QUESTIONÁRIO: PLANO DE AULA:

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "QUESTIONÁRIO: PLANO DE AULA:"

Transcrição

1 1 PLANO DE AULA: 1. Iniciar a aula, comentando que iniciamos o estudo de um dos princípios básicos da Doutrina, a partir do qual repousa toda a sua filosofia (início do LE). Reforçar que o grupo não deve buscar discutir sobre as provas da existência de Deus, assunto que será visto no próximo estudo, mas ater-se aos seguintes objetivos específicos: - Explicar a necessidade da crença em Deus para o homem; - Conceituar Deus à luz da Doutrina Espírita. 2. Distribuir entre todos os participantes pequenos papéis com diferentes definições sobre Deus. Pedir para que não abram até serem solicitados. Não comentar sobre o conteúdo (Ver arquivo g2m03r01-mat.doc). 3. Iniciar o estudo comentando sobre a evolução da idéia de Deus ao longo da história da humanidade. Distribuir pequenas gravuras que ilustram essa idéia e pedir para que os participantes comentem (em anexo). 4. Apresentar no flip-chart um cartaz com a palavra DEUS na parte superior, e espaços em branco correspondentes ao número de participantes. Pedir para que cada um levante-se e escreva uma palavra que, em sua opinião, defina Deus, sem repetições, explicando o porquê de sua escolha. Ao final realizar um fechamento, e encaminhar a próxima atividade, onde complementaremos nossa idéia sobre Deus. 5. Solicitar que cada participante leia a definição de Deus contida em seu papel, e emita um breve comentário. Fazer novo fechamento após a leitura de todos, distribuindo a poesia A Busca, em anexo. 6. Passar a discussão das questões, a partir das quais serão tiradas as demais dúvidas do roteiro. Utilizar a estratégia do sorteio de quem irá responder cada questão. Complementar as respostas, se necessário, e utilizar o espaço para dirimir possíveis dúvidas. 7. Finalizar o estudo, convidando os participantes ao estudo em casa do próximo roteiro que tratará das provas da existência de Deus, e colocar a música Onde está Deus? para reflexão de todos. QUESTIONÁRIO: 1. A partir de quando a humanidade crê na existência de Deus? A história da humanidade demonstra a percepção evolutiva que o homem teve a respeito de Deus. A idéia de Deus no homem é-lhe inata. Na primitiva caverna, ele se escondia do trovão considerando-o um deus. Os fenômenos da natureza, cuja explicação faltava-lhe, eram tidos como deuses, ou como sua manifestação de satisfação, ou insatisfação. Quando ele conseguia explicar tais fenômenos, como oriundos de causas naturais, modificava sua interpretação e seu conceito de Deus. (Adenáuer Novaes, In: Conhecendo o Espiritismo) A partir do texto acima, e de outros tantos, concluímos que a crença na existência de Deus remonta à mais remota antiguidade. Podemos dizer que, desde o primeiro instante em que recebe do Deus o atributo da inteligência, o homem começa a pensar na existência do Criador. 2. Por que o homem sente, instintivamente, a necessidade de crer em Deus? Ao se questionar sobre Deus, sobre a origem do Universo e sobre a Vida, o homem percebeu que Sua existência é necessária, pois que não consegue explicar a origem de tudo que existe sem Ele. Necessariamente ele então buscou uma causa primeira. A essa causa primeira, abstrata em sua essência, ele chamou de Deus. A idéia de Deus é necessária para o homem compreender a sua própria natureza. O homem por si só não se auto-explica. (Adenáuer Novaes, In: Conhecendo o Espiritismo) Além disso, como centelha divina, fruto do Criador Supremo, o homem guarda uma ligação profunda e muito particular com Deus. O quadro não pode negar o pintor porque nele mesmo encontram-se impressos os traços da inteligência que o criou. Daí, instintivamente, sermos levados a Deus, de uma forma natural, uma vez que somos o produto do seu Amor Inesgotável. 3. Comente, em poucas palavras, sobre a evolução da idéia de Deus ao longo da história da Humanidade. A história da idéia de Deus mostra-nos que ela sempre foi relativa ao grau intelectual dos povos, e de seus legisladores, correspondendo aos movimentos civilizadores, à poesia dos climas, às raças, à florescência de diferentes povos; enfim, aos progressos espirituais da humanidade. (Camille Flammarion, In: Deus na Natureza) Houve fases da humanidade em que o homem viveu a litolatria (culto à pedra, a imagens, ao totemismo), o antropomorfismo (culto ao homem como se fosse Deus,

2 2 atribuição de características humanas a Deus), o politeísmo (crença em vários deuses, dando surgimento à mitologia), a crença no Deus único (exclusividade de um deus particular e de acordo com suas necessidades), Deus Criador (Deus como gerador do mundo), Deus Pai (Deus como protetor dos homens), Deus Arquiteto (Deus como construtor do mundo), etc. Cada uma dessas concepções está relacionada com a evolução psíquica do homem e com sua compreensão de si mesmo. Quanto mais evoluído o espírito, melhor ele compreende Deus. (idem acima) 4. Em sua opinião, por que a idéia da existência de um Ser Superior é universal? Em primeiro lugar porque é a grande VERDADE UNIVERSAL. Nenhuma idéia resistiria tanto tempo, se não se apoiasse sobre bases sólidas. Por outro lado, está apoiada na mais perfeita razão, e consolidada pelo sentimento das massas. Como fruto divino, o homem sente a presença do Criador no profundo de seu coração. 5. Quais os benefícios que o conhecimento de Deus traz para o homem? O Conhecimento de Deus é algo profundamente confortador para a humanidade. A certeza de que uma Força Suprema, onisciente e onipresente, que vela por nós, nos impulsiona ao progresso e nos dá força e coragem para seguir adiante. 6. Em sua opinião, o que seria viver sem a crença em Deus? Viver sem a crença em Deus seria comparável a existir, como uma dessas pessoas que, vitimadas por uma grave enfermidade, encontram-se em estado de coma profundo, sem nenhum reflexo e sem a menor consciência objetiva de suas existências. É mais vegetar do que viver, sem a mínima consciência dos sublimes objetivos de nossa existência. É não ter consolo, não ter esperança, não ter fé. É estar morto, estando vivo. 7. Conceitue Deus à luz da Doutrina Espírita. Hoje, com o progresso da humanidade, sabemos através da doutrina espírita: Deus é a inteligência suprema, causa primária de todas as coisas. OBSERVAÇÕES COMPLENTARES: CONCEITOS SOBRE DEUS Deus é amor e quem permanecer no amor, permanecerá em Deus e Deus permanecerá nele (I Jo. 4:16). "Deus é o salvador de todos os homens." (S. Paulo, I, Timót., IV, 10.) Deus é Amor e compaixão plena. (Ermance Dufaux, Laços de Afeto, Cap. 20) Deus é amor, escreveu o apóstolo João. Deus é a fonte do Bem e da Beleza, como afirmava Platão. Deus é aquela necessidade lógica a que se referia Descartes, que não podemos tirar do Universo sem que o Universo se desfaça. (Miguel Vives, O Tesouro dos Espíritas, Cap. 6) (...) Deus é Amor! O amor alimenta todas as coisas e todos os seres, equilibra a ordem universal e se alarga na direção do infinito. (Adenáuer Novaes, Amor Sempre) Deus é, pois, a inteligência suprema e soberana, é único, eterno, imutável, imaterial, onipotente, soberanamente justo e bom, infinito em todas as perfeições, e não pode ser diverso disso.. (Allan Kardec, A gênese, Cap. II, item 19) Deus é um ser vivo, sensível e consciente. Deus é uma realidade ativa. Deus é nosso Pai, nosso guia, nosso condutor, nosso melhor amigo; infunde-nos ânimo, luz e vontade para atingir a perfeição. (Leon Denis, O Grande Enigma) Deus é a Energia Cósmica Universal, que habita dentro de você e de tudo o que existe nos universos infinitos, dando-lhes vida e força. (Carlos Pastorino, Minutos de Sabedoria) Deus é o Criador Eterno cujos desígnios permanecem insondáveis a nós outros. Pelo seu amor desvelado criamse todos os seres, por sua sabedoria movem-se os mundos no Ilimitado. (...) Ele é a alma de tudo, a essência do Universo. (Emmanuel, Caminho, Verdade e Vida, Cap. 54) Deus é o Absoluto e só o podemos compreender na forma suposta de uma Inteligência Suprema que criou, sustenta e dirige o Universo, sendo ao mesmo tempo imanente, pela manifestação de sua inteligência em todas as coisas, e transcendente, pela superação do mundo relativo em que evoluem as coisas e os seres. (J. H. Pires, Pedagogia Espírita) Deus é infinito nas suas perfeições, nas qualidades inerentes a sua personalidade que se irradia em todas as direções, que sustenta e dá existência a todas as dimensões do existir. Ele é o Todo que se vê e, muito mais, tudo o que os nossos sentidos não alcançam. (...) Ele vibra nas formas das estrelas e canta nos movimentos dos átomos. Ele faz mover todas as constelações e harmoniza todo o ninho cósmico. Ele sorri para nós através das flores, e nos dá as mãos pelas mãos dos nossos benfeitores. Deus é ternura, na ternura do seu coração. (Miramez, Filosofia Espírita, Vol. 1, Cap. 3)

3 3 Deus é o eterno semeador que cultiva em todas as dimensões, para nos ensinar pelo exemplo, o que devemos saber, na área física, tanto quanto na área espiritual. (João Nunes Maia, pelo Espírito Ayrtes, Tua Casa, Cap. 31) Deus é a grande alma universal, de que toda alma humana é uma centelha, uma irradiação. Cada um de nós possui, em estado latente, forças emanadas do divino Foco e pode desenvolvê-las, unindo-se estreitamente à Causa de que é efeito. (Leon Denis, Cristianismo e Espiritismo, Cap. 10) Deus é o centro de onde emanam e para onde retornam todas as potências do Universo. Ele é o foco de onde se irradia toda idéia de justiça, solidariedade e amor; o objetivo comum para o qual todos os seres se encaminham, consciente ou inconscientemente. É de nosso relacionamento com o grande Arquiteto dos mundos que decorrem a harmonia universal, a comunidade e a fraternidade. Para sermos irmãos, com efeito, é preciso haver um pai comum, e esse pai somente pode ser Deus. (Leon Denis, O Porquê da Vida, Cap. 2) domínios da Natureza e da Vida. (Juvanir Borges, O Reformador, Outubro/2005) Deus é a Causa de todo o bem que nos rodeia, de todo o bem que nos anima e de todo o bem que devemos conquistar em nós. Importante o papel da Doutrina Espírita quando nos revela a essência espiritual e a ilimitada grandeza de Deus. (Eliane Thomé, O Reformador, Outubro/2006) TEXTOS COMPLEMENTARES: Deus, em nosso estágio de entendimento, tem a grandeza que a nossa inferioridade permite ver. Nós O olhamos com os olhos de catarata. À proporção em que nossa ciência e sabedoria atuarem como bisturi da ignorância que nos torna cegos, nosso cristalino terá menos opacidade, permitindo que os raios de luz da verdade, em sucessivas raspagens reencarnatórias nos permita vê-lo, como sentenciou o Espírito de Verdade. (Luiz Gonzaga Pinheiro, In: O Perispírito e Suas Modelações) Deus é o cérebro criador, a inteligência cósmica que criou o Universo e sustenta a vida, preparando todos os seus filhos para uma gloriosa destinação. (Richard Simonetti, O Reformador, Outubro/1997) Deus é a bondade eterna e o perdão sem limites. (Carlos Bittencourt, Poetas Redivivos, Cap. 109) Deus é o tema permanente e central de cada Espírito criado, qualquer seja seu estágio evolutivo. (...) A presença do Criador faz parte da Vida de cada criatura. Manifesta-se Ele através de suas leis eternas, imutáveis, justas e amorosas. O homem é, assim, um reflexo da Paternidade Divina. (Juvanir Borges, O Reformador, Dezembro/2002) Deus é a consciência cósmica do Universo. Permanece em tudo e em todos. Estamos mergulhados nas bênçãos divinas, como peixes do oceano. (Richard Simonetti, O Reformador, Abril/2003) Deus é Amor, é Criação, é Vida, é Movimento, é Alegria, é Triunfo. Dirijamos nosso sentimento para a Vontade do Senhor e o Senhor naturalmente nos responderá, santificando-nos os desejos. (Chico Xavier, pelo Espírito Bartolomeu dos Mártires, Falando à Terra. p ) Deus é a causa primária, é o Criador Divino de tudo que existe, mas é também o Legislador que estabeleceu as leis eternas para o funcionamento de toda a sua criação, nos

4 4

5 5

6 6

7 7

O GRANDE COMPROMISSO. www.searadomestre.com.br Grupo Espírita Seara do Mestre 25 de abril de 2011

O GRANDE COMPROMISSO. www.searadomestre.com.br Grupo Espírita Seara do Mestre 25 de abril de 2011 O GRANDE COMPROMISSO www.searadomestre.com.br Grupo Espírita Seara do Mestre 25 de abril de 2011 O grande compromisso Nesse desequilíbrio do sentimento e da razão é que repousa atualmente a dolorosa realidade

Leia mais

Gabarito de respostas para o Estudo de O Livro dos Espíritos FLS 1 de 12

Gabarito de respostas para o Estudo de O Livro dos Espíritos FLS 1 de 12 FLS 1 de 12 Estudo 1: Questão: 1 ( 1 ) ( 2 ) ( 2 ) ( 1 ) a) princípio da vida material e orgânica - a todos os seres vivos b) fluído magnético - fluído nervoso - Resposta livre. Estudo 2: Questão: 1 Os

Leia mais

EJA 5ª FASE PROF. LUIS CLAÚDIO

EJA 5ª FASE PROF. LUIS CLAÚDIO EJA 5ª FASE PROF. LUIS CLAÚDIO CONTEÚDOS E HABILIDADES A INTERATIVIDADE Unidade I O ser humano e o fenômeno religioso. 2 CONTEÚDOS E HABILIDADES A INTERATIVIDADE Aula 3.2 Conteúdos Dimensões do ser humano

Leia mais

Nem o Catecismo da Igreja Católica responde tal questão, pois não dá para definir o Absoluto em palavras.

Nem o Catecismo da Igreja Católica responde tal questão, pois não dá para definir o Absoluto em palavras. A pregação do Amor de Deus, por ser a primeira em um encontro querigmático, tem a finalidade de levar o participante ao conhecimento do Deus Trino, que por amor cria o mundo e os homens. Ao mesmo tempo,

Leia mais

O ESPIRITISMO E A MAÇONARIA

O ESPIRITISMO E A MAÇONARIA O ESPIRITISMO E A MAÇONARIA Eliseu Mota Júnior motajunior@uol.com.br A origem da Maçonaria remonta aos povos mais antigos e vem acompanhando, dentro dos rigores da sua tradição secreta e ritualista, cada

Leia mais

Pluralidade dos Mundos Habitados. Paulo Roberto de Mattos Pereira Centro Espírita Casa do Caminho - DF

Pluralidade dos Mundos Habitados. Paulo Roberto de Mattos Pereira Centro Espírita Casa do Caminho - DF Habitados Paulo Roberto de Mattos Pereira Centro Espírita Casa do Caminho - DF Jesus referiu-se em algum momento de suas pregações à existência de outros mundos habitados? Qualquer pessoa que pensa, ao

Leia mais

CONHECIMENTO DA LEI NATURAL. Livro dos Espíritos Livro Terceiro As Leis Morais Cap. 1 A Lei Divina ou Natural

CONHECIMENTO DA LEI NATURAL. Livro dos Espíritos Livro Terceiro As Leis Morais Cap. 1 A Lei Divina ou Natural CONHECIMENTO DA LEI NATURAL Livro dos Espíritos Livro Terceiro As Leis Morais Cap. 1 A Lei Divina ou Natural O que é a Lei Natural? Conceito de Lei Natural A Lei Natural informa a doutrina espírita é a

Leia mais

Vimos rápidamente!!!

Vimos rápidamente!!! , O DEGRÁU PARA ADOTARMOS A CULTURA DA FELICIDADE Alkíndar de Oliveira Em nosso atual estágio evolutivo é mais fácil adotarmos a CULTURA DO SOFRIMENTO TENHAMOS COMO PRINCÍPIO DE VIDA NÃO FAZERMOS PARTE

Leia mais

PLANO DE AULA. 1. TEMA: Pluralidade dos Mundos Habitados - a Terra e o Universo

PLANO DE AULA. 1. TEMA: Pluralidade dos Mundos Habitados - a Terra e o Universo ALIANÇA MUNICIPAL ESPÍRITA DE JUIZ DE FORA (AME-JF) AULA No. 31 Departamento de Evangelização da Criança (DEC) I CICLO B IDADES: 7/8 PLANO DE AULA 1. TEMA: Pluralidade dos Mundos Habitados - a Terra e

Leia mais

AMOR E EVOLUÇÃO ROTEIRO 6

AMOR E EVOLUÇÃO ROTEIRO 6 ROTEIRO 6 FEDERAÇÃO ESPÍRITA BRASILEIRA Estudo Aprofundado da Doutrina Espírita Livro IV Espiritismo, o Consolador Prometido por Jesus Módulo IV A humanidade regenerada OBJETIVOS Esclarecer por que a capacidade

Leia mais

Palestra Virtual. Tema: O Egoísmo. Palestrante: Amália Silveira. Promovida pelo IRC-Espiritismo http://www.irc-espiritismo.org.br

Palestra Virtual. Tema: O Egoísmo. Palestrante: Amália Silveira. Promovida pelo IRC-Espiritismo http://www.irc-espiritismo.org.br Palestra Virtual Promovida pelo http://www.irc-espiritismo.org.br Tema: O Egoísmo Palestrante: Amália Silveira Rio de Janeiro 22/01/1999 Organizadores da palestra: Moderador: Luno (nick: )

Leia mais

Estudos Doutrinários

Estudos Doutrinários Estudos Doutrinários FOLHETO N.º 1 1948 Preleções feitas no CENTRO ESPÍRITA 18 DE ABRIL (Sistema didático) GRAFICA MUNDO ESPÍRITA S.A. Rua dos Inválidos, 216 Rio de Janeiro EXPLICAÇÃO Sendo este o primeiro

Leia mais

OS ANIMAIS E OS HOMENS E SUAS RELAÇÕES EVOLUTIVAS.

OS ANIMAIS E OS HOMENS E SUAS RELAÇÕES EVOLUTIVAS. 1 OS ANIMAIS E OS HOMENS E SUAS RELAÇÕES EVOLUTIVAS. 591 Nos mundos superiores as plantas são, como os outros seres, de natureza mais perfeita? --Tudo é mais perfeito: mas as plantas são sempre plantas,

Leia mais

Palestra Virtual. Promovida pelo IRC-Espiritismo http://www.irc-espiritismo.org.br

Palestra Virtual. Promovida pelo IRC-Espiritismo http://www.irc-espiritismo.org.br Palestra Virtual Promovida pelo http://www.irc-espiritismo.org.br Tema: Mediunidade (Consciência, Desenvolvimento e Educação) Palestrante: Vania de Sá Earp Rio de Janeiro 16/06/2000 Organizadores da palestra:

Leia mais

DESENHOS ESPÍRITAS Um aprendiz do Evangelho

DESENHOS ESPÍRITAS Um aprendiz do Evangelho 1 DESENHOS ESPÍRITAS Um aprendiz do Evangelho 2 3 A consciência e Deus A consciência é o fio invisível de contato com Deus e analisa cada um dos nossos pensamentos, sentimentos e ações, aprovando-os ou

Leia mais

Hebe Laghi de Souza. DARWIN e KARDEC

Hebe Laghi de Souza. DARWIN e KARDEC Hebe Laghi de Souza DARWIN e KARDEC U M D I Á L O G O P O S S Í V E L CAMPINAS SP 2007 Sumário prefácio...xvii Capítulo 1 novos conhecimentos... 1 Dois livros, duas teorias um novo rumo...1 Detonando o

Leia mais

Capítulo 5 Involução e Ignorância. Evolução de matéria vida mente: só seria possível se estes princípios já estivessem involuídos

Capítulo 5 Involução e Ignorância. Evolução de matéria vida mente: só seria possível se estes princípios já estivessem involuídos Uma Introdução à Filosofia de Sri Aurobindo Joan Price 1 Capítulo 5 Involução e Ignorância Evolução de matéria vida mente: só seria possível se estes princípios já estivessem involuídos Ponto de partida

Leia mais

Amor em Perspectiva Cultural - Artur da Távola & Érico Veríssimo

Amor em Perspectiva Cultural - Artur da Távola & Érico Veríssimo Page 1 of 5 Universidade Federal do Amapá Pró-Reitoria de Ensino de Graduação Curso de Licenciatura Plena em Pedagogia Disciplina: Filosofia da Cultura Educador: João Nascimento Borges Filho Amor em Perspectiva

Leia mais

PARTE SEGUNDA - Do mundo espírita ou mundo dos Espíritos CAPÍTULO 4 Da pluralidade das existências 1. Reencarnação. Perguntas 166 a 170

PARTE SEGUNDA - Do mundo espírita ou mundo dos Espíritos CAPÍTULO 4 Da pluralidade das existências 1. Reencarnação. Perguntas 166 a 170 PARTE SEGUNDA - Do mundo espírita ou mundo dos Espíritos CAPÍTULO 4 Da pluralidade das existências 1. Reencarnação. Perguntas 166 a 170 166 Como a alma, que não alcançou a perfeição durante a vida corporal,

Leia mais

Palestra Virtual. Promovida pelo IRC-Espiritismo http://www.irc-espiritismo.org.br. Tema: As Formas e Efeitos do Pensamento

Palestra Virtual. Promovida pelo IRC-Espiritismo http://www.irc-espiritismo.org.br. Tema: As Formas e Efeitos do Pensamento Palestra Virtual Promovida pelo http://www.irc-espiritismo.org.br Tema: As Formas e Efeitos do Pensamento Palestrante: Gilson Bordallo Rio de Janeiro 23/06/2000 Organizadores da palestra: Moderador: Stone_

Leia mais

Caminho da regeneração

Caminho da regeneração CONCAFRAS - 2014 Caminho da regeneração Ao Espiritismo cabe essa gigantesca tarefa: reconduzir o homem moderno a Deus, insculpir-lhe a fé superior e racional, mediante a utilização dos recursos de que

Leia mais

Doenças-fantasmas. Adriana Pizzutti dos Santos

Doenças-fantasmas. Adriana Pizzutti dos Santos Doenças-fantasmas Adriana Pizzutti dos Santos Tuberculose Púrpura Doença de Parkinson Almas em desfile Hilário Silva/ Francisco Cândido Xavier A moléstia assume a forma de dor pungente e agonizante. Geralmente

Leia mais

Palestra Virtual. Promovida pelo IRC-Espiritismo http://www.irc-espiritismo.org.br

Palestra Virtual. Promovida pelo IRC-Espiritismo http://www.irc-espiritismo.org.br Palestra Virtual Promovida pelo http://www.irc-espiritismo.org.br Tema: Vida em Sociedade Palestrante: Regina de Agostini Rio de Janeiro 05/02/1999 Organizadores da palestra: Moderador: "Brab" (nick: [Moderador])

Leia mais

AUTA DE SOUZA CURSO O N OÇ O ÕE Õ S BÁSIC I AS D E DOU O TR T IN I A E SPÍR Í IT I A

AUTA DE SOUZA CURSO O N OÇ O ÕE Õ S BÁSIC I AS D E DOU O TR T IN I A E SPÍR Í IT I A CURSO NOÇÕES BÁSICAS DOUTRINA ESPÍRITA EDITORA 1 / 9 O Bom Samaritano Qual desses três vos parece ter sido o próximo daquele que caiu nas mãos dos ladrões? O doutor lhe respondeu: Aquele que exerceu a

Leia mais

Pe. Nilton César Boni, cmf

Pe. Nilton César Boni, cmf EDITORA AVE-MARIA Apresentação Após a homilia na Sagrada Liturgia, rezamos solenemente o Credo como profissão de nossa fé. Em primeira pessoa, o fiel diz publicamente Creio referindo-se às verdades do

Leia mais

Parte Terceira Capítulo XII Da perfeição moral

Parte Terceira Capítulo XII Da perfeição moral Parte Terceira Capítulo XII Da perfeição moral Caracteres do homem de bem Questão: 918 O homem de bem tira boas coisas do bom tesouro do seu coração e o mau tira as más do mau tesouro do seu coração; porquanto,

Leia mais

Estrutura Pedagógica da Escola de Evangelização Espírita Infanto- Juvenil

Estrutura Pedagógica da Escola de Evangelização Espírita Infanto- Juvenil Plano Curricular Federação Espírita Brasileira Estrutura Pedagógica da Escola de Evangelização Espírita Infanto- Juvenil Maternal 3 e 4 anos Jardim 5 e 6 anos Infância 1º ciclo 7 e 8 anos Infância 2º ciclo

Leia mais

Caracterização Cronológica

Caracterização Cronológica Caracterização Cronológica Filosofia Medieval Século V ao XV Ano 0 (zero) Nascimento do Cristo Plotino (204-270) Neoplatônicos Patrística: Os grandes padres da igreja Santo Agostinho ( 354-430) Escolástica:

Leia mais

Como as instruções maçônicas mudaram minha vida

Como as instruções maçônicas mudaram minha vida 1 TEMA Como as instruções maçônicas mudaram minha vida Paulo Cesar de Freitas Machado - A M CAD. Nº 8064 2 A Glória do Grande Arquiteto do Universo Como as instruções maçônicas mudaram minha vida INTRODUÇÃO:

Leia mais

SEF Sociedade Espírita Fraternidade Estudo Teórico-prático da Doutrina Espírita

SEF Sociedade Espírita Fraternidade Estudo Teórico-prático da Doutrina Espírita SEF Sociedade Espírita Fraternidade Estudo Teórico-prático da Doutrina Espírita Unidade 3 Tema: CRIAÇÃO DIVINA Elementos Gerais do Universo: Espírito e Matéria. Formação dos Mundos e dos Seres Vivos. Os

Leia mais

1. Fatos Espíritas através dos Tempos... 11 2. Kardec e a Codifi cação... 21 3. O Que o Espiritismo Prega... 29 4. Diferenças Fundamentais...

1. Fatos Espíritas através dos Tempos... 11 2. Kardec e a Codifi cação... 21 3. O Que o Espiritismo Prega... 29 4. Diferenças Fundamentais... CAMPINAS-SP 2003 Sumário A Doutrina 1. Fatos Espíritas através dos Tempos...11 O anúncio de uma nova era...12 Em Hydesville, o primórdio...13 O neo-espiritualismo...17 2. Kardec e a Codificação...21 Primeiras

Leia mais

Máximas de André Luiz

Máximas de André Luiz Máximas de André Luiz 1 Máximas de André Luiz 3 MÁXIMAS DE ANDRÉ LUIZ Capa: Rogério Mota Projeto gráfico: Equipe O Clarim Revisão: Teresa Cunha e Cássio Leonardo Carrara Todos os direitos reservados Casa

Leia mais

Palestra Virtual. Tema: O Espiritismo e a Arte. Palestrante: Oneida Terra. Promovida pelo IRC-Espiritismo http://www.irc-espiritismo.org.

Palestra Virtual. Tema: O Espiritismo e a Arte. Palestrante: Oneida Terra. Promovida pelo IRC-Espiritismo http://www.irc-espiritismo.org. Palestra Virtual Promovida pelo http://www.irc-espiritismo.org.br Tema: O Espiritismo e a Arte Palestrante: Oneida Terra Rio de Janeiro 09/10/1998 Organizadores da Palestra: Moderador: "Caminheiro" (nick:

Leia mais

Palestra Virtual. Tema: A Vida em Família. Palestrante: Amália Silveira. Promovida pelo IRC-Espiritismo http://www.irc-espiritismo.org.

Palestra Virtual. Tema: A Vida em Família. Palestrante: Amália Silveira. Promovida pelo IRC-Espiritismo http://www.irc-espiritismo.org. Palestra Virtual Promovida pelo http://www.irc-espiritismo.org.br Tema: A Vida em Família Palestrante: Amália Silveira Rio de Janeiro 10/03/2000 Organizadores da palestra: Moderador: Brab (nick: < Moderador

Leia mais

O Antigo Testamento tem como seus primeiros livros a TORÀ, ou Livro das leis. É um conjunto de 5 livros.

O Antigo Testamento tem como seus primeiros livros a TORÀ, ou Livro das leis. É um conjunto de 5 livros. O Antigo Testamento tem como seus primeiros livros a TORÀ, ou Livro das leis. É um conjunto de 5 livros. A Torá é o texto mais importante para o Judaísmo. Nele se encontram os Mandamentos, dados diretamente

Leia mais

Pode-se deduzir que a matéria, tal como a conhecemos, representa o estado mais condensado do fluido universal.

Pode-se deduzir que a matéria, tal como a conhecemos, representa o estado mais condensado do fluido universal. CONSIDERAÇÕES A RESPEITO DO PRINCÍPIO MATERIAL E PRINCÍPIO INTELIGENTE Por Joel Matias Quando de nossas trocas de idéias com estudantes da Doutrina Espírita, temos observado a existência de alguma dificuldade

Leia mais

Leone Alves. O fim da cegueira intelectual. 1ª Edição. São Paulo - Brasil

Leone Alves. O fim da cegueira intelectual. 1ª Edição. São Paulo - Brasil Leone Alves O fim da cegueira intelectual 1ª Edição São Paulo - Brasil 2015 1 Apresentação O fim da cegueira intelectual é um livro filosófico que tem como objetivo despertar na sociedade a capacidade

Leia mais

Roteiro 15. O Corpo Físico. FEDERAÇÃO ESPÍRITA BRASILEIRA Estudo Aprofundado da Doutrina Espírita Programa Filosofia e Ciência Espíritas

Roteiro 15. O Corpo Físico. FEDERAÇÃO ESPÍRITA BRASILEIRA Estudo Aprofundado da Doutrina Espírita Programa Filosofia e Ciência Espíritas Roteiro 15 O Corpo Físico FEDERAÇÃO ESPÍRITA BRASILEIRA Estudo Aprofundado da Doutrina Espírita Programa Filosofia e Ciência Espíritas Objetivo Analisar as principais considerações filosóficas, científicas

Leia mais

Curso de Passes 2015 (Aula 1 - Reflexões) Grupo de Fraternidade Fabiano de Cristo

Curso de Passes 2015 (Aula 1 - Reflexões) Grupo de Fraternidade Fabiano de Cristo Curso de Passes 2015 (Aula 1 - Reflexões) Grupo de Fraternidade Fabiano de Cristo Informações sobre o curso Início: Neste dia Duração: Algumas Reencarnações Objetivo: Melhoria pessoal ( ajuda na reforma

Leia mais

TRIBUTO AOS MAÇONS. uma cerimônia aberta emitida pelo. Supremo Conselho da Ordem DeMolay para a República Federativa do Brasil

TRIBUTO AOS MAÇONS. uma cerimônia aberta emitida pelo. Supremo Conselho da Ordem DeMolay para a República Federativa do Brasil TRIBUTO AOS MAÇONS uma cerimônia aberta emitida pelo Supremo Conselho da Ordem DeMolay para a República Federativa do Brasil Segunda Edição 2008 TRIBUTO AOS MAÇONS Esta cerimônia tem por objetivo apresentar

Leia mais

Não estrague o seu dia

Não estrague o seu dia você é o humor que você tem Não estrague o seu dia Poucas são as mensagens que encontrei e que tratam sobre a problemática do humor, desta forma, não podem ser desperdiçadas neste trabalho. Iniciamos nosso

Leia mais

AGOSTINHO DE HIPONA E TOMÁS DE AQUINO (3ª SÉRIE, REVISÃO TESTÃO)

AGOSTINHO DE HIPONA E TOMÁS DE AQUINO (3ª SÉRIE, REVISÃO TESTÃO) AGOSTINHO DE HIPONA E TOMÁS DE AQUINO (3ª SÉRIE, REVISÃO TESTÃO) PERÍODOS DA FILOSOFIA MEDIEVAL 1º Patrística: século II (ou do V) ao VIII (Agostinho de Hipona). 2º Escolástica: século IX ao XV (Tomás

Leia mais

FILOSOFIA CLÁSSICA: SÓCRATES E PLATÃO (3ª SÉRIE)

FILOSOFIA CLÁSSICA: SÓCRATES E PLATÃO (3ª SÉRIE) FILOSOFIA CLÁSSICA: SÓCRATES E PLATÃO (3ª SÉRIE) SÓCRATES (469-399 a.c.) CONTRA OS SOFISTAS Sofistas não são filósofos: não têm amor pela sabedoria e nem respeito pela verdade. Ensinavam a defender o que

Leia mais

Palestra Virtual. Tema: Os Anjos da Guarda. Palestrante: Miguel Labolida. Promovida pelo IRC-Espiritismo http://www.irc-espiritismo.org.

Palestra Virtual. Tema: Os Anjos da Guarda. Palestrante: Miguel Labolida. Promovida pelo IRC-Espiritismo http://www.irc-espiritismo.org. Palestra Virtual Promovida pelo http://www.irc-espiritismo.org.br Tema: Os Anjos da Guarda Palestrante: Miguel Labolida Rio de Janeiro 15/10/1999 Organizadores da palestra: Moderador: "jaja" (nick: Moderador

Leia mais

Preces POR QUE NOSSAS PRECES NÃO SÃO ATENDIDAS?

Preces POR QUE NOSSAS PRECES NÃO SÃO ATENDIDAS? Preces POR QUE NOSSAS PRECES NÃO SÃO ATENDIDAS? A grande maioria das pessoas só recorrem à oração quando estão com problemas de ordem material ou por motivo de doença. E sempre aguardando passivamente

Leia mais

Curso da OAM (Obreiros do Amor e Misericórdia) 1º módulo (24/Fev a 30/Jun)

Curso da OAM (Obreiros do Amor e Misericórdia) 1º módulo (24/Fev a 30/Jun) Curso da OAM (Obreiros do Amor e Misericórdia) 1º módulo (24/Fev a 30/Jun) - ORIENTAÇÕES E AGENDA DO CURSO - CASA DE CURA - QUEM É DEUS? - O QUE É ESPIRITISMO - O QUE É FLUIDO - TIPOS DE ESPÍRITOS COORDENADORES

Leia mais

COLÉGIO INTERNATO DOS CARVALHOS Equipa de Animação Pastoral

COLÉGIO INTERNATO DOS CARVALHOS Equipa de Animação Pastoral COLÉGIO INTERNATO DOS CARVALHOS Equipa de Animação Pastoral Advento 2014 (Campanha de Preparação para o Natal) A ALEGRIA E A BELEZA DE VIVER EM FAMÍLIA. O tempo do Advento, que devido ao calendário escolar

Leia mais

Associação Maria Aparição de Cristo Jesus

Associação Maria Aparição de Cristo Jesus Mensagem de Cristo Jesus para a Maratona da Divina Misericórdia em Ávila, Espanha Sexta-feira, 6 de junho de 2014, às 15h Essa segunda jornada da Maratona da Divina Misericórdia foi especial e diferente,

Leia mais

Centralidade da obra de Jesus Cristo

Centralidade da obra de Jesus Cristo Centralidade da obra de Jesus Cristo MÓDULO 3 3ª AULA AULA 3 MÓDULO 3 SALVAÇÃO EM CRISTO Jesus no Centro Por que deve ficar claro isso? Dá para evangelizar sem falar de Jesus? É possível partir de outro

Leia mais

Estas palavras ainda tocam profundamente almas sensíveis, especialmente aquelas que vivenciam momentos de aflição ou cansaço emocional.

Estas palavras ainda tocam profundamente almas sensíveis, especialmente aquelas que vivenciam momentos de aflição ou cansaço emocional. Vinde a mim, todos vós que estais aflitos e sobrecarregados, que eu vos aliviarei. Tomai sobre vós o meu jugo e aprendei comigo que sou brando e humilde de coração e achareis repouso para vossas almas,

Leia mais

PERGUNTAS & RESPOSTAS - FONTE ESTUDOS BÍBLICOS 2015

PERGUNTAS & RESPOSTAS - FONTE ESTUDOS BÍBLICOS 2015 PERGUNTAS & RESPOSTAS - FONTE ESTUDOS BÍBLICOS 2015 1) A Cruz era um instrumento de execução. Para os romanos, que tipo de pessoa era executado na cruz? E para os judeus? Resposta: Os romanos a usavam

Leia mais

Assuntos abordados. Projeção astral IV - buscando o conhecimento objetivo. Considerações Finais. Meus Sites. http://www.universoholisticodoser.

Assuntos abordados. Projeção astral IV - buscando o conhecimento objetivo. Considerações Finais. Meus Sites. http://www.universoholisticodoser. Assuntos abordados Projeção astral IV - buscando o conhecimento objetivo Considerações Finais Meus Sites http://www.universoholisticodoser.com http://www.bemestareconhecimento.com Skype: filha.da.mata

Leia mais

André Sanchez Blog Esboçando Ideias E-BOOK GRÁTIS. Uma realização: André Sanchez. www.esbocandoideias.com

André Sanchez Blog Esboçando Ideias E-BOOK GRÁTIS. Uma realização: André Sanchez. www.esbocandoideias.com E-BOOK GRÁTIS 8 razões para confiar que Deus te socorrerá Uma realização: André Sanchez www.esbocandoideias.com Se quiser falar com o autor, entre em contato pelo e-mail: andre@esbocandoideias.com A distribuição

Leia mais

The Rosicrucian Fellowship Serviço do Templo por Max Heindel

The Rosicrucian Fellowship Serviço do Templo por Max Heindel The Rosicrucian Fellowship Serviço do Templo por Max Heindel 1. O hino de abertura da the Rosicrucian Fellowship (ou a terceira estrofe sòmente) é cantado por todos os presentes. 2. O leitor descobre o

Leia mais

DETERIORIZAÇÃO DO MEIO AMBIENTE NUMA ANÁLISE ESPÍRITA

DETERIORIZAÇÃO DO MEIO AMBIENTE NUMA ANÁLISE ESPÍRITA 16 DE JULHO DE 2010 DETERIORIZAÇÃO DO MEIO AMBIENTE NUMA ANÁLISE ESPÍRITA A Natureza é sempre o livro divino, onde Deus escreveu a história de sua sabedoria, livro da vida que constitui a escola de progresso

Leia mais

As três revelações divinas: Moisés, Jesus e Kardec

As três revelações divinas: Moisés, Jesus e Kardec FEDERAÇÃO ESPÍRITA BRASILEIRA Estudo Aprofundado da Doutrina Espírita Livro II Ensinos e Parábolas de Jesus Módulo I Metodologia para o estudo do Evangelho à luz da Doutrina Espírita As três revelações

Leia mais

TÓPICOS. 9. Evangelho no Lar Exceções 10. Mensagem de André Luiz

TÓPICOS. 9. Evangelho no Lar Exceções 10. Mensagem de André Luiz REUNIÕES MEDIÚNICAS TÓPICOS 1.Conceito de Reunião Mediúnica 2.Características 3.Responsabilidade do Médium 4.Condições para a realização de uma reunião mediúnica 5.Objetivo e natureza das reuniões 6.Necessidades

Leia mais

A DOUTRINA ESPÍRITA, À LUZ DA FÉ RACIOCINADA,

A DOUTRINA ESPÍRITA, À LUZ DA FÉ RACIOCINADA, Matéria Ufologiade capa A DOUTRINA ESPÍRITA, À LUZ DA FÉ RACIOCINADA, EXPLICA QUEM SÃO OS SERES ANGELICAIS Entrevista realizada pelo site www.irc-espiritismo.org.br Eles existem? Aorigem da idéia de que

Leia mais

É possível não crer em Deus?

É possível não crer em Deus? É possível não crer em Deus? Apresentação disponível em www.searadomestre.com.br Adriana Pizzutti dos Santos É possível não crer em Deus? Adriana Pizzutti dos Santos Ateísmo Ateu é quem não crê na existência

Leia mais

OLHANDO FIRMEMENTE PARA JESUS

OLHANDO FIRMEMENTE PARA JESUS OLHANDO FIRMEMENTE PARA JESUS Autor e Consumador da Nossa Fé (Hebreus 12) Introdução: Para uma melhor compreensão do texto sobre o qual vamos meditar durante todo esse ano, é necessário observar que ele

Leia mais

Deus o chamou para o ministério da palavra e do ensino também. Casou-se aos 21 de idade com a ministra de louvor Elaine Aparecida da Silva

Deus o chamou para o ministério da palavra e do ensino também. Casou-se aos 21 de idade com a ministra de louvor Elaine Aparecida da Silva Biografia Jessé de Souza Nascimento, nascido em 11/04/1986 em um lar evangélico. Filho de Adão Joaquim Nascimento e Maria de Souza Nascimento. Cresceu sendo ensinado dentro da palavra de Deus e desde muito

Leia mais

Pregação proferida pelo pastor João em 03/02/2011. Próxima pregação - Efésios 4:1-16 - A unidade do corpo de Cristo.

Pregação proferida pelo pastor João em 03/02/2011. Próxima pregação - Efésios 4:1-16 - A unidade do corpo de Cristo. 1 Pregação proferida pelo pastor João em 03/02/2011. Próxima pregação - Efésios 4:1-16 - A unidade do corpo de Cristo. Amados Irmãos no nosso Senhor Jesus Cristo: É devido à atuação intima do Espírito

Leia mais

ALIANÇA MUNICIPAL ESPÍRITA DE JUIZ DE FORA (AME-JF) AULA Nº 32 Departamento de Evangelização da Criança (DEC) IDADES: 09/10 PLANO DE AULA

ALIANÇA MUNICIPAL ESPÍRITA DE JUIZ DE FORA (AME-JF) AULA Nº 32 Departamento de Evangelização da Criança (DEC) IDADES: 09/10 PLANO DE AULA ALIANÇA MUNICIPAL ESPÍRITA DE JUIZ DE FORA (AME-JF) AULA Nº 32 Departamento de Evangelização da Criança (DEC) IDADES: 09/10 1. TEMA: Culto Cristão no Lar. PLANO DE AULA 2. OBJETIVO: Relatando como Jesus

Leia mais

Roteiro 2 AS RELIGIÕES NÃO CRISTÃS (1)

Roteiro 2 AS RELIGIÕES NÃO CRISTÃS (1) FEDERAÇÃO ESPÍRITA BRASILEIRA Estudo Aprofundado da Doutrina Espírita Livro I Cristianismo e Espiritismo Módulo I Antecedentes do Cristianismo Roteiro 2 AS RELIGIÕES NÃO CRISTÃS (1) OBJETIVOS 1. Identificar,

Leia mais

ESTUDO INTERPRETATIVO DO EVANGELHO

ESTUDO INTERPRETATIVO DO EVANGELHO ESTUDO INTERPRETATIVO DO EVANGELHO E vi na destra do que estava assentado sobre o trono um livro escrito por dentro e por fora, selado com sete selos. (Apoc. 05:01) E disse o Espírito a Filipe: Chega-te,

Leia mais

HINÁRIO O APURO. Francisco Grangeiro Filho. www.hinarios.org 01 PRECISA SE TRABALHAR 02 JESUS CRISTO REDENTOR

HINÁRIO O APURO. Francisco Grangeiro Filho. www.hinarios.org 01 PRECISA SE TRABALHAR 02 JESUS CRISTO REDENTOR HINÁRIO O APURO Tema 2012: Flora Brasileira Araucária Francisco Grangeiro Filho 1 www.hinarios.org 2 01 PRECISA SE TRABALHAR 02 JESUS CRISTO REDENTOR Precisa se trabalhar Para todos aprender A virgem mãe

Leia mais

OCUPAÇÕES E MISSÕES DOS ESPÍRITOS

OCUPAÇÕES E MISSÕES DOS ESPÍRITOS O LIVRO DOS ESPÍRITOS CAPÍTULO 10 OCUPAÇÕES E MISSÕES DOS ESPÍRITOS 558 Os Espíritos fazem outra coisa além de se aperfeiçoar individualmente? Eles concorrem para a harmonia do universo ao executar os

Leia mais

FILOSOFIA. Platão. OpenRose

FILOSOFIA. Platão. OpenRose FILOSOFIA Platão OpenRose 1 PLATÃO Filósofo grego (427 a.c.?-347 a.c.?). Um dos mais importantes filósofos de todos os tempos. Suas teorias, chamadas de platonismo, concentram-se na distinção de dois mundos:

Leia mais

Palestra Virtual. Tema: Reuniões Mediúnicas. Palestrante: Carlos Feitosa. Promovida pelo IRC-Espiritismo http://www.irc-espiritismo.org.

Palestra Virtual. Tema: Reuniões Mediúnicas. Palestrante: Carlos Feitosa. Promovida pelo IRC-Espiritismo http://www.irc-espiritismo.org. Palestra Virtual Promovida pelo IRC-Espiritismo http://www.irc-espiritismo.org.br Tema: Reuniões Mediúnicas Palestrante: Carlos Feitosa Rio de Janeiro 04/10/2002 Organizadores da Palestra: Moderador: "_Alves_"

Leia mais

E Deus viu que tudo era bom

E Deus viu que tudo era bom E Deus viu que tudo era bom Nunca pensei que fosse assim O Livro do Gênesis é o livro mais fascinante da Bíblia e o mais complicado. Foi escrito milhares de anos depois dos fatos que ele narra. Foram vários

Leia mais

HINÁRIO O APURO. Francisco Grangeiro Filho. Tema 2012: Flora Brasileira Araucária

HINÁRIO O APURO. Francisco Grangeiro Filho. Tema 2012: Flora Brasileira Araucária HINÁRIO O APURO Tema 2012: Flora Brasileira Araucária Francisco Grangeiro Filho 1 www.hinarios.org 2 01 PRECISA SE TRABALHAR Marcha Precisa se trabalhar Para todos aprender A virgem mãe me disse Que é

Leia mais

Uma volta no tempo de Atlântida

Uma volta no tempo de Atlântida Cristais mestres Esse curso, tratar-se de conhecimentos sagrados deixados por mestres antigos e passados adiante por aqueles que acreditavam que os que descobrissem zelariam por ele. Há muitos anos atrás,

Leia mais

*Analisar a ressurreição de Lázaro, à luz do entendimento espírita. * Enfatizar as lições de natureza espiritual de que o episódio se reveste.

*Analisar a ressurreição de Lázaro, à luz do entendimento espírita. * Enfatizar as lições de natureza espiritual de que o episódio se reveste. FEDERAÇÃO ESPÍRITA BRASILEIRA Estudo Aprofundado da Doutrina Espírita Livro III - Ensinos e Parábolas de Jesus Parte 2 Módulo VI Aprendendo com fatos extraordinários Roteiro 1 Analisar a ressurreição de

Leia mais

2015 O ANO DE COLHER ABRIL - 1 A RUA E O CAMINHO

2015 O ANO DE COLHER ABRIL - 1 A RUA E O CAMINHO ABRIL - 1 A RUA E O CAMINHO Texto: Apocalipse 22:1-2 Então o anjo me mostrou o rio da água da vida que, claro como cristal, fluía do trono de Deus e do Cordeiro, no meio da RUA principal da cidade. De

Leia mais

Palestra Virtual. Promovida pelo IRC- Espiritismo http://www.ircespiritismo.org.br. Tema: Passes e Curas Espirituais. Palestrante: Alexandre Lobato

Palestra Virtual. Promovida pelo IRC- Espiritismo http://www.ircespiritismo.org.br. Tema: Passes e Curas Espirituais. Palestrante: Alexandre Lobato Palestra Virtual Promovida pelo IRC- Espiritismo http://www.ircespiritismo.org.br Tema: Passes e Curas Espirituais Palestrante: Alexandre Lobato Rio de Janeiro 09/01/2004 Organizadores da palestra: Moderador:

Leia mais

Palestra Virtual. Promovida pelo IRC-Espiritismo http://www.irc-espiritismo.org.br

Palestra Virtual. Promovida pelo IRC-Espiritismo http://www.irc-espiritismo.org.br Palestra Virtual Promovida pelo http://www.irc-espiritismo.org.br Tema: A Vontade Palestrante: Dulce Alcione Rio de Janeiro 29/09/2000 Organizadores da palestra: Moderador: "Luno" (nick: [Moderador]) "Médium

Leia mais

FEDERAÇÃO ESPÍRITA BRASILEIRA Estudo Aprofundado da Doutrina Espírita Livro II Ensinos e Parábolas de Jesus Módulo III Ensinos por Parábolas

FEDERAÇÃO ESPÍRITA BRASILEIRA Estudo Aprofundado da Doutrina Espírita Livro II Ensinos e Parábolas de Jesus Módulo III Ensinos por Parábolas FEDERAÇÃO ESPÍRITA BRASILEIRA Estudo Aprofundado da Doutrina Espírita Livro II Ensinos e Parábolas de Jesus Módulo III Ensinos por Parábolas Objetivo Interpretar a parábola da rede, segundo o entendimento

Leia mais

ALTERIDADE - IMPLICAÇÕES NA FORMAÇÃO DO ALUNO

ALTERIDADE - IMPLICAÇÕES NA FORMAÇÃO DO ALUNO ALTERIDADE - IMPLICAÇÕES NA FORMAÇÃO DO ALUNO Hélio de Moraes e Marques 1 Resumo: O ensino da filosofia possui características muito peculiares quanto ao seu método. Refiro-me à exposição pelo professor

Leia mais

Palestra Virtual. Promovida pelo IRC-Espiritismo http://www.irc-espiritismo.org.br

Palestra Virtual. Promovida pelo IRC-Espiritismo http://www.irc-espiritismo.org.br Palestra Virtual Promovida pelo http://www.irc-espiritismo.org.br Tema: A Vida no Além Túmulo Palestrante: Guilherme Kremer Rio de Janeiro 07/07/2000 Organizadores da palestra: Moderador: "Luno" (nick:

Leia mais

18º ENCONTRO ESPÍRITA SOBRE MEDIUNIDADE

18º ENCONTRO ESPÍRITA SOBRE MEDIUNIDADE 18º ENCONTRO ESPÍRITA SOBRE MEDIUNIDADE CONCLUSÃO DOS ESTUDOS REALIZADOS COM BASE NAS MENSAGENS DE ANTONIO DE AQUINO E NA ENTREVISTA COM ALTIVO FÉ E MEDITAÇÃO Fé adesão absoluta do espírito àquilo que

Leia mais

FEDERAÇÃO ESPÍRITA BRASILEIRA Estudo Aprofundado da Doutrina Espírita Livro IV Espiritismo, o Consolador Prometido por Jesus Módulo I Esperanças e

FEDERAÇÃO ESPÍRITA BRASILEIRA Estudo Aprofundado da Doutrina Espírita Livro IV Espiritismo, o Consolador Prometido por Jesus Módulo I Esperanças e FEDERAÇÃO ESPÍRITA BRASILEIRA Estudo Aprofundado da Doutrina Espírita Livro IV Espiritismo, o Consolador Prometido por Jesus Módulo I Esperanças e Consolações Objetivos Explicar como se manifesta a ação

Leia mais

FLUIDO CÓSMICO UNIVERSAL

FLUIDO CÓSMICO UNIVERSAL FLUIDO CÓSMICO UNIVERSAL O Livro dos Espíritos, qq. 1 e 27 Obra codificada por Allan Kardec Figuras: Elio Mollo Deus é a inteligência s uprema, causa primária de todas as coisas. Resposta dada pelos Espíritos

Leia mais

Metodologia da Catequese com Crianças. Ligia Aparecida de Oliveira

Metodologia da Catequese com Crianças. Ligia Aparecida de Oliveira Metodologia da Catequese com Crianças Ligia Aparecida de Oliveira O que é ser Criança? Watson, Piaget ou Freud? Eis a Questão. John B. Watson, psicólogo americano, é o principal responsável pela teoria

Leia mais

Natureza / Características / Etapas / Organização / Funcionamento. Marlene Valéria - Emerson

Natureza / Características / Etapas / Organização / Funcionamento. Marlene Valéria - Emerson Natureza / Características / Etapas / Organização / Funcionamento Marlene Valéria - Emerson Entender o que é uma reunião mediúnica. Saber identificar uma reunião mediúnica pela sua natureza e característica.

Leia mais

INFORMATIVO DE LUZ. Editorial NOSSOS HORÁRIOS:

INFORMATIVO DE LUZ. Editorial NOSSOS HORÁRIOS: ASSOCIAÇÃO CULTURAL E ESPIRITUAL POLO DA LUZ Fundada em 03.04.93 CNPJ: 92413384/0001.92 Rua Geraldina Dinarte, 334 - Erechim - RS INFORMATIVO DE LUZ Boletim Informativo do Polo da Luz Março de 2015-002

Leia mais

Os Talentos. Roteiro 3

Os Talentos. Roteiro 3 Os Talentos Roteiro 3 FEDERAÇÃO ESPÍRITA BRASILEIRA Estudo Aprofundado da Doutrina Espírita Livro III - Ensinos e Parábolas de Jesus Parte II Módulo III Ensinos por Parábolas Objetivos Explicar, à Luz

Leia mais

Pensamento, Sintonia e Energias

Pensamento, Sintonia e Energias Pensamento, Sintonia e Energias O ser humano é um complexo, que pode ser avaliado sobre diferentes visões: científica, religiosa, filosófica, holística, etc. Cada visão tem suas particularidades e abordagens,

Leia mais

Semeadores de Esperança

Semeadores de Esperança Yvonne T Semeadores de Esperança Crônicas de um Convite à Vida Volume 11 Crônicas de um Convite à Vida Livre d IVI Convidados a Viver PREFÁCIO Estou comovida por escrever este prefácio : tudo o que se

Leia mais

FUIDOTERAPIA - IRRADIAÇÃO

FUIDOTERAPIA - IRRADIAÇÃO FUIDOTERAPIA - IRRADIAÇÃO 284 FLUIDOTERAPIA NA CASA ESPÍRITA IRRADIAÇÃO O QUE É IRRADIAÇÃO? Irradiação: [do latim irradiare = irradiar + ção]. Ato ou efeito de emitir ondas, lançar raios de luz ou de calor,

Leia mais

Escola Imortais da Terra Bruxaria, Magia e Esoterismo

Escola Imortais da Terra Bruxaria, Magia e Esoterismo Escola Imortais da Terra Bruxaria, Magia e Esoterismo Sagrado Masculino O Sagrado Masculino há muito foi esquecido... Diante de um tempo em que a humanidade cultivou o medo, e criou verdadeiras muralhas

Leia mais

A SEPE divulga os livros do Dr. Penna Ribas gratuitamente em meio eletrônico

A SEPE divulga os livros do Dr. Penna Ribas gratuitamente em meio eletrônico 2 O Dia do Papai No dia consagrado aos pais, sinto-me no dever de esclarecer-vos sobre o papel que o pai representa à luz da Filosofia Espírita. Para isso, mister se faz vos recorde alguns postulados doutrinários,

Leia mais

COMUNIDADE TRANSFORMADORA UM OLHAR PARA FRENTE

COMUNIDADE TRANSFORMADORA UM OLHAR PARA FRENTE 23 3 COMUNIDADE TRANSFORMADORA UM OLHAR PARA FRENTE Por que você deve dar este estudo Nas duas semanas anteriores, conversamos sobre dois aspectos de nossa missão comunitária que envolve: (a) olhar para

Leia mais

Elementos da Vida da Pequena Comunidade

Elementos da Vida da Pequena Comunidade Raquel Oliveira Matos - Brasil A Igreja, em sua natureza mais profunda, é comunhão. Nosso Deus, que é Comunidade de amor, nos pede entrarmos nessa sintonia com Ele e com os irmãos. É essa a identidade

Leia mais

PROLEGÓMENOS Uma corrente literária não passa de uma metafísica.

PROLEGÓMENOS Uma corrente literária não passa de uma metafísica. António Mora PROLEGÓMENOS Uma corrente literária não passa de uma metafísica. PROLEGÓMENOS Uma corrente literária não passa de uma metafísica. Uma metafísica é um modo de sentir as coisas esse modo de

Leia mais

KJV King James Bible Study Correspondence Course An Outreach of Highway Evangelistic Ministries 5311 Windridge lane ~ Lockhart, Florida 32810 ~ USA

KJV King James Bible Study Correspondence Course An Outreach of Highway Evangelistic Ministries 5311 Windridge lane ~ Lockhart, Florida 32810 ~ USA 1 Dois Pais Espirituais Lição 1 (volte para as páginas 4, 5 e 6) Durante a história, Deus tem dado todo individo uma chance para aceitar o seu eterno plano da salvação. É triste, muitas pessoas tem rejeitado

Leia mais

MISSÕES - A ESTRATÉGIA DE CRISTO PARA A SUA IGREJA

MISSÕES - A ESTRATÉGIA DE CRISTO PARA A SUA IGREJA MISSÕES - A ESTRATÉGIA DE CRISTO PARA A SUA IGREJA 1 40 dias vivendo para Jesus 12/05/2013 At 1 4 Um dia, quando estava com os apóstolos, Jesus deu esta ordem: Fiquem em Jerusalém e esperem até que o Pai

Leia mais

Doutrina Espírita ESDE

Doutrina Espírita ESDE Federação Espírita Brasileira Orientação ao Estudo Sistematizado da Doutrina Espírita ESDE Organização e Coordenação: Carlos Campetti Colaboradores: Iracema Fernandes, Maria do Socorro Sousa Rodrigues,

Leia mais

Autores de Obras Espíritas. Léon Denis:

Autores de Obras Espíritas. Léon Denis: Autores de Obras Espíritas A Doutrina Espírita tem sua base na Codificação Kardecista. Kardec foi o pioneiro, entretanto, ao longo do tempos outros trabalhos tem surgido, multiplicando os assuntos abordados.

Leia mais

AULA 17 MEDIUNIDADE NAS CRIANÇAS E NOS ANIMAIS

AULA 17 MEDIUNIDADE NAS CRIANÇAS E NOS ANIMAIS Às vezes, as manifestações mediúnicas que a criança apresenta são por causa das perturbações no ambiente do lar. Neste caso, o recomendável é atende-la com assistência espiritual, passes (para não favorecer

Leia mais