Balanço Huawei da Banda Larga Fevereiro/2013

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Balanço Huawei da Banda Larga Fevereiro/2013"

Transcrição

1 Balanço Huawei da Banda Larga Fevereiro/2013 Preparado pela HUAWEI TECHNOLOGIES CO., LTDA

2 Sumário Introdução Banda Larga Móvel no mundo no Brasil Banda Larga Fixa no mundo no Brasil Tendências 2013 Considerações Finais 2

3 O que é banda larga(bl)? Banda larga, segundo a Comissão da UIT e Unesco: Always-on, alta capacidade; transportar grande volume de dados por segundo e não a uma velocidade particular; Na prática, a banda larga possibilita o fornecimento combinado de voz, dados e vídeo ao mesmo tempo. Banda larga fixa, segundo a UIT: Acesso fixo à internet com velocidade de downloadigual ou superior a 256 kbps. O total de acessos banda larga fixa do Brasil é estimado pela Teleco a partir dos acessos fixos iguais ou superiores a 256 kbps divulgados pelas operadoras. A Anatel divulga o total de acessos de dados incluindo todas as velocidades. 3

4 Banda larga móvel Bandalargamóvel,segundoaUIT: Acessos móveis que não contrataram um pacote de dados, mas que estabeleceram uma conexão de dados nos últimos 3 meses com velocidades anunciadas iguais ou superiores a 256 kbps; Acessos móveis que contrataram um pacote dedicado de dados de forma separada dos serviços de voz, sejam eles utilizados ou não. A definição não menciona velocidade. Banda larga móvel, segundo a Anatel: Acessos móveis via aparelhos 3G utilizando tecnologia WCDMA. Acessos móveis via terminais de dados banda larga(modems 3G) Notas: 1. A partir do 2º semestre de 2012 a Anatel deixou de incluir terminais de dados M2M (machine-to-machine) comoblmóvel.apartirdestaediçãoobalançohuaweipassaaadotarestanovadefinição. 2. Pesquisa realizada pelo Balanço Huawei, no 4T11, em 5 capitais brasileiras mostrou que 79% dos que possuíam celular 3G costumavam acessar a internet. 4

5 Sumário Introdução Banda Larga Móvel no mundo no Brasil Banda Larga Fixa Tendências 2013 Considerações Finais 5

6 Evolução das tecnologias A implantação de novas tecnologias exige: Liberação de mais espectro de frequências Dispositivos que operem nestas tecnologias Aumento na capacidade do backhaulcom a conexão da maior parte das ERBscom fibra. 6

7 O crescimento da banda larga no mundo Fonte UIT e Teleco A banda larga móvel no mundo cresceu 23,8% e a fixa 8,7% em O crescimento médio anual (CAGR) da banda larga móvel entre 2007 e 2012 foi 39,2% e o da banda larga fixa, 12,8%. Em 2012 a banda larga móvel ultrapassou o dobro de acessos da banda larga fixa. 7

8 Crescimento da banda larga móvel em 2012 O 3G com a tecnologia HSPA teve um acréscimo de 23% em 2012, enquanto que na tecnologia EVDO não houve adição líquida de acessos. O crescimentode acessos LTEfoi expressivo em 2012: 56,3% no último trimestree 627% ao longo do ano. Fonte: GSA, CDG 95% dos acessos LTE estão concentrados na América do Norte e na Ásia, principalmente nos EUA, Coreia, Japão e Canadá. Acessos LTE no mundo: 37,6 milhões nos EUA e Canadá 21,6 milhões da Verizon 27,3 na região Ásia-Pacífico 8,7 milhões da NTT DoCoMo 3,3 milhões na Europa 98 mil na América Latina Fonte: 4G américas, 4T12. 8

9 Novas tecnologias permitem aumentar as velocidades da BL móvel Fonte: GSA e 4G Américas Em Mar/13existiam158 redes LTE em operação comercial distribuídos em 63 países. 58% das redes 3G eram HSPA+ em Mar/ novas redes LTE devem entrar em operação comercial até o fim de

10 Velocidade da banda larga móvel Fonte: RootMetrics e Teleco Nota : Pesquisa realizada com as 4 maiores operadoras dos EUA, utilizando a vel. média de cada operadora, para determinar a vel. média, em um determinado mercado. Nos Estados Unidos, país mais avançado em 4G,a velocidade do acesso 3G/4G nas principais cidades é de cerca de 11 Mbps:Orlando (11 Mbps), Kansas City (10,9 Mbps) e San Jose (10,9 Mbps). A cidade onde a velocidade é mais lenta é Buffalo, N. Y. (3,8 Mbps). No Brasila velocidade média do acesso 3G era 1,2 Mbps no 3T12. (Akamai) 10

11 Velocidade LTE no mundo Fonte: Opensignal A Suécia tem a mais rápida rede LTE, com média de 22,1 Mbps. A velocidade média de downloaddas redes LTE nos EUA é de 9,6 Mbps. AT&T:13 Mbps Verizon: 10 Mbps Sprint: 7,7 Mbps Metro PCS: 1,2 Mbps. Nota: A velocidade é medida por usuários voluntários que fazem o download do aplicativo da Opensignal. 11

12 Smartphones impulsionam o uso de dados Fonte: Fornecedores, Teleco e IDC Smartphones estão se tornando o principal dispositivo de acesso à internet, superando ospcs.em2012,asvendasdepcscaíram3,2%,enquantoasdesmartphonescresceram 44,1%. Outros dispositivos como os ereaders e tablets também estão estimulando o crescimento da banda larga móvel. No 4T12 foram embarcados 52,5 milhões de tablets, um aumento de 89% em relação ao 4T11. 12

13 Sistemas operacionais Fonte: IDC O sistema operacional Android estava presente em 70% dos smartphones vendidos no mundo no 4T12. EmOut/12oAndroideaApplepossuíamamesmaquantidadedeaplicativos(700mil), segundo o Google. 13

14 Dispositivos LTE no mundo Fonte: GSA O número de smartphones LTE triplicou em menos deum ano (eram 64 em Mar/2012). Para ser compatível em distintos mercados, um dispositivo 4G tem que operar em várias faixas de frequência e também em 3G e 2G. As redes LTE serão utilizadas inicialmente para dados, enquanto os serviços de voz continuarão sendo cursados nas redes 3G e 2G. A voz sobre a rede LTEserá VoIP e requer um elemento adicional na rede da operadora para tratamento das chamadas. 14

15 Planos de serviço BL móvel no mundo Verizon Pacote 1GB 2GB 4GB 6GB 8GB 10GB Preço(US$) AT&T Estados Unidos Pacotes Incluem voz e SMS Pacote 0,3 GB 3GB 5GB Preço(US$) AT&T e Verizonnão mencionam velocidade, as operadoras europeias sim. Não existe diferença entre planos de dados 3G e 4G. 61% dos usuários de smartphone nos Estados Unidos possuem planos de dados compartilhados entre vários dispositivos. O2 Alemanha Europa Pacote 1GB 5GB 7,5GB 10GB Velocidade até (Mbps) 3,6 7,2 21,1 50 Preço (EUR) Vodafone Portugal Pacote 0,15 GB 0,5GB 1GB Velocidade até (Mbps) 7,2 14,4 21,6 Preço (EUR) TMN Portugal Pacote ilimitado ilimitado Velocidade até (Mbps) Preço (EUR)

16 Sumário Introdução Banda Larga Móvel no mundo no Brasil Banda Larga Fixa Tendências 2013 Considerações Finais 16

17 Crescimento da banda larga móvel no Brasil Projeção Em fevereiro/13, a banda larga móvel atingiu 65,7 milhões de acessos, acumulando um aumento de 11% neste ano. Em 2012 foram adicionados 22 milhões de acessos banda larga móvel, registrando um crescimento de 59% ao ano. O crescimento é maior nos aparelhos 3G, principalmente smartphones. Fonte: Anatel Nota: a partir do 2º semestre de 2012 a Anatel deixou de incluir terminais de dados M2M (machine-tomachine) como BL móvel 17

18 Conversão da base de celulares para 3G no Brasil Fonte: Anatel e Teleco Nos dois primeiros meses de 2013 ogsm perdeu 5,5 milhões de acessos. Nos Estados Unidos a AT&T pretende desligar a sua rede GSM em Em 2012 a participação da BL móvel no total de celulares do Brasil ultrapassou a média mundial. 18

19 Densidade maior que na América latina Fonte: UIT e Teleco Em 2012 a densidade de banda larga móvel no Brasil atingiu 30,0 acessos/100 hab. Em Fev/2013, aumentou para 33,3 acessos/100 habitantes. 19

20 Acessos BL móvel das operadoras Fonte: Anatel e Teleco Acessos Banda Larga Móvel Milhões 1S Fev/13 Claro 16,3 23,6 27,2 Vivo 16,7 16,7 16,8 TIM 15,0 13,1 14,5 Oi 4,5 5,4 6,7 20

21 Acessos via aparelhos 3G Fonte: Anatel e Teleco Participação dos aparelhos 3G no total de acessos via aparelhos da operadora Acessos via Aparelhos 3G Milhões Fev/13 Claro 0,57 6,8 13,9 21,7 25,2 TIM 1,2 2,7 7,1 12,3 13,7 Vivo 1,7 4,4 10,9 13,5 13,6 Oi 0,57 0,63 1,1 4,7 5,9 21

22 Terminais de dados Acessos via Terminais de Dados BL Móvel Milhões 1S Fev/13 Vivo 3,07 3,18 3,21 Claro 1,71 1,98 2,01 TIM 0,84 0,82 0,78 Oi 0,59 0,74 0,75 22

23 Receita de dados Fonte: Teleco e Operadoras A participação da receita de dados cresce no mundo inteiro. Nas operadoras japonesas ela já superou os 55%, nos Estados Unidos é cerca de 45% e na Europa é superior a 34%. A receita de dados da SoftBank (Japão) era 64,4% da receita de serviço no 4T12. Na América Latina, a receita de dados da Telecom Personalatingiu 43% da receita de serviços no 4T12. No Brasil, a Vivo vem liderando este processo, representado 28,6% da receita líquida de serviços no 4T12. 23

24 Dados: fonte de receita cada vez mais importante para as operadoras Fonte: Teleco e Operadoras Com a tendência de queda da participação da receita de voz, os serviços de dados se tornam uma fonte importante de receita para as operadoras. Em 2012, a receita líquida de dados foi de R$ 13,3 bilhões no Brasil e representou 22,1% da receita líquida de serviços. 24

25 Receita de dados no Brasil Fonte: Teleco e Operadoras Receita de dados cresce aceleradamente no Brasil: 28,0% em Esta tendência é estimulada pelo crescimento da venda de smartphones. Na Vivo, pacotes de dados para acesso à internet representaram 50% da receita líquida de dados em MasoserviçodevozaindacontinuacrescendonoBrasil:2,2%em

26 Evolução da cobertura 3G Fonte: Teleco Na banda larga móvel um município é considerado atendido quando a área de coberturaéequivalenteapelomenos50%dasuaáreaurbana. Se o município é considerado atendido, contabiliza-se a totalidade de sua população como coberta. Em Fev/2013, quase 60% dos municípios brasileiros estavam atendidos por banda larga móvel. Em termos populacionais este número equivale a 88,1% de cobertura. 26

27 Compromissos de cobertura da BL móvel Metas para Abr/13 Municípios com pop. > 100 mil 50% dos municípios com pop. entre 30 e 100 mil 15% dos municípios com menos de 30 mil Nota: A partir de Abr/2013 as operadoras têm que atender 15% dos municípios com menos de 30 mil hab., a cada ano, até atingir 60% do total. 27

28 Coberturada bandalargamóvel por operadora Fonte: Anatel e Teleco Vivo mantém a liderança de cobertura 3G atendendo municípios e 86,4% da população em fevereiro de A Vivo encerrou 2012 com mais de 55% dos municípios brasileiros atendidos pela banda larga móvel. 28

29 Cobertura da banda larga móvel por municípios e população Em Fev/2013, metade da população brasileira estava atendida com banda larga móvel por 4 operadoras. Todas as capitais de estado e municípios com mais de 500 mil hab. são atendidos por 4 operadoras. Mas 40,5% dos municípios ainda não são atendidos por nenhuma operadora. Fonte: Teleco Municípios não atendidos Centro-Oeste 260 Norte 279 Nordeste 985 Sul 405 Sudeste 324 Fonte: Teleco 29

30 Municípios e população cobertos por UF em Fev/2013 Fonte: Teleco AcoberturadaBLmóvelémaiornoSudeste. A cobertura da BL móvel em Pernambuco alcançou a marca dos 50% de municípios cobertos. E no Amazonas ultrapassou os 38%. A Vivo é responsável pela significativa cobertura no estado do Pará, com 65% dos municípios e 83,2% da população. 30

31 Planos de serviço pós-pagos de BL móvel(smartphone) no Brasil Todas as operadoras estão cobrando por volume de dados nos planos pós-pagos. Vivo Claro TIM Oi Pacotes Pós-pago (Smartphone) 100 MB, 300MB, 500MB, 2GB, 5GB e 10GB 300MB, 500MB, 2GB, 5GB 300MB 30MB, 50MB, 100MB, 200MB, 500MB, 1GB, 2GB Fonte: Teleco Operadora Vivo Claro TIM Oi Ao atingir o limite da franquia: Reduz a velocidade de conexão para 16, 128 ou 256 Kbps, conforme o plano, e oferece ao cliente a opção de não redução da velocidade com o pagamento por MB adicional. reduz a velocidade de conexão para 64 ou 128 Kbps, conforme o plano, até o início do próximo ciclo. reduz a velocidade de conexão para 50 Kbps até o início do próximo ciclo. Reduz a taxa de transmissão para 150 Kbps até o início do próximo ciclo. 31

32 Comparação internacional de pacotes de banda larga móvel Nota: EUR 1 = R$ 2,69 Fonte: Teleco A média de preços no Brasil para pacotes de dados está caindo, mas continua acima dos valores praticados em outros países. Carga tributária e câmbio prejudicam o Brasil nesta comparação. A média de preços no Brasil para pacotes de 2GB apresentou queda de 19,6% entre 4T11e4T12. As operadoras estão customizando seus pacotes para diferentes usos como , redes sociais, chat ou acesso à internet convencional. 32

33 Planos de serviço pré-pagos de banda larga móvel no Brasil Todas as operadoras oferecem planos de dados pré-pagos. Vivo Claro TIM Oi Pacotes Pré-pagos 200MB 10MB, 100MB, 150MB, 300MB 10MB 5MB, 15MB, 30MB Fonte: Teleco Oferta de pacotes de dados pré-pagos por dia (Oi, TIM e Claro), por semana (Oi), por quinzena(claro)oupormês(vivo,oieclaro). A Claro oferece dois planos para acesso por 30 dias com velocidades e tarifas diferenciadas. 33

34 Quadro de planos pré-pagos no Brasil e América Latina Planos diários Brasil 4T12 Preço Volume Velocidade Claro R$ 0,50 10MB 0,5 Mbps TIM R$ 0,50 10MB 1 Mbps Oi R$ 0,50 5MB 1 Mbps América Latina 4T12 Preço Volume Movistar (México) R$ 2,97 100MB América Móvil(Argentina) R$ 0,41 10MB América Móvil(México) R$ 2,97 30MB América Móvil(México) R$ 4,54 50MB América Móvil(México) R$ 7,67 150MB Nota: Velocidade de 1Mbps Fonte: Teleco Nota: Velocidade de 1Mbps Nota: US$ 1 = R$ 2,04; US$ 1 = $ 13,03 (Peso Mex.); US$ 1 = 478,35 (Peso Ch.); US$ 1 = 4,91 (Peso Ar.) Planos mensais Brasil 4T12 Preço Volume Velocidade Vivo R$ 9,90 200MB 1 Mbps Claro R$ 11,90 300MB 0,5 Mbps Claro R$ 22,00 100MB 1,5 Mbps Oi R$ 9,90 30MB 1 Mbps América Latina 4T12 Preço Volume Movistar (México) R$ 31,54 1GB América Móvil(México) R$ 46,81 1GB Entel Chile R$ 12,75 60MB Entel Chile R$ 17,02 150MB Oferta heterogênea de volume de dados, velocidades e taxa de conversão dificulta a comparação de preços entre Brasil e América Latina. 34

35 Como as operadoras estão posicionadas em 3G/4G no Brasil Fev/2013 Vivo Claro TIM Oi 3G na base de aparelhos 18,0% 38,2% 19,4% 12,0% Aparelhos 3G (milhões) 13,6 25,2 13,7 5,9 Terminais BL (milhões) 3,21 2,01 0,78 0,75 Municípios com 3G Rede WiFi Abrangente Não Não Não Sim Lançou 3G+ Sim Sim Não Não Lançou 4G Não Sim Não Não Banda em 2,5 GHz (MHz) Dados/Receita serviços (4T12) 28,6% ND 20,5% ND A implantação da rede 4G deve utilizar inicialmente as ERBs existentes. Cobertura com mais zonas de sombra que 3G. Melhora da cobertura deve vir com o crescimento da base. Os clientes 4G vão transitar entre as várias tecnologias: 3G+, 3G, GPRS/EDGE 35

36 Preços de dispositivos 3G no Brasil Nota: desbloqueados ou pré-pago Fonte: Teleco No4T12,opreçomédiodecelulares3G(smartphone)caiu2,3%quando comparado ao4t11. 36

37 Preços de dispositivos LTE no Brasil No Brasil, 8 smartphones LTE já foram homologados pela Anatel. Motorola RAZR HD Galaxy S3, Galaxy Express, Galaxy Note II XperiaZL OptimusG Lumia 920, Lumia 820 Motorola RAZR HD (R$ 1.728,00) Galaxy S3 (R$ 1.987,00) Galaxy Note II (R$ 2.258,00) OmodemLTE,naClaro,custaR$199,00noplano5GBeR$99,00noplano10GB 37

38 Preços de smartphones 3G Mais alto Apple iphone 5 64GB R$ Mais baixo Huawei U8150 (Ideos) R$ 290 Fonte: Teleco 38

39 Preço médio do modem Fonte: Teleco O preço cai quando associado a um plano de dados. Conforme o plano, o modem pode ser gratuito. O modem HSPA+ custa R$ 199,00 no plano 2GB da Vivo. 39

40 Sumário Introdução Banda Larga Móvel Banda Larga Fixa no mundo no Brasil Tendências 2013 Considerações Finais 40

41 Acessos banda larga fixa no mundo Acessos BL fixa no mundo (milhões) Densidade (acessos/100 hab.) Fonte: Teleco e UIT A banda larga fixa no mundo cresceu 8,7% em 2012 e o crescimento médio anual (CAGR) entre 2007 e 2012 foi 12,8%. Em 2012, a densidade BL fixa no mundo era de 9,1 acessos/100 hab. 41

42 Velocidades crescentes Fonte: Akamai Desafio: construção de redes de acesso de alta velocidade 42

43 As redes FTTH são a solução ideal FTTH Council Europe 43

44 FTTH/B no mundo As redes FTTH são utilizadas também para conectar as antenas de celular (ERBs). O investimento para colocar FTTH em todos os domicílios da Europa é de EUR 192 bilhões. No Brasil seriam R$ 100 bilhões. (FTTH Council/Teleco) (*) Economias com pelo menos residências (**) Economias com mais de 1% de penetração nas residências Ranking Dezembro 2012 Fonte: FTTH Councils 44

45 FTTH/B no mundo Em 2012 existiam : - Na Europa 6,82 milhões de acessos FTTH/B e 38,14 milhões de homes passed. - Nos EUA 9,0 milhões de acessos FTTH/B e 21,3 milhões de homes passed. - Na Rússia 7,5 milhões de acessos FTTH/B e 19,6 milhões de homes passed. 45

46 Sumário Introdução Banda Larga Móvel Banda Larga Fixa no mundo no Brasil Tendências 2013 Considerações Finais 46

47 Banda larga fixa no Brasil Fonte: Teleco e Anatel Em 2012 a banda larga fixa no Brasil chegou a 18,9 milhões de acessos com um crescimento de 16% nos últimos 12 meses. Pelas projeções da Teleco, o Brasil terá 22 milhões de acessos banda larga fixa em 2013e25,5milhõesem

48 Redes de acesso banda larga fixa A GVT oferece FTTH para velocidades maiores que 100 Mbps. 48

49 Acessosbandalargafixa por operadora Fonte: Operadoras e Anatel NET/Embratel liderou em adições líquidas em A Telefônica possuía 112 mil acessos FTTH no 4T12 (1,04 milhão de homes passed). Net lidera em banda larga fixa residencial. Vivo não divulga esses valores 49

50 Acessos banda larga fixa por área 50 Fonte: Anatel Nota: Os acessos SCM dos gráficos incluem acessos com velocidades menores que 256 kbps.

51 Velocidade dos acessos SCM (Anatel) Em 2012 existiam 1,4 milhão de acessos SCM entre 12 e 34 Mbps e 141 mil com mais de 34 Mbps. Na Oi, 31% dos acessos banda larga fixa possuíam velocidade maior que 5 Mbps em 2012 e 14% com velocidade superior a 10 Mbps. A GVT aumentou para 15 Mbps a velocidade mínima da oferta de seus combos. 80% dos 2,2 milhões de acessos banda larga fixa da GVT possuíam velocidades maiores ou iguais a 10 Mbps em

52 GVT e Net com maior velocidade Nota: acessos SCM, inclui acessos com velocidades menores que 256 kbps. 99,0% dos acessos da GVT e 60,6% da Nettêm velocidade maior que 2 Mbps. 52

53 Receita com banda larga fixa Fonte: Teleco, ABTA e Abinee A receita da banda larga fixa deve continuar crescendo na mesma taxa dos últimos 6 anos (CAGR: 14,8%). 53

54 Cobertura Municípios Oi Telefônica GVT Net População Oi 93,6% 99,7% Telefônica 38,7% 38,3% GVT 32,4% 35,8% Net 29,7% 38,3% Fonte: Teleco Na banda larga fixa, considera-se o município atendido se o serviço está disponível nas tecnologias ADSL, Cable Modem ou MMDS na sede do município. Não inclui atendimento de pequenos provedores com tecnologias wireless. Se o município é considerado atendido, contabiliza-se a totalidade de sua população como coberta. Em 2012 todas as sedes dos municípios estavam atendidos por banda larga fixa. 54

55 Municípios atendidos por NET e GVT em Fev/13 Net: 135 municípios GVT: 142 municípios 55

56 Planos banda larga fixa 4T12 1 Mbps 5 Mbps 10 Mbps 15 ou 20 Mbps 100 Mbps Oi R$ 29,90 R$ 59,90 R$ 69,90 R$ 79,90 - Vivo Speedy R$ 29,80 - R$ 69,90* R$ 49,90** R$ 199,90 GVT - R$ 54,90 R$ 74,90 R$ 84,90 R$ 499,90 Net R$ 29,80 - R$ 59,90 R$ 99,90 R$ 299,90 *Para clientes Vivo fixo R$ 49,90. ** 15 Mbps Fora do combo R$ 69,90. Fora do combo os preços são em média 60% maiores. Planos de internet popular do PNBL a R$ 39,90 ou R$ 29,80 nos estados com isenção de ICMS 1Mbps ou 512 Kbps de download, 128/256/300 Kbps de upload, dependendo da operadora e do estado. Franquia de 500/600 MB ou 10/20 GB; ao atingir este valor a velocidade será reduzida para 128 Kbps de download. No Japão, a NTT reduziu em Nov/12 o preço de sua banda larga fixa FTTH (US$ 67) em 34% devido à concorrência da banda larga móvel 4G. 56

57 Sumário Introdução Banda Larga Móvel Banda Larga Fixa Tendências 2013 Considerações Finais 57

58 700 MHz no Brasil O Minicom publicou a portaria 14 de 6/02/2013 que estabelece diretrizes para a aceleração do processo de transição da TV analógica para digital no Brasil e determina que a Anatel inicie os estudos para disponibilizar a faixa de 698 MHz a 806 MHz para atender aos objetivos do PNBL. Em 27/02/2013, a Anatel colocou em consulta pública um regulamento sobre nova destinação da faixa de 700 MHz, onde: Recomenda a adoção do plano de banda Ásia-Pacífico (APT) que permite uso de 90 MHz ( MHz) de espectro. Limita em 20 MHz o Cap(valor máximo de espectro que uma operadora pode possuir em uma região geográfica). 58

59 LTE 450 MHz A faixa de 450 MHz foi licitada no Brasil junto com as de 2,5 GHz com o objetivo de levar a banda larga móvel para as áreas rurais. Quanto menor a frequência, melhor a propagação do sinal e, consequentemente, menor a quantidade de antenas para prover cobertura. 116 operadoras em 61 países utilizam o CDMA450 para atender, essencialmente, serviços de voz (CDG, janeiro/2013). O LTE na faixa de 450 MHz surge como alternativa para atendimento das áreas rurais com banda larga móvel de última geração. 3T T 2013 Criaçãodo WI450 no 3GPP Relator do WI Especificações técnicas Conclusão da padronização do LTE 450 Em setembro de 2012, durante a plenária em Chicago, o 3GPP aprovou o item de trabalho WI 450 MHz para a padronização deste espectro para a tecnologia LTE. Espera-se que até o final deste semestre a padronização do LTE 450 esteja concluída. 59

60 Smallcells e WiFi Congestionamento de tráfego nas macro células Limitação do espectro Áreade sombra Baixo nível de sinal indoor Small Cells são versões compactas de Estação Rádio Base (ERB) como as pico ou micro células. Elas operam em baixa potência com o objetivo de prover cobertura da rede celular em ambientes específicos, como áreas indoor,ou onde se requer escoamento de alta concentração de tráfego da rede. WiFi opera em frequências não licenciadas e tem sido utilizado para off loading da rede celular. Baixo custo, velocidade e disponibilidade têm motivado o amplo uso destas redes. 60

61 Sumário Introdução Banda Larga Móvel Banda Larga Fixa Tendências 2013 Considerações Finais 61

62 Considerações finais A banda larga móvel no Brasil registrou 65,7 milhões de acessos em fevereiro, acumulando um aumento de 11% em 2013 e uma densidade de 33,3 acessos/100 habitantes. Nos dois primeiros meses de 2013 o GSM perdeu 5,5 milhões de acessos no Brasil, confirmando atendênciadamigraçãodosterminaisparao3g. Com adições líquidas de 22 milhões de acessos em 2012, a participação de 3G no total de celularesnobrasilatingiu 22,6%,comaliderançaabsolutadaClaro,seguidapelaVivoeTIMno total de acessos. Em março, 158 redes LTE já estavam em operação comercial em 63 países. 95% dos acessos LTE estavam concentrados principalmente nos EUA, Coreia, Japão e Canadá. Em 2012, com crescimento de 28% ao ano, a receita líquida de dados no Brasil foi de R$ 13,3 bilhões e representou 22,1% da receita líquida de serviços. A banda larga fixa no Brasil experimentou um crescimento de 16% em 2012 e registrou 18,9 milhõesdeacessos.aprojeção paraofinaldoanoéde22milhõesdeacessos. Em 2012 todas as sedes dos municípios no Brasil estavam atendidos por banda larga fixa. Em 2013 os temas de 700 MHz relativo à digitalização da TV e a padronização do LTE na faixa de 450 MHz estarão constantemente em pauta no setor de telecom. 62

Balanço Huawei 3T12. Preparado pela. www.huawei.com HUAWEI TECHNOLOGIES CO., LTDA

Balanço Huawei 3T12. Preparado pela. www.huawei.com HUAWEI TECHNOLOGIES CO., LTDA Balanço Huawei da Banda Larga 3T12 www.huawei.com Preparado pela HUAWEI TECHNOLOGIES CO., LTDA Sumário Introdução Banda Larga Fixa Banda Larga Móvel Considerações Finais 2 Objetivo e metodologia Acompanhar

Leia mais

Balanço Huawei da Banda Larga 1T12

Balanço Huawei da Banda Larga 1T12 Balanço Huawei da Banda Larga 1T12 www.huawei.com Preparado pela HUAWEI TECHNOLOGIES CO., LTDA Sumário Introdução Banda Larga Fixa Banda Larga Móvel Especial 4G 2 Objetivo e metodologia Acompanhar o crescimento

Leia mais

Balanço Huawei da Banda Larga 2T12

Balanço Huawei da Banda Larga 2T12 Balanço Huawei da Banda Larga 2T12 www.huawei.com Preparado pela HUAWEI TECHNOLOGIES CO., LTDA Sumário Introdução Banda Larga Fixa Banda Larga Móvel Especial Londres 2012 2 Objetivo e metodologia Acompanhar

Leia mais

O Desempenho Comparado das Telecomunicações do Brasil Preços dos Serviços de Telecomunicações Utilização de Banda Larga Fixa

O Desempenho Comparado das Telecomunicações do Brasil Preços dos Serviços de Telecomunicações Utilização de Banda Larga Fixa O Desempenho Comparado das Telecomunicações do Brasil Preços dos Serviços de Telecomunicações Utilização de Banda Larga Fixa São Paulo, Agosto de 2014 2014 Teleco. Todos os direitos reservados. ÍNDICE

Leia mais

Explorando as Oportunidades dos Serviços de Dados. Seminário sobre Telecomunicações APIMEC RIO

Explorando as Oportunidades dos Serviços de Dados. Seminário sobre Telecomunicações APIMEC RIO Explorando as Oportunidades dos Serviços de Dados Seminário sobre Telecomunicações APIMEC RIO As Oportunidades do Mercado de Telecom no Brasil Universalização dos Serviços Através do Móvel Crescimento

Leia mais

36º Encontro Tele.Síntese

36º Encontro Tele.Síntese 36º Encontro Tele.Síntese Evolução tecnológica - terminais 1998 Em poucos anos a evolução dos terminais móveis é surpreendente 2013 2 Evolução tecnológica - uso FALAR CONECTAR COMPARTILHAR VIVER Tecnologia

Leia mais

O Desempenho Comparado das Telecomunicações do Brasil Preços dos Serviços de Telecomunicações Utilização de Banda Larga Móvel

O Desempenho Comparado das Telecomunicações do Brasil Preços dos Serviços de Telecomunicações Utilização de Banda Larga Móvel O Desempenho Comparado das Telecomunicações do Brasil Preços dos Serviços de Telecomunicações Utilização de Banda Larga Móvel São Paulo, Setembro de 2014 2014 Teleco. Todos os direitos reservados. ÍNDICE

Leia mais

O Desempenho Comparado das Telecomunicações do Brasil Preços dos Serviços de Telecomunicações Utilização de Banda Larga Móvel

O Desempenho Comparado das Telecomunicações do Brasil Preços dos Serviços de Telecomunicações Utilização de Banda Larga Móvel O Desempenho Comparado das Telecomunicações do Brasil Preços dos Serviços de Telecomunicações Utilização de Banda Larga Móvel Documento preparado por solicitação da TELEBRASIL & FEBRATEL São Paulo, Out

Leia mais

Resultados 1T15_. Relações com Investidores Telefônica Brasil S.A. Maio, 2015.

Resultados 1T15_. Relações com Investidores Telefônica Brasil S.A. Maio, 2015. Resultados _ Relações com Investidores Maio, 2015. Disclaimer Esta apresentação pode conter declarações baseadas em estimativas a respeito dos prospectos e objetivos futuros de crescimento da base de assinantes,

Leia mais

Resultados 3T14_. Relações com Investidores Telefônica Brasil S.A. Novembro de 2014.

Resultados 3T14_. Relações com Investidores Telefônica Brasil S.A. Novembro de 2014. Resultados 3T14_ Novembro de 2014. Disclaimer Esta apresentação pode conter declarações baseadas em estimativas a respeito dos prospectos e objetivos futuros de crescimento da base de assinantes, um detalhamento

Leia mais

SETOR DE TELECOMUNICAÇÕES

SETOR DE TELECOMUNICAÇÕES SETOR DE TELECOMUNICAÇÕES NO BRASIL COMISSÃO DE CIÊNCIA, TECNOLOGIA, INOVAÇÃO, COMUNICAÇÃO E INFORMÁTICA SENADO FEDERAL EDUARDO LEVY BRASÍLIA, 04 DE NOVEMBRO DE 2014 crescimento do setor de telecomunicações

Leia mais

Barômetro Cisco de Banda Larga 2.0

Barômetro Cisco de Banda Larga 2.0 Barômetro Cisco de Banda Larga 2.0 Brasil Junho de 2013 Preparado para Copyright IDC. Reproduction is forbidden unless authorized. All rights reserved. Agenda Introdução Descrição do projeto Resultados

Leia mais

A MASSIFICAÇÃO DA BANDA LARGA MÓVEL OS PRÓXIMOS PASSOS

A MASSIFICAÇÃO DA BANDA LARGA MÓVEL OS PRÓXIMOS PASSOS A MASSIFICAÇÃO DA BANDA LARGA MÓVEL OS PRÓXIMOS PASSOS Maximiliano Martinhão Brasília, 04 de janeiro de 2013 Dados socioeconômicos Banda Larga Anatel: Mais de 47 % dos acessos fixos ativados desde DEZ/2010

Leia mais

Revisão dos Contratos de Concessão. O PGMU. Desafio do Backhaul 390 Encontro Tele.Síntese

Revisão dos Contratos de Concessão. O PGMU. Desafio do Backhaul 390 Encontro Tele.Síntese Revisão dos Contratos de Concessão. O PGMU. Desafio do Backhaul 390 Encontro Tele.Síntese Mario Dias Ripper F&R Consultores Brasília, 02 de setembro de 2014. PGMU III Geografia Características do Brasil

Leia mais

APRESENTAÇÃO CORPORATIVA

APRESENTAÇÃO CORPORATIVA APRESENTAÇÃO CORPORATIVA Julho de 2011 Mercado Brasileiro de Telecomunicações Oi: Perfil, Cobertura e Estratégia Resultados Operacionais e Financeiros Aliança com a Portugal Telecom e Aumento de Capital

Leia mais

Plano industrial 2014-2016 TIM Participações

Plano industrial 2014-2016 TIM Participações Plano industrial 2014-2016 TIM Participações Limitação de Responsabilidade Este documento pode incluir declarações prospectivas. Essas declarações não são declarações de fatos históricos e refletem crenças

Leia mais

A universalização do acesso à informação pelo uso das telecomunicações

A universalização do acesso à informação pelo uso das telecomunicações CONFIDENCIAL A universalização do acesso à informação pelo uso das telecomunicações José Antônio Guaraldi Félix Presidente da NET Serviços de Comunicação S.A. São Paulo, 29 de setembro de 2009 SUMÁRIO

Leia mais

Sugestão de Política Pública para o Atendimento Rural via Satélite

Sugestão de Política Pública para o Atendimento Rural via Satélite Sugestão de Política Pública para o Atendimento Rural via Satélite Sindicato Nacional das Empresas de Telecomunicações por Satélite SINDISAT Suporte: TELECO - Inteligência em Telecomunicações Brasília,

Leia mais

Universalização de acesso à internet de alto desempenho. Presidência da Anatel

Universalização de acesso à internet de alto desempenho. Presidência da Anatel Universalização de acesso à internet de alto desempenho Presidência da Anatel Brasília/DF Outubro/2012 Panorama Global CRESCIMENTO DA BANDA LARGA NO MUNDO - O Brasil foi o quinto país que mais ampliou

Leia mais

Argumentário frente à concorrência. Inteligência Competitiva e Segmentos Residencial

Argumentário frente à concorrência. Inteligência Competitiva e Segmentos Residencial Argumentário frente à concorrência Inteligência Competitiva e Segmentos Residencial Como descobrir quem é a Concorrência: sondando o cliente... Faça as perguntas abaixo para conhecer melhor o cliente e

Leia mais

Barômetro Cisco de Banda Larga 2.0

Barômetro Cisco de Banda Larga 2.0 Barômetro Cisco de Banda Larga 2.0 Brasil Dezembro de 2012 Preparado para Copyright IDC. Reproduction is forbidden unless authorized. All rights reserved. Agenda Introdução Descrição do projeto Resultados

Leia mais

Barômetro Cisco de Banda Larga Brasil 2005-2010

Barômetro Cisco de Banda Larga Brasil 2005-2010 Barômetro Cisco de Banda Larga Brasil 2005-2010 Resultados de Setembro/2007 Preparado para Meta de Banda Larga em 2010 no Brasil: 10 milhões de conexões Mauro Peres, Research Director IDC Brasil Copyright

Leia mais

ESCOLA SECUNDÁRIA DO MONTE DA CAPARICA Curso de Educação e Formação de Adultos NS Trabalho Individual Área / UFCD

ESCOLA SECUNDÁRIA DO MONTE DA CAPARICA Curso de Educação e Formação de Adultos NS Trabalho Individual Área / UFCD 1 de 9 Desde o nascimento do telemóvel e o seu primeiro modelo vários se seguiram e as transformações tecnológicas que estes sofreram ditaram o nascimento de várias gerações. O Motorola DynaTac 8000X é

Leia mais

Telefonia Móvel. Audiência Pública da Comissão de Defesa do Consumidor Requerimentos 03/2011 e 05/2011 24 de março de 2011

Telefonia Móvel. Audiência Pública da Comissão de Defesa do Consumidor Requerimentos 03/2011 e 05/2011 24 de março de 2011 Telefonia Móvel Audiência Pública da Comissão de Defesa do Consumidor Requerimentos 03/2011 e 05/2011 24 de março de 2011 Sumário Base de clientes Investimentos Empregos gerados Competição Preço dos serviços

Leia mais

Larga Brasil 2005-2010

Larga Brasil 2005-2010 Barômetro Cisco de Banda Larga Brasil 2005-2010 Resultados de Junho de 2010 Preparado para Meta de Banda Larga em 2010 no Brasil: 15 milhões de conexões Elaborado por IDC Copyright 2010 IDC. Reproduction

Leia mais

CDMA450. Planos de Negócio e Oportunidades para o Uso do 450 MHz no Brasil. FRANCISCO GIACOMINI SOARES Diretor Sênior de Relações Governamentais

CDMA450. Planos de Negócio e Oportunidades para o Uso do 450 MHz no Brasil. FRANCISCO GIACOMINI SOARES Diretor Sênior de Relações Governamentais CDMA450 Planos de Negócio e Oportunidades para o Uso do 450 MHz no Brasil FRANCISCO GIACOMINI SOARES Diretor Sênior de Relações Governamentais São Paulo, 31 de Maio de 2011. Roteiro Faixa de 450 MHz Tecnologias

Leia mais

Prof. Juliano Heinzelmann Reinert

Prof. Juliano Heinzelmann Reinert Prof. Juliano Heinzelmann Reinert 1 Juliano Heinzelmann Reinert, M.Sc., MBA, COBIT, CCTT. Professor (pós-graduação em governança e GP), Instrutor/consultor pela BEWARE (sul), Sócio-diretor de empresa PROJECT

Leia mais

O Desempenho Comparado das Telecomunicações do Brasil Preços dos Serviços de Telecomunicações Serviço Móvel Pessoal Pré-Pago (Celular Pré-pago)

O Desempenho Comparado das Telecomunicações do Brasil Preços dos Serviços de Telecomunicações Serviço Móvel Pessoal Pré-Pago (Celular Pré-pago) O Desempenho Comparado das Telecomunicações do Brasil Preços dos Serviços de Telecomunicações Serviço Móvel Pessoal Pré-Pago (Celular Pré-pago) São Paulo, Julho de 2014 2014 Teleco. Todos os direitos reservados.

Leia mais

Resumo do Barômetro Cisco Banda Larga Brasil 2005-20102010

Resumo do Barômetro Cisco Banda Larga Brasil 2005-20102010 Resumo do Barômetro Cisco Banda Larga Brasil 2005-20102010 Resultados de Junho 2009 Preparado para Meta de Banda Larga em 2010 no Brasil: 15 milhões de conexões Elaborado por IDC Copyright 2009 IDC. Reproduction

Leia mais

REGULAMENTO DA PROMOÇÃO - OI INTERNET PRA CELULAR - NATAL NOV/2014

REGULAMENTO DA PROMOÇÃO - OI INTERNET PRA CELULAR - NATAL NOV/2014 REGULAMENTO DA PROMOÇÃO - OI INTERNET PRA CELULAR - NATAL NOV/2014 OI MÓVEL S/A, inscrita no CNPJ/MF sob o n.º 05.423.963/0001-11, prestadora de Serviço Móvel Pessoal, com sede na Cidade de Brasília, Distrito

Leia mais

Valor Promocional da Franquia Mensal. Oi Internet Móvel 500MB R$ 29,00 R$299

Valor Promocional da Franquia Mensal. Oi Internet Móvel 500MB R$ 29,00 R$299 OI MÓVEL S/A, incorporadora da TNL PCS S.A e, nova denominação da 14 BRASIL TELECOM CELULAR S/A, inscrita no CNPJ/MF sob o n.º 05.423.963/0001-11, prestadora de Serviço Móvel Pessoal, com sede na Cidade

Leia mais

AMÉRICA LATINA E CARIBE ERICSSON MOBILITY REPORT - APÊNDICE NOVEMBRO

AMÉRICA LATINA E CARIBE ERICSSON MOBILITY REPORT - APÊNDICE NOVEMBRO AMÉRICA LATINA E CARIBE ERICSSON MOBILITY REPORT - APÊNDICE NOVEMBRO VISÃO GERAL DO MERCADO Principais dados: América Latina e Caribe M Assinaturas móveis (milhões) Assinaturas de smartphones (milhões)

Leia mais

Fatores de Sucesso. Carlos Raimar Schoeninger Diretor de Estratégia e RI. Seminário sobre Telecomunicações APIMEC Rio. Telefônica Vivo 27.09.

Fatores de Sucesso. Carlos Raimar Schoeninger Diretor de Estratégia e RI. Seminário sobre Telecomunicações APIMEC Rio. Telefônica Vivo 27.09. Fatores de Sucesso Carlos Raimar Schoeninger Diretor de Estratégia e RI Seminário sobre Telecomunicações APIMEC Rio Telefônica Vivo 27.09.2012 Conteúdo 01 Vivo: uma história de sucesso 02 Desempenho da

Leia mais

A Faixa de 700 MHz Para Serviços Públicos. Brasília, 29 de Abril de 2014

A Faixa de 700 MHz Para Serviços Públicos. Brasília, 29 de Abril de 2014 A Faixa de 700 MHz Para Serviços Públicos Brasília, 29 de Abril de 2014 Happy 50 th Birthday in 2014! IDC tem posição única na indústria de TI e Telecom da América Latina Provedores Canais 16,903 Menções

Leia mais

OFERTA COPA DO MUNDO - FEV/14 - OI INTERNET MÓVEL SEM FIDELIZAÇÃO

OFERTA COPA DO MUNDO - FEV/14 - OI INTERNET MÓVEL SEM FIDELIZAÇÃO OI MÓVEL S/A, incorporadora da TNL PCS S.A e, nova denominação da 14 BRASIL TELECOM CELULAR S/A, inscrita no CNPJ/MF sob o n.º 05.423.963/0001-11, prestadora de Serviço Móvel Pessoal, com sede na Cidade

Leia mais

Resumo do Barômetro Cisco Banda Larga Brasil 2005-2010

Resumo do Barômetro Cisco Banda Larga Brasil 2005-2010 Copyright 2008 IDC. Reproduction is forbidden unless authorized. All rights reserved. Resumo do Barômetro Cisco Banda Larga Brasil 2005-2010 Resultados de Dezembro/2008 Preparado para Meta de Banda Larga

Leia mais

Projeto RuralMAX. Soluções para massificação do acesso à Internet em Banda Larga para Áreas Rurais

Projeto RuralMAX. Soluções para massificação do acesso à Internet em Banda Larga para Áreas Rurais Projeto RuralMAX Soluções para massificação do acesso à Internet em Banda Larga para Áreas Rurais Rural Connectivity Forum 2011 15 a 17/11 - Maputo - Moçambique NEGER Tecnologia e Sistemas Fundada em 1987

Leia mais

O uso da radiofrequência para a inclusão social: alternativas para o regime jurídico da radiofrequência no Brasil

O uso da radiofrequência para a inclusão social: alternativas para o regime jurídico da radiofrequência no Brasil O uso da radiofrequência para a inclusão social: alternativas para o regime jurídico da radiofrequência no Brasil IV Acorn-Redecom Conference Brasília, 14 de maio de 2010 Gabriel Boavista Laender Universidade

Leia mais

Comissão de Ciência, Tecnologia, Inovação, Comunicação e Informática do Senado Federal. JOÃO REZENDE Presidente da Anatel Anatel

Comissão de Ciência, Tecnologia, Inovação, Comunicação e Informática do Senado Federal. JOÃO REZENDE Presidente da Anatel Anatel Comissão de Ciência, Tecnologia, Inovação, Comunicação e Informática do Senado Federal JOÃO REZENDE Presidente da Anatel Anatel Brasília/DF Maio/2013 15 anos de LGT Em 1997, na corrida pelo usuário, a

Leia mais

OFERTA VOZ C/APARELHO PARCELA DO APARELHO

OFERTA VOZ C/APARELHO PARCELA DO APARELHO Combo de Ofertas Empresas - Nacional VOZ OFERTA VOZ C/ OFERTA VOZ - CHIP SUGESTÔES DE (compra) 100 minutos (franquia) 100 minutos (franquia) 34,70 /mês Todos os aparelhos negociados na modalidade de venda

Leia mais

Barômetro. Cisco. Banda Larga. Análise de mercado

Barômetro. Cisco. Banda Larga. Análise de mercado Barômetro Cisco Banda Larga da Análise de mercado Barômetro Cisco da Banda Larga Índice Introdução Introdução...2 Metodologia...3 Barômetro Cisco da Banda Larga...3 Definições...4 Banda Larga no Mundo...4

Leia mais

Investimentos em 4G, refarming. de frequência e telefonia rural

Investimentos em 4G, refarming. de frequência e telefonia rural Investimentos em 4G, refarming de frequência e telefonia rural Carlos Baigorri Superintendente Anatel Brasília/DF Fevereiro/2014 Nos últimos 12 anos pudemos ver no mercado as tecnologias passando por diferentes

Leia mais

São Paulo, 29 de abril de 2013

São Paulo, 29 de abril de 2013 São Paulo, 29 de abril de 2013 A Agência Nacional de Telecomunicações ANATEL SAUS quadra 06 bloco c,e,f e h - Setor de Autarquias Sul CEP:70070-940 - Brasilia DF ATT.: João Batista de Rezende Diretor Presidente

Leia mais

Ministério das Comunicações

Ministério das Comunicações Audiência Pública CCTCI/Câmara dos Deputados PROJETOS E AÇÕES DO MINISTÉRIO PARA O ANO DE 2013 Paulo Bernardo Silva Ministro de Estado das Comunicações Brasília, 24 de abril de 2013 Dados setoriais 2 O

Leia mais

Banda Larga Políticas Públicas e Regulação

Banda Larga Políticas Públicas e Regulação Banda Larga Políticas Públicas e Regulação Rogério Santanna dos Santos Brasília, 29 de Setembro de 2009 Mercado Banda Larga - Operadoras Empresas 2007 (x1000) 2008 (x1000) % Crescimento Ano 2007 Telefonica

Leia mais

REGULAMENTO DA PROMOÇÃO - OI INTERNET PRA CELULAR 100MB - NATAL NOV/2014

REGULAMENTO DA PROMOÇÃO - OI INTERNET PRA CELULAR 100MB - NATAL NOV/2014 REGULAMENTO DA PROMOÇÃO - OI INTERNET PRA CELULAR 100MB - NATAL NOV/2014 OI MÓVEL S/A, inscrita no CNPJ/MF sob o n.º 05.423.963/0001-11, prestadora de Serviço Móvel Pessoal, com sede na Cidade de Brasília,

Leia mais

O Desempenho Comparado das Telecomunicações do Brasil Preços dos Serviços de Telecomunicações Utilização de Banda Larga Fixa

O Desempenho Comparado das Telecomunicações do Brasil Preços dos Serviços de Telecomunicações Utilização de Banda Larga Fixa O Desempenho Comparado das Telecomunicações do Brasil Preços dos Serviços de Telecomunicações Utilização de Banda Larga Fixa Documento preparado por solicitação da TELEBRASIL & FEBRATEL São Paulo, Outubro

Leia mais

Número 03 São Paulo, 15 de julho de 2013. Operadora: Indicadores econômico-financeiros

Número 03 São Paulo, 15 de julho de 2013. Operadora: Indicadores econômico-financeiros Número 03 São Paulo, 15 de julho de 2013 Operadora: Indicadores econômico-financeiros 1. Desempenho Operacional A Claro encerrou 2012 com 65,2 milhões de celulares no país, variação de 8% em relação a

Leia mais

Resultados 4T13_. Relações com Investidores Telefônica Brasil S.A. Fevereiro, 2014.

Resultados 4T13_. Relações com Investidores Telefônica Brasil S.A. Fevereiro, 2014. Resultados 4T13_ Fevereiro, 2014. Destaques do 4T13 e ano de 2013 DESTAQUES Móvel Fixo Operacional Sustentando o crescimento superior em adições de pós-pago resultando em uma maior adoção de dados e crescimento

Leia mais

Desafios no acesso à internet móvel: penetração, qualidade e gestão do espectro

Desafios no acesso à internet móvel: penetração, qualidade e gestão do espectro Desafios no acesso à internet móvel: penetração, qualidade e gestão do espectro Miriam Wimmer Diretora do Departamento de Serviços e de Universalização de Telecomunicações Secretaria de Telecomunicações

Leia mais

Mapa de Conectividade

Mapa de Conectividade Mapa de Conectividade BRASSCOM Associação Brasileira das Empresas de Tecnologia da Informação e Comunicação 1 Cenário Brasil Banda Larga Móvel e Fixa Em julho de 2013, o número de acessos em banda larga

Leia mais

IV SEMINÁRIO DOS RESULTADOS DA LEI DE INFORMÁTICA EDUARDO TUDE. Impactos da Lei de Informática em Telecomunicações. 2 abril 2013, Anhembi, São Paulo

IV SEMINÁRIO DOS RESULTADOS DA LEI DE INFORMÁTICA EDUARDO TUDE. Impactos da Lei de Informática em Telecomunicações. 2 abril 2013, Anhembi, São Paulo IV SEMINÁRIO DOS RESULTADOS DA LEI DE INFORMÁTICA EDUARDO TUDE Impactos da Lei de Informática em Telecomunicações 2 abril 2013, Anhembi, São Paulo Sumário Introdução Serviços de Telecom no Brasil A Indústria

Leia mais

Audiência Pública sobre a Consulta Pública 31/2009. Comissão de Ciência, Tecnologia, Inovação, Comunicação e Informática do Senado Federal.

Audiência Pública sobre a Consulta Pública 31/2009. Comissão de Ciência, Tecnologia, Inovação, Comunicação e Informática do Senado Federal. Audiência Pública sobre a Consulta Pública 31/2009. Comissão de Ciência, Tecnologia, Inovação, Comunicação e Informática do Senado Federal. Brasília, 07 de abril de 2010. Espectro para telefonia móvel:

Leia mais

2.1.1 São considerados Planos Oi Internet Móvel, os seguintes Planos Oi:

2.1.1 São considerados Planos Oi Internet Móvel, os seguintes Planos Oi: OI MÓVEL S/A, incorporadora da TNL PCS S.A e, nova denominação da 14 BRASIL TELECOM CELULAR S/A, inscrita no CNPJ/MF sob o n.º 05.423.963/0001-11, prestadora de Serviço Móvel Pessoal, com sede na Cidade

Leia mais

O Desempenho Comparado das Telecomunicações do Brasil Preços dos Serviços de Telecomunicações Utilização de Telefonia Fixa

O Desempenho Comparado das Telecomunicações do Brasil Preços dos Serviços de Telecomunicações Utilização de Telefonia Fixa O Desempenho Comparado das Telecomunicações do Brasil Preços dos Serviços de Telecomunicações Utilização de Telefonia Fixa Documento preparado por solicitação da TELEBRASIL & FEBRATEL São Paulo, Outubro

Leia mais

Prof. Othon M. N. Batista Mestre em Informática. Página 1 de 25

Prof. Othon M. N. Batista Mestre em Informática. Página 1 de 25 Mestre em Informática Página 1 de 25 Roteiro Introdução Definição História Requerimentos IMT-Advanced Padrões 4G LTE Advanced Padrões 4G WirelessMAN Advanced 4G no Brasil Perguntas Página 2 de 25 Introdução

Leia mais

Carta de Infraestrutura Inter. B Consultoria Internacional de Negócios

Carta de Infraestrutura Inter. B Consultoria Internacional de Negócios Antenas de Telecomunicações Canal Tech Corporate. Carta de Infraestrutura Inter. B Consultoria Internacional de Negócios 31 de Março de 2015 2015 Ano 2, nº 10 O Setor de Telecomunicações Fibra Ótica Telefônica

Leia mais

Quo Vadis 700MHz? Mario Girasole. 36º Encontro Tele.Síntese Brasília. 4 de fevereiro de 2014. Confidencial

Quo Vadis 700MHz? Mario Girasole. 36º Encontro Tele.Síntese Brasília. 4 de fevereiro de 2014. Confidencial Quo Vadis 700MHz? 36º Encontro Tele.Síntese Brasília 4 de fevereiro de 2014 1 1 Mario Girasole As virtudes do Dividendo Digital para a BL Móvel Arrecadação adicional do setor no PIB com a Banda Larga Móvel*

Leia mais

Oi ATENDE: *144 do seu Oi ou 1057 de qualquer telefone fixo ou acesse www.oi.com.br

Oi ATENDE: *144 do seu Oi ou 1057 de qualquer telefone fixo ou acesse www.oi.com.br SUMÁRIO OFERTA DIÁRIA OI GALERA A presente oferta consiste na aplicação de tarifa promocional (R$ 0,99) e concessão de bônus uma única vez por dia, limitado ao dia da contratação, não cumulativo, nos dias

Leia mais

Pesquisa sobre Provedores de Serviços Internet no Brasil. São Paulo, 30 de novembro de 2011

Pesquisa sobre Provedores de Serviços Internet no Brasil. São Paulo, 30 de novembro de 2011 Pesquisa TIC Provedores 2011 Coletiva de Imprensa Pesquisa sobre Provedores de Serviços Internet no Brasil São Paulo, 30 de novembro de 2011 CGI.br Comitê Gestor da Internet no Brasil NIC.br Núcleo de

Leia mais

Barômetro. Cisco. Banda Larga. Análise de mercado. 2 o Trimestre/2006. 3 a Edição Setembro/2006

Barômetro. Cisco. Banda Larga. Análise de mercado. 2 o Trimestre/2006. 3 a Edição Setembro/2006 Barômetro Cisco Banda Larga da Análise de mercado 2 o Trimestre/2006 3 a Edição Setembro/2006 Barômetro Cisco da Banda Larga Introdução Você está recebendo a nova edição do Barômetro Cisco da Banda Larga,

Leia mais

FAQ OI Internet Móvel Pré-Paga

FAQ OI Internet Móvel Pré-Paga FAQ OI Internet Móvel Pré-Paga INFORMAÇÕES GERAIS... 4 O que significa 3G?... 4 Qual a diferença entre as redes 1G, 2G e 3G?... 4 O que significa Oi Internet Móvel Pré-Paga?... 4 Quais são os benefícios

Leia mais

2006 3G CDMA Latin America Regional Conference Benefícios do CDMA2000 e business case sobre 3G no Mercado latino-americano

2006 3G CDMA Latin America Regional Conference Benefícios do CDMA2000 e business case sobre 3G no Mercado latino-americano 2006 3G CDMA Latin America Regional Conference Benefícios do CDMA2000 e business case sobre 3G no Mercado latino-americano Roger Solé Diretor de Segmento Premium São Paulo, 24 de Maio de 2006 VIVO Números

Leia mais

O Desempenho Comparado das Telecomunicações do Brasil Preços dos Serviços de Telecomunicações Utilização de Telefonia Fixa

O Desempenho Comparado das Telecomunicações do Brasil Preços dos Serviços de Telecomunicações Utilização de Telefonia Fixa O Desempenho Comparado das Telecomunicações do Brasil Preços dos Serviços de Telecomunicações Utilização de Telefonia Fixa Documento preparado por solicitação da TELEBRASIL & FEBRATEL São Paulo, Novembro

Leia mais

NET, Claro e Embratel se unem para transformar a oferta de telecomunicações e entretenimento no Brasil

NET, Claro e Embratel se unem para transformar a oferta de telecomunicações e entretenimento no Brasil NET, Claro e Embratel se unem para transformar a oferta de telecomunicações e entretenimento no Brasil Empresas investem na integração das suas redes e lançam a mais completa oferta convergente de serviços

Leia mais

OI INTERNET MÓVEL - PNBL PLANO NACIONAL BANDA LARGA - OI INTERNET MÓVEL

OI INTERNET MÓVEL - PNBL PLANO NACIONAL BANDA LARGA - OI INTERNET MÓVEL Via do Cliente OI INTERNET MÓVEL - PNBL PLANO NACIONAL BANDA LARGA - OI INTERNET MÓVEL Oferta válida de 18/11/2014 a 23/02/2015 Certificamos a sua adesão à OFERTA OI INTERNET MÓVEL PNBL que consiste na

Leia mais

O Desafio da Banda Larga e a Nova Oi

O Desafio da Banda Larga e a Nova Oi O Futuro das (Tele)Comunicações no Brasil O Desafio da Banda Larga e a Nova Oi Mario Dias Ripper F&R Engenheiros Consultores S/C Ltda. São Paulo, 03 de junho de 2008. PRINCIPAIS MENSAGENS O Brasil e a

Leia mais

PROF.: PAULO GOMES MATÉRIA: TELE 3 MOURA LACERDA

PROF.: PAULO GOMES MATÉRIA: TELE 3 MOURA LACERDA PROF.: PAULO GOMES MATÉRIA: TELE 3 MOURA LACERDA Telefonia Móvel 4G A tecnologia da quarta geração de telefonia móvel, ou 4G, designa uma tecnologia que oferece altíssimas velocidades de conexão com a

Leia mais

Telefônica Brasil Estratégia Segmentada para Maximizar Geração de Valor. Novembro de 2013.

Telefônica Brasil Estratégia Segmentada para Maximizar Geração de Valor. Novembro de 2013. Telefônica Brasil Estratégia Segmentada para Maximizar Geração de Valor Novembro de 2013. Continuamos evoluindo em nosso esforço de integração... Espaço TI Atenção ao Cliente Contratos Unificação e renegociação

Leia mais

REGULAMENTO DAS OFERTAS PACOTES EXTRAS E PACOTES DE INTERNET - OI INTERNET PARA CELULAR PRÉ

REGULAMENTO DAS OFERTAS PACOTES EXTRAS E PACOTES DE INTERNET - OI INTERNET PARA CELULAR PRÉ OI MÓVEL S/A, com sede no Setor Comercial Norte Quadra 03 Bloco A Edifício Estação Telefônica Térreo Parte 2 Brasília/DF, inscrita no CNPJ/MF sob o n.º 05.423.963/0001-11, doravante denominada simplesmente

Leia mais

4G / WIFI Abordagens para melhor acesso à internet no campus

4G / WIFI Abordagens para melhor acesso à internet no campus 4G / WIFI Abordagens para melhor acesso à internet no campus EMBRATEL É PARTE DA AMÉRICA MÓVIL INSTITUCIONAL UM DOS MAIORES GRUPOS EMPRESARIAIS DO MUNDO E LÍDER NA OFERTA DE SERVIÇOS DE TELECOMUNICAÇÕES

Leia mais

Destaques do trimestre

Destaques do trimestre Resultados 3T12 Destaques do trimestre 1 Empresa integrada é líder no índice de satisfação do cliente 2 Líder indiscutível nos segmentos de maior receita com foco na geração de valor 3 Melhora sequencial

Leia mais

RESULTADOS: DESTAQUES

RESULTADOS: DESTAQUES RESULTADOS: DESTAQUES Performance Financeira Receita Líquida (R$ bi) 19,9 18,8 +6% EBITDA (Δ% A/A) 4,1% 1,8% +4% em 2013 4,2% 5,2% 1T 2T 3T 4T Lucro Líquido (R$ bi) 1,4 +4% 1,5 Receita de Dados +21,5%

Leia mais

TELEFONIA FIXA E MÓVEL

TELEFONIA FIXA E MÓVEL DEPEC Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos TELEFONIA FIXA E MÓVEL NOVEMBRO DE 2015 PRODUTOS PLANTA DE TELEFONIA NO BRASIL 2011 Acessos fixos 14,4% Acessos móveis 85,6% FONTE: ANATEL dez/10 PLANTA

Leia mais

Internet 3G - VIVO ZAP

Internet 3G - VIVO ZAP O Vivo Zap 3G é a banda larga da Vivo que você acessa no seu computador ou notebook usando o mesmo modem. E você também pode contratar o Vivo Zap 3G para acessar a internet pelo seu smartphone. VANTAGENS

Leia mais

BOOK DE OFERTAS. As informações contidas neste documento são proprietárias e para uso público. Propriedade da Vivo.

BOOK DE OFERTAS. As informações contidas neste documento são proprietárias e para uso público. Propriedade da Vivo. As informações contidas neste documento são proprietárias e para uso público. Propriedade da Vivo. BOOK DE OFERTAS Agora mudou!!! NOVO MODELO DE COMERCIALIZAÇÃO O cliente comprará o aparelho pelo valor

Leia mais

Capítulo 2 Sistemas Rádio Móveis

Capítulo 2 Sistemas Rádio Móveis Capítulo 2 Sistemas Rádio Móveis 2.1. Histórico e Evolução dos Sistemas Sem Fio A comunicação rádio móvel teve início no final do século XIX [2], quando o cientista alemão H. G. Hertz demonstrou que as

Leia mais

Telecomunicações. Prof. André Y. Kusumoto andre_unip@kusumoto.com.br

Telecomunicações. Prof. André Y. Kusumoto andre_unip@kusumoto.com.br Telecomunicações Prof. André Y. Kusumoto andre_unip@kusumoto.com.br Rede de Telefonia Fixa Telefonia pode ser considerada a área do conhecimento que trata da transmissão de voz através de uma rede de telecomunicações.

Leia mais

Rafael Steinhauser Acision Presidente para América Latina

Rafael Steinhauser Acision Presidente para América Latina MAVAM - 3T10 Monitor ACISION de VAS Móvel 07 de Dezembro de 2010 Rafael Steinhauser Acision Presidente para América Latina No último trimestre, entre julho e setembro de 2010, foram vendidos 340,5 milhões

Leia mais

Economia Móvel América Latina 2013 Sumário Executivo

Economia Móvel América Latina 2013 Sumário Executivo Economia Móvel América Latina 2013 Sumário Executivo Economia Móvel América Latina 2013 A GSMA representa os interesses da indústria mundial de comunicações móveis. Presente em mais de 220 países, a GSMA

Leia mais

Conheça as soluções que compõem os Combos Claro e os benefícios que elas oferecem para sua empresa.

Conheça as soluções que compõem os Combos Claro e os benefícios que elas oferecem para sua empresa. Soluções Conheça as soluções que compõem os Combos Claro e os benefícios que elas oferecem para sua empresa. Gestor Online Gestor Online Completa ferramenta para gerenciar o uso das linhas da sua empresa.

Leia mais

Via do Cliente OFERTA COPA 2014 - OI INTERNET MÓVEL SEM FIDELIZAÇÃO Oferta válida de 24/02/2014 a 15/07/2014.

Via do Cliente OFERTA COPA 2014 - OI INTERNET MÓVEL SEM FIDELIZAÇÃO Oferta válida de 24/02/2014 a 15/07/2014. Via do Cliente OFERTA COPA 2014 - OI INTERNET MÓVEL SEM FIDELIZAÇÃO Oferta válida de 24/02/2014 a 15/07/2014. Certificamos a sua adesão à OFERTA COPA 2014 - OI INTERNET MÓVEL SEM FIDELIZAÇÃO que consiste

Leia mais

OFERTA OFF PROMO - NOV/2014- OI INTERNET MÓVEL COM DESCONTO NA MENSALIDADE E OPCIONAL NO EQUIPAMENTO

OFERTA OFF PROMO - NOV/2014- OI INTERNET MÓVEL COM DESCONTO NA MENSALIDADE E OPCIONAL NO EQUIPAMENTO Via do Cliente OFERTA OFF PROMO - NOV/2014- OI INTERNET MÓVEL COM DESCONTO NA MENSALIDADE E OPCIONAL NO EQUIPAMENTO Oferta válida de 18/11/2014 a 02/12/2014. Certificamos a sua adesão à OFERTA OFF PROMO

Leia mais

JARBAS JOSÉ VALENTE. Conselheiro da Agência Nacional de Telecomunicações - ANATEL

JARBAS JOSÉ VALENTE. Conselheiro da Agência Nacional de Telecomunicações - ANATEL JARBAS JOSÉ VALENTE Conselheiro da Agência Nacional de Telecomunicações - ANATEL Outubro/2013 Modelo Regulatório Princípios Legais QUANTO AO REGIME DA PRESTAÇÃO DO SERVIÇO: REGIME PÚBLICO: CONCESSÃO COM

Leia mais

TIM faz teste inédito no Brasil de conexão móvel de alta velocidade na Futurecom

TIM faz teste inédito no Brasil de conexão móvel de alta velocidade na Futurecom TIM faz teste inédito no Brasil de conexão móvel de alta velocidade na Futurecom Demonstração é a primeira de uma rede LTE Advanced agregando três faixas de frequências distintas (2600 MHz, 1800 MHz e

Leia mais

Ministério das Comunicações

Ministério das Comunicações IV Seminário Telcomp 2011 Competição e Inovação A Perspectiva de Governo e Políticas Públicas: Políticas Públicas para incentivo à expansão de redes e serviços de telecomunicações Maximiliano S. Martinhão

Leia mais

Barômetro Cisco de Banda Larga Brasil 2005-2010

Barômetro Cisco de Banda Larga Brasil 2005-2010 Barômetro Cisco de Banda Larga Brasil 2005-2010 Resultados de Junho/2008 Preparado para Meta de Banda Larga em 2010 no Brasil: 15 milhões de conexões Mauro Peres, Country Manager IDC Brasil Copyright 2008

Leia mais

WiMAX no Brasil. Rodrigo Constantin Ctenas Zaccara Computação Móvel IME USP

WiMAX no Brasil. Rodrigo Constantin Ctenas Zaccara Computação Móvel IME USP WiMAX no Brasil Rodrigo Constantin Ctenas Zaccara Computação Móvel IME USP 2008 INTRODUÇÃO WiMAX é acrônimo para Worldwide Interoperability for Microwave Access, sendo este uma definição de protocolo para

Leia mais

Pagamento em Débito Automático em Conta Corrente - DACC? Nº Oi Oi Chip (ICCID) Aparelho (IMEI)

Pagamento em Débito Automático em Conta Corrente - DACC? Nº Oi Oi Chip (ICCID) Aparelho (IMEI) Via Oi PROMOÇÃO OFERTA COPA DO MUNDO - FEV/14 PROMOÇÃO VÁLIDA DE 24/02/2014 a 15/07/2014. Certificamos a sua adesão à PROMOÇÃO OFERTA COPA DO MUNDO - FEV/14 OI SMARTPHONE, que consiste em um desconto,

Leia mais

Tarifas de banda larga na América Latina e Caribe: Avaliação comparativa e tendências. Hernan Galperin, Universidade de San Andrés (Argentina).

Tarifas de banda larga na América Latina e Caribe: Avaliação comparativa e tendências. Hernan Galperin, Universidade de San Andrés (Argentina). Tarifas de banda larga na América Latina e Caribe: Avaliação comparativa e tendências. Hernan Galperin, Universidade de San Andrés (Argentina). As características de oferta são um indicador chave no desempenho

Leia mais

Nett Corp Consultoria & Telecomunicações (27) 3091.1492 /Paulo(27) 99239.8206 (27)3091.1492

Nett Corp Consultoria & Telecomunicações (27) 3091.1492 /Paulo(27) 99239.8206 (27)3091.1492 Nett Corp Consultoria & Telecomunicações (27) 3091.1492 /Paulo(27) 99239.8206 (27)3091.1492 Claro - Segmento Corporativo A Nett Corp é uma empresa líder de mercado, e ao longo do tempo busca empresas vencedoras

Leia mais

Rafael Steinhauser Acision Presidente para América Latina. Internet Móvel

Rafael Steinhauser Acision Presidente para América Latina. Internet Móvel Rafael Steinhauser Acision Presidente para América Latina Internet Móvel Em meados de 2009, buscamos informações em jornais, operadoras de telefonia e em órgãos oficiais, sobre o que efetivamente estava

Leia mais

BRASIL. Realizada por MAVAM. 8 a EDIÇÃO. Monitor Acision de Valor Adicionado Móvel Monitor Acision de VAS Móvel. Copyright Acision Junho 2011

BRASIL. Realizada por MAVAM. 8 a EDIÇÃO. Monitor Acision de Valor Adicionado Móvel Monitor Acision de VAS Móvel. Copyright Acision Junho 2011 BRASIL Realizada por Copyright Acision Junho 2011 8 a EDIÇÃO MAVAM Monitor Acision de Valor Adicionado Móvel Monitor Acision de VAS Móvel MAVAM Monitor Acision de Valor Adicionado Móvel Editorial Há 18

Leia mais

Programa Nacional de Banda Larga 18 meses depois

Programa Nacional de Banda Larga 18 meses depois Programa Nacional de Banda Larga 18 meses depois Caio Bonilha Telebras 1 Câmara dos Deputados, 06/12/2011 Mercado de Banda Larga no Brasil Conexões Banda Larga por região 9% 2% 17% 63% 9% Norte Nordeste

Leia mais

Usados por maior número de utilizadores, os acessos móveis reúnem menor satisfação, A fibra é a ligação que mais satisfaz

Usados por maior número de utilizadores, os acessos móveis reúnem menor satisfação, A fibra é a ligação que mais satisfaz 11 - HSVI intad >fa,# < Usados por maior número de utilizadores, os acessos móveis reúnem menor satisfação, A fibra é a ligação que mais satisfaz á quem já não consiga viver i sem poder aceder à Net. Daí

Leia mais

Direitos dos Consumidores de Telecomunicação. Fórum Alô Brasil. 26 de abril de 2011

Direitos dos Consumidores de Telecomunicação. Fórum Alô Brasil. 26 de abril de 2011 Direitos dos Consumidores de Telecomunicação Fórum Alô Brasil 26 de abril de 2011 Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor Instituto criado em 1987 Atuante na defesa dos direitos do consumidor Independente

Leia mais

Aniversário de 15 anos - Rodrigo Abreu. Destaque - Rodrigo Abreu. Operações - Lorenzo Lindner. Marketing - Roger Solé. Live TIM - Rogério Takayanagi

Aniversário de 15 anos - Rodrigo Abreu. Destaque - Rodrigo Abreu. Operações - Lorenzo Lindner. Marketing - Roger Solé. Live TIM - Rogério Takayanagi 1 Agenda Aniversário de 15 anos - Rodrigo Abreu Temas do 2º Trimestre : Destaque - Rodrigo Abreu Operações - Lorenzo Lindner Marketing - Roger Solé Live TIM - Rogério Takayanagi Financeiro - Claudio Zezza

Leia mais

Keynote speech by Senator Walter Pinheiro

Keynote speech by Senator Walter Pinheiro II LATIN AMERICAN PUBLIC POLICY FORUM ON INTERNET, E- COMMERCE AND MOBILE TECHNOLOGIES Economic, Social and Cultural Impact on Latin America's Development Keynote speech by Senator Walter Pinheiro Discussion

Leia mais