MANUAL DE CONTRATOS PÚBLICOS

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "MANUAL DE CONTRATOS PÚBLICOS"

Transcrição

1 2013 MANUAL DE CONTRATOS PÚBLICOS UNIPAMPA Pró-Reitoria de Administração 12/02/2013

2 APRESENTAÇÃO Este Manual destina-se a orientar sobre procedimentos de contratações de serviços (terceirizados; energia elétrica; entre outros), locações imobiliárias e termos aditivos dos Contratos firmados pela Universidade Federal do Pampa; bem como os procedimentos necessários para execução dos Contratos. A Divisão de Contratos, representada pelo Chefe de Contratos, é responsável pelo preparo, acompanhamento, controle e finalização da contratação, emissão dos instrumentos contratuais, Termos Aditivos e Notificações, dando suporte aos atos a serem praticados pela Administração. As atribuições da Divisão de Contratos são relacionadas aos aspectos formais da contratação e da execução contratual. a) Publicação dos atos no Diário Oficial da União; b) Arquivamento cronológico dos processos referente aos contratos celebrados pela instituição, seus aditivos e demais documentos relativos aos contratos (documentos originais); c) Acompanhar e dar andamento aos pedidos de Termos Aditivos de acréscimos e supressões; d) Informar aos setores competentes os prazos de vigência e de validade da garantia; e) Realizar os procedimentos de Notificações para responsabilização e dar subsídios para os procedimentos de aplicação de penalidades, se for o caso; f) Instrução dos processos com despacho e juntada de documentos; g) Preparação de contratos, termos aditivos, notificações, intimações e demais documentos afins; contratos; h) Solicitação de Portarias de designação de fiscais e gestores dos i) Processamento dos pedidos de reajuste, repactuação e reequilíbrio econômico-financeiro; j) Recebimento e providências das demandas dos fiscais dos contratos; l) Empenho dos contratos e seus aditivos. 1

3 SUMÁRIO 1. Dispensa/ Inexigibilidade de Licitação... p Contratos oriundos de Licitações... p Contratos de Locações de Imóveis... p Prorrogação da Vigência de Contratos... p Acréscimos e/ou Supressões de Contratos... p Repactuação de Contratos... p Pedido/Anulação de Empenhos... p Notificação... p Termo de Permissão de Uso... p Certidões Negativas Obrigatórias... p. 12 2

4 1. DISPENSA/INEXIGIBILIDADE DE LICITAÇÃO 1.1. Documentos necessários: Solicitação através de Formulário Padrão de Pedido (disponível no site ); Planilha de Cotações de Preços, no mínimo 03 (três) orçamentos originais; Obs.: exceção dos incisos XVII e XXII do art. 24 e o inciso I do art. 25 da Lei nº 8.666/ (quatro) certidões negativas (Receita Federal, INSS, FGTS e Certidão Negativa de Débitos Trabalhistas) do fornecedor que ganhar a cotação; (links disponíveis no final do Manual) Justificativa da Despesa; Dotação Orçamentária disponível; Termo de Referência/Projeto Básico elaborado segundo as exigências do art. 6º, inciso IX da Lei nº 8.66/ Dispensa para contratação dos serviços de Energia Elétrica e Inexigibilidade para serviços de abastecimento de água A solicitação deverá ser realizada em formulário próprio (formulário de pedido de compras); Justificativa da Despesa Modelo de contrato (se exigido pela empresa contratada) Declaração da Prefeitura Municipal confirmando a exclusividade da empresa Certidões de tributos da empresa contratada e Nota de Dotação para cobertura das despesas. Observação 1: No tipo de aquisição deverá ser marcado como Dispensa para o caso de Energia elétrica (art. 24, inciso XXII) e Inexigibilidade para o caso de serviço de abastecimento de água (art. 25, inciso I). 3

5 Observação 2: Código no ComprasNet para contratação de serviço de Água: / Código no ComprasNet para contratação de Energia Elétrica: 4120 Observação 3: Toda documentação deverá ser encaminhada a Divisão de Contratos. Após a assinatura do Pró-Reitor de Administração como Ordenador de Despesa será aberto processo e encaminhado para Parecer Jurídico PROCEDIMENTO DA DIVISÃO DE CONTRATOS: Após autorização do ordenador de despesa, Pró-Reitor de Administração, abertura de processo com os documentos encaminhados Confecção da Minuta de Contrato (nos termos do art. 55, art. 61 e art. 62, 1º da Lei nº 8.666/93) e encaminhamento do processo a CONJUR para parecer (art. 38, único da Lei nº 8.666/93) Parecer for desfavorável, arquivamento do Processo e conhecimento ao Solicitante. Parecer favorável, a Dispensa será registrada e feita a publicação no Diário Oficial da União Efetuado empenho, o Contrato será encaminhado para assinatura da Contratada (3 vias) Solicitação de indicação de fiscal será enviada ao solicitante, que deverá fornecer os dados do servidor responsável pela fiscalização do contrato diretamente a PROAD Contrato devidamente assinado será registrado no SICON/SIASG e Publicação no Diário Oficial da União (art.61, único a Lei nº 8.666/93) via do Contrato será arquivada no Processo; outra via será enviada ao Contratado; e outra arquivada em arquivo específico do setor; Contrato e portaria, digitalizados, serão enviados via ao fiscal do Contrato e à Coordenadoria de Contabilidade e Finanças. 2. CONTRATOS ORIUNDOS DE LICITAÇÕES: O solicitante, além de observar o procedimento descrito no item 29 e no item 30 do, Volume I Compras Públicas, deverá encaminhar: 4

6 Projeto Básico, elaborado segundo as exigências do art. 6º, inciso IX da Lei nº 8.666/93. Para a modalidade de licitação Pregão, elaboração de Termo de Referência pelo solicitante/requisitante, com indicação do objeto de forma precisa, suficiente e clara, vedadas especificações que, por excessivas, irrelevantes ou desnecessárias, limitem ou frustrem a competição ou sua realização (art. 9º do Decreto nº 5.450/05) PROCEDIMENTO DA DIVISÃO DE CONTRATOS: Equipe de Pregoeiros envia o processo a Divisão de Contratos, antes de iniciada a fase externa de licitação, para elaboração a confecção da Minuta de Contrato (nos termos do art. 55, art. 61 e art. 62, 1º da Lei nº 8.666/93) A Minuta de Contrato, que acompanhará o Edital de Licitação, será elaborada com base na Minuta de Edital, Pedido e Projeto Básico/Termo de Referência Após a Adjudicação e Homologação do Certame ao vencedor, o processo é encaminhado a Divisão de Contratos para procedimento de empenho e assinatura do Contrato. (Lei nº de 1964, Art. 60. É vedada a realização de despesa sem prévio empenho.) Efetuado empenho, o Contrato será encaminhado para assinatura da Contratada (3 vias) Solicitação de indicação de fiscal será enviada ao solicitante, que deverá fornecer os dados (nome completo, cargo e SIAPE) do servidor responsável pela fiscalização do contrato diretamente a PROAD Contrato devidamente assinado será registrado no SICON/SIASG e Publicação no Diário Oficial da União (art.61, único a Lei nº 8.666/93) via do Contrato será arquivada no Processo; outra via será enviada ao Contratado; e outra arquivada em arquivo específico do setor; Contrato e portaria, digitalizados, serão enviados via ao fiscal do Contrato e à Coordenadoria de Contabilidade e Finanças. 5

7 3. CONTRATOS DE LOCAÇÕES DE IMÓVEIS 3.1 Documentos necessários para locação: Solicitação através de Formulário Padrão de Pedido (disponível no site ); Planilha de Cotações de Preços, no mínimo 03 (três) orçamentos originais; Proposta do Locador do imóvel a ser locado. Via original da proposta para locação assinada pelo proprietário ou procurador; Justificativa da necessidade de locação e de que o imóvel é o único que atende as necessidades da Universidade e o preço é compatível com o de mercado; Dotação Orçamentária disponível; Documentos relativos ao imóvel (registro do imóvel, matrícula, e demais documentos que se fizerem necessários, conforme a situação). Cópia da Matrícula atualizada pelo Registro de Imóveis da Comarca do imóvel ofertado para locação (lembrando, que é recomendável evitar imóvel que tenha algum ônus quanto a sua posse: hipoteca vencida, garantia de processo judicial, etc...); Cópia da procuração onde o proprietário estabelece como seu procurador (Pessoa Física ou empresa) de quem estiver negociando a locação, se não for o próprio proprietário; Cópia do Estatuto Social se for uma empresa ou entidade a proprietária do imóvel; Cópias dos documentos (RG e CPF) do(s) proprietário(s) do imóvel, se pessoa(s) física(s); (quatro) certidões negativas (Receita Federal, INSS, FGTS e Certidão Negativa de Débitos Trabalhistas) do fornecedor que ganhar a cotação; Observações: Obs. 1) A justificativa a ser elaborada deverá demonstrar a real necessidade da locação, devendo ser bem completa e precisa. Recomendável que no texto a ser elaborado conste o número de servidores que farão uso do espaço, como também de outros envolvidos (Estagiários, Prestadores de Serviços Terceirizados, Público Externo, etc.); 6

8 Obs. 2) Não uso de espaço no Campus - Recomendável a existência de um documento (Memorando, Justificativa, Declaração, etc.) da Direção do Campus que comprove e justifique do porque não poder o setor/divisão estar instalada em um espaço próprio da Universidade; 3.2. PROCEDIMENTO DA DIVISÃO DE CONTRATOS: Abre o processo com os itens acima, após autorização do Pró-Reitor de Administração; Envia a Secretária de Patrimônio da União (SPU) solicitação de verificação de imóvel equivalente ao solicitado disponível na cidade; Solicita a nomeação de Comissão para Avaliação das Condições do Imóvel ao Pró-Reitor de Administração; Confecciona a Minuta de Contrato; Envia o processo devidamente instruído à CONJUR para parecer acerca da Dispensa de Licitação (com fundamento no art. 24, inc. X da Lei nº 8.666/93) e Minuta de Contrato; Parecer for desfavorável, arquivamento do Processo e conhecimento ao Solicitante. Parecer favorável, a Dispensa será registrada e feita a publicação no Diário Oficial da União Efetuado empenho, o Contrato será encaminhado para assinatura do Locador (3 vias) Solicitação de indicação de fiscal será enviada ao solicitante, que deverá fornecer os dados (nome completo, cargo e SIAPE) do servidor responsável pela fiscalização do contrato diretamente a PROAD Contrato devidamente assinado será registrado no SICON/SIASG e Publicação no Diário Oficial da União (art.61, único a Lei nº 8.666/93) via do Contrato será arquivada no Processo; outra via será enviada ao Locador; e outra arquivada em arquivo específico do setor; Contrato e portaria, digitalizados, serão enviados via ao fiscal do Contrato e à Coordenadoria de Contabilidade e Finanças. 7

9 4. PRORROGAÇÃO DA VIGÊNCIA DE CONTRATOS 4.1. Fiscal do Contrato deve enviar Memorando ao Pró-Reitor de Administração, PROAD: Com antecedência de 60 (sessenta) dias ao vencimento; Com a dotação orçamentária disponível; Com a justificativa para a prorrogação do Contrato (art. 57, inciso II da Lei nº 8.666/93); Deve ser comprovada a obtenção de preços e condições mais vantajosas para a Administração; Deve acompanhar o Memorando, documento da empresa contratada concordando com o aditivo do respectivo Contrato firmado com a Universidade. (Modelo de Memorando Anexo 01) 4.2. PROCEDIMENTO DA DIVISÃO DE CONTRATOS: Após a autorização do Pró-Reitor de Administração, a Divisão de Contratos confecciona a Minuta de Termo Aditivo com base no Memorando enviado pelo fiscal (art. 57 e seu 2º da Lei nº 8.666/93); Encaminha o processo a CONJUR para parecer sobre o Termo Aditivo (art. 38, único da Lei nº 8.666/93) Parecer for desfavorável, arquivamento do Processo e conhecimento ao Solicitante. Parecer favorável, será efetuado empenho e o Termo Aditivo ao Contrato será encaminhado para assinatura da Contratada (3 vias) Termo Aditivo devidamente assinado será registrado no SICON/SIASG e Publicação no Diário Oficial da União (art.61, único a Lei nº 8.666/93) via do Termo Aditivo será arquivada no Processo; outra via será enviada ao Contratado; e outra arquivada em arquivo específico do setor; O Termo Aditivo, digitalizado, será enviado via ao fiscal do Contrato e à Coordenadoria de Contabilidade e Finanças. 8

10 5. ACRÉSCIMO E/OU SUPRESSÕES DE CONTRATO 5.1. Fiscal do Contrato deve enviar Memorando ao Pró-Reitor de Administração, PROAD: Com a justificativa para o acréscimo do serviço contratado (art. 65 da Lei nº 8.666/93); Com a dotação orçamentária disponível; Deve acompanhar o Memorando, documento da empresa contratada concordando com o aditivo do respectivo Contrato firmado com a Universidade. (Modelo de Memorando Anexo 01) 5.2. PROCEDIMENTO DA DIVISÃO DE CONTRATOS: Após a autorização do Pró-Reitor de Administração, a Divisão de Contratos confecciona a Minuta de Termo Aditivo com base no Memorando enviado pelo fiscal (art. 57 e seu 2º da Lei nº 8.666/93); Encaminha o processo a CONJUR para parecer sobre o Termo Aditivo (art. 38, único da Lei nº 8.666/93) Parecer for desfavorável, dá conhecimento ao Fiscal do contrato. Parecer favorável, será efetuado empenho e o Termo Aditivo ao Contrato será encaminhado para assinatura da Contratada (3 vias) Termo Aditivo devidamente assinado será registrado no SICON/SIASG e Publicação no Diário Oficial da União (art.61, único a Lei nº 8.666/93) via do Termo Aditivo será arquivada no Processo; outra via será enviada ao Contratado; e outra arquivada em arquivo específico do setor; O Termo Aditivo, digitalizado, será enviado via ao fiscal do Contrato e à Coordenadoria de Contabilidade e Finanças. 6. REPACTUAÇÃO DE CONTRATOS 6.1. Fiscal do Contrato deve enviar Memorando ao Pró-Reitor de Administração, PROAD: 9

11 Anexando planilhas de demonstrações de custos e formação de preços (art. 65, 8º da Lei nº 8.666/93); Dotação orçamentária disponível; 6.2. PROCEDIMENTO DA DIVISÃO DE CONTRATOS: Após a autorização do Pró-Reitor de Administração, a Divisão de Contratos confecciona a Minuta de Termo Aditivo com base no Memorando enviado pelo fiscal (art. 65 da Lei nº 8.666/93); Encaminha o processo a CONJUR para parecer sobre o Termo Aditivo (art. 38, único da Lei nº 8.666/93) Parecer for desfavorável, dá conhecimento ao Fiscal. Parecer favorável, será efetuado empenho e o Termo Aditivo ao Contrato será encaminhado para assinatura da Contratada (3 vias) Termo Aditivo devidamente assinado será registrado no SICON/SIASG e Publicação no Diário Oficial da União (art.61, único a Lei nº 8.666/93) via do Termo Aditivo será arquivada no Processo; outra via será enviada ao Contratado; e outra arquivada em arquivo específico do setor; O Termo Aditivo, digitalizado, será enviado via ao fiscal do Contrato e à Coordenadoria de Contabilidade e Finanças. 7. PEDIDO / ANULAÇÃO DE EMPENHOS: 7.1. A solicitação de pedido/anulação de empenho referente a algum Contrato deve ser formulada em Memorando (Anexo 02 ao Manual de Contratos Públicos) e enviada ao A solicitação deve conter: Número de empenho a ser reforçado/anulado; O valor do reforço/anulação; Dotação orçamentária; Motivo da solicitação. 10

12 8. NOTIFICAÇÃO: A UNIDADE SOLICITANTE / FISCAL DO CONTRATO / SETOR DE TERCEIRIZADOS, se julgar necessário e se a ocasião assim o determinar, ao invés de mera comunicação ao preposto, poderá solicitar uma NOTIFICAÇÃO à empresa: Reúne todas as informações e comprovações documentais das irregularidades ou quebra de cláusulas contratuais das Empresas Fornecedoras ou Prestadoras de Serviços; Encaminha Memorando ao Pró-Reitor de Administração solicitando e justificando a Notificação da Empresa; 8.1. Procedimento da Divisão de Contratos: Recebe e analisa o Memorando e documentação; Anexa documentação ao Processo original; Elabora documento de Notificação; Encaminha 03 (três) vias da Notificação ao Pró-Reitor de Administração para análise, autorização e assinatura do documento Envia uma via à Empresa Contratada; Coloca uma via da Notificação no Processo e outra em Arquivo específico do Setor; Encaminha uma cópia da Notificação ao Fiscal do Contrato; Aguarda o cumprimento do prazo para atendimento das obrigações inadimplidas por parte da empresa; Arquiva a comprovação, no caso de atendimento; Procede à aplicação da penalidade cabível, no caso de não atendimento. 9. TERMO DE PERMISSÃO DE USO (PARA INSTALAÇÃO DE UM TERMINAL DE SAQUE ELETRÔNICO E OPERAÇÕES BANCÁRIAS) 9.1. Deverá ser encaminhada a seguinte documentação à Divisão de Contratos: Memorando ao Pró-Reitor de Administração solicitando o Termo de Permissão de Uso, 11

13 9.1.3 Justificativa do Campus; Ofício endereçado à Instituição Bancária solicitando interesse e dando ciência da Minuta de Termo de Permissão de uso, anexa ao , no caso de não ser necessário o uso de modelo da própria instituição Bancária; e Documento da Instituição Bancária demonstrando o interesse Procedimento: Será aberto um processo, anexada a Minuta de Termo de Permissão de Uso (modelo UNIPAMPA) e encaminhado para análise jurídica Ao retornar da CONJUR, sendo o parecer favorável serão providenciadas as assinaturas dos representantes e feita a devida publicação no Diário Oficial da União. Observação: Se a instituição bancária necessitar de documento no padrão/modelo própria será necessário encaminhar este documento em anexo. Pois deverá ser analisado também pela nossa Consultoria Jurídica. 10. Certidões Negativas Obrigatórias: 1) Certidão Conjunta de Débitos Relativos aos Tributos Federais e à Dívida Ativa da União: 2) Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) - Certidão Negativa de Débito (CND) / Certidão Positiva de Débito com Efeitos de Negativa (CPD-EN): 3) Certificado de Regularidade do FGTS (Caixa Econômica Federal): 4) Banco Nacional de Devedores Trabalhistas mantido pelo Tribunal Superior do Trabalho (BNDT/TST) - Certidão Negativa de Débitos Trabalhistas: 12

14 ANEXO 01 AO MANUAL DE CONTRATOS PÚBLICOS Mem nº XX/20XX De: Fulano de Tal Cargo/Função Cidade, dd/mm/aaaa. Para: Pró-reitor de Administração Assunto: Solicitação de Aditivo de Prazo de Vigência Contratual Vimos, por meio deste, solicitar a prorrogação do prazo de vigência por XX meses/dias referente ao Contrato nº XX/20XX firmado entre a Universidade Federal do Pampa e a empresa XXXXXXXXXXX que tem por objeto. (Justificativa da Prorrogação). (deve ser comprovada a obtenção de preços e condições mais vantajosas para a Administração) Atenciosamente, 13

15 ANEXO 02 FORMULÁRIO PARA EMPENHO DE CONTRATOS Solicitação: ( )Empenho ( ) Reforço ( )Anulação Data da Solicitação Nome da Unidade Solicitante Nº do Contrato Motivo da Solicitação Número do Empenho no caso de Reforço / Anulação Quantidade a Empenhar Valor a Empenhar / Anular TOTAL GERAL A SER EMPENHADO/ANULADO Nome do Solicitante Nome Autorizador da Unidade Nome Completo Nº do SIAPE Nº da ND Nº do Programa de Trabalho Nº da Fonte de Recurso Nº do Plano Interno DADOS ORÇAMENTÁRIOS Observação: 1) Caso seja enviado por correio eletrônico, o acompanhará este formulário no processo para comprovar a origem do pedido. Caso seja enviado por formulário impresso, este deverá vir devidamente assinado e com o carimbo de quem esta autorizando Diretor ou Coordenador Administrativo, no pé do formulário e havendo mais de uma folha, todas deverão estar devidamente rubricadas. Autorizo o empenho conforme solicitado e Dados da Dotação Orçamentária Bagé, / / 14

CADERNO DE COMPRAS E LICITAÇÕES

CADERNO DE COMPRAS E LICITAÇÕES 2010 PREFEITURA MUNICIPAL DE CONTAGEM SECRETARIA MUNICIPAL DE ADMINISTRAÇÃO DIRETORIA DE COMPRAS E LICITAÇÕES CADERNO DE COMPRAS E LICITAÇÕES 1. OBJETIVO Este manual tem por objetivo esclarecer as questões

Leia mais

DOCUMENTAÇÃO PARA ANÁLISE DE LICITAÇÕES

DOCUMENTAÇÃO PARA ANÁLISE DE LICITAÇÕES DOCUMENTAÇÃO PARA ANÁLISE DE LICITAÇÕES COMPRAS E SERVIÇOS a. Autorização para abertura da licitação; b. Edital assinado, constando a data do procedimento; c. Planilha constando a descrição do(s) material(s)

Leia mais

SEGUNDA ATUALIZAÇÃO DA ATA DE REGISTRO DE PREÇOS Nº.006/2015 PREGÃO PRESENCIAL Nº.008/2015. VALIDADE: 01/04/2016

SEGUNDA ATUALIZAÇÃO DA ATA DE REGISTRO DE PREÇOS Nº.006/2015 PREGÃO PRESENCIAL Nº.008/2015. VALIDADE: 01/04/2016 SEGUNDA ATUALIZAÇÃO DA ATA DE REGISTRO DE PREÇOS Nº.006/2015 PREGÃO PRESENCIAL Nº.008/2015. VALIDADE: 01/04/2016 Aos três dias do mês de junho de 2015, o Município de Santo Antônio da Patrulha/RS, neste

Leia mais

COMPRAS / CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS FORMAS DE AQUISIÇÃO/CONTRATAÇÃO LICITAÇÃO:

COMPRAS / CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS FORMAS DE AQUISIÇÃO/CONTRATAÇÃO LICITAÇÃO: COMPRAS / CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS Quase todas as despesas das Unidades são realizadas através de compras ou contratações de serviços. Elas são classificadas de acordo com a forma de aquisição/contratação

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA GRE Nº 003, DE 18 DE MAIO DE 2011

INSTRUÇÃO NORMATIVA GRE Nº 003, DE 18 DE MAIO DE 2011 INSTRUÇÃO NORMATIVA GRE Nº 003, DE 18 DE MAIO DE 2011 Dispõe sobre a padronização de atos processuais e a uniformização de procedimentos, visando a otimização e a racionalização da tramitação dos processos

Leia mais

Atribuições do órgão conforme a Lei nº 3.063, de 29 de maio de 2013: TÍTULO II DAS COMPETÊNCIAS DOS ÓRGÃOS DA ADMINISTRAÇÃO DIRETA

Atribuições do órgão conforme a Lei nº 3.063, de 29 de maio de 2013: TÍTULO II DAS COMPETÊNCIAS DOS ÓRGÃOS DA ADMINISTRAÇÃO DIRETA SECRETARIA MUNICIPAL DE COMPRAS E LICITAÇÕES End: Rua Siqueira Campos, S-64 Centro Fone: (14) 3283-9570 ramal 9576 Email: compras@pederneiras.sp.gov.br Responsável: Dr. Luis Carlos Rinaldi Atribuições

Leia mais

HISTÓRICO DAS REVISÕES N.ºREVISÃO DATA IDENTIFICAÇÃO DO DOCUMENTO 00 01

HISTÓRICO DAS REVISÕES N.ºREVISÃO DATA IDENTIFICAÇÃO DO DOCUMENTO 00 01 HISTÓRICO DAS REVISÕES N.ºREVISÃO DATA IDENTIFICAÇÃO DO DOCUMENTO 00 01 01/06/2006 Emissão inicial 05/06/2007 Primeira Revisão Elaborado: 05/06/2007 Superintendente e ou Gerente da unidade Revisado: 05/06/2007

Leia mais

AGÊNCIA NACIONAL DE AVIAÇÃO CIVIL PORTARIA N 1.095/SAF, DE 03 DE OUTUBRO 2007.

AGÊNCIA NACIONAL DE AVIAÇÃO CIVIL PORTARIA N 1.095/SAF, DE 03 DE OUTUBRO 2007. AGÊNCIA NACIONAL DE AVIAÇÃO CIVIL PORTARIA N 1.095/SAF, DE 03 DE OUTUBRO 2007. Dispõe sobre procedimentos relativos à supervisão, à fiscalização e à gestão dos contratos, convênios e outros ajustes de

Leia mais

CARTA CONVITE Nº 017/2007 TIPO: MENOR PREÇO

CARTA CONVITE Nº 017/2007 TIPO: MENOR PREÇO CARTA CONVITE Nº 017/2007 TIPO: MENOR PREÇO PROCESSO Nº 017/2007 Tipo de Licitação: MENOR PREÇO DATA: 22/08/2007 HORÁRIO: 10:00 HORAS LOCAL: Universidade de Brasília Campus Universitário Darcy Ribeiro

Leia mais

Execução de Despesa. DNT/SSSCI/SF Abril 2013

Execução de Despesa. DNT/SSSCI/SF Abril 2013 DNT/SSSCI/SF Abril 2013 Realização Secretaria da Fazenda Subsecretaria do Sistema de Controle Interno Departamento de Normas Técnicas Apresentação David Fabri Monique Junqueira Ferraz Zanella INTRODUÇÃO

Leia mais

Instruções para Cotação Eletrônica 152/2014

Instruções para Cotação Eletrônica 152/2014 Instruções para Cotação Eletrônica 152/2014 (Inciso II do Art. 24 da Lei nº 8.666/93 c/c Portaria nº 306, de 13 de dezembro de 2001). A União, por intermédio do Instituto Nacional de Câncer José Alencar

Leia mais

SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE IT Instrução de Trabalho

SISTEMA DE GESTÃO DA QUALIDADE IT Instrução de Trabalho FINANCEIRO IT. 20 11 1 / 6 1. OBJETIVO Estabelecer diretrizes para as atividades financeiras do Conselho. 2. DOCUMENTOS DE REFERÊNCIA Instrução Normativa nº 480 de 15 de dezembro de 2004 Secretaria da

Leia mais

Serviço Público Federal Conselho Regional de Corretores de Imóveis Estado de São Paulo

Serviço Público Federal Conselho Regional de Corretores de Imóveis Estado de São Paulo ANEXO IX CONCORRÊNCIA Nº. 003/2015 MODELO PROPOSTA DE PREÇOS (Papel Timbrado da Licitante) Objeto: Contratação de Empresa na Prestação de Serviços de Assessoria Contábil. São Paulo,... de... de 2015 Ao

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE COLORADO ESTADO DO PARANA

PREFEITURA MUNICIPAL DE COLORADO ESTADO DO PARANA DISPENSA Nº: DP 077/2013 ÓRGÃO SOLICITANTE: SECRETARIA MUNICIPAL DE ADMINISTRAÇÃO. OBJETO: AQUISIÇÃO DE QUADROS COM IMAGENS AÉREAS DO MUNICÍPIO E CD DE IMAGEM DE ALTA RESOLUÇÃO PARA A SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO

Leia mais

RESUMO DAS ATIVIDADES DE ACOMPANHAMENTO DOS CONTRATOS. Responsável Seqüência Etapa do processo

RESUMO DAS ATIVIDADES DE ACOMPANHAMENTO DOS CONTRATOS. Responsável Seqüência Etapa do processo Ministério da Educação Universidade Tecnológica Federal do Paraná Pró-Reitoria de Planejamento e Administração PR UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ RESUMO DAS ATIVIDADES DE ACOMPANHAMENTO DOS

Leia mais

FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA PRÓ-REITORIA DE PLANEJAMENTO

FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA PRÓ-REITORIA DE PLANEJAMENTO 1 INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 001 de 29 de Abril de 2011. FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA PRÓ-REITORIA DE PLANEJAMENTO Disciplina no âmbito da UDESC o controle dos serviços de postagem e remessa

Leia mais

Estado do Amazonas PREFEITURA MUNICIPAL DE TONANTINS CNPJ: 04.628.608/0001-16 Endereço: Rua Leopoldo Peres, s/n Centro, Tonantins AM

Estado do Amazonas PREFEITURA MUNICIPAL DE TONANTINS CNPJ: 04.628.608/0001-16 Endereço: Rua Leopoldo Peres, s/n Centro, Tonantins AM EDITAL CONVITE Nº 002/2015 1 PREÂMBULO 1.1. A, através da COMISSÃO MUNICIPAL DE LICITAÇÃO CML, adiante denominada simplesmente CML, CONVIDA essa firma para participar do certame licitatório, na modalidade

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA SCL SISTEMA DE COMPRAS, LICITAÇÕES E CONTRATOS Nº 001/2015.

INSTRUÇÃO NORMATIVA SCL SISTEMA DE COMPRAS, LICITAÇÕES E CONTRATOS Nº 001/2015. INSTRUÇÃO NORMATIVA SCL SISTEMA DE COMPRAS, LICITAÇÕES E CONTRATOS Nº 001/2015. DISPÕE SOBRE OS PROCEDIMENTOS PARA A AQUISIÇÃO DE BENS E SERVIÇOS MEDIANTE LICITAÇÃO, INCLUSIVE DISPENSA E INEXIGIBILIDADE,

Leia mais

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL PREFEITURA MUNICIPAL DE SANT ANA DO LIVRAMENTO Palácio Moysés Vianna Unidade Central de Controle Interno

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL PREFEITURA MUNICIPAL DE SANT ANA DO LIVRAMENTO Palácio Moysés Vianna Unidade Central de Controle Interno ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL PREFEITURA MUNICIPAL DE SANT ANA DO LIVRAMENTO Palácio Moysés Vianna Unidade Central de Controle Interno INSTRUÇÃO NORMATIVA UCCI N 002/2012 VERSÃO 01 ASSUNTO: Regulamenta o

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE JAGUARAÇU ESTADO DE MINAS GERAIS

PREFEITURA MUNICIPAL DE JAGUARAÇU ESTADO DE MINAS GERAIS ATA DE REGISTRO DE PREÇOS/CONTRATO Nº004-B/2016 PROCESSO LICITATÓRIO Nº018/2016 MODALIDADE: PREGÃO PRESENCIAL N 006/2016 VALIDADE: 12 (doze) meses O Município de Jaguaraçu, neste ato representado por seu

Leia mais

PROCEDIMENTOS DE COMPRAS

PROCEDIMENTOS DE COMPRAS PROCEDIMENTOS DE COMPRAS Estas instruções têm como objetivo a padronização dos procedimentos para a realização das compras de materiais de consumo, bens permanentes e prestações de serviços necessários

Leia mais

MANUAL DE CONTRATOS PÚBLICOS

MANUAL DE CONTRATOS PÚBLICOS 2013 MANUAL DE CONTRATOS PÚBLICOS UNIPAMPA Pró-Reitoria de Administração 12/02/2013 Este Manual destina-se a orientar sobre procedimentos de contratações de serviços (terceirizados; energia elétrica; entre

Leia mais

Programa BNDES de Sustentação do Investimento BNDES PSI Subprograma Exportação Pré-Embarque NORMAS OPERACIONAIS PROCEDIMENTOS OPERACIONAIS

Programa BNDES de Sustentação do Investimento BNDES PSI Subprograma Exportação Pré-Embarque NORMAS OPERACIONAIS PROCEDIMENTOS OPERACIONAIS Programa BNDES de Sustentação do Investimento BNDES PSI Subprograma Exportação Pré-Embarque NORMAS OPERACIONAIS PROCEDIMENTOS OPERACIONAIS 1. ENCAMINHAMENTO DA OPERAÇÃO AO BNDES A operação será encaminhada

Leia mais

Conselho Regional de Economia da Paraíba 21ª Região

Conselho Regional de Economia da Paraíba 21ª Região EDITAL DE LICITAÇÃO PARA CONTRATAÇÃO DE CONTADOR PARA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS PROFISSIONAIS CONTÁBEIS E DE ASSESSORIA CONTÁBIL PARA O CONSELHO REGIONAL DE ECONOMIA 21ª REGIÃO PARAÍBA CONVITE Nº 002/2016

Leia mais

DECON PROCEDIMENTO ADMINISTRATIVO (PROCEDIMENTO OPERACIONAL PADRÃO) 04/2015

DECON PROCEDIMENTO ADMINISTRATIVO (PROCEDIMENTO OPERACIONAL PADRÃO) 04/2015 DECON PROCEDIMENTO ADMINISTRATIVO (PROCEDIMENTO OPERACIONAL PADRÃO) 04/2015 PROCEDIMENTOS PARA CELEBRAÇÃO DE TERMO ADITIVO DE PRORROGAÇÃO DE VIGÊNCIA EM CONTRATOS DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS PROCEDIMENTO

Leia mais

CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE RUGBY

CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE RUGBY AVISO PROCESSO SELETIVO São Paulo, 23 de Junho de 2014. PROCESSO SELETIVO Nº 011/2014 I. Proponente: Confederação Brasileira de Rugby CNPJ: 50.380.658/0001-44 E-mail: kaiza.cappi@brasilrugby.com.br Endereço:

Leia mais

Documentos Fiscais - Volume I - 1ª Edição

Documentos Fiscais - Volume I - 1ª Edição MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO OESTE DA BAHIA PRÓ-REITORIA DE PLANEJAMENTO E DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL SUMÁRIO 1 Conteúdo... 1 2 Processo de licitação, empenho e formalização de contrato...

Leia mais

SETOR DE COMPRAS E LICITAÇÕES - SECOL MANUAL E PROCEDIMENTOS DE COMPRAS

SETOR DE COMPRAS E LICITAÇÕES - SECOL MANUAL E PROCEDIMENTOS DE COMPRAS UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO JOÃO DEL-REI - UFSJ INSTITUÍDA PELA LEI N O 10.425, DE 19/04/2002 D.O.U. DE 22/04/2002 PRÓ-REITORIA DE ADMINISTRAÇÃO - PROAD DIVISÃO DE MATERIAS E PATRIMÔNIO DIMAP SETOR DE

Leia mais

POLÍTICA DE GESTÃO DE SERVIÇOS TERCEIRIZADOS

POLÍTICA DE GESTÃO DE SERVIÇOS TERCEIRIZADOS POLÍTICA DE GESTÃO DE SERVIÇOS TERCEIRIZADOS POLÍTICA DE GESTÃO DOS SERVIÇOS TERCEIRIZADOS A Fundação de Previdência do Instituto EMATER FAPA utiliza-se da terceirização, onde algumas de suas atividades

Leia mais

PREFEITO MUNICIPAL DE ARACATI

PREFEITO MUNICIPAL DE ARACATI LEI N.º 064/2013. Dispõe sobre a Reorganização do Fundo Municipal para os Direitos da Criança e do Adolescente-FMDCA de Aracati, e dá outras providências. O PREFEITO MUNICIPAL DE ARACATI, no uso de suas

Leia mais

EDITAL. Contrato de Gestão nº 010/2013-SECT - Termo Aditivo 016/2015 CARTA CONVITE Nº 01/2016 - PRAÇA TIPO: MENOR PREÇO

EDITAL. Contrato de Gestão nº 010/2013-SECT - Termo Aditivo 016/2015 CARTA CONVITE Nº 01/2016 - PRAÇA TIPO: MENOR PREÇO EDITAL Contrato de Gestão nº 010/2013-SECT - Termo Aditivo 016/2015 CARTA CONVITE Nº 01/2016 - PRAÇA TIPO: MENOR PREÇO A Rede de Desenvolvimento Humano - REDEH, entidade privada sem fins lucrativos, inscrita

Leia mais

REGULAMENTO DE CREDENCIAMENTO DE PESSOAS JURÍDICAS PARA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS PROFISSIONAIS DE CONSULTORIA, INSTRUTORIA EM PROJETOS.

REGULAMENTO DE CREDENCIAMENTO DE PESSOAS JURÍDICAS PARA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS PROFISSIONAIS DE CONSULTORIA, INSTRUTORIA EM PROJETOS. REGULAMENTO DE CREDENCIAMENTO DE PESSOAS JURÍDICAS PARA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS PROFISSIONAIS DE CONSULTORIA, INSTRUTORIA EM PROJETOS. TOLEDO-PR Página 2 de 6 1. OBJETIVO 1.1 O presente regulamento objetiva

Leia mais

PROCEDIMENTO E ORIENTAÇÃO PARA FISCALIZAÇÃO DOS CONTRATOS DE SERVIÇOS TERCEIRIZADOS DA SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE

PROCEDIMENTO E ORIENTAÇÃO PARA FISCALIZAÇÃO DOS CONTRATOS DE SERVIÇOS TERCEIRIZADOS DA SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE PROCEDIMENTO E ORIENTAÇÃO PARA FISCALIZAÇÃO DOS CONTRATOS DE SERVIÇOS TERCEIRIZADOS DA Este documento tem como objetivo orientar e subsidiar os fiscais de contratos nos procedimentos administrativos de

Leia mais

CONHEÇA O PASSO A PASSO PARA UTILIZAÇÃO DA SUA CARTA DE CRÉDITO

CONHEÇA O PASSO A PASSO PARA UTILIZAÇÃO DA SUA CARTA DE CRÉDITO CONHEÇA O PASSO A PASSO PARA UTILIZAÇÃO DA SUA CARTA DE CRÉDITO 1. PRINCIPAIS ORIENTAÇÕES 2 2. MODALIDADE PARA USO DA SUA CARTA DE CRÉDITO 2 3. ETAPAS PARA UTILIZAÇÃO DO CRÉDITO 2 4. DOCUMENTOS PARA PESQUISA

Leia mais

DISPENSA DE LICITAÇÃO Cotação Eletrônica Processo DL nº. 000020/2013

DISPENSA DE LICITAÇÃO Cotação Eletrônica Processo DL nº. 000020/2013 Processo DL nº. 000020/2013 Página 1 de 7 INSTRUÇÕES AOS INTERESSADOS Boa Vista Energia S/A, leva ao conhecimento dos interessados - com base no Art. 24 II da Lei nº. 8.666/1993, Lei 10.520/02 e Art. 4º

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA EDITAL DE COTAÇÃO PRÉVIA DE PREÇO N 05/2013

TERMO DE REFERÊNCIA EDITAL DE COTAÇÃO PRÉVIA DE PREÇO N 05/2013 TERMO DE REFERÊNCIA EDITAL DE COTAÇÃO PRÉVIA DE PREÇO N 05/2013 Prezados Senhores, Santo Amaro, 15 de maio de 2013. A ASSEBA- Associação dos Sambadores e Sambadeiras do Estado da Bahia, entidade particular

Leia mais

POLÍTICA DE PATROCINIO DA CAGECE

POLÍTICA DE PATROCINIO DA CAGECE POLÍTICA DE PATROCINIO DA CAGECE A Política de Patrocínio da Cagece que compreende o apoio financeiro concedido a projetos institucionais, culturais, sociais, ambientais e esportivos de iniciativa de terceiros,

Leia mais

TERMO DE PARTICIPAÇÃO Nº 01/2012

TERMO DE PARTICIPAÇÃO Nº 01/2012 TERMO DE PARTICIPAÇÃO Nº 01/2012 PREÂMBULO O Conselho de Políticas e Gestão do Meio Ambiente - CONPAM sito à Rua Osvaldo Cruz, 2366 Dionísio Torres Fortaleza-CE, torna público este Termo de Participação,

Leia mais

PROCESSO Nº. 650081044 EDITAL DE CREDENCIAMENTO Nº. 060/2011 RECEBIMENTO DAS PROPOSTAS DE CREDENCIAMENTO

PROCESSO Nº. 650081044 EDITAL DE CREDENCIAMENTO Nº. 060/2011 RECEBIMENTO DAS PROPOSTAS DE CREDENCIAMENTO PROCESSO Nº. 650081044 EDITAL DE CREDENCIAMENTO Nº. 060/2011 RECEBIMENTO DAS PROPOSTAS DE CREDENCIAMENTO Data: A partir do dia 22/06/2011 Local: FAPEU SETOR DE LICITAÇÃO (Campus Universitário s/nº, Trindade,

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA DA A/CSIL/CNA Nº 002

INSTRUÇÃO NORMATIVA DA A/CSIL/CNA Nº 002 INSTRUÇÃO NORMATIVA DA A/CSIL/CNA Nº 002 EMISSÃO 15/01/2007 1. Objetivo Regulamenta a inserção de dados relacionados às sanções administrativas aplicadas aos licitantes, contratados e convenentes, no sistema

Leia mais

COTAÇÃO ELETRÔNICA N 108/2014 CONDIÇÕES GERAIS DE CONTRATAÇÃO Processo n.º 23370.000471.2014-19

COTAÇÃO ELETRÔNICA N 108/2014 CONDIÇÕES GERAIS DE CONTRATAÇÃO Processo n.º 23370.000471.2014-19 COTAÇÃO ELETRÔNICA N 108/2014 CONDIÇÕES GERAIS DE CONTRATAÇÃO Processo n.º 23370.000471.2014-19 1 - OBJETO: Cotação Eletrônica para Aquisição de Mesas de Xadrez para a Direção de Extensão do do IFRS. 2

Leia mais

INSTITUTO DE PREVIDÊNCIA MUNICIPAL DE JANUÁRIA ESTADO DE MINAS GERAIS CONCURSO PÚBLICO - EDITAL 001/2010 RESPOSTA DE RECURSO

INSTITUTO DE PREVIDÊNCIA MUNICIPAL DE JANUÁRIA ESTADO DE MINAS GERAIS CONCURSO PÚBLICO - EDITAL 001/2010 RESPOSTA DE RECURSO INSTITUTO DE PREVIDÊNCIA MUNICIPAL DE JANUÁRIA ESTADO DE MINAS GERAIS CONCURSO PÚBLICO - EDITAL 001/2010 RESPOSTA DE RECURSO Candidato: Genilson Dias Custódio N de Inscrição: 05966 Cargo: Técnico Administrativo

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA FROTA DO SEBRAE/RO PIMENTA BUENO. Item Veículo Placa Ano Fabricação 01 PALIO ADVENTURE 1.8 LOCKER NEA-8240 2008

TERMO DE REFERÊNCIA FROTA DO SEBRAE/RO PIMENTA BUENO. Item Veículo Placa Ano Fabricação 01 PALIO ADVENTURE 1.8 LOCKER NEA-8240 2008 Contratação de empresa especializada para realização de serviços de Manutenção e Reparos com fornecimento de peças de veículos automotores, para atender as necessidades do SEBRAE/RO. 1. DO OBJETO O presente

Leia mais

(DEIOP) ATENÇÃO: A cópia impressa a partir da intranet é cópia não controlada.

(DEIOP) ATENÇÃO: A cópia impressa a partir da intranet é cópia não controlada. Proposto por: Equipe do Serviço de Gerenciamento Ambiental e de Analisado por: Diretor do Departamento de Infraestrutura Operacional Aprovado por: Diretor-Geral da Diretoria-Geral de Logística (DGLOG)

Leia mais

INSTRUÇÃO ADMINISTRATIVA Nº 01/2006, ATUALIZADA EM 7 DE FEVEREIRO 2012

INSTRUÇÃO ADMINISTRATIVA Nº 01/2006, ATUALIZADA EM 7 DE FEVEREIRO 2012 INSTRUÇÃO ADMINISTRATIVA Nº 01/2006, ATUALIZADA EM 7 DE FEVEREIRO 2012 REGRAS E CRITÉRIOS PARA O FUNCIONAMENTO DAS OPERAÇÕES DE CONTAS A PAGAR ATRAVÉS DA FADEX TERESINA PI, FEVEREIRO DE 2012 INSTRUÇÃO

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA VETERINÁRIA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO RESOLUÇÃO CRMV-RJ Nº 47/2015

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA VETERINÁRIA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO RESOLUÇÃO CRMV-RJ Nº 47/2015 RESOLUÇÃO CRMV-RJ Nº 47/2015 Ementa: Estabelece requisitos a serem observados para obtenção de apoio financeiro e/ou institucional junto ao CRMV-RJ. O - CRMV-RJ, no uso das atribuições que lhe são conferidas

Leia mais

Sistema de Desenvolvimento Institucional PO - Procedimento Operacional

Sistema de Desenvolvimento Institucional PO - Procedimento Operacional Unidade Universidade Federal da Bahia Pró-Reitoria de Administração Sistema de Desenvolvimento Institucional PO - Procedimento Operacional Processo PO/PROAD/CMP/ 1 de 10 Glossário de Termos e Siglas AGU

Leia mais

PROVIMENTO Nº 29/2005

PROVIMENTO Nº 29/2005 PROVIMENTO Nº 29/2005 Atualiza a disciplina da Seção IV, do Capítulo IX, do Tomo I, das Normas de Serviço da Corregedoria: subdividindo-a em Subseção I (itens 29 a 45-A) e Subseção II (itens 45-B a 45-O);

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALAGOAS DEPARTAMENTO DE ADMINISTRAÇÃO DE PESSOAL

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALAGOAS DEPARTAMENTO DE ADMINISTRAÇÃO DE PESSOAL 3.5 ASSISTÊNCIAS A SAÚDE SUPLEMENTAR: Benefício em favor do servidor (ativo, aposentado e pensionista), com duas modalidades: 1. Adesão: devida aos servidores conveniados aos planos de saúde GEAP no valor

Leia mais

ANEXO I T E R M O DE R E F E R Ê N C I A EDITAL DE PREGÃO Nº 08/2015 CREMEB

ANEXO I T E R M O DE R E F E R Ê N C I A EDITAL DE PREGÃO Nº 08/2015 CREMEB 1 -DO OBJETO ANEXO I T E R M O DE R E F E R Ê N C I A EDITAL DE PREGÃO Nº 08/2015 CREMEB O objeto do Pregão Presencial é a contratação de empresa especializada na Prestação de Serviço de Recrutamento,

Leia mais

FUNDAÇÃO THEODOMIRO SANTIAGO TERMO DE REFERÊNCIA COTAÇÃO PRÉVIA DE PREÇO Nº 201150026 TIPO: MENOR PREÇO

FUNDAÇÃO THEODOMIRO SANTIAGO TERMO DE REFERÊNCIA COTAÇÃO PRÉVIA DE PREÇO Nº 201150026 TIPO: MENOR PREÇO TERMO DE REFERÊNCIA COTAÇÃO PRÉVIA DE PREÇO Nº 201150026 TIPO: MENOR PREÇO A FUNDAÇÃO THEODOMIRO SANTIAGO, entidade privada sem fins lucrativos, inscrita no Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica do Ministério

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DE MATO GROSSO BLAIRO BORGES MAGGI Governador SECRETARIA DE ESTADO DE INDÚSTRIA, COMÉRCIO, MINAS E ENERGIA

GOVERNO DO ESTADO DE MATO GROSSO BLAIRO BORGES MAGGI Governador SECRETARIA DE ESTADO DE INDÚSTRIA, COMÉRCIO, MINAS E ENERGIA GOVERNO DO ESTADO DE MATO GROSSO BLAIRO BORGES MAGGI Governador SECRETARIA DE ESTADO DE INDÚSTRIA, COMÉRCIO, MINAS E ENERGIA ALEXANDRE FURLAN Secretário de Estado JOSÉ EPAMINONDAS MATTOS CONCEIÇÃO Secretário

Leia mais

CARTA CONVITE Nº 026/2014. Contratação de Empresa especializada em Auditoria Independente.

CARTA CONVITE Nº 026/2014. Contratação de Empresa especializada em Auditoria Independente. São Paulo, 17 de junho de 2014. CARTA CONVITE Nº 026/2014 Contratação de Empresa especializada em Auditoria Independente. A, Organização Social gestora do Museu do Café e do Museu da Imigração, de acordo

Leia mais

DECON PROCEDIMENTO ADMINISTRATIVO (PROCEDIMENTO OPERACIONAL PADRÃO) 03/2015 PROCEDIMENTOS PARA CELEBRAÇÃO DE NOVOS CONTRATOS

DECON PROCEDIMENTO ADMINISTRATIVO (PROCEDIMENTO OPERACIONAL PADRÃO) 03/2015 PROCEDIMENTOS PARA CELEBRAÇÃO DE NOVOS CONTRATOS DECON PROCEDIMENTO ADMINISTRATIVO (PROCEDIMENTO OPERACIONAL PADRÃO) 03/2015 PROCEDIMENTOS PARA CELEBRAÇÃO DE NOVOS CONTRATOS PROCEDIMENTO ADMINISTRATIVO 03/2015 PROCEDIMENTOS PARA CELEBRAÇÃO DE NOVOS CONTRATOS

Leia mais

MANUAL DE ORIENTAÇÕES DO FLUXO E PROCEDIMENTOS DE NOTAS FISCAIS AOS COORDENADORES DE PROJETOS E CONVÊNIOS NIOS ADMINISTRADOS PELA FUNDAHC

MANUAL DE ORIENTAÇÕES DO FLUXO E PROCEDIMENTOS DE NOTAS FISCAIS AOS COORDENADORES DE PROJETOS E CONVÊNIOS NIOS ADMINISTRADOS PELA FUNDAHC 1 MANUAL DE ORIENTAÇÕES DO FLUXO E PROCEDIMENTOS DE NOTAS FISCAIS AOS COORDENADORES DE PROJETOS E CONVÊNIOS NIOS ADMINISTRADOS PELA FUNDAHC Introdução: A FUNDAHC preparou o presente manual para distribuição

Leia mais

Programa de Apoio à Organização de Eventos das Associações ou Sociedades Técnico Científicas e Institutos de Pesquisa

Programa de Apoio à Organização de Eventos das Associações ou Sociedades Técnico Científicas e Institutos de Pesquisa Chamada Pública 15/2014 Programa de Apoio à Organização de Eventos das Associações ou Sociedades Técnico Científicas e Institutos de Pesquisa A Fundação Araucária de Apoio ao Desenvolvimento Científico

Leia mais

NORMAS GERAIS PARA RECEBIMENTO E CONFERÊNCIA DE DOCUMENTOS

NORMAS GERAIS PARA RECEBIMENTO E CONFERÊNCIA DE DOCUMENTOS NORMAS GERAIS PARA RECEBIMENTO E CONFERÊNCIA DE DOCUMENTOS PROCEDIMENTO PADRÃO Nº. 001/2006. Teresina, Março 2008 ATUALIZADO EM MARÇO DE 2008 NORMAS GERAIS PARA RECEBIMENTO E CONFERÊNCIA DE DOCUMENTOS

Leia mais

PREFEITURA DE GOIÂNIA 1 GABINETE DO PREFEITO

PREFEITURA DE GOIÂNIA 1 GABINETE DO PREFEITO PREFEITURA DE GOIÂNIA 1 GABINETE DO PREFEITO DECRETO Nº 612, DE 16 DE MARÇO DE 2007. Dispõe sobre a implantação do Sistema de Registro de Preços nas compras, obras e serviços contratados pelos órgãos da

Leia mais

DECRETO nº. 11.698, de 16 de janeiro de 2009. O PREFEITO MUNICIPAL DE ANANINDEUA, no uso de suas atribuições constitucionais e legais, e ainda:

DECRETO nº. 11.698, de 16 de janeiro de 2009. O PREFEITO MUNICIPAL DE ANANINDEUA, no uso de suas atribuições constitucionais e legais, e ainda: 1 DECRETO nº. 11.698, de 16 de janeiro de 2009 Regulamenta, no âmbito da Administração pública municipal, o Sistema de Registro de Preços previsto no art. 15 da Lei nº. 8.666, de 21 de junho de 1993, e

Leia mais

TRANSFERÊNCIA DE CONTROLE SOCIETÁRIO

TRANSFERÊNCIA DE CONTROLE SOCIETÁRIO TRANSFERÊNCIA DE CONTROLE SOCIETÁRIO O art. 27 da Lei nº 8.987, de 13/02/1995, bem como os atos de outorga dos agentes, determinam a necessidade de prévia para as transferências de controle societário

Leia mais

2. DO PRAZO CONTRATUAL

2. DO PRAZO CONTRATUAL TERMO DE REFERÊNCIA OBJETIVANDO A CONTRATAÇÃO DE EMPRESA PARA FORNECIMENTO DE BALDES DE CLORO GRANULADO PARA A MANUTENÇÃO E CONSERVAÇÃO DOS ESPELHOS D ÁGUA DO MUSEU DO AMANHÃ. JUSTIFICATIVA O Museu do

Leia mais

CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA VETERINÁRIA DE PERNAMBUCO

CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA VETERINÁRIA DE PERNAMBUCO CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA VETERINÁRIA DE PERNAMBUCO Resolução nº 004, de 25 de março de 2015 Estabelece requisitos a serem observados para obtenção de apoio financeiro ou institucional junto ao CRMV-PE.

Leia mais

Art. 2º. Fazer publicar esta Portaria em Boletim de Serviço, revogando-se a Portaria 577/05-R, de 05 de dezembro de 2005.

Art. 2º. Fazer publicar esta Portaria em Boletim de Serviço, revogando-se a Portaria 577/05-R, de 05 de dezembro de 2005. PORTARIA 328/R-06 DE 22 DE JUNHO DE 2006. O REITOR DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE, no uso da competência que lhe foi atribuída pelo artigo 39, inciso XX, do Regimento Geral da UFRN; CONSIDERANDO

Leia mais

MANUAL DE COMPRAS DEPARTAMENTO DE ADMINISTRAÇÃO E PLANEJAMENTO NÚCLEO DE LICITAÇÕES

MANUAL DE COMPRAS DEPARTAMENTO DE ADMINISTRAÇÃO E PLANEJAMENTO NÚCLEO DE LICITAÇÕES MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA BAIANO CAMPUS BOM JESUS DA LAPA BR 349 - Km 14 Zona Rural - Caixa Postal 34

Leia mais

COMPRA - FASE INTERNA DA LICITAÇÃO PREGÃO, CONVITE, TOMADA DE PREÇOS E CONCORRÊNCIA

COMPRA - FASE INTERNA DA LICITAÇÃO PREGÃO, CONVITE, TOMADA DE PREÇOS E CONCORRÊNCIA SECRETARIA DE CONTROLE INTERNO - SCI FOLHA DE VERIFICAÇÃO - DALC COMPRA - FASE INTERNA DA LICITAÇÃO PREGÃO, CONVITE, TOMADA DE PREÇOS E CONCORRÊNCIA Processo: TRT/SOF nº Volumes: Exercício: Subelemento:

Leia mais

MANUAL DE COMPRAS DEPARTAMENTO DE PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E FINANÇAS

MANUAL DE COMPRAS DEPARTAMENTO DE PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E FINANÇAS MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO SUL DEPARTAMENTO DE PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E FINANÇAS MANUAL DE COMPRAS SETEMBRO, 2010 MANUAL DE COMPRAS ESCLARECIMENTO

Leia mais

REGULAMENTO DE COMPRAS E CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS RCC IJUCI/MG CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES GERAIS SEÇÃO I DOS PRINCÍPIOS

REGULAMENTO DE COMPRAS E CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS RCC IJUCI/MG CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES GERAIS SEÇÃO I DOS PRINCÍPIOS REGULAMENTO DE COMPRAS E CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS RCC IJUCI/MG CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES GERAIS SEÇÃO I DOS PRINCÍPIOS Art. 1º Este regulamento aplica os procedimentos e os princípios observados pelo Instituto

Leia mais

PUBLICADO NO ÓRGÃO OFICIAL DO MUNICÍPIO Nº 1750 DO DIA 06/08/2012.

PUBLICADO NO ÓRGÃO OFICIAL DO MUNICÍPIO Nº 1750 DO DIA 06/08/2012. PUBLICADO NO ÓRGÃO OFICIAL DO MUNICÍPIO Nº 1750 DO DIA 06/08/2012. DECRETO N 1427/2012 Regulamenta a Lei municipal nº 8748/2010, que institui a Nota Fiscal de Serviços Eletrônica (NFS-e) e dá outras providências.

Leia mais

1. OBJETO O presente Termo de Referência tem por objeto a LOCAÇÃO DE ESPAÇO PARA EVENTOS no Município de Placas (PA).

1. OBJETO O presente Termo de Referência tem por objeto a LOCAÇÃO DE ESPAÇO PARA EVENTOS no Município de Placas (PA). TERMO DE REFERÊNCIA DE COTAÇÃO PRÉVIA DE PREÇOS Nº 09/2014 A ASSOCIAÇÃO PARAENSE DE APOIO ÀS COMUNIDADES CARENTES APACC torna público que fará realizar COTAÇÃO PRÉVIA, do tipo MENOR PREÇO, no âmbito do

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL Conselho Regional de Medicina Veterinária do Estado de Minas Gerais (CRMV-MG)

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL Conselho Regional de Medicina Veterinária do Estado de Minas Gerais (CRMV-MG) .1. RESOLUÇÃO Nº 332 Estabelece procedimento para a concessão de apoio financeiro e institucional. O Conselho Regional de Medicina Veterinária do Estado de Minas Gerais (CRMV-MG), no uso da atribuição

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS CONSELHO UNIVERSITÁRIO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS CONSELHO UNIVERSITÁRIO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS CONSELHO UNIVERSITÁRIO RESOLUÇÃO CUNI Nº 024, DE 8 DE MAIO DE 2012 O CONSELHO UNIVERSITÁRIO DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS, no uso de suas atribuições

Leia mais

MANUAL DE NORMAS E PROCEDIMENTOS PARA COMPRAS E CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS COMPRADORES E FORNECEDORES FUNDAÇÃO DE APOIO À UNIFESP

MANUAL DE NORMAS E PROCEDIMENTOS PARA COMPRAS E CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS COMPRADORES E FORNECEDORES FUNDAÇÃO DE APOIO À UNIFESP MANUAL DE NORMAS E PROCEDIMENTOS PARA COMPRAS E CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS COMPRADORES E FORNECEDORES FUNDAÇÃO DE APOIO À UNIFESP 2015 ÍNDICE 1. Introdução... 2 2. Dos Objetivos Específicos... 2 3. Dos Envolvidos

Leia mais

1 BNDES. 1. ENCAMINHAMENTO DA OPERAÇÃO AO BNDES. A operação poderá ser encaminhada ao BNDES por meio de FRO Consulta ou Consulta Prévia.

1 BNDES. 1. ENCAMINHAMENTO DA OPERAÇÃO AO BNDES. A operação poderá ser encaminhada ao BNDES por meio de FRO Consulta ou Consulta Prévia. Capítulo III PROCEDIMENTOS OPERACIONAIS Os Procedimentos Operacionais contemplam as etapas de Encaminhamento da Operação (Item 1), Aprovação (Item 2), Contratação (Item 3), Liberação (Item 4), Prestação

Leia mais

DECRETO Nº 7.622, DE 20 DE MAIO DE 2005.

DECRETO Nº 7.622, DE 20 DE MAIO DE 2005. DECRETO Nº 7.622, DE 20 DE MAIO DE 2005. Regulamenta o Sistema de Registro de Preços previsto no artigo 15, 3º da Lei nº 8.666, de 21 de junho de 1993 e artigo 11 da Lei Federal nº 10.520, de 17 de julho

Leia mais

CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE RUGBY

CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE RUGBY AVISO PROCESSO SELETIVO São Paulo, 0 de abril de 205. PROCESSO SELETIVO Nº 0/205 I. Proponente: Confederação Brasileira de Rugby CNPJ: 50.380.658/000-44 E-mail: kaiza.cappi@brasilrugby.com.br Endereço:

Leia mais

HISTÓRICO DE REVISÕES

HISTÓRICO DE REVISÕES PÁGINA: 1/10 DIRETORIA DE ADMINISTRAÇÃO DIRAD ÁREA GESTÃO DE CONTRATOS/ QUALIDADE CÓDIGO DE CLASSIFICAÇÃO DO DOCUMENTO 010 TíTULO: COBRAR FORNECEDOR DEVEDOR ELABORADO EM: 27/08/2014 REVISADO EM: 01/09/2014

Leia mais

GUIA DE ADESÕES ATA DE REGISTRO DE PREÇOS COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO DO ESTADO DE RORAIMA CPL - RR

GUIA DE ADESÕES ATA DE REGISTRO DE PREÇOS COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO DO ESTADO DE RORAIMA CPL - RR Guia de Adesão ARP nº 25/2013 CPL/RR. GUIA DE ADESÕES ATA DE REGISTRO DE PREÇOS COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO DO ESTADO DE RORAIMA CPL - RR OBJETO DA ARP: Contratação de empresa(s) para o fornecimento

Leia mais

REGULAMENTO PARA PARTICIPAÇÃO DOS DISCENTES DESTE CAMPUS EM: VISITAS TÉCNICAS CAPÍTULO I

REGULAMENTO PARA PARTICIPAÇÃO DOS DISCENTES DESTE CAMPUS EM: VISITAS TÉCNICAS CAPÍTULO I REGULAMENTO PARA PARTICIPAÇÃO DOS DISCENTES DESTE CAMPUS EM: VISITAS TÉCNICAS CAPÍTULO I DA DEFINIÇÃO E OBJETIVOS Artigo 1º - Visita técnica é atividade complementar dos componentes curriculares dos cursos

Leia mais

PODER EXECUTIVO. Publicado no D.O de 18.02.2010 DECRETO Nº 42.301 DE 12 DE FEVEREIRO DE 2010

PODER EXECUTIVO. Publicado no D.O de 18.02.2010 DECRETO Nº 42.301 DE 12 DE FEVEREIRO DE 2010 Publicado no D.O de 18.02.2010 DECRETO Nº 42.301 DE 12 DE FEVEREIRO DE 2010 REGULAMENTA O SISTEMA DE SUPRIMENTOS NO ÂMBITO DO PODER EXECUTIVO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. O GOVERNADOR

Leia mais

PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE ITAÚNA - MG Edital de Chamamento para Cadastro nº 01/2013

PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE ITAÚNA - MG Edital de Chamamento para Cadastro nº 01/2013 PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE ITAÚNA - MG Edital de Chamamento para Cadastro nº 01/2013 Edital de convocação de Pessoas Jurídicas para inscrição e atualização do Cadastro de Fornecedores do Município de Itaúna.

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA N.º 002, de 31 de agosto de 2015.

INSTRUÇÃO NORMATIVA N.º 002, de 31 de agosto de 2015. INSTRUÇÃO NORMATIVA N.º 002, de 31 de agosto de 2015. FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA GABINETE DO REITOR - GAB PRÓ-REITORIA DE ADMINISTRAÇÃO - PROAD Disciplina no âmbito da UDESC os procedimentos

Leia mais

Programa do Voluntariado Paranaense Londrina

Programa do Voluntariado Paranaense Londrina EDITAL DE CHAMAMENTO PARA CREDENCIAMENTO Nº 001/2014, VISANDO: FORNECIMENTO DE PRODUTOS DE PRIMEIRA NECESSIDADE A SEREM FORNECIDOS AOS USUÁRIOS DOS CUPONS DE ALIMENTOS DO PROGRAMA DE PROTEÇÃO SOCIAL BÁSICA

Leia mais

PROCEDIMENTOS PARA INEXIGIBILIDADES DE LICITAÇÃO. Tal modalidade é prevista pela lei 8666/93 nos artigos abaixo transcritos:

PROCEDIMENTOS PARA INEXIGIBILIDADES DE LICITAÇÃO. Tal modalidade é prevista pela lei 8666/93 nos artigos abaixo transcritos: PROCEDIMENTOS PARA INEXIGIBILIDADES DE LICITAÇÃO. Tal modalidade é prevista pela lei 8666/93 nos artigos abaixo transcritos: Art. 13. Para os fins desta Lei, consideram-se serviços técnicos profissionais

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA. I - Os quantitativos estimados em metro quadrado (m²) para o fornecimento das faixas/bannens estão relacionados abaixo: Unidade

TERMO DE REFERÊNCIA. I - Os quantitativos estimados em metro quadrado (m²) para o fornecimento das faixas/bannens estão relacionados abaixo: Unidade 1 TERMO DE REFERÊNCIA 01. OBJETO: REGISTRO DE PREÇOS para contratação de empresa especializada em confecção de FAIXAS/BANNERS, em lona vinil 340g, com impressão digital a base de solvente, utilizando em

Leia mais

COTAÇÃO PRÉVIA DE PREÇO Nº 001/2012 EDITAL DE CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS DE TERCEIROS PESSOA JURÍDICA TIPO: MELHOR TÉCNICA

COTAÇÃO PRÉVIA DE PREÇO Nº 001/2012 EDITAL DE CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS DE TERCEIROS PESSOA JURÍDICA TIPO: MELHOR TÉCNICA COTAÇÃO PRÉVIA DE PREÇO Nº 001/2012 EDITAL DE CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS DE TERCEIROS PESSOA JURÍDICA TIPO: MELHOR TÉCNICA O Centro de Estudos de Cultura Contemporânea CEDEC, entidade privada sem fins lucrativos,

Leia mais

Constituição da República Federativa do Brasil de 1988. Lei Federal nº 4.320, de 17/03/1964 (Lei de Orçamento).

Constituição da República Federativa do Brasil de 1988. Lei Federal nº 4.320, de 17/03/1964 (Lei de Orçamento). Código: MAN-SADM-001 Versão: 01 Data de Aprovação: 21/10/2010 Elaborado por: Gerência de Contratação Aprovado por: Secretaria Administrativa 1 Objetivo Estabelecer os critérios e os procedimentos para

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA OBJETIVANDO A AQUISIÇÃO DE ELEVADOR UNIPESSOAL QUICK UP 14 PARA UTILIZAÇÃO DA EQUIPE DE OPERAÇÕES NO MUSEU DO AMANHÃ.

TERMO DE REFERÊNCIA OBJETIVANDO A AQUISIÇÃO DE ELEVADOR UNIPESSOAL QUICK UP 14 PARA UTILIZAÇÃO DA EQUIPE DE OPERAÇÕES NO MUSEU DO AMANHÃ. TERMO DE REFERÊNCIA OBJETIVANDO A AQUISIÇÃO DE ELEVADOR UNIPESSOAL QUICK UP 14 PARA UTILIZAÇÃO DA EQUIPE DE OPERAÇÕES NO MUSEU DO AMANHÃ. JUSTIFICATIVA O Museu do Amanhã será uma das âncoras do plano de

Leia mais

EDITAL DE CHAMAMENTO Nº 001/2015

EDITAL DE CHAMAMENTO Nº 001/2015 EDITAL DE CHAMAMENTO Nº 001/2015 O Município de Rio Quente, Estado de Goiás, por sua Secretaria de Turismo, Cultura e Eventos, torna público, para conhecimento dos interessados que estarão abertas, no

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE JANDAIA DO SUL CNPJ: 75771204/0001-25

PREFEITURA MUNICIPAL DE JANDAIA DO SUL CNPJ: 75771204/0001-25 CONTRATO Nº. 48/2015 CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS, QUE ENTRE SI CELEBRAM O MUNICÍPIO DE JANDAIA DO SUL E A EMPRESA PORTO SEGURO COMPANHIA DE SEGUROS GERAIS O Município de Jandaia do Sul pessoa jurídica

Leia mais

Art. 2º Este Ato Normativo entra em vigor na data de sua publicação, revogadas as disposições em contrário.

Art. 2º Este Ato Normativo entra em vigor na data de sua publicação, revogadas as disposições em contrário. ATO NORMATIVO Nº 92 13 de agosto de 2007 Aprova o Regulamento do Sistema de Registro de Preços previsto no art. 15 da Lei nº 8.666, de 21 de junho de 1993, e dá outras providências. O Presidente do TRIBUNAL

Leia mais

PREFEITURA DE ITAPETININGA/SP ROTEIRO OPERACIONAL

PREFEITURA DE ITAPETININGA/SP ROTEIRO OPERACIONAL PÚBLICO ALVO Servidores estatutários - Identificados pela verba de cod. 01 - salário base; Celetistas concursados - Identificados através do edital de convocação. Observar a data de admissão no campo data

Leia mais

Constituição da República Federativa do Brasil de 1988. Lei Federal nº 4.320, de 17/03/1964 (Lei de Orçamento).

Constituição da República Federativa do Brasil de 1988. Lei Federal nº 4.320, de 17/03/1964 (Lei de Orçamento). Código: MAN-SADM-001 Versão: 00 Data de Aprovação: 28/04/2010 Elaborado por: Gerência de Contratação Aprovado por: Secretaria Administrativa 1 Objetivo Estabelecer os critérios e os procedimentos para

Leia mais

DIVULGAÇÃO DE COMPRAS

DIVULGAÇÃO DE COMPRAS MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO SECRETARIA DE LOGÍSTICA E TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO DEPARTAMENTO DE LOGÍSTICA E SERVIÇOS GERAIS DIVULGAÇÃO DE COMPRAS EVENTOS DE LICITAÇÃO, DISPENSA E INEXIGIBILIDADE

Leia mais

DECRETO Nº 713, DE 1º DE ABRIL DE 2013

DECRETO Nº 713, DE 1º DE ABRIL DE 2013 DECRETO Nº 713, DE 1º DE ABRIL DE 2013 Publicado no DOE(Pa) de 02.04.13. Institui o Programa de Parcerias Público-Privadas PPP/PA e regulamenta o Conselho Gestor de Parcerias Público- Privadas do Estado

Leia mais

MANUAL DA TABELA DE TEMPORALIDADE

MANUAL DA TABELA DE TEMPORALIDADE MANUAL DA TABELA DE TEMPORALIDADE DEFINIÇÃO Conjunto de documentos produzidos, recebidos e acumulados pela Administração Pública Municipal Direta e Indireta, no exercício de suas funções e atividades.

Leia mais

1ª Fase do Calendário de Compras de 2013 da UNIPAMPA

1ª Fase do Calendário de Compras de 2013 da UNIPAMPA FL. nº Orientação Complementar 2 1ª Fase do Calendário de Compras de 2013 da UNIPAMPA CONSIDERANDO: 1) O grande volume de itens já adquiridos nos últimos anos e os pedidos de compras de 2012 que ainda

Leia mais

ESTADO DO RIO DE JANEIRO PREFEITURA MUNICIPAL DE VOLTA REDONDA SECRETARIA MUNICIPAL DE GOVERNO COORDENADORIA-GERAL DE LICITAÇÕES ATENÇÃO

ESTADO DO RIO DE JANEIRO PREFEITURA MUNICIPAL DE VOLTA REDONDA SECRETARIA MUNICIPAL DE GOVERNO COORDENADORIA-GERAL DE LICITAÇÕES ATENÇÃO 1 ATENÇÃO As empresas interessadas em participar deste Convite, deverão passar um fax para a Coordenadoria Geral de Licitação (24) 3339-9038/3339-9071, confirmando a retirada deste edital pela internet.

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA Nº 26/2015, REFERENTE AO CONVÊNIO SICONV Nº 776999/2012

TERMO DE REFERÊNCIA Nº 26/2015, REFERENTE AO CONVÊNIO SICONV Nº 776999/2012 TERMO DE REFERÊNCIA COTAÇÃO PRÉVIA Nº 26/2015, REFERENTE AO CONVÊNIO SICONV Nº 776999/2012 O, associação civil sem fins lucrativos, com sede em Porto Seguro/BA, na Praça da Bandeira, nº 100, Sala 01 Condomínio

Leia mais

Fundação de Apoio à Ciência, Tecnologia e Educação

Fundação de Apoio à Ciência, Tecnologia e Educação MANUAL DO PESQUISADOR SUMÁRIO 1. Apresentação 2. Inclusão de Projetos 2.1. Apresentações de novos projetos 2.2. Tipos de instrumentos legais 2.3. Situação de adimplência das instituições 3. Orientações

Leia mais