Plano de Formação 2009

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Plano de Formação 2009"

Transcrição

1 Plano de Formação 2009 Introdução: O Departamento de Formação (DF) da FPR apresenta o plano de formação para A formação de todos os agentes desportivos treinadores, dirigentes, árbitros e fisioterapeutas e jogadores é um factor determinante no desenvolvimento da modalidade e tem constituido um grande desafio nos ultimos anos com um crecendo número e qualidade de acções. Com os cursos de formação de formadores promovidos pela FPR e apoio da IRB e RFU aumentou consideravelmente o painel dos formadores, o que nos permite alinhar os cursos de treinadores e árbitros pelo formato, normativas e conteudos da IRB. A inscrição Online dos clubes e equipas para a época está formatada de acordo com as normativas do IDP e obriga à inscrição de directores de equipa e de treinadores devidamente creditados. O plano de formação 2009 inclui as seguintes novidades: Os cursos de monitores - Rugby Ready dirigidos para os pais e a adjuntos de treinadores Grau 1, e que serão realizados a nível local clube. Os Cursos de Árbitros iniciados e formadores Rugby Ready Os cursos de Directores de Equipa destinados aos dirigentes que acompanham as equipas e que passarão ser os interlocutores da equipa no terreno e a integrar a base de dados; Os cursos de formação de jogadores destinado em 2009 para os jogadores avançados Treino da Formação Ordenada Os cursos de Fisioterapeutas de Rugby destinados aos profissionais que enquadram as equipas de rugby. Formação de Treinadores de Rugby De acordo com o Decreto-lei nº 248-A/2008, de 31 de Dezembro que estabelece um novo regime de acesso e exercício da actividade de treinador de desporto, qualificando nomeadamente como ilegal o exercício da actividade por quem não seja titular da cédula correspondente, passará a vigorar uma nova denominação dos cursos, assim como as condições de admissão e tempo de permanência. Tendo em vista o cumprimento do decreto-lei nº 248, o Departamento de Formação da FPR apresenta as seguintes alterações que passam a entrar em vigor de imediato: Formação de Treinadores: 1. A formação de treinadores passará a ter 4 graus de formação;

2 a. Grau 1 b. Grau 2 c. Grau 3 d. Grau 4 2. Os actuais cursos de níveis 1, 2 e 3 passarão a denominar-se por graus com a correspondência directa dos níveis com os graus; 3. Relação dos graus com os escalões etários e níveis competitivos: a. As equipas sénior ou Sub 20 da 2ª divisão e clubes emergentes poderão ser orientadas por treinadores de grau 2 por um período determinado pela comissão técnica (CT). Denominação Competências Escalões Descrição Curso Monitor de Rugby Adjunto de treinadores Formação rugby Sub 8, Sub 10,Sub 12 Rugby Ready 4 horas Treinador Grau 1 Treinador Grau 2 Treinador Grau 3 Treinador Grau 4 Ready Concepção Planeamento Competição Sob supervisão Concepção Planeamento Competição Avaliação do processo de treino Coordenação de equipas Avaliação de desempenho Supervisão Criação e desenvolvimento de projectos. Supervisão Coordenação projectos Sub 8, Sub 10,Sub 12 Sub 14, Sub 16, Sub 18 Feminino Sub 20 e Sénior Sub 20 e Sénior 4 Dias 2 Módulos 6 Dias 3 Módulos 8 Dias 4 Módulos 60 horas 4. Período de permanência mínimo entre cada grau para poder candidatar-se ao grau seguinte: Grau 1 2 anos Grau 2 2 anos Grau 3 3 anos e avaliação do curriculum pela Comissão Técnica 5. Validade das licenças: 4 anos em actividade

3 6. Base de dados: os treinadores deverão constar na base de dados da FPR. Serão responsáveis pela actualização de dados, morada, endereço , foto, etc; 7. Os treinadores deverão ter uma palavra-chave para validar a inscrição do seu nome no clube e na equipa; 8. Equivalências dos jogadores internacionais a. Os jogadores internacionais que queiram exercer funções técnicas deverão frequentar as sessões didáctico - pedagógicas do curso de treinadores nível 1. b. Ficam dispensados do estágio c. Podem inscrever-se no curso de treinadores nível Equivalências e acesso dos candidatos com frequência dos cursos universitários de Educação Física e Desporto com docência em rugby. a. Aluno com frequência da parte curricular anual ou semestral. Não tem qualquer equivalência. Deverá frequentar curso de treinador grau 1 b. Alunos com frequência e aprovação da opção. Tem equivalência ao grau 1. Pode inscrever-se no grau 2 após apresentar provas de prática pedagógica num clube. c. Alunos com opção e currículo relevante Tem equivalência ao grau 2. Pode inscrever-se no grau 3 1 Curso Monitor de Rugby- Rugby Ready Curso de 4 Horas destinado aos Monitores de Rugby que habitualmente ajudam os treinadores aquando das saídas. Incide sobre a área da segurança e do Código do Rugby. O programa destes cursos assim como as respectivas datas serão divulgados brevemente. Inicio em Setembro. Acções locais para um ou mais clubes 2 Curso de Treinadores Grau 1 Certifica treinadores para os escalões Sub 8, Sub 10 e Sub 12. O curso está organizado em dois Módulos de um fim-de-semana cada, com sessões teóricas e práticas. Habilitações Mínimas: 18 anos e 9º ano de escolaridade Após aprovação na formação curricular os formandos terão de realizar um estágio acompanhado num clube durante a época Após aprovação será emitida a licença de treinador válida por 4 anos. Cursos e Datas:

4 2.1 Zona Norte Associação de Rugby do Norte: 1. Módulo 1 20 e 21 de Junho VN de Gaia 2. Módulo 2 11 e 12 de Julho Arcos de Valdevez 3. Estágio: Época Director do curso: Francisco Branco Secretário: Miguel Moreira Formadores Residentes: Miguel Costa Pagamento Valor da inscrição: Condições de Pagamento: Transferência Bancária FPR: Os comprovativos deverão ser enviados por juntamente com a ficha de inscrição. Nº máximo de formandos: 30 Enviar ficha de inscrição para: 2.2 Zona Centro Comité Regional de Rugby do Centro: 1. Módulo 1 20 e 21 de Junho Coimbra (Agrária de Coimbra) 2. Módulo 2 11 e 12 de Julho Coimbra (Agrária de Coimbra) 3. Estágio: Época Director do curso: Rui Luzio Secretário: Fernando Rosário Formadores Residentes: Rui Carvoeira Pagamento Valor da inscrição: Condições de Pagamento: Transferência Bancária FPR: Os comprovativos deverão ser enviados por juntamente com a ficha de inscrição. Nº máximo de formandos: 30 Enviar ficha de inscrição para: 2.3 Zona Sul Associação de Rugby do Sul:

5 1. Módulo 1 20 e 21 de Junho Estádio Nacional 2. Módulo 2 11 e 12 de Julho Estádio Nacional 3. Estágio: Época Director do curso: Henrique Garcia Secretário: Mário Pato Formadores Residentes: João Moura; Mário Pato Pagamento Valor da inscrição: Condições de Pagamento: Transferência Bancária FPR: Os comprovativos deverão ser enviados por juntamente com a ficha de inscrição. Nº máximo de formandos: 30 Enviar ficha de inscrição para: 3 Curso de Treinadores Grau 2 Certifica treinadores para os escalões Sub 14; Sub 16; Sub 18 e Feminino. O curso está organizado em três módulos de um fim-de-semana cada, com sessões teóricas e práticas. Habilitações Mínimas: -Possuir Licença de Treinador Nível 1 emitida em 2007 ou anterior. -Currículo Desportivo relevante na modalidade -Deve ser enviado o Currículo Desportivo que será analisado pela Comissão Técnica Nacional. -A divulgação dos resultados das análises da CTN será divulgada no dia 9 de Junho no site da FPR. Estágio Após aprovação na formação curricular os formandos terão de realizar um estágio acompanhado num clube durante a época Após aprovação será emitida a licença de treinador. Datas do Curso: 1. Módulo 1 27 e 28 de Junho Lisboa (Técnico) 2. Módulo 2 18 e 19 de Julho Lisboa (Técnico) 3. Módulo 3 19 e 20 de Setembro Lisboa (Técnico) 4. Estágio: Época Director do curso : Henrique Rocha Formadores Residentes: Francisco Branco, João Moura e Nuno Gramaxo

6 Pagamento Valor da inscrição: Condições de Pagamento: Transferência Bancária FPR: Os comprovativos deverão ser enviados por juntamente com a ficha de inscrição. Nº máximo de formandos: 30 Enviar ficha de inscrição para: 4 Curso de Treinadores Grau 3 Certifica treinadores para os escalões Sub 20, Seniores e para trabalhar com Selecções Nacionais O curso está organizado em quatro módulos de um fim-de-semana cada, com sessões teóricas e práticas. Habilitações Mínimas: -Possuir Licença de Treinador Nível 2 emitida em 2007 ou anterior -Currículo Desportivo relevante na modalidade -Deve ser enviado o Currículo Desportivo que será analisado pela Comissão Técnica Nacional. -A divulgação dos resultados das análises da CTN será divulgada no dia 29 de Maio no site da FPR. Estágio Após aprovação na formação curricular os formandos terão de realizar um estágio acompanhado num clube durante a época Após aprovação será emitida a licença de treinador. Datas do Curso: 1. Módulo 1 4 e 5 de Julho Lisboa Tapada Agronomia/ Est. Nacional 2. Módulo 2 25 e 26 de Julho Lisboa Est. Nacional 3. Módulo 3 12 e 13 de Setembro Lisboa Tapada Agronomia 4. Módulo 4 10 e 11 de Outubro Lisboa Tapada Agronomia 5. Estágio: Época Director do curso: Henrique Rocha Formadores Residentes: Rui Carvoeira e Henrique Garcia Pagamento Valor da inscrição: Condições de Pagamento:

7 Transferência Bancária FPR: Os comprovativos deverão ser enviados por juntamente com a ficha de inscrição. Nº máximo de formandos: 30 Enviar ficha de inscrição para: Formação de Dirigentes de Rugby 1 Curso de Directores de Equipa Habilita e Certifica os Dirigentes de Equipa, tornando-os mais aptos para enfrentar situações comuns na vida desportiva de um Clube. Abordará os seguintes temas: - Direito Desportivo - Organização de um Clube - O papel do dirigente antes, durante e depois de um jogo - Sistema de Competições - Relação Clube FPR O Curso terá a duração de um dia de Julho - Lisboa Centro Estágio Directores do curso: Henrique Caleia e Henrique Rocha Pagamento Valor da inscrição: Condições de Pagamento: Transferência Bancária FPR: Os comprovativos deverão ser enviados por juntamente com a ficha de inscrição. Enviar ficha de inscrição para: Formação de Jogadores de Rugby No inicio da época desportiva serão organizadas acções de formação de jogadores.

8 Destinam-se aos jogadores avançados e treino da FORMAÇÃO ORDENADA. O projecto será coordenado pelo Treinador Murray Henderson e Por Henrique Rocha e os técnicos especialistas: Joaquim Ferreira, João Luis e Alexandre Lima Formação de Árbitros de Rugby QUADRO RESUMO: NÍVEL ESCALÕES QUE PODE ARBITRAR DESCRIÇÃO Iniciação Sub-8; Sub-10; Sub-12; Sub-14 Curso Teórico-Prático de 1 dia Grau 1 Sub-16; Sub-18 B; Feminino Curso Teórico-Prático de 1 fim-desemana Grau 2 Sub-18 A; Sub-20; II Divisão Seniores Curso Teórico-Prático de 2 fins-desemana Grau 3 Seniores; Selecções Nacionais Curso Teórico-Prático de 3 fins-desemana Observadores Observação de árbitros Curso Teórico-Prático de 1 fim-desemana Formadores Rugby Ready Colaboração nas acções das Escolas de Arbitragem Curso Teórico-Prático de 1 dia 1 Curso de Iniciação (Rugby Ready / novos árbitros) Curso de 4 Horas destinado aos principiantes na arbitragem que habitualmente participam nos Convívios de Rugby Juvenil, a cargo das Escolas de Arbitragem das Associações Regionais. Incide sobre a área da segurança e do Código do Rugby. O programa destes cursos, assim como as respectivas datas, serão divulgados brevemente. Início em Junho de Cursos e Datas: Acções das Escolas de Arbitragem das AR s: 1. Novos árbitros Outubro, Novembro e Dezembro (datas a confirmar com as Escolas de Arbitragem das AR s) 1 no Norte, 1 no Centro, 2 em Lisboa, 1no Sul (Alentejo/ Algarve) Director do curso: Ferdinando de Sousa

9 Secretário: a confirmar (coordenador da Escola de Arbitragem Regional) Formadores Residentes: Carlos Oliveira/ António Moita/ Jorge Mendes Silva/ Nuno Coelho/ Afonso Nogueira/ Tiago Gonçalves Nº máximo de formandos: 15 Enviar ficha de inscrição para: / / / 2 Curso de Arbitragem Grau 1 Certifica árbitros para os escalões Sub-16, Sub-18 B e Feminino. O curso está organizado em um Módulo de um fim-de-semana, com sessões teóricas e práticas. Habilitações Mínimas: 18 anos e 9º ano de escolaridade e aprovação no Curso Rugby Ready. Os formandos devem percorrer um percurso preliminar nas Escolas de Arbitragem e, após recomendação destas entidades, são sujeitos a integração nos quadros de árbitros da FPR após aprovação na formação curricular. Após aprovação será emitida a licença de árbitro. É necessário participar em pelo menos um dos workshops de treinadores, com entrega de relatório de participação. Cursos e Datas: Zona Norte Director Técnico de Arbitragem e ARN: 1. Módulos 1-4 do IRB Outubro (a confirmar) VN de Gaia/ Guimarães (a confirmar) Staff do Curso Director: Ferdinando de Sousa Secretário: Manuel Barros Formadores Residentes: Carlos Oliveira + António Moita Nº máximo de formandos: 15 Enviar ficha de inscrição para: / Zona Centro Director Técnico de Arbitragem e CRRC:

10 4. Módulos 1-4 do IRB Outubro (a confirmar) Coimbra/ Aveiro (a confirmar) Staff do Curso Director: Ferdinando de Sousa Secretário: Manuel Barros Formadores Residentes: Carlos Oliveira + Jorge Mendes Silva Nº máximo de formandos: 15 Enviar ficha de inscrição para: / Zona Lisboa Director Técnico de Arbitragem e ARS: 4. Módulos 1-4 do IRB Outubro/ Novembro (a confirmar) EUL/ EN/ Sobreda (a confirmar) Director do curso: Ferdinando de Sousa Secretário: Manuel Barros Formadores Residentes: António Moita + Nuno Coelho Nº máximo de formandos: 15 Enviar ficha de inscrição para: / Zona Sul Director Técnico de Arbitragem e ARS: 1. Módulos 1-4 do IRB Novembro (a confirmar) Setúbal/ Algarve (a confirmar) Staff do Curso Director: Ferdinando de Sousa Secretário: Manuel Barros Formadores Residentes: Jorge Mendes Silva + Nuno Coelho Nº máximo de formandos: 15 Enviar ficha de inscrição para: / 3 Curso de Arbitragem Grau 2

11 Certifica árbitros para os escalões Sub-18 A, Sub-20 e II Divisão. O curso está organizado em dois módulos de um fim-de-semana cada, com sessões teóricas e práticas. Habilitações Mínimas: -Possuir curso/ Licença de Árbitro Grau 1 -Currículo Desportivo relevante na modalidade -Deve ser enviado o Currículo Desportivo que será analisado pelo Conselho de Arbitragem. É necessário participar em pelo menos dois dos workshops de treinadores, com entrega de relatório de participação. Datas do Curso: 5. Módulo 1 Outubro/ Novembro e local(ais) a confirmar 6. Módulo 2 Dezembro e local(ais) a confirmar Director do curso: Ferdinando de Sousa Secretário: Manuel Barros Formadores Residentes: António Moita/ Carlos Oliveira/ Jorge Mendes Silva/ Nuno Coelho Nº máximo de formandos: 15 (em cada local) Enviar ficha de inscrição para: 4 Curso de Arbitragem Grau 3 O curso está organizado em três módulos de um fim-de-semana cada, com sessões teóricas e práticas. Habilitações Mínimas: -Possuir curso/ licença de Árbitro Grau 2 -Currículo Desportivo relevante na modalidade -Deve ser enviado o Currículo Desportivo que será analisado pelo Conselho de Arbitragem. Datas do Curso: 6. Módulo 1 Dezembro e local(ais) a confirmar 7. Módulo 2 Fevereiro 2010 e local(ais) a confirmar 8. Módulo 3 Abril 2010 e local(ais) a confirmar

12 Director do curso: Ferdinando de Sousa Secretário: Manuel Barros Formadores Residentes: António Moita/ Carlos Oliveira/ Jorge Mendes Silva/ Nuno Coelho Nº máximo de formandos: 15 Enviar ficha de inscrição para: 4 Curso de Observadores de Árbitros Habilita e Certifica os Observadores de Árbitros, facultando-os com as ferramentas e abordagens uniformes no desempenho das suas funções. O Curso terá a duração de um dia 2. Centro/ Norte Dezembro 3. Lisboa/ Sul Setembro/ Outubro Director do curso: Jorge Mendes Silva Enviar ficha de inscrição para: 5 Curso de Formadores Rugby Ready/ Escolas de Arbitragem Habilita e Certifica os árbitros federados, permitindo-lhes ensinar os formandos das Escolas de Arbitragem e futuros colegas nos conceitos básicos da Segurança, Compreensão do Jogo e Papel do Árbitro. O Curso terá a duração de um dia. 4-5 Julho, Zona Centro Lisboa, 20 de Maio de 2009 Henrique Rocha Deptº Formação

13

& '"#) $%%$$+,-&% %- $-01&$'%-)

& '#) $%%$$+,-&% %- $-01&$'%-) FEDERAÇÃO PORTUGUESA DE RUGBY PLANO DE ACTIVIDADES & ORÇAMENTO 2012 ANEXOS !"#!"#$$ % & ' () &* & & && &% +,) - & ). && & / & & & & 0& /) + & ( 1 &0. 0 12 / & 3 & & & & &% & &.&) + 4 $!! %& '&(% & '"#)

Leia mais

PLANO DE FORMAÇÃO DE RECURSOS HUMANOS 2012 FORMAÇÃO DE TREINADORES FEDERAÇÃO PORTUGUESA DO PENTATLO MODERNO

PLANO DE FORMAÇÃO DE RECURSOS HUMANOS 2012 FORMAÇÃO DE TREINADORES FEDERAÇÃO PORTUGUESA DO PENTATLO MODERNO 1 PLANO DE FORMAÇÃO DE RECURSOS HUMANOS 2012 FORMAÇÃO DE TREINADORES FEDERAÇÃO PORTUGUESA DO PENTATLO MODERNO 2 1. Introdução O processo de adaptação e ajustamento ao PNFT entra em 2012 na sua fase terminal

Leia mais

Federação de Ginástica de Portugal Curso de Treinadores de Ginástica de GRAU I. Todas as disciplinas Formação Geral (41h) e Formação Específica (59h)

Federação de Ginástica de Portugal Curso de Treinadores de Ginástica de GRAU I. Todas as disciplinas Formação Geral (41h) e Formação Específica (59h) Federação de Ginástica de Portugal Curso de Treinadores de Ginástica de GRAU I Todas as disciplinas Formação Geral (41h) e Formação Específica (59h) Regulamento de Participação 1. Componente Geral Organizada

Leia mais

A Mulher portuguesa e o Desporto O TÉNIS DE MESA PORTUGUÊS NO FEMININO 21/05/2014

A Mulher portuguesa e o Desporto O TÉNIS DE MESA PORTUGUÊS NO FEMININO 21/05/2014 O TÉNIS DE MESA PORTUGUÊS NO FEMININO 2 A Mulher portuguesa e o Desporto 1º FÓRUM NACIONAL DE TÉNIS DE MESA 24 maio 2014 Propostas para discussão e reflexão Manuela Simões O Ténis de Mesa não é, a este

Leia mais

Departamento de Formação

Departamento de Formação FEDERAÇÃO PORTUGUESA DE BADMINTON Departamento de Formação Documento Orientador de Formação de Treinadores Nível I, II e III Com apoio de: ÍNDICE INTRODUÇÃO 3 OBJECTIVOS 4 FUNÇÃO DO TREINADOR 4 SISTEMA

Leia mais

Plano regular AF Aveiro - Época 2014-2015

Plano regular AF Aveiro - Época 2014-2015 JANEIRO a JUNHO 2015 24 de janeiro "Leis do Jogo de Futebol" JANEIRO DE 2015 Formador: Dr. José Neves Coelho (formador UEFA, Presidente do Conselho de Arbitragem da AF Aveiro) Datas: 24 de janeiro, Sábado:

Leia mais

Regulamento de Formação: CURSO DE GRAU I Treinador / Monitor de Natação Évora, Novembro de 2015

Regulamento de Formação: CURSO DE GRAU I Treinador / Monitor de Natação Évora, Novembro de 2015 Regulamento de Formação: CURSO DE GRAU I Treinador / Monitor de Natação Évora, Novembro de 2015 1. ORGANIZAÇÃO DA FORMAÇÃO O curso de Treinadores de Grau I / Monitor de Natação integrará duas fases: Curricular

Leia mais

CENTRO NACIONAL DE TREINO UNIDADE DO NORTE

CENTRO NACIONAL DE TREINO UNIDADE DO NORTE CENTRO NACIONAL DE TREINO UNIDADE DO NORTE 1. O CONCEITO A estratégia de desenvolvimento implementada pela FPPM nos últimos anos tem desencadeado o aparecimento de diversos clubes alargando cada vez mais

Leia mais

REGULAMENTO CURSO DE TREINADORES Grau I Porto/Coimbra/Lisboa

REGULAMENTO CURSO DE TREINADORES Grau I Porto/Coimbra/Lisboa REGULAMENTO CURSO DE TREINADORES Grau I Porto/Coimbra/Lisboa O presente regulamento, aprovado pelo, rege a organização dos Cursos de Treinadores de Grau I e do curso em epígrafe (Porto/Coimbra/Lisboa)

Leia mais

REGULAMENTO DO CURSO DE TREINADORES NÍVEL I

REGULAMENTO DO CURSO DE TREINADORES NÍVEL I FEDERAÇÃO PORTUGUESA DE BASQUETEBOL ESCOLA NACIONAL DO BASQUETEBOL REGULAMENTO DO CURSO DE TREINADORES NÍVEL I O presente regulamento, aprovado pelo Conselho Nacional de Formação de Treinadores, rege a

Leia mais

Proposta de Regulamento de Apoio e Financiamento do Associativismo Desportivo

Proposta de Regulamento de Apoio e Financiamento do Associativismo Desportivo Proposta de Regulamento de Apoio e Financiamento do Associativismo Desportivo Dezembro 2007 Capítulo I Disposições gerais Artigo 1.º Âmbito e objecto 1. O presente regulamento visa definir as normas e

Leia mais

Regulamento. do Mestrado em Gestão Ambiental

Regulamento. do Mestrado em Gestão Ambiental Regulamento do Mestrado em Gestão Ambiental Artigo 1º O Instituto Superior Dom Afonso III (INUAF), concede o grau de Mestre em Gestão Ambiental. Artigo 2º Objectivos Gerais O curso de Mestrado em Gestão

Leia mais

ASSOCIAÇÃO FUTEBOL DE BEJA REGULAMENTO DO CURSO

ASSOCIAÇÃO FUTEBOL DE BEJA REGULAMENTO DO CURSO ASSOCIAÇÃO FUTEBOL DE BEJA REGULAMENTO DO CURSO CURSO DE TREINADORES DE FUTEBOL UEFA C /RAÍZES (GRAU I) 2015 2016 1- Organização O curso de treinadores de Futebol UEFA C /RAÍZES (Grau I) - será organizado

Leia mais

MINISTÉRIOS DAS ACTIVIDADES ECONÓMICAS E DO TRABALHO E DAS OBRAS PÚBLICAS, TRANSPORTES E COMUNICAÇÕES

MINISTÉRIOS DAS ACTIVIDADES ECONÓMICAS E DO TRABALHO E DAS OBRAS PÚBLICAS, TRANSPORTES E COMUNICAÇÕES N. o 64 1 de Abril de 2005 DIÁRIO DA REPÚBLICA I SÉRIE-B 2773 MINISTÉRIOS DAS ACTIVIDADES ECONÓMICAS E DO TRABALHO E DAS OBRAS PÚBLICAS, TRANSPORTES E COMUNICAÇÕES Portaria n. o 342/2005 de 1 de Abril

Leia mais

MAPA DE PESSOAL / ANO DE 2012

MAPA DE PESSOAL / ANO DE 2012 MUNICÍPIO DE CARRAZEDA DE ANSIÃES MAPA DE PESSOAL / ANO DE 202 Atribuições / a criar Artigo º do Decreto-lei n.º 93/200, de 20 de Abril Director de Departamento 2 (a) Artigo º do Decreto-lei n.º 93/200,

Leia mais

PROJETO DO DESPORTO ESCOLAR

PROJETO DO DESPORTO ESCOLAR COORDENADOR: Vanda Teixeira 1. FUNDAMENTAÇÃO/ CONTEXTUALIZAÇÃO/ JUSTIFICAÇÃO a) O Desporto Escolar constitui uma das vertentes de atuação do Ministério da Educação e Ciência com maior transversalidade

Leia mais

Workshop (Da Estrutura e Desenvolvimento)

Workshop (Da Estrutura e Desenvolvimento) NOTA PRÉVIA: Dada a diversidade e quantidade de ideias e propostas manifestadas, optou por fazer-se uma síntese dos assuntos abordados retirando os comentários e as trocas de opiniões que entretanto surgiram,

Leia mais

TORNEIO NACIONAL DE SUB-14 (MASC. E FEM)

TORNEIO NACIONAL DE SUB-14 (MASC. E FEM) COMPETIÇÕES NACIONAIS TORNEIO NACIONAL DE SUB-14 (MASC. E FEM) Modelo Competitivo -Proposta de Alteração- Elaborado por: Directores Técnicos das Associações de Basquetebol de VIANA DO CASTELO, BRAGA, PORTO,

Leia mais

PROJECTO NACIONAL DE FORMAÇÃO ORDENDADA

PROJECTO NACIONAL DE FORMAÇÃO ORDENDADA PROJECTO NACIONAL DE FORMAÇÃO ORDENDADA CONCEITO e OBJECTIVOS FORÇA 8 é a sigla do Projecto Nacional da Formação Ordenada. Tem com principal objectivo a formação específica dos jogadores, treinadores e

Leia mais

Actividades Desenvolvidas

Actividades Desenvolvidas Departamento de hóquei em Campo do Casa Pia Atlético Clube Introdução Em Outubro de 2013, iniciamos as actividades da modalidade de hóquei em Campo nos CED s da Casa Pia de Lisboa. A modalidade de hóquei

Leia mais

Curso Nacional de Directores Técnicos F.P.S. 2014

Curso Nacional de Directores Técnicos F.P.S. 2014 Curso Nacional de Directores Técnicos F.P.S. 2014 I Inscrições De acordo com o projecto de formação de Recursos Humanos da F.P.S. para 2013-2017 irá decorrer em Peniche nos dias de 02, 03 e 04 de Julho

Leia mais

DESPACHO. N.º 21 /2011 Data: 2011/05/30 Para conhecimento de: Pessoal Docente, Discente e Não Docente

DESPACHO. N.º 21 /2011 Data: 2011/05/30 Para conhecimento de: Pessoal Docente, Discente e Não Docente DESPACHO N.º 21 /2011 Data: 2011/05/30 Para conhecimento de: Pessoal Docente, Discente e Não Docente ASSUNTO: Regulamento de Cursos de Especialização Tecnológica da ESTeSL. No âmbito da sua missão e objectivos

Leia mais

FEDERAÇÃO PORTUGUESA DE TIRO

FEDERAÇÃO PORTUGUESA DE TIRO Circular n.º 023/2014 Portal F.P.T. - Inscrições Exmo. Sr. Presidente, No seguimento da Circular Nº 021/2014 Inscrições em Provas F.P.T. e depois de disponibilizarmos a possibilidade de testar/treinar

Leia mais

UNIVERSIDADE DOS AÇORES DEPARTAMENTO DE HISTÓRIA, FILOSOFIA E CIÊNCIAS SOCIAIS PÓS-GRADUAÇÃOE MESTRADO EM CIÊNCIAS SOCIAIS: BOLETIM DE CANDIDATURA

UNIVERSIDADE DOS AÇORES DEPARTAMENTO DE HISTÓRIA, FILOSOFIA E CIÊNCIAS SOCIAIS PÓS-GRADUAÇÃOE MESTRADO EM CIÊNCIAS SOCIAIS: BOLETIM DE CANDIDATURA UNIVERSIDADE DOS AÇORES DEPARTAMENTO DE HISTÓRIA, FILOSOFIA E CIÊNCIAS SOCIAIS PÓS-GRADUAÇÃOE MESTRADO EM CIÊNCIAS SOCIAIS: BOLETIM DE CANDIDATURA Nº (reservado aos serviços) A. ELEMENTOS DE IDENTIFICAÇÃO

Leia mais

Federação de Ginástica de Portugal 3º Curso de Treinadores de GRAU I (nº 3/I/2015)

Federação de Ginástica de Portugal 3º Curso de Treinadores de GRAU I (nº 3/I/2015) Federação de Ginástica de Portugal 3º Curso de Treinadores de GRAU I (nº 3/I/2015) Todas as disciplinas Formação Geral (41h) e Formação Específica (59h) 1. Componente Geral Regulamento de Participação

Leia mais

Educação Física e Desporto Escolar ÍNDICE 1. OBJECTIVOS...2 2. PROGRAMA...3 3. PARTICIPANTES...7 4. ORÇAMENTO...9 5. CONCLUSÕES...

Educação Física e Desporto Escolar ÍNDICE 1. OBJECTIVOS...2 2. PROGRAMA...3 3. PARTICIPANTES...7 4. ORÇAMENTO...9 5. CONCLUSÕES... DIRECÇÃO REGIONAL DA EDUCAÇÃO FÍSICA E DESPORTO RELATÓRIO Região Autónoma dos Açores Secretaria Regional da Educação e Cultura Direcção Regional da Educação Física e Desporto SEMINÁRIO Educação Física

Leia mais

AVISO DE ABERTURA DO CONCURSO PARA ATRIBUIÇÃO DE 7 BOLSAS INDIVIDUAIS DE DOUTORAMENTO EM EMPRESA

AVISO DE ABERTURA DO CONCURSO PARA ATRIBUIÇÃO DE 7 BOLSAS INDIVIDUAIS DE DOUTORAMENTO EM EMPRESA AVISO DE ABERTURA DO CONCURSO PARA ATRIBUIÇÃO DE 7 BOLSAS INDIVIDUAIS DE DOUTORAMENTO EM EMPRESA PROGRAMA DE DOUTORAMENTO RESEARCH AND DEVELOPMENT OF DRUGS (DRUGS R&D) Ref.ª PDE/00017/2013 INTRODUÇÃO O

Leia mais

Decreto-Lei n.º 478/99, de 9 de Novembro

Decreto-Lei n.º 478/99, de 9 de Novembro Decreto-Lei n.º 478/99, de 9 de Novembro Objecto... 2 Entidades competentes para a formação dos navegadores de recreio e para a realização dos respectivos exames... 2 Credenciação das entidades formadoras...

Leia mais

TURISMO DE PORTUGAL DEPARTAMENTO DE RECURSOS HUMANOS REGULAMENTO GERAL DA FORMAÇÃO

TURISMO DE PORTUGAL DEPARTAMENTO DE RECURSOS HUMANOS REGULAMENTO GERAL DA FORMAÇÃO TURISMO DE PORTUGAL DEPARTAMENTO DE RECURSOS HUMANOS REGULAMENTO GERAL DA FORMAÇÃO INDICE 1 NOTA PRÉVIA 3 2 LINHAS DE ORIENTAÇÃO ESTRATÉGICA 4 3 PLANO DE FORMAÇÃO 4 4 FREQUÊNCIA DE ACÇÕES DE FORMAÇÃO 6

Leia mais

MINISTÉRIO DAS OBRAS PÚBLICAS, TRANSPORTES E COMUNICAÇÕES AVISO

MINISTÉRIO DAS OBRAS PÚBLICAS, TRANSPORTES E COMUNICAÇÕES AVISO MINISTÉRIO DAS OBRAS PÚBLICAS, TRANSPORTES E COMUNICAÇÕES AVISO Concurso interno de acesso geral para a categoria de especialista de informática de grau 2, nível 1 da carreira de especialista de informática,

Leia mais

Feminino 2ª Divisão 2010_11. FASE FINAL APURADOS (1º ao 6º LUGAR) REGULAMENTO DA COMPETIÇÃO

Feminino 2ª Divisão 2010_11. FASE FINAL APURADOS (1º ao 6º LUGAR) REGULAMENTO DA COMPETIÇÃO Campeonato Nacional Feminino 2ª Divisão 2010_11 FASE FINAL APURADOS (1º ao 6º LUGAR) REGULAMENTO DA COMPETIÇÃO A. Clubes Apurados B. Modelo Competitivo C. Marcação de Jogos D. Arbitragem E. Inscrição das

Leia mais

CAMPEONATO REGIONAL DE ENSINO 2015

CAMPEONATO REGIONAL DE ENSINO 2015 CAMPEONATO REGIONAL DE ENSINO 2015 CDR HERDADE DO OUTEIRO 04 DE ABRIL DE 2015 ALENTEJO Categoria do Concurso / Evento: Campeonato Regional - CDR Data: 04 / 04 / 2015 Local: Herdade do Outeiro - Alqueva

Leia mais

NÍVEL I INTRODUÇÃO OBJECTIVOS:

NÍVEL I INTRODUÇÃO OBJECTIVOS: INTRODUÇÃO NÍVEL I O Gira-Volei é um jogo de iniciação à modalidade destinada aos jovens com idades compreendidas entre os 8 e 15 anos, onde através do jogo simplificado (2x2) e utilização do passe faz

Leia mais

Délia Falcão. 11 de Janeiro 2012

Délia Falcão. 11 de Janeiro 2012 11 de Janeiro 2012 REGIME JURÍDICO DA FORMAÇÃO PROFISSIONAL CONTINUA NO CÓDIGO DE TRABALHO (Lei 7/2009 de 12 de Fevereiro) DEVERES DO ESTADO EM MATÉRIA DE FORMAÇÃO PROFISSIONAL: 1. Formação /qualificação

Leia mais

Educação Formação Avançada

Educação Formação Avançada ISEC Instituto Superior de Educação e Ciências Educação Formação Avançada ISEC Instituto Superior de Educação e Ciências Educação Formação Avançada Unidade Científico- Pedagógica de Ciências da Educação

Leia mais

Regulamento Geral de Estudos Pós-Graduados. do Instituto de Ciências Sociais da Universidade de Lisboa

Regulamento Geral de Estudos Pós-Graduados. do Instituto de Ciências Sociais da Universidade de Lisboa Regulamento Geral de Estudos Pós-Graduados do Instituto de Ciências Sociais da Universidade de Lisboa CAPÍTULO I Disposições Gerais Artigo 1º Âmbito de aplicação 1 O presente Regulamento Geral (RG) aplica-se

Leia mais

Nas situações de impedimentos do Director de EE e do Director de CFAE previstos no Código do Procedimento Administrativos, aplica-se:

Nas situações de impedimentos do Director de EE e do Director de CFAE previstos no Código do Procedimento Administrativos, aplica-se: INFORMAÇÃO Nº 1 Impedimentos Nas situações de impedimentos do Director de EE e do Director de CFAE previstos no Código do Procedimento Administrativos, aplica-se: 1. Impedimento do Director de EE Nas situações

Leia mais

REGULAMENTO DE INSCRIÇÕES E TRANSFERÊNCIAS FEDERAÇÃO PORTUGUESA DE BASQUETEBOL

REGULAMENTO DE INSCRIÇÕES E TRANSFERÊNCIAS FEDERAÇÃO PORTUGUESA DE BASQUETEBOL REGULAMENTO DE INSCRIÇÕES E TRANSFERÊNCIAS DA COM AS ALTERAÇÕES APROVADAS NA ASSEMBLEIA GERAL DE 06.DEZEMBRO.2008 E NAS REUNIÕES DE DIRECÇÃO DE 28.JULHO.2011; 06.NOVEMBRO.2012; 26.FEVEREIRO. 2014 1 2 ÍNDICE

Leia mais

Decreto-Lei n.º 407/99 de 15 de Outubro

Decreto-Lei n.º 407/99 de 15 de Outubro Decreto-Lei n.º 407/99 de 15 de Outubro Disposições gerais... 3 Objecto... 3 Âmbito de aplicação... 3 Excepções... 3 Conceitos... 3 Legislação aplicável... 4 Organização e gestão da formação desportiva...

Leia mais

Pós-graduação em Direito e Finanças do Desporto

Pós-graduação em Direito e Finanças do Desporto Pós-graduação em Direito e Finanças do Desporto Coordenação: Prof. Doutor João Miranda e Prof. Doutor Nuno Cunha Rodrigues I Módulo Introdução ao Direito do Desporto 21.2.2014 1. A regulação jurídica internacional

Leia mais

REGULAMENTO DOS REGIMES DE MUDANÇA DE CURSO, TRANSFERÊNCIA E REINGRESSO DA UNIVERSIDADE DE COIMBRA

REGULAMENTO DOS REGIMES DE MUDANÇA DE CURSO, TRANSFERÊNCIA E REINGRESSO DA UNIVERSIDADE DE COIMBRA REGULAMENTO DOS REGIMES DE MUDANÇA DE CURSO, TRANSFERÊNCIA E REINGRESSO DA UNIVERSIDADE DE COIMBRA Nos termos do n.º 1 do artigo 10.º do Regulamento dos Regimes de Mudança de Curso, Transferência e Reingresso,

Leia mais

DISTRIBUIÇÃO: Associações Distritais, Clubes e Câmaras Municipais

DISTRIBUIÇÃO: Associações Distritais, Clubes e Câmaras Municipais CIRCULAR Nº 17/06 06/04/07 DISTRIBUIÇÃO: Associações Distritais, Clubes e Câmaras Municipais ASSUNTO: CURSO DE MANUTENÇÃO DE PISCINAS 2006 1. Objectivos - Dotar os responsáveis pela manutenção dos equipamentos

Leia mais

EngIQ. em Engenharia da Refinação, Petroquímica e Química. Uma colaboração:

EngIQ. em Engenharia da Refinação, Petroquímica e Química. Uma colaboração: EngIQ Programa de Doutoramento em Engenharia da Refinação, Petroquímica e Química Uma colaboração: Associação das Indústrias da Petroquímica, Química e Refinação (AIPQR) Universidade de Aveiro Universidade

Leia mais

REGULAMENTO MUNICIPAL DE APOIO AO MOVIMENTO ASSOCIATIVO

REGULAMENTO MUNICIPAL DE APOIO AO MOVIMENTO ASSOCIATIVO REGULAMENTO MUNICIPAL DE APOIO AO MOVIMENTO ASSOCIATIVO A Câmara Municipal de Serpa no âmbito da sua politica para as áreas sócio-cultural e desportiva, considera o movimento associativo como parceiro

Leia mais

GRUPOS DE RECRUTAMENTO

GRUPOS DE RECRUTAMENTO Contratação de Escola 2015/2016 (Decreto-Lei n.º 132/2012, de 27 de Junho) GRUPOS DE RECRUTAMENTO Aviso n.º 03-2015/2016 Nos termos no nº 4 do artigo 39 do Decreto -Lei n.º 132/2012, de 27 de junho, alterado

Leia mais

Município de Alfândega da Fé Câmara Municipal

Município de Alfândega da Fé Câmara Municipal REGIMENTO CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO PG.01_PROC.07_IMP.08 DDS SECTOR DA ACÇÃO SOCIAL E EDUCAÇÃO 1 de 9 REGIMENTO PREÂMBULO Considerando que a Lei n.º 159/99, de 14 de Setembro, estabelece no seu artigo

Leia mais

PROPOSTA ALTERNATIVA

PROPOSTA ALTERNATIVA PROJECTO DECRETO LEI SOBRE O EXERCÍCIO DA COORDENAÇÃO EM MATÉRIA DE SEGURANÇA E SAÚDE NA ACTIVIDADE DE, PREVISTA NO DECRETO LEI N.º 273/2003, DE 29 DE OUTUBRO, BEM COMO O RECONHECIMENTO DOS RESPECTIVOS

Leia mais

O Departamento de Formação da FNK-P propõe-se a apoiar e acreditar este curso que após a verificação do mesmo valida-o.

O Departamento de Formação da FNK-P propõe-se a apoiar e acreditar este curso que após a verificação do mesmo valida-o. COMISSÃO ORGANIZADORA E O DEPARTAMENTO FORMAÇÃO Exmos./as. Senhores/as, A Comissão Organizadora do Campeonato de Europa de Cadetes, Juniores e Sub-21 a realizar em Lisboa em fevereiro de 2014, irá a realizar

Leia mais

REGULAMENTO MUNICIPAL DE APOIOS AO ASSOCIATIVISMO

REGULAMENTO MUNICIPAL DE APOIOS AO ASSOCIATIVISMO REGULAMENTO MUNICIPAL DE APOIOS AO ASSOCIATIVISMO (Aprovado na 6ª Reunião Ordinária de Câmara Municipal realizada em 18 de Março de 2003, na 2ª Sessão Extraordinária de Assembleia Municipal, realizada

Leia mais

PROJETO DE ACOMPANHAMENTO DE DESPORTO ESCOLAR

PROJETO DE ACOMPANHAMENTO DE DESPORTO ESCOLAR UNIVERSIDADE TÉCNICA DE LISBOA FACULDADE DE MOTRICIDADE HUMANA ESCOLA SECUNDÁRIA FERNANDO NAMORA Ano Letivo 2012/2013 PROJETO DE ACOMPANHAMENTO DE DESPORTO ESCOLAR - Badminton - Orientadores: Professor

Leia mais

CURSO DE TREINADORES DE FUTEBOL UEFA C RAIZES / GRAU I REGULAMENTO

CURSO DE TREINADORES DE FUTEBOL UEFA C RAIZES / GRAU I REGULAMENTO CURSO DE TREINADORES UEFA C RAIZES / GRAU I 1. ORGANIZAÇÃO REGULAMENTO A Associação de Futebol da Madeira candidata-se à organização de um CURSO DE TREINADORES UEFA C RAIZES / GRAU I, de acordo com o Serviço

Leia mais

REGULAMENTO DO CAMPEONATO NACIONAL GIRA-PRAIA (SUB. 16,18 e 20)

REGULAMENTO DO CAMPEONATO NACIONAL GIRA-PRAIA (SUB. 16,18 e 20) REGULAMENTO DO CAMPEONATO NACIONAL GIRA-PRAIA (SUB. 16,18 e 20) I DISPOSIÇÔES GERAIS ARTIGO 1º O Campeonato Nacional Gira-Praia é uma competição de Voleibol de Praia de âmbito nacional, organizada pela

Leia mais

Edital Concurso Professor Associado

Edital Concurso Professor Associado Para publicação na Página da UAb Edital Concurso Professor Associado Por despacho de treze de Julho de dois mil e onze do Reitor da Universidade Aberta, pela competência conferida pela alínea a) do n.º

Leia mais

MINISTÉRIO DA ADMINISTRAÇÃO INTERNA

MINISTÉRIO DA ADMINISTRAÇÃO INTERNA Diário da República, 1.ª série N.º 80 24 de abril de 2015 2057 MINISTÉRIO DA ADMINISTRAÇÃO INTERNA Portaria n.º 114/2015 de 24 de abril A Portaria n.º 148/2014, de 18 de julho, veio estabelecer um novo

Leia mais

Regulamento do Programa do Desporto Escolar 2014-2015

Regulamento do Programa do Desporto Escolar 2014-2015 Regulamento do Programa do Desporto Escolar 2014-2015 REGULAMENTO DO PROGRAMA DO DESPORTO ESCOLAR 2014-2015 ( a que se refere o Despacho nº9302/2014 de 17 de julho) 1. ÂMBITO O presente regulamento define

Leia mais

Projecto Nestum Rugby nas Escolas. Balanço 2009/2010

Projecto Nestum Rugby nas Escolas. Balanço 2009/2010 Projecto Nestum Rugby nas Escolas Balanço 2009/2010 No segundo ano (2009/2010) de implementação do projecto Nestum Rugby nas Escolas, projecto este que resulta da parceria entre a Federação Portuguesa

Leia mais

Programa Avançado 2010 LISBOA Inicio a 26 Março 2010 PORTO Inicio a 26 Março 2010 LEIRIA Inicio a 26 Março 2010 A formação em Gestão de Projectos tem vindo a assumir uma importância cada vez maior em todo

Leia mais

EDITAL MESTRADO EM FISIOTERAPIA ÁREA DE ESPECIALIZAÇÃO DE MOVIMENTO HUMANO (edição 2011-2013)

EDITAL MESTRADO EM FISIOTERAPIA ÁREA DE ESPECIALIZAÇÃO DE MOVIMENTO HUMANO (edição 2011-2013) EDITAL MESTRADO EM FISIOTERAPIA ÁREA DE ESPECIALIZAÇÃO DE MOVIMENTO HUMANO (edição 2011-2013) Nos termos do Decreto-Lei n.º 42/2005, de 22 de Fevereiro, do Decreto-Lei n.º 74/2006 de 24 de Março, com as

Leia mais

RUGBY. para TODOS. Escolinhas de Rugby Um projecto de interacção social. Departamento de Desenvolvimento. Henrique Garcia

RUGBY. para TODOS. Escolinhas de Rugby Um projecto de interacção social. Departamento de Desenvolvimento. Henrique Garcia RUGBY para TODOS Escolinhas de Rugby Um projecto de interacção social Departamento de Desenvolvimento Henrique Garcia 1. Introdução A Federação Portuguesa de Rugby tem como missão tornar possível que TODAS

Leia mais

CURSO DE TREINADORES DE FUTEBOL UEFA BASIC / GRAU II

CURSO DE TREINADORES DE FUTEBOL UEFA BASIC / GRAU II ASSOCIAÇÃO DE FUTEBOL DE COIMBRA Estádio Sérgio Conceição, 3045-478 TAVEIRO Tel: 239853680 Fax: 239853699 ÉPOCA 2013/2014 ÍNDICE CURSO TREINADORES DE FUTEBOL UEFA BASIC / GRAU II COMUNICADO OFIC. Nº 60

Leia mais

Diário da República, 2.ª série N.º 89 7 de Maio de 2010

Diário da República, 2.ª série N.º 89 7 de Maio de 2010 Escola Superior de Hotelaria e Turismo do Estoril Diário da República, 2.ª série N.º 89 7 de Maio de 2010 Regulamento n.º 416/2010 Regulamento das provas especialmente adequadas destinadas a avaliar a

Leia mais

Associação de Voleibol ALENTEJO E ALGARVE VOLEIBOL DE PRAIA. Projeto e Programa de Competição

Associação de Voleibol ALENTEJO E ALGARVE VOLEIBOL DE PRAIA. Projeto e Programa de Competição Associação de Voleibol ALENTEJO E ALGARVE VOLEIBOL DE PRAIA Projeto e Programa de Competição 2015 INTRODUÇÃO Assumindo uma lógica de continuidade, a atividade aqui descrita está enquadrada no Projeto Volley

Leia mais

REGIMENTO INTERNO DOS SERVIÇOS DE PSICOLOGIA E ORIENTAÇÃO

REGIMENTO INTERNO DOS SERVIÇOS DE PSICOLOGIA E ORIENTAÇÃO REGIMENTO INTERNO DOS SERVIÇOS DE PSICOLOGIA E ORIENTAÇÃO Artigo 1º Objectivo e Âmbito 1. Os (SPO) constituem um dos Serviços Técnico-Pedagógicos previsto no artigo 25º alínea a) do Regulamento Interno

Leia mais

MINISTÉRIOS DO TRABALHO E DA SOLIDARIEDADE SOCIAL E DA EDUCAÇÃO

MINISTÉRIOS DO TRABALHO E DA SOLIDARIEDADE SOCIAL E DA EDUCAÇÃO Diário da República, 1.ª série N.º 97 19 de Maio de 2011 2805 desde 1 de Janeiro de 2010, no Malawi, desde 1 de Abril de 2010, no Mali, desde 1 de Dezembro de 2010, em Malta, desde 1 de Março de 2010,

Leia mais

3 - Local de trabalho Jardim de Infância de Salsas, Concelho de Bragança - Departamento de Educação Social e Cultural, do Município de Bragança.

3 - Local de trabalho Jardim de Infância de Salsas, Concelho de Bragança - Departamento de Educação Social e Cultural, do Município de Bragança. Publique-se no Diário da Republica, O Presidente da Câmara AVISO N.º 9/2011 PROCEDIMENTO CONCURSAL COMUM PARA CONTRATACÃO EM REGIME DE CONTRATO DE TRABALHO EM FUNCÕES PÚBLICAS POR TEMPO DETERMINADO/ TERMO

Leia mais

O PEDIDO DE TPTD E A FORMAÇÃO ACADÉMICA

O PEDIDO DE TPTD E A FORMAÇÃO ACADÉMICA Versão 1.00 Regulamento O PEDIDO DE TPTD E A FORMAÇÃO ACADÉMICA Versão 1.00 Regulamento O PEDIDO DE TPTD E A FORMAÇÃO ACADÉMICA Edição: Coordenação: Data: Instituto Português do Desporto e Juventude, I.P.

Leia mais

TENNIS CLUB DA FIGUEIRA DA FOZ Escola de Ténis

TENNIS CLUB DA FIGUEIRA DA FOZ Escola de Ténis De acordo com o art.º 2º dos estatutos deste clube, o Tennis Club da Figueira da Foz tem uma que se rege pelo presente regulamento. 1. A funciona nas instalações do clube, sito na Avenida 25 de Abril,

Leia mais

Ministro de Estado, das Actividades Económicas e do Trabalho, Ministro de Estado e da Presidência e Ministra Ciência e Ensino Superior

Ministro de Estado, das Actividades Económicas e do Trabalho, Ministro de Estado e da Presidência e Ministra Ciência e Ensino Superior DESPACHO CONJUNTO Ministro de Estado, das Actividades Económicas e do Trabalho, Ministro de Estado e da Presidência e Ministra Ciência e Ensino Superior Considerando a Decisão da Comissão nº C (2004) 5735,

Leia mais

ASSOCIAÇÃO DE TÉNIS DE MESA DE LISBOA

ASSOCIAÇÃO DE TÉNIS DE MESA DE LISBOA Época 2008/2009 COMUNICADO Nº. 3 3 de Dezembro de 2008 Para conhecimento das Entidades Oficiais, Federação Portuguesa de Ténis de Mesa, Associações Distritais, Associação Portuguesa de Árbitros, Juízes

Leia mais

PROGRAMA OPERACIONAL DE POTENCIAL HUMANO EIXO PRIORITÁRIO 3 GESTÃO E APERFEIÇOAMENTO PROFISSIONAL

PROGRAMA OPERACIONAL DE POTENCIAL HUMANO EIXO PRIORITÁRIO 3 GESTÃO E APERFEIÇOAMENTO PROFISSIONAL PROGRAMA OPERACIONAL DE POTENCIAL HUMANO EIXO PRIORITÁRIO 3 GESTÃO E APERFEIÇOAMENTO PROFISSIONAL TIPOLOGIA DE INTERVENÇÃO 3.1.1 PROGRAMA DE FORMAÇÃO-ACÇÃO PARA PME REGULAMENTO DE CANDIDATURA PARA ENTIDADES

Leia mais

ASSOCIAÇÃO NATAÇÃO DO DISTRITO DE LEIRIA. Curso de Grau I - Treinador / Monitor de Natação REGULAMENTO CURSO DE GRAU I TREINADOR / MONITOR DE NATAÇÃO

ASSOCIAÇÃO NATAÇÃO DO DISTRITO DE LEIRIA. Curso de Grau I - Treinador / Monitor de Natação REGULAMENTO CURSO DE GRAU I TREINADOR / MONITOR DE NATAÇÃO ASSOCIAÇÃO NATAÇÃO DO DISTRITO DE LEIRIA Curso de Grau I - Treinador / Monitor de Natação 2015 REGULAMENTO CURSO DE GRAU I TREINADOR / MONITOR DE NATAÇÃO 1. Organização A organização do Curso de Grau I

Leia mais

I SÉRIE - N.º 16-18-4-2002

I SÉRIE - N.º 16-18-4-2002 466 Decreto Legislativo Regional n.º 13/2002/A de 12 de Abril Organização e funcionamento do sistema de reconhecimento e validação de competências e da educação e formação de adultos A Lei de Bases do

Leia mais

PROGRAMA DE DESENVOLVIMENTO DO BASQUETE MINEIRO

PROGRAMA DE DESENVOLVIMENTO DO BASQUETE MINEIRO PROGRAMA DE DESENVOLVIMENTO DO BASQUETE MINEIRO O que é? O Programa de Desenvolvimento do Basquete Mineiro (PDBM) é um projeto focado no atendimento as demandas dos clubes e escolas, em novas metodologias

Leia mais

DOSSIER DE ACREDITAÇÃO PARA FORMAÇÃO EM TAT

DOSSIER DE ACREDITAÇÃO PARA FORMAÇÃO EM TAT Instituto Nacional de Emergência Médica, I.P. DOSSIER DE ACREDITAÇÃO PARA FORMAÇÃO EM TAT Maio de 2012 Departamento de Formação em Emergência Médica Rua Almirante Barroso, n.º 36, 4º Piso 1000-013 Lisboa

Leia mais

Transição dos quadros distritais de vinculação para o quadro de zona pedagógica

Transição dos quadros distritais de vinculação para o quadro de zona pedagógica Federação Nacional dos Professores www.fenprof.pt Transição dos quadros distritais de vinculação para o quadro de zona pedagógica Ministério da Educação Portaria n.º 1298/03 de de Novembro A unificação

Leia mais

PROGRAMA TAG RUGBY NAS ESCOLAS 2015 2016

PROGRAMA TAG RUGBY NAS ESCOLAS 2015 2016 PROGRAMA TAG RUGBY NAS ESCOLAS 2015 2016 2. RUGBY NAS ESCOLAS 2.1. Objectivos Introdução do Rugby através do Tag Rugby como matéria alternativa na Educação Física (2º/3º Ciclo); Criação de núcleos de Desporto

Leia mais

CD-CTFP-30-ARH/2011 Página 1

CD-CTFP-30-ARH/2011 Página 1 Edital n.º 1230/2011 Doutor Manuel António Cotão de Assunção, Professor Catedrático e Reitor da Universidade de Aveiro, faz saber que, pelo prazo de trinta dias úteis contados do dia útil imediato àquele

Leia mais

PROGRAMA DE FORMAÇÃO 2012-2015

PROGRAMA DE FORMAÇÃO 2012-2015 Sessão de Apresentação PROGRAMA DE FORMAÇÃO 2012-2015 Bruno Avelar Rosa Departamento de Formação 17 de março de 2012 INTRODUÇÃO O Programa de Formação 2012-2015 é um documento que surge integrado no âmbito

Leia mais

Programas de Pós-Graduação em Filosofia Mestrado, Doutoramento e Pós-Doutoramento

Programas de Pós-Graduação em Filosofia Mestrado, Doutoramento e Pós-Doutoramento Programas de Pós-Graduação em Filosofia Mestrado, Doutoramento e Pós-Doutoramento A experiência de duas décadas de funcionamento de programas de pós-graduação em Filosofia revelou a necessidade de conceber

Leia mais

2º CURSO DE MESTRADO EM ENFERMAGEM: ÁREA DE ESPECIALIZAÇÃO DE GESTÃO EM ENFERMAGEM DOCUMENTO ORIENTADOR

2º CURSO DE MESTRADO EM ENFERMAGEM: ÁREA DE ESPECIALIZAÇÃO DE GESTÃO EM ENFERMAGEM DOCUMENTO ORIENTADOR 2º CURSO DE MESTRADO EM ENFERMAGEM: ÁREA DE ESPECIALIZAÇÃO DE GESTÃO EM ENFERMAGEM DOCUMENTO ORIENTADOR Lisboa 2010 SUMÁRIO 1. INTRODUÇÃO 2. NATUREZA E JUSTIFICAÇÃO DO CURSO 3. COMPETÊNCIAS TRANSVERSAIS

Leia mais

Regulamento de Formação AIP

Regulamento de Formação AIP Regulamento de Formação AIP Introdução Considerando que: Primeiro: A AIP Associação Industrial Portuguesa - Câmara de Comércio e Indústria é uma organização de utilidade pública sem fins lucrativos que

Leia mais

3 Anos de AD de pelo menos normal 2004 2001 2002 2003 2005 2002 2003 2004 2006 2003 2004 2005

3 Anos de AD de pelo menos normal 2004 2001 2002 2003 2005 2002 2003 2004 2006 2003 2004 2005 ASSUNTO: RECURSOS HUMANOS Concursos de promoção relativos aos anos de 2004, 2005 e 2006 Técnico Superior Assessor Por deliberação do Conselho Diretivo, de 25 de maio de 2015, foi autorizada a abertura

Leia mais

Futebol Feminino no Desporto Escolar. Plano Plurianual de desenvolvimento do projeto 2015/2016

Futebol Feminino no Desporto Escolar. Plano Plurianual de desenvolvimento do projeto 2015/2016 Futebol Feminino no Desporto Escolar Plano Plurianual de desenvolvimento do projeto 2015/2016 INTRODUÇÃO O Futebol Feminino é uma atividade que tem crescido nos últimos tempos em Portugal e por isso, sentimos

Leia mais

CURRICULUM VITAE. Manuel Joaquim Flores Fernandes NOME

CURRICULUM VITAE. Manuel Joaquim Flores Fernandes NOME CURRICULUM VITAE NOME Manuel Joaquim Flores Fernandes Naturalidade: Rossas - Vieira do Minho Data de Nascimento: 31 de Outubro de 1969 Bilhete de Identidade Nº 8423421 - emitido em 04/07/2007 pelo Arquivo

Leia mais

REGULAMENTO DO CAMPEONATO NACIONAL DE GIRA-PRAIA DE SUB. 16,18 e 20-2014

REGULAMENTO DO CAMPEONATO NACIONAL DE GIRA-PRAIA DE SUB. 16,18 e 20-2014 REGULAMENTO DO CAMPEONATO NACIONAL DE GIRA-PRAIA DE SUB. 16,18 e 20-2014 ARTIGO 1º O Campeonato Nacional de Gira- Praia de Subs é uma competição de Voleibol de Praia de âmbito nacional, organizada pela

Leia mais

Preâmbulo. 3. Todos os restantes apoios e subsídios serão concedidos sob a forma de protocolo. 1/7

Preâmbulo. 3. Todos os restantes apoios e subsídios serão concedidos sob a forma de protocolo. 1/7 Preâmbulo Recentemente, um estudo efectuado pela União Europeia demonstra de uma forma clara que Portugal, é o país dos "Quinze" que tem uma menor percentagem de população a praticar desporto. Urge criar

Leia mais

Instituto Superior de Contabilidade e Administração de Coimbra

Instituto Superior de Contabilidade e Administração de Coimbra Artigo 1.º Âmbito O presente Regulamento fixa as normas gerais relativas a matrículas e inscrições nos cursos do Instituto Superior de Contabilidade e Administração de Coimbra. Artigo 2.º Definições De

Leia mais

Europass Curriculum Vitae

Europass Curriculum Vitae Europass Curriculum Vitae Informação pessoal Apelido (s) - Nome (s) Morada (s) Rua Aquilino Ribeiro, n.º 164 2º Esq Bairro de Sta. Apolónia 3020-096 Coimbra Telefone (s) 239 046 839 Telemóvel: 93 413 60

Leia mais

EDITAL MESTRADO EM ANÁLISES CLÍNICAS E SAÚDE PÚBLICA ESPECIALIZAÇÃO DE HEMATOLOGIA E IMUNOLOGIA CLÍNICO-LABORATORIAL. (Edição 2011-2013)

EDITAL MESTRADO EM ANÁLISES CLÍNICAS E SAÚDE PÚBLICA ESPECIALIZAÇÃO DE HEMATOLOGIA E IMUNOLOGIA CLÍNICO-LABORATORIAL. (Edição 2011-2013) EDITAL MESTRADO EM ANÁLISES CLÍNICAS E SAÚDE PÚBLICA ESPECIALIZAÇÃO DE HEMATOLOGIA E IMUNOLOGIA CLÍNICO-LABORATORIAL (Edição 2011-2013) Nos termos dos Decretos-Lei nº 42/2005, de 22 de Fevereiro, do Decreto-Lei

Leia mais

PLANO ESTRATÉGICO 2006-2008

PLANO ESTRATÉGICO 2006-2008 PLANO ESTRATÉGICO 2006-2008 ÍNDICE 1. ÂMBITO 03 Pág.s 2. MISSÃO 03 3. AMBIENTE EXTERNO E INTERNO 04 3.1 Factores Externos 04 3.2 Factores Internos 05 4. ESTRATÉGIA 06 5. PROGRAMAS 10 Instituto do Desporto

Leia mais

UNIVERSIDADE NOVA DE LISBOA Escola Nacional de Saúde Pública REGULAMENTO E PLANO DE ESTUDOS CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM SAÚDE PÚBLICA

UNIVERSIDADE NOVA DE LISBOA Escola Nacional de Saúde Pública REGULAMENTO E PLANO DE ESTUDOS CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM SAÚDE PÚBLICA REGULAMENTO E PLANO DE ESTUDOS CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM SAÚDE PÚBLICA JULHO DE 2015 ÍNDICE CHAVE DE SIGLAS 1. INTRODUÇÃO... 3 2. DESTINATÁRIOS... 4 3. FINALIDADE... 4 4. OBJECTIVOS GERAIS... 4 5. PLANO

Leia mais

PÓS-GRADUAÇÃO EM ACTIVIDADE FÍSICA NA GRAVIDEZ E PÓS-PARTO

PÓS-GRADUAÇÃO EM ACTIVIDADE FÍSICA NA GRAVIDEZ E PÓS-PARTO Instituto Politécnico de Santarém Escola Superior de Desporto de Rio Maior PÓS-GRADUAÇÃO EM ACTIVIDADE FÍSICA NA GRAVIDEZ E PÓS-PARTO REGULAMENTO Artigo 1.º Designação A Escola Superior de Desporto de

Leia mais

Ensino Superior. Federação Nacional dos Professores www.fenprof.pt

Ensino Superior. Federação Nacional dos Professores www.fenprof.pt Federação Nacional dos Professores www.fenprof.pt Ensino Superior Regulamento n.º 319/2013 Regulamento do Programa de Apoio Social a Estudantes através de atividades de tempo Parcial (PASEP) da Universidade

Leia mais

Associação de Futebol do Porto Rua António Pinto Machado, n.º 96 4100 068 Porto

Associação de Futebol do Porto Rua António Pinto Machado, n.º 96 4100 068 Porto Rua António Pinto Machado, n.º 96 4100 068 Porto CIRCULAR N.º 109-2014/2015 - RECTIFICADA - COMUNICADO OFICIAL Para conhecimento e orientação dos clubes filiados, SAD s, SDUQ's, Árbitros, comunicação Social

Leia mais

1º-4º CURSOS DE TREINADORES DE KARATE - GRAU 1 -

1º-4º CURSOS DE TREINADORES DE KARATE - GRAU 1 - 1º-4º CURSOS DE TREINADORES DE KARATE - GRAU 1 - Organização: Colaboração: Datas, Locais e Horários Componente Geral De modo a facilitar o acesso ao curso, quer a nível de tempo, quer a nível económico

Leia mais

PROJECTO PORTUGAL GOLFE TEAM. 12 de Março 2015

PROJECTO PORTUGAL GOLFE TEAM. 12 de Março 2015 PROJECTO PORTUGAL GOLFE TEAM 12 de Março 2015 INTRODUÇÃO A PORTUGAL GOLFE TEAM visa apoiar e aconselhar profissionais de golfe no inicio ou no desenrolar da sua carreira. Uma iniciativa importante que

Leia mais

Referência E) - 1 Posto de Trabalho para a carreira e categoria de Técnico Superior (Planeamento Regional e Urbano); Referência F) - 1 Posto de

Referência E) - 1 Posto de Trabalho para a carreira e categoria de Técnico Superior (Planeamento Regional e Urbano); Referência F) - 1 Posto de A V I S O Procedimento concursal comum para constituição de relação jurídica de emprego público por tempo determinado contrato de trabalho em funções públicas por tempo determinado para ocupação de seis

Leia mais

Faculdade de Direito da Universidade Nova de Lisboa

Faculdade de Direito da Universidade Nova de Lisboa Faculdade de Direito da Universidade Nova de Lisboa I Curso de Extensão Universitária em Direito do Desporto 2010-2011 Coordenador científico Prof. Doutor José Manuel Meirim Coordenação Prof. Doutor José

Leia mais

Curso Regional de Juizes F.P.S. 2013

Curso Regional de Juizes F.P.S. 2013 Curso Regional de Juizes F.P.S. 2013 I Inscrições De acordo com o projecto de formação de Recursos Humanos da F.P.S. para 2013-2017 irá decorrer na Ericeira no fim de semana de 15 e 16 de Março um curso

Leia mais

COMUNICADO OFICIAL N.º 1 ÉPOCA 2015/2016 Associação de Andebol do Algarve

COMUNICADO OFICIAL N.º 1 ÉPOCA 2015/2016 Associação de Andebol do Algarve Distribuição: FAP e Clubes Filiados 1. Direcção 1.1 A época desportiva 2014/2015 termina no dia 31/07/2015. A época desportiva 2015/2016 inicia-se no dia 01/08/2015. 1.2 Informamos que o horário de funcionamento

Leia mais