de orientação a objetos. Universidade

Leia mais

PUC-GO- ADS: Prof. Vicente P. de Camargo. Desenvolvimento de Aplicações para Cliente Servidor

PUC-GO- ADS: Prof. Vicente P. de Camargo. Desenvolvimento de Aplicações para Cliente Servidor PUC-GO- ADS: Prof. Vicente P. de Camargo INTRODUÇÃO Seja bem vindo ao módulo de EAD da disciplina DACC(Desenvolvimento de Aplicações Para Cliente Servidor). A Modelagem com UML foi o assunto estabelecido

Leia mais

Diagrama de Sequência. Diagrama de Sequência. Atores. O que representam? Linha de Vida. Objetos

Diagrama de Sequência. Diagrama de Sequência. Atores. O que representam? Linha de Vida. Objetos DCC / ICEx / UFMG Eduardo Figueiredo http://www.dcc.ufmg.br/~figueiredo Preocupa-se com a ordem temporal em que as mensagens são trocadas Pode ser usado para detalhar um Caso de Uso Identifica O evento

Leia mais

Análise de Sistemas 3º Bimestre (material 1)

Análise de Sistemas 3º Bimestre (material 1) Análise de Sistemas 3º Bimestre (material 1) Professor: José Ronaldo Leles Júnior Turma: 2º ano do curso de Sistemas de Informação UEG Universidade Estadual de Goiás Campus Posse Requisitos de sistemas

Leia mais

Agenda Diagramas de Casos De Uso Conclusão Diagramas de Classe Bibliografia

Agenda Diagramas de Casos De Uso Conclusão Diagramas de Classe Bibliografia CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS Aula 07 16/09/2012 Professor Leomir J. Borba- professor.leomir@gmail.com http://professorleomir.wordpress.com 1 Agenda Diagramas de Casos De Uso Conclusão

Leia mais

Laboratório de programação II

Laboratório de programação II Laboratório de programação II Paradigma de orientação a Edson Moreno edson.moreno@pucrs.br http://www.inf.pucrs.br/~emoreno Sumário Contextualização Paradigma de orientação a Contextualização A construção

Leia mais

Revisão Diagrama de Caso de Uso. Rodolfo Adamshuk Silva 30/08/2013

Revisão Diagrama de Caso de Uso. Rodolfo Adamshuk Silva 30/08/2013 Revisão Diagrama de Caso de Uso Rodolfo Adamshuk Silva 30/08/2013 Processo Unificado (PU) É um modelo de processo de software baseado no modelo incremental, visando a construção de software orientado a

Leia mais

Modelagem de Processos. Rômulo César

Modelagem de Processos. Rômulo César Modelagem de Processos Rômulo César http://romulocesar.com.br/ romulo.andrade@upe.br Professor NOME: RÔMULO CÉSAR DIAS DE ANDRADE Mini CV: Doutorando em Ciência da Computação na Universidade Federal de

Leia mais

UML. Trabalho Análise e Projeto de Sistemas. Aluna: Luana Alves Businaro

UML. Trabalho Análise e Projeto de Sistemas. Aluna: Luana Alves Businaro Curso Técnico Integrado de Informática 2 Ano Projeto Integrador Formação Profissional Trabalho Análise e Projeto de Sistemas UML Aluna: Luana Alves Businaro-1614193 Maio de 2017 Sumário 1 Introdução...

Leia mais

Modelos. Banco de dados. Professor: Jarbas Araújo CENTRO EDUCACIONAL RADIER.

Modelos. Banco de dados. Professor: Jarbas Araújo CENTRO EDUCACIONAL RADIER. Modelos Banco de dados Professor: Jarbas Araújo professorjarbasaraujo@gmail.com CENTRO EDUCACIONAL RADIER Projeto de banco de dados Todo bom sistema de banco de dados deve apresentar um projeto, que visa

Leia mais

Análise e Projeto Orientados a Objetos

Análise e Projeto Orientados a Objetos Análise e Projeto Orientados a Objetos Introdução Diretoria Acadêmica de Gestão e Tecnologia da Informação Introdução Os sistemas computacionais adquiriram extrema importância para as organizações públicas

Leia mais

Modelagem de Sistemas. Análise de Requisitos. Modelagem

Modelagem de Sistemas. Análise de Requisitos. Modelagem Modelagem de Sistemas Teoria Geral de Sistemas TADS 2. Semestre Prof. André Luís Para abordarmos de forma mais profunda os conceitos de Modelagem de Sistemas de Informação, precisamos também falar na Engenharia

Leia mais

Diagrama de Casos de Uso

Diagrama de Casos de Uso Diagrama de Casos de Uso Régis Patrick Silva Simão Régis Simão Diagrama de Casos de Uso 1/29 Agenda Introdução Casos de Uso Atores Relacionamento entre Atores e Casos de Uso Relacionamento entre Casos

Leia mais

Unidade: Introdução à POO (Programação Orientada a Objetos)

Unidade: Introdução à POO (Programação Orientada a Objetos) Unidade: Introdução à POO (Programação Orientada a Objetos) 0 Unidade: Introdução à POO (Programação Orientada a Objetos) Paradigmas de Programação Um paradigma de programação fornece (e determina) a visão

Leia mais

Prof. Esp. Fabiano Taguchi

Prof. Esp. Fabiano Taguchi UML Prof. Esp. Fabiano Taguchi http://fabianotaguchi.wordpress.com fabianotaguchi@hotmail.com EXERCÍCIO - REQUISITOS A loja CdcomCarinho trabalha com a venda, à vista e parcelada, de CD s de todos os gêneros

Leia mais

Complexidade do Software

Complexidade do Software Complexidade do Software Sistemas de software são complicados Os requisitos modernos tendem a complicálo cada vez mais: Alta confiabilidade; Alto desempenho; Desenvolvimento rápido e barato Precisamos

Leia mais

PLANO DE ENSINO. ANO LETIVO/SEMESTRE: 2016/2 PROFESSOR: Leandro da Silva Camargo

PLANO DE ENSINO. ANO LETIVO/SEMESTRE: 2016/2 PROFESSOR: Leandro da Silva Camargo PLANO DE ENSINO ANO LETIVO/SEMESTRE: 2016/2 PROFESSOR: Leandro da Silva Camargo I DADOS DE IDENTIFICAÇÃO 1. Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia 2. Campus: IFSUL Bagé 3. Endereço: Av. Leonel

Leia mais

UML Unified Modeling Language

UML Unified Modeling Language UML Unified Modeling Language Rosana Cristina Colombo Dionysio Nelson Sadala Tavares Aprender é a única coisa de que a mente nunca se cansa, nunca tem medo e nunca se arrepende LEONARDO DA VINCI (Pintor,

Leia mais

Proposta do desenvolvimento de um software para apoio ao ensino da disciplina de programação orientada a objetos

Proposta do desenvolvimento de um software para apoio ao ensino da disciplina de programação orientada a objetos Anais do I Simpósio Interdisciplinar de Tecnologias na Educação [SInTE] IFSP Câmpus Boituva 24 a 26 de junho de 2015 Boituva SP Capital Nacional do Paraquedismo Proposta do desenvolvimento de um software

Leia mais

Bibliografia. Engenharia de software Ian Sommerville 9ª edição Editora Pearson Prentice Hall - 2011

Bibliografia. Engenharia de software Ian Sommerville 9ª edição Editora Pearson Prentice Hall - 2011 Projeto de Engenharia de Software III Plano de Ensino Tópicos - Análise de requisitos - Modelagem de sistemas - Projeto de arquitetura - Implementação de projeto - Projeto orientado a objeto com UML -

Leia mais

Processo de Desenvolvimento

Processo de Desenvolvimento Processo de Desenvolvimento RUP Rational Unified Process A Rational e o RUP 4 Rational é conhecida pelo seu investimento em orientação em objetos. 4 A empresa foi a criadora da Unified Modeling Language

Leia mais

Introdução a UML e seus diagramas

Introdução a UML e seus diagramas Introdução a UML e seus diagramas A Unified Modelling Language (UML) é uma linguagem ou notação de diagramas para especificar, visualizar e documentar modelos de software orientados por objetos. O UML

Leia mais

Técnicas de Identificação

Técnicas de Identificação Técnicas de Identificação Várias técnicas (de uso não exclusivo) são usadas para identificar classes: 1. Categorias de Conceitos 2. Análise Textual de Abbott (Abbot Textual Analysis) 3. Análise de Casos

Leia mais

UML (Linguagem Modelagem Unificada) João Paulo Q. dos Santos

UML (Linguagem Modelagem Unificada) João Paulo Q. dos Santos UML (Linguagem Modelagem Unificada) João Paulo Q. dos Santos joao.queiroz@ifrn.edu.br Roteiro A importância da UML para projetar sistemas. Principais características do diagrama de classes e de sequência.

Leia mais