Comissão Especial vai atualizar a legislação para evitar outras tragédias

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Comissão Especial vai atualizar a legislação para evitar outras tragédias"

Transcrição

1 INFRMATIV ELETRÔNIC D MANDAT /02/2013 PRESIDIND ÓRGÃ TÉCNIC Comissão Especial vai atualizar a legislação para evitar outras tragédias P roponente da criação da Comissão Especial para analisar as legislações de prevenção e proteção contra incêndios, atendendo pedido do CREA/RS, Villa deverá presidir o órgão técnico temporário que terá prazo de quatro meses para trabalhar estudando especialmente a lei estadual (de número e datada de 1997) e as legislações municipais, para propor atualizações obrigatórias. Pelo tempo decorrido, as legislações Vinicius Reis/Ag. ALRS dos anos 80 e 90 devem conter defasagens, em menor ou maior grau, salienta o deputado, explicando que além da importância do conteúdo das normas técnicas e responsabilidades definidas com clareza, a legislação deve contemplar absoluto rigor no processo de fiscalização e nas penalizações. que norteará tudo são as atribui- ções e responsabilidades de cada um, afirma Villa. Plano de Prevenção e Proteção Contra Incêndio (PPCI) deve ser elaborado por profissional habilitado com formação específica em segurança e ser aprovado por inspeção do Corpo de Bombeiros, mas a responsabilidade é prioritariamente do município, onde estão edificados os prédios para os quais órgão da prefeitura concede alvarás de licenciamento para funcionar. Villa defende a ideia de que deve haver uma legislação federal como um guarda-chuvas, apontando diretrizes para estados legislarem e municípios detalharem. Ele pondera que a discussão na Comissão Especial deverá ser feita principalmente por quem é especialista no tema da segurança em prevenção de incêndios. Vamos ouvir quem conhece: técnicos, profissionais da iniciativa privada, de entidades públicas, de universidades, acentuou. À época em que Raul Pont era prefeito da capital e foi elaborada a Lei Complementar 420/98, que legisla a questão no município de Porto Alegre, Villa era conselheiro do CREA/RS e colaborou nos estudos e recomendações na área específica de estruturas prediais, que é sua especialidade no campo da Engenharia Civil. A Comissão Especial vai ser votada na quarta-feira (13) em plenário e será instalada no dia seguinte (14). Primeiro projeto de lei protocolado este ano no Legislativo estadual, o PL 01/2013, de autoria de Villa, propõe a proibição de shows pirotécnicos, uso de fogos e sinalizadores em ambientes fechados no Rio Grande do Sul. PL acrescenta o artigo 1-A na Lei Estadual 10987, de 12 de agosto de 1997, que estabelece normas sobre sistema de prevenção e proteção de incêndios, com a medida proibitiva. Na justificativa, Villa ressalta que a proposta visa, entre outras medidas, evitar que o uso de fogos de artifício, de sinalizadores e shows pirotécnicos seja motivador de acidentes, incêndios, tragédias e episódios similares. É notório que a utilização destes dispositivos tem sido provocadora de recorrentes incidentes de grandes proporções. Como as legislações específicas, que regram tais situações, têm sido descumpridas de forma sistemática enquanto não tivermos total fiscalização, controle e segurança sobre estas condições de uso, por medida de precaução, a opção é proibi-los, assevera. Villa tem a honra de convidar para a instalação da Comissão Especial que vai analisar e atualizar as legislações de prevenção e proteção contra incêndios no RS que ele propôs, a pedido do CREA/RS, ao parlamento gaúcho. Será às 14h, no Plenário da AL. primeiro registro feito no protocolo legislativo de 2013, na manhã de sexta-feira (01), foi o requerimento do Villa para realizar um Grande Expediente Especial lembrando os 30 anos da Lei 7742/82, de controle do uso de agrotóxicos e biocidas no RS e o início da quarta década de vigência desta pioneira legislação gaúcha. evento deverá ocorrer dia 19 de março. Assembleia Legislativa do RS - Praça Marechal Deodoro, Gab. Parlamentar, sala andar- (51) Siga o Villa: Site: Facebook: adaovillaverde

2 SEGURANÇA N Apoio total o meio da tarde de terça-feira (05), na primeira sessão legislativa de 2013, o deputado Adão Villaverde recebeu a informação do presidente da Assembleia Legislativa, Pedro Westphalen, de que sua proposta de criação de Comissão Especial para atualizar a lei estadual de proteção contra incêndios já tinha recebido 54 assinaturas de parlamentares. No microfone de apartes, após o deputado Paulo done esclarecer que esta adesão havia sido decidida na reunião matinal de líderes, Villa explicou que esta comissão especial terá função distinta da que acompanhará os desdobramentos da tragédia de Santa Maria. Esta comissão tratará especificamente da legislação estadual do ponto de vista do conteúdo, da fiscalização da lei e da penalização dos infratores, disse Villa. A comissão especial vai convocar técnicos especialistas, entidades com expertise no assunto e estruturas públicas para analisar profundamente e aprimorar a legislação. N CREA-RS discute legislação mais rigorosa e fiscalização mais eficiente a tarde de quinta-feira (4), Villa participou da apresentação do Parecer Técnico - Incêndio da boate em Santa Maria, elaborado pela Comissão de Especialistas, promovida pelo Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Rio Grande do Sul (CREA-RS). presidente da entidade, engenheiro Luiz Alcides Capoani, destacou a necessidade de uma normalização e uma fiscalização mais eficientes. estudo apresentado ao público e à imprensa pelo coordenador da comissão, engenheiro Luiz Carlos Pinto da Silva Filho, expôs as principais dificuldades para a evacuação na boate e as falhas técnicas e normativas existentes no estabelecimento. A análise apontou que o material acústico inflamável e o uso de pirotecnia inadequada foram os provocadores do incêndio. Uma das recomendações de caráter emergencial do parecer técnico, a proibição de shows pirotécnicos em locais internos, já está contempla- Diogo Baigorras da em iniciativa de Villa protocolada através do projeto de lei 01/2013. engenheiro Luiz Carlos pediu o apoio da Assembleia Legislativa, representada no evento por Villa e pelo deputado Valdeci liveira (PT), para que o CREA, em conjunto com demais setores da sociedade, consiga criar ações que impeçam outras tragédias deste tipo. Ao encerrar a apresentação, o coordenador deixou um preocupante questionamento para os presentes. Qual vai ser a nossa resposta ao luto do RS?, perguntou ele ao projetar o último slide do power point, com a imagem do estado gaúcho em fundo negro. Espaço Público da TVAL aborda tema da Comissão Especial A Comissão Especial que Villa protocolou a pedido do CREA-RS foi o tema de sua participação no programa Espaço Público, da TV AL, na manhã de quarta-feira (6). Pelo tempo decorrido, as legislações dos anos 80 e 90 devem conter defasagens, em menor ou maior grau., salientou o deputado, explicando que além da importância do conteúdo das normas técnicas e responsabilidades definidas com clareza, a legislação deve contemplar absoluto rigor no processo de fiscalização e nas penalizações. que norteará tudo são as atribuições e responsabilidades de cada um, afirmou Villa. Plano de Prevenção e Proteção Contra Incêndio (PPCI) deve ser elaborado por profissional habilitado com formação específica em segurança e ser aprovado por inspeção do Corpo de Bombeiros, mas a responsabilidade é prioritariamente do município, onde estão edificados os prédios para os quais o órgão da prefeitura concede alvarás de licenciamento para funcionar. Defendendo a ideia de que deve haver uma legislação federal como um guarda-chuvas, apontando diretrizes para estados legislarem e municípios detalharem, Villa pondera que a discussão na Comissão Especial deverá ser feita principalmente por quem é especialista no tema da segurança em prevenção de incêndios. Vamos ouvir quem conhece: técnicos, profissionais da iniciativa privada, de entidades públicas, de universidades, acentuou. 02

3 NA IMPRENSA 04/02/2013 requerimento de criação de uma Comissão Especial, para estudar e atualizar as legislações estadual e municipais de proteção e prevenção contra incêndios, e o PL protocolado pelo parlamentar foram destaque na mídia gaúcha nesta semana. 05/02/ /02/ /02/2013 Uruguaiana 06/02/ /02/2013 Vamos nos concentrar na atualização da legislação, na fiscalização e nas penalizações. Tomaremos como base três grandes documentos, a lei /97, do Estado, a Lei Complementar 420, de Porto Alegre, além de leis municpais e normas da ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas). VILLA 03

4 GVERN DILMA FIES disponibiliza mais 140% de crédito em 2012 Estudantes que passaram pelo Enem têm direito ao crédito Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) superou a marca de 368 mil contratos firmados em 2012, o que representa aumento de 140% em relação ao total do ano anterior, segundo informou o Ministério da Educação (MEC), na segunda-feira (4). Em números absolutos, foram 215 mil contratos a mais do que os 153 mil registrados em aumento na procura pelo financiamento estudantil do governo federal ocorreu em todas as unidades da Federação. Em São Paulo, foram firmados 98,7 mil contratos em 2012, com aumento aproximado de 255% em relação aos 27,7 mil registrados no ano anterior. estado foi o que mais teve contratos no ano passado, seguido de Minas Gerais (45,8 mil), Bahia (23,9 mil) e Rio de Janeiro (20,8 mil). Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) passou a ser o agente operador do Fies em Na época, foram estabelecidas novas regras, que impulsionaram a procura pelo financiamento estudantil, como a redução dos juros Alexandro Auler/MEC para 3,4% ao ano e o aumento do prazo de carência (18 meses) e de amortização (três vezes o período financiado, acrescido de 12 meses). Naquele ano, também, o pedido de financiamento passou a ser feito em qualquer período do ano. LEIA+ Cursos de graduação têm de ser bem avaliados e de instituições vinculadas ao Fies Missa e procissão homenageiam Nossa Senhora de Navegantes N a manhã de sábado (2), Villa participou de missa na igreja Rosário e de procissão até a igreja Nossa Senhora de Navegantes, no dia dedicado à santa. A homenagem iniciou às 7h no santuário da rua Vigário José Inácio, no centro de Porto Alegre. Após a missa, os devotos e romeiros iniciaram, às 8h, a caminhada em direção à zona norte, onde a imagem da santa chegou por volta das 10h. À frente da procissão, fiéis Diogo Baigorra carregavam faixas em memória às vítimas da tragédia ocorrida em Santa Maria na madrugada do último domingo. Também participaram da procissão terrestre o governador Tarso Genro, o arcebispo Dom Dadeus Grins, o deputado federal Paulo Ferreira, o deputado estadual Aldacir liboni, o prefeito José Fortunati, e os vereadores Mauro Pinheiro e Alberto Kopittke. 04

5 GVERN DILMA Presidenta pede colaboração do Congresso para Brasil continuar crescendo Divulgação N a abertura dos trabalhos legislativos, a presidenta Dilma Rousseff pediu, na segunda-feira (4), a colaboração do Congresso Nacional para a implementação de medidas necessárias para manutenção do crescimento econômico do País. Na mensagem presidencial entregue pela ministra-chefe da Casa Civil, Gleisi Hoffmann, a presidenta destacou como prioridades em 2013 as mudanças no sistema tributário, as novas regras do Fundo de Participação dos Municípios (FPM), o marco regulatório do sistema portuário, o financiamento da educação - por meio dos royalties do petróleo ou do Plano Nacional da Educação (PNE) - e, ainda, a reforma política. texto da mensagem presidencial trouxe também um balanço das ações do governo federal em 2012, ano considerado desafiador pela presidente Dilma. Ela destacou que foi possível preservar a economia brasileira frente às Mensagem enviada por Dilma foi entregue pela ministra-chefe da Casa Civil, Gleisi Hoffmann crises internacionais e principalmente o nível de emprego dos brasileiros. Se o crescimento do PIB não foi tão positivo quanto gostaríamos, estamos em situação diferenciada se comparados a outros países, diz o documento. Redução da pobreza s avanços para superar a pobreza no Brasil foram destaques na mensagem. Dilma citou os 19,5 milhões de brasileiros que saíram da extrema pobreza em decorrência de medidas adotadas nos programas Brasil sem Miséria, Bolsa Família e Brasil Carinhoso. A meta para 2013, destacou, é a inclusão produtiva com mais acesso à aquisição de alimentos e garantia de abastecimento de água para ampliar ainda mais a produção da agricultura familiar. Será ampliado ainda o acesso a cursos de qualificação profissional e ao ensino técnico. Infraestrutura A presidenta citou a redução média de 20% nas tarifas de energia, que, segundo ela, terá impacto em toda a economia brasileira, contribuindo com o aumento do Produto Interno Bruto (PIB) e com a criação de empregos. crescimento do setor de telecomunicações e a oferta de tecnologia de quarta geração (4G) de telefonia celular e medidas para melhorar a mobilidade urbana também foram lembrados no texto. Educação/Saúde/Segurança Investir em educação também é prioridade, com destaque para a criação de novas universidades e mais acesso ao financiamento estudantil. Dilma falou ainda dos investimentos para melhorar a assistência na saúde pública, dos programas como a Rede Cegonha, Farmácia Popular e Brasil Sorridente. Na área de segurança pública, a prioridade será o enfrentamento à criminalidade e ao crime organizado. Dilma Rousseff destacou que este ano será muito importante para o setor de petróleo e gás, com a realização da 11ª rodada exploratória de blocos de petróleo e da primeira rodada sob o novo regime de partilha. s editais para concessões de rodovias e ferrovias serão publicados no primeiro semestre deste ano. Agricultura No setor de agricultura, a presidenta destacou o crescimento da produção de grãos para a safra 2012/2013 e o aumento dos recursos para investimentos e custeios. Ela também anunciou medidas para ajudar na agricultura familiar e aprimorar a política de seguro agrícola, destacou o plano de prevenção de desastres naturais nas áreas de riscos e falou do apoio aos produtores rurais atingidas pela seca ou pelas chuvas intensas. 05

6 A GVERN TARS Secretaria da Agricultura realiza fiscalização inédita de animais da Cavalgada do Mar Secretaria da Agricultura, Pecuária e Agronegócio, pela primeira vez, está participando efetivamente da Cavalgada do Mar. evento, que está em sua 29ª edição já conta com cerca de 600 pessoas. Dessa ação de fiscalização, resultaram a lavratura de 105 autos de infração por descumprimento de normas sanitárias e a exclusão de quatro integrantes pelo fato de que seus animais não apresentavam condições físicas de prosseguirem. A Secretaria da Agricultura é signatária do Termo de Ajustamento de Conduta (TAC), firmado em 2011 entre Fundação Cavalgada do Mar e o Ministério Público Estadual, a partir de denúncias de que estaria ocorrendo maus tratos contra os animais e diante da constatação da ocorrência de várias mortes de cavalos durante o percurso. No ano passado, os técnicos do órgão exerceram no evento um papel de caráter educativo, não tendo sido registrado nenhum caso de óbito de animais. Neste ano, dois médicos veterinários e três auxiliares e técnicos agrí- Descumprimento de normas sanitárias resultaram na lavratura de 105 autos de infração até o momento colas fazem a fiscalização, solicitando a todos os participantes a documentação sanitária exigida para o evento (Guia de Trânsito Animal, exame negativo de Anemia Infecciosa Equina e comprovante de vacina para Influênza Equina), conforme preconiza a legislação estadual e o Programa Nacional de Sanidade dos Equídeos (PNSE). Fiscais da Secretaria da Agricultura interditam rodeio em Imbé F iscais da Secretaria da Agricultura, Pecuária e Agronegócio, em conjunto com membros da Patrulha Ambiental (Patram) da Brigada Militar e representante do Conselho Regional de Medicina Veterinária (CRMV) interditaram, na terça-feira (5), o rodeio que ocorria em Imbé devido a ausência do médico veterinário responsável e o fato de que pelo menos 100 terneiros estavam sendo maltratados pelos organizadores. A ação, protagonizada por fiscais que atuam no programa Verão numa Boa, é a primeira realizada pela Secretaria da Agricultura em cumprimento ao que estabelece a Lei Federal 9065, que trata de crimes ambientais. rganizado por uma entidade tradicionalista, o evento campeiro ocorria paralelamente à 29ª Cavalgada do Mar. CULTURA PPULAR Carnaval e vinho: parceria que deu certo vinho será tema da escola de samba paulista Vai-Vai no Carnaval deste ano. Com o objetivo de estimular a cadeia vitivinicultora no Brasil, o Instituto Brasileiro de Vinhos (Ibravin) firmou parceria com a Vai-Vai, que terá como mote: Sangue da terra, videira do Brasil: um brin- de de amor em plena avenida. No ano passado, a escola porto-alegrense Estado Maior da Restinga já havia sido parceira do Ibravin, ao desfilar com o tema Da mitologia à realidade, a Tinga de taça na mão Vinhos do Brasil, sinônimo de qualidade, saúde, prazer e prosperidade. A Tinga, como é popularmente chamada, foi vencedora do Carnaval em 2012, através da parceria exitosa celebrada com o setor vitivinícola. À época, Villa destacou que tratava-se de uma grande vitória das comunidades que protagonizam maravilhosa manifestação da cultura popular. 06

7 SUSTENTABILIDADE Estudantes protestam em Porto Alegre contra crime ambiental Q uase quatro décadas depois do gesto do estudante Carlos Alberto Dayrell, na última quarta-feira, 6 de fevereiro, moradores das proximidades da Praça Júlio Mesquita, em frente à Usina do Gasômetro, subiram em árvores para tentar impedir o corte de 115 espécies, na mesma Porto Alegre que já foi capital da ecologia nacional graças à combativa atuação da Agapan de José Lutzenberger, Giselda Castro e Hilda Zimmermann, ativistas de saudosa memória. s estudantes organizaram o protesto pacífico através das Redes Sociais. Fabiano Amaral/Correio do Povo Símbolo ambientalista da resistência democrática à ditadura no Brasil Porto Alegre no passado era a capital da vanguarda ecológica Árvores do desmatamento de Porto Alegre se espalham pela cidade agrônomo mineiro Carlos Alberto Dayrell vai completar 60 anos no próximo dia 9 de março. Mas há 38 anos, o jovem estudante de engenharia elétrica da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (Ufrgs) virou símbolo ambientalista da resistência democrática à ditadura no Brasil ao subir em uma árvore na avenida João Pessoa, em Porto Alegre, para impedir o seu corte. A tipuana onde ele se empoleirou por cerca de seis horas, no dia 25 de fevereiro de 1975, está no mesmo local diante da Faculdade de Direito comprovando que não era empecilho para a construção do viaduto na avenida. Morando em Montes Claros, em Minas Gerais, Dayrell compartilhou em seu facebook (cuja ilustração de capa, de imagem dos protestos dos moradores da Anita Garibaldi, comprova a atenta vinculação com Por- to Alegre), no dia 7, o álbum de fotos Quantas CPAS por uma copa, do perfil Gonçalo de Carvalho, que expõe o desmatamento ocorrido aqui na capital, alertando a todos com a seguinte frase: Tragédias humanas e ambientais no Sul do Brasil! Dayrell, hoje, com quase 60 anos (foto do perfil do Facebook) Carlos Alberto Dayrell, em 25 de fevereiro de 1975, em protesto pacífico pela preservação de árvore na avenida João Pessoa. 07

8 ARTIG Reajuste do mínimo estadual 1 CLAUDIR 2 NESPL salário-mínimo regional teve um reajuste de 10%. Isso significa que nenhum trabalhador gaúcho com carteira assinada receberá menos do que R$ 770,00. Essa é uma conquista muito importante, protagonizada pelas centrais sindicais do nosso Estado. piso regional beneficia os trabalhadores mais vulneráveis, que não possuem acordo coletivo vantajoso devido à pouca mobilização e à ineficiência dos sindicatos que os representam. Contribuem com os jovens que estão ingressando no mercado de trabalho, mulheres que sofrem discriminação salarial, assalariados do campo, empregados do serviço doméstico, entre outros profissionais. Estima-se que mais de um milhão de trabalhadores gaúchos são favorecidos com a política do piso regional. piso regional também serve de parâmetro, inclusive, para categorias mais organizadas, na medida em que estabelece que ninguém ingressa no trabalho com o salário menor do que R$ 770,00. Além disso, os dados indicam que o piso regional também inibe o aumento da precarização dos terceirizados e torna desvantajoso o excesso de rotatividade. Alguns empresários afirmavam que o aumento salarial provocaria correções nos preços dos produtos, aumento da inflação e redução do crescimento. Além disso, assustavam a sociedade com a falsa ideia de que também causaria desemprego e contribuiria com a informalidade e com a falência das pequenas e médias empresas. Essa tese foi destroçada nos últimos anos. salário-mínimo nacional acumulou um ganho real de 75% nos últimos dez anos. A consequência disso foi o aquecimento do consumo, a geração de trabalho e o crescimento da economia. Comparando com o salário-mínimo nacional, que é de R$ 678,00, o piso gaúcho é 13,6% maior. Um dos grandes problemas enfrentados pelo piso regional é a baixa capacidade de fiscalização da aplicação dessa lei. Enquanto, em âmbito nacional, as delegacias regionais do trabalho são responsáveis pela fiscalização, aqui no Rio Grande do Sul ainda não contamos com nenhum dispositivo de fiscalização e controle. Por isso, cabe aos sindicatos e aos próprios trabalhadores denunciarem quando ocorre alguma transgressão. A CUT entende também que é preciso avançar para uma política de valorização do piso regional mais duradoura, que estabeleça índices de aumento para os próximos cinco anos. Isso possibilitará uma maior previsibilidade, contribuirá com o planejamento financeiro das empresas, estimulará uma visão de longo prazo do nosso empresariado e evitará que, a cada ano, as organizações sindicais entrem em conflitos desnecessários com o empresariado e o governo. 1 Artigo publicado no Jornal do Comércio de segunda-feira (4) 2 Presidente da CUT/RS ANIVERSÁRI Na quarta-feira (6), Villa completou 55 anos. parlamentar recebeu diversas saudações pela sua Fanpage no Facebook (adaovillaverde) e aproveita essa edição do informativo semanal para agradecer, emocionado e lisonjeado, a todos e todas pelas felicitações de aniversário e os votos de saúde e paz. CMEMRAÇÃ Em fevereiro, o Partido dos Trabalhadores (PT) completa 33 anos de história, lutas e conquistas. Para compartilhar este aniversário com sua militância e os eleitores, a sigla lança a nova logomarca comemorativa do partido. E no dia 22 de fevereiro, a partir das 20 horas, na Churrascaria Roda de Carreta (junto ao CGT 35), na Av. Ipiranga, nº em Porto Alegre, lideranças petistas, militantes e convidados também comemoram os 10 anos do PT no governo federal, o lançamento do 5º Congresso do partido marcado para este ano e dão início a divulgação da pauta do Processo de Eleições Diretas PED 2013 do Partido dos Trabalhadores. 08

9 DEMCARCIA Bhaskar Sunkara* The Guardian Por que as ideias de Marx são mais relevantes do que nunca no século XXI capital costumava nos vender visões do amanhã. Na Feira Mundial de 1939, em Nova York, empresas exibiram novas tecnologias: nylon, ar condicionado, lâmpadas fluorescentes, e o impressionante View-Master. No entanto, mais do que apenas produtos, um ideal, de classe média, de tempo livre e de abundância, era oferecido àqueles cansados da depressão econômica e da expectativa de guerra na Europa. passeio futurístico levou os participantes até mesmo por versões em miniatura de paisagens transformadas, representando novas autoestradas e projetos de desenvolvimento: o mundo do futuro. Esta era uma tentativa determinada a renovar a fé no capitalismo. No despertar da segunda guerra mundial, um pouco desta visão se tornou realidade. capitalismo prosperou e, mesmo que desigualmente, os trabalhadores norte-americanos progrediram. Pressionado por baixo, o estado foi conduzido por reformadores, e o comprometimento de classe, para além da luta de classes, fomentou o crescimento econômico e compartilhou uma prosperidade antes inimaginável. A exploração e opressão não acabaram, mas o sistema pareceu ser não somente poderoso e dinâmico, mas conciliável com os ideais democráticos. progresso, no entanto, estava esmorecendo. A democracia social se deparou com uma crise estrutural nos anos 1970, que Michal Kalecki, autor de s Aspectos Políticos do Pleno Emprego, previu décadas antes. Altas taxas de emprego e as garantias do estado de bemestar social não compraram os trabalhadores, mas encorajaram fortes demandas salariais. s capitalistas mantiveram estas políticas enquanto os tempos eram bons, mas com a estagflação - que consiste na intersecção entre baixo crescimento e alta inflação - e o embargo da pep, uma crise de rentabilidade seguiu-se. neoliberalismo emergente refreou a inflação e restaurou os lucros, mas tudo isso só foi possível por meio de uma ofensiva cruel contra a classe trabalhadora. Havia batalhas campais travadas em defesa do estado de bem-estar social, mas, de maneira geral, nossa era foi de desradicalização e conformismo político. Desde então, os salários reais se estagnaram, a dívida disparou, e as perspectivas para uma nova geração, ainda apegada à velha visão social-democrata, se tornaram sombrias. boom tecnológico dos anos 1990 trouxe rumores de uma nova economia, leve e adaptável, algo que substituiria o velho ambiente de trabalho Fordista. Mas tais rumores foram apenas um eco distante do futuro prometido na Feira Mundial de LEIA+ É Em Direito, Constituição e Transição Democrática no Brasil, Tarso critica submissão do direito ao mercado traço importante do livro do governador do Rio Grande do Sul a crítica contundente a uma nova ordem global, de submissão negativa do direito aos interesses do mercado. Num contexto, assim, de força normativa cada vez mais débil das constituições e de abandono da efetividade dos direitos humanos, busca-se na centralidade dos direitos fundamentais um alicerce capaz de recuperar a dignidade do Direito. A análise é de Jorge Mauricio Klanovicz. A raposa conhece muitas coisas, mas o ouriço conhece uma única grande coisa. Em seu célebre ouriço e a raposa: um ensaio sobre a visão da história em Tolstói, Isaiah Berlin toma de empréstimo o verso do poeta grego Arquíloco, propondo, a partir dele, um critério para classificar pensadores. LEIA+ 09

OBJETO DA LEI SÍNTESE DA LEI. A Lei é:

OBJETO DA LEI SÍNTESE DA LEI. A Lei é: OBJETO DA LEI O principal objetivo desta nova lei é preservar vidas humanas, garantir o funcionamento seguro das edificações no nosso Estado e proteger patrimônios públicos e privados. A lei 14.376 estabelece

Leia mais

Paraná se destaca no cenário brasileiro de sistemas de segurança eletrônica

Paraná se destaca no cenário brasileiro de sistemas de segurança eletrônica Rogério Reis Paraná se destaca no cenário brasileiro de sistemas de segurança eletrônica CRESCIMENTO ECONÔMICO DA REGIÃO SUL IMPULSIONA MERCADO PARANAENSE POR ADRIANE DO VALE redacao@cipanet.com.br FOTOS

Leia mais

PROGRAMA DA CHAPA PARTIDO E GOVERNO COM O POVO PARA O PT CONTINUAR LIDERARANDO UM NOVO CICLO DE TRANSFORMAÇÕES NO BRASIL E EM GUARULHOS

PROGRAMA DA CHAPA PARTIDO E GOVERNO COM O POVO PARA O PT CONTINUAR LIDERARANDO UM NOVO CICLO DE TRANSFORMAÇÕES NO BRASIL E EM GUARULHOS PROGRAMA DA CHAPA PARTIDO E GOVERNO COM O POVO PARA O PT CONTINUAR LIDERARANDO UM NOVO CICLO DE TRANSFORMAÇÕES NO BRASIL E EM GUARULHOS "As manifestações são parte indissociável do nosso processo de ascensão

Leia mais

DIREÇÃO NACIONAL DA CUT APROVA ENCAMINHAMENTO PARA DEFESA DA PROPOSTA DE NEGOCIAÇÃO DO SALÁRIO MÍNIMO, DAS APOSENTADORIAS E DO FATOR PREVIDENCIÁRIO

DIREÇÃO NACIONAL DA CUT APROVA ENCAMINHAMENTO PARA DEFESA DA PROPOSTA DE NEGOCIAÇÃO DO SALÁRIO MÍNIMO, DAS APOSENTADORIAS E DO FATOR PREVIDENCIÁRIO DIREÇÃO NACIONAL DA CUT APROVA ENCAMINHAMENTO PARA DEFESA DA PROPOSTA DE NEGOCIAÇÃO DO SALÁRIO MÍNIMO, DAS APOSENTADORIAS E DO FATOR PREVIDENCIÁRIO A CUT e as centrais sindicais negociaram com o governo

Leia mais

ELEIÇÕES 2008 A RELAÇÃO ENTRE VEREADORES, ADMINISTRAÇÕES PETISTAS E O MOVIMENTO SINDICAL SUGESTÕES

ELEIÇÕES 2008 A RELAÇÃO ENTRE VEREADORES, ADMINISTRAÇÕES PETISTAS E O MOVIMENTO SINDICAL SUGESTÕES ELEIÇÕES 2008 A RELAÇÃO ENTRE VEREADORES, ADMINISTRAÇÕES PETISTAS E O MOVIMENTO SINDICAL 1) INTRODUÇÃO SUGESTÕES Ao longo dos seus vinte e oito anos e com a experiência de centenas de administrações que

Leia mais

Clipping. ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO 03 de outubro de 2011 ESTADO DE MINAS

Clipping. ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO 03 de outubro de 2011 ESTADO DE MINAS ESTADO DE MINAS 1 2 ESTADO DE MINAS 3 ESTADO DE MINAS http://www.em.com.br PSD de Kassab mira 'órfãos' do PMDB quercista O PSD obteve registro no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) na terça-feira e corre

Leia mais

DE DÉCADAS DE ESTAGNAÇÃO DO MERCADO INDUSTRIAL, VERIA A REDUÇÃO DE OPORTUNIDADES, CEDIDAS À INVASÃO DE PROFISSIONAIS ESTRANGEIROS?

DE DÉCADAS DE ESTAGNAÇÃO DO MERCADO INDUSTRIAL, VERIA A REDUÇÃO DE OPORTUNIDADES, CEDIDAS À INVASÃO DE PROFISSIONAIS ESTRANGEIROS? CUMPRIMENTO AOS SENHORES E SENHORAS PRESENTES, NA PESSOA DO PRESIDENTE DA COMISSÃO DE TRABALHO, DE ADMINISTRAÇÃO E SERVIÇO PÚBLICO, EXCELENTÍSSIMO DEPUTADO ROBERTO SANTIAGO, A QUEM PARABENIZO PELA CONVOCAÇÃO

Leia mais

DADOS. Histórico de lutas

DADOS. Histórico de lutas MULHERES O partido Solidariedade estabeleceu políticas participativas da mulher. Isso se traduz pela criação da Secretaria Nacional da Mulher e por oferecer a esta Secretaria completa autonomia. Acreditamos

Leia mais

introdução Trecho final da Carta da Terra 1. O projeto contou com a colaboração da Rede Nossa São Paulo e Instituto de Fomento à Tecnologia do

introdução Trecho final da Carta da Terra 1. O projeto contou com a colaboração da Rede Nossa São Paulo e Instituto de Fomento à Tecnologia do sumário Introdução 9 Educação e sustentabilidade 12 Afinal, o que é sustentabilidade? 13 Práticas educativas 28 Conexões culturais e saberes populares 36 Almanaque 39 Diálogos com o território 42 Conhecimentos

Leia mais

ACS Assessoria de Comunicação Social

ACS Assessoria de Comunicação Social DISCURSO DO MINISTRO DA EDUCAÇÃO, HENRIQUE PAIM Brasília, 3 de fevereiro de 2014 Hoje é um dia muito especial para mim. É um dia marcante em uma trajetória dedicada à gestão pública ao longo de vários

Leia mais

Comissão de Saúde da Câmara dos Vereadores do Rio questiona SMS e defende instalação de CPI para investigar desrespeito à Lei das OSs

Comissão de Saúde da Câmara dos Vereadores do Rio questiona SMS e defende instalação de CPI para investigar desrespeito à Lei das OSs Comissão de Saúde da Câmara dos Vereadores do Rio questiona SMS e defende instalação de CPI para investigar desrespeito à Lei das OSs O plenário da Câmara Municipal do Rio de Janeiro ficou lotado durante

Leia mais

Discurso Presidente do Banco Central do Brasil Alexandre Tombini

Discurso Presidente do Banco Central do Brasil Alexandre Tombini Discurso Presidente do Banco Central do Brasil Alexandre Tombini Boa tarde. É com satisfação que estamos aqui hoje para anunciar o lançamento das novas cédulas de 10 e 20 reais, dando sequência ao projeto

Leia mais

Discurso de Luiz Inácio Lula da Silva Seminário do Prêmio Global de Alimentação Des Moines, Estados Unidos 14 de outubro de 2011

Discurso de Luiz Inácio Lula da Silva Seminário do Prêmio Global de Alimentação Des Moines, Estados Unidos 14 de outubro de 2011 Discurso de Luiz Inácio Lula da Silva Seminário do Prêmio Global de Alimentação Des Moines, Estados Unidos 14 de outubro de 2011 Estou muito honrado com o convite para participar deste encontro, que conta

Leia mais

10 ANOS DO PROGRAMA COMUNITÁRIO PETROBRAS/REVAP.

10 ANOS DO PROGRAMA COMUNITÁRIO PETROBRAS/REVAP. POP: Prêmio Nacional de Relações Públicas Categoria: Relações Públicas e Responsabilidade Social Profissional: Aislan Ribeiro Greca Empresa: Petrobras 10 ANOS DO PROGRAMA COMUNITÁRIO PETROBRAS/REVAP. 2008

Leia mais

Ministério do Trabalho assina portaria que reconhece categoria da agricultura familiar

Ministério do Trabalho assina portaria que reconhece categoria da agricultura familiar Porto Alegre. 21 de maio de 2015. Edição 008 Ministério do Trabalho assina portaria que reconhece categoria da agricultura familiar Dia 20 de maio de 2015 vai ficar marcado de maneira muito positiva para

Leia mais

DECLARAÇÃO FINAL Quebec, 21 de setembro de 1997

DECLARAÇÃO FINAL Quebec, 21 de setembro de 1997 DECLARAÇÃO FINAL Quebec, 21 de setembro de 1997 Reunidos na cidade de Quebec de 18 a 22 de setembro de 1997, na Conferência Parlamentar das Américas, nós, parlamentares das Américas, Considerando que o

Leia mais

PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA (PIBID): UMA AVALIAÇÃO DA ESCOLA SOBRE SUAS CONTRIBUIÇÕES

PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA (PIBID): UMA AVALIAÇÃO DA ESCOLA SOBRE SUAS CONTRIBUIÇÕES PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA (PIBID): UMA AVALIAÇÃO DA ESCOLA SOBRE SUAS CONTRIBUIÇÕES Silva.A.A.S. Acadêmica do curso de Pedagogia (UVA), Bolsista do PIBID. Resumo: O trabalho

Leia mais

27/11/2009. Entrevista do Presidente da República

27/11/2009. Entrevista do Presidente da República Entrevista exclusiva concedida por escrito pelo Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, para o jornal Metro, edição São Paulo e edição ABC Publicada em 27 de novembro de 2009 Jornalista: Muitos

Leia mais

Programa Bolsa Família e Cadastro Único para Programas Sociais. Guia Rápido. O que os municípios devem fazer nos primeiros 60 dias de gestão

Programa Bolsa Família e Cadastro Único para Programas Sociais. Guia Rápido. O que os municípios devem fazer nos primeiros 60 dias de gestão Programa Bolsa Família e Cadastro Único para Programas Sociais Guia Rápido O que os municípios devem fazer nos primeiros 60 dias de gestão Janeiro de 2013 Apresentação Enfrentar a pobreza e as desigualdades

Leia mais

Influências das políticas públicas de inclusão

Influências das políticas públicas de inclusão artigo Rodrigo Perla Martins Diretor do Sinpro/RS Doutor em História, Mestre em Ciência Política e graduado em História. Influências das políticas públicas de inclusão na educação superior e os benefícios

Leia mais

O papel dos conselhos na afirmação do Pacto pela Saúde

O papel dos conselhos na afirmação do Pacto pela Saúde Informativo interativo eletrônico do CNS aos conselhos de Saúde Brasília, junho de 2006 Editorial O papel dos conselhos na afirmação do Pacto pela Saúde A aprovação unânime do Pacto pela Saúde na reunião

Leia mais

Novos Prefeitos e Prefeitas 2013

Novos Prefeitos e Prefeitas 2013 Novos Prefeitos e Prefeitas 2013 Curso de Prefeitos Eleitos 2013 a 2016 ARDOCE Missão Ser um banco competitivo e rentável, promover o desenvolvimento sustentável do Brasil e cumprir sua função pública

Leia mais

DOSSIE SOBRE A LUTA DOS MORADORES DO ASSENTAMENTO CANAÃ (MT)

DOSSIE SOBRE A LUTA DOS MORADORES DO ASSENTAMENTO CANAÃ (MT) DOSSIE SOBRE A LUTA DOS MORADORES DO ASSENTAMENTO CANAÃ (MT) Há dois anos, um grupo de trabalhadores ocupou um local abandonado próximo ao bairro Parque Cuiabá (Mato Grosso). O local era ponto de usuários

Leia mais

1. Garantir a educação de qualidade

1. Garantir a educação de qualidade 1 Histórico O Pacto pela Juventude é uma proposição das organizações da sociedade civil, que compõem o Conselho Nacional de Juventude, para que os governos federal, estaduais e municipais se comprometam

Leia mais

No entanto, a efetividade desses dispositivos constitucionais está longe de alcançar sua plenitude.

No entanto, a efetividade desses dispositivos constitucionais está longe de alcançar sua plenitude. A MULHER NA ATIVIDADE AGRÍCOLA A Constituição Federal brasileira estabelece no caput do art. 5º, I, que homens e mulheres são iguais em direitos e obrigações e reconhece no dispositivo 7º a igualdade de

Leia mais

país. Ele quer educação, saúde e lazer. Surge então o sindicato cidadão que pensa o trabalhador como um ser integrado à sociedade.

país. Ele quer educação, saúde e lazer. Surge então o sindicato cidadão que pensa o trabalhador como um ser integrado à sociedade. Olá, sou Rita Berlofa dirigente do Sindicato dos Bancários de São Paulo, Brasil, filiado à Contraf e à CUT. Quero saudar a todos os trabalhadores presentes e também àqueles que, por algum motivo, não puderam

Leia mais

Evento acontece na cidade de Caxambu e começa nesta sexta (18)

Evento acontece na cidade de Caxambu e começa nesta sexta (18) https://www.educacao.mg.gov.br/imprensa/noticias/178 3-educacao-amplia-interlocucao-com-representantes- do-movimento-sindical Notícia veicula no site Portal da Educação em 17/02/11 Secretária Ana Lúcia

Leia mais

Estímulo Experimental: Texto para filmagem dos discursos políticos (Brasil Thad Dunning)

Estímulo Experimental: Texto para filmagem dos discursos políticos (Brasil Thad Dunning) Estímulo Experimental: Texto para filmagem dos discursos políticos (Brasil Thad Dunning) DISCURSOS 1, 2, 3 e 4 sem mensagem de raça ou classe (o texto do discurso é para ser lido duas vezes por cada ator,

Leia mais

Por muito tempo o Brasil viveu uma falsa dicotomia entre desenvolvimento econômico e políticas de inclusão.

Por muito tempo o Brasil viveu uma falsa dicotomia entre desenvolvimento econômico e políticas de inclusão. 1 Discurso da Ministra do Desenvolvimento Social e Combate à Fome Tereza Campello na Cerimônia de Anúncio de medida complementando renda a todos os beneficiários do Bolsa Família, em 19 de fevereiro de

Leia mais

Resolução Sindical sobre Trabalho e Meio Ambiente

Resolução Sindical sobre Trabalho e Meio Ambiente Resolução Sindical sobre Trabalho e Meio Ambiente Reunidos na 2 Assembleia Sindical sobre Trabalho e Meio Ambiente, no Rio de Janeiro, Brasil, de 11 a 13 de junho de 2012, organizada por Sustainlabour,

Leia mais

PREFÁCIO. DILMA ROUSSEFF Presidenta da República Federativa do Brasil. Prezada leitora, estimado leitor,

PREFÁCIO. DILMA ROUSSEFF Presidenta da República Federativa do Brasil. Prezada leitora, estimado leitor, PREFÁCIO DILMA ROUSSEFF Presidenta da República Federativa do Brasil Prezada leitora, estimado leitor, Ao longo dos séculos, a pobreza foi um fenômeno cercado de interesses e de preconceitos. Houve momentos

Leia mais

Crescimento Econômico Brasileiro e o temor da Inflação

Crescimento Econômico Brasileiro e o temor da Inflação BRICS Monitor #4 V.1 n 4 Crescimento Econômico Brasileiro e o temor da Inflação Fevereiro de 2011 Núcleo de Análises de Economia e Política dos Países BRICS BRICS Policy Center / Centro de Estudos e Pesquisa

Leia mais

Assembleia Legislativa do RS Comissão de Saúde e Meio Ambiente. Planejamento 2015-2016

Assembleia Legislativa do RS Comissão de Saúde e Meio Ambiente. Planejamento 2015-2016 Assembleia Legislativa do RS Comissão de Saúde e Meio Ambiente Planejamento 2015-2016 Um sonho sonhado sozinho é um sonho. Um sonho sonhado junto é realidade. Raul Seixas Assembleia Legislativa do RS Comissão

Leia mais

Desafio mundial. Paralelamente a questões

Desafio mundial. Paralelamente a questões KPMG Business Magazine 31 Getty Images/Alexander Bryljaev Muitas tendências apontadas pelo estudo já são evidentes, e a lentidão na busca de soluções para mitigá-las trará sérias consequências para a população

Leia mais

PARECER CREMEB N 21/09 (Aprovado em Sessão Plenária de 05/06/2009)

PARECER CREMEB N 21/09 (Aprovado em Sessão Plenária de 05/06/2009) PARECER CREMEB N 21/09 (Aprovado em Sessão Plenária de 05/06/2009) EXPEDIENTE CONSULTA 91787/02 ASSUNTO: Fornecimento de resultados de exames complementares de trabalhadores ao Sistema Público de Saúde

Leia mais

De sindicalização, tendo como foco principal a juventude trabalhadora; Pela inclusão da Filosofia e da Sociologia no currículo do ensino básico;

De sindicalização, tendo como foco principal a juventude trabalhadora; Pela inclusão da Filosofia e da Sociologia no currículo do ensino básico; PLANO DE LUTAS DA CUT/SP CALENDÁRIO DE ATOS PÚBLICOS 24/05 Ato em Brasília pela estabilidade do serviço público. Dia Nacional de lutas em defesa do funcionário público admitido em caráter temporário. Estabilidade

Leia mais

Discurso do ministro do Planejamento, Nelson Barbosa, na cerimônia de transmissão de cargo

Discurso do ministro do Planejamento, Nelson Barbosa, na cerimônia de transmissão de cargo Discurso do ministro do Planejamento, Nelson Barbosa, na cerimônia de transmissão de cargo Brasília, 02 de janeiro de 2015. Ministra Miriam Belchior, demais autoridades, parentes e amigos aqui presentes.

Leia mais

CÂMARA MUNICIPAL DE INDAIATUBA

CÂMARA MUNICIPAL DE INDAIATUBA 4 11N1 CÂMARA MUNICIPAL DE INDAIATUBA www.camaraindaiatuba.sp.gov.br PROJETO DE LEI N /2012 "Dispõe sobre a criação do Conselho Municipal de Proteção e Defesa dos Animais CMPDA, e dá outras providências."

Leia mais

Aspásia Camargo (PV) e Rodrigo Dantas (DEM) debatem com médicos o futuro da saúde pública do Rio de Janeiro

Aspásia Camargo (PV) e Rodrigo Dantas (DEM) debatem com médicos o futuro da saúde pública do Rio de Janeiro Aspásia Camargo (PV) e Rodrigo Dantas (DEM) debatem com médicos o futuro da saúde pública do Rio de Janeiro Os temas saúde pública e exercício profissional médico foram debatidos nesta 5ª (30/8), na sede

Leia mais

CÂMARA MUNICIPAL DE CAMPINAS Estado de São Paulo www.camaracampinas.sp.gov.br

CÂMARA MUNICIPAL DE CAMPINAS Estado de São Paulo www.camaracampinas.sp.gov.br Projeto de Resolução Tribuna Cidadã EMENTA: Cria a Tribuna Cidadã na Câmara Municipal de Campinas e dá outras providências. Art. 1º. Fica instituída a Tribuna Cidadã na Câmara Municipal de Campinas, nas

Leia mais

O TEMA DAS POLÍTICAS SOCIAIS NO DEBATE POLÍTICO ELEITORAL BRASILEIRO

O TEMA DAS POLÍTICAS SOCIAIS NO DEBATE POLÍTICO ELEITORAL BRASILEIRO O TEMA DAS POLÍTICAS SOCIAIS NO DEBATE POLÍTICO ELEITORAL BRASILEIRO Pela primeira vez desde 1984 uma das grandes figuras da política moderna no Brasil, Luis Ignácio Lula da Silva, não será candidato a

Leia mais

Relatório Preliminar

Relatório Preliminar Relatório Preliminar O V Seminário Nacional do Crédito Fundiário, realizado no período de 11 a 14 de dezembro de 2012, em Pirenópolis-Go, teve por objetivos a avaliação de propostas e a construção de estratégias

Leia mais

PROJETO DE LEI N.º 1.656-A, DE 2015 (Do Sr. Cabo Daciolo)

PROJETO DE LEI N.º 1.656-A, DE 2015 (Do Sr. Cabo Daciolo) *C0055732A* C0055732A CÂMARA DOS DEPUTADOS PROJETO DE LEI N.º 1.656-A, DE 2015 (Do Sr. Cabo Daciolo) Cria o Programa de Financiamento Habitacional para os Militares da Defesa Nacional e agentes de Segurança

Leia mais

Como se Tornar um Município Amigo do Idoso. Critérios para a Obtenção do Selo de Município Amigo do Idoso

Como se Tornar um Município Amigo do Idoso. Critérios para a Obtenção do Selo de Município Amigo do Idoso Como se Tornar um Município Amigo do Idoso Critérios para a Obtenção do Selo de Município Amigo do Idoso 2 3 GERALDO ALCKMIN Governador do Estado de São Paulo ROGERIO HAMAM Secretário de Estado de Desenvolvimento

Leia mais

Classes multisseriadas e nucleação das escolas: um olhar sobre a realidade da Educação do Campo

Classes multisseriadas e nucleação das escolas: um olhar sobre a realidade da Educação do Campo Classes multisseriadas e nucleação das escolas: um olhar sobre a realidade da Educação do Campo Segundo Fagundes & Martini (2003) as décadas de 1980 e 1990 foram marcadas por um intenso êxodo rural, provocado

Leia mais

Edição 40 (Março/2014)

Edição 40 (Março/2014) Edição 40 (Março/2014) Cenário Econômico: Prévia da inflação oficial acelera por alimentos e transportes (Fonte: Terra) O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo-15 (IPCA-15) avançou 0,73% em março

Leia mais

Carta Aberta aos candidatos e candidatas às prefeituras e Câmaras Municipais

Carta Aberta aos candidatos e candidatas às prefeituras e Câmaras Municipais Carta Aberta aos candidatos e candidatas às prefeituras e Câmaras Municipais Estatuto da Criança e do Adolescente: 18 anos, 18 Compromissos A criança e o adolescente no centro da gestão municipal O Estatuto

Leia mais

Red Econolatin www.econolatin.com Expertos Económicos de Universidades Latinoamericanas

Red Econolatin www.econolatin.com Expertos Económicos de Universidades Latinoamericanas Red Econolatin www.econolatin.com Expertos Económicos de Universidades Latinoamericanas BRASIL Setembro 2011 Profa. Anita Kon PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE SÃO PAULO PROGRAMA DE ESTUDOS PÓS GRADUADOS

Leia mais

Fortaleza, 4 de novembro de 2013.

Fortaleza, 4 de novembro de 2013. Fortaleza, 4 de novembro de 2013. Discurso do Ministro Alexandre Tombini, Presidente do Banco Central do Brasil, no V Fórum Banco Central sobre Inclusão Financeira Senhoras e senhores, boa tarde a todos.

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Coordenação de Biblioteca 17 Discurso no encerramento do Fórum

Leia mais

Recessão e infraestrutura estagnada afetam setor da construção civil

Recessão e infraestrutura estagnada afetam setor da construção civil CONFEDERAÇÃO NACIONAL DOS TRABALHADORES NAS INDÚSTRIAS DA CONSTRUÇÃO E DO MOBILIÁRIO RECONHECIDA NOS TERMOS DA LEGISLAÇÃO VIGENTE EM 16 DE SETEMBRO DE 2010 Estudo técnico Edição nº 21 dezembro de 2014

Leia mais

Crise e respostas de políticas públicas Brasil

Crise e respostas de políticas públicas Brasil Crise e respostas de políticas públicas Brasil Ipea - Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada BRASIL Jorge Abrahão de Castro Diretor da Diretoria de Estudos Sociais Brasília, 08 de setembro de 2009 Situação

Leia mais

Boletim Econômico Edição nº 42 setembro de 2014 Organização: Maurício José Nunes Oliveira Assessor econômico

Boletim Econômico Edição nº 42 setembro de 2014 Organização: Maurício José Nunes Oliveira Assessor econômico Boletim Econômico Edição nº 42 setembro de 2014 Organização: Maurício José Nunes Oliveira Assessor econômico Eleição presidencial e o pensamento econômico no Brasil 1 I - As correntes do pensamento econômico

Leia mais

Esta cartilha traz o primeiro diagnóstico

Esta cartilha traz o primeiro diagnóstico introdução A Armadilha do Crédito Fundiário do Banco Mundial Esta cartilha traz o primeiro diagnóstico abrangente sobre os programas do Banco Mundial para o campo no Brasil. O estudo foi realizado pela

Leia mais

Aprofundar mudanças rumo a um modelo de desenvolvimento sustentável

Aprofundar mudanças rumo a um modelo de desenvolvimento sustentável Este artigo é cópia fiel do publicado na revista Nu e va So c i e d a d especial em português, junho de 2012, ISSN: 0251-3552, . Aprofundar mudanças rumo a um modelo de desenvolvimento sustentável

Leia mais

Assunto: Congresso Internacional da Gestão. Veículo: Jornal do Comércio Data: 16/07/2013. Página CAPA

Assunto: Congresso Internacional da Gestão. Veículo: Jornal do Comércio Data: 16/07/2013. Página CAPA Jornal do Comércio 16/07/2013 Página CAPA Jornal do Comércio 17/07/2013 Página CAPA Zero Hora 17/07/2013 : Página 18 Jornal do Comércio 09/07/2013 : Página 10 Jornal do Comércio 16/07/2013 Página 10 Jornal

Leia mais

ESPORTE NÃO É SÓ PARA ALGUNS, É PARA TODOS! Esporte seguro e inclusivo. Nós queremos! Nós podemos!

ESPORTE NÃO É SÓ PARA ALGUNS, É PARA TODOS! Esporte seguro e inclusivo. Nós queremos! Nós podemos! ESPORTE NÃO É SÓ PARA ALGUNS, É PARA TODOS! Esporte seguro e inclusivo. Nós queremos! Nós podemos! Documento final aprovado por adolescentes dos Estados do Amazonas, da Bahia, do Ceará, do Mato Grosso,

Leia mais

Por que defender o Sistema Único de Saúde?

Por que defender o Sistema Único de Saúde? Por que defender o Sistema Único de Saúde? Diferenças entre Direito Universal e Cobertura Universal de Saúde Cebes 1 Direito universal à saúde diz respeito à possibilidade de todos os brasileiros homens

Leia mais

Gestão Democrática da Educação

Gestão Democrática da Educação Ministério da Educação Secretaria de Educação Básica Departamento de Articulação e Desenvolvimento dos Sistemas de Ensino Coordenação Geral de Articulação e Fortalecimento Institucional dos Sistemas de

Leia mais

SEPARAR PRA QUÊ? Idealizadoras. Eduarda Ramires Silveira. Evelyn Victória Cardoso Lopes. Mel Suzane Santos Marques. Voluntários

SEPARAR PRA QUÊ? Idealizadoras. Eduarda Ramires Silveira. Evelyn Victória Cardoso Lopes. Mel Suzane Santos Marques. Voluntários SEPARAR PRA QUÊ? Idealizadoras Eduarda Ramires Silveira Evelyn Victória Cardoso Lopes Mel Suzane Santos Marques Voluntários Joyce Thaís Mendes Alves Sílvia Rocha Pena Rodrigues Luíza Almeida Dias de Carvalho

Leia mais

Hotsite: Carta de Serviços ao Cidadão do MDS

Hotsite: Carta de Serviços ao Cidadão do MDS PRÁTICA 1) TÍTULO Hotsite: Carta de Serviços ao Cidadão do MDS 2) DESCRIÇÃO DA PRÁTICA - limite de 8 (oito) páginas: O Hotsite da Carta de Serviços ao Cidadão do MDS foi um projeto realizado pela Ouvidoria

Leia mais

O SR. BETO ALBUQUERQUE (PSB-RS. Pronuncia o seguinte discurso.) - Sr. Presidente, Sras. e Srs. Deputados, hoje, 12 de maio, comemoramos o Dia

O SR. BETO ALBUQUERQUE (PSB-RS. Pronuncia o seguinte discurso.) - Sr. Presidente, Sras. e Srs. Deputados, hoje, 12 de maio, comemoramos o Dia O SR. BETO ALBUQUERQUE (PSB-RS. Pronuncia o seguinte discurso.) - Sr. Presidente, Sras. e Srs. Deputados, hoje, 12 de maio, comemoramos o Dia Internacional do Enfermeiro. Na realidade, comemora-se hoje,

Leia mais

presidente Brasil Por Nízea Coelho

presidente Brasil Por Nízea Coelho a PRIMEIRA presidente do Brasil Por Nízea Coelho 1 Lula é um fenômeno no mundo Historiador, mestre e futuro doutor. Este é Leandro Pereira Gonçalves, professor de História do Centro de Ensino Superior

Leia mais

#ElesPorElas. Movimento ElesPorElas (HeForShe) de Solidariedade da ONU Mulheres pela Igualdade de Gênero Impactando Universidades

#ElesPorElas. Movimento ElesPorElas (HeForShe) de Solidariedade da ONU Mulheres pela Igualdade de Gênero Impactando Universidades #ElesPorElas Movimento ElesPorElas (HeForShe) de Solidariedade da ONU Mulheres pela Igualdade de Gênero Impactando Universidades ElesPorElas Criado pela ONU Mulheres, a Entidade das Nações Unidas para

Leia mais

RESUMO DE NOTÍCIAS. Sindicato dos Trabalhadores em Telecomunicações do Estado de São Paulo www.sintetel.org/ sintetel@sintetel.org.

RESUMO DE NOTÍCIAS. Sindicato dos Trabalhadores em Telecomunicações do Estado de São Paulo www.sintetel.org/ sintetel@sintetel.org. Mundo Sindical SÃO PAULO (SP): TRABALHADORES DO TELEATENDIMENTO COMPÕEM PAUTA DE REIVINDICAÇÕES Os trabalhadores do setor de teleatendimento compuseram a Pauta de Reivindicações para a Convenção Coletiva

Leia mais

ACS Assessoria de Comunicação Social

ACS Assessoria de Comunicação Social O tempo e a espera Ministro fala de projetos em andamento e ações do governo para a área educacional Entrevista do ministro publicada na Revista Educação no dia 26 de maio de 2004. Tarso Genro é considerado

Leia mais

Desenvolvimento Agrícola e Meio Ambiente

Desenvolvimento Agrícola e Meio Ambiente p Relatório Consulta Pública Região Sudeste Oficinas 274 pessoas se credenciaram para participar das oficinas na cidade de Natividade. Foi solicitado à elas que elencassem as demandas e problemas regionais.

Leia mais

Câmara Municipal de Tijucas do Sul

Câmara Municipal de Tijucas do Sul ATA DA 9 a SESSÃO ORDINÁRIA DO PRIMEIRO PERÍODO ORDINÁRIO DA PRIMEIRA SESSÃO LEGISLATIVA DA 15 a LEGISLATURA EM 07/04/2014. Aos sete dias do mês de abril do ano de dois mil e quatorze, nesta cidade de

Leia mais

MARCO REGULATÓRIO DA ENGENHARIA AMBIENTAL E ENGENHARIA AMBIENTAL E SANITÁRIA NO BRASIL

MARCO REGULATÓRIO DA ENGENHARIA AMBIENTAL E ENGENHARIA AMBIENTAL E SANITÁRIA NO BRASIL MARCO REGULATÓRIO DA ENGENHARIA AMBIENTAL E ENGENHARIA AMBIENTAL E SANITÁRIA NO BRASIL 2015 ASSOCIAÇÃO NACIONAL DOS ENGENHEIROS AMBIENTAIS - ANEAM Marco Regulatório da Engenharia Ambiental e Engenharia

Leia mais

1 Informações diversas Projeto de Terceirização A Câmara dos Deputados concluiu dia 22/04 a votação do projeto de lei que regulamenta contratos de terceirização. O texto principal foi aprovado no último

Leia mais

Nova sede Documento de doação do terreno entra para a fase final

Nova sede Documento de doação do terreno entra para a fase final www.aciaanapolis.com.br Nova sede Documento de doação do terreno entra para a fase final De 1º a 07 de Fevereiro de 2014 - Ano 09 - Nº 224 - Diretoria 2013/2015 Diretoria da Associação Comercial e Industrial

Leia mais

DISCURSO DE POSSE. Sinto-me extremamente honrado ao assumir a Presidência da ACISB/CDL nesta cerimônia, agradeço a Deus por este momento.

DISCURSO DE POSSE. Sinto-me extremamente honrado ao assumir a Presidência da ACISB/CDL nesta cerimônia, agradeço a Deus por este momento. DISCURSO DE POSSE Boa Noite a todos! Cumprimento o ex-diretor presidente Sebastião Calais, o Prefeito Leris Braga, o vice-prefeito Alcemir Moreira, o presidente da Câmara de Vereadores Juarez Camilo, o

Leia mais

Presente ruim e futuro econômico desanimador para a construção civil

Presente ruim e futuro econômico desanimador para a construção civil CONFEDERAÇÃO NACIONAL DOS TRABALHADORES NAS INDÚSTRIAS DA CONSTRUÇÃO E DO MOBILIÁRIO RECONHECIDA NOS TERMOS DA LEGISLAÇÃO VIGENTE EM 16 DE SETEMBRO DE 2010 Estudo técnico Edição nº 17 outubro de 2014 Organização:

Leia mais

29/01/2009. Entrevista do Presidente da República

29/01/2009. Entrevista do Presidente da República Entrevista exclusiva concedida por escrito pelo Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, ao jornal O Liberal, do Pará Publicada em 29 de janeiro de 2009 Jornalista: Mesmo com a grave crise mundial

Leia mais

Reformas Políticas: aperfeiçoando e ampliando a Democracia

Reformas Políticas: aperfeiçoando e ampliando a Democracia Reformas Políticas: aperfeiçoando e ampliando a Democracia Pedro Pontual Pesquisador da Equipe de Participação Cidadã/Observatório dos Direitos do Cidadão do Instituto Pólis Apresentação O Observatório

Leia mais

Pronunciamento do Excelentíssimo Senhor Ministro de Estado Chefe da Casa Civil da Presidência da República, Antonio Palocci Filho

Pronunciamento do Excelentíssimo Senhor Ministro de Estado Chefe da Casa Civil da Presidência da República, Antonio Palocci Filho Pronunciamento do Excelentíssimo Senhor Ministro de Estado Chefe da Casa Civil da Presidência da República, Antonio Palocci Filho Brasília, 02/01/2011 (Saudações e agradecimentos)... Senhoras e senhores,

Leia mais

Propostas de luta para tornar nossa. vida melhor. Maio de 2003

Propostas de luta para tornar nossa. vida melhor. Maio de 2003 Propostas de luta para tornar nossa vida melhor Maio de 2003 Companheiros e companheiras A s políticas capitalistas neoliberais, aplicadas com mais força no governo FHC, foram muito duras com os trabalhadores

Leia mais

Marcha Global contra o Trabalho Infantil Conferência Internacional sobre Trabalho Infantil na Agricultura Washington DC, EUA 28-30 julho, 2012

Marcha Global contra o Trabalho Infantil Conferência Internacional sobre Trabalho Infantil na Agricultura Washington DC, EUA 28-30 julho, 2012 Marcha Global contra o Trabalho Infantil Conferência Internacional sobre Trabalho Infantil na Agricultura Washington DC, EUA 28-30 julho, 2012 MARCO DE AÇÃO A Conferência Internacional sobre Trabalho Infantil

Leia mais

Ciência, Tecnologia e Indústria para um novo Brasil

Ciência, Tecnologia e Indústria para um novo Brasil ANAIS DA 65ª REUNIÃO ANUAL DA SBPC RECIFE, PE JULHO/2013 Ciência, Tecnologia e Indústria para um novo Brasil Glauco Arbix Somente a inovação será capaz de reverter o quadro de estagnação da economia brasileira,

Leia mais

Relatório de reunião do Reunião do Comitê de Mulheres da ISP. 19 de agosto de 2015 SP CSA

Relatório de reunião do Reunião do Comitê de Mulheres da ISP. 19 de agosto de 2015 SP CSA Relatório de reunião do Reunião do Comitê de Mulheres da ISP 19 de agosto de 2015 SP CSA 1. Abertura e apresentação do programa do dia Jocélio Drummond Secretário regional da ISP abriu a reunião, dando

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Coordenação de Biblioteca 65 Discurso na solenidade do Dia

Leia mais

Os bancos públicos e o financiamento para a retomada do crescimento econômico

Os bancos públicos e o financiamento para a retomada do crescimento econômico Boletim Econômico Edição nº 87 outubro de 2014 Organização: Maurício José Nunes Oliveira Assessor econômico Os bancos públicos e o financiamento para a retomada do crescimento econômico 1 O papel dos bancos

Leia mais

http://www.opovo.com.br/app/colunas/opovoeconomia/2014/05/15/notopovoeconomia, 3250972/quanto-custa-uma-arvore-e-202.shtml

http://www.opovo.com.br/app/colunas/opovoeconomia/2014/05/15/notopovoeconomia, 3250972/quanto-custa-uma-arvore-e-202.shtml http://www.opovo.com.br/app/colunas/opovoeconomia/2014/05/15/notopovoeconomia, 3250972/quanto-custa-uma-arvore-e-202.shtml Quanto custa uma árvore? E 202? A sombra de uma árvore tem seu valor e não é só

Leia mais

RELATÓRIO DA SEMANA NACIONAL DO MEIO AMBIENTE 02 a 10 de junho de 2014

RELATÓRIO DA SEMANA NACIONAL DO MEIO AMBIENTE 02 a 10 de junho de 2014 RELATÓRIO DA SEMANA NACIONAL DO MEIO AMBIENTE 02 a 10 de junho de 2014 As cidades de Alagoa grande, Bananeiras, Caiçara, Cacimba de Dentro,Dona Inês, Guarabira, Sapé e Solânea participaram da Semana Nacional

Leia mais

Folha de S. Paulo. O Estado de S. Paulo. Teles ampliam em 16% base de clientes em 2011. Banda larga popular não sai do papel

Folha de S. Paulo. O Estado de S. Paulo. Teles ampliam em 16% base de clientes em 2011. Banda larga popular não sai do papel Folha de S. Paulo Teles ampliam em 16% base de clientes em 2011 As empresas de telecomunicações no Brasil deverão fechar 2011 com sua base de clientes ampliada em 16% em relação a 2010, segundo a SindiTelebrasil

Leia mais

Tratados internacionais sobre o meio ambiente

Tratados internacionais sobre o meio ambiente Tratados internacionais sobre o meio ambiente Conferência de Estocolmo 1972 Preservação ambiental X Crescimento econômico Desencadeou outras conferências e tratados Criou o Programa das Nações Unidas para

Leia mais

Apresentação do Relatório Técnico

Apresentação do Relatório Técnico Apresentação do Relatório Técnico Incêndio boate Kiss (27/01/2013) Santa Maria/RS/Brasil Comissão Especial do CREA-RS fev/2013 Mandato O CREA-RS, cumprindo sua missão institucional de fiscalização do exercício

Leia mais

*8D22119A17* 8D22119A17

*8D22119A17* 8D22119A17 Senhor Presidente, Sras. e Srs. Deputados, sabemos que o poder de transformação ocorre graças à educação e cultura, principalmente, através dos ensinamentos entre as gerações, passados no âmbito familiar

Leia mais

REDAÇÃO FINAL PROJETO DE LEI Nº 2.020-D DE 2007

REDAÇÃO FINAL PROJETO DE LEI Nº 2.020-D DE 2007 REDAÇÃO FINAL PROJETO DE LEI Nº 2.020-D DE 2007 Estabelece diretrizes gerais sobre medidas de prevenção e combate a incêndio e a desastres em estabelecimentos, edificações e áreas de reunião de público;

Leia mais

Pesquisa com a comunidade Avaliação da imagem e. e pessoal diretamente ligado à Usina Termelétrica Presidente Médici UTPM Candiota 4ª pesquisa

Pesquisa com a comunidade Avaliação da imagem e. e pessoal diretamente ligado à Usina Termelétrica Presidente Médici UTPM Candiota 4ª pesquisa Pesquisa com a comunidade Avaliação da imagem e e pessoal diretamente ligado à Usina Termelétrica da atuação Presidente Médici do CREA RS UTPM Candiota 4ª pesquisa Preparado exclusivamente para: Síntese

Leia mais

ANAIDS Articulação Nacional de Luta Contra a AIDS

ANAIDS Articulação Nacional de Luta Contra a AIDS Carta ANAIDS 1º de Dezembro - Dia Mundial de Luta contra a AIDS Cada um tem sua cara e a aids também tem... A ANAIDS Articulação Nacional de Luta Contra Aids - colegiado que reúne os Fóruns de ONG Aids

Leia mais

Em defesa de uma Secretaria Nacional de Igualdade de Oportunidades

Em defesa de uma Secretaria Nacional de Igualdade de Oportunidades 1 Em defesa de uma Secretaria Nacional de Igualdade de Oportunidades A Comissão Nacional da Questão da Mulher Trabalhadora da CUT existe desde 1986. Neste período houve muitos avanços na organização das

Leia mais

Cuida das relações coletivas de trabalho, onde os interesses cuidados são os de um grupo social. São instituições do direito coletivo do trabalho:

Cuida das relações coletivas de trabalho, onde os interesses cuidados são os de um grupo social. São instituições do direito coletivo do trabalho: Legislação Social Profª Mestre Ideli Raimundo Di Tizio p 38 DIREITO COLETIVO DO TRABALHO Cuida das relações coletivas de trabalho, onde os interesses cuidados são os de um grupo social. São instituições

Leia mais

PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE INDAIATUBA

PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE INDAIATUBA LEI N 2 6.047 DE 06 DE SETEMBRO DE 2012. "Dispõe sobre a criação do Conselho Municipal de Proteção e Defesa dos Animais COMPDA, e dá outras providências." REINALDO NOGUEIRA LOPEZ CRUZ, Prefeito do Município

Leia mais

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO COM PROPÓSITO ESPECÍFICO

ACORDO COLETIVO DE TRABALHO COM PROPÓSITO ESPECÍFICO ACORDO COLETIVO DE TRABALHO COM PROPÓSITO ESPECÍFICO Art. 1º Esta Lei dispõe sobre a negociação coletiva e o Acordo Coletivo de Trabalho com Propósito Específico. Art. 2º Para os fins desta Lei considera-se:

Leia mais

REFORMA UNIVERSITÁRIA: contribuições da FENAJ, FNPJ e SBPJor. Brasília, outubro de 2004

REFORMA UNIVERSITÁRIA: contribuições da FENAJ, FNPJ e SBPJor. Brasília, outubro de 2004 REFORMA UNIVERSITÁRIA: contribuições da FENAJ, FNPJ e SBPJor Brasília, outubro de 2004 FEDERAÇÃO NACIONAL DOS JORNALISTAS FENAJ http://www.fenaj.org.br FÓRUM NACIONAL DOS PROFESSORES DE JORNALISMO - FNPJ

Leia mais

ENGENHARIA CONSULTIVA FOMENTAR O PARQUE CONSULTIVO NACIONAL

ENGENHARIA CONSULTIVA FOMENTAR O PARQUE CONSULTIVO NACIONAL ENGENHARIA CONSULTIVA FOMENTAR O PARQUE CONSULTIVO NACIONAL A Engenharia Consultiva Nacional e a Construção da Infraestrutura Um breve diagnóstico O setor de infraestrutura apresenta aspectos distintos

Leia mais

PLANO DE DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL PDI 2014-2018 PLANO NACIONAL DE EDUCAÇÃO 2011 2020 METAS E ESTRATÉGIAS DE IMPLEMENTAÇÃO

PLANO DE DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL PDI 2014-2018 PLANO NACIONAL DE EDUCAÇÃO 2011 2020 METAS E ESTRATÉGIAS DE IMPLEMENTAÇÃO PLANO DE DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL PDI 2014-2018 PLANO NACIONAL DE EDUCAÇÃO 2011 2020 METAS E ESTRATÉGIAS DE IMPLEMENTAÇÃO Marcos Neves Comissão Central PDI do IFSC PNE EXIGÊNCIA CONSTITUCIONAL O art.

Leia mais

Município: JOÃO PESSOA / PB

Município: JOÃO PESSOA / PB O Plano Brasil Sem Miséria O Plano Brasil Sem Miséria foi lançado com o desafio de superar a extrema pobreza no país. O público definido como prioritário foi o dos brasileiros que estavam em situação de

Leia mais

EDITAL 2013/2014. Programa de Apoio a Projetos Sociais

EDITAL 2013/2014. Programa de Apoio a Projetos Sociais EDITAL 2013/2014 Programa de Apoio a Projetos Sociais Inscrições abertas de 07/05/2012 à 01/07/2012 APRESENTAÇÃO Foi lançada a Seleção de Projetos 2013/2014 do Programa de Apoio a Projetos Sociais pela

Leia mais