Guia Básico de Processos Corporativos do Sistema Indústria

Save this PDF as:
Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Guia Básico de Processos Corporativos do Sistema Indústria"

Transcrição

1 Guia Básico de Processos Corporativos do Sistema Indústria 1ª Versão 1

2 Guia Básico de Processos Corporativos do Sistema Indústria PROCESSO DE RECRUTAMENTO E SELEÇÃO 1ª Versão 2

3 ÍNDICE 1 - INTRODUÇÃO 2 - VISÃO SISTÊMICA DOS PROCESSOS E INTERFACES 3 - DIAGRAMA DE ESCOPO DO PROCESSO 4 FLUXOGRAMA DO PROCESSO ATIVIDADES CRÍTICAS DO PROCESSO 5 SUGESTÃO DE INDICADORES DO PROCESSO 6 EQUIPE RESPONSÁVEL PELO PROCESSO NO DEPARTAMENTO NACIONAL 1ª Versão 3

4 1 INTRODUÇÃO O processo de Recrutamento e Seleção é de responsabilidade da área de Recursos Humanos e tem como função recrutar e selecionar candidatos com potencial e competências adequadas às necessidades das entidades. Este processo tem seu início no recebimento da solicitação de contratação aprovada e seu término com o encaminhamento do candidato selecionado para admissão. Os principais indicadores sugeridos para a medição deste processo são: índice de preenchimento de vagas, tempo médio de preenchimento de vagas, tempo médio de liberação do exame admissional, índice de atração de candidatos, índice de candidatos aprovados no processo e índice de satisfação do solicitante com o candidato selecionado. Este processo possui interface e tem como principais clientes: as áreas solicitantes, os candidatos e a Administração de Pessoal. 1ª Versão 4

5 2 VISÃO SISTÊMICA DOS PROCESSOS E INTERFACES Comunicação Clínica Médica Financeiro Divulgação Exame admissional Solicitação de contratação Recrutamento e Seleção Candidato selecionado Administração de Pessoal Lançamentos de informações Processamento da Folha de Pagamento Contracheque Provas Preenchimento de vagas Acesso a rede e internet Áreas Técnicas Informações e documentos - admissão Área TI Empregados Candidatos 1ª Versão 5

6 3 DIAGRAMA DE ESCOPO DO PROCESSO FUNÇÃO: Recrutar e selecionar candidatos com potencial e competências adequadas às necessidades das Entidades ORIGEM ENTRADA PADRÕES, NORMAS, POLÍTICAS, DIRETRIZES, LEIS Área solicitante Recursos Humanos Requisição de pessoal Regulamento interno Plano de cargo e salários CLT, resolução 374/2009, Ato resolutório 001/2009, Regimento do SENAI, Regulamento do SESI, Procedimento de Recrutamento e Seleção, Recurso Extraordinário /DF Recrutamento e Seleção SAÍDA Divulgação das vagas para os veículos de comunicação DESTINO Candidatos Comunicação Área técnica Clínica Médica Prova de conhecimento específico, prática e estudo de caso Exames admissionais INÍCIO Receber solicitação de contratação aprovada FIM Encaminhar candidato selecionado para admissão de pessoal Candidato selecionado com conhecimento e competência técnica Quadro de PcD (pessoa com deficiência) Informações do candidato selecionado Administração de Pessoal Área solicitante ÁREA RESPONSÁVEL Recursos Humanos 1ª Versão 6

7 4 FLUXOGRAMA DO PROCESSO 1ª Versão 7

8 4 FLUXOGRAMA DO PROCESSO (CONTINUAÇÃO) 1ª Versão 8

9 4 FLUXOGRAMA DO PROCESSO (CONTINUAÇÃO) 1ª Versão 9

10 4.1 ATIVIDADES CRÍTICAS ATIVIDADE CRÍTICA 1 - ANALISAR DEMANDA DETALHAMENTO DA SOLICITAÇÃO DE CONTRATAÇÃO DE PESSOAL: Os seguintes pontos devem ser observados no preenchimento da solicitação de contratação de pessoal: Diretoria / Superintendência; Unidade Organizacional; Código da Unidade; Centro de Responsabilidade ( para custos dos processos seletivos); Cargo; Número de vagas; Tipo de Contrato: indeterminado ou determinado; Informar se existe local e equipamentos de trabalho disponíveis; Verificar orçamento; Justificativa da solicitação 1ª Versão 10

11 4.1 ATIVIDADES CRÍTICAS ATIVIDADE CRÍTICA 1 - ANALISAR DEMANDA (CONTINUAÇÃO) Para validar o perfil da vaga recomendamos uma reunião de alinhamento da área de Recursos Humanos e do solicitante da requisição de pessoal. O formulário de alinhamento do perfil da vaga deve ser preenchido em conjunto. DETALHAMENTO DO FORMULÁRIO ALINHAMENTO DO PERFIL DA VAGA: Os seguintes pontos devem ser observados no preenchimento do formulário alinhamento do perfil da vaga: Entidade; Área; Vaga e número de vagas; Perfil definitivo: conhecimento técnico e habilidades comportamentais (competências); Principais atividades a serem executadas; 1ª Versão 11

12 4.1 ATIVIDADES CRÍTICAS ATIVIDADE CRÍTICA 1 - ANALISAR DEMANDA (CONTINUAÇÃO) Complexidade da vaga: baixa, média, alta ou crítica Testes do processo seletivo (conhecimentos a serem testados) Avaliação de conhecimentos específicos (se necessário); Divulgação em jornais de grande circulação no Estado; Prospecção: local, estadual ou âmbito nacional; Observações gerais; Expectativa de prazos; Assinatura do solicitante; Assinatura do Recursos Humanos. 1ª Versão 12

13 4.1 ATIVIDADES CRÍTICAS ATIVIDADE CRÍTICA 2 REALIZAR ENTREVISTA DE ANÁLISE COMPORTAMENTAL RECOMENDAÇÕES: Roteiro para se realizar uma entrevista: 1) PLANO DE PREPARAÇÃO Uma boa entrevista começa antes mesmo de ser iniciada! Confira abaixo, algumas dicas importantes e prepare-se: Reveja o perfil do cargo divulgado; Leia as informações do currículo antes de iniciar a entrevista; Esclareça os papéis (quem faz / fala o que) caso tenha mais do que um entrevistador; Ao reservar seu tempo para a entrevista, considere a conversa com o candidato e também o tempo para classificar e avaliar as competências; Reserve um local apropriado para realizar a entrevista; 1ª Versão 13

14 4.1 ATIVIDADES CRÍTICAS ATIVIDADE CRÍTICA 2 REALIZAR ENTREVISTA DE ANÁLISE COMPORTAMENTAL (CONTINUAÇÃO) 2) INTRODUÇÃO Lembre-se de que o momento da entrevista é para que você conheça o candidato, mas também para que o candidato possa mencionar suas características pessoais e suas aspirações profissionais; A duração prevista de uma entrevista é de cerca de 90 minutos; A ideia é conhecer um pouco mais da experiências do candidato. Ao final dessa entrevista, pode-se esclarecer ao candidato dúvidas com relação à organização. 3) COMO REALIZAR A ENTREVISTA QUESTÕES DOS REQUISITOS BÁSICOS Para conseguir entender a situação geral do candidato, o entrevistador deve investigar o suficiente sobre diversas informações, veja a seguir os temas e possíveis perguntas: 1ª Versão 14

15 4.1 ATIVIDADES CRÍTICAS ATIVIDADE CRÍTICA 2 REALIZAR ENTREVISTA DE ANÁLISE COMPORTAMENTAL (CONTINUAÇÃO) A) Dados Pessoais Checar informações que constam no currículo: idade, estado civil, formação, entre outros. Se sentir necessidade, confirmar dados já passados. (exemplo: disponibilidade de mudança, viagens etc.). No caso de candidato de outro estado, checar sobre possibilidade de mudança do candidato e sua família. B) Histórico Acadêmico Aproveite para esclarecer algum ponto específico que você considera necessário aprofundar sobre a experiência acadêmica do candidato. Exemplos: Para começarmos a entrevista, fale-me o que o levou a escolher por esta formação acadêmica? O que o atraía nesta escolha? Qual a contribuição da sua formação acadêmica para você? 1ª Versão 15

16 4.1 ATIVIDADES CRÍTICAS ATIVIDADE CRÍTICA 2 REALIZAR ENTREVISTA DE ANÁLISE COMPORTAMENTAL (CONTINUAÇÃO) C) Histórico/Experiência Profissional Solicitar que o candidato relate resumidamente sua carreira, enfatizando qual era seu papel, suas responsabilidades e desafios de cada cargo. Solicitar também que enfatize o relato dos seus dois ou três cargos mais importantes, recentes e/ou relacionados com as atividades propostas. Durante o relato do candidato, de cada cargo, explore alguns pontos: Qual a amplitude do cargo (equipe, faturamento, orçamento) e nível de autonomia? Que aprendizado a experiência o trouxe? Em sua atuação, o que mais gostava e menos gostava? Quais as etapas/transições mais marcantes de sua carreira? A quem se reportava? Se teve equipe, qual o número de colaboradores e seus cargos? Qual o maior desafio em sua última/atual posição? 1ª Versão 16

17 4.1 ATIVIDADES CRÍTICAS ATIVIDADE CRÍTICA 2 REALIZAR ENTREVISTA DE ANÁLISE COMPORTAMENTAL (CONTINUAÇÃO) 4) ENTREVISTA POR COMPETÊNCIAS Informe que você gostaria de conhecer algumas situações reais que o candidato vivenciou. Comente que é normal que o candidato precise de algum tempo para se lembrar. Lembre-se sempre de pedir que ele relate: Situação Quais foram seus desafios recentes, nas situações em que você experimentou? Responsabilidade Qual era a sua responsabilidade nesse desafio? Ação O que você fez? Resultados Quais foram os resultados que você alcançou a partir do que você fez? O que você aprendeu com essa experiência? De que maneira você utilizou esse aprendizado, a partir de então? 5) FECHAMENTO Crie espaço para o entrevistado tirar dúvidas e fazer eventuais perguntas. 1ª Versão 17

18 4.1 ATIVIDADES CRÍTICAS ATIVIDADE CRÍTICA 3 ENCAMINHAR PARA ADMINISTRAÇÃO DE PESSOAL Check-list de Encaminhamento Admissão Recrutamento e Seleção Trata-se de ficha de conferência dos itens solicitados e necessários para o envio do candidato para a Administração Pessoal. Itens de atenção: Sim Não Não se aplica Currículo candidato selecionado? Formulário de requisição de pessoal? Formulário de encaminhamento de admissão? Carta Convite ao candidato selecionado? de formalização do gestor? Exame admissional? 1ª Versão 18

19 4.1 ATIVIDADES CRÍTICAS ATIVIDADE CRÍTICA 3 ENCAMINHAR PARA ADMINISTRAÇÃO DE PESSOAL (CONTINUAÇÃO) DETALHAMENTO DO FORMULÁRIO DE ENCAMINHAMENTO PARA ADMISSÃO: Os seguintes pontos devem ser observados no preenchimento do formulário de encaminhamento para admissão de um candidato: 1) Nome do candidato; 2) Remuneração; 3) Data de admissão; 4) Telefones; 5) Cidade de residência; 6) Observações do Processo Seletivo; 7) Assinatura do Recrutamento e Seleção 1ª Versão 19

20 5 SUGESTÃO DE INDICADORES DO PROCESSO FUNÇÃO DO PROCESSO: Recrutar e selecionar candidatos com potencial e competências adequadas às necessidades das Entidades COMO VAMOS MEDIR SE O PROCESSO EXECUTA SUA FUNÇÃO? INDICADOR FÓRMULA DE CÁLCULO DIMENSÃO UNIDADE POLARIDADE PERIODICIDADE 1 Índice de preenchimento de vagas ( Número de vagas preenchidas / número de vagas em aberto ) x 100 Qualidade % Maior, Melhor Mensal 2 Tempo médio de preenchimento de vaga ( Somatório do tempo gasto nas contratações / Total de vagas preenchidas ) Prazo Dias Menor, Melhor Mensal 1ª Versão 20

21 5 SUGESTÃO DE INDICADORES DO PROCESSO (CONTINUAÇÃO) INDICADOR FÓRMULA DE CÁLCULO DIMENSÃO UNIDADE POLARIDADE PERIODICIDADE 3 Tempo médio de liberação do exame admissional ( Somatório do tempo gasto para liberação dos exames / total de exames realizados) Prazo Dias Menor, Melhor Mensal 4 Índice de candidatos aprovados no processo ( número de candidatos aprovados / número de inscrições realizadas ) x 100 Qualidade % Maior, Melhor Mensal 5 Índice de atração dos candidatos ( número de inscrições / número de vagas ) x 100 Qualidade % Maior, Melhor Mensal 6 Índice de satisfação do solicitante com o candidato selecionado ( Somatório das notas de pesquisa de satisfação / total de pesquisas realizadas) x 100 Qualidade % Maior, Melhor Mensal 1ª Versão 21

22 6 - EQUIPE RESPONSÁVEL PELO PROCESSO NO DEPARTAMENTO NACIONAL Renato Paiva Gerente Executivo de Recursos Humanos telefone: (61) Marcelo Araújo de Almeida Gerente de Desenvolvimento Humano telefone: (61) Em caso de dúvidas e sugestões: Anna Paula Pereira de Souza Analista de Recursos Humanos IV telefone: (61) ª Versão 22

Guia Básico de Processos Corporativos do Sistema Indústria

Guia Básico de Processos Corporativos do Sistema Indústria Guia Básico de Processos Corporativos do Sistema Indústria 1ª Versão 1 Guia Básico de Processos Corporativos do Sistema Indústria PROCESSO DE ADMISSÃO 1ª Versão 2 ÍNDICE 1 - INTRODUÇÃO 2 - VISÃO SISTÊMICA

Leia mais

Guia Básico de Processos Corporativos do Sistema Indústria. 1ª Versão

Guia Básico de Processos Corporativos do Sistema Indústria. 1ª Versão Guia Básico de Processos Corporativos do Sistema Indústria 1ª Versão 1 Guia Básico de Processos Corporativos do Sistema Indústria PROCESSO DE GESTÃO DE CONTRATOS 1ª Versão 2 ÍNDICE 1 - INTRODUÇÃO 2 - VISÃO

Leia mais

PROCEDIMENTO OPERACIONAL PADRÃO RECRUTAMENTO E SELEÇÃO

PROCEDIMENTO OPERACIONAL PADRÃO RECRUTAMENTO E SELEÇÃO PROCEDIMENTO OPERACIONAL PADRÃO RECRUTAMENTO E SELEÇÃO Data de emissão: Associação Paulista de Gestão Pública - APGP Elaborado por: Aprovado por: Francis da Silva Recursos Humanos Diretoria Geral // Sumário

Leia mais

Manual dos processos de abertura de vaga, recrutamento e seleção e admissão

Manual dos processos de abertura de vaga, recrutamento e seleção e admissão T Manual dos processos de abertura de vaga, recrutamento e seleção e admissão Processos e Conformidade Janeiro/2015 Rev. 0 3/16/2015 1 SUMÁRIO 1. OBJETIVO...3 2. ABRANGÊNCIA...3 3. DESENHO (Abertura de

Leia mais

Esta política define:

Esta política define: Esta política define: OBJETIVO ABRANGÊNCIA DEFINIÇÕES SOLICITAÇÃO DE CONTRATAÇÃO E APROVAÇÕES RECRUTAMENTO E SELEÇÃO DE RECURSOS HUMANOS ADMISSÃO SALÁRIO ADMISSIONAL INTEGRAÇÃO OBJETIVO Definir uma política

Leia mais

Procedimento Operacional N⁰ do procedimento: PO 026

Procedimento Operacional N⁰ do procedimento: PO 026 1/7 Nº revisão Descrição da Revisão 00 Elaboração inicial do documento 01 Revisão dos Indicadores 02 Revisão geral do documento 03 Item 4.1: Foi inserida uma aprovação final da Diretoria após o Gestor

Leia mais

DESCRITIVO DE VAGA (S) Local: SESC C. Grande/MS (Administração Regional)

DESCRITIVO DE VAGA (S) Local: SESC C. Grande/MS (Administração Regional) DESCRITIVO DE VAGA (S) Local: SESC C. Grande/MS (Administração Regional) O SESC/MS torna público que, nos termos da Resolução SESC nº 1163/2008, está aberto processo seletivo para contratação de pessoal,

Leia mais

EDITAL DE PROCESSO DE SELEÇÃO SESC SANTA CATARINA

EDITAL DE PROCESSO DE SELEÇÃO SESC SANTA CATARINA EDITAL DE PROCESSO DE SELEÇÃO SESC SANTA CATARINA O presente documento tem como objetivo disponibilizar a divulgação oficial das condições estabelecidas pelo SESC Santa Catarina para regulamentação dos

Leia mais

COMUNICADO DE PROCESSO SELETIVO SENAI DR/ES N 041/2013 08/12/2013

COMUNICADO DE PROCESSO SELETIVO SENAI DR/ES N 041/2013 08/12/2013 COMUNICADO DE PROCESSO SELETIVO SENAI DR/ES N 041/2013 08/12/2013 O SENAI Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial torna pública a realização de processo seletivo para provimento de vagas observados

Leia mais

REGULAMENTO NÚCLEO. Versão resumida. Pagamento da taxa de participação ou preenchimento da ficha de isenção;

REGULAMENTO NÚCLEO. Versão resumida. Pagamento da taxa de participação ou preenchimento da ficha de isenção; REGULAMENTO NÚCLEO Versão resumida ETAPAS I. Cadastro de dados específicos do programa; II. Pagamento da taxa de participação ou preenchimento da ficha de isenção; O Núcleo é uma rede com atividades contínuas

Leia mais

REGULAMENTO DE SELEÇÃO E CONTRATAÇÃO DE PESSOAL

REGULAMENTO DE SELEÇÃO E CONTRATAÇÃO DE PESSOAL 1 OBJETIVO Definir as premissas para captação, seleção e contratação de recursos humanos, objetivando suprir as demandas das vagas previstas no Instituto Sócrates Guanaes ISG, incluídas aquelas oriundas

Leia mais

CHAMADA PÚBLICA SIMPLIFICADA CEFTRU/UNB N 0001/2015

CHAMADA PÚBLICA SIMPLIFICADA CEFTRU/UNB N 0001/2015 CHAMADA PÚBLICA SIMPLIFICADA CEFTRU/UNB N 0001/2015 O Diretor do Centro Interdisciplinar de Estudos em Transportes (Ceftru), órgão da Universidade de Brasília-UnB, no uso de suas atribuições torna público

Leia mais

COMUNICADO DE PROCESSO SELETIVO SENAI DR/ES N 016/2013 07/04/2013

COMUNICADO DE PROCESSO SELETIVO SENAI DR/ES N 016/2013 07/04/2013 COMUNICADO DE PROCESSO SELETIVO SENAI DR/ES N 016/2013 07/04/2013 O SENAI Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial torna pública a realização de processo seletivo para provimento de vagas observados

Leia mais

REGULAMENTO DE CONTRATAÇÃO DE PESSOAL CAPÍTULO I INTRODUÇÃO

REGULAMENTO DE CONTRATAÇÃO DE PESSOAL CAPÍTULO I INTRODUÇÃO Código: Ed.001/2016 Versão: 01 Página: 1 / 8 REGULAMENTO DE CAPÍTULO I INTRODUÇÃO Art. 1º Este regulamento estabelece as regras de Recrutamento e Seleção para o preenchimento de vagas para pessoal administrativo

Leia mais

Assine e coloque seu número de inscrição no quadro abaixo. Preencha, com traços firmes, o espaço reservado a cada opção na folha de resposta.

Assine e coloque seu número de inscrição no quadro abaixo. Preencha, com traços firmes, o espaço reservado a cada opção na folha de resposta. 1 Prezado(a) candidato(a): Assine e coloque seu número de inscrição no quadro abaixo. Preencha, com traços firmes, o espaço reservado a cada opção na folha de resposta. Nº de Inscrição Nome PROVA DE CONHECIMENTOS

Leia mais

Manual de Recursos Humanos

Manual de Recursos Humanos Manual de Recursos Humanos 1º Edição 01/2016 SUMÁRIO INTRODUÇÃO CAPÍTULO I - RECRUTAMENTO E SELEÇÃO CAPÍTULO II - TREINAMENTO & DESENVOLVIMENTO CAPÍTULO III CARGOS & SALÁRIOS CAPÍTULO IV BENEFÍCIOS CAPÍTULO

Leia mais

COMUNICADO DE PROCESSO SELETIVO SESI/ES N 003/2013 06/01/2013

COMUNICADO DE PROCESSO SELETIVO SESI/ES N 003/2013 06/01/2013 COMUNICADO DE PROCESSO SELETIVO SESI/ES N 003/2013 06/01/2013 O SESI Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial torna pública a realização de processo seletivo para provimento de vagas observados os requisitos

Leia mais

DESCRITIVO PROCESSO SELETIVO Nº 018/13 Local: SESC Três Lagoas/MS

DESCRITIVO PROCESSO SELETIVO Nº 018/13 Local: SESC Três Lagoas/MS DESCRITIVO PROCESSO SELETIVO Nº 018/13 Local: SESC Três Lagoas/MS O SESC/MS torna público que, nos termos da Resolução SESC nº 1163/2008, está aberto processo seletivo para contratação de pessoal, nos

Leia mais

COMUNICADO DE PROCESSO SELETIVO SESI DR/ES N 023/2014 11/05/2014

COMUNICADO DE PROCESSO SELETIVO SESI DR/ES N 023/2014 11/05/2014 COMUNICADO DE PROCESSO SELETIVO SESI DR/ES N 023/2014 11/05/2014 O SESI Serviço Social da Indústria torna pública a realização de processo seletivo para provimento de vagas, observados os requisitos mínimos

Leia mais

PROCESSO SELETIVO N 02-2010 PARA CONTRATAÇÃO DE PESSOAL

PROCESSO SELETIVO N 02-2010 PARA CONTRATAÇÃO DE PESSOAL PROCESSO SELETIVO N 02-2010 PARA CONTRATAÇÃO DE PESSOAL A unidade nacional do Sescoop Serviço Nacional de Aprendizagem do Cooperativismo, personalidade jurídica de direito privado, sem fins lucrativos,

Leia mais

Guia Básico de Processos Corporativos do Sistema Indústria

Guia Básico de Processos Corporativos do Sistema Indústria Guia Básico de Processos Corporativos do Sistema Indústria 1ª Versão 1 Guia Básico de Processos Corporativos do Sistema Indústria PROCESSO DE ARRECADAÇÃO INDIRETA 1ª Versão 2 ÍNDICE 1 - INTRODUÇÃO 2 -

Leia mais

COMUNICADO DE PROCESSO SELETIVO SENAI DR/ES N 012/2015 19/04/2015

COMUNICADO DE PROCESSO SELETIVO SENAI DR/ES N 012/2015 19/04/2015 COMUNICADO DE PROCESSO SELETIVO SENAI DR/ES N 012/2015 19/04/2015 O SENAI Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial torna pública a realização de processo seletivo para provimento de vagas observados

Leia mais

COMUNICADO DE PROCESSO SELETIVO SESI DR/ES N 007/2014 09/02/2014

COMUNICADO DE PROCESSO SELETIVO SESI DR/ES N 007/2014 09/02/2014 COMUNICADO DE PROCESSO SELETIVO SESI DR/ES N 007/2014 09/02/2014 O SESI Serviço Social da Indústria torna pública a realização de processo seletivo para provimento de vagas, observados os requisitos mínimos

Leia mais

COMUNICADO DE PROCESSO SELETIVO SENAI DR/ES N 026/2014 15/06/2014

COMUNICADO DE PROCESSO SELETIVO SENAI DR/ES N 026/2014 15/06/2014 COMUNICADO DE PROCESSO SELETIVO SENAI DR/ES N 026/2014 15/06/2014 O SENAI Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial torna pública a realização de processo seletivo para provimento de vagas observados

Leia mais

PROCEDIMENTO OPERACIONAL

PROCEDIMENTO OPERACIONAL Página: 1/7 Classificação: ( ) Provisão de (X) Aplicação de ( ) Manutenção de ( ) Desenvolvimento de ( ) Monitoração de ÍNDICE 1 OBJETIVO 2 ABRANGÊNCIA 3 REFERÊNCIA 4 DEFINIÇÕES 5 S E RESPONSABILIDADES

Leia mais

COMUNICADO DE PROCESSO SELETIVO SENAI DR/ES N 011/2016 20/05/2016

COMUNICADO DE PROCESSO SELETIVO SENAI DR/ES N 011/2016 20/05/2016 COMUNICADO DE PROCESSO SELETIVO SENAI DR/ES N 011/2016 20/05/2016 O SENAI Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial torna pública a realização de processo seletivo para provimento de vagas observados

Leia mais

DESCRITIVO DE VAGA (S) Local: SESC Camillo Boni (C. Grande/MS)

DESCRITIVO DE VAGA (S) Local: SESC Camillo Boni (C. Grande/MS) DESCRITIVO DE VAGA (S) Local: SESC Camillo Boni (C. Grande/MS) O SESC/MS torna público que, nos termos da Resolução SESC nº 1163/2008, está aberto processo seletivo para contratação de pessoal, nos termos

Leia mais

DESCRITIVO DE VAGA (S) Local: SESC Dourados/MS

DESCRITIVO DE VAGA (S) Local: SESC Dourados/MS DESCRITIVO DE VAGA (S) Local: SESC Dourados/MS O SESC/MS torna público que, nos termos da Resolução SESC nº 1163/2008, está aberto processo seletivo para contratação de pessoal, nos termos e condições

Leia mais

EDITAL PROCESSO SELETIVO PARA EDUCADOR SOCIAL PARA PESSOAS COM NECESSIDADES ESPECIAIS TRABALHOS MANUAIS E COSTURA ABRIL 2016

EDITAL PROCESSO SELETIVO PARA EDUCADOR SOCIAL PARA PESSOAS COM NECESSIDADES ESPECIAIS TRABALHOS MANUAIS E COSTURA ABRIL 2016 EDITAL PROCESSO SELETIVO PARA EDUCADOR SOCIAL PARA PESSOAS COM NECESSIDADES ESPECIAIS TRABALHOS MANUAIS E COSTURA ABRIL 2016 A SORRI BAURU, por meio de sua Diretoria Executiva convoca os interessados a

Leia mais

COMUNICADO DE PROCESSO SELETIVO SESI DR/ES N 052/2015 04/10/2015

COMUNICADO DE PROCESSO SELETIVO SESI DR/ES N 052/2015 04/10/2015 COMUNICADO DE PROCESSO SELETIVO SESI DR/ES N 052/2015 04/10/2015 O SESI Serviço Social da Indústria divulga a realização de processo seletivo com o propósito de formar banco de cadastro de profissionais

Leia mais

COMUNICADO DE PROCESSO SELETIVO SENAI DR/ES N 057/2014 14/12/2014

COMUNICADO DE PROCESSO SELETIVO SENAI DR/ES N 057/2014 14/12/2014 COMUNICADO DE PROCESSO SELETIVO SENAI DR/ES N 057/2014 14/12/2014 O SENAI Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial torna pública a realização de processo seletivo para provimento de vagas observados

Leia mais

EDITAL DE CONVOCAÇÃO PROGRAMA DE INTERCÂMBIO INTERNACIONAL E INTERDISCIPLINAR DA CHAMBERLAIN COLLEGE OF NURSING, AREA1 E FACULDADE RUY BARBOSA

EDITAL DE CONVOCAÇÃO PROGRAMA DE INTERCÂMBIO INTERNACIONAL E INTERDISCIPLINAR DA CHAMBERLAIN COLLEGE OF NURSING, AREA1 E FACULDADE RUY BARBOSA EDITAL DE CONVOCAÇÃO PROGRAMA DE INTERCÂMBIO INTERNACIONAL E INTERDISCIPLINAR DA CHAMBERLAIN COLLEGE OF NURSING, AREA1 E FACULDADE RUY BARBOSA Nº 012/2015 Por meio do presente Edital se faz a Convocação

Leia mais

COMUNICADO DE PROCESSO SELETIVO SESI DR/ES N 026/2014 11/05/2014

COMUNICADO DE PROCESSO SELETIVO SESI DR/ES N 026/2014 11/05/2014 COMUNICADO DE PROCESSO SELETIVO SESI DR/ES N 026/2014 11/05/2014 O SESI Serviço Social da Indústria torna pública a realização de processo seletivo para provimento de vagas, observados os requisitos mínimos

Leia mais

GUIA DE BOAS PRÁTICAS

GUIA DE BOAS PRÁTICAS GUIA DE BOAS PRÁTICAS A RODADA DE NEGÓCIOS A RODADA DE NEGÓCIOS É UM EVENTO EMPRESARIAL ORGANIZADO PARA PROMOVER NEGÓCIOS E PARCERIAS. Em um mesmo local estão empresas convidadas com interesse em comprar,

Leia mais

EDITAL PARA A SELEÇÃO DE BOLSISTAS DO PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA PIBID/CAPES/UNESP - 2015

EDITAL PARA A SELEÇÃO DE BOLSISTAS DO PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA PIBID/CAPES/UNESP - 2015 EDITAL PARA A SELEÇÃO DE BOLSISTAS DO PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA PIBID/CAPES/UNESP - 2015 VAGAS: 06 (quatro) vagas Público Alvo: Alunos regularmente matriculados no curso de

Leia mais

Guia Básico de Processos Corporativos do Sistema Indústria

Guia Básico de Processos Corporativos do Sistema Indústria Guia Básico de Processos Corporativos do Sistema Indústria 1ª Versão 1 Guia Básico de Processos Corporativos do Sistema Indústria PROCESSO GESTÃO DE BENEFÍCIOS 1ª Versão 2 ÍNDICE 1 - INTRODUÇÃO 2 - VISÃO

Leia mais

PROCEDIMENTO DE AVALIAÇÃO DE PERFIL E TREINAMENTO VAPT VUPT

PROCEDIMENTO DE AVALIAÇÃO DE PERFIL E TREINAMENTO VAPT VUPT Sistema de Gestão do Programa Vapt Vupt SUPERINTENDÊNCIA DA ESCOLA DE GOVERNO HENRIQUE SANTILLO PROCEDIMENTO DE AVALIAÇÃO DE PERFIL E TREINAMENTO VAPT VUPT Responsáveis: Ludmilla Sequeira Barbosa e Rosana

Leia mais

1. HISTÓRICO E OBJETIVOS... 2

1. HISTÓRICO E OBJETIVOS... 2 UNIVERSIDADE DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO ESCOLA SUPERIOR DE DESENHO INDUSTRIAL INCUBADORA DE EMPRESAS DE DESIGN I EDITAL DE SELEÇÃO DA INCUBADORA DE EMPRESAS DE DESIGN ANO 2012 SUMÁRIO 1. HISTÓRICO E OBJETIVOS...

Leia mais

COMUNICADO DE PROCESSO SELETIVO SESI DR/ES N 004/2016 22/01/2016

COMUNICADO DE PROCESSO SELETIVO SESI DR/ES N 004/2016 22/01/2016 COMUNICADO DE PROCESSO SELETIVO SESI DR/ES N 004/2016 22/01/2016 O SESI Serviço Social da Indústria torna pública a realização de processo seletivo para provimento de vagas, observados os requisitos mínimos

Leia mais

COMUNICADO DE PROCESSO SELETIVO SESI DR/ES N 064/2014 28/09/2014

COMUNICADO DE PROCESSO SELETIVO SESI DR/ES N 064/2014 28/09/2014 COMUNICADO DE PROCESSO SELETIVO SESI DR/ES N 064/2014 28/09/2014 O SESI Serviço Social da Indústria torna pública a realização de processo seletivo para provimento de vagas, observados os requisitos mínimos

Leia mais

EDITAL nº 162/2010 CENTRO UNIVERSITÁRIO METODISTA DO IPA EDITAL DE SELEÇÃO DE DOCENTE

EDITAL nº 162/2010 CENTRO UNIVERSITÁRIO METODISTA DO IPA EDITAL DE SELEÇÃO DE DOCENTE EDITAL nº 162/2010 CENTRO UNIVERSITÁRIO METODISTA DO IPA EDITAL DE SELEÇÃO DE DOCENTE A Coordenadoria de Graduação do Centro Universitário Metodista, do IPA, e a Gestão de Pessoas, no uso de suas atribuições,

Leia mais

Processo Seletivo: 003/2016 DESCRITIVO DE VAGA (S) Local: SENAC DR

Processo Seletivo: 003/2016 DESCRITIVO DE VAGA (S) Local: SENAC DR Processo Seletivo: 003/2016 DESCRITIVO DE VAGA (S) Local: SENAC DR O SENAC/MS torna público que, nos termos da Resolução SENAC nº 1018/2015, está aberto processo seletivo para contratação de pessoal, nos

Leia mais

REGULAMENTO DE CONTRATAÇÃO DE PESSOAL

REGULAMENTO DE CONTRATAÇÃO DE PESSOAL REGULAMENTO DE CONTRATAÇÃO DE PESSOAL 1. Objetivos 1.1 - Desta normatização Estabelecer diretrizes e critérios que viabilizem os processos de recrutamento e seleção, atraindo profissionais com capacidade

Leia mais

F.A.Q. - OUTGOING. 3. Quais instituições estrangeiras possuem acordo com a UFSC?

F.A.Q. - OUTGOING. 3. Quais instituições estrangeiras possuem acordo com a UFSC? SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA SECRETARIA DE RELAÇÕES INTERNACIONAIS AVENIDA DESEMBARGADOR VITOR LIMA, N.º 222 TRINDADE CEP: 88.040-400 - FLORIANÓPOLIS

Leia mais

TÉCNICO EM SEGURANÇA DO TRABALHO Comunicado de Processo Seletivo INTERNO Nº 003/2015

TÉCNICO EM SEGURANÇA DO TRABALHO Comunicado de Processo Seletivo INTERNO Nº 003/2015 TÉCNICO EM SEGURANÇA DO TRABALHO Comunicado de Processo Seletivo INTERNO Nº 003/2015 O SESI Piauí, assessorado pelo IEL, torna pública a realização do Processo Seletivo Interno nº 003/2015 destinado a

Leia mais

DESCRITIVO DE VAGA (S) Local: SESC C. Grande/MS

DESCRITIVO DE VAGA (S) Local: SESC C. Grande/MS DESCRITIVO DE VAGA (S) Local: SESC C. Grande/MS O SESC/MS torna público que, nos termos da Resolução SESC nº 1163/2008, está aberto processo seletivo para contratação de pessoal, nos termos e condições

Leia mais

P4-MPS.BR - Prova de Conhecimento do Processo de Aquisição do MPS.BR

P4-MPS.BR - Prova de Conhecimento do Processo de Aquisição do MPS.BR Data: 10 de Dezembro de 2010 Horário: 13:00 às 17:00 horas (hora de Brasília) Nome: e-mail: Nota: INSTRUÇÕES Você deve responder a todas as questões. O total máximo de pontos da prova é de 100 pontos (100%),

Leia mais

INFORMAÇÕES AOS COMITÊS E FRANQUEADOS

INFORMAÇÕES AOS COMITÊS E FRANQUEADOS INFORMAÇÕES AOS COMITÊS E FRANQUEADOS Este material tem o objetivo de fornecer aos comitês regionais e setoriais do PGQP, e a seus franqueados, informações atualizadas sobre o SAG e orientações para a

Leia mais

PERGUNTAS FREQUENTES ESTÁGIO

PERGUNTAS FREQUENTES ESTÁGIO PERGUNTAS FREQUENTES ESTÁGIO 1. O que é estágio? É um período de aprendizado para o futuro profissional, permitindo a integração da formação à prática. O estágio proporciona a aplicação dos conhecimentos

Leia mais

PMBoK Comentários das Provas TRE-PR 2009

PMBoK Comentários das Provas TRE-PR 2009 PMBoK Comentários das Provas TRE-PR 2009 Comentário geral: As provas apresentaram grau de dificuldade médio. Não houve uma preocupação da banca em aprofundar os conceitos ou dificultar a interpretação

Leia mais

CENTRO DE FORMAÇÃO PROFISSIONAL PAULO DE TARSO

CENTRO DE FORMAÇÃO PROFISSIONAL PAULO DE TARSO CENTRO DE FORMAÇÃO PROFISSIONAL PAULO DE TARSO 1 Semestre 2011 Apresentação: Prezado(a) aluno(a), Este manual foi elaborado com o objetivo de orientá-lo durante o processo de realização do estágio curricular,

Leia mais

PROCESSOS SELETIVOS 1 OBJETIVO

PROCESSOS SELETIVOS 1 OBJETIVO PROCESSOS SELETIVOS 1 OBJETIVO Estabelecer a sistemática de recrutamento e seleção dos colaboradores de Unidades Educacionais e Departamento Regional do SENAC-RS, atendendo aos princípios da publicidade,

Leia mais

REGIMENTO DA DISCIPLINA CE093-LABORATÓRIO A CURSO DE ESTATÍSTICA UFPR

REGIMENTO DA DISCIPLINA CE093-LABORATÓRIO A CURSO DE ESTATÍSTICA UFPR 1 REGIMENTO DA DISCIPLINA CE093-LABORATÓRIO A CURSO DE ESTATÍSTICA UFPR Os alunos do Curso de Estatística da UFPR regularmente matriculados na disciplina CE093-Laboratório A, deverão realizar as seguintes

Leia mais

Training Course. DESTINATÁRIOS Este curso destina-se a todos os colaboradores Gestores e Profissionais de Recursos humanos.

Training Course. DESTINATÁRIOS Este curso destina-se a todos os colaboradores Gestores e Profissionais de Recursos humanos. MBA GESTÃO POR COMPETÊNCIAS DESCRIÇÃO O desafio maior do gestor de recursos humanos numa economia de grande competitividade é atrair, reter ou capacitar os seus recursos humanos para um desempenho de alto

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO ABC PROGRAMA UNIVERSIDADE ABERTA DO BRASIL. Seleção Simplificada de Tutor

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO ABC PROGRAMA UNIVERSIDADE ABERTA DO BRASIL. Seleção Simplificada de Tutor Seleção Simplificada de Tutor Especialização em Tecnologias e Sistemas de Informação - TSI Edital UAB/UFABC 008/2012 Processo seletivo Tutor TSI A UNIVERSIDADE FEDERAL DO ABC, em parceria com o Programa

Leia mais

SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM INDUSTRIAL. Departamento Regional de São Paulo. Escola SENAI Hessel Horácio Cherkassky

SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM INDUSTRIAL. Departamento Regional de São Paulo. Escola SENAI Hessel Horácio Cherkassky SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM INDUSTRIAL Departamento Regional de São Paulo GUIA DE REFERÊNCIA RÁPIDA DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO GUIA DO ALUNO Cubatão SP SUMÁRIO página 1. O QUE É ESTÁGIO SUPERVISIONADO?

Leia mais

ABERTURA DE PROJETOS PROCEDIMENTOS PARA ABERTURA DE PROJETO. Normas e Procedimentos NP04

ABERTURA DE PROJETOS PROCEDIMENTOS PARA ABERTURA DE PROJETO. Normas e Procedimentos NP04 PROCEDIMENTOS PARA ABERTURA DE PROJETO Normas e Procedimentos NP04 I - INSTRODUÇÃO A FUSP na qualidade de Entidade de Apoio quanto à gestão administrativa-financeira dos recursos destinados aos projetos

Leia mais

COMUNICADO DE PROCESSO SELETIVO SESI DR/ES N 055/2014 17/08/2014

COMUNICADO DE PROCESSO SELETIVO SESI DR/ES N 055/2014 17/08/2014 COMUNICADO DE PROCESSO SELETIVO SESI DR/ES N 055/2014 17/08/2014 O SESI Serviço Social da Indústria torna pública a realização de processo seletivo para provimento de vagas, observados os requisitos mínimos

Leia mais

COMUNICADO DE PROCESSO SELETIVO SESI DR/ES N 002/2016 08/01/2016

COMUNICADO DE PROCESSO SELETIVO SESI DR/ES N 002/2016 08/01/2016 COMUNICADO DE PROCESSO SELETIVO SESI DR/ES N 002/2016 08/01/2016 O SESI Serviço Social da Indústria torna pública a realização de processo seletivo para provimento de vagas, observados os requisitos mínimos

Leia mais

Guia Básico de Processos Corporativos do Sistema Indústria. 1ª Versão

Guia Básico de Processos Corporativos do Sistema Indústria. 1ª Versão Guia Básico de Processos Corporativos do Sistema Indústria 1ª Versão 1 Guia Básico de Processos Corporativos do Sistema Indústria PROCESSO GESTÃO DE VIAGENS 1ª Versão 2 ÍNDICE 1 - INTRODUÇÃO 2 - VISÃO

Leia mais

COMUNICADO DE PROCESSO SELETIVO SESI DR/ES N 037 15/06/2014

COMUNICADO DE PROCESSO SELETIVO SESI DR/ES N 037 15/06/2014 COMUNICADO DE PROCESSO SELETIVO SESI DR/ES N 037 15/06/2014 O SESI Serviço Social da Indústria torna pública a realização de processo seletivo para provimento de vagas, observados os requisitos mínimos

Leia mais

EDITAL 2016 PERÍODO DE VIGÊNCIA: ABERTURA: 26/10/2015 ENCERRAMENTO: 11/09/2016

EDITAL 2016 PERÍODO DE VIGÊNCIA: ABERTURA: 26/10/2015 ENCERRAMENTO: 11/09/2016 EDITAL 2016 PERÍODO DE VIGÊNCIA: ABERTURA: 26/10/2015 ENCERRAMENTO: 11/09/2016 SELEÇÃO DE NOVOS PROJETOS / EMPRESAS, PARA O PROGRAMA DE INCUBAÇÃO DE EMPRESAS E PROJETOS DO INATEL INSTITUTO NACIONAL DE

Leia mais

Verificação do Cumprimento e Avaliação dos Indicadores do Compromisso Nacional para Aperfeiçoar as Condições de Trabalho na Indústria da Construção

Verificação do Cumprimento e Avaliação dos Indicadores do Compromisso Nacional para Aperfeiçoar as Condições de Trabalho na Indústria da Construção Verificação do Cumprimento e Avaliação dos Indicadores do Compromisso Nacional para Aperfeiçoar as Condições de Trabalho na Indústria da Construção JUSTIFICATIVA O método de verificação e avaliação dos

Leia mais

Orientações Gerais para o Mobilizador 1

Orientações Gerais para o Mobilizador 1 Orientações Gerais para o Mobilizador 1 Índice CADERNO 1: ORIENTAÇÕES GERAIS PARA O MOBILIZADOR 1.1. Mensagem ao mobilizador... 03 1.2. Materiais de implantação do Ciclo 4... 05 1.3. As reuniões: quantas

Leia mais

Projeto da Disciplina Parte1: Estudo de Viabilidade. Um Estudo de Viabilidade

Projeto da Disciplina Parte1: Estudo de Viabilidade. Um Estudo de Viabilidade Projeto da Disciplina Parte1: Estudo de Viabilidade ENTREGA: 09/04/09 Professor: Carlos José Maria Olguin Um Estudo de Viabilidade Você deve fazer um estudo de viabilidade para um projeto de sistema de

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO UNA CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO RESOLUÇÃO Nº 154 / 2015. Assunto: Dispõe sobre seleção interna e externa de docentes

CENTRO UNIVERSITÁRIO UNA CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO RESOLUÇÃO Nº 154 / 2015. Assunto: Dispõe sobre seleção interna e externa de docentes CENTRO UNIVERSITÁRIO UNA CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO RESOLUÇÃO Nº 154 / 2015 Assunto: Dispõe sobre seleção interna e externa de docentes O Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão do Centro

Leia mais

SELEÇÃO DE PROFESSORES CONTEUDISTAS PARA ELABORAÇÃO DE CURSOS DE EXTENSÃO EDITAL V.1

SELEÇÃO DE PROFESSORES CONTEUDISTAS PARA ELABORAÇÃO DE CURSOS DE EXTENSÃO EDITAL V.1 SELEÇÃO DE PROFESSORES CONTEUDISTAS PARA ELABORAÇÃO DE DE EXTENSÃO EDITAL V.1 O Diretor Acadêmico da Faculdade Ateneu, a seguir denominada FATE, no uso de suas atribuições regimentais, torna pública a

Leia mais

ESTÁGIO SUPERVISIONADO

ESTÁGIO SUPERVISIONADO ESTÁGIO SUPERVISIONADO Escopo O estágio supervisionado visa proporcionar ao aluno experiência prática pré-profissional em empresas privadas e públicas colocando-o em contato com a realidade das indústrias

Leia mais

Questionário de avaliação de Práticas X Resultados de projetos - Carlos Magno Xavier (magno@beware.com.br)

Questionário de avaliação de Práticas X Resultados de projetos - Carlos Magno Xavier (magno@beware.com.br) Obrigado por acessar esta pesquisa. Sei como é escasso o seu tempo, mas tenha a certeza que você estará contribuindo não somente para uma tese de doutorado, mas também para a melhoria das práticas da Comunidade

Leia mais

ORIENTAÇÕES PARA O PREENCHIMENTO DO QUESTIONÁRIO POR MEIO DA WEB

ORIENTAÇÕES PARA O PREENCHIMENTO DO QUESTIONÁRIO POR MEIO DA WEB ORIENTAÇÕES PARA O PREENCHIMENTO DO QUESTIONÁRIO POR MEIO DA WEB 1 Com finalidade de auxiliar nas respostas às perguntas formuladas ou de esclarecer alguma dúvida sobre questões que não foram expressas

Leia mais

Processo Seletivo. Para atuar em Equipe do Consultório na Rua. Vaga em Aberto e Formação de Cadastro Reserva

Processo Seletivo. Para atuar em Equipe do Consultório na Rua. Vaga em Aberto e Formação de Cadastro Reserva Processo Seletivo Para atuar em Equipe do Consultório na Rua Vaga em Aberto e Formação de Cadastro Reserva Categoria Total de vagas Vagas Pessoas com Deficiência Carga Horária Semanal Vencimento Mensal

Leia mais

Universidade Federal de Uberlândia Núcleo de Educação a Distância UAB/UFU

Universidade Federal de Uberlândia Núcleo de Educação a Distância UAB/UFU CHAMADA PÚBLICA 02/2010 Processo Seletivo simplificado para contratação de tutores a distância temporários. O Núcleo de Educação a Distância NEAD da Universidade Federal de Uberlândia em parceria com o

Leia mais

Guia Básico de Processos Corporativos do Sistema Indústria

Guia Básico de Processos Corporativos do Sistema Indústria Guia Básico de Processos Corporativos do Sistema Indústria 1ª Versão 1 Guia Básico de Processos Corporativos do Sistema Indústria PROCESSO DE DEMISSÃO 1ª Versão 2 ÍNDICE 1 - INTRODUÇÃO 2 - VISÃO SISTÊMICA

Leia mais

COMUNICADO DE PROCESSO SELETIVO SENAI DR/ES N

COMUNICADO DE PROCESSO SELETIVO SENAI DR/ES N COMUNICADO DE PROCESSO SELETIVO SENAI DR/ES N 018/2015 10/05/2015 O SENAI Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial torna pública a realização de processo seletivo para provimento de vagas observados

Leia mais

BACHARELADO EM CIÊNCIAS CONTÁBEIS

BACHARELADO EM CIÊNCIAS CONTÁBEIS BACHARELADO EM CIÊNCIAS CONTÁBEIS Manual de Estágio Osasco 2014 O que é o Estágio? "Estágio é o ato educativo escolar supervisionado, desenvolvido no ambiente de trabalho, que visa à preparação para o

Leia mais

Resolução Normativa PUC n o 021/10 ATRIBUIÇÂO DE AULA PROCESSO SELETIVO EXTERNO DE DOCENTE

Resolução Normativa PUC n o 021/10 ATRIBUIÇÂO DE AULA PROCESSO SELETIVO EXTERNO DE DOCENTE PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE CAMPINAS Resolução Normativa PUC n o 021/10 Campinas (SP), 1 o /6/10 DESTINATÁRIO: TODAS AS UNIDADES DA PUC-CAMPINAS ASSUNTO: ATRIBUIÇÂO DE AULA PROCESSO SELETIVO EXTERNO

Leia mais

PARA O COMITÊ DE INDICAÇÕES DO ESGA

PARA O COMITÊ DE INDICAÇÕES DO ESGA Guia do Al-Anon C-6 PARA O COMITÊ DE INDICAÇÕES DO ESGA Este Comitê ajuda os Curadores no cumprimento de sua obrigação básica de zelar para que todas as vagas da Junta de Curadores ou de seus Comitês executivos

Leia mais

Módulo 9 A Avaliação de Desempenho faz parte do subsistema de aplicação de recursos humanos.

Módulo 9 A Avaliação de Desempenho faz parte do subsistema de aplicação de recursos humanos. Módulo 9 A Avaliação de Desempenho faz parte do subsistema de aplicação de recursos humanos. 9.1 Explicações iniciais A avaliação é algo que faz parte de nossas vidas, mesmo antes de nascermos, se não

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS

UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS Pró-Reitoria de Extensão e Cultura Manual de Utilização das funções básicas do Módulo de Eventos do SIG-UFLA Usuário: Coordenador de Eventos Outubro / 2014 Sumário Introdução...

Leia mais

COMUNICADO DE PROCESSO SELETIVO SESI DR/ES N 010 08/02/2015

COMUNICADO DE PROCESSO SELETIVO SESI DR/ES N 010 08/02/2015 COMUNICADO DE PROCESSO SELETIVO SESI DR/ES N 010 08/02/2015 O SESI Serviço Social da Indústria torna pública a realização de processo seletivo para provimento de vagas, observados os requisitos mínimos

Leia mais

SELEÇÃO PÚBLICA SIMPLIFICADA PARA CONTRATAÇÃO DE SERVIÇO TÉCNICO ESPECIALIZADO, NA CONDIÇÃO DE BOLSISTA

SELEÇÃO PÚBLICA SIMPLIFICADA PARA CONTRATAÇÃO DE SERVIÇO TÉCNICO ESPECIALIZADO, NA CONDIÇÃO DE BOLSISTA SELEÇÃO PÚBLICA SIMPLIFICADA PARA CONTRATAÇÃO DE SERVIÇO TÉCNICO ESPECIALIZADO, NA CONDIÇÃO DE BOLSISTA Termo de Referência Nº 17/2015, de 31 de agosto de 2015 O Observatório de Políticas de Segurança

Leia mais

MANUAL DE ORIENTAÇÃO DE ESTÁGIO OBRIGATÓRIO PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU

MANUAL DE ORIENTAÇÃO DE ESTÁGIO OBRIGATÓRIO PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU MANUAL DE ORIENTAÇÃO DE ESTÁGIO OBRIGATÓRIO PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU BAURU 2015 SUMÁRIO 1 APRESENTAÇÃO... 2 1.1 Conceito... 2 1.2 Definição... 2 2 PROCEDIMENTOS PARA O INÍCIO E TÉRMINO DO ESTÁGIO... 3

Leia mais

PROJETO DE COOPERAÇÃO TÉCNICA INTERNACIONAL. Projeto 914 BRA5065 - PRODOC-MTC/UNESCO DOCUMENTO TÉCNICO Nº 03

PROJETO DE COOPERAÇÃO TÉCNICA INTERNACIONAL. Projeto 914 BRA5065 - PRODOC-MTC/UNESCO DOCUMENTO TÉCNICO Nº 03 PROJETO DE COOPERAÇÃO TÉCNICA INTERNACIONAL Diretrizes e Estratégias para Ciência, Tecnologia e Inovação no Brasil Projeto 914 BRA5065 - PRODOC-MTC/UNESCO DOCUMENTO TÉCNICO Nº 03 RELATÓRIO TÉCNICO CONCLUSIVO

Leia mais

AVALIADOR PARA CURSO

AVALIADOR PARA CURSO UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA-UFSM FUNDAÇÃO DE APOIO À TECNOLOGIA E CIÊNCIA EDITAL DE PROCESSO SELETIVO PÚBLICO N 2015/3050033-02 INSCRIÇÕES PARA SELEÇÃO DE AVALIADOR PARA CURSO A FUNDAÇÃO DE APOIO

Leia mais

Estabelecer critérios e procedimentos relativos à recepção e à integração dos servidores no Poder Judiciário do Estado do Rio de Janeiro (PJERJ).

Estabelecer critérios e procedimentos relativos à recepção e à integração dos servidores no Poder Judiciário do Estado do Rio de Janeiro (PJERJ). Proposto por: Equipe do Serviço de Ambientação e Acompanhamento de Pessoas (SEAPE) Analisado por: Diretor do Departamento de Desenvolvimento de Pessoas (DEDEP) Aprovado por: Diretor-Geral da Diretoria-

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA IN

INSTRUÇÃO NORMATIVA IN Quinta-feira, 15 de Março de 2012 Ano XVIII - Edição N.: 4030 Poder Executivo Secretaria Municipal de Planejamento, Orçamento e Informação - Secretaria Municipal Adjunta de Recursos Humanos INSTRUÇÃO NORMATIVA

Leia mais

COMUNICADO DE PROCESSO SELETIVO SESI DR/ES N 015/2015 22/02/2015

COMUNICADO DE PROCESSO SELETIVO SESI DR/ES N 015/2015 22/02/2015 COMUNICADO DE PROCESSO SELETIVO SESI DR/ES N 015/2015 22/02/2015 O SESI Serviço Social da Indústria torna pública a realização de processo seletivo para provimento de vagas, observados os requisitos mínimos

Leia mais

REGULAMENTO. Ao ler e concordar com os termos deste Regulamento, o CANDIDATO se compromete a:

REGULAMENTO. Ao ler e concordar com os termos deste Regulamento, o CANDIDATO se compromete a: REGULAMENTO 1. OBJETIVO Este instrumento tem por objetivo regular a participação do CANDIDATO no processo de seleção da Fundação Estudar para o Imersão, de acordo com os termos e condições adiante expostos.

Leia mais

PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO EDITAL PMI/CERSP/ PSS/ CASA LAR Nº 05/2015

PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO EDITAL PMI/CERSP/ PSS/ CASA LAR Nº 05/2015 PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO EDITAL PMI/CERSP/ PSS/ CASA LAR Nº 05/2015 De ordem do Excelentíssimo Senhor Prefeito Municipal de Imbituba, a Comissão Especial de Recrutamento e Seleção de Pessoal CERSP

Leia mais

Roteiro SENAC. Análise de Riscos. Planejamento do Gerenciamento de Riscos. Planejamento do Gerenciamento de Riscos

Roteiro SENAC. Análise de Riscos. Planejamento do Gerenciamento de Riscos. Planejamento do Gerenciamento de Riscos SENAC Pós-Graduação em Segurança da Informação: Análise de Riscos Parte 2 Leandro Loss, Dr. Eng. loss@gsigma.ufsc.br http://www.gsigma.ufsc.br/~loss Roteiro Introdução Conceitos básicos Riscos Tipos de

Leia mais

SPDM ASSOCIAÇÃO PAULISTA PARA O DESENVOLVIMENTO DA MEDICINA CARGOS/FUNÇÕES: APRENDIZ

SPDM ASSOCIAÇÃO PAULISTA PARA O DESENVOLVIMENTO DA MEDICINA CARGOS/FUNÇÕES: APRENDIZ SPDM ASSOCIAÇÃO PAULISTA PARA O DESENVOLVIMENTO DA MEDICINA PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO SPDM INFORMATIVO Nº 017/2014 PROCESSO SELETIVO PARA CONTRATAÇÃO DE PESSOAS COM DEFICIÊNCIA PARA SEDE ADMINISTRATIVA

Leia mais

REGULAMENTO PARA ATIVIDADES COMPLEMENTARES CURSO DE GRADUAÇÃO EM TURISMO

REGULAMENTO PARA ATIVIDADES COMPLEMENTARES CURSO DE GRADUAÇÃO EM TURISMO UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE FACULDADE DE TURISMO E HOTELARIA CURSO DE GRADUAÇÃO EM TURISMO REGULAMENTO PARA ATIVIDADES COMPLEMENTARES CURSO DE GRADUAÇÃO EM TURISMO NITERÓI 2015 UNIVERSIDADE FEDERAL

Leia mais

PROCESSO SELETIVO DE DISCENTES PARA O CURSO DE FORMAÇÃO DE PROFESSORES MEDIADORES DE APRENDIZAGEM EM EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA

PROCESSO SELETIVO DE DISCENTES PARA O CURSO DE FORMAÇÃO DE PROFESSORES MEDIADORES DE APRENDIZAGEM EM EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA EDITAL N.º 010/2014 PROCESSO SELETIVO DE DISCENTES PARA O CURSO DE FORMAÇÃO DE PROFESSORES MEDIADORES DE APRENDIZAGEM EM EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA 1. APRESENTAÇÃO A Escola Estadual de Saúde Pública Professor

Leia mais

A Diretora Geral da Faculdade do Guarujá, no uso de suas atribuições legais, após reuniões com os coordenadores de Curso RESOLVE

A Diretora Geral da Faculdade do Guarujá, no uso de suas atribuições legais, após reuniões com os coordenadores de Curso RESOLVE PORTARIA N.º 03/2010 Guarujá, 8 de fevereiro de 2010. Estabelece procedimentos para a realização dos Estágios obrigatórios definidos nos projetos pedagógicos dos cursos, nos termos regimentais. A Diretora

Leia mais

COMUNICADO DE PROCESSO SELETIVO - Nº 0009-2016. CARGO: Técnico de Nível Superior Comprador / Comércio Exterior MANAUS.

COMUNICADO DE PROCESSO SELETIVO - Nº 0009-2016. CARGO: Técnico de Nível Superior Comprador / Comércio Exterior MANAUS. COMUNICADO DE PROCESSO SELETIVO - Nº 0009-2016 CARGO: Técnico de Nível Superior Comprador / Comércio Exterior MANAUS SENAI - Amazonas O Departamento de Gestão de Pessoas do Sistema Federação das Indústrias

Leia mais

Poder Executivo Ministério da Educação Universidade Federal do Amazonas Faculdade de Ciências Agrárias Gabinete do Diretor EDITAL 04/2016.

Poder Executivo Ministério da Educação Universidade Federal do Amazonas Faculdade de Ciências Agrárias Gabinete do Diretor EDITAL 04/2016. EDITAL 04/2016. A FCA, considerando o convênio entre o Sindicato e Organização das Cooperativas do Estado do Amazonas (OCB-AM) e a torna público as condições de seleção e ingresso para estágio curricular

Leia mais

Plano de Carreira de. Técnicos Administrativos. da Fundação Educacional. de Além Paraíba - FEAP

Plano de Carreira de. Técnicos Administrativos. da Fundação Educacional. de Além Paraíba - FEAP Plano de Carreira de Técnicos Administrativos da Fundação Educacional de Além Paraíba - FEAP PLANO DE CARREIRA DE TÉCNICOS ADMINISTRATIVOS I- Política de Administração de Cargos e Salários dos Técnicos

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO TRIÂNGULO MINEIRO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO TRIÂNGULO MINEIRO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO TRIÂNGULO MINEIRO EDITAL DE PROCESSO SELETIVO - CEAD Nº 009/2013 Seleção Simplificada de Tutores Presenciais modalidade Educação

Leia mais

SELEÇÃO AO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO DO INCAPER

SELEÇÃO AO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO DO INCAPER PROCEDIMENTO OPERACIONAL PADRÃO SELEÇÃO AO PROGRAMA DE 1. Objetivo: Proporcionar aos servidores de nível superior formação de pós-graduação para o aprofundamento de conhecimentos científicos e tecnológicos

Leia mais

EDITAL Nº 017, DE 10 DE OUTUBRO DE 2014 PROCESSO DE SELEÇÃO DE ESTUDANTES NO ÂMBITO DO PROGRAMA DE MONITORIA (VOLUNTÁRIA)

EDITAL Nº 017, DE 10 DE OUTUBRO DE 2014 PROCESSO DE SELEÇÃO DE ESTUDANTES NO ÂMBITO DO PROGRAMA DE MONITORIA (VOLUNTÁRIA) EDITAL Nº 017, DE 10 DE OUTUBRO DE 2014 PROCESSO DE SELEÇÃO DE ESTUDANTES NO ÂMBITO DO PROGRAMA DE MONITORIA (VOLUNTÁRIA) O DIRETOR DE IMPLANTAÇÃO DO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA

Leia mais