Secretaria de Estado da Saúde

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Secretaria de Estado da Saúde"

Transcrição

1

2 Aedes aegypti ovos larvas pupas Inseto adulto

3 Aedes aegypti É o mosquito que transmite Dengue Leva em média 7 dias de ovo a adulto; Tem hábitos diurnos; Vive dentro ou próximo de habitações humanas; A vida média de 30 dias; A fêmea se alimenta de sangue humano, a cada 3 dias, em média.

4 Aedes aegypti Deposita os ovos em recipientes que contenham ou possam conter água acumulada: pneus garrafas calhas filtros sem tampa pratos de jarro baldes bebedouros lixo aberto lajes potes latas caixas d água poças d água bromélias oco de árvores

5 Aedes aegypti Esse mosquito adora água!!!!!

6 Aedes aegypti Ambiente favorável para o mosquito

7 Aedes aegypti Ambiente favorável para o mosquito

8 Aedes aegypti Ambiente favorável para o mosquito Adorei esta piscina!

9 Distribuição de supervisores estaduais e de Laboratórios de Entomologia do Programa de Controle da Dengue, Santa Catarina, 2008 Legenda: Supervisor Estadual (Níveis central e regional) Laboratório Estadual Laboratório Municipal

10 MUNICÍPIOS PRIORITÁRIOS (47) NO PROGRAMA DE CONTROLE DA DENGUE, SANTA CATARINA, 2008.

11 EM 2005, OBJETIVANDO A DETECÇÃO PRECOCE DA PRESENÇA DO VETOR DA DENGUE, FOI MONTADA UMA REDE DE ARMADILHAS (1 A CADA 100 IMÓVEIS) EM TODOS OS MUNICÍPIOS DO ESTADO. ATUALMENTE ESTÃO INSTALADAS LARVITRAMPAS, INSPECIONADAS SEMANALMENTE.

12 EXISTEM CADASTRADOS PONTOS ESTRATÉGICOS, EM TODO O ESTADO, QUE SÃO INSPECIONADOS QUINZENALMENTE.

13 Ambientes monitorados para detecção do mosquito

14 Ambientes monitorados para detecção do mosquito

15 DADOS DE CAMPO DO PROGRAMA DE CONTROLE DA DENGUE EM SANTA CATARINA O PROGRAMA ESTÁ INSTALADO NOS 293 MUNICÍPIOS DO ESTADO; O TOTAL DE INSPEÇÕES À ARMADILHAS EM 2008 FOI DE ; O TOTAL DE VISITAS À PONTOS ESTRATÉGICOS EM 2008 FOI DE ; SÃO REALIZADAS VISITAS À IMÓVEIS QUANDO HÁ DENÚNCIA QUANTO A PRESENÇA DO VETOR E QUANDO HÁ ALGUÉM SUSPEITO DE DENGUE; AS ATIVIDADES DE DELIMITAÇÃO DE FOCO, LEVANTAMENTO DE ÍNDICE E TRATAMENTO, SÃO REALIZADAS SEMPRE QUE A VIGILÂNCIA VETORIAL DETECTA FOCO DE AEDES AEGYPTI; EM 2008 FORAM REALIZADAS VISITAS À IMÓVEIS DE TODOS OS TIPOS.

16 Percentual de municípios com focos e número de focos de Aedes aegypti, Santa Catarina, * 25, % de municípios com foco 20,0 15,0 10,0 5,0 0, número de focos %Municípios com focos 9,6 8,2 11,9 13,3 16,7 21,2 11,6 Numero de focos %Municípios com focos Numero de focos * Dados até 09/04/09

17 Municípios com foco de Aedes aegypti, Santa Catarina, focos 157 focos focos 386 focos

18

19

20

21 Percentual de depósitos positivos para Aedes aegypti por tipo, Santa Catarina, Pneu Tanque Vaso de planta Sucata M. Const. Lata Plástico Poço Cisterna Caixa d água Rec. Naturais Outros Armadilha Dep. Água elevado Dep. Água no solo Dep. móveis Dep. fixos Pneu Lixo Sucata Dep. naturais Armadilha * Dados até 27/03/09

22

23

24

25

26

27

28

29

30

31

32 COMO SE PEGA DENGUE? A transmissão se dá pela picada do mosquito fêmea infectado pelo vírus O mosquito fêmea se infecta pelo vírus picando o homem doente

33 O QUE ACONTECE APÓS S A PICADA DO MOSQUITO?

34 Dengue Abordagem Diagnóstica e Tratamento

35 INFECÇÃO E DOENÇA - DENGUE Picada do mosquito infectado vírus pele corrente sanguínea vários órgãos sintomas clínicos

36 CASO SUSPEITO DE DENGUE (SC): Febre com duração de até 7 dias + dois ou mais sintomas: cefaléia prostração dor retroorbitária artralgia mialgia exantema hemorragias criança pequena toda dor choro freqüente E que tenha vindo, nos últimos 15 dias, de área com transmissão da doença a ou com presença a do mosquito Aedes aegypti.

37 FORMAS CLÍNICAS DE DENGUE Assintomática Oligossintomática Dengue Clássica Dengue Grave Febre Hemorrágica Dengue com Complicações

38 DENGUE ASPECTOS CLÍNICOS Dengue + fenômenos hemorrágicos: petéquias, epistaxe, gengivorragia e outros NÃO SIGNIFICA DENGUE HEMORRÁGICO

39 Dengue é uma só enfermidade SUBCLÍNICA FEBRE DENGUE CLÁSSICO FHD

40 Em caso de suspeita de dengue: - A pessoa deve ser encaminhada para a Unidade de Saúde mais próxima; - A Unidade de Saúde deve notificar o caso à Vigilância Epidemiológica do Município: - A Vigilância Epidemiológica do Município deve informar imediatamente ao Programa Municipal de Controle da Dengue; - O Programa Municipal de Controle da Dengue deve proceder à pesquisa para detecção do mosquito nas áreas onde a pessoa esteve no período de viremia.

41 DENGUE DIAGNÓSTICO E TRATAMENTO - O exame laboratorial (sorologia) deve ser realizado a partir do 6º dia dos sintomas; - Deve-se ingerir muito líquido como água, sucos, chás, soros caseiros, etc; - Não devem ser usados medicamentos à base de ácido acetil salicílico, como aspirina e AAS, pois podem aumentar o risco de hemorragias; -Os sintomas podem ser tratados com dipirona ou paracetamol.

42 SITUAÇÃO DA DENGUE NO BRASIL Desde 1986, o Brasil vem convivendo com epidemias, atingindo a maior parte do território nacional, com circulação de 3 diferentes sorotipos virais (DEN1, DEN2 e DEN3). Em 2008: casos de dengue casos FHD / 223 óbitos Se comparado ao mesmo período de 2007, observa-se um aumento no número de casos notificados, num total de

43 Casos notificados de dengue, por região, Brasil Fonte: SVS/MS

44 SITUAÇÃO ATUAL DA DENGUE NO SUL DO BRASIL - Até 03/03/09 foram registrados na Região Sul casos. - O Estado do Paraná registrou casos de dengue, com uma redução de 39% quando comparado ao mesmo período de 2008, com incidência de 12,2 casos por habitantes. Os municípios com maior número de casos são: Londrina 209 (14,6%); Sertanópolis (11,2%) e Cambé 119 (8,3%). - O Estado do Rio Grande do Sul registrou 46 casos, todos importados. - Santa Catarina continua sem transmissão autóctone da dengue. Foram notificados até dia 09 de abril, 140 casos suspeitos, com 23 confirmados, todos importados. Destes, 13 continuam em investigação.

45 Número de casos de dengue notificados e confirmados por laboratório, Santa Catarina, N casos Notificados Confirmados anos até sem. 52. Notificados Confirmados

46 Número de casos* de dengue notificados e confirmados por laboratório, Santa Catarina, 2009** Notificados Confirmados *Todos os casos confirmados são importados **Dados até 27/03

47 OBRIGADA! CLARICE AZEVEDO SUZANA ZECCER

É MUITO GRAVE! COMBATER O MOSQUITO É DEVER DE TODOS!

É MUITO GRAVE! COMBATER O MOSQUITO É DEVER DE TODOS! Filiado a: Dengue, Chikungunya e Zika Vírus É MUITO GRAVE! COMBATER O MOSQUITO É DEVER DE TODOS! AEDES AEGYPTI Aedes Aegypti e Aedes Albopictus são as duas espécies de mosquito que podem transmitir Dengue,

Leia mais

Período de incubação nos seres humanos, varia de 3 a 15 dias, mais comum de 5 a 6 dias, isto significa que o paciente vai sentir os sintomas depois

Período de incubação nos seres humanos, varia de 3 a 15 dias, mais comum de 5 a 6 dias, isto significa que o paciente vai sentir os sintomas depois DENGUE DENGUE : DOENÇA QUE MATA DENGUE FORMAS CLÍNICAS DA DENGUE Assintomática Oligossintomática Dengue clássica Dengue grave Febre hemorrágica Dengue com Complicações transmissão Dengue é transmitida

Leia mais

DENGUE. PROIBIDO RETORNAR. XXXXXX

DENGUE. PROIBIDO RETORNAR. XXXXXX DENGUE. PROIBIDO RETORNAR. XXXXXX Elimine água empoçada nos pratos de plantas e pneus velhos. Não deixe latas vazias, garrafas, potes plásticos, tampinhas, lixo e entulho expostos à chuva. Com o esforço

Leia mais

Programa de Controle da Dengue/SC

Programa de Controle da Dengue/SC Programa de Controle da Dengue/SC Estratégia operacional de prevenção e controle da dengue para municípios não infestados por Aedes aegypti, infestados por Aedes aegypti sem circulação viral e infestados

Leia mais

INFORME SEMANAL DE DENGUE, ZIKA E CHIKUNGUNYA

INFORME SEMANAL DE DENGUE, ZIKA E CHIKUNGUNYA INFORME SEMANAL DE DENGUE, ZIKA E CHIKUNGUNYA Perguntas e respostas sobre a FEBRE CHIKUNGUNYA O que é Chikungunya? É uma doença infecciosa febril, causada pelo vírus Chikungunya (CHIKV), que pode ser transmitida

Leia mais

Apresentação. O que é Dengue Clássica?

Apresentação. O que é Dengue Clássica? Apresentação É no verão que acontecem as maiores epidemias de dengue devido ao alto volume de chuva. O Santa Casa Saúde, por meio do Programa Saúde Segura, está de olho no mosquito aedes aegypti e na sua

Leia mais

DENGUE e DENGUE HEMORRÁGICO

DENGUE e DENGUE HEMORRÁGICO DENGUE e DENGUE HEMORRÁGICO Prof. Dr. Rivaldo Venâncio da Cunha Dourados, 08 de fevereiro de 2007 O que é o dengue? O dengue é uma doença infecciosa causada por um vírus; Este vírus pode ser de quatro

Leia mais

[175] a. CONSIDERAÇÕES GERAIS DE AVALIAÇÃO. Parte III P R O T O C O L O S D E D O E N Ç A S I N F E C C I O S A S

[175] a. CONSIDERAÇÕES GERAIS DE AVALIAÇÃO. Parte III P R O T O C O L O S D E D O E N Ç A S I N F E C C I O S A S [175] Geralmente ocorre leucocitose com neutrofilia. A urina contém bile, proteína hemácias e cilindros. Ocorre elevação de CK que não é comum em pacientes com hepatite. Oligúria é comum e pode ocorrer

Leia mais

Boletim Epidemiológico da Dengue

Boletim Epidemiológico da Dengue Boletim Epidemiológico da Dengue Dados Referentes às Semanas Epidemiológicas: 01 a 03 - Períodos de 03/01/2016 a 23/01/2016 Ano: 09 Número: 03 Data de Produção: 22/01/2016 Esse boletim está na web: www.natal.rn.gov.br/sms

Leia mais

INFORME TÉCNICO SEMANAL: DENGUE, CHIKUNGUNYA, ZIKA E MICROCEFALIA RELACIONADA À INFECÇÃO PELO VÍRUS ZIKA

INFORME TÉCNICO SEMANAL: DENGUE, CHIKUNGUNYA, ZIKA E MICROCEFALIA RELACIONADA À INFECÇÃO PELO VÍRUS ZIKA 1. DENGUE Em 2015, até a 52ª semana epidemiológica (SE) foram notificados 79.095 casos, com incidência de 5.600,2/100.000 habitantes. Quando comparado ao mesmo período do ano anterior observa-se um aumento

Leia mais

Levantamento sobre a incidência de dengue e seu controle no município de. Centro de Ciências Biológicas e da Saúde CCBS

Levantamento sobre a incidência de dengue e seu controle no município de. Centro de Ciências Biológicas e da Saúde CCBS TÍTULO: LEVANTAMENTO SOBRE A INCIDÊNCIA DE DENGUE E SEU CONTROLE NO MUNICÍPIO DE CAMPINA GRANDE PB.AUTORES: Orientador: Prof. Dr. Teobaldo Gonzaga R. Pereira, Annelise Mota de Alencar Mat. 20112043 Tel.

Leia mais

Plano de Contingência Contra a Dengue, Febre Chikungunya e Zika Vírus

Plano de Contingência Contra a Dengue, Febre Chikungunya e Zika Vírus 2016 Plano de Contingência Contra a Dengue, Febre Chikungunya e Zika Vírus Sumário 1 DENGUE... 2 2 FEBRE CHIKUNGUNYA... 4 3 ZIKA VÍRUS... 4 4 RESUMO SINTOMÁTICO... 5 5 MÉTODOS PREVENTIVOS... 6 6 ANEXO

Leia mais

TODOS CONTRA O A PREVENÇÃO É A MELHOR SOLUÇÃO

TODOS CONTRA O A PREVENÇÃO É A MELHOR SOLUÇÃO TODOS CONTRA O MOSQUITO A PREVENÇÃO É A MELHOR SOLUÇÃO Sobre o Aedes aegypti O mosquito Aedes aegypti é o transmissor da Dengue, Chikungunya e e a infecção acontece após a pessoa receber uma picada do

Leia mais

PREFEITURA DE FLORIANÓPOLIS SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE CENTRO DE CONTROLE DE ZOONOSES DENGUE

PREFEITURA DE FLORIANÓPOLIS SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE CENTRO DE CONTROLE DE ZOONOSES DENGUE DENGUE O que é? A dengue é uma doença febril aguda, causada por vírus, transmitido pelo mosquito Aedes aegypti (Brasil e Américas) e Aedes albopictus (Ásia). Tem caráter epidêmico, ou seja, atinge um grande

Leia mais

Vigilância epidemiológica da Dengue no município de Natal

Vigilância epidemiológica da Dengue no município de Natal Prefeitura do Natal Secretaria Municipal de Saúde Departamento de Vigilância em Saúde Centro de Controle de Zoonoses Data de produção: 17/2/215 Ano 8 Número 6 - Dados referente as Semanas Epidemiológica

Leia mais

Escola Municipal de Jacurutu PROJETO: DENGUE:

Escola Municipal de Jacurutu PROJETO: DENGUE: Escola Municipal de Jacurutu PROJETO: DENGUE: JUSTIFICATIVA: O ano de 2013 começa com aumento dos casos de dengue, em relação a 2012. Tendo em vista a epidemia que assola a cidade de salinas/municípios

Leia mais

É uma doença infecciosa febril, causada pelo vírus Chikungunya (CHIKV), transmitido pelos mosquitos Aedes aegypti e Aedes albopictus.

É uma doença infecciosa febril, causada pelo vírus Chikungunya (CHIKV), transmitido pelos mosquitos Aedes aegypti e Aedes albopictus. Chikungunya O QUE É O que é Chikungunya? É uma doença infecciosa febril, causada pelo vírus Chikungunya (CHIKV), transmitido pelos mosquitos Aedes aegypti e Aedes albopictus. O que significa o nome? Significa

Leia mais

Perguntas e Respostas sobre Chikungunya CARACTERÍSTICAS

Perguntas e Respostas sobre Chikungunya CARACTERÍSTICAS Perguntas e Respostas sobre Chikungunya CARACTERÍSTICAS O que é Chikungunya? É uma doença infecciosa febril, causada pelo vírus Chikungunya (CHIKV), que pode ser transmitida pelos mosquitos Aedes aegypti

Leia mais

PROJETO DENGUE: VAMOS ACABAR COM ISSO-DIGA SIM A SAÚDE!

PROJETO DENGUE: VAMOS ACABAR COM ISSO-DIGA SIM A SAÚDE! 1 PROJETO DENGUE: VAMOS ACABAR COM ISSO-DIGA SIM A SAÚDE! JUSTIFICATIVA: O ano de 2015 começa com aumento dos casos de dengue, em relação a 2010. Tendo em vista a epidemia que assola muitas cidades do

Leia mais

Plano de Ação do Agente Comunitário de Saúde para combate ao Aedes aegypti

Plano de Ação do Agente Comunitário de Saúde para combate ao Aedes aegypti SECRETÁRIA ESTADUAL DE SAÚDE DO RIO GRANDE DO SUL UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL Plano de Ação do Agente Comunitário de Saúde para combate ao Aedes aegypti Porto Alegre - RS 2016 SECRETÁRIA

Leia mais

DIVISÃO DE VIGILÂNCIA AMBIENTAL EM SAÚDE PROGRAMA ESTADUAL DE CONTROLE DA DENGUE

DIVISÃO DE VIGILÂNCIA AMBIENTAL EM SAÚDE PROGRAMA ESTADUAL DE CONTROLE DA DENGUE DIVISÃO DE VIGILÂNCIA AMBIENTAL EM SAÚDE PROGRAMA ESTADUAL DE CONTROLE DA DENGUE Área de dispersão do vetor Aedes aegypti Originário da África tropical e introduzido nas Américas durante a colonização

Leia mais

SMSA divulga resultado do LIRAa de Outubro de 2015

SMSA divulga resultado do LIRAa de Outubro de 2015 SMSA divulga resultado do LIRAa de Outubro de 2015 O Levantamento do Índice Rápido do Aedes aegypti LIRAa, de outubro de 2015, demonstra que 0,6% dos imóveis pesquisados em Belo Horizonte conta com a presença

Leia mais

MITOS X VERDADES SOBRE A DENGUE

MITOS X VERDADES SOBRE A DENGUE Uma boa alimentação garante imunidade à doença? Mito. Não há algum alimento específico contra a dengue. Porém, uma alimentação incluindo frutas e vegetais, torna o organismo da pessoa mais saudável e o

Leia mais

Adelmo LeãoPT. Deputado Estadual. Mandato. Participativo DENGUE. Cartilha DIAGNÓSTICO TRATAMENTO & PREVENÇÃO

Adelmo LeãoPT. Deputado Estadual. Mandato. Participativo DENGUE. Cartilha DIAGNÓSTICO TRATAMENTO & PREVENÇÃO Adelmo LeãoPT Mandato Deputado Estadual Participativo Cartilha DIAGNÓSTICO TRATAMENTO & PREVENÇÃO Ficha Técnica Elaboração, distribuição e informação: MANDATO PARTICIPATIVO DEPUTADO ESTADUAL ADELMO CARNEIRO

Leia mais

Inimigo N 1 AGORA E TODO MUNDO CONTRA O MOSQUITO

Inimigo N 1 AGORA E TODO MUNDO CONTRA O MOSQUITO Inimigo N 1 o AGORA E TODO MUNDO CONTRA O MOSQUITO O mosquito esta muito mais perigoso A Bahia está em alerta com a epidemia de três doenças: Dengue, Chikungunya e Zika. Elas são transmitidas pela picada

Leia mais

SENADO FEDERAL. Ciro com você, Por um Piauí sem Dengue Aprenda a combater a dengue. Senador Ciro Nogueira

SENADO FEDERAL. Ciro com você, Por um Piauí sem Dengue Aprenda a combater a dengue. Senador Ciro Nogueira SENADO FEDERAL Ciro com você, Por um Piauí sem Dengue Aprenda a combater a dengue Senador Ciro Nogueira 2011 Amigo e Amiga, A dengue é uma doença grave e tem atingido muitas pessoas no Brasil, principalmente

Leia mais

Moradores denunciam demora no combate à dengue no ABC

Moradores denunciam demora no combate à dengue no ABC 1 de 5 Moradores denunciam demora no combate à dengue no ABC Maria Teresa Orlandi Apesar do risco iminente de uma epidemia de dengue chegar à região, as prefeituras têm demorado para detectar e extirpar

Leia mais

RELATO DAS ATIVIDADES DA VIGILÂNCIA EM SAÚDE NO COMBATE A DENGUE EM SANTA MARIA

RELATO DAS ATIVIDADES DA VIGILÂNCIA EM SAÚDE NO COMBATE A DENGUE EM SANTA MARIA RELATO DAS ATIVIDADES DA VIGILÂNCIA EM SAÚDE NO COMBATE A DENGUE EM SANTA MARIA A dengue é um dos principais problemas de saúde pública no mundo. A Organização Mundial da Saúde (OMS) estima que entre 50

Leia mais

PROJETO DENGUE Colégio Santa Clara contra a dengue, apague esse mau

PROJETO DENGUE Colégio Santa Clara contra a dengue, apague esse mau COLÉGIO SANTA CLARA Pré-escola Autorizado por Portaria DRECAP-2 de 29/05/84 Ensino Fundamental Autorizado por Portaria DRECAP-2 de 13/02/85 Ensino Médio Autorizado por Portaria Diretoria de Ensino Região

Leia mais

LOPPIANO ENGENHARIA LTDA. Rua dos Andradas, 107 - Centro 13300-170 - Itu SP Fone: (11) 4022-7415 DENGUE

LOPPIANO ENGENHARIA LTDA. Rua dos Andradas, 107 - Centro 13300-170 - Itu SP Fone: (11) 4022-7415 DENGUE DENGUE A palavra dengue tem origem espanhola e quer dizer "melindre", "manha". O nome faz referência ao estado de moleza e prostração em que fica a pessoa contaminada pelo arbovírus (abreviatura do inglês

Leia mais

Criança feliz, feliz a cantar Sabe que a saúde deve cuidar Não deixa jogadas latas, garrafas, Não quer ver mosquito lhe infectar.

Criança feliz, feliz a cantar Sabe que a saúde deve cuidar Não deixa jogadas latas, garrafas, Não quer ver mosquito lhe infectar. Jardim III - cartaz CRIANÇA FELIZ FELIZ, FELIZ A CANTAR SABE QUE A DEVE CUIDAR. NÂO DEIXA JOGADAS, NÃO QUER VER LHE INFECTAR. Criança feliz, feliz a cantar Sabe que a saúde deve cuidar Não deixa jogadas

Leia mais

DIVISÃO DE VIGILÂNCIA AMBIENTAL EM SAÚDE DIVISÃO DE VIGILÂNCIA EPIDEMIOLÓGICA PROGRAMA ESTADUAL DE CONTROLE DA DENGUE

DIVISÃO DE VIGILÂNCIA AMBIENTAL EM SAÚDE DIVISÃO DE VIGILÂNCIA EPIDEMIOLÓGICA PROGRAMA ESTADUAL DE CONTROLE DA DENGUE DIVISÃO DE VIGILÂNCIA AMBIENTAL EM SAÚDE DIVISÃO DE VIGILÂNCIA EPIDEMIOLÓGICA PROGRAMA ESTADUAL DE CONTROLE DA DENGUE O que é a Dengue? A dengue é uma doença infecciosa causada por um vírus chamado flavivirus,

Leia mais

Prevenção e controlo do mosquito. Aedes aegypti

Prevenção e controlo do mosquito. Aedes aegypti Prevenção e controlo do mosquito Aedes aegypti Aedes aegypti É um mosquito fácil de reconhecer por ser riscado de branco e preto. 2 Distribuição geográfica O mosquito terá tido origem no continente africano.

Leia mais

Apresentação Mobilização no combate à dengue

Apresentação Mobilização no combate à dengue Apresentação Mobilização no combate à dengue Atualmente, a dengue é considerada um dos principais problemas de saúde pública do mundo. Com a temporada de chuvas, os riscos de surtos da doença ficam ainda

Leia mais

Para impedir a propagação da dengue, você deve primeiramente impedir a reprodução de seu transmissor, o mosquito Aedes aegypti.

Para impedir a propagação da dengue, você deve primeiramente impedir a reprodução de seu transmissor, o mosquito Aedes aegypti. Cartilha de Dengue Para impedir a propagação da dengue, você deve primeiramente impedir a reprodução de seu transmissor, o mosquito Aedes aegypti. Conhecendo o ciclo biológico do mosquito O Aedes aegypti

Leia mais

Esta doença afeta mais de 100 milhões de pessoas por ano no mundo, e no Brasil é uma das que têm maior impacto na saúde pública.

Esta doença afeta mais de 100 milhões de pessoas por ano no mundo, e no Brasil é uma das que têm maior impacto na saúde pública. Introdução O Mosquito (Aedes aegypti) Ciclo Biológico do Mosquito Hábitos do vetor Formas de eliminação física e química do vetor Ações realizadas pela Prefeitura através da FMSRC (CCZ) e de outras Notificações

Leia mais

Dengue uma grande ameaça. Mudanças climáticas, chuvas e lixo fazem doença avançar.

Dengue uma grande ameaça. Mudanças climáticas, chuvas e lixo fazem doença avançar. Dengue uma grande ameaça. Mudanças climáticas, chuvas e lixo fazem doença avançar. O verão chega para agravar o pesadelo da dengue. As mortes pela doença aumentaram na estação passada e vem preocupando

Leia mais

A SITUAÇÃO DA DENGUE NO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL Marilina Bercini Novembro de 2013

A SITUAÇÃO DA DENGUE NO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL Marilina Bercini Novembro de 2013 Estado do Rio Grande do Sul Secretaria de Estado de Saúde Centro Estadual de Vigilância em Saúde Divisão de Vigilância Epidemiológica A SITUAÇÃO DA DENGUE NO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL Marilina Bercini

Leia mais

Publicação Mensal sobre Agravos à Saúde Pública ISSN 1806-4272

Publicação Mensal sobre Agravos à Saúde Pública ISSN 1806-4272 Publicação Mensal sobre Agravos à Saúde Pública ISSN 1806-4272 Dezembro, 2007 Volume 4 Número 48 Dengue em números Dengue in Numbers Divisão de Doenças Transmitidas por Vetores e Zoonoses do Centro de

Leia mais

TODOS CONTRA A DENGUE

TODOS CONTRA A DENGUE Como se transmite? MOSQUITO SAUDÁVEL PESSOA INFECTADA MOSQUITO INFECTADO PESSOAS SAUDÁVEIS MAIS PESSOAS INFECTADAS A dengue é uma doença infecciosa causada por um vírus da família Flaviridae e transmitida

Leia mais

A IMPORTÂNCIA DA PREFEITURA E DOS VIZINHOS NO COMBATE À DENGUE!

A IMPORTÂNCIA DA PREFEITURA E DOS VIZINHOS NO COMBATE À DENGUE! A IMPORTÂNCIA DA PREFEITURA E DOS VIZINHOS NO COMBATE À DENGUE! O mosquito da Dengue se prolifera em "em silêncio". Gosta de "sombra e água limpa". O melhor jeito de combatê-lo é eliminando os criadouros

Leia mais

Polo EAD de Nova Friburgo

Polo EAD de Nova Friburgo Polo EAD de Nova Friburgo CEDERJ UAB Aplicações da Biotecnologia no combate a dengue No sábado 14 de maio, a equipe da disciplina Tópicos em Biotecnologia, do curso de Licenciatura em Ciências Biológicas,

Leia mais

Porto Alegre, 19 de agosto de 2015

Porto Alegre, 19 de agosto de 2015 Biologia e ecologia do mosquito vetor da dengue Porto Alegre, 19 de agosto de 2015 Biologia do vetor Aedes aegypti macho Aedes aegypti Aedes albopictus Mosquitos do gênero Aedes. Característica Aedes aegypti

Leia mais

NÚCLEO DE TECNOLOGIA MUNICIPAL DE MARECHAL CANDIDO RONDON. Curso: Introdução à Educação Digital. Cursista: Kátia Janaína Frichs cotica

NÚCLEO DE TECNOLOGIA MUNICIPAL DE MARECHAL CANDIDO RONDON. Curso: Introdução à Educação Digital. Cursista: Kátia Janaína Frichs cotica NÚCLEO DE TECNOLOGIA MUNICIPAL DE MARECHAL CANDIDO RONDON Curso: Introdução à Educação Digital Cursista: Kátia Janaína Frichs cotica Fique de na Dengue! ATENÇÃO: A dengue é uma doença muito dolorosa, deixa

Leia mais

NOTA TECNICA SAÚDE-N. 26-2015. Título: CNM alerta municípios em áreas de risco do mosquito Aedes aegypti

NOTA TECNICA SAÚDE-N. 26-2015. Título: CNM alerta municípios em áreas de risco do mosquito Aedes aegypti NOTA TECNICA SAÚDE-N. 26-2015 Brasília, 01 de dezembro de 2015. Área: Área Técnica em Saúde Título: CNM alerta municípios em áreas de risco do mosquito Aedes aegypti Fonte: Dab/MS/SAS/CNS 1. Em comunicado

Leia mais

A INCIDÊNCIA DA DENGUE NO MUNICÍPIO DE ITABUNA EM 2009

A INCIDÊNCIA DA DENGUE NO MUNICÍPIO DE ITABUNA EM 2009 A INCIDÊNCIA DA DENGUE NO MUNICÍPIO DE ITABUNA EM 2009 TRANZILLO, Eliene Maria dos Santos 1 MARTINS, Inatiane Campos Lima 2 BATISTA, Gustavo Silva 3 1. Introdução A dengue é um dos principais problemas

Leia mais

Colorir. Vamos Cantar. Querido Amiguinho! Preste atenção! Pinte os espaços pontilhados e descubra o transmissor da dengue!

Colorir. Vamos Cantar. Querido Amiguinho! Preste atenção! Pinte os espaços pontilhados e descubra o transmissor da dengue! Olá, Querido Amiguinho! É com imensa alegria que preparamos esta revista para que você possa aprender mais sobre a Dengue e, assim, ajudar Limeira a combater esta doença. Colorir Pinte os espaços pontilhados

Leia mais

Combate ao mosquito Aedes aegypti no ambiente de trabalho

Combate ao mosquito Aedes aegypti no ambiente de trabalho Combate ao mosquito Aedes aegypti no ambiente de trabalho Coordenação Geral Programa Nacional de Controle da Dengue, Chikungunya e Zika - CGPNCD Secretaria de Vigilância em Saúde Ministério da Saúde dengue@saude.gov.br

Leia mais

Arbovírus: arthropod-born virus 400 vírus isolados 100 patógenos humanos. Febres indiferenciadas Encefalites Febres hemorrágicas

Arbovírus: arthropod-born virus 400 vírus isolados 100 patógenos humanos. Febres indiferenciadas Encefalites Febres hemorrágicas Arbovírus: Hospedeiro natural vertebrado arthropod-born virus 400 vírus isolados 100 patógenos humanos Vetor hematófago Hospedeiro vert. Vetor hemat. Febres indiferenciadas Encefalites Febres hemorrágicas

Leia mais

Situação Epidemiológica da Dengue

Situação Epidemiológica da Dengue Boletim Epidemiológico Nº 03-2016 Situação Epidemiológica da Dengue Em 2016, foram notificados 510 casos suspeitos de dengue no estado do Acre até a semana epidemiológica 02(10/01/2016 a 16/01/2016). Sendo

Leia mais

SETOR DE CONTROLE DE ZOONOSE

SETOR DE CONTROLE DE ZOONOSE SETOR DE CONTROLE DE ZOONOSE É necessário promover exaustivamente, a educação em saúde até que a comunidade adquira conhecimentos e consciência do problema para que possa participar efetivamente. A população

Leia mais

TODOS CONTRA A DENGUE

TODOS CONTRA A DENGUE TODOS CONTRA A DENGUE A dengue é uma doença infecciosa causada por um vírus da família Flaviridae e transmitida ao homem principalmente pelo mosquito Aedes aegypti. Essa doença afeta milhões de pessoas

Leia mais

Resultado da 1ª. pesquisa sobre a proliferação de mosquitos nos domicílios, realizada pelos Serviços de Saúde para o ano 2009

Resultado da 1ª. pesquisa sobre a proliferação de mosquitos nos domicílios, realizada pelos Serviços de Saúde para o ano 2009 Comunicado dos, datado de 16 de Julho de 2009 Resultado da 1ª. pesquisa sobre a proliferação de mosquitos nos domicílios, realizada pelos para o ano 2009 Os realizaram a primeira investigação sobre a proliferação

Leia mais

Material Complementar. Tema: Discutindo a Dengue

Material Complementar. Tema: Discutindo a Dengue Material Complementar Tema: Discutindo a Dengue Setor de Educação de Jovens e Adultos Objetivos: o Compreender o ciclo evolutivo da Dengue. o Reconhecer diferentes formas de desenvolvimento dos organismos.

Leia mais

A doença, sintomas, transmissão, prevenção, áreas de risco, mapas, vídeos, notícias atualizadas, etc. Notícias Atualizadas

A doença, sintomas, transmissão, prevenção, áreas de risco, mapas, vídeos, notícias atualizadas, etc. Notícias Atualizadas Site da Dengue http://www.dengue.org.br/index.html A doença, sintomas, transmissão, prevenção, áreas de risco, mapas, vídeos, notícias atualizadas, etc. Notícias Atualizadas Saiba mais sobre Dengue Tipo

Leia mais

Taxa de incidência da dengue, Brasil e regiões, 1998-2001

Taxa de incidência da dengue, Brasil e regiões, 1998-2001 1 reintrodução da dengue no Brasil em 1986 pelo Estado do Rio de Janeiro um sério problema de Saúde Pública, com 8 epidemias associadas aos sorotipos 1, 2 e 3 taxas de incidência: novo aumento a partir

Leia mais

Secretaria Municipal de Saúde. Atualização - Dengue. Situação epidemiológica e manejo clínico

Secretaria Municipal de Saúde. Atualização - Dengue. Situação epidemiológica e manejo clínico Secretaria Municipal de Saúde Atualização - Dengue Situação epidemiológica e manejo clínico Agente Etiológico Arbovírus do gênero Flavivírus: Den-1, Den-2, Den-3 e Den- 4. Modo de Transmissão: Aspectos

Leia mais

FEBRE AMARELA: Informações Úteis

FEBRE AMARELA: Informações Úteis FEBRE AMARELA: Informações Úteis Quando aparecem os sintomas? Os sintomas da febre amarela, em geral, aparecem entre o terceiro e o sexto dia após a picada do mosquito. Quais os sintomas? Os sintomas são:

Leia mais

Francisco Paz 09/12/2015

Francisco Paz 09/12/2015 Estado do Rio Grande do Sul Secretaria de Estado de Saúde DENGUE, CHIKUNGUNYA E ZIKA VÍRUS: DESAFIOS PARA A GESTÃO Plano de Intensificação do combate ao Aedes aegypti Francisco Paz 09/12/2015 Ações estaduais

Leia mais

Como fazer uma Armadilha para Aedes Aegypti caseira e com garrafa Pet reciclada

Como fazer uma Armadilha para Aedes Aegypti caseira e com garrafa Pet reciclada Como fazer uma Armadilha para Aedes Aegypti caseira e com garrafa Pet reciclada 1 pegue uma garrafa PET de 2 litros e corte-a ao meio, para transformá-la em um funil e um copo. 2 Retire o anel da ponta

Leia mais

Dayse Amarílio DENGUE

Dayse Amarílio DENGUE Dayse Amarílio DENGUE DENGUE AGENTE: Vírus Arbovírus 4 sorotipos RNA Transmissão indireta: VETOR- Aedes aegypti PI: 3 a 15 dias Doença febril aguda Exames diagnósticos: -Isolamento viral: Até o 5º dia.

Leia mais

Dengue diagnóstico e manejo clínico. Lúcia Alves da Rocha

Dengue diagnóstico e manejo clínico. Lúcia Alves da Rocha Dengue diagnóstico e manejo clínico Lúcia Alves da Rocha Introdução Expansão em áreas tropicais e subtropicais Considera-se 2,5 a 3 milhões de pessoas vivem em área de risco (Eric Martínez,2005); Estima-se

Leia mais

PLANO MUNICIPAL DE COMBATE A DENGUE

PLANO MUNICIPAL DE COMBATE A DENGUE 1 PLANO MUNICIPAL DE COMBATE A DENGUE 2013 2014 2 PLANO MUNICIPAL DE COMBATE A DENGUE 2013 2014 Vigilância Sanitária Vigilância Epidemiológica Estância Turística de Paranapanema SP 2013 3 SUMÁRIO 1 INTRODUÇÃO...

Leia mais

Agentes de Controle de Endemias (ACE), dos Agentes Comunitários de Saúde (ACS) e da ESF com o intuito de combater o vetor da doença (mosquito Aedes

Agentes de Controle de Endemias (ACE), dos Agentes Comunitários de Saúde (ACS) e da ESF com o intuito de combater o vetor da doença (mosquito Aedes 8 1- INTRODUÇÃO A dengue é uma doença infecciosa febril aguda causada por um vírus da família Flaviridae, ela é transmitida através da picada do mosquito Aedes aegypti, também infectado pelo vírus. Atualmente,

Leia mais

1. DENGUE. Gráfico 1 Incidência de casos de dengue por Distrito Sanitário em Goiânia 2015, SE 21. Fonte: IBGE 2000 e SINAN/DVE/DVS/SMS- Goiânia

1. DENGUE. Gráfico 1 Incidência de casos de dengue por Distrito Sanitário em Goiânia 2015, SE 21. Fonte: IBGE 2000 e SINAN/DVE/DVS/SMS- Goiânia 1. DENGUE Em 2015, até a 21ª semana epidemiológica foram notificados 54.675 casos com incidência de 3.871,2/100.000 habitantes e quando comparado ao mesmo período do ano anterior observa-se um aumento

Leia mais

MINISTÉRIO DA SAÚDE SECRETARIA DE VIGILÂNCIA EM SAÚDE

MINISTÉRIO DA SAÚDE SECRETARIA DE VIGILÂNCIA EM SAÚDE MINISTÉRIO DA SAÚDE SECRETARIA DE VIGILÂNCIA EM SAÚDE Programa Nacional de Controle da Dengue Febre Hemorrágica da Dengue e Apresentações Graves Definição e Rotina de Investigação Maio 2010 Dengue no Brasil

Leia mais

VOCÊ PENSA QUE SEU HOGAR É UM LUGAR SEGURO E QUE DENTRO DELE VOCÊ E A SUA FAMILIA ESTÃO A SALVO?

VOCÊ PENSA QUE SEU HOGAR É UM LUGAR SEGURO E QUE DENTRO DELE VOCÊ E A SUA FAMILIA ESTÃO A SALVO? VOCÊ PENSA QUE SEU HOGAR É UM LUGAR SEGURO E QUE DENTRO DELE VOCÊ E A SUA FAMILIA ESTÃO A SALVO? EXISTE UM INIMIGO PERIGOSO QUE JÁ PODE ESTAR DENTRO DA TUA CASA NESTE MOMENTO E SÓ ESPERA O MOMENTO DE CRESCER

Leia mais

NOTA TÉCNICA Nº 001 DIVE/SES/2014

NOTA TÉCNICA Nº 001 DIVE/SES/2014 ESTADO DE SANTA CATARINA SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE SECRETARIA DE ESTADO DA SAÚDE SUPERINTENDÊNCIA DE VIGILÂNCIA EM SAÚDE DIRETORIA DE VIGILÂNCIA EPIDEMIOLÓGICA NOTA TÉCNICA Nº 001 DIVE/SES/2014 Assunto: Orienta

Leia mais

FATORES DE INSTALAÇÃO, PERMANÊNCIA E PROLIFERAÇÃO DA DENGUE NO RECIFE-PE: UMA ABORDAGEM SOCIOLÓGICA.

FATORES DE INSTALAÇÃO, PERMANÊNCIA E PROLIFERAÇÃO DA DENGUE NO RECIFE-PE: UMA ABORDAGEM SOCIOLÓGICA. FATORES DE INSTALAÇÃO, PERMANÊNCIA E PROLIFERAÇÃO DA DENGUE NO RECIFE-PE: UMA ABORDAGEM SOCIOLÓGICA. Edmilton Amaro da Hora Filho* RESUMO Este trabalho apresenta os fatores de instalação, permanência e

Leia mais

ATUAÇÃO DOS ENFERMEIROS NO CONTROLE DE UM SURTO DE DENGUE NO MUNICÍPIO DE PIRIPIRI-PI

ATUAÇÃO DOS ENFERMEIROS NO CONTROLE DE UM SURTO DE DENGUE NO MUNICÍPIO DE PIRIPIRI-PI ATUAÇÃO DOS ENFERMEIROS NO CONTROLE DE UM SURTO DE DENGUE NO MUNICÍPIO DE PIRIPIRI-PI INTRODUÇÃO A dengue é uma doença infecciosa febril aguda benigna na maior parte dos casos. É causada pelo vírus do

Leia mais

Somos os superexterminadores da dengue. missão é combater... ... e eliminar o mosquito. dessa doença. Junte-se ao batalhão de operações

Somos os superexterminadores da dengue. missão é combater... ... e eliminar o mosquito. dessa doença. Junte-se ao batalhão de operações 1 Somos os superexterminadores da dengue. Nossa missão é combater...... e eliminar o mosquito transmissor dessa doença. Junte-se ao batalhão de operações MATA-MOSQUITO. Saiba mais sobre a dengue e torne-se

Leia mais

Somos a Patrulha da dengue. Recebemos a missão de combater e eliminar o mosquito transmissor dessa doença. Junte-se a nossa equipe de operações

Somos a Patrulha da dengue. Recebemos a missão de combater e eliminar o mosquito transmissor dessa doença. Junte-se a nossa equipe de operações Educação, para ter excelência e qualidade, não pode ficar limitada ao ensino em sala de aula. Precisamos sair, olhar, captar, sentir e absorver o que acontece no mundo, buscando e expressando necessidades

Leia mais

SUMÁRIO. Informação: a maior aliada na prevenção...4. Cuidados para grávidas e mulheres em idade fértil...5

SUMÁRIO. Informação: a maior aliada na prevenção...4. Cuidados para grávidas e mulheres em idade fértil...5 2 SUMÁRIO Informação: a maior aliada na prevenção...4 Cuidados para grávidas e mulheres em idade fértil...5 Uso de repelentes como medida preventiva e cuidados para toda a população...9 Tipos de repelente...13

Leia mais

INFORMATIVO COMBATE DO DENGUE NA 5ª RPM

INFORMATIVO COMBATE DO DENGUE NA 5ª RPM INFORMATIVO COMBATE DO DENGUE NA 5ª RPM Nesta data, 01 de março de 2013, na sede da 5ª Região da Polícia Militar foi realizada a primeira reunião da Comissão Permanente de Combate à Dengue. Tendo em vista

Leia mais

Resultado da 2ª. pesquisa sobre a proliferação de mosquitos nos domicílios, realizada pelos Serviços de Saúde para o ano 2010

Resultado da 2ª. pesquisa sobre a proliferação de mosquitos nos domicílios, realizada pelos Serviços de Saúde para o ano 2010 Comunicado dos, datado de 13 de Outubro de 2010 Resultado da 2ª. pesquisa sobre a proliferação de mosquitos nos domicílios, realizada pelos para o ano 2010 Com vista a avaliar a quantidade da fonte de

Leia mais

Muitas pessoas não sabem diferir um Aedes aegypti de outros insetos, como o pernilongo, outros mosquitos, etc.

Muitas pessoas não sabem diferir um Aedes aegypti de outros insetos, como o pernilongo, outros mosquitos, etc. O Aedes aegypti é o mosquito transmissor da Dengue. Mede menos de 1 centímetro, tem uma cor preta e possui listras brancas ao longo do corpo e das pernas e costuma picar nas primeiras horas do dia e nas

Leia mais

PERÍODO DE INCUBAÇÃO SEIS DIAS INSETICIDAS QUÍMICOS (VENENO) QUALQUER PESSOA VÍRUS

PERÍODO DE INCUBAÇÃO SEIS DIAS INSETICIDAS QUÍMICOS (VENENO) QUALQUER PESSOA VÍRUS VETOR PICAR UMA INFECTADA PERÍODO DE INCUBAÇÃO NÃO EXISTE ELIMINAÇÃO DOS OVO TRINTA DIAS SEIS DIAS INTERIOR DAS CASAS NOTIFICAÇÃO E MULTA DOIS BILHÕES DE REAIS QUÍMICOS (VENENO) Aedes aegypti e Aedes albopictus

Leia mais

Se o mosquito da dengue pode matar, ele não pode nascer.

Se o mosquito da dengue pode matar, ele não pode nascer. Dezembro/2015 Se o mosquito da dengue pode matar, ele não pode nascer. Você sabia que o mosquito da dengue demora, em média, 7 dias para nascer? Além disso, ele está mais forte e também transmite duas

Leia mais

Prefeitura Municipal de Gavião-BA PODER EXECUTIVO

Prefeitura Municipal de Gavião-BA PODER EXECUTIVO ANO. 2014 DO MUNICÍPIO DE GAVIÃO - BAHIA 1 A Prefeitura Municipal de Gavião, Estado Da Bahia, Visando a Transparência dos Seus Atos Vem PUBLICAR. GAVIÃO: SECRETARIA DE SAÚDE REALIZA CAMPANHA PREVENTIVA

Leia mais

NOTA TÉCNICA Nº02/2015 SUVIGE/CPS/SESAP/RN. Assunto: Atualização sobre doença não esclarecida com exantema

NOTA TÉCNICA Nº02/2015 SUVIGE/CPS/SESAP/RN. Assunto: Atualização sobre doença não esclarecida com exantema GOVERNO DO RIO GRANDE DO NORTE SECRETARIA DE ESTADO DA SAÚDE PÚBLICA COORDENADORIA DE PROMOÇÃO A SAÚDE SUBCOORDENADORIA DE VIGILÂNCIA EPIDEMIOLÓGICA Avenida Marechal Deodoro da Fonseca, 730, 5 andar CEP:

Leia mais

Orientações Técnicas para Pessoal de Campo Agosto / 2007 DENGUE

Orientações Técnicas para Pessoal de Campo Agosto / 2007 DENGUE ESTADO DE SANTA CATARINA SECRETARIA DE ESTADO DA SAÚDE SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE SUPERINTEDÊNCIA DE VIGILÂNCIA EM SAÚDE DIRETORIA DE VIGILÂNCIA EPIDEMIOLÓGICA GÊRENCIA DE VIGILÂNCIA DE ZOONOSES E ENTOMOLOGIA

Leia mais

REGIONAL DE SAÚDE SUDOESTE 1 RIO VERDE

REGIONAL DE SAÚDE SUDOESTE 1 RIO VERDE ORDEM CASOS DE DENGUE DA REGIONAL DE SAÚDE SUDOESTE 1 EM 2015 (Período: 10/08/2015 à 10/11/2015) MUNICÍPIO ABERTO SOROLOGIA EXAME NS1 ISOLAMENTO VIRAL CLASSIFICAÇÃO EVOLUÇÃO REALIZADO NÃO REALIZADO NÃO

Leia mais

AVALIAÇÃO DA ASSISTÊNCIA DE ENFERMAGEM AO PACIENTE COM DENGUE NA REDE MUNICIPAL DE SAÚDE DE DOURADOS/MS Fernanda de Brito Moreira bolsista UEMS 1

AVALIAÇÃO DA ASSISTÊNCIA DE ENFERMAGEM AO PACIENTE COM DENGUE NA REDE MUNICIPAL DE SAÚDE DE DOURADOS/MS Fernanda de Brito Moreira bolsista UEMS 1 AVALIAÇÃO DA ASSISTÊNCIA DE ENFERMAGEM AO PACIENTE COM DENGUE NA REDE MUNICIPAL DE SAÚDE DE DOURADOS/MS Fernanda de Brito Moreira bolsista UEMS 1 Roberto Dias de Oliveira orientador 2 Cidade Universitária

Leia mais

Dengue, Chikungunya e Zika

Dengue, Chikungunya e Zika SECRETARIA DE ESTADO DA SAÚDE DA PARAÍBA GERENCIA EXECUTIVA DE VIGILÂNCIA EM SAÚDE Dengue, Chikungunya e Zika Nº 01/2016 Situação epidemiológica De 01 a 25 de janeiro de 2016 ( 4ª* semana epidemiológica

Leia mais

Levantamento sobre a Incidência de Dengue e seu Controle em Campina Grande, PB

Levantamento sobre a Incidência de Dengue e seu Controle em Campina Grande, PB Anais do 2º Congresso Brasileiro de Extensão Universitária Belo Horizonte 12 a 15 de setembro de 2004 Levantamento sobre a Incidência de Dengue e seu Controle em Campina Grande, PB Área Temática de Saúde

Leia mais

Prevenção e conscientização é a solução. Ciências e Biologia

Prevenção e conscientização é a solução. Ciências e Biologia Prevenção e conscientização é a solução Ciências e Biologia Dengue Transmitida pelo mosquito Aedes aegypti, a dengue é uma doença viral que se espalha rapidamente no mundo. A palavra dengue tem origem

Leia mais

Situação da Dengue no RS. João Gabbardo dos Reis Secretário Estadual da Saúde/RS 2015

Situação da Dengue no RS. João Gabbardo dos Reis Secretário Estadual da Saúde/RS 2015 Situação da Dengue no RS João Gabbardo dos Reis Secretário Estadual da Saúde/RS 2015 Programa Estadual de Controle da Dengue (PECD) Programa Estadual de Vigilância do Aedes aegypti (PEVAa) Regiões do RS,

Leia mais

Paulo Skaf Presidente

Paulo Skaf Presidente Dengue, Chikungunya e Zika Vírus são doenças graves, que podem atingir qualquer pessoa. Mas, com cuidados simples, podemos evitá-las, preservando a saúde dos trabalhadores da indústria e seus familiares.

Leia mais

Esta informação reflete o que era conhecido em abril de 2016. Veja o website da Hesperian em http://en.hesperian.org/hhg/zika para atualização.

Esta informação reflete o que era conhecido em abril de 2016. Veja o website da Hesperian em http://en.hesperian.org/hhg/zika para atualização. Esta informação reflete o que era conhecido em abril de 2016. Veja o website da Hesperian em http://en.hesperian.org/hhg/zika para atualização. O Vírus Zika O vírus Zika é transmitido por mosquitos de

Leia mais

LIGA ACADÊMICA MULTIDISCIPLINAR DE DOENÇAS INFECCIOSAS E PARASITÁRIAS: CAMPANHA CONTRA A DENGUE EM SÃO LUIS DOS MONTES BELOS

LIGA ACADÊMICA MULTIDISCIPLINAR DE DOENÇAS INFECCIOSAS E PARASITÁRIAS: CAMPANHA CONTRA A DENGUE EM SÃO LUIS DOS MONTES BELOS LIGA ACADÊMICA MULTIDISCIPLINAR DE DOENÇAS INFECCIOSAS E PARASITÁRIAS: CAMPANHA CONTRA A DENGUE EM SÃO LUIS DOS MONTES BELOS CORREA, Wilsterman de Freitas 1 ; PELEJA, Marina Berquó 2 ; ALVES, Guilherme

Leia mais

VIGILÂNCIA EPIDEMIOLÓGICA DA DENGUE, CHIKUNGUNYA E ZIKA

VIGILÂNCIA EPIDEMIOLÓGICA DA DENGUE, CHIKUNGUNYA E ZIKA Prefeitura Municipal de PORTO ALEGRE Secretaria Municipal de Saúde Coordenadoria Geral de Vigilância em Saúde / CGVS Equipe de Vigilância das Doenças Transmissíveis VIGILÂNCIA EPIDEMIOLÓGICA DA DENGUE,

Leia mais

FLUXO PARA ACOMPANHAMENTO, ENCERRAMENTO E DIGITAÇÃO DOS CASOS DE DENGUE

FLUXO PARA ACOMPANHAMENTO, ENCERRAMENTO E DIGITAÇÃO DOS CASOS DE DENGUE Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro Secretaria Municipal de Saúde e Defesa Civil Subsecretaria de Promoção, Atenção Primária e Vigilância em Saúde Superintendência de Vigilância em Saúde Coordenação

Leia mais

Dengue. Aspectos Epidemiológicos, Diagnóstico e Tratamento. Ministério da Saúde

Dengue. Aspectos Epidemiológicos, Diagnóstico e Tratamento. Ministério da Saúde Dengue Aspectos Epidemiológicos, Diagnóstico e Tratamento Ministério da Saúde Dengue Aspectos Epidemiológicos, Diagnóstico e Tratamento Ministério da Saúde 2002. Ministério da Saúde. É permitida a reprodução

Leia mais

EPIDEMIA NEGLIGENCIOSA ESTATAL E SOCIAL

EPIDEMIA NEGLIGENCIOSA ESTATAL E SOCIAL EPIDEMIA NEGLIGENCIOSA ESTATAL E SOCIAL Guilherme Pullig BORGES 1 RESUMO: Neste artigo é ilustrado um mal que abrange a sociedade brasileira há séculos e mesmo com o desenvolvimento econômico e social

Leia mais

INFORME EPIDEMIOLÓGICO CIEVS - PARANÁ EVENTOS - Semana Epidemiológica 25 26/06/2012

INFORME EPIDEMIOLÓGICO CIEVS - PARANÁ EVENTOS - Semana Epidemiológica 25 26/06/2012 INFORME EPIDEMIOLÓGICO CIEVS - PARANÁ EVENTOS - Semana Epidemiológica 25 26/06/2012 CENTRO DE INFORMAÇÕES E RESPOSTAS ESTRATÉGICAS DE VIGILÂNCIA EM SAÚDE CIEVS DEPARTAMENTO DE VIGILÂNCIA E CONTROLE DE

Leia mais

Campanha contra Aedes aegypti

Campanha contra Aedes aegypti Campanha contra Aedes aegypti CONTRIBUIÇÕES DA DIRETORIA DE ADMINISTRAÇÃO E INFRAESTRUTURA OBSERVAR locais ou objetos que podem ser criadouros do mosquito Aedes aegypti REALIZAR ações para evitar criadouros

Leia mais