São Paulo/SP - Planejamento urbano deve levar em conta o morador da rua

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "São Paulo/SP - Planejamento urbano deve levar em conta o morador da rua"

Transcrição

1 São Paulo/SP - Planejamento urbano deve levar em conta o morador da rua Pesquisa traz reflexões para melhorar a situação da população de rua e indica falhas nas políticas públicas. Moradores de rua na Praça da Sé, em São Paulo: uma parte dos moradores de rua não quer ou não consegue sair desta condição.valter Campanato/Agência Brasil A partir da análise urbanística da cidade de São Paulo em relação a população de rua que nela habita, a urbanista Paula Rochlitz Quintão constatou que nem todo morador de rua quer ou consegue sair desta condição e ter uma casa como seu lar. Na Faculdade de Arquitetura e Urbanismo (FAU) da USP, Paula realizou um estudo em que propõe a inclusão de pessoas que estão nas ruas transitoriamente e as que habitam as vias permanentemente em projetos urbanos. Para as que desejam sair das ruas, é necessário oferecer meios para a inserção delas em uma vida ativa na sociedade. Para as que permanecerão, é necessário sua aceitação e inclusão no espaço urbano, recomenda a pesquisadora, ressaltando que o caminho de quem não quer sair da rua nunca é pensado. Segundo Paula, as políticas públicas, em geral, voltam-se mais à remoção das pessoas do espaço público. Ela lembra que, entre 2000 e 2009, a população de rua em São Paulo cresceu 57%, atingindo aproximadamente 14 mil pessoas. No Brasil, o contingente está em por volta de 50 mil. Para as que desejam sair das ruas, é necessário oferecer meios para a inserção delas em uma vida ativa na sociedade. Para as

2 que permanecerão, é necessário sua aceitação e inclusão no espaço urbano. O caminho de quem não quer sair da rua nunca é pensado, conta Paula. No estudo Morar na rua: há projeto possível?, que teve a orientação do professor Carlos Roberto Zibel Costa, Paula procurou levantar reflexões sobre a situação, sem visar uma solução única, visto que a questão pode ter diferentes faces, dependendo do lugar e das características da população. Equipamentos Entre as diretrizes propostas, está a criação de equipamentos que ajudem tanto aqueles moradores transitórios quanto os crônicos. Eles vão desde chuveiros, banheiros e locais para fazer a documentação até locais de pernoite. Assim, o morador de rua que desejasse poderia ter condições básicas para procurar empregos e tornar-se mais ativo na sociedade. Os equipamentos devem ser bem localizados e não precisam ser fixos, afirma a urbanista. Dessa maneira, seriam aptos a suprir as necessidades dos moradores, que se deslocam por algumas regiões. Segundo o estudo, os moradores de rua permanecem em locais com grande fluxo de pessoas, comércio e materiais, como na região central e próximo à Companhia de Entrepostos e Armazéns Gerais de São Paulo (Ceagesp). E não é à toa: 62% da população de rua são catadores de resíduos diversos. Entretanto, os equipamentos são algumas sugestões dentro de uma gama de possibilidades para auxiliar a população de rua a se inserir socialmente. A pesquisadora indica como uma delas, por exemplo, a preocupação obrigatória dos urbanistas no planejamento urbano com os moradores de rua, visto que eles fazem parte do espaço urbano. Urbanismo Para Paula, os urbanistas pouco entraram na questão do morar na rua. Enquanto profissionais da saúde e psicólogos, entre

3 outros, tentam auxiliar os moradores por intermédio da assistência social, o arquiteto deveria ser responsável pela criação de projetos importantes para essa população. O arquiteto tem que estudar, conhecer e respeitar seus clientes. Os projetos da prefeitura têm sido equivocados nesse sentido, afirma a pesquisadora. Existem albergues fora dos principais locais onde os moradores de rua são encontrados e, segundo a urbanista, é um equívoco achar que eles vão se deslocar vários quilômetros, com todos seus pertences para chegar nesses dormitórios. Devem ser analisados os dados existentes, tanto do Censo de população de rua, quanto os mapas de uso do solo, para entender os espaços preferenciais onde se localizam estas pessoas. Na pesquisa, são propostas reflexões para aspectos tanto na escala macro da cidade quanto micro, do projeto de cada local. Por João Ortega Agência USP de Notícias Fonte original da notícia Pesquisa da FAU analisa relação entre patrimônio cultural e cidade O que muda no modo de se pensar o patrimônio cultural quando o

4 que se tomba não é um prédio ou um monumento mas sim, um bairro? É o que discute a arquiteta Juliana Mendes Prata, em sua tese defendida recentemente na Faculdade de Arquitetura e Urbanismo (FAU) da USP. No trabalho Patrimônio Cultural e Cidade: práticas de preservação em São Paulo, Juliana analisou a mudança na relação patrimônio e cidade a partir dos pedidos de tombamento de 12 bairros da capital paulista, onde dois deles obtiveram sucesso, Jardins e Pacaembu. Os dados foram levantados a partir de documentos do Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico, Arqueológico, Artístico e Turístico (Condephaat), órgão do qual a arquiteta, que é funcionária USP, foi vice-presidente entre 2007 e Como conta Juliana, os primeiros processos datam da década de O primeiro pedido é de 1983, mas é um pedido que foi logo arquivado, porque não se reconheceu ainda como um movimento. Em 1985 há a solicitação de tombamento dos Jardins, que, por ter sido aprovado, foi modelo para os outros processos, relata a pesquisadora. As reivindicações, segundo a arquiteta, surgiam principalmente diante da ameaça de alteração brusca de qualidade de vida ou do modo de viver, como alterações viárias ou de zoneamento urbano. No caso dos Jardins, por exemplo, foi a questão da transformação de algumas avenidas em vias de corredor comercial. Ela ainda acredita que toda essa movimentação se insere num contexto mais amplo: As questões que estavam postas, sobretudo no tombamento dos Jardins, eram questões que começaram a aparecer nos anos 1970, como a questão urbana, a questão ambiental, a questão da qualidade de vida e da participação da sociedade civil nesse tipo de processo. O que muda com o tombamento? Em geral, nos casos de bairro, o tombamento incide sobre o traçado urbano (das ruas e avenidas), sobre o padrão de

5 ocupação e sobre a vegetação, afirma Juliana. O chamado padrão de ocupação está ligado principalmente ao tamanho da construção em relação ao terreno, seja limitando a altura da construção, ou a porcentagem ocupada do terreno em relação ao tamanho total. Isso garante, por exemplo, a baixa densidade populacional nesses bairros uma vez que a construção de prédios fica impossibilitada. Em relação à vegetação, o que se demarca é a permeabilidade do terreno, que determina que uma porção mínima do terreno deve ser jardinada. Além da fixação do modo como o espaço tombado deve permanecer, há também uma mudança no modo de pensar o patrimônio na cidade a partir dos tombamentos de bairro. O conceito de patrimônio é absorvido na prática, explica a arquiteta. Há uma ampliação da noção de patrimônio. As origens do patrimônio, sobretudo no Brasil, estão ligadas ao edifício e ao monumento isolado. Com o passar do tempo essa questão vai se ampliando, acrescenta a pesquisadora. Ela ainda retoma a reconstrução da Europa após a Segunda Guerra Mundial onde reconheceu-se que a importância não estava no edifício e sim no conjunto. Juliana ainda comenta sobre a mudança no conceito de valor do objeto: O valor não está no objeto, são os homens que põem valor nas coisas. A questão sai do valor puramente arquitetônico, para algo mais focado no cotidiano das pessoas. O tombamento é o melhor caminho? A arquiteta acredita que nem sempre tombar algo é a melhor opção. A preservação é algo muito maior que o tombamento. Ele é um instrumento para a preservação. Tombar e preservar não são sinônimos. Para ela, além de outras ações para proteger o patrimônio de qualquer dano, a preservação da memória também pode ser feita de diversas maneiras, como a construção de centros de memória, exposição, promoções de eventos culturais, ou seja, caminhos que enfatizem os usos e sentidos do patrimônio. Mas, de qualquer forma, ela acredita que esses processos

6 mudaram o modo de ver o patrimônio, trazendo uma participação maior da sociedade civil. Antes era algo muito característico do Estado dizer o que é patrimônio, hoje se tem uma participação muito maior da sociedade com um reconhecimento de que cabe a ela também a preservação. Assessoria de Imprensa da USP

Curitiba/PR - Palacete do Batel será restaurado

Curitiba/PR - Palacete do Batel será restaurado Curitiba/PR - Palacete do Batel será restaurado O Palacete do Batel está em obras. Um projeto, encomendado pelos proprietários do imóvel, com o aval do Conselho Estadual do Patrimônio Histórico e Artístico

Leia mais

Praça da Alfândega vai voltar no tempo

Praça da Alfândega vai voltar no tempo Praça da Alfândega vai voltar no tempo Obra, com remoção de palmeiras, devolverá ao local característica de 1924. A partir do final do ano, a Praça da Alfândega, no centro da Capital, será cercada por

Leia mais

Setenta prédios são tombados nos âmbitos municipal, estadual ou federal em Piracicaba (SP)

Setenta prédios são tombados nos âmbitos municipal, estadual ou federal em Piracicaba (SP) Setenta prédios são tombados nos âmbitos municipal, estadual ou federal em Piracicaba (SP) Foto: Isabela Borghese/JP Um prédio pode contar um pouco da história de uma cidade. Considerados patrimônios,

Leia mais

Revisão Participativa dos Instrumentos de Planejamento e Gestão da Cidade de São Paulo Volume 1

Revisão Participativa dos Instrumentos de Planejamento e Gestão da Cidade de São Paulo Volume 1 Revisão Participativa dos Instrumentos de Planejamento e Gestão da Cidade de São Paulo Volume 1 Entenda quais são os Instrumentos de Planejamento e Gestão Urbana que serão revistos Revisão Participativa

Leia mais

São Paulo/SP - Dono de prédio rejeita nova proposta e Belas Artes fecha as portas dia 24

São Paulo/SP - Dono de prédio rejeita nova proposta e Belas Artes fecha as portas dia 24 São Paulo/SP - Dono de prédio rejeita nova proposta e Belas Artes fecha as portas dia 24 O proprietário do prédio em que funciona o Cinema Belas Artes, Flávio Maluf, recusou uma nova proposta dos sócios

Leia mais

ZONAS ESPECIAIS DE INTERESSE SOCIAL ZEIS

ZONAS ESPECIAIS DE INTERESSE SOCIAL ZEIS ZONAS ESPECIAIS DE INTERESSE SOCIAL ZEIS De acordo com o Plano Diretor as ZONAS ESPECIAIS DE INTERESSE SOCIAL ZEIS são porções do território destinadas, prioritariamente, à recuperação urbanística, à regularização

Leia mais

Estratégia de escuta psicanalítica aos imigrantes e refugiados: uma oficina de português

Estratégia de escuta psicanalítica aos imigrantes e refugiados: uma oficina de português Estratégia de escuta psicanalítica aos imigrantes e refugiados: uma oficina de português Christian Haritçalde Miriam Debieux Rosa Sandra Letícia Berta Cristiane Izumi Bruno Maya Lindilene Shimabukuro O

Leia mais

AS INTERFACES DO PLANEJAMENTO URBANO COM A MOBILIDADE

AS INTERFACES DO PLANEJAMENTO URBANO COM A MOBILIDADE AS INTERFACES DO PLANEJAMENTO URBANO COM A MOBILIDADE Quando focalizamos a condição de sermos moradores de um aglomerado, isso nos remete a uma posição dentro de um espaço físico, um território. Esse fato,

Leia mais

As decisões intermédias na jurisprudência constitucional portuguesa

As decisões intermédias na jurisprudência constitucional portuguesa As decisões intermédias na jurisprudência constitucional portuguesa MARIA LÚCIA AMARAL * Introdução 1. Agradeço muito o convite que me foi feito para participar neste colóquio luso-italiano de direito

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO E CULTURA MEC UNIVERSIDADE FEDERAL DO PIAUÍ UFPI PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO PRPPG

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO E CULTURA MEC UNIVERSIDADE FEDERAL DO PIAUÍ UFPI PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO PRPPG MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO E CULTURA MEC UNIVERSIDADE FEDERAL DO PIAUÍ UFPI PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO PRPPG Coordenadoria Geral de Pesquisa CGP Campus Universitário Ministro Petrônio Portela,

Leia mais

28/02/2012 09h09 - Atualizado em 28/02/2012 12h11 Avião de pequeno porte cai logo após a decolagem e mata piloto no AM

28/02/2012 09h09 - Atualizado em 28/02/2012 12h11 Avião de pequeno porte cai logo após a decolagem e mata piloto no AM Editoria: Notícias www.g1.globo.com Coluna: -- Avião de pequeno porte cai logo após a decolagem e mata piloto no AM ( ) Press-release da assessoria de imprensa (X) Iniciativa do próprio veículo de comunicação

Leia mais

ATIVIDADE 02 A PRESERVAÇÃO DO NOSSO PATRIMÔNIO CULTURAL

ATIVIDADE 02 A PRESERVAÇÃO DO NOSSO PATRIMÔNIO CULTURAL ATIVIDADE 02 A PRESERVAÇÃO DO NOSSO PATRIMÔNIO CULTURAL O patrimônio cultural de uma comunidade é o conjunto de referências que compõem o seu dia-a-dia e fazem com que ela tenha uma memória e uma história

Leia mais

Alternativas para as propostas da Copa em Belo Horizonte

Alternativas para as propostas da Copa em Belo Horizonte 8ª BIENAL INTERNACIONAL DA ARQUITETURA Workshop para Qualificação Urbana em Cidades-Sede da COPA 2014 Belo Horizonte Alternativas para as propostas da Copa em Belo Horizonte 24 a 27 de novembro de 2009

Leia mais

EIXO TEMÁTICO I: HISTÓRIAS DE VIDA, DIVERSIDADE POPULACIONAL E MIGRAÇÕES.

EIXO TEMÁTICO I: HISTÓRIAS DE VIDA, DIVERSIDADE POPULACIONAL E MIGRAÇÕES. EIXO TEMÁTICO I: HISTÓRIAS DE VIDA, DIVERSIDADE POPULACIONAL E MIGRAÇÕES. Tema 1: Histórias de vida, diversidade populacional (étnica, cultural, regional e social) e migrações locais, regionais e intercontinentais

Leia mais

Resenha sobre o capítulo II Concepção e Organização da pesquisa do livro Metodologia da Pesquisa-ação

Resenha sobre o capítulo II Concepção e Organização da pesquisa do livro Metodologia da Pesquisa-ação Resenha sobre o capítulo II Concepção e Organização da pesquisa do livro Metodologia da Pesquisa-ação Felipe Schadt 1 O presente capítulo 2 é parte integrante do livro Metodologia da Pesquisa-ação, do

Leia mais

São Paulo (SP) - Proprietário é contra tombamento e quer demolir casa de Ruy Ohtake

São Paulo (SP) - Proprietário é contra tombamento e quer demolir casa de Ruy Ohtake São Paulo (SP) - Proprietário é contra tombamento e quer demolir casa de Ruy Ohtake É uma pérola moderna! Bota ela no chão! Casa brutalista projetada por Ruy Ohtake, em Moema. Fotos: Ines Bonduki/Folhapress

Leia mais

ADMINISTRAÇÃO I. Família Pai, mãe, filhos. Criar condições para a perpetuação da espécie

ADMINISTRAÇÃO I. Família Pai, mãe, filhos. Criar condições para a perpetuação da espécie 1 INTRODUÇÃO 1.1 ORGANIZAÇÃO E PROCESSOS A administração está diretamente ligada às organizações e aos processos existentes nas mesmas. Portanto, para a melhor compreensão da Administração e sua importância

Leia mais

Lendo o Manual de Diretrizes de projeto e olhando as imagens do google, me deparei com algumas duvidas iniciais.

Lendo o Manual de Diretrizes de projeto e olhando as imagens do google, me deparei com algumas duvidas iniciais. CONCURSO PÚBLICO NACIONAL DE ARQUITETURA PROJETO DE ARQUITETURA DE ADAPTAÇÃO DO EDIFÍCIO DA BIBLIOTECA DA FACULDADE DE DIREITO DA UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO USP PRIMEIRO BLOCO DE CONSULTAS CONSULTA 01 Lendo

Leia mais

FACULDADE FAMA ALEXSANDRA SOARES DA SILVA

FACULDADE FAMA ALEXSANDRA SOARES DA SILVA FACULDADE FAMA ALEXSANDRA SOARES DA SILVA A NECESSIDADE DE CONSULTORIA NAS EMPRESAS RECIFE DEZ/2014 ALEXSANDRA SOARES DA SILVA A NECESSIDADE DE CONSULTORIA NAS EMPRESAS Artigo científico apresentado em

Leia mais

Análise do IBEU para a RIDE-DF e a AMB

Análise do IBEU para a RIDE-DF e a AMB Análise do IBEU para a RIDE-DF e a AMB Rômulo José da Costa Ribeiro Professor Doutor da Universidade de Brasília UnB, Programa de Pós-Graduação em Arquitetura e Urbanismo PPG-FAU, Programa de Pós-Graduação

Leia mais

REGULARIZAÇÃO FUNDIÁRIA DE ÁREAS PÚBLICAS. Cartilha de orientação sobre o Programa de Regularização Urbanística e Fundiária

REGULARIZAÇÃO FUNDIÁRIA DE ÁREAS PÚBLICAS. Cartilha de orientação sobre o Programa de Regularização Urbanística e Fundiária REGULARIZAÇÃO FUNDIÁRIA DE ÁREAS PÚBLICAS Cartilha de orientação sobre o Programa de Regularização Urbanística e Fundiária APRESENTAÇÃO Esta Cartilha foi desenvolvida como suporte ao trabalho da Prefeitura

Leia mais

M E M Ó R I A E M P R E S A R I A L

M E M Ó R I A E M P R E S A R I A L ! M E M Ó R I A E M P R E S A R I A L COMUNICAÇÃO INTERNA E IDENTIDADE NA ORGANIZAÇÕES ISABELA PIMENTEL Capítulo 1 Memória: usos e abusos A memória é mais uma ferramenta da comunicação corporativa, cujo

Leia mais

9. EDUCAÇÃO ESCOLAR INDÍGENA

9. EDUCAÇÃO ESCOLAR INDÍGENA 9. EDUCAÇÃO ESCOLAR INDÍGENA 9.1 ORGANIZAÇÃO DA EDUCAÇÃO INDÍGENA 9.1.1 Objetivos gerais A Constituição Federal assegura às comunidades indígenas o direito de uma educação escolar diferenciada e a utilização

Leia mais

UMA ABORDAGEM AMBIENTAL DO SANEAMENTO BÁSICO UTILIZANDO GEOTECNOLOGIAS

UMA ABORDAGEM AMBIENTAL DO SANEAMENTO BÁSICO UTILIZANDO GEOTECNOLOGIAS Letícia Celise Ballejo de Oliveira Roberto Cassol leticelise@yahoo.com.br, rtocassol@gmail.com Universidade Federal de Santa Maria - UFSM UMA ABORDAGEM AMBIENTAL DO SANEAMENTO BÁSICO UTILIZANDO GEOTECNOLOGIAS

Leia mais

Instruções para Construção dos Sites das Escolas Públicas Estaduais do Paraná

Instruções para Construção dos Sites das Escolas Públicas Estaduais do Paraná Instruções para Construção dos Sites das Escolas Públicas Estaduais do Paraná CRIAÇÃO: crteldna@gmail.com (43) 3371-1336 (43) 3371-1337 APOIO: ldagabrielmartins@seed.pr.gov.br (43) 3327-4141 Janeiro/2008

Leia mais

CENTRALIDADE POLINUCLEADA: UMA ANÁLISE DOS SUBCENTROS POPULARES DE GOIÂNIA O CASO DO SETOR CAMPINAS

CENTRALIDADE POLINUCLEADA: UMA ANÁLISE DOS SUBCENTROS POPULARES DE GOIÂNIA O CASO DO SETOR CAMPINAS CENTRALIDADE POLINUCLEADA: UMA ANÁLISE DOS SUBCENTROS POPULARES DE GOIÂNIA O CASO DO SETOR CAMPINAS Flavia Maria de Assis Paula 1,3 Elaine Alves Lobo Correa 2,3 José Vandério Cirqueira Pinto 2,3 RESUMO

Leia mais

Agosto. São Paulo Brasil. connectedsmartcities.com.br

Agosto. São Paulo Brasil. connectedsmartcities.com.br 03 a 05 Agosto 2015 São Paulo Brasil connectedsmartcities.com.br Por que Connected Smart Cities? As grandes e modernas cidades são, talvez, as mais importantes realizações do homem, por serem responsáveis,

Leia mais

AGUARDANDO HOMOLOGAÇÃO

AGUARDANDO HOMOLOGAÇÃO AGUARDANDO HOMOLOGAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO INTERESSADA: Associação Princesa Isabel de Educação e Cultura UF: SP ASSUNTO: Consulta sobre validade dos diplomas de mestrado

Leia mais

Compreendendo o espaço

Compreendendo o espaço Módulo 1 Unidade 2 Compreendendo o espaço Para início de conversa... A forma como você se locomove na cidade para ir de um lugar a outro tem a ver com as direções que você toma e com o sentido para o qual

Leia mais

Sciesp. Clipping 19.07. A s s e s s o r i a d e I m p r e n s a i m p r e n s a @ s c i e s p. c o m. b r ( 1 1 ) 3 8 8 9-5 8 9 9 Página 1

Sciesp. Clipping 19.07. A s s e s s o r i a d e I m p r e n s a i m p r e n s a @ s c i e s p. c o m. b r ( 1 1 ) 3 8 8 9-5 8 9 9 Página 1 Sciesp Clipping 19.07 A s s e s s o r i a d e I m p r e n s a i m p r e n s a @ s c i e s p. c o m. b r ( 1 1 ) 3 8 8 9-5 8 9 9 Página 1 DESTAK Desapropriações vão atingir 12 mil imóveis 19/07/2011 Até

Leia mais

O INVENTÁRIO COMO INSTRUMENTO DE GESTÃO DE QUALIDADE PARA CENTROS URBANOS DE INTERESSE DE PRESERVAÇÃO. Inventário do Sítio Urbano da Praça XV

O INVENTÁRIO COMO INSTRUMENTO DE GESTÃO DE QUALIDADE PARA CENTROS URBANOS DE INTERESSE DE PRESERVAÇÃO. Inventário do Sítio Urbano da Praça XV O INVENTÁRIO COMO INSTRUMENTO DE GESTÃO DE QUALIDADE PARA CENTROS URBANOS DE INTERESSE DE PRESERVAÇÃO. Inventário do Sítio Urbano da Praça XV Rosina Trevisan M. RIBEIRO Arquiteta, D. Sc., Professora do

Leia mais

Os rumos do Email Marketing

Os rumos do Email Marketing Marketing Os rumos do Email Marketing Confira alguns pontos que podem fazer a diferença na utilização desta ferramenta, como um maior investimento na equipe De 1 a 3 de fevereiro, tive a oportunidade de

Leia mais

Eixo-temático: Avaliação e Gestão Educacional

Eixo-temático: Avaliação e Gestão Educacional Eixo-temático: Avaliação e Gestão Educacional AVALIAÇÃO DA IMPLEMENTAÇÃO DO PROJETO LUGARES DE APRENDER: A ESCOLA SAI DA ESCOLA DO PROGRAMA CULTURA É CURRÍCULO DA SECRETARIA ESTADUAL DE EDUCAÇÃO DO ESTADO

Leia mais

INTERESSADO: Centro de Treinamento e Desenvolvimento CETREDE

INTERESSADO: Centro de Treinamento e Desenvolvimento CETREDE INTERESSADO: Centro de Treinamento e Desenvolvimento CETREDE EMENTA: Recredencia o Centro de Treinamento e Desenvolvimento CETREDE, e renova o reconhecimento dos cursos de Técnico em Transações Imobiliárias

Leia mais

RELATÓRIO VIOLAÇÕES DE DIREITOS DA POPULAÇÃO EM SITUAÇÃO DE RUA NOS MESES QUE ANTECEDEM A REALIZAÇÃO DA COPA DO MUNDO

RELATÓRIO VIOLAÇÕES DE DIREITOS DA POPULAÇÃO EM SITUAÇÃO DE RUA NOS MESES QUE ANTECEDEM A REALIZAÇÃO DA COPA DO MUNDO RELATÓRIO VIOLAÇÕES DE DIREITOS DA POPULAÇÃO EM SITUAÇÃO DE RUA NOS MESES QUE ANTECEDEM A REALIZAÇÃO DA COPA DO MUNDO O Centro Nacional de Defesa dos Direitos Humanos da População em Situação de Rua e

Leia mais

Fundação Seade Sistema Estadual de Análise de Dados. Dados da organização

Fundação Seade Sistema Estadual de Análise de Dados. Dados da organização Fundação Seade Sistema Estadual de Análise de Dados Data de elaboração da ficha: Abr 2007 Dados da organização Nome: Fundação Seade Endereço: Av. Casper Líbero, 464, São Paulo, SP Site: www.seade.gov.br

Leia mais

Projeto Pedagógico. por Anésia Gilio

Projeto Pedagógico. por Anésia Gilio Projeto Pedagógico por Anésia Gilio INTRODUÇÃO Esta proposta pedagógica está vinculada ao Projeto Douradinho e não tem pretenção de ditar normas ou roteiros engessados. Como acreditamos que a educação

Leia mais

Lideranças do movimento Moinhos Vive relembram luta dos bairros de Porto Alegre (RS) contra especulação imobiliária

Lideranças do movimento Moinhos Vive relembram luta dos bairros de Porto Alegre (RS) contra especulação imobiliária Lideranças do movimento Moinhos Vive relembram luta dos bairros de Porto Alegre (RS) contra especulação imobiliária Casarões da Luciana de Abreu estão há 11 anos em disputa na Justiça Foto: Ramiro Furquim/Sul21

Leia mais

Ambientes acessíveis

Ambientes acessíveis Fotos: Sônia Belizário Ambientes acessíveis É FUNDAMENTAL A ATENÇÃO AO DESENHO E A CONCEPÇÃO DOS PROJETOS, PRINCIPALMENTE NOS ESPAÇOS PÚBLICOS,PARA ATENDER ÀS NECESSIDADES E LIMITAÇÕES DO MAIOR NÚMERO

Leia mais

Startup reinventa mercado de imóveis com Lego da vida real

Startup reinventa mercado de imóveis com Lego da vida real 03/06/2016 06:00 Startup reinventa mercado de imóveis com Lego da vida real Saulo Suassuna Fernandes Filho, da Molegolar: empreendedor passou de empresa familiar para startup própria São Paulo - Quando

Leia mais

ISSN 2238-9113 ÁREA TEMÁTICA: (marque uma das opções)

ISSN 2238-9113 ÁREA TEMÁTICA: (marque uma das opções) 13. CONEX Apresentação Oral Resumo Expandido 1 ISSN 2238-9113 ÁREA TEMÁTICA: (marque uma das opções) ( ) COMUNICAÇÃO (X ) CULTURA ( ) DIREITOS HUMANOS E JUSTIÇA ( ) EDUCAÇÃO ( ) MEIO AMBIENTE ( ) SAÚDE

Leia mais

ATIVIDADE 03 POR água ABAIXO!

ATIVIDADE 03 POR água ABAIXO! ATIVIDADE 03 POR água ABAIXO! A água, elemento fundamental para a sobrevivência humana, foi motivo de muitos problemas para os moradores da Regional Norte. Além das dificuldades que eles tiveram de enfrentar

Leia mais

Retorno aos participantes: Questionário sobre o funcionamento do Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio São Francisco (CBHSF)

Retorno aos participantes: Questionário sobre o funcionamento do Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio São Francisco (CBHSF) Retorno aos participantes: Questionário sobre o funcionamento do Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio São Francisco (CBHSF) Abril 1 Este questionário foi realizado em Dezembro 13/Janeiro 1. Segue a uma

Leia mais

INSTITUTO DE ARQUITETOS DO BRASIL

INSTITUTO DE ARQUITETOS DO BRASIL MEDIATECA RS Autor: Pedro Arthur Câmara O terreno está localizado na cidade de Porto Alegre, no Bairro Centro Histórico. Á área é de uso misto, tendo uma grande concentração de atividades comerciais e

Leia mais

Editoria: Comunidade Manaus Hoje. Veículo:

Editoria: Comunidade Manaus Hoje. Veículo: Editoria: Comunidade Manaus Hoje Coluna: --- Poço artesiano ( )Matéria articulada pela assessoria de imprensa 02 ( ) Positivo (X) Neutro Editoria: Dia a Dia Amazonas em Tempo Coluna: --- Atraso de funcionários

Leia mais

REQUERIMENTO N.º DE 2012.

REQUERIMENTO N.º DE 2012. REQUERIMENTO N.º DE 2012. (Do Sr. Francisco Araújo) Requer o envio de Indicação ao Poder Executivo, sugerindo ao Ministério da Educação avaliação das experiências de flexibilização curricular no ensino

Leia mais

PEDAGOGO E A PROFISSÃO DO MOMENTO

PEDAGOGO E A PROFISSÃO DO MOMENTO PEDAGOGO E A PROFISSÃO DO MOMENTO Vivemos numa era em que o conhecimento assume novas configurações. Ele se modifica permanentemente, sendo atualizado dia-a-dia pelas descobertas das ciências e pelas inteligências

Leia mais

Porto Alegre (RS) - Audiência popular discute impacto da revitalização do Cais na Praça Brigadeiro Sampaio

Porto Alegre (RS) - Audiência popular discute impacto da revitalização do Cais na Praça Brigadeiro Sampaio Porto Alegre (RS) - Audiência popular discute impacto da revitalização do Cais na Praça Brigadeiro Sampaio Organizada pelo coletivo Cais Mauá de Todos, audiência reuniu moradores e ativistas para tratar

Leia mais

REDE DE PROTEÇÃO SOCIAL À CRIANÇA E AO ADOLESCENTE MUNICÍPIO DE LONDRINA PERGUNTAS E RESPOSTAS

REDE DE PROTEÇÃO SOCIAL À CRIANÇA E AO ADOLESCENTE MUNICÍPIO DE LONDRINA PERGUNTAS E RESPOSTAS REDE DE PROTEÇÃO SOCIAL À CRIANÇA E AO ADOLESCENTE MUNICÍPIO DE LONDRINA PERGUNTAS E RESPOSTAS 1- O QUE É O TRABALHO INTERSETORIAL DA REDE DE PROTEÇÃO SOCIAL? É uma diretriz de todas as políticas públicas

Leia mais

Marketing Educacional como manter e captar novos alunos

Marketing Educacional como manter e captar novos alunos Marketing Educacional como manter e captar novos alunos Baiard Guggi Carvalho Publicitário, consultor em marketing educacional e em tecnologia aplicada à educação N os dias de hoje, se perguntarmos para

Leia mais

ANÁLISE DO CONHECIMENTO DOS MORADORES DE SÃO VICENTE SOBRE A CASA MARTIM AFONSO EDRIA ESTEVES FREIRE 1

ANÁLISE DO CONHECIMENTO DOS MORADORES DE SÃO VICENTE SOBRE A CASA MARTIM AFONSO EDRIA ESTEVES FREIRE 1 Revista Ceciliana. Maio de 2012. Número Especial: Patrimônio Cultural Memória e Preservação. - Universidade Santa Cecília Disponível online em http://www.unisanta.br/revistaceciliana ANÁLISE DO CONHECIMENTO

Leia mais

30/11/2012. do adensamento populacional. crescimento desordenado. ocupação de áreas naturais e frágeis

30/11/2012. do adensamento populacional. crescimento desordenado. ocupação de áreas naturais e frágeis Universidade Metodista Recuperação Ambiental de Áreas Degradadas Impactos gerados pelo uso e ocupação do solo no meio urbano Final século XVIII Revolução Industrial Migração do homem do campo objetivo

Leia mais

A OUTORGA ONEROSA DE ALTERAÇÃO DE USO

A OUTORGA ONEROSA DE ALTERAÇÃO DE USO ESTADO DA PARAÍBA PREFEITURA MUNICIPAL DE JOÃO PESSOA Assessoria Técnica SEPLAM Sobre a Lei Nº 12.145, DE 08 DE SETEMBRO DE 2011. A OUTORGA ONEROSA DE ALTERAÇÃO DE USO REFERÊNCIAS LEGAIS Lei 10.257/01

Leia mais

UMA INVESTIGAÇÃO NA AGRICULTURA FAMILIAR UTILIZANDO A MODELAGEM MATEMÁTICA

UMA INVESTIGAÇÃO NA AGRICULTURA FAMILIAR UTILIZANDO A MODELAGEM MATEMÁTICA Comunicação Científica UMA INVESTIGAÇÃO NA AGRICULTURA FAMILIAR UTILIZANDO A MODELAGEM MATEMÁTICA Emanuella Filgueira Pereira - UFRB Joana Angelina dos Santos Silva- UFRB Núbia de Andrade Santos - UFRB

Leia mais

Pedagogia Estácio FAMAP

Pedagogia Estácio FAMAP Pedagogia Estácio FAMAP # Objetivos Gerais: O Curso de Graduação em Pedagogia da Estácio FAMAP tem por objetivo geral a formação de profissionais preparados para responder às diferenciadas demandas educativas

Leia mais

14 segredos que você jamais deve contar a ele

14 segredos que você jamais deve contar a ele Link da matéria : http://www.dicasdemulher.com.br/segredos-que-voce-jamais-deve-contar-aele/ DICAS DE MULHER DICAS DE COMPORTAMENTO 14 segredos que você jamais deve contar a ele Algumas lembranças e comentários

Leia mais

PROJETO DE PESQUISA ACESSIBILIDADE NA ESCOLA ESPECIAL HELEN KELLER CAXIAS DO SUL

PROJETO DE PESQUISA ACESSIBILIDADE NA ESCOLA ESPECIAL HELEN KELLER CAXIAS DO SUL UNIVERSIDADE DE CAXIAS DO SUL CENTRO DE FILOSOFIA E EDUCAÇÃO PROJETO NOSSA ESCOLA PESQUISA SUA OPINIÃO - PÓLO RS CURSO ESCOLA E PESQUISA: UM ENCONTRO POSSÍVEL ELENISE PEREIRA PROJETO DE PESQUISA ACESSIBILIDADE

Leia mais

Programa Ambiental: 1º Ciclo de Palestras Uso sustentável dos recursos naturais

Programa Ambiental: 1º Ciclo de Palestras Uso sustentável dos recursos naturais EXTENSO 2013 Eje 4: Ambiente, Educación Ambiental y Desarrollo Programa Ambiental: 1º Ciclo de Palestras Uso sustentável dos recursos naturais Letícia Fernanda Assis¹; Márcio Viera²; Juliana Ferrari³;

Leia mais

APRESENTAÇÃO CONCEPÇÃO

APRESENTAÇÃO CONCEPÇÃO Entidade promotora: ABI - Associação Bahiana de Imprensa Projeto: Por uma nova revitalização do Centro Histórico de Salvador Objetivo: Organizar entidades, instituições e pessoas para uma proposta de uma

Leia mais

Profissão: Estudantes de Jornalismo

Profissão: Estudantes de Jornalismo Profissão: Estudantes de Jornalismo Gus Vieira O jornalista tem uma função social bem clara: disponibilizar para a sociedade informação ética, de qualidade e democrática, atendendo ao interesse público.

Leia mais

CONDOMINIO URBANO DE SANTA IFIGÊNIA

CONDOMINIO URBANO DE SANTA IFIGÊNIA São Paulo - SP, abril de 2009 IDEALIZAÇÃO DA PROPOSTA: CONDOMINIO URBANO DE SANTA IFIGÊNIA Responsável: E. P. Bichara Dabaghie Consultores: Edno Araujo de Oliveira George Washington Texeira António M.

Leia mais

MINISTÉRIO DO TURISMO SECRETARIA NACIONAL DE POLÍTICAS DE TURISMO DEPARTAMENTO DE PRODUTOS E DESTINOS

MINISTÉRIO DO TURISMO SECRETARIA NACIONAL DE POLÍTICAS DE TURISMO DEPARTAMENTO DE PRODUTOS E DESTINOS MINISTÉRIO DO TURISMO SECRETARIA NACIONAL DE POLÍTICAS DE TURISMO DEPARTAMENTO DE PRODUTOS E DESTINOS Categorização dos Municípios das Regiões Turísticas do Mapa do Turismo Brasileiro PERGUNTAS E RESPOSTAS

Leia mais

Análise Econômica do Mercado de Resseguro no Brasil

Análise Econômica do Mercado de Resseguro no Brasil Análise Econômica do Mercado de Resseguro no Brasil Estudo encomendado a Rating de Seguros Consultoria pela Terra Brasis Resseguros Autor: Francisco Galiza Sumário 1. Introdução... 3 2. Descrição do Setor...

Leia mais

Um jogo de preencher casas

Um jogo de preencher casas Um jogo de preencher casas 12 de Janeiro de 2015 Resumo Objetivos principais da aula de hoje: resolver um jogo com a ajuda de problemas de divisibilidade. Descrevemos nestas notas um jogo que estudamos

Leia mais

Inclusão Social pelo Projeto de Educação: Saneamento Básico

Inclusão Social pelo Projeto de Educação: Saneamento Básico PREMIO NACIONAL DE QUALIDADE EM SANEAMENTO PNQS 2011 INOVAÇÃO DA GESTÃO EM SANEAMENTO - IGS Inclusão Social pelo Projeto de Educação: Saneamento Básico SETEMBRO/2011 A. OPORTUNIDADE A.1 Qual foi a oportunidade

Leia mais

São Paulo (SP) - Vizinhos de casarão nos Jardins tentam evitar corte de 60 árvores

São Paulo (SP) - Vizinhos de casarão nos Jardins tentam evitar corte de 60 árvores São Paulo (SP) - Vizinhos de casarão nos Jardins tentam evitar corte de 60 árvores Frente da casa que fica no terreno de 1.300 m²; imóvel foi doado de pai para filho em 1976. Fotos: Luiz Antônio Queiroz/Divulgação

Leia mais

Dicas para investir em Imóveis

Dicas para investir em Imóveis Dicas para investir em Imóveis Aqui exploraremos dicas de como investir quando investir e porque investir em imóveis. Hoje estamos vivendo numa crise política, alta taxa de desemprego, dólar nas alturas,

Leia mais

O desafio de gerenciar o fluxo de caixa. Gilvânia Banker

O desafio de gerenciar o fluxo de caixa. Gilvânia Banker Gilvânia Banker Manter as contas em dia é um grande desafio para quase todos os empreendedores. O fluxo de caixa de uma empresa, de acordo com o consultor contábil Charles Tessmann, é praticamente o coração

Leia mais

PARADIGMAS INOVADORES EM PLANEJAMENTO URBANO E GESTÃO*

PARADIGMAS INOVADORES EM PLANEJAMENTO URBANO E GESTÃO* PARADIGMAS INOVADORES EM PLANEJAMENTO URBANO E GESTÃO* BEATRIZ FLEURY E SILVA 1 LUIZ ANTÔNIO N. FALCOSKI 2 SILVA, B. F. e; FALCOSKI, L. A. N. Paradigmas inovadores em planejamento urbano e gestão Semina:

Leia mais

Princípios da nova visão de Mobilidade Urbana Mobilidade Sustentável

Princípios da nova visão de Mobilidade Urbana Mobilidade Sustentável Princípios da nova visão de Mobilidade Urbana Mobilidade Sustentável Diminuir a necessidade de viagens motorizadas: Posicionando melhor os equipamentos sociais, descentralizando os serviços públicos, ocupando

Leia mais

Painel 2: Saúde da comunidade

Painel 2: Saúde da comunidade Painel 2: Saúde da comunidade Sistemas de Informação de Apoio à Decisão Ligia Barroso (USP/Brasil) Rodrigo Silva (ESRI/Portugal) Comentador José Tenedório Relatores Paulo Peiter Maria de Fátima Pina Ligia

Leia mais

A COMPETÊNCIA LEITORA NOS ESPAÇOS DA COMUNIDADE DO PARANANEMA-PARINTINS/AM

A COMPETÊNCIA LEITORA NOS ESPAÇOS DA COMUNIDADE DO PARANANEMA-PARINTINS/AM 00092 A COMPETÊNCIA LEITORA NOS ESPAÇOS DA COMUNIDADE DO PARANANEMA-PARINTINS/AM Maria Valcirlene de Souza Bruce 1 Monica Silva Aikawa 2 Resumo: O artigo apresenta o resultado de uma intervenção pedagógica

Leia mais

Karyna D Onofre Neves Universidade Federal de São Carlos UFSCar, Bacharelado em Gestão e Análise Ambiental Wagner Sousa, Marcilene Dantas Ferreira

Karyna D Onofre Neves Universidade Federal de São Carlos UFSCar, Bacharelado em Gestão e Análise Ambiental Wagner Sousa, Marcilene Dantas Ferreira Goiânia/GO 19 a 22/11/2012 PERCEPÇÃO AMBIENTAL NA MICRO BACIA DO CÓRREGO DA ÁGUA QUENTE, SÃO CARLOS SP: ÁREAS DEGRADADAS COMO FATORES DE INFLUÊNCIA NA QUALIDADE DE VIDA DA POPULAÇÃO Karyna D Onofre Neves

Leia mais

Título do trabalho: Pesquisa para Elaboração do Diagnóstico do Recreio da Borda do Campo, Município de Santo André

Título do trabalho: Pesquisa para Elaboração do Diagnóstico do Recreio da Borda do Campo, Município de Santo André Título do trabalho: Pesquisa para Elaboração do Diagnóstico do Recreio da Borda do Campo, Município de Santo André Autores: Departamento de Gestão Ambiental SEMASA Serviço Municipal de Saneamento Ambiental

Leia mais

Relatório de Intercâmbio

Relatório de Intercâmbio Relatório de Intercâmbio 1. Dados de identificação: Informações pessoais e acadêmicas: Aline Vieira de Lima +55 83 9986 1705 aline.vieira@gmail.com Programa: PIANI Universidade anfitriã: Instituto Superior

Leia mais

1 INTRODUÇÃO. Realizado de 25 a 31 de julho de 2010. Porto Alegre - RS, 2010. ISBN 978-85-99907-02-3

1 INTRODUÇÃO. Realizado de 25 a 31 de julho de 2010. Porto Alegre - RS, 2010. ISBN 978-85-99907-02-3 AMBIENTE E LAZER: análise da percepção ambiental dos freqüentadores da praia ponta d areia em São Luís-MA Josélio Oliveira de AMORIM (UFMA/LEBAC/GEOTEC) joseliogeografo@yahoo.com.br Márcia Talídia Ferreira

Leia mais

Capítulo 135 Curva dos 100 anos

Capítulo 135 Curva dos 100 anos Capítulo 135 Curva dos 100 anos 135-1 Capítulo 135- Curva dos 100 anos 135.1 Introdução Nos Estados Unidos existe uma lei federal datada de 1973 que estabelece a área de inundação para período de retorno

Leia mais

Nº ALGUMAS DAS PROPOSTAS INDICAÇÃO DA ALTERAÇÃO 1 Aumento do tamanho dos lotes:

Nº ALGUMAS DAS PROPOSTAS INDICAÇÃO DA ALTERAÇÃO 1 Aumento do tamanho dos lotes: Instituto Defenda Sorocaba aponta contradição no Plano Diretor 2014: meta de projeção de uma cidade sustentável e a ampliação do parcelamento de lotes são incompatíveis O Instituto Defenda Sorocaba (entidade

Leia mais

CENTRO HISTÓRICO EMBRAER. Entrevista: Eustáquio Pereira de Oliveira. São José dos Campos SP. Abril de 2011

CENTRO HISTÓRICO EMBRAER. Entrevista: Eustáquio Pereira de Oliveira. São José dos Campos SP. Abril de 2011 CENTRO HISTÓRICO EMBRAER Entrevista: Eustáquio Pereira de Oliveira São José dos Campos SP Abril de 2011 Apresentação e Formação Acadêmica Meu nome é Eustáquio, estou com sessenta anos, nasci em Minas Gerais,

Leia mais

PROPOSTA COMERCIAL PORTAL UTILITÀ ONLINE

PROPOSTA COMERCIAL PORTAL UTILITÀ ONLINE end: av. das américas 16.579, sala 201 recreio, 22790-701, rio de janeiro - rj tel: 21 2437 4222 21 2437 2669 www.utilitaonline.com.br PROPOSTA COMERCIAL PORTAL UTILITÀ ONLINE QUEM SOMOS Tudo começou com

Leia mais

3 Metodologia 3.1. Tipo de pesquisa

3 Metodologia 3.1. Tipo de pesquisa 3 Metodologia 3.1. Tipo de pesquisa Escolher o tipo de pesquisa a ser utilizado é um passo fundamental para se chegar a conclusões claras e responder os objetivos do trabalho. Como existem vários tipos

Leia mais

REABILITAÇÃO DA ANTIGA DELEGACIA DE POLÍCIA E CADEIA PÚBLICA DE ANGATUBA

REABILITAÇÃO DA ANTIGA DELEGACIA DE POLÍCIA E CADEIA PÚBLICA DE ANGATUBA 397 REABILITAÇÃO DA ANTIGA DELEGACIA DE POLÍCIA E CADEIA PÚBLICA DE ANGATUBA Lígia Lisbôa Rodrigues Arquitetura e Urbanismo, Planejamento Urbano, UNESP - Presidente Prudente. E-mail: Liginha03@hotmail.com

Leia mais

defendem revitalização do Cais Mauá, mas questionam modelo escolhido

defendem revitalização do Cais Mauá, mas questionam modelo escolhido Porto Alegre (RS) Comerciantes do Centro defendem revitalização do Cais Mauá, mas questionam modelo escolhido Comerciantes do Centro Histórico dizem ainda não ter muitas informações sobre as obras de revitalização

Leia mais

PATRULHA AMBIENTAL MIRIM: Um espaço de Emancipação dos Sujeitos

PATRULHA AMBIENTAL MIRIM: Um espaço de Emancipação dos Sujeitos PATRULHA AMBIENTAL MIRIM: Um espaço de Emancipação dos Sujeitos RESUMO Elizane Pegoraro Bertineti 1 Tanise Stumf Böhm 2 O presente texto busca apresentar o trabalho realizado pela Patrulha Ambiental Mirim

Leia mais

CAPA. Transporte público,

CAPA. Transporte público, Transporte público, insatisfação c O Idec testou os ônibus e o metrô de Belo Horizonte e de São Paulo e constatou demora, superlotação e outros problemas que desrespeitam os direitos do usuário Shutterstock/Montagem

Leia mais

Danilo Munhoz Alves Corrêa Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro - PUC-Rio danilomunhoz@globo.com. 1 - Introdução

Danilo Munhoz Alves Corrêa Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro - PUC-Rio danilomunhoz@globo.com. 1 - Introdução Sistema Modal de Transportes no Município do Rio de Janeiro: a modernização dos eixos de circulação na cidade carioca para a Copa do Mundo de Futebol em 2014 e as Olimpíadas em 2016. 1 - Introdução Danilo

Leia mais

BANDEIRAS EUROPÉIAS: CORES E SÍMBOLOS (PORTUGAL)

BANDEIRAS EUROPÉIAS: CORES E SÍMBOLOS (PORTUGAL) BANDEIRAS EUROPÉIAS: CORES E SÍMBOLOS (PORTUGAL) Resumo A série apresenta a formação dos Estados europeus por meio da simbologia das cores de suas bandeiras. Uniões e cisões políticas ocorridas ao longo

Leia mais

ALTERNATIVAS APRESENTADAS PELOS PROFESSORES PARA O TRABALHO COM A LEITURA EM SALA DE AULA

ALTERNATIVAS APRESENTADAS PELOS PROFESSORES PARA O TRABALHO COM A LEITURA EM SALA DE AULA ALTERNATIVAS APRESENTADAS PELOS PROFESSORES PARA O TRABALHO COM A LEITURA EM SALA DE AULA RAQUEL MONTEIRO DA SILVA FREITAS (UFPB). Resumo Essa comunicação objetiva apresentar dados relacionados ao plano

Leia mais

Rua Correia Dias, 184 Paraíso - São Paulo SP CEP: 04104-000. Promorar-constru@bol.com.br l www.promorar-constru.com

Rua Correia Dias, 184 Paraíso - São Paulo SP CEP: 04104-000. Promorar-constru@bol.com.br l www.promorar-constru.com O objetivo do programa PROMORAR é reforçar a importância da sustentabilidade social para projetos habitacionais. A proposta nasce, em um momento muito propício e favorável, a oferta de unidades de interesse

Leia mais

Pluralidade dos Mundos Habitados. Paulo Roberto de Mattos Pereira Centro Espírita Casa do Caminho - DF

Pluralidade dos Mundos Habitados. Paulo Roberto de Mattos Pereira Centro Espírita Casa do Caminho - DF Habitados Paulo Roberto de Mattos Pereira Centro Espírita Casa do Caminho - DF Jesus referiu-se em algum momento de suas pregações à existência de outros mundos habitados? Qualquer pessoa que pensa, ao

Leia mais

O maior desafio do Sistema Único de Saúde hoje, no Brasil, é político

O maior desafio do Sistema Único de Saúde hoje, no Brasil, é político O maior desafio do Sistema Único de Saúde hoje, no Brasil, é político Jairnilson Paim - define o SUS como um sistema que tem como característica básica o fato de ter sido criado a partir de um movimento

Leia mais

5 DESCRIÇÃO DETALHADA DO BEM CULTURAL

5 DESCRIÇÃO DETALHADA DO BEM CULTURAL 57 5 DESCRIÇÃO DETALHADA DO BEM CULTURAL O conjunto arquitetônico da residência de Antônio de Rezende Costa, que hoje abriga a Escola Estadual Enéas de Oliveira Guimarães foi pelos autores do presente

Leia mais

DESAFIO PROFISSIONAL

DESAFIO PROFISSIONAL DESAFIO PROFISSIONAL CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS 1ª SÉRIE DISCIPLINAS NORTEADORAS: TÉCNICAS DE NEGOCIAÇÃO; COMPORTAMENTO ORGANIZACIONAL. AUTORES: PROFº CARLOS EDUARDO DE

Leia mais

Arquivo Público do Estado de São Paulo Oficina O(s) uso(s) de documentos de arquivo na sala de aula

Arquivo Público do Estado de São Paulo Oficina O(s) uso(s) de documentos de arquivo na sala de aula Michele Maria do Nascimento Faculdades Metropolitanas Unidas - FMU Arquivo Público do Estado de São Paulo Oficina O(s) uso(s) de documentos de arquivo na sala de aula Sequência Didática: As transformações

Leia mais

Período: ABRIL de 2014. Revista VIVER BRASIL Abril / 2014 Seção: Entre Aspas Página: 27

Período: ABRIL de 2014. Revista VIVER BRASIL Abril / 2014 Seção: Entre Aspas Página: 27 Período: ABRIL de 2014 Revista VIVER BRASIL Abril / 2014 Seção: Entre Aspas Página: 27 PORTAL MINAS LIVRE Política e Economia 03/04/2014 Incineração de lixo é criticada em audiência pública em BH por

Leia mais

Seminário debate medidas para migrantes e refugiados

Seminário debate medidas para migrantes e refugiados Seminário debate medidas para migrantes e refugiados Buscando construir orientações e diretrizes nas ações de acolhida a migrantes e refugiados, a Cáritas Brasileira realizou nos dias 19 e 20 de outubro

Leia mais

INFORMATIVO. Carreiras reestruturadas e concursos públicos realizados para. uma melhor prestação de serviços

INFORMATIVO. Carreiras reestruturadas e concursos públicos realizados para. uma melhor prestação de serviços INFORMATIVO GESTÃO DE PESSOAS 2013-2016 Maio - 2016 Carreiras reestruturadas e concursos públicos realizados para uma melhor prestação de serviços uma sociedade cada vez mais complexa e dinâmica exige

Leia mais

Identificação do projeto

Identificação do projeto Seção 1 Identificação do projeto ESTUDO BÍBLICO Respondendo a uma necessidade Leia Neemias 1 Neemias era um judeu exilado em uma terra alheia. Alguns dos judeus haviam regressado para Judá depois que os

Leia mais

Com agilidade, segurança e posicionamento estratégico, MC-Bauchemie garante integridade de dados

Com agilidade, segurança e posicionamento estratégico, MC-Bauchemie garante integridade de dados Customer Success Story Com agilidade, segurança e posicionamento estratégico, MC-Bauchemie garante integridade de dados Indústria: Química PERFIL DO CLIENTE Empresa: MC-Bauchemie Empregados: 300 EMPRESA

Leia mais

INCLUSÃO ESCOLAR: UTOPIA OU REALIDADE? UMA CONTRIBUIÇÃO PARA A APRENDIZAGEM

INCLUSÃO ESCOLAR: UTOPIA OU REALIDADE? UMA CONTRIBUIÇÃO PARA A APRENDIZAGEM INCLUSÃO ESCOLAR: UTOPIA OU REALIDADE? UMA CONTRIBUIÇÃO PARA A APRENDIZAGEM Andreza Magda da Silva Dantas Escola.E.E.M.Fc. Sá Cavalcante Paulista PB andreza_magda@hotmail.com Introdução Zelga Dantas de

Leia mais