E S C O L A S E C U N D Á R I A D A T R O F A 13 DE FEVEREIRO H I S T Ó R I A E C U L T U R A D A S A R T E S A NO L E T I V O / 1 5

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "E S C O L A S E C U N D Á R I A D A T R O F A 13 DE FEVEREIRO H I S T Ó R I A E C U L T U R A D A S A R T E S A NO L E T I V O 2 0 1 4 / 1 5"

Transcrição

1 E S C O L A S E C U N D Á R I A D A T R O F A VISITA DE ESTUDO A LISBOA 13 DE FEVEREIRO H I S T Ó R I A E C U L T U R A D A S A R T E S A NO L E T I V O / 1 5

2 R E L AT Ó R I O D E V I S I TA D E E S T U D O A L I S B OA 13 DE FEVEREIRO Aluno: Andreia Almeida Brandão Nº: 17 Turma: 6 Ano: 10º Disciplina: História e Cultura das Artes Local da Visita: Lisboa Data da Visita: Data do Relatório: Meio de Transporte: Camioneta Locais Visitados: Núcleo arqueológico da rua dos Correeiros (11h); Museu do Design e Moda (12h); Núcleo Interpretativo da Muralha de D. Dinis (14h); Museu Nacional de Arte Contemporânea do Chiado (15h). PARTIDA Partimos da escola às 6 da manhã. Apesar da evidente sonolência que nos consumia, todos estávamos empolgados para a visita de estudo a Lisboa. Como se tratava de uma grande viagem, fizemos uma paragem a meio do percurso, mais exatamente na área de serviço de Pombal. 2

3 NARC - NÚCLEO ARQUEOLÓGICO DA RUA DOS CORREIROS Chegamos a Lisboa às 10h30 e começamos a nossa visita pelo Núcleo Arqueológico da Rua Correeiros (NARC), inserido num edifício pombalino adquirido pelo Millennium BCP na década de 90. Aí fomos acolhidos por uma guia que nos conduziu por um museu subterrâneo que contemplava estruturas arqueológicas das civilizações que habitaram Lisboa durante um largo espectro de tempo fenícios, romanos, árabes, etc. Pudemos verificar que se tratava de uma realidade arqueológica tipicamente urbana. De os fragmentos resultantes da destruição efetuada pelas civilizações que foram ocupando sucessivamente a baixa pombalina, conseguíamos ainda visualizar perfeitamente um forno cerâmico de planta circular, várias construções em pedra que contemplavam, no seu centro, uma lareira construída com seixos e de forma semiesférico e os grandes tanques (setárias) e compartimentos de apoio, que nos remetem a um grande complexo industrial de preparados de peixe. A indústria romana de transformação e conserva de peixe é, assim, a mais representativa do núcleo. O espaço mais bem conservado esteticamente até aos dias de hoje é, todavia, o espaço que contempla as termas e que, outrora, fora o espaço mais importante da vida quotidiana dos seus contemporâneos. Aí foi possível observarmos o belo mosaico romano datado do séc. III. No NARC está ainda presente um enorme espólio funerário, decorativo e de ornamentação, bem como cerâmicas e ânforas diversas. O que todos adoraram foi, sem dúvida, o esqueleto pertencente à época romana, ao qual a guia se dirigiu, caricatamente, como o funcionário mais antigo do Millennium BCP. Na saída, podemos também observar a exposição temporária de pintura que estava a decorrer no local, que contemplava artistas portugueses como Almada Negreiros. 3

4 MUDE - MUSEU DO DESIGN E DA MODA Continuamos a nossa visita a Lisboa pelo Mude Museu do Design e da Moda. Este contempla diversas peças únicas, desde mobiliário, luminária, vestuário e acessórios, eletrodomésticos, pequenos objetos e veículos, estrategicamente dispostas em andares. A visita ao Museu do Design e da Moda foi, para mim, a mais extasiante, com destaque especial para o andar dedicado à exposição de figurinos de António Lagarto De Matrix a Bela Adormecida, que marcaram a história da cenografia dos últimos 50 anos. Os 200 figurinos, que corporalizaram várias figuras do universo dramatúrgico nacional e internacional (da ópera, do teatro e do bailado), encontram-se dispostos num só andar, em que as cores das luzes e os seus respetivos focos contribuem para uma atmosfera envolvente avassaladora que parecem dar vida a cada figurino, ressaltando a mestria do seu corte e confeção e a requintada escolha dos materiais. A exposição Por detrás das Sombras que evoca uma das peças de acessório com maior transformação ao longo dos tempos, os óculos, estava patente no andar -1 e foi, sem dúvida, a mais intrigante. Era impossível ficar indiferente face aos modelos de óculos com os modelos e corres mais arrojados e berrantes que já alguma vez vimos! 4

5 HORA DE ALMOÇO Chegada a hora de almoço, estipulou-se um ponto de encontro e respetivo horário e a turma dirigiu-se assim para a Praça do Comércio, onde almoçou nas escadas da estátua equestre de D. José. Este foi um momento de descanso antes do percurso pedonal que iriamos realizar, o qual aproveitamos para repor energias e conviver, não fosse este ano o primeiro em que nos conhecemos e funcionamos como uma turma. 5

6 NÚCLEO INTERPRETATIVO DA MURALHA DE D. DINIS O Núcleo Interpretativo da Muralha de D. Dinis foi a nossa paragem seguinte. Este reflete a preocupação do Banco de Portugal com a proteção e valorização do património e constitui um contributo para a revitalização cultural da Baixa/Chiado, uma das zonas mais emblemáticas da cidade de Lisboa. Penso que esta foi a menos apelativa, talvez pelo calor que se fazia lá dentro ou pelo facto de o grupo ser demasiado grande para a largura do troço da muralha. Contudo, podemos observar fragmentos e artefactos muito interessantes, nomeadamente: almofarizes, estacas, cerâmicas, azulejos, um crânio de um cavalo, figuras de Santo António, entre outros. Diversos sons encenavam o espaço e remetiam-nos para os areais do Tejo, a força das marés, embarcações e o voo das gaivotas sobre o rio, o que nos motivava para a interpretação das ruínas e objetos encontrados, tendo em conta o contexto social e cultural da época a que remetiam. 6

7 MUSEU NACIONAL DE ARTE CONTEMPORÂNEA DO CHIADO A nossa última visita foi ao Museu Nacional de Arte Contemporânea do Chiado. Primeiro, participamos numa visita guiada pelas coleções permanentes do museu que, documentando a produção artística em Portugal, representam o mais importante acervo no que diz respeito à Arte Moderna e Contemporânea pertencente ao Estado. A abordagem usada pelo guia fez-nos desenvolver bastante o nosso sentido crítico na análise e confronto com as cerca de 100 obras presentes no edifício. A que mais nos chamou à atenção penso que foi o retrato da Viscondessa de Menezes, pintado pelo Visconde de Menezes. Este quadro tem a capacidade de quase nos encandear devido à luz quase cinematográfica com que foi pintada a viscondessa, senhora de grande beleza e formosura. Foi uma viagem emocionante sobre os vários movimentos e tendências artísticas cubismo, abstracionismo, futurismo e surrealismo. No fim, partimos para a visita autónoma à exposição Toda a Memória do Mundo do artista visual convidado Daniel Blaufuks. Esta está dividida em três espaços, de comunicação e partilha expositiva: uma biblioteca de consulta de obras relacionadas com o tema proposto nas paredes desse espaço podem ver-se igualmente algumas fotografias de objetos, uma ampla sala de exposição onde se apresenta um vasto núcleo de obras associadas a esta ideia e prática de um atlas de imagens sobre a memória e uma pequena sala de vídeo. 7

8 CIRCUSTÂNCIAS Apesar do pouco tempo que era destinado a cada visita, valeu a pena assim o ser, dado que, deste modo, pudemos visitar um maior número de museus e desenvolver o nosso sentido estético e crítico na análise/confronto com a obra de arte, bem como a nossa cultura geral e interesse face à História. Foi realmente uma pena não termos visitado, entre outros edifícios, a Sé de Lisboa, já que estávamos tão perto e já que os estilos arquitetónicos que esta contempla estão diretamente relacionados com as temáticas abordadas na disciplina de História e Cultura das Artes. Contudo, sabíamos que o tempo era escasso e os locais de visita propostos pelos professores foram também muito interessantes. REGRESSO Às 17h10, havia chegado a hora de regressar à Trofa. Esperavam-nos cerca de quatro horas de viagem, mas, felizmente, esta decorreu sem percalços. Fizemos uma pequena paragem para jantar e, ainda assim, conseguimos chegar antes das 22h30. É de realçar o excelente planeamento feito pelos professores responsáveis pela visita de estudo, já que esta decorreu nos horários estabelecidos e sem contratempos. Escola Secundária da Trofa, 19/02/2015 O Aluno: Andreia Almeida Brandão 8

Arte partilhada Redes Sem Mar 100 Anos de Arte Portuguesa

Arte partilhada Redes Sem Mar 100 Anos de Arte Portuguesa Arte partilhada 1 Arte partilhada Arte Partilhada é um conjunto de exposições itinerantes que expõem o património artístico do Millenium bcp. É o contributo direto do Millenium bcp no enriquecimento artístico

Leia mais

Projecto Anual com Escolas Ano lectivo 2010/2011

Projecto Anual com Escolas Ano lectivo 2010/2011 Projecto Anual com Escolas Ano lectivo 2010/2011 1. Enquadramento O Serviço Educativo da Casa das Histórias Paula Rego é entendido como um sector de programação que visa uma mediação significativa entre

Leia mais

Folha Informativa nº 84

Folha Informativa nº 84 Folha Informativa nº 84 Visita de Estudo e Institucional da Delegação Centro da AACDN ao Concelho de Pombal em 27-10-2012 Conforme o programado, realizou-se, no passado dia 27/10/2012 (Sábado), a visita

Leia mais

MUSEU DO AZULEJO APRESENTAÇÃO

MUSEU DO AZULEJO APRESENTAÇÃO MUSEU DO AZULEJO APRESENTAÇÃO O Museu Nacional do Azulejo tem por missão recolher, conservar, estudar e divulgar exemplares representativos da evolução da Cerâmica e do Azulejo em Portugal, promovendo

Leia mais

REDE MUNICIPAL DE MUSEUS

REDE MUNICIPAL DE MUSEUS MUNICÍPIO DE VISEU Informação do Presidente da Câmara Municipal AM 26.ABRIL.2013 REDE MUNICIPAL DE MUSEUS ACTIVIDADE MUNICIPAL E SITUAÇÃO FINANCEIRA Exmo. Senhor Presidente da Assembleia Municipal Exmos.

Leia mais

Aqui chegados, estamos certos de que o leitor destas linhas consegue rever-se a si ou à sua colectividade neste retrato genérico!!!!

Aqui chegados, estamos certos de que o leitor destas linhas consegue rever-se a si ou à sua colectividade neste retrato genérico!!!! Filarmónica Portuguesa de Paris Todos quantos acompanham de perto o fenómeno filarmónico, sejam músicos, dirigentes ou simples apreciadores das nossas bandas, sabem como é difícil criar, manter e gerir

Leia mais

MUSEU MUNICIPAL DR. JOSÉ FORMOSINHO

MUSEU MUNICIPAL DR. JOSÉ FORMOSINHO Câmara Municipal de Lagos Departamento de Educação, Cultura e Acção Social Serviço de Património Histórico e Museológico MUSEU MUNICIPAL DR. JOSÉ FORMOSINHO PLANO DE ACTIVIDADES PARA AS ESCOLAS DO CONCELHO

Leia mais

Separata do Guia Técnico Monumentos e Museus de Portugal, 2009. Palácio Nacional da Ajuda Lisboa

Separata do Guia Técnico Monumentos e Museus de Portugal, 2009. Palácio Nacional da Ajuda Lisboa Separata do Guia Técnico Monumentos e Museus de Portugal, 2009 Palácio Nacional da Ajuda Lisboa Palácio Nacional da Ajuda APRESENTAÇÃO O Real Paço de Nossa Senhora da Ajuda, iniciado em 1796, veio substituir

Leia mais

EDUCAÇÃO PATRIMONIAL 2013-2014. Centro de Arqueologia de Almada

EDUCAÇÃO PATRIMONIAL 2013-2014. Centro de Arqueologia de Almada EDUCAÇÃO PATRIMONIAL 2013-2014 Centro de Arqueologia de Almada Centro de Arqueologia de Almada O Centro de Arqueologia de Almada (CAA), criado em 1972, dedicou-se desde o início à investigação e divulgação

Leia mais

LIGA DOS COMBATENTES. Newsletter. Forte do Bom Sucesso / Museu do Combatente. Exmo(a). Sr(a). Bem-vindo à nossa newsletter mensal FBS

LIGA DOS COMBATENTES. Newsletter. Forte do Bom Sucesso / Museu do Combatente. Exmo(a). Sr(a). Bem-vindo à nossa newsletter mensal FBS Newsletter Exmo(a). Sr(a). Bem-vindo à nossa newsletter mensal FBS A partir de Março de 2014 estará patente no Museu do Combatente a exposição temática A Trincheira, com cenários hiper-realistas de luz

Leia mais

Programa de Incentivo em Lisboa Top Vip

Programa de Incentivo em Lisboa Top Vip Programa de Incentivo em Lisboa Top Vip Dia 1 Chegada dos participantes. Transfere para Belém em autocarro com acompanhamento de guia. Em Belém, área dedicada ao período das Descobertas, iremos encontrar

Leia mais

Transalpino - Viagens & Turismo, Lda. Av. Guerra Junqueiro, 28 C - 1000-167 Lisboa Tel. 21 843 64 40 Fax. 21 846 42 35 Alvará Op 411 / 83

Transalpino - Viagens & Turismo, Lda. Av. Guerra Junqueiro, 28 C - 1000-167 Lisboa Tel. 21 843 64 40 Fax. 21 846 42 35 Alvará Op 411 / 83 ITINERÁRIO DE VIAGEM 1º Dia 14 Outubro 2011 Lisboa / Porto 07h30 - Saída em autocarro em direcção ao Porto. Paragem na estação de serviço Mealhada (15 minutos). Chegada ao Porto pelas 11h00. Visita do

Leia mais

Trabalho Prático. Breve descrição de conceitos e desenvolvimento teórico da temática

Trabalho Prático. Breve descrição de conceitos e desenvolvimento teórico da temática Trabalho Prático Designação do Projecto Proposta de Valorização da Zona Ribeirinha do Montijo Tema Cidades Saudáveis e Respostas Locais Breve descrição de conceitos e desenvolvimento teórico da temática

Leia mais

Vanguardas Históricas I

Vanguardas Históricas I Vanguardas Históricas I As transformações do início do século XX e as vanguardas históricas Os avanços da ciência realizados a partir do século XIX mudaram a percepção da realidade e conduziram, no campo

Leia mais

Centro de Arqueologia de Almada Actividades de Educação Patrimonial. Campo de Simulação Arqueológica

Centro de Arqueologia de Almada Actividades de Educação Patrimonial. Campo de Simulação Arqueológica Centro de Arqueologia de Almada Actividades de Educação Patrimonial Facilitar a apropriação de memórias colectivas pelas novas gerações. O departamento pedagógico do Centro de Arqueologia de Almada, vocacionado

Leia mais

Crescer com. Histórias... Magusto. 3ª Edição Novembro de 2014 Dir. Edição: Vânia Lemos Gratuito. www.ahma.pt

Crescer com. Histórias... Magusto. 3ª Edição Novembro de 2014 Dir. Edição: Vânia Lemos Gratuito. www.ahma.pt 3ª Edição Novembro de 2014 Dir. Edição: Vânia Lemos Gratuito Av. Bernardino Máximo Albuquerque, nº 35 3850-017 Albergaria-a-Velha Tel.: 234 525 545 Fax: 234 523 381 e-mail: ahma_ipss@sapo.pt www.ahma.pt

Leia mais

FOTO-AVENTURA. Nikon D600. 85mm. f/16. 10. ISO 100. 10 zoom - FOTOGRAFIA PRÁTICA

FOTO-AVENTURA. Nikon D600. 85mm. f/16. 10. ISO 100. 10 zoom - FOTOGRAFIA PRÁTICA FOTO-AVENTURA Nikon D600. 85mm. f/16. 10. ISO 100 10 zoom - FOTOGRAFIA PRÁTICA Nova Zelândia CADA QUILÓMETRO É UMA POTENCIAL FOTOGRAFIA IR AO OUTRO LADO DO MUNDO APENAS PARA FOTOGRAFAR NÃO É PARA QUALQUER

Leia mais

WORKSHOPS Jovens dos 12 aos 15 anos

WORKSHOPS Jovens dos 12 aos 15 anos VERÃO 2011 WORKSHOPS Jovens dos 12 aos 15 anos Oficina de BD Neste workshop não se faz apenas banda desenhada: faz-se um fanzine de banda desenhada! Vamos criar uma história com base no teu imaginário

Leia mais

Projeto Pedagógico e de Animação Do Estremoz Férias 2015

Projeto Pedagógico e de Animação Do Estremoz Férias 2015 Projeto Pedagógico e de Animação Do Estremoz Férias 2015 Índice 1. Objetivos gerais:... 4 2. Objetivos específicos:... 5 3. Estratégias Educativas e Pedagógicas... 6 4. Atividades Sócio-Educativas... 7

Leia mais

As portas do nosso passado estão no Museu de Évora Visite-nos!

As portas do nosso passado estão no Museu de Évora Visite-nos! As portas do nosso passado estão no Museu de Évora Visite-nos! O Museu de Évora, para além de oferecer as designadas «visitas clássicas» que criam pontes de contacto entre os diversos públicos que o visitam

Leia mais

Relatório da visita da Comissão para a Ética, a Cidadania e a Comunicação ao Porto, nos dias 18 e 19 de fevereiro de 2013

Relatório da visita da Comissão para a Ética, a Cidadania e a Comunicação ao Porto, nos dias 18 e 19 de fevereiro de 2013 Relatório da visita da Comissão para a Ética, a Cidadania e a Comunicação ao Porto, nos dias 18 e 19 de fevereiro de 2013 20 de fevereiro de 2013 Índice 1 Objetivo da visita... 3 2 Delegação... 3 3 Visita

Leia mais

OPERAÇÕES COFINANCIADAS EM REGIME DE OVERBOOKING PELO QREN, NO ÂMBITO DO PROGRAMA OPERACIONAL DE LISBOA

OPERAÇÕES COFINANCIADAS EM REGIME DE OVERBOOKING PELO QREN, NO ÂMBITO DO PROGRAMA OPERACIONAL DE LISBOA OPERAÇÕES COFINANCIADAS EM REGIME DE OVERBOOKING PELO QREN, NO ÂMBITO DO PROGRAMA OPERACIONAL DE LISBOA Promoção e divulgação dos Jardins da Fundação Calouste Gulbenkian - Centro Interpretativo Gonçalo

Leia mais

FACULDADE DE CIÊNCIAS SOCIAIS E HUMANAS DA UNIVERSIDADE NOVA DE LISBOA

FACULDADE DE CIÊNCIAS SOCIAIS E HUMANAS DA UNIVERSIDADE NOVA DE LISBOA FACULDADE DE CIÊNCIAS SOCIAIS E HUMANAS DA UNIVERSIDADE NOVA DE LISBOA DEPARTAMENTO DE HISTÓRIA DA ARTE LICENCIATURA E MESTRADO EM HISTÓRIA DA ARTE DOCENTE: PROFESSOR DOUTOR CARLOS MOURA VIAGEM A MADRID:

Leia mais

Lisboa e Espanha - 12 noites/13 dias Excursão com Guia - Somente Terrestre

Lisboa e Espanha - 12 noites/13 dias Excursão com Guia - Somente Terrestre Lisboa e Espanha - 12 noites/13 dias Excursão com Guia - Somente Terrestre Pacote Inclui: - Serviço Assistência Telefônica 24 HORAS - Ônibus turístico. - Guia acompanhante em espanhol - Traslados de Chegada

Leia mais

3.3 Guião de visita de estudo ao Museu Municipal Amadeo de Souza-Cardoso

3.3 Guião de visita de estudo ao Museu Municipal Amadeo de Souza-Cardoso 3.3 Guião de visita de estudo ao Museu Municipal Amadeo de Souza-Cardoso 1 O museu Panorâmica do antigo convento dominicano de S. Gonçalo, em Amarante, onde se encontra instalado o Museu Municipal Amadeo

Leia mais

O Q U E É U M REL Ó G I O DE S O L? Relógio de Sol é um instrumento que determina as divisões. do dia através do movimento da sombra de um objecto, o

O Q U E É U M REL Ó G I O DE S O L? Relógio de Sol é um instrumento que determina as divisões. do dia através do movimento da sombra de um objecto, o O Q U E É U M REL Ó G I O DE S O L? Relógio de Sol é um instrumento que determina as divisões do dia através do movimento da sombra de um objecto, o gnómon, sobre o qual incidem os raios solares e que

Leia mais

PORTUGAL EMOTIONS CASA DA CALDEIRA

PORTUGAL EMOTIONS CASA DA CALDEIRA TURISMO REGIÃO CENTRO 2014 PORTUGAL EMOTIONS CASA DA CALDEIRA Enoturismo Sabores da Rolha ROTEIRO TURÍSTICO Z. CENTRO Sabores da Rolha propõe uma visita a uma região rica em diversidade cultural e paisagística

Leia mais

ROTEIRO TURISTICO DO ALENTEJO

ROTEIRO TURISTICO DO ALENTEJO 2014 ROTEIRO TURISTICO DO ALENTEJO ROTEIRO TIPO Enoturismo Sabores da Rolha ROTEIRO ENOTURÍSTICO ALENTEJO DIA 1 Transfere do aeroporto da Portela (Lisboa) para o hotel Miraparque, (aprox. 30m). Acolhimento

Leia mais

Projeto Pedagógico e de Animação Do Estremoz Férias

Projeto Pedagógico e de Animação Do Estremoz Férias Projeto Pedagógico e de Animação Do Estremoz Férias Índice 1. Objetivos gerais:... 4 2. Objetivos específicos:... 5 3. Estratégias Educativas e Pedagógicas... 6 4. Atividades Sócio-Educativas... 7 5. Propostas

Leia mais

1º LUGAR TIAGO NORONHA

1º LUGAR TIAGO NORONHA 1º LUGAR TIAGO NORONHA Vejo um edifício gigante completamente debilitado, a necessitar urgentemente de uma arquiteta. À minha volta tenho "Diversão" o teatro politeama, "Cultura" no Coliseu e "Concertos

Leia mais

O Museu Afro-Brasil (SP) como lugar de memória e salvaguarda do patrimônio cultural para o povo-de-santo: narrativas institucionais sobre o Candomblé.

O Museu Afro-Brasil (SP) como lugar de memória e salvaguarda do patrimônio cultural para o povo-de-santo: narrativas institucionais sobre o Candomblé. O Museu Afro-Brasil (SP) como lugar de memória e salvaguarda do patrimônio cultural para o povo-de-santo: narrativas institucionais sobre o Candomblé. Elizabeth Castelano Gama* O artigo propõe discutir

Leia mais

Centro de Informação Europeia Jacques Delors. Oferta formativa

Centro de Informação Europeia Jacques Delors. Oferta formativa Oferta formativa 2009/2010 Centro de Informação Europeia Jacques Delors DGAE / Ministério dos Negócios Estrangeiros Curso de Formação «A Cidadania Europeia e a Dimensão Europeia na Educação» Formação acreditada,

Leia mais

REVITALIZAÇÃO DO MUSEU GRUPPELLI

REVITALIZAÇÃO DO MUSEU GRUPPELLI REVITALIZAÇÃO DO MUSEU GRUPPELLI Diego Lemos Ribeiro (Coordenador da Ação de Extensão) Diego Lemos Ribeiro 1 Renata Brião de Castro 2 Fabiani Garcia Lemos 3 Bruina Duran 4 Mariangela Alves dos Santos 5

Leia mais

Crónica do dia 28 de Maio de 2016: Vila Velha de Ródão Ortiga 1ª ETAPA

Crónica do dia 28 de Maio de 2016: Vila Velha de Ródão Ortiga 1ª ETAPA Crónica do dia 28 de Maio de 2016: Vila Velha de Ródão Ortiga 1ª ETAPA Em Vila Velha de Ródão, iniciou-se em 28 de Maio de 2016 o IV Cruzeiro Religioso e Cultural do Tejo. Percorrerá o Tejo até Oeiras,

Leia mais

Agrupamento de Escolas D. Maria II Escola Básica e Secundária de Gama Barros AUDITORIA ECO - ESCOLAS

Agrupamento de Escolas D. Maria II Escola Básica e Secundária de Gama Barros AUDITORIA ECO - ESCOLAS AUDITORIA ECO - ESCOLAS 691 respostas Em tua casa é habitual separar alguns resíduos e colocá-los para reciclar por exemplo no eco-ponto? Sim 524 76% Não 167 24% Se respondeste Sim, quais? Papel 466 84%

Leia mais

1. A REDE a. Quem somos? b. O que queremos? c. Carteira de projetos 1. QUEM SOMOS?

1. A REDE a. Quem somos? b. O que queremos? c. Carteira de projetos 1. QUEM SOMOS? 1. A REDE a. Quem somos? b. O que queremos? c. Carteira de projetos 1. QUEM SOMOS? A criação da Rede de Castelos e Muralhas do Mondego recupera, como o próprio nome indica, uma linha militar criada há

Leia mais

Notícias da Quinta do Outeiro

Notícias da Quinta do Outeiro 11ª Edição 112 12 de fevereiro de 2015 Notícias da Quinta do Outeiro Editorial Apresentamos a décima primeira edição das Notícias da Quinta do Outeiro - Lar para Idosos, Lda, que estará disponível em formato

Leia mais

Igreja Santo António de Lisboa

Igreja Santo António de Lisboa Especialmente criado para: Igreja Santo António de Lisboa Peregrinação a Itália por ocasião do Ano da Misericórdia 30 de Junho a 7 de Julho 2016 Acompanhada por Frei Francisco Sales Programa de Viagem

Leia mais

CÂMARA MUNICIPAL DE LISBOA

CÂMARA MUNICIPAL DE LISBOA CÂMARA MUNICIPAL DE LISBOA DIRECÇÃO MUNICIPAL DE CULTURA GRUPO DE TRABALHO PARA AS COMEMORAÇÕES MUNICIPAIS DO CENTENÁRIO DA REPÚBLICA PLANO DE ACTIVIDADES (2010) Lisboa, Dezembro de 2009 1 Comemorações

Leia mais

5.3.26 IDENTIFICAÇÃO: ESTAÇÃO DE CORREIOS DE SANTARÉM. Designação: Localização: Largo Cândido dos Reis. Empresa que presta serviços de comunicações

5.3.26 IDENTIFICAÇÃO: ESTAÇÃO DE CORREIOS DE SANTARÉM. Designação: Localização: Largo Cândido dos Reis. Empresa que presta serviços de comunicações 5.3.26 IDENTIFICAÇÃO: Designação: Localização: Função: ESTAÇÃO DE CORREIOS DE SANTARÉM Largo Cândido dos Reis Empresa que presta serviços de comunicações Acesso exterior ao edifício Estacionamento Não

Leia mais

Museu Nacional da Arte Antiga

Museu Nacional da Arte Antiga Museu Nacional da Arte Antiga Índice 1. Horários e localização: 2. Ingresso 3. História do museu 4. Informações acerca do museu 5. As 10 obras de referência do MNAA 6. Coleções 1 - Horário e Localização

Leia mais

JAPÃO. Brasil desenhado. A grande viagem da Equipe do Brasil Desenhado começou. A recepção em Kumano, com sua fábrica secular de pincéis

JAPÃO. Brasil desenhado. A grande viagem da Equipe do Brasil Desenhado começou. A recepção em Kumano, com sua fábrica secular de pincéis www.brasildesenhado.com.br Brasil desenhado EDIÇÃO 1 - ANO 1-2014 - Revista do Brasil Desenhado A produção de papel branqueado na neve, que é feita em Gokayama: sua fabricação e os diferentes produtos

Leia mais

LISBOA. Em Lisboa é que nascem as gaivotas. Que pena meu amor o mar não ser Um copo de água pura. De água para A sede que em Lisboa eu vi nascer.

LISBOA. Em Lisboa é que nascem as gaivotas. Que pena meu amor o mar não ser Um copo de água pura. De água para A sede que em Lisboa eu vi nascer. EXPOSIÇÃO DE ARTES VISUAIS Abril MMVIII TÍTULO: IMPRESSÕES DE LISBOA TÉCNICA: DIGITAL MEDIA Nº DE QUADROS : 18 PREÇO : NEGOCIÁVEL NOTA : Originais em formato digital concebidos em alta resolução. Todas

Leia mais

Tema: Ambiente na Educação Infantil Devolução Observação do Grupo 04 Matutino Professora Rita Landeiro

Tema: Ambiente na Educação Infantil Devolução Observação do Grupo 04 Matutino Professora Rita Landeiro Tema: Ambiente na Educação Infantil Devolução Observação do Grupo 04 Matutino Professora Rita Landeiro Thais Almeida Costa A história dessa devolução começa há mais ou menos há uns 9 anos atrás. História

Leia mais

Atividades de educação ambiental

Atividades de educação ambiental 1213 Centro Atividades de educação ambiental Ambiental da Pena 1 Introdução / Com vista à preservação e gestão equilibrada dos recursos naturais existentes no nosso planeta e face às alterações que o mesmo

Leia mais

CLÁSSICA NACIONAL BARCELONA

CLÁSSICA NACIONAL BARCELONA CLÁSSICA NACIONAL BARCELONA A Federação Portuguesa de Columbofilia realizou a prova clássica nacional de Barcelona / Igualdada, no dia 29 de Junho de 2012. Os pombos percorreram distâncias situadas entre

Leia mais

novembro/2014 ALBUFEIRA/ AGENDA albufeira.pt 2ª QUINZENA DESTAQUE

novembro/2014 ALBUFEIRA/ AGENDA albufeira.pt 2ª QUINZENA DESTAQUE novembro/2014 albufeira.pt ALBUFEIRA/ AGENDA 2ª QUINZENA DESTAQUE Festa da Psicomotricidade 22 de novembro -10h00 às 13h30 Sala Multiusos das Piscinas Municipais de Albufeira A Festa da Psicomotricidade

Leia mais

Paço dos Duques de Bragança Guimarães

Paço dos Duques de Bragança Guimarães Paço dos Duques de Bragança Guimarães 3 Paço dos Duques de Bragança APRESENTAÇÃO Situado na cidade de Guimarães, cujo centro histórico se encontra classificado pela UNESCO como Património da Humanidade,

Leia mais

Quatro dias no mar alto a bordo da Caravela Vera Cruz

Quatro dias no mar alto a bordo da Caravela Vera Cruz Quatro dias no mar alto a bordo da Caravela Vera Cruz Viagem de lançamento do veleiro WEST - 6-9 junho 2015 Projeto A ponte entre a escola e a Ciência Azul Ricardo Estevens, ES 2/3 Anselmo de Andrade,

Leia mais

- Visitas orientadas Público-alvo: público geral

- Visitas orientadas Público-alvo: público geral Criado em 2006, o Serviço Educativo do Museu de Santa Maria de Lamas (MSML) tem desenvolvido um conjunto de actividades pedagógicas e lúdicas, no sentido de divulgar o património integrado no seu vasto

Leia mais

Instituto de Oftalmologia Dr. Gama Pinto 120 anos de qualidade

Instituto de Oftalmologia Dr. Gama Pinto 120 anos de qualidade REPORTAGEM Homenagem Instituto de Oftalmologia Dr. Gama Pinto 120 anos de qualidade No Dia Mundial da Visão o Instituto de Oftalmologia Dr. Gama Pinto celebrou o seu aniversário. Para o assinalar realizou

Leia mais

Viagem a Dornes e Sertã

Viagem a Dornes e Sertã Viagem a Dornes e Sertã (19 e 20 de Março de 2011) Por: RuckFules 1 No fim de semana, aproveitando os belos dias de Sol com que a chegada da Primavera nos presenteou, decidi dar uma volta pelo interior,

Leia mais

Projeto Pedagógico e de Animação Do Estremoz Férias

Projeto Pedagógico e de Animação Do Estremoz Férias Projeto Pedagógico e de Animação Do Estremoz Férias Índice 1. Objectivos gerais:... 4 2. Objectivos específicos:... 5 3. Estratégias Educativas e Pedagógicas... 5 4. Actividades Sócio-Educativas... 6 5.

Leia mais

Plano Municipal de Melhoria e Eficácia da Escola 2013/1014. Uma estratégia para O Projeto Educativo Local

Plano Municipal de Melhoria e Eficácia da Escola 2013/1014. Uma estratégia para O Projeto Educativo Local Plano Municipal de Melhoria e Eficácia da Escola 2013/1014 Uma estratégia para O Projeto Educativo Local O que é um PMMEE? O Plano Municipal de Melhoria e Eficácia da Escola consiste num conjunto de objetivos

Leia mais

2 Grupos com Necessidades Especiais Programa de actividades criadas para grupos com necessidades educativas especiais. 3 Passaporte Escolar

2 Grupos com Necessidades Especiais Programa de actividades criadas para grupos com necessidades educativas especiais. 3 Passaporte Escolar ACTIVIDADES 2014-2015 Público Escolar de Actividades 2014-2015 Actividades de Ano Lectivo de actividades desenvolvidas de acordo com os objectivos preconizados nos programas escolares em vigor para cada

Leia mais

CRÓNICA DE UM FIM-DE-SEMANA DE GLÓRIA BSP TRIUNFANTE EM ESPANHA

CRÓNICA DE UM FIM-DE-SEMANA DE GLÓRIA BSP TRIUNFANTE EM ESPANHA CRÓNICA DE UM FIM-DE-SEMANA DE GLÓRIA BSP TRIUNFANTE EM ESPANHA A Banda Sinfónica Portuguesa participou no passado dia 26 de Abril no II CERTAMEN INTERNACIONAL DE BANDAS DE MÚSICA DE LA SÉNIA na Catalunha

Leia mais

RELENDO A HISTÓRIA AO LER HISTÓRIAS

RELENDO A HISTÓRIA AO LER HISTÓRIAS RELENDO A HISTÓRIA AO LER HISTÓRIAS BRASÍLIA ECHARDT VIEIRA (CENTRO DE ATIVIDADES COMUNITÁRIAS DE SÃO JOÃO DE MERITI - CAC). Resumo Na Baixada Fluminense, uma professora que não está atuando no magistério,

Leia mais

A iniciação à fé cristã das crianças de hoje - da teologia à pedagogia

A iniciação à fé cristã das crianças de hoje - da teologia à pedagogia ONDE MORAS? Ilustração de Capa, Madalena Matoso, 2009 ONDE MORAS? UMA PROPOSTA Tópicos para a intervenção inicial Maria da Conceição Moita A iniciação à fé cristã das crianças de hoje - da teologia à pedagogia

Leia mais

ESPAÇOS MUNICIPAIS. Normas de Utilização

ESPAÇOS MUNICIPAIS. Normas de Utilização ESPAÇOS MUNICIPAIS Normas de Utilização Janeiro 2010 DIRECÇÃO MUNICIPAL DE CULTURA 1 ÍNDICE INTRODUÇÃO 3 PARTE 1. NORMAS PARA UTILIZAÇÃO DOS ESPAÇOS 3 1.1. COMO APRESENTAR UMA PROPOSTA? 3 1.2. RESPONSABILIDADES

Leia mais

GUIA TURÍSTICO DE LISBOA

GUIA TURÍSTICO DE LISBOA 1 Escola secundária Professor José Augusto Lucas Geografia 2015/2016 GUIA TURÍSTICO DE LISBOA Estudo de Caso Trabalho realizado por: Leonor Moura nº20 Matilde Pires nº22 2 Introdução: Este é um estudo

Leia mais

Formadores (1º ano) Locais das oficinas. Data limite de inscrições

Formadores (1º ano) Locais das oficinas. Data limite de inscrições Sementes para a Criatividade É uma acção de formação constituída por duas oficinas, uma de escrita criativa e outra de artes plásticas, em que se prevê: a criação de uma narrativa ilustrada que será submetida

Leia mais

Aniversários. no CCB

Aniversários. no CCB Aniversários no CCB Para quem quer crescer de verdade e trazer sempre consigo os melhores amigos escolhidos a dedo... Fazer uma travessia no lago do tempo, numa jangada habitada por atores, bailarinos,

Leia mais

A Direção Municipal da Cultura dispõe de um conjunto de exposições e de apresentações multimédia, sobre diversos temas, que poderá disponibilizar

A Direção Municipal da Cultura dispõe de um conjunto de exposições e de apresentações multimédia, sobre diversos temas, que poderá disponibilizar A Direção Municipal da Cultura dispõe de um conjunto de exposições e de apresentações multimédia, sobre diversos temas, que poderá disponibilizar através de empréstimo, a instituições, nomeadamente, de

Leia mais

COLÉGIO CEC CENTRO EDUCACIONAL CIANORTE ED. INFANTIL, ENS. FUNDAMENTAL E MÉDIO - SISTEMA ANGLO DE ENSINO. Aluno (a): Série:

COLÉGIO CEC CENTRO EDUCACIONAL CIANORTE ED. INFANTIL, ENS. FUNDAMENTAL E MÉDIO - SISTEMA ANGLO DE ENSINO. Aluno (a): Série: COLÉGIO CEC CENTRO EDUCACIONAL CIANORTE ED. INFANTIL, ENS. FUNDAMENTAL E MÉDIO - SISTEMA ANGLO DE ENSINO Aluno (a): Série: Nº. Data: / /2012 Professor(a): Rosilene Ardengui 7º Ano CALIGRAFIA TÉCNICA OU

Leia mais

PORTEFÓLIO. » eventos. Museu de Lamego Largo de Camões 5100-147 Lamego

PORTEFÓLIO. » eventos. Museu de Lamego Largo de Camões 5100-147 Lamego Museu de Lamego Largo de Camões 5100-147 Lamego (+351) 254 600 230 mlamego@culturanorte.pt www.museudelamego.pt www.facebook.com/museu.de.lamego PORTEFÓLIO O Museu de Lamego...... está instalado no antigo

Leia mais

RevelarLx O Espaço e O Tempo

RevelarLx O Espaço e O Tempo RevelarLx O Espaço e O Tempo Mónica Queiroz E-mail: monica.marques.cm-lisboa.pt Marta Marques E-mail: marta.marques.cm-lisboa.pt Departamento de Bibliotecas e Arquivos Câmara Municipal de Lisboa Palácio

Leia mais

D9. DOSSIER DE RESULTADOS DO IV WORKSHOP. Serviços para animação de workshops de empreendedorismo cultural PR-02199

D9. DOSSIER DE RESULTADOS DO IV WORKSHOP. Serviços para animação de workshops de empreendedorismo cultural PR-02199 Serviços para animação de workshops de empreendedorismo cultural PR-02199 novembro 2014 ÍNDICE 1. ENQUADRAMENTO... 2 1.1 Objetivos... 2 1.2 Metodologia de trabalho... 2 2. RESULTADOS IV WORKSHOP... 4 2.1

Leia mais

CURRICULUM VITAE. - Licenciada em História pela Universidade Lusíada no ano lectivo de 1989/90, com a classificação de catorze valores

CURRICULUM VITAE. - Licenciada em História pela Universidade Lusíada no ano lectivo de 1989/90, com a classificação de catorze valores CURRICULUM VITAE 1. DADOS PESSOAIS Lucinda Maria Correia Lucas dos Santos Lopes Data de Nascimento: 20.07.1963 2. HABILITAÇÕES LITERÁRIAS - Licenciada em História pela Universidade Lusíada no ano lectivo

Leia mais

Dossier do Patrocinador 9º CONGRESSO

Dossier do Patrocinador 9º CONGRESSO 1 Dossier do Patrocinador 9º CONGRESSO 1 2 Exmos Senhores Porto, 30 de Março de 2016 Assunto:9º Congresso SPED A Sociedade Portuguesa de Estética Dentária (SPED) irá organizar o seu 9º Congresso nos dias

Leia mais

LEITURA ORIENTADA NA SALA DE AULA

LEITURA ORIENTADA NA SALA DE AULA LEITURA ORIENTADA NA SALA DE AULA UMA AVENTURA NA CIDADE COLEÇÃO UMA AVENTURA ATIVIDADES PROPOSTAS Leitura integral na sala de aula, por capítulos, um ou dois por aula Compreensão da narrativa Distinção

Leia mais

2º Apoios O Encontro tem o apoio da Câmara Municipal de Pombal, do Pombal Jornal e do fotógrafo profissional Jorge Figueiral.

2º Apoios O Encontro tem o apoio da Câmara Municipal de Pombal, do Pombal Jornal e do fotógrafo profissional Jorge Figueiral. 1 Regulamento do 1º Encontro de Fotografia para Solicitadores, Agentes de Execução e Estagiários 1º Organização O evento 1º Encontro de Fotografia para Solicitadores, Agentes de Execução e Estagiários

Leia mais

Em direção a Samsun, tiramos excelentes fotografias do avião a sobrevoar as águas serenas do Mar Negro.

Em direção a Samsun, tiramos excelentes fotografias do avião a sobrevoar as águas serenas do Mar Negro. Reunião de projeto na Turquia No dia 19 de abril de 2015, pelas 6 horas da manhã partimos do Aeroporto Sá Carneiro rumo à Turquia. Ao aterrarmos em Frankfurt, a surpresa foi enorme. Este aeroporto é uma

Leia mais

Para pensar o. livro de imagens. Para pensar o Livro de imagens

Para pensar o. livro de imagens. Para pensar o Livro de imagens Para pensar o livro de imagens ROTEIROS PARA LEITURA LITERÁRIA Ligia Cademartori Para pensar o Livro de imagens 1 1 Texto visual Há livros compostos predominantemente por imagens que, postas em relação,

Leia mais

Experimentar, Descobrir e Inventar na UEE do Sabugo

Experimentar, Descobrir e Inventar na UEE do Sabugo Experimentar, Descobrir e Inventar na UEE do Sabugo Olá a todos. Cá vimos nós partilhar mais novidades. Começamos o segundo período letivo e observamos as mudanças das nossas sementeiras, cresceram muito.

Leia mais

Vila Verde recebe brasileiros de Bom Despacho

Vila Verde recebe brasileiros de Bom Despacho Vila Verde recebe brasileiros de Bom Despacho *JACINTO GUERRA, de Brasília para o Portal de Aboim da Nóbrega Em 1967, quando o Dr.Laércio Rodrigues lançou seu livro História de Bom Despacho origens e formação,

Leia mais

Museu e Memória: os objectos contam a sua história Os objectos que encontras nos museus contam diversas histórias, sobre quem os fez, onde foram

Museu e Memória: os objectos contam a sua história Os objectos que encontras nos museus contam diversas histórias, sobre quem os fez, onde foram 4 Museu e Memória: os objectos contam a sua história Os objectos que encontras nos museus contam diversas histórias, sobre quem os fez, onde foram feitos e quando foram feitos. Queres saber algumas das

Leia mais

MUSEU DE ARTE CONTEMPORÂNEA DE SERRALVES

MUSEU DE ARTE CONTEMPORÂNEA DE SERRALVES MUSEU DE ARTE CONTEMPORÃ NEA DE SERRALVES www.serralves.pt 1 MUSEU DE ARTE CONTEMPORÂNEA DE SERRALVES APRESENTAÇÃO O Museu tem como objectivos essenciais a constituição de uma colecção representativa da

Leia mais

Andrea Lombardi Barbosa. Relatório ICOM-ITC 2015 Autumn Training Workshop. The Engaging Museum. Nov.2-10, 2015 Beijing, China

Andrea Lombardi Barbosa. Relatório ICOM-ITC 2015 Autumn Training Workshop. The Engaging Museum. Nov.2-10, 2015 Beijing, China Andrea Lombardi Barbosa Relatório ICOM-ITC 2015 Autumn Training Workshop The Engaging Museum Nov.2-10, 2015 Beijing, China Dia 01/11: Chegada a Beijing e apresentação dos participantes durante jantar 2

Leia mais

Associaram-se à iniciativa 34 entidades, desde organizações não governamentais, institutos públicos, tribunais e associações de cidadãos.

Associaram-se à iniciativa 34 entidades, desde organizações não governamentais, institutos públicos, tribunais e associações de cidadãos. 12.1. Semana Advogar pela Cidadania No seguimento do Dia da Consulta Jurídica Gratuita, realizado a 18 de Maio de 2006, o Conselho Distrital de Lisboa organizou a Semana ADVOGAR pela Cidadania que decorreu

Leia mais

Olá! Vamos lá? A viagem vai começar!

Olá! Vamos lá? A viagem vai começar! Olá! Com este guia exclusivo desenvolvido pelo Hotel Chácara do Mosteiro você terá um roteiro de viagem no litoral de São Paulo. Reunimos para você 10 lugares para você visitar enquanto estiver na Litoral

Leia mais

Casa Tugendhat. A Casa Tugendhat foi projectada pelo Arquitecto Ludwing Mies Van Der Rohe ( 1886-1969) e localiza-se em Brno, na República Checa.

Casa Tugendhat. A Casa Tugendhat foi projectada pelo Arquitecto Ludwing Mies Van Der Rohe ( 1886-1969) e localiza-se em Brno, na República Checa. Casa Tugendhat Casa Tugendhat A Casa Tugendhat foi projectada pelo Arquitecto Ludwing Mies Van Der Rohe ( 1886-1969) e localiza-se em Brno, na República Checa. O ARQUITECTO Ludwing Mies Van der Rohe nasceu

Leia mais

Serviços de Informação e Documentação Avenida das Forças Armadas 1649-026 Lisboa Tel: 217903024 Fax: 217903025 URL: http://biblioteca.iscte.

Serviços de Informação e Documentação Avenida das Forças Armadas 1649-026 Lisboa Tel: 217903024 Fax: 217903025 URL: http://biblioteca.iscte. Serviços de Informação e Documentação Avenida das Forças Armadas 1649-026 Lisboa Tel: 217903024 Fax: 217903025 URL: http://biblioteca.iscte.pt E-mail: biblioteca@iscte.pt Com a actividade Arte na Biblioteca

Leia mais

SECRETÁRIA DE ESTADO ADJUNTA E DA DEFESA NACIONAL. Tomada de posse dos órgãos sociais do Centro de Estudos EuroDefense-Portugal

SECRETÁRIA DE ESTADO ADJUNTA E DA DEFESA NACIONAL. Tomada de posse dos órgãos sociais do Centro de Estudos EuroDefense-Portugal INTERVENÇÃO DA SECRETÁRIA DE ESTADO ADJUNTA E DA DEFESA NACIONAL BERTA DE MELO CABRAL Tomada de posse dos órgãos sociais do Centro de Estudos EuroDefense-Portugal Lisboa, Instituto de Defesa Nacional,

Leia mais

DELIBERAÇÃO DO CONSELHO DIRECTIVO DA ENTIDADE REGULADORA DA SAÚDE (VERSÃO NÃO CONFIDENCIAL) I Introdução

DELIBERAÇÃO DO CONSELHO DIRECTIVO DA ENTIDADE REGULADORA DA SAÚDE (VERSÃO NÃO CONFIDENCIAL) I Introdução DELIBERAÇÃO DO CONSELHO DIRECTIVO DA ENTIDADE REGULADORA DA SAÚDE (VERSÃO NÃO CONFIDENCIAL) I Introdução Considerando as atribuições da Entidade Reguladora da Saúde (doravante ERS) conferidas pelo artigo

Leia mais

CENTRO DE ARTES DE SINES. Serviço Educativo e Cultural

CENTRO DE ARTES DE SINES. Serviço Educativo e Cultural CENTRO DE ARTES DE SINES Serviço Educativo e Cultural SEMANA DE EDUCAÇÃO ARTISTICA 2015 Em 2015 o Centro de Artes de Sines volta a dedicar especial atenção àquela que é uma das suas prioridades a Educação

Leia mais

Relatório de Actividades no Agrupamento de Escolas de Arraiolos Ano lectivo 2007-2008 Projecto ParticipAR Inovação para a inclusão em Arraiolos

Relatório de Actividades no Agrupamento de Escolas de Arraiolos Ano lectivo 2007-2008 Projecto ParticipAR Inovação para a inclusão em Arraiolos Relatório de Actividades no Agrupamento de Escolas de Arraiolos Ano lectivo 2007-2008 Projecto ParticipAR Inovação para a inclusão em Arraiolos Arraiolos Outubro 2008 Introdução O presente documento apresenta

Leia mais

O Regresso do Vapor a Coimbra Outubro de 2002. Comboios em Portugal (fotografia e história) http://combport.pt.to

O Regresso do Vapor a Coimbra Outubro de 2002. Comboios em Portugal (fotografia e história) http://combport.pt.to Comboios em Portugal (fotografia e história) O Regresso do Vapor a Coimbra Outubro de 2002 http://combport.pt.to Texto: João Pedro Joaquim Fotos: João Pedro Joaquim Nota Introdutória Nos últimos anos têm

Leia mais

SERVIÇO EDUCATIVO APRESENTAÇÃO

SERVIÇO EDUCATIVO APRESENTAÇÃO APRESENTAÇÃO O Serviço Educativo foi concebido com a missão de ressignificar o Museu da CARRIS como lugar de vivência coletiva, diálogo e partilha de múltiplas vozes, como território de reflexão e experimentação

Leia mais

RELATÓRIO DE ACTIVIDADES DO PRIMEIRO SEMESTRE DE EXISTÊNCIA DO CIGC. Introdução: JULHO. Actividades:

RELATÓRIO DE ACTIVIDADES DO PRIMEIRO SEMESTRE DE EXISTÊNCIA DO CIGC. Introdução: JULHO. Actividades: RELATÓRIO DE ACTIVIDADES DO PRIMEIRO SEMESTRE DE EXISTÊNCIA DO CIGC Centro de Interpretação Geológica de Canelas Lugar de Cima 4540-252 Canelas Arouca Introdução: O presente relatório descreve as actividades

Leia mais

MINISTÉRIO DA ECONOMIA E DO EMPREGO

MINISTÉRIO DA ECONOMIA E DO EMPREGO Diário da República, 2.ª série N.º 81 24 de abril de 2012 14547 do artigo 64.º da Lei n.º 12-A/2008, de 27 de fevereiro, a consolidação definitiva da mobilidade interna na categoria da assistente técnica

Leia mais

Conclusão [de um estudo sobre o Conselho]

Conclusão [de um estudo sobre o Conselho] A Socialização Democrática na Escola: o desenvolvimento sociomoral dos alunos do 1º CEB 279 Serralha, F. (2007). Conclusão. In A Socialização Democrática na Escola: o desenvolvimento sociomoral dos alunos

Leia mais

A IMAGEM COMO TRANSMISSORA DE CONHECIMENTO. Korina Costa

A IMAGEM COMO TRANSMISSORA DE CONHECIMENTO. Korina Costa Encontro de Ensino, Pesquisa e Extensão, Presidente Prudente, 22 a 25 de outubro, 2012 155 A IMAGEM COMO TRANSMISSORA DE CONHECIMENTO Korina Costa Arquiteta e Urbanista, Especialista em Docência do Ensino

Leia mais

Relató rió ART Sci. Eksperimenta 2014 Tallin

Relató rió ART Sci. Eksperimenta 2014 Tallin Relató rió ART Sci Eksperimenta 2014 Tallin Participação portuguesa na trienal Eksperimenta 2014, mostra de trabalhos de arte contemporânea para estudantes, realizada na Estónia com o tema Arte e Ciência.

Leia mais

Agrupamento de Escolas António Rodrigues Sampaio Planificação Anual das Atividades Letivas

Agrupamento de Escolas António Rodrigues Sampaio Planificação Anual das Atividades Letivas Departamento Curricular/Ciclo: 1º Ciclo Disciplina: Expressões Artísticas e Físico-Motora Ano de escolaridade: 4º ano Ano letivo: 2015/2016 Perfil do aluno à saída do 1º ciclo: Participar na vida sala

Leia mais

Malta Sicília e Roma

Malta Sicília e Roma Malta Sicília e Roma Malta Sícilia e Roma De 15 a 28 de Setembro de 2016. 15/09: RIO - VALLETTA. Embarque para Malta. 16/09 (Sex) - VALLETTA Chegada em Valletta e encontro com o nosso guia acompanhante.

Leia mais

Os três principais pintores da chamada (e como tal historicamente fixada) «primeira geração» do modernismo português (em anos 10 e 20) foram Eduardo

Os três principais pintores da chamada (e como tal historicamente fixada) «primeira geração» do modernismo português (em anos 10 e 20) foram Eduardo I Os três principais pintores da chamada (e como tal historicamente fixada) «primeira geração» do modernismo português (em anos 10 e 20) foram Eduardo Viana (1881-1967), Amadeo de Souza-Cardoso (1887-1918)

Leia mais

I CFD. Área: ARTE Série: 6º ANO 1º TRIMESTRE ARTE VISUAL

I CFD. Área: ARTE Série: 6º ANO 1º TRIMESTRE ARTE VISUAL Série: 6º ANO 1º TRIMESTRE ARTE VISUAL. Arte Rupestre. Arte Africana. Arte Indígena Brasileira Valorizar o(s) autor (es) dos objetos culturais apreciados, conhecendo aspectos de suas principais obras;

Leia mais

João Grama. Hoje o mar não deixa NOTA DE IMPRENSA. Inauguração 17.02.16 19h00 18.02. 2016-01.05.2016 MECENAS EXCLUSIVO

João Grama. Hoje o mar não deixa NOTA DE IMPRENSA. Inauguração 17.02.16 19h00 18.02. 2016-01.05.2016 MECENAS EXCLUSIVO João Grama Hoje o mar não deixa Inauguração 17.02.16 19h00 18.02. 2016-01.05.2016 João Grama. Hoje o mar não deixa A presente obra em vídeo de João Grama aborda as tensões percetivas entre o ver e o dizer,

Leia mais

DELIBERAÇÃO DO CONSELHO DIRECTIVO DA ENTIDADE REGULADORA DA SAÚDE I INTRODUÇÃO

DELIBERAÇÃO DO CONSELHO DIRECTIVO DA ENTIDADE REGULADORA DA SAÚDE I INTRODUÇÃO DELIBERAÇÃO DO CONSELHO DIRECTIVO DA ENTIDADE REGULADORA DA SAÚDE I INTRODUÇÃO Considerando as atribuições da Entidade Reguladora da Saúde (doravante ERS) conferidas pelo artigo 3.º do Decreto-Lei n.º

Leia mais

EPULMÃO. Nota de Abertura. Maio 2012 - Nº 05. Boletim informativo 05 - MAIO 2012 1

EPULMÃO. Nota de Abertura. Maio 2012 - Nº 05. Boletim informativo 05 - MAIO 2012 1 Boletim informativo Maio 2012 - Nº 05 Nota de Abertura Por Teles de Araújo Em Maio, entre as atividades da Fundação, devemos destacar a existência dum novo espaço em Lisboa que abre perspectivas para um

Leia mais