Actividades Desenvolvidas

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Actividades Desenvolvidas"

Transcrição

1 Departamento de hóquei em Campo do Casa Pia Atlético Clube Introdução Em Outubro de 2013, iniciamos as actividades da modalidade de hóquei em Campo nos CED s da Casa Pia de Lisboa. A modalidade de hóquei em campo desenvolve-se nos CED s de Maria Pia e Jacob Rodrigues Pereira com uma população de 114 Atletas e que 70 jogam a federados e os restantes encontra-se nas actividades internas numa fase de aprendizagem. Estes 114 atletas tem idade compreendias entre os 6 anos e os 17 anos, 33 são do sexo feminino e masculino são 81. Elaboramos junto da FPH inscrições nas categorias de sub-11, 13, 15 e 18 para os campeonatos regionais e nacionais. Nos escalões de sub-13 e sub-15 inscrevemos equipas b para conseguirmos dar competição a todos os nossos atletas que existem nos dois CED s da Casa pia de Lisboa. Criamos uma equipa sénior feminina que só se encontra a treinar e a elaborar jogos de treino durante esta época. Esta equipa esta repartida com duas gerações de Casapianas. A primeira equipa campeã nacional e as actuais alunas do CED Jacob Pereira. Já efectuaram quatros jogos de treino com duas escolas dos EUA e duas equipas portuguesas. Recursos Humanos Na área dos recursos humanos conseguimos mais dois treinadores na área técnica que estarão a experiencia para a próxima época. Na área técnica pedimos a colaboração do antigo atleta Mário André para coordenar os trabalhos desenvolvidos pelos treinadores. Neste campo juntamos um modelo que fosse ao encontro das necessidades técnicas dos atletas no trabalho diário dos dois CED s. O Coordenador técnico esta a elaborar um modelo único de jogo e um modelo de treinos para os dois CED para que todos possam treinar, jogar e evoluir igualmente. Nos treinos contamos com o José Gomes e Eduardo Gonçalves e com dois adjuntos Carlos Jorge e Miguel Ralha. Recursos Materiais Este departamento possui já ferramentas importantes para o desenvolvimento dos seus atletas. Foi providenciado sticks, bolas, mascaras de protecção, equipamentos de jogo e fatos de treino. Aproveitamos o material já existente no clube como os equipamentos de guarda-redes e sticks que se encontravam novos. Temos duas horas por semana de treino no Pavilhão Januário Barreto e duas horas por semana no Sintético do Futebol Benfica.

2 Recursos Financeiros Este departamento encontra-se a espera de algumas receitas provenientes de alugueres de recintos pretendendo colmatar alguns custos que se encontram pendentes. Actividades Desenvolvidas Pavilhão Januário Barreto (Fase Final Sub 13 e 18) Pool S18M: AD Lousada (1º ZN), Lisbon Casuals HC (1º ZN), Juventude HC (2º ZN), Casa Pia AC (2º ZS) Pool Sub13: AD Lousada (1º ZN), Casa Pia AC (1º ZS), CAMIR (2º ZN) e Lisbon Casuals HC (2º ZS) Classificação Pool Sub18 Masculinos Posição Equipa J V E D GM GS GM-GS Pontos 1º AD Lousada º Juventude HC º Lisbon CHC º Casa Pia AC Classificação Final 1º AD Lousada 2º Juventude HC 3º Lisbon Casuals HC 4º Casa Pia AC

3 Classificação Pool Sub13 Posição Equipa J V E D GM GS GM-GS P +10 J Pontos 1º AD Lousada º Casa Pia AC º Lisbon CHC º CAMIR Classificação Final 1º AD Lousada 2º Casa Pia AC 3º Lisbon Casuals HC 4º CAMIR Sub 13 Prémio melhor jogador Rodrigo castro Sub 15 em acção em Lousada Classificação Pool Sub15 Posição Equipa J V E D GM GS GM-GS Pontos 1º AD Lousada º Juventude HC º Lisbon CHC º Casa Pia AC Classificação Final

4 1º AD Lousada 2º Juventude HC 3º Casa Pia AC 4º Lisbon Casuals HC Projecto Parahóquei A divulgação do Parahóquei, com a realização de um jogo de demonstração entre atletas do Casa Pia AC com deficiência auditiva. O Pavilhão Januário Barreto foi palco, no passado sábado, de um pedacinho de história no nosso desporto adaptado: o primeiro jogo de hóquei por surdos, tendo como protagonistas alunos do CED Jacob Rodrigues Pereira, da Casa Pia. Numa altura em que o desporto praticado por surdos está bastante parado no nosso país, a iniciativa é de saudar.

5 Equipa Sénior feminina Jogos de treino Sub-13 ( Maria Pia e Jacob Pereira)

6 Sub 15 (Maria Pia e Jacob Pereira) Iniciativas Futuras - Participação Nos campeonatos nacionais de Campo Sub-13 e sub-15 (Jamor/Porto) - Formação de árbitros e juízes de mesa - Reunião com a Federação Portuguesa de Hóquei sobre o planeamento da próxima época - Reunião com á direcção do CPAC sobre avaliação da presente época e planeamento da próxima época - Reunião com patrocinadores - Inserção de uma novo CED da casa Pia de Lisboa - Apresentação do modalidade aos sócios - Reunião com os directores dos CED s Maria Pia e Jacob Pereira - Participação num torneio internacional de sub-12 em França (Callais) CASA PIA AC NO U12 EUROPEAN HOCKEY FESTIVAL! GERAL

7 Numa parceria entre a FPH e a Federação Francesa de Hóquei, o Casa Pia Atlético Clube vai participar na 3ª edição do Calais U12 European Hockey Festival! A prova tem lugar entre os dias 19 e 21 de Abril em Calais, França, e além da equipa de sub12, que participará com 7 atletas, o clube levará ainda uma árbitra sub16. Para Sérgio Ferreira, responsável da modalidade no/a Casa Pia, esta "é uma oportunidade única para o clube e para a instituição Casa Pia, que vê o seu projeto para a modalidade ser reconhecido a nível internacional. O Casa Pia nunca disputou qualquer jogo ou prova internacional, pelo que será uma experiência inesquecível para os nossos atletas, sendo essencialmente um prémio para aqueles que tiveram o melhor desempenho escolar." Selecções nacionais Durante este últimos meses foram chamados oito atletas para a selecção feminina e seis para a selecção masculina. Os atletas do CPAC fazem já parte do projecto selecções da FPH. Conclusão Durante estes últimos meses trabalhamos para que o nosso clube voltasse aos palcos hoquistas e claro as conquistas. Foram muitas as conquistas, em primeiro lugar o CPAC já não competia á 6 anos nos campeonatos e nesta presente temporada o CPAC em quatro escalões já efectuou 67 jogos e mais 5 jogos de treinos. O CED de Maria Pia os alunos não competiam pelo clube na modalidade, já sete competiram em fases finais e até ao final da época cerca de quinze alunos vão jogar em mais duas fases finais. O projecto Para hóquei, pioneiro a nível mundial realça a importância do desporto adaptado na sociedade portuguesa bem como num clube onde dá os primeiros passos. Todos os alunos são Made In Casa Pia de Lisboa, transportam a bandeira e a mística deste clube. Este convite a torneio em França é o culminar de uma série de iniciativas que temos desenvolvido. Foi escolhida uma equipa que esta a trabalhar para as próximas épocas do clube e que de certeza será campeã brevemente.

Escola de Hóquei em Campo CED Jacob Rodrigues Pereira

Escola de Hóquei em Campo CED Jacob Rodrigues Pereira O projeto hóquei em campo é uma ação planeada, estruturada por objetivos e estratégias, constituído por atos inter-relacionados e coordenados dentro de uma ideia geral que organiza recursos, atividades

Leia mais

CARTAZ. Organização. Funcenter-Colombo. I Torneio Nacional Individual de Bowling de Surdos da APS

CARTAZ. Organização. Funcenter-Colombo. I Torneio Nacional Individual de Bowling de Surdos da APS CARTAZ Organização Associação Portuguesa de Surdos Apoio Federação Portuguesa de Bowling Funcenter-Colombo 1 Artigo 1º: Data e Local Regulamento O 1º Torneio Nacional Individual de Bowling de Surdos da

Leia mais

XXII JOGOS NACIONAIS SALESIANOS - 2015

XXII JOGOS NACIONAIS SALESIANOS - 2015 ASSOCIAÇÃO DE BASQUETEBOL DO ALENTEJO Rua das 5 Cepas (Antiga Escola EB1) - Canaviais 7005-376 Évora E-mail:direccao@abalentejo.com; secretaria@abalentejo.com; dtr@abalentejo.com Website: www.abalentejo.com

Leia mais

NÍVEL I INTRODUÇÃO OBJECTIVOS:

NÍVEL I INTRODUÇÃO OBJECTIVOS: INTRODUÇÃO NÍVEL I O Gira-Volei é um jogo de iniciação à modalidade destinada aos jovens com idades compreendidas entre os 8 e 15 anos, onde através do jogo simplificado (2x2) e utilização do passe faz

Leia mais

CARTAZ. Organização. Bowling Caldas. II Torneio Nacional Individual de Bowling de Surdos da APS

CARTAZ. Organização. Bowling Caldas. II Torneio Nacional Individual de Bowling de Surdos da APS CARTAZ Organização Associação Portuguesa de Surdos Apoio Federação Portuguesa de Bowling Bowling Caldas 1 Artigo 1º: Data e Local Regulamento O 2º Torneio Nacional Individual de Bowling de Surdos da APS

Leia mais

Plano de Formação 2009

Plano de Formação 2009 Plano de Formação 2009 Introdução: O Departamento de Formação (DF) da FPR apresenta o plano de formação para 2009. A formação de todos os agentes desportivos treinadores, dirigentes, árbitros e fisioterapeutas

Leia mais

A Liga Escolhas realizar-se-á com equipas mistas com idades compreendidas entre os 10 e os 14 anos e será apadrinhada por um jogador a definir.

A Liga Escolhas realizar-se-á com equipas mistas com idades compreendidas entre os 10 e os 14 anos e será apadrinhada por um jogador a definir. Regulamento Liga Fundação Aragão Pinto Escolhas 2011-2012 PREÂMBULO São diversas as definições de desenvolvimento óptimo juvenil entre os investigadores. Para Hamilton, por exemplo, o desenvolvimento positivo

Leia mais

REGULAMENTO DE MINIVOLEIBOL

REGULAMENTO DE MINIVOLEIBOL REGULAMENTO DE MINIVOLEIBOL ÍNDICE CAPITULO I - O JOGO DE MINIVOLEIBOL - REGRA 1 - Concepção do Jogo - REGRA 2 - A quem se dirige - REGRA 3 - Finalidade do Jogo CAPITULO II - INSTALAÇÕES E MATERIAL - REGRA

Leia mais

REGULAMENTO DE INSCRIÇÕES E TRANSFERÊNCIAS FEDERAÇÃO PORTUGUESA DE BASQUETEBOL

REGULAMENTO DE INSCRIÇÕES E TRANSFERÊNCIAS FEDERAÇÃO PORTUGUESA DE BASQUETEBOL REGULAMENTO DE INSCRIÇÕES E TRANSFERÊNCIAS DA COM AS ALTERAÇÕES APROVADAS NA ASSEMBLEIA GERAL DE 06.DEZEMBRO.2008 E NAS REUNIÕES DE DIRECÇÃO DE 28.JULHO.2011; 06.NOVEMBRO.2012; 26.FEVEREIRO. 2014 1 2 ÍNDICE

Leia mais

Federação Portuguesa de Minigolfe UPD REGULAMENTO GERAL DE PROVAS. Aprovado na Assembleia Geral de 2013-12-07

Federação Portuguesa de Minigolfe UPD REGULAMENTO GERAL DE PROVAS. Aprovado na Assembleia Geral de 2013-12-07 Federação Portuguesa de Minigolfe UPD REGULAMENTO GERAL DE PROVAS Aprovado na Assembleia Geral de 2013-12-07 REGULAMENTO GERAL DE PROVAS DESPORTIVAS 1. PROVAS FEDERATIVAS 1.1. São consideras Provas Federativas

Leia mais

PROJECTO PORTUGAL GOLFE TEAM. 12 de Março 2015

PROJECTO PORTUGAL GOLFE TEAM. 12 de Março 2015 PROJECTO PORTUGAL GOLFE TEAM 12 de Março 2015 INTRODUÇÃO A PORTUGAL GOLFE TEAM visa apoiar e aconselhar profissionais de golfe no inicio ou no desenrolar da sua carreira. Uma iniciativa importante que

Leia mais

Ministério da Juventude e Desportos

Ministério da Juventude e Desportos Ministério da Juventude e Desportos DIPLOMA DO REGIME DE PRÉMIOS AOS ATLETAS, NA ALTA COMPETIÇÃO I SÉRIE N.º47 8 DE NOVEMBRO DE 1996 CONSELHO DE MINISTROS Decreto n.º 33/96 de 8 de Novembro O desporto

Leia mais

TORNEIO NACIONAL DE SUB-14 (MASC. E FEM)

TORNEIO NACIONAL DE SUB-14 (MASC. E FEM) COMPETIÇÕES NACIONAIS TORNEIO NACIONAL DE SUB-14 (MASC. E FEM) Modelo Competitivo -Proposta de Alteração- Elaborado por: Directores Técnicos das Associações de Basquetebol de VIANA DO CASTELO, BRAGA, PORTO,

Leia mais

Direcções Executivas Projecto Gira Volei 2013/2014

Direcções Executivas Projecto Gira Volei 2013/2014 Direcções Executivas Projecto Gira Volei 2013/2014 16 de Julho de 2013 Índice 1. INTRODUÇÃO... 3 2. JUSTIFICAÇÃO DO PROJECTO... 4 3. OBJECTIVOS DA AVM... 4 3.1. OBJECTIVOS GERAIS... 4 3.2. OBJECTIVOS ESPECÍFICOS...

Leia mais

CIRCULAR PA Nº. 31 14/15 02/09/2015

CIRCULAR PA Nº. 31 14/15 02/09/2015 CIRCULAR PA Nº. 31 14/15 02/09/2015 DISTRIBUIÇÃO: Associações, Clubes P.A. ASSUNTO: 1 Abertura de época 2015/2016 2 Inscrição de equipas nas provas oficiais 3 Bola oficial 4 Taxas 5 - Regulamentos 6 Anexos

Leia mais

ÍNDICE. I. DISPOSIÇÕES INICIAIS Artigo 1º - Âmbito

ÍNDICE. I. DISPOSIÇÕES INICIAIS Artigo 1º - Âmbito ÍNDICE I. DISPOSIÇÕES INICIAIS Artigo 1º - Âmbito II. ORGANIZAÇÃO DE PROVAS Artigo 2º - Modelo Competitivo Artigo 3º - Sistema Competitivo Artigo 4º - Ordem dos Jogos Artigo 5º - Duração dos Jogos Artigo

Leia mais

PÓLO AQUÁTICO. associação de natação de lisboa. Regulamentos Específicos

PÓLO AQUÁTICO. associação de natação de lisboa. Regulamentos Específicos PÓLO AQUÁTICO Regulamentos Específicos Época 2015/2016 TORNEIO DE ABERTURA DE ABSOLUTOS MASCULINOS A divulgar em circular. 2. PARTICIPAÇÃO Podem participar os jogadores do género masculino com idade mínima

Leia mais

O QUE É OBJECTIVOS: VANTAGENS

O QUE É OBJECTIVOS: VANTAGENS O QUE É O Gira Volei é um jogo fácil, divertido e competitivo destinado aos jovens com idade compreendida entre os 8 e os 16 onde apenas se pode utilizar uma técnica: o passe. OBJECTIVOS: Contribuir para

Leia mais

A. Disposições Gerais

A. Disposições Gerais FEDERAÇÃO PORTUGUESA DE ATLETISMO Direcção Técnica Nacional Sector juvenil Versão de 29 de Maio de 2008 REGULAMENTO GERAL DE COMPETIÇÕES NORMAS RELACIONADAS COM OS ESCALÕES DO ATLETISMO JUVENIL A. Disposições

Leia mais

RELATÓRIO DE CUMPRIMENTO DO OBJETO

RELATÓRIO DE CUMPRIMENTO DO OBJETO RELATÓRIO DE CUMPRIMENTO DO OBJETO PROJETO TREINAMENTO OLÍMPICO DE PÓLO AQUÁTICO PROCESSO: 58701.000695/2010-92 SLIE: 1000.112-33 Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos - CBDA ATIVIDADES DO PROFESSOR

Leia mais

COMUNICADO OFICIAL N.º 1 ÉPOCA 2015/2016 Associação de Andebol do Algarve

COMUNICADO OFICIAL N.º 1 ÉPOCA 2015/2016 Associação de Andebol do Algarve Distribuição: FAP e Clubes Filiados 1. Direcção 1.1 A época desportiva 2014/2015 termina no dia 31/07/2015. A época desportiva 2015/2016 inicia-se no dia 01/08/2015. 1.2 Informamos que o horário de funcionamento

Leia mais

COPA DAS FEDERAÇÕES REGULAMENTO GERAL PARA 2014

COPA DAS FEDERAÇÕES REGULAMENTO GERAL PARA 2014 COPA DAS FEDERAÇÕES REGULAMENTO GERAL PARA 2014 1. DO CAMPEONATO Anualmente a CBT - Confederação Brasileira de Tênis promoverá a Copa das Federações, para definir o Estado Campeão Brasileiro. A Copa das

Leia mais

Curso de Árbitros inicia a 13 de fevereiro

Curso de Árbitros inicia a 13 de fevereiro Newsletter da Associação de Futebol de Leiria Ano VI n.º73 10-02-2016 Curso de Árbitros inicia a 13 de fevereiro pág.6 pág.2 Site da A.F. Leiria com nova imagem A.F. Leiria já disponibiliza os resultados

Leia mais

ASSOCIAÇÃO DE BASQUETEBOL DO ALENTEJO Rua das 5 Cepas (Antiga Escola EBI) - Canaviais 7005-376 Évora Email da direcção: direccao@abalentejo.

ASSOCIAÇÃO DE BASQUETEBOL DO ALENTEJO Rua das 5 Cepas (Antiga Escola EBI) - Canaviais 7005-376 Évora Email da direcção: direccao@abalentejo. ASSOCIAÇÃO DE BASQUETEBOL DO ALENTEJO Rua das 5 Cepas (Antiga Escola EBI) - Canaviais 7005-376 Évora Email da direcção: direccao@abalentejo.com COMUNICADO DA DIRECÇÃO COMUNICADO Nº 019 ÉPOCA: 2013/2014

Leia mais

ASSOCIAÇÃO DE TÉNIS DE MESA DE LISBOA

ASSOCIAÇÃO DE TÉNIS DE MESA DE LISBOA Época 2008/2009 COMUNICADO Nº. 3 3 de Dezembro de 2008 Para conhecimento das Entidades Oficiais, Federação Portuguesa de Ténis de Mesa, Associações Distritais, Associação Portuguesa de Árbitros, Juízes

Leia mais

Índice: 1) Identificação.Pág.2. 2) Descrição geral, justificação e funcionamento Pág.2. 3) Objectivos..Pág.5. 4) Duração do programa...pág.

Índice: 1) Identificação.Pág.2. 2) Descrição geral, justificação e funcionamento Pág.2. 3) Objectivos..Pág.5. 4) Duração do programa...pág. Índice: 1) Identificação.Pág.2 2) Descrição geral, justificação e funcionamento Pág.2 3) Objectivos..Pág.5 4) Duração do programa...pág.8 5) Público-alvo..Pág.8 6) Recursos Pág.10 7) Construção, obras

Leia mais

REGULAMENTO MUNICIPAL DE APOIO ÀS ENTIDADES DESPORTIVAS

REGULAMENTO MUNICIPAL DE APOIO ÀS ENTIDADES DESPORTIVAS REGULAMENTO MUNICIPAL DE APOIO ÀS ENTIDADES DESPORTIVAS Critérios específicos de apoio para época desportiva 2011/2012 Introdução O Regulamento n.º 635/2010 Regulamento Municipal de Apoio às Entidades

Leia mais

REGULAMENTO MUNICIPAL DE APOIO AO MOVIMENTO ASSOCIATIVO

REGULAMENTO MUNICIPAL DE APOIO AO MOVIMENTO ASSOCIATIVO REGULAMENTO MUNICIPAL DE APOIO AO MOVIMENTO ASSOCIATIVO A Câmara Municipal de Serpa no âmbito da sua politica para as áreas sócio-cultural e desportiva, considera o movimento associativo como parceiro

Leia mais

Navarro, F. In Planificacion del entrenamiento a largo plazo

Navarro, F. In Planificacion del entrenamiento a largo plazo Um programa de treino bem organizado e planificado, durante um período de tempo prolongado, aumenta a eficácia da preparação para as competições futuras mais importantes, uma vez que: introduz uma utilização

Leia mais

DESPORTO ESCOLAR - 2015.2016. VOLEIBOL - INFANTIL B - MASCULINO e FEMININO

DESPORTO ESCOLAR - 2015.2016. VOLEIBOL - INFANTIL B - MASCULINO e FEMININO DESPORTO ESCOLAR - 2015.2016 VOLEIBOL - INFANTIL B - MASCULINO e FEMININO Data Local Hora Equipas Participantes 28 Novembro 2015 Pavilhão Municipal do Casal Vistoso 09h00 Plano de Atividades 1ª Fase 2ª

Leia mais

Futebol Feminino no Desporto Escolar. Plano Plurianual de desenvolvimento do projeto 2015/2016

Futebol Feminino no Desporto Escolar. Plano Plurianual de desenvolvimento do projeto 2015/2016 Futebol Feminino no Desporto Escolar Plano Plurianual de desenvolvimento do projeto 2015/2016 INTRODUÇÃO O Futebol Feminino é uma atividade que tem crescido nos últimos tempos em Portugal e por isso, sentimos

Leia mais

PÁG3. EURO PORTUGAL TOUR PORTO PÁG5. MESAS OFICIAIS DE JOGO PÁG6. EQUIPAS EPT PORTO

PÁG3. EURO PORTUGAL TOUR PORTO PÁG5. MESAS OFICIAIS DE JOGO PÁG6. EQUIPAS EPT PORTO PÁG3. EURO PORTUGAL TOUR PORTO PÁG5. MESAS OFICIAIS DE JOGO PÁG6. EQUIPAS EPT PORTO PÁG6. REGISTO DE EQUIPAS PÁG6. DATAS IMPORTANTES PÁG7. REGRAS E FORMATO DE JOGO PÁG8. SORTEIO E WEBSITE DO EVENTO PÁG8.

Leia mais

BENFICA FUTSAL TRAINING CAMP

BENFICA FUTSAL TRAINING CAMP SPORT LISBOA E BENFICA O Sport Lisboa e Benfica, Clube fundado em 28 de Fevereiro de 1904, é o maior Clube do Mundo. Está presente em 70 países através dos 14 Milhões de adeptos e tem a Águia como símbolo,

Leia mais

FEDERAÇÃO PORTUGUESA DE TIRO

FEDERAÇÃO PORTUGUESA DE TIRO Circular n.º 023/2014 Portal F.P.T. - Inscrições Exmo. Sr. Presidente, No seguimento da Circular Nº 021/2014 Inscrições em Provas F.P.T. e depois de disponibilizarmos a possibilidade de testar/treinar

Leia mais

Continuamos com uma parceria entre a AMB e a Associação de Voleibol do Porto, em que esta ficará responsável por toda a parte competitiva do evento.

Continuamos com uma parceria entre a AMB e a Associação de Voleibol do Porto, em que esta ficará responsável por toda a parte competitiva do evento. BEM VINDOS É com enorme prazer que estamos a trabalhar no V AMB VOLLEYBALL CUP/Espinho 2016. Depois do êxito das quatro edições anteriores desta competição, continuamos a pensar e a desejar sempre o melhor.

Leia mais

REGULAMENTO ESPECÍFICO DA 3ª LUANDA COPA DE FUTEBOL JÚNIOR - 2015

REGULAMENTO ESPECÍFICO DA 3ª LUANDA COPA DE FUTEBOL JÚNIOR - 2015 REGULAMENTO ESPECÍFICO DA 3ª LUANDA COPA DE FUTEBOL JÚNIOR - 2015 I - DAS FINALIDADES Art.º 1º - A 3ª LUANDA COPA DE FUTEBOL JÚNIOR, Competição não-profissional coordenada e organizada pela Decathlon Marketing

Leia mais

CADERNO DE ORGANIZAÇÃO ÉPOCA DESPORTIVA 2013/2014

CADERNO DE ORGANIZAÇÃO ÉPOCA DESPORTIVA 2013/2014 CADERNO DE ORGANIZAÇÃO ÉPOCA DESPORTIVA 2013/2014 TAÇA DE PORTUGAL GINÁSTICA RÍTMICA Caderno de Organização (Síntese de encargos): Evento: Taça de Portugal - Ginástica Rítmica Data: 11 de janeiro Escalões

Leia mais

REGULAMENTO DE PROVAS

REGULAMENTO DE PROVAS REGULAMENTO DE PROVAS CAPITULO I DA ORGANIZAÇÃO DAS PROVAS ARTIGO 1º - LIMITES DA ÉPOCA OFICIAL 1 - É considerada Época Oficial, o período compreendido entre 1 de Agosto e 31 de Julho. ARTIGO 2º - PROVAS

Leia mais

O Departamento de Formação da FNK-P propõe-se a apoiar e acreditar este curso que após a verificação do mesmo valida-o.

O Departamento de Formação da FNK-P propõe-se a apoiar e acreditar este curso que após a verificação do mesmo valida-o. COMISSÃO ORGANIZADORA E O DEPARTAMENTO FORMAÇÃO Exmos./as. Senhores/as, A Comissão Organizadora do Campeonato de Europa de Cadetes, Juniores e Sub-21 a realizar em Lisboa em fevereiro de 2014, irá a realizar

Leia mais

Uma paixão pelo herói que está na sombra UM ESTADO DE VIDA! Hugo Oliveira

Uma paixão pelo herói que está na sombra UM ESTADO DE VIDA! Hugo Oliveira No guarda-redes encontramos tudo o que procuramos num desportista: reflexos e sincronização, força e velocidade, espectacularidade e movimentos perfeitos e competitividade e valentia. (John Hodgson) Uma

Leia mais

PASSADO, PRESENTE E FUTURO DAS DIVISÕES DE BASE NO FUTEBOL DO BRASIL JANEIRO DE

PASSADO, PRESENTE E FUTURO DAS DIVISÕES DE BASE NO FUTEBOL DO BRASIL JANEIRO DE PASSADO, PRESENTE E FUTURO DAS DIVISÕES DE BASE NO FUTEBOL DO BRASIL JANEIRO DE 2013 Temos lido e ouvido muitos comentários nos últimos dias sobre o processo de formação de Atletas no Brasil, emitidas

Leia mais

COLÉGIO TERESIANO BRAGA Ano Letivo 2011-2012 Educação Física 1º Período 7º Ano 1. ATLETISMO

COLÉGIO TERESIANO BRAGA Ano Letivo 2011-2012 Educação Física 1º Período 7º Ano 1. ATLETISMO COLÉGIO TERESIANO BRAGA Ano Letivo 2011-2012 Educação Física 1º Período 7º Ano 1. ATLETISMO Corridas Especialidades Velocidade Meio-Fundo Fundo Barreiras Estafetas Provas 60m, 100m, 200m, 400m 800m, 1500m,

Leia mais

PROJETO E REGULAMENTO GERAL

PROJETO E REGULAMENTO GERAL OLIMPÍADAS DO INSTITUTO EDUCACIONAL NOVOS TEMPOS PROJETO E REGULAMENTO GERAL Ensino Fundamental II e Médio OUTUBRO DE 2015 APRESENTAÇÃO: As Olimpíadas do Instituto Educacional Novos Tempos (OLIENT), visam

Leia mais

CAMPEONATOS DE PORTUGAL EM PISTA COBERTA E CAMPEONATO NACIONAL DE SUB-23 EM PISTA COBERTA

CAMPEONATOS DE PORTUGAL EM PISTA COBERTA E CAMPEONATO NACIONAL DE SUB-23 EM PISTA COBERTA CAMPEONATOS DE PORTUGAL EM PISTA COBERTA E CAMPEONATO NACIONAL DE SUB-23 EM PISTA COBERTA 1. NOTA INTRODUTÓRIA Nos Campeonatos de Portugal Absolutos de Pista Coberta serão atribuídos os títulos individuais

Leia mais

* Regulamento Técnico 2016 * FUTSAL

* Regulamento Técnico 2016 * FUTSAL * Regulamento Técnico 2016 * FUTSAL 1. DOS JOGOS: Os jogos de Futsal serão regidos pelas Regras Oficiais vigentes da Confederação Brasileira de Futsal, observadas as exceções previstas neste Regulamento

Leia mais

REGULAMENTO DE MINIVOLEIBOL

REGULAMENTO DE MINIVOLEIBOL REGULAMENTO DE MINIVOLEIBOL ÍNDICE CAPITULO I - O JOGO DE MINIVOLEIBOL - REGRA 1 - Concepção do Jogo - REGRA 2 - A quem se dirige - REGRA 3 - Finalidade do Jogo CAPITULO II - INSTALAÇÕES E MATERIAL - REGRA

Leia mais

Regulamento Específico de Basquetebol

Regulamento Específico de Basquetebol Regulamento Específico de Basquetebol Regulamento Basquetebol 1 ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO... 3 2. ESCALÕES ETÁRIOS / BOLA DE JOGO... 4 3. CONSTITUIÇÃO DA EQUIPA... 4 4. MESA DE JOGO... 4 5. ARBITRAGEM... 5

Leia mais

REGULAMENTO DO CURSO DE TREINADORES NÍVEL I

REGULAMENTO DO CURSO DE TREINADORES NÍVEL I FEDERAÇÃO PORTUGUESA DE BASQUETEBOL ESCOLA NACIONAL DO BASQUETEBOL REGULAMENTO DO CURSO DE TREINADORES NÍVEL I O presente regulamento, aprovado pelo Conselho Nacional de Formação de Treinadores, rege a

Leia mais

TORNEIO ESCOLAR DE ESPORTES DE LONDRINA REGULAMENTO GERAL CAPÍTULO I

TORNEIO ESCOLAR DE ESPORTES DE LONDRINA REGULAMENTO GERAL CAPÍTULO I TORNEIO ESCOLAR DE ESPORTES DE LONDRINA REGULAMENTO GERAL CAPÍTULO I Atualizado em 24/02/2005 DOS OBJETIVOS Art. 1 o.- Promover o desporto educacional através de várias modalidades esportivas, dando a

Leia mais

2ª ETAPA NACIONAL 2016 Curitiba (PR)

2ª ETAPA NACIONAL 2016 Curitiba (PR) 2ª ETAPA NACIONAL 2016 Curitiba (PR) A Confederação Brasileira de Badminton e a Badminton Federação Paranaense (BFP) tem a honra de convidá-los para competir na 2ª etapa do Campeonato Nacional de Parabadminton

Leia mais

Juventude Vidigalense. entrada hora disciplina escalão obs. local mínimos. 11:45 12:00 Disco Juniores Masculinos Gaiola Principal 36,00

Juventude Vidigalense. entrada hora disciplina escalão obs. local mínimos. 11:45 12:00 Disco Juniores Masculinos Gaiola Principal 36,00 PROGRAMA HORÁRIO PROVISÓRIO Sábado, dia 23 de Julho de 2016 entrada hora disciplina escalão obs. local mínimos 11:45 12:00 Disco Juniores Masculinos Gaiola Principal 36,00 12:30 12:45 Disco Seniores Masculinos

Leia mais

III Virada Esportiva ATC Gênesis - 2013

III Virada Esportiva ATC Gênesis - 2013 III Virada Esportiva ATC Gênesis - 2013 CIRCUITO INTERNO DE TÊNIS ATC RANKING GERAL 2013 REGULAMENTO 4ª ETAPA VIRADA ESPORTIVA DO TORNEIO: O Ranking Geral do Alphaville Tênis Clube objetiva a melhor integração

Leia mais

modalidades andebol F andebol M badminton basebol

modalidades andebol F andebol M badminton basebol competição interna A aça UA é a competição desportiva entre os cursos da Universidade de Aveiro. Ao longo do ano lectivo, cada curso acumula pontos, mediante as classificações obtidas, por cada equipa,

Leia mais

PROGRAMAÇÃO DO DEPARTAMENTO TECNICO PARA O SEGUNDO SEMESTRE - 2006

PROGRAMAÇÃO DO DEPARTAMENTO TECNICO PARA O SEGUNDO SEMESTRE - 2006 PROGRAMAÇÃO DO DEPARTAMENTO TECNICO PARA O SEGUNDO SEMESTRE - 2006 O Taekwondo brasileiro está passando por grandes transformações em sua estrutura administrativa e política. Nos últimos anos, devido a

Leia mais

REGULAMENTO GERAL JOGOS DESPORTIVOS 2011. 1 Introdução

REGULAMENTO GERAL JOGOS DESPORTIVOS 2011. 1 Introdução REGULAMENTO GERAL JOGOS DESPORTIVOS 1 Introdução Fazerem parte de uma equipa, aperceberem-se de que sozinhos e isolados muito pouco conseguirão, entenderem o valor da amizade e do apoio dos companheiros,

Leia mais

REPÚBLICA DE ANGOLA COMITÉ ORGANIZADOR DO CAMPEONATO AFRICANO SÉNIOR MASCULINO AFROBASKET/2007 REGULAMENTO CAPITULO I (DISPOSIÇÕES GERAIS)

REPÚBLICA DE ANGOLA COMITÉ ORGANIZADOR DO CAMPEONATO AFRICANO SÉNIOR MASCULINO AFROBASKET/2007 REGULAMENTO CAPITULO I (DISPOSIÇÕES GERAIS) REPÚBLICA DE ANGOLA COMITÉ ORGANIZADOR DO CAMPEONATO AFRICANO SÉNIOR MASCULINO AFROBASKET/2007 REGULAMENTO CAPITULO I (DISPOSIÇÕES GERAIS) ARTIGO 1º DENOMINAÇÃO O Comité Organizador do Campeonato Africano

Leia mais

Sociedade União 1º.Dezembro. Das teorias generalistas. à ESPECIFICIDADE do treino em Futebol. Programação e. Periodização do.

Sociedade União 1º.Dezembro. Das teorias generalistas. à ESPECIFICIDADE do treino em Futebol. Programação e. Periodização do. Sociedade União 1º.Dezembro Das teorias generalistas à ESPECIFICIDADE do treino em Futebol Programação e Periodização do Treino em Futebol 1 Programação e Periodização do Treino em Futebol Ter a convicção

Leia mais

Circuito Nacional de Bodyboard Esperanças 2014

Circuito Nacional de Bodyboard Esperanças 2014 CADERNO DE ENCARGOS Circuito Nacional de Bodyboard Esperanças 2014 1. INTRODUÇAO Utilidade Pública Desportiva - Despacho 49/94, de 9.9.1994 Com o objectivo de aumentar o número de provas existentes em

Leia mais

EFAPEL alarga horizontes em 2015

EFAPEL alarga horizontes em 2015 Ovar, 14 de Fevereiro de 2015 Comunicado de Imprensa Equipa de Ciclismo EFAPEL 03/2015 EFAPEL alarga horizontes em 2015 Escola de ciclismo é novo projecto para além da equipa profissional A equipa profissional

Leia mais

CAMPEONATO METROPOLITANO DE BASQUETEBOL SUB 12 INFORMATIVO. 1º Festival: 31 de Março de 2012 COLÉGIO RIO BRANCO EQUIPES PARTICIPANTES

CAMPEONATO METROPOLITANO DE BASQUETEBOL SUB 12 INFORMATIVO. 1º Festival: 31 de Março de 2012 COLÉGIO RIO BRANCO EQUIPES PARTICIPANTES CAMPEONATO METROPOLITANO DE BASQUETEBOL SUB 12 INFORMATIVO 1º Festival: 31 de Março de 2012 COLÉGIO RIO BRANCO EQUIPES PARTICIPANTES CIRCULO MILITAR DE CAMPINAS COLÉGIO RIO BRANCO CLUBE ATLÉTICO VALINHENSE

Leia mais

REGULAMENTO MUNICIPAL DE APOIOS AO ASSOCIATIVISMO

REGULAMENTO MUNICIPAL DE APOIOS AO ASSOCIATIVISMO REGULAMENTO MUNICIPAL DE APOIOS AO ASSOCIATIVISMO (Aprovado na 6ª Reunião Ordinária de Câmara Municipal realizada em 18 de Março de 2003, na 2ª Sessão Extraordinária de Assembleia Municipal, realizada

Leia mais

REGULAMENTO ESPECIFICO DE PROVAS OFICIAIS DE POLO-AQUATICO 2015/2016 INDICE... 2 PO1 CAMPEONATO NACIONAL DA 1.ª DIVISÃO MASCULINOS...

REGULAMENTO ESPECIFICO DE PROVAS OFICIAIS DE POLO-AQUATICO 2015/2016 INDICE... 2 PO1 CAMPEONATO NACIONAL DA 1.ª DIVISÃO MASCULINOS... REGULAMENTO ESPECÍFICO DE PROVAS OFICIAIS 2015/2016 INDICE INDICE... 2 PO1 CAMPEONATO NACIONAL DA 1.ª DIVISÃO MASCULINOS... 5 1 PRÉMIOS... 5... 5... 5 PO2 CAMPEONATO NACIONAL DA 2.ª DIVISÃO MASCULINOS...

Leia mais

Regulamento Municipal de Apoio Financeiro às Modalidades Desportivas

Regulamento Municipal de Apoio Financeiro às Modalidades Desportivas Regulamento Municipal de Apoio Financeiro às Modalidades Desportivas Câmara Municipal de Viana do Alentejo Divisão de Desenvolvimento Social e Humano www.cm-vianadoalentejo.pt Tel.: 266 930 010 mail: dasedu@cm-vianadoalentejo.pt

Leia mais

ASSOCIAÇÃO DE BASQUETEBOL DO ALENTEJO Rua das 5 Cepas (Antiga Escola EBI) - Canaviais 7005-376 Évora Email: ass.basq.alentejo@mail.telepac.

ASSOCIAÇÃO DE BASQUETEBOL DO ALENTEJO Rua das 5 Cepas (Antiga Escola EBI) - Canaviais 7005-376 Évora Email: ass.basq.alentejo@mail.telepac. ASSOCIAÇÃO DE BASQUETEBOL DO ALENTEJO Rua das 5 Cepas (Antiga Escola EBI) - Canaviais 7005-376 Évora Email: ass.basq.alentejo@mail.telepac.pt COMUNICADO DA DIRECÇÃO COMUNICADO Nº 017 ÉPOCA: 2013/2014 DATA:

Leia mais

2ª ETAPA NACIONAL 2016 Curitiba (PR)

2ª ETAPA NACIONAL 2016 Curitiba (PR) 2ª ETAPA NACIONAL 2016 Curitiba (PR) A Confederação Brasileira de Badminton e a Badminton Federação Paranaense (BFP) tem a honra de convidá-los para competir na 2ª etapa do Campeonato Nacional de Badminton

Leia mais

SINDICATO DOS JOGADORES PROFISSIONAIS DE FUTEBOL

SINDICATO DOS JOGADORES PROFISSIONAIS DE FUTEBOL SINDICATO DOS JOGADORES PROFISSIONAIS DE FUTEBOL PROPOSTA DE ALTERAÇÃO QUADROS COMPETITIVOS NACIONAIS A Federação Portuguesa de Futebol (FPF) apresentou, a 4 de Abril de 2005, uma proposta de alteração

Leia mais

A. D. HANDEBOL MASCULINO 15 DE PIRACICABA PROJETO DE PATROCÍNIO TEMPORADA 2010

A. D. HANDEBOL MASCULINO 15 DE PIRACICABA PROJETO DE PATROCÍNIO TEMPORADA 2010 A. D. HANDEBOL MASCULINO 15 DE PIRACICABA PROJETO DE PATROCÍNIO TEMPORADA 2010 A História da Modalidade O Handebol: O jogo de "Urânia" era praticado com as mãos na antiga Grécia com uma bola do tamanho

Leia mais

A Danone Portugal S.A. agradece a todos os parceiros a sua dedicação a este projecto. desporto escolar da madeira

A Danone Portugal S.A. agradece a todos os parceiros a sua dedicação a este projecto. desporto escolar da madeira A Danone Portugal S.A. agradece a todos os parceiros a sua dedicação a este projecto. 02 desporto escolar da madeira Acredita nos teus Sonhos! As crianças exercem para a Danone um papel principal no desenvolvimento

Leia mais

PROGRAMA DE DESENVOLVIMENTO DO BASQUETE MINEIRO

PROGRAMA DE DESENVOLVIMENTO DO BASQUETE MINEIRO PROGRAMA DE DESENVOLVIMENTO DO BASQUETE MINEIRO O que é? O Programa de Desenvolvimento do Basquete Mineiro (PDBM) é um projeto focado no atendimento as demandas dos clubes e escolas, em novas metodologias

Leia mais

NORMAS ESPECÍFICAS FUTSAL ÉPOCA 2009-2010

NORMAS ESPECÍFICAS FUTSAL ÉPOCA 2009-2010 NORMAS ESPECÍFICAS FUTSAL ÉPOCA 2009-2010 FUTSAL NORMAS ESPECÍFICAS As normas específicas são regras estabelecidas pela Direcção Desportiva, em complemento do Código Desportivo, para as provas organizadas

Leia mais

BASQUETE FEMININO DE BLUMENAU FMD BLUMENAU / VASTO VERDE PROPOSTA DE PARCERIA

BASQUETE FEMININO DE BLUMENAU FMD BLUMENAU / VASTO VERDE PROPOSTA DE PARCERIA BASQUETE FEMININO DE BLUMENAU FMD BLUMENAU / VASTO VERDE PROPOSTA DE PARCERIA As empresas cidadãs como são chamadas as empresas que se utilizam do marketing social, sabem da importância de sua imagem e

Leia mais

Workshop (Da Estrutura e Desenvolvimento)

Workshop (Da Estrutura e Desenvolvimento) NOTA PRÉVIA: Dada a diversidade e quantidade de ideias e propostas manifestadas, optou por fazer-se uma síntese dos assuntos abordados retirando os comentários e as trocas de opiniões que entretanto surgiram,

Leia mais

REGULAMENTO DO CAMPEONATO NACIONAL GIRA-PRAIA (SUB. 16,18 e 20)

REGULAMENTO DO CAMPEONATO NACIONAL GIRA-PRAIA (SUB. 16,18 e 20) REGULAMENTO DO CAMPEONATO NACIONAL GIRA-PRAIA (SUB. 16,18 e 20) I DISPOSIÇÔES GERAIS ARTIGO 1º O Campeonato Nacional Gira-Praia é uma competição de Voleibol de Praia de âmbito nacional, organizada pela

Leia mais

A Mulher portuguesa e o Desporto O TÉNIS DE MESA PORTUGUÊS NO FEMININO 21/05/2014

A Mulher portuguesa e o Desporto O TÉNIS DE MESA PORTUGUÊS NO FEMININO 21/05/2014 O TÉNIS DE MESA PORTUGUÊS NO FEMININO 2 A Mulher portuguesa e o Desporto 1º FÓRUM NACIONAL DE TÉNIS DE MESA 24 maio 2014 Propostas para discussão e reflexão Manuela Simões O Ténis de Mesa não é, a este

Leia mais

Circular FEPACAN 002/2015 Foz do Iguaçu, 04 de junho de 2015.

Circular FEPACAN 002/2015 Foz do Iguaçu, 04 de junho de 2015. Circular FEPACAN 002/2015 Foz do Iguaçu, 04 de junho de 2015. Às Associações Filiadas Referente: Programa TOP 2016 do Governo Estadual Prezados Filiados, A Federação Paranaense de Canoagem, neste ato representada

Leia mais

CARTA CONVITE CAMPEONATO NACIONAL DE BADMINTON - CATEGORIA PRINCIPAL E JOVENS

CARTA CONVITE CAMPEONATO NACIONAL DE BADMINTON - CATEGORIA PRINCIPAL E JOVENS CARTA CONVITE CAMPEONATO NACIONAL DE BADMINTON - CATEGORIA PRINCIPAL E JOVENS A Confederação Brasileira de Badminton (CBBd) e a Federação de Badminton do Estado do Rio de Janeiro-FEBARJ convidam todas

Leia mais

CARTA CONVITE CIRCUITO PARANAENSE DE BADMINTON 2015 4ª ETAPA CURITIBA PARANÁ BADMINTON E PARABADMINTON

CARTA CONVITE CIRCUITO PARANAENSE DE BADMINTON 2015 4ª ETAPA CURITIBA PARANÁ BADMINTON E PARABADMINTON CARTA CONVITE CIRCUITO PARANAENSE DE BADMINTON 2015 4ª ETAPA CURITIBA PARANÁ BADMINTON E PARABADMINTON Data: Local: 31 de Outubro, 01 e 02 de Novembro. Colégio COC Semeador Rua do Semeador, 123 Jardim

Leia mais

Projecto de criação. Escola de Futebol do. Clube Académico de Futebol Viseu

Projecto de criação. Escola de Futebol do. Clube Académico de Futebol Viseu Projecto de criação Escola de Futebol do Clube Académico de Futebol Viseu Setembro de 2002 Índice Metas propostas do projecto... 3 Recursos humanos... 3 Recursos materiais... 4 Instalações... 4 Material

Leia mais

COMUNICADO Nº 29/2014

COMUNICADO Nº 29/2014 COMUNICADO Nº 29/2014 Exmos. Senhores, Para vosso conhecimento e como único aviso oficial, informamos V. Exas. do seguinte: SUMÁRIO Pág. 1 HÓQUEI EM PATINS 1.1 Seguro Desportivo Época 2014/2015 1 1.2 Provas

Leia mais

3ª ETAPA NACIONAL 2015 CAXIAS DO SUL (RS)

3ª ETAPA NACIONAL 2015 CAXIAS DO SUL (RS) 3ª ETAPA NACIONAL 2015 CAXIAS DO SUL (RS) A Confederação Brasileira de Badminton, a Federação Gaúcha de Badminton - FGB, a Prefeitura Municipal de Caxias do Sul e Universidade de Caxias do Sul UCS tem

Leia mais

CAMPEONATO BRASILEIRO DE PADEL

CAMPEONATO BRASILEIRO DE PADEL CAMPEONATO BRASILEIRO DE PADEL REGULAMENTO 2015 O Campeonato Brasileiro de Padel é promovido, implantado e administrado pela Confederação Brasileira de Padel COBRAPA. O presente regulamento é válido para

Leia mais

PROGRAMA TAG RUGBY NAS ESCOLAS 2015 2016

PROGRAMA TAG RUGBY NAS ESCOLAS 2015 2016 PROGRAMA TAG RUGBY NAS ESCOLAS 2015 2016 2. RUGBY NAS ESCOLAS 2.1. Objectivos Introdução do Rugby através do Tag Rugby como matéria alternativa na Educação Física (2º/3º Ciclo); Criação de núcleos de Desporto

Leia mais

MANUAL DE PROCESSAMENTO DE INSCRIÇÕES DE AGENTES DESPORTIVOS Época 2013/2014

MANUAL DE PROCESSAMENTO DE INSCRIÇÕES DE AGENTES DESPORTIVOS Época 2013/2014 MANUAL DE PROCESSAMENTO DE INSCRIÇÕES DE AGENTES DESPORTIVOS Época 2013/2014 1. INSCRIÇÕES A EFECTUAR OBRIGATORIAMENTE NA FEDERAÇÃO - PO 01 - PO 02 - PO 03 Todos os agentes desportivos, Treinadores e Oficiais,

Leia mais

PROJETO DE LEI Nº, DE 2013. (Do Sr. JOSÉ STÉDILE)

PROJETO DE LEI Nº, DE 2013. (Do Sr. JOSÉ STÉDILE) PROJETO DE LEI Nº, DE 2013 (Do Sr. JOSÉ STÉDILE) Determina que empresas de direito público, no âmbito federal, ao patrocinarem clubes de futebol, destinem 5% do valor do patrocínio para ser utilizado em

Leia mais

Associação de Voleibol ALENTEJO E ALGARVE VOLEIBOL DE PRAIA. Projeto e Programa de Competição

Associação de Voleibol ALENTEJO E ALGARVE VOLEIBOL DE PRAIA. Projeto e Programa de Competição Associação de Voleibol ALENTEJO E ALGARVE VOLEIBOL DE PRAIA Projeto e Programa de Competição 2015 INTRODUÇÃO Assumindo uma lógica de continuidade, a atividade aqui descrita está enquadrada no Projeto Volley

Leia mais

FUNDADA EM 10/02/1956 PRESIDENTE: DIAS LOPES

FUNDADA EM 10/02/1956 PRESIDENTE: DIAS LOPES F E D E R A Ç Ã O P A R A N A E N S E D E F U T E B O L D E S A L Ã O FUNDADA EM 10/02/1956 PRESIDENTE: DIAS LOPES RUA MARECHAL DEODORO, 869 SALAS 1505/1506 15º ANDAR SEDE PRÓPRIA CAIXA POSTAL: 1600 80011-970

Leia mais

REGULAMENTO ESPECÍFICO BASQUETEBOL 2013-2014

REGULAMENTO ESPECÍFICO BASQUETEBOL 2013-2014 REGULAMENTO ESPECÍFICO BASQUETEBOL 2013-2014 Índice 1. Introdução 2 2. Escalões etários 3 3. Constituição das Equipas 4 4. Regulamento Técnico Pedagógico 5 5. Classificação, Pontuação e Desempate 6 6.

Leia mais

CAMPEONATOS NACIONAIS DE JOVENS

CAMPEONATOS NACIONAIS DE JOVENS CAMPEONATOS NACIONAIS DE JOVENS Época 2009-2010 - Escalões de Sub-08 / 10 / 12 / 14 / 16/ 18 e 20 Hotel Golf Mar, Torres Vedras www.hotelgolfmar.com - de 28 de Março a 1 de Abril de 2010 - REGULAMENTO

Leia mais

COMITÉ ORGANIZADOR DOS CAMPEONATOS AFRICANOS DAS NAÇÕES DE ANDEBOL SENIORES MASCULINO E FEMININO MASCULINO COCAN/2008

COMITÉ ORGANIZADOR DOS CAMPEONATOS AFRICANOS DAS NAÇÕES DE ANDEBOL SENIORES MASCULINO E FEMININO MASCULINO COCAN/2008 REPÚBLICA DE ANGOLA COMITÉ ORGANIZADOR DOS CAMPEONATOS AFRICANOS DAS NAÇÕES DE ANDEBOL SENIORES MASCULINO E FEMININO MASCULINO COCAN/2008 REGULAMENTO DE FUNCIONAMENTO INTERNO CAPITULO I (DISPOSIÇÕES GERAIS)

Leia mais

REGULAMENTO DE ALTA COMPETIÇÃO

REGULAMENTO DE ALTA COMPETIÇÃO REGULAMENTO DE ALTA COMPETIÇÃO ÍNDICE 1. Nota Introdutória... 2 2. Classificação dos Praticantes em Regime de Alta Competição... 3 (Portaria nº947/95 de 1 de Agosto) 3. Níveis de Qualificação... 5 4. Critérios

Leia mais

IV COPA UNIMED BOM DE BOLA, MELHOR NA ESCOLA REGULAMENTO. Capítulo I Das Disposições Preliminares. Capítulo II - Dos Objetivos

IV COPA UNIMED BOM DE BOLA, MELHOR NA ESCOLA REGULAMENTO. Capítulo I Das Disposições Preliminares. Capítulo II - Dos Objetivos REGULAMENTO Capítulo I Das Disposições Preliminares Art. 1 - A IV Copa Unimed Bom de Bola, Melhor na Escola de Futsal Masculino e Feminino tem como objetivo promover a integração da criança e do adolescente

Leia mais

NEWSLETTER CETC. 2014 promete... JANEIRO 2014

NEWSLETTER CETC. 2014 promete... JANEIRO 2014 JA N E I R O 2 0 1 4 E M D E S T A Q U E : NEWSLETTER CETC JANEIRO 2014 Plano de actividades V O L U M E I I, N E W S L E T T E R C E T C @ G M A I L. C O M Torneio Gerações Arbitragem 2014 promete...

Leia mais

REGULAMENTO CIRCUITO BANCO DO BRASIL VÔLEI DE PRAIA OPEN /NACIONAL

REGULAMENTO CIRCUITO BANCO DO BRASIL VÔLEI DE PRAIA OPEN /NACIONAL REGULAMENTO DO CIRCUITO BANCO DO BRASIL VÔLEI DE PRAIA OPEN /NACIONAL Etapas de Cuiabá/MT e Goiânia/GO ÍNDICE CAPÍTULO 1: 1.1 CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE VOLEIBOL...04 1.2 DIREITOS DA CBV SOBRE OS EVENTOS

Leia mais

Caro Aluno (a) Porto, 25 de Agosto de 2011

Caro Aluno (a) Porto, 25 de Agosto de 2011 Caro Aluno (a) Porto, 25 de Agosto de 2011 Assuntos: i Introdução ii Breve resumo do que fizemos iii O que vamos fazer a partir de Setembro. x Introdução Tenho três filhos e nenhum joga ténis. É caso para

Leia mais

PROCESSO DE CANDIDATURA A ORGANIZAÇÃO DE PROVAS NACIONAIS

PROCESSO DE CANDIDATURA A ORGANIZAÇÃO DE PROVAS NACIONAIS PROCESSO DE CANDIDATURA A ORGANIZAÇÃO DE PROVAS NACIONAIS 2014/2015 INDICE 1 NORMAS GERAIS... 3 2 QUADRO COMPETITIVO... 3 3 DIREITOS E OBRIGAÇÕES DAS ENTIDADES PROMOTORAS... 3 4 DIREITOS E OBRIGAÇÕES DA

Leia mais

SEGURO DE ACIDENTES PESSOAIS DE ATLETAS E AGENTES DESPORTIVOS

SEGURO DE ACIDENTES PESSOAIS DE ATLETAS E AGENTES DESPORTIVOS Manual de Procedimentos e Serviços Médicos Convencionados Federação Portuguesa de Basquetebol SEGURO DE ACIDENTES PESSOAIS DE ATLETAS E AGENTES DESPORTIVOS 1. Definições (de acordo com as Condições Gerais,

Leia mais

DA FINALIDADE: Homens só poderão substituir homens e mulheres só poderão substituir mulheres.

DA FINALIDADE: Homens só poderão substituir homens e mulheres só poderão substituir mulheres. DA FINALIDADE: Art. 1º - Os JOGOS DE VERÃO ARCO SPM 2013 MODALIDADE VOLEIBOL 4X4, tem como finalidade principal, promover o congraçamento das equipes e o aumento da adesão à prática de exercícios físicos

Leia mais

Aberto do Brasil reunirá atletas de onze países na Arena Santos

Aberto do Brasil reunirá atletas de onze países na Arena Santos Aberto do Brasil reunirá atletas de onze países na Arena Santos Com a participação de 72 atletas de 11 países, será disputado entre os dias 08 e 11 desse mês o Aberto do Brasil, etapa do Circuito Mundial

Leia mais

09H30 AF Vila Real / AF Braga. 09H30 AF Viana Castelo / AF Porto. 15H00 Apuramento do 3º e 4º classificados. 16H00 Final

09H30 AF Vila Real / AF Braga. 09H30 AF Viana Castelo / AF Porto. 15H00 Apuramento do 3º e 4º classificados. 16H00 Final 09H30 AF Vila Real / AF Braga 09H30 AF Viana Castelo / AF Porto 15H00 Apuramento do 3º e 4º classificados 16H00 Final XXVII TORNEIO DE NATAL 2013 SUB/14 DR.MACEDO VIEIRA PROGRAMA GERAL 23.DEZ.13 (2ª Feira)

Leia mais

FICHA DE CANDIDATURA AO PROGRAMA 2

FICHA DE CANDIDATURA AO PROGRAMA 2 A p o i o à A c ç ã o D e s p o r t i v a n o C o n c e l h o d e C o r u c h e Designação: Programa de Apoio a Infra- Estruturas FICHA DE CANDIDATURA AO PROGRAMA 2 Tipologia das Acções No âmbito desta

Leia mais