Barômetro Cisco de Banda Larga 2.0

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Barômetro Cisco de Banda Larga 2.0"

Transcrição

1 Barômetro Cisco de Banda Larga 2.0 Brasil Dezembro de 2012 Preparado para Copyright IDC. Reproduction is forbidden unless authorized. All rights reserved.

2 Agenda Introdução Descrição do projeto Resultados do período Visão futura Principais conclusões Debate 2

3 Que fatores impulsionam o mundo conectado? LARES Desejo por tecnologia em casa Crescimento significativo do uso (América Latina) Crescimento 5x maior que investimentos de TI Crescimento 15.1x base instalada de PC Investimento em TI: + de US$ 630 bilhões Mudança no modelo de consumo ORGANIZAÇÕES Necessidade de incrementar a produtividade e a relação custo-benefício de suas operações Modelo Cliente Servidor Fixo Não conectado Sentido único: Download Terceira Plataforma Móvel Cloud Redes Socias Big Data MAIOR CONSUMO DE COMUNICAÇÕES É necessário mudar a forma pela qual se mede o mercado A penetração de banda larga por si só não é suficiente É necessário redefinir Banda Larga 128 Kbps são suficientes? 3

4 Proposta de pontos de discussão Como se pode melhorar a competitividade do Brasil e América Latina através do uso de tecnologia e da rede A velocidade da Banda Larga deve ser considerada como um facilitador de maturidade digital na economia do Brasil A maturidade da Banda Larga é um dos fatores chave que deve ser abordado pelo mercado brasileiro para assegurar um futuro melhor. 4

5 Agenda Introdução Descrição do projeto Resultados do período Visão futura Principais conclusões Debate 5

6 Descrição do projeto Definição de Banda Larga atualizada Conexão fixa à Internet de Banda Larga 1.0 Conexão always-on Velocidade de download superior a 128 Kbps. Conexão fixa à Internet de Banda Larga 2.0 Conexão always-on Velocidade de download superior a 2 Mbps. Tecnologias fixas xdsl TV a Cabo Fibra Wireless Fixo: WiMAX, LMDS, MMDS, WLL Satélite, Linhas dedicadas, Outros Acessos móveis Conexões para PC (Big Screen) Pré-pago e Pós-pago Acesso através de um modem ou de um telefone Não inclui navegação de smartphones Tecnologias móveis 3G 4G 6

7 O que é medido pelo Barômetro de Banda Larga 2.0? Mede as conexões de Banda Larga Fixas e Móveis A partir da nova definição, se denomina Banda Larga 2.0 as conexões de 2 Mbps ou mais (fixas) A partir de agora, o restante das conexões (fixas) de 128Kbps ou mais, são chamadas Banda Larga 1.0 As assinaturas móveis não incluem navegação feita por telefone celular ou smartphone 7

8 Quais as características da Banda Larga 2.0? Banda Larga 1.0 Banda Larga 2.0 Velocidade mínima 128 Kbps 2 Mbps Filmes on-line qualidade DVD Buffer ~ 1 Hora Buffer ~ 5 minutos Sim Sim Chamadas de voz por Internet Sim Sim Chamadas de video por Internet Baixa qualidade Qualidade standard Jogos on-line Não Sim 8

9 Países nos quais se realiza o Barômetro Cisco de Banda Larga 2.0 Colômbia Brasil Chile Argentina 9

10 Abordagem Múltipla Metodologia IDC Regulamentação Pesquisa secundária (Políticas públicas, relatórios governamentais) Pesquisa primária com reguladores locais / organizações da Indústria Provedores de Serviço Banda Larga Cenários atuais e futuros Organizações Pesquisa secundária (Relatórios financeiros, relatórios da imprensa, etc.) Investigação local com provedores de serviço Base de conhecimento interna da IDC PC, smartphones, tablets trackers IT Services Tracker 10

11 ISP analisados durante o processo de pesquisa Entre outros... 11

12 Agenda Introdução Descrição do projeto Resultados do período Visão futura Principais conclusões Debate 12

13 Brasil: Total conexões Dezembro de ,000 25,000 20,000 15,000 10,000 5,000 Conexões Fixas e Móveis (Milhares) Brasil 21,764 5,557 Fixa 23,590 6,112 Móvel 25,820 6,757 16,207 17,478 19,063 Penetração por cada 100 hab. Dezembro de 2012 Móvel: 3,4% Fixa: 9,7% (Incluindo Banda Larga 1.0 e 2.0) - Dezembro de 2011 Junho de 2012 Dezembro de 2012 Nota: As conexões fixas incluem todas as velocidades superiores a 128 Kbps (Banda Larga 1.0 e 2.0) As conexões fixas cresceram 9,1% nos últimos 6 meses, enquanto que as móveis cresceram em um ritmo de 10,6% no mesmo período. No Brasil existem 35 conexões móveis por cada 100 fixas Fonte: Barômetro Cisco de Banda Larga 2.0 Dezembro de Elaborado por IDC, Março de

14 Brasil: Conexões fixas por tecnologia Dezembro de ,000 12,000 10,000 Conexões Fixas à Internet de Banda Larga (1.0 e Milhares) Brasil Por Tecnologia de Acesso 11,557 12,140 10,767 8,000 6,000 4,878 5,256 5,929 4,000 2, xdsl Cable Modem FTTx Wireless Fixo Acessos Dedicados Satélite Dezembro de 2011 Junho de 2012 Dezembro de 2012 Nota: As conexões fixas incluem todas as velocidades superiores a 128 Kbps (Banda Larga 1.0 e 2.0) As conexões xdsl continuam dominando o mercado. As conexões com esta tecnologia cresceram 5% no último semestre As conexões de Cable Modem já superam 31% das conexões fixas no Brasil. Juntas, as conexões xdsl e de Cabo representaram 94,8% dessas conexões. Fonte: Barômetro Cisco de Banda Larga 2.0 Dezembro de Elaborado por IDC, Março de

15 Brasil: Conexões móveis por tecnologia Junho de 2012 Conexões Móveis de Internet Brasil Por Tecnologia 8,000 7,000 6,000 5,000 4,000 3,000 2,000 1,000-5,557 6,112 6,757 Dezembro de 2011 Junho de 2012 Dezembro de G 4G No Brasil, até Dezembro de 2012 ainda não haviam sido lançados comercialmente, os serviços móveis com tecnologia 4G. As assinaturas 3G cresceram 18,7% no ano, superando os 6,7 milhões em Dezembro de 2012 Fonte: Barômetro Cisco de Banda Larga 2.0 Dezembro de Elaborado por IDC, Março de

16 Brasil: Conexões Fixas por velocidade Dezembro de 2012 Conexões Fixas à Internet de Banda Larga (1.0 e Milhares) Brasil Conexões Fixas à Internet de Banda Larga (1.0 e Milhares) Brasil - Detalhe por velocidade 25,000 20, Mbps e acima 24.4% 19,063 17,478 16,207 >=5Mbps<10 Mbps 14.9% 15,000 8,275 9,223 10,990 >=2Mbps<5 Mbps 18.4% 10,000 >=512 <2 Mbps 32.5% 5,000 7,931 8,255 8,073 <512 Kbps 9.8% - Dezembro de 2011 Junho de 2012 Dezembro de % 5.0% 10.0% 15.0% 20.0% 25.0% 30.0% 35.0% Banda Larga 1.0 Banda Larga 2.0 (>= 2Mbps. ) Total Nota: As conexões fixas incluem todas as velocidades superiores a 128 Kbps. As conexões fixas de Banda Larga 2.0 no Brasil cresceram 13,4% nos últimos 6 meses, já as conexões 1.0 decresceram 57,6 % das conexões de Banda Larga fixa no Brasil são 2.0 Das conexões de Banda Larga 2.0, 42,2% se encontram na faixa de 10 Mbps ou mais. Fonte: Barômetro Cisco de Banda Larga 2.0 Dezembro de Elaborado por IDC, Março de

17 Brasil: Evolução da velocidade média Dezembro de Velocidade média (Mbps) Brasil Dezembro de 2011 Junho de 2012 Dezembro de 2012 A velocidade média é calculada em função do peso de cada velocidade no total de conexões, ou seja, trata-se de uma média ponderada. A velocidade média cresceu em 346 Kbps nos últimos 6 meses e 606 Kbps no último ano O motivo principal para este aumento foi a introdução de velocidades altas a preços mais competitivos tendo boa aceitação no mercado. Fonte: Barômetro Cisco de Banda Larga 2.0 Dezembro de Elaborado por IDC, Março de

18 Agenda Introdução Descrição do projeto Resultados do período Visão futura Principais conclusões Debate 18

19 Brasil: Prognóstico de conexões de Internet Próximos 5 anos Prognóstico de Maturidade de Banda Larga (Milhares de Conexões) Brasil 45,000 40,000 35,000 30,000 25,000 20,000 15,000 10,000 5,000-42,608 40,179 37,377 34,018 30,158 25,820 22,194 21,586 20,153 18,511 16,358 13,836 10,990 8,700 9,576 10,822 12,060 13,231 8,229 5,750 6,757 8,084 8,044 7,966 7,743 8,073 8,092 7, Fixa - Banda Larga 1.0 (< 2 Mbps.) Fixa - Banda Larga 2.0 (>= 2 Mbps.) Móvel Total Em 2017, Brasil superará as 42,6 milhões de conexões (fixas e móveis) Deste total, as móveis representarão 31% As conexões de Banda Larga 2.0 alcançarão 73,5% das fixas Fonte: Barômetro Cisco de Banda Larga 2.0 Dezembro de Elaborado por IDC, Março de

20 Banda Larga Premissas gerais Tendência Impacto Direção do Impacto Período Nivel de Certeza Preços/ Velocidades As operadoras estão concentrando as ofertas nas velocidades intermediárias (2Mbps) e superiores (5Mbps+), sendo R$ 63 o preço médio por acesso praticado no 2H12. Aumento significativo da velocidade média, melhorando a experiência de uso. Mídias digitais, conteúdo e B2C devem ser cada vez mais explorados / 2016 Tecnologias As tecnologias xdsl e Cabo seguirão dominando o mercado de banda larga nos próximos anos, embora haja bom crescimento de outras tecnologias mais avançadas como FTTH. Como a maioria das operadoras utiliza xdsl sendo uma parte consideravel ainda em ADSL, espera-se maiores investimentos em estrutura para que seja oferecido um serviço de melhor custo-benefício / G Segundo o ministro da Comunicações, a rede de internet móvel 4G estará disponível até o final de abril de 2013 nas cidades-sede da Copa das Confederações (Belo Horizonte, Brasília, Fortaleza, Salvador, Recife e Rio de Janeiro). Crescimento da base de Banda Larga Móvel e Pacotes de Dados devido à maior qualidade na oferta do serviço / 2016 Regulamentação PLC 116/10, estabelece cotas de conteúdo nacional nos canais de televisão, elimina restrições ao capital estrangeiro em empresas de TV a Cabo e permite que operadoras comercializem o serviço de TV paga. Eliminação da concentração de mercado através da inserção de novos competidores, deve fomentar o mercado de pacotes Triple Play no país, contribuindo para aumento da penetração de banda larga / 2016 Direção do Impacto: positivo; negativo: =neutro Nivel de certeza: muito baixo, baixo, moderado, alto, muito alto 20

21 Agenda Introdução Descrição do projeto Resultados do período Visão futura Principais conclusões Debate 21

22 Principais Conclusões Em Dezembro de 2012, o Brasil alcançou um total de 25,8 milhões de conexões de banda larga (Fixa e Móvel) As conexões de Banda Larga Fixa alcançaram uma penetração de 9,7% da população ou 32,5% dos lares Banda Larga 2.0 (>= 2Mbps.) superou os 10,98 milhões de conexões, isto significa uma penetração de 5,6 por cada 100 habitantes. As assinaturas móveis superam 6,7 milhões ou 3,4% da população Até 2017, se espera que as conexões fixas e móveis superem 42,6 milhões Do total, 31% será móvel Das fixas, 7 a cada 10 conexões serão Banda Larga 2.0 Fonte: Barômetro Cisco de Banda Larga 2.0 Dezembro de Elaborado por IDC, Março de

23 Brasil: Guia Essencial Dezembro de 2012 Fatores que alavancam a maturidade da Banda Larga no Brasil Com as recentes fusões das concessionárias com operadoras de telefonia móvel, criaram-se grandes grupos capazes de ofertar um abrangente leque de serviços. A compra de pacotes bundle oferece um custo-benefício mais interessante ao consumidor e aumenta o arpu médio por usuário, beneficiando ambos os lados. A banda larga segue como componente chave nos pacotes, com TV alcançando muito bom desempenho no período. As recentes regulamentações impostas ao setor fomentaram tanto o segmento consumidor quanto o corporativo, que serão ainda impulsionados pelos grande eventos de 2014 e A mudança no perfil de uso da Internet, impulsionada pelo desejo de uma melhor navegação, pela expansão do B2C na web, e também pela popularização de Conteúdo e Mídias Digitais, modificou positivamente o cenário de banda larga no país. Fatores a serem abordados para fomentar a maturidade da Banda Larga no Brasil A relativa baixa qualidade do serviço segue como um dos principais inibidores da Banda Larga no mercado nacional. Apesar do preço praticado estar em queda, ainda é caro comparativamente a outros países da América Latina e do mundo. Ainda hoje existe demanda reprimida, seja por uma cobertura com falta de opções de escolha de tecnologia ou por mercado concentrados em dois ou menos provedores. Parte da população ainda desconhece ou desconsidera a importância da banda larga na vida cotidiana. Fonte: Barômetro Cisco de Banda Larga 2.0 Dezembro de Elaborado por IDC, Março de

24 Contatos Samuel Rodrigues Telecom Analyst Brazil Diego Anesini Manager, Telecom Latin America Romina Adduci Director, Telecom Latin America Ricardo Villate Vice President, Research and Consulting Latin America 24

Barômetro Cisco de Banda Larga 2.0

Barômetro Cisco de Banda Larga 2.0 Barômetro Cisco de Banda Larga 2.0 Brasil Junho de 2013 Preparado para Copyright IDC. Reproduction is forbidden unless authorized. All rights reserved. Agenda Introdução Descrição do projeto Resultados

Leia mais

Larga Brasil 2005-2010

Larga Brasil 2005-2010 Barômetro Cisco de Banda Larga Brasil 2005-2010 Resultados de Junho de 2010 Preparado para Meta de Banda Larga em 2010 no Brasil: 15 milhões de conexões Elaborado por IDC Copyright 2010 IDC. Reproduction

Leia mais

Barômetro Cisco de Banda Larga Brasil 2005-2010

Barômetro Cisco de Banda Larga Brasil 2005-2010 Barômetro Cisco de Banda Larga Brasil 2005-2010 Resultados de Setembro/2007 Preparado para Meta de Banda Larga em 2010 no Brasil: 10 milhões de conexões Mauro Peres, Research Director IDC Brasil Copyright

Leia mais

Resumo do Barômetro Cisco Banda Larga Brasil 2005-20102010

Resumo do Barômetro Cisco Banda Larga Brasil 2005-20102010 Resumo do Barômetro Cisco Banda Larga Brasil 2005-20102010 Resultados de Junho 2009 Preparado para Meta de Banda Larga em 2010 no Brasil: 15 milhões de conexões Elaborado por IDC Copyright 2009 IDC. Reproduction

Leia mais

Resumo do Barômetro Cisco Banda Larga Brasil 2005-2010

Resumo do Barômetro Cisco Banda Larga Brasil 2005-2010 Copyright 2008 IDC. Reproduction is forbidden unless authorized. All rights reserved. Resumo do Barômetro Cisco Banda Larga Brasil 2005-2010 Resultados de Dezembro/2008 Preparado para Meta de Banda Larga

Leia mais

Barômetro Cisco de Banda Larga Brasil 2005-2010

Barômetro Cisco de Banda Larga Brasil 2005-2010 Barômetro Cisco de Banda Larga Brasil 2005-2010 Resultados de Junho/2008 Preparado para Meta de Banda Larga em 2010 no Brasil: 15 milhões de conexões Mauro Peres, Country Manager IDC Brasil Copyright 2008

Leia mais

Barômetro de Banda Larga no Brasil, 2005-2010

Barômetro de Banda Larga no Brasil, 2005-2010 Mauro Peres, Research Director IDC Brasil Barômetro Banda Larga no Brasil, 2005-2010 Resultados 2006 Preparado para Preparado para Meta Banda Larga em 2010 no Brasil: 10 milhão conexões www.idc.com Agenda

Leia mais

Barômetro. Cisco. Banda Larga. Análise de mercado. 2 o Trimestre/2006. 3 a Edição Setembro/2006

Barômetro. Cisco. Banda Larga. Análise de mercado. 2 o Trimestre/2006. 3 a Edição Setembro/2006 Barômetro Cisco Banda Larga da Análise de mercado 2 o Trimestre/2006 3 a Edição Setembro/2006 Barômetro Cisco da Banda Larga Introdução Você está recebendo a nova edição do Barômetro Cisco da Banda Larga,

Leia mais

Barômetro. Cisco. Banda Larga. Análise de mercado

Barômetro. Cisco. Banda Larga. Análise de mercado Barômetro Cisco Banda Larga da Análise de mercado Barômetro Cisco da Banda Larga Índice Introdução Introdução...2 Metodologia...3 Barômetro Cisco da Banda Larga...3 Definições...4 Banda Larga no Mundo...4

Leia mais

A perspectiva de Operadoras Competitivas de Telecomunicações

A perspectiva de Operadoras Competitivas de Telecomunicações 24 de Março de 2011 As exigências de infraestrutura de TIC para a Copa do Mundo e Olimpíada no Brasil Desafios e Oportunidades na construção do IBC. A perspectiva de Operadoras Competitivas de Telecomunicações

Leia mais

1 Introduc ao 1.1 Hist orico

1 Introduc ao 1.1 Hist orico 1 Introdução 1.1 Histórico Nos últimos 100 anos, o setor de telecomunicações vem passando por diversas transformações. Até os anos 80, cada novo serviço demandava a instalação de uma nova rede. Foi assim

Leia mais

I Fórum Lusófono de Comunicações. Abril. 2010

I Fórum Lusófono de Comunicações. Abril. 2010 I Fórum Lusófono de Comunicações Abril. 2010 Evolução do Setor de Telecomunicações no Brasil Pré-Privatização Monopólio estatal Poucos investimentos Baixa qualidade dos serviços 98 Grande demanda reprimida

Leia mais

Evolução da Regulamentação do Setor de Telecomunicações. Sub-Comissão de Marcos Regulatórios da Comissão de Assuntos Econômicos do Senado 21/05/2007

Evolução da Regulamentação do Setor de Telecomunicações. Sub-Comissão de Marcos Regulatórios da Comissão de Assuntos Econômicos do Senado 21/05/2007 Evolução da Regulamentação do Setor de Telecomunicações Sub-Comissão de Marcos Regulatórios da Comissão de Assuntos Econômicos do Senado 21/05/2007 Razões para mudar a legislação Antes de mudar, definir

Leia mais

APRESENTAÇÃO CORPORATIVA

APRESENTAÇÃO CORPORATIVA APRESENTAÇÃO CORPORATIVA Julho de 2011 Mercado Brasileiro de Telecomunicações Oi: Perfil, Cobertura e Estratégia Resultados Operacionais e Financeiros Aliança com a Portugal Telecom e Aumento de Capital

Leia mais

Economia Móvel América Latina 2013 Sumário Executivo

Economia Móvel América Latina 2013 Sumário Executivo Economia Móvel América Latina 2013 Sumário Executivo Economia Móvel América Latina 2013 A GSMA representa os interesses da indústria mundial de comunicações móveis. Presente em mais de 220 países, a GSMA

Leia mais

Resultados 3T14_. Relações com Investidores Telefônica Brasil S.A. Novembro de 2014.

Resultados 3T14_. Relações com Investidores Telefônica Brasil S.A. Novembro de 2014. Resultados 3T14_ Novembro de 2014. Disclaimer Esta apresentação pode conter declarações baseadas em estimativas a respeito dos prospectos e objetivos futuros de crescimento da base de assinantes, um detalhamento

Leia mais

Resultados 1T15_. Relações com Investidores Telefônica Brasil S.A. Maio, 2015.

Resultados 1T15_. Relações com Investidores Telefônica Brasil S.A. Maio, 2015. Resultados _ Relações com Investidores Maio, 2015. Disclaimer Esta apresentação pode conter declarações baseadas em estimativas a respeito dos prospectos e objetivos futuros de crescimento da base de assinantes,

Leia mais

Explorando as Oportunidades dos Serviços de Dados. Seminário sobre Telecomunicações APIMEC RIO

Explorando as Oportunidades dos Serviços de Dados. Seminário sobre Telecomunicações APIMEC RIO Explorando as Oportunidades dos Serviços de Dados Seminário sobre Telecomunicações APIMEC RIO As Oportunidades do Mercado de Telecom no Brasil Universalização dos Serviços Através do Móvel Crescimento

Leia mais

A universalização do acesso à informação pelo uso das telecomunicações

A universalização do acesso à informação pelo uso das telecomunicações CONFIDENCIAL A universalização do acesso à informação pelo uso das telecomunicações José Antônio Guaraldi Félix Presidente da NET Serviços de Comunicação S.A. São Paulo, 29 de setembro de 2009 SUMÁRIO

Leia mais

Keynote speech by Senator Walter Pinheiro

Keynote speech by Senator Walter Pinheiro II LATIN AMERICAN PUBLIC POLICY FORUM ON INTERNET, E- COMMERCE AND MOBILE TECHNOLOGIES Economic, Social and Cultural Impact on Latin America's Development Keynote speech by Senator Walter Pinheiro Discussion

Leia mais

Pesquisa sobre Provedores de Serviços Internet no Brasil. São Paulo, 30 de novembro de 2011

Pesquisa sobre Provedores de Serviços Internet no Brasil. São Paulo, 30 de novembro de 2011 Pesquisa TIC Provedores 2011 Coletiva de Imprensa Pesquisa sobre Provedores de Serviços Internet no Brasil São Paulo, 30 de novembro de 2011 CGI.br Comitê Gestor da Internet no Brasil NIC.br Núcleo de

Leia mais

Síntese. Perspectivas das Comunicações da OCDE : Edição 2003

Síntese. Perspectivas das Comunicações da OCDE : Edição 2003 Síntese Perspectivas das Comunicações da OCDE : Edição 2003 Overview OECD Communications Outlook : 2003 Edition As sínteses são excertos de publicações da OCDE, encontrando-se livremente disponíveis na

Leia mais

Incentivar, desenvolver, regulamentar e promover o uso dos meios interativos;

Incentivar, desenvolver, regulamentar e promover o uso dos meios interativos; Missão do IAB Brasil Incentivar, desenvolver, regulamentar e promover o uso dos meios interativos; Criar normas e padrões para o planejamento, criação, compra, venda, veiculação e mensuração de mensagens

Leia mais

Revisão dos Contratos de Concessão. O PGMU. Desafio do Backhaul 390 Encontro Tele.Síntese

Revisão dos Contratos de Concessão. O PGMU. Desafio do Backhaul 390 Encontro Tele.Síntese Revisão dos Contratos de Concessão. O PGMU. Desafio do Backhaul 390 Encontro Tele.Síntese Mario Dias Ripper F&R Consultores Brasília, 02 de setembro de 2014. PGMU III Geografia Características do Brasil

Leia mais

Indicadores. COMITÊ DE MARKETING Outubro/2007

Indicadores. COMITÊ DE MARKETING Outubro/2007 Indicadores COMITÊ DE MARKETING Outubro/2007 Introdução Comprovando as projeções otimistas da entidade o número de usuários residenciais de internet passou de 20 milhões. Diversos fatores contribuíram

Leia mais

INDICADORES DE MERCADO

INDICADORES DE MERCADO INDICADORES DE MERCADO SUMÁRIO EXECUTIVO Nessa edição dos Indicadores de Mercado, desenvolvido pelo Comitê de Marketing do IAB Brasil, são apresentados os dados consolidados do primeiro semestre de 2007,

Leia mais

Barômetro. Cisco. Banda Larga. Análise de mercado. 2 o semestre/2005 1 o trimestre/2006

Barômetro. Cisco. Banda Larga. Análise de mercado. 2 o semestre/2005 1 o trimestre/2006 Barômetro Cisco Banda Larga da Análise de mercado 2 o semestre/2005 1 o trimestre/2006 Barômetro Cisco da Banda Larga Introdução Você está recebendo a nova edição do Barômetro Cisco da Banda Larga, indicador

Leia mais

Tendências da 3ª Plataforma de Tecnologia e Big Data

Tendências da 3ª Plataforma de Tecnologia e Big Data Tendências da 3ª Plataforma de Tecnologia e Big Data GUGST Maio 2014 Alexandre Campos Silva IDC Brazil Consulting Director (11) 5508 3434 - ( (11) 9-9292-2414 Skype: AlexandreCamposSilva Twitter: @xandecampos

Leia mais

PORQUE A VOLTA DA TELEBRÁS É UMA BOA NOTÍCIA

PORQUE A VOLTA DA TELEBRÁS É UMA BOA NOTÍCIA ESTUDO PORQUE A VOLTA DA TELEBRÁS É UMA BOA NOTÍCIA Vilson Vedana Consultor Legislativo da Área XIV Comunicação Social, Informática, Telecomunicações, Sistema Postal, Ciência e Tecnologia ESTUDO DEZEMBRO/2007

Leia mais

Banda Larga Políticas Públicas e Regulação

Banda Larga Políticas Públicas e Regulação Banda Larga Políticas Públicas e Regulação Rogério Santanna dos Santos Brasília, 29 de Setembro de 2009 Mercado Banda Larga - Operadoras Empresas 2007 (x1000) 2008 (x1000) % Crescimento Ano 2007 Telefonica

Leia mais

A Faixa de 700 MHz Para Serviços Públicos. Brasília, 29 de Abril de 2014

A Faixa de 700 MHz Para Serviços Públicos. Brasília, 29 de Abril de 2014 A Faixa de 700 MHz Para Serviços Públicos Brasília, 29 de Abril de 2014 Happy 50 th Birthday in 2014! IDC tem posição única na indústria de TI e Telecom da América Latina Provedores Canais 16,903 Menções

Leia mais

Mapa de Conectividade

Mapa de Conectividade Mapa de Conectividade BRASSCOM Associação Brasileira das Empresas de Tecnologia da Informação e Comunicação 1 Cenário Brasil Banda Larga Móvel e Fixa Em julho de 2013, o número de acessos em banda larga

Leia mais

Sr. Secretário de Estado do Empreendorismo e da Inovação, caríssimos convidados, minhas senhoras e meus senhores, muito bom dia.

Sr. Secretário de Estado do Empreendorismo e da Inovação, caríssimos convidados, minhas senhoras e meus senhores, muito bom dia. Sr. Secretário de Estado do Empreendorismo e da Inovação, caríssimos convidados, minhas senhoras e meus senhores, muito bom dia. Bem-vindos à Conferência da ANACOM. Antes de mais gostaria de agradecer

Leia mais

SETOR DE TELECOMUNICAÇÕES

SETOR DE TELECOMUNICAÇÕES SETOR DE TELECOMUNICAÇÕES NO BRASIL COMISSÃO DE CIÊNCIA, TECNOLOGIA, INOVAÇÃO, COMUNICAÇÃO E INFORMÁTICA SENADO FEDERAL EDUARDO LEVY BRASÍLIA, 04 DE NOVEMBRO DE 2014 crescimento do setor de telecomunicações

Leia mais

Tarifas de banda larga na América Latina e Caribe: Avaliação comparativa e tendências. Hernan Galperin, Universidade de San Andrés (Argentina).

Tarifas de banda larga na América Latina e Caribe: Avaliação comparativa e tendências. Hernan Galperin, Universidade de San Andrés (Argentina). Tarifas de banda larga na América Latina e Caribe: Avaliação comparativa e tendências. Hernan Galperin, Universidade de San Andrés (Argentina). As características de oferta são um indicador chave no desempenho

Leia mais

Primeiro Técnico TIPOS DE CONEXÃO, BANDA ESTREITA E BANDA LARGA

Primeiro Técnico TIPOS DE CONEXÃO, BANDA ESTREITA E BANDA LARGA Primeiro Técnico TIPOS DE CONEXÃO, BANDA ESTREITA E BANDA LARGA 1 Banda Estreita A conexão de banda estreita ou conhecida como linha discada disponibiliza ao usuário acesso a internet a baixas velocidades,

Leia mais

AMÉRICA LATINA E CARIBE ERICSSON MOBILITY REPORT - APÊNDICE NOVEMBRO

AMÉRICA LATINA E CARIBE ERICSSON MOBILITY REPORT - APÊNDICE NOVEMBRO AMÉRICA LATINA E CARIBE ERICSSON MOBILITY REPORT - APÊNDICE NOVEMBRO VISÃO GERAL DO MERCADO Principais dados: América Latina e Caribe M Assinaturas móveis (milhões) Assinaturas de smartphones (milhões)

Leia mais

2002 - Serviços para empresas

2002 - Serviços para empresas 2002 - Serviços para empresas Grupo Telefónica Data. Resultados Consolidados 1 (dados em milhões de euros) Janeiro - Dezembro 2002 2001 % Var. Receita por operações 1.731,4 1.849,7 (6,4) Trabalho para

Leia mais

Barômetro Cisco de Banda

Barômetro Cisco de Banda Barômetro Cisco de Banda Larga Brasil 2005-20102010 Resultados de Junho/2007 ajustado em Julho/2007 Preparado para Meta de Banda Larga em 2010 no Brasil: 10 milhões de conexões Mauro Peres, Research Director

Leia mais

Mas afinal, o que é a CONVERGÊNCIA?

Mas afinal, o que é a CONVERGÊNCIA? Tecnologia 40 Mas afinal, o que é a CONVERGÊNCIA? DSL Cabo Fibra Móvel Móvel WiFi em movimento Convergência TERMINAL é poder MULTI- se comunicar ÓTIMO MÍDIA independente de local, dispositivo de acesso

Leia mais

EIXO MERCOSUL - CHILE

EIXO MERCOSUL - CHILE EIXO MERCOSUL - CHILE INFRA-ESTRUTURA DE TELECOMUNICAÇÕES NO BRASIL MINISTÉRIO DAS COMUNICAÇÕES - BRASIL Eixo Mercosul - Chile Telefonia Fixa milhares de acessos 2002 2003 2004 2005 Total de Instalados

Leia mais

Brasileiro faz plano de banda larga dos EUA

Brasileiro faz plano de banda larga dos EUA Brasileiro faz plano de banda larga dos EUA 4 de outubro de 2009 O brasileiro Carlos Kirjner, nomeado pelo presidente Barack Obama para o cargo de conselheiro do diretor-geral da Comissão Federal de Comunicações

Leia mais

Apresentação de resultados. Algar Telecom 3T10

Apresentação de resultados. Algar Telecom 3T10 Apresentação de resultados Algar Telecom Destaques do Lucro Líquido consolidado de R$ 32,8 milhões, 49,5% maior que o do. Margem de 8,6% no, ante 6,2% no. Algar Telecom inicia oferta de varejo (voz, banda

Leia mais

Sugestão de Política Pública para o Atendimento Rural via Satélite

Sugestão de Política Pública para o Atendimento Rural via Satélite Sugestão de Política Pública para o Atendimento Rural via Satélite Sindicato Nacional das Empresas de Telecomunicações por Satélite SINDISAT Suporte: TELECO - Inteligência em Telecomunicações Brasília,

Leia mais

O Desempenho Comparado das Telecomunicações do Brasil Preços dos Serviços de Telecomunicações Utilização de Banda Larga Fixa

O Desempenho Comparado das Telecomunicações do Brasil Preços dos Serviços de Telecomunicações Utilização de Banda Larga Fixa O Desempenho Comparado das Telecomunicações do Brasil Preços dos Serviços de Telecomunicações Utilização de Banda Larga Fixa São Paulo, Agosto de 2014 2014 Teleco. Todos os direitos reservados. ÍNDICE

Leia mais

Resultados 4T13_. Relações com Investidores Telefônica Brasil S.A. Fevereiro, 2014.

Resultados 4T13_. Relações com Investidores Telefônica Brasil S.A. Fevereiro, 2014. Resultados 4T13_ Fevereiro, 2014. Destaques do 4T13 e ano de 2013 DESTAQUES Móvel Fixo Operacional Sustentando o crescimento superior em adições de pós-pago resultando em uma maior adoção de dados e crescimento

Leia mais

III Fórum Lusófono das Comunicações ARCTEL-CPLP

III Fórum Lusófono das Comunicações ARCTEL-CPLP III Fórum Lusófono das Comunicações ARCTEL-CPLP Tendências, Panorama e Desafios do Roaming Internacional II Painel Que Mercado na CPLP? Agenda Sobre a Oi Que Mercado na CPLP Panorama Roaming Internacional

Leia mais

TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO

TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO TELECOMUNICAÇÕES As telecomunicações referem -se à transmissão eletrônica de sinais para as comunicações, incluindo meios como telefone, rádio e televisão. As telecomunicações

Leia mais

Destaques do trimestre

Destaques do trimestre Resultados 3T12 Destaques do trimestre 1 Empresa integrada é líder no índice de satisfação do cliente 2 Líder indiscutível nos segmentos de maior receita com foco na geração de valor 3 Melhora sequencial

Leia mais

Esgotamento dos Endereços IPv4 Migração para o IPv6 FÓRUM BRASILEIRO DE IMPLEMENTADORES DE IPV6 SÃO PAULO, 26 DE NOVEMBRO DE 2014

Esgotamento dos Endereços IPv4 Migração para o IPv6 FÓRUM BRASILEIRO DE IMPLEMENTADORES DE IPV6 SÃO PAULO, 26 DE NOVEMBRO DE 2014 Esgotamento dos Endereços IPv4 Migração para o IPv6 FÓRUM BRASILEIRO DE IMPLEMENTADORES DE IPV6 SÃO PAULO, 26 DE NOVEMBRO DE 2014 Somos a PLATAFORMA sobre a qual MILHÕES de SERVIÇOS são PRESTADOS a todo

Leia mais

4G / WIFI Abordagens para melhor acesso à internet no campus

4G / WIFI Abordagens para melhor acesso à internet no campus 4G / WIFI Abordagens para melhor acesso à internet no campus EMBRATEL É PARTE DA AMÉRICA MÓVIL INSTITUCIONAL UM DOS MAIORES GRUPOS EMPRESARIAIS DO MUNDO E LÍDER NA OFERTA DE SERVIÇOS DE TELECOMUNICAÇÕES

Leia mais

Introdução. ISP: Internet Service Provider O provedor de acesso oferece serviço de acesso à internet, agregando a ele outros serviços como:

Introdução. ISP: Internet Service Provider O provedor de acesso oferece serviço de acesso à internet, agregando a ele outros serviços como: Introdução ISP: Internet Service Provider O provedor de acesso oferece serviço de acesso à internet, agregando a ele outros serviços como: Correio Eletrônico; Hospedagem de sites; Blogs; DNS; Voip. Introdução

Leia mais

Introdução. ISP Local

Introdução. ISP Local Introdução ISP: Internet Service Provider O provedor de acesso oferece serviço de acesso à internet, agregando a ele outros serviços como: Correio Eletrônico; Hospedagem de sites; Blogs; DNS; Voip. Introdução

Leia mais

Caio Bonilha 10 out 2012

Caio Bonilha 10 out 2012 Caio Bonilha 10 out 2012 1. Banda Larga no Brasil Cobertura do Mercado de Banda Larga Conexões Banda Larga por Região 62% 17% 8% 3% 10% Centro-Oeste Nordeste Norte Sudeste Sul Fonte: Anatel SICI Junho/2012

Leia mais

Casa do Futuro Convergência Digital. Porto Alegre, 11 de Setembro de 2007

Casa do Futuro Convergência Digital. Porto Alegre, 11 de Setembro de 2007 Casa do Futuro Convergência Digital Porto Alegre, 11 de Setembro de 2007 O Ponto de Partida A Casa nos Anos 80 TV Aberta Analógica: Do ponto de vista das emissoras, o usuário final não era gerador direto

Leia mais

Mídia Online: Como estar Presente e ter Sucesso Brasília - 05/05/09 Evento realizado pela Hi-Mídia

Mídia Online: Como estar Presente e ter Sucesso Brasília - 05/05/09 Evento realizado pela Hi-Mídia Mídia Online: Como estar Presente e ter Sucesso Brasília - 05/05/09 Evento realizado pela Hi-Mídia Missão do IAB Brasil Incentivar, desenvolver, regulamentar e promover o uso dos meios interativos; Criar

Leia mais

Destinação da faixa de 2,5 GHz e o pedido de anulação judicial da

Destinação da faixa de 2,5 GHz e o pedido de anulação judicial da Senado Federal Requerimento nº 43/09 de Audiência Pública CCT Destinação da faixa de 2,5 GHz e o pedido de anulação judicial da consulta pública nº 31/2009 da ANATEL Brasília, 18 de Novembro, 2009 Apresentação

Leia mais

O uso da radiofrequência para a inclusão social: alternativas para o regime jurídico da radiofrequência no Brasil

O uso da radiofrequência para a inclusão social: alternativas para o regime jurídico da radiofrequência no Brasil O uso da radiofrequência para a inclusão social: alternativas para o regime jurídico da radiofrequência no Brasil IV Acorn-Redecom Conference Brasília, 14 de maio de 2010 Gabriel Boavista Laender Universidade

Leia mais

01. O QUE É? 02. OBJETIVOS DO CURSO 03. CAMPO DE ATUAÇÃO

01. O QUE É? 02. OBJETIVOS DO CURSO 03. CAMPO DE ATUAÇÃO 01. O QUE É? O Curso de Desenvolvimento de Websites é um curso de graduação tecnológica de nível superior com duração de dois anos e meio. Este curso permite a continuidade dos estudos em nível de bacharelado

Leia mais

DBL/BLM 01.08.2012. Banda Larga Móvel

DBL/BLM 01.08.2012. Banda Larga Móvel DBL/BLM 01.08.2012 Índice Banda Larga O que é? Abordagem Comercial O que é o 4G Evolução Tecnológica Uma Oferta duas marcas Tarifários Campanha de Adesão Equipamentos Serviços Adicionais Argumentário de

Leia mais

NET, Claro e Embratel se unem para transformar a oferta de telecomunicações e entretenimento no Brasil

NET, Claro e Embratel se unem para transformar a oferta de telecomunicações e entretenimento no Brasil NET, Claro e Embratel se unem para transformar a oferta de telecomunicações e entretenimento no Brasil Empresas investem na integração das suas redes e lançam a mais completa oferta convergente de serviços

Leia mais

TIC em Grandes Eventos - Brasil. Copyright IDC. Reproduction is forbidden unless authorized. All rights reserved.

TIC em Grandes Eventos - Brasil. Copyright IDC. Reproduction is forbidden unless authorized. All rights reserved. TIC em Grandes Eventos - Brasil Copyright IDC. Reproduction is forbidden unless authorized. All rights reserved. As Mega Tendências de TI no Brasil para 2011 se aplicam também para a Copa Consolidação,

Leia mais

Argumentário frente à concorrência. Inteligência Competitiva e Segmentos Residencial

Argumentário frente à concorrência. Inteligência Competitiva e Segmentos Residencial Argumentário frente à concorrência Inteligência Competitiva e Segmentos Residencial Como descobrir quem é a Concorrência: sondando o cliente... Faça as perguntas abaixo para conhecer melhor o cliente e

Leia mais

Tendências Dominantes na Apropriação de Tecnologias de Informação e Comunicação por Organizações Brasileiras. Raul Colcher raul.colcher@questera.

Tendências Dominantes na Apropriação de Tecnologias de Informação e Comunicação por Organizações Brasileiras. Raul Colcher raul.colcher@questera. Tendências Dominantes na Apropriação de Tecnologias de Informação e Comunicação por Organizações Brasileiras Raul Colcher raul.colcher@questera.com Fonte: ABES, 2013 Mercado Brasileiro de TI Os últimos

Leia mais

ser alcançada através de diferentes tecnologias, sendo as principais listadas abaixo: DSL (Digital Subscriber Line) Transmissão de dados no mesmo

ser alcançada através de diferentes tecnologias, sendo as principais listadas abaixo: DSL (Digital Subscriber Line) Transmissão de dados no mesmo 1 Introdução Em 2009, o Brasil criou o Plano Nacional de Banda Larga, visando reverter o cenário de defasagem perante os principais países do mundo no setor de telecomunicações. Segundo Ministério das

Leia mais

ESTUDO DE VIABILIDADE, PROJETO E IMPLANTAÇÃO DE UMA REDE VPN (VIRTUAL PRIVATE NETWORK)

ESTUDO DE VIABILIDADE, PROJETO E IMPLANTAÇÃO DE UMA REDE VPN (VIRTUAL PRIVATE NETWORK) ESTUDO DE VIABILIDADE, PROJETO E IMPLANTAÇÃO DE UMA REDE VPN (VIRTUAL PRIVATE NETWORK) 1. VPN Segundo TANENBAUM (2003), VPNs (Virtual Private Networks) são redes sobrepostas às redes públicas, mas com

Leia mais

LIGUE TELECOM SOLUÇÕES INOVADORAS PARA QUEM BUSCA COMUNICAÇÃO SEM LIMITES.

LIGUE TELECOM SOLUÇÕES INOVADORAS PARA QUEM BUSCA COMUNICAÇÃO SEM LIMITES. v8.art.br LIGUE TELECOM SOLUÇÕES INOVADORAS PARA QUEM BUSCA COMUNICAÇÃO SEM LIMITES. www.liguetelecom.com.br 0800 888 6700 VOIP FIXO INTERNET LIGUE TELECOM SOLUÇÕES INOVADORAS PARA QUEM BUSCA COMUNICAÇÃO

Leia mais

TV por Assinatura. Telefonia Fixa. Banda Larga. Respeito

TV por Assinatura. Telefonia Fixa. Banda Larga. Respeito Banda Larga TV por Assinatura Telefonia Fixa Respeito APIMEC RIO Rio de Janeiro, 22 de Novembro de 2013 A GVT é uma empresa autorizada pela Anatel a prestar serviços em todo o país A GVT tem licença STFC

Leia mais

MOBILE MARKETING. Prof. Fabiano Lobo

MOBILE MARKETING. Prof. Fabiano Lobo MOBILE MARKETING Prof. Fabiano Lobo - Conforme estipulado no Termo de Uso, todo o conteúdo ora disponibilizado é de titularidade exclusiva do IAB ou de terceiros parceiros e é protegido pela legislação

Leia mais

Estado da Nação das TIC em Angola

Estado da Nação das TIC em Angola Estado da Nação das TIC em Angola CIO AGENDA ANGOLA 2013 AS TI TI COMO ALAVANCA DE CRESCIMENTO DO NEGÓCIO 21 de Maio, Hotel Sana Epic, Luanda Gabriel Coimbra General Manager, IDC Angola gcoimbra@idc.com

Leia mais

Como medir a velocidade da Internet?

Como medir a velocidade da Internet? Link Original: http://www.techtudo.com.br/artigos/noticia/2012/05/como-medir-velocidade-da-suainternet.html Como medir a velocidade da Internet? Pedro Pisa Para o TechTudo O Velocímetro TechTudo é uma

Leia mais

Investimentos em 4G, refarming. de frequência e telefonia rural

Investimentos em 4G, refarming. de frequência e telefonia rural Investimentos em 4G, refarming de frequência e telefonia rural Carlos Baigorri Superintendente Anatel Brasília/DF Fevereiro/2014 Nos últimos 12 anos pudemos ver no mercado as tecnologias passando por diferentes

Leia mais

Comissão Especial PL nº 1.481/2007. AUDIÊNCIA PÚBLICA 13 de Maio de 2008. Vilson Vedana Presidente do Conselho Consultivo da Anatel

Comissão Especial PL nº 1.481/2007. AUDIÊNCIA PÚBLICA 13 de Maio de 2008. Vilson Vedana Presidente do Conselho Consultivo da Anatel Comissão Especial PL nº 1.481/2007 AUDIÊNCIA PÚBLICA 13 de Maio de 2008 Vilson Vedana Presidente do Conselho Consultivo da Anatel 1 O QUE É O CONSELHO CONSULTIVO DA ANATEL Art.33 da Lei nº 9.472, de 1997:

Leia mais

Concentração no mercado de telecom Telesíntese 40

Concentração no mercado de telecom Telesíntese 40 Concentração no mercado de telecom Telesíntese 40 Telefonica do Brasil S.A. mar.2015 AGENDA e principais mensagens 1. O negócio de telecomunicações é intensivo em capital e está pressionado pela expansão

Leia mais

Plano industrial 2014-2016 TIM Participações

Plano industrial 2014-2016 TIM Participações Plano industrial 2014-2016 TIM Participações Limitação de Responsabilidade Este documento pode incluir declarações prospectivas. Essas declarações não são declarações de fatos históricos e refletem crenças

Leia mais

TIM Brasil Padroniza Testes e Antecipa Erros em Aplicações com CA Service Virtualization

TIM Brasil Padroniza Testes e Antecipa Erros em Aplicações com CA Service Virtualization CUSTOMER SUCCESS STORY Junho 2014 TIM Brasil Padroniza Testes e Antecipa Erros em Aplicações com CA Service Virtualization PERFIL DO CLIENTE Indústria: Telecomunicações Empresa: TIM Brasil Colaboradores:

Leia mais

Senado Federal. Comissão de Ciência, Tecnologia, Inovação, Comunicação e Informática PLANO NACIONAL DE BANDA LARGA

Senado Federal. Comissão de Ciência, Tecnologia, Inovação, Comunicação e Informática PLANO NACIONAL DE BANDA LARGA Senado Federal Comissão de Ciência, Tecnologia, Inovação, Comunicação e Informática PLANO NACIONAL DE BANDA LARGA 4 de novembro de 2014 Flávia Lefèvre Guimarães flavia@lladvogados.com.br Lei Geral de Telecomunicações

Leia mais

PLC 116/10. Eduardo Levy

PLC 116/10. Eduardo Levy PLC 116/10 Senado Federal Comissão de Ciência, Tecnologia, Inovação, Comunicação e Informática Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania Comissão de Assuntos Econômicos Comissão de Educação, Cultura

Leia mais

Algar Telecom registra lucro de R$ 71 milhões em 2009

Algar Telecom registra lucro de R$ 71 milhões em 2009 Algar Telecom registra lucro de R$ 71 milhões em 2009 EBITDA atingiu a soma de R$ 391 milhões no ano passado São Paulo, 24 de março de 2010 A Algar Telecom, empresa de telecomunicações do Grupo Algar,

Leia mais

4G no Brasil: Demanda dos Usuários e Exemplos de Aplicações. Alexandre Jann FIESP. Marketing & Strategy General Manager NEC Latin America

4G no Brasil: Demanda dos Usuários e Exemplos de Aplicações. Alexandre Jann FIESP. Marketing & Strategy General Manager NEC Latin America 5º Encontro de Telecomunicações Respeito ao Consumidor 4G no Brasil: FIESP Demanda dos Usuários e Exemplos de Aplicações Alexandre Jann Marketing & Strategy General Manager NEC Latin America Tópicos Perfil

Leia mais

Agilidade organizacional e competitividade das empresas em Portugal. www.quidgest.com quidgest@quidgest.com

Agilidade organizacional e competitividade das empresas em Portugal. www.quidgest.com quidgest@quidgest.com Agilidade organizacional e competitividade das empresas em Portugal www.quidgest.com quidgest@quidgest.com 1. Introdução Novo contexto económico e tecnológico Metodologia 2. Agilidade Organizacional das

Leia mais

A Tecnologia a Serviço sdas Ideias

A Tecnologia a Serviço sdas Ideias sua A Tecnologia a Serviço sdas Grandes Ideias 1 Entre os 10 maiores integradores do Brasil Destaques Operacionais Mais de 10,000 equipamentos gerenciados de LAN e WAN 9.000 sites em mais de 700 clientes

Leia mais

DESCONTOS EXCLUSIVOS PARA COLABORADORES

DESCONTOS EXCLUSIVOS PARA COLABORADORES 1 DESCONTOS EXCLUSIVOS PARA COLABORADORES 2 AS MELHORES VANTAGENS ESTÃO NO MEO Mais de 220 canais incluindo os seus favoritos Canais e Aplicações Interativas exclusivas VideoClube com os últimos êxitos

Leia mais

Universalização de acesso à internet de alto desempenho. Presidência da Anatel

Universalização de acesso à internet de alto desempenho. Presidência da Anatel Universalização de acesso à internet de alto desempenho Presidência da Anatel Brasília/DF Outubro/2012 Panorama Global CRESCIMENTO DA BANDA LARGA NO MUNDO - O Brasil foi o quinto país que mais ampliou

Leia mais

Balanço Huawei 3T12. Preparado pela. www.huawei.com HUAWEI TECHNOLOGIES CO., LTDA

Balanço Huawei 3T12. Preparado pela. www.huawei.com HUAWEI TECHNOLOGIES CO., LTDA Balanço Huawei da Banda Larga 3T12 www.huawei.com Preparado pela HUAWEI TECHNOLOGIES CO., LTDA Sumário Introdução Banda Larga Fixa Banda Larga Móvel Considerações Finais 2 Objetivo e metodologia Acompanhar

Leia mais

UMA INTERNET PARA TODOS E O FUST

UMA INTERNET PARA TODOS E O FUST UMA INTERNET PARA TODOS E O FUST FORUM NACIONAL do CONSECTI - Conselho Nacional de Secretários Estaduais para Assuntos de CT&I - SALVADOR - 08/07/2008 Vilson Vedana Consultor Legislativo 1 Câmara dos Deputados

Leia mais

BRASIL PAÍS DE GRANDES OPORTUNIDADES

BRASIL PAÍS DE GRANDES OPORTUNIDADES A Federação Brasileira de Telecomunicações, constituída em 2005, é uma entidade sindical patronal de segundo grau, que tem objetivo de defender os interesses das categorias econômicas das empresas prestadoras

Leia mais

1. Destaques. Índice: Rio de Janeiro, RJ, Brasil, 11 de fevereiro de 2010.

1. Destaques. Índice: Rio de Janeiro, RJ, Brasil, 11 de fevereiro de 2010. Rio de Janeiro, RJ, Brasil, 11 de fevereiro de 2010. Embratel Participações S.A. ( Embrapar ) (BOVESPA: EBTP4, EBTP3) detém 99,2 porcento da Empresa Brasileira de Telecomunicações S.A. ( Embratel ), 100,0

Leia mais

As modificações promovidas pela nova lei vão sendo. Regulamentação da TV por assinatura

As modificações promovidas pela nova lei vão sendo. Regulamentação da TV por assinatura Visão Jurídica > Lei do SeAc Regulamentação da TV por assinatura Após vários anos de discussão no Congresso nacional, em setembro de 2011 foi finalmente promulgada a Lei n. 12.485/11, instituindo o chamado

Leia mais

Transparência e Internet, as Telecomunicações apoiando a Administração Pública Case Prefeitura de São Paulo. Telefônica 17 de julho de 2009

Transparência e Internet, as Telecomunicações apoiando a Administração Pública Case Prefeitura de São Paulo. Telefônica 17 de julho de 2009 Transparência e Internet, as Telecomunicações apoiando a Administração Pública Case Prefeitura de São Paulo 17 de julho de 2009 1. Grupo 1 Grupo dados de 2008 No Mundo Presença em 25 países na Europa,

Leia mais

Comissão de Ciência e Tecnologia, Comunicação e Informática CCTCI Câmara dos Deputados. Plano Nacional de Banda Larga

Comissão de Ciência e Tecnologia, Comunicação e Informática CCTCI Câmara dos Deputados. Plano Nacional de Banda Larga Comissão de Ciência e Tecnologia, Comunicação e Informática CCTCI Câmara dos Deputados Plano Nacional de Banda Larga Brasília, 30 de março de 2010 ABRAFIX Associaçã ção o Brasileira de Concessionárias

Leia mais

Prof. Juliano Heinzelmann Reinert

Prof. Juliano Heinzelmann Reinert Prof. Juliano Heinzelmann Reinert 1 Juliano Heinzelmann Reinert, M.Sc., MBA, COBIT, CCTT. Professor (pós-graduação em governança e GP), Instrutor/consultor pela BEWARE (sul), Sócio-diretor de empresa PROJECT

Leia mais

O CONSUMIDOR MOBILE. Uma visão global

O CONSUMIDOR MOBILE. Uma visão global O CONSUMIDOR MOBILE Uma visão global A PRÓXIMA POTÊNCIA EM MÍDIA Quando a primeira chamada foi realizada por um telefone móvel em 1973, o protótipo utilizado tinha bateria com duração de 30 minutos e levava

Leia mais

Resultados 2T14_. Relações com Investidores Telefônica Brasil S.A. Julho de 2014.

Resultados 2T14_. Relações com Investidores Telefônica Brasil S.A. Julho de 2014. Resultados _ Julho de 2014. Destaques do DESTAQUES OPERACIONAL FINANCEIRO Crescente market share de pós-pago contribuindo para uma maior adoção de dados e crescimento do ARPU. Crescimento de Acessos Pós-Pagos

Leia mais

Relações com Investidores ÁUDIO CONFERÊNCIA 1T13. Abril 2013

Relações com Investidores ÁUDIO CONFERÊNCIA 1T13. Abril 2013 Relações com Investidores ÁUDIO CONFERÊNCIA Abril 2013 1T13 Estratégia RESIDENCIAL Convergência de serviços com crescimento de Banda Larga e TV Paga MOBILIDADE PESSOAL Crescimento do pós e rentabilização

Leia mais

Como universalizar o acesso à internet e incluir a população de baixa renda. 41º Encontro Tele.Síntese 2015 10.06.2015

Como universalizar o acesso à internet e incluir a população de baixa renda. 41º Encontro Tele.Síntese 2015 10.06.2015 Como universalizar o acesso à internet e incluir a população de baixa renda 41º Encontro Tele.Síntese 2015 10.06.2015 Telefonica acredita que a universalização da Internet precisa de soluções que abrangem

Leia mais

Balanço Huawei da Banda Larga 2T12

Balanço Huawei da Banda Larga 2T12 Balanço Huawei da Banda Larga 2T12 www.huawei.com Preparado pela HUAWEI TECHNOLOGIES CO., LTDA Sumário Introdução Banda Larga Fixa Banda Larga Móvel Especial Londres 2012 2 Objetivo e metodologia Acompanhar

Leia mais

Telefônica Brasil Estratégia Segmentada para Maximizar Geração de Valor. Novembro de 2013.

Telefônica Brasil Estratégia Segmentada para Maximizar Geração de Valor. Novembro de 2013. Telefônica Brasil Estratégia Segmentada para Maximizar Geração de Valor Novembro de 2013. Continuamos evoluindo em nosso esforço de integração... Espaço TI Atenção ao Cliente Contratos Unificação e renegociação

Leia mais

Para informação adicional sobre os diversos países consultar: http://europa.eu.int/information_society/help/links/index_en.htm

Para informação adicional sobre os diversos países consultar: http://europa.eu.int/information_society/help/links/index_en.htm Anexo C: Súmula das principais iniciativas desenvolvidas na Europa na área da Sociedade de Informação e da mobilização do acesso à Internet em banda larga Para informação adicional sobre os diversos países

Leia mais

Euromonitor International

Euromonitor International 1 O FUTURO DO SHOPPER BRASILEIRO. SERÁ TÃO ONLINE COMO O CONSUMIDOR AMERICANO? BRAZILIAN RETAIL WEEK 31 DE JULHO 2012 1. DEFINIÇÕES 2. PERFORMANCE: INTERNET RETAILING 3. PRINCIPAIS DRIVERS 4. TENDÊNCIA

Leia mais