COLÉGIO JOSÉ ÁLVARO VIDAL ADENDA AOS CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 2019/2020 PLANO

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "COLÉGIO JOSÉ ÁLVARO VIDAL ADENDA AOS CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 2019/2020 PLANO"

Transcrição

1 COLÉGIO JOSÉ ÁLVARO VIDAL ADENDA AOS CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 2019/2020 PLANO

2 I INTRODUÇÃO Tendo em consideração o atual contexto de pandemia e a vigência da suspensão das atividades letivas presenciais, considera-se necessário realizar uma adaptação dos critérios de avaliação definidos no início do ano letivo. O presente documento constitui uma adenda que contempla apenas as alterações efetuadas aos critérios de avaliação, necessárias de acordo com o modelo de ensino a distância. Assim, a informação que contém é complementar, pelo que a sua consulta não dispensa o conhecimento dos critérios de avaliação aprovados no início do corrente ano letivo. 2

3 II CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO A avaliação incide sobre as aprendizagens definidas no currículo nacional. Sendo um processo contínuo, privilegia a diversidade de estratégias e de instrumentos de avaliação (diagnóstica, formativa e sumativa) Na avaliação de cada aluno ter-se-á em linha de conta dois domínios fundamentais: Perfil do aluno/aprendizagens essenciais Aquisição de conhecimentos/competências na abordagem de situações relacionadas com os programas das diversas disciplinas/áreas curriculares; Qualidade das competências adquiridas; Situação e progressão na aprendizagem; Capacidade de comunicar utilizando o código ou códigos próprios das diferentes áreas do saber; Aprendizagens de caráter transversal e de natureza instrumental, nomeadamente no âmbito da utilização da Língua Portuguesa em diferentes situações de comunicação e da utilização das TIC (tecnologias de informação e comunicação); Capacidade de organização; Capacidade de reflexão crítica. Atitudes/valores O domínio das atitudes/valores é avaliado no 1º, 2º e 3º ciclo e ensino secundário por uma escala de percentagens que descrevem diferentes comportamentos que os alunos podem revelar. PERCENTAGEM DESCRITORES 10 No contexto do Plano delineado pelo Colégio José Álvaro Vidal, não é possível realizar a avaliação neste parâmetro. 20 No contexto do Plano delineado pelo Colégio José Álvaro Vidal, não é possível realizar a avaliação neste parâmetro. 30 Aluno que não realiza cinquenta por cento ou mais das tarefas propostas. 40 Aluno que não realiza vinte e cinco por cento das tarefas propostas Respeita os princípios de cortesia em contexto de aulas síncronas. Respeita os princípios de cortesia em contexto de aulas síncronas e cumpre os prazos estipulados. Respeita os princípios de cortesia em contexto de aulas síncronas. Cumpre os prazos estipulados e revela uma atitude de resiliência perante os desafios. Respeita os princípios de cortesia em contexto de aulas síncronas. Cumpre os prazos estipulados e revela uma atitude de resiliência perante os desafios. Pauta-se por uma atitude cooperante e de interajuda com os seus pares. Respeita os princípios de cortesia em contexto de aulas síncronas. Cumpre os prazos estipulados e revela uma atitude de resiliência perante os desafios. Pauta-se por uma atitude cooperante e de interajuda com os seus pares. Apresenta propostas para resolução de problemas e/ou propõe diferentes meios/metodologias para a apresentação dos trabalhos. 3

4 III INSTRUMENTOS DE AVALIAÇÃO SUMATIVA No atual contexto de ensino a distância considera-se essencial definir procedimentos, adequados às características especiais inerentes à referida situação, na realização dos testes de avaliação sumativa. Os respetivos procedimentos para cada nível/ciclo de ensino serão apresentados na secção IV do presentedocumento. IV CRITÉRIOS ESPECÍFICOS DE AVALIAÇÃO 1º CICLO O peso percentual que anteriormente era atribuído aos testes de avaliação foi distribuído pela apresentação de um trabalho de projeto, pela construção de um E-Portfolio e pela participação nas sessões síncronas. Com a construção de um trabalho de projeto pretende-se que os alunos dinamizem uma apresentação interativa de acordo com uma temática acordada com o professor titular. A data da apresentação do trabalho de projeto, bem como a matriz com os conteúdos e parâmetros a avaliar será disponibilizada pelo professor titular. Sempre que possível devem ser utilizadas ferramentas digitais de colaboração que permitam a partilha síncrona dos trabalhos preparados pelos alunos. Um E-Portfolio é a compilação de um conjunto de atividades, desenvolvidas ao longo do período de ensino a distância, as quais foram sugeridas nas diferentes áreas disciplinares. Este será uma evidência das diferentes competências a avaliar. 1º CICLO 1º E 2º ANO (PORTUGUÊS) da Língua da Língua da Língua 4

5 1º CICLO 1º E 2º ANO (ESTUDO DO MEIO), leitura e escrita Relação de conhecimentos Comunicação Relação de conhecimento 1º CICLO 1º E 2º ANO (MATEMÁTICA) Matemática Investigação/Resolução de problemas Sessões síncronas: Comunicação matemática Raciocínio Resolução de problemas Comunicação matemática Raciocínio Resolução de problemas 5% 10% 1º CICLO 3º E 4º ANO (PORTUGUÊS) CONHECIMENTO / CAPACIDADES (80%) ATITUDES E VALORES () Gramática Gramática Gramática 5

6 1º CICLO 3º E 4º ANO (ESTUDO DO MEIO) CONHECIMENTO / CAPACIDADES (80%) ATITUDES E VALORES (), leitura e escrita Comunicação Relação de conhecimentos Comunicação Relação de conhecimentos 1º CICLO 3º E 4º ANO (MATEMÁTICA) CONHECIMENTO / CAPACIDADES (80%) ATITUDES E VALORES () Matemática Investigação/Resolução de problemas Comunicação matemática Raciocínio Resolução de problemas Comunicação matemática Raciocínio Resolução de problemas 1º CICLO 1º, 2º E 3º ANO (MÚSICA) Prática Vocal Coordenação Rítmica 40% 30% 1º CICLO 4º ANO (MÚSICA) Prática Vocal Prática Instrumental Coordenação Rítmica 6

7 2º E 3º CICLOS Prevê-se a aplicação de instrumentos de avaliação, testes de avaliação sumativa, no 2º e 3º ciclos de acordo com: 1. O teste de avaliação sumativa será desdobrado em diferentes momentos de avaliação de acordo com a especificidade das áreas disciplinares. O resultado final será a soma de todos os momentos realizados; 2. Os momentos do teste de avaliação sumativa deverão ser agendados para uma aula de 60 minutos da respetiva disciplina; 3. O professor disponibiliza na plataforma Google Classroom da turma, com uma semana de antecedência, a data e a respetiva matriz do teste (ou parte deste) com os conteúdos sujeitos a avaliação e a tipologia das perguntas/exercícios; 4. Todos os momentos de avaliação que constituam parte do teste de avaliação sumativa têm como prazo limite para a sua entrega as 16h do próprio dia em que foi atribuído. 2º E 3º CICLOS AGRUPAMENTO DE EXPRESSÕES EDUCAÇÃO FÍSICA Atividades Físicas Aptidão Física Conhecimentos 40% 10% No caso de alunos com atestado médico a avaliação dos conhecimentos/capacidades será realizada através de fichas de avaliação, relatórios de aula e trabalhos individuais, abrangendo temas a acordar com o professor da disciplina. 2º E 3º CICLOS AGRUPAMENTO DE EXPRESSÕES EXPRESSÃO ARTÍSTICA - TEATRO Capacidade Técnica / Interpretativa 10% Capacidade Criativa Capacidade de gestão do processo de trabalho Trabalho de projeto No caso de alunos com atestado médico a avaliação dos conhecimentos/capacidades será realizada através de fichas de avaliação, relatórios de aula e trabalhos individuais, abrangendo temas a acordar com o professor da disciplina. 7

8 2º CICLO AGRUPAMENTO DE EXPRESSÕES EDUCAÇÃO MUSICAL CONHECIMENTOS / CAPACIDADES (70%) ATITUDES E VALORES (30%) A) Componente Teórica Trabalho individual B) Componente Prática Observação direta / Avaliação Prática: Motricidade Acuidade / Memória auditiva Sentido rítmico e melódico Técnicas de produção de sons Expressividade Criatividade C) 30% 2º E 3º CICLOS AGRUPAMENTO DE EXPRESSÕES EXPRESSÃO ARTÍSTICA - DANÇA Capacidade Interpretativa Capacidade Criativa Capacidade Física 10% Trabalho de projeto No caso de alunos com atestado médico a avaliação dos conhecimentos/capacidades será realizada através de fichas de avaliação, relatórios de aula e trabalhos individuais, abrangendo temas a acordar com o professor da disciplina. ENSINO SECUNDÁRIO Prevê-se a aplicação de instrumentos de avaliação, testes de avaliação sumativa, no ensino secundário de acordo com: 1. O teste de avaliação sumativa poderá ser desdobrado em diferentes momentos e modalidades de avaliação de acordo com a especificidade das áreas disciplinares. Nesta situação o resultado final será a soma de todos os momentos realizados; 2. O supracitado instrumento de avaliação (ou momentos que o constituem) será agendado no calendário partilhado pelo conselho de turma e pelos discentes com pelo menos 1 semana de antecedência; 3. O teste de avaliação sumativa poderá ser agendado para uma aula de 60 minutos da respetiva disciplina ou para um horário mais alargado no período extra letivo das 14h30 às 16h30; 4. O professor disponibiliza na plataforma Google Classroom da turma, com uma semana de antecedência, a matriz do teste (ou parte deste) com os conteúdos sujeitos a avaliação e a tipologia das perguntas/exercícios. 8

9 ENSINO SECUNDÁRIO AGRUPAMENTO DE EDUCAÇÃO FÍSICA Atividades Físicas Aptidão Física 40% Conhecimentos 10% No caso de alunos com atestado médico a avaliação dos conhecimentos/capacidades será realizada através de fichas de avaliação, relatórios de aula e trabalhos individuais, abrangendo temas a acordar com o professor da disciplina. Na avaliação do parâmetro Atividades Físicas, a nota atribuída no terceiro período será correspondente à melhor classificação obtida durante o tempo de ensino presencial. Aprovado em Conselho Pedagógico de 28 de abril de

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO COLÉGIO JOSÉ ÁLVARO VIDAL CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO Ano Letivo 2017/2018 I INTRODUÇÃO As principais orientações normativas relativas à avaliação na educação pré-escolar estão consagradas no Despacho nº 9180/2016

Leia mais

Critérios de Avaliação 2015/2016

Critérios de Avaliação 2015/2016 Critérios de Avaliação Ano letivo 2015/2016 Critérios de Avaliação 2015/2016 Introdução As principais orientações normativas relativas à avaliação na educação pré-escolar estão consagradas no Despacho

Leia mais

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO COLÉGIO JOSÉ ÁLVARO VIDAL CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO Ano Letivo 2018/2019 I INTRODUÇÃO As principais orientações normativas relativas à avaliação na educação pré-escolar estão consagradas no Despacho nº 9180/2016

Leia mais

Critérios Específicos de Avaliação

Critérios Específicos de Avaliação DEPARTAMENTO Matemática e Ciências Experimentais DISCIPLINA Ciências Naturais ANO 5.º, 6.º, 7.º, 8.º e 9.º Conhecimentos e Fichas e Exercícios de avaliação Registos de desempenho na aula Aquisição e compreensão

Leia mais

CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO

CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO Agrupamento de Escolas Pinheiro e Rosa CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO I INTRODUÇÃO 1. De acordo com a legislação em vigor, a avaliação é um elemento integrante e regulador de todo o processo de ensino aprendizagem.

Leia mais

Agrupamento de Escolas da Bemposta

Agrupamento de Escolas da Bemposta Agrupamento de Escolas da Bemposta Portimão CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO 2017 / 2018 0 CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO A avaliação constitui um processo integrante e regulador da prática educativa, orientador

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS FERNÃO DE MAGALHÃES CHAVES CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO PARA OS ENSINOS BÁSICO E SECUNDÁRIO

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS FERNÃO DE MAGALHÃES CHAVES CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO PARA OS ENSINOS BÁSICO E SECUNDÁRIO AGRUPAMENTO DE ESCOLAS FERNÃO DE MAGALHÃES CHAVES CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO PARA OS ENSINOS BÁSICO E SECUNDÁRIO ANO LETIVO 2018/2019 ENQUADRAMENTO No dia 6 de julho foi publicado o Decreto-Lei 55/2018,

Leia mais

Critérios Específicos de Avaliação

Critérios Específicos de Avaliação Critérios Específicos de Avaliação DEPARTAMENTO CURRICULAR DO 1º CICLO DO ENSINO BÁSICO ANO LETIVO: 2018/2019 A avaliação escolar como processo de construção de conhecimento Matriz Curricular - 1.º Ciclo

Leia mais

Departamento Pré-escolar /1.º Ciclo 1.º ano de Escolaridade

Departamento Pré-escolar /1.º Ciclo 1.º ano de Escolaridade Departamento Pré-escolar /1.º Ciclo 1.º ano de Escolaridade Critérios Gerais de Avaliação Pesos das componentes Testes /Questões Aula/Projetos/Outras 50% Conhecimentos e Capacidades Fichas de trabalho/portefólios/atividades

Leia mais

Agrupamento de Escolas de S. João do Estoril - Ano Letivo 2018/2019. Critérios de Avaliação - 1º ciclo do ensino básico

Agrupamento de Escolas de S. João do Estoril - Ano Letivo 2018/2019. Critérios de Avaliação - 1º ciclo do ensino básico Agrupamento de Escolas de S. João do Estoril - Ano Letivo 2018/2019 Critérios de Avaliação - 1º ciclo do ensino básico Os critérios de avaliação aplicam-se às Aprendizagens Essenciais que se definem como

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE SÃO JOÃO DO ESTORIL Departamento 1º Ciclo

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE SÃO JOÃO DO ESTORIL Departamento 1º Ciclo AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE SÃO JOÃO DO ESTORIL Departamento 1º Ciclo ELEMENTOS DE AVALIAÇÃO Serão tidos em consideração os elementos de avaliação a seguir enumerados, essenciais para o desenvolvimento do

Leia mais

Agrupamento de Escolas de Arraiolos

Agrupamento de Escolas de Arraiolos Agrupamento de Escolas de Arraiolos ESCOLA EB 2,3/S CUNHA RIVARA CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO DO GRUPO 510 Ensino Básico - 3º Ciclo 2016 2017 INTRODUÇÃO A avaliação é um elemento integrante e regulador de todo

Leia mais

PORTUGUÊS CRITÉRIOS ESPECÍFICOS DE AVALIAÇÃO E CLASSIFICAÇÃO DE ALUNOS. ENSINO BÁSICO (2.º e 3.º CICLOS) ENSINO SECUNDÁRIO

PORTUGUÊS CRITÉRIOS ESPECÍFICOS DE AVALIAÇÃO E CLASSIFICAÇÃO DE ALUNOS. ENSINO BÁSICO (2.º e 3.º CICLOS) ENSINO SECUNDÁRIO AGRUPAMENTO DE ESCOLAS Nº 4 DE ÉVORA SEDE: ESCOLA SECUNDÁRIA ANDRÉ DE GOUVEIA CRITÉRIOS ESPECÍFICOS DE AVALIAÇÃO E CLASSIFICAÇÃO DE ALUNOS PORTUGUÊS ENSINO BÁSICO (2.º e 3.º CICLOS) ENSINO SECUNDÁRIO outubro

Leia mais

CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO 2017/2018

CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO 2017/2018 CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO 2017/2018 I INTRODUÇÃO De acordo com a legislação em vigor, a avaliação é um elemento integrante e regulador de todo o processo de ensino aprendizagem. A avaliação visa promover

Leia mais

2º Ciclo do Ensino Básico Critérios de avaliação 6º Ano

2º Ciclo do Ensino Básico Critérios de avaliação 6º Ano CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO A avaliação do aluno nas diferentes disciplinas e áreas curriculares disciplinares realiza-se em três domínios: afetivo, cognitivo, e psicomotor. Ou, usando uma terminologia

Leia mais

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO Departamento 1º Ciclo Grupos: 110 2016/2017 AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE PINHEL CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO DEPARTAMENTO CURRICULAR DO 1.º CICLO DO ENSINO BÁSICO UTILIZADOR Critérios

Leia mais

ESCOLAS E.B.1 C/ J.I. DA COCA MARAVILHAS E DE VENDAS CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 1.º CICLO ( )

ESCOLAS E.B.1 C/ J.I. DA COCA MARAVILHAS E DE VENDAS CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 1.º CICLO ( ) Critérios de Avaliação 1.º Ciclo Ano letivo 2016/2017 ESCOLAS E.B.1 C/ J.I. DA COCA MARAVILHAS E DE VENDAS A avaliação incide sobre os conhecimentos e capacidades definidas no currículo nacional e nas

Leia mais

Critérios e procedimentos de avaliação

Critérios e procedimentos de avaliação Critérios e procedimentos de avaliação Relativamente à avaliação, quer dos alunos, quer do desempenho dos docentes, aplicamos, nesta escola, as diretrizes da legislação em vigor. A avaliação é encarada

Leia mais

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO DO 1º CICLO

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO DO 1º CICLO ANO LETIVO 2017-2018 CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO DO 1º CICLO Agrupamento de Escolas José Maria dos Santos Departamento do 1º ciclo CRITÉRIOS de AVALIAÇÃO 1º CICLO Enquadramento A avaliação interna das aprendizagens

Leia mais

Agrupamento de Escolas de S. Pedro do Sul Escola-sede: Escola Secundária de S. Pedro do Sul CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 1º CICLO DO ENSINO BÁSICO

Agrupamento de Escolas de S. Pedro do Sul Escola-sede: Escola Secundária de S. Pedro do Sul CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 1º CICLO DO ENSINO BÁSICO Agrupamento de Escolas de S. Pedro do Sul 161780 Escola-sede: Escola Secundária de S. Pedro do Sul CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 1º CICLO DO ENSINO BÁSICO 2017/2018 1. Modalidades de Avaliação Avaliação Diagnóstica

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE ODEMIRA

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE ODEMIRA AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE ODEMIRA DEPARTAMENTO CURRICULAR 1º CICLO CRITÉRIOS DE Ano Letivo 2016/2017 ÁREAS DOMÍNIOS PESO NA - Aquisição / Compreensão / Aplicação de conhecimentos em: - Fichas de avaliação

Leia mais

Critérios de Avaliação. Departamento. 1º Ciclo. Ano Letivo 2015/2016. A Presidente do Conselho Pedagógico Felicidade Alves

Critérios de Avaliação. Departamento. 1º Ciclo. Ano Letivo 2015/2016. A Presidente do Conselho Pedagógico Felicidade Alves Critérios de Avaliação Departamento 1º Ciclo Ano Letivo 2015/2016 Alteração aprovada em Conselho Pedagógico na sequência do Despacho Normativo n.º 17-A/2015 de 2015/09/22 A Presidente do Conselho Pedagógico

Leia mais

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 2018/2019 4º ANO PORTUGUÊS 1

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 2018/2019 4º ANO PORTUGUÊS 1 METAS CURRICULARES DEPARTAMENTO DA EDUCAÇÃO DE INFÂNCIA E DO 1º CICLO DO ENSINO BÁSICO CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 2018/2019 4º ANO PORTUGUÊS 1 ORALIDADE LEITURA - ESCRITA Compreensão Expressão Leitura Escrita

Leia mais

CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO

CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO Agrupamento de Escolas Marinhas do Sal Rio Maior ANO LETIVO 2018/2019 CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO Regime geral de avaliação Artigo 16.º Objeto da avaliação 1 A avaliação incide sobre as aprendizagens

Leia mais

Educação Pré-Escolar. Expressão e Comunicação

Educação Pré-Escolar. Expressão e Comunicação Educação Pré-Escolar ÁREAS DE CONTEÚDO Formação Pessoal e Social INSTRUMENTOS DE AVALIAÇÃO - Construção da identidade e autoestima - Independência e autonomia - Consciência de si como aprendente - Convivência

Leia mais

AVALIAÇÃO CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO AVALIAÇÃO INTERNA SEGUNDO CICLO DO ENSINO BÁSICO 6.º ANO. Ano letivo 2013/2014

AVALIAÇÃO CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO AVALIAÇÃO INTERNA SEGUNDO CICLO DO ENSINO BÁSICO 6.º ANO. Ano letivo 2013/2014 AVALIAÇÃO CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO SEGUNDO CICLO DO ENSINO BÁSICO 6.º ANO Ano letivo 2013/2014 AVALIAÇÃO INTERNA A avaliação é um elemento integrante e regulador da prática educativa que permite a recolha

Leia mais

Critérios de Avaliação

Critérios de Avaliação Agrupamento de Escolas Josefa de Óbidos Critérios de Avaliação Disciplina: Português Departamento de Línguas 2.º Ciclo DOMÍNIOS ITENS A OBSERVAR PERCENTAGENS TOTAL COGNITIVO SABER (Conhecimentos adquiridos)

Leia mais

Critérios Específicos de Avaliação - 1º ciclo

Critérios Específicos de Avaliação - 1º ciclo Critérios Específicos de Avaliação - 1º ciclo A avaliação, como parte integrante do processo de ensino/ aprendizagem, deverá ter em conta: Os programas e as metas curriculares em vigor para o 1º ciclo;

Leia mais

P E D R O E A N E S L O B A T O

P E D R O E A N E S L O B A T O CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO 1. Avaliação A constitui um processo regulador do ensino, orientador do percurso escolar e certificador dos conhecimentos adquiridos e capacidades desenvolvidas pelo Tem por

Leia mais

Critérios de Avaliação. 1º Ciclo. Ano Letivo 2016/2017. A Presidente do Conselho Pedagógico Felicidade Alves

Critérios de Avaliação. 1º Ciclo. Ano Letivo 2016/2017. A Presidente do Conselho Pedagógico Felicidade Alves Critérios de Avaliação 1º Ciclo Ano Letivo 2016/2017 A Presidente do Conselho Pedagógico Felicidade Alves Princípios Orientadores - Processo regulador das aprendizagens, orientador do percurso escolar

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DO RESTELO Sede - Escola Secundária do Restelo

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DO RESTELO Sede - Escola Secundária do Restelo AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DO RESTELO Sede - Escola Secundária do Restelo CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 2017/2018 INTRODUÇÃO Os critérios de avaliação do 1º ciclo, aprovados pelo Conselho Pedagógico em 27 de setembro

Leia mais

Dispositivo de Avaliação - Oficina Gráfica e Design Gráfico Ano letivo 2015/16 Ensino Secundário Curso Profissional de Técnico de Design Gráfico

Dispositivo de Avaliação - Oficina Gráfica e Design Gráfico Ano letivo 2015/16 Ensino Secundário Curso Profissional de Técnico de Design Gráfico Dispositivo de Avaliação - Oficina Gráfica e Design Gráfico Ano letivo 2015/16 Ensino Secundário Curso Profissional de Técnico de Design Gráfico 1. Critérios de avaliação AVALIAÇÃO DAS APRENDIZAGENS 1.

Leia mais

Objeto e finalidades A avaliação visa:

Objeto e finalidades A avaliação visa: 1 O presente documento pretende materializar a execução dos princípios orientadores da avaliação, com base nos diplomas que regulam a avaliação dos alunos do ensino secundário, ou seja, da Portaria n.º

Leia mais

E N S I N O SECUNDÁRIO

E N S I N O SECUNDÁRIO E N S I N O SECUNDÁRIO CRITÉRIOS/REGRAS GERAIS DE AVALIAÇÃO 2017/2018 I - INTRODUÇÃO Nos termos da alínea e) do art.º 33º do Regime Jurídico de Autonomia, Administração e Gestão das Escolas, constante

Leia mais

Critérios Gerais - a observar em todas as escolas do agrupamento

Critérios Gerais - a observar em todas as escolas do agrupamento Critérios Específicos de Avaliação Agrupamento de Escolas Nº 1 de Abrantes ESCOLAS DO 1.ºCICLO: N.º1 de Abrantes, Alvega, Alvega/Concavada, Bemposta, Carvalhal, Mouriscas, Maria Lucília Moita, Pego e Rossio

Leia mais

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 1.º CICLO

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 1.º CICLO CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 1.º CICLO 2013/2014 1. Introdução A avaliação dos alunos está enquadrada pelo Decreto-Lei n.º 139/2012, de 5 de julho e regulamentada pelo Despacho normativo n.º 24-A/2012, de 6

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE ANADIA Critérios Gerais de Avaliação 1º Ciclo do Ensino Básico 2011/2012. Critérios Gerais de Avaliação 1º CEB

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE ANADIA Critérios Gerais de Avaliação 1º Ciclo do Ensino Básico 2011/2012. Critérios Gerais de Avaliação 1º CEB Critérios Gerais de Avaliação 1º CEB 0 Introdução No Ensino Básico A avaliação constitui um processo regulador das aprendizagens, orientador do percurso escolar e certificador das diversas aquisições realizadas

Leia mais

Departamento Curricular do 1º Ciclo do Ensino Básico

Departamento Curricular do 1º Ciclo do Ensino Básico Agrupamento de Escolas de Carregal do Sal Departamento Curricular do 1º Ciclo do Ensino Básico Critérios Específicos de Avaliação 2013/2014 Introdução Os conhecimentos e capacidades a adquirir e a desenvolver

Leia mais

CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO - ENSINO BÁSICO 2º E 3º CICLOS (2ª revisão)

CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO - ENSINO BÁSICO 2º E 3º CICLOS (2ª revisão) CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO - ENSINO BÁSICO 2º E 3º CICLOS (2ª revisão) Nos termos da alínea e) do art.º 33.º do Regime de Autonomia, Administração e Gestão, constante do Decreto-Lei nº 75/2008 de 22

Leia mais

ponderações

ponderações ponderações 2018-2019 ENSINO BÁSICO 3.º ciclo regular decreto legislativo regional 21/2010/A, de 24 de junho áreas curriculares disciplinares PORTUGUÊS Português LÍNGUAS ESTRANGEIRAS (L.E. I) Inglês (L.E.

Leia mais

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 2017/2018

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 2017/2018 CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 2017/2018 Nota introdutória A partir do presente ano letivo, o calendário escolar obedece a uma lógica anual e será desenhado de modo a prever interrupções letivas de 6 em 6 semanas,

Leia mais

CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO

CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO Agrupamento de Escolas de Santo André - 135513 CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO Os critérios de avaliação são aprovados pelo Conselho Pedagógico, por ciclo e ano de escolaridade. Os conhecimentos e capacidades

Leia mais

Ano Letivo 2017/2018. Critérios de Avaliação Ensino Secundário

Ano Letivo 2017/2018. Critérios de Avaliação Ensino Secundário Ano Letivo 2017/2018 Critérios de Avaliação 1. DEFINIÇÃO Os critérios gerais de avaliação constituem referenciais comuns, no interior do Colégio, aprovados pelo Conselho Pedagógico e operacionalizados

Leia mais

CRITÉRIOS ESPECÍFICOS DE AVALIAÇÃO

CRITÉRIOS ESPECÍFICOS DE AVALIAÇÃO Critérios Gerais A avaliação constitui um processo contínuo do trabalho pedagógico, devendo privilegiar a diversidade de estratégias e de instrumentos de avaliação. 1. Avaliação diagnóstica A avaliação

Leia mais

Critérios Gerais de Avaliação Ano letivo 2015/2017

Critérios Gerais de Avaliação Ano letivo 2015/2017 Critérios Gerais de Avaliação Ano letivo 2015/2017 Compete ao Conselho Pedagógico definir, no início de cada ano, os critérios gerais de avaliação e aprovar os critérios específicos de cada disciplina

Leia mais

Agrupamento de Escolas Barbosa du Bocage

Agrupamento de Escolas Barbosa du Bocage CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIACÂO DO AGRUPAMENTO Com base no Despacho Normativo nº 13/2014, a avaliação tem uma vertente contínua e sistemática e fornece ao professor, ao aluno, ao encarregado de educação

Leia mais

Objeto e finalidades. A avaliação visa:

Objeto e finalidades. A avaliação visa: 1 O presente documento pretende materializar a execução dos princípios orientadores da avaliação, com base nos diplomas que regulam a avaliação dos alunos do ensino secundário, ou seja, da Portaria n.º

Leia mais

CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO

CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO Língua Portuguesa Domínio atitudes e valores 20% Leitura 5% 6% Compreensão 6% idade 5% Produção 8% Gramática 5% Matemática Conceitos e procedimentos 9% Raciocínio 8% Comunicação

Leia mais

Critérios Gerais de Avaliação

Critérios Gerais de Avaliação AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE MELGAÇO Critérios Gerais de Avaliação (Aprovados em reunião do Conselho Pedagógico de 21 de julho de 2016) 10 AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE MELGAÇO Critérios Gerais de Avaliação De

Leia mais

CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO

CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO (APROVADOS EM CP 2016/2017 ) 1 1.º Introdução A avaliação constitui um processo regulador do ensino, orientador do percurso escolar e certificador dos conhecimentos adquiridos

Leia mais

CRITÉRIOS ESPECÍFICOS DE AVALIAÇÃO DO 1.º CICLO

CRITÉRIOS ESPECÍFICOS DE AVALIAÇÃO DO 1.º CICLO CRITÉRIOS ESPECÍFICOS DE AVALIAÇÃO DO 1.º CICLO «É importante que sejam proporcionados aos alunos vários momentos de avaliação, multiplicando as suas oportunidades de aprendizagem e diversificando os métodos

Leia mais

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO DEPARTAMENTO DE LÍNGUAS ANO LETIVO 2018 / 2019 INGLÊS - ANO: 5º Componente cognitiva 80% Instrumentos de Avaliação Compreensão oral 10% Produção oral 5% Técnica 5% Compreensão 20%

Leia mais

CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO. EDUCAÇÃO PRÉ-ESCOLAR, ENSINOS BÁSICO e SECUNDÁRIO. NOTA INTRODUTÓRIA Ano letivo 2016/2017

CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO. EDUCAÇÃO PRÉ-ESCOLAR, ENSINOS BÁSICO e SECUNDÁRIO. NOTA INTRODUTÓRIA Ano letivo 2016/2017 CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO EDUCAÇÃO PRÉ-ESCOLAR, ENSINOS BÁSICO e SECUNDÁRIO NOTA INTRODUTÓRIA Ano letivo 2016/2017 Sendo a avaliação um «processo regulador do ensino, orientador do percurso escolar

Leia mais

Critérios de Avaliação. 1.º Ciclo

Critérios de Avaliação. 1.º Ciclo Critérios de Avaliação 1.º Ciclo 2015/2016 1.CRITÉRIOS ESPECÍFICOS DE AVALIAÇÃO A avaliação constitui um processo regulador do ensino, orientador do percurso escolar e certificador dos conhecimentos adquiridos

Leia mais

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO DO 1º CICLO

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO DO 1º CICLO DIREÇÃO-GERAL DOS ESTABELECIMENTOS ESCOLARES DIREÇÃO DE SERVIÇOS REGIÃO ALENTEJO Agrupamento de Escolas de Vila Nova de Milfontes, Odemira CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO DO 1º CICLO 2016/2017 1 CRITÉRIOS E INSTRUMENTOS

Leia mais

P E D R O E A N E S L O B A TO

P E D R O E A N E S L O B A TO Código 170 872 A G R U P A M E N T O D E E S C O L A S P E D R O E A N E S L O B A TO CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO 1. Avaliação A constitui um processo regulador do ensino, orientador do percurso escolar

Leia mais

Critérios Gerais de Avaliação

Critérios Gerais de Avaliação AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE MELGAÇO Critérios Gerais de Avaliação (Aprovados em reunião do Conselho Pedagógico de 10 de setembro de 2014) 10 AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE MELGAÇO Critérios Gerais de Avaliação

Leia mais

CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO - ENSINO BÁSICO 1º CICLO

CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO - ENSINO BÁSICO 1º CICLO CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO - ENSINO BÁSICO 1º CICLO Nos termos das disposições constantes da legislação em vigor, o Conselho Pedagógico do Agrupamento de Escolas Garcia de Orta aprovou, em sessão ordinária

Leia mais

CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO

CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO (APROVADOS EM CP 2014/2015)1 1.º Introdução A avaliação constitui um processo regulador do ensino, orientador do percurso escolar e certificador dos conhecimentos adquiridos

Leia mais

Critérios Gerais de Avaliação do 1º Ciclo ANO LETIVO

Critérios Gerais de Avaliação do 1º Ciclo ANO LETIVO Critérios Gerais de Avaliação do 1º Ciclo ANO LETIVO 2015-2016 Avaliação (Decreto-Lei n.º 139/2012 de 5 de julho; Despacho Normativo nº 17-A/2015 de 22 de Setembro e Despacho Normativo nº 13/2014 de 15

Leia mais

CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO Ano Letivo 2018/2019

CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO Ano Letivo 2018/2019 CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO Ano Letivo 2018/2019 I ENQUADRAMENTO 1. No ano letivo 2018/2019 foi publicado o Decreto-Lei 55/2018 de 6 de julho, que estabelece o currículo dos ensinos básico e secundário

Leia mais

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 1º CICLO DO ENSINO BÁSICO 1º ANO

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 1º CICLO DO ENSINO BÁSICO 1º ANO SETOR DE COORDENAÇÃO E SUPERVISÃO PEDAGÓGICA CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 1º CICLO DO ENSINO BÁSICO ANO LETIVO DE 2018/2019 INFORMAÇÃO: Os critérios de avaliação, de cada disciplina do 1º ano, têm por base os

Leia mais

CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO EDUCAÇÃO PRÉ-ESCOLAR, ENSINOS BÁSICO e SECUNDÁRIO

CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO EDUCAÇÃO PRÉ-ESCOLAR, ENSINOS BÁSICO e SECUNDÁRIO CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO EDUCAÇÃO PRÉ-ESCOLAR, ENSINOS BÁSICO e SECUNDÁRIO NOTA INTRODUTÓRIA Ano letivo 2017/2018 Sendo a avaliação um «processo regulador do ensino, orientador do percurso escolar

Leia mais

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 2º CICLO DO ENSINO BÁSICO

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 2º CICLO DO ENSINO BÁSICO Direção-Geral dos Estabelecimentos Escolares Direção de Serviços da Região Centro CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 2º CICLO DO ENSINO BÁSICO SETOR DE COORDENAÇÃO E SUPERVISÃO PEDAGÓGICA ANO LETIVO DE 2018 2019 PORTUGUÊS

Leia mais

PLANO CURRICULAR 3º CEB. Princípios orientadores

PLANO CURRICULAR 3º CEB. Princípios orientadores Princípios orientadores Este ciclo de escolaridade caracteriza-se pela transição gradual, mas definitiva, para a adolescência. As profundas alterações que se registam a nível físico, emocional e intelectual

Leia mais

Critérios Gerais de Avaliação

Critérios Gerais de Avaliação Critérios Gerais de Avaliação Ano letivo 2016/2020 Compete ao Conselho Pedagógico definir, no início de cada ano, os critérios gerais de avaliação e aprovar os critérios específicos de cada disciplina

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE SAMPAIO 1.º CICLO

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE SAMPAIO 1.º CICLO CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO I- Introdução Os critérios de avaliação são definidos de acordo com o currículo, os programas das disciplinas e as metas curriculares, sendo operacionalizados pelos professores da

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE MATOSINHOS

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE MATOSINHOS AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE MATOSINHOS CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO Educação Pré-Escolar, 1º, 2º e 3º Ciclos do Ensino Básico e Cursos de Educação Formação ANO LETIVO 2011/2012 1 Objetivo O presente documento

Leia mais

CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO

CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO Direção Geral dos Estabelecimentos Escolares Direção de Serviços Região Algarve Agrupamento de Escolas Manuel Teixeira Gomes CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO I INTRODUÇÃO 1. De acordo com a legislação em

Leia mais

ENSINO BÁSICO 6º,8º E 9º ANOS

ENSINO BÁSICO 6º,8º E 9º ANOS ENSINO BÁSICO 6º,8º E 9º ANOS CRITÉRIOS/REGRAS GERAIS DE AVALIAÇÃO 2018/2019 I - INTRODUÇÃO Nos termos da alínea e) do art.º 33º do Regime Jurídico de Autonomia, Administração e Gestão das Escolas, constante

Leia mais

Critérios Específicos de Avaliação - Especialização em Fotografia 12º ano (D1, D2 e D3)

Critérios Específicos de Avaliação - Especialização em Fotografia 12º ano (D1, D2 e D3) Departamento das Expressões e da Representação Curso de Comunicação Audiovisual Ano Letivo 2012/2013 Disciplina de Projeto e Tecnologias _12º ano Critérios Específicos de Avaliação - Especialização em

Leia mais

Critérios Gerais de Avaliação. Agrupamento de Escolas de Portel

Critérios Gerais de Avaliação. Agrupamento de Escolas de Portel Critérios Gerais de Avaliação do Agrupamento de Escolas de Portel INTRODUÇÃO De acordo com a legislação em vigor, a avaliação incide sobre as aprendizagens desenvolvidas pelos alunos, tendo por referência

Leia mais

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 2017/2018. Rua de Nossa Senhora do Bom Caminho, nº

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 2017/2018. Rua de Nossa Senhora do Bom Caminho, nº CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 2017/2018 Rua de Nossa Senhora do Bom Caminho, nº 7 9200-162 291967723 291967722 eb1santoserra@live.madeira-edu.pt ÍNDICE 1. Introdução 2. Critérios de avaliação para o 1º Ciclo

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLA DE ARCOZELO CRITÉRIOS/INDICADORES DE AVALIAÇÃO 1º CICLO. Ano Letivo 2015/2016

AGRUPAMENTO DE ESCOLA DE ARCOZELO CRITÉRIOS/INDICADORES DE AVALIAÇÃO 1º CICLO. Ano Letivo 2015/2016 AGRUPAMENTO DE ESCOLA DE ARCOZELO 152640 CRITÉRIOS/INDICADORES DE AVALIAÇÃO 1º CICLO Ano Letivo 2015/2016 Agrupamento de Arcozelo Telef: 258 909 060 - Fax: 258 909 062 www.aearcozelo.pt Vilar Arcozelo

Leia mais

CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO

CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO (APROVADOS EM CP 2017/2018 ) 1 1.º Introdução A avaliação constitui um processo regulador do ensino, orientador do percurso escolar e certificador dos conhecimentos adquiridos

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DO RESTELO

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DO RESTELO AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DO RESTELO CRITÉRIOS ESPECÍFICOS DE AVALIAÇÂO DA DISCIPLINA DE PORTUGUÊS 2º CICLO ANO LETIVO 2015 / 2016 DOMÍNIOS DE APRENDIZAGEM DOMÍNIOS DE REFERÊNCIA PONDERAÇÃO INSTRUMENTOS DE

Leia mais

Critérios Gerais de Avaliação

Critérios Gerais de Avaliação Índice 1. Introdução... 3 2 MODALIDADES DE AVALIAÇÃO... 3 2.1 Avaliação de Diagnóstico... 3 2.2 Avaliação Formativa... 3 2.3 Avaliação Sumativa... 4 3. EFEITOS DA AVALIAÇÃO... 4 3.1 Ensino básico... 4

Leia mais

2016/2017 CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO. Agrupamento de Escolas de Arrifana Santa Maria da Feira

2016/2017 CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO. Agrupamento de Escolas de Arrifana Santa Maria da Feira 2016/2017 CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO Agrupamento de Escolas de Arrifana Santa Maria da Feira ÍNDICE 1. Introdução I AVALIAÇÃO DO PRÉ-ESCOLAR II- AVALIAÇÃO DO ENSINO BÁSICO 1. Avaliação interna 1.1.

Leia mais

Critérios Gerais de Avaliação

Critérios Gerais de Avaliação Critérios Gerais de Avaliação Ano letivo de 2015/2016 De acordo com o disposto no Decreto-Lei n.º75/2008 de 22 de abril (Art.º33.º, alínea e), republicado pelo Decreto-Lei n.º137/2012, de 2 de julho, o

Leia mais

CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO - ENSINO BÁSICO 1º CICLO

CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO - ENSINO BÁSICO 1º CICLO CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO - ENSINO BÁSICO 1º CICLO (1ª revisão) Nos termos da alínea e) do art.º 33.º do Regime de Autonomia, Administração e Gestão, constante do Decreto-Lei nº 75/2008 de 22 de abril,

Leia mais

CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO 2018/2019 1º / 2º / 3ºCICLO E ENSINO SECUNDÁRIO

CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO 2018/2019 1º / 2º / 3ºCICLO E ENSINO SECUNDÁRIO AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DO RESTELO CRITÉRIOS GERAIS DE AVALIAÇÃO 2018/2019 1º / 2º / 3ºCICLO E ENSINO SECUNDÁRIO 1. A avaliação incide sobre as aprendizagens e as competências/capacidades desenvolvidas

Leia mais

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO DO 1º CICLO

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO DO 1º CICLO Direção de Serviços da Região Norte AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE AMARES ANO LETIVO 2014 / 2015 CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO DO 1º CICLO CRITÉRIOS GERAIS Na avaliação dos alunos intervêm todos os professores envolvidos,

Leia mais

CRITÉRIOS ESPECÍFICOS DE AVALIAÇÃO PARA O 1º CICLO DO ENSINO BÁSICO

CRITÉRIOS ESPECÍFICOS DE AVALIAÇÃO PARA O 1º CICLO DO ENSINO BÁSICO Agrupamento de Escolas Fernão de Magalhães Departamento Curricular do 1º Ciclo Ano Letivo 2015/2016 CRITÉRIOS ESPECÍFICOS DE AVALIAÇÃO PARA O 1º CICLO DO ENSINO BÁSICO Avaliação das Atitudes/Comportamentos

Leia mais

C R I T É R I O S G E R A I S DE A V A L I A Ç Ã O

C R I T É R I O S G E R A I S DE A V A L I A Ç Ã O Agrupamento de Escolas Dr. Alberto Iria Olhão C R I T É R I O S G E R A I S DE A V A L I A Ç Ã O Ano Letivo 2016-2017 Critérios Gerais de Avaliação 2016-2017 1 1. Avaliação A avaliação constitui um processo

Leia mais

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO DO AGRUPAMENTO

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO DO AGRUPAMENTO Escola EB1 João de Deus COD. 242 937 Escola Secundária 2-3 de Clara de Resende COD. 346 779 AGRUPAMENTO DE CLARA DE RESENDE COD. 152 870 CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO DO AGRUPAMENTO (6.ª Revisão aprovada em reunião

Leia mais

Critérios Específicos de Avaliação

Critérios Específicos de Avaliação DEPARTAMENTO Matemática e Ciências Experimentais DISCIPLINA Ciências Naturais ANO 5.º, 6.º, 7.º, 8.º e 9.º Conhecimentos e Fichas e Exercícios de avaliação Registos de desempenho na aula Aquisição e compreensão

Leia mais

Objeto e finalidades A avaliação visa:

Objeto e finalidades A avaliação visa: 1 O presente documento pretende materializar a execução dos princípios orientadores da avaliação, com base nos diplomas que regulam a avaliação dos alunos do ensino secundário, ou seja, da Portaria n.º

Leia mais

Critérios gerais de avaliação

Critérios gerais de avaliação Critérios gerais de avaliação ÍNDICE Introdução 3 A A avaliação na educação pré-escolar 3 1 Intervenientes 3 2 Modalidades da avaliação 3 3 Critérios de avaliação 3 4 Ponderação 4 B A avaliação no ensino

Leia mais

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 2º CICLO DO ENSINO BÁSICO

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 2º CICLO DO ENSINO BÁSICO Direção-Geral dos Estabelecimentos Escolares Direção de Serviços da Região Centro CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 2º CICLO DO ENSINO BÁSICO SETOR DE COORDENAÇÃO E SUPERVISÃO PEDAGÓGICA ANO LETIVO DE 2017 2018 PORTUGUÊS

Leia mais

AVALIAÇÃO CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO AVALIAÇÃO INTERNA TERCEIRO CICLO DO ENSINO BÁSICO 7.º ANO. Ano letivo 2013/2014

AVALIAÇÃO CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO AVALIAÇÃO INTERNA TERCEIRO CICLO DO ENSINO BÁSICO 7.º ANO. Ano letivo 2013/2014 AVALIAÇÃO CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO TERCEIRO CICLO DO ENSINO BÁSICO 7.º ANO Ano letivo 2013/2014 AVALIAÇÃO INTERNA A avaliação é um elemento integrante e regulador da prática educativa que permite a recolha

Leia mais

EXTERNATO S. JOÃO BOSCO VIANA DO CASTELO CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 1º CICLO ANO LETIVO 2016/2017

EXTERNATO S. JOÃO BOSCO VIANA DO CASTELO CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 1º CICLO ANO LETIVO 2016/2017 EXTERNATO S. JOÃO BOSCO VIANA DO CASTELO CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 1º CICLO ANO LETIVO 2016/2017 Aprovado em Conselho de Docentes em julho de 2016 Diretora Pedagógica Rosa Cândida Gomes Princípios Orientadores

Leia mais

Planificação/Critérios Ano Letivo 2018/2019

Planificação/Critérios Ano Letivo 2018/2019 Planificação/Critérios Ano Letivo 2018/2019 Nível de Ensino: 1.ºciclo Áreas/Disciplina: Estudo do Meio Ano: 1.º Curso: Básico X Científico-Humanístico Profissional Planificação Período Sequências/Temas/Módulos

Leia mais

Critérios de Avaliação

Critérios de Avaliação 1 - Considerações Gerais: A avaliação incide sobre as aprendizagens, sendo um processo contínuo. Os alunos participam no processo de avaliação através da auto-avaliação. A avaliação deverá ser: Individualizada

Leia mais

Critérios de Avaliação. EB 2,3 D. Luís de Mendonça Furtado. 3.º Ciclo. Ano Letivo 2015/2016

Critérios de Avaliação. EB 2,3 D. Luís de Mendonça Furtado. 3.º Ciclo. Ano Letivo 2015/2016 Critérios de Avaliação EB 2,3 D. Luís de Mendonça Furtado 3.º Ciclo Ano Letivo 2015/2016 Alteração aprovada em Conselho Pedagógico na sequência do Despacho Normativo n.º 17-A/2015 de 2015/09/22 A Presidente

Leia mais

Planificação/Critérios Ano Letivo 2018/2019

Planificação/Critérios Ano Letivo 2018/2019 Planificação/Critérios Ano Letivo 2018/2019 Nível de Ensino: 1.º Ciclo Áreas/Disciplina: Matemática Ano: 1.º Curso: Básico X Científico-Humanístico Profissional Planificação Período Sequências/Temas/Módulos

Leia mais

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 2º CICLO DO ENSINO BÁSICO

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 2º CICLO DO ENSINO BÁSICO Direção-Geral dos Estabelecimentos Escolares Direção de Serviços da Região Centro CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 2º CICLO DO ENSINO BÁSICO SETOR DE COORDENAÇÃO E SUPERVISÃO PEDAGÓGICA ANO LETIVO DE 2016/2017 PORTUGUÊS

Leia mais