1 - ELÉCTRODOS

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "1 - ELÉCTRODOS ... 2 ... 3 ... 3 ... 4 ... 5 ... 6 ... 6 ... 7 ... 8 ... 8 ... 8"

Transcrição

1 1 - ELÉCTRODOS Soldadura de aços carbono... Soldadura de aços resistentes à fluência... Soldadura de aços de baixa liga... Soldadura de aços com baixa soldabilidade... Soldadura de aços inoxidáveis e refractários... Soldadura com alta percentagem de níquel... Soldadura de ferro fundido... Soldadura de recobrimento e protecção... Soldadura de alumínio e suas ligas... Soldadura de cobre e suas ligas... Eléctrodos de corte, furação e chanfre

2 ELECTRODOS PARA SOLDADURA DE AÇOS CARBONO EUROTROD CN 10 Eléctrodo celulósico de alta penetração. Soldadura 2.5x / G mil de tubagens e outras aplicações. 3.2x / G mil 4.0x / G mil AWS: E X / M mil EUROTROD CN 23 Eléctrodo com revestimento celulósico, para 2.5x / G mil soldadura de tubagens na vertical descendente. 3.2x / G mil Aplicável em cordões de raiz e passes sobrepostos. 4.0x / G mil AWS: E 7010-G EUROTROD RC14 Alta qualidade radiográfica. Eléctrodo rutílico. Soldadura em todas as posições 2.0x / G mil incluindo a vertical descendente. Aplicável em 2.5x / G mil AWS: E 6013 trabalhos de montagem e construção metálica. 3.2x / G mil Nota: Caixa pequena 4.0x / G mil EUROTROD RC 14 Eléctrodo rutílico. Soldadura em todas as posições 2.0x / G mil incluindo a vertical descendente. Aplicável em trabalhos de montagem e construção metálica. 2.5x / G mil 3.2x / G mil AWS: E x / G mil Nota: Caixa grande 5.0x / 18.3 mil EUROTROD RN 15 Eléctrodo rutilico. Soldadura de qualidade em 2.0x / mil construção geral e caldeiraria. 2.5x / G mil Indicado para chapa fina. 3.2x / G mil 4.0x / M mil AWS: E x / M mil EUROTROD BD 22 Eléctrodo básico de duplo revestimento. Ideal para 2.5x / 13,8 131 mil EMBALAGEM A VÁCUO passos de raiz e soldaduras de posição. Soldadura d 3.2x / 13,8 132 mil construção e reparação de máquinas, caldeiraria, 4.0x / 13,8 134 mil peças vazadas, etc. AWS: E 7016 Comprimento de 350 mm EUROTROD BD 22 Eléctrodo básico de duplo revestimento. Ideal para 3.2x / mil passos de raiz e soldaduras de posição. Soldadura d 4.0x / mil EMBALAGEM A VÁCUO construção e reparação de máquinas, caldeiraria, 5.0x / 18,6 137 mil peças vazadas, etc. 6.0x450 AWS: E 7016 Comprimento de 450 mm EUROTROD BN 18 Eléctrodo básico. Soldadura em metalomecânica 2.0x / G mil geral, caldeiraria, construção naval, tubagens, 2.5x / G mil reparação de equipamentos, máquinas etc. 3.2x / G mil AWS: E Comprimento de 350 mm 4.0x / G mil EUROTROD BN 18 Eléctrodo básico. Soldadura em metalomecânica 2.0x / 14,4 400 mil EMBALAGEM A VÁCUO geral, caldeiraria, construção naval, tubagens, 2.5x / mil reparação de equipamentos, máquinas, etc. 3.2x / 13,8 402 mil AWS: E Comprimento de 350 mm 4.0x / 14,4 404 mil EUROTROD BN 18 Eléctrodo básico. Soldadura em metalomecânica 3.2x / M mil geral, caldeiraria, construção naval, tubagens, 4.0x / M mil reparação de equipamentos, máquinas, etc. 5.0x / M mil AWS: E Comprimento de 450 mm 6.0x / 6.5 EUROTROD BN 18 Eléctrodo básico. Soldadura em metalomecânica 3.2x / mil geral, caldeiraria, construção naval, tubagens, 4.0x / mil EMBALAGEM A VÁCUO reparação de equipamentos, máq., etc. 5.0x / 19,2 407 mil AWS: E Comprimento de 450 mm EUROTROD RH 30 Eléctrodo rutilico de alto rendimento (160%). 3.2x / M mil Enchimento económico de grandes secções. 4.0x / M mil AWS: E x / M mil EUROTROD BH 40 Eléctrodo básico de alto rendimento (150%). 3.2x / M mil Enchimento económico de grandes secções. 4.0x / M mil AWS: E x / M mil A ELECTRO PORTUGAL reserva-se no direito de proceder a alterações sem aviso prévio Pág 2 de 8

3 ELÉCTRODOS PARA SOLDADURA DE AÇOS RESISTENTES À FLUÊNCIA EUROTROD MF 25 Eléctrodo básico. Soldadura de aços resistentes ao 2.5x / G mil calor até 500ºC. Aplicação em caldeiras e tubagens 3.2x / G mil 4.0x / G mil AWS: E 7018-A1 5.0x / G mil EUROTROD MF 29 Eléctrodo básico. Soldadura de aços resistentes ao 2.5x / G mil calor até 550ºC. Aplicação em caldeiras e tubagens 3.2x / G mil 4.0x / G mil AWS: E 8018-B2 5.0x / 6.1 mil EUROTROD MF 35 Eléctrodo básico. Soldadura de aços resistentes ao 2.5x / G mil calor até 600ºC. Aplicação em caldeiras e tubagens 3.2x / G mil 4.0x / G mil AWS: E 9018-B3 5.0x / 6.1 EUROTROD MF 41 Eléctrodo básico. Soldadura de aços resistentes ao 2.5x / mil calor até 600ºC. Aplicação em caldeiras e tubagens 3.2x / mil 4.0x / mil AWS: E x / mil EUROTROD MF 45 Eléctrodo básico. Soldadura de aços resistentes ao 2.5x / 4.8 calor até 700ºC. Aplicação em caldeiras e tubagens 3.2x / x / 4.6 AWS: E ELÉCTRODOS PARA SOLDADURA DE AÇOS DE BAIXA LIGA EUROTROD MC27 Eléctrodo básico. Soldadura de aços com alto limite 2.5x / G mil elástico. Aplicável em reservatórios, caldeiras, 3.2x / M mil chaminés, etc. Aconselhado na soldadura de AÇOS 4.0x / M mil AWS: E 8018-G CORTEN. 5.0x / M mil EUROTROD MC 30 Eléctrodo básico. Soldadura de aços com alto limite 2.5x350 elástico. Aplicável em instalações hidráulica, componentes mecânicos diversos, etc. 3.2x x450 AWS: E 8018-G 5.0x450 EUROTROD MC 33 Eléctrodo básico. Soldadura de aços com alto limite 2.5x / G mil elástico. Aplicável em instalações hidráulica, 3.2x / M mil componentes mecânicos diversos, etc. 4.0x / M mil AWS: E 9018-G 5.0x / M mil EUROTROD MC36 Eléctrodo básico. Soldadura de aços para baixa 2.5x / G mil temperatura. Aplicável em liquefactores, instalações para baixas temperaturas, etc. 3.2x / M mil 4.0x / M mil AWS: 8018-C1 5.0x / M mil EUROTROD MC 38 Eléct. básico. Soldadura de aços com alto limite 2.5x / 4.5 elástico. Aplicável na recuperação de componentes 3.2x / 6.0 mecânicos diversos, construção metálica sujeita a 4.0x / 6.4 elevados esforços com e sem choque 5.0x / 6.3 AWS: E G EUROTROD MC 40 Eléct. básico. Soldadura de aços com alto limite 2.5x / G mil elástico. Aplicável na recuperação de componentes 3.2x / M mil mecânicos diversos, construção metálica sujeita a 4.0x / M mil elevados esforços com e sem choque 5.0x / M mil AWS: E G EUROTROD MC 50 Eléct. básico. Soldadura de aços com alto limite 2.5x / 4.5 elástico. Aplicável na recuperação de componentes 3.2x / 6.0 mecânicos diversos, construção metálica sujeita a 4.0x / 6.4 elevados esforços com e sem choque 5.0x / 6.3 AWS: E G A ELECTRO PORTUGAL reserva-se no direito de proceder a alterações sem aviso prévio Pág 3 de 8

4 ELÉCTRODOS PARA SOLDADURA DE AÇOS COM BAIXA SOLDABILIDADE EUROTROD LR 35 Eléct. rutílico. Soldadura de aços de alta liga, aços de 2.5x / E Kg ferramenta, aços de mola, aço rápido, etc. Aplicável 3.2x / 2,0 1384G Kg EMBALAGEM A VÁCUO em almofadas base, enchimento de veios de 4.0x / 2,2 1385G Kg AWS: E transmissão, etc. "Saca-pernos; 29/9" 5.0x / 1,8 1386G Kg SUPERCROM Eléct. rutílico. Soldadura de aços de alta liga, aços de 2.0x / Kg ferramenta, aços de mola, aços rápido, etc. Aplicável 2.5x / Kg em almofadas base, enchimento de veios de 3.2x / Kg AWS: E transmissão, etc. 4.0x / Kg E 106 N Eléct. rutilico. Soldadura de aços de alta liga, aços de 2.5x / Kg ferramenta, aços de mola, aços rápido, etc. Aplicável 3.2x / Kg em almofadas base, enchimento de veios de 4.0x / Kg AWS: E transmissão, etc. "Saca-pernos" 5.0x / Kg EUROTROD LR 47 Eléct. rutilico. Soldadura de aços manganês, aços 2.5x / E Kg dificilmentesoldáveis seja entre si ou c/aços macios. 3.2x / G Kg EMBALAGEM A VÁCUO Aplicável em almofadas base e peças sujeitas a abrasão metálica e choque. 4.0x / G Kg COMET 307 R Elect. rutilico de alto rendimento (160%). Sold. de 3.2x / Kg 4.0x / Kg AWS: E aços manganês, aços dificilmente soldáveis seja entre si ou c/aços macios. Aplic. em almofadas base e peças sujeitas a abrasão metálica e choque. E 107 Eléct. básico. Soldadura de aços manganês, aços 2.5x / Kg dificil. soldáveis seja entre si ou c/aços macios. Aplic.em almofadas base, rep.de peças fissuradas ou AWS: E sujeitas a esforços com ou sem choque A ELECTRO PORTUGAL reserva-se no direito de proceder a alterações sem aviso prévio Pág 4 de 8

5 ELÉCTRODOS PARA SOLDADURA DE AÇOS INOXIDÁVEIS E REFRACTÁRIOS EUROTROD LC24 Eléctrodo rutilico de baixo carbono. Soldadura de 1.6x / 1,3 kg aços inoxidáveis, estabilizados ou não. Aplicável no 2.0x / 1.8 kg EMBALAGEM A VÁCUO tipo AISI 302, 304, 304L, 308, 308L, 321, x / 1.8 kg 3.2x / 2.0 kg AWS: E 308L x / G kg EUROTROD LC71 Eléctrodo basico de baixo carbono. Soldadura de 1.6x / 1,3 kg aços inoxidáveis, estabilizados ou não. Aplicável no 2.0x / E kg EMBALAGEM A VÁCUO tipo AISI 302, 304, 304L, 308, 308L, 321, x / E kg 3.2x / G kg AWS: E 308L x / G kg EUROTROD LC 21 Eléctrodo rutilico de baixo carbono. Soldadura de 1.6x / 1,3 1301A Kg aços inoxidáveis,estabilizadosou não. Aplicávelnos 2.0x / E Kg EMBALAGEM A VÁCUO tipo AISI 302, 304, 304L, 308, 308L, 321, x / E Kg 3.2x / G Kg AWS: E 308L x / G Kg EUROTROD LC 28 Eléctrodo rutilico de baixo carbono. Soldadura de 1.6x / 1,3 Kg aços inoxidáveis com molibdénio, estabilizados ou 2.0x / 1.8 Kg EMBALAGEM A VÁCUO não. Aplicávelnos tipo AISI 316, 316l, 316Ti, 318, 2.5x / 1.8 Kg 321, x / 2.0 Kg AWS: E 316L x / 2.0 Kg EUROTROD LC 26 Eléctrodo rutilico de baixo carbono. Soldadura de 1.6x / 1,3 1321A Kg aços inoxidáveis com molibdénio, estabilizados ou 2.0x / E Kg EMBALAGEM A VÁCUO não. Aplicávelnos tipo AISI 316, 316l, 316Ti, 318, 2.5x / E Kg 321, x / G Kg AWS: E 316L x / G Kg SOUDOCROM F347 Eléctrodo rutílico. Soldadura de aços inoxidáveis 2.5x / Kg estabilizados com titânio ou nióbio. Aplicável nos 3.2x / Kg tipos AISI 321, 347, 304L,308L. AWS: E SOUDOCROM K 318 Eléctrodo rutilico. Soldadura de aços inoxidáveis 2.0x / Kg com molibdénio,estabilizadoscom titânio ou nióbio. 2.5x / Kg Aplicável nos tipos AISI 316Ti, 316Nb, 318, 316L. 3.2x / Kg AWS: EUROTROD LC 52 Eléct. rutilico. Sold. dos aços inoxidáveis do tipo x / Kg Cr/ 13 Ni, reparação,construção de peças sujeitas a 2.5x / Kg EMBALAGEM A VÁCUO corrosão e temperatura, sold.de aços inox a aços 3.2x / Kg carbono. Pode ser utilizado como almofada 4.0x / Kg AWS: E 309 L-16 EUROTROD LC 54 base.aplic. nos tipos AISI 309, 309L. Eléct. rutilico. Sold. dos aços inoxidáveis do tipo 2.0x / E Kg 25/12/3, reparação e construção de peças sujeitas a 2.5x / E Kg EMBALAGEM A VÁCUO corrosão e temperatura, sold.de aços inox a aços 3.2x / G Kg carbono. Aplic. nos tipos AISI 309, 309S, 309Mo. 4.0x / G Kg AWS: E 309 MoL-16 SOUDOCROM L309 Mo Eléct. rutilico. Sold. dos aços inoxidáveis do tipo 2.5x / Kg 25/12/3, reparação e construção de peças sujeitas a 3.2x / Kg corrosão e temperatura, sold.de aços inox a aços 4.0x / Kg carbono. Aplic. nos tipos AISI 309, 309S, 309Mo. AWS: E 309 Mo-16 EUROTROD LC 59 Eléct. basico. Sold. dos aços inoxidáveis do tipo x / Kg Cr 20 Ni. Aplicavel até 1100 º C. 3.2x / Kg EMBALAGEM A VÁCUO 4.0x / Kg AWS: E SOUDINOX 25/20 Eléct. básico. Soldadura de aços refractários do tipo 2.5x / Kg 25/20 e em geral todos os aços inoxidáveis para 3.2x / Kg corrosão e temperatura (até 1150ºC). Aplicável nos 4.0x / Kg AWS: E tipos AISI 309, 310, 310S, 314. A ELECTRO PORTUGAL reserva-se no direito de proceder a alterações sem aviso prévio Pág 5 de 8

6 ELÉCTRODOS COM ALTA PERCENTAGEM DE NÍQUEL EUROTROD LR 82 Eléct. basico. Soldadura de ligas à base de Ni, Ni-Cr 2.5x / 2,0 1352E Kg EMBALAGEM A VÁCUO, soldaduras heterogéneas e aços dificilmente 3.2x / G Kg soldáveis.ligas NiCr (INCONEL 600 e 800, 4.0x / 2,3 1355G Kg HASTELOY, etc.)utilizávelp/ temp. entre 196ºC e AWS: E NiCrFe ºC. SOUDONEL Eléctrodo básico de rendimento elevado (140%). 2.5x / Kg Soldadura de aços c/ fraca soldabilidade.ligas NiCr 3.2x / Kg (INCONEL 600 e 800, HASTELOY, etc.) Utilizável 4.0x / Kg para temp. entre 196ºC e 1000ºC. Aplicável em 5.0x / Kg AWS: E NiCrFe 3 almofadas de alta ductilidade. E 521 Eléctrodo básico. Soldadura de aços com fraca 2.5x / Kg soldabilidade. Utilizável para temp. entre 196ºC e 3.2x / Kg 1000ºC. Aplic.em almofadas de alta ductilidade AWS: E NiCrFe 3 E 511 Eléctrodo básico. Soldadura de MONEL e ligação 2.5x / Kg deste com aço carbono ou inoxidável. Recargas anticorrosão 3.2x / Kg sobre aço carbono ou inoxidável. Aplic. em 4.0x / Kg peças sob presença de fluor ou ácido fluorídrico gasoso soluções amoniacas, etc. AWS: E NiCu-7 ELÉCTRODOS PARA SOLDADURA DE FERRO FUNDIDO EUROTROD FN 10 Eléctrodo com alma em níquel para soldadura e 2.5x / A Kg EMBALAGEM A VÁCUO enchimento a frio de ferro fundido cinzento. 3.2x / E Kg AWS: E Ni-CI 4.0x / G Kg SOUDOFONTE B24 Eléctrodo com alma em níquel para soldadura e 2.5x / Kg enchimento a frio de ferro fundido cinzento e 3.2x / Kg AWS: E Ni-CI maleável. 4.0x / Kg E 114 Eléctrodo com alma em níquel para soldadura e 2.5x / Kg enchimento de ferro fundido cinzento. 3.2x / Kg AWS: E Ni-CI 4.0x / Kg EUROTROD FN 15 Eléctrodo com alma em ferro-níquel para soldadura 2.5x / A Kg EMBALAGEM A VÁCUO e enchimento de ferro fundido em geral. 3.2x / E Kg AWS: E NiFe-CI 4.0x / G Kg A ELECTRO PORTUGAL reserva-se no direito de proceder a alterações sem aviso prévio Pág 6 de 8

7 ELÉCTRODOS PARA SOLDADURA DE RECOBRIMENTO E PROTECÇÃO EUROTROD HD 25 Eléctrodo básico para recobrimentos de media 3.2x / M mil dureza. Aplicação em peças sujeitas a desgaste com 4.0x / M mil DIN 8555 / E 7-UM_200KP choque violento. 5.0x / M mil EUROTROD HD 30 Eléctrodo básico. Recobrimento de peças sujeitas a 2.5x / G mil abrasão metal-metal com e sem rolamento. 3.2x / M mil Aplicável em carris e cróssimas de caminhos de 4.0x / M mil ferro, guinchos, rodas de gruas, etc. 5.0x / 6.1 mil DIN 8555 / E1 UM 300 EUROTROD HD 40 Eléctrodo básico. Recobrimento de peças sujeitas a 3.2x / G mil abrasão metal-metal com e sem rolamento. 4.0x / G mil Aplicável em carris e cróssimas de caminhos de 5.0x / M mil DIN 8555 / E1 UM 400 EUROTROD HD 60 ferro, guinchos, rodas de gruas, etc. Eléctrodo básico. Recobrimento de peças sujeitas a 3.2x / G mil abrasão com e sem choque. Aplicável em dentes e 4.0x / G mil baldes de escavadoras, transportadores helicoidais, 5.0x / M mil DIN 8555 / E 6-UM-60 GP martelos de britadores, etc. EUROTROD HD 63 Eléctrodo rutilico. Recobrimento de peças sujeitas a 2.5x / 4.9 abrasão com e sem choque. Aplicável em dentes e 3.2x / M Kg baldes de escavadoras, cones de trituradores, 4.0x / M Kg maxilas, martelos de britadores, etc. 5.0x / M Kg DIN 8555 / E 3-UM-60 GPT EUROTROD HD 70 Eléctrodo básico. Recobrimento de peças sujeitas a 2.5x / 5.0 abrasão com choque e temperatura. Aplicável em 3.2x / G Kg ferramentas de corte, forjagem e estampagem, 4.0x / G Kg fieiras, rolos laminadores, etc. 5.0x / M Kg DIN 8555 / E 4-UM-60 GPT ABRASODUR 35 Eléctrodo rutilico de alto rendimento (180%). 3.2x / Kg Recobrimento de peças sujeitas a grande abrasão 4.0x / Kg com e sem choque. Aplicável em peças para DIN8555/E10-UM-60GR moinhos, dentes de escavadoras, etc. ABRASODUR 40 Eléctrodo básico de alto rendimento (180%). 3.2x Kg Recobrimento de peças sujeitas a severa abrasão. 4.0x450 Kg Aplicávelem helicóidesde prensas para cerâmicas e 5.0x450 Kg oleaginosas, pás de misturadores, etc. DIN8555/ E10-UM-55-GR ABRASODUR 43 Eléctrodo básico de alto rendimento (190%). 3.2x / Kg Recobrimento de peças sujeitas a severa abrasão. 4.0x / Kg Aplicávelem helicóidesde prensas para cerâmicas e oleaginosas, pás de misturadores, etc. DIN8555/E10-UM-65GR ABRASODUR 45 Eléct. básico de alto rendimento (235%). Recob. de 3.2x / Kg peças sujeitas a severa abrasão com temp. (até 4.0x / Kg 600ºC). Aplic. em desintegradores de minério, 5.0x / Kg DIN8555/E10-UM-65GR placas de desgaste, etc. A ELECTRO PORTUGAL reserva-se no direito de proceder a alterações sem aviso prévio Pág 7 de 8

8 ELÉCTRODOS PARA SOLDADURA DE ALUMÍNIO E SUAS LIGAS SOUDALU Si 5 Eléct. com revestimento especial (higroscópio). 2.5x350 ± 215 / Kg Aplicável na reparação de carters e blocos de 3.2x350 ± 155 / Kg motores, suportes e bases de máquinas, etc. 4.0x350 ± 100 / Kg DIN 1732 / EL-AlSi5 SOUDALU Si 12 Eléct. com revestimento especial (higroscópio). 2.5x350 ± 285 / Kg Soldadura de Alumínio-Silíciocom mais de 7% de 3.2x350 ± 133 / Kg Si. Aplicável na reparação de componentes 4.0x350 ± 95 / Kg mecânicos diversos, etc. DIN 1732 / EL-AlSi12 E 403 Eléct. com alma em alumínio-magnésio e 3.2x / Kg revestimento básico (higroscópio). Aplicável na reparação de blocos e cabeças de motores, corpos de DIN 1732 / S AlMg 3 bombas, ventiladores, etc. ELÉCTRODOS PARA SOLDADURA DE COBRE E SUAS LIGAS E 218 Eléctrodo básico. Soldadura e enchimento de peças 3.2x / Kg em cobre, bronze, ferro-fundido e aço. 4.0x / Kg AWS: E CuSn-C ELÉCTRODOS DE CORTE FURAÇÃO E CHANFRE EUROTROD SA 17 Eléctrodo com revestimento especial para chanfre e 3.2x / G Kg corte. 4.0x / G Kg 5.0x / M Kg E 900 Eléctrodo com revestimento especial para chanfre e 2.5x / Kg corte. 3.2x / Kg 4.0x / Kg EUROTROD SA 37 Eléctrodo com revestimento especial para corte e 3.2x / M Kg furação. 4.0x / M Kg 5.0x450 Kg SUPERCOUPE Eléctrodo com revestimento especial para corte, 3.2x / Kg chanfre e furação. 4.0x / Kg E 901 Eléctrodo com revestimento especial para corte e 3.2x / Kg furação. 4.0x / Kg ELÉCTRODOS DE CORTE CARVÃO ARCAIR Eléctrodo em carbono-grafite com revestimento em 4.8 (3/16") 50 / ± Un cobre para corte e chanfre. Utilizável, para além do 6.4 (1/4") 50 / ± Un arco eléctrico, com insuflação de ar comprimido 7.9 (5/16") 50 / ± Un Nota: A caixa contêm 5 pacotes aplicável em todos os metais. 9.5 (3/8") 50 / ± Un 12.7 (1/2") 50 / ± Un A ELECTRO PORTUGAL reserva-se no direito de proceder a alterações sem aviso prévio Pág 8 de 8

Propriedades Mecânicas R: 480 MPa A: 27% D: 135 HB. Eletrodos GD. GD 99 SX AWS- E-NiCI. R: 500 MPa A: 20% D: 180 HB.

Propriedades Mecânicas R: 480 MPa A: 27% D: 135 HB. Eletrodos GD. GD 99 SX AWS- E-NiCI. R: 500 MPa A: 20% D: 180 HB. Eletrodos GD GD 99 SX - E-NiCI GD 99 -E-NiCI GD 60 -E-NiFeCI GD 60S -E-NiFeS GD ST -E-ST Propriedades R: 480 MPa A: 27% D: 135 HB R: 500 MPa A: 20% D: 180 HB R: 520 MPa A: 20% D: 180 HB R: 530 MPa A: 18%

Leia mais

MATERIAL DE QUEIMA E SOLDADURA

MATERIAL DE QUEIMA E SOLDADURA 06 MATERIAL DE QUEIMA E SOLDADURA CANDEEIROS A GÁS FOGAREIROS A GÁS ACESSÓRIOS FOGAREIROS A GÁS CARTUCHOS GÁS MAÇARICOS CARTUCHO MAÇARICOS GARRAFA ELECTRODOS FIO DE SOLDA CANDEEIROS Candeeiro a Gás L3000PZ

Leia mais

TW103 TW203 MAIS QUE PRODUTOS. PRODUTIVIDADE.

TW103 TW203 MAIS QUE PRODUTOS. PRODUTIVIDADE. TW103 TW203 MAIS QUE PRODUTOS. PRODUTIVIDADE. BROCAS TW103 E TW203 PROPORCIONAM FUROS COM EXCELENTE QUALIDADE E MÁXIMO DESEMPENHO NO LATÃO E MATERIAIS DE CAVACO QUEBRADIÇO EM GERAL. Conheça suas características:

Leia mais

A Minas Metal está localizada em Matozinhos MG - em uma área própria de 40.000 m² com 8.000 m² construído dividido em seis galpões.

A Minas Metal está localizada em Matozinhos MG - em uma área própria de 40.000 m² com 8.000 m² construído dividido em seis galpões. FUNDIÇÃO USINAGEM CALDEIRARIA MANUTENÇÃO - FABRICAÇÃO E REFORMAS DE EQUIPAMENTOS A Minas Metal está localizada em Matozinhos MG - em uma área própria de 40.000 m² com 8.000 m² construído dividido em seis

Leia mais

TW101 TW201 TW301 TW311 TW321 TW421 TW431 MAIS QUE PRODUTOS. PRODUTIVIDADE.

TW101 TW201 TW301 TW311 TW321 TW421 TW431 MAIS QUE PRODUTOS. PRODUTIVIDADE. TW101 TW201 TW301 TW311 TW321 TW421 TW431 MAIS QUE PRODUTOS. PRODUTIVIDADE. PARA FURAR MATERIAIS DE ALTA RESISTÊNCIA OU EM CONDIÇÕES EXTREMAS, UTILIZE NOSSA GAMA DE SOLUÇÕES. ALTA PERFORMANCE COM MÁXIMA

Leia mais

- Bibliografia Recomendada

- Bibliografia Recomendada 1 7 a aula - ELETRODOS REVESTIDOS - Bibliografia Recomendada 1) Soldagem Processos e Metalurgia Capítulo 2b 2) Normas da AWS A5.1-81, A5.5-81 e demais normas 3) Catálogo de fabricantes de eletrodos revestidos

Leia mais

ANEXO A MATERIAIS ENGENHARIA DE VÁLVULAS E EQUIP. LTDA

ANEXO A MATERIAIS ENGENHARIA DE VÁLVULAS E EQUIP. LTDA MATERIAIS ANEXO A Pág. - Tabela 1: Limites de temperatura de uso para os materiais... A1 - Tabela 2: Ratings e pressões de teste para válvulas: Materiais do Grupo 1.1... A3 - Tabela 3: Ratings e pressões

Leia mais

Eletrodo Revestido Arame Sólido Arame Tubular Tipo de Aplicação

Eletrodo Revestido Arame Sólido Arame Tubular Tipo de Aplicação UTP 81 UTP 85FN UTP 715 Hook UTP LEDURIT 65 UTP Vanadium 500 UTP Vanadium SG UTP 8NIF UTP 85FN UTP AF 8FN UTP AF DUR 600 MP UTP AF 7114 UTP AF 715 Hook UTP AF Vanadium 500 UTP AF Vanadium SG UTP AF 8FN

Leia mais

Tecnologia Mecânica. Programa. Processamento Mecânico de Materiais Metálicos. Fundamentos. Estampagem. Luís Alves. Corte Arrombamento.

Tecnologia Mecânica. Programa. Processamento Mecânico de Materiais Metálicos. Fundamentos. Estampagem. Luís Alves. Corte Arrombamento. Tecnologia Mecânica Programa Processamento Mecânico de Materiais Metálicos Fundamentos Estampagem Luís Alves Corte Arrombamento Forjamento Hydroforming Bárbara Gouveia Tecnologia Mecânica 1 Tecnologia

Leia mais

Especificações Técnicas

Especificações Técnicas Especificações Técnicas TABELA DE ESCOLHA DO TIPO DE FRESA TIPO DE FRESA MATERIAL A SER CORTADO Com geometria de corte N aço com resistência até 80 kg/mm² aço beneficiado até 100 kg/mm² ferro fundido até

Leia mais

Soldagem de manutenção II

Soldagem de manutenção II A UU L AL A Soldagem de manutenção II A recuperação de falhas por soldagem inclui o conhecimento dos materiais a serem recuperados e o conhecimento dos materiais e equipamentos de soldagem, bem como o

Leia mais

SOLDAGEM DOS METAIS CAPÍTULO 9 SOLDAGEM COM ELETRODO REVESTIDO

SOLDAGEM DOS METAIS CAPÍTULO 9 SOLDAGEM COM ELETRODO REVESTIDO 62 CAPÍTULO 9 SOLDAGEM COM ELETRODO REVESTIDO 63 SOLDAGEM A ARCO ELÉTRICO COM ELETRODO REVESTIDO É um processo de soldagem por fusão a arco elétrico que utiliza um eletrodo consumível, no qual o calor

Leia mais

TW104 TW105 TW106 TW114 TW204 MAIS QUE PRODUTOS. PRODUTIVIDADE.

TW104 TW105 TW106 TW114 TW204 MAIS QUE PRODUTOS. PRODUTIVIDADE. TW104 TW105 TW106 TW114 TW204 MAIS QUE PRODUTOS. PRODUTIVIDADE. BROCAS PARA APLICAÇÃO GERAL LENOX-TWILL DESENVOLVIDAS PARA FURAR UMA AMPLA GAMA DE MATERIAIS, PROPORCIONANDO DESEMPENHO EFICIENTE COM EXCELENTE

Leia mais

0,8 0,9 1,0 1,2 1,32 1,6 18-20 100-250 ROSETADO AWS A 5.18 ER70S-6 0,15 0,15 0,15 0,03

0,8 0,9 1,0 1,2 1,32 1,6 18-20 100-250 ROSETADO AWS A 5.18 ER70S-6 0,15 0,15 0,15 0,03 ARAMES PARA SOLDA A MELHOR OPÇÃO PARA INDÚSTRIAS Soldar com GerdauMIG é ter alto rendimento nos processos industriais em soldagens semiautomáticas, mecanizadas e robotizadas, nos mais diversos segmentos.

Leia mais

CATÁLOGO DE AGRICULTURA

CATÁLOGO DE AGRICULTURA CATÁLOGO DE AGRICULTURA ESPECIAL AGRICULTURA SELEÇÃO DE PRODUTOS VOCACIONADOS PARA REPARAÇÃO, MANUTENÇÃO E PROTEÇÃO DE EQUIPAMENTOS UTILIZADOS NA AGRICULTURA. AO SERVIÇO DA EXPLORAÇÃO AGRÍCOLA MODERNA

Leia mais

Soldabilidade de Metais. Soldagem II

Soldabilidade de Metais. Soldagem II Soldabilidade de Metais Soldagem II Soldagem de Ligas Metálicas A American Welding Society (AWS) define soldabilidade como a capacidade de um material ser soldado nas condições de fabricação impostas por

Leia mais

Distribuição. Soluções em Aço para Solda

Distribuição. Soluções em Aço para Solda Distribuição Soluções em Aço para Solda A ArcelorMittal Distribuição apresenta sua linha de produtos para solda. A Belgo Bekaert Arames é líder de mercado no Brasil e tem um dos mais modernos parques industriais

Leia mais

Nesta aula, você vai estudar exatamente isso. E para acabar com o suspense, vamos a ela.

Nesta aula, você vai estudar exatamente isso. E para acabar com o suspense, vamos a ela. Mete broca! Nesta aula, vamos estudar uma operação muito antiga. Os arqueólogos garantem que ela era usada há mais de 4000 anos no antigo Egito, para recortar blocos de pedra. Ela é tão comum que você

Leia mais

ARAME PARA SOLDA MIG GERDAU A MELHOR OPÇÃO PARA INDÚSTRIAS

ARAME PARA SOLDA MIG GERDAU A MELHOR OPÇÃO PARA INDÚSTRIAS ARAMES PARA SOLDA ARAME PARA SOLDA MIG GERDAU A MELHOR OPÇÃO PARA INDÚSTRIAS Soldar com Gerdau-MIG é ter alto rendimento nos processos industriais em soldagens semiautomáticas, mecanizadas e robotizadas,

Leia mais

Materiais em Engenharia. Aula Teórica 6. Ensaios mecânicos (continuação dos ensaios de tracção, ensaios de compressão e de dureza)

Materiais em Engenharia. Aula Teórica 6. Ensaios mecânicos (continuação dos ensaios de tracção, ensaios de compressão e de dureza) Aula Teórica 6 Ensaios mecânicos (continuação dos ensaios de tracção, ensaios de compressão e de dureza) 1 ENSAIO DE TRACÇÃO A partir dos valores da força (F) e do alongamento ( I) do provete obtêm-se

Leia mais

Fabrico tubo inox FÁBRICA DE TUBOS E PERFIS, S.A. TEL: 234600890 FAX: 234600899 3750-753 TRAVASSÔ ÁGUEDA PORTUGAL. - GSP Junho 2009 1/58

Fabrico tubo inox FÁBRICA DE TUBOS E PERFIS, S.A. TEL: 234600890 FAX: 234600899 3750-753 TRAVASSÔ ÁGUEDA PORTUGAL. - GSP Junho 2009 1/58 Tubos de Aço Inox - GSP Junho 2009 1/58 Apresentação dos produtos Qualidade de aço inox standard AISI 304 (DIN 14301) e AISI 316 (DIN 14401) ou outros por encomenda. Formatos: redondo, oval, quadrado e

Leia mais

Ø 1,6 mm 16. ₂. Tem como

Ø 1,6 mm 16. ₂. Tem como MEGAFIL 71O M Fio fluxado sem escória (Metal-Cored) para mistura Ar-CO. Tem como propriedades um excelente restabelecimento do arco elétrico. Indicado para aplicações robotizadas. Sem necessidade de limpeza

Leia mais

Essa ferramenta pode ser fixada em máquinas como torno, fresadora, furadeira, mandriladora.

Essa ferramenta pode ser fixada em máquinas como torno, fresadora, furadeira, mandriladora. Brocas A broca é uma ferramenta de corte geralmente de forma cilíndrica, fabricada com aço rápido, aço carbono, ou com aço carbono com ponta de metal duro soldada ou fixada mecanicamente, destinada à execução

Leia mais

Curso de Engenharia de Produção. Sistemas Mecânicos e Eletromecânicos

Curso de Engenharia de Produção. Sistemas Mecânicos e Eletromecânicos Curso de Engenharia de Produção Sistemas Mecânicos e Eletromecânicos Introdução: Um rebite compõe-se de um corpo em forma de eixo cilíndrico e de uma cabeça. A cabeça pode ter vários formatos. Os rebites

Leia mais

PROGRAMA DE MANUTENÇÃO INDUSTRIAL POR SOLDAGEM

PROGRAMA DE MANUTENÇÃO INDUSTRIAL POR SOLDAGEM PROGRAMA DE MANUTENÇÃO INDUSTRIAL POR SOLDAGEM Know-How no Segmento Industrial de Fundição A Eutectic Castolin acumulou vasto conhecimento nos principais setores industriais do Brasil e possui um programa

Leia mais

VARETAS FLUXADAS VARETAS FLUXADAS PARA A SOLDADURA DOS AÇOS INOXIDÁVEIS

VARETAS FLUXADAS VARETAS FLUXADAS PARA A SOLDADURA DOS AÇOS INOXIDÁVEIS Rev: 1.1 OUT214 VARETAS FLUXADAS VARETAS FLUXADAS PARA A SOLDADURA DOS AÇOS INOXIDÁVEIS TG-X 38 L ASME SFA 5.22: R38LT1-5 19 TG-X 39 L ASME SFA 5.22: R39LT1-5 19 TG-X 316 L ASME SFA 5.22: R316LT1-5 2 TG-X

Leia mais

Eletrodos Revestidos

Eletrodos Revestidos Eletrodos Revestidos NOSSOS LIENTES SOLDAM MELHOR Pg. 3 AÇOS DE BAIXO E MÉDIO TEOR DE ARBONO Pg. AÇOS BAIXA LIGA Pg. 7 AÇOS INOXIDÁVEIS RESISTENTES AOS ÁIDOS E AO ALOR Pg. 9 REVESTIMENTOS DUROS Pg. 10

Leia mais

Eletrodos - Aplicações Especiais http://www.esab.com.br/br/por/produtos/consumiveis/eletrodos/aplicacoesespeciais.c... Página 1 de 2 06/03/2012 Home > Produtos > Consumiveis > Eletrodos > Eletrodos - Aplicações

Leia mais

Validade: Os valores e medidas apresentadas são válidas salvo erro de edição e são sujeitos a alteração sem aviso prévio. Validade dos Preços: salvo

Validade: Os valores e medidas apresentadas são válidas salvo erro de edição e são sujeitos a alteração sem aviso prévio. Validade dos Preços: salvo TUBOS INOX Validade: Os valores e medidas apresentadas são válidas salvo erro de edição e são sujeitos a alteração sem aviso prévio. Validade dos Preços: salvo erro de edição, os preços são válidos para

Leia mais

GGD INOX MARTENSÍTICO

GGD INOX MARTENSÍTICO AÇOS INOXIDÁVEIS GGD INOX MARTENSÍTICO Generalidades Podem ser beneficiados para altas durezas e ampla faixa de resistência mecânica. São magnéticos e possuem boa usinabilidade. Resistência à corrosão:

Leia mais

Soldagem de Aço Inox Utilizando Arco Gasoso com Tungstênio (GTAW ou TIG)

Soldagem de Aço Inox Utilizando Arco Gasoso com Tungstênio (GTAW ou TIG) Soldagem de Aço Inox Utilizando Arco Gasoso com Tungstênio (GTAW ou TIG) Este é o processo mais amplamente usado devido a sua versatilidade e alta qualidade bem como a aparência estética do acabamento

Leia mais

Alumínio e suas ligas

Alumínio e suas ligas Curso de MIQ - Profa. Simone P. Taguchi Borges DEMAR/EEL/USP Metais e ligas não ferrosas 1 Alumínio e suas ligas Densidade do Al (baixa): 2,70 g/cm 3 Condutividade elétrica e térmica elevadas Não magnético

Leia mais

CATALOGO DE PRODUTOS 1

CATALOGO DE PRODUTOS 1 ATALOGO DE PRODUTOS 1 Índice geral de consumíveis para soldas 1 Varetas para o processo TIG 1.11.21.31.41.1.6 Aços carbono... 3 Aços inoxidáveis... 422 Aços baixa liga... 2327 Ferro fundido... 2830 Ligas

Leia mais

Olhal soldável VLBS Elevação e amarração de cargas Cumpre as diretrizes de maquinaria 2006/42/EG C F T D E T I Articulação 180 G B A H Descrição Carga de trab. (t) Dimensões (mm) Solda Peso O VLBS forjado

Leia mais

Propriedades Mecânicas dos Aços DEMEC TM175 Prof Adriano Scheid

Propriedades Mecânicas dos Aços DEMEC TM175 Prof Adriano Scheid Propriedades Mecânicas dos Aços DEMEC TM175 Prof Adriano Scheid Tensão Propriedades Mecânicas: Tensão e Deformação Deformação Elástica Comportamento tensão-deformação O grau com o qual a estrutura cristalina

Leia mais

Soldadura de Alumínio

Soldadura de Alumínio Soldadura de Alumínio O alumínio é um metal leve, maleável, fácil de trabalhar, com boas propriedades térmicas e eléctricas. Tem uma película de óxido sobre a superfície que lhe dá uma boa resistência

Leia mais

CAMPUS REGIONAL DE RESENDE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO ÊNFASE EM PRODUÇÃO MECÂNICA

CAMPUS REGIONAL DE RESENDE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO ÊNFASE EM PRODUÇÃO MECÂNICA UERJ CAMPUS REGIONAL DE RESENDE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO ÊNFASE EM PRODUÇÃO MECÂNICA CAPÍTULO 8: AÇOS PARA CONSTRUÇÃO MECÂNICA DEPARTAMENTO DE MECÂNICA MATERIAIS DE CONSTRUÇÃO MECÂNICA IV PROF. ALEXANDRE

Leia mais

Número 1 em arames tubulares sem costura

Número 1 em arames tubulares sem costura Número 1 em arames tubulares sem costura Desenvolvido por líderes em consumíveis para soldagem voestalpine Böhler Welding www.voestalpine.com/welding Beneficie-se da experiência de um especialista em arame

Leia mais

Processo de Forjamento

Processo de Forjamento Processo de Forjamento Histórico A conformação foi o primeiro método para a obtenção de formas úteis. Fabricação artesanal de espadas por martelamento (forjamento). Histórico Observava-se que as lâminas

Leia mais

TECNOLOGIA DE SUPERFÍCIE TECNOLOGIA DE SUPERFÍCIES

TECNOLOGIA DE SUPERFÍCIE TECNOLOGIA DE SUPERFÍCIES TECNOLOGIA DE SUPERFÍCIES Sorocaba - SP Porto Alegre - RS Betim - MG Recife - PE R. de Janeiro - RJ A CASCADURA Simões Filho - BA Fundada em 1950, na cidade de São Paulo. Atualmente, possui 06 fábricas

Leia mais

Estruturas de serrotes para metais

Estruturas de serrotes para metais Serração Serras alternativas As máquinas de serração e as serras RIDGID foram desenvolvidas por profissionais para profissionais. Quaisquer que sejam as suas exigências em questões de serração, o programa

Leia mais

AÇOS ESTRUTURAIS. Fabio Domingos Pannoni, M.Sc., Ph.D. 1

AÇOS ESTRUTURAIS. Fabio Domingos Pannoni, M.Sc., Ph.D. 1 ESTRUTURAIS Fabio Domingos Pannoni, M.Sc., Ph.D. 1 INTRODUÇÃO Dentre os materiais encontrados no nosso dia-a-dia, muitos são reconhecidos como sendo metais, embora, em quase sua totalidade, eles sejam,

Leia mais

15.4.2011 Jornal Oficial da União Europeia C 118/35

15.4.2011 Jornal Oficial da União Europeia C 118/35 15.4.2011 Jornal Oficial da União Europeia C 118/35 Comunicação da Comissão no âmbito da execução da Directiva 97/23/CE do Parlamento Europeu e do Conselho de 29 de Maio de 1997 relativa à aproximação

Leia mais

Apresentação ArcelorMittal Inox Brasil

Apresentação ArcelorMittal Inox Brasil Apresentação ArcelorMittal Inox Brasil Outubro 2010 ArcelorMittal Inox Brasil ArcelorMittal Inox Brasil Única produtora integrada de aços inoxidáveis planos e siliciosos da América Latina Líder no mercado

Leia mais

(Informações) INFORMAÇÕES DAS INSTITUIÇÕES, ÓRGÃOS E ORGANISMOS DA UNIÃO EUROPEIA COMISSÃO EUROPEIA

(Informações) INFORMAÇÕES DAS INSTITUIÇÕES, ÓRGÃOS E ORGANISMOS DA UNIÃO EUROPEIA COMISSÃO EUROPEIA 4.5.2013 Jornal Oficial da União Europeia C 128/1 IV (Informações) INFORMAÇÕES DAS INSTITUIÇÕES, ÓRGÃOS E ORGANISMOS DA UNIÃO EUROPEIA COMISSÃO EUROPEIA Comunicação da Comissão no âmbito da execução da

Leia mais

CATÁLOGO DE PRODUTOS NÓS TEMOS A SOLUÇÃO. www.weldinox.com.br

CATÁLOGO DE PRODUTOS NÓS TEMOS A SOLUÇÃO. www.weldinox.com.br 1 1 9 9 7 7 2 2 CATÁLOGO DE PRODUTOS 1 1 9 9 7 7 2 NÓS TEMOS A SOLUÇÃO 2 1 9 Índice Índice 1 9 7 2 Eletrodos Inox WI 37R...3 WI 37B...3 WI 37 SR...3 WI 8 LR...3 WI 8 L-17...3 WI 8 LB...3 WI 8 LR AC...3

Leia mais

Concurso Público para Cargos Técnico-Administrativos em Educação UNIFEI 13/06/2010

Concurso Público para Cargos Técnico-Administrativos em Educação UNIFEI 13/06/2010 Questão 21 Conhecimentos Específicos - Técnico em Mecânica A respeito das bombas centrífugas é correto afirmar: A. A vazão é praticamente constante, independentemente da pressão de recalque. B. Quanto

Leia mais

Conceitos Iniciais. Forjamento a quente Forjamento a frio

Conceitos Iniciais. Forjamento a quente Forjamento a frio Forjamento Conceitos Iniciais Forjamento é o processo de conformação através do qual se obtém a forma desejada da peça por martelamento ou aplicação gradativa de uma pressão. Forjamento a quente Forjamento

Leia mais

BOLETIM TÉCNICO SOLDAGEM DE COBRE E SUAS LIGAS

BOLETIM TÉCNICO SOLDAGEM DE COBRE E SUAS LIGAS INTRODUÇÃO A união de cobre e suas ligas podem ser efetuadas por processos de soldagem e brasagem O processo de brasagem é adequado para componentes de dimensões relativamente pequenas, devido a grande

Leia mais

BR 280 - KM 47 - GUARAMIRIM SC Fone 47 3373 8444 Fax 47 3373 8191 nitriondobrasil@terra.com.br www.nitrion.com

BR 280 - KM 47 - GUARAMIRIM SC Fone 47 3373 8444 Fax 47 3373 8191 nitriondobrasil@terra.com.br www.nitrion.com TÉCNICA DA NITRETAÇÃO A PLASMA BR 280 KM 47 GUARAMIRIM SC Fone 47 3373 8444 Fax 47 3373 8191 nitriondobrasil@terra.com.br www.nitrion.com A Nitrion do Brasil, presente no mercado brasileiro desde 2002,

Leia mais

COLETÂNEA DE INFORMAÇÕES TÉCNICAS AÇO INOXIDÁVEL SOLDAGEM DE AÇOS INOXIDÁVEIS. Introdução

COLETÂNEA DE INFORMAÇÕES TÉCNICAS AÇO INOXIDÁVEL SOLDAGEM DE AÇOS INOXIDÁVEIS. Introdução COLETÂNEA DE INFORMAÇÕES TÉCNICAS AÇO INOXIDÁVEL SOLDAGEM DE AÇOS INOXIDÁVEIS Introdução Os aços inoxidáveis austeníticos são facilmente soldados com ou sem arame de enchimento. Ë considerável a utilização

Leia mais

Curso de Engenharia de Produção. Processos de Fabricação

Curso de Engenharia de Produção. Processos de Fabricação Curso de Engenharia de Produção Processos de Fabricação Soldagem MIG/MAG MIG e MAG indicam processos de soldagem por fusão que utilizam o calor de um arco elétrico formado entre um eletrodo metálico consumível

Leia mais

PROCESSOS DE SOLDAGEM

PROCESSOS DE SOLDAGEM PROCESSOS DE SOLDAGEM ARCO ELÉTRICO COM ELETRODO REVESTIDO Prof. Marcio Gomes 1 Soldagem a arco elétrico É um processo de soldagem por fusão em que a fonte de calor é gerada por um arco elétrico formado

Leia mais

ARAMES TUBULARES PARA AÇO INOXIDÁVEL

ARAMES TUBULARES PARA AÇO INOXIDÁVEL ARAMES TUBULARES PARA AÇO INOXIDÁVEL Arames tubulares para aço inoxidável Os arames tubulares BÖHLER Welding combinam as excelentes características de soldagem de eletrodos revestidos rutílicos BÖHLER

Leia mais

Reparação e Manutenção de Tubos

Reparação e Manutenção de Tubos Reparação e Manutenção de Tubos Vasta selecção a partir de uma fonte única. Concepções duradouras exclusivas. Desempenho rápido e fiável. Tipo de modelos Página Bombas de Teste de Pressão 2 9.2 Congeladores

Leia mais

Apresentação. Osmar Antonio Moscardo Diretor Presidente

Apresentação. Osmar Antonio Moscardo Diretor Presidente Apresentação A Indústria e Comércio de Eletrodos Ltda, fabricante de arames e ligas especiais para soldas, desenvolve seus produtos, observando as necessidades do mercado e atendendo sempre às normas mais

Leia mais

Consumíveis para Manutenção e Cladding

Consumíveis para Manutenção e Cladding Consumíveis para Manutenção e Cladding voestalpine Böhler Welding Soldas do Brasil Ltda. www.voestalpine.com/welding 1 voestalpine Böhler Welding O melhor conhecimento em solda se uniu ao do aço A voestalpine

Leia mais

PROGRAMA DE MANUTENÇÃO INDUSTRIAL POR SOLDAGEM

PROGRAMA DE MANUTENÇÃO INDUSTRIAL POR SOLDAGEM PROGRAMA DE MANUTENÇÃO INDUSTRIAL POR SOLDAGEM Know-How no Segmento Industrial de Açúcar & Álcool A Eutectic Castolin acumulou vasto conhecimento dos principais setores industrias do Brasil e possui um

Leia mais

SISTEMA DE ESTANTES MOVIPACK

SISTEMA DE ESTANTES MOVIPACK SISTEMA DE ESTANTES MOVIPACK MOVIPACK é um sistema de estantes móveis deslizando sobre carris. A vantagem óbvia do sistema é o aproveitamento de espaço em comparação com as estantes fixas que requerem

Leia mais

CATÁLOGO DE PRODUTOS. Rua Des. Antonio de Paula, 848 Boqueirão Curitiba PR acossulnorte@acossulnorte.com.br www.acossulnorte.com.

CATÁLOGO DE PRODUTOS. Rua Des. Antonio de Paula, 848 Boqueirão Curitiba PR acossulnorte@acossulnorte.com.br www.acossulnorte.com. F o n e : ( 4 1 ) 3 0 9 1-6 9 0 0 Rua Des. Antonio de Paula 848 Boqueirão Curitiba PR acossulnorte@acossulnorte.com.br w w w. a c o s s u l n o r t e. c o m. b r CATÁLOGO DE PRODUTOS MATRIZ BARRAS CANTONEIRAS

Leia mais

SOLDAGEM DOS METAIS CAPÍTULO 8 SOLDAGEM MIG/MAG

SOLDAGEM DOS METAIS CAPÍTULO 8 SOLDAGEM MIG/MAG 53 CAPÍTULO 8 SOLDAGEM MIG/MAG 54 PROCESSO MIG/MAG (METAL INERT GAS/METAL ACTIVE GAS) MIG é um processo por fusão a arco elétrico que utiliza um arame eletrodo consumível continuamente alimentado à poça

Leia mais

metais não ferrosos aluminio-cobre-latão - aço inoxidável

metais não ferrosos aluminio-cobre-latão - aço inoxidável metais não ferrosos aluminio-cobre-latão - aço inoxidável Arames Barras chatas Bobinas Cantoneiras Chapas Discos Perfis Buchas Tubos Tubos de cobre para refrigeração Vergalhões, redondos, sextavados e

Leia mais

INSPECTORES DE SOLDADURA SISTEMA AWS / CWI PROGRAMA DO CURSO AWS / CWI

INSPECTORES DE SOLDADURA SISTEMA AWS / CWI PROGRAMA DO CURSO AWS / CWI INSPECTORES DE SOLDADURA SISTEMA AWS / CWI PROGRAMA DO CURSO AWS / CWI Programa de Formação AWS / CWI, Documentos a distribuir aos Formandos, exames AWS conteúdo e respectiva classificação para aprovação

Leia mais

METAL DURO POR ESPECIALISTAS

METAL DURO POR ESPECIALISTAS METAL DURO POR ESPECIALISTAS A Durit emprega mais de 350 pessoas em todo o mundo. Os seus principais mercados são a Europa e a América do Sul Metal Duro sinterizado - caracterizado pela sua resistência.

Leia mais

TECNOLOGIA DOS MATERIAIS

TECNOLOGIA DOS MATERIAIS TECNOLOGIA DOS MATERIAIS Aula 7: Tratamentos em Metais Térmicos Termoquímicos CEPEP - Escola Técnica Prof.: Transformações - Curva C Curva TTT Tempo Temperatura Transformação Bainita Quando um aço carbono

Leia mais

Aços Longos. Barras Trefiladas

Aços Longos. Barras Trefiladas Aços Longos Barras Trefiladas Soluções em aço seguro e sustentável. Resultado da união dos dois maiores fabricantes mundiais de aço, a ArcelorMittal está presente em mais de 60 países, fabricando Aços

Leia mais

O comportamento em relação ao processo de fabricação e do modo como à peça será usada, devem ser previstos quando especificamos o material.

O comportamento em relação ao processo de fabricação e do modo como à peça será usada, devem ser previstos quando especificamos o material. 1 1. MATERIAIS. Os materiais são constituídos de átomos, e são estes que determinam se o material é um plástico, madeira, metal ou ar... (é a estrutura geral do átomo que diferencia um material do outro).

Leia mais

Catálogo Técnico de Produtos e Soluções para Soldagem

Catálogo Técnico de Produtos e Soluções para Soldagem Catálogo Técnico de Produtos e Soluções para Soldagem Fábrica e Administração: Avenida Engenheiro Eusébio Stevaux, 1900 CEP: 04696-000 - São Paulo/SP Vendas e Assistência Técnica: (+55 11) 5523.0522 Administração:

Leia mais

Catálogo de Consumíveis

Catálogo de Consumíveis atálogo de onsumíveis Índice 1 - ELETRODOS REVESTIDOS... 3-19 - S TUBULARES... 38-1.1 - AÇOS DE BAIXO E MÉDIO TEOR DE ARBONO...-.1 - - AÇOS DE BAIXO E 1.2 - AÇOS DE BAIXA LIGA...6-9 MÉDIO TEOR DE ARBONO...

Leia mais

Telecurso 2000 Processos de fabricação Peça; Retalho; Tira.

Telecurso 2000 Processos de fabricação Peça; Retalho; Tira. Conjunto de processos: Corte, Dobramento/curvamento (calandragem), Embutimento (estamp. profunda), Cunhagem, Perfilamento, Repuxamento. Processo a frio, Produto acabado, Matéria prima laminada, Forma volumétrica,

Leia mais

vendas1@juntasamf.com.br

vendas1@juntasamf.com.br À Sr( a) Ref.: Apresentação para Cadastro de Fornecedor Prezados Senhores, Vimos através desta, apresentar a Juntas AMF Ind. e Com. de Peças Ltda., uma empresa que já se tornou referencia no mercado de

Leia mais

(AÇO SEM MANCHAS) Prof. Roberto Monteiro de Barros Filho

(AÇO SEM MANCHAS) Prof. Roberto Monteiro de Barros Filho AÇO INOXIDÁVEL OU AÇO INOX STAINLESS STEEL (AÇO SEM MANCHAS) Conceito Aço inox é o termo empregado para identificar uma família de aços contendo no mínimo 10,5% de cromo. Este cromo está presente homogênea

Leia mais

ANCORAS METALICAS. Projetos / Aplicações / Importância / Análise de danos

ANCORAS METALICAS. Projetos / Aplicações / Importância / Análise de danos ANCORAS METALICAS Projetos / Aplicações / Importância / Análise de danos Conceito Âncoras / Clipes / Chumbadores Grapas Rabo de andorinha / Grampo Conceito Âncoras / Clipes / Chumbadores Grapas Rabo de

Leia mais

BOLETIM TÉCNICO PROCESSO MIG BRAZING

BOLETIM TÉCNICO PROCESSO MIG BRAZING O PROCESSO Consiste na união de aços comuns, galvanizados e aluminizados, utilizando um processo de aquecimento à arco elétrico (MIG), adicionando um metal de adição a base de cobre, não ocorrendo a fusão

Leia mais

Materiais de construção de máquinas

Materiais de construção de máquinas Universidade Estadual do Norte Fluminense Centro de Ciências e Tecnologias Agropecuárias Laboratório de Engenharia Agrícola EAG 03204 Mecânica Aplicada * Materiais de construção de máquinas 1. Introdução

Leia mais

PAINEIS SOLARES MEGASUN

PAINEIS SOLARES MEGASUN PAINEIS SOLARES MEGASUN Há mais de uma década a actuar no sector do aquecimento doméstico, a Jaqueciprolar é importador e representante dos Painéis Solares MEGASUN. A MEGASUN é um conceituado fabricante

Leia mais

Mecânica Tratamentos Térmicos

Mecânica Tratamentos Térmicos CPM - Programa de Certificação de Pessoal de Manutenção Mecânica Tratamentos Térmicos SENAI Departamento Regional do Espírito Santo 3 Tratamentos Térmicos - Mecânica SENAI - ES, 1997 Trabalho realizado

Leia mais

Programa. Conceitos e Tecnologia. Casos de Aplicação. Francisco Sousa E-mail: fsousa@teandm.pt Skype: fj.sousa M.: 967 125 465

Programa. Conceitos e Tecnologia. Casos de Aplicação. Francisco Sousa E-mail: fsousa@teandm.pt Skype: fj.sousa M.: 967 125 465 Apresentação Programa Conceitos e Tecnologia Casos de Aplicação Francisco Sousa E-mail: fsousa@teandm.pt Skype: fj.sousa M.: 967 125 465 Ciência das Superfícies Problemas Corrosão Fadiga Propriedades físicas

Leia mais

SISTEMA DE BARRAS ROSCADAS CORTARTEC VSP

SISTEMA DE BARRAS ROSCADAS CORTARTEC VSP SISTEMA DE BARRAS ROSCADAS CORTARTEC VSP SISTEMAS DE BARRAS ROSCADAS BARRAS ROSCADAS As caracteristicas mais significativas das barras CORTARTEC VSP são: Processo de fabricação mediante laminação a quente.

Leia mais

Fundição em Moldes Metálicos Permanentes por Gravidade.

Fundição em Moldes Metálicos Permanentes por Gravidade. Aula 10: Processos de Fundição em Moldes Metálicos por Gravidade (Coquilhas) 01: Introdução - Características do processo - Etapas envolvidas. - Fatores econômicos e tecnológicos - Ligas emprwegadas 02:

Leia mais

EFEITO DOS ELEMENTOS DE LIGA NOS AÇOS RSCP/ LABATS/DEMEC/UFPR

EFEITO DOS ELEMENTOS DE LIGA NOS AÇOS RSCP/ LABATS/DEMEC/UFPR EFEITO DOS ELEMENTOS DE LIGA NOS AÇOS RSCP/ LABATS/DEMEC/UFPR Seleção do processo de fundição Metal a ser fundido [C. Q.]; Qualidade requerida da superfície do fundido; Tolerância dimensional requerida

Leia mais

Desenho e Projeto de Tubulação Industrial

Desenho e Projeto de Tubulação Industrial Desenho e Projeto de Tubulação Industrial Módulo IV Aula 07 Solda A soldagem é um tema muito extenso. Basicamente a soldagem é a união de materiais, mas existem inúmeros processos totalmente diferentes

Leia mais

CARBINOX. O Brasil passa por aqui.

CARBINOX. O Brasil passa por aqui. Divisão Inoxidáveis CARBINOX. O Brasil passa por aqui. Inoxidáveis A Carbinox é uma companhia que atua há mais de 25 anos fornecendo soluções sob medida para impulsionar o desenvolvimento da economia.

Leia mais

Indice. 1 - Via Aéreas e Acessórios

Indice. 1 - Via Aéreas e Acessórios CATÁLOGO GERAL 2013 Indice 1 - Via Aéreas e Acessórios 1.1 - Birail em perfil de aço inox 1.2 - Birail em perfil de alumínio 1.3 - Monorail em perfil de alumínio 1.4 - Monorail ligeiro em perfil de alumínio

Leia mais

FORNAC: Excelência em Resistência ao Desgaste!

FORNAC: Excelência em Resistência ao Desgaste! Fundada em 1974, a Fornac iniciou sua produção com a fabricação de peças de desgaste em ferro fundido. Através da Parceria com a Nordberg, começou a fabricação de peças fundidas em aços especiais, sendo

Leia mais

MANUAL TÉCNICO DE AÇO INOXIDÁVEL

MANUAL TÉCNICO DE AÇO INOXIDÁVEL MANUAL TÉCNICO DE AÇO INOXIDÁVEL Manual Técnico de Aço Inoxidável Índice 1. INTRODUÇÃO...59 2. FABRICAÇÃO DO INOX...60 3. APLICABILIDADE DO AÇO INOXIDÁVEL...61 3.1 - Aço Inoxidável Austenítico...61 3.2

Leia mais

Para soldas, escolha qualidade. Soldas

Para soldas, escolha qualidade. Soldas ara soldas, escolha qualidade. oldas 1 Qualidade que faz a diferença onhecer a qualidade das coisas é saber diferenciá-las. E, assim, poder escolher o que há de melhor. omo os inúmeros produtos Belgo Bekaert

Leia mais

- PLACA DE CHOQUE: É construída com material Aço 1045, podendo levar um tratamento térmico para alcançar uma dureza de 45-48 HRC, se necessário.

- PLACA DE CHOQUE: É construída com material Aço 1045, podendo levar um tratamento térmico para alcançar uma dureza de 45-48 HRC, se necessário. Estampagem A estampagem é o processo de fabricação de peças, através do corte ou deformação de chapas em operação de prensagem geralmente a frio. A conformação de chapas é definida como a transição de

Leia mais

CastoLab Services. Compromisso com o Resultado

CastoLab Services. Compromisso com o Resultado CastoLab Services Compromisso com o Resultado Serviços de Manutenção & Reparo Fabricação de Peças Revestidas Serviços de Campo Revestimentos Antidesgaste ISO 9001, ISO 14001 e OHSAS 18001 n Disponibilidade

Leia mais

SOLDAGEM POR ARCO SUBMERSO

SOLDAGEM POR ARCO SUBMERSO SOLDAGEM POR ARCO SUBMERSO Juntas com excelentes propriedades mecânicometalúrgicas Altas taxas de deposição Esquema básico do processo 1 Vantagens do processo Pode-se usar chanfros com menor área de metal

Leia mais

GRSS. Resistance WELDING SOLDAGEM POR RESISTÊNCIA ELÉTRICA

GRSS. Resistance WELDING SOLDAGEM POR RESISTÊNCIA ELÉTRICA SOLDAGEM POR RESISTÊNCIA ELÉTRICA Princípios A soldagem por resistência elétrica representa mais uma modalidade da soldagem por pressão na qual as peças a serem soldadas são ligadas entre si em estado

Leia mais

MAGMA SOLDAS. Qualidade em Eletrodos. É uma marca registrada e exclusiva, fornecida somente através de revendedores autorizados

MAGMA SOLDAS. Qualidade em Eletrodos. É uma marca registrada e exclusiva, fornecida somente através de revendedores autorizados MAGMA SOLDAS Qualidade em Eletrodos É uma marca registrada e exclusiva, fornecida somente através de revendedores autorizados Do fundador Fundada por uma Equipe Veterana na Produção de Eletrodos e Ligas

Leia mais

Tipo: FC1 FERRÍTICO/PERLÍTICO CLASSE: 15 Características / Aplicações

Tipo: FC1 FERRÍTICO/PERLÍTICO CLASSE: 15 Características / Aplicações Ferro Fundido Cinzento Tipo: FC1 FERRÍTICO/PERLÍTICO CLASSE: 15 Uso geral em aplicações com reduzida solicitação mecânica, componente estruturais e/ou estatísticos de máquinas ou construções mecânicas/civis:

Leia mais

Materiais para Ferramenta de Corte. Prof. João Paulo Barbosa, M.Sc.

Materiais para Ferramenta de Corte. Prof. João Paulo Barbosa, M.Sc. Materiais para Ferramenta de Corte Prof. João Paulo Barbosa, M.Sc. Materiais para ferramentas de cortes Nas operações mais comuns, utiliza como ferramenta um material mais duro que o da peça. Por outro

Leia mais

Materiais cerâmicos e vítreos vítreos

Materiais cerâmicos e vítreos vítreos Materiais cerâmicos e vítreos Materiais inorgânicos e não-metálicos processados e / ou usados a elevadas temperaturas Cerâmicas / argilas / silicatos das mais velhas indústrias humanas (15000 AC) resistentes

Leia mais

PROGRAMA DE MANUTENÇÃO INDUSTRIAL POR SOLDAGEM

PROGRAMA DE MANUTENÇÃO INDUSTRIAL POR SOLDAGEM PROGRAMA DE MANUTENÇÃO INDUSTRIAL POR SOLDAGEM Know-How no Segmento Industrial de Cimento A Eutectic Castolin acumulou vasto conhecimento dos principais setores industrias do Brasil e possui um programa

Leia mais

CORTE DOS METAIS. Prof.Valmir Gonçalves Carriço Página 1

CORTE DOS METAIS. Prof.Valmir Gonçalves Carriço Página 1 CORTE DOS METAIS INTRODUÇÃO: Na indústria de conformação de chapas, a palavra cortar não é usada para descrever processos, exceto para cortes brutos ou envolvendo cortes de chapas sobrepostas. Mas, mesmo

Leia mais

Sistemas Estruturais. Prof. Rodrigo mero

Sistemas Estruturais. Prof. Rodrigo mero Sistemas Estruturais Prof. Rodrigo mero Aula 4 O Material aço Índice Características de Aço da Construção Civil Propriedades Modificadas Ligas Metálicas Ligas Ferrosas Ligas Não-Ferrosas Teor de Carbono

Leia mais

Dados Técnicos Sobre Tubos

Dados Técnicos Sobre Tubos www.swagelok.com Dados Técnicos Sobre Tubos Índice Serviço de Gás.......................... 2 Instalação.............................. 2 Tabelas de Pressão de Trabalho Sugeridas Tubos em Aço Carbono.....................

Leia mais

SOLDAGEM DOS METAIS CAPÍTULO 5 TERMINOLOGIA E SIMBOLOGIA DE SOLDAGEM

SOLDAGEM DOS METAIS CAPÍTULO 5 TERMINOLOGIA E SIMBOLOGIA DE SOLDAGEM 28 CAPÍTULO 5 TERMINOLOGIA E SIMBOLOGIA DE SOLDAGEM 29 TERMINOLOGIA DE SOLDAGEM A terminologia de soldagem é bastante extensa e muitas vezes os termos técnicos que utilizamos em uma região geográfica não

Leia mais