// GRUPO MSF: ACTIVIDADE INTERNACIONAL REPRESENTOU 57% EM 2008.

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "// GRUPO MSF: ACTIVIDADE INTERNACIONAL REPRESENTOU 57% EM 2008."

Transcrição

1 // ÓRGÃO INFORMATIVO DO GRUPO MSF-SGPS Nº 30 // JULHO 2009 // // GRUPO MSF: ACTIVIDADE INTERNACIONAL REPRESENTOU 57% EM PÁG 02 // MSF // MSF INTERNACIONAL // NEOCIVIL // MARINA DE LAGOS TÚNEL DO MARÃO JÁ ARRANCOU. PRESIDENTE DO SENEGAL VISITA OBRA DA MSF. NEOCIVIL TERMINA MONTE REI E CAFI - LOTE 1. HOTELS.COM ELEGE MARINA CLUB**** UM DOS MELHORES HOTÉIS DE PORTUGAL. PÁG 03 PÁG 05 PÁG 05 PÁG 06

2 O GRUPO EM NOTÍCIA // ÓRGÃO INFORMATIVO DO GRUPO MSF-SGPS // MSF SGPS // GRUPO MSF: ACTIVIDADE INTERNACIONAL REPRESENTOU 57%. Assembleia Geral aprovou o Relatório e Contas de 2008 e uma proposta de aumento do Capital Social. // Volume de Negócios - Grupo MSF milhões de euros // Internacionalização - Grupo MSF % A MSF - SGPS, S.A. alcançou, no exercício de 2008, um volume de negócios consolidado de 358,4 milhões de euros, o que corresponde a um crescimento de 11%, tendo registado um aumento para 26,4 milhões de euros do EBITDA (evolução positiva de 34% face a 2007). O resultado líquido negativo de 2,5 milhões de euros decorre essencialmente da consolidação de resultados na área das concessões, projectos ainda em início de ciclo de vida. No ano 2007, a Empresa havia registado um resultado positivo de 19,7 milhões de euros, influenciado pela consolidação da mais-valia extraordinária e não recorrente associada à alienação de 40% da sua participação indirecta na concessionária Auto Estradas do Atlântico (AEA), da qual detém presentemente 12,5 % do respectivo capital social. Contribuíram decisivamente para o crescimento da produção os grandes projectos de engenharia que a MSF - Empreiteiros está a desenvolver em Portugal, e, muito particularmente, a forte aposta na internacionalização nos últimos dez anos. Com um volume de negócios de 345,3 milhões de euros em 2008, a MSF Empreiteiros registou um EBITDA de 23,5 milhões de euros e um resultado líquido positivo de 2,2 milhões de euros. Em 2008, a actividade do Grupo MSF no exterior já representava 57% do total consolidado, repartida por seis países distintos, na Europa e em África. Em 2007, a área internacional atingia 40,3% do volume de negócios consolidado, sendo de destacar o reforço da estratégia de procura de mercados externos em 2008, de que é exemplo recente a constituição da MSF Engenharia Angola. O âmbito de intervenção do Grupo, através das empresas directa ou indirectamente participadas, abrange os sectores de actividade da Construção, do Imobiliário e Turismo, das Concessões Rodoviárias, das Tecnologias de Informação e Financeiro e, no seu conjunto, integrava colaboradores no final de Perspectivas para 2009 Num contexto de recessão económica mundial, o ano de 2009 vai certamente constituir um desafio acrescido ao exercício da actividade do Grupo MSF. Existem, no entanto, oportunidades que certamente não deixará de aproveitar, nomeadamente. no âmbito do reforço do investimento previsto no sector das obras públicas e das parcerias público privadas. A sólida internacionalização da MSF permitirá também seleccionar as melhores opções em cada um dos Países em que se encontra a exercer actividade e a carteira de encomendas no sector da construção perspectiva a continuação do sustentado crescimento do Grupo. Quanto ao desenvolvimento da actividade em 2009 nos sectores do Imobiliário e do Turismo, o Grupo MSF mantém uma estratégia cautelosa e centrada na qualidade e credibilidade dos projectos desenvolvidos, numa óptica de investimento num horizonte temporal de médio e longo prazo. O reforço da solidez económica e financeira continuará a ser uma prioridade, tendo a Assembleia Geral, realizada no passado dia 22 de Maio, aprovado um aumento de Capital Social, com a emissão de um milhão de novas acções ao valor nominal de cinco euros, acrescido de um prémio de emissão de seis euros por acção, totalizando assim 11 milhões de euros. // II JORNADAS TÉCNICAS DO GRUPO MSF EM OUTUBRO. Já se encontram em preparação as II Jornadas Técnicas do Grupo MSF, que decorrerão no dia 24 de Outubro no Centro de Congressos de Lisboa. A segunda edição das Jornadas Técnicas tem como objectivo promover a transferência de conhecimento e de experiência adquirida dentro das empresas do Grupo, de forma a potenciar a melhoria do seu desempenho nos vários âmbitos de intervenção. // PÁG 02

3 A SOLIDEZ CONSTRÓI-SE MSF CONCESSÕES // // MSF CONCESSÕES ENTREGA PROPOSTAS E JÁ PARTICIPA EM 470 KM DE AUTO-ESTRADAS EM PORTUGAL. A MSF Concessões, integrada no Agrupamento Altavia Alentejo, entregou, em finais de Maio, a proposta para a segunda fase do concurso público internacional para a concessão das infra-estruturas ferroviárias do troço Poceirão-Caia, inserido na ligação de Alta Velocidade Lisboa- Madrid. O mesmo agrupamento de empresas, agora sob o nome Altavia Tejo, apresentará, no final de Agosto, proposta respeitante à primeira fase concursal da concessão do troço Lisboa-Poceirão, também ele integrado no eixo Lisboa-Madrid da Rede de Alta Velocidade e que inclui uma nova travessia rodo-ferroviária do Tejo. Esta participada do Grupo MSF continua em franca actividade, com a entrega, em Junho, da BAFO (best and final offer) para a concessão da Auto-estrada do Pinhal Interior e da proposta para a segunda fase do concurso da parceria público privada do Hospital de Todos os Santos, que inclui a concepção, construção, financiamento e gestão deste futuro hospital em Lisboa. Destaque também para o início dos trabalhos de construção da Auto-estrada do Baixo Tejo e da Auto-estrada do Litoral Oeste, com 67 km e 111 km, respectivamente, que se juntaram, no início do ano, às restantes concessões rodoviárias em que o Grupo MSF detém participações: Oeste /Auto Estradas do Atlântico (171 km), Litoral Centro/Brisal - Auto Estradas do Litoral (92 km), IP4 - Túnel do Marão/Auto Estradas do Marão (29,3 km), perfazendo um total de 470 km. MSF // // TÚNEL DO MARÃO: ARRANQUE DA OBRA E PROJECTO PREMIADO. com uma extensão de 915 metros, atingindo uma altura de 130 metros, e o V1 com uma extensão de 816 metros, cujos dois tabuleiros apoiam num único capitel. Nos restantes 20,1 km de auto-estrada prevê-se a movimentação de mais de 5,5 milhões de m 3 de terras. Iniciaram-se no passado mês de Abril os trabalhos integrados na empreitada Concessão do Túnel do Marão. Esta concessão tem a participação da MSF Concessões (45%) e da Somague Itinere (55%) tendo sido formado um ACE construtor, designado por INFRATUNEL, com a participação da MSF Empreiteiros (45%) e a Somague Engenharia (55%). A futura auto-estrada, com uma extensão de 29,6 km, ligará Amarante a Vila Real e desenvolve-se em grande parte na zona montanhosa da Serra do Marão, sendo esta atravessada por dois túneis gémeos com uma extensão de metros cada. Quando terminado, será o maior túnel rodoviário da Península Ibérica. Outra particularidade desta zona montanhosa é a existência de vales profundos que serão ultrapassados com execução de 13 viadutos que, somados, perfazem uma extensão de 3,9km. Destaca-se o viaduto V3, Modelo de Financiamento inédito e premiado Esta obra, com a conclusão prevista para Fevereiro de 2012, tem um valor global de 358,8 milhões de euros e um modelo de financiamento inovador, tendo sido o primeiro projecto rodoviário assente num mecanismo de receitas com um mix de pagamentos de disponibilidade e de serviços. O modelo de financiamento, concebido pelo Caixa BI e promotores, foi distinguido pela revista Project Finance da Euromoney como European Infraestructure Deal of the Year 2008 e pela revista The Banker com o Highly Commended Deal of the Year 2009 para a Europa, na categoria de Project Finance. O financiamento é assegurado através de diversas linhas de financiamento asseguradas por um sindicato de 6 bancos internacionais e pelo Banco Europeu de Investimentos (BEI). De destacar a participação do BEI que aplicou, pela primeira vez a nível mundial, o instrumento de Garantia de Empréstimos da União Europeia para Projectos da Rede Transeuropeia de Transportes (LGTT), criado para incrementar a atractividade para o investimento do sector privado nas redes transeuropeias de transportes. O valor desta garantia para o projecto do Túnel do Marão é de 20 milhões de euros, tendo o BEI concedido também outras linhas de financiamento não cobertas por garantias bancárias, inédito para um projecto português de infra-estruturas, que totalizam 180 milhões de euros. TRABALHOS DE PREPARAÇÃO DO ARRANQUE DO TÚNEL DO LADO NASCENTE - VILA REAL // PÁG 03

4 O GRUPO EM NOTÍCIA // ÓRGÃO INFORMATIVO DO GRUPO MSF-SGPS // MSF // NATURA TOWERS - ESTRUTURA DE BETÃO CONCLUÍDA. Decorreu no dia 29 de Maio a cerimónia de Pau de Fileira da obra das Natura Towers, futura sede do Grupo MSF. Neste momento marcante da Obra, estiveram presentes a Administração, os colaboradores da Obra, representantes das várias empresas e departamentos do Grupo MSF, subempreiteiros envolvidos na construção, que celebraram a conclusão da Obra de betão armado e participaram no convívio. CELEBRAÇÃO DA CONCLUSÃO DA OBRA DE BETÃO ARMADO A obra das Natura Towers encontra-se em plena execução, estando a decorrer a montagem da fachada interior e exterior de alumínio assim com a execução das instalações técnicas no interior do edifício. // MSF NA JOB SHOP DO ISEL A MSF esteve presente na 3ª. Job Shop de Engenharia Civil do ISEL - uma Porta para o Futuro. Realizado nos dias 29 e 30 de Abril, em Lisboa, o certame contou com um stand da MSF, onde foi apresentada a actividade da empresa. Os alunos puderam familiarizarse com as obras mais emblemáticas da MSF e preencher fichas de candidatura a estágios profissionais. // E NO 35.º CONGRESSO MUNDIAL DA ITA-AITES EM BUDAPESTE. Integrada na participação da Sociedade Portuguesa de Geotecnia / Comissão Portuguesa de Túneis e Obras Subterrâneas, a MSF marcou presença no 35.º Congresso Mundial da ITA-AITES (Associação Internacional de Túneis e Espaço Subterrâneo), que se realizou em Budapeste, entre os dias 23 e 28 de Maio. MSF REPRESENTADA NA HUNGRIA Estiveram presentes representantes da MSF, que integraram a importante exposição técnica, o que permitiu dar visibilidade internacional à actuação da empresa nesta área. Da actividade da MSF estiveram em destaque obras como o Reforço de Potência da Barragem de Picote, o Túnel da Gardunha II, o Empreendimento Venda Nova II, a duplicação do adutor do Castelo de Bode entre a Quinta da Marquesa e a central de Vila Franca de Xira e a execução de toscos entre a Estação Oriente e a Estação Aeroporto da linha vermelha do Metropolitano de Lisboa. // ADJUDICAÇÕES // CONSTRUÇÃO DO ALARGAMENTO PARA 2X3 VIAS E BENEFICIAÇÃO DO LANÇO CRIL/LOURES DA A8/IC1. Foi adjudicada e consignada ao consórcio liderado pela MSF a construção do Alargamento para 2x3 vias e Beneficiação do Lanço CRIL/LOURES da A8/IC1. A obra inclui o alargamento para 2x3 vias e beneficiação da secção corrente da auto-estrada A8 entre os Km e 7+698, reformulação do Nó de Frielas e Nó de Loures, alargamento e beneficiação de 6 Passagens Inferiores e de 2 Passagens Agrícolas, alargamento e beneficiação das Pontes sobre a Ribeira da Póvoa e Ribeira da Mealhada, demolição da actual ponte sobre o rio de Loures e construção da nova ponte sobre o rio de Loures e da nova Passagem Inferior, bem como a execução de todos os trabalhos de compatibilização em campo das zonas de contacto a Norte e a Sul da A8. Com um valor global de contrato de 34,1 milhões de euros, esta obra para a AEA - Auto-Estradas do Atlântico (na qual a MSF Concessões tem uma participação indirecta de 12%) tem um prazo de execução de 18 meses. // PÁG 04

5 A COMPETÊNCIA CULTIVA-SE MSF INTERNACIONAL // // PRESIDENTE DO SENEGAL VISITA OBRA DA MSF. No dia 20 de Maio uma das obras da MSF no Senegal, a Autoestrada Pate D'oie - Pikine e Estrada RN1, em Dakar, recebeu a visita do Presidente da República do Senegal, acompanhado de outras autoridades governamentais e corpo diplomático. Acompanhados por representantes da MSF, puderam verificar os trabalhos desta obra, que incluem a execução de um tramo de auto-estrada com uma extensão de 4,2 km, com três vias em cada sentido, incluindo todos os trabalhos acessórios, três passagens inferiores, uma passagem superior e duas passagens superiores à via férrea, bem como a reabilitação e reperfilamento de um tramo de estrada em perfil de via rápida, com duas vias em cada sentido, numa extensão de 4,7 km. ABDOULAYE WADE, PRESIDENTE DO SENEGAL, VISITA A OBRA // MSF NA FEIRA AUTOSTRADA POLSKA. A MSF participou, como já é habitual, na Feira Autostrada Polska, em Kielce, Polónia, a maior feira de construção no país e uma das maiores na Europa. No seu stand a empresa apresentou, entre 12 e 15 de Maio, as suas maiores obras na Polónia e restantes países e aproveitou a oportunidade para apresentar ao mercado o seu novo director geral, Zbigniew Kotlarek. MSF NA FEIRA DE KIELCE, POLÓNIA NEOCIVIL // // NEOCIVIL TERMINA OBRAS NO EMPREENDIMENTO MONTE REI GOLF & COUNTRY CLUB. O projecto imobiliário do Monte Rei Golf Club & Country Club nasceu no sopé da pitoresca Sotavento Algarvio, possuindo um enquadramento perfeito, entre as vilas históricas de Vila Real de Santo António e Tavira. A sua localização permite desfrutar das vistas deslumbrantes da Serra do Caldeirão a norte, e do Oceano Atlântico, a sul. As obras agora concluídas são parte integrante de um resort implantado numa área de 400 hectares, que deverá comportar 300 mil metros quadrados de construção, divididos por uma unidade hoteleira de 5 estrelas com uma vasta área de SPA, pelos dois campos de golfe de 18 buracos Jack Nicklaus Signature Golf Courses - Monte Rei do Norte com um design verdadeiramente único, pelo centro comercial, pelo centro equestre e pela área de turismo residencial. 3 pisos e uma área de construção de 250m 2, piscina, spa exterior e vastas zonas ajardinadas. O Lote 55, com uma área de terreno de m 2 e uma área de construção de ,75m 2, agrega 37 apartamentos turísticos (sendo um deles destinado a pessoas com mobilidade condicionada), de dois pisos mais cave, com amplas áreas interiores e exteriores, e uma qualidade de construção e acabamentos de excepcional nível, como é habitual em qualquer construção com a chancela Neocivil, empresa que ao longo dos tempos se tem pautado também pela fiabilidade e cumprimento de prazos, fulcrais neste sector de actividade e que nos têm distinguido pela positiva na Região do Algarve. A Neocivil assumiu perante a Cacela Golfe - Promoção imobiliária e Investimentos Turísticos Lda., as empreitadas de construção de duas moradias dos Lotes 20 e 21, de 37 apartamentos turísticos do Lote 55, e das respectivas infra-estruturas, para um valor de contrato de 13,8 milhões de euros, tendo iniciado os trabalhos em Março de Os Lotes 20 e 21 possuem, cada um deles, uma moradia T3 com MAIS UMA OBRA DE SUCESSO DA NEOCIVIL // PÁG 05

6 O GRUPO EM NOTÍCIA // ÓRGÃO INFORMATIVO DO GRUPO MSF-SGPS // MSF TUR.IM // PROJECTO IMOBILIÁRIO DO GRUPO MSF: NEOCIVIL TERMINA LOTE 1 DA CAFI. foto: João Vaz Na antiga fábrica da cortiça CAFI, em Lagos, nasceu este projecto imobiliário do grupo MSF, com uma arquitectura contemporânea, que se destaca no conjunto edificado da cidade. O complexo habitacional localiza-se entre o centro da cidade e a Marina de Lagos, mais propriamente no antigo Rossio de São João, onde funcionou uma antiga fábrica de cortiça e que posteriormente serviu de estaleiro e parque de máquinas à Neocivil. O projecto contempla, no mesmo loteamento, o novo Edifício Multifuncional da Câmara Municipal de Lagos, futuros Paços do Concelho, o Lote 1, composto por 64 apartamentos, 46 lojas e parque de estacionamento público e o Lote 2, composto por 135 apartamentos e 41 lojas. A obra concluída em Junho de 2009 corresponde ao Lote 1. A totalidade dos apartamentos e lojas deste lote foram comercializados junto de um único investidor, sendo o parque público mantido no património da Neocivil, que o vai explorar já partir de Julho de Há ainda um conjunto de fracções que será mantido no património da empresa, e que vão servir de nova sede à Neocivil. O Lote 1 tem uma área total de construção, acima e abaixo do solo, de ,77 m 2. O parque de estacionamento público tem uma área de 6769,71 m 2 e a componente habitacional m 2, à qual acrescem m 2 de varandas e terraços. Por sua vez, as lojas têm m 2. Acrescem ainda áreas de zonas comuns (por exemplo, a piscina e sala de convívio), estacionamento privativo e arrecadações. Este lote tem também uma praça central com 1.350m 2, aberta para o novo Edifício Multifuncional da Câmara Municipal de Lagos, e para a qual está virada uma das frentes de cada um dos três blocos edificados no Lote 1. Este projecto, que é de promoção própria da Neocivil, representou um investimento em obra de aproximadamente , a que acrescem cerca de referentes às infra-estruturas do lote. A edificação do Lote 2 (adjacente) está prevista para uma fase posterior. // NATURA TOWERS COM NOVO SITE. As Natura Towers, projecto emblemático do Grupo MSF reconhecido como excepcional ao nível da sustentabilidade e eficiência energética, passaram a dispor de um espaço informativo próprio na internet. Para conhecer as características que fazem deste projecto um exemplo de inovação, aceda a // MARINA DE LAGOS // HOTELS.COM ELEGE MARINA CLUB**** UM DOS MELHORES HOTÉIS DE PORTUGAL. Por ocasião da celebração do Dia de Portugal, o website Hotels.com destacou na sua lista dos melhores hotéis nacionais, com votação máxima por parte de utilizadores de todo o mundo, incluindo também as avaliações de hotéis pelos utilizadores do TripAdvisor, o Marina Club****, unidade hoteleira da Marina de Lagos, complexo náutico e turístico gerido pelo Grupo MSF. O website referido é especialista em hotelaria internacional, dispondo de mais de hotéis de todo o mundo nos seus conteúdos. // PÁG 06

7 A CONFIANÇA CONQUISTA-SE MARINA DE LAGOS // // MARINA DE LAGOS COM BANDEIRA AZUL DA EUROPA Foi atribuída à Marina de Lagos, pelo 15º ano consecutivo, a Bandeira Azul da Europa para a época 2009/2010. A Bandeira Azul é atribuída anualmente às praias, portos de recreio e embarcações que cumpram um conjunto de critérios de natureza ambiental, de informação e sensibilização ambiental aos clientes e público em geral, e de segurança e conforto dos utentes, nomeadamente no que se refere à qualidade e adequação das instalações. // REGATAS INTERNACIONAIS CHEGAM À MARINA DE LAGOS. REGATAS INTERNACIONAIS PROPORCIONAM UM SALUTAR CONVÍVIO. Também pelo 15º ano consecutivo, a Marina de Lagos associou-se ao World Cruising Club na organização e acolhimento dos participantes na ARC Europe e Rally Portugal. Este ano a frota da ARC Europe chegou a Lagos entre os dias 17 e 20 de Junho, tendo partido inicialmente de Tortola na Ilhas Virgens Britânicas e de St. Augustine na Florida. O percurso até Lagos inclui paragens na Bermuda e nos Açores. O número de participantes deste ano foi impulsionado pela entrada de 10 barcos provenientes da World ARC, uma regata também organizada pelo World Cruising Club, e que deu a volta ao mundo entre Janeiro de 2007 e Janeiro de Dos 32 barcos participantes, 12 escolheram a Marina de Lagos como destino, de entre Ingleses, Alemães, Suecos e Canadianos. De notar a participação de 2 embarcações residentes na Marina de Lagos que rumaram ao continente Americano em épocas anteriores e agora regressam a Lagos. O jantar de entrega de prémios teve lugar no restaurante Way Point. Já o Rally Portugal, uma das mais conhecidas regatas a partir de Inglaterra, famosa por possibilitar aos participantes uma travessia segura e acompanhada da baía da Biscaia, chegou à Marina de Lagos no dia 22 de Junho. Após fazerem escala em vários portos da Península Ibérica, as 15 embarcações e cerca de 45 tripulantes chegaram a Lagos onde foram recebidos com vários eventos proporcionados no âmbito da comemoração dos 15 anos do evento e da Marina de Lagos. Várias embarcações participantes optaram por permanecer na Marina de Lagos por períodos longos, sublinhando a simpatia do pessoal e qualidade das instalações e serviço. O jantar de entrega de prémios realizou-se também no restaurante Way Point e estiveram presentes, além de todos os participantes e organização, representantes da Câmara Municipal de Lagos, que apoiam esta iniciativa desde o início, o que demonstra o significado que a chegada desta regata a Lagos tem para a cidade. // MARINA DE LAGOS REFORÇA PROTECÇÃO AMBIENTAL. Foi instalado um equipamento de bombagem de águas sujas de embarcações junto ao pontão de combustíveis da Marina de Lagos, que vem reforçar a qualidade das instalações e serviços oferecidos. Este equipamento permite às embarcações descarregarem os depósitos sanitários directamente para a rede pública de esgotos, diminuindo a probabilidade de os mesmos serem descarregados no mar, com os prejuízos ambientais inerentes. NOVO EQUIPAMENTO DE BOMBAGEM A BEM DO AMBIENTE // PÁG 07

8 O GRUPO EM NOTÍCIA // ÓRGÃO INFORMATIVO DO GRUPO MSF-SGPS // CDP-SI // VILMEX - ANGOLA ADJUDICA PROJECTO DE IMPLEMENTAÇÃO DO SOFTWARE AXIS4ALL. A Vilmex, sediada em Luanda, adjudicou à CDP-SI um projecto de implementação do sistema de informação AXIS4ALL. Este projecto irá cobrir, para já, as áreas de controlo e gestão de Obra do AXIS4ALL. A escolha da nova solução foi baseada na grande cobertura funcional e na especialização demonstradas, quer em relação ao AXIS4ALL, quer pelos consultores envolvidos no processo de pré-venda. A Vilmex tem direccionado a sua actividade para as áreas de fiscalização de obras, elaboração de projectos e consultoria, obras públicas e turismo. São exemplo de obras realizadas a Construção do Centro de Instrução dos Fuzileiros Navais da Marinha de Guerra, em Ambriz,e participação na construção de pontes na cidade de Lunda. // SCCTP - EMPRESA DO GRUPO ESCOM ADJUDICA NOVAS FASES DO PROJECTO DE IMPLEMENTAÇÃO AXIS À CDP-SI. A Escom, empresa do Grupo Espírito Santo, adjudicou à CDP-SI a implementação da descentralização dos módulos de Oficinas Centrais e de Gestão de Obra (para uma obra pública específica) da plataforma AXIS na empresa SCCTP (Société Congolaise de Construction et Travaux Publiques, S.A.R.L), sedeada em Brazaville, no Congo. Este novo projecto corresponde a uma nova fase da implementação inicial, e vem permitir que a SCCTP possa ultrapassar duas situações fundamentais: poder trabalhar descentralizadamente com os módulos AOC e SIGO, ultrapassando desta forma o problema de comunicações existente no Congo e, simultaneamente, dotar as suas equipas de projecto da possibilidade de manter um rigoroso controlo de obra em obras geograficamente dispersas. // HOSPITAL CURRY CABRAL SELECCIONA CDP-SI PARA IMPLEMENTAÇÃO DE UMA SOLUÇÃO DE DIGITALIZAÇÃO E TRATAMENTO DE DOCUMENTOS. O Hospital Curry Cabral sentiu necessidade de agilizar todo o processo de consulta de histórico clínico de todos os seus utentes. Com este objectivo analisou o mercado e seleccionou a CDP-SI para este projecto de implementação uma Solução de Digitalização e Tratamento de Documentos. Esta solução tem como principal objectivo a digitalização de todos os processos clínicos de todos os utentes em arquivo físico (aprox de documentos) - urgência, internamento e consultas externas -, bem como a extracção automática, a partir das imagens dos documentos digitalizados, dos dados do utente e do respectivo processo. Quer as imagens digitalizadas, quer a informação recolhida, serão integradas numa Base de dados de Arquivo e de dados do Utente, por forma a possibilitar a imediata consulta de todo o histórico de qualquer utente, por parte dos seus profissionais de saúde, nomeadamente médicos, enfermeiros, e outros. Este projecto reveste-se da maior importância para a CDP, quer por constituir uma referência importante no sector público onde a CDP-SI vai ganhando referências, quer por se tratar de um projecto na área de Gestão documental, o que permite à empresa consolidar a sua experiência nestes projectos. // CDP-SI GANHA NOVOS PROJECTOS COM TECNOLOGIA PEOPLESOFT NA ANACOM E MilleniumBCP. A ANACOM e o Millennium BCP contam com a CDP-SI para apoiar as suas equipas prestando Serviços de Consultoria para manutenção evolutiva e correctiva das soluções implementadas sobre a plataforma tecnológica PeopleSoft. Foi, desta forma, alargada a parceria com estas entidades, sublinhando o facto de que tal foi possível graças ao reconhecimento do forte know-how dos consultores da CDP SI, demonstradas com os projectos anteriormente realizados. // TEODORO GOMES ALHO É O PRIMEIRO CLIENTE DA CDP-SI A MIGRAR PARA AXIS4ALL. A Teodoro Gomes Alho, empresa com actividade na área da construção civil e Obras Públicas, adjudicou à CDP-SI a implementação da actualização da plataforma AXIS para AXIS4ALL, nomeadamente os módulos de Orçamentação, Gestão de Obra e Cadastro e Manutenção do Parque de Máquinas.

Dossier Promocional. Hotel Apartamento Villas de Sesimbra

Dossier Promocional. Hotel Apartamento Villas de Sesimbra Dossier Promocional Hotel Apartamento Villas de Sesimbra 1 1. Contexto e a Oportunidade 2. Localização do Imóvel 3. Características Gerais do Edifício 4. Descrição Detalhada 5. Condições de Comercialização

Leia mais

Dossier Promocional. Empreendimento Vila Sol Quarteira Loulé Algarve

Dossier Promocional. Empreendimento Vila Sol Quarteira Loulé Algarve Dossier Promocional Empreendimento Vila Sol Quarteira Loulé Algarve 1 1. Contexto e a Oportunidade 2. Localização do Imóvel 3. Características Gerais do Imóvel 4. Descrição Detalhada 5. Condições de Comercialização

Leia mais

O GRUPO EM NOTÍCIA // GRUPO MSF:

O GRUPO EM NOTÍCIA // GRUPO MSF: // ÓRGÃO INFORMATIVO DO GRUPO MSF-SGPS Nº 32 // JANEIRO 2010 // WWW.MSFSGPS.PT O GRUPO EM NOTÍCIA // GRUPO MSF: OS MESMOS VALORES, OS MESMOS PRINCÍPIOS, A MESMA DETERMINAÇÃO A NOVA SEDE, O NOVO NOME, A

Leia mais

PROJECTO NAZARÉ XXI. - Marina de recreio e Complexo Turístico de S. Gião

PROJECTO NAZARÉ XXI. - Marina de recreio e Complexo Turístico de S. Gião PROJECTO NAZARÉ XXI - Marina de recreio e Complexo Turístico de S. Gião Nazaré XXI é um projecto turístico de impacto regional, inserido na política de desenvolvimento económico que a Câmara Municipal

Leia mais

Curriculum Vitae. Nome Ricardo Hermano de Sousa Alves Ferreira. Data de Nascimento 05/03/1955, em Moçambique. Morada Urbanização Terraços do Pinhal,

Curriculum Vitae. Nome Ricardo Hermano de Sousa Alves Ferreira. Data de Nascimento 05/03/1955, em Moçambique. Morada Urbanização Terraços do Pinhal, Curriculum Vitae Dados Pessoais Nome Ricardo Hermano de Sousa Alves Ferreira Nacionalidade Portuguesa Data de Nascimento 05/03/1955, em Moçambique Estado Civil Casado Morada Urbanização Terraços do Pinhal,

Leia mais

ACGD vai aproveitar a 14a edição

ACGD vai aproveitar a 14a edição CGD vai leiloar casas no SIL com descontos de 25 % A 14 a edição do Salão Imobiliário de Lisboa (11 a 16 de Outubro) é marcada pelos leilões de 237 imóveis da CGD. A Century 21 venderá 230 imóveis da banca.

Leia mais

25 anos a realizar o sonho de casa própria

25 anos a realizar o sonho de casa própria 25 anos a realizar o sonho de casa própria ÍNDICE 1 CABO VERDE 2 IFH 3 SECTOR IMOBILIÁRIO 4 POSICAO DA IFH NO SECTOR IMOBILIÁRIO 5 PROJECTOS 8 9 PROJECTOS CABO VERDE Arquipélago da África subsaariana,

Leia mais

Apoios Financeiros ao Investimento no Turismo. Anadia, 25 de Fevereiro de 2008 Miguel Mendes

Apoios Financeiros ao Investimento no Turismo. Anadia, 25 de Fevereiro de 2008 Miguel Mendes Apoios Financeiros ao Investimento no Turismo Anadia, 25 de Fevereiro de 2008 Miguel Mendes 2 Apoios Financeiros ao Investimento no Turismo Índice 1 Plano Estratégico Nacional do Turismo (PENT) 2 Crédito

Leia mais

Discurso do Encontro Ministerial sobre Infraestruturas entre China e PLP

Discurso do Encontro Ministerial sobre Infraestruturas entre China e PLP Discurso do Encontro Ministerial sobre Infraestruturas entre China e PLP Senhores Ministros, É com grande satisfação que venho ouvir as políticas de investimento internacional, a nível das infraestruturas,

Leia mais

Plano de Pormenor da Frente Ribeirinha de Alhandra

Plano de Pormenor da Frente Ribeirinha de Alhandra Plano de Pormenor da Frente Ribeirinha de Alhandra O Plano de Pormenor da Frente Ribeirinha de Alhandra estabelece a concepção do espaço urbano, para a área de intervenção do Plano, dispondo, designadamente,

Leia mais

IMOBILIÁRIA CONDOMÍNIOS RESIDENCIAIS IMOBILIÁRIO TURÍSTICO ESCRITÓRIOS E SERVIÇOS

IMOBILIÁRIA CONDOMÍNIOS RESIDENCIAIS IMOBILIÁRIO TURÍSTICO ESCRITÓRIOS E SERVIÇOS IMOBILIÁRIA 2013 ANGOLA BRASIL PORTUGAL IMOBILIÁRIA CONDOMÍNIOS RESIDENCIAIS IMOBILIÁRIO TURÍSTICO ESCRITÓRIOS E SERVIÇOS O Setor Imobiliário é uma das principais áreas de investimento do Grupo Américo

Leia mais

16ª Sessão: Resorts Integrados: Da concepção à exploração

16ª Sessão: Resorts Integrados: Da concepção à exploração 16ª Sessão: Resorts Integrados: Da concepção à exploração Luís Correia da Silva Lisboa, 9 de Março de 2013 Faculdade de Direito Universidade de Lisboa A) Definição de Resorts Integrados Espaços de lazer

Leia mais

INICIATIVA JESSICA. Fundo de Desenvolvimento Urbano Turismo

INICIATIVA JESSICA. Fundo de Desenvolvimento Urbano Turismo INICIATIVA JESSICA Fundo de Desenvolvimento Urbano Turismo Porto, 28 de novembro de 2012 Objectivo do FDU - Turismo Promover o desenvolvimento de projetos de investimento que contribuam para a regeneração,

Leia mais

Propostas para Revitalização do sector do Turismo Residencial Janeiro de 2013

Propostas para Revitalização do sector do Turismo Residencial Janeiro de 2013 Propostas para Revitalização do sector do Turismo Residencial Janeiro de 2013 APR Associação Portuguesa de Resorts A Associação Portuguesa de Resorts (APR) tem por missão promover a imagem, empresas e

Leia mais

[+] Baía da Lagos [+] 2h 30m de Lisboa (A2) [+] 45m do Aeroporto de Faro (Via do Infante) [+] Futuro acesso directo (Variante de Lagos N125)

[+] Baía da Lagos [+] 2h 30m de Lisboa (A2) [+] 45m do Aeroporto de Faro (Via do Infante) [+] Futuro acesso directo (Variante de Lagos N125) [+] Baía da Lagos [+] 2h 30m de Lisboa (A2) [+] 45m do Aeroporto de Faro (Via do Infante) [+] Futuro acesso directo (Variante de Lagos N125) Lagos [+] Centro histórico e cidade Restaurantes, comércio,

Leia mais

- PERFIL DO GRUPO - O Portfólio de negócios, obedece a um critério de maturidade e geração de valor, no qual o Grupo, concilia:

- PERFIL DO GRUPO - O Portfólio de negócios, obedece a um critério de maturidade e geração de valor, no qual o Grupo, concilia: GRUPO FERREIRA A GFH, é um Grupo sólido e inovador, detendo um curriculum de projectos de qualidade reconhecida, com um portfólio de negócios diversificado, e que aposta no processo de internacionalização,

Leia mais

Plano Estratégico dos Transportes e Infraestruturas. Horizonte 2014-2020

Plano Estratégico dos Transportes e Infraestruturas. Horizonte 2014-2020 Plano Estratégico dos Transportes e Infraestruturas Horizonte 2014-2020 Consensualização de Prioridades O Grupo de Trabalho para as Infraestruturas de Elevado Valor Acrescentado apresentou o seu relatório

Leia mais

Enquadramento Turismo Rural

Enquadramento Turismo Rural Enquadramento Turismo Rural Portugal é um País onde os meios rurais apresentam elevada atratividade quer pelas paisagens agrícolas, quer pela biodiversidade quer pelo património histórico construído o

Leia mais

IMOBILIÁRIA ANGOLA BRASIL PORTUGAL GRANDES PROJETOS NO SETOR RESIDENCIAL, TURÍSTICO E DE SERVIÇOS

IMOBILIÁRIA ANGOLA BRASIL PORTUGAL GRANDES PROJETOS NO SETOR RESIDENCIAL, TURÍSTICO E DE SERVIÇOS IMOBILIÁRIA 2014 IMOBILIÁRIA ANGOLA BRASIL PORTUGAL GRANDES PROJETOS NO SETOR RESIDENCIAL, TURÍSTICO E DE SERVIÇOS O Setor Imobiliário é uma das principais áreas de investimento do Grupo Américo Amorim,

Leia mais

APRESENTAÇÃO INSTITUCIONAL NOVEMBRO 2013

APRESENTAÇÃO INSTITUCIONAL NOVEMBRO 2013 APRESENTAÇÃO INSTITUCIONAL NOVEMBRO 2013 INDICE Nota Prévia 3 Portfolio de Negócios 4 Operações Turísticas - Resorts 6 Operações Turísticas - Hotelaria 9 Operações Turísticas Fitness 10 Refrigeração, AVAC

Leia mais

Dossier Promocional. Hotel Vista Real Castro Marim - Algarve

Dossier Promocional. Hotel Vista Real Castro Marim - Algarve Dossier Promocional Hotel Vista Real Castro Marim - Algarve 1 1. Contexto e Oportunidade 2. Localização do Imóvel 3. Características Gerais do Imóvel 4. Descrição Detalhada 5. Condições de Comercialização

Leia mais

Imobiliária 1. Brasil Portugal Angola

Imobiliária 1. Brasil Portugal Angola Imobiliária Imobiliária Brasil Portugal Angola O sector Imobiliário é, tradicionalmente, uma área privilegiada de investimento de Amorim que conta com uma larguíssima e internacionalmente reconhecida

Leia mais

Empreendimentos Turísticos Como Instalar ou Reconverter Novo Regime Jurídico

Empreendimentos Turísticos Como Instalar ou Reconverter Novo Regime Jurídico Empreendimentos Turísticos Como Instalar ou Reconverter Novo Regime Jurídico, Turismo de Portugal, I.P. Rua Ivone Silva, Lote 6, 1050-124 Lisboa Tel. 211 140 200 Fax. 211 140 830 apoioaoempresario@turismodeportugal.pt

Leia mais

Powered by. Desenvolvimento

Powered by. Desenvolvimento Desenvolvimento de Sistemas Sustentáveis 1 Urbancraft Energia, S.A. FDO INVESTIMENTOS E PARTICIPAÇÕES, SGPS, S.A. ALEXANDRE BARBOSA BORGES, SGPS, S.A. 50% 50% A URBANCRAFT ENERGIA, S.A é uma sociedade

Leia mais

PLANO ESTRATÉGICO NACIONAL DO TURISMO. Para o Desenvolvimento do Turismo em Portugal. Síntese

PLANO ESTRATÉGICO NACIONAL DO TURISMO. Para o Desenvolvimento do Turismo em Portugal. Síntese PLANO ESTRATÉGICO NACIONAL DO TURISMO Para o Desenvolvimento do Turismo em Portugal Síntese 1 O PENT - Plano Estratégico Nacional do Turismo é uma iniciativa governamental, da responsabilidade do Ministério

Leia mais

O Projecto de Alta Velocidade em Portugal. Lisboa, 17 de Novembro de 2008

O Projecto de Alta Velocidade em Portugal. Lisboa, 17 de Novembro de 2008 O Projecto de Alta Velocidade em Portugal Lisboa, 17 de Novembro de 2008 Sinopse Histórica Sinopse Histórica Dez/2000 Criação da RAVE Jan/2001 Criação do AVEP Jun/2002 Início dos Estudos de Viabilidade

Leia mais

TURIM S.A. Telefone: 2415 018 Fax: 2415 017 Móvel: 9843 432 E-mail: jasmine-villas@turim.cv Site: www.turim.cv

TURIM S.A. Telefone: 2415 018 Fax: 2415 017 Móvel: 9843 432 E-mail: jasmine-villas@turim.cv Site: www.turim.cv TURIM S.A. Telefone: 2415 018 Fax: 2415 017 Móvel: 9843 432 E-mail: jasmine-villas@turim.cv Site: www.turim.cv Index 1. Murdeira 2. Jasmine Villas O Conceito Localização Arquitectura As Vivendas Tipologias

Leia mais

SISTEMA DE INCENTIVOS À

SISTEMA DE INCENTIVOS À SISTEMA DE INCENTIVOS À INOVAÇÃO AVISOS PARA APRESENTAÇÃO DE CANDIDATURAS INOVAÇÃO PRODUTIVA EMPREENDEDORISMO QUALIFICADO Elisabete Félix Turismo de Portugal, I.P. - Direcção de Investimento PRIORIDADE

Leia mais

Porque é que o Turismo. é essencial para a Economia Portuguesa?

Porque é que o Turismo. é essencial para a Economia Portuguesa? Porque é que o Turismo é essencial para a Economia Portuguesa? 14 milhões de hóspedes Vindos do Reino Unido, Alemanha, Espanha, França, Brasil, EUA Num leque de países que alarga ano após ano. 9,2 % do

Leia mais

Satellite Newspapers Portugal Distribuição de Imprensa, Jornais e Revistas, S.A.

Satellite Newspapers Portugal Distribuição de Imprensa, Jornais e Revistas, S.A. O que é a Satellite Newspapers? A Satellite Newspapers é uma multinacional presente em 8 grandes regiões: - Europa - África - América do Norte - América Central - América do Sul - Médio Oriente - Austrália

Leia mais

RESUMO DAS OBRAS VISITADAS:

RESUMO DAS OBRAS VISITADAS: RESUMO DAS OBRAS VISITADAS: Bairro da Laje, freguesia de Porto Salvo: - Parque Urbano Fase IV Os Arranjos Exteriores do Parque Urbano Fase IV do bairro da Laje, inserem-se num vasto plano de reconversão

Leia mais

IMOBILIÁRIA GRANDES PROJETOS DE INVESTIMENTO IMOBILIÁRIO EM ANGOLA, BRASIL E PORTUGAL

IMOBILIÁRIA GRANDES PROJETOS DE INVESTIMENTO IMOBILIÁRIO EM ANGOLA, BRASIL E PORTUGAL IMOBILIÁRIA 2012 IMOBILIÁRIA GRANDES PROJETOS DE INVESTIMENTO IMOBILIÁRIO EM ANGOLA, BRASIL E PORTUGAL O setor imobiliário é, de longa data, área de grande experiência e tradição de investimento do Grupo

Leia mais

Consórcio CGD/IHRU. Fundo de Desenvolvimento Urbano TEKTÓNICA. Iniciativa Comunitária JESSICA. 9 de Maio 2012

Consórcio CGD/IHRU. Fundo de Desenvolvimento Urbano TEKTÓNICA. Iniciativa Comunitária JESSICA. 9 de Maio 2012 Iniciativa Comunitária JESSICA Fundo de Desenvolvimento Urbano Consórcio CGD/IHRU TEKTÓNICA 9 de Maio 2012 Iniciativa Comunitária JESSICA Consórcio IHRU/GCGD 18 de Abril de 2012 1 Portugal Evolução de

Leia mais

A Cidade Logística. Plataforma Logística do Poceirão

A Cidade Logística. Plataforma Logística do Poceirão A Cidade Logística Plataforma Logística do Poceirão Póvoa de Santa Iria, 03 de Dezembro 2009 1 1. Apresentação Integrado na rede de plataformas nacionais definida pelo Portugal Logístico será desenvolvido

Leia mais

Figura 3.1 Alcar-do-Algarve em flor... 4

Figura 3.1 Alcar-do-Algarve em flor... 4 ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO... 2 2. O PROJECTO... 3 3. DESCRIÇÃO DO AMBIENTE AFECTADO... 3 4. PRINCIPAIS IMPACTES... 5 5. MEDIDAS MINIMIZADORAS... 6 6. PROGRAMAS DE MONITORIZAÇÃO... 6 ÍNDICE DE FIGURAS Figura

Leia mais

Requalificação da Frente Ribeirinha do Concelho de Vila Franca de Xira Polis & Polis XXI

Requalificação da Frente Ribeirinha do Concelho de Vila Franca de Xira Polis & Polis XXI Requalificação da Frente Ribeirinha do Concelho de Vila Franca de Xira Polis & Polis XXI Luís Matas de Sousa Director do Projecto de Requalificação Urbana da Câmara Municipal de Vila Franca de Xira Área

Leia mais

PRIMEIROS PASSOS DA AAE EM PORTUGAL APLICAÇÃO À ESTRATÉGIA DE INVESTIMENTO DO PARQUE ALQUEVA

PRIMEIROS PASSOS DA AAE EM PORTUGAL APLICAÇÃO À ESTRATÉGIA DE INVESTIMENTO DO PARQUE ALQUEVA PRIMEIROS PASSOS DA AAE EM PORTUGAL APLICAÇÃO À ESTRATÉGIA DE INVESTIMENTO DO PARQUE ALQUEVA Maria do Rosário Partidário, Sofia Antunes, Júlio de Jesus e Marta Garcia LOCALIZAÇÃO Localizado no Concelho

Leia mais

AVALIAÇÕES IMOBILIÁRIAS

AVALIAÇÕES IMOBILIÁRIAS 2013 AVALIAÇÕES IMOBILIÁRIAS Índice 03 Apresentação 03 Clientes Sociedades Gestoras de Fundos de Investimento Imobiliário; Promotores Imobiliários; Mediadoras Imobiliárias; Empresas; Advogados; Particulares.

Leia mais

Destaque ARQUITECTURA

Destaque ARQUITECTURA ARQUITECTURA ARQUITECTURA Empreendimento habitacional com parque verde condomínio privado Num contexto de crise financeira e económica, os arquitectos e designers são as primeiras classes profissionais

Leia mais

A construir o futuro com segurança. Sede: Av. Avelino Ferreira Torres n.81 - Freixo 4630-090 Marco de Canaveses. Tel/Fax: 255 531 961

A construir o futuro com segurança. Sede: Av. Avelino Ferreira Torres n.81 - Freixo 4630-090 Marco de Canaveses. Tel/Fax: 255 531 961 A construir o futuro com segurança 2011 Sede: Av. Avelino Ferreira Torres n.81 - Freixo 4630-090 Marco de Canaveses Tel/Fax: 255 531 961 Carlos Moreira: 917 729 323 Site: www.morsa.eu E-mail: geral@morsa.eu

Leia mais

GRANDES OPÇÕES DO PLANO E ORÇAMENTO 2011 DA CIM ALTO MINHO RELATÓRIO DE PROGRESSO 31 MARÇO 2011

GRANDES OPÇÕES DO PLANO E ORÇAMENTO 2011 DA CIM ALTO MINHO RELATÓRIO DE PROGRESSO 31 MARÇO 2011 GRANDES OPÇÕES DO PLANO E ORÇAMENTO 2011 DA CIM ALTO MINHO RELATÓRIO DE PROGRESSO 31 MARÇO 2011 Versão Preliminar Este relatório tem por objectivo da conta do que de mais relevante foi realizado no cumprimento

Leia mais

Imobiliária 1. Angola Brasil Portugal

Imobiliária 1. Angola Brasil Portugal Imobiliária 2011 Angola Brasil Portugal A experiência e tradição são garantia de qualidade, inovação e segurança no investimento imobiliário. Imobiliária Amorim detém uma vasta carteira de projetos imobiliários

Leia mais

BANCO EUROPEU DE INVESTIMENTO

BANCO EUROPEU DE INVESTIMENTO BANCO EUROPEU DE INVESTIMENTO Financiamento de Infra-estruturas Parcerias Público Privadas/ Project Finance Alexandra Almeida Chefe do Gabinete de Lisboa 1 Sumário 1. O Banco Europeu de Investimento 2.

Leia mais

Grupo Pestana. suporta crescimento da área de venda directa no CRM. O Cliente

Grupo Pestana. suporta crescimento da área de venda directa no CRM. O Cliente Grupo Pestana suporta crescimento da área de venda directa no CRM. O trabalho de consolidação de informação permitiu desde logo abrir novas possibilidades de segmentação, com base num melhor conhecimento

Leia mais

POLÍTICA DE PME's Debate promovido pela AIP. 11 Setembro 2007

POLÍTICA DE PME's Debate promovido pela AIP. 11 Setembro 2007 POLÍTICA DE PME's Debate promovido pela AIP 11 Setembro 2007 Durante o 1º trimestre de 2007, o PIB cresceu 2,0% Crescimento do PIB 2,5% 2,0% 1,5% 1,5% 1,7% 2,0% 1,0% 1,1% 1,0% 0,9% 0,5% 0,5% 0,5% 0,0%

Leia mais

Promoção Imobiliária: que futuro para Lisboa?

Promoção Imobiliária: que futuro para Lisboa? REPORTAGEM AUTÁRQUICAS ALMOÇOS APPII reúne se com os candidatos à CML Promoção Imobiliária: que futuro para Lisboa? Antes do sufrágio que decidirá quem liderará os destinos da capital portuguesa durante

Leia mais

CANDIDATURAS ABERTAS:

CANDIDATURAS ABERTAS: Resumo das candidaturas aos Sistemas de Incentivos QREN CANDIDATURAS ABERTAS: Sistema de Incentivos à Investigação e Desenvolvimento Tecnológico Tipologia de Projectos Abertura Encerramento Individuais

Leia mais

O GRUPO EM NOTÍCIA // MSF CONSTRÓI BARRAGEM DE FOZ TUA MAIOR INVESTIMENTO NACIONAL EM NOVAS BARRAGENS // ORGÃO INFORMATIVO DO GRUPO MSF PÁG 03

O GRUPO EM NOTÍCIA // MSF CONSTRÓI BARRAGEM DE FOZ TUA MAIOR INVESTIMENTO NACIONAL EM NOVAS BARRAGENS // ORGÃO INFORMATIVO DO GRUPO MSF PÁG 03 // ORGÃO INFORMATIVO DO GRUPO MSF Nº 37 // ABRIL 2011 // WWW.MSFSGPS.PT O GRUPO EM NOTÍCIA // MSF CONSTRÓI BARRAGEM DE FOZ TUA MAIOR INVESTIMENTO NACIONAL EM NOVAS BARRAGENS PÁG 03 // MSF INTERNACIONAL

Leia mais

AGENDA VALORIZAÇÃO DO TERRITÓRIO

AGENDA VALORIZAÇÃO DO TERRITÓRIO Novas Oportunidades para o Financiamento de Investimento Público e Empresarial no âmbito do QREN --- Sines 11 de Março de 2008 A Agenda Operacional para a Valorização do Território é uma estratégia de

Leia mais

CICLO DE CONFERÊNCIAS "25 ANOS DE PORTUGAL NA UE"

CICLO DE CONFERÊNCIAS 25 ANOS DE PORTUGAL NA UE Boletim Informativo n.º 19 Abril 2011 CICLO DE CONFERÊNCIAS "25 ANOS DE PORTUGAL NA UE" A Câmara Municipal de Lamego no âmbito de atuação do Centro de Informação Europe Direct de Lamego está a promover

Leia mais

APRESENTAÇÃO da. ImoEconometrics. Lisbon Chartered Surveys. Lisbon Chartered Surveys

APRESENTAÇÃO da. ImoEconometrics. Lisbon Chartered Surveys. Lisbon Chartered Surveys APRESENTAÇÃO da ImoEconometrics Setembro de 2012 Agenda Quem Somos Clientes Serviços IMOE Market Intelligence Metodologia de Trabalho Track Record 2 Quem Somos A ImoEconometrics presta serviços especializados

Leia mais

Ação Piloto para a Regeneração Urbana. Avenida da Liberdade, Braga. Concurso de Ideias Profissionais de Arquitectura

Ação Piloto para a Regeneração Urbana. Avenida da Liberdade, Braga. Concurso de Ideias Profissionais de Arquitectura Ação Piloto para a Regeneração Urbana Avenida da Liberdade, Braga Concurso de Ideias Profissionais de Arquitectura Cientes da importância de promover uma intervenção capaz de revitalizar o centro histórico

Leia mais

Concurso Público de Concepção para a Elaboração do Projecto do Terminal de Cruzeiros de Lisboa

Concurso Público de Concepção para a Elaboração do Projecto do Terminal de Cruzeiros de Lisboa Concurso Público de Concepção para a Elaboração do Projecto do Terminal de Cruzeiros de Lisboa Breve descrição do projecto Constituem-se como objectivos estratégicos do projecto do Terminal de Cruzeiros

Leia mais

ÍNDICE PERFIL MERCADOS ONDE A A400 ESTÁ PRESENTE VOLUME DE NEGÓCIOS CERTIFICAÇÕES PROJECTOS DE REFERÊNCIA CONTACTOS

ÍNDICE PERFIL MERCADOS ONDE A A400 ESTÁ PRESENTE VOLUME DE NEGÓCIOS CERTIFICAÇÕES PROJECTOS DE REFERÊNCIA CONTACTOS DOSSIER DE IMPRENSA ÍNDICE 1 PERFIL - A Empresa - Os Colaboradores - Os serviços 2 MERCADOS ONDE A A400 ESTÁ PRESENTE - A Internacionalização VOLUME DE NEGÓCIOS 4 CERTIFICAÇÕES 5 PROJECTOS DE REFERÊNCIA

Leia mais

O Futuro do Transporte de Mercadorias

O Futuro do Transporte de Mercadorias O Futuro do Transporte de Mercadorias A diminuição dos custos de transacção na economia portuguesa é fundamental para o aumento de nossa competitividade. Tal diminuição joga-se fundamentalmente no transporte

Leia mais

Iniciativa JESSICA. Perguntas Frequentes

Iniciativa JESSICA. Perguntas Frequentes Iniciativa JESSICA Perguntas Frequentes Iniciativa JESSICA: Perguntas Frequentes 1 - Como nasceu a iniciativa JESSICA? A iniciativa JESSICA (Joint European Support for Sustainable Investment in City Areas)

Leia mais

Contribuir para o desenvolvimento da região em que se inserem;

Contribuir para o desenvolvimento da região em que se inserem; SIPIE SISTEMA DE INCENTIVOS A PEQUENAS INICIATIVAS EMPRESARIAIS FICHA DE MEDIDA Apoia projectos com investimento mínimo elegível de 15.000 e a um máximo elegível de 150.000, que visem a criação ou desenvolvimento

Leia mais

projectos de engenharia e fiscalização de obras, lda.

projectos de engenharia e fiscalização de obras, lda. projectos de engenharia e fiscalização de obras, lda. PORTUGAL ARGELIA ANGOLA BARRA4 2001 2002 2003 2004 2005 2006 2007 MORADIAS EM BANDA Correia & Nóbrega, Lda Caniço, R. A. Madeira MORADIA UNIFAMILIAR

Leia mais

Oferta de Infraestruturas Rodoviárias. Conferência sobre Multimodalidade na Área Metropolitana do Porto

Oferta de Infraestruturas Rodoviárias. Conferência sobre Multimodalidade na Área Metropolitana do Porto Oferta de Infraestruturas Rodoviárias Conferência sobre Multimodalidade na Área Metropolitana do Porto José Serrano Gordo Vice Presidente da EP-Estradas de Portugal, SA Hotel Tiara Porto ISEL, 14 de Novembro

Leia mais

Sistema de Incentivos à Inovação e I&DT (Sector Automóvel) Quadro de Referência Estratégico Nacional [QREN]

Sistema de Incentivos à Inovação e I&DT (Sector Automóvel) Quadro de Referência Estratégico Nacional [QREN] Sistema de Incentivos à Inovação e I&DT (Sector Automóvel) Quadro de Referência Estratégico Nacional [QREN] Frederico Mendes & Associados Sociedade de Consultores Lda. Frederico Mendes & Associados é uma

Leia mais

Iniciativa JESSICA. Perguntas Frequentes

Iniciativa JESSICA. Perguntas Frequentes 1 - Como nasceu a iniciativa JESSICA? A iniciativa JESSICA (Joint European Support for Sustainable Investment in City Areas) é um instrumento financeiro promovido pela Comissão Europeia e desenvolvido

Leia mais

[Title First Page] [Mês e Ano] [Subtitle First Page]

[Title First Page] [Mês e Ano] [Subtitle First Page] [Title First Page] [Mês e Ano] [Subtitle First Page] Projectos e Infra-estruturas A Macedo Vitorino & Associados foi constituída em 1996, concentrando a sua actividade na assessoria a clientes nacionais

Leia mais

O GRUPO EM NOTÍCIA // OBRA DA LINHA VERMELHA DO METRO RECEBE DELEGAÇÃO DE MARROCOS PÁG 03 // MSF TUR.IM. // MSF EngenHaria

O GRUPO EM NOTÍCIA // OBRA DA LINHA VERMELHA DO METRO RECEBE DELEGAÇÃO DE MARROCOS PÁG 03 // MSF TUR.IM. // MSF EngenHaria // ORGÃO INFORMATIVO DO GRUPO MSF Nº 36 // Janeiro 2011 // WWW.MSFSGPS.PT O GRUPO EM NOTÍCIA Carlos Noronha - Crusader // OBRA DA LINHA VERMELHA DO METRO RECEBE DELEGAÇÃO DE MARROCOS PÁG 03 // MSF Concessões

Leia mais

ANEXO I. FICHAS DE CARACTERIZAÇÃO DAS MEDIDAS 3.1. e 3.2. - EIXO 3 DO PRORURAL versão 7

ANEXO I. FICHAS DE CARACTERIZAÇÃO DAS MEDIDAS 3.1. e 3.2. - EIXO 3 DO PRORURAL versão 7 3.1.1. Diversificação de Actividades Não-Agrícolas na Exploração Descrição Apoio a iniciativas empresariais promotoras do saber fazer tradicional Apoio a actividades lúdicas de carácter inovador nas explorações

Leia mais

MINISTÉRIO DAS OBRAS PÚBLICAS, TRANSPORTES E COMUNICAÇÕES

MINISTÉRIO DAS OBRAS PÚBLICAS, TRANSPORTES E COMUNICAÇÕES 1783 MINISTÉRIO DAS OBRAS PÚBLICAS, TRANSPORTES E COMUNICAÇÕES Decreto n.º 7/2008 de 27 de Março A rede ferroviária de alta velocidade constitui um empreendimento público de excepcional interesse nacional

Leia mais

especiais por ano, garantindo a máxima capacidade de transporte para jogos de futebol, concertos e outras celebrações de massas.

especiais por ano, garantindo a máxima capacidade de transporte para jogos de futebol, concertos e outras celebrações de massas. O Metro do Porto O Metro é um sistema de transportes públicos da Área Metropolitana do Porto e combina uma rede ferroviária subterrânea, no centro da cidade, com linhas à superfície em meio urbano e diversos

Leia mais

O seu parceiro na Gestão de Projetos e Manutenção

O seu parceiro na Gestão de Projetos e Manutenção O seu parceiro na Gestão de Projetos e Manutenção Índice 1. Introdução. 3 2. PROM&E GROUP.... 4 3. Building Management Organograma. 6 3.1 Project Management 7 3.2 Gestão Manutenção.. 16 3.3 Otimização

Leia mais

RECLAMAÇÃO1: Queremos o fim da revisão do PDM e sua aplicação imediata!

RECLAMAÇÃO1: Queremos o fim da revisão do PDM e sua aplicação imediata! Alertas, reivindicações e sugestões sobre questões ambientais, culturais, de mobilidade, patrimoniais e urbanísticas para 2008-2009 RECLAMAÇÃO1: Queremos o fim da revisão do PDM e sua aplicação imediata!

Leia mais

Encontro Nacional do Turismo no Espaço o Rural

Encontro Nacional do Turismo no Espaço o Rural Encontro Nacional do Turismo no Espaço o Rural Convento de Refoios Ponte de Lima 21 de Junho de 2003 Distribuição Espacial do TER (SIR) Unid: Euros Distritos Nº Projectos Investimento Total Incentivo Aveiro

Leia mais

NOTA SECTORIAL MERCADO DA POLÓNIA

NOTA SECTORIAL MERCADO DA POLÓNIA CONSTRUÇÃO CIVIL Breve caracterização do sector NOTA SECTORIAL MERCADO DA POLÓNIA O sector de construção é um dos mais importantes sectores da economia polaca, pois emprega cerca de 4,5% da população activa

Leia mais

As exigências de sustentabilidade ambiental e económica estão sempre presentes nas soluções técnicas apresentadas pela FACTORIAL.

As exigências de sustentabilidade ambiental e económica estão sempre presentes nas soluções técnicas apresentadas pela FACTORIAL. QUEM SOMOS A FACTORIAL Desenvolvimento Integrado de Projectos e Construções, Lda. foi fundada em 2006 com o objectivo de prestar serviços na área da engenharia. Actualmente, a FACTORIAL está predominantemente

Leia mais

Artigo 1º Âmbito. Artigo 2º Área Geográfica de Intervenção

Artigo 1º Âmbito. Artigo 2º Área Geográfica de Intervenção ADRIL ASSOCIAÇÃO DE DESENVOLVIMENTO RURAL INTEGRADO DO LIMA Artigo 1º Âmbito 1-O presente regulamento tem por objectivo definir os normativos técnicos, administrativos e financeiros do Programa de Iniciativa

Leia mais

PME Investe VI. Linha de Crédito Micro e Pequenas Empresas

PME Investe VI. Linha de Crédito Micro e Pequenas Empresas PME Investe VI Linha de Crédito Micro e Pequenas Empresas Objectivos Esta Linha de Crédito visa facilitar o acesso ao crédito por parte das micro e pequenas empresas de todos os sectores de actividade,

Leia mais

Estação de Aveiro. 1 http://www.trainlogistic.com

Estação de Aveiro. 1 http://www.trainlogistic.com Estação de Aveiro 1 http://www.trainlogistic.com A Estação Ferroviária de Aveiro, também conhecida como Estação de Aveiro, é uma interface ferroviária da Linha do Norte, que serve a localidade de Aveiro,

Leia mais

Plano de Pormenor da Margem Direita da Foz do Rio Jamor Programa de Execução e Plano de Financiamento Janeiro 2014

Plano de Pormenor da Margem Direita da Foz do Rio Jamor Programa de Execução e Plano de Financiamento Janeiro 2014 PROGRAMA DE EXECUÇÃO E PLANO DE FINANCIAMENTO DO PLANO PORMENOR DA MARGEM DIREITA DA FOZ DO RIO JAMOR - OEIRAS Câmara Municipal de Oeiras ÍNDICE 1 INTRODUÇÃO... 2 2 OBJECTIVOS DO PP... 2 2.1 Objectivos

Leia mais

O GRUPO EM NOTÍCIA // GRUPO MSF: 40 ANOS DE SOLIDEZ, COMPETÊNCIA E CONFIANÇA. // MARINA DE LAGOS // MSF // MSF INTERNACIONAL // NEOCIVIL

O GRUPO EM NOTÍCIA // GRUPO MSF: 40 ANOS DE SOLIDEZ, COMPETÊNCIA E CONFIANÇA. // MARINA DE LAGOS // MSF // MSF INTERNACIONAL // NEOCIVIL // ÓRGÃO INFORMATIVO DO GRUPO MSF-SGPS Nº 31 // OUTUBRO 2009 // WWW.MSFSGPS.PT O GRUPO EM NOTÍCIA // GRUPO MSF: 40 ANOS DE SOLIDEZ, COMPETÊNCIA E CONFIANÇA. PÁG 02 foto: José Pessoa, 2008 IMC/Palácio Nacional

Leia mais

Turismo de Portugal é pioneiro na sustentabilidade

Turismo de Portugal é pioneiro na sustentabilidade Divulgação do primeiro relatório Turismo de Portugal é pioneiro na sustentabilidade O Turismo de Portugal apresentou ontem o seu Relatório de Sustentabilidade, tornando-se no primeiro Instituto Público

Leia mais

Breve síntese sobre os mecanismos financeiros de apoio à internacionalização e cooperação

Breve síntese sobre os mecanismos financeiros de apoio à internacionalização e cooperação Breve síntese sobre os mecanismos financeiros de apoio à internacionalização e cooperação 1 Incentivos financeiros à internacionalização Em 2010 os incentivos financeiros à internacionalização, não considerando

Leia mais

Villas do Pinhal Velho proporciona-lhe um estilo de vida verdadeiramente exclusivo, complementado pelo prazer e o luxo de viver no seio da natureza.

Villas do Pinhal Velho proporciona-lhe um estilo de vida verdadeiramente exclusivo, complementado pelo prazer e o luxo de viver no seio da natureza. Lotes para Villas Villas do Pinhal Velho é um projecto imobiliário de grande exclusividade do Grupo Lusort, localizado na zona nobre de Vilamoura, inserido num tranquilo e vasto pinhal, um local único

Leia mais

Linha Específica para o Sector do Turismo

Linha Específica para o Sector do Turismo Linha de Crédito PME Investe III Linha Específica para o Sector do Turismo Objectivos Esta Linha de Crédito, criada no âmbito da Linha PME Investe III, visa facilitar o acesso ao crédito por parte das

Leia mais

Sistema de Incentivos à Inovação. Inovação Produtiva CONDIÇÕES DE ENQUADRAMENTO

Sistema de Incentivos à Inovação. Inovação Produtiva CONDIÇÕES DE ENQUADRAMENTO Sistema de Incentivos à Inovação Inovação Produtiva CONDIÇÕES DE ENQUADRAMENTO Aviso para apresentação de candidaturas Nº 02/SI/2012 1 Índice Tipologias de Investimento... 3 Condições de Elegibilidade

Leia mais

CONHECER O COMISSARIADO DA AUDITORIA

CONHECER O COMISSARIADO DA AUDITORIA CONHECER O COMISSARIADO DA AUDITORIA PARTE I - MISSÃO, VALORES, VISÃO E LINHAS DE ORIENTAÇÃO ESTRATÉGICA DO COMISSARIADO DA AUDITORIA O Comissariado da Auditoria (CA) funciona como órgão independente na

Leia mais

// MSF TUR.IM DETÉM 100% DO ROYAL ÓBIDOS SPA & GOLF RESORT

// MSF TUR.IM DETÉM 100% DO ROYAL ÓBIDOS SPA & GOLF RESORT // ÓRGÃO INFORMATIVO DO GRUPO MSF Nº 33 // ABRIL 21 // WWW.MSFSGPS.PT O GRUPO EM NOTÍCIA // MSF TUR.IM DETÉM 1% DO ROYAL ÓBIDOS SPA & GOLF RESORT PÁG 6 // MSF // MSF INTERNACIONAL // MARINA DE LAGOS //

Leia mais

O Hypercluster da Economia do Mar em Portugal. (Resumo)

O Hypercluster da Economia do Mar em Portugal. (Resumo) O Hypercluster da Economia do Mar em Portugal (Resumo) O Hypercluster da Economia do Mar em Portugal Um novo domínio estratégico e um factor de afirmação A economia portuguesa está a sofrer uma descontinuidade

Leia mais

Hotéis Estoril. Hotel Real Villa Itália. http://www.granderealvillaitaliahotel.com/ Localização

Hotéis Estoril. Hotel Real Villa Itália. http://www.granderealvillaitaliahotel.com/ Localização Hotéis Estoril Hotel Real Villa Itália Localizado junto à Boca do Inferno, o Grande Real Villa Itália Hotel & Spa é a mais nóvel unidade de 5 estrelas em Cascais. Convertida a antiga residência do Rei

Leia mais

Espírito Santo Investment Bank Overview FIT FOR A NEW ERA

Espírito Santo Investment Bank Overview FIT FOR A NEW ERA Espírito Santo Investment Bank Overview FIT FOR A NEW ERA December 2011 Espírito Santo Investment Bank Somos: A unidade de Banca de Investimento do Grupo Banco Espírito Santo O Banco de Investimento de

Leia mais

FDU JESSICA/CGD A INICIATIVA COMUNITÁRIA JESSICA. Figueira da Foz, Julho de 2014. Caixa Geral de Depósitos 2014 JULHO I 1

FDU JESSICA/CGD A INICIATIVA COMUNITÁRIA JESSICA. Figueira da Foz, Julho de 2014. Caixa Geral de Depósitos 2014 JULHO I 1 FDU JESSICA/CGD A INICIATIVA COMUNITÁRIA JESSICA Figueira da Foz, Julho de 2014 Caixa Geral de Depósitos 2014 JULHO I 1 O novo modelo de actuação no negócio imobiliário JESSICA (Joint European Support

Leia mais

INICIATIVA JESSICA. Fundo de Desenvolvimento Urbano Turismo. Faro, 22 de maio de 2013

INICIATIVA JESSICA. Fundo de Desenvolvimento Urbano Turismo. Faro, 22 de maio de 2013 INICIATIVA JESSICA Fundo de Desenvolvimento Urbano Turismo Faro, 22 de maio de 2013 O Turismo na economia Peso no PIB Peso no Emprego Peso nas Exportações Peso dos Mercados O Turismo e a Regeneração Urbana

Leia mais

Fundo Modernização Comércio

Fundo Modernização Comércio 1 Fundo Modernização Comércio IAPMEI Portaria 236/2013 2 Índice 1. Objectivos e Prioridades 2. Condições de Acesso a. Promotor b. Projecto c. Aviso de Abertura 3. Modalidades de Projectos a Apoiar 4. Elegibilidade

Leia mais

ELECTRICIDADE DOS AÇORES, S.A. ANÚNCIO DE CONCURSO

ELECTRICIDADE DOS AÇORES, S.A. ANÚNCIO DE CONCURSO ELECTRICIDADE DOS AÇORES, S.A. ANÚNCIO DE CONCURSO SECÇÃO I: ENTIDADE ADJUDICANTE I.1) DESIGNAÇÃO, ENDEREÇOS E PONTOS DE CONTACTO Designação Oficial: ELECTRICIDADE DOS AÇORES, S.A. Endereço postal: RUA

Leia mais

Um projecto central na reabilitação da frente ribeirinha

Um projecto central na reabilitação da frente ribeirinha Um projecto central na reabilitação da frente ribeirinha Na frente ribeirinha de Lisboa, a poucos minutos do Parque das Nações, desenvolve-se um novo condomínio que enquadra toda a estrutura pré-existente

Leia mais

NEWSLETTER Nº 8 AGOSTO CONHECIMENTO INOVAÇÃO CRIATIVIDADE EFICIÊNCIA VALOR POTENCIAMOS O VALOR DAS ORGANIZAÇÕES

NEWSLETTER Nº 8 AGOSTO CONHECIMENTO INOVAÇÃO CRIATIVIDADE EFICIÊNCIA VALOR POTENCIAMOS O VALOR DAS ORGANIZAÇÕES NEWSLETTER Nº 8 AGOSTO CONHECIMENTO INOVAÇÃO CRIATIVIDADE EFICIÊNCIA VALOR POTENCIAMOS O VALOR DAS ORGANIZAÇÕES Resultado da cimeira "particularmente positivo para Portugal" A cimeira europeia de quinta-feira

Leia mais

Especialmente criado para: Soluções criativas para empresas vencedoras

Especialmente criado para: Soluções criativas para empresas vencedoras Especialmente criado para: Soluções criativas para empresas vencedoras Alentejo 08 a 10 de Abril 2016 Itinerário 1º Dia 08 de Abril (Sex.) LISBOA / TRÓIA / CASTRO VERDE Em hora e local a combinar, partida

Leia mais

Global Incentives Solutions*

Global Incentives Solutions* Incentives Solutions Global Incentives Solutions* Informação sobre incentivos ao investimento Número 6, Outubro de 2007 *connectedthinking What s hot Assinatura dos Programas Operacionais (PO) No passado

Leia mais

Id Serviços de Apoio

Id Serviços de Apoio Id Serviços de Apoio Cafetaria do Museu Calouste Gulbenkian e seu prolongamento no jardim. Serviços Centrais Valores em euros Encargos com pessoal 6 219 770 Despesas de funcionamento 9 606 628 Investimento

Leia mais

Plano Estratégico para a Fileira da Construção 2014-2020

Plano Estratégico para a Fileira da Construção 2014-2020 Plano Estratégico para a Fileira da Construção 2014-2020 1. A EVOLUÇÃO DOS MERCADOS 1.1 - A situação dos mercados registou mudanças profundas a nível interno e externo. 1.2 - As variáveis dos negócios

Leia mais

HELLO CABO VERDE EXPO 2011

HELLO CABO VERDE EXPO 2011 New Bedford, 31 de Janeiro de 2011 HELLO CABO VERDE EXPO 2011 Exposição sobre as Oportunidades de Negócios e Turismo em Cabo Verde New Bedford, MA 27 a 29 de Maio de 2011 OBJECTIVO O objectivo da exposição

Leia mais

PME Investe III Sector do Turismo

PME Investe III Sector do Turismo PME Investe III Sector do Turismo Linha Turismo de Habitação e Turismo em Espaço Rural Objectivos Esta Linha de Crédito, criada no âmbito da Linha Específica PME Investe III do Sector do Turismo, visa

Leia mais

Conceito de intervenção a hierarquização e estruturação do corredor cultural entre Chaves e Vila Real

Conceito de intervenção a hierarquização e estruturação do corredor cultural entre Chaves e Vila Real Conceito de intervenção a hierarquização e estruturação do corredor cultural entre Chaves e Vila Real A referenciação dos percursos como componentes da estrutura edificada (in Magalhães, Manuela; Arquitectura

Leia mais