A importância do SEBRAETEC para o desenvolvimento das micro e pequenas empresas de Santa Rita do Sapucaí

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "A importância do SEBRAETEC para o desenvolvimento das micro e pequenas empresas de Santa Rita do Sapucaí"

Transcrição

1 A importância do SEBRAETEC para o desenvolvimento das micro e pequenas empresas de Santa Rita do Sapucaí Autora: Juliana Aparecida Ananias Co-autores: André Luis da Rocha Abbade Rodrigo Ribeiro Pereira Tânia Maria da Costa Rosas Rogério Abranches da Silva RESUMO Desenvolver ideias e transformá-las em negócio é um grande desafio para os empreendedores. A dificuldade está relacionada principalmente ao custo, à qualidade e ao tempo do desenvolvimento do projeto. O SEBRAETEC é um programa de apoio à inovação do SEBRAE que tem por objetivo aportar recursos financeiros e oferecer suporte técnico para as empresas que desenvolvem ideias de produtos inovadores. Este artigo apresenta os resultados de uma pesquisa com o objetivo de demonstrar a importância do SEBRAETEC para o desenvolvimento das micro e pequenas empresas da cidade de Santa Rita do Sapucaí. Palavras chaves: Empresas, recursos financeiros, Sebraetec. SUMMARY Develop ideas and turn them into business is a great challenge for entrepreneurs. The difficulty is mainly related to cost, quality and time to develop the project. SEBRAETEC is a SEBRAE program to support innovation which aims to contribute with financial resources and provide technical support for companies developing innovative product ideas. This article Juliana Aparecida Ananias, aluna do sexto período do curso de Tecnologia em Gestão de Telecomunicações do Inatel, Rua Pedro Seda, 63, Santa Rita do Sapucaí-MG, fone , Prof. Me. André Luis da Rocha Abbade, Mestre em Comunicações Ópticas pelo Inatel, Inatel, Av. João de Camargo, 510, Santa Rita do Sapucaí-MG, fone , Rodrigo Ribeiro Pereira, Analista Técnico do Serviço de Apoio a Micro e Pequenas Empresas de Minas Gerais - Sebrae, Avenida Delfim Moreira, Centro, Santa Rita do Sapucaí-MG, fone , Tânia Maria da Costa Rosas, Graduação em Análise e Desenvolvimento de Sistemas pela Universidade Paulista Av. João de Camargo, Santa Rita do Sapucaí MG, Rogério Abranches da Silva, Especialista em Gestão Estratégica de Negócios, Bacharel em Administração de Empresas. Av. João de Camargo, Santa Rita do Sapucaí MG

2 presents the results of a survey in order to show the importance of SEBRAETEC for the development of micro and small companies from the city of Santa Rita do Sapucaí.

3 A importância do SEBRAETEC para o desenvolvimento das micro e pequenas empresas de Santa Rita do Sapucaí I. INTRODUÇÃO O SEBRAETEC é um programa do SEBRAE que tem como objetivo promover o acesso técnico e financeiro para o desenvolvimento de projetos inovadores. Os recursos são destinados a prover soluções em sete áreas de conhecimento da inovação: Design; Produtividade; Propriedade Intelectual; Qualidade; Inovação; Sustentabilidade e; Tecnologia da Informação e Comunicação. O trabalho de pesquisa que é objeto deste artigo foi iniciado em outubro/2014 e tem o intuito de mensurar o grau de importância deste recurso para o desenvolvimento das empresas de Santa Rita do Sapucaí-MG. Em um primeiro momento, foi realizado um estudo para entender melhor como o SEBRAE coordena este programa de apoio à inovação. Na sequência, foram identificadas algumas questões importantes a serem analisadas e com estas premissas definidas foi elaborado um formulário. O passo seguinte foi mapear as empresas incubadas e as graduadas do INATEL (Instituto Nacional de Telecomunicações) e da PROINTEC (incubadora municipal) que já haviam utilizado o SEBRAETEC. II. OBJETIVO DA PESQUISA O objetivo principal da pesquisa é mensurar a importância do SEBRAETEC para o desenvolvimento das micro e pequenas empresas de Santa Rita do Sapucaí. A pesquisa buscou extrair dos empresários suas opiniões sobre o recurso, sempre que possível quantificando e qualificando os projetos que foram desenvolvidos. Os empresários devem também informar como seria o desenvolvimento do produto caso a empresa não pudesse contar com este recurso e informar os impactos do programa na economia local. III. CENÁRIO ESCOLHIDO O cenário escolhido para desenvolvimento da pesquisa são empresas de base tecnológica de Santa Rita do Sapucaí-MG, cidade sul-mineira conhecida como O Vale da Eletrônica, pois possui mais de cento e sessenta empresas nas áreas de eletrônica, automação, software, telecomunicações e afins. Além disto, é uma das cidades que mais submete projetos e utiliza os recursos do SEBRAETEC. Em dezembro/2014, houve um evento de graduação de empresas incubadas do município, onde diversos empreendedores agradeceram ao SEBRAE pela oportunidade de utilizar este recurso, ressaltando a importância deste para o desenvolvimento de seus projetos.

4 Até o momento dezessete empreendedores foram entrevistados, sendo um dono de duas empresas, gerando 18 respostas. IV. CRITÉRIOS DA ENTREVISTA Para elaboração do formulário foram realizados questionamentos com o objetivo de extrair das empresas uma avaliação do seu projeto com a utilização do recurso, analisando-o em relação à qualidade do serviço prestado pelo órgão executor do projeto e o estágio do produto. Com o objetivo de gerar um resultado quantitativo e mensurável para a pesquisa, foi solicitado aos empresários que atribuíssem uma nota de 0 a 10 de como eles estimariam a qualidade de seu produto sem o recurso e como eles quantificariam seu produto final, atribuindo outra nota de 0 a 10, com o recurso. A Tabela 1 apresenta uma síntese do resultado das entrevistas. Tabela 1: Relação das empresas, empreendedores, produtos, datas das entrevistas e notas atribuídas pelos empreendedores ao produto com e sem a utilização do SEBRAETEC. Empresa Empreendedor Produto Data da Nota com Nota sem entrevista recurso recurso PHOTON-TIC Neiriberto Azevedo Software de gestão de energia 20/11/ HIT Marcos Carvalho Controlador de imagens, vídeos e 26/11/14 9,5 2 áudio LUMENX Gustavo Henrique Não comentou, pois ainda está em 01/12/ Costa desenvolvimento. DEVISE Juliano Andrade Controle Remoto de ventiladores 20/12/14 9,5 6 SANCOUT Juliano Santos Visualizador Digital de 11/02/ radiografias MAXLINK Viviana Blanez Fonte GSM 12/02/ INTELLIGES Daniela Filette Descongelador de Célula Tronco 12/03/ VISION Paulo Moura Fonte Micro Nobreak 27/03/ LIFETEC Andreia Santos Negatoscópio em Leds 31/03/ EXSTO Domingos Adriano Gravador Holtek 06/04/ PAUHER Mário Brandão Produtos da área de saúde 06/04/ BERTOLONI Luís Fernando Amplificador de áudio e baixo 06/04/ Bertoloni AMICUS Francisco Mecchi Coleira para adestramento de cães 21/05/ ON ELETRÔNICOS Francisco Mecchi Economaster (Produto que desliga 21/05/ aparelhos automaticamente) KL Claudio Lasso Ecoshower e 15/06/ Controlador de iluminação MASTER MEDIKAL Fabiano Valias Sensor para Oxímetro de Pulso 31/07/ FRACTUM Luciano Camilo Medidor de Temperatura e 13/08/ Alexandre Umidade Wireless TOLEDO E MAGALHÃES Alexandre Magalhães Totem Interativo 14/08/ Média 9,33 4,61 A Tabela 2 demonstra como os projetos contribuíram na geração de emprego, apresentando o número de funcionários contratados, parcerias com empresas

5 prestadoras de serviço e a porcentagem do acréscimo de receita com a venda dos produtos. As empresas que não constam nessa tabela são as que os produtos ainda estão em desenvolvimento. Tabela 2: Demonstração do n de funcionários contratados e acréscimo da receita mensal. Empresa Faturamento mensal ou % do acréscimo de receita N de funcionários contratados na empresa N funcionários de empresas terceirizadas VISION R$ , LIFETEC 100% 5 0 EXSTO Não soube mensurar 4 0 BERTOLONI 1 ano R$10.000,00 e 2 ano R$30.000, DEVISE Preferiu não mensurar 5 2 MAXLINK 30% 2 2 AMICUS 15% 1 0 KL 30% 2 * MASTER MEDIKAL 30% 2 0 FRACTUM 60% 15 TOLEDO E MAGALHÃES 20% 2 * Total * *Não tem os dados, porém contam com parceiros. V. VANTAGENS DA UTILIZAÇÃO DO SEBRAETEC Além de ser um apoio financeiro importante, os projetos beneficiados pelo programa contam com a parceria de órgãos executores que possuem equipes técnicas com grandes competências para desenvolvimento. Cabe aqui ressaltar o INATEL que possui mais de 200 profissionais especializados em pesquisa e desenvolvimento de projetos e presta serviço para grandes empresas nacionais e multinacionais. Com esse apoio o projeto fica pronto em um tempo menor e com uma qualidade superior, sendo que se o

6 empreendedor precisasse se responsabilizar por toda a qualificação da equipe técnica, seu projeto poderia passar da época mais apropriada de lançamento e correria o risco de perder mercado para a concorrência. VI. IMPACTOS NA SOCIEDADE Com a venda do produto a empresa contribuirá para o desenvolvimento local através da geração de novos empregos. Além disto, cabe ressaltar que aquele produto inovador que corria o risco de ficar somente no papel ou passar da época para ser lançado, tem a possibilidade de ir para o mercado com qualidade e no tempo certo. VII. RELATOS IMPORTANTES DOS EMPRESÁRIOS Para ressaltar a importância do programa para as empresas beneficiadas, além do resultado numérico bastante significativo, melhorando de 4,61 para 9,33 a nota atribuída pelos empresários, pode-se citar ainda alguns depoimentos: 1-Na empresa PHOTON-TIC, o empresário informou que seu projeto ficou mais atrativo aos clientes, pois era um produto muito simples, seu mercado eram as pequenas empresas, após o apoio do SEBRAETEC o projeto ganhou mais atributos conquistando o mercado de médias e grandes empresas. Neste caso, se tratava de um software para gerenciar gastos de energia, depois de passar pelo órgão executor (INATEL) ele ganhou uma parte gráfica para demonstração dos gastos, isso tornou o produto mais eficaz. 2-Outro exemplo é o da empresa DEVISE TECNOLOGIAS, seus produtos tem um maior índice de vendas no verão, pois se trata de controles remotos para ventiladores. Com o apoio do SEBRAETEC a empresa conseguiu diversificar sua linha de produtos e manter um equilíbrio de vendas durante o ano. VIII. CONCLUSÃO Através dos dados coletados nas entrevistas e os relatos dos empresários percebe-se a importância do apoio do SEBRAETEC para as empresas de Santa Rita do Sapucaí. Com ele é possível viabilizar projetos e agregar valores ao produto final. As empresas têm como benefícios a possibilidade de lançar no mercado um produto com mais atributos num espaço de tempo menor, aumentando a probabilidade de sucesso do projeto e conseqüentemente contribuindo com o crescimento das empresas e da economia local.

7

Pós-graduação em Engenharia de Sistemas Eletroeletrônicos, Automação e Controle Industrial

Pós-graduação em Engenharia de Sistemas Eletroeletrônicos, Automação e Controle Industrial 2014 Pós-graduação em Engenharia de Sistemas Eletroeletrônicos, Automação e Controle Industrial Instituto Nacional de Telecomunicações INATEL Santa Rita do Sapucaí/MG (35) 3471-9292 www.inatel.br/pos Instituto

Leia mais

Como o CERNE foi construído?

Como o CERNE foi construído? Por que CERNE? O movimento brasileiro de incubadoras vem crescendo a uma taxa expressiva nos últimos dez anos, alcançando uma média superior a 25% ao ano. Atualmente, as incubadoras brasileiras apóiam

Leia mais

Página 1 de 19 Data 04/03/2014 Hora 09:11:49 Modelo Cerne 1.1 Sensibilização e Prospecção Envolve a manutenção de um processo sistematizado e contínuo para a sensibilização da comunidade quanto ao empreendedorismo

Leia mais

MPE Micro e Pequenas Empresas - É POSSÍVEL INOVAR?

MPE Micro e Pequenas Empresas - É POSSÍVEL INOVAR? MPE Micro e Pequenas Empresas - É POSSÍVEL INOVAR? São Paulo 16 de abril de 2013 Missão do SEBRAE Promover a competitividade e o desenvolvimento sustentável dos pequenos negócios e fomentar o empreendedorismo

Leia mais

XIX CONGRESSO DE PÓS-GRADUAÇÃO DA UFLA 27 de setembro a 01 de outubro de 2010

XIX CONGRESSO DE PÓS-GRADUAÇÃO DA UFLA 27 de setembro a 01 de outubro de 2010 APLICAÇÃO DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO NA COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL (Estudo de Caso: Rede Eletrosom Ltda em Pires do Rio - GO) MÁRCIO FERNANDES 1, DÉBORA DE AMORIM VIEIRA 2, JOSIANE SILVÉRIA CALAÇA MATOS

Leia mais

Incentivos fiscais para a manutenção. da competitividade das indústrias mineiras

Incentivos fiscais para a manutenção. da competitividade das indústrias mineiras Incentivos fiscais para a manutenção da competitividade das indústrias mineiras Histórico do APL Eletroeletrônico de Santa Rita do Sapucaí A pequena cidade de Santa Rita do Sapucaí, no sul de Minas Gerais,

Leia mais

1 2 3 4 5 Apresentação José Domingos Adriano e-mail: domingos@exsto.com.br Técnico pela ETE FMC Eng. de Telecomunicações pelo INATEL Diretor de P&D da Exsto Tecnologia Prof. da Pós-Graduação em Automação

Leia mais

Título: A IMPORTÂNCIA DA NORMATIZAÇÃO DO PROCESSO DE PRÉ- INCUBAÇÃO NA UTFPR CÂMPUS CURITIBA

Título: A IMPORTÂNCIA DA NORMATIZAÇÃO DO PROCESSO DE PRÉ- INCUBAÇÃO NA UTFPR CÂMPUS CURITIBA Título: A IMPORTÂNCIA DA NORMATIZAÇÃO DO PROCESSO DE PRÉ- INCUBAÇÃO NA UTFPR CÂMPUS CURITIBA Autor: Paulo Roberto Bueno Co-autores: Sebastião Dambroski; Haniel Kaiser Ribeiro Resumo estruturado Este artigo

Leia mais

PN PLANO DE NEGÓCIOS. Gestão e Empreendedorismo

PN PLANO DE NEGÓCIOS. Gestão e Empreendedorismo PN PLANO DE NEGÓCIOS Conceito PLANO DE NEGÓCIO É um documento que contempla a descrição do empreendimento e o modelo de gestão que sustentará a empresa É O CARTÃO DE VISITA DA EMPRESA Plano de Negócio

Leia mais

A TELEMAR NORTE LESTE S/A

A TELEMAR NORTE LESTE S/A Belo Horizonte, 18 de dezembro de 2012. À EMATER-MG Ref.: Procedimento de Manifestação de Interesse (PMI) A TELEMAR NORTE LESTE S/A, sociedade anônima prestadora de serviços de telecomunicações, regularmente

Leia mais

o desenvolvimento, o crescimento e a disseminação moral, honestidade e cooperação real transparência, alta qualidade e preços justos

o desenvolvimento, o crescimento e a disseminação moral, honestidade e cooperação real transparência, alta qualidade e preços justos Desde Junho do ano 2000, trabalhamos muito e buscamos crescer, em nossa sede e em capital. Mas todo nosso crescimento só foi e é possível porque nunca deixamos de lado o desenvolvimento, o crescimento

Leia mais

Participação de pequenas empresas nos parques tecnológicos

Participação de pequenas empresas nos parques tecnológicos Participação de pequenas empresas nos parques tecnológicos Autor: Katia Melissa Bonilla Alves 1 Co-autores: Ricardo Wargas 2 e Tomas Stroke 3 1 Mestre em Economia pela Universidade do Estado do Rio de

Leia mais

CHAMADA DE PROJETOS 001/2013- APOIO PARA SOLUÇÕES DE INOVAÇÃO JUNTO AS MPE S de Uberaba

CHAMADA DE PROJETOS 001/2013- APOIO PARA SOLUÇÕES DE INOVAÇÃO JUNTO AS MPE S de Uberaba CHAMADA DE PROJETOS 001/2013- APOIO PARA SOLUÇÕES DE INOVAÇÃO JUNTO AS MPE S de Uberaba 1 OBJETIVO 1.1 Realizar, em 2013, apoio financeiro para viabilizar a execução de serviços em inovação e tecnologia

Leia mais

PROGRAMA SEBRAE SP SUCESU-SP. SP DE COMPETITIVIDADE DA MPE s s DE SOFTWARE E SERVIÇOS DA CIDADE DE SÃO PAULO

PROGRAMA SEBRAE SP SUCESU-SP. SP DE COMPETITIVIDADE DA MPE s s DE SOFTWARE E SERVIÇOS DA CIDADE DE SÃO PAULO PROGRAMA SEBRAE SP SUCESU-SP SP DE COMPETITIVIDADE DA MPE s s DE SOFTWARE E SERVIÇOS DA CIDADE DE SÃO PAULO Visão Geral Programa SUCESU SP Objetivo: Representar e defender os interesses dos usuários de

Leia mais

Diagnóstico da aplicação dos fundamentos gerenciais de projetos nas empresas do APL de Eletroeletrônica de Santa Rita do Sapucaí

Diagnóstico da aplicação dos fundamentos gerenciais de projetos nas empresas do APL de Eletroeletrônica de Santa Rita do Sapucaí Diagnóstico da aplicação dos fundamentos gerenciais de projetos nas empresas do APL de Eletroeletrônica de Santa Rita do Sapucaí Carolina Macêdo Monti Vilela Pós-Graduanda em Gestão Estratégica de Projetos

Leia mais

Produção Multimédia Interactiva

Produção Multimédia Interactiva Produção Multimédia Interactiva Candidaturas 2012/13 secretaria@ipa.univ.pt http://pmi.ipa.univ.pt www.ipa.univ.pt IPA Instituto Superior Autónomo de Estudos Politécnicos No IPA prosseguimos os seguintes

Leia mais

Conhecer o cenário de atuação de micro e pequenas empresas é fundamental para subsidiar estratégias de atuação do Sebrae junto a esses negócios.

Conhecer o cenário de atuação de micro e pequenas empresas é fundamental para subsidiar estratégias de atuação do Sebrae junto a esses negócios. Conhecer o cenário de atuação de micro e pequenas empresas é fundamental para subsidiar estratégias de atuação do Sebrae junto a esses negócios. Só assim é possível identificar oportunidades de melhorias

Leia mais

CROWDWORKING VALE DA ELETRONICA Uma iniciativa do INATEL, Telefônica e Ericsson

CROWDWORKING VALE DA ELETRONICA Uma iniciativa do INATEL, Telefônica e Ericsson CROWDWORKING VALE DA ELETRONICA Uma iniciativa do, Telefônica e Ericsson PERÍODO DE VIGÊNCIA: ABERTURA: 01/04/2016 ENCERRAMENTO: 20/05/2016 ENCERRAMENTO DO PERÍODO DE INSCRIÇÃO E ENVIO DO FORMULÁRIO NA

Leia mais

TI - GESTÃO DE PROJETOS

TI - GESTÃO DE PROJETOS TI - GESTÃO DE PROJETOS BISCAIA, R RESUMO: Atualmente o mercado competitivo faz com que empresas busquem constantemente inovações para se manterem competitivas, e nesse cenário tempo, custo e qualidade,

Leia mais

II Seminário Resultados da Lei da Informática

II Seminário Resultados da Lei da Informática II Seminário Resultados da Lei da Informática Rodrigo Pinto Diretor de P&D 29 de março de 2006 Agenda A Solectron Estratégia Organização Realizações Resultados entre 1998 2003 Resultados entre 2004-2005

Leia mais

Faculdade Pitágoras de Uberlândia. Administração

Faculdade Pitágoras de Uberlândia. Administração Faculdade Pitágoras de Uberlândia Apostila de Administração Prof. Walteno Martins Parreira Júnior www.waltenomartins.com.br waltenomartins@yahoo.com 2014 SUMÁRIO 1 O PLANO DE NEGÓCIOS...2 1.1 SUMÁRIO EXECUTIVO...5

Leia mais

A IFOUR ÁREAS DE ATUAÇÃO

A IFOUR ÁREAS DE ATUAÇÃO A IFOUR Fundada em 2000, a ifour Sistemas conta com sedes em Viçosa e Muriaé. Atua no desenvolvimento de soluções completas para gestão empresarial (automação), envolvendo software e equipamentos para

Leia mais

Orientações para elaborar um. Plano de Negócios

Orientações para elaborar um. Plano de Negócios Orientações para elaborar um Plano de Negócios Maio de 2010 www.nascente.cefetmg.br Página 1 Apresentação Este documento contém um roteiro básico de Plano de Negócios. O objetivo é permitir que o futuro

Leia mais

MODELO PLANO DE NEGÓCIO

MODELO PLANO DE NEGÓCIO MODELO PLANO DE NEGÓCIO Resumo dos Tópicos 1 EMPREENDEDOR... 3 1.1. O EMPREENDIMENTO... 3 1.2. OS EMPREENDEDORES... 3 2 GESTÃO... 4 2.1. DESCRIÇÃO DO NEGÓCIO... 4 2.3. PLANO DE OPERAÇÕES... 4 2.4. NECESSIDADE

Leia mais

Aceleração Industrial de Empresas e Educação Empreendedora: Metodologia de Trabalho Incubadora Senai Centro Internacional de Inovação

Aceleração Industrial de Empresas e Educação Empreendedora: Metodologia de Trabalho Incubadora Senai Centro Internacional de Inovação Aceleração Industrial de Empresas e Educação Empreendedora: Metodologia de Trabalho Incubadora Senai Centro Internacional de Inovação Mário Rafael Bendlin Calzavara RESUMO A Incubadora Senai Centro Internacional

Leia mais

AUTOMAÇÃO E CONTROLE Banco de Ensaios em Simulador de Caixa D Água - XC223 -

AUTOMAÇÃO E CONTROLE Banco de Ensaios em Simulador de Caixa D Água - XC223 - T e c n o l o g i a Descubra as soluções EXSTO de EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA AUTOMAÇÃO E CONTROLE Banco de Ensaios em Simulador de Caixa D Água A EXSTO Tecnologia foto da empresa Instalada em Santa Rita do Sapucaí,

Leia mais

Retorno do investimento com aplicativos empresariais em celulares.

Retorno do investimento com aplicativos empresariais em celulares. Retorno do investimento com aplicativos empresariais em celulares. Introdução A simulação do retorno sobre o investimento (do inglês ROI return on investment) tem sido utilizada como importante ferramenta

Leia mais

Regulamento do NNIES Ninho de Novas Iniciativas Empresariais de Setúbal

Regulamento do NNIES Ninho de Novas Iniciativas Empresariais de Setúbal Regulamento do NNIES Ninho de Novas Iniciativas Empresariais de Setúbal 1 Preâmbulo O Ninho de Novas Iniciativas Empresariais de Setúbal, adiante designado por NNIES, é um equipamento municipal criado

Leia mais

Formulário de Apresentação de Proposta - TECNOVA PB

Formulário de Apresentação de Proposta - TECNOVA PB Formulário de Apresentação de Proposta - TECNOVA PB Secretaria de Recursos Hídricos, Meio Ambiente, Ciência e Tecnologia - SERHMACT Fundação de Apoio à Pesquisa - FAPESQ Setembro/Outubro de 2013 TECNOVA

Leia mais

PARTE VI O Plano de Negócios

PARTE VI O Plano de Negócios FATERN Faculdade de Excelência Educacional do RN Coordenação Tecnológica de Redes e Sistemas Curso Superior de Tecnologia em Sistemas para Internet Empreendedorismo: Uma Introdução Prof. Fabio Costa Ferrer,

Leia mais

Buscamos sempre a solução mais eficaz, de acordo com o avanço tecnológico dos sistemas de Telecomunicações e Tecnologia da Informação.

Buscamos sempre a solução mais eficaz, de acordo com o avanço tecnológico dos sistemas de Telecomunicações e Tecnologia da Informação. A T7 Solutions Informática e Telecomunicações atua como prestadora de serviços de Infraestrutura de TI e Telecom, com foco no desenvolvimento e implementação de soluções de Infraestrutura, Dados e Voz.

Leia mais

EVTE Rede Pessoal de Negócios

EVTE Rede Pessoal de Negócios 68 ANAIS DO CONGRESSO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DO INATEL - INCITEL 2012 EVTE Rede Pessoal de Negócios Rafael Halfeld da Silva halfeld@gee.inatel.br Eduardo César Grizendi egrizendi@inatel.br INATEL Instituto

Leia mais

eletrônica: Parceria Inmetro com o desenvolvimento

eletrônica: Parceria Inmetro com o desenvolvimento Novos padrões para a medição eletrônica: Parceria Inmetro com o desenvolvimento Instituto Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial Inmetro Ditec Cgint - Incubadora Samuel Valle - Eng.º

Leia mais

ENGENHARIA DE PRODUÇÃO 2.0

ENGENHARIA DE PRODUÇÃO 2.0 ENGENHARIA DE PRODUÇÃO 2.0 SOBRE O CURSO O mercado de trabalho precisa de profissionais completos, com habilidades de gestão e que liderem equipes multidisciplinares em empresas de todos os setores econômicos

Leia mais

BSC Funciona: Novo método para planejamento de empresas incubadas

BSC Funciona: Novo método para planejamento de empresas incubadas BSC Funciona: Novo método para planejamento de empresas incubadas Maria Clara Fonteque Scacchetti 1 Aparecido Rudnick 2 Washington Fernando Silva 3 Lucia Braga Sousa 4 Resumo: Este artigo tem o objetivo

Leia mais

Instituição privada dedicada a promover negócios em ciências da vida no Brasil

Instituição privada dedicada a promover negócios em ciências da vida no Brasil Instituição privada dedicada a promover negócios em ciências da vida no Brasil Biominas Brasil tem 21 anos de experiência na criação e desenvolvimento de empresas de ciências da vida. A Biominas Brasil

Leia mais

CORPO DOCENTE DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM MANUTENÇÃO INDUSTRIAL ANO 2015

CORPO DOCENTE DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM MANUTENÇÃO INDUSTRIAL ANO 2015 CORPO DOCENTE DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM MANUTENÇÃO INDUSTRIAL ANO 2015 Anderson José Costa Sena (Mestre) Regime de Trabalho: Tempo Integral Qualificação Profissional: Engenharia Elétrica Doutorando

Leia mais

IMPLANTAÇÃO DO MODELO CERNE E SUAS CONTRIBUIÇÕES PARA A D. INCUBADORA DE EMPRESAS E NEGÓCIOS DE DESIGN

IMPLANTAÇÃO DO MODELO CERNE E SUAS CONTRIBUIÇÕES PARA A D. INCUBADORA DE EMPRESAS E NEGÓCIOS DE DESIGN IMPLANTAÇÃO DO MODELO CERNE E SUAS CONTRIBUIÇÕES PARA A D. INCUBADORA DE EMPRESAS E NEGÓCIOS DE DESIGN Cristiane Aguiar Vieira, Esp. 1 Samantha Cidaley de Oliveira Moreira, M.Sc. 2 Dayana Quirino Pimenta

Leia mais

PLANO DE NEGÓCIOS COM FOCO EM PROJETOS DE CRIAÇÃO DE MPEs. Profª. Esp. Eliane R. R. Message elianerro@gmail.com

PLANO DE NEGÓCIOS COM FOCO EM PROJETOS DE CRIAÇÃO DE MPEs. Profª. Esp. Eliane R. R. Message elianerro@gmail.com PLANO DE NEGÓCIOS COM FOCO EM PROJETOS DE CRIAÇÃO DE MPEs Profª. Esp. Eliane R. R. Message elianerro@gmail.com QUEM SOU... 1/30 Graduada em Informática para Gestão de Negócios Especialista em Gestão Empresarial

Leia mais

Relatório da prática/proposta

Relatório da prática/proposta Relatório da prática/proposta 1.Nome da pratica/ proposta inovadora: Projeto de Digitalização de Imagens Radiológicas na Rede Pública de Saúde de Naviraí 2.Caracterização da situação anterior: O município

Leia mais

*F69F3DF9* PROJETO DE LEI N.º, de de 2012. (DO TRIBUNAL SUPERIOR DO TRABALHO)

*F69F3DF9* PROJETO DE LEI N.º, de de 2012. (DO TRIBUNAL SUPERIOR DO TRABALHO) ** PROJETO DE LEI N.º, de de 2012. (DO TRIBUNAL SUPERIOR DO TRABALHO) Dispõe sobre a criação de cargos de provimento efetivo no Quadro de Pessoal da Secretaria do Tribunal Regional do Trabalho da 1ª Região.

Leia mais

EDITAL Nº 135 /2010 DE 22 DE NOVEMBRO DE 2010 SELEÇÃO DE NOVOS EMPREENDIMENTOS PARA INSTALAÇÃO NA INCUBADORA DE EMPRESAS DO CEFET- MG NASCENTE ARAXÁ

EDITAL Nº 135 /2010 DE 22 DE NOVEMBRO DE 2010 SELEÇÃO DE NOVOS EMPREENDIMENTOS PARA INSTALAÇÃO NA INCUBADORA DE EMPRESAS DO CEFET- MG NASCENTE ARAXÁ EDITAL Nº 135 /2010 DE 22 DE NOVEMBRO DE 2010 SELEÇÃO DE NOVOS EMPREENDIMENTOS PARA INSTALAÇÃO NA INCUBADORA DE EMPRESAS DO CEFET- MG NASCENTE ARAXÁ O DIRETOR-GERAL DO CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA

Leia mais

O Plano de Negócios Fabiano Marques

O Plano de Negócios Fabiano Marques O Plano de Negócios Fabiano Marques Um negócio bem planejado terá mais chances de sucesso que aquele sem planejamento, na mesma igualdade de condições. (Dornelas, 2005) O termo empreendedorismo está naturalmente

Leia mais

INCUBADORA DE EMPRESAS

INCUBADORA DE EMPRESAS INCUBADORA DE EMPRESAS INCUBADORA DE EMPRESAS BARÃO DE MAUÁ - IEBM TERMO DE REFERÊNCIA SERVIÇOS DE CONSULTORIA DE GESTÃO DE NEGÓCIOS. Contatos Domingos Sávio de Carvalho (Gerente Operacional do Projeto)

Leia mais

Programa de Desenvolvimento Sustentável de Cadeias Produtivas TERMO DE REFERÊNCIA Nº 003/2015

Programa de Desenvolvimento Sustentável de Cadeias Produtivas TERMO DE REFERÊNCIA Nº 003/2015 Programa de Desenvolvimento Sustentável de Cadeias Produtivas i) Função no Projeto: Projeto ATN/ME-10104 BR TERMO DE REFERÊNCIA Nº 003/2015 Contratação de 01 (um) consultor na modalidade produto ii) Antecedentes

Leia mais

Frutas em Calda, Geléias e Doces

Frutas em Calda, Geléias e Doces Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária Embrapa Agroindústria de Alimentos Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas Iniciando um

Leia mais

MELHORIA NA CONSTRUÇÃO ATRAVÉS DA COOPERAÇÃO O CASO DO INOVACON-CE

MELHORIA NA CONSTRUÇÃO ATRAVÉS DA COOPERAÇÃO O CASO DO INOVACON-CE MELHORIA NA CONSTRUÇÃO ATRAVÉS DA COOPERAÇÃO O CASO DO INOVACON-CE MAIA, MARIA ARIDENISE MACENA Professor da UNIFOR e Pesquisador do NPT - Universidade de Fortaleza Av. Washington Soares 1321 - Edson Queiroz

Leia mais

Pesquisa de Opinião do Comércio Varejista. Produtos Importados

Pesquisa de Opinião do Comércio Varejista. Produtos Importados Pesquisa de Opinião do Comércio Varejista 2013 O consumo no Brasil atravessa uma fase de mudanças importantes de hábitos, produtos e preços. Depois da abertura comercial, que trouxe na década de 1990 a

Leia mais

MODELO 1 PARA SELEÇÃO DE PROPOSTAS DE ARRANJOS PRODUTIVOS LOCAIS

MODELO 1 PARA SELEÇÃO DE PROPOSTAS DE ARRANJOS PRODUTIVOS LOCAIS ANEXO 1 MODELO 1 PARA SELEÇÃO DE PROPOSTAS DE ARRANJOS PRODUTIVOS LOCAIS Este documento serve como base orientadora para a apresentação de propostas de Arranjos Produtivos Locais para enquadramento no

Leia mais

APRESENTAÇÃO. É com grande satisfação que apresentamos a você uma proposta de desenvolvimento de website para sua empresa.

APRESENTAÇÃO. É com grande satisfação que apresentamos a você uma proposta de desenvolvimento de website para sua empresa. APRESENTAÇÃO É com grande satisfação que apresentamos a você uma proposta de desenvolvimento de website para sua empresa. A proposta consiste em um website com uma área administrativa que permite a você

Leia mais

Regulamento da 8ª Edição do Programa Desafio Brasil

Regulamento da 8ª Edição do Programa Desafio Brasil Regulamento da 8ª Edição do Programa Desafio Brasil 1. SOBRE O PROGRAMA: Desafio Brasil é um programa de âmbito nacional voltado para capacitação de empreendedores. Tem por objetivo estimular a criação

Leia mais

COLÉGIO ESTADUAL ZUMBI DOS PALMARES

COLÉGIO ESTADUAL ZUMBI DOS PALMARES COLÉGIO ESTADUAL ZUMBI DOS PALMARES NATANY VIEIRA DE SOUZA PLANO DE NEGÓCIO: LOJA ESPECIALIZADA AO JEANS COLOMBO 2013 NATANY VIEIRA DE SOUZA PLANO DE NEGÓCIO: LOJA ESPECIALIZADA AO JEANS Trabalho de Conclusão

Leia mais

BACHARELADO EM ADMINISTRAÇÃO DE EMPRESAS

BACHARELADO EM ADMINISTRAÇÃO DE EMPRESAS BACHARELADO EM ADMINISTRAÇÃO DE EMPRESAS SOBRE O CURSO O administrador é um profissional com um mercado vasto, pois é um generalista por natureza e pode trabalhar nas mais diversas áreas. O profissional

Leia mais

Hélice Tríplice. Henry Etzkowitz e Loet Leydesdorff. Universidades (ciência conhecimento)

Hélice Tríplice. Henry Etzkowitz e Loet Leydesdorff. Universidades (ciência conhecimento) Hélice Tríplice Henry Etzkowitz e Loet Leydesdorff Universidades (ciência conhecimento) Empresas (produtos e serviços) Governos (setor regulador e fomentador da atividade econômica) Inovação aberta visando

Leia mais

ANÁLISE DE CUSTO/BENEFÍCIO: UM BUSINESS CASE REAL APLICADO À INVESTIMENTOS EM AUTOMAÇÃO DE SUBESTAÇÕES. CPFL

ANÁLISE DE CUSTO/BENEFÍCIO: UM BUSINESS CASE REAL APLICADO À INVESTIMENTOS EM AUTOMAÇÃO DE SUBESTAÇÕES. CPFL GAE/ 09 17 à 22 de outubro de 1999 Foz do Iguaçu Paraná - Brasil GRUPO VI ASPÉCTOS EMPRESARIAIS (GAE) Luciano Macedo Freire * ANÁLISE DE CUSTO/BENEFÍCIO: UM BUSINESS CASE REAL APLICADO À INVESTIMENTOS

Leia mais

Itatiba: Cidade + Inteligente. Novembro 2014

Itatiba: Cidade + Inteligente. Novembro 2014 Itatiba: Cidade + Inteligente Novembro 2014 concepção projeto inovador na gestão do patrimônio e dos serviços prestados pelo município por meio de um sistema digital que possibilitará o monitoramento e

Leia mais

AGENCIA DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO DO GRANDE ABC

AGENCIA DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO DO GRANDE ABC AGENCIA DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO DO GRANDE ABC CESTEC- CENTRO DE SERVIÇOS EM TECNOLOGIA E INOVAÇÃO DO GRANDE ABC TERMO DE REFERÊNCIA Nº 05/2011 PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE

Leia mais

PROJETO NOVAS FRONTEIRAS. II - Nome do gerente do projeto, suas responsabilidades e sua autoridade

PROJETO NOVAS FRONTEIRAS. II - Nome do gerente do projeto, suas responsabilidades e sua autoridade PROJETO NOVAS FRONTEIRAS DECLARAÇÃO DE ESCOPO SCOPE STATEMENT Preparado por Rodrigo Mendes Lemos Gerente do Projeto Versão 3 Aprovado por Ricardo Viana Vargas Patrocinador 01/11/2010 I - Patrocinador Ricardo

Leia mais

Table of Contents. Sobre o material. Geo Studio. Apresentação. Mercado de Rastreadores. Mercado de Rastreadores. Equipamentos. Estrutura.

Table of Contents. Sobre o material. Geo Studio. Apresentação. Mercado de Rastreadores. Mercado de Rastreadores. Equipamentos. Estrutura. Table of Contents Sobre o material Geo Studio Apresentação Mercado de Rastreadores Mercado de Rastreadores Equipamentos Estrutura Estrutrua Localização Pessoal Mercadoria Produtividade da Empresa Automação

Leia mais

Outubro 2009. Carlos Eduardo Bizzotto Gisa Melo Bassalo Marcos Suassuna Sheila Pires Tony Chierighini

Outubro 2009. Carlos Eduardo Bizzotto Gisa Melo Bassalo Marcos Suassuna Sheila Pires Tony Chierighini Outubro 2009 Carlos Eduardo Bizzotto Gisa Melo Bassalo Marcos Suassuna Sheila Pires Tony Chierighini Sustentabilidade Articulação Ampliação dos limites Sistematização Elementos do Novo Modelo Incubação

Leia mais

APRESENTAÇÃO DA OFICINA DA INOVAÇÃO

APRESENTAÇÃO DA OFICINA DA INOVAÇÃO APRESENTAÇÃO DA OFICINA DA INOVAÇÃO DIRETORIA DE PESQUISA E DESENVOLVIMENTO. OFICINA DA INOVAÇÃO Página 1 de 10 ÍNDICE DO PORTFOLIO Apresentação dos serviços da Oficina da Inovação... 3 Consultoria...

Leia mais

Autor(a): CAROLINA BARBOSA MONTENEGRO 1. Resumo. Abstract

Autor(a): CAROLINA BARBOSA MONTENEGRO 1. Resumo. Abstract Da Teoria à Prática: Projeto Pré-Consultores, Um Estudo Sobre a Perspectiva de Prática Profissional na Formação Acadêmica From Theory to Practice: Pre-Project Consultants, A Study about the Professional

Leia mais

CESTEC- CENTRO DE SERVIÇOS EM TECNOLOGIA E INOVAÇÃO DO GRANDE ABC

CESTEC- CENTRO DE SERVIÇOS EM TECNOLOGIA E INOVAÇÃO DO GRANDE ABC CESTEC- CENTRO DE SERVIÇOS EM TECNOLOGIA E INOVAÇÃO DO GRANDE ABC TERMO DE REFERÊNCIA Nº 11/2010 PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE CONSULTORIA PARA GESTÃO ADMINISTRATIVA E FINANCEIRA DE EMPRESAS DE MICRO, PEQUENO

Leia mais

EZO Soluções Interativas

EZO Soluções Interativas EZO Soluções Interativas 01. Conceito sobre a EZO A EZO Soluções Interativas surgiu no ano de 2006 com o foco no desenvolvimento de soluções e tecnologias que aproximassem as pessoas. Em 08 anos conseguimos

Leia mais

News Letter! Smart City Business America Congress & Expo

News Letter! Smart City Business America Congress & Expo News Letter Smart City Business America Congress & Expo Lançamento do Smart City Business America Curitiba vai sediar, em 2015, a terceira edição do evento Smart City Business América Congress & Expo,

Leia mais

As Faces da Inteligência: como direcionar a sua organização e definir o perfil profissional

As Faces da Inteligência: como direcionar a sua organização e definir o perfil profissional As Faces da : como direcionar a sua organização e definir o perfil profissional *Daniela Ramos Teixeira A aplicabilidade da não deve se limitar a grandes organizações. É essencial que cada empresa, seja

Leia mais

O USO E DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARES EM MICRO E PEQUENAS EMPRESAS* THE USE AND DEVELOPMENT OF SOFTWARE IN MICRO AND SMALL ENTERPRISES

O USO E DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARES EM MICRO E PEQUENAS EMPRESAS* THE USE AND DEVELOPMENT OF SOFTWARE IN MICRO AND SMALL ENTERPRISES O USO E DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARES EM MICRO E PEQUENAS EMPRESAS* THE USE AND DEVELOPMENT OF SOFTWARE IN MICRO AND SMALL ENTERPRISES Rodolfo Miranda Pereira 1 Tania Fatima Calvi Tait 2 Donizete Carlos

Leia mais

Sicredi Aprimora Monitoramento de Data Center Com o CA DCIM

Sicredi Aprimora Monitoramento de Data Center Com o CA DCIM CUSTOMER SUCCESS STORY SETEMBRO 2013 Sicredi Aprimora Monitoramento de Data Center Com o CA DCIM CUSTOMER LOGO HERE EMPRESA O Sicredi é um dos maiores sistemas de crédito cooperativo do Brasil. Presente

Leia mais

A Utilização do BMC e Scrum no Diagnóstico Inicial e na Evolução da Ideia de Negócio: Um Estudo na Incubadora Empreende UnP

A Utilização do BMC e Scrum no Diagnóstico Inicial e na Evolução da Ideia de Negócio: Um Estudo na Incubadora Empreende UnP A Utilização do BMC e Scrum no Diagnóstico Inicial e na Evolução da Ideia de Negócio: Um Estudo na Incubadora Empreende UnP The use of BMC and Scrum at Initial Diagnosis and Evolution s Business Idea:

Leia mais

III FOMENTA Nacional (2010) e efeitos do evento

III FOMENTA Nacional (2010) e efeitos do evento Pesquisa Sebrae: Empresários participantes do III FOMENTA Nacional (2010) e efeitos do evento Brasília, Novembro 2012 * *Conhecer o perfil das empresas participantes do III Fomenta Nacional; *Investigar

Leia mais

EDITAL PARA CHAMAMENTO DE PROJETOS DE EMPREENDIMENTOS PARA INCUBADORA TECNOLÓGICA DE EMPRESAS DE GUARULHOS

EDITAL PARA CHAMAMENTO DE PROJETOS DE EMPREENDIMENTOS PARA INCUBADORA TECNOLÓGICA DE EMPRESAS DE GUARULHOS 1 EDITAL PARA CHAMAMENTO DE PROJETOS DE EMPREENDIMENTOS PARA INCUBADORA TECNOLÓGICA DE EMPRESAS DE GUARULHOS EDITAL DE SELEÇÃO DAS EMPRESAS 02/2010 I - DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES A Agência de Desenvolvimento

Leia mais

Grupo Educacional UNIS - MG

Grupo Educacional UNIS - MG 1º CONCURSO NEUNIS DE PLANOS DE NEGÓCIO PARA UNIVERSITÁRIOS 2014 1 REALIZAÇÃO: UNIS/MG REGULAMENTO CAPÍTULO 1 DOS OBJETIVOS Art. 1º O Concurso NEUNIS de Planos de Negócio para Universitários é uma iniciativa

Leia mais

Gestão Financeira Preço de Venda: Custos dos Produtos e Serviços da Empresa

Gestão Financeira Preço de Venda: Custos dos Produtos e Serviços da Empresa Gestão Financeira Preço de Venda: Custos dos Produtos e Serviços da Empresa Diálogo Empresarial Manual do Participante Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas Sebrae Unidade de Capacitação

Leia mais

SEU WEBSITE NA MEDIDA CERTA

SEU WEBSITE NA MEDIDA CERTA SEU WEBSITE NA MEDIDA CERTA É com grande satisfação que apresentamos a você uma proposta de desenvolvimento de website para sua empresa. A proposta consiste em um website com uma área administrativa que

Leia mais

FIESP - DECOMTEC INOVAÇÃO TECNOLÓGICA

FIESP - DECOMTEC INOVAÇÃO TECNOLÓGICA FIESP - DECOMTEC INOVAÇÃO TECNOLÓGICA Programa de Inovação Tecnologica FIESP CIESP - SENAI Sede Fiesp 2013 Chave para a competitividade das empresas e o desenvolvimento do país Determinante para o aumento

Leia mais

Universidade Federal de Sergipe Centro de Ciências Exatas e Tecnológicas Núcleo de Engenharia de Produção Disciplina Engenharia de Produto

Universidade Federal de Sergipe Centro de Ciências Exatas e Tecnológicas Núcleo de Engenharia de Produção Disciplina Engenharia de Produto Universidade Federal de Sergipe Centro de Ciências Exatas e Tecnológicas Núcleo de Engenharia de Produção Disciplina Engenharia de Produto Prof. Andréa Cristina dos Santos, Dr. Eng. andreaufs@gmail.com

Leia mais

Ajudando a Promover o Desenvolvimento de Empreendimentos Inovadores de Sucesso

Ajudando a Promover o Desenvolvimento de Empreendimentos Inovadores de Sucesso Ajudando a Promover o Desenvolvimento de Empreendimentos Inovadores de Sucesso A PANTONE300 é uma empresa de sistemas e consultoria orientada a prover soluções de gestão para Incubadora de Empresas. Desenvolvimento

Leia mais

Evento seleciona ideias para reduzir desperdício de alimentos Clique aqui para ver a notícia no site

Evento seleciona ideias para reduzir desperdício de alimentos Clique aqui para ver a notícia no site COPPE/UFRJ Veículo: O Globo Online - RJ Data: 13/05/2014 Tópico: COPPE/UFRJ Página: 16:06 Evento seleciona ideias para reduzir desperdício de alimentos Clique aqui para ver a notícia no site Os 15 escolhidos

Leia mais

XII Seminario Latino-Iberoamericano de Gestión Tecnológica - ALTEC 2007

XII Seminario Latino-Iberoamericano de Gestión Tecnológica - ALTEC 2007 XII Seminario Latino-Iberoamericano de Gestión Tecnológica - ALTEC 2007 Processo de Avaliação e Acompanhamento de Empreendimentos Pré-Incubados Utilizando Balanced Scorecard Perez, Celso Roberto Instituto

Leia mais

MANUAL PARA O PROGRAMA DE INCUBAÇÃO INEAGRO-UFRRJ

MANUAL PARA O PROGRAMA DE INCUBAÇÃO INEAGRO-UFRRJ MANUAL PARA O PROGRAMA DE INCUBAÇÃO INEAGRO-UFRRJ 2009 Índice Introdução...3 O que é Base Tecnológica?...3 O que é o Programa de Incubação?...3 Para quem é o Programa de Incubação?...4 Para que serve o

Leia mais

CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU ESPECIALIZAÇÃO

CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU ESPECIALIZAÇÃO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU ESPECIALIZAÇÃO MBA Executivo em Saúde Coordenação Acadêmica: Profª TANIA FURTADO EMENTA DO CURSO 1) Gestão dos Serviços em Saúde A participação dos serviços em uma Organização

Leia mais

Somos uma consultoria especializada em Varejo Financeiro

Somos uma consultoria especializada em Varejo Financeiro 1 Somos uma consultoria especializada em Varejo Financeiro Atuamos junto a estes três grupos de empresas, ajudando-os a atender da melhor maneira às necessidades do consumidor 2 Atendemos às necessidades

Leia mais

Felipe Pedroso Castelo Branco Cassemiro Martins BALANCED SCORECARD FACULDADE BELO HORIZONTE

Felipe Pedroso Castelo Branco Cassemiro Martins BALANCED SCORECARD FACULDADE BELO HORIZONTE Felipe Pedroso Castelo Branco Cassemiro Martins BALANCED SCORECARD FACULDADE BELO HORIZONTE Belo Horizonte 2011 Felipe Pedroso Castelo Branco Cassemiro Martins BALANCED SCORECARD FACULDADE BELO HORIZONTE

Leia mais

RELATÓRIO ANUAL DE ATIVIDADES 2013

RELATÓRIO ANUAL DE ATIVIDADES 2013 RELATÓRIO ANUAL DE ATIVIDADES 2013 Even e Junior Achievement de Minas Gerais UMA PARCERIA DE SUCESSO 1 SUMÁRIO Resultados Conquistados... 3 Resultados do Projeto... 4 Programa Finanças Pessoais... 5 Conceitos

Leia mais

SIERHT SIMPÓSIO DE INOVAÇÃO E EMPREENDEDORISMO DAS RELAÇÕES HUMANAS NO TRABALHO

SIERHT SIMPÓSIO DE INOVAÇÃO E EMPREENDEDORISMO DAS RELAÇÕES HUMANAS NO TRABALHO SIERHT SIMPÓSIO DE INOVAÇÃO E EMPREENDEDORISMO DAS RELAÇÕES HUMANAS NO TRABALHO Parnaíba/2013 SIMPÓSIO DE INOVAÇÃO E EMPREENDEDORISMO DAS RELAÇÕES HUMANAS NO TRABALHO IDENTIFICAÇÃO DO EVENTO NOME: SIMPÓSIO

Leia mais

Parceiros O PROGRAMA DE PARCERIAS GVN. O que é o GVN Parceiro: O perfil do GVN Parceiro

Parceiros O PROGRAMA DE PARCERIAS GVN. O que é o GVN Parceiro: O perfil do GVN Parceiro Parceiros O PROGRAMA DE PARCERIAS GVN O que é o GVN Parceiro: O GVN Parceiro é uma modalidade de parceria de negócios criada pelo Grupo Vila Nova para ampliar sua capilaridade de oferta e garantir que

Leia mais

EMPRESA JÚRIOR E O SEU PAPEL NA FORMAÇÃO DO NOVO PROFISSIONAL O CASO DA FLUXO CONSULTORIA.

EMPRESA JÚRIOR E O SEU PAPEL NA FORMAÇÃO DO NOVO PROFISSIONAL O CASO DA FLUXO CONSULTORIA. EMPRESA JÚRIOR E O SEU PAPEL NA FORMAÇÃO DO NOVO PROFISSIONAL O CASO DA FLUXO CONSULTORIA. Alessandro A. da Silveira fluxo@bol.com.br Universidade Federal do Rio de Janeiro, Departamento de Engenharia

Leia mais

www.american-nc.com.br AMERICAN NETWORK COMPUTERS Tecnologia a sua disposição

www.american-nc.com.br AMERICAN NETWORK COMPUTERS Tecnologia a sua disposição www.american-nc.com.br AMERICAN NETWORK COMPUTERS Tecnologia a sua disposição A Empresa Iniciamos as operações em 1994 com foco no fornecimento de produtos e serviços de informática. Com o decorrer dos

Leia mais

Perfil geral do Porto Digital (atualizado para Dezembro/2010) www.datametrica.com.br faleconosco@datametrica.com.br 81.3316.2600

Perfil geral do Porto Digital (atualizado para Dezembro/2010) www.datametrica.com.br faleconosco@datametrica.com.br 81.3316.2600 Perfil geral do Porto Digital (atualizado para Dezembro/2010) Dados Gerais do Porto Digital 191 Empresas *Empresas de TIC: Empresas de software e serviços de TIC; **Serviços associados: Empresas que prestam

Leia mais

SEBRAEtec Diferenciação

SEBRAEtec Diferenciação SEBRAEtec Diferenciação REGULAMENTO Investir em inovação tecnológica é fundamental para a competitividade das micro e pequenas empresas gaúchas. 2 2014 Mais recursos para as MPEs representam mais desenvolvimento

Leia mais

MBA EM BUSINESS INTELLIGENCE

MBA EM BUSINESS INTELLIGENCE MBA EM BUSINESS INTELLIGENCE Como a sua empresa estrutura informações estratégicas? Como as decisões são tomadas? São considerados, dados, informações e tendências, de macroambientes? O quanto você conhece

Leia mais

Regulamento da 9ª Edição do Programa Desafio Brasil

Regulamento da 9ª Edição do Programa Desafio Brasil Regulamento da 9ª Edição do Programa Desafio Brasil 1. SOBRE O PROGRAMA: Desafio Brasil é um programa de âmbito nacional voltado para capacitação de empreendedores. Tem por objetivo estimular a criação

Leia mais

PENDURAR (63(&,$/ 62)7:$5( 1$&,21$/ QUEM NÃO QUER AS CHUTEIRAS

PENDURAR (63(&,$/ 62)7:$5( 1$&,21$/ QUEM NÃO QUER AS CHUTEIRAS QUAIS RESULTADOS APRESENTAM AS EMPRESAS QUE CONTRATAM PESSOAS COM DEFICIÊNCIA? Pág. 46 N 1Ô0(52 35(d2 5 ISSN 2176-5553 9 772176555004 QUEM NÃO QUER PENDURAR AS CHUTEIRAS CHUTEIRAS AS O EXEMPLO DE EMPRESÁRIOS

Leia mais

CERTIFIC TERMO DE REFERÊNCIA

CERTIFIC TERMO DE REFERÊNCIA Certificação TERMO DE REFERÊNCIA 2015 Realização: ANPROTEC Associação Nacional das Entidades Promotoras de Empreendimentos Inovadores Francilene Procópio Garcia Presidente Jorge Luis Nicolas Audy Vice-Presidente

Leia mais

{ 2 } Parque Tecnológico Capital Digital

{ 2 } Parque Tecnológico Capital Digital { 2 } Parque Tecnológico Capital Digital { 3 } 1. INTRODUÇÃO: PARQUE TECNOLÓGICO CAPITAL DIGITAL - PTCD Principal polo de desenvolvimento Científico, Tecnológico e de Inovação do Distrito Federal, o PTCD

Leia mais

AÇÕES DE MARKETING NOS PEQUENOS EMPREENDIMENTOS: UMA PESQUISA NO CENTRO MUNICIPAL DE PEQUENOS NEGÓCIOS EM FORTALEZA

AÇÕES DE MARKETING NOS PEQUENOS EMPREENDIMENTOS: UMA PESQUISA NO CENTRO MUNICIPAL DE PEQUENOS NEGÓCIOS EM FORTALEZA CENTRO DE ENSINO SUPERIOR DO ESTADO DO CEARÁ FACULDADE CEARENSE CURSO DE ADMINISTRAÇÃO WALLISON FELIX LIMA AÇÕES DE MARKETING NOS PEQUENOS EMPREENDIMENTOS: UMA PESQUISA NO CENTRO MUNICIPAL DE PEQUENOS

Leia mais

GUIA DE ELABORAÇÃO DE PLANO DE NEGÓCIOS

GUIA DE ELABORAÇÃO DE PLANO DE NEGÓCIOS GUIA DE ELABORAÇÃO DE PLANO DE NEGÓCIOS Sumário 1. APRESENTAÇÃO... 2 2. PLANO DE NEGÓCIOS:... 2 2.1 RESUMO EXECUTIVO... 3 2.2 O PRODUTO/SERVIÇO... 3 2.3 O MERCADO... 3 2.4 CAPACIDADE EMPRESARIAL... 4 2.5

Leia mais

Projeto Pedagógico do Curso

Projeto Pedagógico do Curso Projeto Pedagógico do Curso Fundamentação Diretrizes curriculares do MEC Diretrizes curriculares da SBC Carta de Princípios da UNICAP Projeto Pedagógico Institucional da UNICAP Diretrizes Curriculares

Leia mais

Você dispõe da base necessária para desenvolver a confiança dos funcionários? Terceirização de RH e o líder empresarial SUMÁRIO EXECUTIVO

Você dispõe da base necessária para desenvolver a confiança dos funcionários? Terceirização de RH e o líder empresarial SUMÁRIO EXECUTIVO Terceirização de RH e o líder empresarial SUMÁRIO EXECUTIVO Você dispõe da base necessária para desenvolver a confiança dos funcionários? EM ASSOCIAÇÃO COM Empresas com funcionários envolvidos superam

Leia mais