I Encontro Brasileiro de usuários QGIS

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "I Encontro Brasileiro de usuários QGIS"

Transcrição

1 I Encontro Brasileiro de usuários QGIS

2 Uso do QGIS no Processamento Digital de Imagens de Sensoriamento Remoto Jorge Santos

3 Dicas, tutoriais e tudo sobre o SIG QGIS 2.6 Podem ser encontradas no site

4 ANÁLISE DOS DADOS Representação dos Dados Matriciais Transformação dos Dados em Informação

5 ANÁLISE DOS DADOS Representação dos Dados em Geoprocessamento FONTE DOS DADOS Fonte de Dados do tipo Vetorial Fonte de Dados do tipo Raster

6 ANÁLISE DOS DADOS Representação Raster: A Matriz

7 ANÁLISE DOS DADOS Representação Raster: A Matriz Linha Coluna Célula ou Pixel Matriz = Raster Raster = Imagem Logo, qualquer imagem é uma matriz, ou seja, uma estrutura de dados formada por linhas e colunas. Resolução Espacial: Tamanho do Pixel na Imagem.

8 ANÁLISE DOS DADOS Matriz de Altimetria (Elevação) SRTM TOPODATA 5400 LINHAS / 3600 COLUNAS SRTM EMBRAPA 1800 LINHAS / 1200 COLUNAS

9 ANÁLISE DOS DADOS Matriz de Altimetria (Elevação) SRTM TOPODATA PIXEL EM GRAUS: x PIXEL EM METROS: 30 x 30 SRTM EMBRAPA PIXEL EM GRAUS: x PIXEL EM METROS: 90 x 90

10 ANÁLISE DOS DADOS Matriz de Altimetria (Elevação) TAMANHO DO PIXEL 3X MENOR EM RELAÇÃO AO SRTM EMBRAPA RESOLUÇÃO ESPACIAL DE 30M TAMANHO DO PIXEL 3X MAIOR EM RELAÇÃO AO SRTM TOPODATA RESOLUÇÃO ESPACIAL DE 90M

11 ANÁLISE DOS DADOS Matriz de Altimetria (Elevação) EXEMPLOS DE PRODUTOS QUE PODEM SER GERADOS Mapa de Declividade (Raster) Extração das Curvas de Nível (Vetor) Extração de Rede de Drenagem (Vetor) Mapa Hipsométrico (Raster) Delimitação de Bacias Hidrográficas (Vetor)

12 ANÁLISE RASTER Processamento Digital de Imagens no SIG QGIS 2.6 Brighton

13 ANÁLISE RASTER Dados para demonstração: Imagens Topodata Parâmetros do SRTM Topodata Tipo de Raster: Contínuo (altimetria ou elevação) Datum Horizontal: Arbitrário (a ser definido pelo usuário) Profundidade de Bits Ponto Flutuante de 32 Bit Formato de Arquivo: GeoTIFF Resolução Espacial: arco de segundos (aprox. 30 m).

14 ANÁLISE RASTER Ajustes nas Imagens Topodata Datum sem definição Diferenças Radiométricas Dados em Ponto Flutuante 32 Bit

15 ANÁLISE RASTER Ajustes nas Imagens Topodata EXEMPLOS DE TÓPICOS QUE AUXILIAM NO PROCESSO Verificar a Área de Interesse; Confirmar o Sistema de Referência do trabalho; Verificar a Finalidade do Projeto; Checar se os dados já existem em acervo.

16 ANÁLISE RASTER Área de Interesse: Estado de Sergipe (seis cenas)

17 ANÁLISE RASTER Organização dos Processos 1 Realizar o Mosaico de todos os Recortes para impedir a diferença radiométrica na imagem resultante; 2 Fixar o Sistema de Referência do Mosaico criado; 3 Modificar o Tipo de Dado para Inteiro Não Sinalizado 16 Bit; 4 Reprojetar o Mosaico para o Sistema de Coordenadas Planas UTM; 5 Recortar o Mosaico Topodata com a delimitação do Estado de Sergipe.

18 SRTM TOPODATA Tarefas do Processamento Digital de Imagens Calculadora Raster Calcular as Estatísticas

19 Download do SRTM Topodata Modelo de Elevação Processado pelo Inpe Download do DEM Topodata via Interface Web Para iniciar o processo de download do Topodata via Web, visite o endereço abaixo:

20 Download do SRTM Topodata Seleção de Recortes 1 Clique sobre a folha desejada e selecione a opção Altitude. 2 Faça o download das seis cenas Topodata que cobrem Sergipe.

21 Base Vetorial Formato Shapefile Estados, Municípios e Fusos do Brasil A base vetorial é uma referência para os dados do tipo raster. Download

22 Análise dos Metadados Permite verificar informações técnicas do raster METADADO Sistema de Coordenada DESCRIÇÃO Pode ser Geográfico ou UTM. Investigue pelo Código EPSG. Tamanho do Pixel (Cell Size ou Pixel Size) Valores Mínimo e Máximo Tipo de Dado (Data Type, Pixel Depth, Profundidade de Bits, Profundidade de Pixel) É a Resolução Espacial da imagem. Essa informação é importante. Indicam os valores mínimo e máximo que são armazenados no pixel do raster. Sempre está associado à Resolução Radiométrica do raster. Os mais comuns são Unsigned Integer 8 Bit, Unsigned Integer 16 Bit e Float32.

23 Análise dos Metadados Local para consultar os Metadados no QGIS 1 Clique com o botão direito sobre a imagem e acesse suas Propriedades. 2 Na categoria Metadata, verifique os principais componentes do arquivo raster.

24 Fixar Projeção Define um Sistema de Referência para as imagens JANELA DE AVISO DO QGIS Configura ausência de informação espacial Imagens Topodata são distribuídas com Datum Arbitrário. Verificar a referência do raster é o passo mais importante em todos os processos.

25 Fixar Projeção Meu Raster Projeções Deformar (Reprojeção)

26 Fixar Projeção Marque o Modo em lote e crie uma pasta de saída para armazenar as imagens corrigidas. Nos campos SRC Fonte e SRC Alvo, selecione o Sistema de Coordenadas Geográficas, Datum SIRGAS 2000 (EPSG:4674).

27 Fixar Projeção O Método de Reamostragem define o comportamento dos pixels. Para o SRTM, sempre selecione o Método de Reamostragem Bilinear. Clique no botão OK para executar o processo.

28 Fixar Projeção Imagens associadas ao Datum SIRGAS 2000 Lat/long

29 Mosaico de Imagens Construção de uma imagem a partir de múltiplas imagens. TIPOS DE MOSAICO NO QGIS Mosaico Padrão Mosaico Virtual Vamos utilizar Mosaico Padrão Para gerar o mosaico SRTM Topodata.

30 Mosaico de Imagens Menu Raster Miscelânea Juntar

31 Mosaico de Imagens Em Arquivos de Entrada, selecione as imagens. Em Arquivo de Saída, informe o nome de saída. Clique no botão OK para executar o processo. Dica: use as imagens ajustadas no processo anterior.

32 Mosaico de Imagens

33 Transformação Radiométrica Modifica o Tipo de Dado dos arquivos raster TIPO DE DADO DO SRTM TOPODATA Elevação representada em Ponto Flutuante 32 Bit Converter para Inteiro Não Sinalizado de 16 Bit

34 Transformação Radiométrica Gerar Polígono Envolvente Menu Vetor Investigar Polígono para Extensão da Camada

35 Transformação Radiométrica Gerar Polígono Envolvente

36 Transformação Radiométrica Conversão de Float32 para UInt16 Informe a Entrada e Saída

37 Transformação Radiométrica Conversão de Float32 para UInt16 Edite o comando GDAL ANTES gdal_translate -of Gtiff DEPOIS gdal_translate -of GTiff -ot UInt16 -co TFW=YES

38 Transformação Radiométrica O raster em 16 Bit foi gerado, porém, ao acessar suas Propriedades e associar o valor zero para a área NODATA, podemos perceber que o mosaico possui problemas de pixels valor zero. Dica: use a Álgebra de Mapas para remoção dos pixels zero.

39 Álgebra de Mapas Substituição dos Pixels Valor Zero 1 Para o raster de elevação convertido em números inteiros, valores negativos não são considerados; 2 O pixel valor zero pode ser substituído pelo valor mais próximo; 3 A operação para substituir um determinado valor nos pixels do raster é realizada na Calculadora Raster; 4 A matemática realizada na calculadora gera resultados em Float32.

40 Álgebra de Mapas Calculadora Raster FÓRMULA PARA SUBSTITUIR O VALOR 0 POR

41 Álgebra de Mapas Calculadora Raster Substitua na fórmula Pelo nome do Raster

42 Álgebra de Mapas Calculadora Raster: Identificar Valores de Pixels

43 Transformação Radiométrica Nova Conversão de Float32 para UInt16 Atenção: A Calculadora Raster sempre gera dados em Float32, independente da operação de álgebra de mapas. Repita o procedimento para Transformação Radiométrica e gera um novo raster em Inteiro Não Sinalizado de 16 Bit.

44 Calcular as Estatísticas Recorte de Raster para visualizar o intervalo Em algumas situações, é preciso Calcular as Estatísticas para atualizar indicadores da imagem como Mínimo, Máximo, Média e Desvio Padrão. Um método simples para atualizar o raster com os valores das Estatísticas é realizar um recorte do raster.

45 Calcular as Estatísticas Menu Raster - Extração Juntar (Cortador) O nome desse algoritmo é Cortador O recorte será realizado através de uma máscara (Polígono Envolvente).

46 Calcular as Estatísticas Informe a Entrada e a Saída; Marque a opção Nenhum Valor de Dado 0; Em Modo Clipping, selecione a máscara; Clique no botão OK.

47 Calcular as Estatísticas Consulte os Metadados e verifique os novos valores da estatística para a imagem.

48 Reprojeção de Raster Lat/Long para SIRGAS 2000 UTM 24 S Meu Raster Projeções Deformar (Reprojeção)

49 Reprojeção de Raster Informe a Entrada e a Saída; Marcar e selecionar o SRC Fonte; Marcar e selecionar o SRC Alvo; Para o Método de Reamostragem, selecione Bilinear para todos os produtos SRTM; Clique no botão OK.

50 Reprojeção de Raster Imagem reprojetada para SIRGAS 2000 UTM Zone 24 S

51 Recorte de Raster Delimitação do Estado de Sergipe A ferramenta para realização do recorte é a mesma vista para o procedimento de cálculo das estatísticas: o recorte com máscara. Um detalhe importante: Agora, o raster está na Projeção UTM. A máscara de recorte, que é a delimitação do estado de Sergipe, precisa estar projetada no mesmo sistema.

52 RESULTADO FINAL Cobertura do SRTM Topodata para o Estado de Sergipe

53 Considerações Finais O aspecto mais importante é a existência de uma comunidade de usuários QGIS no Brasil que se mostra unida, integrada, ativa e solidária. Juntos, estamos construindo um novo paradigma de ensinoaprendizagem colaborativa e cooperativa.

54 Uso do QGIS no Processamento Digital de Imagens de Sensoriamento Remoto Jorge Santos

55 I Encontro Brasileiro de usuários QGIS

56 ANEXOS Uso do QGIS no Processamento Digital de Imagens de Sensoriamento Remoto

57 BACIAS HIDROGRÁFICAS

58 BASE VETORIAL

59 METADADOS NO QGIS

60 MOSAICO DO SRTM TOPODATA

61 POLÍGONO ENVOLVENTE

62 MOSAICO COM PIXEL VALOR ZERO

63 MOSAICO COM PIXEL VALOR UM

64 MOSAICO DO SRTM TOPODATA ESTADO DO SERGIPE

QGIS 2.8 + SAGA GIS Álgebra de Mapas para Substituição de Pixels Negativos no MDE Topodata

QGIS 2.8 + SAGA GIS Álgebra de Mapas para Substituição de Pixels Negativos no MDE Topodata QGIS 2.8 + SAGA GIS Álgebra de Mapas para Substituição de Pixels Negativos no MDE Topodata Jorge Santos 2015 1 Conteúdo Sumário Capítulo 1... 3 Download e Análise do Topodata... 3 1.1. Download do Topodata

Leia mais

QGIS 2.8 Rampa de Cores para Representação Topográfica do Modelo Digital de Elevação (MDE)

QGIS 2.8 Rampa de Cores para Representação Topográfica do Modelo Digital de Elevação (MDE) QGIS 2.8 Rampa de Cores para Representação Topográfica do Modelo Digital de Elevação (MDE) Jorge Santos 2015 QGIS 2.8: Novas Rampas de Cores Conteúdo Sumário Capítulo 1... 3 Download e Processos no MDE...

Leia mais

QGIS 2.4 Sistemas de Referência de Coordenadas (SRC)

QGIS 2.4 Sistemas de Referência de Coordenadas (SRC) QGIS 2.4 Sistemas de Referência de Coordenadas (SRC) Jorge Santos 2014 Conteúdo Sumário Capítulo 1... 3 Introdução... 3 1.1 Referência Espacial... 3 1.2 Sistema de Referência de Coordenadas (SRC)...3 1.3

Leia mais

QGIS 2.4 Recorte de Raster em Lote (Clip Raster in Batch Mode)

QGIS 2.4 Recorte de Raster em Lote (Clip Raster in Batch Mode) QGIS 2.4 Recorte de Raster em Lote (Clip Raster in Batch Mode) Jorge Santos 2014 Conteúdo Sumário Capítulo 1... 3 Informações Complementares... 3 1.1 Camada Máscara (Vetor)... 3 1.2 Referência Espacial...

Leia mais

QGIS 2.6 + GDAL Transformação Radiométrica para Imagens Landsat-8: Conversão de 16 Bit para 8 Bit

QGIS 2.6 + GDAL Transformação Radiométrica para Imagens Landsat-8: Conversão de 16 Bit para 8 Bit QGIS 2.6 + GDAL Transformação Radiométrica para Imagens Landsat-8: Conversão de 16 Bit para 8 Bit Jorge Santos 2014 Conteúdo Sumário Capítulo 1... 4 Sobre a Conversão Radiométrica... 4 1.1. Tipo de Dado...

Leia mais

Por que Geoprocessamento?

Por que Geoprocessamento? Um pouco sobre a NOSSA VISÃO Processamento Digital é um endereço da Web criado pelo geógrafo Jorge Santos com objetivo de compartilhar dicas sobre Geoprocessamento e Software Livre. A idéia surgiu no ano

Leia mais

Por que Geoprocessamento?

Por que Geoprocessamento? Um pouco sobre a NOSSA VISÃO Processamento Digital é um endereço da Web criado pelo geógrafo Jorge Santos com objetivo de compartilhar dicas sobre Geoprocessamento e Software Livre. A idéia surgiu no ano

Leia mais

QGIS 2.4 Estatísticas de Grupo Somatório de Áreas

QGIS 2.4 Estatísticas de Grupo Somatório de Áreas QGIS 2.4 Estatísticas de Grupo Somatório de Áreas Jorge Santos 2014 Conteúdo Sumário Capítulo 1... 3 Introdução... 3 1.1 Demanda... 3 1.2 O Complemento Group Stats...3 1.3 Instalação do Complemento Group

Leia mais

Criando Mapa de Declividade a partir de dados SRTM

Criando Mapa de Declividade a partir de dados SRTM Criando Mapa de Declividade a partir de dados SRTM SPRING 5.0 1 O objetivo deste tutorial é apresentar de forma simples e prática como construir, no Spring, mapa de declividade a partir de dados do SRTM.

Leia mais

GIMP 2.8 Guia para Remoção do Pixel Valor Zero nas Imagens Landsat-8

GIMP 2.8 Guia para Remoção do Pixel Valor Zero nas Imagens Landsat-8 GIMP 2.8 Guia para Remoção do Pixel Valor Zero nas Imagens Landsat-8 Jorge Santos 2014 Conteúdo Sumário Capítulo 1... 4 O Problema do Pixel Valor Zero... 4 1.1 Transformação Radiométrica... 4 1.2 Equalização

Leia mais

1 - Crie um novo documento no ArcMap. Com o programa aberto, selecione o Dataframe Layers

1 - Crie um novo documento no ArcMap. Com o programa aberto, selecione o Dataframe Layers Conversão de Raster para Polígono usando o ArcMap Nos posts anteriores, conhecemos uma situação onde uma empresa solicita, além do produto esperado, imagens no canal alfa para geração de polígonos envolventes

Leia mais

Por que Geoprocessamento?

Por que Geoprocessamento? Um pouco sobre a NOSSA VISÃO Processamento Digital é um endereço da Web criado pelo geógrafo Jorge Santos com objetivo de compartilhar dicas sobre Geoprocessamento e Software Livre. A idéia surgiu no ano

Leia mais

AULA 5 Manipulando Dados Matriciais: Grades e Imagens. 5.1 Importando Grades e Imagens Interface Simplificada

AULA 5 Manipulando Dados Matriciais: Grades e Imagens. 5.1 Importando Grades e Imagens Interface Simplificada 5.1 AULA 5 Manipulando Dados Matriciais: Grades e Imagens Nessa aula serão apresentadas algumas funcionalidades do TerraView relativas à manipulação de dados matriciais. Como dados matriciais são entendidas

Leia mais

Apostila do curso: Quantum GIS Básico Módulo I

Apostila do curso: Quantum GIS Básico Módulo I Apostila do curso: Quantum GIS Básico Módulo I Helio Larri Vist Geógrafo Mestre em Sensoriamento Remoto Ayr Müller Gonçalves Educador Físico e Graduando em Segurança da Informação Rai Nunes dos Santos

Leia mais

QGIS 2.2 Modo de Edição: Edição de Feições de Polígono

QGIS 2.2 Modo de Edição: Edição de Feições de Polígono QGIS 2.2 Modo de Edição: Edição de Feições de Polígono Jorge Santos 2014 Conteúdo Sumário Capítulo 1... 3 Material de Apoio... 3 1.1 Cartografia de Referência... 3 1.2 Base Cartográfica Vetorial de Referência...

Leia mais

ArcGIS: Rescale em Batch, Composição Colorida RGB e Fusão de Imagens Landsat-8

ArcGIS: Rescale em Batch, Composição Colorida RGB e Fusão de Imagens Landsat-8 ArcGIS: Rescale em Batch, Composição Colorida RGB e Fusão de Imagens Landsat-8 2013 LANDSAT-8: Informações para Novos Usuários de Imagens Licença: As imagens Landsat-8 são gratuitas; Download: Para baixar

Leia mais

AULA 5 Manipulando Dados Matriciais: Grades e Imagens. 5.1 Importando Grades e Imagens Interface Simplificada

AULA 5 Manipulando Dados Matriciais: Grades e Imagens. 5.1 Importando Grades e Imagens Interface Simplificada 5.1 AULA 5 Manipulando Dados Matriciais: Grades e Imagens Nessa aula serão apresentadas algumas funcionalidades do TerraView relativas a manipulação de dados matriciais. Como dados matriciais são entendidas

Leia mais

Classificação de imagens Landsat

Classificação de imagens Landsat Classificação de imagens Landsat Neste tutorial veremos alguns recursos adicionais do Semi-automatic Classification Plugin (SCP) desenvolvido por Congedo (2015): configuração da memória disponível para

Leia mais

Objetivo: desenvolver um Plano de Bacia Hidrográfica

Objetivo: desenvolver um Plano de Bacia Hidrográfica Tutorial de Aplicações do geoprocessamento em Sistema de Informação Geográfica livre Elaborado por: ¹Loide Angelini Sobrinha; ²Leandro Guimarães Bais Martins; ³João Luiz Boccia Brandão ¹ ²Engenheiro(a)

Leia mais

Por que Geoprocessamento?

Por que Geoprocessamento? Um pouco sobre a NOSSA VISÃO Processamento Digital é um endereço da Web criado pelo geógrafo Jorge Santos com objetivo de compartilhar dicas sobre Geoprocessamento e Software Livre. A idéia surgiu no ano

Leia mais

Importação de arquivos Raster e Vetorial no Terraview

Importação de arquivos Raster e Vetorial no Terraview MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO MEC Secretaria de Educação Superior - SESu Departamento de Modernização e Programas da Educação Superior DEPEM MINISTÉRIO DAS CIDADES Secretaria Executiva Diretoria de Desenvolvimento

Leia mais

LANDSAT-8: Download de imagens através dos sites Earth Explorer e GLOVIS

LANDSAT-8: Download de imagens através dos sites Earth Explorer e GLOVIS LANDSAT-8: Download de imagens através dos sites Earth Explorer e GLOVIS 2013 LANDSAT-8: Informações para Novos Usuários de Imagens Licença: As imagens Landsat-8 são gratuitas; Download: Para baixar imagens

Leia mais

Por que Geoprocessamento?

Por que Geoprocessamento? Um pouco sobre a NOSSA VISÃO Processamento Digital é um endereço da Web criado pelo geógrafo Jorge Santos com objetivo de compartilhar dicas sobre Geoprocessamento e Software Livre. A idéia surgiu no ano

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CENTRO DE CIÊNCIAS EXATAS E DA NATUREZA DEPARTAMENTO DE GEOCIÊNCIAS

UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CENTRO DE CIÊNCIAS EXATAS E DA NATUREZA DEPARTAMENTO DE GEOCIÊNCIAS UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CENTRO DE CIÊNCIAS EXATAS E DA NATUREZA DEPARTAMENTO DE GEOCIÊNCIAS Laboratório de Ensino, Pesquisa e Projetos em Análise Espacial TUTORIAL DE SPRING Alexandro Medeiros

Leia mais

Por que Geoprocessamento?

Por que Geoprocessamento? Um pouco sobre a NOSSA VISÃO Processamento Digital é um endereço da Web criado pelo geógrafo Jorge Santos com objetivo de compartilhar dicas sobre Geoprocessamento e Software Livre. A idéia surgiu no ano

Leia mais

ArcGIS 10: Parcel Editor: Divisão de Shapefile em Partes Iguais

ArcGIS 10: Parcel Editor: Divisão de Shapefile em Partes Iguais ArcGIS 10: Parcel Editor: Divisão de Shapefile em Partes Iguais A Edição de Parcelas de Fábrica é um poderoso recurso de edição do ArcGIS 10. Essa ferramenta é fundamental para divisão de arquivos shapefile

Leia mais

4ª aba do cadastro: Mapa Orientações para upload de shapefiles

4ª aba do cadastro: Mapa Orientações para upload de shapefiles Conteúdo: 1. Como fazer upload de arquivos espaciais no SiCAR-SP? Formato dos arquivos Características do shapefile Sistema de Coordenadas requerido Como preparar o shapefile para o upload 2. O que fazer

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CENTRO DE CIÊNCIAS EXATAS E DA NATUREZA DEPARTAMENTO DE GEOCIÊNCIAS

UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CENTRO DE CIÊNCIAS EXATAS E DA NATUREZA DEPARTAMENTO DE GEOCIÊNCIAS UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CENTRO DE CIÊNCIAS EXATAS E DA NATUREZA DEPARTAMENTO DE GEOCIÊNCIAS Laboratório de Ensino, Pesquisa e Projetos em Análise Espacial TUTORIAL DE SPRING Alexandro Medeiros

Leia mais

Aula 3 - Registro de Imagem

Aula 3 - Registro de Imagem 1. Registro de Imagens Aula 3 - Registro de Imagem Registro é uma transformação geométrica que relaciona as coordenadas da imagem (linha e coluna) com as coordenadas geográficas (latitude e longitude)

Leia mais

Prof. Tiago Badre Marino Geoprocessamento Departamento de Geociências Instituto de Agronomia - UFRRJ. Aquisição de dados cartográficos a partir da Web

Prof. Tiago Badre Marino Geoprocessamento Departamento de Geociências Instituto de Agronomia - UFRRJ. Aquisição de dados cartográficos a partir da Web Exercício Objetivo Aplicativos Entrar nas diferentes fontes de dados cartográficos e imagens de sensoriamento remoto existentes no Brasil e executar os procedimentos para download destes dados disponíveis

Leia mais

AULA 6 - Operações Espaciais

AULA 6 - Operações Espaciais 6.1 AULA 6 - Operações Espaciais Essa aula descreve as operações espaciais disponíveis no TerraView. Antes de iniciar sua descrição é necessário importar alguns dados que serão usados nos exemplos. Exercício:

Leia mais

Aula 3 - Registro de Imagem

Aula 3 - Registro de Imagem Aula 3 - Registro de Imagem 1. Registro de Imagens Registro é uma transformação geométrica que relaciona coordenadas da imagem (linha e coluna) com coordenadas geográficas (latitude e longitude) de um

Leia mais

Por que Geoprocessamento?

Por que Geoprocessamento? Um pouco sobre a NOSSA VISÃO Processamento Digital é um endereço da Web criado pelo geógrafo Jorge Santos com objetivo de compartilhar dicas sobre Geoprocessamento e Software Livre. A idéia surgiu no ano

Leia mais

MAPA - Orientações. Conteúdo desse documento:

MAPA - Orientações. Conteúdo desse documento: Conteúdo desse documento: 1. Como fazer upload de arquivos espaciais no CAR 1.a. Formato do arquivo 1.b. Características do shapefile 1.c. Sistema de coordenadas requerido 1.d. Como preparar o shapefile

Leia mais

Tutoriais Geoprocessamento QGIS Acessando Imagens Versão 1.1

Tutoriais Geoprocessamento QGIS Acessando Imagens Versão 1.1 Tutoriais Geoprocessamento QGIS Acessando Imagens Versão 1.1 Histórico de Revisão Data Versão Descrição Autor 16/01/2014 1.0 Elaboração do documento Frederico dos Santos Soares 05/06/2014 1.1 Atualização

Leia mais

SPRING 3.6.03 - Apresentação

SPRING 3.6.03 - Apresentação SPRING 3.6.03 - Apresentação GEOPROCESSAMENTO Conjunto de ferramentas usadas para coleta e tratamento de informações espaciais, geração de saídas na forma de mapas, relatórios, arquivos digitais, etc;

Leia mais

PostgreSQL & PostGIS: Instalação do Banco de Dados Espacial no Windows 7

PostgreSQL & PostGIS: Instalação do Banco de Dados Espacial no Windows 7 PostgreSQL & PostGIS: Instalação do Banco de Dados Espacial no Windows 7 PostgreSQL & PostGIS: Instalação do Banco de Dados Espacial no Windows 7 Sobre o PostGIS PostGIS é um Add-on (complemento, extensão)

Leia mais

GEOPROCESSAMENTO. Conjunto de ferramentas usadas para coleta e tratamento de informaçõ. ções espaciais, geraçã

GEOPROCESSAMENTO. Conjunto de ferramentas usadas para coleta e tratamento de informaçõ. ções espaciais, geraçã GEOPROCESSAMENTO Conjunto de ferramentas usadas para coleta e tratamento de informaçõ ções espaciais, geraçã ção o de saídas na forma de mapas, relatórios, rios, arquivos digitais, etc; Deve prover recursos

Leia mais

LibreOffice Calc Conversão de Coordenadas em Graus, Minutos e Segundos para Graus Decimais em Lote

LibreOffice Calc Conversão de Coordenadas em Graus, Minutos e Segundos para Graus Decimais em Lote LibreOffice Calc Conversão de Coordenadas em Graus, Minutos e Segundos para Graus Decimais em Lote Jorge Santos 2014 Conteúdo Sumário Capítulo 1... 3 Introdução... 3 1.1 Demanda... 3 1.2 Formatos das Coordenadas

Leia mais

SIG e Banco de Dados OFICINA BUFFER E OVERLAY. Responsável: MARIA ISABEL C DE FREITAS Colaboração: KATIA CRISTINA BORTOLETTO E BRUNO ZUCHERATO

SIG e Banco de Dados OFICINA BUFFER E OVERLAY. Responsável: MARIA ISABEL C DE FREITAS Colaboração: KATIA CRISTINA BORTOLETTO E BRUNO ZUCHERATO SIG e Banco de Dados OFICINA BUFFER E OVERLAY Responsável: MARIA ISABEL C DE FREITAS Colaboração: KATIA CRISTINA BORTOLETTO E BRUNO ZUCHERATO ************************************************************

Leia mais

Sensoriamento Remoto Práticas Avançadas para Processamento Digital de Imagens Orbitais

Sensoriamento Remoto Práticas Avançadas para Processamento Digital de Imagens Orbitais Sensoriamento Remoto Práticas Avançadas para Processamento Digital de Imagens Orbitais Jorge Pereira Santos 1ª versão - 2013 Processamento Digital Geotecnologias e Software Livre www.processamentodigital.com.br

Leia mais

ebook Guia prático para download das imagens gratuitas do INPE

ebook Guia prático para download das imagens gratuitas do INPE ebook Guia prático para download das imagens gratuitas do INPE Guia prático para download das imagens gratuitas do INPE Este guia vai ajudar você a como fazer download, e a visualizar as imagens de satélite

Leia mais

ArcGIS 10.1: Super Análise Hidrológica com Spatial Analyst

ArcGIS 10.1: Super Análise Hidrológica com Spatial Analyst ArcGIS 10.1: Super Análise Hidrológica com Spatial Analyst ArcGIS 10.1: Super Análise Hidrológica com Spatial Analyst Extração de Rede de Drenagem, Álgebra de Mapas e Delimitação de Bacia Hidrográfica

Leia mais

AULA 15 Plugin Preenchimento de Células

AULA 15 Plugin Preenchimento de Células 15.1 AULA 15 Plugin Preenchimento de Células Nessa aula são apresentadas as funcionalidades do plugin de preenchimento de células. O plugin Preenchimento de Células possibilita calcular valores para atributos

Leia mais

Por que Geoprocessamento?

Por que Geoprocessamento? Um pouco sobre a NOSSA VISÃO Processamento Digital é um endereço da Web criado pelo geógrafo Jorge Santos com objetivo de compartilhar dicas sobre Geoprocessamento e Software Livre. A idéia surgiu no ano

Leia mais

Técnicas de Cartografia Digital

Técnicas de Cartografia Digital Técnicas de Cartografia Digital Maria Cecília Bonato Brandalize 2011 Aula 8 1. Vetoriais 2. Matriciais 3. Vantagens e Desvantagens 1. Vetoriais 2. Matriciais 3. Vantagens e Desvantagens Como são representados

Leia mais

AULA 2 Planos, Vistas e Temas

AULA 2 Planos, Vistas e Temas 2.1 AULA 2 Planos, Vistas e Temas Essa aula apresenta os conceitos de Plano de Informação, Vista e Tema e suas manipulações no TerraView. Para isso será usado o banco de dados criado na AULA 1. Abra o

Leia mais

Figura 1 Classificação Supervisionada. Fonte: o próprio autor

Figura 1 Classificação Supervisionada. Fonte: o próprio autor ANÁLISE DAS ÁREAS DE PRESERVAÇÃO PERMANENTE NA BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO JUQUERY ATRÁVES DE TÉCNICAS DE GEOPROCESSAMENTO E IMAGENS DE SENSORIAMENTO REMOTO 1. INTRODUÇÃO Ultimamente tem-se visto uma grande

Leia mais

Teoria : Estruturas de Dados. Estrutura Vetorial. Quais tipos de dados são representados por estruturas vetoriais? Mapa temático:

Teoria : Estruturas de Dados. Estrutura Vetorial. Quais tipos de dados são representados por estruturas vetoriais? Mapa temático: Universidade do Estado de Santa Catarina UDESC Centro de ciências Humanas e da Educação FAED Mestrado em Planejamento Territorial e Desenvolvimento Socio- Ambiental - MPPT Disciplina: Geoprocessamento

Leia mais

INTRODUÇÃO AO GEOPROCESSAMENTO. Autor: Emerson Soares dos Santos

INTRODUÇÃO AO GEOPROCESSAMENTO. Autor: Emerson Soares dos Santos INTRODUÇÃO AO GEOPROCESSAMENTO Autor: Julho de 2010 Material para Exercícios Práticos APRENDENDO TerraView 3x tem graduação e mestrado em Geografia pela Universidade Federal de Mato Grosso e atualmente

Leia mais

UFGD FCA PROF. OMAR DANIEL BLOCO 3 RESTAURAÇÃO DE IMAGENS

UFGD FCA PROF. OMAR DANIEL BLOCO 3 RESTAURAÇÃO DE IMAGENS UFGD FCA PROF. OMAR DANIEL BLOCO 3 RESTAURAÇÃO DE IMAGENS Qualquer tipo de tratamento de imagens deve ser efetuado antes de seu registro, ou seja, com a imagem original. As imagens CBERS aparecem com aspecto

Leia mais

Utilizando Bloco de Notas para transformar arquivos *.CSV em arquivos shapefile do tipo PONTO, LINHA E POLÍGONO no Kosmo 2.0.

Utilizando Bloco de Notas para transformar arquivos *.CSV em arquivos shapefile do tipo PONTO, LINHA E POLÍGONO no Kosmo 2.0. Utilizando Bloco de Notas para transformar arquivos *.CSV em arquivos shapefile do tipo PONTO, LINHA E POLÍGONO no Kosmo 2.0.1 (SIG livre) Objetivo: Criar arquivos *.CSV no Bloco de Notas para transformá-los

Leia mais

Base de Dados para Uso em Projetos de Geologia

Base de Dados para Uso em Projetos de Geologia GE804 - SISTEMAS DE INFORMAÇÕES GEO-REFERENCIADAS Turma A - DIURNO Base de Dados para Uso em Projetos de Geologia Prof. Dr. Carlos Roberto de Souza Filho (DGRN/IG/UNICAMP) Fontes de Dados Públicos para

Leia mais

MiniCurso 4 horas Introdução ao SPRING

MiniCurso 4 horas Introdução ao SPRING MiniCurso 4 horas Introdução ao SPRING Dr. Carlos A Felgueiras (carlos@dpi.inpe.br) Gerente de Desenvolvimento do SPRING DPI - Divisão de Processamento de Imagens INPE Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais

Leia mais

PROCESSAMENTO DIGITAL DE IMAGENS SPRING 5.0.6

PROCESSAMENTO DIGITAL DE IMAGENS SPRING 5.0.6 Universidade do Estado de Santa Catarina UDESC Centro de Ciências Humanas e da Educação CCE/FAED Deapartamento de Geografia DG Curso Mestrado em Planejamento Regional e Desenvolvimento Sócio Ambiental

Leia mais

IMPORTANDO ARQUIVOS SHAPEFILE PARA O POSTGIS VIA PROMPT DO DOS

IMPORTANDO ARQUIVOS SHAPEFILE PARA O POSTGIS VIA PROMPT DO DOS IMPORTANDO ARQUIVOS SHAPEFILE PARA O POSTGIS VIA PROMPT DO DOS INTRODUÇÃO Neste tutorial iremos tratar de uma situação comum durante os trabalhos de geoprocessamento que envolvam banco de dados geográficos,

Leia mais

Utilizando Kosmo 2.0.1 (SIG livre) para criar arquivos shapefile do tipo POLÍGONO

Utilizando Kosmo 2.0.1 (SIG livre) para criar arquivos shapefile do tipo POLÍGONO Utilizando Kosmo 2.0.1 (SIG livre) para criar arquivos shapefile do tipo POLÍGONO Objetivo: Criar arquivos shapefile do tipo Polígono, diretamente em um Sistema de Informações Geográficas (Kosmo 2.0.1),

Leia mais

FAQ Perguntas Frequentes

FAQ Perguntas Frequentes FAQ Perguntas Frequentes 1. COMO ACESSO A PLATAFORMA DE ENSINO?... 2 2. NÃO CONSIGO REALIZAR O MEU CADASTRO NO AMBIENTE VIRTUAL DO MMA.... 4 3. FIZ MEU CADASTRO NO SITE E NÃO RECEBI O E-MAIL DE CONFIRMAÇÃO

Leia mais

QGIS 2.2 Manual técnico para Utilização do SIG QGIS 2.2 e Instalação dos aplicativos, GRASS 6.4.3, GRASS 7.0, Orfeo Monteverdi e SAGA GIS no Sistema

QGIS 2.2 Manual técnico para Utilização do SIG QGIS 2.2 e Instalação dos aplicativos, GRASS 6.4.3, GRASS 7.0, Orfeo Monteverdi e SAGA GIS no Sistema QGIS 2.2 Manual técnico para Utilização do SIG QGIS 2.2 e Instalação dos aplicativos, GRASS 6.4.3, GRASS 7.0, Orfeo Monteverdi e SAGA GIS no Sistema Operacional Windows Jorge Santos 2014 Conteúdo Sumário

Leia mais

O processo de extração de drenagem pelo arc gis pode ser realizado por meio de uma imagem que possua um modelo de elevação digital (dem).

O processo de extração de drenagem pelo arc gis pode ser realizado por meio de uma imagem que possua um modelo de elevação digital (dem). O processo de extração de drenagem pelo arc gis pode ser realizado por meio de uma imagem que possua um modelo de elevação digital (dem). o site onde se pode obter uma imagem dem é http://www2.jpl.nasa.gov/srtm/

Leia mais

Sumário. Lista de Figuras

Sumário. Lista de Figuras Sumário 1. INTRODUÇÃO...3 2. OBJETIVOS...3 3. PRÉ-REQUISITOS...3 4. FUNDAMENTAÇÃO TEÓRICA...3 4.1 SRTM Shuttle Radar Topography Mission...3 4.1.1 Obtenção dos dados SRTM...5 5. PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS...5

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO RIO DE JANEIRO IA Departamento de Solos CPGA-CIÊNCIA DO SOLO IA 1328 - AGRICULTURA DE PRECISÃO

UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO RIO DE JANEIRO IA Departamento de Solos CPGA-CIÊNCIA DO SOLO IA 1328 - AGRICULTURA DE PRECISÃO UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO RIO DE JANEIRO IA Departamento de Solos CPGA-CIÊNCIA DO SOLO IA 1328 - AGRICULTURA DE PRECISÃO GERAÇÃO DE MAPAS NO PROGRAMA ARCVIEW Carlos Alberto Alves Varella 1 André Luis

Leia mais

AULA 2 Planos, Vistas e Temas

AULA 2 Planos, Vistas e Temas 2.1 AULA 2 Planos, Vistas e Temas Essa aula apresenta os conceitos de Plano de Informação, Vista e Tema e suas manipulações no TerraView. Para isso será usado o banco de dados criado na AULA 1. Abra o

Leia mais

TUTORIAL PARA MÓDULO CAR SISTEMA POSIÇÃO

TUTORIAL PARA MÓDULO CAR SISTEMA POSIÇÃO TUTORIAL PARA MÓDULO CAR SISTEMA POSIÇÃO Página 1/20 1. Visão Geral do Módulo CAR O módulo CAR foi desenvolvido para auxiliar o usuário na criação das geometrias (áreas, linhas e pontos) que serão utilizadas

Leia mais

Associação de dados cartográficos e alfanuméricos no TerraView

Associação de dados cartográficos e alfanuméricos no TerraView MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO MEC Secretaria de Educação Superior - SESu Departamento de Modernização e Programas da Educação Superior DEPEM MINISTÉRIO DAS CIDADES Secretaria Executiva Diretoria de Desenvolvimento

Leia mais

QGIS 2.4: Sistema de Referência de Coordenadas Personalizado Jorge Santos 2014

QGIS 2.4: Sistema de Referência de Coordenadas Personalizado Jorge Santos 2014 QGIS 2.4: Sistema de Referência de Coordenadas Personalizado Jorge Santos 2014 Versão 1.0 Conteúdo Sumário Capítulo 1... 3 Informações Gerais... 3 1.1. Conheça o Datum SAD 1969 do QGIS... 3 1.2. Parâmetros

Leia mais

TUTORIAL PARA ATUALIZAÇÃO DO PORTAL DO TJRN

TUTORIAL PARA ATUALIZAÇÃO DO PORTAL DO TJRN Poder Judiciário do Estado do Rio Grande do Norte TUTORIAL PARA ATUALIZAÇÃO DO PORTAL DO TJRN Agosto/2012 Versão 1.0 1. ACESSANDO O PORTAL Acesse o site do TJ no endereço www.tjrn.jus.br Observação: utilize

Leia mais

zirion.com.br 3 1 Para o primeiro acesso, o Usuário será: admin 2 O campo Senha deverá ser deixado em branco. 3 Clique em OK

zirion.com.br 3 1 Para o primeiro acesso, o Usuário será: admin 2 O campo Senha deverá ser deixado em branco. 3 Clique em OK 1 - Conecte o HVR/DVR na alimentação; 2 - Conecte o equipamento a um monitor ou TV, pela saída VGA ou HDMI, para operação do sistema; 3 - Ao entrar no sistema do equipamento, automaticamente a mensagem

Leia mais

AULA 10- Plugins Tema Shapefile e Tema Externo

AULA 10- Plugins Tema Shapefile e Tema Externo 10.1 AULA 10- Plugins Tema Shapefile e Tema Externo Nessa aula serão apresentados dois plugins do TerraView que permitem acesso a fontes de dados externos ao banco de dados ao qual se está conectado, como

Leia mais

Utilizando Kosmo 2.0.1 (SIG livre) para criar arquivos shapefile do tipo PONTO

Utilizando Kosmo 2.0.1 (SIG livre) para criar arquivos shapefile do tipo PONTO Utilizando Kosmo 2.0.1 (SIG livre) para criar arquivos shapefile do tipo PONTO Objetivo: Criar arquivos shapefile do tipo Ponto, diretamente em um Sistema de Informações Geográficas (Kosmo 2.0.1), a fim

Leia mais

Aula prática - Modelo Numérico. do Terreno. do Terreno (MNT) ou Modelo Digital do Terreno

Aula prática - Modelo Numérico. do Terreno. do Terreno (MNT) ou Modelo Digital do Terreno Aula prática - Modelo MDT correspondem a Digital Terrain Model (DTM) ou Digital Elevation Model (DEM). Uma das modelagens mais utilizadas em geotecnologias que procura representar digitalmente o comportamento

Leia mais

PTR 2355/2389 Princípios de Geoprocessamento. Atividade Prática: Laboratório SIG

PTR 2355/2389 Princípios de Geoprocessamento. Atividade Prática: Laboratório SIG PTR 2355/2389 Princípios de Geoprocessamento Atividade Prática: Laboratório SIG Docentes: Prof. Dr Claudio Luiz Marte Prof. Dr. José Alberto Quintanilha Elaboração Roteiro: Mariana Abrantes Giannotti Colaboração:

Leia mais

Instalação do TauDEM para Delimitação de Bacias Hidrográficas

Instalação do TauDEM para Delimitação de Bacias Hidrográficas Instalação do TauDEM para Delimitação de Bacias Hidrográficas Jorge Santos 2015 Conteúdo Sumário Capítulo 1... 3 Download do TauDEM 5.1.2... 3 1.1. Sobre o TauDEM... 3 1.2. Site Oficial do TauDEM... 3

Leia mais

PREPARAÇÃO DE BASES EM SIG

PREPARAÇÃO DE BASES EM SIG UNIVERSIDADE ESTADUAL DE CAMPINAS Instituto de Geociências Departamento de Geologia e Recursos Naturais (DGRN) GE 804 Sistema de Informações Georreferenciadas Prof. Carlos Roberto de Souza Filho PREPARAÇÃO

Leia mais

MANUAL DE ACESSO AO ATLAS DIGITAL GEOAMBIENTAL

MANUAL DE ACESSO AO ATLAS DIGITAL GEOAMBIENTAL MANUAL DE ACESSO AO ATLAS DIGITAL GEOAMBIENTAL Segunda versão: 29 de maio de 2015 Elaboração INSTITUTO PRISTINO institutopristino.org.br Apoio 1- SOBRE O MANUAL Este manual foi elaborado pela equipe técnica

Leia mais

Georreferenciamento de arquivos Raster em ArcGIS

Georreferenciamento de arquivos Raster em ArcGIS UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS INSTITUTO DE GEOCIÊNCIAS DEPARTAMENTO DE CARTOGRAFIA Laboratório de Geoprocessamento Georreferenciamento de arquivos Raster em ArcGIS Grazielle Anjos Carvalho Paulo

Leia mais

Instalando o Software Topcon Tools e Topcon Link:

Instalando o Software Topcon Tools e Topcon Link: Instalando o Software Topcon Tools e Topcon Link: Crie uma pasta em seu computador, em seguida faça download da Pasta TOPCON TOOLS disponibilizada no FTP da Santiago & Cintra (ftp.santiagoecintra.com.br

Leia mais

Por que Geoprocessamento?

Por que Geoprocessamento? Um pouco sobre a NOSSA VISÃO Processamento Digital é um endereço da Web criado pelo geógrafo Jorge Santos com objetivo de compartilhar dicas sobre Geoprocessamento e Software Livre. A idéia surgiu no ano

Leia mais

Conceitos Iniciais MARCEL SANTOS SILVA

Conceitos Iniciais MARCEL SANTOS SILVA Conceitos Iniciais MARCEL SANTOS SILVA DPI - INPE Criada em 1984, a Divisão de Processamento de Imagens (DPI) faz parte da Coordenação Geral de Observação da Terra/OBT do Instituto Nacional de Pesquisas

Leia mais

Composição de Layout no Terraview

Composição de Layout no Terraview MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO MEC Secretaria de Educação Superior - SESu Departamento de Modernização e Programas da Educação Superior DEPEM MINISTÉRIO DAS CIDADES Secretaria Executiva Diretoria de Desenvolvimento

Leia mais

Clique no botão novo

Clique no botão novo Tutorial para uso do programa Edilim Criado pela profª Carina Turk de Almeida Correa 1- Abra o programa Edilim. Clique no botão novo, como mostrado abaixo: Clique no botão novo 2- Todos os arquivos a serem

Leia mais

CONSTRUINDO CONSULTAS NO KOSMO 1.2

CONSTRUINDO CONSULTAS NO KOSMO 1.2 CONSTRUINDO CONSULTAS NO KOSMO 1.2 INTRODUÇÃO: Uma das funções básicas de um software de SIG é realizar consultas que em geral são usadas para análise de determinada realidade. Veremos nesse tutorial como

Leia mais

AULA 1 Iniciando o uso do TerraView

AULA 1 Iniciando o uso do TerraView 1.1 AULA 1 Iniciando o uso do TerraView Essa aula apresenta a interface principal do TerraView e sua utilização básica. Todos os arquivos de dados mencionados nesse documento são disponibilizados junto

Leia mais

SISTEMAS DE INFORMAÇÃO GEOGRÁFICA

SISTEMAS DE INFORMAÇÃO GEOGRÁFICA SISTEMAS DE INFORMAÇÃO GEOGRÁFICA Jugurta Lisboa Filho Departamento de Informática Universidade Federal de Viçosa (MG) jugurta@dpi.ufv.br Universidade Federal de Viçosa Departamento de Informática Tópicos

Leia mais

Geral : Geração de Modelo Digital de Terreno (MDT) da bacia do ribeirão Taquarussu no município de Palmas /TO.

Geral : Geração de Modelo Digital de Terreno (MDT) da bacia do ribeirão Taquarussu no município de Palmas /TO. TERMO DE REFERENCIA SERVIÇO DE GERAÇÃO DO MODELO DIGITAL DE TERRENO (MDT) DA BACIA DO RIBEIRÃO TAQUARUSSU NO MUNICÍPIO DE PALMAS/TO A. BACKGROUND A The Nature Conservancy (TNC) é uma organização sem fins

Leia mais

Disciplina SIG Profa. Responsável Maria Isabel C. de Freitas Profa. Colaboradora Lucimari Rossetti

Disciplina SIG Profa. Responsável Maria Isabel C. de Freitas Profa. Colaboradora Lucimari Rossetti Disciplina SIG Profa. Responsável Maria Isabel C. de Freitas Profa. Colaboradora Lucimari Rossetti Georreferenciamento da Carta Topográfica Digitalizada de Rio Claro (Imagem Escaneada ) ArcGIS 10.0 Iniciar

Leia mais

HOW TO Como criar e liberar/bloquear categorias personalizadas no AWCA

HOW TO Como criar e liberar/bloquear categorias personalizadas no AWCA Página: 1 de 5 Introdução Este documento ensina a maneira correta para criar e liberar/bloquear categorias personalizadas no. Solução Pressupondo que a base de URLs do está atualizada, expandimos a lista

Leia mais

WEB DESIGN ELEMENTOS GRÁFICOS

WEB DESIGN ELEMENTOS GRÁFICOS ELEMENTOS GRÁFICOS Parte 4 José Manuel Russo 2005 24 A Imagem Bitmap (Raster) As imagens digitais ou Bitmap (Raster image do inglês) são desenhadas por um conjunto de pontos quadrangulares Pixel alinhados

Leia mais

Token SafeNet Authentication Cliente 8.3 (x32 e x64)

Token SafeNet Authentication Cliente 8.3 (x32 e x64) Token SafeNet Authentication Cliente 8.3 (x32 e x64) Manual do Usuário Índice O que é Token?... 03 Instalação do Token... 04 Verificação do Certificado... 07 Troca de Senhas... 10 O que é Token? É um dispositivo

Leia mais

I Seminário SIGCidades: Cadastro Territorial Multifinalitário. Fundamentos de Cartografia aplicados aos SIGs

I Seminário SIGCidades: Cadastro Territorial Multifinalitário. Fundamentos de Cartografia aplicados aos SIGs I Seminário SIGCidades: Cadastro Territorial Multifinalitário Fundamentos de Cartografia aplicados aos SIGs 1. FORMA DA TERRA Geóide Elipsóide Esfera Modelos de representação da Terra O modelo que mais

Leia mais

Sistema de Informações Geográficas Aplicado a Bacias Hidrográficas Aula 1. Frederico Damasceno Bortoloti

Sistema de Informações Geográficas Aplicado a Bacias Hidrográficas Aula 1. Frederico Damasceno Bortoloti Sistema de Informações Geográficas Aplicado a Bacias Hidrográficas Aula 1 Frederico Damasceno Bortoloti Agenda Revisão das funcionalidades do ArcGIS Criação de documentos de mapa Classificação de camadas

Leia mais

Dado Vetorial. Características do Dado Vetorial. Usa entidades como ponto, linha e polígono para identificar localizações;

Dado Vetorial. Características do Dado Vetorial. Usa entidades como ponto, linha e polígono para identificar localizações; Estrutura dos Dados Geográficos Organização lógica dos dados para preservar sua integridade e facilitar o seu uso. Vetorial Raster ou Matricial Dado Vetorial Usa entidades como ponto, linha e polígono

Leia mais

O software ILWIS Integrated Land and Water Information System)

O software ILWIS Integrated Land and Water Information System) O software ILWIS Integrated Land and Water Information System) A idéia deste pequeno tutorial é divulgar o uso do software livre ILWIS e suas aplicações em Sistema de Informação Geográfica e Geoprocessamento.

Leia mais

INSTITUTO DE PESQUISA E ESTRATÉGIA ECONÔMICA DO CEARÁ (IPECE) NOTA TÉCNICA Nº 43

INSTITUTO DE PESQUISA E ESTRATÉGIA ECONÔMICA DO CEARÁ (IPECE) NOTA TÉCNICA Nº 43 GOVERNO DO ESTADO DO CEARÁ SECRETARIA DO PLANEJAMENTO E GESTÃO (SEPLAG) INSTITUTO DE PESQUISA E ESTRATÉGIA ECONÔMICA DO CEARÁ (IPECE) NOTA TÉCNICA Nº 43 AQUISIÇÃO, TRATAMENTO E DISPONIBILIZAÇÃO DE IMAGENS

Leia mais

Cenário atual de uso e das ferramentas de software livre em Geoprocessamento

Cenário atual de uso e das ferramentas de software livre em Geoprocessamento Cenário atual de uso e das ferramentas de software livre em Geoprocessamento Tiago Eugenio de Melo tiago@comunidadesol.org 1 Sumário Conceitos GIS e Software Livre Ferramentas: Jump Qgis Thuban MapServer

Leia mais

TUTORIAL 10 AULAS - SPRING 4.3 (Versão Windows) SPRING Básico. Junho de 2006 INPE

TUTORIAL 10 AULAS - SPRING 4.3 (Versão Windows) SPRING Básico. Junho de 2006 INPE TUTORIAL 10 AULAS - SPRING 4.3 (Versão Windows) SPRING Básico Junho de 2006 INPE As informações contidas neste documento estão sujeitas a alterações e correções sem prévio aviso. Esse documento pode ser

Leia mais

Por que Geoprocessamento?

Por que Geoprocessamento? Um pouco sobre a NOSSA VISÃO Processamento Digital é um endereço da Web criado pelo geógrafo Jorge Santos com objetivo de compartilhar dicas sobre Geoprocessamento e Software Livre. A idéia surgiu no ano

Leia mais

Sistemas de Informação Geográfica (SIG) para Agricultura de Precisão

Sistemas de Informação Geográfica (SIG) para Agricultura de Precisão 01 Sistemas de Informação Geográfica (SIG) para Agricultura de Precisão Rodrigo G. Trevisan¹; José P. Molin² ¹ Eng. Agrônomo, Mestrando em Engenharia de Sistemas Agrícolas (ESALQ-USP); ² Prof. Dr. Associado

Leia mais

Rotina para elaboração de MDE com o uso do ArcView: utilizando a base de dados da Shuttle Radar Topography Mission realizada pela NASA.

Rotina para elaboração de MDE com o uso do ArcView: utilizando a base de dados da Shuttle Radar Topography Mission realizada pela NASA. UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS INSTITUTO DE GEOCIÊNCIAS DEPARTAMENTO DE CARTOGRAFIA Laboratório de Geoprocessamento Rotina para elaboração de MDE com o uso do ArcView: utilizando a base de dados

Leia mais

A U T O R I Z O R R I GUIA DE INSTALAÇÃO W E B. Versão: 1.02 Agosto/2006 Versão: AW 4.004.006

A U T O R I Z O R R I GUIA DE INSTALAÇÃO W E B. Versão: 1.02 Agosto/2006 Versão: AW 4.004.006 A U T O R I Z A D O R W E B B I O M E T R I A GUIA DE INSTALAÇÃO Versão: 1.02 Agosto/2006 Versão: AW 4.004.006 ÍNDICE INTRODUÇÃO... 3 UTILIZANDO A BIOMETRIA... 4 INSTALAÇÃO... 5 CADASTRO DA DIGITAL...15

Leia mais