TRIBUTO AOS MAÇONS. uma cerimônia aberta emitida pelo. Supremo Conselho da Ordem DeMolay para a República Federativa do Brasil

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "TRIBUTO AOS MAÇONS. uma cerimônia aberta emitida pelo. Supremo Conselho da Ordem DeMolay para a República Federativa do Brasil"

Transcrição

1 TRIBUTO AOS MAÇONS uma cerimônia aberta emitida pelo Supremo Conselho da Ordem DeMolay para a República Federativa do Brasil Segunda Edição 2008

2 TRIBUTO AOS MAÇONS Esta cerimônia tem por objetivo apresentar a Ordem DeMolay como parte da história da Maçonaria. Ela pode ser usada para homenagear ou incentivar o apoio dos Maçons pela causa da Ordem DeMolay. Ela pode ser feita em uma reunião do Capítulo, apresentação pública, ou em visita a uma Loja Maçônica que permita os movimentos de solo e a formação de compasso e esquadro. Oficiais requeridos: Mestre Conselheiro: ; Primeiro Conselheiro: 1ºC; Segundo Conselheiro: 2ºC; Primeiro Diácono: 1ºD; Segundo Diácono: 2ºD; Primeiro Mordomo: 1ºM; Segundo Mordomo: 2ºM; Capelão: Cap.; Escrivão: Esc; Porta Bandeira: P.B.; Orador: Or; Tesoureiro: Tes; Mestre de Cerimônias: MCer; Sentinela: Sent.; Acessórios Requeridos: Bíblia Sagrada aberta no Altar; Itens Opcionais: livros escolares no canto nordeste do Altar; Bandeira Nacional padrão no local indicado no Diagrama Um; sete candelabros com velas acesas, arrumados como indicado no Diagrama Um; Toalha para o Altar; Estandarte do Capítulo colocado conforme indicado no Diagrama Um; Flores no Altar; forro para as mesas; bastão para o MCer. É uma honra para os membros do Capítulo... n.º... da Ordem DeMolay, estar hoje aqui reunidos para prestar uma homenagem especial aos Maçons, que nos acolhem e dispensam muito de seu tempo e esforço à causa de nossa Ordem. Dirijam sua atenção aos oficiais enquanto eles relatam a história da Ordem DeMolay e da Maçonaria moderna. Os oficiais devem se movimentar pelas faixas de movimentação para o lado Oeste do Altar, nas posições indicadas abaixo, conforme falam: XX XX XX MC XX XX XX Or XX 1C XX 2C XX Tes XX 1D XX XX XX 2D XX 1M XX P.B XX Esc XX 2M Sent XX XX XX Cap XX XX XX MCer

3 Cap Sent É difícil falar sobre a Ordem DeMolay sem falar sobre a Maçonaria. Como poderíamos falar sobre o que somos ou sobre qual é a nossa finalidade sem citar esta fantástica organização que nos acolheu desde nossa criação em 1919? Como deixar de falar sobre a Maçonaria sem falar de nosso fundador, Frank Sherman Land, que era um proeminente Maçom? É chamado de Maçom um homem que foi iniciado na Ordem Maçônica. A palavra Maçom que no inglês se diz mason quer dizer simplesmente pedreiro e por isso nas Lojas Maçônicas podemos ver tantos instrumentos ligados à arquitetura e engenharia como o prumo, o cinzel, o compasso e o esquadro. MCer A Maçonaria começou com os pedreiros que participaram das obras das grandes construções tais como catedrais, palácios e templos. Por isso os Templos Maçônicos podem ser comparados também a grandes canteiros de obras onde, no passado, os pedreiros participavam com tanto afinco das construções. P.B. Esc Com o crescimento e a valorização da arte de construir, os Maçons criaram sindicatos que são historicamente conhecidos como corporações de ofício. Esses sindicatos tinham como finalidade proteger os segredos da profissão, ou seja, neles os antigos Maçons protegiam os seus segredos de arquitetura de forma a só ensinar o ofício de construir àqueles homens que estavam aptos à profissão. Os estudiosos da Maçonaria chamam a organização deste período de Maçonaria Operativa visto que seus membros eram realmente pedreiros. Em toda a história da humanidade os homens lutaram para que o mundo fosse um lugar melhor e, com o tempo, a humanidade passou por uma grande evolução científica conhecida como Revolução Industrial. Por isso, no século 18 os segredos da arte de construir passaram a ser objeto de estudos e os Maçons foram perdendo a exclusividade deste ofício. 1ºM Por essa razão as reuniões das corporações de ofício passaram a ganhar novos temas. Os Maçons começaram a comparar a arte de construir ao aperfeiçoamento moral que deve ser o objetivo de todos os homens. Muito se engana quem acha que os Maçons pararam de construir, eles continuaram. Neste período continuaram usar o seu malho e seu prumo para construir, não mais as grandes catedrais como antes, mas para construir o seu próprio eu. 2ºM Foi então, nesta época, que os Maçons começaram a aceitar outros homens que não eram pedreiros como membros de suas corporações. Já que eles não eram mais construtores de prédios, eles continuariam a construir cada homem para que ele se tornasse um construtor da humanidade. Os estudiosos chamam a organização deste período de Maçonaria Especulativa que tem por fim o conhecimento filosófico e o aperfeiçoamento moral de seus membros. 1ºD A história escrita mostra que todo esse movimento surgiu na Inglaterra e, por isso, várias Lojas Maçônicas surgiam em terras inglesas. Em 1717 quatro Lojas Maçônicas se reuniram e fundaram então a Grande Loja Maçônica de Londres que existe até os dias de hoje. 2ºD Em 1722, cinco anos depois, um importante Maçom chamado James Anderson redigiu uma constituição que ficou conhecida como a Constituição de Anderson. Nela ele colocou todo o conhecimento e todas as normas que eram passadas por tradição oral de Maçom para Maçom. Este é um importante livro para a Maçonaria até os dias de hoje. 1ºC Neste tempo a Inglaterra estava em plena expansão e fazia colônias por todo o mundo. E nessas viagens em busca de novas terras a Maçonaria foi se espalhando por todo mundo e

4 se transformando em uma organização mundialmente conhecida que tem por objetivo reunir os homens em uma grande família, em uma grande fraternidade. 2ºC Nosso fundador, Frank Sherman Land, foi um proeminente membro da Ordem Maçônica e, em toda a sua vida, procurou ser útil à sociedade. Ele teve grandes e brilhantes realizações em prol da Maçonaria e, por isso, ele foi honrado com muitas condecorações Maçônicas. Or Tes Mas nenhuma dessas realizações pode ser considerada mais importante do que a criação e a implantação da Ordem DeMolay. Nossa Ordem é um grupo que, como a Maçonaria, tem por objetivo educar os jovens para formar melhores homens, pais e cidadãos que serão líderes em sua comunidade e a conduzirão para um futuro melhor sob a direção de nossas Sete Virtudes Cardeais: Amor Filial, Reverência pelas Coisas Sagradas, Cortesia, Companheirismo, Fidelidade, Pureza e Patriotismo. O primeiro grupo de DeMolays se reuniu em uma Loja Maçônica e quando foram pensar em um nome para o seu grupo resolveram escolher o nome de uma personalidade ligada à Maçonaria. O nome de Jacques DeMolay, último Grão-Mestre da Ordem dos Templários, foi então citado como um símbolo de fidelidade e tolerância e, por isso, foi escolhido por unanimidade pelos primeiros membros. Por ser um membro importante da ordem maçônica, nosso Fundador, Frank Sherman Land, ganhou o apoio incondicional da Maçonaria e, desde então, para manter esse apoio como um laço indissolúvel ele colocou como Landmark de nossa Ordem que um Capítulo DeMolay só possa ser patrocinado por uma Loja Maçônica ou por um grupo formado exclusivamente por Maçons. E nós, membros do Capítulo... n.º... da Ordem DeMolay, formamos agora um dos mais conhecidos símbolos da Maçonaria, o compasso e o esquadro. Com isso pretendemos nos mostrar como ferramentas com as quais vocês, Maçons, possam usar para tornar o mundo um lugar mais justo e perfeito. Gostaríamos de (agradecer ou incentivar) o apoio de vocês para nossa estimada Ordem que, em poucas palavras, pode ser entendida como o melhor investimento da Maçonaria para o futuro da humanidade, pois está escrito que o mais velho deve ensinar ao mais jovem. Após a fala do Mestre Conselheiro todos os Oficiais, exceto o Capelão, devem se ajoelhar em uníssono sobre o joelho esquerdo. O Capelão então, estando de pé, de olhos fechados, fará a seguinte prece: Cap Lembrem desses mandamentos e os guardem no seu coração. Amarrem essas leis nos braços e na testa, para que não as esqueçam, e não deixem de ensiná-las aos seus filhos. Repitam essas leis em casa e fora de casa, quando se deitarem e quando se levantarem, e as escrevam nos batentes das portas das suas casas e nos seus portões. Assim vocês e os seus descendentes viverão muitos anos na terra que o SENHOR Deus jurou dar aos nossos antepassados. Enquanto o mundo existir, vocês viverão naquela terra. Todos Amém. Todos se levantam.

5 Após a oração e se o espaço permitir um Maçom em particular pode ser convidado pelo Mestre Conselheiro a se dirigir ao centro do compasso e do esquadro para ser homenageado pelo Mestre Conselheiro. Caso nenhuma homenagem em particular seja feita os Oficiais devem simultaneamente se virar para a direita ou para a esquerda se dirigindo aos seus postos.

CERIMÔNIA DAS FLORES

CERIMÔNIA DAS FLORES INSTRUÇÕES GERAIS O Altar, os assentos e os postos dos Oficiais e as cadeiras para os membros devem ser arrumados de acordo com a Sala Capitular indicada no Diagrama 1. Uma das mensagens mais bonitas que

Leia mais

Cerimônia Especial de Apresentação da Ordem DeMolay

Cerimônia Especial de Apresentação da Ordem DeMolay Partes exigidas Cerimônia Especial de Apresentação da Ordem DeMolay - Mestre Conselheiro (MC) - 1º Conselheiro (1ºC) - 2º Conselheiro (2ºC) - Mestre de Cerimônias (MCer) - Capelão (Cap) - 1º Diácono (1ºD)

Leia mais

INVESTIDURA CRUZ DE HONRA

INVESTIDURA CRUZ DE HONRA INSTRUÇÕES GERAIS O Altar, os assentos e os postos dos Oficiais e as cadeiras para os membros devem ser arrumados de acordo com a Sala Capitular indicada no Diagrama 1. A cerimônia será apresentada toda

Leia mais

ABERTURA E ENCERRAMENTO DE CERIMÔNIAS PÚBLICAS DA ORDEM DeMOLAY

ABERTURA E ENCERRAMENTO DE CERIMÔNIAS PÚBLICAS DA ORDEM DeMOLAY ABERTURA E ENCERRAMENTO DE CERIMÔNIAS PÚBLICAS DA ORDEM DeMOLAY uma cerimônia aberta emitida pelo Supremo Conselho da Ordem DeMolay para a República Federativa do Brasil Primeira Edição 2013 ABERTURA E

Leia mais

PROJETO DE LEI DO LEGISLATIVO Nº007 DE 14 DE OUTUBRO DE 2014

PROJETO DE LEI DO LEGISLATIVO Nº007 DE 14 DE OUTUBRO DE 2014 PROJETO DE LEI DO LEGISLATIVO Nº007 DE 14 DE OUTUBRO DE 2014 INSTITUI O DIA MUNICIPAL DA ORDEM DEMOLAY NO MUNICÍPIO DE AMARGOSA E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS A MESA DA CÂMARA MUNICIPAL DE AMARGOSA, no uso de

Leia mais

ABERTURA E ENCERRAMENTO DE CONGRESSOS DeMOLAY

ABERTURA E ENCERRAMENTO DE CONGRESSOS DeMOLAY ABERTURA E ENCERRAMENTO DE CONGRESSOS DeMOLAY uma cerimônia aberta emitida pelo Supremo Conselho da Ordem DeMolay para a República Federativa do Brasil ABERTURA E ENCERRAMENTO DE CONGRESSOS DeMOLAY O cerimonial

Leia mais

CERIMÔNIA DE INSTALAÇÃO DO MESTRE CONSELHEIRO REGIONAL

CERIMÔNIA DE INSTALAÇÃO DO MESTRE CONSELHEIRO REGIONAL CERIMÔNIA DE INSTALAÇÃO DO MESTRE CONSELHEIRO REGIONAL uma cerimônia aberta emitida pelo Supremo Conselho da Ordem DeMolay para a República Federativa do Brasil Primeira Edição 2012 CERIMÔNIA DE INSTALAÇÃO

Leia mais

INSTALAÇÃO DE OFICIAIS DA CORTE

INSTALAÇÃO DE OFICIAIS DA CORTE INSTRUÇÕES GERAIS Esta cerimônia deve ser feita em uma reunião pública de Capítulo ou Organização Filiada à DeMolay. Assim como em uma Investidura Chevalier, os membros da Corte devem entrar, tomar seus

Leia mais

RECEPÇÃO VISITANTE ILUSTRE

RECEPÇÃO VISITANTE ILUSTRE INSTRUÇÕES GERAIS O Altar, os assentos e os postos dos Oficiais e as cadeiras para os membros devem ser arrumados de acordo com a Sala Capitular indicada no Diagrama 1. É uma Cerimônia Secreta ou Pública

Leia mais

CERIMÔNIA DO DIA DOS PAIS

CERIMÔNIA DO DIA DOS PAIS CERIMÔNIA DO DIA DOS PAIS ORDEM DOS ESCUDEIROS DA TÁVOLA REDONDA uma cerimônia aberta emitida pelo Supremo Conselho da Ordem DeMolay para a República Federativa do Brasil Primeira Edição 2011 CERIMÔNIA

Leia mais

CERIMONIAL CONGRESSO REGIONAL

CERIMONIAL CONGRESSO REGIONAL INSTRUÇÕES GERAIS Este cerimonial se divide em duas partes, a parte informal (abertura oficial do evento) e a parte formal (posse das Lideranças eleitas e encerramento do evento). Se o Evento Regional

Leia mais

CERIMÔNIA DE HOMENAGEM À BANDEIRA NACIONAL

CERIMÔNIA DE HOMENAGEM À BANDEIRA NACIONAL CERIMÔNIA DE HOMENAGEM À BANDEIRA NACIONAL ORDEM DOS ESCUDEIROS DA TÁVOLA REDONDA uma cerimônia aberta emitida pelo Supremo Conselho da Ordem DeMolay para a República Federativa do Brasil Primeira Edição

Leia mais

CERIMÔNIA DO DIA DAS MÃES

CERIMÔNIA DO DIA DAS MÃES CERIMÔNIA DO DIA DAS MÃES ORDEM DOS ESCUDEIROS DA TÁVOLA REDONDA uma cerimônia aberta emitida pelo Supremo Conselho da Ordem DeMolay para a República Federativa do Brasil Primeira Edição 2011 CERIMÔNIA

Leia mais

INSTALAÇÃO GRANDE MESTRE ESTADUAL

INSTALAÇÃO GRANDE MESTRE ESTADUAL INSTRUÇÕES GERAIS Os investidos devem ser orientados de antemão sobre como deverá agir. O Grande Mestre Estadual, Grande Mestre Estadual Adjunto e Segundo Grande Mestre Estadual Adjunto a serem instalados,

Leia mais

A TORRE DE BABEL Lição 06

A TORRE DE BABEL Lição 06 A TORRE DE BABEL Lição 06 1 1. Objetivos: Mostrar a tolice do orgulho e dos planos meramente humanos Quando começamos a nos orgulhar e tentamos ser importantíssimos aos próprios olhos, Deus não nos abençoa

Leia mais

Ordens de Aperfeiçoamento Maçônico Grande Oriente do Brasil - GOB (ACAM)

Ordens de Aperfeiçoamento Maçônico Grande Oriente do Brasil - GOB (ACAM) Ordens de Aperfeiçoamento Maçônico Grande Oriente do Brasil - GOB (ACAM) As Ordens de Aperfeiçoamento Maçônico, compostas das seguintes Ordens estabelecidas, REGULARES E RECONHECIDAS no MUNDO Inteiro,

Leia mais

Desafio para a família

Desafio para a família Desafio para a família Família é ideia de Deus, geradora de personalidade, melhor lugar para a formação do caráter, da ética, da moral e da espiritualidade. O sonho de Deus para a família é que seja um

Leia mais

ORDEM DEMOLAY: UMA HISTÓRIA ALÉM DO TEMPLO

ORDEM DEMOLAY: UMA HISTÓRIA ALÉM DO TEMPLO 184 ORDEM DEMOLAY: UMA HISTÓRIA ALÉM DO TEMPLO Edgar Ájax Reis Filho (Unifran) Orientador: Prof. Dr. Marcos Alves de Souza (Unifran) INTRODUÇÃO Este trabalho de pesquisa histórica, a princípio, objetiva

Leia mais

CERIMÔNIA DE INSTALAÇÃO DO MESTRE CONSELHEIRO ESTADUAL/DISTRITAL E MESTRE CONSELHEIRO ESTADUAL/DISTRITAL ADJUNTO

CERIMÔNIA DE INSTALAÇÃO DO MESTRE CONSELHEIRO ESTADUAL/DISTRITAL E MESTRE CONSELHEIRO ESTADUAL/DISTRITAL ADJUNTO CERIMÔNIA DE INSTALAÇÃO DO MESTRE CONSELHEIRO ESTADUAL/DISTRITAL E MESTRE CONSELHEIRO ESTADUAL/DISTRITAL ADJUNTO uma cerimônia aberta emitida pelo Supremo Conselho da Ordem DeMolay para a República Federativa

Leia mais

Semeadores de Esperança

Semeadores de Esperança Yvonne T Semeadores de Esperança Crônicas de um Convite à Vida Volume 11 Crônicas de um Convite à Vida Livre d IVI Convidados a Viver PREFÁCIO Estou comovida por escrever este prefácio : tudo o que se

Leia mais

30/09/2008. Entrevista do Presidente da República

30/09/2008. Entrevista do Presidente da República Entrevista coletiva concedida pelo Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, em conjunto com o presidente da Venezuela, Hugo Chávez, com perguntas respondidas pelo presidente Lula Manaus-AM,

Leia mais

(PTB/RS) pronuncia o seguinte discurso: Senhor Presidente, Senhoras e Senhores Deputados, Embaixadora de Israel,

(PTB/RS) pronuncia o seguinte discurso: Senhor Presidente, Senhoras e Senhores Deputados, Embaixadora de Israel, 1 O Senhor PASTOR REINALDO (PTB/RS) pronuncia o seguinte discurso: Senhor Presidente, Senhoras e Senhores Deputados, Embaixadora de Israel, Senhora Tzipora Rimon, demais autoridades e convidados aqui presentes,

Leia mais

O ESPIRITISMO E A MAÇONARIA

O ESPIRITISMO E A MAÇONARIA O ESPIRITISMO E A MAÇONARIA Eliseu Mota Júnior motajunior@uol.com.br A origem da Maçonaria remonta aos povos mais antigos e vem acompanhando, dentro dos rigores da sua tradição secreta e ritualista, cada

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Coordenação de Biblioteca RIO DE JANEIRO, 22 DE JANEIRO DE

Leia mais

Sabemos que Deus age em todas as coisas para o bem daqueles que o amam, dos que foram chamados de acordo com o seu propósito.

Sabemos que Deus age em todas as coisas para o bem daqueles que o amam, dos que foram chamados de acordo com o seu propósito. A VIDA DE ISAQUE Sabemos que Deus age em todas as coisas para o bem daqueles que o amam, dos que foram chamados de acordo com o seu propósito. (Rm 8,28) 1. Hoje você terá a consciência das promessas e

Leia mais

Material complementar para Fogueira Santa

Material complementar para Fogueira Santa Material complementar para Fogueira Santa 4 a 10 anos referência bíblica Gênesis 12.1-4; 15.1-5 alvo da lição Ensinar às crianças que quem vive na fé de Abraão é uma das estrelas que ele viu ao sair da

Leia mais

é de queda do juro real. Paulatinamente, vamos passar a algo parecido com o que outros países gastam.

é de queda do juro real. Paulatinamente, vamos passar a algo parecido com o que outros países gastam. Conjuntura Econômica Brasileira Palestrante: José Márcio Camargo Professor e Doutor em Economia Presidente de Mesa: José Antonio Teixeira presidente da FENEP Tentarei dividir minha palestra em duas partes:

Leia mais

Unidade 4: Obedeça ao Senhor Neemias e o muro

Unidade 4: Obedeça ao Senhor Neemias e o muro Histórias do Velho Testamento 3 a 6 anos Histórias de Deus:Gênesis-Apocalipse Unidade 4: Obedeça ao Senhor Neemias e o muro O Velho Testamento está cheio de histórias que Deus nos deu, espantosas e verdadeiras.

Leia mais

Renovação Carismática Católica do Brasil Ministério Universidades Renovadas

Renovação Carismática Católica do Brasil Ministério Universidades Renovadas Seta => Abraçar a Cruz I - Um novo estilo de realização - A Cruz Leandro Rua Médico UFES Conselheiro do MUR Desde a nossa infância somos estimulados a construir um caminho de realização pessoal que tem

Leia mais

Carta de Paulo aos romanos:

Carta de Paulo aos romanos: Carta de Paulo aos romanos: Paulo está se preparando para fazer uma visita à comunidade dos cristãos de Roma. Ele ainda não conhece essa comunidade, mas sabe que dentro dela existe uma grande tensão. A

Leia mais

Tema ASCENSÃO DO SENHOR

Tema ASCENSÃO DO SENHOR Encontro n. 6 ema ASCENSÃO DO SENHOR I. ACOLHIDA Ambiente: Lenço branco sobre a mesa, como sinal de despeida; uma cadeira vazia ou um banco próximo ao altar. Bíblia sobre o altar, vela acesa, com flores.

Leia mais

SALVAÇÃO não basta conhecer o endereço Atos 4:12

SALVAÇÃO não basta conhecer o endereço Atos 4:12 SALVAÇÃO não basta conhecer o endereço Atos 4:12 A SALVAÇÃO É A PRÓPRIA PESSOA DE JESUS CRISTO! VOCÊ SABE QUAL É O ENDEREÇO DE JESUS! MAS ISSO É SUFICIENTE? Conhecer o endereço de Jesus, não lhe garantirá

Leia mais

Estudo dirigido capítulo 3 e 5 Aluno: Nº

Estudo dirigido capítulo 3 e 5 Aluno: Nº O Ensino Fundamental Ano: 8º HISTÓRIA- 1ª ETAPA/2016 Professora: Renata Turma: Estudo dirigido capítulo 3 e 5 Aluno: Nº Data: / /2016 1-Explique como as ideias iluministas contribuíram para a efetivação

Leia mais

Lição. outros. Versículo Bíblico Portanto, vão e façam discípulos de todas as nações Mateus 28:19

Lição. outros. Versículo Bíblico Portanto, vão e façam discípulos de todas as nações Mateus 28:19 FRUTOS-3 Descoberta Lição 9 4-6 Anos Unidade 3: Aprendendo a Viver Como Um Amigo de Jesus Amigos de Jesus Falam de Jesus para os Outros A s crianças de quatro e seis anos irão descobrir os desafios da

Leia mais

PRINCÍPIOS DE LITURGIA

PRINCÍPIOS DE LITURGIA PRINCÍPIOS DE LITURGIA PRINCÍPIOS DE LITURGIA - PREÂMBULO - Em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo, nós, legítimos representantes da Igreja Presbiteriana do Brasil, reunidos em Supremo Concílio,

Leia mais

Juniores aluno 7. Querido aluno,

Juniores aluno 7. Querido aluno, Querido aluno, Por acaso você já se perguntou algumas destas questões: Por que lemos a Bíblia? Suas histórias são mesmo verdadeiras? Quem criou o mundo? E o homem? Quem é o Espírito Santo? Por que precisamos

Leia mais

Para colocar a vida em ordem é preciso primeiro cuidar do coração. O coração é a dimensão mais interior da nossa existência

Para colocar a vida em ordem é preciso primeiro cuidar do coração. O coração é a dimensão mais interior da nossa existência Para colocar a vida em ordem é preciso primeiro cuidar do coração O coração é a dimensão mais interior da nossa existência Sobre tudo o que se deve guardar, guarda o coração, porque dele procedem as fontes

Leia mais

Assunto: Entrevista com a primeira dama de Porto Alegre Isabela Fogaça

Assunto: Entrevista com a primeira dama de Porto Alegre Isabela Fogaça Serviço de Rádio Escuta da Prefeitura de Porto Alegre Emissora: Rádio Guaíba Assunto: Entrevista com a primeira dama de Porto Alegre Isabela Fogaça Data: 07/03/2007 14:50 Programa: Guaíba Revista Apresentação:

Leia mais

Elas estão em toda parte. Lucas Albuquerque

Elas estão em toda parte. Lucas Albuquerque Elas estão em toda parte. Lucas Albuquerque 1 Origem das Sociedades Secretas. Motivos para o secretismo. Evolução social. Principais sociedades: Templarios. Rosa Cruz. Maçonaria. 2 Princípio Consangüinidade

Leia mais

André Sanchez Blog Esboçando Ideias E-BOOK GRÁTIS. Uma realização: André Sanchez. www.esbocandoideias.com

André Sanchez Blog Esboçando Ideias E-BOOK GRÁTIS. Uma realização: André Sanchez. www.esbocandoideias.com E-BOOK GRÁTIS 8 razões para confiar que Deus te socorrerá Uma realização: André Sanchez www.esbocandoideias.com Se quiser falar com o autor, entre em contato pelo e-mail: andre@esbocandoideias.com A distribuição

Leia mais

Introdução. 1 P ágina

Introdução. 1 P ágina Introdução O estudo do batimento de cabeça é fonte de revelação espiritual profunda, duradoura, de transformação. Todas as coisas que estão sob a terra possuem maior profundidade do que aparentam. Basta

Leia mais

Uma curiosidade das construções ogivais, ou seja, góticas é que quase não se conhece quem foram os arquitetos. Da natureza os maçons tiraram idéias

Uma curiosidade das construções ogivais, ou seja, góticas é que quase não se conhece quem foram os arquitetos. Da natureza os maçons tiraram idéias 1 86 Arte gótica Todos estamos cansados de ouvir falar das igrejas góticas existentes na Europa. Quem não as viu provavelmente teve conhecimentos delas através de filmes na televisão ou fotos em jornais.

Leia mais

12:00 Palestra: Jesus confia nos Jovens -Por isso entrega sua mãe - Telmo

12:00 Palestra: Jesus confia nos Jovens -Por isso entrega sua mãe - Telmo 2:00 Palestra: Jesus confia nos Jovens -Por isso entrega sua mãe - Telmo Amados de Deus, a paz de Jesus... Orei e pensei muito para que Jesus me usasse para poder neste dia iniciar esta pregação com a

Leia mais

COMUNIDADE DO TAQUARAL

COMUNIDADE DO TAQUARAL COMUNIDADE DO TAQUARAL Histórico Taquaral, localizada na região da morraria era uma sesmaria, que originou aos primeiros tempos da fundação da então Vila Maria do Paraguai. É um povoado antigo e tradicional,

Leia mais

O BRASIL NO MUNDO PÓS-CRISE #

O BRASIL NO MUNDO PÓS-CRISE # O BRASIL NO MUNDO PÓS-CRISE # José Augusto Guilhon Albuquerque * O título desta apresentação deveria ser: missão impossível. Falar sobre o Brasil no mundo pós-crise em 12 minutos implicaria falar sobre

Leia mais

A OFERTA DE UM REI (I Crônicas 29:1-9). 5 - Quem, pois, está disposto a encher a sua mão, para oferecer hoje voluntariamente ao SENHOR?

A OFERTA DE UM REI (I Crônicas 29:1-9). 5 - Quem, pois, está disposto a encher a sua mão, para oferecer hoje voluntariamente ao SENHOR? A OFERTA DE UM REI (I Crônicas 29:1-9). 5 - Quem, pois, está disposto a encher a sua mão, para oferecer hoje voluntariamente ao SENHOR? Esse texto é um dos mais preciosos sobre Davi. Ao fim de sua vida,

Leia mais

Uma Procissão em Comunhão a Nossa Senhora

Uma Procissão em Comunhão a Nossa Senhora Uma Procissão em Comunhão a Nossa Senhora Os Paroquianos de Canidelo, na noite de 29.05.2015 presentearam Nossa Senhora e Nossa Mãe Maria Santíssima, com uma bela e sublime procissão. Foram quatro procissões

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Coordenação de Biblioteca 94 Discurso na solenidade em homenagem

Leia mais

Ir.: Ailton Barbudo Soares Júnior Apr.:M.: A.:R.:L.:S.: Fraternidade Cleuton Candido Landre 298 Oriente de Alfenas / MG Julho de 2014

Ir.: Ailton Barbudo Soares Júnior Apr.:M.: A.:R.:L.:S.: Fraternidade Cleuton Candido Landre 298 Oriente de Alfenas / MG Julho de 2014 Ir.: Ailton Barbudo Soares Júnior Apr.:M.: A.:R.:L.:S.: Fraternidade Cleuton Candido Landre 298 Oriente de Alfenas / MG Julho de 2014 1. Não se conhece completamente uma ciência enquanto não se souber

Leia mais

PASSADO, PRESENTE E FUTURO DAS DIVISÕES DE BASE NO FUTEBOL DO BRASIL JANEIRO DE

PASSADO, PRESENTE E FUTURO DAS DIVISÕES DE BASE NO FUTEBOL DO BRASIL JANEIRO DE PASSADO, PRESENTE E FUTURO DAS DIVISÕES DE BASE NO FUTEBOL DO BRASIL JANEIRO DE 2013 Temos lido e ouvido muitos comentários nos últimos dias sobre o processo de formação de Atletas no Brasil, emitidas

Leia mais

Semana 2: Estenda um Convite

Semana 2: Estenda um Convite Semana 2: Estenda um Convite Incluído: 1. Preparação do líder 2. Guia da lição 1. PREPARAÇÃO DO LÍDER VISÃO GERAL DA LIÇÃO Como podem adolescentes dar a conehcer à seus amigos que querem desesperadamente

Leia mais

Como escrever um estudo de caso que é um estudo de caso? Um estudo so é um quebra-cabeça que tem de ser resolvido. A primeira coisa a

Como escrever um estudo de caso que é um estudo de caso? Um estudo so é um quebra-cabeça que tem de ser resolvido. A primeira coisa a Página 1 1 Como escrever um Estudo de Caso O que é um estudo de caso? Um estudo de caso é um quebra-cabeça que tem de ser resolvido. A primeira coisa a lembre-se de escrever um estudo de caso é que o caso

Leia mais

FILOSOFIA DE VIDA Atos 13.36

FILOSOFIA DE VIDA Atos 13.36 FILOSOFIA DE VIDA Atos 13.36 Tendo, pois, Davi servido ao propósito de Deus em sua geração, adormeceu, foi sepultado com os seus antepassados e seu corpo se decompôs. Não são todos que têm o privilégio

Leia mais

ENXERTOS NO RITUAL DO REAA

ENXERTOS NO RITUAL DO REAA ENXERTOS NO RITUAL DO REAA João Florindo Batista Segundo 1º Vig.. A..R..L..S.. José Rodovalho de Alencar nº 2.912 GOB-PB R.'.E.'.A.'.A.'. Cajazeiras-PB Meses antes do recesso maçônico do fim de 2013, este

Leia mais

Unidade 2: A família de Deus cresce José perdoa

Unidade 2: A família de Deus cresce José perdoa Olhando as peças Histórias de Deus:Gênesis-Apocalipse 3 a 6 anos Unidade 2: A família de Deus cresce José perdoa História Bíblica: Gênesis 41-47:12 A história de José continua com ele saindo da prisão

Leia mais

05/12/2006. Discurso do Presidente da República

05/12/2006. Discurso do Presidente da República , Luiz Inácio Lula da Silva, no encerramento da 20ª Reunião Ordinária do Pleno Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social Palácio do Planalto, 05 de dezembro de 2006 Eu acho que não cabe discurso aqui,

Leia mais

O bom Jesus e o infame Cristo

O bom Jesus e o infame Cristo PHILIP PULLMAN O bom Jesus e o infame Cristo Tradução Christian Schwartz Copyright 2010 by Philip Pullman Publicado mediante acordo com Canongate Books Ltda., 14 High Street, Edimburgo EH1 1 TE Grafi a

Leia mais

O maior desafio do Sistema Único de Saúde hoje, no Brasil, é político

O maior desafio do Sistema Único de Saúde hoje, no Brasil, é político O maior desafio do Sistema Único de Saúde hoje, no Brasil, é político Jairnilson Paim - define o SUS como um sistema que tem como característica básica o fato de ter sido criado a partir de um movimento

Leia mais

47º Problema de Euclides

47º Problema de Euclides 47º Problema de Euclides Como esquadrejar seu esquadro 1 O 47º Problema de Euclides, também chamado de 47ª Proposição de Euclides, assim como o Teorema de Pitágoras é representado por 3 quadrados. Para

Leia mais

Compreendendo o espaço

Compreendendo o espaço Módulo 1 Unidade 2 Compreendendo o espaço Para início de conversa... A forma como você se locomove na cidade para ir de um lugar a outro tem a ver com as direções que você toma e com o sentido para o qual

Leia mais

Era uma vez um príncipe que morava num castelo bem bonito e adorava

Era uma vez um príncipe que morava num castelo bem bonito e adorava O Príncipe das Histórias Era uma vez um príncipe que morava num castelo bem bonito e adorava histórias. Ele gostava de histórias de todos os tipos. Ele lia todos os livros, as revistas, os jornais, os

Leia mais

Nós não estamos aqui para dizer que Davi foi o maior exemplo de pai

Nós não estamos aqui para dizer que Davi foi o maior exemplo de pai E há de ser que, se ouvires tudo o que eu te mandar, e andares pelos meus caminhos, e fizeres o que é reto aos meus olhos, guardando os meus estatutos e os meus mandamentos, como fez Davi, meu servo, eu

Leia mais

Documento do MEJ Internacional. O coração do Movimento Eucarístico Juvenil

Documento do MEJ Internacional. O coração do Movimento Eucarístico Juvenil Documento do MEJ Internacional Para que a minha alegria esteja em vós Por ocasião dos 100 anos do MEJ O coração do Movimento Eucarístico Juvenil A O coração do MEJ é a amizade com Jesus (Evangelho) B O

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Coordenação de Biblioteca 10 RELAÇÕES DIPLOMÁTICAS AGRADECIMENTO

Leia mais

Entre 1998 e 2001, a freqüência escolar aumentou bastante no Brasil. Em 1998, 97% das

Entre 1998 e 2001, a freqüência escolar aumentou bastante no Brasil. Em 1998, 97% das INFORME-SE BNDES ÁREA PARA ASSUNTOS FISCAIS E DE EMPREGO AFE Nº 48 NOVEMBRO DE 2002 EDUCAÇÃO Desempenho educacional no Brasil: O que nos diz a PNAD-2001 Entre 1998 e 2001, a freqüência escolar aumentou

Leia mais

Manual de Cerimônias Extras

Manual de Cerimônias Extras Manual de Cerimônias Extras Cap. Cavaleiros das Sete Virtudes Mogi Mirim-SP 1 ÍNDICE Cerimônia Branca 03 Cerimônia Especial de Apresentação da Ordem DeMolay 08 Cerimônia das Luzes 16 Cerimônia das Flores

Leia mais

UNIDADE 2: APRENDENDO A BRILHAR REVISÃO E CELEBRAÇÃO PARA PEQUENOS GRUPOS

UNIDADE 2: APRENDENDO A BRILHAR REVISÃO E CELEBRAÇÃO PARA PEQUENOS GRUPOS Frutos-3 Impact0 LIÇÃO 13 VIVENDO A VIDA COM DEUS UNIDADE 2: APRENDENDO A BRILHAR REVISÃO E CELEBRAÇÃO PARA PEQUENOS GRUPOS 9-11 Anos Neste Trimestre, as crianças aprenderão sobre Graça, Crescimento e

Leia mais

Reflexões e atividades sobre Ação Social para culto infantil

Reflexões e atividades sobre Ação Social para culto infantil Reflexões e atividades sobre Ação Social para culto infantil Apresentaremos 4 lições, que mostram algum personagem Bíblico, onde as ações praticadas ao longo de sua trajetória abençoaram a vida de muitas

Leia mais

Juízes 17-18 (Um Grande Perigo)

Juízes 17-18 (Um Grande Perigo) Juízes 17-18 (Um Grande Perigo) O povo prestou culto ao Senhor durante toda a vida de Josué e dos líderes que sobreviveram a Josué e que tinham visto todos os grandes feitos do Senhor em favor de Israel.

Leia mais

Saíram da sinagoga e foram logo para a casa de Simão e André, junto com Tiago e João. A sogra de Simão estava de cama, com febre, e logo eles

Saíram da sinagoga e foram logo para a casa de Simão e André, junto com Tiago e João. A sogra de Simão estava de cama, com febre, e logo eles Mc 1,29-31 Saíram da sinagoga e foram logo para a casa de Simão e André, junto com Tiago e João. A sogra de Simão estava de cama, com febre, e logo eles contaram isso a Jesus. Jesus foi aonde ela estava,

Leia mais

RESENHA resenha resumo resenha crítica Título: Identificação do resenhista: Referência: Dados sobre o(s) autor(es): Dados sobre a obra: Apreciação:

RESENHA resenha resumo resenha crítica Título: Identificação do resenhista: Referência: Dados sobre o(s) autor(es): Dados sobre a obra: Apreciação: RESENHA Resenha é a apreciação crítica sobre uma determinada obra (livro, artigo, texto, filme, etc.). Trata-se de um breve texto, semelhante a um resumo, que visa comentar um trabalho realizado. Será

Leia mais

O Antigo Testamento tem como seus primeiros livros a TORÀ, ou Livro das leis. É um conjunto de 5 livros.

O Antigo Testamento tem como seus primeiros livros a TORÀ, ou Livro das leis. É um conjunto de 5 livros. O Antigo Testamento tem como seus primeiros livros a TORÀ, ou Livro das leis. É um conjunto de 5 livros. A Torá é o texto mais importante para o Judaísmo. Nele se encontram os Mandamentos, dados diretamente

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Coordenação de Biblioteca Visita às Obras da Vila Brejal Minha

Leia mais

Introdução. De que adianta estudar filosofia se não para melhorar o seu pensamento sobre as questões importantes do dia a dia? Ludwig Wittgenstein

Introdução. De que adianta estudar filosofia se não para melhorar o seu pensamento sobre as questões importantes do dia a dia? Ludwig Wittgenstein Introdução De que adianta estudar filosofia se não para melhorar o seu pensamento sobre as questões importantes do dia a dia? Ludwig Wittgenstein O que a filosofia tem a ver com o dia a dia? Tudo! Na verdade,

Leia mais

Pregação proferida pelo pastor João em 03/02/2011. Próxima pregação - Efésios 4:1-16 - A unidade do corpo de Cristo.

Pregação proferida pelo pastor João em 03/02/2011. Próxima pregação - Efésios 4:1-16 - A unidade do corpo de Cristo. 1 Pregação proferida pelo pastor João em 03/02/2011. Próxima pregação - Efésios 4:1-16 - A unidade do corpo de Cristo. Amados Irmãos no nosso Senhor Jesus Cristo: É devido à atuação intima do Espírito

Leia mais

CERIMÔNIA DE FORMATURA PORTOS

CERIMÔNIA DE FORMATURA PORTOS 1 CERIMÔNIA DE FORMATURA PORTOS Os discursos devem ser proferidos da própria mesa ou do púlpito. As falas não devem ultrapassar 5 minutos para cada. 1. Início da solenidade MC: Boa noite senhoras e senhores.

Leia mais

COMO PREPARAR E COMUNICAR SEU TESTEMUNHO PESSOAL

COMO PREPARAR E COMUNICAR SEU TESTEMUNHO PESSOAL COMO PREPARAR E COMUNICAR SEU TESTEMUNHO PESSOAL O objetivo desta mensagem é motivar e equipar você a preparar e usar seu testemunho ao compartilhar sua fé com outros. Esta lição ajudará você a: 1. Conhecer

Leia mais

O céu. Aquela semana tinha sido uma trabalheira! www.interaulaclube.com.br

O céu. Aquela semana tinha sido uma trabalheira! www.interaulaclube.com.br A U A UL LA O céu Atenção Aquela semana tinha sido uma trabalheira! Na gráfica em que Júlio ganhava a vida como encadernador, as coisas iam bem e nunca faltava serviço. Ele gostava do trabalho, mas ficava

Leia mais

LIÇÃO 1 Deus Tem Dons para Nós

LIÇÃO 1 Deus Tem Dons para Nós LIÇÃO 1 Deus Tem Dons para Nós Esta é a primeira de duas lições que lhe darão um bom fundamento para tudo quanto estudar neste curso. Nesta primeira lição, estudará a sua importância no corpo de Cristo.

Leia mais

ESTUDO 1 - ESTE É JESUS

ESTUDO 1 - ESTE É JESUS 11. Já vimos que Jesus Cristo desceu do céu, habitou entre nós, sofreu, morreu, ressuscitou e foi para a presença de Deus. Leia João 17:13 e responda: Onde está Jesus Cristo agora? Lembremo-nos que: Jesus

Leia mais

SOLENIDADE DO SAGRADO CORAÇÃO DE JESUS PADROEIRO DA DIOCESE DE UNIÃO DA VITÓRIA (01/07/11)

SOLENIDADE DO SAGRADO CORAÇÃO DE JESUS PADROEIRO DA DIOCESE DE UNIÃO DA VITÓRIA (01/07/11) Vivendo a Liturgia Julho/2011 SOLENIDADE DO SAGRADO CORAÇÃO DE JESUS PADROEIRO DA DIOCESE DE UNIÃO DA VITÓRIA (01/07/11) É Importante lembrar que o Sagrado Coração de Jesus é o Padroeiro de nossa Diocese,

Leia mais

A Compaixão de Jesus*

A Compaixão de Jesus* A Compaixão de Jesus* Estudos bíblicos sobre a prática da compaixão no ministério de Jesus. Autor: Lissânder Dias Revista Mãos Dadas Caixa Postal 88 36.570-000 Viçosa MG cartas@maosdadas.net *Baseado no

Leia mais

ORDEM DeMOLAY. Guia para Planejamento de Atividades Capitulares

ORDEM DeMOLAY. Guia para Planejamento de Atividades Capitulares ORDEM DeMOLAY Guia para Planejamento de Atividades Capitulares Este Guia para Planejamento de Atividades Capitulares é de propriedade do Supremo Conselho da Ordem DeMolay para a República Federativa do

Leia mais

Porque Deus tanto amou o mundo que deu o seu Filho Unigênito, para que todo o que nele crer não pereça, mas tenha a vida eterna.

Porque Deus tanto amou o mundo que deu o seu Filho Unigênito, para que todo o que nele crer não pereça, mas tenha a vida eterna. PRIMEIRA LEI ESPIRITUAL: O AMOR DE DEUS TEXTO: João 3:16 Porque Deus tanto amou o mundo que deu o seu Filho Unigênito, para que todo o que nele crer não pereça, mas tenha a vida eterna. Jo 3:16 1 Qual

Leia mais

Jesus, o Filho de Deus

Jesus, o Filho de Deus JESUS, O FILHO DE DEUS 43 4 Jesus, o Filho de Deus No coração do cristianismo reside a verdade de que Jesus o Cristo é o Filho de Deus. Cristo é o centro da nossa religião. Ele é a fundação da nossa fé

Leia mais

1. O que existe por trás do mundo?

1. O que existe por trás do mundo? Existem vários caminhos para se chegar à verdade. Os raciocínios que acabamos de discutir são apenas alguns deles e, talvez, não sejam completos nem suficientes para muitas pessoas. No entanto, existem

Leia mais

- Estado de Minas Gerais - Legislatura 2009/2012

- Estado de Minas Gerais - Legislatura 2009/2012 ATA DA 4ª SESSÃO SOLENE DA 1ª SESSÃO LEGISLATIVA DA CÂMARA MUNICIPAL DE CARMO DO RIO CLARO (MG) ATA Nº. 33/2009 (Dia 28 de Agosto, Sexta feira às 19 horas). Aos vinte e oito (28) dias do mês de Agosto

Leia mais

E Deus viu que tudo era bom

E Deus viu que tudo era bom E Deus viu que tudo era bom Nunca pensei que fosse assim O Livro do Gênesis é o livro mais fascinante da Bíblia e o mais complicado. Foi escrito milhares de anos depois dos fatos que ele narra. Foram vários

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Coordenação de Biblioteca 16. PALAVRAS À JUVENTUDE PORTO ALEGRE,

Leia mais

#93r. 11.7 O Apocalipse X Mateus 24

#93r. 11.7 O Apocalipse X Mateus 24 11.7 O Apocalipse X Mateus 24 #93r Há uma grande semelhança entre a sequência dos acontecimentos do período da Tribulação, descritos no livro do Apocalipse, com relação a Mateus 24. Vamos hoje, analisar

Leia mais

Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo segundo São Lucas (Lc 9, 10-17)

Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo segundo São Lucas (Lc 9, 10-17) SANTÍSSIMO CORPO E SANGUE DE CRISTO (ANO C) 2 de Junho de 2013 Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo segundo São Lucas (Lc 9, 10-17) 10 Ao regressarem, os Apóstolos contaram-lhe tudo o que tinham feito.

Leia mais

JPEG JOVENS EM PEQUENO GRUPO

JPEG JOVENS EM PEQUENO GRUPO ORIENTAÇÕES BÁSICAS JPEG JOVENS EM PEQUENO GRUPO JPEG é Jovens em Pequenos Grupos. A nova identidade dos pequenos grupos para jovens. NECESSIDADE DE ORGANIZAÇÃO DA IGREJA PEQUENOS GRUPOS Pequenos grupos

Leia mais

FEDERAÇÃO ESPÍRITA BRASILEIRA Estudo Aprofundado da Doutrina Espírita Livro III Ensinos e Parábolas de Jesus Parte 2 Módulo VI Aprendendo com Fatos

FEDERAÇÃO ESPÍRITA BRASILEIRA Estudo Aprofundado da Doutrina Espírita Livro III Ensinos e Parábolas de Jesus Parte 2 Módulo VI Aprendendo com Fatos FEDERAÇÃO ESPÍRITA BRASILEIRA Estudo Aprofundado da Doutrina Espírita Livro III Ensinos e Parábolas de Jesus Parte 2 Módulo VI Aprendendo com Fatos Extraordinários Objetivos Explicar o fenômeno de transfiguração,

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Coordenação de Biblioteca 23 Discurso na cerimónia de assinatura

Leia mais

Este trabalho é o relatório de uma visita de estudo das turmas do 6º A e 6º B da disciplina de Educação

Este trabalho é o relatório de uma visita de estudo das turmas do 6º A e 6º B da disciplina de Educação 2012 2013 Este trabalho é o relatório de uma visita de estudo das turmas do 6º A e 6º B da disciplina de Educação Moral e Religiosa Católica, da Escola Básica e Secundária de São Roque do Pico, à Santa

Leia mais

O GERENTE MINUTO. Como Tomar Decisões Rápidas. (Resumo do Livro dos autores: Kenneth Blancharo & Spencer Jonhson Editora Record)

O GERENTE MINUTO. Como Tomar Decisões Rápidas. (Resumo do Livro dos autores: Kenneth Blancharo & Spencer Jonhson Editora Record) O GERENTE MINUTO Como Tomar Decisões Rápidas (Resumo do Livro dos autores: Kenneth Blancharo & Spencer Jonhson Editora Record) Este livro relata a história de um jovem que andava a procura de um Gerente

Leia mais

Elementos da Vida da Pequena Comunidade

Elementos da Vida da Pequena Comunidade Raquel Oliveira Matos - Brasil A Igreja, em sua natureza mais profunda, é comunhão. Nosso Deus, que é Comunidade de amor, nos pede entrarmos nessa sintonia com Ele e com os irmãos. É essa a identidade

Leia mais

AS ABORDAGENS DA RELIGIÃO NA GEOGRAFIA CULTURAL. META Compreender como abordamos a religião nos estudos de Geografi a Cultural.

AS ABORDAGENS DA RELIGIÃO NA GEOGRAFIA CULTURAL. META Compreender como abordamos a religião nos estudos de Geografi a Cultural. AS ABORDAGENS DA RELIGIÃO NA GEOGRAFIA CULTURAL META Compreender como abordamos a religião nos estudos de Geografi a Cultural. OBJETIVOS Ao final desta aula, o aluno deverá: ser capaz de abordar a religião

Leia mais

Assunto: Estudo das várias leis que estavam em operação no tempo de Cristo. 1) Lei Romana = Lei que os cidadãos obedeciam

Assunto: Estudo das várias leis que estavam em operação no tempo de Cristo. 1) Lei Romana = Lei que os cidadãos obedeciam Lição 1 Leis no tempo de Cristo Assunto: Estudo das várias leis que estavam em operação no tempo de Cristo 1) Lei Romana = Lei que os cidadãos obedeciam 2) Lei Civil do A.T. = Tinha a ver com os costumes

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Coordenação de Biblioteca 44 Discurso no jantar oferecido ao

Leia mais