Um introdução. Guia do Workshop INSPIRAÇÃO IDEAÇÃO IMPLEMENTAÇÃO. O Processo de Design. O Curso para o Design Centrado no Ser Humano

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Um introdução. Guia do Workshop INSPIRAÇÃO IDEAÇÃO IMPLEMENTAÇÃO. O Processo de Design. O Curso para o Design Centrado no Ser Humano"

Transcrição

1 Guia do Workshop INSPIRAÇÃO IDEAÇÃO IMPLEMENTAÇÃO O Processo de Design

2 Vamos começar! Nós sabemos por experiência que o único jeito de aprender o design centrado no ser humano é aplicando-o. Por isso, ao longo deste curso você vai aprender fazendo: aprendendo a pesquisar pesquisando, descobrindo como prototipar prototipando. Para fazer isso, no entanto, você primeiramente precisa de um desafio de design. Então, com isso em mente, há dois caminhos que você pode seguir nesse curso: através de um desafio criado pelo IDEO.org ou por meio do seu próprio desafio de design. Mesmo possuindo o poder de escolha, nós recomendamos fortemente que você comece aprendendo com os desafios já desenhados previamente pela nossa organização (IDEO.org), especialmente se essa é sua primeira vez aprendendo o design centrado no ser humano. Esses desafios tem sido avaliados como ótimos para colaboração em grupo e com um bom período de tempo para ser realizado. Como qualquer nova habilidade, aprender o design centrado no ser humano requer prática, prática e mais prática. Esses desafios previamente desenhados, dão espaço para explorar os processos de uma forma bem didática, podendo se comunicar facilmente com toda a comunidade online e outros que estão aprendendo o mesmo processo no mesmo estágio que você. Então, seguindo esses desafios previamente desenhados, você possuirá suporte para focar no seu aprendizado e sem pressão por entregas. O benefício de escolher seu próprio desafio de design, no entanto, é que você pode realiza-lo de uma outra perspectiva, descobrindo novos lugares e impulsionando seu trabalho. Caso você realize o seu próprio desafio de design, fique atento, pois pode precisar tomar um tempo maior de curso. Por não sabermos suas variáveis de trabalho, não é possível dar o devido suporte sobre cada atividade. Para resolver isso, nós sugerimos durações de atividade baseadas num tempo de projeto de 3 meses. Então, é com você decidir se você precisará de mais ou menos tempo para uma atividade específica, baseada no escopo do seu desafio de design. Outra opção a considerar, que vai permitir maior engajamento com o curso, é selecionar o Desafio Amplificado para o seu próprio desafio de design. O programa de Desafio Amplificado do IDEO.org é um esforço de 5 anos para tornar a ajuda internacional mais colaborativa e mais centrada no ser humano. Fundada pela DFID e facilitada no OpenIDEO, esse programa dá a oportunidade de designers centrados no ser humano de todo o mundo, de colaborar com esse desafio de design. Olhe no Workshop da Aula 2 para entender como a seleção do Desafio Amplificado pode significar para a sua experiência no curso. Boa sorte e divirta-se!

3 Sumário Guia de Classe do Líder Antes do Workshop Classe Atividades e Discussões 0 de Introdução & Mente Iniciante // 5 mins 02 Quebra-gelo: Telephone Visual// 5 mins 03 Logística // 0 mins 04 Design Centrado no Ser Humano Discussão de Projeto // 5 mins 05 Mini Design Challenge: Projetar uma viagem melhor // 50 mins 06 Reflita & Compartilhe // 5 mins

4 Guia de Classe do Líder Antes do Workshop Classe Confirme que você tem um Espaço de Reunião Este deve ser um espaço ideal, uma mesa, ou mesmo apenas uma parede onde o grupo pode postar ideias e inspiração. O processo de projeto envolve um muita conversa e colaboração em grupo, por isso escolha um lugar onde o grupo pode falar a vontade sem incomodar os outros em torno de você. Confirmar que todos podem fazer a Oficina Se alguns membros da equipe vai estar ausente, considere reescalonamento ou ter um plano em prática para ir para a frente com um número menor de membros da equipe para a classe. Imprimir Guia Workshop Classe Embora não seja necessário imprimir as leituras classe, por favor, verifique com sua equipe e incentive-os a imprimir o Guia Workshop da classe. Coordene com a sua equipe para levar os materiais necessários. Um caderno de papel em branco, canetas, canetões, Post-it (ou seu equivalente), e Classe Guia Workshop impresso é o suficiente. Lidere o Workshop Este guia irá orientá-lo a facilitar as atividades, discussões, e as atribuições para a Classe. Certifique-se de rever as leituras cuidadosamente para que você possa orientar efetivamente sua equipe.

5 Um An Introduction introdução ao to HCD 0 Apresentações & Mente de Iniciante 5 minutos Como um designer centrado ao ser humano, é importante preparar sua mente para uma mente iniciante, para se aproximar de problemas como se fosse a primeira vez, mesmo que já tenha ouvido falar muito deles. Dessa forma, sua mente iniciante estará mais preparada para aprender e experimentar. Tome alguns minutos para responder as questões abaixo, depois discuta suas respostas com seu time. Esteja preparado com sua mente iniciante para as perguntas abaixo: ) Qual seu nome? 2) Onde você trabalha? 3) Por que você está fazendo esse curso? 4) O que você gostaria de aprender durante o curso? 5) O que você gostaria de estar fazendo em 5 anos? 6) Conte uma história de uma última atividade que você tentou pela primeira vez? Foi desafiador ou sentiu medo? Como o fato de ser a primeira vez te ajudou? 5

6 02 O Quebra Gelo Telefone Visual 5 minutos O designer centrado no ser humano precisa ser bastante visual. Pensar visualmente te ajuda a pegar no tranco em alguns processos criativos chave. Assim, o quebra-gelo pode te ajudar a te tornar visual rapidamente, além de conhecer melhor o seu time. Complete o exercício NOTA Utilize um time com pelo menos 3 pessoas. Materiais: Uma folha de papel e caneta para cada um do time. Cada um do grupo deve escrever uma frase (boba ou séria) no topo de um pedaço de papel. Dobre o papel para esconder a frase. Dê o seu papel para a pessoa a sua direita. 4 Desdobre somente a parte da última frase. Desenhe o que você vê baseado na frase Dobre novamente o papel Passe a direita Isso é feito até a pessoa que escreveu receber a frase que escreveu. A ideia é mostrar o quanto nossas histórias se modificam. 2 Desdobre o papel que você recebeu e veja a frase. Desenhe uma imagem do que você vê Dobre o papel para esconder a frase do topo. Dobre novamente para esconder a imagem abaixo dele Passe o papel para a pessoa a sua direita 3 Abra o papel que acabou de receber que revela somente o desenho. Escreva uma frase sobre o que você vê. Dobre o papel novamente para esconder essa frase. Passe a direita.

7 03 Logística 0 minutos O líder de classe guia essa discussão. O curso tem uma estrutura guiada, no qual obterá mais sucesso caso siga as orientações abaixo da melhor maneira possível. Discuta cada ponto, determine se haverão problemas e mapeie possíveis soluções. Discuta Tempo: Cada workshop deve durar entre 2 a 3 horas. Você tem a 2 horas de leituras prévias antes das reuniões. Para algumas aulas, você vai ter alguns deveres-de-casa para nos enviar. Como notado previamente, os times que embarcam em seus próprios desafios de design devem antecipar workshops muito longos. Calendário: Marque as sessões de workshops no calendário para que todos os membros se programem e não percam as reuniões. Você vai conduzir pesquisas na comunidade na 2a aula e na 4ª aula. Por isso reuniões no final de semana podem ser uma opção. Espaço: Tente manter um mesmo espaço de encontro para as reuniões e o workshop. Você consegue fazer isso na sua casa, na sua faculdade, escritório...? Liderança: Cada aula, um membro do seu time será o Líder. Essa pessoa vai gerenciar a discussão e facilitar as atividades. Ele também será responsável por coordenar o time para trazer os materiais necessários. Crie regras: Nós recomendamos que seu time tenha um momento para falar de algumas regras e normas sobre como o workshop deve funcionar. Algumas perguntas para se fazer: - Como criar uma estrutura de workshop que assegure um ambiente de confiança e respeito mútuos? - Como o feedback (positivo ou negativo) será comunicado para que cada membro possa tirar o máximo proveito dele? - Existem outras regras que tornarão o workshop melhor? Materiais: Cada membro do time deve imprimir o Workshop de cada aula e trazer para as reuniões. O líder da classe será responsável por organizar junto com otime: Canetas, canetões, papéis, post-its. Se não houver post-it podem ser papéis quadrados cortados e uma fita para colar eles numa parede. Compartilhamento: Nós encorajamos você a buscar o máximo de informação possível, com pessoas da área, outros trabalhos semelhantes, para aprender ao máximo para desenvolver melhor o trabalho. Escreva o nome do seu time Seu time precisa ter um nome. Se divirta com o nome e escolha algo que seja diferenciado e que verdadeiramente o represente. NOME DO TIME:

8 04 Discussão sobre Design Centrado no Ser Humano 5 minutos A leitura da classe fala sobre o conceito geral do design centrado no ser humano. O artigo de design thinking para inovação social discute o design centrado no ser humano como um processo de aplicação para desafios sociais, e o estudo de caso do Clean Team ajuda você com um exemplo concreto de como o processo de design centrado no ser humano tem sido utilizado pra criar novas soluções para o mundo real. As questões abaixo são baseadas na leitura da Classe. A discussão pode ser facilitada pelo Líder da Classe, mas sinta-se livre para comentar os pontos que mais achou interessante. Discuta. Seus aprendizados na 2. Em grupo, pense e discuta o 3. leitura da Classe serão um pouco diferentes do resto do grupo. Cada pessoa começa esse curso com uma experiência de vida diferente de cada um, possuindo diferentes pontos de vista. Tome alguns minutos para compartilhar o que foi mais interessante para você na leitura e também acrescente algumas dúvidas que teve no decorrer do texto. que torna o design centrado no ser humano uma ferramenta única de solução de problemas. O que você já ouviu relacionado a isso? Que aspectos são similares a outras ferramentas de solução de problemas? Que aspectos são diferentes? Considere sua primeira impressão da ferramenta de design centrado no ser humano, com seus pontos fortes e fracos. Isso talvez seja interessante para repassar o que aprendeu e refletir durante e após o fim do curso. Compartilhe ideias de vários desafios sociais que poderiam se beneficiar através do design centrado no ser humano. Existem certos tipos de desafios no qual poderiam ser beneficiados com o processo de design centrado no ser humano? Como seriam? Por outro lado, existe algum projeto que veja problemas em se utilizar o design centrado no ser humano? Que problemas?

9 05 Mini Desafio de Design: Criando uma melhor jornada matinal 50 minutos O Design centrado no ser humano começa com entrevistas e pesquisas qualitativas. Isso nos ajuda a ter uma melhor percepção do que vamos desenvolver para as pessoas. Para essa atividade, divida-se em grupos de 2 (ou até 3). Entreviste o seu colega e depois troque. Fique de olho no tempo para cada um na atividade PASSO INSPIRAÇÃO Entrevista: 5 minutos 5 minutos de entrevista com seu colega. Comece a entender a sua jornada pela manhã. Pergunte não apenas com relação à logística: Descubra como se sentem em cada atividade, o que eles gostariam de fazer diferente, o que eles gostam e que barreiras possuem no caminho. Seu trabalho é ouvir e aprender, por isso não se sinta com medo de perguntar Por que?. No minuto 7, troque com seu colega e seja agora o entrevistado. Algumas técnicas que pode tentar Tente perguntar Por que cinco vezes consecutivas para as respostas do seu parceiro Peça ao seu colega para ver a sua jornada em um desenho ou diagrama

10 05 Mini Desafio de Design: Criando uma melhor jornada matinal 50 minutos PASSO 2 Interpretando necessidades: 5 minutos Pegue 5 minutos e leia o que escreveu sobre a entrevista que fez com seu colega. Escreva respostas para as perguntas a seguir. IDEAÇÃO Quais são os 3 aspectos mais interessantes na jornada de seu colega? Quais são as 3 maiores necessidades o seu colega encontra toda manhã? IDEAÇÃO Tempestade de ideias: 0 minutos Agora é sua chance de imaginar novas soluções que possam funcionar para seu colega. Crie ou esquematize com o seu colega 4 a 6 novas formas radicais de melhorar sua rotina matinal. Você deve focar em ideias para seu colega e seu colega em ideias para você. No entanto, trabalhe colaborativamente entre vocês dois para chegar a novas ideias que possam melhor a rotina de vocês dois. Não se preocupe se não sair bonito, desenhe suas ideias rapidamente para captura-las. Use mais papel se precisar!

11 05 Mini Desafio de Design: Criando uma melhor jornada matinal 50 minutos PASSO 4 IDEAÇÃO Protótipo: 5 minutos Certo, hora de ser objetivo. Faça algo físico ou visual que possa ajudar você a imaginar as possibilidades e os erros da sua solução, também para explicar melhor para os outros. Seu protótipo pode ser um pequeno modelo, um diagrama, ou um desenho mais detalhado. É ótimo momento para pegar as tesouras, papéis, fita, canetas e qualquer coisa que esteja a seu alcance para tornar sua ideia mais visual. PASSO 5 IDEAÇÃO Feedback: 5 minutos Compartilhe suas ideias favoritas com o outro time. Receba feedback deles. Não venda sua ideias, explique elas de maneira simples e verifique o que eles realmente pensam. O que os deixa animados sobre sua ideia? O que eles mudariam ou melhorariam nela?

12 06 Refletir e compartilhar 5 minutos Parabéns por completar sua primeira jornada como um designer centrado no ser humano! Normalmente, você repetiria o processo de prototipação e feedback após remodelar sua ideia, criando uma ideia melhor. Agora o momento é de refletir sobre o que você aprendeu durante essa aula de design centrado no ser humano. Reflita Tome cinco minutos individualmente para refletir sobre essas perguntas: O que você aprendeu na experiência de prototipação durante o mini desafio de design? Houve alguma parte do processo em que ficou surpreso, achou muito útil ou lhe rendeu momentos eureka? Momentos eureka podem ser caminhos novos, outras perspectivas sobre um assunto, comentários memoráveis ou perguntas, surpresas, desafios durante o workshop. Que partes do design centrado no ser humano que você pensou que são particularmente muito úteis ou reveladoras para se trabalhar no desafio de um problema social? Compartilhe Agora junte-se ao seu grupo novamente. Compartilhe o seu protótipo com o grupo. Você recebeu feedbacks que puderam melhorar ou refinar a sua ideia? Compartilhe e discuta seus momentos eureca com o grupo. Eles foram similares ou diferentes? OPCIONAL Você pode tirar fotos dos seus protótipos desta atividade para utilizar depois, especialmente para se lembrar dos seus momentos eureka.

Programação em papel quadriculado

Programação em papel quadriculado 4 NOME DA AULA: Programação em papel quadriculado Tempo de aula: 45 60 minutos Tempo de preparação: 10 minutos Objetivo principal: ajudar os alunos a entender como a codificação funciona. RESUMO Ao "programar"

Leia mais

Guia do Facilitador. Aprendizagem Baseada em Projetos. http://www.intel.com/educacao. Série Elementos Intel Educar Aprendizagem Baseada em Projetos

Guia do Facilitador. Aprendizagem Baseada em Projetos. http://www.intel.com/educacao. Série Elementos Intel Educar Aprendizagem Baseada em Projetos Série Elementos Intel Educar Guia do Facilitador http://www.intel.com/educacao Copyright 2010 Intel Corporation. Página 1 de 19 Termos de Uso para o Guia do Facilitador da Série Elementos Intel Educar

Leia mais

Superando Seus Limites

Superando Seus Limites Superando Seus Limites Como Explorar seu Potencial para ter mais Resultados Minicurso Parte VI A fonte do sucesso ou fracasso: Valores e Crenças (continuação) Página 2 de 16 PARTE 5.2 Crenças e regras!

Leia mais

SENTIR 3. TEMPO 15-20 minutos TIPO DE TEMPO contínuo

SENTIR 3. TEMPO 15-20 minutos TIPO DE TEMPO contínuo COMO USAR O MATERIAL NAS PÁGINAS A SEGUIR, VOCÊ ENCONTRA UM PASSO A PASSO DE CADA ETAPA DO DESIGN FOR CHANGE, PARA FACILITAR SEU TRABALHO COM AS CRIANÇAS. VOCÊ VERÁ QUE OS 4 VERBOS (SENTIR, IMAGINAR, FAZER

Leia mais

Mas, como utilizar essa ferramenta tão útil e que está à sua disposição?

Mas, como utilizar essa ferramenta tão útil e que está à sua disposição? Caríssimo aluno da Rede CEJA, Seja muito bem vindo à sua escola! Estamos muito felizes que você tenha optado por dar continuidade aos seus estudos conosco, confiando e acreditando em tudo o que poderemos

Leia mais

OBJETIVO VISÃO GERAL SUAS ANOTAÇÕES

OBJETIVO VISÃO GERAL SUAS ANOTAÇÕES OBJETIVO Assegurar a satisfação do cliente no pós-venda, desenvolvendo um relacionamento duradouro entre o vendedor e o cliente, além de conseguir indicações através de um sistema de follow-up (acompanhamento).

Leia mais

20 perguntas para descobrir como APRENDER MELHOR

20 perguntas para descobrir como APRENDER MELHOR 20 perguntas para descobrir como APRENDER MELHOR Resultados Processo de aprendizagem SENTIDOS (principal) Gosto de informações que eu posso verificar. Não há nada melhor para mim do que aprender junto

Leia mais

20 perguntas para descobrir como APRENDER MELHOR

20 perguntas para descobrir como APRENDER MELHOR 20 perguntas para descobrir como APRENDER MELHOR Resultados Processo de aprendizagem EXPLORAÇÃO Busco entender como as coisas funcionam e descobrir as relações entre as mesmas. Essa busca por conexões

Leia mais

como a arte pode mudar a vida?

como a arte pode mudar a vida? como a arte pode mudar a vida? LONGE DAQUI, AQUI MESMO 1 / 2 Longe daqui, aqui mesmo 1 Em um caderno, crie um diário para você. Pode usar a escrita, desenhos, recortes de revista ou jornais e qualquer

Leia mais

SESSÃO 1: Descobrindo Seus Sonhos

SESSÃO 1: Descobrindo Seus Sonhos CURRÍCULO DO PROGRAMA SESSÃO 1: Descobrindo Seus Sonhos Iniciando o currículo do Sonhe, Realize, o objetivo desta sessão é começar estabelecer um espaço seguro e acolhedor para as participantes, começar

Leia mais

Uso estratégico do Twitter: como usar o microblogging a favor da sua empresa. www.talk2.com.br

Uso estratégico do Twitter: como usar o microblogging a favor da sua empresa. www.talk2.com.br Uso estratégico do Twitter: como usar o microblogging a favor da sua empresa www.talk2.com.br 04 Introdução 4 05 08 10 16 Por que as pessoas seguem uma conta 5 O que você precisa ter e saber antes de criar

Leia mais

Manifeste Seus Sonhos

Manifeste Seus Sonhos Manifeste Seus Sonhos Índice Introdução... 2 Isso Funciona?... 3 A Força do Pensamento Positivo... 4 A Lei da Atração... 7 Elimine a Negatividade... 11 Afirmações... 13 Manifeste Seus Sonhos Pág. 1 Introdução

Leia mais

UnP. fazendo e compartilhando a gente aprende mais

UnP. fazendo e compartilhando a gente aprende mais DIRETRIZES DO ALUNO Olá, você está fazendo parte de um projeto de melhoria acadêmicoaction! Neste material você encontrará todas as pedagógica: o Edu Action informações necessárias para entender como esse

Leia mais

Tomada de decisão. O que é necessário para ser bom? Algumas dicas práticas: Por que ser bom? Como tomamos boas decisões?

Tomada de decisão. O que é necessário para ser bom? Algumas dicas práticas: Por que ser bom? Como tomamos boas decisões? Exercitando o Caráter 4 a 6 anos Tomada de decisão O que é necessário para ser bom? Ser uma pessoa correta é mais do que somente fazer o que deve ser feito. É realmente escolher fazer o que deve ser feito.

Leia mais

Como escrever para o seu. Site. e usar seu conhecimento como forma de conquistar e reter clientes. Blog do Advogado Moderno - PROMAD

Como escrever para o seu. Site. e usar seu conhecimento como forma de conquistar e reter clientes. Blog do Advogado Moderno - PROMAD o seu Site e usar seu conhecimento como forma de conquistar e reter clientes. Conteúdo Introdução Escrever bem é um misto entre arte e ciência Seus conhecimentos geram mais clientes Dicas práticas Faça

Leia mais

Estruturas das Sessões em TCC

Estruturas das Sessões em TCC Estruturas das Sessões em TCC Eliana Melcher Martins - Mestre em Ciências pelo Depto. de Psicobiologia da UNIFESP - Especialista em Medicina Comportamental pela UNIFESP - Psicóloga Clínica Cognitivo Comportamental

Leia mais

GUIA DO ALUNO. Bom trabalho e conte conosco para trilhar este caminho com sucesso!

GUIA DO ALUNO. Bom trabalho e conte conosco para trilhar este caminho com sucesso! GUIA DO ALUNO Olá! Seja bem-vindo novamente! Este guia apresenta algumas informações e orientações para auxiliá-lo na sua participação e aprendizagem. Também lhe ajudará a organizar seu estudo no decorrer

Leia mais

5 Passos para vender mais com o Instagram

5 Passos para vender mais com o Instagram 5 Passos para vender mais com o Instagram Guia para iniciantes melhorarem suas estratégias ÍNDICE 1. Introdução 2. O Comportamento das pessoas na internet 3. Passo 1: Tenha um objetivo 4. Passo 2: Defina

Leia mais

Como Passar em Química Geral*

Como Passar em Química Geral* 1 Como Passar em Química Geral* por Dra. Brenna E. Lorenz Division of Natural Sciences University of Guam * traduzido livremente por: Eder João Lenardão; acesse o original em : http://www.heptune.com/passchem.html

Leia mais

CIDADÃOS VIRTUAIS RESPONSÁVEIS

CIDADÃOS VIRTUAIS RESPONSÁVEIS Guia da LIÇÃO Idade recomendada: 11 CIDADÃOS VIRTUAIS RESPONSÁVEIS Objetivos de aprendizado Os alunos irão desenvolver uma compreensão abrangente do conceito de comunidade e sua aplicação na internet.

Leia mais

O guia do profissional de Recursos Humanos. Como melhorar o desenvolvimento da equipe

O guia do profissional de Recursos Humanos. Como melhorar o desenvolvimento da equipe O guia do profissional de Recursos Humanos Como melhorar o desenvolvimento da equipe 1 Introdução 03 Conhecendo as dores do seu time 05 Investir nos colaboradores! 08 Estabelecendo metas 11 A meditação

Leia mais

O GERENTE MINUTO. Como Tomar Decisões Rápidas. (Resumo do Livro dos autores: Kenneth Blancharo & Spencer Jonhson Editora Record)

O GERENTE MINUTO. Como Tomar Decisões Rápidas. (Resumo do Livro dos autores: Kenneth Blancharo & Spencer Jonhson Editora Record) O GERENTE MINUTO Como Tomar Decisões Rápidas (Resumo do Livro dos autores: Kenneth Blancharo & Spencer Jonhson Editora Record) Este livro relata a história de um jovem que andava a procura de um Gerente

Leia mais

Tutorial 7 Fóruns no Moodle

Tutorial 7 Fóruns no Moodle Tutorial 7 Fóruns no Moodle O Fórum é uma atividade do Moodle que permite uma comunicação assíncrona entre os participantes de uma comunidade virtual. A comunicação assíncrona estabelecida em fóruns acontece

Leia mais

COMO USAR AS MÍDIAS SOCIAIS PARA VENDER MAIS NA INTERNET. tyngu.com.br

COMO USAR AS MÍDIAS SOCIAIS PARA VENDER MAIS NA INTERNET. tyngu.com.br COMO USAR AS MÍDIAS SOCIAIS PARA VENDER MAIS NA INTERNET USE O PODER DA INTERNET Usar as mídias sociais como Facebook, Twitter e YouTube para dar mais visibilidade a um produto ou serviço exige aprendizado.

Leia mais

Transcriça o da Entrevista

Transcriça o da Entrevista Transcriça o da Entrevista Entrevistadora: Valéria de Assumpção Silva Entrevistada: Ex praticante Clarice Local: Núcleo de Arte Grécia Data: 08.10.2013 Horário: 14h Duração da entrevista: 1h COR PRETA

Leia mais

Semana 2: Estenda um Convite

Semana 2: Estenda um Convite Semana 2: Estenda um Convite Incluído: 1. Preparação do líder 2. Guia da lição 1. PREPARAÇÃO DO LÍDER VISÃO GERAL DA LIÇÃO Como podem adolescentes dar a conehcer à seus amigos que querem desesperadamente

Leia mais

Aula 1: Demonstrações e atividades experimentais tradicionais e inovadoras

Aula 1: Demonstrações e atividades experimentais tradicionais e inovadoras Aula 1: Demonstrações e atividades experimentais tradicionais e inovadoras Nesta aula trataremos de demonstrações e atividades experimentais tradicionais e inovadoras. Vamos começar a aula retomando questões

Leia mais

UNIDADE 2: APRENDENDO A BRILHAR REVISÃO E CELEBRAÇÃO PARA PEQUENOS GRUPOS

UNIDADE 2: APRENDENDO A BRILHAR REVISÃO E CELEBRAÇÃO PARA PEQUENOS GRUPOS Frutos-3 Impact0 LIÇÃO 13 VIVENDO A VIDA COM DEUS UNIDADE 2: APRENDENDO A BRILHAR REVISÃO E CELEBRAÇÃO PARA PEQUENOS GRUPOS 9-11 Anos Neste Trimestre, as crianças aprenderão sobre Graça, Crescimento e

Leia mais

Estratégia de Desenvolvimento de Pessoas em Ação

Estratégia de Desenvolvimento de Pessoas em Ação Estratégia de Desenvolvimento de Pessoas em Ação Caros colegas, orienta o modo como nossa organização trabalha para selecionar, desenvolver, motivar e valorizar o bem mais importante da Bausch + Lomb nossas

Leia mais

Material complementar para Fogueira Santa

Material complementar para Fogueira Santa Material complementar para Fogueira Santa 4 a 10 anos referência bíblica Gênesis 12.1-4; 15.1-5 alvo da lição Ensinar às crianças que quem vive na fé de Abraão é uma das estrelas que ele viu ao sair da

Leia mais

Equipe OC- Olimpíadas Científicas

Equipe OC- Olimpíadas Científicas Equipe OC- Olimpíadas Científicas Ivan Tadeu Ferreira Antunes Filho 1 de outubro de 2012 Resumo Bem vindo a equipe do OC! Aqui está o resumo de todas as regras que temos no site até o presente momento.

Leia mais

Criação de Orçamentos

Criação de Orçamentos Criação de Orçamentos As pessoas primeiro, depois o as coisas. Suze Orman, Consultora financeira H á muitas maneiras de gastar seu dinheiro. Será que você deve comprar aquele livro que você está querendo

Leia mais

Como escrever um estudo de caso que é um estudo de caso? Um estudo so é um quebra-cabeça que tem de ser resolvido. A primeira coisa a

Como escrever um estudo de caso que é um estudo de caso? Um estudo so é um quebra-cabeça que tem de ser resolvido. A primeira coisa a Página 1 1 Como escrever um Estudo de Caso O que é um estudo de caso? Um estudo de caso é um quebra-cabeça que tem de ser resolvido. A primeira coisa a lembre-se de escrever um estudo de caso é que o caso

Leia mais

www.poderdocoachingemgrupos.com.br

www.poderdocoachingemgrupos.com.br Pesquisa de Mercado A condução de pesquisas de mercado é uma das atividades mais eficazes e importantes que você pode fazer quando você estiver projetando seu coaching em grupo. Você vai se surpreender

Leia mais

UNIDADE 1: A ARMADURA DE DEUS O CAPACETE DA SALVAÇÃO (MENSAGEM DA SALVAÇÃO)

UNIDADE 1: A ARMADURA DE DEUS O CAPACETE DA SALVAÇÃO (MENSAGEM DA SALVAÇÃO) Frutos-3 Impact0 LIÇÃO 1 VIVENDO A VIDA COM DEUS UNIDADE 1: A ARMADURA DE DEUS O CAPACETE DA SALVAÇÃO (MENSAGEM DA SALVAÇÃO) 9-11 Anos CONCEITO CHAVE O primeiro passo para se ganhar a batalha é escolher

Leia mais

Guia Prático para Encontrar o Seu. www.vidadvisor.com.br

Guia Prático para Encontrar o Seu. www.vidadvisor.com.br Guia Prático para Encontrar o Seu Propósito de Vida www.vidadvisor.com.br "Onde os seus talentos e as necessidades do mundo se cruzam: aí está a sua vocação". Aristóteles Orientações Este é um documento

Leia mais

10 segredos para falar inglês

10 segredos para falar inglês 10 segredos para falar inglês ÍNDICE PREFÁCIO 1. APENAS COMECE 2. ESQUEÇA O TEMPO 3. UM POUCO TODO DIA 4. NÃO PRECISA AMAR 5. NÃO EXISTE MÁGICA 6. TODO MUNDO COMEÇA DO ZERO 7. VIVA A LÍNGUA 8. NÃO TRADUZA

Leia mais

O GERENTE DE PROJETOS

O GERENTE DE PROJETOS O GERENTE DE PROJETOS INTRODUÇÃO Autor: Danubio Borba, PMP Vamos discutir a importância das pessoas envolvidas em um projeto. São elas, e não os procedimentos ou técnicas, as peças fundamentais para se

Leia mais

TRABALHO COLABORATIVO NO DESENVOLVIMENTO DE PROJETOS DE MATEMÁTICA

TRABALHO COLABORATIVO NO DESENVOLVIMENTO DE PROJETOS DE MATEMÁTICA TRABALHO COLABORATIVO NO DESENVOLVIMENTO DE PROJETOS DE MATEMÁTICA Sheila Salles 1 Unesp/Rio Claro shesalles@hotmail.com Dr. Laurizete Ferragut Passos 2 Unesp/Rio Claro laurizet@terra.com.br Público Alvo

Leia mais

USANDO O DESIGN THINKING PARA TRANSFORMAR SEU TIME E SUA EMPRESA: A EXPERIÊNCIA DA TOTVS. Fábio Miranda e Glauber Gallego

USANDO O DESIGN THINKING PARA TRANSFORMAR SEU TIME E SUA EMPRESA: A EXPERIÊNCIA DA TOTVS. Fábio Miranda e Glauber Gallego USANDO O DESIGN THINKING PARA TRANSFORMAR SEU TIME E SUA EMPRESA: A EXPERIÊNCIA DA TOTVS Fábio Miranda e Glauber Gallego MAS O QUE É INOVAÇÃO? INOVAÇÃO INOVAÇÃO NEGÓCIOS Financeiramente Viável TECNOLOGIA

Leia mais

Objectivos PLANEAR 2/90. O que se pretende comunicar ou expor. Queremos:

Objectivos PLANEAR 2/90. O que se pretende comunicar ou expor. Queremos: Objectivos O que se pretende comunicar ou expor Queremos: De todos os passos deste e-book, começamos pelo maior desafio: ter boas ideias. Estas estão só à espera que alguém as tenha, e até há técnicas

Leia mais

150923-BMS15SET05-livreto_v2 APROV.indd 1

150923-BMS15SET05-livreto_v2 APROV.indd 1 150923-BMS15SET05-livreto_v2 APROV.indd 1 23/09/2015 10:29:04 150923-BMS15SET05-livreto_v2 APROV.indd 2 23/09/2015 10:29:04 Talvez você já conheça algumas opções terapêuticas disponíveis contra o câncer,

Leia mais

BSI Letramento Digital Prof. André Di Thommazo. Organização pessoal

BSI Letramento Digital Prof. André Di Thommazo. Organização pessoal Organização pessoal Os cursos de graduação exigem que os alunos cursem diversas disciplinas ao mesmo tempo e em alguns semestres a carga horária é grande. Em geral o aluno de ensino a distância tem outras

Leia mais

Desejamos a você um completo sucesso, construindo sua verdadeira riqueza.

Desejamos a você um completo sucesso, construindo sua verdadeira riqueza. PROGRAMA MASTER 72h MASTER 72h Prezado Consultor, Nós da família Hinode preparamos esse material com muito carinho para você, pois temos um sonho de fazer desse mundo, um mundo melhor. Nosso objetivo é

Leia mais

Organizando Voluntariado na Escola. Aula 2 Liderança e Comunidade

Organizando Voluntariado na Escola. Aula 2 Liderança e Comunidade Organizando Voluntariado na Escola Aula 2 Liderança e Comunidade Objetivos 1 Entender o que é liderança. 2 Conhecer quais as características de um líder. 3 Compreender os conceitos de comunidade. 4 Aprender

Leia mais

ESTRATÉGIAS PARA PROVA MENTALIDADE E ORGANIZAÇÃO TODO CONTEÚDO DE ENFERMAGEM PARA CONCURSOS CICLO E3R PREPARO PARA O ESTUDO

ESTRATÉGIAS PARA PROVA MENTALIDADE E ORGANIZAÇÃO TODO CONTEÚDO DE ENFERMAGEM PARA CONCURSOS CICLO E3R PREPARO PARA O ESTUDO ESTRATÉGIAS PARA PROVA TODO CONTEÚDO DE ENFERMAGEM PARA CONCURSOS MENTALIDADE E CICLO E3R PREPARO PARA O ESTUDO OBJETIVO DO MÓDULO SEU MAIOR CONCORRENTE É VOCÊ. SE VOCÊ IDENTIFICA OS PRÓPRIOS ERROS E ORGANIZA

Leia mais

A SEGUIR ALGUMAS DICAS PARA O DESENVOLVIMENTO DE UM PROJETO CIENTÍFICO

A SEGUIR ALGUMAS DICAS PARA O DESENVOLVIMENTO DE UM PROJETO CIENTÍFICO A SEGUIR ALGUMAS DICAS PARA O DESENVOLVIMENTO DE UM PROJETO CIENTÍFICO DESENVOLVENDO UM PROJETO 1. Pense em um tema de seu interesse ou um problema que você gostaria de resolver. 2. Obtenha um caderno

Leia mais

Caros amigos e alunos, este espaço destaquei para que vocês possam perceber alguns testes em relação ao autoconhecimento, inteligência, autoestima,

Caros amigos e alunos, este espaço destaquei para que vocês possam perceber alguns testes em relação ao autoconhecimento, inteligência, autoestima, Testes em Geral Caros amigos e alunos, este espaço destaquei para que vocês possam perceber alguns testes em relação ao autoconhecimento, inteligência, autoestima, raciocínio lógico, empatia entre outros.

Leia mais

meses e de ganhos financeiros muito maiores do que quando se é empregado é um erro comum. Além disso, a idéia de não ter chefe é extremamente

meses e de ganhos financeiros muito maiores do que quando se é empregado é um erro comum. Além disso, a idéia de não ter chefe é extremamente DICAS PARA ABRIR UM ESCRITÓRIO CONTÁBIL Começar um empreendimento requer coragem. Estar preparado para esse momento é fundamental, pois não vale, em hipótese alguma, aplicar o seu dinheiro no desconhecido.

Leia mais

Identificação do projeto

Identificação do projeto Seção 1 Identificação do projeto ESTUDO BÍBLICO Respondendo a uma necessidade Leia Neemias 1 Neemias era um judeu exilado em uma terra alheia. Alguns dos judeus haviam regressado para Judá depois que os

Leia mais

Lição 3 Técnicas de Estudo e Aprendizagem a Distância

Lição 3 Técnicas de Estudo e Aprendizagem a Distância Estudo e Aprendizado a Distância 69 Lição 3 Técnicas de Estudo e Aprendizagem a Distância Após concluir o estudo desta lição, esperamos que você possa: associar os estilos de aprendizagem às respectivas

Leia mais

O COORDENADOR PEDAGÓGICO COMO FORMADOR: TRÊS ASPECTOS PARA CONSIDERAR

O COORDENADOR PEDAGÓGICO COMO FORMADOR: TRÊS ASPECTOS PARA CONSIDERAR Título do artigo: O COORDENADOR PEDAGÓGICO COMO FORMADOR: TRÊS ASPECTOS PARA CONSIDERAR Área: Gestão Coordenador Pedagógico Selecionadora: Maria Paula Zurawski 16ª Edição do Prêmio Victor Civita Educador

Leia mais

Como...fazer o pré-teste de materiais de extensão rural com pequenos agricultores

Como...fazer o pré-teste de materiais de extensão rural com pequenos agricultores Como...fazer o pré-teste de materiais de extensão rural com pequenos agricultores A realização de pré-testes antes da distribuição dos materiais de extensão rural é um processo importante no desenvolvimento

Leia mais

Estudo x trabalho: aprenda a vencer a rotina de atividades rumo ao sucesso

Estudo x trabalho: aprenda a vencer a rotina de atividades rumo ao sucesso Estudo x trabalho: aprenda a vencer a rotina de atividades rumo ao sucesso Sumário introdução 03 Capítulo 5 16 Capítulo 1 Pense no futuro! 04 Aproveite os fins de semana Capítulo 6 18 Capítulo 2 07 É preciso

Leia mais

MEU PLANO DE AÇÃO EM MASSA 7 PASSOS PARA UM INCRÍVEL 2015!

MEU PLANO DE AÇÃO EM MASSA 7 PASSOS PARA UM INCRÍVEL 2015! MEU PLANO DE AÇÃO EM MASSA 7 PASSOS PARA UM INCRÍVEL 2015! Você sabia que 95% das pessoas que traçam planos de Ano Novo NUNCA os seguem adiante? A razão é que a maioria das pessoas não entende o processo

Leia mais

O que aprendi sobre avaliação em cursos semipresenciais

O que aprendi sobre avaliação em cursos semipresenciais O que aprendi sobre avaliação em cursos semipresenciais José Moran Pesquisador, Professor, Conferencista e Orientador de projetos inovadores na educação. Publicado em: SILVA, Marco & SANTOS, Edméa (Orgs).

Leia mais

Você gostaria de atingir os objetivos que traçou para sua vida de maneira mais consistente e sustentável? Gostaria de melhorar o seu aproveitamento, trabalhar menos pressionado ou estressado, e ainda aumentar

Leia mais

Início Rápido para o Templo

Início Rápido para o Templo Início Rápido para o Templo O FamilySearch.org facilita realizar as ordenanças do templo por seus antepassados. Todo o processo tem apenas alguns passos simples: 1. Descobrir antepassados que precisam

Leia mais

APL (Avaliação de Potencial para Liderança)

APL (Avaliação de Potencial para Liderança) APL (Avaliação de Potencial para Liderança) Relatório para: Suzanne Example Data concluida: 14 de junho de 2012 14:41:14 2012 PsychTests AIM Inc. Índice analítico Índice analítico 1/13 Índice analítico

Leia mais

Em 2 minutos de leitura você aprenderá facilmente a: Montar seu perfil Buscar colaboradores e comunidades Utilizar recursos

Em 2 minutos de leitura você aprenderá facilmente a: Montar seu perfil Buscar colaboradores e comunidades Utilizar recursos GUIA RÁPIDO Em 2 minutos de leitura você aprenderá facilmente a: Montar seu perfil Buscar colaboradores e comunidades Utilizar recursos 1º ACESSO Em conecta.estacio.br Coloque sua senha e login (não é

Leia mais

Tentarei falar o mais próximo possível de uma conversa com um estudante do começo da Graduação em Matemática.

Tentarei falar o mais próximo possível de uma conversa com um estudante do começo da Graduação em Matemática. Não há regras rígidas para um estudo com sucesso. Cada um tem o seu modo de estudar; sozinho ou acompanhado, em casa ou na rua, com ou sem música, são algumas variáveis que podemos experimentar e avaliar

Leia mais

Construindo uma aula significativa passo-a-passo.

Construindo uma aula significativa passo-a-passo. Construindo uma aula significativa passo-a-passo. www.juliofurtado.com.br SINOPSE: O As sete etapas da construção de um conceito. O Os três momentos de uma aula significativa. O A mediação de conflitos

Leia mais

TIPOS DE REUNIÕES. Mariangela de Paiva Oliveira. mariangela@fonte.org.br. As pessoas se encontram em diferentes âmbitos:

TIPOS DE REUNIÕES. Mariangela de Paiva Oliveira. mariangela@fonte.org.br. As pessoas se encontram em diferentes âmbitos: TIPOS DE REUNIÕES Mariangela de Paiva Oliveira mariangela@fonte.org.br As pessoas se encontram em diferentes âmbitos: no âmbito do pensar: quando acontece uma troca de idéias, opiniões ou informações;

Leia mais

Guia para líderes em educação

Guia para líderes em educação Guia para líderes em educação Índice O que é o Duolingo?...3 Como funciona o Duolingo?...4 Mantendo a motivação dos alunos...5 Aprender e ensinar...6 Ideias fáceis para a sala de aula...7 Aproveitando

Leia mais

MEIA MARATONA PROGRAMA DE TREINO DE 12 SEMANAS

MEIA MARATONA PROGRAMA DE TREINO DE 12 SEMANAS MEIA MARATONA PROGRAMA DE TREINO DE 12 SEMANAS 1 O OBJETIVO D E S T E P L A N O N Ã O É F A Z E R V O C Ê C R U Z A R A L I N H A D E C H E G A D A, M A S S I M F A Z E R A SUA MELHOR VERSÃO CRUZAR A LINHA

Leia mais

30 DE NOVEMBRO DIA DA CONECTIVIDADE GUIA PRÁTICO PARA ORGANIZAR O DIA DA CONECTIVIDADE NA SUA ESCOLA. Vamos nessa?

30 DE NOVEMBRO DIA DA CONECTIVIDADE GUIA PRÁTICO PARA ORGANIZAR O DIA DA CONECTIVIDADE NA SUA ESCOLA. Vamos nessa? 30 DE NOVEMBRO DIA DA CONECTIVIDADE GUIA PRÁTICO PARA ORGANIZAR O DIA DA CONECTIVIDADE NA SUA ESCOLA Vamos nessa? 1. Missão da Campanha A mobilização Internet na Escola tem um pedido simples: investimento

Leia mais

Insígnia Mundial do Meio Ambiente IMMA

Insígnia Mundial do Meio Ambiente IMMA Ficha técnica no. 2.1 Atividade Principal 2.1 SENTINDO A NATUREZA Objetivo da 2 Os escoteiros estão trabalhando por um mundo onde o habitat natural seja suficiente para suportar as espécies nativas. Objetivos

Leia mais

DESENVOLVENDO HABITOS DE ESTUDO

DESENVOLVENDO HABITOS DE ESTUDO INSTITUTO FEDERAL DE SANTA CATARINA IF-SC DESENVOLVENDO HABITOS DE ESTUDO Elaborado por: Psicóloga Katia Griesang Conteúdo da palestra Você estuda apenas para obter boas notas?! Voce acha que tem muitas

Leia mais

ÁGORA, Porto Alegre, Ano 4, Dez.2013. ISSN 2175-37 EDUCAR-SE PARA O TRÂNSITO: UMA QUESTÃO DE RESPEITO À VIDA

ÁGORA, Porto Alegre, Ano 4, Dez.2013. ISSN 2175-37 EDUCAR-SE PARA O TRÂNSITO: UMA QUESTÃO DE RESPEITO À VIDA ÁGORA, Porto Alegre, Ano 4, Dez.2013. ISSN 2175-37 EDUCAR-SE PARA O TRÂNSITO: UMA QUESTÃO DE RESPEITO À VIDA Luciane de Oliveira Machado 1 INTRODUÇÃO Este artigo apresenta o projeto de educação para o

Leia mais

MANUAL DE RETENÇÃO BARRED S

MANUAL DE RETENÇÃO BARRED S MANUAL DE RETENÇÃO BARRED S A contratação contínua de talentos não pode ser isolada da estratégia geral da empresa, pois o correto recrutamento irá agregar pessoas mais valiosas, trazendo mais resultados.

Leia mais

BEM-VINDA!! WWW.BOLSADEIDEASDENEGOCIO.COM

BEM-VINDA!! WWW.BOLSADEIDEASDENEGOCIO.COM BEM-VINDA!! Meu nome é Ives Lopes e eu sou a autora deste guia 22 ideias de negócios para começar já. Vê essa foto? Sou eu em minha Esmalteria, a Eva Nail Club. Foi um sucesso enquanto durou, mas infelizmente

Leia mais

Dicas para Liderar com alta performance

Dicas para Liderar com alta performance Walbron Siqueira 5 Dicas para Liderar com alta performance Faça da melhoria contínua um hábito e seja o protagonista de sua carreira Sobre o autor Walbron Siqueira é bancário, especialista em gestão de

Leia mais

Guia Básico de Processos Corporativos do Sistema Indústria

Guia Básico de Processos Corporativos do Sistema Indústria Guia Básico de Processos Corporativos do Sistema Indústria 1ª Versão 1 Guia Básico de Processos Corporativos do Sistema Indústria PROCESSO DE RECRUTAMENTO E SELEÇÃO 1ª Versão 2 ÍNDICE 1 - INTRODUÇÃO 2

Leia mais

Lista de verificação para Criação & Lançamento de Produto

Lista de verificação para Criação & Lançamento de Produto Lista de verificação para Criação & Lançamento de Produto Guia: Este guia pode ser usado para lançar qualquer produto online, sendo digital ou não. Esta lista também pode ser adaptada para trabalhar muito

Leia mais

FEEDBACK 1 João Batista Silvério 2

FEEDBACK 1 João Batista Silvério 2 FEEDBACK 1 João Batista Silvério 2 Feedback é um termo da língua inglesa sem um significado preciso em português, usualmente traduzido como realimentação. Inicialmente empregado no campo da mecânica, com

Leia mais

MODELOS MENTAIS E SEUS IMPACTOS NAS EQUIPES Por: Veronica Ahrens

MODELOS MENTAIS E SEUS IMPACTOS NAS EQUIPES Por: Veronica Ahrens MODELOS MENTAIS E SEUS IMPACTOS NAS EQUIPES Por: Veronica Ahrens O que são Modelos Mentais? Segundo Peter Senge, modelos mentais são pressupostos profundamente arraigados, generalizações, ilustrações,

Leia mais

Como Aumentar o LUCRO do seu escritório contábil com Consultoria Financeira

Como Aumentar o LUCRO do seu escritório contábil com Consultoria Financeira Como Aumentar o LUCRO do seu escritório contábil com Consultoria Financeira Introdução Contadores, de um modo geral, são financistas por natureza. E por que não aproveitar esse conhecimento extra para aumentar

Leia mais

6 Dicas Básicas para Conciliar Trabalho e Filho Doente

6 Dicas Básicas para Conciliar Trabalho e Filho Doente 6 Dicas Básicas para Conciliar Trabalho e Filho Doente Realmente não é fácil para quem tem filho trabalhar. Quando a mulher é casada e o marido ajuda menos-mal, mal, porém quando a mulher é sozinha fica

Leia mais

AULA CRIATIVA DE ORTOGRAFIA

AULA CRIATIVA DE ORTOGRAFIA AULA CRIATIVA DE ORTOGRAFIA Apenas uma experiência que pode ser recriada para outros conteúdos Glorinha Aguiar glorinhaaguiar@uol.com.br Terminada a audição, eu escrevi na lousa o título da música, o nome

Leia mais

QUER TER SUCESSO NOS NEGÓCIOS? CONFIRA NOSSAS DICAS!

QUER TER SUCESSO NOS NEGÓCIOS? CONFIRA NOSSAS DICAS! QUER TER SUCESSO NOS NEGÓCIOS? CONFIRA NOSSAS DICAS! 4 Introdução 5 Conheça seu público 5 Crie uma identidade para sua empresa 6 Construa um site responsivo 6 Seja direto, mas personalize o máximo possível

Leia mais

Aquecimento inespecífico: Os participantes devem andar pela sala não deixando nenhum espaço vazio, andando cada um no seu ritmo.

Aquecimento inespecífico: Os participantes devem andar pela sala não deixando nenhum espaço vazio, andando cada um no seu ritmo. DINÂMICA DO ESPELHO Embrulha o espelho com papel de presente, mas dentro o espelho deve ser embrulhado com outro papel e colado a seguinte frase: Há pessoas que querem ser bonitas pra chamar a atenção,

Leia mais

O Quê Você Deveria Saber sobre o seu Mestrado e Doutorado

O Quê Você Deveria Saber sobre o seu Mestrado e Doutorado O Quê Você Deveria Saber sobre o seu Mestrado e Doutorado Manoel Mendonça Professor do DCC-IM-UFBA Disclainmer Esta apresentação contém conselhos que considero úteis para o bom desenvolvimento de um curso

Leia mais

Indaial SC Abril 2012. Setor Educacional: 3. Educação Universitária

Indaial SC Abril 2012. Setor Educacional: 3. Educação Universitária MATERIAL DIDÁTICO PARA O ENSINO A DISTÂNCIA: PRODUÇÃO E CARACTERÍSTICAS DOS MATERIAIS DIDÁTICOS UTILIZADOS PELOS CURSOS DE PÓS- GRADUAÇÃO EAD DA UNIASSELVI Indaial SC Abril 2012 Hiandra Bárbara Götzinger

Leia mais

Desafio para a família

Desafio para a família Desafio para a família Família é ideia de Deus, geradora de personalidade, melhor lugar para a formação do caráter, da ética, da moral e da espiritualidade. O sonho de Deus para a família é que seja um

Leia mais

Autómatos: Brinquedos com movimento em contexto de aula. Guia passo a passo para o professor

Autómatos: Brinquedos com movimento em contexto de aula. Guia passo a passo para o professor Autómatos: Brinquedos com movimento em contexto de aula Guia passo a passo para o professor 1. Introdução Este documento destina-se a todos os professores que pretendam implementar, na escola, uma oficina

Leia mais

CENTRO SOCIAL SANTA CRUZ DO DOURO MANUAL DE GESTÃO DE CONFLITOS

CENTRO SOCIAL SANTA CRUZ DO DOURO MANUAL DE GESTÃO DE CONFLITOS CENTRO SOCIAL SANTA CRUZ DO DOURO Você deve ser a mudança que deseja ver no mundo. (Mahatma Gandhi) GESTÃO DE CONFLITOS Gestão de Conflitos é a arte de identificar, lidar e minimizar/resolver situações

Leia mais

Levantamento, Análise e Gestão Requisitos. Aula 06

Levantamento, Análise e Gestão Requisitos. Aula 06 Levantamento, Análise e Gestão Requisitos Aula 06 Agenda Técnicas de Levantamento de Requisitos: Entrevista Workshop, Brainstorming, Storyboarding e Roleplaying Prototipação JAD Joint Application Design

Leia mais

21 sacadas para levar o seu negócio para o próximo nível

21 sacadas para levar o seu negócio para o próximo nível Para quem é este livro? Este livro é para todas aquelas pessoas que fazem o que amam em seu trabalho mas não estão tendo o retorno que gostariam. Este mini guia com 21 sacadas é um resumo dos atendimentos

Leia mais

GUIA DE AVALIAÇÃO DE CLIENTES PARA PROGRAMA DE RECUPERAÇÃO PÓS-DESASTRE

GUIA DE AVALIAÇÃO DE CLIENTES PARA PROGRAMA DE RECUPERAÇÃO PÓS-DESASTRE GUIA DE AVALIAÇÃO DE CLIENTES PARA PROGRAMA DE RECUPERAÇÃO PÓS-DESASTRE Este documento é uma tradução do crioulo haitiano e alguns termos foram adaptados para facilitar sua relevância para um público mais

Leia mais

Por que o financiamento coletivo está se tornando um fenômeno social?

Por que o financiamento coletivo está se tornando um fenômeno social? Diego Reeberg Já pensou em pedir dinheiro para pessoas desconhecidas financiarem um projeto que você não consegue tirar do papel? Você daria dinheiro para uma proposta que vai ao encontro de algo que você

Leia mais

CONHECENDO-SE MELHOR DESCOBRINDO-SE QUEM VOCÊ É? 13 PASSOS QUE VÃO AJUDÁ-LO PARA SE CONHECER MELHOR E DESCOBRIR QUE VOCÊ REALMENTE É

CONHECENDO-SE MELHOR DESCOBRINDO-SE QUEM VOCÊ É? 13 PASSOS QUE VÃO AJUDÁ-LO PARA SE CONHECER MELHOR E DESCOBRIR QUE VOCÊ REALMENTE É CONHECENDO-SE MELHOR DESCOBRINDO-SE QUEM VOCÊ É? 13 PASSOS QUE VÃO AJUDÁ-LO PARA SE CONHECER MELHOR E DESCOBRIR QUE VOCÊ REALMENTE É Descobrindo-se... Fácil é olhar à sua volta e descobrir o que há de

Leia mais

Laboratório didático de Física

Laboratório didático de Física Laboratório didático de Física Como redigir um relatório Como escrever um relatório? Esperamos nos próximos parágrafos passar algumas informações úteis para escrever um relatório. É possível que algumas

Leia mais

Autor: Marcelo Maia http://infoempreendedorismo.com

Autor: Marcelo Maia http://infoempreendedorismo.com Nesse ebook você irá aprender como gerar uma renda mesmo que do zero rapidamente na internet, se você já tem um produto irá aprender como aumentar suas vendas agora mesmo de forma garantida. Crie um sistema

Leia mais

O que a Postura Consultiva tem a ver com Você

O que a Postura Consultiva tem a ver com Você O que a Postura Consultiva tem a ver com Você Marcelo Egéa M* O que é postura consultiva Criar e sustentar uma marca é um trabalho que exige o máximo de todos na empresa. Alguns têm contato direto com

Leia mais

Definindo o escopo do seu projeto de localização

Definindo o escopo do seu projeto de localização Definindo o escopo do seu projeto de localização Onde você precisa ir e quem pode ajudá-lo a chegar lá? Se sua empresa está pronta para lançar conteúdo em novos mercados ou estender o alcance a regiões

Leia mais

A COMUNICAÇÃO EM GESTÃO DE RISCOS E OS PARADIGMAS DO PENSAMENTO SISTÊMICO

A COMUNICAÇÃO EM GESTÃO DE RISCOS E OS PARADIGMAS DO PENSAMENTO SISTÊMICO A COMUNICAÇÃO EM GESTÃO DE RISCOS E OS PARADIGMAS DO PENSAMENTO SISTÊMICO Adm. Marlene Carnevali, PMP, PMI_RMP 1 Adm. Marlene Carnevali, PMP, PMI-RMP marlene@prorisks.com.br www.prorisks.com.br Neste artigo

Leia mais

ProfMat 2014 TAREFAS PARA A SALA DE AULA DE MATEMÁTICA

ProfMat 2014 TAREFAS PARA A SALA DE AULA DE MATEMÁTICA TAREFAS PARA A SALA DE AULA DE MATEMÁTICA Maria Helena Marques Loth Professora da rede municipal de Juiz de Fora, Minas Gerais, Brasil. maria.loth@terra.com.br Amarildo Melchiades da Silva Professor da

Leia mais

Guia do Participante

Guia do Participante Guia do Participante Patrocinadores Com uma paixão compartilhada por inovação e empreendedorismo, nossos parceiros oferecem suporte constante para nossos programas e iniciativas. Google for Entrepreneurs

Leia mais

Empresário. Você curte moda? Gosta de cozinhar? Não existe sorte nos negócios. Há apenas esforço, determinação, e mais esforço.

Empresário. Você curte moda? Gosta de cozinhar? Não existe sorte nos negócios. Há apenas esforço, determinação, e mais esforço. Empresário Não existe sorte nos negócios. Há apenas esforço, determinação, e mais esforço. Sophie Kinsella, Jornalista Econômica e autora Você curte moda? Gosta de cozinhar? Ou talvez apenas goste de animais?

Leia mais

Conhece os teus Direitos. A caminho da tua Casa de Acolhimento. Guia de Acolhimento para Jovens dos 12 aos 18 anos

Conhece os teus Direitos. A caminho da tua Casa de Acolhimento. Guia de Acolhimento para Jovens dos 12 aos 18 anos Conhece os teus Direitos A caminho da tua Casa de Acolhimento Guia de Acolhimento para Jovens dos 12 aos 18 anos Dados Pessoais Nome: Apelido: Morada: Localidade: Código Postal - Telefone: Telemóvel: E

Leia mais