Paulo Eduardo Armiliato. NOVO REFIS Lei , de 2014

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Paulo Eduardo Armiliato. NOVO REFIS Lei 12.996, de 2014"

Transcrição

1 Paulo Eduardo Armiliato NOVO REFIS Lei , de 2014 São Paulo, 14/8/2014

2 VISÃO GERAL DE PARCELAMENTO TIPOS DE PARCELAMENTO Normais: - Quantidade máxima de parcelas: 60 - Pedido a qualquer tempo Especiais: - Benefícios variados - Solicitação temporária

3 PARCELAMENTOS NORMAIS Para o Simples Nacional (LC 139, 2011 altera LC 123) Convencional - Previdenciários - Demais débitos RFB Simplificado (Lei , 2002) Permitido reparcelamento

4 PARCELAMENTOS ESPECIAIS ESPECÍFICOS - Exemplos - Parcelamento para ingresso no Simples Nacional 2007 (LC 123, 2006) e 2009 (LC 128, 2008) - PIS e COFINS para Instituições Financeiras (Art. 39 da Lei , de 2013, com reabertura de prazo pela Lei , de 2014). - IRPJ e CSLL sobre Lucros no Exterior (Art 40 da Lei , de 2013, com reabertura de prazo pela Lei , de 2014)

5 PARCELAMENTOS ESPECIAIS GERAIS - REFIS (Lei 9.964, de 2000) - PAES (Lei , de 2003) - PAEX130 e120 (MP 303, de 2006) - REFIS da Lei , de 2009 Reabertura - Leis , de 2013 e , de REFIS da Lei , de 2014

6 Novo Refis Informações Gerais Base Legal: Art. 2º da Lei , de 18/6/2014, com alterações pela MP 651, de 9/7/2014 Publicação: 20/6/2014 e 10/7/2014, respectivamente Condições: - Pagamento à vista - Parcelamento em até 180 meses Correção das parcelas: Selic Adesão: de 1º/8/2014 a 25/8/2014 Regulamentação: - Portaria Conjunta PGFN/RFB nº 13, de 30/7/2014

7 Podem ser parcelados: Novo Refis Abrangência Débitos administrados pela Receita Federal Débitos administrados pela PGFN E Vencidos até 31/12/2013

8 Novo Refis Débitos Permitidos De Pessoas Físicas ou Jurídicas Constituídos ou não Com exigibilidade suspensa ou não Inscritos ou não em Dívida Ativa da União Objeto de parcelamentos anteriores

9 Novo Refis NÃO são permitidos Não são permitidos os débitos apurados na forma do Regime Especial Unificado de Arrecadação de Tributos e Contribuições devidos pelas Microempresas e Empresas de Pequeno Porte (Simples Nacional) de que trata a Lei Complementar nº 123, de 2006.

10 Novo Refis Benefícios - Reduções

11 Novo Refis Benefícios - Antecipação A antecipação de pelo menos 12 prestações, não existindo devedoras e tendo paga a do mês corrente, dará direito aos mesmos percentuais de redução da opção à vista para o valor antecipado. Exemplo simples:

12 Novo Refis Benefícios - Créditos Pode-se liquidar multas de mora ou de ofício e juros com utilização de créditos próprios decorrentes de Prejuízo Fiscal PF e Base de Cálculo Negativa BCN da CSLL relativos a períodos encerrados até 20/6/2014. Cálculo dos créditos: montante indicado de PF X 25% montante indicado de BCN da CSLL X 9%

13 Novo Refis Como fazer opção Pelo e-cac - com certificado digital ou código de acesso Prazo: 25/8/2014 Solicitar Pedido de Parcelamento e - pagar a 1a parcela; a falta torna opção sem efeito Indicar Utilização de PF e BCN da CSLL - no caso de pagamento à vista, pagando até 25/8/2014 a parte não amortizada com o crédito

14 Novo Refis Opções e-cac

15 Caixa Postal e-cac

16 Novo Refis Pedido de parcelamento

17 Novo Refis Modalidades de parcelamento

18 Como saber se é previdenciário ou não DICA Se o pagamento normal é feito com utilização de GPS, considera-se previdenciário para efeitos do parcelamento. Se o pagamento normal é feito com Darf, considera-se NÃO previdenciário para efeitos do parcelamento. Observação: alguns débitos previdenciários já estão sendo pagos com utilização de Darf e são tratados no grupo dos não previdenciários.

19 Pagamento à vista com utilização de créditos

20 Modalidades de Pagamento à vista com créditos

21 Desistência de Parcelamentos anteriores

22 Desistência de Parcelamentos - Cuidados A escolha é por modalidade e abrange todos os débitos incluídos nela, sendo abrangidos ou não pelo novo Refis Confirmada a desistência, não tem volta A desistência de modalidades da Lei , de 2009, para inclusão dos débitos remanescentes no Novo Refis é possível, mas tem como efeito a desconsideração de todos os benefícios obtidos anteriormente. REGRA: débitos sem qualquer redução são corrigidos até a data da desistência; pagamentos são corrigidos para essa mesma data; aplica-se imputação proporcional.

23 Novo Refis Recibos dos Pedidos

24 Novo Refis Pagamento das prestações

25 Novo Refis Emissão do Darf

26 Novo Refis Valor da 1 a prestação Corresponde à antecipação de um dado percentual do valor consolidado, já com as benefícios aplicados. 5% para dívida 1 até 1 milhão 10% para dívida 1 maior que 1 milhão até 10 milhões 15% para dívida 1 maior que 10 milhóes até 20 milhões 20% para dívida 1 maior que 20 milhões 1 valor da dívida antes da aplicação das reduções (por modalidade) Pode ser dividida em até 5 parcelas mensais, sendo que a 1 a deverá ser paga até 25/8/2014

27 Valor da 1 a prestação - Exemplo Dívida antes das reduções: R$ 1,1 milhões Percentual de antecipação = 10% Valor consolidado com reduçòes = 800 mil Valor da 1 a prestação = 80 mil Parcelando em 5 vezes, temos: Vencimento em 25/08/2014 = 16 mil Vencimento em 30/09/2014 = 16 mil + juros Vencimento em 31/10/2014 = 16 mil + juros Vencimento em 28/11/2014 = 16 mil + juros Vencimento em 30/12/2014 = 16 mil + juros

28 Valor a partir da 2 a prestação Aproveitando o exemplo, temos: Valor consolidado com reduções = 800 mil Valor da 1 a prestação = 80 mil Quantidade de prestações desejada = 180 Saldo a ser dividido em 179 prestações = 720 mil Valor da 2 a prestação = 4.022,34 + juros

29 Novo Refis Emissão do Darf

30 Vencimento da 2 a prestação Depende da quantidade de parcelas da 1 a prestação Se foram 5, a 2 a prestação vence em 30/1/2015 Se foram 4, a 2 a prestação vence em 30/12/2014 Se foram 3, a 2 a prestação vence em 28/11/2014 Se foram 2, a 2 a prestação vence em 31/10/2014 Se foi apenas 1, a 2 a prestação vence em 30/9/2014

31 Valor mínimo para prestação Em qualquer caso, não pode ser menor que: R$ 50,00 para Pessoa Física R$ 100,00 para Pessoa Jurídica

32 Como obter o valor da Dívida Pelo e-cac pode-se verificar quais são os débitos em aberto e, em muitos casos, gerar um Darf com valores atualizados sem qualquer redução. A partir desse valor, pode-se aplicar as reduções devidas. Procedimento a ser feito débito a débito, somando-se os resultados. Para os casos não disponíveis no e-cac, sendo necessário, pode-se comparecer a um Centro de Atendimento.

33 Prestação de Informações para Consolidação Pelo e-cac, em momento oportuno Regras serão divulgadas por Portaria Conjunta PGFN/RFB A não prestação das informações cancelará o pedido A indicação dos montantes de PF e BCN da CSLL para abater multas de mora e ofício e juros será feita nesse momento, tanto para as modalidades à vista, quanto para as de parcelamento. Eventuais prestações devedoras precisarão ser quitadas dentro do prazo de prestação de informações. Será possível indicar débitos com exigibilidade suspensa, sob condição de desistência.

34 Novo Refis - Rescisão MOTIVO 3 prestações devedoras há pelo menos 30 dias Até 2 devedoras, estando pagas todas as demais IMPLICAÇÃO Cancelamento dos benefícios aplicados Pode-se entrar com recurso contra exclusão Prazo de 10 dias da ciência Efeito suspensivo Observação: a desistência tem o mesmo efeito da rescisão

35 Pagamento à vista SEM utilização de créditos Basta efetuar pagamento com Darf ou GPS, conforme o caso, até 25/8/2014, utilizando os códigos normais de pagamento e aplicando as reduções permitidas. No caso de débito não previdenciário inscrito, emitir o Darf pelo e-cac do sítio da PGFN na Internet, que está preparado para emitir o documento com as devidas reduções.

36 Débitos de PJ Opção por Pessoa Física É permitido para pessoa física responsabilizada pelo não pagamento de tributos devidos por pessoa jurídica. Necessário consentimento da pessoa jurídica O requerimento na forma do Anexo Único da Portaria Conjunta PGFN/RFB nº 13, de 2014 deverá ser efetuado pela pessoa física e protocolado, juntamente com os devidos comprovantes, na unidade do domicílio tributário da pessoa jurídica

37 Muito obrigado! Mais informações: (www.receita.fazenda.gov.br - aba Serviços, item Pagamentos e Parcelamentos)

Parcelamento Especial

Parcelamento Especial Parcelamento Especial Lei nº 11.941/2009 (conversão da MP 449/2008) Portaria Conjunta PGFN/RFB nº 6/ 2009 HISTÓRICO DOS PARCELAMENTOS ESPECIAIS REFIS - Lei 9.964/2000 Débitos de pessoas jurídicas Todos

Leia mais

PARCELAMENTO REFIS V

PARCELAMENTO REFIS V PARCELAMENTO REFIS V Lei n. 12.996, de 18 de junho de 2014 Medida Provisória n. 651, de 9 de julho de 2014 Portaria Conjunta PGFN/RFB n. 13, de 30 de julho de 2014 1 PRAZO: ATÉ 25 DE AGOSTO DE 2014 ADESÃO

Leia mais

Regras para Consolidação das Modalidades de Pagamento e Parcelamento da Lei nº , de 2009

Regras para Consolidação das Modalidades de Pagamento e Parcelamento da Lei nº , de 2009 Regras para Consolidação das Modalidades de Pagamento e Parcelamento da Lei nº 11.941, de 2009 Cronograma Cronograma (1) 1º a 31 de março de 2011 Consultar os débitos parceláveis em cada modalidade. Retificar

Leia mais

1. Quem pode usufruir os benefícios das reduções previstas na Lei?

1. Quem pode usufruir os benefícios das reduções previstas na Lei? Ministério da Fazenda Secretaria da Receita Federal do Brasil Delegacia da Receita Federal em Santa Cruz do Sul Esclarecendo a Lei 11.941/2009 O Governo Federal editou lei que concede benefício de reduções

Leia mais

rios (a partir de 2008) Setembro 2009

rios (a partir de 2008) Setembro 2009 Inovação das Práticas Contábeis e Efeitos Tributários rios (a partir de 2008) Setembro 2009 LEI 11.941/2009 MP - Medida Provisória nº. 449 de 03.12.2008 Convertida na Lei nº 11.941, de 27.05.2009 Altera

Leia mais

Negociação de Consolidação dos Débitos

Negociação de Consolidação dos Débitos Negociação de Consolidação dos Débitos Negociação para consolidação de débitos da Lei 12.966 Informações para Negociação da Consolidação de débitos para: Parcelamento e, Pagamento à Vista com utilização

Leia mais

MEDIDA PROVISÓRIA nº 783, de 31/05/2017. Instrução Normativa RFB nº 1711, de 16/06/2017.

MEDIDA PROVISÓRIA nº 783, de 31/05/2017. Instrução Normativa RFB nº 1711, de 16/06/2017. MEDIDA PROVISÓRIA nº 783, de 31/05/2017. Instrução Normativa RFB nº 1711, de 16/06/2017. MAPA ETÉCNICO FISCAL - www.etecnico.com.br - facebook/mapaetecnicofiscal 1 INTRODUÇÃO A MP 783/2017, institui o

Leia mais

PRESTAÇÃO DE INFORMAÇÕES PARA A NEGOCIAÇÃO DE CONSOLIDAÇÃO DOS DÉBITOS NO PARCELAMENTO E PAGAMENTO À VISTA COM UTILIZAÇÃO DE PF/BCN DE CSLL

PRESTAÇÃO DE INFORMAÇÕES PARA A NEGOCIAÇÃO DE CONSOLIDAÇÃO DOS DÉBITOS NO PARCELAMENTO E PAGAMENTO À VISTA COM UTILIZAÇÃO DE PF/BCN DE CSLL PRESTAÇÃO DE INFORMAÇÕES PARA A NEGOCIAÇÃO DE CONSOLIDAÇÃO DOS DÉBITOS NO PARCELAMENTO E PAGAMENTO À VISTA COM UTILIZAÇÃO DE PF/BCN DE CSLL LEIS 12.996/2014 E 13.043/2014 MODALIDADES PGFN-DEMAIS DÉBITOS

Leia mais

PARECER 050/ Dos Parcelamentos Previstos na Lei /2013:

PARECER 050/ Dos Parcelamentos Previstos na Lei /2013: PARECER 050/2013 Parecer e análise dos parcelamentos previstos na Lei 12.865/2013. 1 - Dos Parcelamentos Previstos na Lei 12.865/2013: A Lei 12.865/2013 reabriu o prazo para que os contribuintes possam

Leia mais

Programa de Regularização Tributária - PRT

Programa de Regularização Tributária - PRT Programa de Regularização Tributária - PRT Aprovadas pela MEDIDA PROVISÓRIA Nº 766, DE 4 DE JANEIRO DE 2017. janeiro de 2017 Introdução A MP 766, institui o Programa de Regularização Tributária - PRT,

Leia mais

ARTIGO 65 DA LEI Nº , DE 11 DE JUNHO DE Este texto não substitui o publicado no Diário Oficial ARTIGO 65

ARTIGO 65 DA LEI Nº , DE 11 DE JUNHO DE Este texto não substitui o publicado no Diário Oficial ARTIGO 65 ARTIGO 65 LEI Nº 12.249, DE 11 DE JUNHO DE 2010 Art. 65. Poderão ser pagos ou parcelados, em até 180 (cento e oitenta) meses, nas condições desta Lei, os débitos administrados pelas autarquias e fundações

Leia mais

ÍNDICE. Autor. O que é o REFIS da Crise 2013? Qual a legislação aplicável? Qual o prazo para adesão?

ÍNDICE. Autor. O que é o REFIS da Crise 2013? Qual a legislação aplicável? Qual o prazo para adesão? Autor Jacques Veloso de Melo ADVOCACIA TRIBUTÁRIA Formado em Direito pelo Centro Universitário de Brasília, Pós-graduado em Direito Tributário pela Associação de Ensino Unificado do Distrito Federal AEUDF/ICAT

Leia mais

Lei nº /2009 (Anistia Fiscal): Perguntas e Possíveis Respostas. Café da Manhã Tributário. Outubro, 2009

Lei nº /2009 (Anistia Fiscal): Perguntas e Possíveis Respostas. Café da Manhã Tributário. Outubro, 2009 Lei nº 11.941/2009 (Anistia Fiscal): Perguntas e Possíveis Respostas Café da Manhã Tributário Outubro, 2009 Nesta apresentação destacaremos os principais aspectos da Lei nº 11.941/2009, por meio de um

Leia mais

Prestação de Informações para a Negociação de Consolidação dos Débitos no Parcelamento e Pagamento à Vista com Utilização de PF/BCN de CSLL

Prestação de Informações para a Negociação de Consolidação dos Débitos no Parcelamento e Pagamento à Vista com Utilização de PF/BCN de CSLL Prestação de Informações para a Negociação de Consolidação dos Débitos no Parcelamento e Pagamento à Vista com Utilização de PF/BCN de CSLL LEIS 12.996/2014 E 13.043/2014 MODALIDADES PGFN-DÉBITOS PREVIDENCIÁRIOS

Leia mais

Programa Especial de Regularização Tributária (Pert)

Programa Especial de Regularização Tributária (Pert) Programa Especial de Regularização Tributária (Pert) Uma oportunidade para pessoas físicas e jurídicas refinanciarem suas dívidas com o Governo Federal Programa Es pec i al de Regul ari zaç ão Tri butári

Leia mais

Tabela Mensal de Obrigações - Agosto/2016 Setor Contábil

Tabela Mensal de Obrigações - Agosto/2016 Setor Contábil Tabela Mensal de Obrigações - Agosto/2016 Setor Contábil Dia 03 (quarta-feira) Recolhimento do correspondente aos fatos geradores ocorridos no período de 21 a 31.07.2016, incidente sobre rendimentos de:

Leia mais

CERTIDÃO NEGATIVA DE DÉBITOS RELATIVOS AOS TRIBUTOS FEDERAIS E À DÍVIDA ATIVA DA UNIÃO

CERTIDÃO NEGATIVA DE DÉBITOS RELATIVOS AOS TRIBUTOS FEDERAIS E À DÍVIDA ATIVA DA UNIÃO 29/02/2016 MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria da Receita Federal do Brasil Procuradoria Geral da Fazenda Nacional CERTIDÃO NEGATIVA DE DÉBITOS RELATIVOS AOS TRIBUTOS FEDERAIS E À DÍVIDA ATIVA DA UNIÃO Nome:

Leia mais

Parcelamento Especial do Simples Nacional. Ministério da Fazenda

Parcelamento Especial do Simples Nacional. Ministério da Fazenda Parcelamento Especial do Simples Nacional LEGISLAÇÃO Lei Complementar nº 55/206 Resolução CGSN nº 32/206 Instrução Normativa RFB nº.677/206 Portaria PGFN nº.0/206 2 ADESÃO Prazo de adesão: de 2/2/206 até

Leia mais

Lei n /14 Desistência de Ações Judiciais

Lei n /14 Desistência de Ações Judiciais Desistência de Ações Judiciais O pagamento à vista e o parcelamento dependem da desistência de ações judiciais incidentes sobre o débito em questão, que deve ser realizada com renúncia ao direito sobre

Leia mais

Disciplina o pagamento de tributos e contribuições federais nas condições estabelecidas nos arts. 13 e 14 da Lei nº , de 2002.

Disciplina o pagamento de tributos e contribuições federais nas condições estabelecidas nos arts. 13 e 14 da Lei nº , de 2002. Portaria Conjunta SRF/PGFN nº 07, de 8 de janeiro de 2003 DOU de 10.1.2003 Disciplina o pagamento de tributos e contribuições federais nas condições estabelecidas nos arts. 13 e 14 da Lei nº 10.637, de

Leia mais

SECRETARIA DE ESTADO DE FAZENDA Subsecretaria da Receita Estadual PROGRAMA DE PARCELAMENTO ESPECIAL II

SECRETARIA DE ESTADO DE FAZENDA Subsecretaria da Receita Estadual PROGRAMA DE PARCELAMENTO ESPECIAL II SECRETARIA DE ESTADO DE FAZENDA Subsecretaria da Receita Estadual PROGRAMA DE PARCELAMENTO ESPECIAL II PPE II CONDIÇÕES DO DÉBITOD O débito pode estar: Formalizado ou não; Inscrito ou não em dívida ativa;

Leia mais

ROTEIRO PARA ADESÃO AO PROGRAMA DE REGULARIZAÇÃO TRIBUTÁRIA (PRT) MP nº 766/2017

ROTEIRO PARA ADESÃO AO PROGRAMA DE REGULARIZAÇÃO TRIBUTÁRIA (PRT) MP nº 766/2017 ROTEIRO PARA ADESÃO AO PROGRAMA DE REGULARIZAÇÃO TRIBUTÁRIA (PRT) MP nº 766/2017 1) Acesso ao Portal e-cac 1 O contribuinte deverá primeiro se identificar com código de acesso ou certificado digital. 2)

Leia mais

D C T F MENSAL - 2.5

D C T F MENSAL - 2.5 CNPJ: 44.990.901/0001-43 Mês/Ano: DEZ 2014 Dados Iniciais Período: 01/12/2014 a 31/12/2014 Declaração Retificadora: NÃO Situação: Normal Meses com ausência de débito a declarar: Qualificação da Pessoa

Leia mais

O NOVO REFIS FEDERAL (LEI ) O NOVO REFIS ESTADUAL (DECRETO 5.230)

O NOVO REFIS FEDERAL (LEI ) O NOVO REFIS ESTADUAL (DECRETO 5.230) O NOVO REFIS FEDERAL (LEI 11.941) E O NOVO REFIS ESTADUAL (DECRETO 5.230) RIVERA & DE PAOLA ADVOGADOS LEONARDO SPERB DE PAOLA ADERBAL MÜLLER M JOSÉ PEDRO DE PAULA SOARES MARIA DAS GRAÇAS AS ANUNCIAÇÃO

Leia mais

Clipping Legis. Publicação de legislação e jurisprudência fiscal

Clipping Legis. Publicação de legislação e jurisprudência fiscal www.pwc.com.br Clipping Legis Publicação de legislação e jurisprudência fiscal Nº 202 Conteúdo -Programa de Regularização Tributária (PRT) Divulgação em fevereiro de 2017 Programa de Regularização Tributária

Leia mais

O QUE PODE SER PARCELADO? (art. 1º, 1º e 2º)

O QUE PODE SER PARCELADO? (art. 1º, 1º e 2º) O QUE PODE SER PARCELADO? (art. 1º, 1º e 2º) Débitos na Fazenda Estadual e suas autarquias, tributários ou não, vencidos até 31/12/2008, constituídos ou não; inscritos ou não em dívida ativa; ajuizados

Leia mais

AGENDA DE OBRIGAÇÕES TRABALHISTAS E PREVIDENCIÁRIAS FEVEREIRO DE 2014

AGENDA DE OBRIGAÇÕES TRABALHISTAS E PREVIDENCIÁRIAS FEVEREIRO DE 2014 AGENDA DE OBRIGAÇÕES TRABALHISTAS E PREVIDENCIÁRIAS FEVEREIRO DE 2014 Dia: 06 Salário Pagamento mensal de salários até o 5º dia útil. Fundamento: 1º do art. 459 e art. 465, ambos da CLT. Quando o pagamento

Leia mais

ao Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). FGTS

ao Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). FGTS TABELA DE OBRIGAÇÕES PARA SETEMBRO DE 2011 Até dia Obrigação Histórico 5 IRRF Pagamento dos salários mensais. Nota: O prazo para pagamento dos salários mensais é até o 5º dia útil do mês subsequente ao

Leia mais

EXEMPLAR DE ASSINANTE DA IMPRENSA NACIONAL

EXEMPLAR DE ASSINANTE DA IMPRENSA NACIONAL Nº 139, quinta-feira, 23 de julho de 2009 1 43 PROCURADORIA-GERAL DA FAZENDA NACIONAL PORTARIA CONJUNTA N o - 6, DE 22 DE JULHO DE 2009 Dispõe sobre pagamento e parcelamento de débitos junto à Procuradoria-Geral

Leia mais

Parcelamentos previstos na MP 449 são ampliados pela Lei nº /09

Parcelamentos previstos na MP 449 são ampliados pela Lei nº /09 Parcelamentos previstos na MP 449 são ampliados pela Lei nº 11.941/09 No dia 28 de maio, foi publicada a Lei nº 11.941/09, que converteu em lei a Medida Provisória nº 449, de 2008. O texto original da

Leia mais

Brasília - DF, quarta-feira, 20 de agosto de 2014 página 26 MINISTÉRIO DA FAZENDA

Brasília - DF, quarta-feira, 20 de agosto de 2014 página 26 MINISTÉRIO DA FAZENDA Brasília - DF, quarta-feira, 20 de agosto de 2014 página 26 MINISTÉRIO DA FAZENDA SECRETARIA DA RECEITA FEDERAL DO BRASIL INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 1.491, DE 19 DE AGOSTO DE 2014 Dispõe sobre os débitos a

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA SECRETARIA DA RECEITA FEDERAL DO BRASIL

MINISTÉRIO DA FAZENDA SECRETARIA DA RECEITA FEDERAL DO BRASIL MINISTÉRIO DA FAZENDA SECRETARIA DA RECEITA FEDERAL DO BRASIL RECIBO DE ENTREGA DA DECLARAÇÃO DE DÉBITOS E CRÉDITOS TRIBUTÁRIOS FEDERAIS CNPJ: 11.545.086/0001-54 Mês/Ano: JAN 2012 Nome Empresarial: AL

Leia mais

Trabalhista/Previdenciária Mês: 02/2015

Trabalhista/Previdenciária Mês: 02/2015 Trabalhista/Previdenciária Mês: 02/2015 Dia: 06 GFIP - Guia de Recolhimento do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço e Informações à Previdência Social Envio da Guia de Recolhimento do Fundo de Garantia

Leia mais

PROJETO DE LEI COMPLEMENTAR N O, DE 2016

PROJETO DE LEI COMPLEMENTAR N O, DE 2016 PROJETO DE LEI COMPLEMENTAR N O, DE 2016 (Do Sr. EDUARDO CURY) Institui o Programa de Incentivo à Regularização Fiscal do Regime Especial Unificado de Arrecadação de Tributos e Contribuições devidos pelas

Leia mais

D C T F MENSAL - 2.4

D C T F MENSAL - 2.4 CNPJ: 43.018.225/0001-88 Mês/Ano: DEZ 2012 Dados Iniciais Período: 01/12/2012 a 31/12/2012 Declaração Retificadora: NÃO Situação: Normal Meses com ausência de débito a declarar: Qualificação da Pessoa

Leia mais

Página 1 de 13 Portaria Conjunta PGFN/RFB nº 6, de 22 de julho de 2009 DOU de 23.7.2009 Dispõe sobre pagamento e parcelamento de débitos junto à Procuradoria- Geral da Fazenda Nacional e à Secretaria da

Leia mais

Portaria Conjunta PGFN/RFB nº 6, de 22 de julho de Impressão

Portaria Conjunta PGFN/RFB nº 6, de 22 de julho de Impressão Page 1 of 15 Portaria Conjunta PGFN/RFB nº 6, de 22 de julho de 2009 DOU de 23.7.2009 Dispõe sobre pagamento e parcelamento de débitos junto à Procuradoria- Geral da Fazenda Nacional e à Secretaria da

Leia mais

PROCURADORIA-GERAL DA FAZENDA NACIONAL

PROCURADORIA-GERAL DA FAZENDA NACIONAL PROCURADORIA-GERAL DA FAZENDA NACIONAL PORTARIA CONJUNTA No- 6, DE 22 DE JULHO DE 2009 Dispõe sobre pagamento e parcelamento de débitos junto à Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional e à Secretaria da

Leia mais

Agenda Tributária: de 16 a 22 de Fevereiro de 2012

Agenda Tributária: de 16 a 22 de Fevereiro de 2012 Agenda Tributária: de 16 a 22 de Fevereiro de 2012 Dia: 16 SP - Guia de Informação e Apuração - GIA - Regime mensal - I.E. finais 0 e 1 Os contribuintes com a inscrição estadual final 0 ou 1, deverão apresentar

Leia mais

Tributário Junho de 2017

Tributário Junho de 2017 Tributário Junho de 2017 CIRCULAR PROGRAMA DE REGULARIZAÇÃO TRIBUTÁRIA (PERT) No dia 31 de maio de 2017, foi publicada a Medida Provisória nº 783/2017, que instituiu o Programa de Regularização Tributária

Leia mais

Clipping Legis. Publicação de legislação e jurisprudência fiscal. Nº 195 Conteúdo - Atos publicados em junho de 2016 Divulgação em julho de 2016

Clipping Legis. Publicação de legislação e jurisprudência fiscal. Nº 195 Conteúdo - Atos publicados em junho de 2016 Divulgação em julho de 2016 www.pwc.com.br Clipping Legis IOF/Câmbio e títulos ou valores mobiliários - Esclarecimentos - IN RFB nº 1.649/2016 Consolidação de débitos objetos da reabertura dos parcelamentos da Lei nº 11.941/2009

Leia mais

REGULAMENTO SOBRE A REABERTURA DE PRAZO E CONDIÇÕES DO REFIS DA CRISE

REGULAMENTO SOBRE A REABERTURA DE PRAZO E CONDIÇÕES DO REFIS DA CRISE REGULAMENTO SOBRE A REABERTURA DE PRAZO E CONDIÇÕES DO REFIS DA CRISE Portaria Conjunta PGFN/RFB nº 7, de 15/10/2013 DOU de 18/10/2013 Reabre prazo para pagamento e parcelamento de débitos junto à Procuradoria-Geral

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA 750 RFB, DE (DO-U DE )

INSTRUÇÃO NORMATIVA 750 RFB, DE (DO-U DE ) INSTRUÇÃO NORMATIVA 750 RFB, DE 29-6-2007 (DO-U DE 2-7-2007) RFB regulamenta parcelamento especial para ingresso no Simples Nacional Neste Ato destacamos: o pedido de parcelamento deverá ser feito pela

Leia mais

AGENDA DE OBRIGAÇÕES TRABALHISTAS E PREVIDENCIÁRIAS MARÇO DE 2014

AGENDA DE OBRIGAÇÕES TRABALHISTAS E PREVIDENCIÁRIAS MARÇO DE 2014 AGENDA DE OBRIGAÇÕES TRABALHISTAS E PREVIDENCIÁRIAS MARÇO DE 2014 Dia: 06 Salário Pagamento mensal de salários até o 5º dia útil. Fundamento: 1º do art. 459 e art. 465, ambos da CLT. Quando o pagamento

Leia mais

Portaria Conjunta PGFN/RFB nº 6 de 17/12/07 DOU 20/12/07

Portaria Conjunta PGFN/RFB nº 6 de 17/12/07 DOU 20/12/07 Portaria Conjunta PGFN/RFB nº 6 de 17/12/07 DOU 20/12/07 Dispõe sobre o parcelamento de débitos das pessoas jurídicas de direito privado mantenedoras de instituições de ensino superior. O PROCURADOR-GERAL

Leia mais

Instrução Normativa RFB nº 1.199, de 14 de outubro de 2011

Instrução Normativa RFB nº 1.199, de 14 de outubro de 2011 Instrução Normativa RFB nº 1.199, de 14 de outubro de 2011 DOU de 17.10.2011 Dispõe sobre procedimentos fiscais dispensados aos consórcios constituídos nos termos dos arts. 278 e 279 da Lei nº 6.404, de

Leia mais

Í N D I C E A N A L Í T I C O

Í N D I C E A N A L Í T I C O Í N D I C E A N A L Í T I C O I - REGRAS GERAIS... 15 I.1 - Introdução... 15 I.2 - Conceitos e definições... 15 I.2.1 - Restituição... 15 I.2.2 - Compensação... 16 I.2.3 - Ressarcimento... 16 I.2.4 - Reembolso...

Leia mais

GFIP - Guia de Recolhimento do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço e Informações à Previdência Social OUTUBRO/2016

GFIP - Guia de Recolhimento do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço e Informações à Previdência Social OUTUBRO/2016 Previdência Dia: 07 Trabalhista/Previdenciária Mês: 11/2016 GFIP - Guia de Recolhimento do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço e Informações à Previdência Social Envio da Guia de Recolhimento do Fundo

Leia mais

PASEP. Lei 9.715, de 25/11/1998

PASEP. Lei 9.715, de 25/11/1998 Lei 9.715, de 25/11/1998 Art. 2º A contribuição para o PIS/PASEP será apurada mensalmente: [...] III pelas pessoas jurídicas de direito público interno, com base no valor mensal das receitas correntes

Leia mais

RECIBO DE ENTREGA DA DECLARAÇÃO DE DÉBITOS E CRÉDITOS TRIBUTÁRIOS FEDERAIS D C T F MENSAL - 2.5

RECIBO DE ENTREGA DA DECLARAÇÃO DE DÉBITOS E CRÉDITOS TRIBUTÁRIOS FEDERAIS D C T F MENSAL - 2.5 RECIBO DE ENTREGA DA CNPJ: 33.040.767/0001-01 Mês/Ano: JUN 2014 Nome Empresarial: SONY PICTURES RELEASING OF BRASIL INC. Declaração Retificadora: NÃO Situação Especial: NÃO Data do Evento: TOTALIZAÇÃO

Leia mais

BÔNUS DE ADIMPLÊNCIA FISCAL

BÔNUS DE ADIMPLÊNCIA FISCAL BÔNUS DE ADIMPLÊNCIA FISCAL Instituído pela Lei nº 10.637, de 2002 1) CONTRIBUIÇÃO SOCIAL SOBRE O LUCRO LÍQUIDO (CSLL) * Silvério das Neves * Adherbal Corrêa Bernardes 1.1) Alíquotas O art. 6º da Medida

Leia mais

REFAZ 2015 POSSIBILITA PARCELAMENTO DE DÍVIDAS DE ICMS COM REDUÇÕES DE JUROS E MULTA E PAGAMENTO EM ATÉ 120 PARCELAS

REFAZ 2015 POSSIBILITA PARCELAMENTO DE DÍVIDAS DE ICMS COM REDUÇÕES DE JUROS E MULTA E PAGAMENTO EM ATÉ 120 PARCELAS REFAZ 2015 POSSIBILITA PARCELAMENTO DE DÍVIDAS DE ICMS COM REDUÇÕES DE JUROS E MULTA E PAGAMENTO EM ATÉ 120 PARCELAS O PROGRAMA DE PARCELAMENTO No dia 1º de setembro último, o Estado do Rio Grande do Sul

Leia mais

TRIBUTÁRIO REGULARIZAÇÃO TRIBUTÁRIA (PRT)

TRIBUTÁRIO REGULARIZAÇÃO TRIBUTÁRIA (PRT) TRIBUTÁRIO 6/2/2017 PUBLICADA A REGULAMENTAÇÃO DO PROGRAMA DE REGULARIZAÇÃO TRIBUTÁRIA (PRT) Foi publicada no Diário Oficial da União da última sexta-feira, 03/02/2017, a Portaria PGFN nº 152, por meio

Leia mais

Página 1 de 5 FISCOAgenda Trabalhista/Previdenciária Mês: 07/2015 Previdência Dia: 07 GFIP - Guia de Recolhimento do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço e Informações à Previdência Social Envio da Guia

Leia mais

Tributação sobre o lucro (%) IRPJ 25 Contribuição Social 9 Dividendos 0 === 34 WALCRIS ROSITO - IMPOSTO DE RENDA PESSOA JURÍDICA 2006

Tributação sobre o lucro (%) IRPJ 25 Contribuição Social 9 Dividendos 0 === 34 WALCRIS ROSITO - IMPOSTO DE RENDA PESSOA JURÍDICA 2006 Tributação sobre o lucro (%) IRPJ 25 Contribuição Social 9 Dividendos 0 === 34 1 Tributação sobre o lucro (%) Lucro Real Lucro Presumido Lucro Arbitrado 2 Tributação sobre o lucro Lucro Real Obrigatoriedade:

Leia mais

MP nº n 449/08 Importantes Alterações na Legislação Tributária. ria

MP nº n 449/08 Importantes Alterações na Legislação Tributária. ria MP nº n 449/08 Importantes Alterações na Legislação Tributária ria Débitos aplicáveis Parcelamento ou Pagamento Serão objeto de parcelamento ou pagamento com desconto: (i) as dívidas de pequeno valor,

Leia mais

VERITAE TRABALHO - PREVIDÊNCIA SOCIAL - SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO ARTIGOS REFIS DA CRISE REABERTO ATÉ 25/08/2014 FOI REGULAMENTADO

VERITAE TRABALHO - PREVIDÊNCIA SOCIAL - SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO ARTIGOS REFIS DA CRISE REABERTO ATÉ 25/08/2014 FOI REGULAMENTADO TRABALHO - PREVIDÊNCIA SOCIAL - SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO Orientador Empresarial ARTIGOS REFIS DA CRISE REABERTO ATÉ 25/08/2014 FOI REGULAMENTADO Por *Roberto Rodrigues de Morais, Elaborado em 08/2014

Leia mais

Edição de março de 2009.

Edição de março de 2009. Edição 13-20 de março de 2009. ALERTA GERENCIAL Pedido de Pagamento ou Parcelamento Procedimentos - Requisitos e condições dispostas em Portaria Conjunta PGFN/RFB nº 01, referente aos parcleamentos das

Leia mais

I. REABERTURA DO PRAZO PARA ADESÃO AO REFIS IV E DEMAIS PARCELAMENTOS FEDERAIS

I. REABERTURA DO PRAZO PARA ADESÃO AO REFIS IV E DEMAIS PARCELAMENTOS FEDERAIS No último dia 10 de outubro foi publicada a Lei nº 12.865, fruto da conversão da Medida Provisória (MP) nº. 615, de 17 de maio de 2013, que, dentre outros assuntos: (i) tratou da reabertura do prazo para

Leia mais

PERDCOMP (Pedido de Eletronico de Ressarcimento ou Restituição e Declaração de Compensação)

PERDCOMP (Pedido de Eletronico de Ressarcimento ou Restituição e Declaração de Compensação) (Pedido de Eletronico de Ressarcimento ou Restituição e Declaração de Compensação) contato@agmcontadores.com.br 2015 Atualizada em março-2015 2 PER/DCOMP - PEDIDO ELETRÔNICO DE RESSARCIMENTO OU RESTITUIÇÃO

Leia mais

ALERTA GERENCIAL Regulamentação do Programa de Regularização Tributária

ALERTA GERENCIAL Regulamentação do Programa de Regularização Tributária 000 Nº 7 08 de fevereiro de 2017 ALERTA GERENCIAL Regulamentação do Programa de Regularização Tributária Foram publicadas, no dia 01 de fevereiro de 2017, a Instrução Normativa RFB nº 1.687/2017 e a Portaria

Leia mais

GFIP - Guia de Recolhimento do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço e Informações à Previdência Social NOVEMBRO/2016

GFIP - Guia de Recolhimento do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço e Informações à Previdência Social NOVEMBRO/2016 Previdência Trabalhista/Previdenciária Mês: 12/2016 Dia: 07 GFIP - Guia de Recolhimento do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço e Informações à Previdência Social Envio da Guia de Recolhimento do Fundo

Leia mais

Índice Analítico I REGRAS GERAIS... 15

Índice Analítico I REGRAS GERAIS... 15 Índice Analítico I REGRAS GERAIS... 15 I.1 Introdução... 15 I.2 Conceitos e de nições... 15 I.2.1 Restituição... 15 I.2.2 Compensação... 16 I.2.3 Ressarcimento... 16 I.2.4 Reembolso... 17 I.3 Legislação

Leia mais

LEI COMPLEMENTAR Nº 773, DE 8 DE OUTUBRO DE 2015.

LEI COMPLEMENTAR Nº 773, DE 8 DE OUTUBRO DE 2015. LEI COMPLEMENTAR Nº 773, DE 8 DE OUTUBRO DE 2015. Institui o Programa de Recuperação Fiscal Refispoa 2015 e revoga a Lei nº 11.428, de 30 de abril de 2013. O PREFEITO MUNICIPAL DE PORTO ALEGRE Faço saber

Leia mais

Instrução Normativa nº 432 de

Instrução Normativa nº 432 de SECRETÁRIO DA RECEITA FEDERAL - SRF Instrução Normativa nº 432 de 22.07.2004 Aprova o Programa Pedido Eletrônico de Ressarcimento ou Restituição e Declaração de Compensação, versão 1.4 (PER/DCOMP 1.4),

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA PROCURADORIA-GERAL DA FAZENDA NACIONAL

MINISTÉRIO DA FAZENDA PROCURADORIA-GERAL DA FAZENDA NACIONAL MINISTÉRIO DA FAZENDA PROCURADORIA-GERAL DA FAZENDA NACIONAL PORTARIA Nº 645, DE 16 DE JUNHO DE 2017 MINISTÉRIO DA FAZENDA PROCURADORIA-GERAL DA FAZENDA NACIONAL DOU de 19/06/2017 (nº 115, Seção 1, pág.

Leia mais

Escrituração fiscal das escolas no Simples Nacional

Escrituração fiscal das escolas no Simples Nacional Diogo José Mendes Tenório Auditor Fiscal de Tributos Municipais Escrituração fiscal das escolas no Simples Nacional Conforme: Lei Complementar 123/2006; Resolução do CGSN nº 94/2011 O que será abordado?

Leia mais

D C T F MENSAL - 2.0

D C T F MENSAL - 2.0 CNPJ: 01.594.992/0001-95 Mês/Ano: MAR 2011 Dados Iniciais Período: 01/03/2011 a 31/03/2011 Declaração Retificadora: SIM Número do Recibo de Entrega da DCTF a ser Retificada: 09.06.76.50.88-42 Situação:

Leia mais

OBRIGAÇÕES FISCAIS, TRABALHISTAS E PREVIDENCIÁRIAS PARA O MÊS DE MARÇO OBRIGAÇÕES FISCAIS, TRABALHISTAS E PREVIDENCIÁRIAS PARA O MÊS DE MARÇO /2016

OBRIGAÇÕES FISCAIS, TRABALHISTAS E PREVIDENCIÁRIAS PARA O MÊS DE MARÇO OBRIGAÇÕES FISCAIS, TRABALHISTAS E PREVIDENCIÁRIAS PARA O MÊS DE MARÇO /2016 OBRIGAÇÕES FISCAIS, TRABALHISTAS E PREVIDENCIÁRIAS PARA O MÊS DE MARÇO OBRIGAÇÕES FISCAIS, TRABALHISTAS E PREVIDENCIÁRIAS PARA O MÊS DE MARÇO /2016 03.03 (5ª Feira) IR-FONTE Rendimentos de Aplicações Financeiras,

Leia mais

Diagnóstico MP 627. Diagnóstico sobre os principais impactos decorrentes da Medida Provisória 627/2013 na operação da Cagece

Diagnóstico MP 627. Diagnóstico sobre os principais impactos decorrentes da Medida Provisória 627/2013 na operação da Cagece Diagnóstico MP 627 Diagnóstico sobre os principais impactos decorrentes da Medida Provisória 627/2013 na operação da Cagece Coordenadoria Fiscal e Tributária Gerência Financeira e Contábil - GEFIC Diagnóstico

Leia mais

Tributário. Fevereiro de 2017 CIRCULAR

Tributário. Fevereiro de 2017 CIRCULAR Tributário Fevereiro de 2017 CIRCULAR RECEITA FEDERAL PUBLICA A INSTRUÇÃO NORMATIVA QUE REGULAMENTA O NOVO PROGRAMA DE PARCELAMENTO DE DÉBITOS TRIBUTÁRIOS FEDERAIS (PROGRAMA DE REGULARIZAÇÃO TRIBUTÁRIA

Leia mais

BEPS Ação 3 Regras CFC. VI Congresso Brasileiro de Direito Tributário Internacional 2015 João Francisco Bianco

BEPS Ação 3 Regras CFC. VI Congresso Brasileiro de Direito Tributário Internacional 2015 João Francisco Bianco BEPS Ação 3 Regras CFC VI Congresso Brasileiro de Direito Tributário Internacional 2015 João Francisco Bianco Introdução Objetivo do BEPS coerência do IRPJ no nível internacional Action 3 uso da CFC para

Leia mais

Simples Nacional 1 Hugo Medeiros de Goes

Simples Nacional 1 Hugo Medeiros de Goes Hugo Medeiros de Goes SIMPLES NACIONAL (2ª parte) De acordo com a Lei Complementar nº 123, de 14/12/2006 (arts. 12 e 88), em 1º de julho de 2007, entra em vigor o Regime Especial Unificado de Arrecadação

Leia mais

Controle Decifrado de Estoque

Controle Decifrado de Estoque 1 PIS/Pasep e Cofins... 1 1.1 Contas PIS/Pasep e Cofins a Recolher e PIS/Pasep e Cofins a Recuperar... 2 1.2 Conta Conta-corrente PIS/Pasep e Cofins... 4 1 PIS/Pasep e Cofins Pela legislação de regência

Leia mais

CIRCULAR SUP/AOI Nº 50/2014-BNDES. Rio de Janeiro, 02 de dezembro de Produto Cartão BNDES.

CIRCULAR SUP/AOI Nº 50/2014-BNDES. Rio de Janeiro, 02 de dezembro de Produto Cartão BNDES. Classificação: Documento Ostensivo Unidade Gestora: AOI CIRCULAR SUP/AOI Nº 50/2014-BNDES Rio de Janeiro, 02 de dezembro de 2014 Ref.: Produto Cartão BNDES. Ass.: Alteração relativa a exigências de certidões.

Leia mais

Ministério da Fazenda. Instrução Normativa RFB nº 772, de 28 de agosto de 2007

Ministério da Fazenda. Instrução Normativa RFB nº 772, de 28 de agosto de 2007 Ministério da Fazenda Instrução Normativa RFB nº 772, de 28 de agosto de 2007 DOU de 31.8.2007 Dispõe sobre os parcelamentos de débitos de que trata o Decreto nº 6.187, de 14 de agosto de 2007. O SECRETÁRIO

Leia mais

Trabalhista/Previdenciária Mês: 10/2016

Trabalhista/Previdenciária Mês: 10/2016 Trabalhista/Previdenciária Mês: 10/2016 Dia: 07 GFIP - Guia de Recolhimento do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço e Informações à Previdência Social Envio da Guia de Recolhimento do Fundo de Garantia

Leia mais

Coordenação-Geral de Tributação

Coordenação-Geral de Tributação Fls. 1 Coordenação-Geral de Tributação Solução de Consulta nº 98 - Data 29 de junho de 2016 Processo Interessado CNPJ/CPF ASSUNTO: CONTRIBUIÇÃO PARA O PIS/PASEP HABILITAÇÃO AO REIDI. REQUISITO DE REGULARIDADE

Leia mais

AGENDA - Julho de 2014

AGENDA - Julho de 2014 AGENDA - Julho de 2014 OBRIGAÇÕES FISCAIS, TRABALHISTAS E PREVIDENCIÁRIAS PARA O MÊS DE JULHO (ÂMBITO FEDERAL) PRAZO NATUREZA DISCRIMINAÇÃO 01.07 03.07 03.07 04.07 07.07 07.07 07.07 IR-FONTE SALÁRIOS CAGED

Leia mais

CAPÍTULO I DOS DÉBITOS OBJETO DO PERT. Art. 2º Podem ser liquidados na forma do Pert os seguintes débitos, a serem indicados pelo sujeito passivo:

CAPÍTULO I DOS DÉBITOS OBJETO DO PERT. Art. 2º Podem ser liquidados na forma do Pert os seguintes débitos, a serem indicados pelo sujeito passivo: INSTRUÇÃO NORMATIVA RFB Nº 1711, DE 16 DE JUNHO DE 2017 (Publicado(a) no DOU de 21/06/2017, seção 1, pág. 20) Regulamenta o Programa Especial de Regularização Tributária (Pert), instituído pela Medida

Leia mais

2ª Turma/DRJ/Brasília-DF Lectra Sistemas do Brasil Ltda

2ª Turma/DRJ/Brasília-DF Lectra Sistemas do Brasil Ltda Fls. 1 nfls txtfls Old MINISTÉRIO DA FAZENDA PRIMEIRO CONSELHO DE CONTRIBUINTES PRIMEIRA CÂMARA Processo nº 13808.005902/2001-88 Recurso nº 159.532 De Ofício Matéria IRPJ e reflexos Acórdão nº 101-96.661

Leia mais

CALENDÁRIO OBRIGAÇÕES FISCAIS OUTUBRO/16

CALENDÁRIO OBRIGAÇÕES FISCAIS OUTUBRO/16 edição 39 ano 2016 CALENDÁRIO OBRIGAÇÕES FISCAIS OUTUBRO/16 04 de outubro de 2016 OBRIGAÇÕES FISCAIS FEDERAIS DIA 05 IR-FONTE Pessoas obrigadas: pessoas jurídicas que efetuaram retenção na fonte nos pagamentos

Leia mais

CALENDÁRIO DE OBRIGAÇÕES MENSAIS

CALENDÁRIO DE OBRIGAÇÕES MENSAIS Data Vencimento Obrigação Código Receita Fato Gerador e Fundamento Legal Período Apuração 04 (Sexta-feira) (*) Salário-Maternidade Salário-Família Parto e aborto espontâneo, conforme certidão de nascimento

Leia mais

AGENDA DAS OBRIGAÇÕES FEDERAIS PARA MARÇO DE 2017

AGENDA DAS OBRIGAÇÕES FEDERAIS PARA MARÇO DE 2017 AGENDA DAS OBRIGAÇÕES FEDERAIS PARA MARÇO DE 2017 Até Obrigação dia 3 IRRF Histórico Recolhimento do Imposto de Renda Retido na Fonte correspondente a fatos geradores ocorridos no período de 21 a 28.02.2017,

Leia mais

003inf17 HMF (06/01/2017)

003inf17 HMF (06/01/2017) 003inf17 HMF (06/01/2017) INFORMATIVO JURÍDICO 03 / 2017 MEDIDA PROVISÓRIA 766 DE 05/01/2017 - PROGRAMA DE REGULARIZAÇÃO TRIBUTÁRIA JUNTO À SECRETARIA DA RECEITA FEDERAL E À PROCURADORIA-GERAL DA FAZENDA

Leia mais

DECRETO N , DE 31 DE JULHO DE O Prefeito de Ituiutaba, no uso de suas atribuições, e de conformidade com a legislação em vigor,

DECRETO N , DE 31 DE JULHO DE O Prefeito de Ituiutaba, no uso de suas atribuições, e de conformidade com a legislação em vigor, DECRETO N. 7.672, DE 31 DE JULHO DE 2014 Disciplina o sistema de parcelamento de débito fiscal e dá ouras providências. O Prefeito de Ituiutaba, no uso de suas atribuições, e de conformidade com a legislação

Leia mais

AGENDA DAS OBRIGAÇÕES FEDERAIS PARA JANEIRO DE 2016

AGENDA DAS OBRIGAÇÕES FEDERAIS PARA JANEIRO DE 2016 AGENDA DAS OBRIGAÇÕES FEDERAIS PARA JANEIRO DE 2016 Até dia Obrigação 6 IRRF Salário de dezembro/2015 13º salário/2015 - Salários variáveis Histórico Recolhimento do Imposto de Renda Retido na Fonte correspondente

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DE RONDÔNIA GOVERNADORIA

GOVERNO DO ESTADO DE RONDÔNIA GOVERNADORIA Consolidado, alterado pelo Decreto: 18829, de 05.05.14 DOE nº 2450, de 05.05.14 GOVERNO DO ESTADO DE RONDÔNIA DECRETO N. 18426, DE 10 DE DEZEMBRO DE 2013. PUBLICADO NO DOE Nº 2358, DE 10.12.13 Institui

Leia mais

Parecer PGFN 202/2013

Parecer PGFN 202/2013 Parecer PGFN 202/2013 Julho de 2013 Aspectos a serem abordados Contextualizando a discussão Entendimento do Parecer PGFN 202/2013 Entendimento divergente Impactos da aplicação do Parecer e pontos não enfrentados

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA SECRETARIA DA RECEITA FEDERAL DO BRASIL INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 950, DE 25 DE JUNHO DE 2009

MINISTÉRIO DA FAZENDA SECRETARIA DA RECEITA FEDERAL DO BRASIL INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 950, DE 25 DE JUNHO DE 2009 MINISTÉRIO DA FAZENDA SECRETARIA DA RECEITA FEDERAL DO BRASIL INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 950, DE 25 DE JUNHO DE 2009 Aprova aplicativo para opção pelo Regime Especial de Tributação das Bebidas Frias (Refri)

Leia mais

CALENDÁRIO OBRIGAÇÕES FISCAIS AGOSTO/16

CALENDÁRIO OBRIGAÇÕES FISCAIS AGOSTO/16 edição 31 ano 2016 CALENDÁRIO OBRIGAÇÕES FISCAIS AGOSTO/16 02 de agosto de 2016 OBRIGAÇÕES FISCAIS FEDERAIS AGOSTO/2016 DIA 03 IR-FONTE Pessoas obrigadas: pessoas jurídicas que efetuaram retenção na fonte

Leia mais

CALENDÁRIO OBRIGAÇÕES FISCAIS SETEMBRO/16

CALENDÁRIO OBRIGAÇÕES FISCAIS SETEMBRO/16 edição 35 ano 2016 CALENDÁRIO OBRIGAÇÕES FISCAIS SETEMBRO/16 02 de setembro de 2016 OBRIGAÇÕES FISCAIS FEDERAIS SETEMBRO/2016 DIA 05 IR-FONTE Pessoas obrigadas: pessoas jurídicas que efetuaram retenção

Leia mais

Com a leitura ótica não é necessária a digitação dos dados demonstrados no tópico 11. 1

Com a leitura ótica não é necessária a digitação dos dados demonstrados no tópico 11. 1 1. SIAFI ATULF ( Geração da Lista de Fatura ) 1 TIPO DE LISTA: 2 ( EXTRA-SIAFI ) OPÇÃO DE PAGAMENTO: 1 ( CONCESSIONARIAS / TRIBUTOS / CARNES E ASSEMELHADOS ) ENTRADA DE DADOS: 1 ( MANUAL ) 2 BANCO: 001

Leia mais

Onde são informadas atualmente?

Onde são informadas atualmente? EFD-Reinf O que é EFD-Reinf? Escrituração Fiscal Digital das Retenções e Informações da Contribuição Previdenciária Substituída (CPRB). A EFD-Reinf abarca todas as retenções do contribuinte sem relação

Leia mais

Coordenação-Geral de Tributação

Coordenação-Geral de Tributação Fls. 2 1 Coordenação-Geral de Tributação Solução de Consulta nº 207 - Data 5 de agosto de 2015 Processo Interessado CNPJ/CPF ASSUNTO: NORMAS DE ADMINISTRAÇÃO TRIBUTÁRIA REINTEGRA - NÃO INCLUSÃO DO BENEFÍCIO

Leia mais

MANUAL OPERACIONAL EFD CONTRIBUIÇÕES FINANCEIRAS E ASSEMELHADAS

MANUAL OPERACIONAL EFD CONTRIBUIÇÕES FINANCEIRAS E ASSEMELHADAS MANUAL OPERACIONAL EFD CONTRIBUIÇÕES FINANCEIRAS E ASSEMELHADAS SUMÁRIO Introdução... 1 Sobre o Suporte Técnico... 1 EFD Contribuições Financeiras e Assemelhadas...2 Contrib Retida Fonte F600... 2 Receitas

Leia mais

Programa Regularize. Novo prazo para utilização de crédito acumulado

Programa Regularize. Novo prazo para utilização de crédito acumulado Programa Regularize Novo prazo para utilização de crédito acumulado Decreto 47.020/2016 O que é o Programa Regularize? O estado de Minas Gerais publicou o Decreto n.º 46.817/2015, instituindo o Programa

Leia mais

PER/DCOMP - Práticas de Preenchimento - Atualização

PER/DCOMP - Práticas de Preenchimento - Atualização Conselho Regional de Contabilidade do Estado de São Paulo Tel. (11) 3824-5400 - ramal 1529 (núcleo de relacionamento) Email: desenvolvimento@crcsp.org.br web: www.crcsp.org.br Rua Rosa e Silva, 60 Higienópolis

Leia mais

Domingo Segunda Terça Quarta Quinta Sexta Sábado Clique e veja o compromisso do dia Clique e veja o compromisso do dia.

Domingo Segunda Terça Quarta Quinta Sexta Sábado Clique e veja o compromisso do dia Clique e veja o compromisso do dia. Atenção 01 Aqueles contribuintes obrigados ao envio mensal do arquivo SINTEGRA à SEFAZ, devem observar a data de entrega, conforme definido pelo fisco. Atenção 02 Essas informações não substituem aquelas

Leia mais

AGENDA DAS OBRIGAÇÕES FEDERAIS PARA JULHO DE 2017

AGENDA DAS OBRIGAÇÕES FEDERAIS PARA JULHO DE 2017 AGENDA DAS OBRIGAÇÕES FEDERAIS PARA JULHO DE 17 Até dia Obrigação Histórico 05 IRRF Recolhimento do Imposto de Renda Retido na Fonte correspondente a fatos geradores ocorridos no período de 21 a 30.06.17,

Leia mais