Educação e Prevenção Rodoviária. Conduzo a bicicleta em segurança!

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Educação e Prevenção Rodoviária. Conduzo a bicicleta em segurança!"

Transcrição

1 Educação e Prevenção Rodoviária Conduzo a bicicleta em segurança!

2 Andar de bicicleta é muito divertido, mas deves aprender algumas regras de segurança.

3 Podes divertir-te no parque ou no jardim, nas ciclovias e até andar na via pública, mas com muito cuidado. Até aprenderes a circular seguro na rua, os teus pais devem acompanhar-te.

4 Vê se o piso está limpo e liso para não te magoares. Toma atenção aos buracos, às pedras, a cacos de vidro ou outro lixo.

5 Não te esqueças do equipamento de proteção (joelheiras, luvas, capacete e calçado adequado).

6 Claro que não te podes esquecer de verificar se a bicicleta está em perfeitas condições. Só assim podes andar em segurança!

7 O capacete de proteção deve estar bem ajustado à tua cabeça e com o fecho apertado.

8 Não te esqueças: Está atento, olha e escuta o que se passa ao teu redor. Circula encostado à direita. O assento e o guiador da bicicleta devem estar regulados à tua altura.

9 Na via pública, anda sempre em fila indiana, se fores acompanhado pelos teus amigos. Está atento aos condutores dos automóveis, pois podem abrir as portas de repente. Mantém sempre uma distância de segurança.

10 Cumpre sempre as regras de trânsito que estão no Código da Estrada e as indicações dadas pelos sinais de trânsito que estão no Regulamento de Sinalização de Trânsito. És ciclista mas não estás sozinho na rua.

11 Nunca faças acrobacias ou corridas. Pode ser perigoso. Nunca transportes passageiros na tua bicicleta.

12 Não circules demasiado próximo do passeio ou da berma. Evita as sarjetas, pois as rodas podem ficar presas nas grades.

13 Toma atenção: não uses auriculares enquanto pedalas. Não consegues ouvir os sons do trânsito e a audição é um dos sentidos mais importantes.

14 Quando te aproximares de um cruzamento, abranda e estende o braço na direcção que fores tomar. Tem a certeza que podes virar sem perigo.

15 Nos cruzamentos, o ciclista é obrigado a deixar passar os veículos a motor, por isso toma muito cuidado.

16 Não te esqueças: o ciclista tem prioridade só nas rotundas e nas saídas das garagens.

17 Nas passadeiras, pára. O peão tem prioridade. Se houver sinalização luminosa, respeita-a.

18 Se andares nos passeios e em passadeiras exclusivas para peões, circula a pé com a bicicleta pela mão.

19 À noite e quando não se veja bem, conduz sempre com a luz da frente e com a luz de trás acesas. Roupa clara e capacete com faixas retrorrefletoras são ideais para as outras pessoas te verem bem.

20 Assinala a tua presença com toques da campainha. Certifica-te que és visto pelas outras pessoas.

21 Quando chover, toma precauções adicionais: circula com muito cuidado, redobra a atenção e usa vestuário adequado.

22 Dentro das localidades, estaciona a bicicleta nos parques próprios, se existirem. Se não, encosta-a a uma parede, de modo a não incomodar os peões.

23 Fora das localidades, a bicicleta deve ser deixada fora da faixa de rodagem. Se não for possível, encosta-a o mais à direita possível, paralelamente e no sentido em que os veículos circulam.

24 Tem atenção aos outros utentes da via pública: modera a velocidade. Sabes que quanto maior for a velocidade da bicicleta, maior é a distância de paragem?

25 Podes não ter tempo de travar em segurança e ir de encontro a outras pessoas, automóveis ou caíres e ferires-te.

26 Não te esqueças: Mantém uma velocidade adequada e cumpre as regras de condução para ciclistas.

27 Fixa os principais sinais: Pista obrigatória para peões e velocípedes (bicicletas) Pista obrigatória para Velocípedes (bicicletas)

28 Fixa os principais sinais: Fim da pista obrigatória para velocípedes (bicicletas) Fim da pista obrigatória para peões e velocípedes (bicicletas)

29 Fixa os principais sinais: Via com prioridade Paragem obrigatória em cruzamentos ou entroncamentos

30 Fixa os principais sinais: Cedência de passagem Proibição de virar à direita

31 Fixa os principais sinais: Proibição de virar à esquerda Sentido proibido

32 Fixa os principais sinais: Proibição de inversão do sentido de marcha

33 Sinais indicativos dos ciclistas: Vou voltar para o lado direito: Braço direito estendido horizontalmente com a palma da mão voltada para a frente.

34 Sinais indicativos dos ciclistas: Vou voltar para o lado esquerdo: Braço esquerdo estendido horizontalmente com a palma da mão voltada para a frente.

35 Sinais indicativos dos ciclistas: Abrande a velocidade: Braço esquerdo estendido para baixo com a palma da mão voltada para dentro e movendo-se para cima e para baixo.

36 Sinais indicativos dos ciclistas: Pare: Braço esquerdo esticado para o lado com a palma virada para trás.

37 És um condutor seguro, pois a SEGURANÇA RODOVIÁRIA DEPENDE DE TODOS NÓS.

A ambulância deve: Avançar, mas apenas se assinalar a marcha de urgência. Avançar. Ceder-me a passagem.

A ambulância deve: Avançar, mas apenas se assinalar a marcha de urgência. Avançar. Ceder-me a passagem. A ambulância deve: Avançar, mas apenas se assinalar a marcha de urgência. Avançar. Ceder-me a passagem. A ambulância deve: Avançar. Ceder a passagem apenas ao meu veículo. Ceder a passagem apenas ao veículo

Leia mais

Sou obrigado a parar e a ceder a passagem ao veículo de tracção animal. a) Certo. b) Errado. c) d)

Sou obrigado a parar e a ceder a passagem ao veículo de tracção animal. a) Certo. b) Errado. c) d) 39 BA 82.60.9 Sou obrigado a parar e a ceder a passagem ao veículo de tracção animal. 38 BA 82.60.10 Nesta situação, sou obrigado a parar e a ceder a passagem ao velocípede. 40 BA 82.60.11_a Ao saír do

Leia mais

Infracções mais frequentes ao Código da Estrada, coimas e sanções Pág. 1

Infracções mais frequentes ao Código da Estrada, coimas e sanções Pág. 1 Infracções mais frequentes ao Código da Estrada, coimas e sanções Pág. 1 Infracções ÁLCOOL / ESTUPEFACIENTES Condução com uma taxa de álcool no sangue igual ou superior a 0,5 g/l e inferior a 0,8 g/l.

Leia mais

PARAGEM E ESTACIONAMENTO

PARAGEM E ESTACIONAMENTO FICHA TÉCNICA PARAGEM E ESTACIONAMENTO Níveis GDE Temas Transversais Síntese informativa Nível 3 Nível Táctico; Nível 4 Nível Operacional Tema 5 - Conhecimento das Regras de Trânsito; Tema 6 - Domínio

Leia mais

Prova de Conhecimentos. Questões de carater geral. (de entre 6 questões serão sorteadas 2 questões)

Prova de Conhecimentos. Questões de carater geral. (de entre 6 questões serão sorteadas 2 questões) PROCEDIMENTO CONCURSAL COMUM PARA CONSTITUIÇÃO DE RELAÇÃO JURÍDICA DE EMPREGO PÚBLICO POR TEMPO INDETERMINADO, TENDO EM VISTA O PREENCHIMENTO DE UM POSTO DE TRABALHO NA CARREIRA/CATEGORIA DE ASSISTENTE

Leia mais

GUIA DE SEGURANÇA PARA CICLISTAS

GUIA DE SEGURANÇA PARA CICLISTAS GUIA DE SEGURANÇA PARA CICLISTAS Começar a pedalar é uma ó ma opção para quem se preocupa com o meio ambiente e com a sua própria saúde. Mas, antes das primeiras pedaladas, é preciso seguir alguns passos

Leia mais

Manual do Ciclista. Ciclovia. Pronta pra você curtir uma vida mais saudável.

Manual do Ciclista. Ciclovia. Pronta pra você curtir uma vida mais saudável. Manual do Ciclista Ciclovia. Pronta pra você curtir uma vida mais saudável. Pedala BH. O programa que vai mudar a cara da cidade. Pedala BH é o programa criado pela Prefeitura de Belo Horizonte, por meio

Leia mais

www.detran.pr.gov.br

www.detran.pr.gov.br www.detran.pr.gov.br INFELIZMENTE, A MAIOR PARTE DOS ACIDENTES COM MORTES NO TRÂNSITO BRASILEIRO ENVOLVEM MOTOCICLISTAS. POR ISSO, O DETRAN PREPAROU ALGUMAS DICAS IMPORTANTES PARA VOCÊ RODAR SEGURO POR

Leia mais

A ambulância deve: Avançar, mas apenas se assinalar a marcha de urgência. Avançar. Ceder-me a passagem.

A ambulância deve: Avançar, mas apenas se assinalar a marcha de urgência. Avançar. Ceder-me a passagem. A ambulância deve: Avançar, mas apenas se assinalar a marcha de urgência. Avançar. Ceder-me a passagem. A ambulância deve: Avançar. Ceder a passagem apenas ao meu veículo. Ceder a passagem apenas ao veículo

Leia mais

ESCOLA DE CONDUÇÃO INVICTA Resumo das principais regras rodoviárias alteradas pela Proposta de Lei n.º 131/XII

ESCOLA DE CONDUÇÃO INVICTA Resumo das principais regras rodoviárias alteradas pela Proposta de Lei n.º 131/XII 1. Foi criado o conceito de «Utilizadores vulneráveis»: Peões e velocípedes, em particular, crianças, idosos, grávidas, pessoas com mobilidade reduzida ou pessoas com deficiência. (artigo 1.º) Tendo em

Leia mais

A CRIANÇA E O AMBIENTE RODOVIÁRIO

A CRIANÇA E O AMBIENTE RODOVIÁRIO A educação rodoviária deve começar o mais cedo possível. Ensine, com antecedência, as normas básicas de segurança rodoviária ao seu filho. Para ele, os pais constituem referências e modelos que procura

Leia mais

Regras de Trânsito do Japão

Regras de Trânsito do Japão Regras de Trânsito do Japão (Versão para pedestres e bicicletas) ~ Para não sofrer acidentes de trânsito ~ Supervisão: Polícia da Província de Gifu Edição / Publicação: Província de Gifu Regras básicas

Leia mais

Trajecto para a escola... ...quais são as regras? Um guia para uma viagem segura até à escola destinada às crianças do ensino primário

Trajecto para a escola... ...quais são as regras? Um guia para uma viagem segura até à escola destinada às crianças do ensino primário Trajecto para a escola......quais são as regras? Um guia para uma viagem segura até à escola destinada às crianças do ensino primário Redigido por Roisin McAliskey Ilustrado por Jane Donaghy Uma iniciativa

Leia mais

Guia Multilíngüe de Informações Cotidianas

Guia Multilíngüe de Informações Cotidianas 4 Regras de Trânsito 4-1 Regras de trânsito no Japão No Japão, as regras de trânsito são estabelecidas respectivamente para, automóveis e motos, bicicletas. Recomenda-se a assimilação rápida e correta

Leia mais

CEDÊNCIA DE PASSAGEM

CEDÊNCIA DE PASSAGEM FICHA TÉCNICA CEDÊNCIA DE PASSAGEM Níveis GDE Temas Transversais Síntese informativa Nível 3 Nível Táctico Tema 5 Conhecimento das Regras de Trânsito; Tema 6 Domínio das Situações de Trânsito Princípio

Leia mais

Directrizes para o exame de condução de automóveis ligeiros de. transmissão automática

Directrizes para o exame de condução de automóveis ligeiros de. transmissão automática Directrizes para o exame de condução de automóveis ligeiros de transmissão automática 1. Prova no parque de manobras (1) Antes de iniciar a marcha Antes de ligar o motor, o candidato deve verificar se

Leia mais

PROJECTO DE LEI Nº 581/X ALTERA AS NORMAS PARA VELOCÍPEDES SEM MOTOR DO CÓDIGO DA ESTRADA. Exposição de Motivos

PROJECTO DE LEI Nº 581/X ALTERA AS NORMAS PARA VELOCÍPEDES SEM MOTOR DO CÓDIGO DA ESTRADA. Exposição de Motivos PROJECTO DE LEI Nº 581/X ALTERA AS NORMAS PARA VELOCÍPEDES SEM MOTOR DO CÓDIGO DA ESTRADA Exposição de Motivos A invenção do motor de explosão e do automóvel particular trouxe alterações radicais à nossa

Leia mais

O PEÃO Pessoa que anda a pé na faixa de rodagem e pelo passeio ou berma. Ver e ser visto é andar em segurança. Circular sempre nos passeios. Circular

O PEÃO Pessoa que anda a pé na faixa de rodagem e pelo passeio ou berma. Ver e ser visto é andar em segurança. Circular sempre nos passeios. Circular Prevenção Rodoviária CRUZ VERMELHA PORTUGUESA Faça férias em segurança O PEÃO Pessoa que anda a pé na faixa de rodagem e pelo passeio ou berma. Ver e ser visto é andar em segurança. Circular sempre nos

Leia mais

Educação e Prevenção Rodoviária

Educação e Prevenção Rodoviária Educação e Prevenção Rodoviária Na rua, sou um peão seguro e cumpro as regras de segurança. Os teus pais ensinam-te a caminhar em segurança. Sempre de mão dada, escuta bem o que eles dizem. Caminha sempre

Leia mais

NOVO SIMULADO DE SINALIZAÇÃO 2012

NOVO SIMULADO DE SINALIZAÇÃO 2012 1 O procedimento do pedestre diante da sinalização semafórica, identificada na cartela pelo código SS-07 é: a) Atenção; b) Pode seguir; c) Pare o veículo; d) Proibido a travessia; 2 São placas utilizadas

Leia mais

Associação pela Mobilidade Urbana em Bicicleta

Associação pela Mobilidade Urbana em Bicicleta versão beta (0.2) uma iniciativa Associação pela Mobilidade Urbana em Bicicleta Março 2011 BIKE BUDDY O Bike Buddy (BB) é um projecto de mentorado de utilização de bicicleta da MUBi - Associação pela Mobilidade

Leia mais

por onde devem transitar os peões 13

por onde devem transitar os peões 13 Guia do Peão Introdução 03 1 principais conceitos 05 2 por onde devem transitar os peões 13 2.1 DENTRO DAS LOCALIDADES 17 2.1.1 Como caminhar 17 2.1.2 Como atravessar a faixa de rodagem 18 2.1.3 Agentes

Leia mais

REPÚBLICA DE ANGOLA. Comando Geral da Polícia Nacional. Direcção Nacional de Viação e Trânsito. Ministério do Interior

REPÚBLICA DE ANGOLA. Comando Geral da Polícia Nacional. Direcção Nacional de Viação e Trânsito. Ministério do Interior REPÚBLICA DE ANGOLA Ministério do Interior Comando Geral da Polícia Nacional Direcção Nacional de Viação e Trânsito 1 2 Sessão de esclarecimento 1. Contexto de surgimento do Novo Código de Estrada 2. Sistematização

Leia mais

MUDANÇA DE DIRECÇÃO. Tema 5 Conhecimento das Regras de Trânsito; Tema 6 Domínio das Situações de Trânsito

MUDANÇA DE DIRECÇÃO. Tema 5 Conhecimento das Regras de Trânsito; Tema 6 Domínio das Situações de Trânsito MANUAL DO ENSINO DA CONDUÇÃO FT [] [56] [6] FICHA TÉCNICA MUDANÇA DE DIRECÇÃO Níveis GDE Temas Transversais Síntese informativa Nível Nível Táctico Tema 5 Conhecimento das Regras de Trânsito; Tema 6 Domínio

Leia mais

PREVENÇÃO RODOVIÁRIA

PREVENÇÃO RODOVIÁRIA PREVENÇÃO RODOVIÁRIA OS NOSSOS COMPORTAMENTOS Marisa Soares Gabinete de Mobilidade Câmara Municipal de Penafiel 1 março de 2013 5 e 8 de Abril de 2013 Prevenção Rodoviária A prevenção rodoviária tem como

Leia mais

UMA MAIOR SEGURANÇA PARA PEÕES

UMA MAIOR SEGURANÇA PARA PEÕES UMA MAIOR SEGURANÇA PARA PEÕES INTRODUÇÃO Nas Grandes Opções do Plano para 2005 2009 o Governo consagrou uma política orientada na redução, para metade, da sinistralidade, bem como na melhoria da segurança

Leia mais

Centro de Estudos de Arquitectura Paisagista Prof. Francisco Caldeira Cabral Instituto Superior de Agronomia

Centro de Estudos de Arquitectura Paisagista Prof. Francisco Caldeira Cabral Instituto Superior de Agronomia Segurança dos utilizadores na ciclovia Acesso e circulação de veículos automóveis à ciclovia A entrada de veículos na ciclovia, quer de emergência, quer de manutenção e finalmente de trânsito local, deverá

Leia mais

CONTRA-ORDENAÇÕES RODOVIÁRIAS

CONTRA-ORDENAÇÕES RODOVIÁRIAS FICHA TÉCNICA CONTRA-ORDENAÇÕES RODOVIÁRIAS Níveis GDE Temas Transversais Síntese informativa Nível 1 Nível Atitudinal Tema 1 Conhecimento de si próprio como Condutor; Tema 2 Atitudes e Comportamentos;

Leia mais

MANUAL DOS PAIS UM PROJETO DESTINADO ÀS CRIANÇAS DA EDUCAÇÃO INFANTIL E SÉRIES INICIAIS DO ENSINO FUNDAMENTAL

MANUAL DOS PAIS UM PROJETO DESTINADO ÀS CRIANÇAS DA EDUCAÇÃO INFANTIL E SÉRIES INICIAIS DO ENSINO FUNDAMENTAL 1 UM PROJETO DESTINADO ÀS CRIANÇAS DA EDUCAÇÃO INFANTIL E SÉRIES INICIAIS DO ENSINO FUNDAMENTAL É hora de promover a segurança e a harmonia no trânsito. E os pais podem dar o exemplo. No Brasil, o índice

Leia mais

TEXTO DE APOIO À EXPLORAÇÃO PEDAGÓGICA DO TEMA

TEXTO DE APOIO À EXPLORAÇÃO PEDAGÓGICA DO TEMA TEXTO DE APOIO À EXPLORAÇÃO PEDAGÓGICA DO TEMA TEMA SELECCIONADO A CAMINHO DA ESCOLA IDENTIFICAÇÃO DAS COMPONENTES DA RUA / ESTRADA A Educação Rodoviária é um processo ao longo da vida do cidadão como

Leia mais

para todos. BH tem espaço para todos #respeiteabicicleta tem espaço para todos #respeiteabicicleta Apoio:

para todos. BH tem espaço para todos #respeiteabicicleta tem espaço para todos #respeiteabicicleta Apoio: BH tem espaço para todos #respeiteabicicleta BH tem espaço para todos. BH tem espaço para todos #respeiteabicicleta Apoio: Índice Quando você estiver pedalando. 04 Quando você estiver dirigindo. 10 Algumas

Leia mais

Guia de Boas Práticas para o Ciclista

Guia de Boas Práticas para o Ciclista Guia de Boas Práticas para o Ciclista Sumário Guia de Boas Práticas para o Ciclista Fortaleza - CE Dezembro de 2014 Sindicato da Indústria da Construção Civil do Ceará Sinduscon-CE www.sindusconce.com.br

Leia mais

Olá, Mamãe! Aproveite a leitura e boa viagem!

Olá, Mamãe! Aproveite a leitura e boa viagem! Olá, Mamãe! Esta cartilha é um presente pra você. Uma forma de ajudá-la a desempenhar uma das funções mais importantes da sua vida: justamente a tarefa de ser mãe. Cada vez mais, além de cuidar da saúde

Leia mais

Princípio geral Regra geral Realização da manobra Obrigação de facultar ultrapassagem Proibição de ultrapassar e exceções

Princípio geral Regra geral Realização da manobra Obrigação de facultar ultrapassagem Proibição de ultrapassar e exceções FICHA TÉCNICA ULTRAPASSAGEM Níveis GDE: Nível 3 Nível Tático Temas Transversais: Tema 5 Conhecimento das Regras de Trânsito Tema 6 Domínio das Situações de Trânsito Síntese informativa: Princípio geral

Leia mais

Criança como passageiro de automóveis. Tema seleccionado.

Criança como passageiro de automóveis. Tema seleccionado. www.prp.pt A Educação pré-escolar é a primeira etapa da educação básica e é uma estrutura de apoio de uma educação que se vai desenvolvendo ao longo da vida. Assim, é fundamental que a Educação Rodoviária

Leia mais

Ante projecto de decreto regulamentar que estabelece um regime experimental de circulação «Segway» em espaços públicos.

Ante projecto de decreto regulamentar que estabelece um regime experimental de circulação «Segway» em espaços públicos. Ante projecto de decreto regulamentar que estabelece um regime experimental de circulação «Segway» em espaços públicos. Promover a crescente sustentabilidade ambiental e a eficiência energética das deslocações

Leia mais

Normas gerais de circulação e conduta

Normas gerais de circulação e conduta Normas gerais de circulação e conduta É muito importante a leitura do Capítulo III Normas Gerais de Circulação e Conduta, que vai dos artigos 26 ao 67, contidos no Código de Trânsito Brasileiro (CTB).

Leia mais

BÉLGICA 1. Circulação. Ultrapassagens

BÉLGICA 1. Circulação. Ultrapassagens Este conjunto de regras e leis de países da Comunidade Europeia foi compilado por um conjunto de pessoas que não são especialistas em direito. Apesar dos esforços de consultar sempre que possível directamente

Leia mais

Plano de Evacuação Geral. Abril/2010

Plano de Evacuação Geral. Abril/2010 Plano de Evacuação Geral Abril/2010 A segurança na Escola deve ser uma preocupação comum a todos os membros da comunidade educativa pessoal docente e não docente, alunos, pais e encarregados de educação.

Leia mais

PLANO DE SINALIZAÇÃO TEMPORÁRIA

PLANO DE SINALIZAÇÃO TEMPORÁRIA PST. PLANO DE SINALIZAÇÃO TEMPORÁRIA (Descrição da Obra) Empreitada: descrição da empreitada Dono da Obra: identificação do dono da obra Edição / Revisão / Código: PST. Entidade Executante/Construtor:

Leia mais

Contributos para a melhoria da ciclovia Entrecampos Monsanto

Contributos para a melhoria da ciclovia Entrecampos Monsanto Contributos para a melhoria da ciclovia Entrecampos Monsanto Nota inicial Genericamente, os principais problemas que encontrámos foram a proliferação de obstáculos à normal fluidez da circulação das bicicletas.

Leia mais

A Lei n.º 72/2013, de 03.09., aprovou mais de 60 alterações ao Código da Estrada, de que se destacam as seguintes:

A Lei n.º 72/2013, de 03.09., aprovou mais de 60 alterações ao Código da Estrada, de que se destacam as seguintes: Janeiro 2014 ALTERAÇÕES AO CÓDIGO DA ESTRADA A Lei n.º 72/2013, de 03.09., aprovou mais de 60 alterações ao Código da Estrada, de que se destacam as seguintes: Introdução de Novos Conceitos: Utilizadores

Leia mais

TESTE DE TEORIA DE CONDUÇ Ã O

TESTE DE TEORIA DE CONDUÇ Ã O DIRECÇ Ã O DOS SERVIÇ OS PARA OS ASSUNTOS DE TRÁ FEGO TESTE DE TEORIA DE CONDUÇ Ã O Fascículo I Sinais de Trânsito ADVERTÊNCIA Encontram-se publicadas, nestes 5 fascículos, todas as perguntas, e repectivas

Leia mais

CÓDIGO DA ESTRADA 2014

CÓDIGO DA ESTRADA 2014 CÓDIGO DA ESTRADA 2014 CÓDIGO DA ESTRADA 2014 2 Este documento é uma transcrição do texto da Lei n.º 72/2013, de 3 de setembro, que é a décima terceira alteração ao Código da Estrada, aprovado pelo Decreto-Lei

Leia mais

ESCOLA DE CONDUÇÃO INVICTA (Uma maior segurança para os peões)

ESCOLA DE CONDUÇÃO INVICTA (Uma maior segurança para os peões) Introdução O Decreto Lei nº176/2004, de 23 de Julho, alterou a orgânica do XV Governo Constitucional e, no âmbito do respectivo programa, consagrou uma política orientada para a continuidade da implementação

Leia mais

Você no Trânsito Criança

Você no Trânsito Criança Você no Trânsito Criança Elas são habituais companheiras de viagem no veículo pelo menos duas vezes por dia. São transportadas da casa para a escola, da escola para a casa, para o dentista, médico, natação,

Leia mais

CIRCULAÇÃO EM ROTUNDAS

CIRCULAÇÃO EM ROTUNDAS CIRCULAÇÃO EM ROTUNDAS DEFINIÇÃO Define-se como rotunda um espaço de circulação rodoviária, com forma geralmente circular, de encontro de várias vias de tráfego onde o trânsito se processa em sentido giratório,

Leia mais

A função das guias é tornar os limites da faixa de rodagem mais visíveis. Concorda com esta afirmação? Não. Sim.

A função das guias é tornar os limites da faixa de rodagem mais visíveis. Concorda com esta afirmação? Não. Sim. À distância a que me encontro do sinal, devo: Aumentar a velocidade, para continuar a marcha sem imobilizar o veículo. Parar. Reduzir a velocidade, com o objectivo de imobilizar o veículo perto do sinal.

Leia mais

ANO de 2013. Sinistralidade Rodoviária. Observatório de Segurança Rodoviária 23-06-2014. Relatório - Anual

ANO de 2013. Sinistralidade Rodoviária. Observatório de Segurança Rodoviária 23-06-2014. Relatório - Anual ANO de Sinistralidade Rodoviária Observatório de Segurança Rodoviária -- ÍNDICE DEFINIÇÕES... EVOLUÇÃO GLOBAL.... Acidentes com : /... ACIDENTES E VÍTIMAS........... Acidentes Acidentes Acidentes Acidentes

Leia mais

ThyssenKrupp Elevadores

ThyssenKrupp Elevadores ThyssenKrupp Elevadores O planeta Terra é vítima de ataques ambientais, que estão a prejudicar gravemente a natureza. As pessoas são responsáveis pelo problema do aquecimento global, conhecido como o efeito

Leia mais

Dicas para segurança. no trânsito. realização. apoio

Dicas para segurança. no trânsito. realização. apoio Dicas para segurança no trânsito realização apoio 1 Dicas de viagem segura. Viajar sozinho ou com toda a família requer certas responsabilidades. Aqui você encontrará várias recomendações para uma viagem

Leia mais

Vamos começar pelas recomendações mais gerais e obrigatórias.

Vamos começar pelas recomendações mais gerais e obrigatórias. Normas gerais de circulação ABETRAN Detalhadas pelo Código de Trânsito Brasileiro (CTB) em mais de 40 artigos, as Normas Gerais de Circulação e Conduta merecem atenção especial de todos os usuários da

Leia mais

TRANSITO CUIDADO. Eliana Cristofolo MOTORISTA TENHA MUITA ATENÇÃO, AO DIRIGIR O SEU CARRÃO. PARE SEMPRE NA ESQUINA PARA VER SE VEM CARRO NÃO.

TRANSITO CUIDADO. Eliana Cristofolo MOTORISTA TENHA MUITA ATENÇÃO, AO DIRIGIR O SEU CARRÃO. PARE SEMPRE NA ESQUINA PARA VER SE VEM CARRO NÃO. CUIDADO NO TRANSITO MOTORISTA TENHA MUITA ATENÇÃO, AO DIRIGIR O SEU CARRÃO. PARE SEMPRE NA ESQUINA PARA VER SE VEM CARRO NÃO. AS CRIANÇAS DEVEM RESPEITAR PARA OS LADOS DEVEM OLHAR. SE NÃO VIER NENHUM AUTOMÓVEL

Leia mais

CONDIÇÕES CLIMATÉRICAS ADVERSAS

CONDIÇÕES CLIMATÉRICAS ADVERSAS As condições meteorológicas que caracterizam o Outono e o Inverno são fator de risco acrescido na condução. Há pois que adaptar a condução ao estado do tempo. Chuva, nevoeiro, gelo e neve alteram substancialmente

Leia mais

Município de Alvaiázere

Município de Alvaiázere Empreitada de: Requalificação urbana da envolvente à Casa do Povo de Alvaiázere, incluindo parte da rua José Augusto Martins Rangel e rua Colégio Vera Cruz Dono de Obra: Município de Alvaiázere 1 SUMÁRIO

Leia mais

nicobelo@hotmail.com NICOLAU BELLO

nicobelo@hotmail.com NICOLAU BELLO NICOLAU BELLO 1 * ATUALMENTE EXISTEM NO TRÂNSITO NO BRASIL MAIS DE CINCO MILHÕES DE MOTOS NO TRÂNSITO. * 10 MILHÕES DE CARROS, ONIBUS, TAXIS E CAMINHÕES. * MOTOS PASSAM CÉLERES ENTRE OS CARROS, ESTES DÃO

Leia mais

MINISTÉRIO DA ADMINISTRAÇÃO INTERNA

MINISTÉRIO DA ADMINISTRAÇÃO INTERNA N. o 191 20 de Agosto de 2002 DIÁRIO DA REPÚBLICA I SÉRIE-B 5871 Artigo 17. o Entidades com protocolos em vigor As entidades que à altura do início da vigência do presente Regulamento tenham protocolos

Leia mais

Segurança e Saúde Ocupacional. Comunicação e Prevenção de Acidentes de Trabalho

Segurança e Saúde Ocupacional. Comunicação e Prevenção de Acidentes de Trabalho Segurança e Saúde Ocupacional Comunicação e Prevenção de Acidentes de Trabalho 1ª Edição 2015 Principais orientações relacionadas ao acidente de trabalho Você sabe o que é um acidente de trabalho? É o

Leia mais

A carta de condução de automóveis pesados habilita a conduzir: Automóveis ligeiros. Motociclos. Qualquer tipo de veículos com motor.

A carta de condução de automóveis pesados habilita a conduzir: Automóveis ligeiros. Motociclos. Qualquer tipo de veículos com motor. A carta de condução de automóveis ligeiros habilita a conduzir: Automóveis de passageiros com lotação até 12 lugares. Motociclos até 125cc. Tractores agrícolas com equipamentos cujo peso máximo não exceda

Leia mais

DISTÂNCIAS DE SEGURANÇA

DISTÂNCIAS DE SEGURANÇA FICHA TÉCNICA DISTÂNCIAS DE SEGURANÇA Níveis GDE Temas Transversais Síntese informativa Nível 1 Nível Atitudinal; Nível 3 Nível Táctico Tema 2 - Atitudes e Comportamentos; Tema 5 - Conhecimento das Regras

Leia mais

DEPARTAMENTO ESTADUAL DE TRÂNSITO DE ALAGOAS - DETRAN/AL QUESTÕES SOBRE INFRAÇÃO

DEPARTAMENTO ESTADUAL DE TRÂNSITO DE ALAGOAS - DETRAN/AL QUESTÕES SOBRE INFRAÇÃO O veículo estacionado, afastado da guia da calçada (meio fio) a mais de um metro, faz do seu condutor um infrator cuja punição será: 1 retenção do veículo e multa, infração média. 2 apreensão do veículo

Leia mais

5006-(2) DIÁRIO DA REPÚBLICA I SÉRIE-B N. o 227 1-10-1998 MINISTÉRIO DA ADMINISTRAÇÃO INTERNA

5006-(2) DIÁRIO DA REPÚBLICA I SÉRIE-B N. o 227 1-10-1998 MINISTÉRIO DA ADMINISTRAÇÃO INTERNA 5006-(2) DIÁRIO DA REPÚBLICA I SÉRIE-B N. o 227 1-10-1998 MINISTÉRIO DA ADMINISTRAÇÃO INTERNA Decreto Regulamentar n. o 22-A/98 de 1 de Outubro A revisão do Código da Estrada, feita através do Decreto-Lei

Leia mais

CÓDIGO DA ESTRADA. Lei n.º 72/2013, de 3 de setembro

CÓDIGO DA ESTRADA. Lei n.º 72/2013, de 3 de setembro CÓDIGO DA ESTRADA Lei n.º 72/2013, de 3 de setembro PREFÁCIO O Código da Estrada, aprovado pelo Decreto-Lei n.º 114/94, de 3 de maio, foi alterado pela Lei n.º 72/2013, de 3 de setembro, a qual teve na

Leia mais

ESCOLA DE CONDUÇÃO CENTRAL APOIO AO LIVRO DE CÓDIGO DA ESTRADA COM AS ALTERAÇÕES DE 2014

ESCOLA DE CONDUÇÃO CENTRAL APOIO AO LIVRO DE CÓDIGO DA ESTRADA COM AS ALTERAÇÕES DE 2014 ESCOLA DE CONDUÇÃO CENTRAL APOIO AO LIVRO DE CÓDIGO DA ESTRADA COM AS ALTERAÇÕES DE 2014 R. DR. ARISTIDES M. MOTA, 51/55 9500 054 PONTA DELGADA TEL. 296283911 WWW.ESCOLACENTRAL.COM ÍNDICE Sinais verticais

Leia mais

Ministério da Administração Interna CÓDIGO DA ESTRADA CÓDIGO DA ESTRADA

Ministério da Administração Interna CÓDIGO DA ESTRADA CÓDIGO DA ESTRADA Decreto-Lei n.º 265-A/2001 de 28 de Setembro Com as alterações introduzidas pela Lei n.º 20/2002 de 21 de Agosto 1 TíTULO I Disposições gerais CAPíTULO I Princípios gerais Artigo 1.º Definições legais

Leia mais

Avaliação do Programa Cidadania em Trânsito ALUNOS Novembro / 2013

Avaliação do Programa Cidadania em Trânsito ALUNOS Novembro / 2013 Avaliação do Programa Cidadania em Trânsito ALUNOS Novembro / 2013 1 INDICE: METODOLOGIA:... 3 PERFIL DOS RESPONDENTES:... 4 CIDADANIA EM TRÂNSITO... 5 A Gidion é uma empresa que:...5 Você sabe se tem

Leia mais

DEZ ESTRATÉGIAS PARA MANTER AS CRIANÇAS EM SEGURANÇA NO AMBIENTE RODOVIÁRIO. #SalveVidasdeCrianças

DEZ ESTRATÉGIAS PARA MANTER AS CRIANÇAS EM SEGURANÇA NO AMBIENTE RODOVIÁRIO. #SalveVidasdeCrianças DEZ ESTRATÉGIAS PARA MANTER AS CRIANÇAS EM SEGURANÇA NO AMBIENTE RODOVIÁRIO #SalveVidasdeCrianças OS FACTOS 186 300 crianças com idade < 18 anos morrem no Mundo * anualmente por lesões e traumatismos em

Leia mais

UTENTES DA VIA MAIS VULNERÁVEIS

UTENTES DA VIA MAIS VULNERÁVEIS FICHA TÉCNICA UTENTES DA VIA MAIS VULNERÁVEIS Níveis GDE Temas Transversais Síntese informativa Nível 1 Nível Atitudinal; Nível 3 Nível Táctico Tema 2 - Atitudes e Comportamentos; Tema 6 - Domínio das

Leia mais

RESULTADOS RELATIVOS A GRÂNDOLA INDICADORES DO «CIDADES» (N = 306)

RESULTADOS RELATIVOS A GRÂNDOLA INDICADORES DO «CIDADES» (N = 306) RESULTADOS RELATIVOS A GRÂNDOLA INDICADORES DO «CIDADES» (N = 306) Inquiridos que assinalam (N) % Espaços públicos (Ex.: Jardins, Praças, etc...) 182 61,5% Passeio das ruas 203 68,6% Passadeiras 196 66,2%

Leia mais

Tema 3 Comportamentos específicos de segurança

Tema 3 Comportamentos específicos de segurança Escola Básic a 2º º e 3º º Ciclos s Escola E. B. 2, 3 de Sabóia ANO LECTIVO 2008/2009 Formação Cívica 5ºA Módulo Cidadania e Segurança Tema 3 Comportamentos específicos de segurança" Tema Conteúdo Competências

Leia mais

ORIENTAÇÃO TÉCNICA ILUMINAÇÃO PÚBLICA SINALIZAÇÃO E ISOLAMENTO DA ÁREA DE TRABALHO

ORIENTAÇÃO TÉCNICA ILUMINAÇÃO PÚBLICA SINALIZAÇÃO E ISOLAMENTO DA ÁREA DE TRABALHO 1/5 1. Objetivo Estabelecer critérios para sinalizar e isolar as áreas de trabalho, com a finalidade de garantir a distância e o isolamento adequado na execução de serviços em iluminação pública em redes

Leia mais

Inicie a disciplina apresentando novamente o objetivo geral e agora os específicos para esta aula que estão no Plano

Inicie a disciplina apresentando novamente o objetivo geral e agora os específicos para esta aula que estão no Plano Inicie a disciplina apresentando novamente o objetivo geral e agora os específicos para esta aula que estão no Plano de Aula Teórica da disciplina de Legislação de Trânsito 14, neste material. 115 Para

Leia mais

Prefeitura Municipal de Bom Jardim da Serra/SC Processo Seletivo Edital 002/2015 Cargo: Operador de Máquinas III CONHECIMENTOS GERAIS 5 QUESTÕES

Prefeitura Municipal de Bom Jardim da Serra/SC Processo Seletivo Edital 002/2015 Cargo: Operador de Máquinas III CONHECIMENTOS GERAIS 5 QUESTÕES CONHECIMENTOS GERAIS 5 QUESTÕES 1. Segundo o Estatuto do Servidor Público Municipal de Bom Jardim da Serra, servidor público é a pessoa que: a. Presta serviço remunerado ao município, seja do Poder Executivo,

Leia mais

SEGURANÇA RODOVIÁRIA DESLOCAÇÕES CASA-ESCOLA

SEGURANÇA RODOVIÁRIA DESLOCAÇÕES CASA-ESCOLA SEGURANÇA RODOVIÁRIA DESLOCAÇÕES CASA-ESCOLA Sandra Nascimento 12 Julho 2010 www.apsi.org.pt Seminário Sustentabilidade nas Deslocações Casa-Escola Castelo Branco, Julho 2011 A APSI Promover a união e

Leia mais

Introdução. Os comportamentos adquiridos serão mais sólidos e duradouros, se tiverem início nos primeiros anos de escolaridade.

Introdução. Os comportamentos adquiridos serão mais sólidos e duradouros, se tiverem início nos primeiros anos de escolaridade. Conteúdos Introdução Objectivos Projecto O camião O circuito Os veículos Descrição da Acção O jogo da Educação Rodoviária Conclusão Equipamento e serviços Introdução Introdução Sendo as crianças um dos

Leia mais

Prefeitura Municipal de Bom Jardim da Serra/SC Processo Seletivo Edital 002/2015 Cargo: Tratorista Agrícola CONHECIMENTOS GERAIS 5 QUESTÕES

Prefeitura Municipal de Bom Jardim da Serra/SC Processo Seletivo Edital 002/2015 Cargo: Tratorista Agrícola CONHECIMENTOS GERAIS 5 QUESTÕES CONHECIMENTOS GERAIS 5 QUESTÕES 1. Segundo o Estatuto do Servidor Público Municipal de Bom Jardim da Serra, servidor público é a pessoa que: a. Presta serviço remunerado ao município, seja do Poder Executivo,

Leia mais

Cartilha do Ciclista Urbano

Cartilha do Ciclista Urbano Cartilha do Ciclista Urbano Ciclistas de SJC ciclistas.sjc@gmail.com www.facebook.com/ciclistas.sjc O Que Q é o Que? Ciclovia São espaços segregados para o fluxo de bicicletas. Isso significa que há uma

Leia mais

ANEXO. (a que se refere o artigo 11.º da lei) CÓDIGO DA ESTRADA TÍTULO I. Disposições gerais CAPÍTULO I. Princípios gerais. Artigo 1.

ANEXO. (a que se refere o artigo 11.º da lei) CÓDIGO DA ESTRADA TÍTULO I. Disposições gerais CAPÍTULO I. Princípios gerais. Artigo 1. ANEXO (a que se refere o artigo 11.º da lei) CÓDIGO DA ESTRADA TÍTULO I Disposições gerais CAPÍTULO I Princípios gerais Artigo 1.º Definições legais Para os efeitos do disposto no presente Código e legislação

Leia mais

Carlos Augusto Tavares. Patrícia Paulozi. Dênnia Almeida

Carlos Augusto Tavares. Patrícia Paulozi. Dênnia Almeida Carlos Augusto Tavares Patrícia Paulozi Dênnia Almeida Printed in Brazil Dênnia Almeida (Org.) O trânsito e a bicicleta Direitos e deveres para ciclistas CÓDIGO DE TRÂNSITO BRASILEIRO ARTIGOS RELACIONADOS

Leia mais

Associação Portuguesa de Seguradores RAMO AUTOMÓVEL TABELA PRÁTICA DE RESPONSABILIDADES

Associação Portuguesa de Seguradores RAMO AUTOMÓVEL TABELA PRÁTICA DE RESPONSABILIDADES Associação Portuguesa de Seguradores RAMO AUTOMÓVEL TABELA PRÁTICA DE RESPONSABILIDADES Junho de 2000 ÂMBITO A tabela é aplicável aos sinistros ocorridos em todas as vias, abertas ou não à circulação pública.

Leia mais

NOTA TÉCNICA INSTALAÇÃO E SINALIZAÇÃO DE LOMBAS REDUTORAS DE VELOCIDADE

NOTA TÉCNICA INSTALAÇÃO E SINALIZAÇÃO DE LOMBAS REDUTORAS DE VELOCIDADE 1 - Introdução A construção de vias públicas com o objectivo primordial de maximizar o escoamento de grandes volumes de tráfego e o conforto dos ocupantes dos veículos, aliada aos progressos da industria

Leia mais

3/4. APOSTILA Normas de Segurança na Operação de Empilhadeiras

3/4. APOSTILA Normas de Segurança na Operação de Empilhadeiras 3/4 APOSTILA Normas de Segurança na Operação de Empilhadeiras Prezados Colaboradores O tema abordado nesta edição é sobre empilhadeiras. Após analisar os relatórios dos acidentes, as informações dos trabalhadores,

Leia mais

SINAIS DE PERIGO SINAIS DE CEDÊNCIA DE PASSAGEM SINAIS DE OBRIGAÇÃO

SINAIS DE PERIGO SINAIS DE CEDÊNCIA DE PASSAGEM SINAIS DE OBRIGAÇÃO SINAIS DE PERIGO SINAIS DE CEDÊNCIA DE PASSAGEM SINAIS DE OBRIGAÇÃO SINAIS DE PROIBIÇÃO C1 - Sentido proibido C2 - Trânsito proibido C3a - Trânsito proibido a automóveis e motociclos com carro C3b - Trânsito

Leia mais

Direção Defensiva 1. Plano de Aula Teórica do Curso de Formação de Condutores

Direção Defensiva 1. Plano de Aula Teórica do Curso de Formação de Condutores Direção Defensiva 1 Compreender as principais causas de acidentes de trânsito. Identificar os principais envolvidos em acidentes de trânsito. Introdução Introdução. Estatísticas. Responsabilidade. sobre

Leia mais

PROGRAMA DE PROTEÇÃO AO PEDESTRE

PROGRAMA DE PROTEÇÃO AO PEDESTRE OBJETIVO DO PROGRAMA PROGRAMA DE PROTEÇÃO AO PEDESTRE O objetivo do Programa de Proteção ao Pedestre, da Secretaria Municipal de Transportes SMT é criar a cultura de respeito ao pedestre, resgatando os

Leia mais

Guia de Sinalização Rodoviária

Guia de Sinalização Rodoviária Guia de Sinalização Rodoviária Ministério da Administração Interna www.dgv.pt Julho 2003 Índice Símbolos I Apoio ao utente 1 Emergência 3 2 Outras indicações 4 II Indicações turísticas 6 III Indicações

Leia mais

Tabela das Multas. Infração Gravíssima Valor/Multa Tipos de Penalidades R$ 191,54 R$ 574,61

Tabela das Multas. Infração Gravíssima Valor/Multa Tipos de Penalidades R$ 191,54 R$ 574,61 Tabela das Multas 7 pontos na CNH Infração Gravíssima Valor/Multa Tipos de Penalidades Dirigir com a carteira já vencida há mais de 30 dias Recolhimento da carteira e retenção do veículo Não reduzir a

Leia mais

DEPARTAMENTO ESTADUAL DE TRÂNSITO DE ALAGOAS - DETRAN/AL QUESTÕES SOBRE - SINALIZAÇÃO

DEPARTAMENTO ESTADUAL DE TRÂNSITO DE ALAGOAS - DETRAN/AL QUESTÕES SOBRE - SINALIZAÇÃO A placa A-1a informa ao motorista a existência de: 1 curva à esquerda. 2 pista sinuosa à esquerda. 3 curva acentuada à esquerda. 4 curva acentuada em "S" à esquerda. A placa A-1b informa ao motorista a

Leia mais

PASTOR ALEMÃO CLUBE DE PORTUGAL

PASTOR ALEMÃO CLUBE DE PORTUGAL PASTOR ALEMÃO CLUBE DE PORTUGAL Regulamento para Provas de BH (Prova para cães de companhia) Condições gerais A idade mínima de admissão é 15 meses. Com a conclusão da prova não se darão resultados por

Leia mais

ALTERAÇÕES AO CÓDIGO DA ESTRADA

ALTERAÇÕES AO CÓDIGO DA ESTRADA ALTERAÇÕES AO CÓDIGO DA ESTRADA Actualmente uma das principais preocupações mundiais é a luta contra a sinistralidade rodoviária, Portugal infelizmente detém uma taxa de sinistralidade das mais negras

Leia mais

TRATORISTA PROVA DE CONHECIMENTO ESPECÍFICO

TRATORISTA PROVA DE CONHECIMENTO ESPECÍFICO TRATORISTA PROVA DE CONHECIMENTO ESPECÍFICO Questão 21 Algumas infrações de trânsito preveem a suspensão do direito de dirigir do condutor ou do proprietário do veículo. Assinale a alternativa que não

Leia mais

PROGRAMA PRONTIDÃO ESCOLAR PREVENTIVA. Rota de Fuga e Análise de Riscos. Maj. QOBM Fernando Raimundo Schunig

PROGRAMA PRONTIDÃO ESCOLAR PREVENTIVA. Rota de Fuga e Análise de Riscos. Maj. QOBM Fernando Raimundo Schunig PROGRAMA PRONTIDÃO ESCOLAR PREVENTIVA Rota de Fuga e Análise de Riscos Maj. QOBM Fernando Raimundo Schunig 2010 É um mapa que representa, através de símbolos apropriados, o trajeto a ser seguido pelo indivíduo

Leia mais

Legislação de Trânsito

Legislação de Trânsito Prova simulada do DETRAN 11 Legislação de Trânsito 1) O julgamento das penalidades de trânsito se dará através de um: a) Identificação do infrator. b) Notificação de autuação. c) Processo administrativo.

Leia mais

Placas de regulamentação. R-4a Proibido virar à esquerda. R-8a Proibido mudar de faixa ou pista de trânsito da esquerda para direita

Placas de regulamentação. R-4a Proibido virar à esquerda. R-8a Proibido mudar de faixa ou pista de trânsito da esquerda para direita Sinalização Sinalização vertical Código de Trânsito Brasileiro (CTB) Anexo II Conselho Nacional de Trânsito (Contran) De acordo com sua função, a sinalização vertical pode ser de regulamentação, de advertência

Leia mais

RELATÓRIO QUADRIMESTRAL - LEI MUNICIPAL Nº 8.291/ 2007 - PERÍODO DE 01/05/14 A 31/08/14. I - Multas por Enquadramento

RELATÓRIO QUADRIMESTRAL - LEI MUNICIPAL Nº 8.291/ 2007 - PERÍODO DE 01/05/14 A 31/08/14. I - Multas por Enquadramento 74550 Excesso de velocidade superior em até 20% ao permito na via 17.344 85,13 1.476.494,72 73662 Dirigir veículo utilizando-se de telefone celular 4.366 85,13 371.677,58 60503 Avançar o sinal vermelho

Leia mais

TÍTULO: Sinalização de Segurança e Saúde. AUTORIA: Factor Segurança, Lda. PUBLICAÇÕES: TECNOMETAL n.º 143 (Novembro/Dezembro de 2002) 1.

TÍTULO: Sinalização de Segurança e Saúde. AUTORIA: Factor Segurança, Lda. PUBLICAÇÕES: TECNOMETAL n.º 143 (Novembro/Dezembro de 2002) 1. TÍTULO: Sinalização de Segurança e Saúde AUTORIA: Factor Segurança, Lda PUBLICAÇÕES: TECNOMETAL n.º 143 (Novembro/Dezembro de 2002) 1. INTRODUÇÃO A sinalização de segurança tem por objectivo chamar a atenção

Leia mais

Decreto Regulamentar n.º 22-A/98 de 1 de Outubro

Decreto Regulamentar n.º 22-A/98 de 1 de Outubro Decreto Regulamentar n.º 22-A/98 de 1 de Outubro A revisão do Código da Estrada, feita através do Decreto-Lei n.º 2/98, de 3 de Janeiro, introduziu alterações relevantes no significado dos sinais de trânsito.

Leia mais

DOCUMENTO BASE. SINALIZAÇÃO VERTICAL Critérios de Colocação DISPOSIÇÕES NORMATIVAS

DOCUMENTO BASE. SINALIZAÇÃO VERTICAL Critérios de Colocação DISPOSIÇÕES NORMATIVAS DISPOSIÇÕES NORMATIVAS SINALIZAÇÃO VERTICAL Critérios de Colocação DOCUMENTO BASE Trabalho realizado para o InIR pelo Eng. Carlos de Almeida Roque da empresa ACLIVE projectos de engenharia civil, lda ÍNDICE

Leia mais

ESCOLA DE CONDUÇÃO INVICTA (Conduzir em Segurança)

ESCOLA DE CONDUÇÃO INVICTA (Conduzir em Segurança) Condução consciente A condução consciente e tranquila depende em grande parte de quem está ao volante. Cada um tem a responsabilidade de melhorar a sua segurança e a dos outros. Basta estar atento e guiar

Leia mais

SINALIZAÇÃO DE SEGURANÇA A IMPLEMENTAR NAS PEDREIRAS A CÉU ABERTO

SINALIZAÇÃO DE SEGURANÇA A IMPLEMENTAR NAS PEDREIRAS A CÉU ABERTO SINALIZAÇÃO DE SEGURANÇA A IMPLEMENTAR NAS PEDREIRAS A CÉU ABERTO Humberto Guerreiro Engenheiro de Minas INTRODUÇÃO A crescente preocupação das entidades oficiais sobre a segurança na indústria extractiva,

Leia mais