UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CENTRO DE CIÊNCIAS EXATAS E DA NATUREZA DEPARTAMENTO DE GEOCIÊNCIAS

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CENTRO DE CIÊNCIAS EXATAS E DA NATUREZA DEPARTAMENTO DE GEOCIÊNCIAS"

Transcrição

1

2 UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CENTRO DE CIÊNCIAS EXATAS E DA NATUREZA DEPARTAMENTO DE GEOCIÊNCIAS Laboratório de Ensino, Pesquisa e Projetos em Análise Espacial TUTORIAL DE SPRING Alexandro Medeiros Silva Orientador: Prof. Dr. Richarde Marques João Pessoa 201

3 SUMÁRIO 1- Introdução Recorte de Imagens Registros de Imagens Banco de dados Projetos Classificação de imagens... 23

4 1- INTRODUÇÃO O Sistema de Processamento de Informações Georreferenciadas (SPRING), foi desenvolvido pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE), visando à manipulação de dados geográficos, em especial, manipulação de Imagens adquiridas via sensoriamento remoto. Neste tutorial, trataremos, especificamente, dos procedimentos de recorte de imagens e seu registro ou georreferenciamento, classificação de imagens além da elaboração de mapas temáticos. As imagens de satélite, destas aulas, foram adquiridas junto ao Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE) - disponibilização gratuita dos dados de sensoriamento remoto. O link para a aquisição de imagens é: No entanto, para facilitar a desenvoltura dos usuários, os dados, deste trabalho, ficarão disponibilizados no diretório: A versão do SPRING utilizada nesta atividade é a É importante salientar que os procedimentos das diferentes versões, são os mesmos passos aqui citados. Outra ressalva importante é que os passos, aqui descritos, serão muito objetivos, diretos. Mas para quem quiser se aprofundar no assunto, é de grande valia efetuar downloads dos tutoriais do SPRING, desenvolvidos pelo próprio INPE. Esses tutoriais estão disponíveis, com maior riqueza de detalhes, no site Posterior à instalação do SPRING, estarão disponíveis três módulos: SPRING, IMPIMA e SCARTA. As funções básicas de cada um são: análise e processamento dos dados, recorte das imagens e impressão de mapas, respectivamente. 4

5 2-RECORTE DE IMAGENS Considerando que você já tem instalado o software, acesse o módulo IMPIMA para realizar o recorte da imagem e sua transformação no formato SPG. Módulo IMPIMA: Iniciar -> Todos os Programas -> Spring5.1.8 (Português) -> Impima (Português). Uma vez aberto o programa, siga os passos conforme figura abaixo: A Figura mostra que você deve ir ao menu Arquivo e, na opção Abrir, acessar o diretório em que estão armazenadas as imagens:. Escolha uma imagem no formato TIFF, nesse caso a imagem com nome de land b1 e, em seguida, selecione a banda que aparece em Parâmetros da Imagem de entrada -> Bandas. Clique no botão desenhar. 5

6 Após esses procedimentos, será necessário recortar a imagem, delimitando-a à região de interesse, que, nesta atividade, é o município de João Pessoa. Para realizar o recorte, será necessário utilizar as coordenadas da imagem (col lin), em que x1 e x2 correspondem à coluna, enquanto y1 e y2 à linha. Em Parâmetros de Saída, digite as coordenadas presentes na imagem abaixo, e no fator de amostragem permanace com o valor padrão. Após inserir as coordenadas, vá na opção Executar e depois em Desenhar. E a imagem recortada será apresentada. 6

7 Em seguida, pode-se salvar a imagem clicando no botão salvar. Escolha o diretório ( e salve-a com o nome de jp_recortada. 7

8 3- REGISTRO DE IMAGENS O georreferenciamento ou registro de uma imagem, refere-se à associação de coordenadas da imagem às coordenadas geográficas (reais) de um dado sistema de Projeção e de Coordenadas. No nosso caso estudaremos o sistema UTM e o modelo da Terra SAD-69. A representação do registro de uma imagem está mostrada na figura abaixo: O registro consiste em aplicar uma transformação polinomial para o cálculo de parâmetros, que serão definidos a partir de equações polinomiais. A quantidade de equações dependerá do número de pontos de controle. Para o registro neste tutorial, foram utilizados 08 pontos de controle. Basicamente, pontos de controle são definidos para um melhor ajuste ou amarração da imagem. Para registrar uma imagem, você precisará, também, indicar o sistema de coordenadas e um modelo da Terra. No nosso estudo foram escolhidos oito pontos de controle a partir do Google Earth. 8

9 Ampliação: P1 Ampliação: P2 9

10 Ampliação: P3 Ampliação: P4 10

11 Ampliação: P5 Ampliação: P6 11

12 Ampliação: P7 Ampliação: P8 12

13 Todas as coordenadas geográficas apresentadas nas imagens serão utilizadas para o georreferenciamento no SPRING. Uma vez escolhidos os pontos de controle no Google Earth, utiliza-se o módulo SPRING: Iniciar -> Todos os Programas -> Spring > Spring Primeiramente, precisa-se criar um banco de dados: 3.1- BANCO DE DADOS No Spring um Banco de Dados corresponde a um diretório onde são armazenados todos os dados necessários para cada projeto, e esses projetos são armazenados em subdiretórios. Então, vamos criar um Banco de dados para começarmos o registro de imagens. Com o programa já iniciado, clique no botão Banco de Dados, como mostra a figura. Ao clicar no ícone, abrirá a seguinte caixa de dialogo: Clique então no botão Diretório, e selecione a pasta LANDSAT que se encontra em: D:\Temp \Sensoriamento\landsat. Em seguida no campo Nome, digite o nome do Banco de dados, que nesse caso será Joao_pessoa. Depois clique em Criar. 13

14 E para finalizar clique em Ativar PROJETOS Em seguida, você deve criar um Projeto. Para isso, é necessário acessar o menu Arquivo e a opção Projeto ou clicar no ícone. Quando essa ação for executada, a janela abaixo será apresentada, para que o sistema de coordenadas e o modelo da Terra, assim como as dimensões referentes ao retângulo envolvente, sejam informados pelo usuário. Primeiramente, você deve dar um nome ao Projeto, neste caso JP, e depois definir a Projeção. Uma observação importante é que, quando você clicar na opção Projeção, além de informar o sistema UTM e o modelo SAD69, será necessário inserir a zona, cujo número é 25. Em seguida, Clique em Executar. Escolhido o sistema de referência, segue-se à determinação do retângulo envolvente. Deixe a opção de Coordenadas Geográficas marcada, pois definiremos esse retângulo a partir do Google Earth, que apresenta, por padrão, a localização em coordenadas geográficas, ou seja, grau minuto segundo. 14

15 Na sua tela, coloque as coordenadas mostradas na figura acima. Perceba que, após essa inserção, você poderá alternar entre geográficas e planas. Essa transformação entre coordenadas é automática. Em seguida, aperte em CRIAR e, depois, em ATIVAR. Agora, você começará, propriamente, o registro das imagens. Acesse a opção de Registro, conforme abaixo: 15

16 Em seguida será apresentada a tela abaixo, então clique em Imagem, e a janela Seleção de Imagem será aberta, então selecione o diretório em que você salvou o recorte feito anteriormente no formato SPG. Assim como mostra as figuras abaixo. Marcando a caixa de nome M, para que a imagem seja exibida no modo monocromática e clique em Fechar. 16

17 Agora, na janela Auxiliar clique no botão desenhar e você obterá o seguinte resultado: Já que possuímos a imagem recortada, agora ela esta pronta para serem adicionados os pontos de controle para concluirmos o georeferenciamento da imagem. Para isso, na janela Registro de Imagem, no campo Aquisição, marque a opção Teclado. Logo 17

18 abaixo se encontra um campo para a criação dos pontos de controle, logo, digite P1 e depois clique Criar. E uma mensagem dirá para você digitar as coordenadas de referência, que no nosso caso são as adquiridas no Google Earth. Nesse exemplo as nossas coordenadas são dadas em: graus, minutos e segundos, por isso a sintaxe para a inserção desses valores é a seguinte. Nunca se esquecendo de por o S (Sul) e o O (Oeste) antes dos números. Latitude: s Longitude: o Por fim clique em aplicar e veja que o ponto já encontra-se na imagem previamente importada. 18

19 Observe que o P1 foi implantado em um local diferente daquele adquirido pelo Google Earth, então, com o mouse arraste esse ponto até o mesmo local indicado na figura de aquisição dos pontos como mostrado abaixo. Repita os passos para a criação dos pontos de controle, e perceba que agora os pontos serão alocados automaticamente para as suas devidas posições, gerando um resultado como mostrado abaixo. Após adicionar todos os oito pontos clique em selecionar todos e depois em salvar. 19

20 Pronto, agora a sua imagem já se encontra registrada. 20

21 Agora, vamos importá-la para que possamos trabalhar com ela. Siga os seguintes passos: Arquivo -> Importar -> Importar Imagens Registradas. Assim como mostra a imagem abaixo. Feito isso a janela para a importação dessas imagens será aberta, então selecione o diretório em que imagens se encontram e selecione-a. Em Categoria selecione CAT_Imagem, no PI defina um nome de sua preferência, no caso nomearei de banda_1, agora selecione o Interpolador vizinho + próximo e por último clique em Executar. 21

22 Agora apenas selecione a imagem e clique em Desenhar. 22

23 4- CLASSIFICAÇÃO DE IMAGENS A classificação de imagens de satélites, nada mais é do que uma identificação dos tipos de cobertura do solo. Essa identificação é feita a partir das respostas espectrais de determinadas bandas dos satélites. A classificação é feita por cada pixel existente na imagem, cada elemento possui um tipo de pixel (água, solo exposto, vegetação, etc.) para que haja essa identificação dos pixels, é necessária a determinação de amostras para cada tipo de cobertura, e são essas amostras que determinarão a exatidão da classificação. Quando as amostras são determinadas pelo próprio software, a classificação é denominada de classificação não supervisionada, pois o usuário não participa do processo, o programa reconhece as áreas com pixels semelhantes e as classifica. Já quando o usuário determina as amostras e as define como sendo de determinada categoria (água, urbanização), a classificação é chamada de supervisionada. A classificação supervisionada é mais utilizada para confecção de mapas temáticos, pois possui maior precisão quanto às categorias, já que o próprio usuário as define. Para essa atividade usaremos um recorte das imagens do satélite LANDSAT, referente à região da cidade de Cabedelo-PB. Para iniciarmos o processo de classificação de imagens de satélites é necessária a criação de um Banco de Dados. Para iniciar o programa vá em: Iniciar -> Todos os Programas -> Spring > Spring Com o programa já iniciado clique no botão Banco de Dados, como mostra a figura. Ao clicar no ícone abrirá a seguinte caixa de dialogo: 23

24 Clique então no botão Diretório, e selecione a pasta LANDSAT que se encontra em: D:\Temp\Sensoriamento\landsat. Em seguida no campo Nome, digite o nome do Banco de dados, que nesse caso será Cabedelo. Depois clique em Criar. E para finalizar clique em Ativar. Com o Banco de Dados criado, perceba que ao lado do nome do programa encontra-se o titulo do banco de dados. Agora vamos criar um Projeto para que possamos dar inicio a classificação. Clique no botão Projeto. Ao clicar no botão, abrirá a caixa de dialogo Projeto, nela definiremos o nome do projeto, a Projeção geográfica e o retângulo envolvente. 24

25 No campo Nome digite: Classificação_Cabedelo. Agora clique no botão Projeção para escolher os sistemas de coordenadas e o modelo da Terra. Utilizaremos o sistema UTM e o modelo SAD-69, Por serem mais comumente utilizados. No campo Zona digite 25, pois é a zona da nossa área de estudo, depois clique em Executar. 25

26 Agora na caixa de dialogo Projeto, iremos definir o retângulo envolvente, ou seja, as coordenadas limites da área de estudo. Digite na caixa X1: , na X2: , na Y1: e na Y2: Depois clique no botão Criar e em seguida no botão Ativar. Agora podemos observar o nome do projeto na barra de titulo do programa, junto com o nome do banco de dados.. Com a criação do Banco de Dados e do Projeto concluídos, podemos então iniciar o processo de importação das imagens do satélite LANDSAT. Siga os passos da imagem abaixo: 26

27 Ao clicar, abrirá a janela Importação, nela existem três abas. Dados, Conversão e Saída. Na primeira aba você ira escolher o diretório para a importação do arquivo. Clique em Arquivo, ao abrir a janela vá até Arquivos do tipo: e escolha o tipo: TIFF/GEOTIFF, depois dê um duplo clique no arquivo land b1. Como mostrado na imagem a seguir. 27

28 Após selecionar o arquivo, vá até a aba Saída, para definir a categoria do arquivo e o nome de saída do arquivo. Na caixa de texto Categoria digite: Imagem e na caixa PI digite: land_b1. Agora clique em Executar. Repita os passos com todas as outras bandas, modificando apenas o nome de saída para: land_b2, land_b3, land_b4, land_b5, land_b7, respectivamente. Ao finalizar o processo clique em Fechar. Observe que as imagens já se encontram no painel de controle do programa. Para iniciar a classificação da imagem do LANDSAT, vamos fazer uma composição em falsa cor, da imagem, que vai nos mostrar de uma forma clara os elementos presentes nela. 28

29 Para fazer a composição em falsa cor, vamos usar as imagens land_b2, land_b3 e land_b4. Clique na imagem land_b2 e depois marque a caixa com a letra B, que se encontra na parte inferior do painel de controle. Repita com a imagem land_b3 marcando a caixa com a letra R e na land_b4 marque a caixa G. E essa será o resultado da composição. 29

30 Podemos então dar inicio a classificação da imagem. Vá a barra de menu, na opção Imagem e clique em Classificação. Assim como mostrado na imagem abaixo. Então uma janela com o nome de Classificação irá abrir. Clique em Criar. Uma nova janela será aberta. No campo Nome digite: contexto_1, na opção Tipo de Análise, marque a opção Pixel para que haja uma maior precisão na classificação. E em Bandas marque as imagens: land_b2, land_b3 e land_b4. Depois clique em Executar. 30

31 Voltaremos então para a janela Classificação novamente, então clique no contexto que você criou e então clique em Treinamento. Agora na janela treinamento, iremos criar as categorias para a classificação que serão: 31

32 Então no campo Nome, digite: Água, na opção Cor selecione a cor correspondente à categoria, e depois clique em Criar. Repita o processo com o restante das classes, sempre escolhendo a cor correspondente a ela. Agora iniciaremos o processo de aquisição de amostras, ou seja, definiremos os pixels de cada categoria. Para isso clique sobre a categoria, nesse caso Água, na opção Contorno clique na caixa Poligonal. Posicione a janela ao lado da imagem em falsa cor, e com o mouse forme o polígono para a aquisição das amostras, clique com o botão esquerdo do mouse para iniciar e com o direito para fechar o polígono. Então a área ficará marcada em vermelho, com isso na janela, treinamento, clique no botão Adquirir. Assim como mostra a imagem. 32

33 Recolha as amostra em toda área de cada elemento, perceba que após o botão Adquirir for clicado, as linhas adquirem a cor da categoria, ficando assim. Repita cada passo com os outros elementos e tente conseguir um resultado próximo a esse: 33

34 Feita a coleta das amostras de todas as categorias, clique em Salvar. Depois feche a janela. Agora de volta a janela Classificação, selecione o contexto_1 e depois clique em Classificação. Na janela de Classificação de Imagens utilizaremos as configurações automáticas do software, colocando apenas o nome na imagem de saída, que será Cabedelo_classificada. E clique em Executar. 34

35 Então o resultado da classificação é apresentado. Para melhorar a qualidade da imagem devemos retornar a janela Classificação, e clicar na opção Pós-Classificação. Na janela que abrirá logo em seguida clique em Executar. 35

36 Então a janela do Programa estará da seguinte forma: Com isso a classificação da imagem do satélite LANDSAT da região de Cabedelo-PB está concluída, deixando a imagem muito mais didática para a diferenciação dos elementos presentes na região. 36

UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CENTRO DE CIÊNCIAS EXATAS E DA NATUREZA DEPARTAMENTO DE GEOCIÊNCIAS

UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CENTRO DE CIÊNCIAS EXATAS E DA NATUREZA DEPARTAMENTO DE GEOCIÊNCIAS UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CENTRO DE CIÊNCIAS EXATAS E DA NATUREZA DEPARTAMENTO DE GEOCIÊNCIAS Laboratório de Ensino, Pesquisa e Projetos em Análise Espacial TUTORIAL DE SPRING Alexandro Medeiros

Leia mais

ABERTURA DO BANCO DE DADOS. Felipe Correa Prof. Waterloo Pereira Filho

ABERTURA DO BANCO DE DADOS. Felipe Correa Prof. Waterloo Pereira Filho Tutorial Básico de Processamento de Imagens no Spring 4.3.3 Abertura do banco de dados Composição cor verdadeira Composição falsa-cor Ampliação linear de contraste Classificação não-supervisionada Classificação

Leia mais

Aula 3 - Registro de Imagem

Aula 3 - Registro de Imagem 1. Registro de Imagens Aula 3 - Registro de Imagem Registro é uma transformação geométrica que relaciona as coordenadas da imagem (linha e coluna) com as coordenadas geográficas (latitude e longitude)

Leia mais

Aula 3 - Registro de Imagem

Aula 3 - Registro de Imagem Aula 3 - Registro de Imagem 1. Registro de Imagens Registro é uma transformação geométrica que relaciona coordenadas da imagem (linha e coluna) com coordenadas geográficas (latitude e longitude) de um

Leia mais

UFGD FCA PROF. OMAR DANIEL BLOCO 3 RESTAURAÇÃO DE IMAGENS

UFGD FCA PROF. OMAR DANIEL BLOCO 3 RESTAURAÇÃO DE IMAGENS UFGD FCA PROF. OMAR DANIEL BLOCO 3 RESTAURAÇÃO DE IMAGENS Qualquer tipo de tratamento de imagens deve ser efetuado antes de seu registro, ou seja, com a imagem original. As imagens CBERS aparecem com aspecto

Leia mais

ebook Guia prático para download das imagens gratuitas do INPE

ebook Guia prático para download das imagens gratuitas do INPE ebook Guia prático para download das imagens gratuitas do INPE Guia prático para download das imagens gratuitas do INPE Este guia vai ajudar você a como fazer download, e a visualizar as imagens de satélite

Leia mais

CURSO DE USO ESCOLAR DO SENSORIAMENTO REMOTO NO ESTUDO DO MEIO AMBIENTE TUTORIAL INTRODUÇÃO AO SPRING PARA PROFESSORES DA EDUCAÇÃO BÁSICA

CURSO DE USO ESCOLAR DO SENSORIAMENTO REMOTO NO ESTUDO DO MEIO AMBIENTE TUTORIAL INTRODUÇÃO AO SPRING PARA PROFESSORES DA EDUCAÇÃO BÁSICA CURSO DE USO ESCOLAR DO SENSORIAMENTO REMOTO NO ESTUDO DO MEIO AMBIENTE TUTORIAL INTRODUÇÃO AO SPRING PARA PROFESSORES DA EDUCAÇÃO BÁSICA Suely Franco Siqueira Lima Teresa Gallotti Florenzano Eliana Maria

Leia mais

Fluxo de trabalho do Capture Pro Software: Indexação de OCR e separação de documentos de código de correção

Fluxo de trabalho do Capture Pro Software: Indexação de OCR e separação de documentos de código de correção Este procedimento corresponde ao fluxo de trabalho de Indexação de OCR com separação de código de correção no programa de treinamento do Capture Pro Software. As etapas do procedimento encontram-se na

Leia mais

Vetorização no Spring

Vetorização no Spring UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS INSTITUTO DE GEOCIÊNCIAS DEPARTAMENTO DE CARTOGRAFIA Laboratório de Geoprocessamento Vetorização no Spring Grazielle Anjos Carvalho Beatriz Trindade Laender Belo Horizonte,

Leia mais

Índice. Atualizado em: 01/04/2015 Página: 1

Índice. Atualizado em: 01/04/2015 Página: 1 MANUAL DO USUÁRIO Índice 1. Introdução... 3 2. Acesso ao Sistema... 4 2.1. Instalação... 4 2.1.1. Servidor - Computador Principal... 4 2.1.2. Estação - Computador na Rede... 6 2.1.3. Estação - Mapeamento

Leia mais

Banner Flutuante. Dreamweaver

Banner Flutuante. Dreamweaver Banner Flutuante Dreamweaver Começamos com um arquivo em branco no Dreamweaver MX. Para que o banner apareça sobre a página, precisamos inserir uma camada a mais no arquivo HTML. Selecione o menu Inserir

Leia mais

AULA 1 Iniciando o uso do TerraView

AULA 1 Iniciando o uso do TerraView 1.1 AULA 1 Iniciando o uso do TerraView Essa aula apresenta a interface principal do TerraView e sua utilização básica. Todos os arquivos de dados mencionados nesse documento são disponibilizados junto

Leia mais

PROCESSAMENTO DIGITAL DE IMAGENS SPRING 5.0.6

PROCESSAMENTO DIGITAL DE IMAGENS SPRING 5.0.6 Universidade do Estado de Santa Catarina UDESC Centro de Ciências Humanas e da Educação CCE/FAED Deapartamento de Geografia DG Curso Mestrado em Planejamento Regional e Desenvolvimento Sócio Ambiental

Leia mais

1 - Crie um novo documento no ArcMap. Com o programa aberto, selecione o Dataframe Layers

1 - Crie um novo documento no ArcMap. Com o programa aberto, selecione o Dataframe Layers Conversão de Raster para Polígono usando o ArcMap Nos posts anteriores, conhecemos uma situação onde uma empresa solicita, além do produto esperado, imagens no canal alfa para geração de polígonos envolventes

Leia mais

Procedimentos para Reinstalação do Sisloc

Procedimentos para Reinstalação do Sisloc Procedimentos para Reinstalação do Sisloc Sumário: 1. Informações Gerais... 3 2. Criação de backups importantes... 3 3. Reinstalação do Sisloc... 4 Passo a passo... 4 4. Instalação da base de dados Sisloc...

Leia mais

AULA 5 Manipulando Dados Matriciais: Grades e Imagens. 5.1 Importando Grades e Imagens Interface Simplificada

AULA 5 Manipulando Dados Matriciais: Grades e Imagens. 5.1 Importando Grades e Imagens Interface Simplificada 5.1 AULA 5 Manipulando Dados Matriciais: Grades e Imagens Nessa aula serão apresentadas algumas funcionalidades do TerraView relativas à manipulação de dados matriciais. Como dados matriciais são entendidas

Leia mais

QGIS 2.8 Rampa de Cores para Representação Topográfica do Modelo Digital de Elevação (MDE)

QGIS 2.8 Rampa de Cores para Representação Topográfica do Modelo Digital de Elevação (MDE) QGIS 2.8 Rampa de Cores para Representação Topográfica do Modelo Digital de Elevação (MDE) Jorge Santos 2015 QGIS 2.8: Novas Rampas de Cores Conteúdo Sumário Capítulo 1... 3 Download e Processos no MDE...

Leia mais

Manual PAINT.NET de imagens

Manual PAINT.NET de imagens Manual PAINT.NET de imagens 1. Instalação 1.1 - Para instalar o programa paint.net, o primeiro passo é baixá-lo do endereço a seguir e salvá-lo em seu computador. http://ww2.prefeitura.sp.gov.br/paint_net/paint.net.3.36.exe

Leia mais

MiniCurso 4 horas Introdução ao SPRING

MiniCurso 4 horas Introdução ao SPRING MiniCurso 4 horas Introdução ao SPRING Dr. Carlos A Felgueiras (carlos@dpi.inpe.br) Gerente de Desenvolvimento do SPRING DPI - Divisão de Processamento de Imagens INPE Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais

Leia mais

TUTORIAL PARA ATUALIZAÇÃO DO PORTAL DO TJRN

TUTORIAL PARA ATUALIZAÇÃO DO PORTAL DO TJRN Poder Judiciário do Estado do Rio Grande do Norte TUTORIAL PARA ATUALIZAÇÃO DO PORTAL DO TJRN Agosto/2012 Versão 1.0 1. ACESSANDO O PORTAL Acesse o site do TJ no endereço www.tjrn.jus.br Observação: utilize

Leia mais

ALUNES MANUAL DO USUÁRIO. Guia rápido Alunes

ALUNES MANUAL DO USUÁRIO. Guia rápido Alunes ALUNES MANUAL DO USUÁRIO Guia rápido Alunes 1 Manual de Instruções Versão 2.0 Alunes Informática 2 Sumário Introdução... 5 Pré-requisitos... 5 Principal/Home... 6 Como editar texto do home... 7 Desvendando

Leia mais

Apostila do curso: Quantum GIS Básico Módulo I

Apostila do curso: Quantum GIS Básico Módulo I Apostila do curso: Quantum GIS Básico Módulo I Helio Larri Vist Geógrafo Mestre em Sensoriamento Remoto Ayr Müller Gonçalves Educador Físico e Graduando em Segurança da Informação Rai Nunes dos Santos

Leia mais

MANUAL BACKUP XDENTAL 2012

MANUAL BACKUP XDENTAL 2012 MANUAL BACKUP XDENTAL 2012 Sumário CONFIGURANDO BACKUP... 2 ESCOLHENDO O TAMANHO DO ARQUIVO DE BACKUP... 4 CONFIGURANDO HORÁRIO DE INÍCIO DO BACKUP... 5 CONFIGURANDO BACKUP AO INICIAR O SISTEMA XDENTAL...

Leia mais

TUTORIAL 10 AULAS - SPRING 4.3 (Versão Windows) SPRING Básico. Junho de 2006 INPE

TUTORIAL 10 AULAS - SPRING 4.3 (Versão Windows) SPRING Básico. Junho de 2006 INPE TUTORIAL 10 AULAS - SPRING 4.3 (Versão Windows) SPRING Básico Junho de 2006 INPE As informações contidas neste documento estão sujeitas a alterações e correções sem prévio aviso. Esse documento pode ser

Leia mais

CONSTRUÇÃO DE BANCOS DE DADOS ESPACIAIS COM IMAGENS DE SATÉLITE

CONSTRUÇÃO DE BANCOS DE DADOS ESPACIAIS COM IMAGENS DE SATÉLITE UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS INSTITUTO DE CIÊNCIAS EXATAS DEPARTAMENTO DE ESTATÍSTICA CONSTRUÇÃO DE BANCOS DE DADOS ESPACIAIS COM IMAGENS DE SATÉLITE Renzo Joel Flores Ortiz Ilka Afonso Reis BELO

Leia mais

Manual de baixa do Certificado Digital AR SOLUTI. Versão 2.0 de 7 de Maio de 2014. Classificação: Ostensiva

Manual de baixa do Certificado Digital AR SOLUTI. Versão 2.0 de 7 de Maio de 2014. Classificação: Ostensiva Catalogação do Documento Titulo Classificação Versão 2.0 de 7 de Maio de 2014 Autor Raphael Reis Aprovador Bruno Barros Número de páginas 57 Página 2 de 57 Sumário 1 Sistema operacional compatível para

Leia mais

1/48. Curso GNU/Linux. Aula 3. Dino Raffael Cristofoleti Magri

1/48. Curso GNU/Linux. Aula 3. Dino Raffael Cristofoleti Magri 1/48 Curso GNU/Linux Aula 3 Dino Raffael Cristofoleti Magri Julho/2008 2/48 Veja uma cópia dessa licença em http://creativecommons.org/licenses/by nc sa/2.5/br/ 3/48 Sumário 1 CONFIGURAR TECLADO...6 1.1

Leia mais

Configuração de assinatura de e-mail

Configuração de assinatura de e-mail Configuração de assinatura de e-mail Este manual irá lhe auxiliar a configurar a sua assinatura de E-mail no Microsoft Outlook (Desktop) e no Outlook Web App (Webmail). Gerando a sua assinatura de e-mail

Leia mais

Exportar vídeo no Adobe Premiere com o Codec H.264/AAC

Exportar vídeo no Adobe Premiere com o Codec H.264/AAC Exportar vídeo no Adobe Premiere com o Codec H.264/AAC Este tutorial tem como objetivo explicar ao nosso cliente de Streaming de Vídeo Ondemand ou AutoVJ, como exportar através do Adobe Premiere seu vídeo

Leia mais

AULA 1 Iniciando o Uso do TerraView

AULA 1 Iniciando o Uso do TerraView 1.1 AULA 1 Iniciando o Uso do TerraView Essa aula apresenta o software TerraView apresentando sua interface e sua utilização básica. Todos os arquivos de dados mencionados neste documento bem como o executável

Leia mais

Mapas Interativos de Saúde Ambiental: Principais Funções.

Mapas Interativos de Saúde Ambiental: Principais Funções. Ministério da Saúde Secretaria de Vigilância em Saúde Departamento de Vigilância em Saúde Ambiental e Saúde do Trabalhador Mapas Interativos de Saúde Ambiental: Principais Funções. 1. Introdução O Mapas

Leia mais

FERRAMENTAS DE COLABORAÇÃO CORPORATIVA

FERRAMENTAS DE COLABORAÇÃO CORPORATIVA FERRAMENTAS DE COLABORAÇÃO CORPORATIVA Compartilhamento de Arquivos no Google Drive Sumário (Clique sobre a opção desejada para ir direto à página correspondente) Utilização do Google Grupos Introdução...

Leia mais

Centro de Estudos Gerais Instituto de Geociências Departamento de Análise Geoambiental Disciplina: Sensoriamento Remoto I

Centro de Estudos Gerais Instituto de Geociências Departamento de Análise Geoambiental Disciplina: Sensoriamento Remoto I Centro de Estudos Gerais Instituto de Geociências Departamento de Análise Geoambiental Disciplina: Sensoriamento Remoto I Organizado por: Cesar Augusto Valdeger de Oliveira Revisado e editado por: Angelica

Leia mais

Clique no botão novo

Clique no botão novo Tutorial para uso do programa Edilim Criado pela profª Carina Turk de Almeida Correa 1- Abra o programa Edilim. Clique no botão novo, como mostrado abaixo: Clique no botão novo 2- Todos os arquivos a serem

Leia mais

Importação de arquivos Raster e Vetorial no Terraview

Importação de arquivos Raster e Vetorial no Terraview MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO MEC Secretaria de Educação Superior - SESu Departamento de Modernização e Programas da Educação Superior DEPEM MINISTÉRIO DAS CIDADES Secretaria Executiva Diretoria de Desenvolvimento

Leia mais

Sistema Click Principais Comandos

Sistema Click Principais Comandos Sistema Click Principais Comandos Sumário Sumário... 1 1. Principais Funções:... 2 2. Inserção de Registro (F6):... 3 3. Pesquisar Registro (F7):... 4 3.1 Pesquisa por letras:... 5 3.2 Pesquisa por números:...

Leia mais

AULA 5 Manipulando Dados Matriciais: Grades e Imagens. 5.1 Importando Grades e Imagens Interface Simplificada

AULA 5 Manipulando Dados Matriciais: Grades e Imagens. 5.1 Importando Grades e Imagens Interface Simplificada 5.1 AULA 5 Manipulando Dados Matriciais: Grades e Imagens Nessa aula serão apresentadas algumas funcionalidades do TerraView relativas a manipulação de dados matriciais. Como dados matriciais são entendidas

Leia mais

Manual de baixa do Certificado Digital AR SOLUTI. Versão 2.0 de 22 de Maio de 2014. Classificação: Ostensiva

Manual de baixa do Certificado Digital AR SOLUTI. Versão 2.0 de 22 de Maio de 2014. Classificação: Ostensiva Catalogação do Documento Titulo Classificação Versão 2.0 de 22 de Maio de 2014 Autor Raphael Reis Aprovador Bruno Barros Número de páginas 43 Página 2 de 43 Sumário 1 Sistema operacional compatível para

Leia mais

Aula Au 3 la 7 Windows-Internet

Aula Au 3 la 7 Windows-Internet Aula 37 Aula Ferramenta de Captura 2 Você pode usar a Ferramenta de Captura para obter um recorte de qualquer objeto na tela e, em seguida, anotar, salvar ou compartilhar a imagem. 3 Vamos fazer o seguinte:

Leia mais

selecionado. DICAS 1. Explore, sempre, o ícone

selecionado. DICAS 1. Explore, sempre, o ícone COMO USAR O MAPA COM INDICADORES DO GEOPORTAL DE INFORMAÇÕES EM SAÚDE DA BAHIA? Este documento fornece um passo a passo explicativo e ilustrado das principais ferramentas do Mapa com Indicadores do GeoPortal

Leia mais

GUIA INTEGRA SERVICES E STATUS MONITOR

GUIA INTEGRA SERVICES E STATUS MONITOR GUIA INTEGRA SERVICES E STATUS MONITOR 1 - Integra Services Atenção: o Integra Services está disponível a partir da versão 2.0 do software Urano Integra. O Integra Services é um aplicativo que faz parte

Leia mais

Procedimentos para Instalação do Sisloc

Procedimentos para Instalação do Sisloc Procedimentos para Instalação do Sisloc Sumário: 1. Informações Gerais... 3 2. Instalação do Sisloc... 3 Passo a passo... 3 3. Instalação da base de dados Sisloc... 16 Passo a passo... 16 4. Instalação

Leia mais

Fluxo de trabalho do Capture Pro Software: Indexação de código de barras e separação de documentos

Fluxo de trabalho do Capture Pro Software: Indexação de código de barras e separação de documentos Este procedimento corresponde ao fluxo de trabalho de Indexação de código de barras e de separação de documentos no programa de treinamento do Capture Pro Software. As etapas do procedimento encontram-se

Leia mais

STK (Start Kit DARUMA) Utilizando conversor Serial/Ethernet com Mini-Impressora DR600/DR700.

STK (Start Kit DARUMA) Utilizando conversor Serial/Ethernet com Mini-Impressora DR600/DR700. STK (Start Kit DARUMA) Utilizando conversor Serial/Ethernet com Mini-Impressora DR600/DR700. Neste STK mostraremos como comunicar com o conversor Serial/Ethernet e instalar o driver Genérico Somente Texto

Leia mais

UFGD FCA PROF. OMAR DANIEL BLOCO 4 PROCESSAMENTO DE IMAGENS

UFGD FCA PROF. OMAR DANIEL BLOCO 4 PROCESSAMENTO DE IMAGENS UFGD FCA PROF. OMAR DANIEL BLOCO 4 PROCESSAMENTO DE IMAGENS Executar as principais técnicas utilizadas em processamento de imagens, como contraste, leitura de pixels, transformação IHS, operações aritméticas

Leia mais

SISTEMA DUPLICATA. A) Preenchendo dados da duplicata

SISTEMA DUPLICATA. A) Preenchendo dados da duplicata SISTEMA DUPLICATA MANUAL DO USUARIO Inicialmente quero dizer, que sinto extremamente honrado, em poder participar, com meu aplicativo na sua empresa. Espero sinceramente, que esse programa possa ser realmente

Leia mais

SUMÁRIO TUTORIAL DO HQ. 2 DICAS PEDAGÓGICAS:. 2 DOWNLOAD DA INSTALAÇÃO. 2 PASSO 1 FORMULÁRIO PARA DOWNLOAD. 2 PASSO 2 ESCOLHENDO A VERSÃO.

SUMÁRIO TUTORIAL DO HQ. 2 DICAS PEDAGÓGICAS:. 2 DOWNLOAD DA INSTALAÇÃO. 2 PASSO 1 FORMULÁRIO PARA DOWNLOAD. 2 PASSO 2 ESCOLHENDO A VERSÃO. SUMÁRIO TUTORIAL DO HQ... 2 DICAS PEDAGÓGICAS:... 2 DOWNLOAD DA INSTALAÇÃO... 2 PASSO 1 FORMULÁRIO PARA DOWNLOAD... 2 PASSO 2 ESCOLHENDO A VERSÃO... 3 PASSO 3 INSTRUÇÕES DE INSTALAÇÃO... 4 CRIANDO NOVAS

Leia mais

GIMP 2.8 Guia para Remoção do Pixel Valor Zero nas Imagens Landsat-8

GIMP 2.8 Guia para Remoção do Pixel Valor Zero nas Imagens Landsat-8 GIMP 2.8 Guia para Remoção do Pixel Valor Zero nas Imagens Landsat-8 Jorge Santos 2014 Conteúdo Sumário Capítulo 1... 4 O Problema do Pixel Valor Zero... 4 1.1 Transformação Radiométrica... 4 1.2 Equalização

Leia mais

CRIANDO TEMPLATES E LEGENDAS

CRIANDO TEMPLATES E LEGENDAS CRIANDO TEMPLATES E LEGENDAS Este tutorial tem como objetivo instruir passo à passo como criar templates de peças, utilizar os novos recursos de cadastro de propriedade de peças e criação de legenda. 1-

Leia mais

Manual de Instalação ProJuris8

Manual de Instalação ProJuris8 Manual de Instalação ProJuris8 Sumário 1 - Requisitos para a Instalação... 3 2 - Instalação do Firebird.... 4 3 - Instalação do Aplicativo ProJuris 8.... 8 4 - Conexão com o banco de dados.... 12 5 - Ativação

Leia mais

Instalando o Sysloc versão 2.9.2 manualmente

Instalando o Sysloc versão 2.9.2 manualmente Instalando o Sysloc versão 2.9.2 manualmente Você só deverá instalar o Sysloc manualmente se a instalação automática não funcionar. Normalmente você vai utilizar o instalador do Sysloc e tudo funcionará,

Leia mais

Tutorial de gvsig básico aplicado a estudos históricos

Tutorial de gvsig básico aplicado a estudos históricos Tutorial de gvsig básico aplicado a estudos históricos Sumário O Hímaco Parte I Definições Importantes O que é SIG? - Objetivos diversos de um SIG - Criando um SIG histórico - O gvsig - Características

Leia mais

CONHECENDO A ÁREA DE TRABALHO DO WINDOWS 7

CONHECENDO A ÁREA DE TRABALHO DO WINDOWS 7 CONHECENDO A ÁREA DE TRABALHO DO WINDOWS 7 A Área de trabalho é a principal área exibida na tela quando se liga o computador e faz logon no Windows. É onde se exibe tudo o que é aberto (programas, pastas,

Leia mais

XXIV SEMANA MATEMÁTICA

XXIV SEMANA MATEMÁTICA XXIV SEMANA ACADÊMICA DA MATEMÁTICA Minicurso: Produção de Páginas Web para Professores de Matemática Projeto de Extensão: Uma Articulação entre a Matemática e a Informática como Instrumento para a Cidadania

Leia mais

APOSTILA DE CURSO - SPRING-3.3 (versão Windows) Spring Básico. Junho de 1999 INPE

APOSTILA DE CURSO - SPRING-3.3 (versão Windows) Spring Básico. Junho de 1999 INPE APOSTILA DE CURSO - SPRING-3.3 (versão Windows) Spring Básico Junho de 1999 INPE As informações contidas neste documento estão sujeitas a alterações e correções sem prévio aviso. Esse documento pode ser

Leia mais

1. Um servidor rodando Windows 7 (um computador onde o SIPAR ficará instalado e com os dados neste computador);

1. Um servidor rodando Windows 7 (um computador onde o SIPAR ficará instalado e com os dados neste computador); Manual informativo para configuração do SIPAR por acesso via Área de Trabalho Remota (ATR) do Windows 7 Página: 1 / 5 COMO CONFIGURAR O SIPAR PARA ACESSO VIA INTERNET Você vai precisar de: 1. Um servidor

Leia mais

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA DE AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO FUNCIONAL. Versão 1.3

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA DE AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO FUNCIONAL. Versão 1.3 MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA DE AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO FUNCIONAL Versão 1.3 Sumário 1. ACESSO AO SISTEMA... 3 1.1. Primeiro acesso ao sistema... 3 1.2. Como alterar a senha no primeiro acesso... 4

Leia mais

STK (Start Kit DARUMA) Driver Spooler para impressoras Não-Fiscais DR700M e DR700H no Windows XP e Windows 2003

STK (Start Kit DARUMA) Driver Spooler para impressoras Não-Fiscais DR700M e DR700H no Windows XP e Windows 2003 STK (Start Kit DARUMA) Driver Spooler para impressoras Não-Fiscais DR700M e DR700H no Windows XP e Windows 2003 Driver Spooler é um driver que faz a impressão de um modo gráfico, onde poderá imprimir imagens

Leia mais

SAJPG5. Primeiro Grau. Novidades das Versões 1.3.0-0 a 1.4.1-1

SAJPG5. Primeiro Grau. Novidades das Versões 1.3.0-0 a 1.4.1-1 SAJPG5 Primeiro Grau Novidades das Versões 1.3.0-0 a 1.4.1-1 Novidades da versão 1.3.0-0 a 1.4.1-1 Este documento contém um resumo das alterações e novidades liberadas nas versões 1.3.0-0 a 1.4.1-1 do

Leia mais

Acesse o site www.viradaculturalbh.com.br 1clique no link Inscreva-se!

Acesse o site www.viradaculturalbh.com.br 1clique no link Inscreva-se! TUTORIAL 2015 Acesse o site www.viradaculturalbh.com.br 1clique no link Inscreva-se! 2 Esta será a primeira tela que você verá. Se for o primeiro acesso, você deverá clicar em Cadastre-se 3 Para se cadastrar,

Leia mais

IMPORTANDO ARQUIVOS SHAPEFILE PARA O POSTGIS VIA PROMPT DO DOS

IMPORTANDO ARQUIVOS SHAPEFILE PARA O POSTGIS VIA PROMPT DO DOS IMPORTANDO ARQUIVOS SHAPEFILE PARA O POSTGIS VIA PROMPT DO DOS INTRODUÇÃO Neste tutorial iremos tratar de uma situação comum durante os trabalhos de geoprocessamento que envolvam banco de dados geográficos,

Leia mais

Capítulo 7 O Gerenciador de Arquivos

Capítulo 7 O Gerenciador de Arquivos Capítulo 7 O Gerenciador de Arquivos Neste capítulo nós iremos examinar as características da interface do gerenciador de arquivos Konqueror. Através dele realizaremos as principais operações com arquivos

Leia mais

STK (Start Kit DARUMA) Comunicando com Mini-Impressoras Paralela Daruma e o Print Server

STK (Start Kit DARUMA) Comunicando com Mini-Impressoras Paralela Daruma e o Print Server STK (Start Kit DARUMA) Comunicando com Mini-Impressoras Paralela Daruma e o Print Server Neste STK mostraremos como instalar e configurar o driver Genérico Somente Texto com as impressoras DR600 e DR700

Leia mais

TRBOnet Standard. Manual de Operação

TRBOnet Standard. Manual de Operação TRBOnet Standard Manual de Operação Versão 1.8 NEOCOM Ltd ÍNDICE 1. TELA DE RÁDIO 3 1.1 COMANDOS AVANÇADOS 4 1.2 BARRA DE FERRAMENTAS 5 2. TELA DE LOCALIZAÇÃO GPS 6 2.1 MAPLIB 6 2.2 GOOGLE EARTH 7 2.3

Leia mais

CURSO DE INFORMÁTICA BÁSICA AULA 2 O AMBIENTE WINDOWS

CURSO DE INFORMÁTICA BÁSICA AULA 2 O AMBIENTE WINDOWS CURSO DE INFORMÁTICA BÁSICA AULA 2 O AMBIENTE WINDOWS Relembrando... Gabinete Ligando o computador São três passos básicos O ambiente Windows O Windows é um tipo de software chamado sistema operacional

Leia mais

Instalando o Software Topcon Tools e Topcon Link:

Instalando o Software Topcon Tools e Topcon Link: Instalando o Software Topcon Tools e Topcon Link: Crie uma pasta em seu computador, em seguida faça download da Pasta TOPCON TOOLS disponibilizada no FTP da Santiago & Cintra (ftp.santiagoecintra.com.br

Leia mais

COMO GERAR UM ARQUIVO NÃO IDENTIFICADO NO TABWIN

COMO GERAR UM ARQUIVO NÃO IDENTIFICADO NO TABWIN O programa TabWin pode ser utilizado para calcular indicadores epidemiológicos e operacionais da tuberculose bem como para análise da qualidade da base de dados do Sinan. O usuário deve ter a versão atualizada

Leia mais

MANUAL DE OPERAÇÃO EDOutlet (Online e Offline):

MANUAL DE OPERAÇÃO EDOutlet (Online e Offline): MANUAL DE OPERAÇÃO EDOutlet (Online e Offline): Sumário 1 - EDOutletOffline (sem internet):... 1 2 EDOutlet (com internet)... 7 2.1 DIGITANDO AS REFERÊNCIAS:... 9 2.2 IMPORTAÇÃO DE PEDIDOS:... 11 3 ENVIANDO

Leia mais

APLICAÇÕES PRÁTICAS DE PROCESSAMENTO DE IMAGENS EM SENSORIAMENTO REMOTO

APLICAÇÕES PRÁTICAS DE PROCESSAMENTO DE IMAGENS EM SENSORIAMENTO REMOTO APLICAÇÕES PRÁTICAS DE PROCESSAMENTO DE IMAGENS EM SENSORIAMENTO REMOTO ESTÁGIO DOCÊNCIA ALUNA: ADRIANA AFFONSO (PROGRAMA DE PÓS- GRADUAÇÃO NO INPE MESTRADO EM SENSORIAMENTO REMOTO) ORIENTADOR: PROF. DR.

Leia mais

A. Tutorial para criação de Relatório Personalizado. Considerações Iniciais: Antes de iniciar o passo a passo, é preciso definir:

A. Tutorial para criação de Relatório Personalizado. Considerações Iniciais: Antes de iniciar o passo a passo, é preciso definir: A. Tutorial para criação de Relatório Personalizado Considerações Iniciais: Antes de iniciar o passo a passo, é preciso definir: a. Granularidade, sob a forma de escolha do tipo de elemento (solicitação,

Leia mais

Tratamento de Dados Utilizando o SciDAVis Tutorial Parte 1 Como construir um gráfico e fazer um ajuste linear

Tratamento de Dados Utilizando o SciDAVis Tutorial Parte 1 Como construir um gráfico e fazer um ajuste linear LABORATÓRIO DE FÍSICA EXPERIMENTAL 1 DEPARTAMENTO DE FÍSICA - DAFIS UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ - UTFPR Tratamento de Dados Utilizando o SciDAVis Tutorial Parte 1 Como construir um gráfico

Leia mais

UNIVERSIDADE TECNOLOGIA FEDERAL DO PARANÁ. Owncloud SERVIÇO DE COMPARTILHAMENTO EM NUVEM. Manual

UNIVERSIDADE TECNOLOGIA FEDERAL DO PARANÁ. Owncloud SERVIÇO DE COMPARTILHAMENTO EM NUVEM. Manual UNIVERSIDADE TECNOLOGIA FEDERAL DO PARANÁ Owncloud SERVIÇO DE COMPARTILHAMENTO EM NUVEM Manual DIRETORIA DE GESTÃO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO DIRGTI 2015 Sumário 1. Introdução... 3 2. Acessando o serviço...

Leia mais

STK (Start Kit DARUMA) Driver Spooler para impressoras Não-Fiscais DR700M e DR700H no Windows Seven

STK (Start Kit DARUMA) Driver Spooler para impressoras Não-Fiscais DR700M e DR700H no Windows Seven STK (Start Kit DARUMA) Driver Spooler para impressoras Não-Fiscais DR700M e DR700H no Windows Seven Driver Spooler é um driver que faz a impressão de um modo gráfico, onde poderá imprimir imagens como

Leia mais

Manual de Atualização

Manual de Atualização Manual de Atualização Sumário Informações gerais... 3 Introdução / Suporte técnico... 4 Instruções gerais... 5 Atualização automática... 6 Atualização manual... 7 Atualização automática com múltiplos arquivos...

Leia mais

STK (Start Kit DARUMA) Driver Genérico Somente Texto para as impressoras Não-Fiscais (DS300, DS348, DR600, DR700) no Windows Seven.

STK (Start Kit DARUMA) Driver Genérico Somente Texto para as impressoras Não-Fiscais (DS300, DS348, DR600, DR700) no Windows Seven. STK (Start Kit DARUMA) Driver Genérico Somente Texto para as impressoras Não-Fiscais (DS300, DS348, DR600, DR700) no Windows Seven. Para você que possui um aplicativo e o mesmo não necessita de um driver

Leia mais

editor Writer, do BrOffice

editor Writer, do BrOffice editor Writer, do BrOffice Utilizar o editor Writer, do BrOffice, para editar textos e inserir tabelas; Conscientizar sobre o cuidado com os direitos autorais, citando sempre as fontes de onde foram retirados

Leia mais

Produção de tutoriais. Suellem Oliveira

Produção de tutoriais. Suellem Oliveira Prefeitura de Volta Redonda Secretaria Municipal de Educação Implementação de Informática Aplicada à Educação Produção de tutoriais Suellem Oliveira Jclic Quebra cabeça com Recorte Para a produção deste

Leia mais

Curso de Navegadores e Internet

Curso de Navegadores e Internet Universidade Estadual do Oeste do Paraná Pró Reitoria de Extensão Centro de Ciências Exatas e Tecnológicas Colegiado de Licenciatura em Matemática Colegiado da Ciência da Computação Projeto de Extensão:

Leia mais

Publisher. Publisher. versão 2012.2

Publisher. Publisher. versão 2012.2 versão 2012.2 Publisher Publisher Para diagramar, vamos utilizar o Publisher, do pacote de programas Microsoft Office. As instruções valem para as versões 2003, 2007 e 2010 do pacote. Vamos aprender através

Leia mais

Associação Educacional Dom Bosco Curso de Engenharia 1º ano

Associação Educacional Dom Bosco Curso de Engenharia 1º ano Formatação condicional utilizando o valor da célula O que é? Algumas vezes é preciso destacar os valores, ou seja, como colocar em vermelho ou entre parênteses, os negativos, e de outra cor os positivos,

Leia mais

Informática Básica para o PIBID

Informática Básica para o PIBID Universidade Federal Rural do Semi Árido Programa Institucional de Iniciação à Docência Informática Básica para o PIBID Prof. Dr. Sílvio Fernandes Roteiro O Tamanho e Resolução de imagens O Compactação

Leia mais

Objetivo: desenvolver um Plano de Bacia Hidrográfica

Objetivo: desenvolver um Plano de Bacia Hidrográfica Tutorial de Aplicações do geoprocessamento em Sistema de Informação Geográfica livre Elaborado por: ¹Loide Angelini Sobrinha; ²Leandro Guimarães Bais Martins; ³João Luiz Boccia Brandão ¹ ²Engenheiro(a)

Leia mais

MANUAL DE INSTALAÇÃO LUZ DO SABER

MANUAL DE INSTALAÇÃO LUZ DO SABER MANUAL DE INSTALAÇÃO LUZ DO SABER Sumário Sumário...2 Instalação do Luz do Saber no Linux...3 1ª opção Utilizando um Instalador...3 2ª opção Utilizando comandos no Konsole...6 Observações Importantes...7

Leia mais

AP_ Conta Aplicativo para digitação e envio de contas médicas no padrão TISS

AP_ Conta Aplicativo para digitação e envio de contas médicas no padrão TISS AP_ Conta Aplicativo para digitação e envio de contas médicas no padrão TISS Manual de Instalação Tempro Software StavTISS Sumário 1. INTRODUÇÃO... 2 2. REQUISITOS DO SISTEMA... 3 3. INSTALAÇÃO... 4 4.

Leia mais

TUTORIAL GOOGLE DRIVE

TUTORIAL GOOGLE DRIVE TUTORIAL GOOGLE DRIVE Armazenar e compartilhar arquivos ou pastas no google drive. Para compartilhar e armazenar arquivos no google drive é necessário ter uma conta google ou conta no gmail. Após criar

Leia mais

Índice. Tenho uma conta pessoal e uma conta da instituição em que dou aula, porém não consigo acessar a conta da escola. O que fazer?

Índice. Tenho uma conta pessoal e uma conta da instituição em que dou aula, porém não consigo acessar a conta da escola. O que fazer? Índice Acesso ao Super Professor Web Como recuperar a senha de acesso? Tenho uma conta pessoal e uma conta da instituição em que dou aula, porém não consigo acessar a conta da escola. O que fazer? Selecionando

Leia mais

Tutorial Folha Express. Como otimizar a confecção da folha de pagamento.

Tutorial Folha Express. Como otimizar a confecção da folha de pagamento. Tutorial Folha Express Como otimizar a confecção da folha de pagamento. Índice Apresentação Pág. 2 Passo 1 Pág. 3 Disponibilização da Folha de Pagamento Passo 2 Pág. 5 Exportação de clientes e Folha de

Leia mais

Universidade Federal de Minas Gerais UFMG Centro de Apoio à Educação a Distância CAED TUTORIAL: Possíveis Métodos para Converter Imagens em PDF

Universidade Federal de Minas Gerais UFMG Centro de Apoio à Educação a Distância CAED TUTORIAL: Possíveis Métodos para Converter Imagens em PDF Universidade Federal de Minas Gerais UFMG Centro de Apoio à Educação a Distância CAED TUTORIAL: Possíveis Métodos para Converter Imagens em PDF Autores: Diogo Marcos Iago Domingues Junio Soares Dias Viviane

Leia mais

Manual. Pedido Eletrônico

Manual. Pedido Eletrônico Manual Pedido Eletrônico ÍNDICE 1. Download... 3 2. Instalação... 4 3. Sistema de Digitação SantaCruz... 8 3.1. Configuração... 8 4. Utilização do Sistema Digitação SantaCruz... 11 4.1. Atualizar cadastros...11

Leia mais

Manual de Utilização COPAMAIL Criando e configurando a assinatura de e-mail. Zimbra Versão 8.0.2

Manual de Utilização COPAMAIL Criando e configurando a assinatura de e-mail. Zimbra Versão 8.0.2 Manual de Utilização COPAMAIL Criando e configurando a assinatura de e-mail Zimbra Versão 8.0.2 Sumário Convertendo a assinatura de e-mail a partir do Microsoft Outlook... 1 Para usuários do Microsoft

Leia mais

Manual Instalação Pedido Eletrônico

Manual Instalação Pedido Eletrônico Manual Instalação Pedido Eletrônico 1 Cliente que não utiliza o Boomerang, mas possui um sistema compatível. 1.1 Instalação do Boomerang Inserir o CD no drive do computador, clicar no botão INICIAR e em

Leia mais

4 - Layout de Mapas no QGIS 2.0

4 - Layout de Mapas no QGIS 2.0 UPE Campus III Petrolina 4 - Layout de Mapas no QGIS 2.0 GT-Paisagem Prof. Dr. Lucas Costa de Souza Cavalcanti 1 INTRODUÇÃO Este tutorial ensina como elaborar o layout de mapas no QGIS 2.0. O layout é

Leia mais

NÚCLEO DE TECNOLOGIA E EDUCAÇÃO CURSO: WINDOWS MOVIE MAKER TUTORIAL

NÚCLEO DE TECNOLOGIA E EDUCAÇÃO CURSO: WINDOWS MOVIE MAKER TUTORIAL NÚCLEO DE TECNOLOGIA E EDUCAÇÃO CURSO: WINDOWS MOVIE MAKER TUTORIAL O que é o Windows Movie Maker? É um programa que permite criar nossos próprios filmes com som, músicas, transição e efeito de vídeo.

Leia mais

Sobre a Segunda Parte: Sobre a Primeira Parte:

Sobre a Segunda Parte: Sobre a Primeira Parte: Tutorial Sobre Como Criar Sprites 3D Utilizando o Editor Gráfico do Word e Sobre Como Manipular Sprites Criados no Word Utilizando o Programa de Criação de Jogos Game Maker Sobre a Primeira Parte: Esta

Leia mais

Serviço Seguro de Mensagens Instantâneas

Serviço Seguro de Mensagens Instantâneas COORDENADORIA DA RECEITA ESTADUAL GERÊNCIA DE CONTROLE E INFORMAÇÕES Serviço Seguro de Mensagens Instantâneas Jabber & Exodus Jabber é um protocolo aberto, baseado em XML para troca de mensagens instantâneas.

Leia mais

COMO COLABORAR NO WIKI DO MOODLE 1. Orientações para produção escolar colaborativa no wiki do Moodle:

COMO COLABORAR NO WIKI DO MOODLE 1. Orientações para produção escolar colaborativa no wiki do Moodle: COMO COLABORAR NO WIKI DO MOODLE 1 Ilse Abegg e Fábio da Purificação de Bastos e-mail: iabegg@mail.ufsm.br O wiki no Moodle é uma ferramenta de atividade que visa produção escolar colaborativa. Isso significa

Leia mais

Publisher. Publisher. versão 2012.2

Publisher. Publisher. versão 2012.2 versão 2012.2 Publisher Publisher Para diagramar, vamos utilizar o Publisher, do pacote de programas Microsoft Office. As instruções valem para as versões 2003, 2007 e 2010 do pacote. Vamos aprender através

Leia mais

Banco de Dados Oracle 10g

Banco de Dados Oracle 10g 2010 Banco de Dados II Líder: George Petz... 19 Bruno Aparecido Pereira... 07 Gustavo da Silva Oliveira... 24 Luis Felipe Martins Alarcon... 32 Rubens Gondek... 41 Professor: Gilberto Braga de Oliveira

Leia mais

Clique no menu Iniciar > Todos os Programas> Microsoft Office > Publisher 2010.

Clique no menu Iniciar > Todos os Programas> Microsoft Office > Publisher 2010. 1 Publisher 2010 O Publisher 2010 é uma versão atualizada para o desenvolvimento e manipulação de publicações. Juntamente com ele você irá criar desde cartões de convite, de mensagens, cartazes e calendários.

Leia mais