VOLUNTARIADO !!!!! O Festival. Guia de Inscrição. Perfis. Requisitos. Áreas de Ação

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "VOLUNTARIADO !!!!! O Festival. Guia de Inscrição. Perfis. Requisitos. Áreas de Ação"

Transcrição

1 VOLUNTARIADO Guia de Inscrição Perfis Sentido de Responsabilidade Capacidade de Comunicação Paciente Amável Sentido Prático Capacidade de Comunicação Versátil Motivado Mentalidade Prática Dinamico Desembaraçado Requisitos Maiores 16 anos Áreas de Ação - Produção - Comunicação - Gestão e Atendimento ao Público - Centro Operacional - Brigada do Ambiente - Ticketing - Apoio ao Voluntariado - Animação e Outros O Festival Durante um fim-de-semana, de 14 a 17 de Agosto, O Sol da Caparica traz ao Parque Urbano da Caparica onze horas diárias de música, mais cinema de animação, gastronomia e surf, num festival pensado para todos." Para que este acontecimento seja o maior sucesso contamos com a tua ajuda em fazer parte da nossa equipa de Voluntariado Procuramos jovens com espirito de voluntário e com vontade de intervir de forma ativa na comunidade. Ser responsável e ter gosto em trabalhar em equipa é essencial." Os selecionados irão desempenhar funções e apoiar os responsáveis de diversas áreas envolvidas na produção, comunicação e segurança do festival." 1

2 Uma verdadeira experiência onde poderás conhecer pessoas e profissionais da industria musical portuguesa e viver um festival de uma diferente perspectiva. Uma oportunidade para ser parte integrante deste evento e desfrutar do melhor que a musica portuguesa tem para oferecer." Formação Após o processo de selecção e distribuição dos voluntários pelas diferentes áreas, a organização do festival irá proporcionar uma formação para todos os participantes. Acções de Formação: Produção e Organização Primeiros Socorros Segurança Ambiente e Sustentabilidade Areas Especificas do Festival Desta forma, para integrares a nossa equipa de Voluntariado basta seres maior de 16 anos e ser residente, de preferencia, na área metropolitana da grande Lisboa e Almada. Basta preencheres a ficha de inscrição e vires com um espirito de entreajuda e motivação, com uma dose certa de responsabilidade e empenho." Contrapartidas Aos voluntários é garantido acesso aos 4 dias do festival, uma formação antecipada, uma lunch box por turno, seguro, um certificado de participação, um brinde, t shirt do voluntário, e ainda oferta de um bilhete extra dia a dia." O Festival Sol da Caparica pretende promover uma verdadeira aposta no voluntariado jovem e local, com o intuito de promover o desenvolvimento pessoal e social de todos os envolvidos. Calendário Periodo de Inscrições: A partir de 5 de Maio (vagas limitadas) Periodo de Selecção: 12 Maio a 6 Junho Anuncio de Selecção: Até 16 Junho Formação: Entre 24 de Junho a 4 Julho Sessão de Boas Vindas: 18 de Junho " 2

3 - Manhã/Tarde/Noite - 11 a 17 Agosto PRODUÇÃO 1.1 Apoio à Produção Enquanto voluntário de Apoio à Produção terás oportunidade de ajudar um pouco por todas as áreas e situações relacionadas com a organização e funcionamento do festival. " - Assistentes de Produção; - Apoio Back Office; - Acreditações; 8 Voluntários Empenho em resolver problemas, capacidade de controlo e reação são requisitos aconselhados. " Espírito de equipa e mentalidade prática serão também necessárias." - Recepção e Acompanhamento de Artistas; - Manutenção e Reposição Camarins, etc 8 Voluntários 1.2 Coordenação de Espaços Palcos Aqui desempenharás funções de produção e assistência técnica aos Palcos e respectiva zona de Backstage. Apoio na montagem e gestão dos camarins serão também algumas das tarefas dos voluntários. Ser simpático, disponível e possuir um olhar atento é importante. " 3

4 PRODUÇÃO - Coordenação e manutenção do Espaço; - Acolhimento e Controlo de Entradas; - Noite - Coordenação do Espaço; - Recepção e Acolhimento ao Público; - Produção e Apoio Técnico; 2 Voluntários ZonaVIP Na Zona Vip será importante os voluntários possuírem um bom conhecimento do programa do festival e mostrarem-se disponíveis para esclarecimento e ajuda. Irão ainda desempenhar funções junto dos coordenadores, no acolhimento e receção dos convidados; apoio na gestão e manutenção diária deste espaço e controlo a quaisquer ações que possam estar a ser desenvolvidas." Boa aparência e capacidade de comunicação são requisitos aconselhados." Cinema Neste espaço reservado ao visionamento de cinema de animação, os voluntários irão desempenhar funções ao nível de produção e apoio técnico, serão responsáveis pela coordenação e manutenção do mesmo. O bom conhecimento da programação e algumas noções cinematográficas serão importantes, uma vez que o acolhimento e atendimento ao publico será também da vossa responsabilidade." Boa disposição, fluência em diferentes línguas e disponibilidade para ajudar serão mais valias para integrar esta equipa." 4

5 PRODUÇÃO - Coordenação e manutenção do Espaço; - Acolhimento ao Publico; 12 Voluntários - Recepção e Acompanhamento de Público; - Coordenação e Manutenção do Espaço; Lounge & Convivio Se és simpático e com vontade de viver de perto o ambiente do festival este é o local ideal para ti." Para além de estares em permanente contacto e convívio com o público que vem aqui relaxar, é necessário manteres este espaço limpo e organizado, e ainda saber fornecer informações sobre o festival." Mobilidade Reduzida Apoio ao espaço dedicado aos espectadores com mobilidade reduzida e manutenção do mesmo." Ser atento e com disponibilidade para ajudar é essencial nos candidatos a esta equipa." Damos preferência a voluntários com experiência e formação em áreas de saúde." 5

6 PRODUÇÃO - Coordenação e controle de entradas e saídas do armazém; 12 Voluntários Armazéns Também aqui o sentido de responsabilidade é muito importante" Esta função é essencial para o bom funcionamento e abastecimento de todo o recinto." Enquanto voluntário desta equipa terás a responsabilidade de controlar todas as entradas e saídas de armazém." 6

7 COMUNICAÇÃO - 3 horas - Manhã/Tarde/Noite - 11 a 17 Agosto - Distribuição Material de Comunicação; - Realização Inquéritos; - Redes Sociais 1.1 Apoio à Comunicação A equipa de Apoio à Comunicação, vem desempenhar funções e dar resposta às necessidades desta área. Desde a distribuição de materiais de comunicação alguns dias antes do festival; ao levantamento e realização de inquéritos ao público ao longo do evento, para posterior avaliação interna e disponibilização de dados para a imprensa, patrocínios, promotores do festival, etc ; e ainda dar apoio à equipa de Redes Sociais que está em constante trabalho de actualização das mesmas." - Apoio aos serviços para imprensa; - Recepção e Acolhimento; - Acreditação; Noções e aptidões para a comunicação, conhecimentos de outras línguas, boa capacidade de redação / escrita em português e inglês e bom domínio de informática e redes sociais são alguns dos requisitos desejados." 1.2 Sala de Imprensa Uma vez mais aqui, os voluntários devem possuir uma boa capacidade de comunicação, noções do funcionamento dos órgãos de comunicação e domínio do inglês e outras línguas." de acolhimento e recepção da imprensa e respectiva acreditarão são algumas das responsabilidades desta equipa." 7

8 - 4h30horas - Manhã/Tarde/Noite - 11 a 17 Agosto - Boas Vindas e Recepção; - Apoio no controlo de acesso de entradas e saidas; - Orientação de filas; 22 Voluntários - Esclarecimento e fornecimento de dúvidas e informações aos espectadores; GESTÃO E ATENDIMENTO AO PÚBLICO 1.1 Entradas Nas entradas do festival serás o rosto do mesmo e a tua principal função é receber e dar as boas vindas aos espectadores." Ter sempre um sorriso para quem chega é importante e saber fornecer qualquer tipo de informação." Sentido de responsabilidade e pontualidade são imprescindíveis para desempenhares estas funções." 1.2 Balcão de Informação Boa educação, conhecimento do programa do festival e bons conhecimentos de línguas são alguns dos requisitos necessários para integrares esta equipa." Prestar informações e esclarecimento de dúvidas são as vossas principais funções." 8

9 - 3 horas GESTÃO E ATENDIMENTO AO PÚBLICO 1.3 WC Nesta equipa os voluntários darão apoio à organização para garantir o bom funcionamento dos núcleos de WC s. " - Coordenação e manutenção do espaço; - Apoio no controlo de acesso de público; - Orientação de filas; 3 A manutenção destes espaços é de extrema importância e o controlo e orientação de filas é um desafio constante." Capacidades de controlo e organização são imprescindíveis para desempenhares funções nesta equipa." CENTRO OPERACIONAL - Articulação de diferentes entidades de emergência; - Zelar pela segurança do público; Candidatos com experiência em emergência e primeiros socorros têm prioridade." É da competência desta equipa a articulação entre as diversas entidades dos Bombeiros, Protecção Civil e Segurança." Zelar pela segurança do público é o vosso objectivo." 9

10 MERCHANDISING - Coordenação e Controlo de vendas de merchandising do festival; - Controlo e manutenção de todo o recinto do festival; - Preservar a limpeza e sustentabilidade do espaço do festival; 30 Voluntários 1.3 Coordenação de Loja Se és organizado, responsável e sabes lidar com situações de stress, esta é a tua equipa." Ser simpático, lidar com dinheiro e fechar contas a cada final de turno são algumas das funções que nesta equipa irás desempenhar." BRIGADA DO AMBIENTE A Brigada do Ambiente é responsável por fornecer apoio à organização do festival, para garantir e preservar o bom funcionamento das áreas relacionadas com o ambiente. A recolha do lixo e a manutenção dos espaços são essenciais." Se és motivado, se tens vontade de ajudar e contribuir no bem estar do público e de todos os colaboradores do festival, juntate à Brigada do Ambiente. Espirito de equipa e entreajuda não vai faltar" 10

11 - Manhã/Tarde/Noite - 11 a 17 Agosto - Apoio à bilheteira 30 Voluntários - Manhã/Tarde/Noite - 11 a 17 Agosto - Manutenção do espaço do Voluntariado; - Coordenação de Bengaleiro; - Desenvolvimento de Conteúdos para Redes Sociais; TICKETING 1.1 Bilheteira Se és organizado, responsável e consegues trabalhar com pressão, então esta é a tua equipa." Coordenação e apoio à bilheteira será a tua principal função, mas o nível de responsabilidade é muito elevado." Os sorrisos dos visitantes aqui são garantidos" APOIO AO VOLUNTARIADO Enquanto membro desta equipa irás desempenhar diversas funções de apoio à equipa de coordenação do voluntariado: manutenção e coordenação do espaço do voluntariado; responsáveis pelo bengaleiro; controlo de entradas e saídas de turnos; distribuição de lunch box, credenciais, t-shirt; etc " Eventualmente poderás ainda assumir funções noutras áreas e equipas de todo o projecto do voluntariado e ainda poderás desenvolver conteúdos para as redes sociais do projecto de voluntariado do festival." 8 Voluntários 11

12 - Manhã/Tarde/Noite - 11 a 17 Agosto - Actividades de Animação, promoção e decoração do festival; 12 Voluntários ANIMAÇÃO E OUTROS Este grupo de voluntários, para além de desempenhar funções numa fase de pré-produção, ao nível da promoção, decoração e afixação de sinalética irá também desempenhar funções durante o festival, dando apoio em acções e actividades de animação, e ainda noutras áreas do projecto. " Boa disposição, iniciativa, motivação e espirito de equipa são requisitos para entrares para esta equipa." OUTRAS INFORMAÇÕES Para efectuares a tua inscrição basta consultares o site oficial do festival (www.osoldacaparica-festival.pt) preencheres a ficha de inscrição on-line, e anexar uma fotografia tipo passe. Qualquer questão envia para o seguinte endereço: Vem ajudar-nos a realizar este Projecto. Sem ti não será possível Aqui vou eu cheio de pica Vou para o Sol da Caparica. 12

ÁREAS, FUNÇÕES, HORÁRIOS E PERFIS

ÁREAS, FUNÇÕES, HORÁRIOS E PERFIS ÁREAS, FUNÇÕES, HORÁRIOS E PERFIS LÊ ATENTAMENTE TODAS ESTAS INFORMAÇÕES E AS PERGUNTAS FREQUENTES ANTES DE COMEÇARES A TUA INSCRIÇÃO 1. ACREDITAÇÃO Horários: 09h00 15h00 / 15h00 21h00 (começam a partir

Leia mais

O que é o Voluntariado? O que é ser Voluntário? Quais são os meus direitos como voluntário? Quais são os meus deveres enquanto voluntário?

O que é o Voluntariado? O que é ser Voluntário? Quais são os meus direitos como voluntário? Quais são os meus deveres enquanto voluntário? Perguntas frequentes sobre o voluntariado e sobre todos os pontos importantes sobre o Festival, de forma a ficares esclarecido com todas as tuas dúvidas. O que é o Voluntariado? Voluntariado é um conjunto

Leia mais

Voluntariado no FUSING 2014

Voluntariado no FUSING 2014 Voluntariado no FUSING 2014 MÚSICA ( de 14 a 16 de Agosto ) BACKSTAGE Horários: 09:00 14:00 / 15:00 20:00 Auxílio na organização do catering no backstage; Auxílio na organização, limpeza e manutenção do

Leia mais

PROGRAMA DE VOLUNTARIADO

PROGRAMA DE VOLUNTARIADO INFORMAÇÕES O Que é? A Galaicofolia e um evento de grande porte, de índole cultural, de lazer e entretenimento, inspirado nos hábitos e costumes das populações que ocuparam o castro do monte de S. Lourenço

Leia mais

PROGRAMA DE VOLUNTARIADO SERRALVES EM FESTA 2012

PROGRAMA DE VOLUNTARIADO SERRALVES EM FESTA 2012 PROGRAMA DE VOLUNTARIADO SERRALVES EM FESTA 2012 VOLUNTARIADO SERRALVES EM FESTA 2012 Preparado para mais um Serralves em Festa? É já nos dias 2 e 3 de Junho que se realiza mais uma edição do Serralves

Leia mais

Regulamento de Funcionamento das Acções de Formação

Regulamento de Funcionamento das Acções de Formação Regulamento de Funcionamento das Acções de Formação A Ciência Viva tem como missão a difusão da Cultura Científica e Tecnológica apoiando acções dirigidas à promoção da Educação Científica e Tecnológica

Leia mais

GOVERNANTA GERAL. Ref. 3 ( M /F ) Integração num projecto sólido e em franca expansão Retribuição e benefícios sociais ajustados à função

GOVERNANTA GERAL. Ref. 3 ( M /F ) Integração num projecto sólido e em franca expansão Retribuição e benefícios sociais ajustados à função GOVERNANTA GERAL Ref. 3 ( M /F ) Preferencialmente curso técnico profissional na área de housekeeping Espírito inovador e disponibilidade para trabalhar em contextos de elevada exigência Boas capacidades

Leia mais

Volunteer role - description UCLF & UWCLF

Volunteer role - description UCLF & UWCLF Volunteer role - description UCLF & UWCLF HOSPITALIDADE Coordenadores de Hospitalidade Champions Bistro (Estádio SLB) Presença na Welcome Desk do Restaurante do Staff Champions Bistro ; Assegurar o bom

Leia mais

GUIA PARA COMPRA ONLINE

GUIA PARA COMPRA ONLINE GUIA PARA COMPRA ONLINE www.tipsal.pt QUEM SOMOS A TIPSAL - Técnicas Industriais de Protecção e Segurança, Lda foi fundada em 1980. Somos uma empresa de capitais exclusivamente nacionais com sede social

Leia mais

PROGRAMA VOCAÇÃO 2012

PROGRAMA VOCAÇÃO 2012 PROGRAMA VOCAÇÃO 2012 Preâmbulo A ocupação dos tempos livres dos jovens em tempo de aulas, através de actividades que contribuam significativamente para o enriquecimento da sua formação pessoal, funcionando

Leia mais

Banco Local de Voluntariado de Gondomar

Banco Local de Voluntariado de Gondomar Regulamento Interno do Banco Local de Voluntariado de Gondomar (Aprovado em reunião de Câmara de 12 de Fevereiro e Assembleia Municipal de 18 de Fevereiro de 2009) Preâmbulo Entende-se por voluntariado

Leia mais

REGULAMENTO INTERNO DOS CAMPOS DE FÉRIAS DA LIPOR

REGULAMENTO INTERNO DOS CAMPOS DE FÉRIAS DA LIPOR REGULAMENTO INTERNO DOS CAMPOS DE FÉRIAS DA LIPOR 1 1. Considerações Gerais A Lipor, Serviço Intermunicipalizado de Gestão de Resíduos do Grande Porto, com sede em Baguim do Monte, concelho de Gondomar,

Leia mais

REGULAMENTO DO PROGRAMA INOV-ART NOS TERMOS DA PORTARIA N.º 1103/2008 DE 2 DE OUTUBRO

REGULAMENTO DO PROGRAMA INOV-ART NOS TERMOS DA PORTARIA N.º 1103/2008 DE 2 DE OUTUBRO REGULAMENTO DO PROGRAMA INOV-ART NOS TERMOS DA PORTARIA N.º 1103/2008 DE 2 DE OUTUBRO CAPÍTULO I Disposições gerais Artigo 1.º- Âmbito de aplicação O presente Regulamento aplica -se à medida INOV-Art -

Leia mais

REGULAMENTO INTERNO DO PROGRAMA DE VOLUNTARIADO NA FCUL

REGULAMENTO INTERNO DO PROGRAMA DE VOLUNTARIADO NA FCUL REGULAMENTO INTERNO DO PROGRAMA DE VOLUNTARIADO NA FCUL GAPsi- Gabinete de Apoio Psicopedagógico Artigo 1º Objecto O Programa de Voluntariado na FCUL visa: a) Estimular a formação e educação dos estudantes

Leia mais

Enviar CV para clinicamdentaria@gmail.com

Enviar CV para clinicamdentaria@gmail.com Clinica médica dentária no concelho de Guimarães, procura assistente dentária, para estágio profissional, para começar em Fevereiro. - tempo inteiro - 1º emprego Enviar CV para clinicamdentaria@gmail.com

Leia mais

EDITAL DE SELEÇÃO INTERNA DE MONITORES PARA APOIAR AS ATIVIDADES DO 38º FESTIVAL GUARNICÊ DE CINEMA

EDITAL DE SELEÇÃO INTERNA DE MONITORES PARA APOIAR AS ATIVIDADES DO 38º FESTIVAL GUARNICÊ DE CINEMA EDITAL Nº 012/2015 EDITAL DE SELEÇÃO INTERNA DE MONITORES PARA APOIAR AS ATIVIDADES DO 38º FESTIVAL GUARNICÊ DE CINEMA A Universidade Federal do Maranhão, por meio da Pró-Reitoria de Extensão torna pública

Leia mais

Regulamento de Participação no concurso de Edição HelpoframesII

Regulamento de Participação no concurso de Edição HelpoframesII Regulamento de Participação no concurso de Edição HelpoframesII Os presentes termos e condições regulam o concurso de Edição HelpoframesII, com início a 1 de Agosto de 2009 e termo a 31 de Agosto de 2010*.

Leia mais

Centro Universitário de Brusque Unifebe

Centro Universitário de Brusque Unifebe 1 Edital Proppex n 17/2012 Seleção de Candidatos - Projetos Sociais e de Extensão (Atividades Complementares) 2º Semestre Letivo de 2012 A Pró-Reitora de Pós-Graduação, Pesquisa e Extensão, no uso de suas

Leia mais

Oferecemos: - Admissão imediata - Integração em Empresa de grande prestigio e em expansão - Remuneração compatível com a função

Oferecemos: - Admissão imediata - Integração em Empresa de grande prestigio e em expansão - Remuneração compatível com a função Requisitos: - Curso Técnico - Profissional na área da Manutenção Industrial/Mecânica; - Experiência profissional na função; - Conhecimentos de eletricidade, mecânica e manutenção industrial; - conhecimentos

Leia mais

REGULAMENTO CONCURSO DE DESIGN PRODUTOS DE MERCHANDISING

REGULAMENTO CONCURSO DE DESIGN PRODUTOS DE MERCHANDISING REGULAMENTO CONCURSO DE DESIGN PRODUTOS DE MERCHANDISING Promotor: Organização: // 1. PREÂMBULO O Chapitô é um projecto em que a Formação, a Criação, a Animação e a Intervenção promovem, dia a dia, cruzamentos

Leia mais

1 Criação de uma bolsa anual de árvores para oferta

1 Criação de uma bolsa anual de árvores para oferta Floresta Comum, Qual o objectivo principal do Floresta Comum? O objectivo? O Floresta Comum, é um programa de incentivo à reflorestação com a floresta autóctone portuguesa. Para a concretização deste objectivo,

Leia mais

Gabinete de Ação Social e Saúde Pública EU MUDO O MUNDO. SOU VOLUNTÁRIO! Banco Local de Voluntariado de Barcelos

Gabinete de Ação Social e Saúde Pública EU MUDO O MUNDO. SOU VOLUNTÁRIO! Banco Local de Voluntariado de Barcelos EU MUDO O MUNDO. SOU VOLUNTÁRIO! ENQUADRAMENTO Nos termos da alínea b) do n.º 4 do art.º 64º da Lei das Autarquias Locais, aprovado pela Lei 169/99, em 18 de Setembro e alterado pela Lei n.º 5-A/2002,

Leia mais

PERGUNTAS FREQUENTES:

PERGUNTAS FREQUENTES: PERGUNTAS FREQUENTES: (Para veres as respostas clica na pergunta) 1. O que fazer após a realização da candidatura? 2. Onde posso ver os dados para efectuar o pagamento da candidatura? 3. Como posso actualizar

Leia mais

REGULAMENTO DO BANCO LOCAL DE VOLUNTARIADO DE MIRANDELA. Preâmbulo

REGULAMENTO DO BANCO LOCAL DE VOLUNTARIADO DE MIRANDELA. Preâmbulo REGULAMENTO DO BANCO LOCAL DE VOLUNTARIADO DE MIRANDELA Preâmbulo O voluntariado é definido como um conjunto de acções e interesses sociais e comunitários, realizadas de forma desinteressada no âmbito

Leia mais

SECRETÁRIO REGIONAL DA PRESIDÊNCIA Despacho Normativo n.º 69/2010 de 22 de Outubro de 2010

SECRETÁRIO REGIONAL DA PRESIDÊNCIA Despacho Normativo n.º 69/2010 de 22 de Outubro de 2010 SECRETÁRIO REGIONAL DA PRESIDÊNCIA Despacho Normativo n.º 69/2010 de 22 de Outubro de 2010 Considerando o Regime de enquadramento das políticas de juventude na Região Autónoma dos Açores, plasmado no Decreto

Leia mais

Edital Proppex n 10/2014

Edital Proppex n 10/2014 Edital Proppex n 10/2014 Seleção de Candidatos - Projetos Sociais e de Extensão (Atividades Complementares) 1º Semestre Letivo de 2014 A Pró-Reitora de Pós-Graduação, Pesquisa e Extensão, no uso de suas

Leia mais

EDITAL N.º 42/2010. ANTÓNIO LOPES BOGALHO, Presidente da Câmara Municipal de Sobral de Monte Agraço:

EDITAL N.º 42/2010. ANTÓNIO LOPES BOGALHO, Presidente da Câmara Municipal de Sobral de Monte Agraço: EDITAL N.º 42/2010 ANTÓNIO LOPES BOGALHO, Presidente da Câmara Municipal de Sobral de Monte Agraço: Faz público, nos termos da alínea v), do n.º 1, do art. 68.º da Lei n.º 169/99, de 18 de Setembro, com

Leia mais

Localização da AHBVBrasfemes Entidade Formadora

Localização da AHBVBrasfemes Entidade Formadora Localização da AHBVBrasfemes Entidade Formadora Colocar mapa de localização com coordenadas: GPS: 40.271892, -8.404848 Morada: Bombeiros Voluntários de Brasfemes Rua Antonino dos Santos, nº. 37 3020-533

Leia mais

EDITAL 17/2014 - SELEÇÃO DE MONITORES DE SISTEMA DE INFORMAÇÃO OI KABUM! BH 2014

EDITAL 17/2014 - SELEÇÃO DE MONITORES DE SISTEMA DE INFORMAÇÃO OI KABUM! BH 2014 EDITAL 17/2014 - SELEÇÃO DE MONITORES DE SISTEMA DE INFORMAÇÃO OI KABUM! BH 2014 A Oi Kabum! BH informa que no período de 4 à 10 de agosto de 2014 estarão abertas as inscrições para o processo seletivo

Leia mais

PROJETO PEDAGÓGICO DO PROGRAMA DE FERIAS DESPORTIVAS E CULTURAIS

PROJETO PEDAGÓGICO DO PROGRAMA DE FERIAS DESPORTIVAS E CULTURAIS 1. APRESENTAÇÃO PRINCÍPIOS E VALORES Acreditamos pela força dos factos que o desenvolvimento desportivo de um Concelho ou de uma Freguesia, entendido na sua vertente quantitativa e qualitativa, exige uma

Leia mais

Programa de Parcerias e Submissão de Propostas 2014/15

Programa de Parcerias e Submissão de Propostas 2014/15 DEPARTAMENTO DE INFORMÁTICA Programa de Parcerias e Submissão de Propostas 2014/15 O Departamento de Informática (DI) da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa (FCUL) procura criar e estreitar

Leia mais

III PROGRAMA DE ESTÁGIOS DE VERÃO AEFFUL

III PROGRAMA DE ESTÁGIOS DE VERÃO AEFFUL III PROGRAMA DE ESTÁGIOS DE VERÃO AEFFUL 1 Enquadramento O Gabinete de Estágios e Saídas Profissionais (GESP) tem o objectivo de estabelecer uma plataforma de comunicação entre estagiários e recém-mestres

Leia mais

Como Vender em Alemanha Uma acção à medida dos seus interesses

Como Vender em Alemanha Uma acção à medida dos seus interesses Como Vender em Alemanha Uma acção à medida dos seus interesses Ficha de Inscrição Encontre a resposta às suas dúvidas! Identifique a sessão pretendida: Porto AICEP (Rua António Bessa Leite, 1430-2.º andar)

Leia mais

1. Nota de Boas Vindas. 2. Quem somos. Conceito umbrella. Uma empresa Portuguesa, líder Ibérica, com mais de 16 anos de experiência

1. Nota de Boas Vindas. 2. Quem somos. Conceito umbrella. Uma empresa Portuguesa, líder Ibérica, com mais de 16 anos de experiência 2 Conteúdos 1 Nota de Boas Vindas... 2 Quem somos... 3 Onde estamos... 3.1 Moradas e Contactos... 4 Como funcionamos... 4.1 Serviço Comercial... 4.2 Serviço de Gestão da Relação com o Cliente - CRM...

Leia mais

FUNDAÇÃO SENHORA SANTANA DE ITAPEVA PONTO DE CULTURA JOVEM EDITAL Nº 001/2010

FUNDAÇÃO SENHORA SANTANA DE ITAPEVA PONTO DE CULTURA JOVEM EDITAL Nº 001/2010 EDITAL Nº 001/2010 PROCESSO SELETIVO PARA INGRESSO DE ALUNOS NO O Projeto Jovem Cultura em Ação, promovido pela Fundação Senhora Santana de Itapeva em parceria com a Secretaria Estadual da Cultura de São

Leia mais

OCUPAÇÃO CIENTÍFICA DE JOVENS NAS FÉRIAS

OCUPAÇÃO CIENTÍFICA DE JOVENS NAS FÉRIAS OCUPAÇÃO CIENTÍFICA DE JOVENS NAS FÉRIAS 2015 REGULAMENTO Artigo 1º Âmbito e Enquadramento A Ciência Viva Agência Nacional para a Cultura Científica e Tecnológica promove o programa Ocupação Científica

Leia mais

Ministério do Esporte. Cartilha do. Voluntário

Ministério do Esporte. Cartilha do. Voluntário Ministério do Esporte Cartilha do Voluntário O Programa O Brasil Voluntário é um programa de voluntariado coordenado pelo Governo Federal, criado para atender à Copa das Confederações da FIFA Brasil 2013

Leia mais

Aluno Estácio no Rock in Rio 2015 REGULAMENTO

Aluno Estácio no Rock in Rio 2015 REGULAMENTO Aluno Estácio no Rock in Rio 2015 REGULAMENTO 1. DO OBJETO 1.1 O objeto do presente Regulamento é estabelecer os termos e condições sob os quais será realizado o processo de seleção e a participação dos

Leia mais

Núcleo de Estudantes Voluntários - FEP. A Nova Organização do NEV

Núcleo de Estudantes Voluntários - FEP. A Nova Organização do NEV Núcleo de Estudantes Voluntários - FEP A Nova Organização do NEV Consideramos que existe um grande potencial no NEV! Por isso propomos algumas novidades, relacionadas com a organização do NEV, no sentido

Leia mais

CURSO PROFISSIONAL TÉCNICO DE ANIMAÇÃO 2D E 3D WWW.ESSR.NET ESCOLA ARTÍSTICA DE SOARES DOS REIS / RUA MAJOR DAVID MAGNO, 139 / 4000-191 PORTO

CURSO PROFISSIONAL TÉCNICO DE ANIMAÇÃO 2D E 3D WWW.ESSR.NET ESCOLA ARTÍSTICA DE SOARES DOS REIS / RUA MAJOR DAVID MAGNO, 139 / 4000-191 PORTO MATRÍCULA A inscrição no curso é realizada em impresso próprio, recolhido no sítio da escola, em www.essr.net, ou noutros locais de divulgação e entregue nos serviços administrativos da Escola Artística

Leia mais

DIVULGAÇÃO DE INFORMAÇÃO Núcleo Distrital de Beja da EAPN Portugal agosto 2015

DIVULGAÇÃO DE INFORMAÇÃO Núcleo Distrital de Beja da EAPN Portugal agosto 2015 DIVULGAÇÃO DE INFORMAÇÃO Núcleo Distrital de Beja da EAPN Portugal agosto 2015 Ofertas de emprego em Beja Anúncio: A Visatempo, Empresa de Gestão de Recursos Humanos e Trabalho Temporário Recruta SERVENTES

Leia mais

SESI. Empreendedorismo Social. Você acredita que sua idéia pode gerar grandes transformações?

SESI. Empreendedorismo Social. Você acredita que sua idéia pode gerar grandes transformações? SESI Empreendedorismo Social Você acredita que sua idéia pode gerar grandes transformações? REGULAMENTO SESI Empreendedorismo Social A inovação social é o ponto de partida para um novo modelo que atende

Leia mais

REGULAMENTO INTERNO VOLUNTARIADO

REGULAMENTO INTERNO VOLUNTARIADO REGULAMENTO INTERNO DO VOLUNTARIADO REGULAMENTO Artigo 1.º Âmbito O presente regulamento visa definir as linhas orientadoras do grupo de voluntariado Marvila Voluntária, o qual tem como entidade promotora

Leia mais

Regulamento de Funcionamento do Banco Local de Voluntariado de Viana do Alentejo

Regulamento de Funcionamento do Banco Local de Voluntariado de Viana do Alentejo Regulamento de Funcionamento do Banco Local de Voluntariado de Viana do Alentejo Preâmbulo O Decreto-Lei n.º 389/99, de 30 de Setembro, no art.º 21.º, atribui ao Conselho Nacional para a Promoção do Voluntariado

Leia mais

Junta de Freguesia de Carnaxide www.jf-carnaxide.pt

Junta de Freguesia de Carnaxide www.jf-carnaxide.pt UNIVERSIDADE SÉNIOR DE CARNAXIDE - APRENDIZAGEM E LAZER ARTIGO 1º Aspectos Gerais REGULAMENTO 1- A Universidade Sénior de Carnaxide - Aprendizagem e Lazer, adiante designada por USCAL, tem por objectivo

Leia mais

PROJETO CLUBE EUROPEU

PROJETO CLUBE EUROPEU ESCOLAS BÁSICA DE EIXO PROJETO CLUBE EUROPEU Título: CLUBE EUROPEU Responsáveis: Maria de Lurdes Silva Maria Isaura Teixeira Páginas: 5 Ano letivo: 2014-2015 Escola Básica de Eixo Impresso a 12.11.14 Conteúdo

Leia mais

Regulamento CONCURSO: A Biodiversidade da minha Cidade 2012. Regulamento de concurso - 2012. 1 - Entidade Promotora. 2 Objectivo

Regulamento CONCURSO: A Biodiversidade da minha Cidade 2012. Regulamento de concurso - 2012. 1 - Entidade Promotora. 2 Objectivo CONCURSO: A Biodiversidade da minha Cidade 2012 Regulamento 1 - Entidade Promotora O Concurso A Biodiversidade na Minha Cidade é uma iniciativa da Câmara Municipal de Gouveia, que conta com a colaboração

Leia mais

ESCOLA DE VERÃO REGULAMENTO DE FUNCIONAMENTO

ESCOLA DE VERÃO REGULAMENTO DE FUNCIONAMENTO ESCOLA DE VERÃO REGULAMENTO DE FUNCIONAMENTO 1) Objectivos a) A Escola Superior de Tecnologia da Saúde de Coimbra (ESTeSC) realiza a 1ª Edição da Escola de Verão com uma semana de ocupação para jovens

Leia mais

REGULAMENTO DO BANCO LOCAL DE VOLUNTARIADO DE AZAMBUJA

REGULAMENTO DO BANCO LOCAL DE VOLUNTARIADO DE AZAMBUJA MUNICÍPIO DE AZAMBUJA REGULAMENTO DO BANCO LOCAL DE VOLUNTARIADO DE AZAMBUJA Aprovado por deliberação da Assembleia Municipal de 19 de Abril de 2011. Publicado pelo Edital n.º 73/2011. Em vigor desde 27

Leia mais

TERMOS DE REFERÊNCIA PARA INTEGRAR POOL DE VOLUNTÁRIOS INTERNACIONAIS PARA MISSÕES DE EMERGÊNCIA

TERMOS DE REFERÊNCIA PARA INTEGRAR POOL DE VOLUNTÁRIOS INTERNACIONAIS PARA MISSÕES DE EMERGÊNCIA TERMOS DE REFERÊNCIA PARA INTEGRAR POOL DE VOLUNTÁRIOS INTERNACIONAIS PARA MISSÕES DE EMERGÊNCIA A AMI é uma Organização Não Governamental (ONG) portuguesa, privada, independente, apolítica e sem fins

Leia mais

Consultoria Para Mapeamento os Actores e Serviços de Apoio as Mulheres Vitimas de Violência no País 60 dias

Consultoria Para Mapeamento os Actores e Serviços de Apoio as Mulheres Vitimas de Violência no País 60 dias TERMO DE REFERÊNCIA Consultoria Para Mapeamento os Actores e Serviços de Apoio as Mulheres Vitimas de Violência no País 60 dias 1. Contexto e Justificação O Programa conjunto sobre o Empoderamento da Mulher

Leia mais

Escolas de Pentatlo Moderno

Escolas de Pentatlo Moderno Escolas de Pentatlo Moderno ÍNDICE O que é o franchising PENTAKID? 3 Serviços PENTAKID 5 Marketing 6 Recursos Humanos 7 Financiamento 8 Processo de aquisição 9 Ficha técnica 10 Carta de resposta 11 2 O

Leia mais

Bolsa de Gestão de Ciência e Tecnologia (BGCT) (M/F) AVISO DE ABERTURA DE CONCURSO

Bolsa de Gestão de Ciência e Tecnologia (BGCT) (M/F) AVISO DE ABERTURA DE CONCURSO Bolsa de Gestão de Ciência e Tecnologia (BGCT) (M/F) AVISO DE ABERTURA DE CONCURSO O Exploratório - Centro Ciência Viva de Coimbra torna pública a abertura de concurso para a atribuição de uma Bolsa de

Leia mais

PROPOSTA DE REGULAMENTO INTERNO

PROPOSTA DE REGULAMENTO INTERNO PROPOSTA DE REGULAMENTO INTERNO VOLUNTARIOS SOCIAIS DO CONCELHO DE ALBERGARIA-A-VELHA - PROGRAMA ALBERGARIA SOLIDÁRIA NOTA JUSTIFICATIVA No âmbito de uma política social que se vem orientando para potenciar

Leia mais

NORMAS REGULADORAS DO PROCESSO SELETIVO Edital Nº 17/2014-SEDIS

NORMAS REGULADORAS DO PROCESSO SELETIVO Edital Nº 17/2014-SEDIS UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO PROGRAMA NACIONAL DE FORTALECIMENTOS DOS CONSELHOS ESCOLARES PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO CENTRO DE EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA

Leia mais

Aumente o potencial da força de vendas da empresa ao fornecer-lhe o acesso em local remoto à informação comercial necessária á à sua actividade.

Aumente o potencial da força de vendas da empresa ao fornecer-lhe o acesso em local remoto à informação comercial necessária á à sua actividade. Descritivo completo PHC dcrm Aumente o potencial da força de vendas da empresa ao fornecer-lhe o acesso em local remoto à informação comercial necessária á à sua actividade. Benefícios Acesso aos contactos

Leia mais

ROJECTO PEDAGÓGICO E DE ANIMAÇÃO

ROJECTO PEDAGÓGICO E DE ANIMAÇÃO O Capítulo 36 da Agenda 21 decorrente da Conferência das Nações Unidas sobre o Meio Ambiente e Desenvolvimento, realizada em 1992, declara que a educação possui um papel fundamental na promoção do desenvolvimento

Leia mais

QUEM SOMOS intercâmbio

QUEM SOMOS intercâmbio alemanha Programa HIGH SCHOOL QUEM SOMOS intercâmbio O Number One Intercâmbio possui mais de 15 anos de mercado oferecendo as melhores opções de viagem para você e sua família, seja a lazer, trabalho ou

Leia mais

PHC dcrm. Aumente o potencial da força de vendas da sua empresa ao aceder remotamente à informação comercial necessária à sua actividade

PHC dcrm. Aumente o potencial da força de vendas da sua empresa ao aceder remotamente à informação comercial necessária à sua actividade PHC dcrm DESCRITIVO O módulo PHC dcrm permite aos comerciais da sua empresa focalizar toda a actividade no cliente, aumentando a capacidade de resposta aos potenciais negócios da empresa. PHC dcrm Aumente

Leia mais

Participaram activamente 19 escolas, com cerca de 700 alunos que entregaram 230 trabalhos.

Participaram activamente 19 escolas, com cerca de 700 alunos que entregaram 230 trabalhos. Programa de Educação Ambiental 2010/11 A Água e a Floresta Introdução Programa 2009/10 Calendário Contactos Introdução No ano lectivo 2009/10, os SMAS de Oeiras e Amadora lançaram a todas as escolas de

Leia mais

REGULAMENTO DE SELECÇÃO E CONTRATAÇÃO MONITORES DE TURNOS INFANTIS. Capítulo I Disposições Gerais. Artigo 1º. Artigo 2º. Artigo 3º

REGULAMENTO DE SELECÇÃO E CONTRATAÇÃO MONITORES DE TURNOS INFANTIS. Capítulo I Disposições Gerais. Artigo 1º. Artigo 2º. Artigo 3º REGULAMENTO DE SELECÇÃO E CONTRATAÇÃO MONITORES DE TURNOS INFANTIS Capítulo I Disposições Gerais Artigo 1º Âmbito 1 O presente regulamento aplica-se a todos os candidatos a Monitores de Infantis na Colónia

Leia mais

REGULAMENTO INTERNO DE FUNCIONAMENTO DO BANCO LOCAL DE VOLUNTARIADO DE MONDIM DE BASTO. Preâmbulo

REGULAMENTO INTERNO DE FUNCIONAMENTO DO BANCO LOCAL DE VOLUNTARIADO DE MONDIM DE BASTO. Preâmbulo REGULAMENTO INTERNO DE FUNCIONAMENTO DO BANCO LOCAL DE VOLUNTARIADO DE MONDIM DE BASTO Preâmbulo O Decreto-Lei nº 389/99, de 30 de Setembro, no artigo 21º, atribui ao Conselho Nacional para a Promoção

Leia mais

REGULAMENTO INTERNO. Capítulo I Princípios Gerais. Artigo Primeiro Objecto

REGULAMENTO INTERNO. Capítulo I Princípios Gerais. Artigo Primeiro Objecto REGULAMENTO INTERNO Capítulo I Princípios Gerais Artigo Primeiro Objecto O presente Regulamento define o regime de funcionamento interno do Centro de Formação Ciência Viva reconhecido pelo Ministério da

Leia mais

PLANO DE ACÇÃO E ORÇAMENTO PARA 2008

PLANO DE ACÇÃO E ORÇAMENTO PARA 2008 PLANO DE ACÇÃO E ORÇAMENTO PARA 2008 O ano de 2008 é marcado, em termos internacionais, pela comemoração dos vinte anos do Movimento Internacional de Cidades Saudáveis. Esta efeméride terá lugar em Zagreb,

Leia mais

Projecto de Formação para os Jovens Voluntários (2014) Orientações para as instituições de formação

Projecto de Formação para os Jovens Voluntários (2014) Orientações para as instituições de formação Projecto de Formação para os Jovens Voluntários (2014) Orientações para as instituições de formação 1. Objectivo Estar em coordenação com o desenvolvimento dos trabalhos do Governo da RAEM para os jovens,

Leia mais

Jovens residentes ou estudantes no Município de Cascais e com idade compreendida entre os 15 e os 25 anos (à data de início do projeto).

Jovens residentes ou estudantes no Município de Cascais e com idade compreendida entre os 15 e os 25 anos (à data de início do projeto). 1. OBJECTIVOS Promover a ocupação saudável do tempo livre dos jovens no período de Verão, fomentando o seu desenvolvimento pessoal, pela aproximação com as realidades locais, o contato com o mundo do trabalho

Leia mais

MÓDULO III HELP DESK PARA FORMAÇÃO ONLINE

MÓDULO III HELP DESK PARA FORMAÇÃO ONLINE MÓDULO III HELP DESK PARA FORMAÇÃO ONLINE Objectivos gerais do módulo No final do módulo, deverá estar apto a: Definir o conceito de Help Desk; Identificar os diferentes tipos de Help Desk; Diagnosticar

Leia mais

Curso de Educação e Formação em Desenho Assistido por Computador / Construção Civil

Curso de Educação e Formação em Desenho Assistido por Computador / Construção Civil Curso de Educação e Formação em Desenho Assistido por Computador / Construção Civil Saída Profissional: Operador CAD Certificação ao nível do 9º Ano / Nível II Laboral Bem-Vindo/a à FLAG! A FLAG é uma

Leia mais

CÂMARA MUNICIPAL MONCHIQUE. Preâmbulo

CÂMARA MUNICIPAL MONCHIQUE. Preâmbulo CÂMARA MUNICIPAL MONCHIQUE REGULAMENTO DO BANCO LOCAL DE VOLUNTARIADO DE MONCHIQUE Preâmbulo Considerando que a participação solidária em acções de voluntariado, definido como conjunto de acções de interesse

Leia mais

REGULAMENTO DO VOLUNTARIADO

REGULAMENTO DO VOLUNTARIADO REGULAMENTO DO VOLUNTARIADO Preâmbulo Inscrever-se como voluntário no Circuito da Boavista significa poder participar e viver de perto uma das maiores provas de automobilismo de Portugal. Ser voluntário

Leia mais

Inscrições abertas para edital com foco em crianças e adolescentes

Inscrições abertas para edital com foco em crianças e adolescentes Financiamento e apoio técnico Inscrições abertas para edital com foco em crianças e adolescentes A Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República (SDH/PR) e o Conselho Nacional dos Direitos

Leia mais

Informações e instruções para os candidatos

Informações e instruções para os candidatos A preencher pelo candidato: Nome: N.º de inscrição: Documento de identificação: N.º : Local de realização da prova: A preencher pelo avaliador: Classificação final: Ass: Informações e instruções para os

Leia mais

GESTÃO MUSEOLÓGICA E SISTEMAS DE QUALIDADE Ana Mercedes Stoffel Fernandes Outubro 2007 QUALIDADE E MUSEUS UMA PARCERIA ESSENCIAL

GESTÃO MUSEOLÓGICA E SISTEMAS DE QUALIDADE Ana Mercedes Stoffel Fernandes Outubro 2007 QUALIDADE E MUSEUS UMA PARCERIA ESSENCIAL CADERNOS DE MUSEOLOGIA Nº 28 2007 135 GESTÃO MUSEOLÓGICA E SISTEMAS DE QUALIDADE Ana Mercedes Stoffel Fernandes Outubro 2007 QUALIDADE E MUSEUS UMA PARCERIA ESSENCIAL INTRODUÇÃO Os Sistemas da Qualidade

Leia mais

AVISO. Admissão de Pessoal. (m/f)

AVISO. Admissão de Pessoal. (m/f) AVISO Admissão de Pessoal (m/f) A AJITER Associação Juvenil da Ilha Terceira pretende admitir jovens recém-licenciados à procura do primeiro emprego, para estágio no seu serviço, ao abrigo do Programa

Leia mais

5ª Edição do Projeto "Energia com vida"

5ª Edição do Projeto Energia com vida 5ª Edição do Projeto "Energia com vida" Maria Isabel Junceiro Agrupamento de Escolas de Marvão No presente ano letivo 2014-15, quatro turmas do Agrupamento de Escolas do Concelho de Marvão (8º e 9º anos),

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO 64ª REUNIÃO ANUAL DA SBPC 22 a 27 de julho de 2012, São Luís MA..

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO 64ª REUNIÃO ANUAL DA SBPC 22 a 27 de julho de 2012, São Luís MA.. 22 a 27 de julho de 2012, São Luís MA EDITAL PARA MONITORIA DA SBPC / UFMA Nº 01/ 2012 Seleção Interna de Monitores para apoiar as atividades da 64ª Reunião Anual da Sociedade Brasileira para o Progresso

Leia mais

Linhas de Acção. 1. Planeamento Integrado. Acções a desenvolver: a) Plano de Desenvolvimento Social

Linhas de Acção. 1. Planeamento Integrado. Acções a desenvolver: a) Plano de Desenvolvimento Social PLANO DE ACÇÃO 2007 Introdução O CLASA - Conselho Local de Acção Social de Almada, de acordo com a filosofia do Programa da Rede Social, tem vindo a suportar a sua intervenção em dois eixos estruturantes

Leia mais

Regulamento da Raízes para o voluntariado

Regulamento da Raízes para o voluntariado Regulamento da Raízes para o voluntariado Capítulo I Disposições Gerais Artigo 1º Âmbito de Aplicação O presente Regulamento visa definir as regras de actuação do voluntariado, nas actividades desenvolvidas

Leia mais

REGULAMENTO - VOLUNTÁRIOS

REGULAMENTO - VOLUNTÁRIOS REGULAMENTO - VOLUNTÁRIOS 1. Os voluntários oriundos de fora de S. Félix da Marinha e do Concelho de Espinho, terão direito a Alojamento, numa Escola escolhida pela Organização e a indicar na data de chegada

Leia mais

PROGRAMA NORMAS DE PARTICIPAÇÃO 2015

PROGRAMA NORMAS DE PARTICIPAÇÃO 2015 PROGRAMA NORMAS DE PARTICIPAÇÃO 2015 I DESTINATÁRIOS O Programa de Ocupação de Jovens, promovido pela Câmara Municipal de Cascais, através da Divisão de Promoção de Emprego (DPRE), destina-se a jovens

Leia mais

Voluntariado REGULAMENTO INTERNO

Voluntariado REGULAMENTO INTERNO Voluntariado REGULAMENTO INTERNO 1. Âmbito e Enquadramento O Projeto de Voluntariado da FUNDAÇÃO DA JUVENTUDE dá a oportunidade aos jovens portugueses de contribuírem para o desenvolvimento do país e da

Leia mais

Guia do VOLUNTÁRIO COM ASAS

Guia do VOLUNTÁRIO COM ASAS Guia do VOLUNTÁRIO COM ASAS O Guia do VoluntárioscomAsas tem como objectivo facilitar a sua integração nas Instituições promotoras alertando o para alguns deveres de cidadania, solidariedade, responsabilidade,

Leia mais

REGULAMENTO INTERNO DE FUNCIONAMENTO DO BANCO LOCAL DE VOLUNTARIADO DE GUIMARÃES

REGULAMENTO INTERNO DE FUNCIONAMENTO DO BANCO LOCAL DE VOLUNTARIADO DE GUIMARÃES REGULAMENTO INTERNO DE FUNCIONAMENTO DO BANCO LOCAL DE VOLUNTARIADO DE GUIMARÃES (aprovado por deliberação de Câmara de 16 de junho de 2011 em conformidade com as orientações do Conselho Nacional para

Leia mais

Ficha de Inscrição e identificação do Voluntário PND

Ficha de Inscrição e identificação do Voluntário PND Ficha de Inscrição e identificação do Voluntário PND Dados de Identificação: Nome Completo: Data de nascimento: / / Local: Sexo: F M Estado Civil: Numero de BI ou Cartão de Cidadão Segurança Social: Numero

Leia mais

Vagas de Estágio (22.04.2014)

Vagas de Estágio (22.04.2014) Vagas de Estágio (22.04.2014) Técnico de Conservação e Restauro Contabilista Soldador TIG Técnico de Eletromecânica Engenheiro Eletrotécnico / Mecânico Assistente Pós-Venda Ajudante de Cozinha Cuidador

Leia mais

EDITAL DE SELEÇÃO DE ALUNOS PARA A ESCOLA POPULAR DE COMUNICAÇÃO CRÍTICA ESPOCC TURMAS 2014

EDITAL DE SELEÇÃO DE ALUNOS PARA A ESCOLA POPULAR DE COMUNICAÇÃO CRÍTICA ESPOCC TURMAS 2014 EDITAL DE SELEÇÃO DE ALUNOS PARA A ESCOLA POPULAR DE COMUNICAÇÃO CRÍTICA ESPOCC TURMAS 2014 O Observatório de Favelas torna pública, por meio desta chamada, as normas do processo de seleção de alunos para

Leia mais

CONCURSO. Curtas-Metragens de Animação em Língua Portuguesa. - CurtMAR - Tema Centralizador: OCEANO

CONCURSO. Curtas-Metragens de Animação em Língua Portuguesa. - CurtMAR - Tema Centralizador: OCEANO CONCURSO Curtas-Metragens de Animação em Língua Portuguesa - CurtMAR - Tema Centralizador: OCEANO Regulamento: Condições gerais 1. As Curtas-Metragens de animação ou documentário devem ser originais e

Leia mais

Normas de Funcionamento do Banco Local de Voluntariado de Sines

Normas de Funcionamento do Banco Local de Voluntariado de Sines Normas de Funcionamento do Banco Local de Voluntariado de Sines Preâmbulo O Decreto-Lei n.º 389/99, de 30 de Setembro, no art. 21º, atribui ao Conselho Nacional para a Promoção do Voluntariado (CNPV) competências

Leia mais

II ENCONTRO DA CPCJ SERPA

II ENCONTRO DA CPCJ SERPA II ENCONTRO DA CPCJ SERPA Ninguém nasce ensinado!? A família, a Escola e a Comunidade no Desenvolvimento da criança Workshop: Treino de Competências com famílias um exemplo de intervenção e de instrumentos

Leia mais

PLANO DE FORMAÇÃO 2º TRIMESTRE 2014

PLANO DE FORMAÇÃO 2º TRIMESTRE 2014 AGÊNCIA PARA A MODERNIZAÇÃO ADMINISTRATIVA O seu conhecimento em primeiro lugar! AGÊNCIA PARA A MODERNIZAÇÃO ADMINISTRATIVA INTRODUÇÃO No primeiro trimestre a Agência para a Modernização Administrativa

Leia mais

Mais informações em www.cm-odemira.pt, através do email banco.voluntariado@cm-odemira.pt ou nos serviços de ação social do Município de Odemira

Mais informações em www.cm-odemira.pt, através do email banco.voluntariado@cm-odemira.pt ou nos serviços de ação social do Município de Odemira Projetos de Voluntariado no Concelho de Odemira Inscreva-se Mais informações em www.cm-odemira.pt, através do email banco.voluntariado@cm-odemira.pt ou nos serviços de ação social do Município de Odemira

Leia mais

Conhecer, sentir e viver a Floresta

Conhecer, sentir e viver a Floresta Projeto de Sensibilização e Educação da População Escolar Conhecer, sentir e viver a Floresta 2011-12 Floresta, Fonte de Vida Guia das Atividades - - Dia de S. Martinho, Castanhas e Castanheiros - Dia

Leia mais

PLANO DE FORMAÇÃO SETEMBRO A DEZEMBRO 2011

PLANO DE FORMAÇÃO SETEMBRO A DEZEMBRO 2011 PLANO DE FORMAÇÃO SETEMBRO A DEZEMBRO 2011 INDICE: Quem somos? Oferta formativa Curso Acções Formativas CURSO DE FORMAÇÃO PEDAGÓGICA INICIAL DE FORMADORES ESTES MIÚDOS SÃO IMPOSSÍVEIS!!! - GESTÃO DE COMPORTAMENTOS

Leia mais

Passe Jovem no SVE KIT INFORMATIVO PARTE 2 PASSE JOVEM NO SVE. Programa Juventude em Acção

Passe Jovem no SVE KIT INFORMATIVO PARTE 2 PASSE JOVEM NO SVE. Programa Juventude em Acção PASSE JOVEM NO SVE Programa Juventude em Acção KIT INFORMATIVO Parte 2 Maio de 2011 1. O SVE como experiência de aprendizagem Ser um voluntário do SVE é uma valiosa experiência pessoal, social e cultural,

Leia mais

Regulamento. Foremor

Regulamento. Foremor Regulamento Foremor Preâmbulo O presente projeto decorre de uma candidatura realizada pela MARCA ADL ao programa ERASMUS+, no âmbito da KA1 Learning Mobility for Individuals e está integrada numa iniciativa

Leia mais

Conhece os teus Direitos. A caminho da tua Casa de Acolhimento. Guia de Acolhimento para Jovens dos 12 aos 18 anos

Conhece os teus Direitos. A caminho da tua Casa de Acolhimento. Guia de Acolhimento para Jovens dos 12 aos 18 anos Conhece os teus Direitos A caminho da tua Casa de Acolhimento Guia de Acolhimento para Jovens dos 12 aos 18 anos Dados Pessoais Nome: Apelido: Morada: Localidade: Código Postal - Telefone: Telemóvel: E

Leia mais

Plano de Acção. Rede Social 2011/2012

Plano de Acção. Rede Social 2011/2012 Plano de Acção - Rede Social Plano de Acção Rede Social Conselho Local da Acção Social de Figueira de Castelo Plano de Acção Rede Social Acções a desenvolver Objectivos Resultados esperados Calendarização

Leia mais

DIVULGAÇÃO DE INFORMAÇÃO Núcleo Distrital de Beja da EAPN Portugal janeiro 2015

DIVULGAÇÃO DE INFORMAÇÃO Núcleo Distrital de Beja da EAPN Portugal janeiro 2015 DIVULGAÇÃO DE INFORMAÇÃO Núcleo Distrital de Beja da EAPN Portugal janeiro 2015 As Farmácias Holon são uma rede nacional de farmácias, independentes e autónomas que partilham uma mesma marca, imagem e

Leia mais

Regulamento de Estágios

Regulamento de Estágios Programa de Inserção Profissional Regulamento de Estágios Faculdade de Ciências Humanas Nos últimos anos, o ensino universitário tem vindo a integrar nos percursos formativos a realização de estágios curriculares

Leia mais

Normas de participação

Normas de participação Verão com desafios 2015 Normas de participação I. Apresentação e objetivos 1. Entidade promotora e organizadora - Município de Loures 1 a) O programa de Ocupação de Tempos Livres Verão com Desafios é promovido

Leia mais