PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA PARMBA

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA PARMBA"

Transcrição

1 si tn. 1 e PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA PARMBA ACÓRDÃO HABEAS CORPUS N / 001 GUARABIRA Relator : Juiz convocado Eslu Eloy Filho Impetrante : Bel. Michel Pereira Barreiro Paciente : Maria Hailea de Araújo Toscano HABEAS CORPUS Crime ambiental Destruição de área de preservação permanente Termo de ajustamen-. to de conduta Ação penal Falta de justa causa Trancamento Ordem concedida. Celebrado termo de ajustamento de conduta entre a edilidade e o órgão fiscalizador, anteriormente ao oferecimento da denúncia, com vistas à reparação do dano ambiental, falta justa causa para a persecutio criminis, porquanto desaparecido o objeto material do art. 38 da Lei n /98. VISTOS, relatados e discutidos estes autos de habeas corpus, acima identificados: ACORDA a Câmara Criminal do Tribunal de Justiça da Paraíba, por maioria de votos, em conceder a ordem para trancar a ação penal. Trata-se de habeas corpus, com pedido de liminar, impetrado pelo advogado Michel Pereira Barreiro, inscrito na OAB/PB sob n , em favor de MARIA HAILEA DE ARAÚJO TOSCANO, alegando, para tanto, estar ela sob coação ilegal de parte do MM. Juiz de Direito da 4a Vara da comarca de Guarabira.,

2 ,,., s. * t Mig.,.:fr PODER JUDICIÁRIO 7,, :N14.1e1A" TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA PARAIBA..,, Aduz o impetrante, em sua súplica, que, em , o IBAMA expediu o Auto de Infração de n contra o município de Guarabira/PB, na época em que a paciente era Chefe do Executivo local, com base no art. 38 da Lei n /98, ao argumento de haver provocado a destruição de "floresta considerada de preservação permanente no topo da Serra da Jurema". Afirma, ainda, que foi lavrado o Termo de Apreensão de n , série "C", e que, em decorrência desses atos administrativos, o município de Guarabira apresentou defesa, tendo-sido celebrado o Termo de Compromisso n. 123/2002 em que a edilidade se comprometia em apresentar o PRAD Plano de Recuperação da Área Degradada, o qual foi elaborado e aprovado pelo 1BAMA, e de que constava, expressamente, a obrigação de executar o ajustado pela então prefeita ou quem viesse a sucedê-ia. - Não -obstante o termo de ajustamento celebrado, acresce o impetrante que a paciente terminou denunciada pelo Ministério Público, pela prática do crime previsto no sobredito art. 38 da Lei n /98, quando, na verdade, a responsabilidade seria da atual gestora municipal, padecendo.ela, pois, de coação ilegal, por9uanto "está sendo compelida a comparecer perante a 1" Vara Criminal da capital, juízo deprecado, com vistas a ser ouvida sobre a possibilidade de suspensão condicional do processo que tramita no foro do juízo deprecante, em Guarabira...", fls. 02/10. A liminar foi indeferida, fls. 89/90. Vieram as informações, instruídas com cópias de peças do processo principal, fls. 93/97, complementadas às fls.104/ N "., 2 - \.1 -

3 PODER JUDICIÁRIO ike.40: TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA PARAÍBA mffic IIC / Em parecer, a ilustrada Procuradoria de Justiça firmou-se pela denegação da ordem, fls. 100/ V O T O - O Ministério Público, através do Promotor com atuação perante a 4 a Vara Criminal de Guarabira, denunciou MARIA HAILÉA DE ARAÚJO TOSCANO, ex-prefeito daquele Município, como incurso nas sanções do art. 38, caput, da Lei n /98, porque, na condição de prefeita, teria declarado de utilidade pública para fins de desapropriação uma parte de terra de 5,4 hectares, destinada - à construção de acessos e áreas de estacionamento ao memorial de Frei Damião. Consta da denúncia que fiscais do IBAMA embargaram a o- bra e multaram a prefeitura em R$ ,00 (quinze mil reais), ante o desmatamento de cerca de 1,5 hectare, considerada área de preservação permanente, dado conter essências de angico, cubatã de rego, catingueira, marmeleiro, dentre outras espécies. A impetração questiona a acusação, dizendo não haver justa 11" ' causa para a ação penal, seja pela ausência material do delito imputado, seja pela falta de requisito essencial de procedibilidade, posto que, posteriormente à lavratura do auto de infraçã ld, ocorrido em 2001, quando foram enviadas cópias do respectivo procedimento -a..9 Ministério Público, o IBAMA converteu a multa arbitrada em apresentação e execução de programa de educação ambiental, constituindo-se o ajuste em entrave à persecutio criminis. O exame perfunctório dos autos demonstra que, de fato, a denúncia ministerial não especifica o elemento subjetivo do tipo, i. e., se a denunciada teria agido com dolo ou por mera culpa, considerando que o art. 38 da Lei 9.605/03 admite a conduta culposa. \\6\ 3

4 e ". - PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA PARA B3A O art. 41 do CPP determina que a denúncia, para sua perfeição formal, deve conter a exposição do fato criminoso, com todas as suas circunstâncias, a fim de que o denunciado conheça o preciso e completo teor da imputação, em respeito à ampla defesa; desde a materialidade, até o elemento subjetivo que a ele se terá agregado para compor o fato típico. Por isso, a peça pórtica precisa conter referência não só ao local, momento e autoria do fato, mas, também, à maneira como o fato típico foi praticado, com inequívoca identificação e especificação do comportamento criminoso do agente. Assim, mesmo desnecessário descer a minúcias, não se tolera que a concisão se transforme em omissão. No dizer de JÚLIO FABBRINI MIRABETE, na denúncia, "devem estar relatadas todas as circunstâncias do fato que possam interessar à apreciação do crime, sejam elas mencionadas expressamente em lei como quagficadoras, agravantes, atenuantes, causas de aumento ou diminuição de pena etc., como as que se referem ao tempo, lugar, meios e modos de execução, causas, efeitos etc. Devem ser esclarecidas as questões mencionadas nas seguintes expressões latinas: quis (o sufi i jeito ativo do crime); quibus auxiliis (os autores e meios empregados); quid (o mal produzido); ubi (o lugar do crime); cur (os motivos do crime); quomodo (a maneira pelo qual foi p raticado) e quando (o tempo ) " do fato)" (Código de Processo Penal Interpretado, 7a ed., São Paulo: Atlas, 2000, p. 172). Portanto, a denúncia deve revestir-se, sempre, de um cuidado mínimo, em seus aspectos substancial e formal; deve ser clara ao menos no indicar o fato criminoso e suas circunstâncias identificadoras, de forma a permitir ao réu conhecer, sem esforço ou ilações, a conduta reveladora do crime e justificadora da pretensão punitiva; deve precisar a acusação, delimitar o fato e pormenorizar o comportamento do agente, sqb pena de tornar-se inépta. t. 4

5 PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA PARAÍBA.N Não basta, assim, ao recebimento da denúncia apenas o atendimento às formalidades do art. 41 do CPP. É preciso, ainda, individualização do comportamento criminoso do acusado e um princípio de correspondência entre o fato imputado e o comportamento do agente retratado no inquérito. Como lembrava NÉLSON HUNGRIA, "o juiz moderno tem pelo direito individual um respeito que entrou nos costumes e faz parte de sua atmosfera ambiente e lhe inspira escrúpulos, cujo valor é preciso reconhecer quando se trata da sorte e da liberdade de um cidadão" (Comentários ao Código Penal, 3a ed., v. VII, p. 179). VICENTE GRECO FILHO, sobre a hipótese, leciona: "A falta de descrição de uma elementar provoca a inépcia da denúncia, porque" a defesa não pode se defender de fato que não foi imputado. Denúncia inepta deve ser rejeitada e, se não o for, pode haver trancamento da ação penal por habeas corpus" (Manual de Processo Penal, 3 a ed., SP: Saraiva, 1995, p. 114)..0 Supremo Tribunal Federal, em casos semelhantes, tem decidido: -- "A peça acusatória deve conter a exposição do fato delituoso em toda a sua essência e com todas as suas circunstáncias. Essa narração, ainda que sucinta, impõe-se ao acusador como exigência derivada do postulado constitucional que assegura ao réu o pleno exercício do direito de defesa. Denúncia que não descreve adequadamente o fato criminoso é denúncia inepta. Precedente" (HC n /SP, Rel. Min. CELSO DE MELLO, DJU , p ). \-\

6 *~;.: PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA PARAÍBA ama HC /001 Admitir-se, por isso, imputação imprecisa, genérica, fundada em mera suposição ou dedução cerebrina, será, certamente, comprometer o respeito no trato com a liberdade e a dignidade do indivíduo. Daí porque, se a denúncia não explicita a conduta do agente, com os atos que a compõem, nem deixa claro o elemento subjetivo do tipo, evidente é a sua inépcia. IP Mas, não é caso de se rejeitar a denúncia, por não especificar se paciente agiu a título de dolo ou culpa, pois, vou mais longe e entendo que a própria ação penal não deve ser instaurada, por absoluta falta de justa causa para tanto. Com efeito, conforme se vê dos autos, foi assinado um termo de ajustamento de conduta, autorizado pelo art. 79-A, da Lei n /98, posteriormente à lavratura do auto infracional e bem antes do oferecimento da denúncia, não havendo notícia na denúncia de que não tivesse ou não esteja sendo cumprido. 11/ Neste sentido já decidiu o Tribunal de Alçada Criminal de São Paulo: "Crimes contra o meio ambienle-: Requerimento, pela acusada, de assinatura de termo de compromisso com os órgãos ambientais, para correção de suas atividades, nos termos do artigo 79-A da Lei n 9605/98. Trancamento da ação penal. Necessidade." (HC /2 Rel. Ciro Campos, j. 15/02/2000). \ Nesse mesma linha: 6

7 :jjeber r-n ny' PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA PARARIA 's ambiental junto ao órgão g com Petente antes do ofereci- mento da denúncia, uma vez que o art. 79-A, ao ser a- dá "Ação penal. Crime ambiental. Apresentação de proposta de termo de compromisso, pela empresa-ré, junto ao órgão competente, antes do oferecimento da denúncia. Trancamento por falta de justa causa. Necessidade. Tratando-se do crime 'do art. 60 da Lei 9605/98, deve ser trancada a ação penal por falta de justa causa na hipótese em que a empresa-ré apresenta proposta de termo de compromisso de ajustamento de conduta crescentado à referida Lei, por medida provisória, não se limita à suspensão da eficácia da infração administrativa, alcançando, também, a de natureza -penal, mais favorável à acusada." (HC /4 Rel. Breno Guimarães julg ). Por sua vez, assim também decidiu o TJMG: "Mandado de Segurança Crime ambiental Existência de Termo de Compromisso de Ajustamento de Conduta Ausência de justa causa - Deve ser trancada a e.' ação penal por falta de justa causa na hipótese em que. a impetrante assinou termo de compromisso de ajustamento de conduta am iental junto aos órgãos compe- tentes antes do oferecimento da denúncia Mandamus concedido." (Proc /000(1), rel. Des. Jane Silva, j. 25/06/2004, unânime, DJ/MG 13/08/2004). Nesse sentir, celebrado termo de ajustamento de conduta entre a edilidade e o órgão fiscalizador, anteriormente ao oferecimento da denúncia, com vistas à reparação do dano. ambiental, falta justa causa para a persecutio criminis, porquanto desaparecido o objeto material do art. 38 da Lei n /98.

8 9 PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA PARAÍBA Diante do exposto, concedo a ordem para trancar a ação penal instaurada contra a paciente. Comunique-se à autoridade impetrada, para os fins legais. É o meu voto. Presidiu o julgamento o Des. Leôncio Teixeira Câmara, com voto vencido, e dele -participaram o Juiz convocado Eslu Eloy Filho, relator para o acórdão, e o Des. José Martinho Lisboa. SALA DE SESSÕES "DES. M. TAIGY DE QUEIROZ ME- LO FILHO" DA CÂMARA CRIMINAL DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DA PARAÍBA, em 19 de junho de Juiz convocado lu Eloy Filho REL TOR

9 kp t; s' zb 0.4 ' AO.z-tJ

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA PARAÍBA Gabinete do Desembargador Joás de Brito Pereira Filho

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA PARAÍBA Gabinete do Desembargador Joás de Brito Pereira Filho j,511. PODER JUDICIÁRIO HABEAS CORPUS N. 999.2011.000003-4/001 CAPITAL Relator : Desembargador Joás de Brito Pereira Filho Impetrante : Gustavo Botto Barros Felix (OAB/PB 11.593) Pacientes : C. M. dos

Leia mais

Responsabilidade Criminal Ambiental. Paulo Freitas Ribeiro

Responsabilidade Criminal Ambiental. Paulo Freitas Ribeiro Responsabilidade Criminal Ambiental Paulo Freitas Ribeiro Constituição Federal Artigo 225 - Todos têm direito ao meio ambiente ecologicamente equilibrado, bem de uso comum do povo e essencial à sadia qualidade

Leia mais

11175,1;.-.' - ESTADJDA-PARAÍBA PODER JUDICIÁRIO GABINETE DO DES. NILO LUIS RAMALHO VIEIRA

11175,1;.-.' - ESTADJDA-PARAÍBA PODER JUDICIÁRIO GABINETE DO DES. NILO LUIS RAMALHO VIEIRA ' -rr r * 11175,1;.-.' - ESTADJDA-PARAÍBA PODER JUDICIÁRIO GABINETE DO DES. NILO LUIS RAMALHO VIEIRA ACÓRDÃO HABEAS CORPUS N 001.2006.001615-9/001 RELATOR: Des. Nilo Luis Ramalho vieira IMPETRANTE: Francisco

Leia mais

Inteiro Teor (631971)

Inteiro Teor (631971) APELAÇÃO CRIMINAL Nº 2003.71.13.004586 4/RS RELATOR : Des. Federal LUIZ FERNANDO WOWK PENTEADO APELANTE ADVOGADO : MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL : VALERIO SBEGHEN MAYER : Melissa Martins Acórdão Publicado

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO DO ESTADO DO TOCANTINS TRIBUNAL DE JUSTIÇA Juiz Convocado HELVÉCIO DE BRITO MAIA NETO

PODER JUDICIÁRIO DO ESTADO DO TOCANTINS TRIBUNAL DE JUSTIÇA Juiz Convocado HELVÉCIO DE BRITO MAIA NETO HABEAS CORPUS Nº 0002031-78.2014.827.0000 ORIGEM: COMARCA DE PARAÍSO DO TOCANTINS 1ª VARA CRIMINAL PACIENTE: RAPHAEL BRANDÃO PIRES IMPETRANTE: ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL SECCIONAL DO TOCANTINS IMPETRADO:

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA PODER JUDICIÁRIO São Paulo

TRIBUNAL DE JUSTIÇA PODER JUDICIÁRIO São Paulo TRIBUNAL DE JUSTIÇA São Paulo fls. 1 Registro: 2013.0000094980 ACÓRDÃO Vistos, relatados e discutidos estes autos de Habeas Corpus nº 0000391-04.2013.8.26.0000, da Comarca de Araraquara, em que é paciente

Leia mais

Nº 71005004635 (N CNJ: 0023974-85.2014.8.21.9000) COMARCA DE PORTO ALEGRE RODRIGO DE BITTENCOURT MUDROVITSCH IMPETRANTE IMPETRANTE

Nº 71005004635 (N CNJ: 0023974-85.2014.8.21.9000) COMARCA DE PORTO ALEGRE RODRIGO DE BITTENCOURT MUDROVITSCH IMPETRANTE IMPETRANTE HABEAS CORPUS. CRIME AMBIENTAL. ART. 60 DA LEI 9.605/98. FAZER FUNCIONAR ATIVIDADE POTENCIALMENTE POLUIDORA. INSTALAÇÃO E OPERAÇÃO DE ESTAÇÃO RÁDIO-BASE (ERB). ATIVIDADE NÃO PREVISTA NA RESOLUÇÃO Nº 237/97

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL

MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL HABEAS CORPUS Nº 106168 PACTE: MIGUEL ANGEL MARCOS CRESPO IMPTE: ALEXANDRE O'DONNEL MALLET E OUTRO (A/S) IMPDO: RELATORA DO HABEAS CORPUS Nº 185909 DO SUPERIOR TRIBUNAL DE JUSTIÇA

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL

MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL Nº 10238/12 MJG MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL HABEAS CORPUS Nº 112166 PACTE: LUIZ PAULO HORTA DE SIQUEIRA IMPTE: EDUARDO ANTONIO LUCHO FERRAO E OUTRO(A/S) IMPDO: SUPERIOR TRIBUNAL DE JUSTIÇA RELATOR: EXMO.

Leia mais

Leopoldo Augusto Brüggemann RELATOR

Leopoldo Augusto Brüggemann RELATOR Habeas Corpus n. 2012.023453-6, de Blumenau Relator: Des. Leopoldo Augusto Brüggemann HABEAS CORPUS. PRETENSÃO DE REVOGAÇÃO DA SEGREGAÇÃO CAUTELAR DA PACIENTE. AVENTADA A NULIDADE DA PRISÃO EM FLAGRANTE.

Leia mais

VISTOS, RELATADOS E DISCUTIDOS os presentes autos em que é Agravante Ivanildo Faustino da Silva e Agravada Justiça Pública;

VISTOS, RELATADOS E DISCUTIDOS os presentes autos em que é Agravante Ivanildo Faustino da Silva e Agravada Justiça Pública; , / títtil %finem! ' PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA PARAÍBA GABINETE DO DES. ANTONIO CARLOS COÊLII0 DA FRANCA ACÓRDÃO Agravo em Execução n. 025.2004.000352-4/002 5' Vara da Comarca de

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO ACÓRDÃO

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO ACÓRDÃO fls. 1 ACÓRDÃO Registro: 2014.0000148698 Vistos, relatados e discutidos estes autos de Habeas Corpus nº 2062378-07.2013.8.26.0000, da Comarca de São Paulo, em que é paciente ALEX KOZLOFF SIWEK, Impetrantes

Leia mais

HC 6017-PB (0002378-25.2015.4.05.0000). RELATÓRIO

HC 6017-PB (0002378-25.2015.4.05.0000). RELATÓRIO HC 6017-PB (0002378-25.2015.4.05.0000). IMPTTE : CONSELHO FEDERAL DA ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL ADV/PROC : OSWALDO PINHEIRO RIBEIRO JÚNIOR E OUTROS IMPTDO : JUÍZO DA 8ª VARA FEDERAL DA PARAÍBA (SOUSA)

Leia mais

ARNOBWALVESTEU. Poder Judiciário Tribunal de Justiça da Paraíba Gabinete do Des. ARNÓBIO ALVES TEODÓSIO ACÓRDÃO

ARNOBWALVESTEU. Poder Judiciário Tribunal de Justiça da Paraíba Gabinete do Des. ARNÓBIO ALVES TEODÓSIO ACÓRDÃO 1 Poder Judiciário Tribunal de Justiça da Paraíba Gabinete do Des. ARNÓBIO ALVES TEODÓSIO ACÓRDÃO HABEAS CORPUS n 200.2004.020117-61003 Auditoria da Justiça Militar RELATOR : O Exmo. Des. Arnóbio Alves

Leia mais

HABEAS CORPUS Nº 29.177-5/217 (200701834174) ROBERTO SERRA DA SILVA MAIA FERNANDO ANTÔNIO CANÇADO DE OLIVEIRA R E L A T Ó R I O

HABEAS CORPUS Nº 29.177-5/217 (200701834174) ROBERTO SERRA DA SILVA MAIA FERNANDO ANTÔNIO CANÇADO DE OLIVEIRA R E L A T Ó R I O HABEAS CORPUS Nº 29.177-5/217 (200701834174) GOIÂNIA Impetrante: Paciente : ROBERTO SERRA DA SILVA MAIA FERNANDO ANTÔNIO CANÇADO DE OLIVEIRA R E L A T Ó R I O O Advogado Roberto Serra da Silva Maia impetrou

Leia mais

ok PACIENTE: Antônio Carlos da Silva Felipe

ok PACIENTE: Antônio Carlos da Silva Felipe PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA PARAIBA GABINETE DO DESEMBARGADOR LUIZ SILVIO RAMALHO JÚNIOR ACÓRDÃO HABEAS CORPUS (Processo n 999.2012.001461-11001) RELATOR: Marcos William de Oliveira,

Leia mais

Poder Judiciário Tribunal de Justiça do Estado da Paraíba Gabinete do Des. ARNÓBIO ALVES TEODÓSIO

Poder Judiciário Tribunal de Justiça do Estado da Paraíba Gabinete do Des. ARNÓBIO ALVES TEODÓSIO 1 Poder Judiciário Tribunal de Justiça do Estado da Paraíba Gabinete do Des. ARNÓBIO ALVES TEODÓSIO ACÓRDÃO APELAÇÃO CRIMINAL N 2 001.2012.003343-4/001 -P Vara do Tribunal do Júri da Comarca de Campina

Leia mais

Acorda a Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Estado da Paraíba, denegar a ordem.

Acorda a Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Estado da Paraíba, denegar a ordem. ; + `;;X" k' I 4i+91 04 Pus auffinvg10 ESTADO DA PARAÍBA PODER JUDICIÁRIO GABINETE DO DES NILO LUIS RAMALHO VIEIRA ACÓRDÃO HABEAS-CORPUS N 0711997001330-3 / 001 IMPETRANTE: Rodrigo dos Santos Lima PACIENTE

Leia mais

ESTADO DA PARAÍBA PODER JUDICIÁRIO GABINETE DO DES. NILO LUIS RAMALHO VIEIRA

ESTADO DA PARAÍBA PODER JUDICIÁRIO GABINETE DO DES. NILO LUIS RAMALHO VIEIRA ESTADO DA PARAÍBA PODER JUDICIÁRIO GABINETE DO DES. NILO LUIS RAMALHO VIEIRA ACÓRDÃO HABEAS-CORPUS l\pi 200.2010.044532-5/001 RELATOR: Des. Nilo Luís Ramalho Vieira IMPETRANTE: Fernanda Ferreira Baltar

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA PARAÍBA GABINETE DO DESEMBARGADOR LUIZ SILVIO RAMALHO JÚNIOR

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA PARAÍBA GABINETE DO DESEMBARGADOR LUIZ SILVIO RAMALHO JÚNIOR PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA PARAÍBA GABINETE DO DESEMBARGADOR LUIZ SILVIO RAMALHO JÚNIOR ACÓRDÃO APELAÇÃO CRIMINAL (Processo n 001.2008.024234-8/001) RELATOR: Desembargador Luiz Silvio

Leia mais

Inteiro Teor (799690) EMBARGOS INFRINGENTES E DE NUL EM RCCR Nº 2004.04.01.044181 0/PR

Inteiro Teor (799690) EMBARGOS INFRINGENTES E DE NUL EM RCCR Nº 2004.04.01.044181 0/PR Inteiro Teor (799690) EMBARGOS INFRINGENTES E DE NUL EM RCCR Nº 2004.04.01.044181 0/PR RELATOR : Des. Federal PAULO AFONSO BRUM VAZ : VANDERLEI APARECIDO MACHADO : Bruno Pedalino e outros : ORIVALDO VALDEMIR

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO ACÓRDÃO

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO ACÓRDÃO fls. 5 ACÓRDÃO Registro: 2014.0000429851 Vistos, relatados e discutidos estes autos do Mandado de Segurança nº 0226204-83.2012.8.26.0000, da Comarca de São Paulo, em que é impetrante EDEMAR CID FERREIRA,

Leia mais

ESTADO DA PARAÍBA TRIBUNAL DE JUSTIÇA ACÓRDÃO

ESTADO DA PARAÍBA TRIBUNAL DE JUSTIÇA ACÓRDÃO 5 4 ESTADO DA PARAÍBA é - kno.-.k PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA Apelação criminal n. 2004.007188-9 Comarca de Remígio Relator : O Exmo. Des. José Martinho Lisboa Apelante : Maria Margarete Viana

Leia mais

ACÓRDÃO PODER JUDICIÁRIO, TRIBUNAL DE JUSTIÇA

ACÓRDÃO PODER JUDICIÁRIO, TRIBUNAL DE JUSTIÇA - 01,{)12 4, ESTADO DA PARAíBA, PODER JUDICIÁRIO, TRIBUNAL DE JUSTIÇA xutyrmix Apelação-criminal n. 200.2005.038941-6/001 Comarca da Capital 2a Vara Relator : O Exmo. Des. José Martinho Lisboa Apelante

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO PARÁ

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO PARÁ Acórdão Nº 99.013 Habeas Corpus Para Trancamento De Ação Penal Com Pedido Liminar Processo N. 2011.3.007417-7 (CNJ 0000233-82.2011.814.0000) Comarca De Origem: Belém Impetrantes: Felipe Coutinho Da Silveira

Leia mais

Responsabilidade penal ambiental. A importância da reparação do dano ambiental

Responsabilidade penal ambiental. A importância da reparação do dano ambiental Responsabilidade penal ambiental A importância da reparação do dano ambiental Ideal: Meio ambiente sadio, preservado e equilibrado ecologicamente Realidade: Busca de solução jurídica diante de uma situação

Leia mais

Gabinete do Desembargador Federal Vladimir Souza Carvalho

Gabinete do Desembargador Federal Vladimir Souza Carvalho INQ 2965/CE (0002572-59.2014.4.05.0000) AUTOR : MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL INDIC/INVDO : SEM INDICIADO INVDO : MARCONDES HERBSTER FERRAZ ADV/PROC : MARCOS ANTONIO SAMPAIO DE SOUSA e outros ORIGEM : Ministério

Leia mais

Poder Judiciário TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 5ª REGIÃO Gabinete do Desembargador Federal Geraldo Apoliano RELATÓRIO

Poder Judiciário TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 5ª REGIÃO Gabinete do Desembargador Federal Geraldo Apoliano RELATÓRIO RELATÓRIO O DESEMBARGADOR FEDERAL GERALDO APOLIANO (RELATOR): Habeas Corpus impetrado por Anderson José Manta Cavalcanti, com pedido liminar, em favor de José Bispo dos Santos Neto, objetivando a declaração

Leia mais

Supremo Tribunal Federal

Supremo Tribunal Federal )1( oãdróca atneme892 RgA-teP Diário da Justiça de 06/11/2006 26/09/2006 SEGUNDA TURMA RELATOR AGRAVANTE(S) AGRAVADO(A/S) : MIN. GILMAR MENDES : BRUNO DINIZ ANTONINI : RELATOR DO HC Nº 20906 DO SUPERIOR

Leia mais

PODER JUDJC;ÁRIO. TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA PARAÍBA Gabinete do Desembargador Joas de Brito Pereira' Fit'19

PODER JUDJC;ÁRIO. TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA PARAÍBA Gabinete do Desembargador Joas de Brito Pereira' Fit'19 PODER JUDJC;ÁRIO. TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA PARAÍBA Gabinete do Desembargador Joas de Brito Pereira' Fit'19 RECURSO EM SENTIDO ESTRITO N. 020.2009.001668-2/002 - INGÁ - 1a VARA Relator : Des. Joas

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA PARAÍBA

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA PARAÍBA / *, PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA PARAÍBA kc csfidão APELAÇÃO CRIMINAL N. 046.2006.000102-4 / 001 SOLÂNEA Relator : Juiz convocado Eslu Eloy Filho Apelante : Francisco de Assis Ferreira

Leia mais

DEZ ANOS DA LEI DOS CRIMES CONTRA O MEIO AMBIENTE: QUESTÕES CONTROVERTIDAS E A JURISPRUDÊNCIA

DEZ ANOS DA LEI DOS CRIMES CONTRA O MEIO AMBIENTE: QUESTÕES CONTROVERTIDAS E A JURISPRUDÊNCIA DEZ ANOS DA LEI DOS CRIMES CONTRA O MEIO AMBIENTE: QUESTÕES CONTROVERTIDAS E A JURISPRUDÊNCIA Eladio Lecey Diretor-Presidente, Escola Nacional da Magistratura - AMB Diretor, Escola Brasileira de Direito

Leia mais

LINDOMAR FERNANDES DIAS DA SILVA

LINDOMAR FERNANDES DIAS DA SILVA 1 HABEAS CORPUS Nº 252740-03.2015.8.09.0000 (201592527400) COMARCA DE APARECIDA DE GOIÂNIA 1º IMPETRANTE SUZANA BUFAIÇAL NEVES 2º IMPETRANTE ADRIANO AUGUSTO LUIZ DE LIMA 1 PACIENTE LINDOMAR FERNANDES DIAS

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL

MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL Nº 16.822/CS HABEAS CORPUS Nº 110.779 SÃO PAULO IMPETRANTE: ARNALDO MALHEIROS FILHO E OUTRO (A/S) PACIENTE: NELSON PEIXOTO IMPETRADO: SUPERIOR TRIBUNAL DE JUSTIÇA RELATOR: MINISTRO CELSO DE MELLO HABEAS

Leia mais

PADRÃO DE RESPOSTA PEÇA PROFISSIONAL

PADRÃO DE RESPOSTA PEÇA PROFISSIONAL PEÇA PROFISSIONAL Petição inicial: Queixa-crime. Endereçamento: Vara Criminal da Comarca de São Paulo SP. Vara criminal comum, visto que as penas máximas abstratas, somadas, ultrapassam dois anos. Como

Leia mais

ACÓRDÃO U M *01213183*

ACÓRDÃO U M *01213183* PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DE SÃO PAULO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DE SAO PAULO ACÓRDÃO/DECISÃO MONOCRÁTICA REGISTRADO(A) SOB N ACÓRDÃO U M *01213183* Vistos, relatados e discutidos estes autos de Habeas

Leia mais

EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DE DIREITO DO JUIZADO ESPECIAL CRIMINAL DA COMARCA DE PALMAS-TO REGIÃO

EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DE DIREITO DO JUIZADO ESPECIAL CRIMINAL DA COMARCA DE PALMAS-TO REGIÃO EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DE DIREITO DO JUIZADO ESPECIAL CRIMINAL DA COMARCA DE PALMAS-TO REGIÃO CENTRAL CARLOS ENRIQUE FRANCO AMASTHA, brasileiro, casado, empresário, portador do RG nº 4.437.999-6

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça RECURSO EM HABEAS CORPUS Nº 31.661 - SP (2011/0284428-9) RELATORA RECORRENTE ADVOGADO RECORRIDO : MINISTRA MARIA THEREZA DE ASSIS MOURA : WALDEMAR ORDAKJI : LUCIANO KLAUS ZIPFEL : MINISTÉRIO PÚBLICO DO

Leia mais

Supremo Tribunal Federal

Supremo Tribunal Federal Ementa e Acórdão DJe 23/05/2012 Inteiro Teor do Acórdão - Página 1 de 6 24/04/2012 SEGUNDA TURMA HABEAS CORPUS 106.942 GOIÁS RELATOR PACTE.(S) IMPTE.(S) COATOR(A/S)(ES) : MIN. JOAQUIM BARBOSA :SUPERIOR

Leia mais

140 TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO 1ª CÂMARA CRIMINAL HABEAS CORPUS Nº. 0063587-40.2013.8.19

140 TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO 1ª CÂMARA CRIMINAL HABEAS CORPUS Nº. 0063587-40.2013.8.19 1 TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO 1ª CÂMARA CRIMINAL HABEAS CORPUS Nº. 0063587-40.2013.8.19.0000 PACIENTE: FABIO FERREIRA CHAVES DA SILVA AUTORIDADE COATORA: JUÍZO DE DIREITO DA 1ª VARA

Leia mais

Crime ambiental. Infração apurada pelo IBAMA. Denúncia contra os diretores de pessoa jurídica.

Crime ambiental. Infração apurada pelo IBAMA. Denúncia contra os diretores de pessoa jurídica. Crime ambiental. Infração apurada pelo IBAMA. Denúncia contra os diretores de pessoa jurídica. Inépcia da denúncia por ofender o art. 41 do CPP. Competência da Justiça Federal Elaborado em 09.2006. Fernando

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 5.ª REGIãO Gabinete do Desembargador Federal Marcelo Navarro

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 5.ª REGIãO Gabinete do Desembargador Federal Marcelo Navarro MANDADO DE SEGURANÇA (TURMA) (MSTR) Nº 103144/SE (0000385-44.2015.4.05.0000) IMPTTE : FERNANDO LIMA COSTA ADV/PROC : PAULO ROBERTO NERY NASCIMENTO E OUTROS IMPTDO : JUÍZO DA 6ª VARA FEDERAL DE SERGIPE

Leia mais

PARECERES JURÍDICOS. Para ilustrar algumas questões já analisadas, citamos abaixo apenas as ementas de Pareceres encomendados:

PARECERES JURÍDICOS. Para ilustrar algumas questões já analisadas, citamos abaixo apenas as ementas de Pareceres encomendados: PARECERES JURÍDICOS Partindo das diversas obras escritas pelo Prof.Dr. AURY LOPES JR., passamos a oferecer um produto diferenciado para os colegas Advogados de todo o Brasil: a elaboração de Pareceres

Leia mais

Vistos, relatados e discutidos estes autos de habeas corpus acima identificados:

Vistos, relatados e discutidos estes autos de habeas corpus acima identificados: t. e `kr, >4,».1 24 + ESTADO DA PARAÍBA, PODER JUDICIÁRIO 1%4111 I TRIBUNAL DE JUSTIÇA "" 4~10 Habeas corpus n 030.2007.002044-8/004 Impetrante : Bel. José Weliton de Melo Paciente : Manoel Batista.-do

Leia mais

VISTOS, RELATADOS e DISCUTIDOS estes autos, em que são partes as acima identificadas,

VISTOS, RELATADOS e DISCUTIDOS estes autos, em que são partes as acima identificadas, ri, átáit0 PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DA PARAÍBA GABINETE DO DESEMBARGADOR Luiz SILVIO RAMALHO JÚNIOR ACÓRDÃO APELAÇÃO CRIMINAL (PROCESSO N 004.2009.000339-51001). RELATOR: Desembargador Luiz

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 5.ª REGIÃO GABINETE DO DESEMBARGADOR FEDERAL JOSÉ MARIA LUCENA

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 5.ª REGIÃO GABINETE DO DESEMBARGADOR FEDERAL JOSÉ MARIA LUCENA IMPTTE IMPTDO PACTE PACTE ORIGEM RELATOR : JOSÉ IDEMAR RIBEIRO E OUTROS : JUÍZO DA 1ª VARA FEDERAL DE ALAGOAS (MACEIÓ) : SILVIO MARCIO CONDE DE PAIVA : C ENGENHARIA S/A : 1ª VARA FEDERAL DE ALAGOAS : DESEMBARGADOR

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça RECURSO EM HABEAS CORPUS Nº 21.628 - SP (2007/0158779-3) RELATORA : MINISTRA LAURITA VAZ RECORRENTE : AGOSTINHO FERRAMENTA DA SILVA JÚNIOR ADVOGADO : JULIANA FERRAMENTA DA SILVA RECORRIDO : TRIBUNAL DE

Leia mais

Supremo Tribunal Federal

Supremo Tribunal Federal Diário da Justiça de 23/06/2006 11/04/2006 PRIMEIRA TURMA RELATOR ADVOGADO(A/S) EMBARGADO(A/S) : MIN. JOAQUIM BARBOSA : STAROUP S/A INDÚSTRIA DE ROUPAS : REGINALDO CAPITULINO DE ANDRADE : ANDRAS GYORGY

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA PODER JUDICIÁRIO São Paulo

TRIBUNAL DE JUSTIÇA PODER JUDICIÁRIO São Paulo Número de Ordem Pauta Não informado Registro: 2011.0000029051 ACÓRDÃO Vistos, relatados e discutidos estes autos do Apelação nº 0010102-10.2007.8.26.0302, da Comarca de Jaú, em que é apelante ROMILDO SEGUNDO

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça HABEAS CORPUS Nº 166.778 - BA (2010/0053073-0) RELATOR : MINISTRO NAPOLEÃO NUNES MAIA FILHO IMPETRANTE : JANJÓRIO VASCONCELOS SIMÕES PINHO E OUTROS IMPETRADO : TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA BAHIA PACIENTE

Leia mais

Número : 387619-15.2013.8.09.0000 (201393876196) RELATÓRIO E VOTO. favor de ADRIANO SANTOS GOMES, qualificado nos autos, preso em flagrante no dia 06

Número : 387619-15.2013.8.09.0000 (201393876196) RELATÓRIO E VOTO. favor de ADRIANO SANTOS GOMES, qualificado nos autos, preso em flagrante no dia 06 HABEAS CORPUS 1 Número : 387619-15.2013.8.09.0000 (201393876196) Comarca Impetrante Paciente Relator : GOIÂNIA : JOSÉ LOPES DA LUZ FILHO : ADRIANO SANTOS GOMES : DES. J. PAGANUCCI JR. RELATÓRIO E VOTO

Leia mais

IV - APELACAO CIVEL 374161 2000.50.01.011194-0

IV - APELACAO CIVEL 374161 2000.50.01.011194-0 RELATOR : DESEMBARGADOR FEDERAL GUILHERME COUTO DE CASTRO APELANTE : UNIAO FEDERAL APELADO : JOSÉ RODRIGUES PINHEIRO ADVOGADO : SONIA REGINA DALCOMO PINHEIRO ORIGEM : QUARTA VARA FEDERAL DE VITÓRIA (200050010111940)

Leia mais

A progressão de regime e o exame criminológico à luz da Súmula Vinculante 26 e Súmula 439 do STJ

A progressão de regime e o exame criminológico à luz da Súmula Vinculante 26 e Súmula 439 do STJ A progressão de regime e o exame criminológico à luz da Súmula Vinculante 26 e Súmula 439 do STJ Irving Marc Shikasho Nagima Bacharel em Direito. Especialista em Direito Criminal. Advogado Criminalista

Leia mais

Súmulas em matéria penal e processual penal.

Súmulas em matéria penal e processual penal. Vinculantes (penal e processual penal): Súmula Vinculante 5 A falta de defesa técnica por advogado no processo administrativo disciplinar não ofende a Constituição. Súmula Vinculante 9 O disposto no artigo

Leia mais

ESTADO DA PARAÍBA PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA

ESTADO DA PARAÍBA PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA - L,, n ESTADO DA PARAÍBA TRIBUNAL DE JUSTIÇA Apelação Criminal n 200.2007.001711-2/001 8 a Vara Criminal de João Pessoa Relator : O Excelentíssimo Desembargador José Maninho Lisboa Apelante : Darcilene

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL

MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL RECURSO ORDINÁRIO EM HABEAS CORPUS N.º 117.173/DF RECTE: TOYOFUMI TSUDA RECDO: MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL RELATOR:EXMO. SR. MIN. LUIZ FUX RECURSO ORDINÁRIO EM HABEAS CORPUS.

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DE SÃO PAULO

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DE SÃO PAULO d PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DE SÃO PAULO ACÓRDÃO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DE SÃO PAULO ACORDAO/DECISÃO MONOCRÁTICA REGISTRADO(A) SOB N" I lllljl iiiii mil mil mu um mu uni im nu Vistos, relatados

Leia mais

EMENTA ACÓRDÃO. Desembargadora Federal Maria do Carmo Cardoso Relatora

EMENTA ACÓRDÃO. Desembargadora Federal Maria do Carmo Cardoso Relatora APELAÇÃO CÍVEL 0000321-60.2006.4.01.3201 (2006.32.01.000323-8)/AM Processo na Origem: 200632010003238 PV RELATOR(A) : DESEMBARGADORA FEDERAL MARIA DO CARMO CARDOSO APELANTE : LUIS ALFREDO BONILLA BECERRA

Leia mais

EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DE DIREITO DA _ª VARA CRIMINAL DA COMARCA DE.../...

EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DE DIREITO DA _ª VARA CRIMINAL DA COMARCA DE.../... EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DE DIREITO DA _ª VARA CRIMINAL DA COMARCA DE.../... "... a verdadeira liberdade não é mais, para o homem, um luxo, mas um fardo". "Os homens", escrevia BERDIAEFF, "conscientes

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL

MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL Trata-se de recurso em mandado de segurança interposto pelo MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL, em face do v. acórdão do eg. Tribunal de Justiça do Estado de Mato Grosso do Sul, cuja ementa

Leia mais

Wirtsniug..14. ESTADO DA PARAÍBA PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA Gab. Des. Leôncio Teixeira Câmara

Wirtsniug..14. ESTADO DA PARAÍBA PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA Gab. Des. Leôncio Teixeira Câmara ,,. t +; Wirtsniug..14 ESTADO DA PARAÍBA PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA Gab. Des. Leôncio Teixeira Câmara ACÓRDÃO APELAÇÃO CRIMINAL N. 200.2006.041272-9/001 2a Vara Criminal da Comarca da Capital

Leia mais

R E L A T Ó R I O. O Sr. Ministro RICARDO LEWANDOWSKI: Trata-se de. habeas corpus, com pedido de medida liminar, impetrado por

R E L A T Ó R I O. O Sr. Ministro RICARDO LEWANDOWSKI: Trata-se de. habeas corpus, com pedido de medida liminar, impetrado por HABEAS CORPUS 97.511 SÃO PAULO RELATOR : MIN. RICARDO LEWANDOWSKI PACTE.(S) : PAULO SALIM MALUF IMPTE.(S) : JOSÉ ROBERTO LEAL DE CARVALHO COATOR(A/S)(ES) : PRESIDENTE DO SUPERIOR TRIBUNAL DE JUSTIÇA R

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO DISTRITO FEDERAL E DOS TERRITÓRIOS

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO DISTRITO FEDERAL E DOS TERRITÓRIOS Órgão : Segunda Turma Criminal Classe : Apelação Criminal Nº Processo : 1999 04 1 000829-4 Apelante : JOÃO AMARO FERNANDES Apelada : A JUSTIÇA PÚBLICA Relator : Des or GETULIO PINHEIRO Delito de trânsito.

Leia mais

APELANTE FÁBIO CÂNDIDO DA SILVA. APELADO MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DO PARANÁ. RELATOR DES. JOÃO DOMINGOS KÜSTER PUPPI.

APELANTE FÁBIO CÂNDIDO DA SILVA. APELADO MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DO PARANÁ. RELATOR DES. JOÃO DOMINGOS KÜSTER PUPPI. 1 AUTOS DE APELAÇÃO CRIMINAL DE N.º 1231245-7, DE FOZ DO IGUAÇU 1ª VARA CRIMINAL. APELANTE FÁBIO CÂNDIDO DA SILVA. APELADO MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DO PARANÁ. RELATOR DES. JOÃO DOMINGOS KÜSTER PUPPI.

Leia mais

COMENTÁRIOS A POSSE E O PORTE ILEGAL DE ARMAS E SUAS PREVISÕES LEGAIS E JURISPRUDENCIAIS

COMENTÁRIOS A POSSE E O PORTE ILEGAL DE ARMAS E SUAS PREVISÕES LEGAIS E JURISPRUDENCIAIS COMENTÁRIOS A POSSE E O PORTE ILEGAL DE ARMAS E SUAS PREVISÕES LEGAIS E JURISPRUDENCIAIS Ricardo Benevenuti Santolini 1 Resumo:A sociedade brasileira repudia qualquer tipo de delito que possa causar grande

Leia mais

DECISÃO HABEAS CORPUS Nº 5014287-40.2014.404.0000/PR

DECISÃO HABEAS CORPUS Nº 5014287-40.2014.404.0000/PR HABEAS CORPUS Nº 5014287-40.2014.404.0000/PR RELATORA : Juíza Federal SALISE MONTEIRO SANCHOTENE PACIENTE : SOLON SALES ALVES COUTO ADVOGADO : Átila Pimenta Coelho Machado IMPETRADO : Juízo Federal da

Leia mais

SENTENÇAS, E JURISPRUDÊNCIA ACÓRDÃO

SENTENÇAS, E JURISPRUDÊNCIA ACÓRDÃO SENTENÇAS, E JURISPRUDÊNCIA CRIME AMBIENTAL. ARTIGO 60, CAPUT, LEI 9605/98. SENTENÇA CONDENATÓRIA MANTIDA. Restando comprovadas a materialidade e a autoria delitiva, impõe-se a manutenção da sentença condenatória.

Leia mais

Supremo Tribunal Federal

Supremo Tribunal Federal )1( oãdróca atneme86242 DE-SM Diário da Justiça de 09/06/2006 03/05/2006 TRIBUNAL PLENO RELATOR : MIN. GILMAR MENDES EMBARGANTE(S) : UNIÃO ADVOGADO(A/S) : ADVOGADO-GERAL DA UNIÃO EMBARGADO(A/S) : FERNANDA

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça CONFLITO DE COMPETÊNCIA Nº 129.804 - PB (2013/0300560-9) RELATOR SUSCITANTE SUSCITADO : MINISTRO REYNALDO SOARES DA FONSECA : JUÍZO FEDERAL DA 8A VARA DA SEÇÃO JUDICIÁRIA DO ESTADO DA PARAÍBA : JUÍZO DE

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO PARÁ CONSULTA DE PROCESSOS DO 1º GRAU

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO PARÁ CONSULTA DE PROCESSOS DO 1º GRAU DADOS DO PROCESSO Nº Processo: 0002184-40.2015.8.14.0000 Comarca: Instância: Vara: Gabinete: Data da Distribuição: BELÉM 2º GRAU 11/03/2015 DADOS DO DOCUMENTO PODER JUDICIÁRIO CÂMARAS CRIMINAIS REUNIDAS

Leia mais

PROCURADORIA-GERAL DO TRABALHO CÂMARA DE COORDENAÇÃO E REVISÃO

PROCURADORIA-GERAL DO TRABALHO CÂMARA DE COORDENAÇÃO E REVISÃO Origem: PRT da 4ª Região Órgão Oficiante: Dr. Roberto Portela Mildner Interessado 1: Sindicato dos Bancários de Porto Alegre e Região. Interessado 2: Banco Bradesco S/A. Assuntos: Meio ambiente do trabalho

Leia mais

I miii mil mu mu mu um um mu mi nu *D?7fi3RR9*

I miii mil mu mu mu um um mu mi nu *D?7fi3RR9* TRIBUNAL DE JUSTIÇA DE SÃO PAULO ACÓRDÃO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DE SÃO PAULO ACÓRDÃO/DECISÃO MONOCRÁTICA REGISTRADO(A) SOB N I miii mil mu mu mu um um mu mi nu *D?7fi3RR9* Vistos, relatados e discutidos estes

Leia mais

Tribunal de Justiça do Estado de Goiás

Tribunal de Justiça do Estado de Goiás 1 APELAÇÃO CRIMINAL Nº 512212-28.2009.8.09.0107(200995122121) COMARCA DE MORRINHOS APELANTE : VIBRAIR MACHADO DE MORAES APELADO : MINISTÉRIO PÚBLICO RELATOR : Des. LUIZ CLÁUDIO VEIGA BRAGA RELATÓRIO O

Leia mais

EXCELENTÍSSIMO DESEMBARGADOR-PRESIDENTE DO EGRÉGIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE MINAS GERAIS.

EXCELENTÍSSIMO DESEMBARGADOR-PRESIDENTE DO EGRÉGIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE MINAS GERAIS. EXCELENTÍSSIMO DESEMBARGADOR-PRESIDENTE DO EGRÉGIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE MINAS GERAIS. Ordem de Habeas Corpus PAULA xxxxx, brasileira, casada, do lar, CPF n.xxxx, residente na Rua xxxx, por

Leia mais

Denúncia - Inépcia - Princípios Constitucionais - Acusação Penal e Estado Democrático de Direito (Transcrições)

Denúncia - Inépcia - Princípios Constitucionais - Acusação Penal e Estado Democrático de Direito (Transcrições) Denúncia - Inépcia - Princípios Constitucionais - Acusação Penal e Estado Democrático de Direito (Transcrições) RELATOR: Min. Celso de Mello HC 93.033/RJ* EMENTA: HABEAS CORPUS. JURISPRUDÊNCIA DO SUPREMO

Leia mais

Poder Judiciário Tribunal Regional Federal da 5ª Região Gabinete do Desembargador Federal Rogério Fialho Moreira

Poder Judiciário Tribunal Regional Federal da 5ª Região Gabinete do Desembargador Federal Rogério Fialho Moreira RELATÓRIO Trata-se de recurso em sentido estrito interposto por Célio Bispo Kojuch contra sentença proferida pelo Juízo da 14.ª Vara da SJRN que denegou ordem de habeas corpus através da qual era objetivada

Leia mais

Douto Subprocurador-Geral de Justiça,

Douto Subprocurador-Geral de Justiça, Processo nº : 8176-77.2015.809.0175 (201500081765) Indiciado : Rivadavia Jaime Júnior Vítima : Rita de Cássia Araújo e outros Assunto : Artigo 171, 2, 2, inc. VI, do Código Penal Brasileiro Parecer n.

Leia mais

DENÚNCIA OU QUEIXA 1) CONCEITO. à Peça acusatória que inicia a ação penal.

DENÚNCIA OU QUEIXA 1) CONCEITO. à Peça acusatória que inicia a ação penal. 1) CONCEITO à Peça acusatória que inicia a ação penal. DENÚNCIA OU QUEIXA à Consiste na exposição por escrito dos fatos que, em tese, constituem o ilícito penal. à Deve conter, de forma manifesta, o interesse

Leia mais

i iiiiii iiiii imi Mil mu um mu um mi mi

i iiiiii iiiii imi Mil mu um mu um mi mi \ \ PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DE SÃO PAULO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DE SÃO PAULO ACÓRDÃO/DECISÃO MONOCRÁTICA REGISTRADO(A) SOB N 159 i miii mil um mu mu um mu um mi IMI ACÓRDÃO i iiiiii iiiii imi

Leia mais

Questões de Processo Penal

Questões de Processo Penal Questões de Processo Penal 1º) As Contravenções Penais (previstas na LCP) são punidas com: a) ( ) Prisão Simples; b) ( ) Reclusão; c) ( ) Detenção; d) ( ) Não existe punição para essa espécie de infração

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça HABEAS CORPUS Nº 166.377 - SP (2010/0050942-8) RELATÓRIO O SR. MINISTRO OG FERNANDES: Cuida-se de habeas corpus substitutivo de recurso ordinário impetrado em favor de DOGIVAL NASCIMENTO DA SILVA contra

Leia mais

EXCELENTÍSSIMO (A) SENHOR (A) DOUTOR (A) JUIZ (A) DE DIREITO DO PLANTÃO CRIMINAL DA COMARCA DE MANAUS AM.

EXCELENTÍSSIMO (A) SENHOR (A) DOUTOR (A) JUIZ (A) DE DIREITO DO PLANTÃO CRIMINAL DA COMARCA DE MANAUS AM. fls. 65 EXCELENTÍSSIMO (A) SENHOR (A) DOUTOR (A) JUIZ (A) DE DIREITO DO PLANTÃO CRIMINAL DA COMARCA DE MANAUS AM. Autos: 0225155-11.2015.8.04.0001 JOAQUIM RAMOS NASCIMENTO, já qualificado nos autos do

Leia mais

Setor de Recursos Extraordinários e Especiais Criminais Modelo da Tese nº 320

Setor de Recursos Extraordinários e Especiais Criminais Modelo da Tese nº 320 OBS: Na jurisprudência citada, sempre que não houver indicação do tribunal, entenda-se que é do Superior Tribunal de Justiça. Índices Ementas ordem alfabética Ementas ordem numérica Índice do CD Tese 320

Leia mais

VISTOS, RELATADOS E DISCUTIDOS os autos identificados acima;

VISTOS, RELATADOS E DISCUTIDOS os autos identificados acima; e. 0 4 +Cre:S. 4.1A.,y1.0 PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA PARAÍBA GABINETE DO DESEMBARGADOR JOÃO BENEDITO DA SILVA ACÓRDÃO MANDADO DE SEGURANÇA N. 200.2009.006317-9/001 6" Vara Criminal

Leia mais

ACÓRDÃO. O julgamento teve a participação dos Exmos. Desembargadores DONEGÁ MORANDINI (Presidente) e EGIDIO GIACOIA.

ACÓRDÃO. O julgamento teve a participação dos Exmos. Desembargadores DONEGÁ MORANDINI (Presidente) e EGIDIO GIACOIA. ACÓRDÃO Registro: 2015.0000723861 Vistos, relatados e discutidos estes autos do Agravo de Instrumento nº 2173891-09.2015.8.26.0000, da Comarca de São Paulo, em que é agravante RICARDO MORAND DE LIMA, é

Leia mais

o. O 7*.f oiatj; PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA PARAÍBA Gabinete do Desembargador Joás de Brito Pereira Filho

o. O 7*.f oiatj; PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA PARAÍBA Gabinete do Desembargador Joás de Brito Pereira Filho o. O 7*.f oiatj; ACÓRDÃO APELAÇÃO CRIMINAL N.200.2006.026203-3/001 - CAPITAL. Relato : Des. Joás de Brito Pereira Filho Apelante : Zilene Cavalcanti Nogueira Lima Apelado : A Justiça Pública APELACÃO CRIMINAL.

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA PODER JUDICIÁRIO São Paulo

TRIBUNAL DE JUSTIÇA PODER JUDICIÁRIO São Paulo Registro: 2015.0000770986 ACÓRDÃO Vistos, relatados e discutidos estes autos de Mandado de Segurança nº 2097361-61.2015.8.26.0000, da Comarca de, em que é impetrante GABRIELA DA SILVA PINTO, é impetrado

Leia mais

APELAÇÃO CRIMINAL. CRIMES PREVISTOS EM LEGISLAÇÃO EXTRAVAGANTE. ESTATUTO

APELAÇÃO CRIMINAL. CRIMES PREVISTOS EM LEGISLAÇÃO EXTRAVAGANTE. ESTATUTO APELAÇÃO CRIMINAL. CRIMES PREVISTOS EM LEGISLAÇÃO EXTRAVAGANTE. ESTATUTO DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE. LEI DAS CONTRAVENÇÕES PENAIS. DESCLASSIFICAÇÃO. CONDUTA ATÍPICA. SENTENÇA DESCLASSIFICATÓRIA DESCONSTITUÍDA.

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça HABEAS CORPUS Nº 197.783 - SP (2011/0034092-9) RELATORA : MINISTRA MARILZA MAYNARD (DESEMBARGADORA CONVOCADA DO TJ/SE) IMPETRANTE : FABIANA JULIA OLIVEIRA RESENDE - DEFENSORA PÚBLICA IMPETRADO : TRIBUNAL

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça RECURSO ESPECIAL Nº 1.133.986 - RS (2009/0133788-0) RELATOR RECORRENTE RECORRIDO ADVOGADO : MINISTRO JORGE MUSSI : MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL : WILER DA LUZ DOS REIS : LÉA BRITO

Leia mais

ACÓRDÃO. Poder Judiciário do Estado da Paraíba Tribunal de Justiça Gabinete da Desembargadora Maria das Neves do Egito de A. D.

ACÓRDÃO. Poder Judiciário do Estado da Paraíba Tribunal de Justiça Gabinete da Desembargadora Maria das Neves do Egito de A. D. AC no 001.2011.003557-1/001 1 Poder Judiciário do Estado da Paraíba Tribunal de Justiça Gabinete da Desembargadora Maria das Neves do Egito de A. D. Ferreira ACÓRDÃO REMESSA OFICIAL No 001.2011.003557-1/001

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL 2ª Câmara de Coordenação e Revisão

MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL 2ª Câmara de Coordenação e Revisão MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL 2ª Câmara de Coordenação e Revisão VOTO Nº /2012 PROCESSO MPF Nº 1.24.000.001338/2011-52 ORIGEM: PROCURADORIA DA REPÚBLICA NA PARAÍBA PROCURADOR OFICIANTE: WERTON MAGALHÃES COSTA

Leia mais

PLANTÃO JUDICIAL. HABEAS CORPUS N.º 4000932-10.2015.8.04.0000 - Plantão Judicial Portaria n.º 357/2015

PLANTÃO JUDICIAL. HABEAS CORPUS N.º 4000932-10.2015.8.04.0000 - Plantão Judicial Portaria n.º 357/2015 fls. 678 PLANTÃO JUDICIAL HABEAS CORPUS N.º 4000932-10.2015.8.04.0000 - Plantão Judicial Portaria n.º 357/2015 IMPETRANTE PACIENTE IMPETRADO PLANTONISTA : Aldemir da Rocha Silva Junior : Gregorio Graça

Leia mais

ACÓRDÃO. Ao contrário do que afirma a apelante, não existem provas de que o condutor do veículo de propriedade do segundo promovido

ACÓRDÃO. Ao contrário do que afirma a apelante, não existem provas de que o condutor do veículo de propriedade do segundo promovido ESTADO DA PARAIBA PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA Gah. Des. Genésio Gomes Pereira Filho ACÓRDÃO APELAÇÃO Cá/EL N 016.2009.000727-5/ 001 RELATOR: Des. Genésio Gomes Pereira Filho APELANTE: Nikanora

Leia mais

Liberdade Provisória

Liberdade Provisória Liberdade Provisória CF, art. 5º, inciso LXVI: ninguém será levado à prisão ou nela mantido, quando a lei admitir a liberdade provisória, com ou sem fiança; Natureza jurídica: trata-se de uma contracautela

Leia mais

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL OAB

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL OAB PADRÃO DE RESPOSTAS PEÇA PROFISSIONAL Jerusa, atrasada para importante compromisso profissional, dirige seu carro bastante preocupada, mas respeitando os limites de velocidade. Em uma via de mão dupla,

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça RECURSO ESPECIAL Nº 762.072 -RS (2005/0103061-5) RELATORA : MINISTRA LAURITA VAZ RECORRENTE : MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL

Superior Tribunal de Justiça RECURSO ESPECIAL Nº 762.072 -RS (2005/0103061-5) RELATORA : MINISTRA LAURITA VAZ RECORRENTE : MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL Superior Tribunal de Justiça RECURSO ESPECIAL Nº 762.072 -RS (2005/0103061-5) RELATORA : MINISTRA LAURITA VAZ RECORRENTE : MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL RECORRIDO : AIRTON HANDLER ADVOGADO : DANILO KNIJNIK

Leia mais

GUILHERME COUTO DE CASTRO Desembargador Federal - relator

GUILHERME COUTO DE CASTRO Desembargador Federal - relator 292 RELATOR : GUILHERME COUTO DE CASTRO APELANTE : CONSELHO REGIONAL DE ADMINISTRACAO - RJ ADVOGADO : ALESSANDRA CHRISTINA DE MACEDO APELADO : GE CELMA LTDA ADVOGADO : BRENO LADEIRA KINGMA ORLANDO ORIGEM

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça HABEAS CORPUS Nº 221.913 - SP (2011/0248241-5) RELATOR IMPETRANTE ADVOGADO IMPETRADO PACIENTE : MINISTRO OG FERNANDES : DEFENSORIA PÚBLICA DO ESTADO DE SÃO PAULO : RICARDO LOBO DA LUZ - DEFENSOR PÚBLICO

Leia mais

Poder Judiciário Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro Quinta Câmara Criminal

Poder Judiciário Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro Quinta Câmara Criminal Poder Judiciário Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro Relator: Desembargador Paulo de Oliveira Lanzellotti Baldez Paciente: JOÃO FLÁVIO TEIXEIRA LEMOS DE MORAES Impetrantes: Rodrigo Roca (adv)

Leia mais