Antropologia Religiosa

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Antropologia Religiosa"

Transcrição

1 Antropologia Religiosa

2 Quem somos nós? De onde viemos? Para onde vamos? Qual é a nossa missão no universo? O que nos espera? Que sentido podemos dar a nossa vida? Qual o sentido da história e do mundo?

3 Diferentes perspectivas antropológicas Antropologia: grego ánthropos ( homem ) e lógos ( explicação ou razão). Ciência do homem e de suas obras Ciência: Natureza: estudam os seres irracionais: átomos, rochas, estrelas, plantas, insetos... Homem (humanas) o próprio homem é o sujeito e o objeto da pesquisa

4 Antropologia positiva: estudo do homem de sua evolução orgânica (antropologia física), das suas relações com o meio ambiente(ecologia antropologia geográfica), da sua expressão verbal (linguística), das sua obras pretéritas(préhistória, arqueologia), da organização cultural descritiva, comparativa (etnografia), interpretativa( antropologia social e cultural) etc.

5 Antropologia física: tem por objeto o estudo do organismo humano e de sua evolução no tempo e no espaço, considerando os fatores políticos, socioeconômicos e religiosos. Antropologia cultural: descritiva, comparativa, interpretativa e eficiente. Antropologia filosófica: estudo do homem sob um ponto de vista fundamentador, racional explicativo. (visão global do homem Que é o homem? O que distingue o homem do animal?) Antropologia biológica: homem = produto da evolução biológica. A questão do homem coloca-se, não só na filosofia e na ciência, mas constitui o centro das religiões, da poesia e da arte.

6 ANTROPOLOGIA TEOLÓGICA Diante das ciências do homem e da filosofia: o que resta á teologia? Antropologia teológica: é a exposição sistemática daquilo que sabemos sobre o homem, graças à revelação divina. (o que é o homem?, à luz da fé e da revelação. Fonte: Sagradas escrituras ANTROPOLOGIA: TEOLÓGICA, FILOSÓFICA E CIENTÍFICA

7 A compreensão que temos de nós mesmos, das condições e perpectivas de nossa existência, determinas metas e atitudes em nossa vida. Por isso, o homem, desde que o conhecemos, empenhou-se por uma compreensão mais profunda de si mesmo: donde venho, para onde vou, qual meu lugar no universo?

8 PLURALIDADE DE ANTROPOLOGIAS A religião, a filosofia e a ciência oferecem múltiplas imagens e interpretações da existência humana.

9 O que é homem? - No contexto da comparação homemanimal ( antropologia biológica); - No contexto da comparação homemhomem (antropologia cultural); - No contexto da comparação homem com o divino (antropologia religiosa); - No contexto da comparação homem com Cristo (antropologia cristã).

10 Comparação homem com animal - Animal: é condicionado por impulsos e agem de maneira instintiva. - Homem: carece de instintos altamente especializados. carece de uma proteção natural. - Constrói seu meio ambiente por meio da linguagem e a cultura (tudo aquilo que o homem faz). - Deve apreender suas formas de comportamento.

11 É indeterminado = está aberto a tudo. Deve fazer a si mesmo. Mediante a cultura o homem domina e transforma a natureza. O homem se apropria da cultura não a recebe como herança biológica. Se compararmos o homem com o animal no nivel da antropologia biológica, constatamos, por um lado, sua indigência e, por outro lado, sua força criadora. Conhecer e recriar as coisas é a capacidade que destingue os humanos dos animais.

12 Comparação do homem com o homem Cada cultura forma sua imagem de homem. A comparação do homem com o homem, no encontro de culturas, leva ao confronto de rostos diferentes, porque, em cada cultura, o homem se dá a si mesmo um rosto diferente, para responder ao desafio da natureza, na convivência mutua e com os deuses ou com Deus.

13 O homem aparece como criador e criatura da cultura. O homem conhece a si mesmo mediante o encontro histórico com outros homens e outras culturas.

14 Comparação do homem como o divino Quem sou eu meu Deus diante de ti? A pergunta o que é o homem?, na antropologia religiosa, nasce da comparação do homem com o divino e naquelas experiências que chamamos de experiências religiosas.

15 O homem na perspectiva bíblico cristã Imagem de Deus à sua imagem e semelhança. Cristo é a imagem de Deus e ao homem cabe ser a imagem Cristo. (2 Cor 4,4; Cl 1,15). Todas as afirmações da revelação acerca do homem têm seu centro em Jesus Cristo. Eis o homem! À luz da fé cristã o conhecimento de Deus e do homem coincide em um ponto: no conhecimento de Cristo.

16 A Sagrada Escritura não oferece uma antropologia sistemática: Gênese = homem centro da criação; formado pelas mãos de Deus e dele recebe o sopro da vida; primazia do homem ao resto da criação. O Ser humano foi criado para existir em relação com Deus, para viver em comunhão com Ele. Isso torna a vida humana sagrada (Gn, 26-27)

17 No NT afirma-se que Cristo é a imagem de Deus (2 Cor 4,4; Col 1,15; Hb 1,2; Flp 2,6), convidando o homem a converter-se em imagem de Cristo, o novo Adão. Cristo ao revelar o mistério do Pai e de seu amor, revela também plenamente o homem ao homem e lhe faz conhecer sua altíssima vocação.

18 Quando falamos em Antropologia teológica, explicitamos qual o ponto de vista para abordar o homem. Trata-se, para o cristão, daquilo que o homem é em sua relação com Deus Uno e Trino revelado em Cristo. Referência: ZILLES, Urbano. Antropologia Teológica. São Paulo: Paulus, (Coleção Estudos Antropológicos)

Centralidade da obra de Jesus Cristo

Centralidade da obra de Jesus Cristo Centralidade da obra de Jesus Cristo MÓDULO 3 3ª AULA AULA 3 MÓDULO 3 SALVAÇÃO EM CRISTO Jesus no Centro Por que deve ficar claro isso? Dá para evangelizar sem falar de Jesus? É possível partir de outro

Leia mais

INTRODUÇÃO PROFECIAS CUMPRIDAS

INTRODUÇÃO PROFECIAS CUMPRIDAS INTRODUÇÃO Que farei de Jesus chamado o Cristo? Farei dele o meu amigo. Já não vos chamo servos, porque o servo não sabe o que faz o seu senhor; mas tenho-vos chamado amigos, porque tudo quanto ouvi de

Leia mais

1ª Leitura - Gn 9,1-13

1ª Leitura - Gn 9,1-13 1ª Leitura - Gn 9,1-13 Ponho meu arco nas nuvens como sinal de aliança entre mim e a terra. Leitura do Livro do Gênesis 9,1-13 1Deus abençoou Noé e seus filhos, dizendo-lhes: 'Sede fecundos, multiplicai-vos

Leia mais

ANTROPOLOGIA FILOSÓFICA DE EDITH STEIN. Prof. Helder Salvador

ANTROPOLOGIA FILOSÓFICA DE EDITH STEIN. Prof. Helder Salvador ANTROPOLOGIA FILOSÓFICA DE EDITH STEIN Prof. Helder Salvador 3 - A ANTROPOLOGIA COMO FUNDAMENTO DA PEDAGOGIA. Para Edith Stein existe uma profunda relação entre os termos metafísica, antropologia e pedagogia

Leia mais

Logoterapia & Espiritualidade

Logoterapia & Espiritualidade Logoterapia & Espiritualidade Liberdade da Vontade Ser Consciente Liberdade da Vontade Ser Responsável Liberdade da Vontade Perante o que? Liberdade da Vontade Perante quem? Liberdade da Vontade Vontade

Leia mais

Metodologia da Catequese com Crianças. Ligia Aparecida de Oliveira

Metodologia da Catequese com Crianças. Ligia Aparecida de Oliveira Metodologia da Catequese com Crianças Ligia Aparecida de Oliveira O que é ser Criança? Watson, Piaget ou Freud? Eis a Questão. John B. Watson, psicólogo americano, é o principal responsável pela teoria

Leia mais

Prof. José Joaquim Fundador da Sociedade das Comunidades Catequéticas. Aprendendo com Jesus

Prof. José Joaquim Fundador da Sociedade das Comunidades Catequéticas. Aprendendo com Jesus Prof. José Joaquim Fundador da Sociedade das Comunidades Catequéticas Aprendendo com Jesus Apresentação É com a maior confiança na compreensão e aceitação dos nossos queridos catequistas que levo a público

Leia mais

Dia 4. Criado para ser eterno

Dia 4. Criado para ser eterno Dia 4 Criado para ser eterno Deus tem [...] plantado a eternidade no coração humano. Eclesiastes 3.11; NLT Deus certamente não teria criado um ser como o homem para existir somente por um dia! Não, não...

Leia mais

O SER DE DEUS E A TRINDADE

O SER DE DEUS E A TRINDADE O SER DE DEUS E A TRINDADE INTRODUÇÃO 1. O que é a disciplina? É o estudo sobre a Pessoa de Deus como é revelada na Bíblia e na Revelação Geral. 2. Importância: - Conhecer quem é Deus é fundamental para

Leia mais

Hebe Laghi de Souza. DARWIN e KARDEC

Hebe Laghi de Souza. DARWIN e KARDEC Hebe Laghi de Souza DARWIN e KARDEC U M D I Á L O G O P O S S Í V E L CAMPINAS SP 2007 Sumário prefácio...xvii Capítulo 1 novos conhecimentos... 1 Dois livros, duas teorias um novo rumo...1 Detonando o

Leia mais

CRISTOLOGIA. Prof. Denilson Aparecido Rossi. Prof. Denilson Aparecido Rossi - (41) 3384-3151 / 8822-4023 - denilson.rossi@hotmail.

CRISTOLOGIA. Prof. Denilson Aparecido Rossi. Prof. Denilson Aparecido Rossi - (41) 3384-3151 / 8822-4023 - denilson.rossi@hotmail. CRISTOLOGIA Prof. Denilson Aparecido Rossi O que é Cristologia? A Cristologia é o estudo sobre Cristo, é uma parte da teologia cristã que estuda e define a natureza de Jesus, a doutrina da pessoa e da

Leia mais

Equilíbrio Col 3: 8-4: 6

Equilíbrio Col 3: 8-4: 6 1 Equilíbrio Col 3: 8-4: 6 Introdução: Todos os seres humanos passam a vida buscando equilibrar- se entre as circunstâncias São exatamente as circunstâncias que nos tiram do eixo e nos levam a atos e hábitos

Leia mais

A palavra do Senhor descarta a ideia de triteísmo (três Deuses) e de unicismo (Religião,Prática de

A palavra do Senhor descarta a ideia de triteísmo (três Deuses) e de unicismo (Religião,Prática de Aula 1 19/11/2014 A palavra do Senhor descarta a ideia de triteísmo (três Deuses) e de unicismo (Religião,Prática de adoração a um só Deus; Negam a existência da santa trindade.) A Trindade pode ser definida

Leia mais

TEOLOGIA PRÓPRIA FAM. Faculdade Manancial

TEOLOGIA PRÓPRIA FAM. Faculdade Manancial CURSO MÉDIO EM TEOLOGIA - FAM TEOLOGIA PRÓPRIA FAM Faculdade Manancial (Academia Teológica e Profissional) Site: www.fam1.net www.jdso.com.br I. TEOLOGIA PRÓPRIA O CRIADOR DO UNIVERSO Como um Deus tão

Leia mais

Teologia e Prática da Espiritualidade. Unidade 01: Espiritualidade e espiritualidades. Introdução

Teologia e Prática da Espiritualidade. Unidade 01: Espiritualidade e espiritualidades. Introdução Teologia e Prática da Espiritualidade Unidade 01: Espiritualidade e espiritualidades Introdução Esta primeira unidade se trata de uma tentativa de encontrar definições possíveis para a espiritualidade,

Leia mais

Boa sorte e que Deus abençoe muito seu esforço.

Boa sorte e que Deus abençoe muito seu esforço. Aqui está um tipo de apresentação que pode ser usada para fins específicos. Poderá servir para um encontro de oração, um retiro, uma reflexão sobre o perdão ou sobre a Misericórdia e grandeza do coração

Leia mais

A INFLUÊNCIA DE LUTERO NA EDUCAÇÃO DE SUA ÉPOCA Gilson Hoffmann

A INFLUÊNCIA DE LUTERO NA EDUCAÇÃO DE SUA ÉPOCA Gilson Hoffmann A INFLUÊNCIA DE LUTERO NA EDUCAÇÃO DE SUA ÉPOCA Gilson Hoffmann 1 DELIMITAÇÃO Ao abordarmos sobre as razões para ser um professor numa escola e falar sobre o amor de Deus, encontramos algumas respostas

Leia mais

Nem o Catecismo da Igreja Católica responde tal questão, pois não dá para definir o Absoluto em palavras.

Nem o Catecismo da Igreja Católica responde tal questão, pois não dá para definir o Absoluto em palavras. A pregação do Amor de Deus, por ser a primeira em um encontro querigmático, tem a finalidade de levar o participante ao conhecimento do Deus Trino, que por amor cria o mundo e os homens. Ao mesmo tempo,

Leia mais

LIDERANÇA, ÉTICA, RESPEITO, CONFIANÇA

LIDERANÇA, ÉTICA, RESPEITO, CONFIANÇA Dado nos últimos tempos ter constatado que determinado sector da Comunidade Surda vem falando muito DE LIDERANÇA, DE ÉTICA, DE RESPEITO E DE CONFIANÇA, deixo aqui uma opinião pessoal sobre o que são estes

Leia mais

Atibaia, outubro de 2014. Pe. Leomar A. Brustolin

Atibaia, outubro de 2014. Pe. Leomar A. Brustolin Atibaia, outubro de 2014. Pe. Leomar A. Brustolin Personalização e centramento no indivíduo (rejeita-se a uniformidade e padronização) Afirmação das diferenças: mulheres, negros, indígenas, homossexuais,

Leia mais

INTRODUÇÃO AO NOVO TESTAMENTO

INTRODUÇÃO AO NOVO TESTAMENTO SERIEDADE NA PALAVRA CURSO BÁSICO DE TEOLOGIA MÓDULO I 1º SEMESTRE DE 2015 INTRODUÇÃO AO NOVO TESTAMENTO PR. ROGÉRIO DE ANDRADE CHAGAS Introdução ao Novo Testamento. A nossa aula introduzirá a parte histórica

Leia mais

AGOSTINHO DE HIPONA E TOMÁS DE AQUINO (3ª SÉRIE, REVISÃO TESTÃO)

AGOSTINHO DE HIPONA E TOMÁS DE AQUINO (3ª SÉRIE, REVISÃO TESTÃO) AGOSTINHO DE HIPONA E TOMÁS DE AQUINO (3ª SÉRIE, REVISÃO TESTÃO) PERÍODOS DA FILOSOFIA MEDIEVAL 1º Patrística: século II (ou do V) ao VIII (Agostinho de Hipona). 2º Escolástica: século IX ao XV (Tomás

Leia mais

Deus: Origem e Destino Atos 17:19-25

Deus: Origem e Destino Atos 17:19-25 1 Deus: Origem e Destino Atos 17:19-25 Domingo, 7 de setembro de 2014 19 Então o levaram a uma reunião do Areópago, onde lhe perguntaram: "Podemos saber que novo ensino é esse que você está anunciando?

Leia mais

A relação de amor entre Deus e a humanidade

A relação de amor entre Deus e a humanidade A relação de amor entre Deus e a humanidade A reflexão acerca do amor de Deus para com a humanidade é um grande desafio, pois falar do amor pressupõe a vivência do mesmo. Não basta falar do amor é preciso

Leia mais

A Bíblia realmente afirma que Jesus

A Bíblia realmente afirma que Jesus 1 de 7 29/06/2015 11:32 esbocandoideias.com A Bíblia realmente afirma que Jesus Cristo é Deus? Presbítero André Sanchez Postado por em: #VocêPergunta Muitas pessoas se confundem a respeito de quem é Jesus

Leia mais

GOTAS DE CURA INTERIOR

GOTAS DE CURA INTERIOR GOTAS DE CURA INTERIOR O ser humano nasceu para ser feliz, completamente feliz. O ser humano nasceu com tudo programado para a felicidade. Você nasceu para dar certo. Esse é o grande projeto de Deus para

Leia mais

SEU NOME SERÁ CHAMADO DE "EMANUEL"

SEU NOME SERÁ CHAMADO DE EMANUEL Portanto o mesmo Senhor vos dará um sinal: Eis que a virgem conceberá, e dará à luz um filho, e chamará o seu nome Emanuel. Isaías 7.14 Eis que a virgem conceberá, e dará à luz um filho, E chamá-lo-ão

Leia mais

A formação moral de um povo

A formação moral de um povo É um grande desafio evangelizar crianças nos dias de hoje. Somos a primeira geração que irá dizer aos pais e evangelizadores como evangelizar os pequeninos conectados. Houve um tempo em que nos colocávamos

Leia mais

MANUAL. Esperança. Casa de I G R E J A. Esperança I G R E J A. Esperança. Uma benção pra você! Uma benção pra você!

MANUAL. Esperança. Casa de I G R E J A. Esperança I G R E J A. Esperança. Uma benção pra você! Uma benção pra você! MANUAL Esperança Casa de I G R E J A Esperança Uma benção pra você! I G R E J A Esperança Uma benção pra você! 1O que é pecado Sem entender o que é pecado, será impossível compreender a salvação através

Leia mais

Jesus declarou: Digo-lhe a verdade: Ninguém pode ver o Reino de Deus, se não nascer de novo. (João 3:3).

Jesus declarou: Digo-lhe a verdade: Ninguém pode ver o Reino de Deus, se não nascer de novo. (João 3:3). Jesus declarou: Digo-lhe a verdade: Ninguém pode ver o Reino de Deus, se não nascer de novo. (João 3:3). O capítulo três do Evangelho de João conta uma história muito interessante, dizendo que certa noite

Leia mais

Natal do Senhor de 2015. Missa Solene da Noite

Natal do Senhor de 2015. Missa Solene da Noite Natal do Senhor de 2015 Missa Solene da Noite Caríssimos Irmãos e Irmãs: Acabamos de ouvir no Evangelho a palavra que os Anjos, na Noite Santa, disseram aos pastores e que agora a Igreja grita para nós:

Leia mais

Eis que tudo se fez novo (aluno)

Eis que tudo se fez novo (aluno) Eis que tudo se fez novo (aluno) Índice 01 A Bíblia 02 O ser humano e seu relacionamento com Deus 03 A garantia da salvação 04 Quem é Jesus Cristo 05 O Espírito Santo 06 A Oração 07 As tentações e o pecado

Leia mais

V Domingo Tempo Comum - ANO A

V Domingo Tempo Comum - ANO A 1 Ambiente: Continuamos no contexto do sermão da montanha (Mt 5-7). Jesus está no cimo de um monte, a apresentar a nova Lei que deve reger a caminhada do novo Povo de Deus na história (já vimos, no passado

Leia mais

Dra. Nadia A. Bossa. O Olhar Psicopedagógico nas Dificuldades de Aprendizagem

Dra. Nadia A. Bossa. O Olhar Psicopedagógico nas Dificuldades de Aprendizagem O Olhar Psicopedagógico nas Dificuldades de Aprendizagem Aprendizagem humana Ao nascer, o bebê humano é recebido num mundo de cultura e linguagem que o antecede e ao qual necessita ter acesso. Porém falta

Leia mais

COMO VIVER COM DEUS? COMO VIVER COM DEUS? EXTRA, EXTRA! As Más Notícias: EXTRA, EXTRA! Mitos. homem com seu Criador

COMO VIVER COM DEUS? COMO VIVER COM DEUS? EXTRA, EXTRA! As Más Notícias: EXTRA, EXTRA! Mitos. homem com seu Criador COMO VIVER COM DEUS? Mitos e Verdades sobre o Relacionamento do Homem com seu Criador COMO VIVER COM DEUS? Mitos e Verdades sobre o Relacionamento do Homem com seu Criador Professor: Vlademir Hernandes

Leia mais

Caracterização Cronológica

Caracterização Cronológica Caracterização Cronológica Filosofia Medieval Século V ao XV Ano 0 (zero) Nascimento do Cristo Plotino (204-270) Neoplatônicos Patrística: Os grandes padres da igreja Santo Agostinho ( 354-430) Escolástica:

Leia mais

A CRIAÇÃO DO MUNDO-PARTE II

A CRIAÇÃO DO MUNDO-PARTE II Meditação Crianças de 10 a 11 anos NOME: DATA: 03/03/2013 PROFESSORA: A CRIAÇÃO DO MUNDO-PARTE II Versículos para decorar: 1 - O Espírito de Deus me fez; o sopro do Todo-poderoso me dá vida. (Jó 33:4)

Leia mais

1º VESTIBULAR BÍBLICO DA UMADUP. Livro de João

1º VESTIBULAR BÍBLICO DA UMADUP. Livro de João Upanema/RN, 03 de Agosto de 2013 1º VESTIBULAR BÍBLICO DA Livro de João Leia com atenção as instruções abaixo: 1. Verifique se o caderno de prova contém 30 (trinta) questões. Em caso negativo, comunique

Leia mais

Façamos o bem, sempre!

Façamos o bem, sempre! Façamos o bem, sempre! Gl 6:9,10 "E não nos cansemos de fazer o bem, porque a seu tempo ceifaremos, se não houvermos desfalecido. Então, enquanto temos tempo, façamos o bem a todos, mas principalmente

Leia mais

Uma Visão Panorâmica da ANTROPOLOGIA

Uma Visão Panorâmica da ANTROPOLOGIA Uma Visão Panorâmica da ANTROPOLOGIA (Pr. Eudes Lopes Cavalcanti) 1) Etimologia Anthropos = homem; logos (logia) = estudo, tratado 2) Conceito Antropologia é a parte da Teologia Sistemática que estuda

Leia mais

AULA 17 MEDIUNIDADE NAS CRIANÇAS E NOS ANIMAIS

AULA 17 MEDIUNIDADE NAS CRIANÇAS E NOS ANIMAIS Às vezes, as manifestações mediúnicas que a criança apresenta são por causa das perturbações no ambiente do lar. Neste caso, o recomendável é atende-la com assistência espiritual, passes (para não favorecer

Leia mais

igrejabatistaagape.org.br [1] Deus criou o ser humano para ter comunhão com Ele, mas ao criá-lo concedeu-lhe liberdade de escolha.

igrejabatistaagape.org.br [1] Deus criou o ser humano para ter comunhão com Ele, mas ao criá-lo concedeu-lhe liberdade de escolha. O Plano da Salvação Contribuição de Pr. Oswaldo F Gomes 11 de outubro de 2009 Como o pecado entrou no mundo e atingiu toda a raça humana? [1] Deus criou o ser humano para ter comunhão com Ele, mas ao criá-lo

Leia mais

CRISTO E SCHOPENHAUER: DO AMAR O PRÓXIMO COMO A TI MESMO À COMPAIXÃO COMO FUNDAMENTO DA MORAL MODERNA

CRISTO E SCHOPENHAUER: DO AMAR O PRÓXIMO COMO A TI MESMO À COMPAIXÃO COMO FUNDAMENTO DA MORAL MODERNA CRISTO E SCHOPENHAUER: DO AMAR O PRÓXIMO COMO A TI MESMO À COMPAIXÃO COMO FUNDAMENTO DA MORAL MODERNA JÉSSICA LUIZA S. PONTES ZARANZA 1 WELLINGTON ZARANZA ARRUDA 2 1 Mestranda em Filosofia pela Universidade

Leia mais

COLÉGIO AGOSTINIANO SÃO JOSÉ PASTORAL EDUCATIVA São José do Rio Preto MÚSICAS PARA A MISSA DO DIA DOS PAIS 07 DE AGOSTO DE 2008

COLÉGIO AGOSTINIANO SÃO JOSÉ PASTORAL EDUCATIVA São José do Rio Preto MÚSICAS PARA A MISSA DO DIA DOS PAIS 07 DE AGOSTO DE 2008 COLÉGIO AGOSTINIANO SÃO JOSÉ PASTORAL EDUCATIVA São José do Rio Preto MÚSICAS PARA A MISSA DO DIA DOS PAIS 07 DE AGOSTO DE 2008 1. ENTRADA (Deixa a luz do céu entrar) Tu anseias, eu bem sei, por salvação,

Leia mais

Você quer ser um Discípulo de Jesus?

Você quer ser um Discípulo de Jesus? Você quer ser um Discípulo de Jesus? A História do povo de Israel é a mesma história da humanidade hoje Ezequel 37:1-4 Eu senti a presença poderosa do Senhor, e o seu Espírito me levou e me pôs no meio

Leia mais

ESTUDO 1 - ESTE É JESUS

ESTUDO 1 - ESTE É JESUS 11. Já vimos que Jesus Cristo desceu do céu, habitou entre nós, sofreu, morreu, ressuscitou e foi para a presença de Deus. Leia João 17:13 e responda: Onde está Jesus Cristo agora? Lembremo-nos que: Jesus

Leia mais

KJV King James Bible Study Correspondence Course An Outreach of Highway Evangelistic Ministries 5311 Windridge lane ~ Lockhart, Florida 32810 ~ USA

KJV King James Bible Study Correspondence Course An Outreach of Highway Evangelistic Ministries 5311 Windridge lane ~ Lockhart, Florida 32810 ~ USA 1 Dois Pais Espirituais Lição 1 (volte para as páginas 4, 5 e 6) Durante a história, Deus tem dado todo individo uma chance para aceitar o seu eterno plano da salvação. É triste, muitas pessoas tem rejeitado

Leia mais

CELEBRAÇÃO DA FESTA DA PALAVRA

CELEBRAÇÃO DA FESTA DA PALAVRA PARÓQUIA DE SANTA MARIA DE BORBA CELEBRAÇÃO DA FESTA DA PALAVRA Feliz o homem que ama a Palavra do Senhor e Nela medita dia e noite (Sl 1, 1-2) 4º ANO da CATEQUESE 17 de Janeiro de 09 ENTRADA PROCESSIONAL

Leia mais

ASSEMBLEIA DO RENOVAMENTO CARISMÁTICO DA DIOCESE DO PORTO 21 de Abril de 2012

ASSEMBLEIA DO RENOVAMENTO CARISMÁTICO DA DIOCESE DO PORTO 21 de Abril de 2012 ASSEMBLEIA DO RENOVAMENTO CARISMÁTICO DA DIOCESE DO PORTO 21 de Abril de 2012 Mantendo-vos, portanto, firmes, tendo cingido os vossos rins com a verdade, vestindo a couraça da justiça e calçando os pés

Leia mais

Mortificando a carne, Para refletir a gloria de Deus

Mortificando a carne, Para refletir a gloria de Deus Mortificando a carne, Para refletir a gloria de Deus Romanos 8:13 Pois se vocês viverem de acordo com a carne, morrerão; mas, se pelo Espírito fizerem morrer os atos do corpo, viverão, Introdução: Cremos

Leia mais

A Santa Sé ENCONTRO COM OS JOVENS DE ROMA E DO LÁCIO EM PREPARAÇÃO À JORNADA MUNDIAL DA JUVENTUDE DIÁLOGO DO PAPA BENTO XVI COM OS JOVENS

A Santa Sé ENCONTRO COM OS JOVENS DE ROMA E DO LÁCIO EM PREPARAÇÃO À JORNADA MUNDIAL DA JUVENTUDE DIÁLOGO DO PAPA BENTO XVI COM OS JOVENS A Santa Sé ENCONTRO COM OS JOVENS DE ROMA E DO LÁCIO EM PREPARAÇÃO À JORNADA MUNDIAL DA JUVENTUDE DIÁLOGO DO PAPA BENTO XVI COM OS JOVENS Quinta-feira, 25 de Março de 2010 (Vídeo) P. Santo Padre, o jovem

Leia mais

UNIDADE I OS PRIMEIROS PASSOS PARA O SURGIMENTO DO PENSAMENTO FILOSÓFICO.

UNIDADE I OS PRIMEIROS PASSOS PARA O SURGIMENTO DO PENSAMENTO FILOSÓFICO. UNIDADE I OS PRIMEIROS PASSOS PARA O SURGIMENTO DO PENSAMENTO FILOSÓFICO. PARTE 1 O QUE É FILOSOFIA? não é possível aprender qualquer filosofia; só é possível aprender a filosofar. Kant Toda às vezes que

Leia mais

Filosofia O que é? Para que serve?

Filosofia O que é? Para que serve? Filosofia O que é? Para que serve? Prof. Wagner Amarildo Definição de Filosofia A Filosofia é um ramo do conhecimento. Caracteriza-se de três modos: pelos conteúdos ou temas tratados pela função que exerce

Leia mais

ORIGEM DA FILOSOFIA GREGA O NASCIMENTO DO LÓGOS

ORIGEM DA FILOSOFIA GREGA O NASCIMENTO DO LÓGOS ORIGEM DA FILOSOFIA GREGA O NASCIMENTO DO LÓGOS O QUE É A FILOSOFIA? A filosofia é uma forma de pensamento que nasceu na Grécia, por volta do século VI.a.C. Contrapondo-se ao pensamento mítico, que o antecede,

Leia mais

SALVAÇÃO não basta conhecer o endereço Atos 4:12

SALVAÇÃO não basta conhecer o endereço Atos 4:12 SALVAÇÃO não basta conhecer o endereço Atos 4:12 A SALVAÇÃO É A PRÓPRIA PESSOA DE JESUS CRISTO! VOCÊ SABE QUAL É O ENDEREÇO DE JESUS! MAS ISSO É SUFICIENTE? Conhecer o endereço de Jesus, não lhe garantirá

Leia mais

TCC 2 ORIENTAÇÃO COMPLEMENTAR PASSOS

TCC 2 ORIENTAÇÃO COMPLEMENTAR PASSOS TCC 2 ORIENTAÇÃO COMPLEMENTAR O preparo de um sermão expositivo começa com a escolha de um texto. Embora todas as passagens das Escrituras sejam inspiradas por Deus, há diferenças entre elas. Algumas possuem

Leia mais

O Papel da Mulher Cristã

O Papel da Mulher Cristã O Papel da Mulher Cristã Hoje as mulheres estão bem mais interessadas em carreiras profissionais e menos desejosas do papel no lar. Porém cada um tem a sua importância. Qual será então, o papel da mulher

Leia mais

Compreendendo a Pessoa do! Espírito Santo!

Compreendendo a Pessoa do! Espírito Santo! h"p://www.youtube.com/watch?v=asb6gd- ayz0 Pneuma é a palavra grega para respiração, na Teologia Cristã, Pneumatologia é o estudo do Espírito Santo. No princípio Deus criou o céu e a terra. Era a terra

Leia mais

FRIEDRICH N IETZSCHE. A GAlA CIÊNCIA TEXTO INTEGRAL TRADUÇÃO ANTONIO CARLOS BRAGA. escaí.ã

FRIEDRICH N IETZSCHE. A GAlA CIÊNCIA TEXTO INTEGRAL TRADUÇÃO ANTONIO CARLOS BRAGA. escaí.ã ' FRIEDRICH N IETZSCHE A GAlA CIÊNCIA TEXTO INTEGRAL TRADUÇÃO ANTONIO CARLOS BRAGA I escaí.ã 354- Do "GÊNIO DA ESPtCIE" O problema da consciência (ou mais exatamente, do fato de se tornar consciente) só

Leia mais

AULA 8.1 Conteúdo: As tecnologias e o homem Homem: o ser tecnológico O ser humano e a tecnologia Aspectos positivos INTEIRATIVIDADE FINAL

AULA 8.1 Conteúdo: As tecnologias e o homem Homem: o ser tecnológico O ser humano e a tecnologia Aspectos positivos INTEIRATIVIDADE FINAL 8.1 Conteúdo: As tecnologias e o homem Homem: o ser tecnológico O ser humano e a tecnologia Aspectos positivos Conteúdo: Aspectos negativos Afinal, o que é a tecnologia? A influência da tecnologia na cultura

Leia mais

CD UM NOVO DIA. Um Novo Dia Autor: Paulo Cezar

CD UM NOVO DIA. Um Novo Dia Autor: Paulo Cezar CD UM NOVO DIA Um Novo Dia Autor: Paulo Cezar Quantos momentos da vida. Me fazem ver. O que aqui dentro existe. Ouvi dizer. Luto pra conseguir, corro só pra fugir, faço o que posso, mas já não sou vencedor,

Leia mais

Caridade ou a graça de fazer o bem

Caridade ou a graça de fazer o bem Caridade ou a graça de fazer o bem Partindo de seu acto de voluntária fraqueza tem a humanidade, não apenas a cristã, de muitas formas, escolhido como seu deus o mal e como sua liturgia a maldade. Se bem

Leia mais

LIÇÃO 1 - COMEÇANDO A VIDA CRISTÃ

LIÇÃO 1 - COMEÇANDO A VIDA CRISTÃ 2015 MDA REDE JOVEM Tornar-se um cristão espiritualmente maduro é a ação de maior valor que podemos fazer por nós mesmos. LIÇÃO 1 - COMEÇANDO A VIDA CRISTÃ Jesus foi maior evangelista que o mundo já viu.

Leia mais

Para os cristãos do século V era familiar a. Theotókos, que significa Mãe de Deus.

Para os cristãos do século V era familiar a. Theotókos, que significa Mãe de Deus. Sendo Maria Mãe de Jesus Cristo, e havendo nele duas naturezas a divina do Verbo e a humana indivisíveis, a mesma Mãe de Jesus Homem e Mãe de Jesus Deus. Lc 1, 35: O que nascer de ti será chamado Filho

Leia mais

Elementos da Vida da Pequena Comunidade

Elementos da Vida da Pequena Comunidade Raquel Oliveira Matos - Brasil A Igreja, em sua natureza mais profunda, é comunhão. Nosso Deus, que é Comunidade de amor, nos pede entrarmos nessa sintonia com Ele e com os irmãos. É essa a identidade

Leia mais

LEITURA ORANTE DA BÍBLIA. Um encontro com Deus vivo

LEITURA ORANTE DA BÍBLIA. Um encontro com Deus vivo LEITURA ORANTE DA BÍBLIA Um encontro com Deus vivo A quem nós iremos, Senhor? Tu tens palavras de vida eterna. (Jo 6,68) Recordando a história... A leitura orante da Palavra é uma tentativa de responder

Leia mais

A PRÁTICA DO PRECEITO: AMAR O PRÓXIMO COMO A SI MESMO

A PRÁTICA DO PRECEITO: AMAR O PRÓXIMO COMO A SI MESMO CURSO A PRÁTICA DA FRATERNIDADE NOS CENTROS ESPÍRITAS A PRÁTICA DO PRECEITO: AMAR O PRÓXIMO COMO A SI MESMO A PRÁTICA DO PRECEITO: AMAR O PRÓXIMO COMO A SI MESMO Vimos na videoaula anterior que nas diversas

Leia mais

jesus e a logoterapia

jesus e a logoterapia jesus e a logoterapia Coleção Logoterapia Logoterapia & Educação: Fundamentos e prática, Thiago Antonio Avellar de Aquino / Bruno F. Damásio / Joilson P. da Silva (orgs.) A vontade de sentido: Fundamentos

Leia mais

Documento do MEJ Internacional. O coração do Movimento Eucarístico Juvenil

Documento do MEJ Internacional. O coração do Movimento Eucarístico Juvenil Documento do MEJ Internacional Para que a minha alegria esteja em vós Por ocasião dos 100 anos do MEJ O coração do Movimento Eucarístico Juvenil A O coração do MEJ é a amizade com Jesus (Evangelho) B O

Leia mais

COLÉGIO INTERNATO DOS CARVALHOS Equipa de Animação Pastoral

COLÉGIO INTERNATO DOS CARVALHOS Equipa de Animação Pastoral COLÉGIO INTERNATO DOS CARVALHOS Equipa de Animação Pastoral Advento 2014 (Campanha de Preparação para o Natal) A ALEGRIA E A BELEZA DE VIVER EM FAMÍLIA. O tempo do Advento, que devido ao calendário escolar

Leia mais

Pregação proferida pelo pastor João em 03/02/2011. Próxima pregação - Efésios 4:1-16 - A unidade do corpo de Cristo.

Pregação proferida pelo pastor João em 03/02/2011. Próxima pregação - Efésios 4:1-16 - A unidade do corpo de Cristo. 1 Pregação proferida pelo pastor João em 03/02/2011. Próxima pregação - Efésios 4:1-16 - A unidade do corpo de Cristo. Amados Irmãos no nosso Senhor Jesus Cristo: É devido à atuação intima do Espírito

Leia mais

APRESENTAÇÃO. Equipe Anep

APRESENTAÇÃO. Equipe Anep APRESENTAÇÃO A Edição do Currículo de Ensino religioso e Ética para a Educação Básica (Educação infantil, Ensino fundamental e Ensino médio) é o resultado de um laborioso esforço de um grupo de educadores

Leia mais

Sete Trombetas (Lauriete)

Sete Trombetas (Lauriete) Sete Trombetas (Lauriete) Uma mistura de sangue com fogo A terça parte deste mundo queimará Eu quero estar distante, quero estar no céu Quando o anjo a primeira trombeta tocar Um grande meteoro vai cair

Leia mais

MITO: vem do vocábulo grego mythos, que significa contar ou narrar algo.

MITO: vem do vocábulo grego mythos, que significa contar ou narrar algo. ORIGEM DA FILOSOFIA Nasce no século VI a.c., em Mileto (cidade situada na Jônia, região de colônias gregas na Ásia menor). Filosofia representa a passagem do saber mítico (alegórico, fantástico, fantasioso)

Leia mais

LIBERDADE DE CONSCIÊNCIA, EXPRESSÃO E RELIGIÃO NO BRASIL Rev. Augustus Nicodemus Lopes APRESENTAÇÃO CARTA DE PRINCÍPIOS 2011

LIBERDADE DE CONSCIÊNCIA, EXPRESSÃO E RELIGIÃO NO BRASIL Rev. Augustus Nicodemus Lopes APRESENTAÇÃO CARTA DE PRINCÍPIOS 2011 LIBERDADE DE CONSCIÊNCIA, EXPRESSÃO E RELIGIÃO NO BRASIL [SLIDE 1] CAPA [SLIDE 2] UM ASSUNTO ATUAL APRESENTAÇÃO CARTA DE PRINCÍPIOS 2011 Os conceitos de liberdade de consciência e de expressão têm recebido

Leia mais

TEXTO 214-231 SEGUNDA SEÇÃO: A PROFISSÃO DA FÉ CRISTÃ CAPÍTULO I: CREIO EM DEUS PAI. Parágrafo 1: Creio em Deus

TEXTO 214-231 SEGUNDA SEÇÃO: A PROFISSÃO DA FÉ CRISTÃ CAPÍTULO I: CREIO EM DEUS PAI. Parágrafo 1: Creio em Deus CREIO EM DEUS 214-231 INTRODUÇÃO Antes de ler o texto do nosso estudo de hoje, leia e reflita sobre as perguntas propostas mais abaixo. Depois, com essas perguntas na cabeça e no coração, estude os parágrafos

Leia mais

Lembrança da Primeira Comunhão

Lembrança da Primeira Comunhão Lembrança da Primeira Comunhão Jesus, dai-nos sempre deste pão Meu nome:... Catequista:... Recebi a Primeira Comunhão em:... de... de... Local:... Pelas mãos do padre... 1 Lembrança da Primeira Comunhão

Leia mais

10.7 Pedro e a pedra; início das profecias sobre a Igreja

10.7 Pedro e a pedra; início das profecias sobre a Igreja 10.7 Pedro e a pedra; início das profecias sobre a Igreja Aula 53 A primeira vez que a Igreja é profetizada diretamente, está em Mateus: Mateus 16:13~18;... edificarei a minha igreja. V.18; no original

Leia mais

MESTRADO EM EDUCAÇÃO. Mestranda Barbara Raquel do Prado Gimenez Corrêa. Prof. Orientador Dr. Sérgio Rogério Azevedo Junqueira

MESTRADO EM EDUCAÇÃO. Mestranda Barbara Raquel do Prado Gimenez Corrêa. Prof. Orientador Dr. Sérgio Rogério Azevedo Junqueira MESTRADO EM EDUCAÇÃO Mestranda Barbara Raquel do Prado Gimenez Corrêa Prof. Orientador Dr. Sérgio Rogério Azevedo Junqueira TEMA A CONCEPÇÃO DO SAGRADO DO PROFESSOR DE ENSINO RELIGIOSO PROBLEMA Que concepção

Leia mais

A iniciação à fé cristã das crianças de hoje - da teologia à pedagogia

A iniciação à fé cristã das crianças de hoje - da teologia à pedagogia CRISTO (Detalhe) Escultura Úmbria, séc. XII Artista desconhecido. REZAR A VIDA Manuela Silva A iniciação à fé cristã das crianças de hoje - da teologia à pedagogia 3 a 5 Outubro 2009. Fundação Betânia.

Leia mais

As provas da existência de Deus: Tomás de Aquino e o estabelecimento racional da fé. Colégio Cenecista Dr. José Ferreira 1º Ano do Ensino Médio

As provas da existência de Deus: Tomás de Aquino e o estabelecimento racional da fé. Colégio Cenecista Dr. José Ferreira 1º Ano do Ensino Médio As provas da existência de Deus: Tomás de Aquino e o estabelecimento racional da fé. Colégio Cenecista Dr. José Ferreira 1º Ano do Ensino Médio Tomás de Aquino (1221-1274) Tomás de Aquino - Tommaso d Aquino

Leia mais

o hemofílico. Meu filho também será?

o hemofílico. Meu filho também será? A U A UL LA Sou hemofílico. Meu filho também será? Nas aulas anteriores, você estudou alguns casos de herança genética, tanto no homem quanto em outros animais. Nesta aula, analisaremos a herança da hemofilia.

Leia mais

Gilles Deleuze, NIETZSCHE E A FILOSOFIA

Gilles Deleuze, NIETZSCHE E A FILOSOFIA (...)O CONCEITO DE VERDADE «A verdade tem sido sempre postulada como essência, como Deus, como instância suprema... Mas a vontade de verdade tem necessidade de uma crítica. - Defina-se assim a nossa tarefa

Leia mais

HINÁRIO O APURO. Francisco Grangeiro Filho. www.hinarios.org 01 PRECISA SE TRABALHAR 02 JESUS CRISTO REDENTOR

HINÁRIO O APURO. Francisco Grangeiro Filho. www.hinarios.org 01 PRECISA SE TRABALHAR 02 JESUS CRISTO REDENTOR HINÁRIO O APURO Tema 2012: Flora Brasileira Araucária Francisco Grangeiro Filho 1 www.hinarios.org 2 01 PRECISA SE TRABALHAR 02 JESUS CRISTO REDENTOR Precisa se trabalhar Para todos aprender A virgem mãe

Leia mais

CELD - 8 o EEJA. Seção V O Mapa da Alma Segundo Joanna de Ângelis. O cérebro triúno. A Lei de Amor e a Consciência da Imortalidade

CELD - 8 o EEJA. Seção V O Mapa da Alma Segundo Joanna de Ângelis. O cérebro triúno. A Lei de Amor e a Consciência da Imortalidade CELD - 8 o EEJA A Lei de Amor e a Consciência da Imortalidade Seção V O Mapa da Alma Segundo Joanna de Ângelis O cérebro triúno O conceito do cérebro triúno foi proposto pelo médico e cientista Paul MacLean.

Leia mais

SÃO JOSÉ: A ENVERGADURA MORAL DO ESPOSO DA VIRGEM MARIA

SÃO JOSÉ: A ENVERGADURA MORAL DO ESPOSO DA VIRGEM MARIA SÃO JOSÉ: A ENVERGADURA MORAL DO ESPOSO DA VIRGEM MARIA Amados irmãos e irmãs em CRISTO, Neste pequeno artigo vou falar um pouco sobre São José, o esposo da Virgem Maria e o pai terreno de Nosso Senhor

Leia mais

Associação Maria Aparição de Cristo Jesus

Associação Maria Aparição de Cristo Jesus Mensagem de Cristo Jesus para a Maratona da Divina Misericórdia em Ávila, Espanha Sexta-feira, 6 de junho de 2014, às 15h Essa segunda jornada da Maratona da Divina Misericórdia foi especial e diferente,

Leia mais

«Dito isto, soprou sobre eles e disse-lhes: Recebei o Espírito Santo:...»

«Dito isto, soprou sobre eles e disse-lhes: Recebei o Espírito Santo:...» «Dito isto, soprou sobre eles e disse-lhes: Recebei o Espírito Ambiente Este texto (já lido no II Domingo de Páscoa) situa- nos no cenáculo, no próprio dia da ressurreição. Apresenta-nosnos a comunidade

Leia mais

II Domingo do Tempo Pascal

II Domingo do Tempo Pascal «Porque Me viste, acreditaste.» «felizes os que acreditam sem terem visto.» 1 Ambiente: Continuamos na segunda parte do Quarto Evangelho, onde nos é apresentada a comunidade da Nova Aliança. A indicação

Leia mais

HAMARTIOLOGIA A DOUTRINA DO PECADO

HAMARTIOLOGIA A DOUTRINA DO PECADO Pr. Jorge Luiz Silva Vieira P á g i n a 1 A origem do pecado: HAMARTIOLOGIA A DOUTRINA DO PECADO Deus não pode pecar Ele é Santo (I Pe 1.16; I Jo 1.5) e não pode ser tentado pelo mal e a ninguém tenta

Leia mais

HINÁRIO O APURO. Francisco Grangeiro Filho. Tema 2012: Flora Brasileira Araucária

HINÁRIO O APURO. Francisco Grangeiro Filho. Tema 2012: Flora Brasileira Araucária HINÁRIO O APURO Tema 2012: Flora Brasileira Araucária Francisco Grangeiro Filho 1 www.hinarios.org 2 01 PRECISA SE TRABALHAR Marcha Precisa se trabalhar Para todos aprender A virgem mãe me disse Que é

Leia mais

Cinco ensinamentos da Páscoa para nossa vida pessoal

Cinco ensinamentos da Páscoa para nossa vida pessoal Cinco ensinamentos da Páscoa para nossa vida pessoal Contribuição de Pr. Oswaldo F Gomes 12 de abril de 2009 igrejabatistaagape.org.br Cinco ensinamentos da Páscoa para nossa vida pessoal. A celebração

Leia mais

Mosaicos #7 Escolhendo o caminho a seguir Hb 13:8-9. I A primeira ideia do texto é o apelo à firmeza da fé.

Mosaicos #7 Escolhendo o caminho a seguir Hb 13:8-9. I A primeira ideia do texto é o apelo à firmeza da fé. 1 Mosaicos #7 Escolhendo o caminho a seguir Hb 13:8-9 Introdução: Jesus Cristo é o mesmo, ontem, hoje e para sempre. Não se deixem levar pelos diversos ensinos estranhos. É bom que o nosso coração seja

Leia mais

SEF Sociedade Espírita Fraternidade Estudo Teórico-prático da Doutrina Espírita

SEF Sociedade Espírita Fraternidade Estudo Teórico-prático da Doutrina Espírita SEF Sociedade Espírita Fraternidade Estudo Teórico-prático da Doutrina Espírita Unidade 3 Tema: CRIAÇÃO DIVINA Elementos Gerais do Universo: Espírito e Matéria. Formação dos Mundos e dos Seres Vivos. Os

Leia mais

Porque Deus tanto amou o mundo que deu o seu Filho Unigênito, para que todo o que nele crer não pereça, mas tenha a vida eterna.

Porque Deus tanto amou o mundo que deu o seu Filho Unigênito, para que todo o que nele crer não pereça, mas tenha a vida eterna. PRIMEIRA LEI ESPIRITUAL: O AMOR DE DEUS TEXTO: João 3:16 Porque Deus tanto amou o mundo que deu o seu Filho Unigênito, para que todo o que nele crer não pereça, mas tenha a vida eterna. Jo 3:16 1 Qual

Leia mais

Retiro de Revisão de Metas do Querigma

Retiro de Revisão de Metas do Querigma Pe. Marco Antonio Guerrero Guapacho - Colômbia 1. Evangelização Evangelizar é um verbo, derivado de evangelho, que faz referência à proclamação, ao anúncio de Jesus Cristo e da sua mensagem. No propósito

Leia mais

Apesar de toda diversidade a Bíblia toda contém uma só idéia central: Jesus Cristo, o Senhor, que ama e salva o homem pecador. Gn 3.15; Ap 19.

Apesar de toda diversidade a Bíblia toda contém uma só idéia central: Jesus Cristo, o Senhor, que ama e salva o homem pecador. Gn 3.15; Ap 19. Apresentação do Curso Existem duas formas de se estudar teologia, uma é através da Teologia Bíblica que extrai as verdades que formularão as doutrinas diretamente do texto. A outra maneira é através da

Leia mais

Magos e Pastores encontram Jesus

Magos e Pastores encontram Jesus Mateus 2: 1-12 Tendo Jesus nascido em Belém da Judéia, em dias do rei Herodes, eis que vieram uns magos do Oriente a Jerusalém. E perguntavam: Onde está o recém-nascido Rei dos judeus? Porque vimos a sua

Leia mais

SOM DO LIVRO QUE TRÁS ATÉ SI O LIVRO MAIS LIDO EM TODO O. Prezado amigo, chegamos ao capítulo 17 do livro de Levítico, e

SOM DO LIVRO QUE TRÁS ATÉ SI O LIVRO MAIS LIDO EM TODO O. Prezado amigo, chegamos ao capítulo 17 do livro de Levítico, e REFERÊNCIA: Levítico 17 Data de Gravação: 18.06.03 PRODUTOR: Paulo Chaveiro Locução: Paulo Chaveiro OLÁ! CARO AMIGO/ EU SOU PAULO CHAVEIRO E ESTE É O PROGRAMA O SOM DO LIVRO QUE TRÁS ATÉ SI O LIVRO MAIS

Leia mais