Características de Java

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Características de Java"

Transcrição

1 Características de Java Familiar e Simples Sintaxe parecida com C/C++; Porém mais limpa: sem ponteiros, estruturas, etc; Orientada a Objetos (OO) Prática de programação já consolidada no mercado; OO permite reutilização de diversos trechos de códigos; Recursos OO de Java são essencialmente os mesmos de C++; Portável (Multiplataforma) Programa Java pode rodar em qualquer plataforma (HW e SO) sem precisar adaptar o código; Ex: Windows, Linux, Mac OS, etc; 1 Características do Java Interpretada (Uso de máquinas virtuais) Interpretador roda bytecodes em qualquer máquina em que foi portado; Comunicação em Rede Extensa biblioteca para lidar com protocolos TCP/IP (HTTP, FTP, etc); Acesso a objetos pela Internet é similar ao acesso de arquivos locais; Suporte Nativo a Threads Threads: estratégia que permite que mais de um evento aconteça simultaneamente em um programa; Ex: Conexão de cada usuário é tratada por uma thread; Atraente para o desenvolvimento de servidores; 2 1

2 Características do Java Acesso remoto a BD Classes prontas para o acesso a BD Segura Vários mecanismos para controlar a segurança (criptografia dos dados); Desenvolvida para rodar em ambientes distribuídos (rede); Poucos bugs encontrados e todos muitos técnicos; Robusta Mecanismo eficiente para tratamento de erros e coleta de lixo; Minimiza bugs, aumenta produtividade; 3 2

3 O que é (a tecnologia) Java? Java não é apenas uma Linguagem de Programação; É uma tecnologia que contempla: 1 Linguagem de Programação OO + 1 Plataforma de Programação; Conjunto de APIs (bibliotecas) e ambiente de desenvolvimento para aplicações; Ambiente de execução (JVM) presente em: browsers, mainframes, SOs, TVs, celulares, tablets, eletrodomésticos, etc. 5 Plataforma Java Plataforma: ambiente de SW ou HW no qual um programa roda Ex: Microsoft Windows, Unix, Macintosh; Plataforma Java: plataforma apenas de SW que roda sobre plataformas de HW e tem dois componentes: JVM (Java Virtual Machine) Java API 6 3

4 Criação de Programas Java Código-fonte Compilador Bytecodes de saída Máquina Virtual Java } Três tipos básicos de programas em Java: 1. Aplicaçõesconvencionais: executadas no Desktop; 2. Applets: executados no browser (cliente); 3. Servets: executados no lado servidor Web 7 Compilação para bytecode Compilador traduz código Java para bytecodes (arquivo.class) Bytecode:é um código de máquina queroda em qualquer máquina, basta quehaja uma Máquina Virtual Java (JVM) 8 4

5 Máquina Virtual Java (JVM) Write once, Run Anywhere No geral, um programa compilado em uma plataforma não roda em outra Ex: Programa em C++ compilado no Windows não roda no Unix; Necessário gerar uma versão do programa para cada plataforma; Bytecodes + Máquina Virtual (JVM): Cada JVM converte os bytecodes para a plataforma específica Mesmo programa roda igualmenteem várias plataformas; Bytecode Java JVM para Windows Windows JVM para Linux Linux 9 Máquina virtual Java Write once, Run Anywhere 10 5

6 Primeiro Contato com Java 11 Alo Mundo em Java /** Aplicação Alo Mundo */ public class AloMundo{ } public static void main(string []args){ System.out.println("Alo mundo"); } 12 6

7 Alo Mundo em Java Comentário de bloco Definição do método main() /** Aplicação Alo Mundo */ public class AloMundo{ } public static void main(string []args){ System.out.println("Alo mundo"); } Definição da classe AloMundo Chamada do método println() que imprime uma string na tela 13 Instalação do JDK Para compilar e rodar programas Java, é necessário antes instalar o Kit de Desenvolvimento Java (JDK) 1. Baixar e instalar o JDK 8: downloads html 2. Ou baixar o eclipse que vem com o JDK junto. 14 7

8 Instalação do JDK 2. Configurar as variáveis de ambiente: JAVA_HOME: onde está o JDK; PATH: onde está o compilador, interpretador de Java; CLASSPATH: onde estão as bibliotecas de Java; Windows: Caminho de instalação: C:\Arquivos de Programas\Java\jdk.1.6.0_27 Painel de Controle- >Sistema- >Avançado- >Variáveis de ambiente: JAVA_HOME = C:\Arquivos de Programas\Java\jdk.1.6.0_27 PATH = C:\Arquivos de Programas\Java\jdk.1.6.0_27\bin CLASSPATH = C:\Arquivos de Programas\Java\jdk.1.6.0_27\lib 15 Instalação do JDK Verificar a instalação Prompt de Comando: javac ; Duas possibilidades: 1. javac não é reconhecido como programa... : Problema na instalação 2. Tela com instruções de help de Java: Instalação OK!!! 16 8

9 Escrever o programa 1. Escrever código do programa em um editor de texto; Ex: Bloco de Notas, Notepad++, Vim, etc. 2. Salvar arquivo com a extensão.java Nome arquivo = nome da classe (AloMundo.java) 17 Compilar e Executar usando JDK 1. Compilar o programa (javac) Comando: javac AloMundo.java 2. Executar programa (java): Comando: java AloMundo 18 9

10 Ambientes de Desenvolvimento (IDEs) Outra alternativa para escrever, compilar e rodar programas Java; Possuem uma versão integrada de : Editor de Texto; Compilador e Interpretador Java; Editor Gráfico; Debugger; Facilita a construção e manipulação de programas Rápida visualização de todos os arquivos do projeto; Ferramentas de gerenciamento de trabalho coletivo, etc 19 Eclipse No curso, usaremos a IDE Eclipse: Contém as seguintes ferramentas Editor de texto: com destaque de sintaxe Compilador e interpretador Java (e de outras linguagens); Editor gráfico: criação e edição da interface gráfica; Debugger: auxilia na correção de bugs; 20 10

11 Criando o Projeto no Eclipse Criar um Projeto Java File New Project 2. Escolher Java Project Clicar em Next 21 Criando o Projeto no Eclipse Nomear o Projeto Finalizar 22 11

12 Criando a Aplicação 3. Escrever o nome da classe 1. Clicar com botão direito... New Class 4. Finalizar 23 Salvando... Salvar 24 12

13 Alo Mundo em Java Case sensitive public - > modificador de acesso class - > nos lembra que tudo em Java é classe Nome da classe = nome do arquivo (case- sensitive) CamelCase para nome da classe {} mesmo delimitador do C/C++ System.out.println - > invocação de método do objeto Comentários /** Aplicação Alo Mundo */ public class AloMundo{ } public static void main(string []args){ System.out.println("Alo mundo"); } 25 Tipos em Java Java é uma linguagem fortemente tipada; É necessário definir o tipo da variável antes de usá- la; Qual o tipo de dadoque ela vai armazenar; Ex: Quantidade de peças em estoque: variável inteira; int quantestoque; Ex: Saldo da conta bancária: variável de ponto- flutuante; float saldo; 26 13

14 Tipos de Dados Na maioria das linguagens, os tipos de dados não são portáveis Tamanhos diferentes dependendo da plataforma; Ex: int: 16 ou 32 bits dependendo da plataforma (C/C++); Em Java, os tipos de dados são portáveis Tamanho fixo independente de plataforma; Ex: int: 32 bits em todas as plataformas; 27 Tipos em Java Podem ser: Tipos primitivos (embutidos) Incorporados na própria linguagem Representados por palavras chaves Ex: int, float, char, boolean, etc; Tipos derivados Criado pelo programador ou provido pela biblioteca de Java; Ex: Classes (estudaremos mais adiante no curso) 28 14

15 Tipos Primitivos de Java } Têm tamanho fixo e valores default; Tipo Qde. de bits Valor default Faixa de Valores boolean 8 false true ou false char 16 \u0000 \u0000 a \uffff byte a 127 short a int a long a float E+38 a E+38 double E+308 a E Declaração de variáveis em Java Variáveis em Java devem ser declaradas antes de serem usadas Caso contrário, teremos um erro de compilação; Formato: <tipo> <nomedavariavel>; Exs: int num1; double dolar; char inicialnome; boolean foicomprado; 30 15

16 Declaração de variáveis em Java Variáveis em Java devem ser declaradas antes de serem usadas Caso contrário, teremos um erro de compilação; Conjunto de valores que a ela pode assumir Formato: Exs: <tipo> <nomedavariavel>; int num1; double dolar; char inicialnome; boolean foicomprado; Permite que o programa acesse o seu valor na memória. 31 Declaração de variáveis Variáveis do mesmo tipo podem ser declaradas na mesma linha e separadas por vírgula; int x, y; double dolar, media; char; Também podem ser inicializadas: int x = 10, y = 20; double dolar = 1.61; char c = a ; 32 16

17 Declarações de variáveis Nomes das variáveis são identificadores; Formados por: letras, dígitos, _ e $ ; Não podem começar com dígitos; Não podem ser palavras reservadas de Java (ex: for, if) Ex: botao7, $valor, _real, m_campo, Teste Ex: 7button, tiago maritan, while Case Sensitive: Distinção entre maiúsculas e minúsculas: ex: MinhaVare minhavar são diferentes; 33 Declarações de variáveis Convenção de nome - > camelcase Forçar tipos: long, double, float Forma: octal, decimal, hexa, binário, _ char: A Sequencias de escape, como no C Formato Unicode: \u0008 (por exemplo) boolean: true ou false Não há conversão entre boolean e inteiro Sempre inicializar antes de usar! Podem ser declaradas em qualquer parte do código 34 17

18 Palavras reservadas do Java 7 SE abstract continue for new switch assert default goto* package synchronized boolean do if private this break double implements protected throw byte else import public throws case enum instanceof return transient catch extends int short try char final interface static void class finally long strictfp volatile const* float native super while * não usadas; 35 Declaração de Constantes Em Java, usa- se a palavra reservada final para denotar constantes. Ex: final double PI= 3.14; final int MM_PER_CM = 10; Uma vez inicializada, a constante não pode mais ser alterada; A tentativa de alteração implica em um erro de compilação; 36 18

19 Operadores em Java Todos os operadores possuem: Resultado Aridade Precedência Associatividade 37 Operadores em Java Ø Resultado Valor resultante da aplicação do operador sobre seus operandos Ex: aplicação do operador + na expressão resulta em 5; Ø Aridade Número de operandos sobre os quais o operador atua ü Operadores unários requerem um operando ü Operadores binários requerem dois operandos ü Operador ternário requer três operandos Ex: operador + tem aridade 2 (i.e., um operador binário) 38 19

20 Operadores em Java Ø Precedência Ex: Qual o resultado de 2+3*4? Por quê? Operador * tem maior precedência que + Convenção sobre a ordemem que as operações são executadas Operador com maior precedência é aplicado antes Ø Associatividade Qual é o resultado de 8/2/2? Por quê? Operador / tem associatividade à esquerda; À esquerda: operador mais a esquerda é aplicado 1º À direita: operador mais a direita é aplicado 1º 39 Operadores em Java Uso de Parênteses Alteram a ordem de aplicação de operadores numa expressão Tornam as expressões complexas mais legíveis Exemplos: int a = 2+(3*4); int b = ((8/2)/2); int c = (2 + 2) * (3-9) / 3; 40 20

21 Operadores em Java Podem ser de 4 tipos: Atribuição; Aritméticos; Relacionais; Lógicos; 41 Operador de Atribuição Operador = Copia o valor de uma variável (expressão ou constante) do lado direito para a variável do lado esquerdo; x = 13; // copia a constante 13 para x y = x; // copia o valor de x para y 42 21

22 Operadores Aritméticos em Java Operador Significado Exemplo + mais unário +x - menos unário (inversão de sinal) -x + adição x + y - subtração x y * multiplicação x * y / divisão x / y % resto da divisão inteira x % y ++ incremento unitário ++x ou x++ -- decremento unitário --x ou x-- 43 Operadores Aritméticos Ø Operador divisão (/) Serve para ambas as divisões: inteira e ponto flutuante; Tipos dos operandos é que definem o tipo de divisão; Ou seja: Inteiro / Inteiro => Inteiro Ponto flutuante / Ponto flutuante => Ponto flutuante Ponto flutuante / Inteiro => Ponto flutuante 44 22

23 Operadores Aritméticos Operadores de Incremento (++) e Decremento (- - ) Adicionam ou subtraem 1 ao valor da variável; int n = 12, t = 2; n++; // mudou n para 13 t--; // mudou t para 1 Podem ser: Pré- fixos: ++x ou --x; Pós- fixos:x++ ou x--; Qual é a diferença? 45 Operadores Aritméticos Operadores de Incremento e Decremento A diferença é quando são usados em expressões: Pré- fixo: faz a adição primeiro; Tem maior precedência que os outros operadores aritméticos; Pós- fixo: faz a adição depois; Tem a menor precedência de todos os operadores; int m = 7; int n = 7; int a = 2 * ++n; // a = 16 e m é 8 int b = 2 * n++; // b = 14 e n é

24 Operadores Relacionais Produzem Operador sempre valores Significado booleanos Exemplo (1 ou 0) Resultado == Igual a x == y true se x é igual a y; false caso contrário!= Diferente de x!= y true se x é diferente de y; false caso contrário < Menor do que x < y true se x é menor do que y; false caso contrário <= Menor ou igual a x <= y true se x é menor ou igual do que y; false caso cont. > Maior do que x > y true se x é menor do que y; false caso contrário >= Maior ou igual a x >= y true se x é maior ou igual do que y; false caso cont. 47 Operadores Lógicos Produzem sempre valores booleanos (1 ou 0) Curto circuito! Operador Significado Exemplo! Operador Negação (ou not)!x && Operador E lógico (ou and) x && y Operador Ou lógico (ou or) x y 48 24

25 Operadores de Atribuição com Operação Operador Exemplo Significado += x += 2 x = x + 2 -= x -= 1 x = x 1 *= x *= 1 x = x * 1 /= x /= 3 x = x / 2 %= x %= 5 x = x % 5 49 Precedência e Associatividade dos Operadores em Java GRUPO DE OPERADORES PRECED. ASSOC.!, +, - (unários) Mais alta Esquerda ++, -- (pré-fixados) Esquerda *, /, % Esquerda +, - (binários) Esquerda >, >=, <, <= Esquerda ==,!= Esquerda && Esquerda Esquerda =, +=, -=, *=, /=, %= (atribuição) Direita ++, -- (pós-fixados) Mais baixa Esquerda 50 25

26 Operadores Operador ternário Bitwise & (and), (or), ^ (xor), ~ (not) >>, << 26

27 Classe Math ( biblioteca) Math.pow(x, 2); Math.sqrt(4); Msth.sin, cos, tan, exp (consultar parametros) Math.PI, Math.E Ta bom 27

28 Conversões entre tipos Muitas vezes é necessário converter um tipo numérico para outro. Ex: converter um n o intpara float; Conversões válidas em Java: char byte short int long float double Conversão sem perda de informação Conversão com possível perda de informação 55 Conversões entre tipos Exemplo: byte b = 127; short s = b; // s é 127 int n = ; float f = n; // f é E8 // houve perda de precisão 56 28

29 Conversão entre tipos Quando 2 valores de tipos diferentes são combinados, eles são convertidos em tipo comum antes da operação. Ex: int n = 10; float f = 12.3; float x = n + f; // n é convertido p/ float Regras: 1. Se um operando for double => ambos viram double; 2. Caso contrário, se um for float => ambos viram float; 3. Caso contrário, se um for long => ambos viram long; 4. Caso contrário => todos viram int; 57 Coerção (casting) entre tipos Também é possível fazer conversões forçadas entre tipos Casting: Envolve, em geral, perda de informação; Ex: converter um n o doublepara int; Coloca o tipo que se deseja converter entre parênteses double x = 9.997; int nx = (int) x; // nx é 9. // (int) conversão (casting) de double para int int t = 100; byte b; b = (byte) t; // casting de int para byte 58 29

30 Entrada e Saída em Java Java possui uma extensa biblioteca para manipular E/S Entrada: teclado (console ou GUI), mouse, arquivos, rede, etc; Saída: console, GUI, arquivo, rede, etc; Manipular GUI, arquivos, rede, exige um conjunto de ferramentas e técnicas; Então, por enquanto, vamos trabalhar E/S apenas com: Console (Scanner e System.out); Caixa de Diálogo (JOptionPane); 59 Saída do Usuário - System.out System.out possui alguns métodos para exibir dados no console: println() exibe os dados e depois muda de linha (\n); print() exibe os dados e continua na mesma linha; printf() exibe os dados formatados (similar ao printfde C); String nome = Lincoln"; System.out.println("Ola " + nome); // muda de linha System.out.print("Seja"); // continua na mesma linha System.out.println("bem vindo"); // muda de linha double x = 10000/3D; // 8 caracteres e 2 casas de precisão System.out.printf(" %8.2f", x); //

31 Entrada do usuário Classe Scanner Classe Scanner (introduzida no Java 5.0) Lê a entrada do teclado e converte- a para tipos primitivos; Separa a entrada do usuário (String) em tokens; Tokens: seqüências de caracteres separados por delimitadores Ex: espaço, tabulação, mudança de linha; 61 Entrada do usuário Classe Scanner Classe Scanner (introduzida no Java 5.0) Lê a entrada do teclado e converte- a para tipos primitivos; Primeiro, é preciso criar um Scanner sobre o canal System.in Scanner entrada = new Scanner(System.in); Então, utiliza- se os métodos da classe Scanner para ler a entrada: next() lê uma palavra (como String); nextint() lê um int; nextline() lê uma linha; nextbyte(), nextshort(), nextdouble()... Maiores detalhes em:

32 Entrada do Usuário Classe Scanner Exemplo: import java.util.*; /* diretiva para usar classe de * outro pacote */ public class TestaEntrada{ public static void main(string args[]){ String nome; int idade; Scanner entr = new Scanner(System.in); System.out.print("Qual o seu nome: "); nome = entr.next(); // obtem 1ª entrada System.out.print("Qual é a sua idade: "); idade = entr.nextint(); // obtem 2ª entrada } } System.out.println("Olá " + nome + " próximo ano você terá " + (idade+1) ); 63 Entrada e Saída Caixa de Diálogo Classe JOptionPane Forma gráfica simples para E/S de dados; Necessário importar: javax.swing.joptionpane; Métodos mais usados: showmessagedialog() exibe caixa de diálogo de saída de dados; showinputdialog() exibe caixa de diálogo para entrada de dados; showinputdialog(): sempre retorna entrada como String Deve- se converter se entrada for um tipo primitivo Ex: Integer.parseInt(String x): converte x para inteiro; Double.parseDouble(String x): converte x para double; 64 32

33 Entrada e Saída Caixa de Diálogo Exemplo: import javax.swing.joptionpane;... String aux = ""; float nota1 = 0.0, nota2 = 0.0, media = 0.0; aux = JOptionPane.showInputDialog(null, "Digite a nota1"); nota1 = Float.parseFloat(aux); // converte str para float aux = JOptionPane.showInputDialog(null, "Digite a nota2"); nota2 = Float.parseFloat(aux); // converte str para float media = (nota1 + nota2)/2; JOptionPane.showMessageDialog(null, "Média = " + media); 65 Comentários Linhas adicionadas para facilitar o entendimento do programa; São totalmente ignorados pelo compilador Em Java, podem ser de 3 tipos: Comentário de Linha: Uma única linha ( // ) Comentário de bloco: Múltiplas linhas (/* */) Comentário de documentação: Múltiplas linhas (/** */) Gera documentação automaticamente por meio do javadoc 66 33

34 Comentários /** Exemplo02: Essa classe demonstra o uso de variáveis em Java. São declaradas variáveis int e double... */ public class Exemplo02{ public static void main(string args[]){ int x = 10; // declaração variavel int double dolar = 2.62; /* As linhas seguintes enviam o conteudo das variaveis para a tela */ System.out.println(x); System.out.prinln(dolar); } } 67 34

2 Orientação a objetos na prática

2 Orientação a objetos na prática 2 Orientação a objetos na prática Aula 04 Sumário Capítulo 1 Introdução e conceitos básicos 1.4 Orientação a Objetos 1.4.1 Classe 1.4.2 Objetos 1.4.3 Métodos e atributos 1.4.4 Encapsulamento 1.4.5 Métodos

Leia mais

Universidade da Beira Interior Cursos: Matemática /Informática e Ensino da Informática

Universidade da Beira Interior Cursos: Matemática /Informática e Ensino da Informática Folha 1-1 Introdução à Linguagem de Programação JAVA 1 Usando o editor do ambiente de desenvolvimento JBUILDER pretende-se construir e executar o programa abaixo. class Primeiro { public static void main(string[]

Leia mais

Sintaxe Básica de Java Parte 1

Sintaxe Básica de Java Parte 1 Sintaxe Básica de Java Parte 1 Universidade Católica de Pernambuco Ciência da Computação Prof. Márcio Bueno poonoite@marcioubeno.com Fonte: Material da Profª Karina Oliveira Estrutura de Programa Um programa

Leia mais

Java Como Programar, 8/E

Java Como Programar, 8/E Capítulo 2 Introdução aos aplicativos Java Java Como Programar, 8/E (C) 2010 Pearson Education, Inc. Todos os 2.1 Introdução Programação de aplicativo Java. Utilize as ferramentas do JDK para compilar

Leia mais

A Linguagem Java. Alberto Costa Neto DComp - UFS

A Linguagem Java. Alberto Costa Neto DComp - UFS A Linguagem Java Alberto Costa Neto DComp - UFS 1 Roteiro Comentários Variáveis Tipos Primitivos de Dados Casting Comandos de Entrada e Saída Operadores Constantes 2 Comentários /** Classe para impressão

Leia mais

Linguagem de Programação JAVA. Técnico em Informática Professora Michelle Nery

Linguagem de Programação JAVA. Técnico em Informática Professora Michelle Nery Linguagem de Programação JAVA Técnico em Informática Professora Michelle Nery Agenda Regras paravariáveis Identificadores Válidos Convenção de Nomenclatura Palavras-chaves em Java Tipos de Variáveis em

Leia mais

Aula 09 Introdução à Java. Disciplina: Fundamentos de Lógica e Algoritmos Prof. Bruno Gomes http://www.profbrunogomes.com.br/

Aula 09 Introdução à Java. Disciplina: Fundamentos de Lógica e Algoritmos Prof. Bruno Gomes http://www.profbrunogomes.com.br/ Aula 09 Introdução à Java Disciplina: Fundamentos de Lógica e Algoritmos Prof. Bruno Gomes http://www.profbrunogomes.com.br/ Agenda da Aula Java: Sintaxe; Tipos de Dados; Variáveis; Impressão de Dados.

Leia mais

JAVA. Introdução. Marcio de Carvalho Victorino. Page 1 1/40 2/40

JAVA. Introdução. Marcio de Carvalho Victorino. Page 1 1/40 2/40 JAVA Marcio de Carvalho Victorino 1/40 Introdução 2/40 Page 1 Programação OO Elementos do modelo OO: Abstração: é o processo de abstrair as características essenciais de um objeto real. O conjunto de características

Leia mais

Linguagens de. Aula 02. Profa Cristiane Koehler cristiane.koehler@canoas.ifrs.edu.br

Linguagens de. Aula 02. Profa Cristiane Koehler cristiane.koehler@canoas.ifrs.edu.br Linguagens de Programação III Aula 02 Profa Cristiane Koehler cristiane.koehler@canoas.ifrs.edu.br Linguagens de Programação Técnica de comunicação padronizada para enviar instruções a um computador. Assim

Leia mais

Algoritmia e Programação APROG. Linguagem JAVA. Básico. Nelson Freire (ISEP DEI-APROG 2012/13) 1/31

Algoritmia e Programação APROG. Linguagem JAVA. Básico. Nelson Freire (ISEP DEI-APROG 2012/13) 1/31 APROG Algoritmia e Programação Linguagem JAVA Básico Nelson Freire (ISEP DEI-APROG 2012/13) 1/31 Linguagem Java Estrutura de um Programa Geral Básica Estruturas de Dados Variáveis Constantes Tipos de Dados

Leia mais

Java - Introdução. Professor: Vilson Heck Junior. vilson.junior@ifsc.edu.br

Java - Introdução. Professor: Vilson Heck Junior. vilson.junior@ifsc.edu.br Java - Introdução Professor: Vilson Heck Junior vilson.junior@ifsc.edu.br Agenda O que é Java? Sun / Oracle. IDE - NetBeans. Linguagem Java; Maquina Virtual; Atividade Prática. Identificando Elementos

Leia mais

JAVA. Fabrício de Sousa fabbricio7@yahoo.com.br

JAVA. Fabrício de Sousa fabbricio7@yahoo.com.br JAVA Fabrício de Sousa fabbricio7@yahoo.com.br Agenda 2 Características Ambientes de Desenvolvimento Sintaxe Comentários Tipos de dados primitivos Caracteres especiais Variáveis Operadores Aritméticos

Leia mais

ESQUEMA AULA PRÁTICA 1 Familiarização com o Ambiente de Desenvolvimento Eclipse Introdução à Linguagem de Programação JAVA

ESQUEMA AULA PRÁTICA 1 Familiarização com o Ambiente de Desenvolvimento Eclipse Introdução à Linguagem de Programação JAVA P. Fazendeiro & P. Prata POO FP1/1 ESQUEMA AULA PRÁTICA 1 Familiarização com o Ambiente de Desenvolvimento Eclipse Introdução à Linguagem de Programação JAVA 0 Inicie o ambiente de desenvolvimento integrado

Leia mais

CONCEITOS DE LINGUAGEM DE PROGRAMAÇÃO CARACTERÍSTICAS. João Gabriel Ganem Barbosa

CONCEITOS DE LINGUAGEM DE PROGRAMAÇÃO CARACTERÍSTICAS. João Gabriel Ganem Barbosa CONCEITOS DE LINGUAGEM DE PROGRAMAÇÃO CARACTERÍSTICAS João Gabriel Ganem Barbosa Sumário Motivação História Linha do Tempo Divisão Conceitos Paradigmas Geração Tipos de Dados Operadores Estruturada vs

Leia mais

Programação de Computadores - I. Profª Beatriz Profº Israel

Programação de Computadores - I. Profª Beatriz Profº Israel Programação de Computadores - I Profª Beatriz Profº Israel As 52 Palavras Reservadas O que são palavras reservadas São palavras que já existem na linguagem Java, e tem sua função já definida. NÃO podem

Leia mais

Criar a classe Aula.java com o seguinte código: Compilar e Executar

Criar a classe Aula.java com o seguinte código: Compilar e Executar Introdução à Java Prof. Bruno Gomes bruno.gomes@ifrn.edu.br Programação Orientada a Objetos Código Exemplo da Aula Criar a classe Aula.java com o seguinte código: public class Aula { public static void

Leia mais

Sintaxe Geral Tipos de Dados. Prof. Angelo Augusto Frozza, M.Sc.

Sintaxe Geral Tipos de Dados. Prof. Angelo Augusto Frozza, M.Sc. Sintaxe Geral Tipos de Dados Comentários Comentários: De linha: // comentário 1 // comentário 2 De bloco: /* linha 1 linha 2 linha n */ De documentação: /** linha1 * linha2 */ Programa Exemplo: ExemploComentario.java

Leia mais

ESQUEMA AULA PRÁTICA 1 Familiarização com o Ambiente de Desenvolvimento NetBeans Introdução à Linguagem de Programação JAVA

ESQUEMA AULA PRÁTICA 1 Familiarização com o Ambiente de Desenvolvimento NetBeans Introdução à Linguagem de Programação JAVA P. Fazendeiro & P. Prata POO FP1/1 ESQUEMA AULA PRÁTICA 1 Familiarização com o Ambiente de Desenvolvimento NetBeans Introdução à Linguagem de Programação JAVA 0 Iniciar o ambiente de desenvolvimento integrado

Leia mais

Algoritmos I Aula 13 Java: Tipos básicos, variáveis, atribuições e expressões

Algoritmos I Aula 13 Java: Tipos básicos, variáveis, atribuições e expressões Algoritmos I Aula 13 Java: Tipos básicos, variáveis, atribuições e expressões Professor: Max Pereira http://paginas.unisul.br/max.pereira Ciência da Computação Primeiro Programa em Java public class OlaPessoal

Leia mais

Organização de programas em Java. Vanessa Braganholo vanessa@ic.uff.br

Organização de programas em Java. Vanessa Braganholo vanessa@ic.uff.br Organização de programas em Java Vanessa Braganholo vanessa@ic.uff.br Vamos programar em Java! Mas... } Como um programa é organizado? } Quais são os tipos de dados disponíveis? } Como variáveis podem

Leia mais

Java Laboratório Aula 1. Divisões da Plataforma. Introdução a Plataforma Java. Visão geral da arquitetura da

Java Laboratório Aula 1. Divisões da Plataforma. Introdução a Plataforma Java. Visão geral da arquitetura da Java Laboratório Aula 1 Programação orientada a objetos Profa. Renata e Cristiane Introdução a Plataforma Java O que é Java? Tecnologia Linguagem de Programação Ambiente de Execução (JVM) Tudo isso é a

Leia mais

Aula 2. Objetivos. Encapsulamento na linguagem Java; Utilizando a referência this.

Aula 2. Objetivos. Encapsulamento na linguagem Java; Utilizando a referência this. Aula 2 Objetivos Encapsulamento na linguagem Java; Utilizando a referência this. Encapsulamento, data hiding é um conceito bastante importante em orientação a objetos. É utilizado para restringir o acesso

Leia mais

Bacharelado em Ciência e Tecnologia Processamento da Informação. Equivalência Portugol Java. Linguagem Java

Bacharelado em Ciência e Tecnologia Processamento da Informação. Equivalência Portugol Java. Linguagem Java Linguagem Java Objetivos Compreender como desenvolver algoritmos básicos em JAVA Aprender como escrever programas na Linguagem JAVA baseando-se na Linguagem Portugol aprender as sintaxes equivalentes entre

Leia mais

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE ALAGOAS CURSO TÉCNICO EM INFORMÁTICA DISCIPLINA:

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE ALAGOAS CURSO TÉCNICO EM INFORMÁTICA DISCIPLINA: INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE ALAGOAS CURSO TÉCNICO EM INFORMÁTICA DISCIPLINA: PROGRAMAÇÃO ORIENTADA A OBJETOS PROFESSOR: REINALDO GOMES ASSUNTO: PRIMEIRO PROGRAMA EM JAVA (COMPILAÇÃO

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ CURSO: Ciência da Computação DATA: / / 2013 PERÍODO: 4 o. PROFESSOR: Andrey DISCIPLINA: Técnicas Alternativas de Programação AULA: 02 APRESENTAÇÃO: Apresentação; conceitos básicos da linguagem java; estrutura

Leia mais

insfcanceof new public switch transient while byte continue extends for int null

insfcanceof new public switch transient while byte continue extends for int null Palavras -chave de JAV A abstract catch do final implements long private static throw void boolean char double finally import native protected super throws volatile break class float insfcanceof new public

Leia mais

CURSO DE PROGRAMAÇÃO EM JAVA

CURSO DE PROGRAMAÇÃO EM JAVA CURSO DE PROGRAMAÇÃO EM JAVA Introdução para Iniciantes Prof. M.Sc. Daniel Calife Índice 1 - A programação e a Linguagem Java. 1.1 1.2 1.3 1.4 Linguagens de Programação Java JDK IDE 2 - Criando o primeiro

Leia mais

JavaScript 2.0X 1.0 3.0X 1.1 4.0 4.05 1.2 4.06 4.61 1.3 5.0 1.4 6.0 1.5

JavaScript 2.0X 1.0 3.0X 1.1 4.0 4.05 1.2 4.06 4.61 1.3 5.0 1.4 6.0 1.5 JavaScript Diego R. Frank, Leonardo Seibt FIT Faculdades de Informática de Taquara Fundação Educacional Encosta Inferior do Nordeste Av. Oscar Martins Rangel, 4500 Taquara RS Brasil difrank@terra.com.br,

Leia mais

INF1337 LINGUAGEM DE PROGRAMAÇÃO ORIENTADA A OBJETOS

INF1337 LINGUAGEM DE PROGRAMAÇÃO ORIENTADA A OBJETOS INF1337 LINGUAGEM DE PROGRAMAÇÃO ORIENTADA A OBJETOS Departamento de Informática PUC-Rio Andrew Diniz da Costa andrew@les.inf.puc-rio.br Programa Capítulo 2 Visão Geral da Tecnologia Java Aplicação Hello

Leia mais

Curso Adonai QUESTÕES Disciplina Linguagem JAVA

Curso Adonai QUESTÕES Disciplina Linguagem JAVA 1) Qual será o valor da string c, caso o programa rode com a seguinte linha de comando? > java Teste um dois tres public class Teste { public static void main(string[] args) { String a = args[0]; String

Leia mais

Programação Orientada a Objetos! Java - Fundamentos. Prof. Sérgio Almagro! e-mail: sergio.ricardo.almagro@gmail.com

Programação Orientada a Objetos! Java - Fundamentos. Prof. Sérgio Almagro! e-mail: sergio.ricardo.almagro@gmail.com Programação Orientada a Objetos! Java - Fundamentos Prof. Sérgio Almagro! e-mail: sergio.ricardo.almagro@gmail.com Estrutura de Programação Bibliografia HORSTMANN, Cay S., CORNELL, Gray. Core Java 2 Volume

Leia mais

Componentes da linguagem C++

Componentes da linguagem C++ Componentes da linguagem C++ C++ é uma linguagem de programação orientada a objetos (OO) que oferece suporte às características OO, além de permitir você realizar outras tarefas, similarmente a outras

Leia mais

2. OPERADORES... 6 3. ALGORITMOS, FLUXOGRAMAS E PROGRAMAS... 8 4. FUNÇÕES... 10

2. OPERADORES... 6 3. ALGORITMOS, FLUXOGRAMAS E PROGRAMAS... 8 4. FUNÇÕES... 10 1. TIPOS DE DADOS... 3 1.1 DEFINIÇÃO DE DADOS... 3 1.2 - DEFINIÇÃO DE VARIÁVEIS... 3 1.3 - VARIÁVEIS EM C... 3 1.3.1. NOME DAS VARIÁVEIS... 3 1.3.2 - TIPOS BÁSICOS... 3 1.3.3 DECLARAÇÃO DE VARIÁVEIS...

Leia mais

Desenvolvimento OO com Java 3 Estruturas de Controle e Programação Básica

Desenvolvimento OO com Java 3 Estruturas de Controle e Programação Básica Desenvolvimento OO com Java 3 Estruturas de Controle e Programação Básica Vítor E. Silva Souza (vitor.souza@ufes.br) http://www.inf.ufes.br/~vitorsouza Departamento de Informática Centro Tecnológico Universidade

Leia mais

AULA 02. 1. Uma linguagem de programação orientada a objetos

AULA 02. 1. Uma linguagem de programação orientada a objetos AULA 02 TECNOLOGIA JAVA O nome "Java" é usado para referir-se a 1. Uma linguagem de programação orientada a objetos 2. Uma coleção de APIs (classes, componentes, frameworks) para o desenvolvimento de aplicações

Leia mais

Lógica de Programação

Lógica de Programação Lógica de Programação Unidade 4 Ambiente de desenvolvimento Java QI ESCOLAS E FACULDADES Curso Técnico em Informática SUMÁRIO A LINGUAGEM JAVA... 3 JVM, JRE, JDK... 3 BYTECODE... 3 PREPARANDO O AMBIENTE

Leia mais

P n o t n ifíci c a a Un U i n ve v r e si s da d d a e d e C a C t a ól ó ica c a d o d o R i R o o d e d e J a J n a e n i e ro o PU P C U -Ri R o

P n o t n ifíci c a a Un U i n ve v r e si s da d d a e d e C a C t a ól ó ica c a d o d o R i R o o d e d e J a J n a e n i e ro o PU P C U -Ri R o Curso: Técnico em Informática Campus: Ipanguaçu José Maria Monteiro Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro PUC-Rio Departamento Clayton Maciel de Informática Costa clayton.maciel@ifrn.edu.br

Leia mais

Java. Marcio de Carvalho Victorino www.dominandoti.eng.br

Java. Marcio de Carvalho Victorino www.dominandoti.eng.br Java Marcio de Carvalho Victorino www.dominandoti.eng.br 3. Considere as instruções Java abaixo: int cont1 = 3; int cont2 = 2; int cont3 = 1; cont1 += cont3++; cont1 -= --cont2; cont3 = cont2++; Após a

Leia mais

Prof. M.Sc. Fábio Procópio Prof. M.Sc. João Maria Criação: Fev/2010

Prof. M.Sc. Fábio Procópio Prof. M.Sc. João Maria Criação: Fev/2010 Prof. M.Sc. Fábio Procópio Prof. M.Sc. João Maria Criação: Fev/2010 Primeira Dica Afirmação O que é Java? Características do Java Como Java Funciona Plataforma Java Edições Java Java SE Java EE Java ME

Leia mais

Técnicas de Programação II

Técnicas de Programação II Técnicas de Programação II Aula 01 Introdução à Linguagem Java Edirlei Soares de Lima Paradigmas de Programação Um paradigma de programação consiste na filosofia adotada na

Leia mais

Um pouco do Java. Prof. Eduardo

Um pouco do Java. Prof. Eduardo Um pouco do Java Prof. Eduardo Introdução A tecnologia JAVA é composta pela linguagem de programação JAVA e pela plataforma de desenvolvimento JAVA. Os programas são escritos em arquivos-texto com a extensão.java.

Leia mais

MsC. João Maria MsC. Liviane Melo

MsC. João Maria MsC. Liviane Melo Disciplina: Programação Orientada à Objetos AULA 02 Corpo docente: MsC. Alexandro Vladno Edmilson Campos MsC. Fábio Procópio Esp. Felipe Dantas MsC. João Maria MsC. Liviane Melo 2 Tipo Tamanho Alcance

Leia mais

LINGUAGEM DE PROGRAMAÇÃO JAVA

LINGUAGEM DE PROGRAMAÇÃO JAVA LINGUAGEM DE PROGRAMAÇÃO JAVA Curso de Especialização em Tecnologia Java UTFPR Capítulo 1 Parte 1 Introdução à tecnologia Java Ambiente de desenvolvimento Java Introdução à Tecnologia Java O que é Java?

Leia mais

Introdução ao IDE Netbeans (Programação Java)

Introdução ao IDE Netbeans (Programação Java) Universidade Federal do ABC (UFABC) Disciplina: Processamento da Informação (BC-0505) Assunto: Java e Netbeans Introdução ao IDE Netbeans (Programação Java) Conteúdo 1. Introdução... 1 1.1. Programas necessários...

Leia mais

Noções sobre Objetos e Classes

Noções sobre Objetos e Classes Noções sobre Objetos e Classes Prof. Marcelo Cohen 1. Elementos de programação Revisão de programação variáveis, tipos de dados expressões e operadores cadeias de caracteres escopo de variáveis Revisão

Leia mais

Java Linguagem de programação

Java Linguagem de programação NASA INFORMÁTICA Pág. 1 O ambiente Java Como foi comentado anteriormente, o Java é uma linguagem independente de plataforma. Tal característica torna-se possível com o uso de um formato intermediário,

Leia mais

Roteiro 1: Dados, variáveis, operadores e precedência

Roteiro 1: Dados, variáveis, operadores e precedência 1. Introdução Universidade Federal do ABC Disciplina: Processamento da Informação (BC-0505) Assunto: Dados, variáveis, operadores e precedência Roteiro 1: Dados, variáveis, operadores e precedência Nesta

Leia mais

Linguagens de programação

Linguagens de programação Prof. André Backes Linguagens de programação Linguagem de Máquina Computador entende apenas pulsos elétricos Presença ou não de pulso 1 ou 0 Tudo no computador deve ser descrito em termos de 1 s ou 0 s

Leia mais

Primeiro programa em Java (compilação e execução)

Primeiro programa em Java (compilação e execução) Universidade Federal do ABC Disciplina: Linguagens de Programação (BC-0501) Assunto: Primeiro programa em Java (compilação e execução) Primeiro programa em Java (compilação e execução) Introdução Este

Leia mais

Programação online em Java

Programação online em Java Universidade Federal do ABC Disciplina: Processamento da Informação Assunto: Programação online em Java Programação online em Java Conteúdo Conteúdo...1 Introdução... 1 1.1.Programas necessários... 1 1.2.Visão

Leia mais

PHP() é uma linguagem de integração de servidor que permite a criação de paginas dinâmicas. Como todas

PHP() é uma linguagem de integração de servidor que permite a criação de paginas dinâmicas. Como todas O que é PHP? Acrônimo de PHP: Hipertext Language PostProcessor Inicialmente escrita para o desenvolvimento de aplicações Web Facilidade para iniciantes e recursos poderosos para programadores profissionais

Leia mais

Faculdade de Computação Programação Orientada à Objetos 1 Laboratório de Programação Orientada à Objetos Prof. Fabíola Gonçalves Coelho Ribeiro

Faculdade de Computação Programação Orientada à Objetos 1 Laboratório de Programação Orientada à Objetos Prof. Fabíola Gonçalves Coelho Ribeiro Faculdade de Computação Programação Orientada à Objetos 1 Laboratório de Programação Orientada à Objetos Prof. Fabíola Gonçalves Coelho Ribeiro 1. Introdução O objetivo desta aula prática é apresentar

Leia mais

Introdução à linguagem

Introdução à linguagem A Tecnologia Java 1 Introdução à linguagem Origens do JAVA Projecto Green, programação para a electrónica de Consumo (Dezembro 1990): Pouca memória disponível Processadores fracos Arquitecturas muito diferentes

Leia mais

Algoritmos e Programação Estruturada

Algoritmos e Programação Estruturada Algoritmos e Programação Estruturada Virgínia M. Cardoso Linguagem C Criada por Dennis M. Ritchie e Ken Thompson no Laboratório Bell em 1972. A Linguagem C foi baseada na Linguagem B criada por Thompson.

Leia mais

Linguagem de Programação Introdução a Linguagem Java

Linguagem de Programação Introdução a Linguagem Java Linguagem de Programação Introdução a Linguagem Java Rafael Silva Guimarães Instituto Federal do Espírito Santo Campus Cachoeiro de Itapemirim Definição A linguagem Java foi desenvolvida pela Sun Microsystems,

Leia mais

Orientação a Objetos em Java. Leonardo Gresta Paulino Murta leomurta@ic.uff.br

Orientação a Objetos em Java. Leonardo Gresta Paulino Murta leomurta@ic.uff.br Orientação a Objetos em Java Leonardo Gresta Paulino Murta leomurta@ic.uff.br Agenda Introdução; Orientação a Objetos; Orientação a Objetos em Java; Leonardo Murta Orientação a Objetos em Java 2 Agosto/2007

Leia mais

Resumo da Introdução de Prática de Programação com C. A Linguagem C

Resumo da Introdução de Prática de Programação com C. A Linguagem C Resumo da Introdução de Prática de Programação com C A Linguagem C O C nasceu na década de 70. Seu inventor, Dennis Ritchie, implementou-o pela primeira vez usando um DEC PDP-11 rodando o sistema operacional

Leia mais

Histórico Et Estrutura t de um programa Java Sintaxe básica de Java. Reinaldo Gomes reinaldo@cefet-al.br. O que é a linguagem Java?

Histórico Et Estrutura t de um programa Java Sintaxe básica de Java. Reinaldo Gomes reinaldo@cefet-al.br. O que é a linguagem Java? Programação Orientada a Objetos Elementos Básicos da Linguagem Java Histórico Et Estrutura t de um programa Java Sintaxe básica de Java Reinaldo Gomes reinaldo@cefet-al.br Definição O que é a linguagem

Leia mais

Aula 1. // exemplo1.cpp /* Incluímos a biblioteca C++ padrão de entrada e saída */ #include

Aula 1. // exemplo1.cpp /* Incluímos a biblioteca C++ padrão de entrada e saída */ #include <iostream> Aula 1 C é uma linguagem de programação estruturada desenvolvida por Dennis Ritchie nos laboratórios Bell entre 1969 e 1972; Algumas características: É case-sensitive, ou seja, o compilador difere letras

Leia mais

MC102 Algoritmos e programação de computadores Aula 3: Variáveis

MC102 Algoritmos e programação de computadores Aula 3: Variáveis MC102 Algoritmos e programação de computadores Aula 3: Variáveis Variáveis Variáveis são locais onde armazenamos valores na memória. Toda variável é caracterizada por um nome, que a identifica em um programa,

Leia mais

Aula 2. Objetivos Conceitos; Instalação do Text Pad; Entendendo o código java do AloMundo1 Codificação do AloMundo2,AloMundo3 e AloMundo4.

Aula 2. Objetivos Conceitos; Instalação do Text Pad; Entendendo o código java do AloMundo1 Codificação do AloMundo2,AloMundo3 e AloMundo4. Aula 2 Objetivos Conceitos; Instalação do Text Pad; Entendendo o código java do AloMundo1 Codificação do AloMundo2,AloMundo3 e AloMundo4. Conceitos O software controla os computadores(freqüentemente conhecido

Leia mais

FBV - Linguagem de Programação II. Um pouco sobre Java

FBV - Linguagem de Programação II. Um pouco sobre Java FBV - Linguagem de Programação II Um pouco sobre Java História 1992: um grupo de engenheiros da Sun Microsystems desenvolve uma linguagem para pequenos dispositivos, batizada de Oak Desenvolvida com base

Leia mais

Tipos, Literais, Operadores

Tipos, Literais, Operadores Tipos, Literais, Operadores Identificadores São palavras utilizadas para nomear variáveis, métodos e classes Na linguagem Java, o identificador sempre começa por letra, sublinhado(_) ou cifrão ($) Não

Leia mais

Primeiro programa em Java (compilação e execução)

Primeiro programa em Java (compilação e execução) Universidade Federal do ABC Disciplina: Linguagens de Programação (BC-0501) Assunto: Primeiro programa em Java (compilação e execução) Primeiro programa em Java (compilação e execução) Introdução Este

Leia mais

Introdução a conceitos e a prática de programação

Introdução a conceitos e a prática de programação Instituto de Informática - UFG Disciplina: Introdução à Computação Introdução a conceitos e a prática de programação Autores: Marcelo Akira e Anderson Soares Fevereiro de 2011 Alguns direitos autorais

Leia mais

Java 1 visão geral. Vitor Vaz da Silva

Java 1 visão geral. Vitor Vaz da Silva Java 1 visão geral Vitor Vaz da Silva Introdução 1991 Um grupo de projectistas da Sun Green Team tenta criar uma nova geração de computadores portáteis inteligentes e com grande capacidade de comunicação.

Leia mais

INTRODUÇÃO AO C++ SISTEMAS DE INFORMAÇÃO DR. EDNALDO B. PIZZOLATO

INTRODUÇÃO AO C++ SISTEMAS DE INFORMAÇÃO DR. EDNALDO B. PIZZOLATO INTRODUÇÃO AO C++ SISTEMAS DE INFORMAÇÃO DR. EDNALDO B. PIZZOLATO Tópicos Estrutura Básica B de Programas C e C++ Tipos de Dados Variáveis Strings Entrada e Saída de Dados no C e C++ INTRODUÇÃO O C++ aceita

Leia mais

L i n g u a g e m d e P r o g r a m a ç ã o I

L i n g u a g e m d e P r o g r a m a ç ã o I Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial Escola de ensino Profissional Senac Pelotas Centro Histórico L i n g u a g e m d e P r o g r a m a ç ã o I A b o r d a g e m P r á t i c a U t i l i z a n d o

Leia mais

Curso Java Starter. www.t2ti.com 1

Curso Java Starter. www.t2ti.com 1 1 Apresentação O Curso Java Starter foi projetado com o objetivo de ajudar àquelas pessoas que têm uma base de lógica de programação e desejam entrar no mercado de trabalho sabendo Java, A estrutura do

Leia mais

INF 1005 Programação I

INF 1005 Programação I INF 1005 Programação I Aula 03 Introdução a Linguagem C Edirlei Soares de Lima Estrutura de um Programa C Inclusão de bibliotecas auxiliares: #include Definição de constantes:

Leia mais

Programando em C# Orientado a Objetos. By: Maromo

Programando em C# Orientado a Objetos. By: Maromo Programando em C# Orientado a Objetos By: Maromo Agenda Módulo 1 Plataforma.Net. Linguagem de Programação C#. Tipos primitivos, comandos de controle. Exercícios de Fixação. Introdução O modelo de programação

Leia mais

Programação Orientada a Objetos

Programação Orientada a Objetos Programação Orientada a Objetos Universidade Católica de Pernambuco Ciência da Computação Prof. Márcio Bueno poonoite@marciobueno.com Fonte: Material da Profª Karina Oliveira Introdução ao Paradigma OO

Leia mais

Definições. Parte 02. Java Conceitos e. Desenvolvimento de Programação Orientada a Objetos. Prof. Pedro Neto

Definições. Parte 02. Java Conceitos e. Desenvolvimento de Programação Orientada a Objetos. Prof. Pedro Neto Java Conceitos e Definições Parte 02 Prof. Pedro Neto Aracaju Sergipe - 2011 Conteúdo 2 O que é Java i. Java ii. Máquina Virtual iii. Java lento? Hotspot e JIT iv. Versões do Java e a confusão do Java2

Leia mais

Java Programmer (Parte 1)

Java Programmer (Parte 1) Java Programmer (Parte 1) COD.: TE 1690_0_WEB Java Programmer (Parte 1) Créditos Copyright TechnoEdition Editora Ltda. Todos os direitos autorais reservados. Este manual não pode ser copiado, fotocopiado,

Leia mais

Introdução. à Linguagem JAVA. Prof. Dr. Jesus, Edison O. Instituto de Matemática e Computação. Laboratório de Visão Computacional

Introdução. à Linguagem JAVA. Prof. Dr. Jesus, Edison O. Instituto de Matemática e Computação. Laboratório de Visão Computacional Introdução à Linguagem JAVA Prof. Dr. Jesus, Edison O. Instituto de Matemática e Computação Laboratório de Visão Computacional Vantagens do Java Independência de plataforma; Sintaxe semelhante às linguagens

Leia mais

Capítulo 2: Introdução à Linguagem C

Capítulo 2: Introdução à Linguagem C Capítulo 2: Introdução à Linguagem C INF1005 Programação 1 Pontifícia Universidade Católica Departamento de Informática Programa Programa é um algoritmo escrito em uma linguagem de programação. No nosso

Leia mais

Em uma linguagem de programação como C e Pascal, temos a seguinte situação quando vamos compor um programa:

Em uma linguagem de programação como C e Pascal, temos a seguinte situação quando vamos compor um programa: 1 1. Introdução Este manual se propõe a dar uma visão inicial do Java e apresentar os primeiros passos para sua instalação, configuração e usabilidade pelo prompt de comando do Windows. O ideal é que este

Leia mais

Resumo da Matéria de Linguagem de Programação. Linguagem C

Resumo da Matéria de Linguagem de Programação. Linguagem C Resumo da Matéria de Linguagem de Programação Linguagem C Vitor H. Migoto de Gouvêa 2011 Sumário Como instalar um programa para executar o C...3 Sintaxe inicial da Linguagem de Programação C...4 Variáveis

Leia mais

Introdução à Linguagem Java. Departamento de Informática Prof. Anselmo C. de Paiva

Introdução à Linguagem Java. Departamento de Informática Prof. Anselmo C. de Paiva Introdução à Linguagem Java Departamento de Informática Prof. Anselmo C. de Paiva Breve Histórico Sun Microsystems, 90/91: projeto de uma linguagem de programação pequena que pudesse ser usada em dispositivos

Leia mais

Linguagem C: variáveis, operadores, entrada/saída. Prof. Críston Algoritmos e Programação

Linguagem C: variáveis, operadores, entrada/saída. Prof. Críston Algoritmos e Programação Linguagem C: variáveis, operadores, entrada/saída Prof. Críston Algoritmos e Programação Linguagem C Linguagem de uso geral (qualquer tipo de aplicação) Uma das linguagens mais utilizadas Foi utilizada

Leia mais

Programas simples em C

Programas simples em C Programas simples em C Problema 1. Escreve um programa em C que dados dois inteiros indique se são iguais ou qual o maior. Utilizar a construção em 5 etapas... quais? 1. Perceber o problema 2. Ideia da

Leia mais

Keeper of Knowledge. Capítulo 1 Conceitos Básicos do Java

Keeper of Knowledge. Capítulo 1 Conceitos Básicos do Java Capítulo 1 Conceitos Básicos do Java INTRODUÇÃO O objectivo deste tutorial é ensinar as regras básicas de programação em Java e facilitar a aprendizagem dos capítulos que se seguem. Qualquer dúvida sobre

Leia mais

Guia de Consulta Rápida. Java 6. Peter Jandl Jr. Novatec Editora

Guia de Consulta Rápida. Java 6. Peter Jandl Jr. Novatec Editora Guia de Consulta Rápida Java 6 Peter Jandl Jr. Novatec Editora Copyright 2008 da Novatec Editora Ltda. Todos os direitos reservados e protegidos pela Lei 9.610 de 19/02/1998. É proibida a reprodução desta

Leia mais

Algoritmos em Javascript

Algoritmos em Javascript Algoritmos em Javascript Sumário Algoritmos 1 O que é um programa? 1 Entrada e Saída de Dados 3 Programando 4 O que é necessário para programar 4 em JavaScript? Variáveis 5 Tipos de Variáveis 6 Arrays

Leia mais

Java para Desktop. Introdução à Plataforma Java JSE

Java para Desktop. Introdução à Plataforma Java JSE Introdução à Plataforma Java JSE Aécio Costa aeciovc@gmail.com @aeciovc Objetivos Sintaxe Java; Programação Orientada à Objetos; Interfaces Gráficas Swing; JDBC; Gerador de Relatórios IReport; Projeto

Leia mais

Lab de Programação de sistemas I

Lab de Programação de sistemas I Lab de Programação de sistemas I Apresentação Prof Daves Martins Msc Computação de Alto Desempenho Email: daves.martins@ifsudestemg.edu.br Agenda Orientação a Objetos Conceitos e Práticas Programação OO

Leia mais

Os objetivos indicados aplicam-se a duas linguagens de programação: C e PHP

Os objetivos indicados aplicam-se a duas linguagens de programação: C e PHP AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE SANTA COMBA DÃO CURSO PROFISSIONAL DE TÉCNICO DE GESTÃO E PROGRAMAÇÃO DE SISTEMAS INFORMÁTICOS 2012-2015 PROGRAMAÇÃO E SISTEMAS DE INFORMAÇÃO MÓDULO 2 Mecanismos de Controlo de

Leia mais

Introdução a C Tipos de Dados Variáveis Operadores

Introdução a C Tipos de Dados Variáveis Operadores Introdução a C Tipos de Dados Variáveis Operadores INF1005 Programação I Prof. Hélio Lopes lopes@inf.puc-rio.br sala 408 RDC 1 introdução a C tópicos ciclo de desenvolvimento sistemas numéricos tipos de

Leia mais

Programação Orientada a Objetos (DPADF 0063)

Programação Orientada a Objetos (DPADF 0063) Programação Orientada a Objetos (DPADF 0063) Aula 2 Java como ferramenta de experimentação Universidade Federal de Santa Maria Colégio Agrícola de Frederico Westphalen Curso Superior de Tecnologia em Sistemas

Leia mais

Notas de Aula 01: Introdução à linguagem de programação Java e ao ambiente de desenvolvimento NetBeans

Notas de Aula 01: Introdução à linguagem de programação Java e ao ambiente de desenvolvimento NetBeans Notas de Aula 01: Introdução à linguagem de programação Java e ao ambiente de desenvolvimento NetBeans Objetivos da aula: Introduzir conceitos da linguagem Java Apresentar um histórico da linguagem Apresentar

Leia mais

Algoritmos e Programação 2. Introdução à Programação Orientada a Objetos. Orientação a Objetos. O que é um paradigma de programação?

Algoritmos e Programação 2. Introdução à Programação Orientada a Objetos. Orientação a Objetos. O que é um paradigma de programação? Algoritmos e Programação 2 Baseado no material do Prof. Júlio Pereira Machado Introdução à Programação Orientada a Objetos O que é um paradigma de programação? É um padrão conceitual que orienta soluções

Leia mais

Programação Básica em Arduino Aula 2

Programação Básica em Arduino Aula 2 Programação Básica em Arduino Aula 2 Execução: Laboratório de Automação e Robótica Móvel Variáveis são lugares (posições) na memória principal que servem para armazenar dados. As variáveis são acessadas

Leia mais

Introdução à Linguagem Java

Introdução à Linguagem Java Introdução à Linguagem Java Histórico: Início da década de 90. Pequeno grupo de projetos da Sun Microsystems, denominado Green. Criar uma nova geração de computadores portáveis, capazes de se comunicar

Leia mais

Programação Orientada a Objetos

Programação Orientada a Objetos Programação Orientada a Objetos Engenharia da Computação Professor: Rosalvo Ferreira de Oliveira Neto Dados Pessoais Rosalvo Ferreira de Oliveira Neto MSc. em ciência da computação (UFPE) rosalvo.oliveira@univasf.edu.br

Leia mais

Linguagem C. Programação Estruturada. Fundamentos da Linguagem. Prof. Luis Nícolas de Amorim Trigo nicolas.trigo@ifsertao-pe.edu.

Linguagem C. Programação Estruturada. Fundamentos da Linguagem. Prof. Luis Nícolas de Amorim Trigo nicolas.trigo@ifsertao-pe.edu. Programação Estruturada Linguagem C Fundamentos da Linguagem Prof. Luis Nícolas de Amorim Trigo nicolas.trigo@ifsertao-pe.edu.br Sumário Estrutura Básica Bibliotecas Básicas Tipos de Dados Básicos Variáveis/Declaração

Leia mais

Programação Orientada a Objetos em java. Polimorfismo

Programação Orientada a Objetos em java. Polimorfismo Programação Orientada a Objetos em java Polimorfismo Polimorfismo Uma característica muito importante em sistemas orientados a objetos Termo proveniente do grego, e significa muitas formas Em POO, significa

Leia mais

PROGRAMAÇÃO ORIENTADA A OBJETOS

PROGRAMAÇÃO ORIENTADA A OBJETOS 1 PROGRAMAÇÃO ORIENTADA A OBJETOS Prof Daniel Hasse Engenharia da Computação SÃO JOSÉ DOS CAMPOS, SP UNIDADE 1 Conhecendo a Linguagem de Programação Java 1 Objetivos de aprendizagem Entender o que é uma

Leia mais