ESTUDO DO MERCADO SEGURADOR NACIONAL E DA ÁREA DE ABRANGÊNCIA DO SINDSEG MG/GO/MT/DF. Período de Referência: Dezembro de 2012

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "ESTUDO DO MERCADO SEGURADOR NACIONAL E DA ÁREA DE ABRANGÊNCIA DO SINDSEG MG/GO/MT/DF. Período de Referência: Dezembro de 2012"

Transcrição

1 ESTUDO DO MERCADO SEGURADOR NACIONAL E DA ÁREA DE ABRANGÊNCIA DO SINDSEG MG/GO/MT/DF Período de Referência: Dezembro de 2012

2 Dezembro de 2012 Os dados apresentados foram extraídos da base SUSEP, a qual é composta de informações fornecidas pelas companhias seguradoras, resseguradoras, entidades abertas de previdência privada e sociedades de capitalização. O objetivo deste estudo é fornecer ao público em geral estatísticas do Mercado Segurador Nacional. Composição Segmentos/Grupos/Ramos Grupo Segmento Automóvel Seguros Elementares 0929 Auxílio Funeral Patrimonial Seguros Elementares 0936 P.C.H.V. DPVAT Seguros Elementares 0949 CRÉDITO A EXPORTAÇÃO Transportes Seguros Elementares 0969 TURÍSTICO Habitacional Seguros Elementares 0977 Prestamista Responsabilidades Seguros Elementares 0980 Seguro Educacional Riscos Financeiros Seguros Elementares 0981 ACIDENTES PESSOAIS - INDIVIDUAL Marítimos Seguros Elementares 0982 ACIDENTES PESSOAIS - COLETIVO Rural/Animal Seguros Elementares 0983 Dotal Misto Aeronáuticos Seguros Elementares 0984 Doenças Graves ou Doença Terminal Créditos Seguros Elementares 0986 Dotal Puro Riscos Especiais Seguros Elementares 0987 Desemprego/Perda de Renda Cascos Seguros Elementares 0990 RENDA DE EVENTOS ALEATÓRIOS Outros Ramos Seguros Elementares 0991 VIDA INDIVIDUAL VGBL Seguros Pessoas 0993 VIDA EM GRUPO Vida + AP - Coletivo Seguros Pessoas 0997 VG/APC Vida + AP - Individual Seguros Pessoas 0992 VGBL/VAGP/VRGP/VRSA/PRI individua PGBL Previdência Aberta 0994 VGBL/VAGP/VRGP/VRSA/PRI coletivo Planos Tradicionais Previdência Aberta 1392 VGBL/VAGP/VRGP/VRSA/VRI Capitalização Capitalização 1101 Seguro Agrícola sem cob. do FESR 1102 Seguro Agrícola com cob. do FESR Código Ramo Grupo 1103 Seguro Pecuário sem cob. do FESR 0111 INCÊNDIO TRADICIONAL 1104 Seguro Pecuário com cob. do FESR 0112 Assistência - Bens em Geral 1105 Seguro Aquícola sem cob. do FESR 0113 VIDROS 1106 Seguro Aquícola com cob. do FESR 0114 Compreensivo Residencial 1107 Seguro Florestas sem cob. do FESR 0115 ROUBO 1108 Seguro Florestas com cob. do FESR 0116 Compreensivo Condomínio 1109 Seguro da Cédula do Produto Rural 0117 TUMULTOS 1128 PECUÁRIO 0118 Compreensivo Empresarial 1129 AQUÍCOLA 0141 LUCROS CESSANTES Patrimonial 1130 BENFEITORIAS E PROD. AGROPECUÁRIOS 0142 LUCROS CESSANTES COBERTURA SIMPLES 1161 AGRÍCOLA 0143 FIDELIDADE 1162 Penhor Rural Instit. Fin. Priv RISCOS DE ENGENHARIA 1163 Penhor Rural Instit. Fin. Pub RISCOS DIVERSOS 1164 ANIMAIS 0173 GLOBAL DE BANCOS 1165 COMPREENSIVO DE FLORESTAS 0176 RISCOS DIVERSOS - PLANOS CONJUGADO 1198 Seguro de Vida do Produtor Rural 0195 Extensão de Garantia - Patrimonial 0196 Riscos Nomeados e Operacionais Código Ramo Grupo Vida + AP Coletivo VGBL Rural

3 Dezembro de 2012 Os dados apresentados foram extraídos da base SUSEP, a qual é composta de informações fornecidas pelas companhias seguradoras, resseguradoras, entidades abertas de previdência privada e sociedades de capitalização. O objetivo deste estudo é fornecer ao público em geral estatísticas do Mercado Segurador Nacional. Composição Segmentos/Grupos/Ramos Código Ramo Grupo Código Ramo Grupo 0234 RISCOS DE PETRÓLEO 0739 Garantia Financeira Riscos 0272 RISCOS NUCLEARES 0740 Garantia de Obrigações Privadas Especiais 0274 SATÉLITES 0743 Stop Loss 0310 R.C. de Adm. e Diretores (D&O) 0745 Garantia de Obrigações Públicas 0313 R. C. Riscos Ambientais 0746 FIANÇA LOCATÍCIA Responsabilidades Riscos 0351 RESPONSABILIDADE CIVIL GERAL 0747 Garantia de Concessões Públicas Financeiros 0378 R. C. Profissional 0748 CRÉDITO INTERNO 0433 Marítimos 0749 CRÉDITO A EXPORTAÇÃO 0435 AERONÁUTICOS 0750 Garantia Judicial 0437 RESPONSABILIDADE CIVIL HANGAR Cascos 0775 Garantia Segurado - Setor Público 0457 D. P. E. M Garantia Segurado - Setor Privado 0484 AERONÁUTICOS - BILHETE 0819 Crédito à Exp. Risco Comercial 0520 Acidentes Pessoais de Passageiros 0848 CRÉDITO INTERNO 0523 RC T. ROD. INTEREST. E INTERNAC CRÉDITO A EXPORTAÇÃO 0524 Extensão de Garantia - Automóvel 0859 Crédito à Exportação Risco Polític Créditos 0525 Carta Verde 0860 Crédito Doméstico Risco Comercial 0526 Seguro Popular de Automóvel Automóvel 0870 Crédito Doméstico Risco P.Física 0531 AUTOMÓVEIS 1279 Seguros no Exterior 0542 Assistência e Outras Cobert. - Aut 1285 Saúde - Ressegurador Local 0544 R.C.T.Viagem Intern-Pes Trans ou ñ 1286 SAÚDE INDIVIDUAL Outros Seguros 0553 RESP. CIVIL FACULTATIVA 1287 SAÚDE GRUPAL 0583 DPVAT EXTINTO 1299 SUCURSAIS NO EXTERIOR 0588 DPVAT (TODAS CATEG).A PARTIR JAN 0 DPVAT 1329 Auxílio Funeral 0589 DPVAT RUN OFF 1336 Prd. do Cert. De Hab. De Vôo - PCH 0621 TRANSPORTE NACIONAL 1369 Viagem 0622 TRANSPORTE INTERNACIONAL 1377 Prestamista (exceto Habit. E Rural 0623 Resp. C. T. Int. e Int. RC ÔNIBUS 1380 Educacional 0627 Resp. Civil do Transp. Intermodal 1381 Acidentes Pessoais 0628 Resp. Civ. Fac. Veíc. - RCFV Ônibu 1383 Dotal Misto 0632 RC do Trans. Viagem Internac Carga 1384 Doenças Graves ou Doença Terminal 0638 RC do Transp. Ferroviário Carga Transporte 1386 Dotal Puro 0644 R.C.Transp. Em Viagem Inter Desemprego/Perda de Renda 0652 RESP. CIVIL DO TRANSP. AÉREO CARGA 1390 Eventos Aleatórios 0654 RESP. C. TRANSPORTADOR RODOV.-CARG 1391 Vida 0655 RESP. CIVIL DESVIO DE CARGA 1417 Seg. Compr. para Operadores Port RESP. CIVIL ARMADOR 1428 Resp. Civ. Fac. Para Emb. - RCF 0658 RESP. CIVIL OP. TRANSP. MULTIMODAL 1433 Marítimos (Cascos) 1061 Seg. Habit. em Apól. De Merc. - Pr 1457 DPEM 1065 Seg. Habit. Em Apól. De Merc. - De 1528 Resp. Civ. Fac. Para Aer. - RCF 1066 HABITACIONAL - SFH Habitacional 1535 Aeronáuticos (cascos) 1068 HABITACIONAL - FORA DO SFH 1537 RESPONSABILIDADE CIVIL HANGAR 1597 Resp. do Expl. Ou Transp. Aér. RET Prêmios e Contribuições: São os valores arrecadados com Prêmios e Contribiuções. Sinistros, Benefícios e Resgates Pagos: São os valores de pagamentos de Sinistros de seguros e os valores pagos com Benefícios, Resgates e Sorteios. Vida + AP Individual Marítimo Aeronáutico

4 Estado Dez/2011 Dez/2012 Cresc (%) Jan a Dez/2011 Acum Cresc (%) Partic (%)* SP , ,51 18, , ,78 16,11 41,74 RJ , ,34 273, , ,50 32,26 11,12 MG (**) , ,49 2, , ,39 15,05 8,32 RS , ,36 2, , ,12 12,39 7,25 PR , ,32 4, , ,27 13,77 6,69 SC , ,51-21, , ,29 3,94 4,25 DF (**) , ,88-43, , ,99-3,13 3,10 BA , ,72-24, , ,62 11,03 2,99 GO (**) , ,65-5, , ,42 9,78 2,27 PE , ,70-1, , ,19-6,76 1,69 CE , ,78 17, , ,19 14,47 1,65 ES , ,11 16, , ,80 9,32 1,29 MT (**) , ,49 44, , ,52 21,63 1,16 MA , ,33-8, , ,80 48,87 1,01 MS , ,55 19, , ,40 19,03 0,97 PA , ,71-2, , ,44 8,56 0,86 RN , ,24 12, , ,14 22,46 0,61 PB , ,52-3, , ,02 12,76 0,53 AM , ,35 1, , ,90 14,04 0,42 AL , ,70-5, , ,89 10,08 0,40 RO , ,86-1, , ,05 20,82 0,40 PI , ,30-11, , ,03 5,10 0,37 SE , ,00-29, , ,22 11,54 0,36 TO , ,23 7, , ,48 2,54 0,26 AC , ,29-46, , ,73-19,45 0,16 RR , ,81-15, , ,02 25,90 0,09 AP , ,48 2, , ,20-2,94 0,06 Total do Mercado , ,25 23, , ,41 15,05 100,00 (*) Percentual de participação dos estados no mercado nacional em relação ao acumulado do ano. (**) Estados situados na área de abrangência do SINDSEG.

5 Realizado Mensal & Acumulado / Mercado: BR Grupo/Ramos Dez/2011 Dez/2012 Cresc (%) Jan a Dez/2011 Acum Cresc (%) Partic (%) * Automóvel , ,07 0, , ,68 9,63 56,43 Patrimonial , ,27 314, , ,18 17,33 15,88 DPVAT , ,45 14, , ,47 5,55 10,02 Transportes , ,92 8, , ,69 18,56 6,00 Rural/Animais , ,66-20, , ,95 59,55 2,63 Riscos Financeiros , ,56 38, , ,59 232,63 2,53 Habitacional , ,78-12, , ,76 10,60 1,34 Responsabilidades , ,78 173, , ,15 57,55 1,33 Marítimos , ,41-25, , ,29 336,78 0,93 Crédito , ,89-4, , ,55-9,21 0,83 Riscos Especiais , , , ,74 0,72 Aeronáuticos , , , , ,73 877,50 0,70 Cascos , ,65-58, , ,19-25,05 0,67 Outros Ramos -708, , ,34 796,37 0,00 Total Seguros Gerais , ,51 47, , ,34 16,34 58,84 Vida + AP - Coletivo , ,97-22, , ,10 10,31 94,57 Vida + AP - Individual , ,22-18, , ,02 38,65 5,23 VGBL ,39 213,64-99, , ,43 30,05 0,20 Total Seguros Pessoas , ,83-22, , ,55 11,54 11,92 Planos Tradicionais , ,48-1, , ,76 5,56 100,00 Total Previdência Aberta , ,48-1, , ,76 5,56 5,41 Capitalização , ,42 5, , ,77 16,10 100,00 Total Capitalizaçao , ,42 5, , ,77 16,10 23,83 Total do Mercado , ,25 23, , ,41 15,05 100,00 (*) Percentual de participação dos ramos calculado sobre o total do segmento. Percentual de participação do segmento calculado sobre o total do mercado.

6 Realizado Mensal (Dez/2012) - Mercado: BRASIL x SINDSEG Grupo/Ramos BRASIL SINDSEG Partic (%) MG Partic (%) DF Partic (%) GO Partic (%) MT Partic (%) Automóvel , ,40 14, ,16 8, ,61 2, ,86 2, ,77 1,29 Patrimonial , ,82-0, ,36-1, ,82 0, ,04 0, ,68 0,16 DPVAT , ,04 18, ,34 9, ,53 0, ,88 4, ,29 4,33 Transportes , ,75 9, ,07 6, ,49 0, ,60 1, ,59 0,88 Riscos Financeiros , ,14 42, ,31-0, ,88 42, ,98 0, ,59 0,27 Riscos Especiais ,67 Rural/Animais , ,66 16, ,50 3, ,92-0, ,99 2, ,09 10,69 Responsabilidades , ,05 16, ,69 14, ,34 0, ,80 0, ,22 0,58 Aeronáuticos , ,75 4, ,42-0, ,17 0, ,00 3,70 Marítimos , ,00 0, ,00 0,88 Habitacional , ,39 16, ,27 9, ,22 4, ,59 1, ,31 0,92 Crédito , ,67-14, ,29 0, ,41-15, ,18 0, ,27 0,09 Cascos , ,77-14, ,77-15, ,00 0,78 Outros Ramos 1.836,92 Total Seguros Gerais , ,92 9, ,46 4, ,73 2, ,92 1, ,81 1,34 Vida + AP - Coletivo , ,63 25, ,31 14, ,64 8, ,67 2, ,01 1,07 Vida + AP - Individual , ,82 21, ,69 8, ,54 2, ,30 1, ,29 8,34 VGBL 213,64-0,03-0,01-0,03-0,01 Total Seguros Pessoas , ,42 25, ,97 13, ,18 8, ,97 2, ,30 1,43 Planos Tradicionais , ,13 8, ,86 4, ,82 1, ,94 1, ,51 0,58 Total Previdência Aberta , ,13 8, ,86 4, ,82 1, ,94 1, ,51 0,58 Capitalização , ,04 14, ,20 9, ,15 1, ,82 2, ,87 1,22 Total Capitalizaçao , ,04 14, ,20 9, ,15 1, ,82 2, ,87 1,22 Total do Mercado , ,51 12, ,49 6, ,88 2, ,65 2, ,49 1,29

7 Realizado Acumulado Anual (Até Dez/2012) - Mercado: BRASIL x SINDSEG Grupo/Ramos BRASIL SINDSEG Partic (%) MG Partic (%) DF Partic (%) GO Partic (%) MT Partic (%) Automóvel , ,23 15, ,60 7, ,78 3, ,45 2, ,41 1,32 Patrimonial , ,90 9, ,05 6, ,37 1, ,05 1, ,42 0,55 DPVAT , ,56 17, ,46 8, ,00 0, ,50 4, ,60 2,98 Transportes , ,45 8, ,56 6, ,30 0, ,79 0, ,80 0,71 Rural/Animais , ,06 9, ,64 3, ,68 0, ,90 3, ,84 2,77 Riscos Financeiros , ,03 19, ,50 5, ,68 13, ,88 0, ,97 0,40 Habitacional , ,03 18, ,12 8, ,78 7, ,77 1, ,36 0,76 Responsabilidades , ,85 7, ,74 6, ,11 0, ,18 0, ,82 0,49 Marítimos , ,27 0, ,46 0, ,00 0, ,81 0, ,00 0,01 Crédito , ,78 5, ,36 0, ,22 5, ,50 0, ,30 0,00 Riscos Especiais ,74 Aeronáuticos , ,90 23, ,66 13, ,63 0, ,05 8, ,56 1,05 Cascos , ,48-0, ,35 0, ,37 0, ,24 0, ,44-0,39 Outros Ramos 796,37 Total Seguros Gerais , ,58 13, ,51 7, ,92 2, ,12 2, ,04 1,28 Vida + AP - Coletivo , ,44 22, ,91 11, ,72 7, ,02 1, ,79 0,76 Vida + AP - Individual , ,16 17, ,18 10, ,56 1, ,83 2, ,59 3,13 VGBL , ,70 1, ,70 1,64 Total Seguros Pessoas , ,30 21, ,79 11, ,28 7, ,85 1, ,38 0,88 Planos Tradicionais , ,91 9, ,18 5, ,60 1, ,36 1, ,77 0,49 Total Previdência Aberta , ,91 9, ,18 5, ,60 1, ,36 1, ,77 0,49 Capitalização , ,53 15, ,92 9, ,19 2, ,09 2, ,33 1,14 Total Capitalizaçao , ,53 15, ,92 9, ,19 2, ,09 2, ,33 1,14 Total do Mercado , ,32 14, ,39 8, ,99 3, ,42 2, ,52 1,16

8 Realizado Mensal & Acumulado / Mercado: SD Grupo/Ramos Dez/2011 Dez/2012 Cresc (%) Jan a Dez/2011 Acum Cresc (%) Partic (%) * Automóvel , ,40-9, , ,23 5,11 63,15 DPVAT , ,04 47, , ,56 15,97 12,45 Patrimonial , ,82-162, , ,90-20,33 11,17 Transportes , ,75 10, , ,45 22,60 3,73 Riscos Financeiros , ,14 529, , ,03 605,24 3,60 Rural/Animais , ,66 19, , ,06 4,70 1,85 Habitacional , ,39-1, , ,03 26,82 1,77 Aeronáuticos , ,75 8, , ,90 581,24 1,19 Responsabilidades , , , , ,85 181,36 0,71 Crédito , ,67-233, , ,78-55,81 0,36 Marítimos , , , , ,27 686,43 0,02 Cascos , ,77-116, , ,48-101,51 0,00 Total Seguros Gerais , ,92 3, , ,58 7,39 54,44 Vida + AP - Coletivo , ,63-46, , ,44 7,54 95,80 Vida + AP - Individual , ,82-22, , ,16 42,33 4,18 VGBL -0, ,70 0,02 Total Seguros Pessoas , ,42-45, , ,30 8,67 17,59 Planos Tradicionais , ,13-9, , ,91 4,83 100,00 Total Previdência Aberta , ,13-9, , ,91 4,83 3,30 Capitalização , ,04 7, , ,53 19,97 100,00 Total Capitalizaçao , ,04 7, , ,53 19,97 24,66 Total do Mercado , ,51-10, , ,32 10,38 100,00 Total Brasil , ,25 23, , ,41 15,05 (*) Percentual de participação dos ramos calculado sobre o total do segmento. Percentual de participação do segmento calculado sobre o total do mercado.

9 Realizado Mensal & Acumulado / Mercado: MG Grupo/Ramos Dez/2011 Dez/2012 Cresc (%) Jan a Dez/2011 Acum Cresc (%) Partic (%) * Automóvel , ,16 3, , ,60 12,96 61,24 Patrimonial , , , ,05-30,86 14,11 DPVAT , ,34 77, , ,46 19,10 11,92 Transportes , ,07 23, , ,56 23,88 5,60 Riscos Financeiros , ,31-113, , ,50 131,22 1,82 Habitacional , ,27 19, , ,12 7,80 1,53 Aeronáuticos , ,42-101, , ,66 320,34 1,32 Rural/Animais , ,50-24, , ,64-3,26 1,27 Responsabilidades , , , , ,74 166,72 1,14 Marítimos , , ,46 654,66 0,03 Crédito , , , ,36-95,21 0,00 Cascos , ,77-121, , ,35-99,83 0,00 Total Seguros Gerais , ,46 2, , ,51 6,56 51,94 Vida + AP - Coletivo , ,31-9, , ,91 21,17 95,33 Vida + AP - Individual , ,69-42, , ,18 39,69 4,64 VGBL -0, ,70 0,03 Total Seguros Pessoas , ,97-10, , ,79 21,96 17,04 Planos Tradicionais , ,86-23, , ,18 3,17 100,00 Total Previdência Aberta , ,86-23, , ,18 3,17 3,71 Capitalização , ,20 18, , ,92 32,51 100,00 Total Capitalizaçao , ,20 18, , ,92 32,51 27,32 Total do Mercado , ,49 2, , ,39 15,05 100,00 Total Sindseg , ,51-10, , ,32 10,38 Total Brasil , ,25 23, , ,41 15,05 (*) Percentual de participação dos ramos calculado sobre o total do segmento. Percentual de participação do segmento calculado sobre o total do mercado.

10 Realizado Mensal & Acumulado / Mercado: DF Grupo/Ramos Dez/2011 Dez/2012 Cresc (%) Jan a Dez/2011 Acum Cresc (%) Partic (%) * Automóvel , ,61-42, , ,78-14,94 69,51 Riscos Financeiros , , , , , ,37 12,89 Patrimonial , ,82-46, , ,37 144,20 8,21 Habitacional , ,22-28, , ,78 65,72 3,59 DPVAT , ,53-17, , ,00-49,75 3,08 Crédito , ,41-238, , ,22-53,34 1,78 Transportes , ,49-24, , ,30-28,19 0,38 Rural/Animais , ,92-100, , ,68-59,31 0,23 Responsabilidades , ,34 134, , ,11 0,15 Aeronáuticos , ,17 277, , ,63 279,48 0,13 Cascos ,91-100, , ,37-88,38 0,07 Marítimos ,00 0,00 Total Seguros Gerais , ,73-6, , ,92 0,78 51,18 Vida + AP - Coletivo , ,64-72, , ,72-9,06 99,15 Vida + AP - Individual , ,54 29, , ,56 11,03 0,85 Total Seguros Pessoas , ,18-72, , ,28-8,92 28,97 Planos Tradicionais , ,82 33, , ,60 2,68 100,00 Total Previdência Aberta , ,82 33, , ,60 2,68 2,94 Capitalização , ,15-0, , ,19-4,86 100,00 Total Capitalizaçao , ,15-0, , ,19-4,86 16,91 Total do Mercado , ,88-43, , ,99-3,13 100,00 Total Sindseg , ,51-10, , ,32 10,38 Total Brasil , ,25 23, , ,41 15,05 (*) Percentual de participação dos ramos calculado sobre o total do segmento. Percentual de participação do segmento calculado sobre o total do mercado.

11 Realizado Mensal & Acumulado / Mercado: GO Grupo/Ramos Dez/2011 Dez/2012 Cresc (%) Jan a Dez/2011 Acum Cresc (%) Partic (%) * Automóvel , ,86-1, , ,45 6,97 64,39 DPVAT , ,88-18, , ,50 9,73 18,74 Patrimonial , ,04-29, , ,05-10,68 7,87 Rural/Animais , ,99 333, , ,90 3,13 3,40 Aeronáuticos ,05 2,31 Transportes , ,60-27, , ,79 5,00 1,98 Habitacional , ,59 2, , ,77 28,91 0,96 Riscos Financeiros , ,98 91, , ,88 248,40 0,14 Responsabilidades , ,80 108, , ,18 158,02 0,13 Crédito , , , ,50-46,55 0,04 Marítimos ,00-100, , ,81 829,40 0,03 Cascos 2.588,02-100, , ,24-66,41 0,00 Total Seguros Gerais , ,92-8, , ,12 8,47 62,68 Vida + AP - Coletivo , ,67 74, , ,02 10,55 91,51 Vida + AP - Individual , ,30-39, , ,83 41,91 8,49 Total Seguros Pessoas , ,97 61, , ,85 12,66 8,39 Planos Tradicionais , ,94 5, , ,36 21,59 100,00 Total Previdência Aberta , ,94 5, , ,36 21,59 2,84 Capitalização , ,82-11, , ,09 10,90 100,00 Total Capitalizaçao , ,82-11, , ,09 10,90 26,09 Total do Mercado , ,65-5, , ,42 9,78 100,00 Total Sindseg , ,51-10, , ,32 10,38 Total Brasil , ,25 23, , ,41 15,05 (*) Percentual de participação dos ramos calculado sobre o total do segmento. Percentual de participação do segmento calculado sobre o total do mercado.

12 Realizado Mensal & Acumulado / Mercado: MT Grupo/Ramos Dez/2011 Dez/2012 Cresc (%) Jan a Dez/2011 Acum Cresc (%) Partic (%) * Automóvel , ,77-1, , ,41 21,73 58,35 DPVAT , ,29 177, , ,60 84,72 23,37 Patrimonial , , , ,42-29,77 6,79 Rural/Animais , ,09 347, , ,84 40,82 5,70 Transportes , ,59 90, , ,80 65,37 3,32 Habitacional , ,31 12, , ,36-3,71 0,79 Riscos Financeiros , ,59 414, , , ,37 0,79 Aeronáuticos , ,56 0,57 Responsabilidades , ,22 3, , ,82 63,23 0,51 Marítimos ,00 0,00 Crédito 4.073, ,27 217, , ,30-103,15 0,00 Cascos , ,00-91, , ,44-176,09-0,20 Total Seguros Gerais , ,81 70, , ,04 28,51 65,08 Vida + AP - Coletivo , ,01 97, , ,79 15,06 81,44 Vida + AP - Individual , ,29 12, , ,59 72,92 18,56 Total Seguros Pessoas , ,30 61, , ,38 22,68 9,10 Planos Tradicionais , ,51 33, , ,77-2,60 100,00 Total Previdência Aberta , ,51 33, , ,77-2,60 2,29 Capitalização , ,87-8, , ,33 7,90 100,00 Total Capitalizaçao , ,87-8, , ,33 7,90 23,53 Total do Mercado , ,49 44, , ,52 21,63 100,00 Total Sindseg , ,51-10, , ,32 10,38 Total Brasil , ,25 23, , ,41 15,05 (*) Percentual de participação dos ramos calculado sobre o total do segmento. Percentual de participação do segmento calculado sobre o total do mercado.

Período de Referência: Dezembro de 2010 [ ESTUDO RERERENTE AO MERCADO SEGURADOR NACIONAL NA ÁREA DE ABRANGÊNCIA DO SINDSEG MG/GO/MT/DF

Período de Referência: Dezembro de 2010 [ ESTUDO RERERENTE AO MERCADO SEGURADOR NACIONAL NA ÁREA DE ABRANGÊNCIA DO SINDSEG MG/GO/MT/DF Período de Referência: Dezembro de 2010 [ ESTUDO RERERENTE AO MERCADO SEGURADOR NACIONAL NA ÁREA DE ABRANGÊNCIA DO SINDSEG MG/GO/MT/DF ] ABRANGÊNCIA DO SINDSEG Os dados apresentados foram extraídos da

Leia mais

ANEXO I TABELA DE RAMOS E GRUPOS

ANEXO I TABELA DE RAMOS E GRUPOS Fl. 9 da CIRCULAR SUSEP N o 395, de 3 de dezembro de 2009. ANEXO I TABELA DE RAMOS E GRUPOS Grupo Nome do Grupo Identificador Nome 01 Patrimonial 12 Assistência Bens em Geral informadas no Ramo Riscos

Leia mais

ANEXO I-A Constituição da provisão de IBNR todos os ramos de seguros, exceto seguros de Vida do grupo Pessoas Individual e seguros dotais

ANEXO I-A Constituição da provisão de IBNR todos os ramos de seguros, exceto seguros de Vida do grupo Pessoas Individual e seguros dotais ANEXO I-A Constituição da provisão de IBNR todos os ramos de seguros, exceto seguros de Vida do grupo Pessoas Individual e seguros dotais Art. 1º Para os ramos que estão em run-off, deverão ser utilizados

Leia mais

ANEXO (TABELA DE RAMOS E GRUPOS) Bens em Geral

ANEXO (TABELA DE RAMOS E GRUPOS) Bens em Geral ANEXO (TABELA DE RAMOS E GRUPOS) Nome 01 Patrimonial 12 Assistência Bens em Geral informadas no Ramo Riscos Diversos (0171). Engloba as operações de seguro de garantia estendida/complementação de garantia,

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA Superintendência de Seguros Privados

MINISTÉRIO DA FAZENDA Superintendência de Seguros Privados MINISTÉRIO DA FAZENDA Superintendência de Seguros Privados CIRCULAR SUSEP nº XXX, de X de XXXX de 2013 Estabelece critérios para fins de cálculo da provisão de sinistros ocorridos e não avisados (IBNR)

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS. RESOLUÇÃO CNSP N o 158, DE 2006.

MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS. RESOLUÇÃO CNSP N o 158, DE 2006. MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS RESOLUÇÃO CNSP N o 58, DE 2006. Dispõe sobre as regras sobre o capital adicional baseado nos riscos de subscrição das sociedades seguradoras

Leia mais

A Taxa Média de Retorno do Patrimônio Líquido foi equivalente a uma aplicação financeira com remuneração anual de 34,69% contra 24,94%.

A Taxa Média de Retorno do Patrimônio Líquido foi equivalente a uma aplicação financeira com remuneração anual de 34,69% contra 24,94%. 1- INTRODUÇÃO: A SUSEP liberou no dia 07/03/2015 os números do Mercado de Seguros e Previdência referente ao mês de janeiro 2015. Cabe ainda lembrar que esses números se referem ao banco de dados SES o

Leia mais

Análise I4PRO do Mercado Segurador Brasileiro

Análise I4PRO do Mercado Segurador Brasileiro Análise I4PRO do Mercado Segurador Brasileiro Emissão entre JAN/2015 a SET/2015 [Arquivo Resumo_SUSEP_de_201501_a_201509_BRL-DPVAT.pdf] Análise I4PRO do Mercado Segurador Brasileiro - Emissão entre JAN/2015

Leia mais

VOTO PROCESSO N.º 15414.001971/2008-48 DIRETOR ALEXANDRE PENNER

VOTO PROCESSO N.º 15414.001971/2008-48 DIRETOR ALEXANDRE PENNER VOTO ASSUNTO: MINUTA DE CIRCULAR QUE ESTABELECE A CODIFICAÇÃO DOS RAMOS DE SEGUROS E DISPÕE SOBRE A CLASSIFICAÇÃO DE COBERTURAS CONTIDAS EM PLANOS DE SEGUROS, PARA FINS DE CONTABILIZAÇÃO. PROCESSO N.º

Leia mais

Análise I4PRO do Mercado Segurador Brasileiro

Análise I4PRO do Mercado Segurador Brasileiro Análise I4PRO do Mercado Segurador Brasileiro Emissão entre JAN/2015 a OUT/2015 [Arquivo Resumo_SUSEP_de_201501_a_201510_BRL-DPVAT.pdf] Análise I4PRO do Mercado Segurador Brasileiro - Emissão entre JAN/2015

Leia mais

Terra Report. Relatório do Mercado Brasileiro de Resseguros. número 13. Edição. Setembro 2014. Índice:

Terra Report. Relatório do Mercado Brasileiro de Resseguros. número 13. Edição. Setembro 2014. Índice: Edição número 13 Setembro 2014 Data de publicação: 22 de Dezembro de 2014 Índice: Introdução... 2 Resseguradoras Operando no Brasil... 3 Mercado Brasileiro de Seguros Gerais... 4 Mercado Brasileiro de

Leia mais

Relatório do Mercado Brasileiro de Resseguros

Relatório do Mercado Brasileiro de Resseguros Edição número 12 Junho 2014 Data de publicação: 22 de Setembro de 2014 Terra Report Índice: Terra Report... 1 Introdução... 3 Mercado Brasileiro de Seguros Gerais... 4 Mercado Brasileiro de Resseguros...

Leia mais

Terra Report. Relatório do Mercado Brasileiro de Resseguros. número 11. Edição. Abril 2014

Terra Report. Relatório do Mercado Brasileiro de Resseguros. número 11. Edição. Abril 2014 Edição número 11 Abril 2014 Data de publicação: 24 de Julho de 2014 Terra Report Índice: Introdução... 3 Mercado Brasileiro de Seguros Gerais... 4 Mercado Brasileiro de Resseguros... 8 Resultado das Resseguradoras

Leia mais

Terra Report Índice: Relatório do Mercado Brasileiro de Resseguros. número 10. Edição. Setembro 2013

Terra Report Índice: Relatório do Mercado Brasileiro de Resseguros. número 10. Edição. Setembro 2013 Edição número 10 Setembro 2013 Data de publicação: 6 de Janeiro de 2014 Terra Report Índice: Introdução... 3 Mercado Brasileiro de Seguros Gerais... 4 Mercado Brasileiro de Resseguros... 6 Resultado das

Leia mais

Terra Report. Relatório do Mercado Brasileiro de Resseguros. número 7. Edição. Dezembro 2012

Terra Report. Relatório do Mercado Brasileiro de Resseguros. número 7. Edição. Dezembro 2012 Edição número 7 Dezembro 2012 Data de publicação: 26 de Abril de 2013 Terra Report Índice: Introdução... 2 Principais Segmentos do Mercado de Seguros Brasileiro... 3 Mercado Brasileiro de Seguros Gerais...

Leia mais

ANEXO I BICICLETA ESCOLAR. Modelo de ofício para adesão à ata de registro de preços (GRUPO 1)

ANEXO I BICICLETA ESCOLAR. Modelo de ofício para adesão à ata de registro de preços (GRUPO 1) ANEXO I BICICLETA ESCOLAR Modelo de ofício para adesão à ata de registro de preços (GRUPO 1) Assunto: Adesão à ata de registro de preços nº 70/2010 do pregão eletrônico nº 40/2010. 1 2 BICICLETA 20 - AC,

Leia mais

[ESTUDO DO MERCADO SEGURADOR NA ÁREA DE ABRANGÊNCIA DO SINDSEG MG/GO/MT/DF]

[ESTUDO DO MERCADO SEGURADOR NA ÁREA DE ABRANGÊNCIA DO SINDSEG MG/GO/MT/DF] [ESTUDO DO MERCADO SEGURADOR NA ÁREA DE ABRANGÊNCIA DO SINDSEG MG/GO/MT/DF] ESTUDO DE MERCADO REFERENTE AO TOTAL ARRECADADO ENTRE PRÊMIOS E CONTRIBUIÇÕES NO MERCADO Realizado Acumulado - 2009 / 2010 -

Leia mais

Informe Anual do Mercado Segurador Brasileiro

Informe Anual do Mercado Segurador Brasileiro Informe Anual do Mercado Segurador Brasileiro 2006 Se me fosse possível, escreveria a palavra seguro no umbral de cada porta, na fronte de cada homem, tão convencido estou de que o seguro pode, mediante

Leia mais

Análise I4PRO do Mercado Segurador Brasileiro

Análise I4PRO do Mercado Segurador Brasileiro Análise I4PRO do Mercado Segurador Brasileiro Emissão entre JAN/2016 a ABR/2016 [Arquivo Resumo_SUSEP_de_201601_a_201604_BRL-DPVAT.pdf] Análise I4PRO do Mercado Segurador Brasileiro - Emissão entre JAN/2016

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico. Referência: Ofício SDE/GAB n 6010/2005, de 22 de dezembro de 2005.

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico. Referência: Ofício SDE/GAB n 6010/2005, de 22 de dezembro de 2005. MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico Parecer Técnico n.º 06002/2006/RJ COGAM/SEAE/MF 03 de janeiro de 2006 Referência: Ofício SDE/GAB n 6010/2005, de 22 de dezembro de 2005. Assunto:

Leia mais

Análise I4PRO do Mercado Segurador Brasileiro

Análise I4PRO do Mercado Segurador Brasileiro Análise I4PRO do Mercado Segurador Brasileiro Emissão entre JAN/2015 a SET/2015 [Arquivo Resumo_SUSEP_de_201501_a_201509_BRL.pdf] Análise I4PRO do Mercado Segurador Brasileiro - Emissão entre JAN/2015

Leia mais

Indenizações Pagas Quantidades

Indenizações Pagas Quantidades Natureza da Indenização Jan a Dez 2011 % Jan a Dez 2012 % Jan a Dez 2012 x Jan a Dez 2011 Morte 58.134 16% 60.752 12% 5% Invalidez Permanente 239.738 65% 352.495 69% 47% Despesas Médicas (DAMS) 68.484

Leia mais

De janeiro a junho de 2013 as indenizações pagas pelo Seguro DPVAT registraram crescimento de 38% ante mesmo período de 2012.

De janeiro a junho de 2013 as indenizações pagas pelo Seguro DPVAT registraram crescimento de 38% ante mesmo período de 2012. De janeiro a junho de 2013 as indenizações pagas pelo Seguro DPVAT registraram crescimento de 38% ante mesmo período de 2012. Os casos de Invalidez Permanente representaram a maioria das indenizações pagas

Leia mais

SEGURO RISCOS RURAIS 2002 / JAN A SET - 2012

SEGURO RISCOS RURAIS 2002 / JAN A SET - 2012 SEGURO RISCOS RURAIS 2002 / JAN A SET - 2012 1 SEGURO RISCOS RURAIS Esse estudo tomou por base dados oficiais gerados pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, IBGE e pela SUSEP (Superintendência

Leia mais

Estabelece a codificação dos ramos de seguro e dispõe sobre a classificação das coberturas contidas em planos de seguro, para fins de contabilização.

Estabelece a codificação dos ramos de seguro e dispõe sobre a classificação das coberturas contidas em planos de seguro, para fins de contabilização. CIRCULAR SUSEP Nº 395, DE 03 DE DEZEMBRO DE 2009 Estabelece a codificação dos ramos de seguro e dispõe sobre a classificação das coberturas contidas em planos de seguro, para fins de contabilização. O

Leia mais

SEGUROS DIRETOS R$ 15.575.883 43,36% R$ 18.153.604 43,69% 16,55% DPVAT R$ 1.267.600 3,53% R$ 1.436.782 3,46% 13,35%

SEGUROS DIRETOS R$ 15.575.883 43,36% R$ 18.153.604 43,69% 16,55% DPVAT R$ 1.267.600 3,53% R$ 1.436.782 3,46% 13,35% MERCADO BRASILEIRO DE SEGUROS JAN A ABRIL 2011 Tomando por base os números divulgados hoje pela SUSEP através do sistema de informações SES (que tem como fonte os FIPS enviados pelas empresas) o mercado

Leia mais

ANÁLISE MERCADO DE SEGUROS TRANSPORTES NACIONAIS JAN A JULHO 2014 NÚMEROS SUSEP SES

ANÁLISE MERCADO DE SEGUROS TRANSPORTES NACIONAIS JAN A JULHO 2014 NÚMEROS SUSEP SES ANÁLISE MERCADO DE SEGUROS TRANSPORTES NACIONAIS JAN A JULHO NÚMEROS SUSEP SES lcastiglione@uol.com.br - 011-99283-6616 Página 1 1- INTRODUÇÃO: Como sabemos a SUSEP, no intuito de aperfeiçoar as avaliações

Leia mais

INFORME SARGSUS. Situação da Alimentação do Relatório de Gestão Ano 2013-2014 Informações sobre Plano e Programação Anual de Saúde

INFORME SARGSUS. Situação da Alimentação do Relatório de Gestão Ano 2013-2014 Informações sobre Plano e Programação Anual de Saúde INFORME SARGSUS Situação da Alimentação do Relatório de Gestão Ano 2013-2014 Informações sobre Plano e Programação Anual de Saúde 1 ESFERA MUNICIPAL 1.1 Relatório de Gestão Ano 2013 Até a presente data,

Leia mais

PAINEL OPORTUNIDADES DE NEGÓCIOS DO MERCADO DE SEGUROS MINEIRO. Seguros de Pessoas

PAINEL OPORTUNIDADES DE NEGÓCIOS DO MERCADO DE SEGUROS MINEIRO. Seguros de Pessoas PAINEL OPORTUNIDADES DE NEGÓCIOS DO MERCADO DE SEGUROS MINEIRO Seguros de Pessoas SEGUROS DE PESSOAS Brasil por UF SP e RJ detém 60% do mercado; MG se mantém em 3º no Brasil, com 7,6% de participação;

Leia mais

ANÁLISE DOS PRÊMIOS EMITIDOS GRUPOS / UNIDADE DA FEDERAÇÃO I SEMESTRE 2014

ANÁLISE DOS PRÊMIOS EMITIDOS GRUPOS / UNIDADE DA FEDERAÇÃO I SEMESTRE 2014 ANÁLISE DOS PRÊMIOS EMITIDOS GRUPOS / UNIDADE DA FEDERAÇÃO I SEMESTRE 2014 lcastiglione@uol.com.br - 011-99283-6616 Página 1 PRÊMIOS EMITIDOS: De acordo com os números divulgados pela SUSEP (07/08/2014)

Leia mais

(MLRV) SEGURO D&O JAN A MAIO DE 2015 SUSEP SES. lcastiglione@uol.com.br - 011-99283-6616 Página 1

(MLRV) SEGURO D&O JAN A MAIO DE 2015 SUSEP SES. lcastiglione@uol.com.br - 011-99283-6616 Página 1 SEGURO D&O JAN A MAIO DE 2015 SUSEP SES lcastiglione@uol.com.br - 011-99283-6616 Página 1 1- INTRODUÇÃO: D&O é uma abreviação da expressão em inglês Directors and Officers Liability Insurance. Este seguro

Leia mais

ANÁLISE MERCADO DE SEGUROS AUTOMÓVEIS JAN A MAIO 2014 NÚMEROS SUSEP SES

ANÁLISE MERCADO DE SEGUROS AUTOMÓVEIS JAN A MAIO 2014 NÚMEROS SUSEP SES ANÁLISE MERCADO DE SEGUROS AUTOMÓVEIS JAN A MAIO 2014 NÚMEROS SUSEP SES lcastiglione@uol.com.br - 011-99283-6616 Página 1 1- INTRODUÇÃO: Como sabemos a SUSEP, no intuito de aperfeiçoar as avaliações de

Leia mais

MERCADO BRASILEIRO DE SEGUROS AUTOMÓVEIS

MERCADO BRASILEIRO DE SEGUROS AUTOMÓVEIS MERCADO BRASILEIRO DE SEGUROS AUTOMÓVEIS I BIMESTRE -2013 1 O segmento de Automóveis encerrou o mês de janeiro com um volume de produção de R$ 4,3 bilhões contra R$ 3,4 bilhões de 2012, um crescimento

Leia mais

Indenizações Pagas Quantidades

Indenizações Pagas Quantidades Natureza da Indenização Jan a Dez 2012 % Jan a Dez 2013 % Jan a Dez 2013 x Jan a Dez 2012 Morte 60.752 1 54.767 9% - Invalidez Permanente 352.495 69% 444.206 70% 2 Despesas Médicas (DAMS) 94.668 19% 134.872

Leia mais

MERCADO DE CAPITALIZAÇÃO JANEIRO / ABRIL -2011

MERCADO DE CAPITALIZAÇÃO JANEIRO / ABRIL -2011 MERCADO DE CAPITALIZAÇÃO JANEIRO / ABRIL -2011 1 MERCADO DE CAPITALIZAÇÃO: O Mercado de títulos de capitalização vem mantendo crescimentos fortes e retornos robustos. Nesse período o volume de vendas atingiu

Leia mais

CASTIGLIONE (MLRV) MERCADO BRASILEIRO DE SEGUROS E PREVIDÊNCIA RESULTADOS DE JAN A NOV 2011

CASTIGLIONE (MLRV) MERCADO BRASILEIRO DE SEGUROS E PREVIDÊNCIA RESULTADOS DE JAN A NOV 2011 MERCADO BRASILEIRO DE SEGUROS E PREVIDÊNCIA RESULTADOS DE JAN A NOV 2011 O Mercado Brasileiro de Seguros e Previdência encerrou o período de jan a novembro de 2011 apresentando um Lucro Líquido não consolidado

Leia mais

MERCADO BRASILEIRO DE SEGUROS RC GERAL

MERCADO BRASILEIRO DE SEGUROS RC GERAL MERCADO BRASILEIRO DE SEGUROS RC GERAL I BIMESTRE -2013 1 O segmento de RC Geral encerrou o I Bimestre com um volume de produção de R$ 130 milhões contra R$ 124 milhões de 2012, um crescimento nominal

Leia mais

(MLRV) SEGURO GARANTIA ESTENDIDA JAN A MAIO DE 2015 SUSEP SES. lcastiglione@uol.com.br - 011-99283-6616 Página 1

(MLRV) SEGURO GARANTIA ESTENDIDA JAN A MAIO DE 2015 SUSEP SES. lcastiglione@uol.com.br - 011-99283-6616 Página 1 SEGURO GARANTIA ESTENDIDA JAN A MAIO DE 2015 SUSEP SES lcastiglione@uol.com.br - 011-99283-6616 Página 1 1- INTRODUÇÃO: O seguro de Garantia Estendida tem como objetivo fornecer ao segurado, facultativamente

Leia mais

(MLRV) CRÉDITO INTERNO JAN A MAIO DE 2015 SUSEP SES. lcastiglione@uol.com.br - 011-99283-6616 Página 1

(MLRV) CRÉDITO INTERNO JAN A MAIO DE 2015 SUSEP SES. lcastiglione@uol.com.br - 011-99283-6616 Página 1 CRÉDITO INTERNO JAN A MAIO DE 2015 SUSEP SES lcastiglione@uol.com.br - 011-99283-6616 Página 1 1- INTRODUÇÃO: Também chamado seguro de crédito doméstico, esse seguro oferece cobertura com validade no território

Leia mais

MERCADO BRASILEIRO DE SEGUROS

MERCADO BRASILEIRO DE SEGUROS MERCADO BRASILEIRO DE SEGUROS PRESTAMISTA RESULTADOS E INDICADORES JAN A MAIO 2010 09-07-2010 1 MERCADO BRASILEIRO DE SEGUROS PRESTAMISTA Esse conjunto encerrou o período com um volume de vendas de R$

Leia mais

MERCADO BRASILEIRO DE SEGUROS TRANSPORTES INTERNACIONAIS

MERCADO BRASILEIRO DE SEGUROS TRANSPORTES INTERNACIONAIS MERCADO BRASILEIRO DE SEGUROS TRANSPORTES INTERNACIONAIS I BIMESTRE -2013 1 O segmento de Transportes Internacionais encerrou o mês de janeiro com um volume de produção de R$ 85 milhões contra R$ 84 milhões

Leia mais

AGÊNCIA NACIONAL DE TELECOMUNICAÇÕES Acessos Quantidade de Acessos no Brasil Dividido por Tecnologia/Velocidade/UF

AGÊNCIA NACIONAL DE TELECOMUNICAÇÕES Acessos Quantidade de Acessos no Brasil Dividido por Tecnologia/Velocidade/UF AGÊNCIA NACIONAL DE TELECOMUNICAÇÕES Acessos Quantidade de Acessos no Brasil Dividido por Tecnologia/Velocidade/UF UF Tecnologia Velocidade Quantidade de Acessos AC ATM 12 Mbps a 34Mbps 3 AC ATM 34 Mbps

Leia mais

(MLRV) SEGURO RISCOS DE ENGENHARIA JAN A MAIO DE 2015 SUSEP SES. lcastiglione@uol.com.br - 011-99283-6616 Página 1

(MLRV) SEGURO RISCOS DE ENGENHARIA JAN A MAIO DE 2015 SUSEP SES. lcastiglione@uol.com.br - 011-99283-6616 Página 1 SEGURO RISCOS DE ENGENHARIA JAN A MAIO DE 2015 SUSEP SES lcastiglione@uol.com.br - 011-99283-6616 Página 1 1- INTRODUÇÃO: As coberturas oferecidas pelo mercado podem ser básicas, especiais e adicionais.

Leia mais

MERCADO BRASILEIRO DE 2010 X 2009

MERCADO BRASILEIRO DE 2010 X 2009 MERCADO BRASILEIRO DE SEGUROS 2010 X 2009 1 MERCADO BRASILEIRO DE SEGUROS RESULTADOS DE 2010 X 2009 A SUSEP divulgou hoje os números do Mercado de Seguros referente ao Exercício de 2010. Essa divulgação

Leia mais

MINISTÉRIO DO TRABALHO E EMPREGO CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE VAGAS EM CARGOS DE NÍVEL SUPERIOR E DE NÍVEL MÉDIO DEMANDA DE CANDIDATOS POR VAGA

MINISTÉRIO DO TRABALHO E EMPREGO CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE VAGAS EM CARGOS DE NÍVEL SUPERIOR E DE NÍVEL MÉDIO DEMANDA DE CANDIDATOS POR VAGA Nível superior Cargo 1: Contador DF Brasília/Sede da Administração Central 35 1820 52,00 Nível médio Cargo 2: Agente Administrativo AC Rio Branco/Sede da SRTE 2 1496 748,00 Nível médio Cargo 2: Agente

Leia mais

RISCOS NOMEADOS E OPERACIONAIS JAN A MAIO DE 2012

RISCOS NOMEADOS E OPERACIONAIS JAN A MAIO DE 2012 RISCOS NOMEADOS E OPERACIONAIS JAN A MAIO DE 2012 1 ANÁLISE RISCOS NOMEADOS E OPERACIONAIS: Essa análise está calcada nos números divulgados pela SUSEP referente ao período de jan a maio de 2012 através

Leia mais

(MLRV) TRANSPORTES NACIONAIS JAN A JUNHO DE 2015 SUSEP SES. lcastiglione@uol.com.br - 011-99283-6616 Página 1

(MLRV) TRANSPORTES NACIONAIS JAN A JUNHO DE 2015 SUSEP SES. lcastiglione@uol.com.br - 011-99283-6616 Página 1 TRANSPORTES NACIONAIS JAN A JUNHO DE 2015 SUSEP SES lcastiglione@uol.com.br - 011-99283-6616 Página 1 1- INTRODUÇÃO: Lamentavelmente a SUSEP alterou a estrutura de resultados não mais detalhando os prêmios

Leia mais

POLITICAS PARA O TRÂNSITO SEGURO DE MOTOS

POLITICAS PARA O TRÂNSITO SEGURO DE MOTOS Seminário POLITICAS PARA O TRÂNSITO SEGURO DE MOTOS LEGISLAÇÃO, FISCALIZAÇÃO E POLÍTICA DE SEGURANÇA Brasília DF 13 de setembro de 2012 Regulamentação da atividade de mototaxista Mesmo diante da ausência

Leia mais

(MLRV) TRANSPORTES INTERNACIONAIS JAN A JUNHO DE 2015 SUSEP SES. lcastiglione@uol.com.br - 011-99283-6616 Página 1

(MLRV) TRANSPORTES INTERNACIONAIS JAN A JUNHO DE 2015 SUSEP SES. lcastiglione@uol.com.br - 011-99283-6616 Página 1 TRANSPORTES INTERNACIONAIS JAN A JUNHO DE 2015 SUSEP SES lcastiglione@uol.com.br - 011-99283-6616 Página 1 1- INTRODUÇÃO: Lamentavelmente a SUSEP alterou a estrutura de resultados não mais detalhando os

Leia mais

Gestão de risco rural, Proagro, seguro rural e Fundo de Catástrofe. Mesquita de Sant Ana Coordenador-Geral de Seguro Rural SPA/DEGER

Gestão de risco rural, Proagro, seguro rural e Fundo de Catástrofe. Mesquita de Sant Ana Coordenador-Geral de Seguro Rural SPA/DEGER Gestão de risco rural, Proagro, seguro rural e Fundo de Catástrofe Eustáquio Mesquita de Sant Ana Coordenador-Geral de Seguro Rural SPA/DEGER RR AP AM PA MA CE RN AC 90 s RO MT TO PI BA PB PE AL SE 80

Leia mais

Pendências de Envio do Relatório de Gestão Municipal-2013 aos CMS

Pendências de Envio do Relatório de Gestão Municipal-2013 aos CMS INFORME SARGSUS Situação da Alimentação do Relatório de Gestão Ano 2013-2014 Informações sobre Plano e Programação Anual de Saúde 1 ESFERA MUNICIPAL 1.1 Relatório de Gestão Ano 2013 Até a presente data,

Leia mais

DEMANDA DE CANDIDATOS POR CARGO / UF NÍVEL SUPERIOR

DEMANDA DE CANDIDATOS POR CARGO / UF NÍVEL SUPERIOR EM CARGOS DE E DE NÍVEL INTERMEDIÁRIO Administrador AC 1 14 14.00 Administrador AL 1 53 53.00 Administrador AP 1 18 18.00 Administrador BA 1 75 75.00 Administrador DF 17 990 58.24 Administrador MT 1 55

Leia mais

A representação institucional do mercado segurador

A representação institucional do mercado segurador A representação institucional do mercado segurador A Confederação Nacional das Empresas de Seguros Gerais, Previdência Privada e Vida, Saúde Suplementar e Capitalização CNseg é a entidade de representação

Leia mais

CENÁRIO: NOVA REPRESENTAÇÃO CONFEDERAÇÃO DE SEGUROS E RESPECTIVAS FEDERAÇÕES

CENÁRIO: NOVA REPRESENTAÇÃO CONFEDERAÇÃO DE SEGUROS E RESPECTIVAS FEDERAÇÕES CENÁRIO: NOVA REPRESENTAÇÃO CONFEDERAÇÃO DE SEGUROS E RESPECTIVAS FEDERAÇÕES = 2 DADOS Federação Nacional de Seguros Gerais - Fenseg Fundada em 07 de fevereiro de 2007 Endereço: Rua Senador Dantas, 74

Leia mais

(MLRV) SEGURO EMPRESARIAL JAN A MAIO DE 2015 SUSEP SES. lcastiglione@uol.com.br - 011-99283-6616 Página 1

(MLRV) SEGURO EMPRESARIAL JAN A MAIO DE 2015 SUSEP SES. lcastiglione@uol.com.br - 011-99283-6616 Página 1 SEGURO JAN A MAIO DE 2015 SUSEP SES lcastiglione@uol.com.br - 011-99283-6616 Página 1 1- INTRODUÇÃO: O Seguro Empresarial vem sofrendo baixas expressivas em função da situação econômica do País. Baixo

Leia mais

O QUE É A LEI DE INCENTIVO AO ESPORTE?

O QUE É A LEI DE INCENTIVO AO ESPORTE? O QUE É A LEI DE INCENTIVO AO ESPORTE? Instrumento que permite o financiamento, por meio de incentivos fiscais, de projetos esportivos aprovados pelo Ministério do Esporte. BASE LEGAL: Lei 11.438/06 -

Leia mais

ANÁLISE MERCADO DE SEGUROS RISCOS NOMEADOS E OPERACIONAIS JAN A MAIO 2014 NÚMEROS SUSEP SES

ANÁLISE MERCADO DE SEGUROS RISCOS NOMEADOS E OPERACIONAIS JAN A MAIO 2014 NÚMEROS SUSEP SES ANÁLISE MERCADO DE SEGUROS RISCOS NOMEADOS E OPERACIONAIS JAN A MAIO 2014 NÚMEROS SUSEP SES lcastiglione@uol.com.br - 011-99283-6616 Página 1 1- INTRODUÇÃO: Como sabemos a SUSEP, no intuito de aperfeiçoar

Leia mais

(MLRV) SEGURO ACIDENTES PESSOAIS JAN A MAIO DE 2015 SUSEP SES. lcastiglione@uol.com.br - 011-99283-6616 Página 1

(MLRV) SEGURO ACIDENTES PESSOAIS JAN A MAIO DE 2015 SUSEP SES. lcastiglione@uol.com.br - 011-99283-6616 Página 1 SEGURO ACIDENTES PESSOAIS JAN A MAIO DE 2015 SUSEP SES lcastiglione@uol.com.br - 011-99283-6616 Página 1 1- INTRODUÇÃO: O Seguro de Acidentes Pessoais garante o pagamento de uma indenização aos beneficiários

Leia mais

Classificação A Classificação do ramo Riscos de Engenharia compreende várias modalidades, enquadradas em duas grandes categorias:

Classificação A Classificação do ramo Riscos de Engenharia compreende várias modalidades, enquadradas em duas grandes categorias: MERCADO BRASILEIRO DE SEGUROS RISCOS DE ENGENHARIA JAN A MAIO / 2011 Os Seguros de Riscos de Engenharia garantem, basicamente, a reposição de bens que tenham sofrido danos materiais, oferecendo cobertura

Leia mais

De forma geral serve como um elemento de apoio econômico, proporcionando segurança financeira ao investimento.

De forma geral serve como um elemento de apoio econômico, proporcionando segurança financeira ao investimento. MERCADO BRASILEIRO DE SEGUROS RISCOS DE ENGENHARIA 12 MESES ENCERRADOS EM ABRIL DE 2009 O seguro de Riscos de Engenharia garante ao construtor a cobertura para os prejuízos que venha a sofrer em decorrência

Leia mais

ANÁLISE PRODUTOS 2014 SEGURO GARANTIA I TRIMESTRE DE 2014

ANÁLISE PRODUTOS 2014 SEGURO GARANTIA I TRIMESTRE DE 2014 ANÁLISE PRODUTOS 2014 SEGURO GARANTIA I TRIMESTRE DE 2014 lcastiglione@uol.com.br - 011-99283-6616 Página 1 1- INTRODUÇÃO: Lamentavelmente esse estudo será restrito ao volume de prêmios não tendo, por

Leia mais

ANÁLISE MERCADO DE SEGUROS GARANTIAS JAN A DEZ 2014 NÚMEROS SUSEP - SES (02/03/2015)

ANÁLISE MERCADO DE SEGUROS GARANTIAS JAN A DEZ 2014 NÚMEROS SUSEP - SES (02/03/2015) ANÁLISE MERCADO DE SEGUROS JAN A DEZ 2014 NÚMEROS SUSEP - SES (02/03/2015) lcastiglione@uol.com.br - 011-99283-6616 Página 1 1- INTRODUÇÃO: Como sabemos a SUSEP, no intuito de aperfeiçoar as avaliações

Leia mais

CASTIGLIONE SEGURO ACIDENTES PESSOAIS JAN A SETEMBRO DE 2015 SUSEP SES

CASTIGLIONE SEGURO ACIDENTES PESSOAIS JAN A SETEMBRO DE 2015 SUSEP SES SEGURO ACIDENTES PESSOAIS JAN A SETEMBRO DE 2015 SUSEP SES 1 1- INTRODUÇÃO: O Seguro de Acidentes Pessoais garante o pagamento de uma indenização aos beneficiários em caso de morte acidental, em caso de

Leia mais

4» Quadra escolar Maria Nascimento Paiva. 1» Centro de Artes e Esportes Unificados. 2» Unidade Básica de Saúde, Clínica da Família Quadra 308

4» Quadra escolar Maria Nascimento Paiva. 1» Centro de Artes e Esportes Unificados. 2» Unidade Básica de Saúde, Clínica da Família Quadra 308 1 2 8 1» Centro de Artes e Esportes Unificados Rio Branco AC 2» Unidade Básica de Saúde, Clínica da Família Quadra 308 Recanto das Emas DF 3» Creche Ipê Rosa Samambaia DF 4» Quadra escolar Maria Nascimento

Leia mais

SEGUROS DE RESPONSABILIDADES DADOS SUSEP JAN A AGOSTO - 2012

SEGUROS DE RESPONSABILIDADES DADOS SUSEP JAN A AGOSTO - 2012 SEGUROS DE RESPONSABILIDADES DADOS SUSEP JAN A AGOSTO - 2012 1 INTRODUÇÃO: Esses números foram extraídos do sistema de informações da SUSEP SES o qual é formado através dos FIPES que as seguradoras enviam

Leia mais

EDITAL SG/MPU N.º 27, DE 2 DE OUTUBRO DE 2007.

EDITAL SG/MPU N.º 27, DE 2 DE OUTUBRO DE 2007. VA PUBLICADO NO DIÁRIO OFICIAL DA UNIÃO DE 4/10/2007, SEÇÃO 3, PÁG.. EDITAL SG/MPU N.º 27, DE 2 DE OUTUBRO DE 2007. Divulgar a distribuição de vagas do Concurso Público para provimento de cargos e formação

Leia mais

ANÁLISE MERCADO DE SEGUROS RISCOS DE ENGENHARIA JAN A MAIO 2014 NÚMEROS SUSEP SES

ANÁLISE MERCADO DE SEGUROS RISCOS DE ENGENHARIA JAN A MAIO 2014 NÚMEROS SUSEP SES ANÁLISE MERCADO DE SEGUROS RISCOS DE ENGENHARIA JAN A MAIO 2014 NÚMEROS SUSEP SES lcastiglione@uol.com.br - 011-99283-6616 Página 1 1- INTRODUÇÃO: Como sabemos a SUSEP, no intuito de aperfeiçoar as avaliações

Leia mais

Administração. Segurança. Corporativo. Habitacional. Produto Contratos. Ramos Elementares. Vida. Habitacional. Habitacional.

Administração. Segurança. Corporativo. Habitacional. Produto Contratos. Ramos Elementares. Vida. Habitacional. Habitacional. 20 SIES VISÃO GERAL Sistema Especialista para Seguros Registro INPI nro.: 94007756 - Copyright 2011. Todos os direitos reservados. Bancos Corretor Processos Batch Interfaces Agências e-sies Central Atendimento

Leia mais

SEGURO PRESTAMISTA JAN A MAIO DE 2015 SUSEP SES

SEGURO PRESTAMISTA JAN A MAIO DE 2015 SUSEP SES SEGURO PRESTAMISTA JAN A MAIO DE 2015 SUSEP SES lcastiglione@uol.com.br - 011-99283-6616 Página 1 1- INTRODUÇÃO: As características do seguro prestamista fazem com que o período de vigência seja de acordo

Leia mais

CASTIGLIONE SEGURO ACIDENTES PESSOAIS JAN A OUTUBRO DE 2015 SUSEP SES

CASTIGLIONE SEGURO ACIDENTES PESSOAIS JAN A OUTUBRO DE 2015 SUSEP SES SEGURO JAN A OUTUBRO DE 2015 SUSEP SES 1 1- INTRODUÇÃO: O Seguro de Acidentes Pessoais garante o pagamento de uma indenização aos beneficiários em caso de morte acidental, em caso de invalidez permanente

Leia mais

CASTIGLIONE SEGURO VIDA EM GRUPO JAN A SET DE 2015 SUSEP SES. lcastiglione@uol.com.br - 011-99283-6616 Página 1

CASTIGLIONE SEGURO VIDA EM GRUPO JAN A SET DE 2015 SUSEP SES. lcastiglione@uol.com.br - 011-99283-6616 Página 1 SEGURO VIDA EM GRUPO JAN A SET DE 2015 SUSEP SES lcastiglione@uol.com.br - 011-99283-6616 Página 1 1- INTRODUÇÃO: No seguro de vida podem ser contratadas garantias de morte ou invalidez, ambas por acidente

Leia mais

MERCADO SEGURADOR BRASILEIRO GARANTIA - TOTAL R$ 2010 % 2011 % %11/10. Prêmios Líquidos Emitidos R$ 260.843.284 100,0% R$ 313.271.

MERCADO SEGURADOR BRASILEIRO GARANTIA - TOTAL R$ 2010 % 2011 % %11/10. Prêmios Líquidos Emitidos R$ 260.843.284 100,0% R$ 313.271. MERCADO BRASILEIRO DE SEGUROS GARANTIA JAN A MAIO 2011 Esse foi um dos conjuntos que sofreram alterações em classificação de produtos. Pelo relatório da SUSEP passamos a ter somente dois ramos: Garantia

Leia mais

Apresentação do IDConselho Municipal. Apresentação elaborada pela Coordenação Geral de Vigilância Socioassistencial CGVIS Brasília

Apresentação do IDConselho Municipal. Apresentação elaborada pela Coordenação Geral de Vigilância Socioassistencial CGVIS Brasília Apresentação do IDConselho Municipal Apresentação elaborada pela Coordenação Geral de Vigilância Socioassistencial CGVIS Brasília 5.366 Conselhos Municipais que preencheram o Censo SUAS 2014 Dinâmica de

Leia mais

CASTIGLIONE (MLRV) SEGURO GARANTIA UM MERCADO NERVOSO

CASTIGLIONE (MLRV) SEGURO GARANTIA UM MERCADO NERVOSO SEGURO GARANTIA UM MERCADO NERVOSO A SUSEP acabou de divulgar os números referentes ao período de janeiro a novembro de 2011. Sem sombra de dúvidas o SES Sistema de Estatísticas da SUSEP é o único instrumento

Leia mais

(MLRV) SEGURO RESIDENCIAL JAN A MAIO DE 2015 SUSEP SES. lcastiglione@uol.com.br - 011-99283-6616 Página 1

(MLRV) SEGURO RESIDENCIAL JAN A MAIO DE 2015 SUSEP SES. lcastiglione@uol.com.br - 011-99283-6616 Página 1 SEGURO RESIDENCIAL JAN A MAIO DE 2015 SUSEP SES lcastiglione@uol.com.br - 011-99283-6616 Página 1 1- INTRODUÇÃO: O Seguro Residencial na atualidade tem um objetivo primordial à proteção das residenciais

Leia mais

Agência Nacional de Telecomunicações. Entidade Aferidora da Qualidade

Agência Nacional de Telecomunicações. Entidade Aferidora da Qualidade Agência Nacional de Telecomunicações Entidade Aferidora da Qualidade Qualidade da Banda Larga Publicação de Indicadores (julho/2015) Medição Banda Larga Fixa (SCM) Para a medição da banda larga fixa (SCM)

Leia mais

Quantidade de pedidos registrados por mês

Quantidade de pedidos registrados por mês Relatório de Pedidos de Acesso à Informação e Solicitantes (*) Informações adicionais para o correto entendimento do relatório podem ser encontradas na última seção. Órgão(s) de referência: MinC - Ministério

Leia mais

(MLRV) SEGURO VIDA EM GRUPO JAN A MAIO DE 2015 SUSEP SES. lcastiglione@uol.com.br - 011-99283-6616 Página 1

(MLRV) SEGURO VIDA EM GRUPO JAN A MAIO DE 2015 SUSEP SES. lcastiglione@uol.com.br - 011-99283-6616 Página 1 SEGURO VIDA EM GRUPO JAN A MAIO DE 2015 SUSEP SES lcastiglione@uol.com.br - 011-99283-6616 Página 1 1- INTRODUÇÃO: No seguro de vida podem ser contratadas garantias de morte ou invalidez, ambas por acidente

Leia mais

Conhecimentos Bancários. Item 2.3.3- Seguros

Conhecimentos Bancários. Item 2.3.3- Seguros Conhecimentos Bancários Item 2.3.3- Seguros Conhecimentos Bancários Item 2.3.3- Seguros Insegurança nas atividades cotidianas SEGURO Necessidade de controlar o RISCO! Conhecimentos Bancários Item 2.3.3-

Leia mais

1- INTRODUÇÃO: 2- RESULTADOS SUSEP JAN A SET 2015:

1- INTRODUÇÃO: 2- RESULTADOS SUSEP JAN A SET 2015: 1- INTRODUÇÃO: A SUSEP liberou no dia 26/10/2015 os números do Mercado de Seguros e Previdência referente ao período de jan a setembro de 2015. Cabe ainda lembrar que esses números se referem ao banco

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS. RESOLUÇÃO CNSP N o 227, DE 2010.

MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS. RESOLUÇÃO CNSP N o 227, DE 2010. MINISTÉRIO DA FAZENDA CONSELHO NACIONAL DE SEGUROS PRIVADOS RESOLUÇÃO CNSP N o 227, DE 2010. Dispõe sobre o capital mínimo requerido para autorização e funcionamento e sobre planos corretivo e de recuperação

Leia mais

De fato a situação poderá se complicar em função da situação econômica do País.

De fato a situação poderá se complicar em função da situação econômica do País. 1- INTRODUÇÃO: A SUSEP liberou no dia 21/09/2015 os números do Mercado de Seguros e Previdência referente ao período de jan a julho de 2015. Cabe ainda lembrar que esses números se referem ao banco de

Leia mais

Agência Nacional de Telecomunicações. Entidade Aferidora da Qualidade

Agência Nacional de Telecomunicações. Entidade Aferidora da Qualidade Agência Nacional de Telecomunicações Entidade Aferidora da Qualidade Qualidade da Banda Larga Publicação de Indicadores (setembro/13) outubro de 2013 Medição Banda Larga Fixa (SCM) Para a medição da banda

Leia mais

SCC SEGURO DOS CONCESSIONÁRIOS CHEVROLET DIRETRIZES BASICAS

SCC SEGURO DOS CONCESSIONÁRIOS CHEVROLET DIRETRIZES BASICAS SCC SEGURO DOS CONCESSIONÁRIOS CHEVROLET DIRETRIZES BASICAS O objetivo do programa é combinar a sinergia existente entre concessionárias e seguradoras a fim de que, mediante a fidelização dos clientes,

Leia mais

CAMPANHA DE VACINAÇÃO CONTRA O HPV - 2016

CAMPANHA DE VACINAÇÃO CONTRA O HPV - 2016 CAMPANHA DE VACINAÇÃO CONTRA O HPV - 2016 Sobre o HPV Vírus muito disseminado, transmitido pelo contato direto com pele ou mucosas infectadas Mais de 200 tipos de HPV sendo 13 oncogênicos Os HPV tipos

Leia mais

VIDA EM GRUPO JAN A AGOSTO 2015 1- MERCADO GLOBAL:

VIDA EM GRUPO JAN A AGOSTO 2015 1- MERCADO GLOBAL: VIDA EM GRUPO JAN A AGOSTO 1- MERCADO GLOBAL: O segmento de Vida em Grupo detém o segundo lugar no ranking de vendas do Mercado, representando 10,92% das vendas totais em contra 10,48% do ano passado.

Leia mais

Gestão da Qualidade da Banda Larga

Gestão da Qualidade da Banda Larga Gestão da Qualidade da Banda Larga Agência Nacional de Telecomunicações Brasília, 17 de maio de 2013 METODOLOGIA DE MEDIÇÃO INDICADORES DE BANDA LARGA FIXA Avaliações realizadas através de medidores instalados

Leia mais

MERCADO BRASILEIRO DE SEGUROS E PREVIDÊNCIA PRIVADA

MERCADO BRASILEIRO DE SEGUROS E PREVIDÊNCIA PRIVADA MERCADO BRASILEIRO DE SEGUROS E PREVIDÊNCIA PRIVADA JAN A JUNHO -2013 1 O Mercado Brasileiro de Seguros e Previdência Privada encerrou o período em foco apresentando um Lucro Líquido não consolidado tecnicamente

Leia mais

Guerra Fiscal e Desenvolvimento Regional. Audiência Pública Senado Federal 18 de outubro de 2011

Guerra Fiscal e Desenvolvimento Regional. Audiência Pública Senado Federal 18 de outubro de 2011 Guerra Fiscal e Desenvolvimento Regional Audiência Pública Senado Federal 18 de outubro de 2011 Quem ganha com a Guerra Fiscal? O país perde Porque grande parte dos incentivos é concedido a importações

Leia mais

DEMANDA DE CANDIDATOS POR VAGA

DEMANDA DE CANDIDATOS POR VAGA Analista de Correios / Administrador AC / Rio Branco 123 1 123,00 Analista de Correios / Técnico em Comunicação Social Atuação: Jornalismo AC / Rio Branco 27 1 27,00 Médico do Trabalho Formação: Medicina

Leia mais

Unidade Tipo de Serviço Análise da proposta Análise da proposta (em 15/10/2014, após diligência)

Unidade Tipo de Serviço Análise da proposta Análise da proposta (em 15/10/2014, após diligência) Unidade Tipo de Serviço Análise da proposta Análise da proposta (em 15/10/2014, após diligência) MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO AGRÁRIO SECRETARIA EXECUTIVA SUBSECRETARIA DE PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E ADMINISTRAÇÃO

Leia mais

Anteprojeto de Lei Geral das Micro e Pequenas Empresas

Anteprojeto de Lei Geral das Micro e Pequenas Empresas Avanços e Pontos para Reflexão Renato da Fonseca Secretário-Executivo do Conselho da Micro e Pequena Empresa da Confederação Nacional da Indústria Pontos para reflexão Por que devemos criar um regime especial

Leia mais

Regina Parizi Diretora Executiva MAIO/2009

Regina Parizi Diretora Executiva MAIO/2009 Regina Parizi Diretora Executiva MAIO/2009 Estrutura e Distribuição Geográfica Estrutura Estatutária A GEAP GEAP é administrada por por um um Conselho Deliberativo responsável pela pela definição da da

Leia mais

CAF: CONTAG: CPR: FETRAF: NPT: ONG: PNCF: SAC: SAT: SIB: SIC: SQD: UTE:

CAF: CONTAG: CPR: FETRAF: NPT: ONG: PNCF: SAC: SAT: SIB: SIC: SQD: UTE: Lista de Siglas d CAF: CONTAG: CPR: FETRAF: NPT: ONG: PNCF: SAC: SAT: SIB: SIC: SQD: UTE: Boletim Ano VI - Edição nº 2/211 Boletim Ano VI - Edição nº 1 / 211 Painel de Indica Nº 1/215 Técnicos Respon Equipe

Leia mais

ESPORTE E UNIVERSIDADE: a reestruturação do esporte universitário no Brasil

ESPORTE E UNIVERSIDADE: a reestruturação do esporte universitário no Brasil ESPORTE E UNIVERSIDADE: a reestruturação do esporte universitário no Brasil Wadson Ribeiro Secretário Nacional de Esporte Educacional Ministério do Esporte A DÉCADA DO ESPORTE BRASILEIRO Criação do Ministério

Leia mais

MEC. Censo da Educação Superior 2014

MEC. Censo da Educação Superior 2014 MEC Censo da Educação Superior 2014 BRASÍLIA DF 04 DE DEZEMBRO DE 2015 Tabela Resumo Estatísticas Gerais da Educação Superior Brasil 2014 Categoria Administrativa Estatísticas Básicas Total Geral Pública

Leia mais

EVOLUÇÃO & PROGNÓSTICOS

EVOLUÇÃO & PROGNÓSTICOS APRESENTAÇÃO POPULAÇÃO CARCERÁRIA BRASILEIRA O objetivo deste trabalho, elaborado pela Comissão de Monitoramento e Avaliação do DEPEN, é realizar um levantamento, de forma sucinta, sobre o quadro evolutivo

Leia mais

Seguros, Previdência e Capitalização

Seguros, Previdência e Capitalização Seguros, Previdência e Capitalização Análise das contas Patrimoniais e do Resultado Ajustado do Grupo Bradesco de Seguros, Previdência e Capitalização: Balanço Patrimonial Mar10 Dez09 Mar09 Ativo Circulante

Leia mais

Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento

Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento C o m p an h i a N ac io n a l d e Abastecimento D i r e t o r i a d e Opercações e A b a stecimento S u p erintedência de O p erações Comerciais G e r ên c i a d e Formação e Controle de Estoques P o

Leia mais

Relatório Anual de Desempenho 2012

Relatório Anual de Desempenho 2012 Relatório Anual de Desempenho 2012 Brasília, janeiro de 2013 ALÔ SENADO Em 2012, o Alô Senado registrou 1.098.035 mensagens distribuídas. A maior parte dos atendimentos (95%) foram solicitações de envio

Leia mais