Verifique se este Caderno contém 12 questões discursivas, distribuídas de acordo com o quadro a seguir:

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Verifique se este Caderno contém 12 questões discursivas, distribuídas de acordo com o quadro a seguir:"

Transcrição

1 1 Confira se os dados contidos na parte inferior desta capa estão corretos e, em seguida, assine no espaço reservado para isso. Se, em qualquer outro local deste Caderno, você assinar, rubricar, escrever mensagem, etc., será automaticamente excluído do Processo Seletivo. Verifique se este Caderno contém 12 questões discursivas, distribuídas de acordo com o quadro a seguir: 2 Biologia 01 a 04 Química 05 a 08 Física 09 a Se o Caderno estiver incompleto ou contiver imperfeição gráfica que impeça a leitura, solicite imediatamente ao Fiscal que o substitua. Será avaliado apenas o que estiver escrito no espaço reservado para cada resposta, razão por que os rascunhos não serão considerados. 5 Escreva de modo legível, pois dúvida gerada por grafia, sinal ou rasura implicará redução de pontos. 6 Interpretar as questões faz parte da avaliação; portanto, não adianta pedir esclarecimentos aos Fiscais. 7 8 Use exclusivamente a Caneta que o Fiscal lhe entregou. Em nenhuma hipótese se avaliará resposta escrita com grafite. Utilize, para rascunhos, qualquer espaço em branco deste Caderno (exceto os reservados para as respostas) e não destaque nenhuma folha. 9 Os rascunhos que você fizer neste Caderno não serão considerados para efeito de avaliação. 10 Você dispõe de, no máximo, quatro horas e meia para responder, em caráter definitivo, a todas as questões e redigir o texto definitivo da Redação. 11 Antes de retirar-se definitivamente da sala, devolva ao Fiscal este Caderno e o da Redação. Assinatura do Candidato:

2 Questão 1 Um dos ingredientes utilizados para se fabricar pão é o fermento biológico, constituído de leveduras. No entanto, após ficar pronto, o pão pode vir a ser contaminado por organismos denominados Penicillium, que o deixam com manchas esverdeadas, denominadas bolor. As figuras abaixo representam esses dois organismos. Levedura do pão (Foto: Wordpress) Pão embolorado com Penicillium (UZUNIAN, BIRNER. Biologia. São Paulo:Harbra, 2002, v. 2. p. 95) A) Com base nas figuras, a que reino pertencem os organismos nelas representados? Cite três características fundamentais para a inclusão desses organismos em tal reino. B) As leveduras são utilizadas na fabricação do pão, para fazê-lo crescer. Explique por que isso acontece. UFRN Transferência Voluntária Área Biomédica 1

3 Questão 2 Com o objetivo de observar o desenvolvimento de frutos e a produção de sementes por tomateiros, um pesquisador fez um experimento com flores dessa planta. Antes de iniciar o experimento, ele retirou os estames das flores do tomateiro e realizou o procedimento descrito a seguir: Flor do tomateiro A: recebeu pólen viável de outro tomateiro da mesma espécie. Pólen Flor do tomateiro B: recebeu auxina numa concentração suficiente para estimular o crescimento do ovário. Auxina LOPES, Sônia. Bio. São Paulo; Saraiva v. 2. p. 264 [Adaptado] Com base no experimento, responda: A) Como se denomina a estrutura da flor em que foram adicionados o pólen e a auxina. B) Quanto ao desenvolvimento de frutos e sementes nos tomateiros A e B, o que se pode prever como resultado do experimento? Explique. UFRN Transferência Voluntária Área Biomédica 2

4 Questão 3 Com o objetivo de melhorar a produção de acerola, um agrônomo realizou um experimento, utilizando 03 mudas dessa planta (I,II e III), e acompanhou seu desenvolvimento por três meses. Na figura abaixo, estão representados os procedimentos do experimento. I II III Solo adubado com N, K e P Solo adubado com N, K e P + fungos micorrízicos O gráfico abaixo representa o resultado do experimento: Solo adubado com N, K e P + fungos micorrízicos + fungicida Absorção de N e K (mg/pl) Absorção de P (mg/pl) N K P 0 I 1 II 2 III 3 0 A partir do gráfico, compare o desenvolvimento das plantas I, II e III, justificando, com base na adição, ao solo, dos nutrientes e dos compostos químico e biológico, a absorção desses nutrientes. UFRN Transferência Voluntária Área Biomédica 3

5 Questão 4 Um homem, uma mulher e uma criança que se envolveram num acidente de carro foram levados imediatamente para um hospital. Como o quadro dos pacientes era grave, todos os três necessitavam de uma transfusão sanguínea. Considerando os grupos sanguíneos do sistema ABO e o fator Rh, leia as informações abaixo: homem possui apenas um tipo de antígeno e aglutinina anti-b, e é Rh negativo. mulher possui apenas um tipo de antígeno e aglutinina anti-b, e é Rh positivo. criança possui ambos os tipos de aglutinina e é Rh negativo. No banco de sangue do hospital, existem os seguintes tipos de sangue: A Rh + A Rh - B Rh + B Rh - AB Rh + + AB Rh - O Rh + O Rh - RRh - Com base nas informações, indique, A) dos tipos de sangue existentes em estoque no hospital, aqueles que podem ser transfundidos para o homem, para a mulher e para a criança. Justifique. B) considerando o grupo sanguíneo ABO e o fator Rh, os possíveis genótipos do homem, da mulher e da criança. Com base nessa genotipagem, é possível afirmar que a criança pode ser filha desse casal? Justifique. Mais espaço para Resposta na Folha seguinte UFRN Transferência Voluntária Área Biomédica 4

6 da Questão 4 UFRN Transferência Voluntária Área Biomédica 5

7 Escreva a resolução completa de cada questão de Química no espaço apropriado. Questão 05 Mostre os cálculos ou o raciocínio utilizado para chegar ao resultado final. Considerando os elementos de número atômico 20 e 17, A) faça a distribuição eletrônica de cada elemento e, a partir dessa, escreva a fórmula esperada para o composto formado por esses dois elementos. B) determine o tipo ligação existente nesse composto, e justifique. Escreva também a nomenclatura do composto. UFRN Transferência Voluntária Área Biomédica 6

8 Questão 06 Considerando o frasco mostrado na figura ao lado, responda: A) Qual a massa do soluto necessária para preparar a solução nele contida? B) Qual a vidraria mais adequada para preparar, no laboratório, esta solução? C) Qual a concentração molar de cada um dos íons presentes na solução? Al 2(SO 4) 3 (aq.) 0,1mol.L -1 V = 1,0 L UFRN Transferência Voluntária Área Biomédica 7

9 Questão 07 Considerando volumes iguais de CO 2, CO, C 2 H 4 e CH 4, todos à mesma temperatura e pressão, classifique cada uma das afirmativas abaixo como falsa ou verdadeira, e justifique sua resposta: Afirmativa I - O número de moléculas no C 2 H 4 é maior do que nos outros gases. Afirmativa II - O número de átomos de carbono no C 2 H 4 é maior do que nos outros gases. UFRN Transferência Voluntária Área Biomédica 8

10 Questão 08 A substância responsável pelo aroma artificial de banana é obtida pela reação a seguir: ácido etanóico + 3-metil butanol (I) (II) H + (III) + H 2 O A) Escreva a fórmula estrutural dos compostos (I) e (II) e a função orgânica do composto (III). B) Ao final da reação, observou-se a formação de uma mistura heterogênea bifásica. Qual dos compostos acima deverá estar presente na fase não-aquosa (ou orgânica) da mistura? Justifique. UFRN Transferência Voluntária Área Biomédica 9

11 Escreva a resolução completa de cada questão de Física no espaço apropriado. Questão 09 Mostre os cálculos ou o raciocínio utilizado para chegar ao resultado final. Uma bola, com massa de 1 kg e velocidade inicial de 5 m/s, é lançada para cima, verticalmente, a partir do solo. Considerando a aceleração da gravidade 10 m/s 2, determine A) a velocidade dessa bola no ponto mais alto da trajetória e justifique; B) a energia potencial máxima da bola; C) a velocidade da bola na metade da altura máxima. UFRN Transferência Voluntária Área Biomédica 10

12 Questão 10 Considere que, em torno de um resistor de um circuito elétrico, tenha se formado uma massa de gelo, como mostrado na figura abaixo. R C V Após a chave C ser ligada, o resistor aquecerá e derreterá o gelo, que está a uma temperatura de 5 o C. Com base nessas informações, determine: A) a potência do resistor; B) quanto tempo será necessário para que o gelo derreta. Dados: valor do resistor = 500 Ω; voltagem da bateria = 220 V; massa de gelo = 1 kg; calor de fusão do gelo = 3,3 x 10 5 J/kg; calor específico do gelo = 2,1 x 10 3 J/kg o C UFRN Transferência Voluntária Área Biomédica 11

13 Questão 11 Uma imagem invertida I, de um objeto O, é formada por um espelho esférico, conforme ilustrado na figura abaixo. 1 cm 1 m O I A) Determine o tipo do espelho usado para produzir essa imagem. Justifique. B) Calcule a distância focal do espelho. Dado: 1/f = (1/p + 1/i) (equação de Gauss) UFRN Transferência Voluntária Área Biomédica 12

14 Questão 12 Suponha que fótons com certa energia incidam sobre uma placa metálica e liberem elétrons (efeito fotoelétrico). Considerando que os elétrons liberados possuam energia cinética máxima de 10 ev, determine : A) a energia dos fótons incidentes, sabendo que a função trabalho do material é de 6 ev ; B) o potencial de corte, caso se faça incidir sobre essa placa fótons com energia de 30 ev. UFRN Transferência Voluntária Área Biomédica 13

15 TABELA PERIÓDICA DOS ELEMENTOS IΑ IIΑ IIIΒ ΙVΒ VΒ VΙΒ VΙΙΒ VΙΙΙΒ ΙΒ ΙΙΒ IIIΑ ΙVΑ VΑ VΙΑ VΙΙΑ VΙΙΙΑ 1 1 H 1,0 2 He 4,0 2 3 Li 7,0 4 Be 9,0 5 B 11,0 6 C 12,0 7 N 14,0 8 O 16,0 9 F 19,0 10 Ne 20, Na 23,0 12 Mg 24,0 13 Al 27,0 14 Si 28,0 15 P 31,0 16 S 32,0 17 Cl 35,5 18 Ar 40, K 39,0 20 Ca 40,0 21 Sc 45,0 22 Ti 48,0 23 V 51,0 24 Cr 52,0 25 Mn 55,0 26 Fe 56,0 27 Co 57,0 28 Ni 59,0 29 Cu 63,5 30 Zn 65,5 31 Ga 69,5 32 Ge 72,5 33 As 75,0 34 Se 79,0 35 Br 80,0 36 Kr 84, Rb 85,5 38 Sr 87,5 39 Y 89,0 40 Zr 91,0 41 Nb 93,0 42 Mo 96,0 43 Tc (97) 44 Ru 101,0 45 Rh 103,0 46 Pd 106,5 47 Ag 108,0 48 Cd 112,5 49 In 115,0 50 Sn 118,5 51 Sb 122,0 52 Te 127,5 53 I 127,0 54 Xe 131, Cs 133,0 56 Ba 137,5 * La 72 Hf 178,5 73 Ta 181,0 74 W 184,0 75 Re 186,0 76 Os 190,0 77 Ir 192,0 78 Pt 195,0 79 Au 197,0 80 Hg 200,5 81 Tl 204,5 82 Pb 207,0 83 Bi 209,0 84 Po (209) 85 At (210) 86 Rn (222) 7 87 Fr (223) 88 Ra (226) ** Ac 104 Rf (261) 105 Db (262) 106 Sg (266) 107 Bh (264) 108 Hs (277) 109 Mt (268) 110 Ds (271) 111 Rg (272) *SÉRIE DOS LANTANÍDIOS N o Atômico 57 La 139,0 58 Ce 140,0 59 Pr 141,0 60 Nd 144,0 61 Pm (145) 62 Sm 150,5 63 Eu 152,0 64 Gd 157,5 65 Tb 159,0 66 Dy 162,5 67 Ho 165,0 68 Er 167,5 69 Tm 170,0 70 Yb 173,0 71 Lu 175,0 SÍMBOLO **SÉRIE DOS ACTINÍDIOS Massa Atômica (arredondada ± 0,5) 89 Ac (227) 90 Th 232,0 91 Pa (231) 92 U 238,0 93 Np (237) 94 Pu (244) 95 Am (243) 96 Cm (247) 97 Bk (247) 98 Cf (251) 99 Es (252) 100 Fm (257) 101 Md (258) 102 No Lr (262) Fonte: IUPAC, CONSTANTES FÍSICAS Volume molar do gás ideal: 22,7 L (1 atm e 273 K) Constante de Avogadro: Velocidade da luz no vácuo (c): Carga do elétron (e): Constante de Planck (h): Constante de Faraday (F): 6,02 x /mol 3,0 x10 10 cm/s 1,6 x C 6,6 x J.s C/mol Constante de ionização da água (Kw): mol 2 /L 2 (298 K) Constante universal dos gases (R): 0,082 L.atm/(mol.K) UFRN Transferência Voluntária Área Biomédica 14

MÓDULO 6 MATRIZ DA PROVA

MÓDULO 6 MATRIZ DA PROVA ESCOLA SECUNDÁRIA FERREIRA DIAS AGUALVA - SINTRA FÍSICA E QUÍMICA A (11º ANO) Programa iniciado 2016/2017 TIPO DE PROVA: ESCRITA DURAÇÃO: 90 minutos Cursos Científico - Humanísticos de Ciências e Tecnologias

Leia mais

Física e Química A Tabela de Constantes Formulário Tabela Periódica

Física e Química A Tabela de Constantes Formulário Tabela Periódica Física e Quíica A Tabela de Constantes Forulário Tabela Periódica http://fisicanalixa.blogspot.pt/ CONSTANTES Velocidade de propagação da luz no vácuo c = 3,00 10 8 s 1 Módulo da aceleração gravítica de

Leia mais

121,8 127,6 126,9 131,3. Sb Te I Xe. Pb Bi Po At Rn 69,7 72,6 74,9 79,0 79,9 83, Ga Ge As Se Br Kr. In Sn 114,8 118,7.

121,8 127,6 126,9 131,3. Sb Te I Xe. Pb Bi Po At Rn 69,7 72,6 74,9 79,0 79,9 83, Ga Ge As Se Br Kr. In Sn 114,8 118,7. PROVA DE QUÍMICA TABELA PERIÓDICA DOS ELEMENTOS º 2º 3º 4º 5º 6º 7º (IA) H,0 3 Li 6,9 Na 23,0 9 K 39, 2 (IIA) 4 Be 9,0 2 Mg 24,3 3 (III B) 4 5 6 7 8 9 0 2 20 2 22 23 24 25 26 27 28 29 30 Ca Sc Ti V Cr

Leia mais

Tabela Periódica* 1 H 1,0. Massa atômica. 20,2 18 Ar 39,9 2º VESTIBULAR UFOP Fe. 29 Cu. 28 Ni. 27 Co. 58,9 45 Rh 102,9 77 Ir 192,2 109 Mt

Tabela Periódica* 1 H 1,0. Massa atômica. 20,2 18 Ar 39,9 2º VESTIBULAR UFOP Fe. 29 Cu. 28 Ni. 27 Co. 58,9 45 Rh 102,9 77 Ir 192,2 109 Mt Tabela Periódica* 1 1 18 1 1,0 2 Número atômico 1 1,0 13 14 15 16 17 2 e 4,0 2 3 3 Li 6,9 11 Na 23,0 4 Be 9,0 Massa atômica 12 Mg 24,3 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 5 B 10,8 13 Al 27,0 6 C 12,0 14 Si 28,1 7 N

Leia mais

Exame de Seleção Mestrado em Química Turma Candidato: CPF:

Exame de Seleção Mestrado em Química Turma Candidato: CPF: UNIVERSIDADE ESTADUAL DE SANTA CRUZ PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO DPTO DE CIÊNCIAS EXATAS E TECNOLÓGICAS PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM QUÍMICA Exame de Seleção Mestrado em Química Turma 2014.2

Leia mais

121,8 127,6 126,9 131,3. Sb Te I Xe. In Sn 69,7 72,6 74,9 79,0 79,9 83,8 112,4 107,9 85,5 87,6 88,9 91,2 92,9 95,9 (98) 101,1 102,9 106,4 140,1

121,8 127,6 126,9 131,3. Sb Te I Xe. In Sn 69,7 72,6 74,9 79,0 79,9 83,8 112,4 107,9 85,5 87,6 88,9 91,2 92,9 95,9 (98) 101,1 102,9 106,4 140,1 PROVA DE QUÍMICA º 2º 3º 4º 5º 6º 7º TABELA PERIÓDICA DOS ELEMENTOS (IA) H,0 3 Li 6,9 Na 23,0 9 K 39, 2 (IIA) 4 Be 9,0 2 Mg 24,3 3 (III B) 4 5 6 7 8 9 0 2 20 2 22 23 24 25 26 27 28 29 30 Ca Sc Ti V Cr

Leia mais

LEIA ATENTAMENTE AS INSTRUÇÕES

LEIA ATENTAMENTE AS INSTRUÇÕES CADERNO DE QUESTÕES UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO CENTRO DE SELEÇÃO PROCESSO SELETIVO/2010-2 GRUPO 1 Química 1º DIA 06/06/2010 SÓ ABRA ESTE CADERNO QUANDO AUTORIZADO LEIA ATENTAMENTE

Leia mais

001. PROVA I. Vestibular 2016

001. PROVA I. Vestibular 2016 FMMA1502 03001001 001. PROVA I Vestibular 2016 Confira seus dados impressos neste caderno. Assine com caneta de tinta azul ou preta apenas no local indicado. Qualquer identificação fora do local indicado

Leia mais

FÍSICA. Questões de 01 a 04

FÍSICA. Questões de 01 a 04 FÍS. 1 FÍSICA Questões de 01 a 04 01. Considere uma estação espacial hipotética, em órbita circular em torno da Terra, a uma distância h da superfície do planeta, que equivale à metade do raio da Terra.

Leia mais

SÓ ABRA QUANDO AUTORIZADO.

SÓ ABRA QUANDO AUTORIZADO. UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS QUÍMICA Prova de 2 a Etapa SÓ ABRA QUANDO AUTORIZADO. Leia atentamente as instruções que se seguem. 1 - Este Caderno de Prova contém cinco questões, constituídas de

Leia mais

AULA 03 Tabela Periódica

AULA 03 Tabela Periódica Faculdade de Tecnologia e Ciências FTC Colegiado de Engenharia Civil Química Geral AULA 03 Tabela Periódica PROFESSORA: Shaiala Aquino shaiaquino@hotmail.com Henry Moseley A.B.Chancourtois ( 1820-1886)

Leia mais

PROVA DE QUÍMICA MÓDULO I DO PISM (triênio )

PROVA DE QUÍMICA MÓDULO I DO PISM (triênio ) PRVA DE QUÍMICA MÓDUL I D PISM (triênio 006-008) CLASSIFICAÇÃ PERIÓDICA DS ELEMENTS 1 18 1 3 4 6 7 1 1,0 3 Li 6,9 11 Na 3,0 19 K 39,1 37 Rb 8, Cs 13,9 67 Fr 3,0 4 Be 9,0 1 Mg 4,3 0 Ca 40,1 38 Sr 87,6 6

Leia mais

FÍSICA. Questões de 01 a 04

FÍSICA. Questões de 01 a 04 GRUPO 1 TIPO A FÍS. 1 FÍSICA Questões de 01 a 04 01. Considere o movimento de queda de uma partícula de massa, m, em um meio fluido cuja força de viscosidade pode ser modelada como sendo proporcional à

Leia mais

QUESTÕES OBJETIVAS. As afirmativas seguintes, referentes aos elementos a, b, c, d, e, são corretas, EXCETO:

QUESTÕES OBJETIVAS. As afirmativas seguintes, referentes aos elementos a, b, c, d, e, são corretas, EXCETO: QUESTÕES OBJETIVAS 9) O esquema abaixo representa uma tabela periódica simplificada. Li a b Ca Sc c O e d As afirmativas seguintes, referentes aos elementos a, b, c, d, e, são corretas, EXCETO: a) c é

Leia mais

QUÍMICA VESTIBULAR ª ETAPA

QUÍMICA VESTIBULAR ª ETAPA QUÍMICA VESTIBULAR 2002 2ª ETAPA (Cada questão desta prova vale até cinco pontos) 1 1 1 H 1, 00 2 3 4 2 Li 6, 94 Be 9, 01 11 12 3 Na Mg 22, 99 24, 31 19 20 4 K 39, 10 37 Ca 40, 08 38 5 Rb 85, 47 55 Sr

Leia mais

MÓDULO 4,5,6 MATRIZ DA PROVA

MÓDULO 4,5,6 MATRIZ DA PROVA ESCOLA SECUNDÁRIA FERREIRA DIAS AGUALVA - SINTRA FÍSICA E QUÍMICA A (11º ANO) Programa iniciado 2016/2017 TIPO DE PROVA: ESCRITA DURAÇÃO: 135 minutos Cursos Científico - Humanísticos de Ciências e Tecnologias

Leia mais

Sólidos metálicos. Fe Hg

Sólidos metálicos. Fe Hg Sólidos metálicos Fe Hg Quais são? Metalóides Não-metais Metais Sólidos metálicos partilha de e - s por muitos átomos iguais (muitos átomos e poucos electrões). Energias de ionização baixas. Propriedades

Leia mais

Propriedades dos metais

Propriedades dos metais Ligações metálicas Propriedades dos metais Forma sólidos cristalinos; Ponto de fusão e ebulição relativamente elevados e variados a maioria é sólida na TA; Maleabilidade e ductilidade - deformam-se sem

Leia mais

EXAME Discursivo. 2 A fase 01/12/2013. Boa prova!

EXAME Discursivo. 2 A fase 01/12/2013. Boa prova! 2 A fase EXAME Discursivo 01/12/2013 Química Caderno de prova Este caderno, com dezesseis páginas numeradas sequencialmente, contém dez questões de Química. A Classificação Periódica dos Elementos está

Leia mais

FÍSICA. Questões de 01 a 04

FÍSICA. Questões de 01 a 04 FÍS. 1 FÍSICA Questões de 01 a 04 01. As distâncias que separam a Terra da Lua e a Terra do Sol são, respectivamente, 400.000km e 150 milhões de quilômetros. A massa da Terra é, aproximadamente, 24 30

Leia mais

QUÍMICA MÓDULO II (triênio )

QUÍMICA MÓDULO II (triênio ) QUÍMICA MÓDUL II (triênio 2002-2004) 1 1 1 H 1, 00 2 3 4 2 Li 6, 94 Be 9, 01 11 12 3 Na Mg 22, 99 24, 31 19 20 4 K 39, 10 Ca 40, 08 37 38 5 Rb Sr 85, 47 87, 62 55 56 6 Cs 132, 91 Ba 137, 33 87 88 7 Fr

Leia mais

Química. 2ª Fase Exame Discursivo 29/11/2015. Caderno de prova. Instruções. Informações gerais. Boa prova!

Química. 2ª Fase Exame Discursivo 29/11/2015. Caderno de prova. Instruções. Informações gerais. Boa prova! 2ª Fase Exame Discursivo 29/11/2015 Química Caderno de prova Este caderno, com dezesseis páginas numeradas sequencialmente, contém dez questões de Química. A Classificação Periódica dos Elementos está

Leia mais

Sólidos metálicos. Fe Hg

Sólidos metálicos. Fe Hg Sólidos metálicos Fe Hg Quais são? Metalóides Não-metais Metais Sólidos metálicos partilha de e - s por muitos átomos iguais (muitos átomos e poucos electrões). Energias de ionização baixas. Propriedades

Leia mais

FÍSICA. Questões de 01 a 04

FÍSICA. Questões de 01 a 04 FÍS. 1 FÍSICA Questões de 01 a 04 01. Considere uma partícula presa a uma mola ideal de constante elástica k = 420 N / m e mergulhada em um reservatório térmico, isolado termicamente, com 10 litros de

Leia mais

Grupo I. 1. No laboratório, encontras vários frascos com substâncias químicas. O que significam os seguintes símbolos de segurança:

Grupo I. 1. No laboratório, encontras vários frascos com substâncias químicas. O que significam os seguintes símbolos de segurança: Banco de Questões nº 1 Módulo Inicial Materiais: diversidade e constituição Grupo I 1. No laboratório, encontras vários frascos com substâncias químicas. O que significam os seguintes símbolos de segurança:

Leia mais

Química Inorgânica. Bioinorgânica

Química Inorgânica. Bioinorgânica Bioquímica Química Inorgânica Bioinorgânica Impacto - Medicina -Farmacologia -Agricultura - Ciências do meio ambiente Resolução de problemas -Química - Física - Biologia Molecular Nos sistemas biológicos

Leia mais

QUÍMICA 2ª FASE EXAME DISCURSIVO 11/12/2016 CADERNO DE PROVA INSTRUÇÕES INFORMAÇÕES GERAIS BOA PROVA!

QUÍMICA 2ª FASE EXAME DISCURSIVO 11/12/2016 CADERNO DE PROVA INSTRUÇÕES INFORMAÇÕES GERAIS BOA PROVA! 2ª FASE EXAME DISCURSIVO 11/12/2016 QUÍMICA CADERNO DE PROVA Este caderno, com dezesseis páginas numeradas sequencialmente, contém dez questões de Química. A Classificação Periódica dos Elementos está

Leia mais

química EXAME DISCURSIVO 2ª fase 30/11/2014

química EXAME DISCURSIVO 2ª fase 30/11/2014 EXAME DISCURSIVO 2ª fase 30/11/2014 química Caderno de prova Este caderno, com dezesseis páginas numeradas sequencialmente, contém dez questões de Química. A Classificação Periódica dos Elementos está

Leia mais

7ª OLIMPÍADA DE QUÍMICA DO RIO DE JANEIRO 2012

7ª OLIMPÍADA DE QUÍMICA DO RIO DE JANEIRO 2012 7ª OLIMPÍADA DE QUÍMICA DO RIO DE JANEIRO 2012 MODALIDADE EM1 2ª FASE Leia atentamente as instruções abaixo: Esta prova destina-se exclusivamente aos alunos da 1 a série do ensino médio. A prova contém

Leia mais

13 (III A) 12 (II B) 11 (I B) (VIII B) 28 Ni 58,7. 27 Co 58,9. 29 Cu 63,5. 30 Zn 65,4. 45 Rh 102,9. 46 Pd 106,4. 47 Ag 107,9. 48 Cd 112,4.

13 (III A) 12 (II B) 11 (I B) (VIII B) 28 Ni 58,7. 27 Co 58,9. 29 Cu 63,5. 30 Zn 65,4. 45 Rh 102,9. 46 Pd 106,4. 47 Ag 107,9. 48 Cd 112,4. 2 ESTIBULAR UFMG v TABELA PERIÓDICA DOS ELEMENTOS 1 (I A) 18 (0) 1º 1 H 1,0 2 (II A) 1 H 1,0 13 (III A) 14 (IV A) 15 (V A) 16 (VI A) 17 (VII A) 2 He 4,0 2º 3 Li 6,9 4 Be 9,0 5 B 10,8 6 C 12,0 7 N 14,0

Leia mais

QUESTÕES DISCURSIVAS. ácido 2-hidroxipropanóico ácido etanóico ácido metanóico

QUESTÕES DISCURSIVAS. ácido 2-hidroxipropanóico ácido etanóico ácido metanóico QUESTÕES DISCURSIVAS 1) O esmalte que reveste os dentes é constituído pelo mineral hidroxiapatita, um hidroxifosfato de cálcio. O processo de mineralização/desmineralização do esmalte do dente pode ser

Leia mais

PROVA DE QUÍMICA MÓDULO III DO PISM (triênio )

PROVA DE QUÍMICA MÓDULO III DO PISM (triênio ) PRVA DE QUÍMIA MÓDUL III D PISM (triênio 004-006) LASSIFIAÇÃ PERIÓDIA DS ELEMENTS 1 18 1 3 4 5 6 7 1 1,0 3 Li 6,9 11 Na 3,0 19 K 39,1 37 Rb 85,5 55 s 13,9 67 Fr 3,0 4 Be 9,0 1 Mg 4,3 0 a 40,1 38 Sr 87,6

Leia mais

FÍSICA E QUÍMICA A 2017

FÍSICA E QUÍMICA A 2017 INFORMAÇÃO-PROVA FÍSICA E QUÍMICA A 2017 Prova 715 11.º Ano de Escolaridade (Decreto-Lei n.º 139/2012, de 5 de julho) O presente documento divulga informação relativa à prova de exame final nacional do

Leia mais

QUÍMICA MÓDULO III do PISM (triênio )

QUÍMICA MÓDULO III do PISM (triênio ) QUÍMICA MÓDUL III do PISM (triênio 2002-2004) 1 1 1 H 1, 00 2 3 4 2 Li 6, 94 Be 9, 01 11 12 3 Na Mg 22, 99 24, 31 19 20 4 K 39, 10 Ca 40, 08 37 38 5 Rb Sr 85, 47 87, 62 55 56 6 Cs 132, 91 Ba 137, 33 87

Leia mais

PROVA A (1º e 2º anos) Olimpíada Mineira de Química (OMQ)

PROVA A (1º e 2º anos) Olimpíada Mineira de Química (OMQ) O O PROVA A (1º e 2º anos) Olimpíada Mineira de Química (OMQ) O O NanoScholar NanoScholar Nome: Inscrição: Escola: Instruções: 1 Esta prova contém 12 questões de múltipla escolha e duas questões abertas,

Leia mais

O Mundo das Baixas Temperaturas:

O Mundo das Baixas Temperaturas: O Mundo das Baixas Temperaturas: Supercondutividade, campos magnéticos e outras histórias Laboratório de Baixas Temperaturas Instituto de Física - UFRJ Freezer - 20 C Geladeira 5 C Gelo seco (CO2 sólido)

Leia mais

PROVA DE QUÍMICA - 30 TRIMESTRE DE 2014

PROVA DE QUÍMICA - 30 TRIMESTRE DE 2014 ------ -- -~ C01.égiO..~(ii'(f~.~~ da Vinci -- --- PROVA DE QUÍMICA - 30 TRIMESTRE DE 2014 PROF. MARCOS NOME N 90 ANO A compreensão do enunciado faz parte da questão. Não faça perguntas ao examinador.

Leia mais

Concurso Vestibular 2005 PROVA DE QUÍMICA

Concurso Vestibular 2005 PROVA DE QUÍMICA oncurso Vestibular 2005 PRVA DE QUÍMIA 21. acetileno ( 2 2 ) é um gás que pode ser produzi colocan o carbeto de cálcio (a 2 ) na presença de água ( 2 ). A combustão acetileno pode liberar cerca de 1256

Leia mais

TABELA PERIÓDICA E PROPRIEDADES PERIÓDICAS. Prof. Cristiano Torres Miranda Disciplina: Química Geral QM83A Turma Q33

TABELA PERIÓDICA E PROPRIEDADES PERIÓDICAS. Prof. Cristiano Torres Miranda Disciplina: Química Geral QM83A Turma Q33 TABELA PERIÓDICA E PROPRIEDADES PERIÓDICAS Prof. Cristiano Torres Miranda Disciplina: Química Geral QM83A Turma Q33 Johann Wolfgang Döbereiner John Alexander Reina Newlands Tríades Döbereiner Lei das Oitavas

Leia mais

003. Ciências da Natureza e Matemática (Questões 13 24)

003. Ciências da Natureza e Matemática (Questões 13 24) VESTIBULAR 2015 Prova de Conhecimentos Específicos e Redação 14.12.2014 003. Ciências da Natureza e Matemática (Questões 13 24) Confira seus dados impressos neste caderno. Assine com caneta de tinta azul

Leia mais

QUÍMICA SÓ ABRA QUANDO AUTORIZADO. FAÇA LETRA LEGÍVEL. Duração desta prova: TRÊS HORAS. UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS COLE AQUI A ETIQUETA

QUÍMICA SÓ ABRA QUANDO AUTORIZADO. FAÇA LETRA LEGÍVEL. Duração desta prova: TRÊS HORAS. UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS COLE AQUI A ETIQUETA QUÍMICA SÓ ABRA QUANDO AUTORIZADO. Leia atentamente as instruções que se seguem. 1 - Este caderno contém nove questões, constituídas de itens e subitens, abrangendo um total de quatorze páginas, numeradas

Leia mais

Importância. Técnicas espectroscópicas ICP OES AAS ICP-MS. Introdução de amostras na forma de solução líquida.

Importância. Técnicas espectroscópicas ICP OES AAS ICP-MS. Introdução de amostras na forma de solução líquida. UFSCAR 27/03/2013 Importância Técnicas espectroscópicas ICP OES AAS ICP-MS Introdução de amostras na forma de solução líquida. Importância Preparo de amostra O preparo ideal Menor tempo Menor consumo de

Leia mais

Programa de Pós-graduação em Ciência e Tecnologia de Materiais 2º semestre de Informações e instruções para a resolução da prova

Programa de Pós-graduação em Ciência e Tecnologia de Materiais 2º semestre de Informações e instruções para a resolução da prova Programa de Pós-graduação em Ciência e Tecnologia de Materiais 2º semestre de 2015 Informações e instruções para a resolução da prova 1. A prova deve ser realizada sem consulta; 2. A duração da prova é

Leia mais

Aula 12-27_05_2013. Continuação: CLASSIFICAÇÃO PERIÓDICA DOS ELEMENTOS QUÍMICOS

Aula 12-27_05_2013. Continuação: CLASSIFICAÇÃO PERIÓDICA DOS ELEMENTOS QUÍMICOS 1 Aula 12-27_05_2013 Continuação: CLASSIFICAÇÃO PERIÓDICA DOS ELEMENTOS QUÍMICOS Prof a. Luciana Assis Terra NOMES ESPECIAIS PARA AS FAMÍLIAS 1A: Família dos metais alcalinos. Li, Na, K, Rb, Cs e Fr. 2A:

Leia mais

PROVA DE QUÍMICA. H= -900 kj/mol C 2 H 5 OH (l) + 3 O 2 (g) 2 CO 2 (g) + 3 H 2 O (l) H= kj/mol

PROVA DE QUÍMICA. H= -900 kj/mol C 2 H 5 OH (l) + 3 O 2 (g) 2 CO 2 (g) + 3 H 2 O (l) H= kj/mol PRVA DE QUÍMICA 13. A pilha alcalina é uma melhoria da pilha comum, pois essa melhoria impede que ocorram reações químicas enquanto as pilhas estão sem uso. A reação que ocorre nas pilhas alcalinas pode

Leia mais

003. Ciências da Natureza e Matemática (Questões 13-24)

003. Ciências da Natureza e Matemática (Questões 13-24) VESTIBULAR MEIO DE ANO 2013 Prova de Conhecimentos Específicos e Redação 22.06.2013 Assinatura do candidato 003. Ciências da Natureza e Matemática (Questões 13-24) Confira seus dados impressos neste caderno.

Leia mais

Sb Te I Xe 27,0 28,1 31,0 32,1 35,5 39,9. In Sn 69,7 72,6 74,9 79,0 79,9 83,8 112,4 107,9 (IV B) (V B) (VI B) (VII B) (VIII B) (IB) (IIB) (III B)

Sb Te I Xe 27,0 28,1 31,0 32,1 35,5 39,9. In Sn 69,7 72,6 74,9 79,0 79,9 83,8 112,4 107,9 (IV B) (V B) (VI B) (VII B) (VIII B) (IB) (IIB) (III B) PROVA DE QUÍMICA º 2º 3º 4º 5º 6º 7º TABELA PERIÓDICA DOS ELEMENTOS (IA) H,0 3 Li 6,9 Na 23,0 9 K 39, 2 (IIA) 4 Be 9,0 2 Mg 24,3 3 (III B) 4 5 6 7 8 9 0 2 20 2 22 23 24 25 26 27 28 29 30 Ca Sc Ti V Cr

Leia mais

Estrutura da Tabela Periódica

Estrutura da Tabela Periódica Ministério da Educação Universidade Federal do Paraná Setor Palotina Aula 6 Propriedades Periódicas Prof. Isac G. Rosset Estrutura da Tabela Periódica Ordem crescente de Número Atômico (Z): 13 Al 26,9

Leia mais

Física e Química A. Teste Intermédio de Física e Química A. Versão 2. Teste Intermédio. Versão 2. Duração do Teste: 90 minutos

Física e Química A. Teste Intermédio de Física e Química A. Versão 2. Teste Intermédio. Versão 2. Duração do Teste: 90 minutos Teste Intermédio de Física e Química A Versão 2 Teste Intermédio Física e Química A Versão 2 Duração do Teste: 90 minutos 13.02.2008 10.º ou 11.º Anos de Escolaridade Decreto-Lei n.º 74/2004, de 26 de

Leia mais

Física e Química A. Teste Intermédio de Física e Química A. Versão 1. Teste Intermédio. Versão 1. Duração do Teste: 90 minutos

Física e Química A. Teste Intermédio de Física e Química A. Versão 1. Teste Intermédio. Versão 1. Duração do Teste: 90 minutos Teste Intermédio de Física e Química A Versão 1 Teste Intermédio Física e Química A Versão 1 Duração do Teste: 90 minutos 30.05.2008 10.º ou 11.º Anos de Escolaridade Decreto-Lei n.º 74/2004, de 26 de

Leia mais

8ª OLIMPÍADA DE QUÍMICA DO RIO DE JANEIRO 2013

8ª OLIMPÍADA DE QUÍMICA DO RIO DE JANEIRO 2013 8ª LIMPÍADA DE QUÍMICA D RI DE JANEIR 013 MDALIDADE EM1 Leia atentamente as instruções abaixo: Esta prova destina-se exclusivamente aos alunos da 1 a série do ensino médio. A prova contém vinte questões

Leia mais

Jogo de duas equipes, para um mínimo sugerido de 30 participantes.

Jogo de duas equipes, para um mínimo sugerido de 30 participantes. Jogo de duas equipes, para um mínimo sugerido de 30 participantes. JUSTIFICATIVA O jogo Xadrez Periódico nível 1 pode ser utilizado como atividade lúdica de complemento ao ensino de Química, em especial

Leia mais

PMT 2420 Metalurgia Geral

PMT 2420 Metalurgia Geral PMT 2420 Metalurgia Geral Metalurgia Metalurgia Extrativa Extração e refino de metais e ligas Metalurgia Física Relaciona estrutura interna dos metais com suas propriedades Metalurgia de Transformação

Leia mais

131,3 83,8 126,9 79,9 53 I 127,6 79,0 121,8 74,9 118,7 72,6 114,8 69,7 112,4 65,4 107,9 63,5 106,4 58,7 102,9 58,9 101,1 55,8 54,9 (98) 95,9 52,0

131,3 83,8 126,9 79,9 53 I 127,6 79,0 121,8 74,9 118,7 72,6 114,8 69,7 112,4 65,4 107,9 63,5 106,4 58,7 102,9 58,9 101,1 55,8 54,9 (98) 95,9 52,0 ESTIBULAR v 0 0 40 TABELA PERIÓDICA DOS ELEMENTOS 1 (I A) 18 (0) 1º 1 H 1,0 (II A) 1 H 1,0 13 (III A) 14 (IV A) 15 (V A) 16 (VI A) 17 (VII A) He 4,0 º 3 Li 6,9 4 Be 9,0 5 B 10,8 6 C 1,0 7 N 14,0 8 O 16,0

Leia mais

Curso de Caracterização de Bens Culturais CABENS 2011 Ligações Químicas e Características dos materiais

Curso de Caracterização de Bens Culturais CABENS 2011 Ligações Químicas e Características dos materiais Curso de Caracterização de Bens Culturais CABENS 2011 Ligações Químicas e Características dos materiais Augusto Camara Neiva LABENS (Laboratório de Caracterização de Bens Culturais) Poli - USP Como são

Leia mais

COMPOSTOS DE COORDENAÇÃO de Metais de Transição

COMPOSTOS DE COORDENAÇÃO de Metais de Transição COMPOSTOS DE COORDENAÇÃO de Metais de Transição 1 Metais de transição na Tabela Periódica [Ar]3d 1 4s 2 [Ar]3d 10 4s 2 Configuração electrónica e outras propriedades dos metais da 1ª série de transição

Leia mais

Olimpíada Brasileira de Química Fase III (Etapa 1 nacional)

Olimpíada Brasileira de Química Fase III (Etapa 1 nacional) Page 1 of 5 Olimpíada Brasileira de Química - 2001 Fase III (Etapa 1 nacional) Questão 1 (48 th Chemistry Olympiad - Final National Competition - 2001 - Estonia) Exame aplicado em 01.09.2001 Os compostos

Leia mais

Mortos e Acidentes por Unidade Federativa

Mortos e Acidentes por Unidade Federativa e Acidentes por Unidade Federativa - 2016 Data: 23/05/2017 FILTROS: Veículos: Todos, Caminhões, Ônibus Valores: Absolutos Estado: Todos BR: Todas Estados com maior número de mortes e acidentes - 2016 Este

Leia mais

2) Um átomo T apresenta menos 2 prótons que um átomo Q. Com base nessa informação, assinale a opção falsa.

2) Um átomo T apresenta menos 2 prótons que um átomo Q. Com base nessa informação, assinale a opção falsa. 1) Um átomo, cujo número atômico é 18, está classificado na Tabela Periódica como: a) metal alcalino b) metal alcalinoterroso c) metal terroso d) ametal e) gás nobre 2) Um átomo T apresenta menos 2 prótons

Leia mais

Cálculos Químicos. Mol, massa molar, Constante de Avogadro

Cálculos Químicos. Mol, massa molar, Constante de Avogadro Cálculos Químicos Mol, massa molar, Constante de Avogadro Medidas massa (Kg SI) 1 Kg 1000 g Grama 1 g Massa átomo? Unidade? Massa atômica Unidade de massa atômica 1 u massa de 1/12 do átomo de carbono

Leia mais

2º dia. 5 O verso da capa e as páginas em branco deste Caderno servirão para rascunho.

2º dia. 5 O verso da capa e as páginas em branco deste Caderno servirão para rascunho. 2º dia 1 Na parte inferior desta capa, preencha todos os espaços destinados à sua identificação. Se, em qualquer outro local deste Caderno, você assinar, rubricar, escrever mensagem, etc., será automaticamente

Leia mais

QUÍMICA Profª Msc. Érika Almeida

QUÍMICA Profª Msc. Érika Almeida TABELA PERIÓDICA. Mendeleev (869): organizou os elementos da tabela periódica em ordem crescente de massa atômica e de propriedades; 2. Moseley (887-95): organizou os elementos químicos com base no número

Leia mais

Reações de oxirredução

Reações de oxirredução LCE-108 Química Inorgânica e Analítica Reações de oxirredução Wanessa Melchert Mattos 2 Ag + + Cu (s) 2 Ag (s) + Cu 2+ Baseada na transferência de elétrons de uma substância para outra Perde oxigênio e

Leia mais

BIOLOGIA / QUÍMICA 2 a Etapa

BIOLOGIA / QUÍMICA 2 a Etapa UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS BIOLOGIA / QUÍMICA 2 a Etapa SÓ ABRA QUANDO AUTORIZADO. Leia atentamente as instruções que se seguem. 1 - Este Caderno de Prova contém seis questões, constituídas de

Leia mais

SIMULADO DE QUÍMICA INSTRUÇÕES QUÍMICA

SIMULADO DE QUÍMICA INSTRUÇÕES QUÍMICA PROVA DISCURSIVA SIMULADO DE QUÍMICA INSTRUÇÕES Verifique se esse Caderno contém 4 questões discursivas de: QUÍMICA Se o Caderno estiver incompleto ou contiver imperfeição gráfica que prejudique a leitura,

Leia mais

Reações Químicas. Profº André Montillo

Reações Químicas. Profº André Montillo Reações Químicas Profº André Montillo www.montillo.com.br Definição: É o processo no qual 1 ou mais substâncias (regentes) se transformam em 1 ou mais substâncias novas (produtos). Estão presentes em todos

Leia mais

12 GAB. 1 1 o DIA PASES 2 a ETAPA TRIÊNIO QUÍMICA QUESTÕES DE 21 A 30

12 GAB. 1 1 o DIA PASES 2 a ETAPA TRIÊNIO QUÍMICA QUESTÕES DE 21 A 30 12 GAB. 1 1 o DIA PASES 2 a ETAPA TRIÊNIO 2004-2006 QUÍMICA QUESTÕES DE 21 A 30 21. Os solos brasileiros são na sua maioria ácidos, de modo que para cultiválos muitas vezes é necessária a aplicação de

Leia mais

QUÍMICA Professora LEILA DA GAMA

QUÍMICA Professora LEILA DA GAMA 1º SIMULADO DE 2011 1 18 2 13 14 15 16 17 1 H 1,0 3 Li 6,9 11 Na 23,0 19 K 39,1 37 Rb 85,5 55 Cs 132,9 87 Fr (223) 4 Be 9,0 12 Mg 24,3 20 Ca 40,1 38 Sr 87,6 56 Ba 137,3 88 Ra (226) 3 4 5 6 7 8 9 10 11

Leia mais

BIOLOGIA. Questões 01 a 06

BIOLOGIA. Questões 01 a 06 BIO. 1 BIOLOGIA Questões 01 a 06 01. Nos grãos de milho, o gene recessivo e produz endosperma contraído e seu alelo dominante E produz endosperma liso. O gene recessivo i produz endosperma incolor e seu

Leia mais

I SIMULADO DE QUÍMICA

I SIMULADO DE QUÍMICA PROVA DISCURSIVA I SIMULADO DE QUÍMICA INSTRUÇÕES Verifique se esse Caderno contém 4 questões discursivas de: QUÍMICA Se o Caderno estiver incompleto ou contiver imperfeição gráfica que prejudique a leitura,

Leia mais

CADERNO DE QUESTÕES PROVA DE CONHECIMENTOS EM QUÍMICA PARA INGRESSO NO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO DO DQ/UFMG - 1º SEMESTRE DE 2014

CADERNO DE QUESTÕES PROVA DE CONHECIMENTOS EM QUÍMICA PARA INGRESSO NO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO DO DQ/UFMG - 1º SEMESTRE DE 2014 UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS Instituto de Ciências Exatas - ICEx Departamento de Química Av. Pres. Antônio Carlos, 667, Pampulha 3170-901 - Belo orizonte, MG, Brasil Código: CADERN DE QUESTÕES

Leia mais

TABELA PERIÓDICA MÓDULO 1 TRANSFORMAÇÕES QUÍMICAS

TABELA PERIÓDICA MÓDULO 1 TRANSFORMAÇÕES QUÍMICAS TABELA PERIÓDICA MÓDULO 1 TRANSFORMAÇÕES QUÍMICAS TABELA PERIÓDICA EVOLUÇÃO HISTÓRICA 1817 Lei das Tríades / Dobereiner (alemão) 1862 Parafuso Telúrico / Chancourtois (francês) 1864 Lei das Oitavas / Newlands

Leia mais

CAPÍTULO 2.7 CLASSE 7 - MATERIAIS RADIOATIVOS

CAPÍTULO 2.7 CLASSE 7 - MATERIAIS RADIOATIVOS CAPÍTULO 2.7 CLASSE 7 - MATERIAIS RADIOATIVOS 2.7.1 Definição da Classe 7 2.7.1.1 Material radioativo é qualquer material que contenha radionuclídeos e no qual tanto a concentração da atividade quanto

Leia mais

QUÍMICA 1 0 PERÍODO ENSINO MÉDIO TABELA PERIÓDICA A LEI PERIÓDICA

QUÍMICA 1 0 PERÍODO ENSINO MÉDIO TABELA PERIÓDICA A LEI PERIÓDICA QUÍMICA 1 0 PERÍD 1 0 PERÍD ENSIN MÉDI QUÍMICA TABELA PERIÓDICA A LEI PERIÓDICA A medida que se conhece um grande número de elementos químicos e várias de suas propriedades, sentiu-se a necessidade de

Leia mais

LISTA DE RECUPERAÇÃO PARALELA UNIDADE II

LISTA DE RECUPERAÇÃO PARALELA UNIDADE II Aluno(a) Turma N o Série 1 a Ensino Médio Data / / 06 Matéria Química Professor Robson LISTA DE RECUPERAÇÃ PARALELA UNIDADE II 1A 1 H CLASSIFICAÇÃ PERIÓDICA DS ELEMENTS Com massas atômicas referidas ao

Leia mais

A Tabela Periódica pode ser um guia para a ordem na qual os orbitais são preenchidos...

A Tabela Periódica pode ser um guia para a ordem na qual os orbitais são preenchidos... Aula 02 - Tabela Periódica TABELA PERIÓDICA e Lothar Meyer A Tabela Periódica pode ser um guia para a ordem na qual os orbitais são preenchidos... Pode-se escrever a distribuição eletrônica de um elemento

Leia mais

LISTA DE EXERCÍCIOS Eletroquímica

LISTA DE EXERCÍCIOS Eletroquímica DISCIPLINA: Química Geral e Inorgânica PERÍODO: LISTA DE EXERCÍCIOS Eletroquímica CURSO: Engenharia de Produção e sistemas 1. Indique o número de oxidação de cada átomo nos compostos abaixo: a) CO; C:

Leia mais

Figura 1 Tabela periódica Fonte: RTimages/Shutterstock.com

Figura 1 Tabela periódica Fonte: RTimages/Shutterstock.com Tabela Periódica Figura 1 Tabela periódica Fonte: RTimages/Shutterstock.com CONTEÚDOS Organização dos elementos na tabela periódica Grupos ou famílias Períodos Propriedades dos elementos químicos Classificação

Leia mais

Introdução à química dos compostos organometálicos

Introdução à química dos compostos organometálicos Introdução à química dos compostos organometálicos Ocorre quando há ligação carbonometal, localizada ou deslocalizada, entre um ou mais átomos de carbono de um grupo orgânico ou molécula e um átomo metálico

Leia mais

FACULDADES OSWALDO CRUZ QUÍMICA GERAL E INORGÂNICA CURSO BÁSICO 1ºS ANOS

FACULDADES OSWALDO CRUZ QUÍMICA GERAL E INORGÂNICA CURSO BÁSICO 1ºS ANOS FACULDADES OSWALDO CRUZ QUÍMICA GERAL E INORGÂNICA CURSO BÁSICO 1ºS ANOS Prezados Alunos Conforme orientação da Diretoria Geral, o reinício das aulas, teoria e laboratório, ocorrerá no dia 17 de agosto.

Leia mais

Classificação Periódica dos Elementos

Classificação Periódica dos Elementos Classificação Periódica dos Elementos Reis, Oswaldo Henrique Barolli. R375c Classificação periódica dos elementos / Oswaldo Henrique Barolli. Varginha, 2015. 34 slides : il. Sistema requerido: Adobe Acrobat

Leia mais

SOS QUÍMICA - O SITE DO PROFESSOR SAUL SANTANA.

SOS QUÍMICA - O SITE DO PROFESSOR SAUL SANTANA. SOS QUÍMICA - O SITE DO PROFESSOR SAUL SANTANA. QUESTÕES Exercícios de Eletroquímica. 01) Dos fenômenos indicados a seguir, agrupe os que constituem uma oxidação e os que constituem uma redução: a) Mg

Leia mais

Composição e Origem das Partículas Respiráveis na Zona Urbana de Lisboa

Composição e Origem das Partículas Respiráveis na Zona Urbana de Lisboa Composição e Origem das Partículas Respiráveis na Zona Urbana de Lisboa S.M. Almeida, A.I. Silva, M.C. Freitas, H.M. Dung, C.A. Pio, A. Caseiro Lisboa, 8 de Novembro, 2012 Objectivos Tópicos: 1) Tendência

Leia mais

Lista de Exercícios. Química Inorgânica: Óxidos. Professor Anderson Dino

Lista de Exercícios. Química Inorgânica: Óxidos. Professor Anderson Dino Lista de Exercícios Química Inorgânica: Óxidos Professor Anderson Dino www.aulasdequimica.com.br O óxido é um composto químico binário formado por átomos de oxigênio com outro elemento em que o oxigênio

Leia mais

Classificação Periódica dos Elementos

Classificação Periódica dos Elementos Classificação Periódica dos Elementos Evolução Histórica Estrutura da Tabela Periódica Classificação Geral dos Elementos Propriedades dos Elementos: Aperiódicas Periódicas Evolução Histórica 1817 Lei das

Leia mais

SÉRIE: 1 Ano. ALUNO (a): NOTA: LISTA DE EXERCÍCIOS RECUPERAÇÃO SEMESTRAL

SÉRIE: 1 Ano. ALUNO (a): NOTA: LISTA DE EXERCÍCIOS RECUPERAÇÃO SEMESTRAL GOIÂNIA, / / 2015 PROFESSOR: Taynara Oliveira DISCIPLINA: Química SÉRIE: 1 Ano ALUNO (a): NOTA: No Anhanguera você é + Enem LISTA DE EXERCÍCIOS RECUPERAÇÃO SEMESTRAL 01. X é isótopo de 20 41 Ca e isótono

Leia mais

COMPOSTOS IÓNICOS A-B

COMPOSTOS IÓNICOS A-B COMPOSTOS IÓNICOS AB B (baixa E i, logo baixa χ) B B A (alta E i, logo alta χ) 1s 1 Hidrogénio i Metalóides 1s 2 1s 2 Metais alcalinos Não metais 1s 2 2s 1 1s 2 2s 2 Metais alcalino terrosos Gases raros

Leia mais

ELECTRONEGATIVIDADE: UMA CHAVE PARA A

ELECTRONEGATIVIDADE: UMA CHAVE PARA A UNIVERSIDADE DE LISBOA FACULDADE DE CIÊNCIAS DEPARTAMENTO DE QUÍMICA ELECTRONEGATIVIDADE: UMA CHAVE PARA A RESOLUÇÃO DAS DIFICULDADES DE APRENDIZAGEM EM QUÍMICA Rute Isabel Carvalho Amadeu MESTRADO EM

Leia mais

Química A Extensivo V. 2

Química A Extensivo V. 2 Química A Extensivo V. 2 Exercícios 01) B 02) A a) Errada. Ao mudar de órbita, os elétrons emite ou absorve energia igual à diferença de energia entre as órbitas. b) Certa. c) Errada. De acordo com a teoria

Leia mais

Tabela Periódica Prof. Francisco Sallas

Tabela Periódica Prof. Francisco Sallas Tabela Periódica Prof. Francisco Sallas www.tapetedepedra.weebly.com Histórico 1817 - Tríades Dohereiner 1862 - Parafuso Telúrico de De Chancourtois 1864 - Lei das Oitavas de Newlands 1869 - D. F. Mendeleiev:

Leia mais

PROVA DE GEOGRAFIA 2 a ETAPA DO VESTIBULAR 2007

PROVA DE GEOGRAFIA 2 a ETAPA DO VESTIBULAR 2007 PROVA DE GEOGRAFIA 2 a ETAPA DO VESTIBULAR 2007 01. Observe o mapa e o climograma a seguir: Temperatura (oc) 30 25 20 15 10 5 0-5 -10 SS J F M A M J J A S O N D Meses Omaha São San Francisco a) Cite dois

Leia mais

GOIÂNIA, / / Antes de iniciar a lista de exercícios leia atentamente as seguintes orientações: LISTA DE EXERCÍCIOS P2 (1 BIMESTRE)

GOIÂNIA, / / Antes de iniciar a lista de exercícios leia atentamente as seguintes orientações: LISTA DE EXERCÍCIOS P2 (1 BIMESTRE) GOIÂNIA, / / 2016 PROFESSOR: Taynara Oliveira DISCIPLINA: Química Geral SÉRIE: 1 Anos ALUNO(a): No Anhanguera você é + Enem Antes de iniciar a lista de exercícios leia atentamente as seguintes orientações:

Leia mais

Massa atômica, molecular e molar mol

Massa atômica, molecular e molar mol Segmento: Pré-vestibular Resoluções Coleção: Alfa, Beta e Gama. Disciplina: Química Volume: 1 Série: 7 Massa atômica, molecular e molar mol 1. D I. Verdadeira II. Verdadeira 12 6C (6 prótons + 6 nêutrons).

Leia mais

Reações Químicas GERAL

Reações Químicas GERAL Reações Químicas GERAL É o processo no qual 1 ou mais substâncias (reagentes) se transformam em 1 ou mais substâncias novas (produtos). Formação de ferrugem Combustão de um palito de fósforo Efervescência

Leia mais

Disciplina: Química Geral Docente Responsável: Prof a. Dr a. Luciana Maria Saran. Assunto: Ácidos e Bases de Lewis/ Óxidos/ Sais: classificação

Disciplina: Química Geral Docente Responsável: Prof a. Dr a. Luciana Maria Saran. Assunto: Ácidos e Bases de Lewis/ Óxidos/ Sais: classificação Disciplina: Química Geral Docente Responsável: Prof a. Dr a. Luciana Maria Saran 1 Assunto: Ácidos e Bases de Lewis/ Óxidos/ Sais: classificação 1. Ácidos e Bases: conceito de Lewis O modelo de Lewis baseia-se

Leia mais

Programa Analítico de Disciplina QMF110 Química Analítica I

Programa Analítico de Disciplina QMF110 Química Analítica I 0 Programa Analítico de Disciplina Campus de Florestal - Campus de Florestal Número de créditos: 6 Teóricas Práticas Total Duração em semanas: 15 Carga horária semanal 6 Períodos - oferecimento: I Carga

Leia mais

Sistemas Multicomponentes Heterogêneo. Profa. Daniela Becker

Sistemas Multicomponentes Heterogêneo. Profa. Daniela Becker Sistemas Multicomponentes Heterogêneo Profa. Daniela ecker ibliografia TKINS, P.W.; Fisico-Química Vol 1. Editora LTC, Rio de Janeiro, 1999, cap 6. DeHOFF, R.T., Thermodynamics in Materials Science. Mcgraw-Hill,

Leia mais

SÉRIE: 1 Ano. ALUNO (a): NOTA: LISTA DE EXERCÍCIOS P1 (2 BIMESTRE)

SÉRIE: 1 Ano. ALUNO (a): NOTA: LISTA DE EXERCÍCIOS P1 (2 BIMESTRE) GOIÂNIA, / / 2015 PROFESSOR: Taynara Oliveira DISCIPLINA: Química SÉRIE: 1 Ano ALUNO (a): NOTA: No Anhanguera você é + Enem LISTA DE EXERCÍCIOS P1 (2 BIMESTRE) 1. X é isótopo de 20 41 Ca e isótono de 19

Leia mais

Levando em consideração a descrição das reações, responda aos subitens que seguem.

Levando em consideração a descrição das reações, responda aos subitens que seguem. Prova Discursiva - 2º dia Química Le i a a te n ta m e n te a s i n s tr uç õ e s : 1ð Preencha integralmente, na parte inferior desta capa, o espaço próprio para Identificação do Candidato. Você será

Leia mais

Química Fascículo 04 Elisabeth Pontes Araújo Elizabeth Loureiro Zink José Ricardo Lemes de Almeida

Química Fascículo 04 Elisabeth Pontes Araújo Elizabeth Loureiro Zink José Ricardo Lemes de Almeida Química Fascículo Elisabeth Pontes Araújo Elizabeth Loureiro Zink José Ricardo Lemes de Almeida Índice Radioatividade...1 Exercícios... Gabarito...3 Radioatividade É a emissão de Radiação de um núcleo

Leia mais