Pós Penal e Processo Penal. Legale

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Pós Penal e Processo Penal. Legale"

Transcrição

1 Pós Penal e Processo Penal Legale

2 JURISDIÇÃO E COMPETÊNCIA

3 Jurisdição * Jurisdição é a capacidade de dizer o Direito

4 Jurisdição

5 * Competência é a delimitação do poder jurisdicional.

6 A competência determina-se: Pelo Lugar Pela Matéria Pela Prerrogativa da Função Pela Conexão e Continência Pela Distribuição

7 Lugar Em regra, o lugar do crime é o da consumação

8 Lugar Em regra, o lugar do crime é o da consumação Mas há competências que não se firmam pela consumação

9 Lugar Crimes que se consumam no estrangeiro

10 Lugar Crimes que se consumam no estrangeiro Tentativa

11 Lugar Crimes que se consumam no estrangeiro Tentativa Crimes contra a Vida

12 Lugar Crimes que se consumam no estrangeiro Tentativa Crimes contra a Vida JECRIM

13 Lugar Crimes que se consumam no estrangeiro Tentativa Crimes contra a Vida JECRIM Cheque sem fundos

14 Lugar Se o crime se consumar em mais de um lugar (p. ex. crime permanente):

15 Lugar Se o crime se consumar em mais de um lugar (p. ex. crime permanente): Prevenção

16 Lugar Se houver dúvida entre dois lugares de consumação:

17 Lugar Se houver dúvida entre dois lugares de consumação: Prevenção

18 Lugar Se não se souber o lugar da consumação:

19 Lugar Se não se souber o lugar da consumação: Endereço do Acusado

20 Lugar Nos crimes de ação penal exclusivamente privada:

21 Lugar Nos crimes de ação penal exclusivamente privada: Foro de opção

22 Matéria Justiças especializadas, foros especializados Júri Justiça Militar Vara Especial da Infância e Juventude Justiça Eleitoral Justiça Federal Outros

23 Matéria Art Aos juízes federais compete processar e julgar (na parte criminal): IV - os crimes políticos e as infrações penais praticadas em detrimento de bens, serviços ou interesse da União ou de suas entidades autárquicas ou empresas públicas, excluídas as contravenções e ressalvada a competência da Justiça Militar e da Justiça Eleitoral; V - os crimes previstos em tratado ou convenção internacional, quando, iniciada a execução no País, o resultado tenha ou devesse ter ocorrido no estrangeiro, ou reciprocamente;

24 Matéria V-A - as causas relativas a direitos humanos a que se refere o 5º deste artigo; VI - os crimes contra a organização do trabalho e, nos casos determinados por lei, contra o sistema financeiro e a ordem econômico-financeira; VII - os habeas corpus, em matéria criminal de sua competência ou quando o constrangimento provier de autoridade cujos atos não estejam diretamente sujeitos a outra jurisdição;

25 Matéria VIII - os mandados de segurança e os habeas data contra ato de autoridade federal, excetuados os casos de competência dos tribunais federais; IX - os crimes cometidos a bordo de navios ou aeronaves, ressalvada a competência da Justiça Militar; X - os crimes de ingresso ou permanência irregular de estrangeiro, a execução de carta rogatória, após o exequatur, e de sentença estrangeira, após a homologação, as causas referentes à nacionalidade, inclusive a respectiva opção, e à naturalização;

26 Matéria 5º Nas hipóteses de grave violação de direitos humanos, o Procurador-Geral da República, com a finalidade de assegurar o cumprimento de obrigações decorrentes de tratados internacionais de direitos humanos dos quais o Brasil seja parte, poderá suscitar, perante o Superior Tribunal de Justiça, em qualquer fase do inquérito ou processo, incidente de deslocamento de competência para a Justiça Federal.

27 Matéria OBS: a lei de Terrorismo (Lei /16) menciona Art. 11. Para todos os efeitos legais, considera-se que os crimes previstos nesta Lei são praticados contra o interesse da União, cabendo à Polícia Federal a investigação criminal, em sede de inquérito policial, e à Justiça Federal o seu processamento e julgamento, nos termos do inciso IV do art. 109 da Constituição Federal.

28 Prerrogativa da Função Pessoas especiais, foros especiais Presidente da República, Vice, Ministros, Governador, Prefeito, Deputados, Senadores, Juízes, Desembargadores, Promotores, Procuradores de Justiça, Etc

29 Prerrogativa da Função Atenção: Vereador não tem foro especial

30 Hipóteses de foro por prerrogativa de função previstas na Constituição Federal

31 STF Art Compete ao Supremo Tribunal Federal, precipuamente, a guarda da Constituição, cabendo-lhe: [...] b) nas infrações penais comuns, o Presidente da República, o Vice-Presidente, os membros do Congresso Nacional, seus próprios Ministros e o Procurador-Geral da República; c) nas infrações penais comuns e nos crimes de responsabilidade, os Ministros de Estado e os Comandantes da Marinha, do Exército e da Aeronáutica, ressalvado o disposto no art. 52, I, os membros dos Tribunais Superiores, os do Tribunal de Contas da União e os chefes de missão diplomática de caráter permanente; (Redação dada pela Emenda Constitucional nº 23, de 1999)

32 A Lei , de 22/12/04. Elevou o cargo do Presidente do BACEN a ministro de Estado, dando-lhe, portanto, a prerrogativa da competência em razão da função.

33 STJ Art Compete ao Superior Tribunal de Justiça: I - processar e julgar, originariamente: a) nos crimes comuns, os Governadores dos Estados e do Distrito Federal, e, nestes e nos de responsabilidade, os desembargadores dos Tribunais de Justiça dos Estados e do Distrito Federal, os membros dos Tribunais de Contas dos Estados e do Distrito Federal, os dos Tribunais Regionais Federais, dos Tribunais Regionais Eleitorais e do Trabalho, os membros dos Conselhos ou Tribunais de Contas dos Municípios e os do Ministério Público da União que oficiem perante tribunais;

34 TRF Art Compete aos Tribunais Regionais Federais: I - processar e julgar, originariamente: a) os juízes federais de sua área de jurisdição. b) os juízes militares federais de sua área de jurisdição. c) os juízes do trabalho de sua área de jurisdição. d) os Membros do Ministério Público da União que oficiem junto à 1ª instância;

35 TJ Dos Tribunais de Justiça dos Estados (art. 125 da CF), julgam originariamente, nos crimes comuns: a) os Prefeitos Municipais (art. 29, X, da CF). b) os juízes estaduais e do Distrito Federal, inclusive os da Justiça Militar Estadual, ressalvada a competência da Justiça Eleitoral (art. 96, III, da CF). c) os membros do Ministério Público estadual e do Distrito Federal, ressalvada a competência da Justiça Eleitoral (art. 96, III, da CF). No Estado de São Paulo, a Constituição Estadual acrescentou na competência originária do Tribunal de Justiça os crimes cometidos pelo Vice-Governador, pelos Secretários de Estado, pelos Deputados Estaduais, pelo Procurador-Geral do Estado, pelo Delegado Geral de Polícia e pelo Comandante -Geral da Polícia Militar.

36 PARTICULARIDADES NO TRIBUNAL DO JÚRI Aqueles que gozam de foro especial previsto na própria Constituição da República, como, por exemplo, os promotores de justiça, são julgados pelo Tribunal de Justiça, ainda que cometam homicídio. Já aqueles cujo foro por prerrogativa de função decorre de Constituição Estadual, são julgados pelo Tribunal do Júri, de modo que se pode concluir que a prerrogativa de julgamento perante o Tribunal de Justiça só alcança outros delitos. A competência constitucional do Tribunal do Júri prevalece sobre o foro por prerrogativa de função estabelecido exclusivamente pela Constituição Estadual. STF Súmula vinculante 45 e STF Súmula não vinculante 721:

37 Conexão e Continência Crimes ou criminosos que devem ser julgados no mesmo processo

38 Conexão e Continência Continência se dá no concurso de agentes ou no concurso formal de crimes

39 Conexão e Continência Conexão se dá no concurso material ou mesmo quando não houver concurso, mas houver um liame entre os crimes (p. ex: Caminhão saqueado, roubo e receptação, outros)

40 Conexão e Continência Em regra o crime mais grave atrai o menos grave

41 Conexão e Continência O Tribunal do Júri atrai todos os crimes e criminosos, menos:

42 Conexão e Continência O Tribunal do Júri atrai todos os crimes e criminosos, menos: Crime Militar Próprio

43 Conexão e Continência O Tribunal do Júri atrai todos os crimes e criminosos, menos: Crime Militar Próprio Crime Eleitoral

44 Conexão e Continência O Tribunal do Júri atrai todos os crimes e criminosos, menos: Crime Militar Próprio Crime Eleitoral Menor Infrator

45 Distribuição Tendo mais de uma vara igualmente competente deverá ser feito um sorteio para chegar-se a competência. É a distribuição

Apresentação Capítulo I

Apresentação Capítulo I Su m á r i o Apresentação... 13 Capítulo I Premissas Fundamentais e aspectos introdutórios... 15 1. A importância do exame da competência criminal... 15 2. Jurisdição e competência... 19 3. Princípio do

Leia mais

Direito Constitucional

Direito Constitucional Direito Constitucional Dos Tribunais Regionais Federais e dos Juízes Federais (Art. 106 a 110) Professor André Vieira www.acasadoconcurseiro.com.br Direito Constitucional Seção IV DOS TRIBUNAIS REGIONAIS

Leia mais

Competência. Conceito: é a quantidade da jurisdição cujo exercício é atribuído por lei a cada órgão.

Competência. Conceito: é a quantidade da jurisdição cujo exercício é atribuído por lei a cada órgão. Competência Conceito: é a quantidade da jurisdição cujo exercício é atribuído por lei a cada órgão. 1. critérios: 1.2 ratione materiae (em razão da matéria) 1.3 ratione personae (em razão da pessoa) 1.4

Leia mais

JURISDIÇÃO E COMPETÊNCIA IV

JURISDIÇÃO E COMPETÊNCIA IV JURISDIÇÃO E COMPETÊNCIA IV - FORO PRIVILEGIADO (POR PRERROGATIVA DA FUNÇÃO) é o direito de uma pessoa, ocupante de determinado cargo, ser julgada e processada criminalmente por órgãos jurisdicionais superiores,

Leia mais

Quadro Sinótico Competência por Prerrogativa de Função

Quadro Sinótico Competência por Prerrogativa de Função 2016 Quadro Sinótico Competência por Prerrogativa de Função Lucas Rodrigues de Ávila Prova da Ordem 2016 O que é competência por prerrogativa de função? "Um dos critérios determinadores da competência

Leia mais

COMPETÊNCIA EM RAZÃO DA NATUREZA DA INFRAÇÃO

COMPETÊNCIA EM RAZÃO DA NATUREZA DA INFRAÇÃO JURISDIÇÃO E COMPETÊNCIA III COMPETÊNCIA EM RAZÃO DA NATUREZA DA INFRAÇÃO FIXADA A COMARCA COMPETENTE (RATIONE LOCI), QUAL SERÁ A JUSTIÇA COMPETENTE EM RAZÃO DA NATUREZA DA INFRAÇÃO OU FATOS INCRIMINADORES

Leia mais

SUMÁRIO APRESENTAÇÃO À 2ª EDIÇÃO PREFÁCIO PREMISSAS FUNDAMENTAIS E ASPECTOS INTRODUTÓRIOS... 19

SUMÁRIO APRESENTAÇÃO À 2ª EDIÇÃO PREFÁCIO PREMISSAS FUNDAMENTAIS E ASPECTOS INTRODUTÓRIOS... 19 RENATO BRASILEIRO DE LIMA. SUMÁRIO APRESENTAÇÃO À 2ª EDIÇÃO... 15 PREFÁCIO... 17 CAPÍTULO I PREMISSAS FUNDAMENTAIS E ASPECTOS INTRODUTÓRIOS... 19 1. A importância do exame da competência criminal... 19

Leia mais

Tribunais Regionais Federais e. Juízes Federais. Tribunais Regionais Federais e Juízes Federais. Tribunais Regionais Federais e Juízes Federais

Tribunais Regionais Federais e. Juízes Federais. Tribunais Regionais Federais e Juízes Federais. Tribunais Regionais Federais e Juízes Federais S Art. 106. São órgãos da Justiça Federal: I - os Tribunais Regionais Federais; II - os. 1 2 Art. 107. Os Tribunais Regionais Federais compõemse de, no mínimo, sete juízes, recrutados, quando possível,

Leia mais

Direito Processual Penal

Direito Processual Penal JURISDIÇÃO E COMPETÊNCIA Jurisdição e competência: Jurisdição é o poder e a competência é a delimitação desse poder. 1 Competência em razão da matéria: 1) Competência da Justiça Especial: o Justiça Militar

Leia mais

Professor Wisley Aula 09

Professor Wisley Aula 09 - Professor Wisley www.aprovaconcursos.com.br Página 1 de 5 FORRO POR PRERROGATIVA DE FUNÇÃO 1. OBSERVAÇÕES I Não se fala mais em manutenção

Leia mais

1) JUSTIÇA ESPECIAL. Prof. Ricardo Henrique Alves Giuliani - 1 JURISDIÇÃO e COMPETÊNCIA

1) JUSTIÇA ESPECIAL. Prof. Ricardo Henrique Alves Giuliani - 1 JURISDIÇÃO e COMPETÊNCIA 1 JURISDIÇÃO e COMPETÊNCIA Jurisdição 1 é a função estatal exercida com exclusividade pelo poder judiciário, consistente na aplicação de normas da ordem jurídica a um caso concreto, com a conseqüente solução

Leia mais

PROCESSO PENAL ANTONIO DOS SANTOS JUNIOR.

PROCESSO PENAL ANTONIO DOS SANTOS JUNIOR. PROCESSO PENAL ANTONIO DOS SANTOS JUNIOR asjunior2004@uolcombr JURISDIÇÃO Poder Judiciário: garantir a realização dos direitos através de seus órgãos; Órgãos devem ter jurisdição (função de conhecer os

Leia mais

JUIZ FEDERAL. Manual do. Teoria e Prática ALEXANDRE HENRY ALVES VIVIANE IGNES DE OLIVEIRA. CARREIRAS Teoria e Prática MANUAIS DAS

JUIZ FEDERAL. Manual do. Teoria e Prática ALEXANDRE HENRY ALVES VIVIANE IGNES DE OLIVEIRA. CARREIRAS Teoria e Prática MANUAIS DAS ALEXANDRE HENRY ALVES VIVIANE IGNES DE OLIVEIRA Coleção MANUAIS DAS CARREIRAS Teoria e Prática Coordenação: Paulo Lépore Manual do JUIZ FEDERAL Teoria e Prática 2ª Edição Revista, atualizada e ampliada

Leia mais

PROPOSTA DE EMENDA À CONSTITUIÇÃO Nº, DE 2012

PROPOSTA DE EMENDA À CONSTITUIÇÃO Nº, DE 2012 PROPOSTA DE EMENDA À CONSTITUIÇÃO Nº, DE 2012 Altera os arts. 102, 105, 108 e 125 da Constituição Federal para extinguir o foro especial por prerrogativa de função nos casos de crimes comuns. As Mesas

Leia mais

PONTO 1: Competência introdução PONTO 2: Pressupostos da competência PONTO 3: Prerrogativa da função. 1. Competência introdução:

PONTO 1: Competência introdução PONTO 2: Pressupostos da competência PONTO 3: Prerrogativa da função. 1. Competência introdução: 1 DIREITO PROCESSUAL PENAL PONTO 1: Competência introdução PONTO 2: Pressupostos da competência PONTO 3: Prerrogativa da função 1. Competência introdução: Conceito: limite estabelecido pela lei dentro

Leia mais

Aula 7 Organização do poder judiciário Poder Judiciário:

Aula 7 Organização do poder judiciário Poder Judiciário: Aula 7 Organização do poder judiciário Poder Judiciário: Continuação aula anterior: Conselho da República: Art. 89. O Conselho da República é órgão superior de consulta do Presidente da República, e dele

Leia mais

1) A jurisdição é nacional ou internacional? 2) Qual a competência originária? 3) Qual a Justiça competente? 4) Qual o foro competente?

1) A jurisdição é nacional ou internacional? 2) Qual a competência originária? 3) Qual a Justiça competente? 4) Qual o foro competente? COMPETÊNCIA 1) A jurisdição é nacional ou internacional? 2) Qual a competência originária? 3) Qual a Justiça competente? 4) Qual o foro competente? 5) Qual a vara competente? 6) Qual a competência interna?

Leia mais

Crime Circunstância Órgão competente Fundamento

Crime Circunstância Órgão competente Fundamento Crime Circunstância Órgão competente Fundamento Doloso contra a vida (Júri) Abuso de autoridade Crimes "Internacionais" Descaminho Militares Autor militar federal e vítima militar Justiça Militar art.

Leia mais

Direito Processual Civil Recursos

Direito Processual Civil Recursos ORGANIZAÇÃO E FUNCIONAMENTO DOS TRIBUNAIS ORGANIZAÇÃO E FUNCIONAMENTO DOS TRIBUNAIS Jurisdição quanto ao grau hierárquico dos seus órgãos é: 1) inferior; 2) superior. Essas espécies de jurisdições pressupõe

Leia mais

PRINCÍPIOS: b) Imparcialidade; c) Juiz natural; d) Indeclinabilidade da jurisdição; e) Indisponibilidade e tipicidade.

PRINCÍPIOS: b) Imparcialidade; c) Juiz natural; d) Indeclinabilidade da jurisdição; e) Indisponibilidade e tipicidade. Jurisdição e Competência Penal PRINCÍPIOS: a) Inércia da jurisdição (ne procedat iudex ex officio); b) Imparcialidade; c) Juiz natural; d) Indeclinabilidade da jurisdição; e) Indisponibilidade e tipicidade.

Leia mais

QUESTIONÁRIO DE REFERÊNCIA

QUESTIONÁRIO DE REFERÊNCIA 1. Nome da organização: Departamento de Polícia Federal. QUESTIONÁRIO DE REFERÊNCIA 2. Endereço: Setor de Autarquias Sul, Quadra 6, Lotes 9/10, Brasília/DF, Brasil. Telefone: 55 61 2024-8366 Fax: 55 61

Leia mais

Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo. Competência. Gustavo Badaró aulas de e

Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo. Competência. Gustavo Badaró aulas de e Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo Competência Gustavo Badaró aulas de 20.09.2016 e 04.10.2016 n 1. Noções Gerais PLANO DA AULA n 2. Organograma do Poder Judiciário n 3. Concretização da

Leia mais

Índice Geral. Índice Sistemático do Código de Processo Penal

Índice Geral. Índice Sistemático do Código de Processo Penal Índice Geral Código de Processo Penal Decreto-lei 3.689, de 3 de outubro de 1941... 13 Súmulas Criminais do STF e do STJ Comentadas... 1645 Índice Alfabético-Remissivo... 1905 Bibliografia... 1923 Índice

Leia mais

PONTO 1: Justiças Especiais - Justiça Militar - Justiça Eleitoral PONTO 2: Justiça Comum - Justiça Federal. 1. Justiças Especiais:

PONTO 1: Justiças Especiais - Justiça Militar - Justiça Eleitoral PONTO 2: Justiça Comum - Justiça Federal. 1. Justiças Especiais: 1 DIREITO PROCESSUAL PENAL PONTO 1: Justiças Especiais - Justiça Militar - Justiça Eleitoral PONTO 2: Justiça Comum - Justiça Federal 1. Justiças Especiais: Justiça Militar: Tem a competência mais limitada

Leia mais

07/10/2012 PROCESSO PENAL I. Processo penal I

07/10/2012 PROCESSO PENAL I. Processo penal I I 14ª -Parte Professor: Rubens Correia Junior 1 Processo penal I 2 1 CONCEITO: Jurisdição X competência = poder X permissão para exercer o poder EX: TRIBUNAL DO JURI HOUVE UM CRIME DOLOSO IP + DENÚNCIA

Leia mais

MPU Processo Penal Competência Armando Júnior

MPU Processo Penal Competência Armando Júnior MPU Processo Penal Competência Armando Júnior 2013 Copyright. Curso Agora eu Passo - Todos os direitos reservados ao autor. COMPETÊNCIA #1) CONCEITO à Altavilla: É o poder que o magistrado tem de exercer

Leia mais

BuscaLegis.ccj.ufsc.br

BuscaLegis.ccj.ufsc.br BuscaLegis.ccj.ufsc.br Súmula 122 do Superior Tribunal de Justiça e competência para o julgamento de contravenções penais: uma análise à luz da jurisprudência dos Tribunais Superiores Alexandre Piccoli

Leia mais

Autoritarismo do Código de Processo Penal de 1941 vs. Constituição Federal de Processo Penal...8. Sistema Acusatório...

Autoritarismo do Código de Processo Penal de 1941 vs. Constituição Federal de Processo Penal...8. Sistema Acusatório... Sumário Autoritarismo do Código de Processo Penal de 1941 vs. Constituição Federal de 1988...2 Contexto Político e Histórico... 2 Características da Constituição de 1937... 4 Código de Processo Penal de

Leia mais

COMPETÊNCIA FUNCIONAL

COMPETÊNCIA FUNCIONAL Critérios de determinação da competência COMPETÊNCIA INTERNA (Nacional) Competência funcional Competência em razão da matéria (natureza demanda) Competência em razão do valor da causa Competência territorial

Leia mais

Prof. Raul de Mello Franco Jr. - UNIARA PODER EXECUTIVO. 3ª aula. Prof. Raul de Mello Franco Jr.

Prof. Raul de Mello Franco Jr. - UNIARA PODER EXECUTIVO. 3ª aula. Prof. Raul de Mello Franco Jr. PODER EXECUTIVO 3ª aula Prof. Raul de Mello Franco Jr. SUBSÍDIOS do PRESIDENTE, do VICE e dos MINISTROS São fixados pelo CN, por decreto-legislativo (art. 49, VIII, CF). Devem ser fixados em parcela única.

Leia mais

CAPÍTULO I - BREVE RECONSTRUÇÃO HISTÓRICA DA JUSTIÇA FEDERAL NO BRASIL

CAPÍTULO I - BREVE RECONSTRUÇÃO HISTÓRICA DA JUSTIÇA FEDERAL NO BRASIL CAPÍTULO I - BREVE RECONSTRUÇÃO HISTÓRICA DA JUSTIÇA FEDERAL NO BRASIL 1. A JUSTIÇA FEDERAL REPUBLICANA A existência de uma Justiça Federal e de juízes federais de 1ª instância foi prevista inicialmente

Leia mais

Competência no Processo Penal

Competência no Processo Penal AULA AO VIVO Competência no Processo Penal Competência A competência é a medida e o limite da jurisdição, dentro dos quais o órgão judicial poderá dizer o direito. É a delimitação do poder jurisdicional

Leia mais

CEM CADERNO DE EXERCÍCIOS MASTER. Período

CEM CADERNO DE EXERCÍCIOS MASTER. Período CEM CADERNO DE EXERCÍCIOS MASTER Direito Processual Penal Jurisdição e Competência Promotor de Justiça Período 2006 2016 1) CESPE - PJ (MPE TO)/MPE TO/2012 Assunto: Jurisdição e competência A respeito

Leia mais

LEI PENAL EM RELAÇÃO ÀS PESSOAS PROFESSOR: LEONARDO DE MORAES

LEI PENAL EM RELAÇÃO ÀS PESSOAS PROFESSOR: LEONARDO DE MORAES LEI PENAL EM RELAÇÃO ÀS PESSOAS PROFESSOR: LEONARDO DE MORAES 1 - Introdução Subdividem-se em imunidades diplomáticas e de chefes de governo estrangeiro e as imunidades parlamentares. 2 Imunidades diplomáticas

Leia mais

Aula 11. V-A as causas relativas a direitos humanos a que se refere o 5º deste artigo;

Aula 11. V-A as causas relativas a direitos humanos a que se refere o 5º deste artigo; Turma e Ano: Regular/2015 Matéria / Aula: Direito Processual Penal Professora: Elisa Pitarro Monitor: Raphael Santana Aula 11 Competência da Justiça Federal (continuação): Possibilidade de grave violação

Leia mais

DIREITOS HUMANOS E A CONSTITUIÇÃO

DIREITOS HUMANOS E A CONSTITUIÇÃO DIREITOS HUMANOS E A CONSTITUIÇÃO Aula 06 NOS CAPÍTULOS ANTERIORES... Identificamos a evolução histórica dos direitos humanos Direitos Humanos Direitos fundamentais Geração x Dimensões Documentos Históricos

Leia mais

A Polícia Judiciária Federal

A Polícia Judiciária Federal ESTUDOS, CONFERÊNCIAS E NOTAS A Polícia Judiciária Federal Jirair Aram Meguerian Desembargador Federal do Tribunal Regional Federal da 1ª Região. Nos termos do art. 21 da Constituição Federal, compete

Leia mais

DIREITO PROCESSUAL PENAL COMPETÊNCIAS

DIREITO PROCESSUAL PENAL COMPETÊNCIAS DIREITO PROCESSUAL PENAL COMPETÊNCIAS Atualizado em 03/11/2015 4. Competência Material Ratione Materiae: Divide-se em competência da Justiça Estadual, Federal, Eleitoral e Militar (não falamos da Justiça

Leia mais

AULA 6 24/03/11 A COMPETÊNCIA PENAL

AULA 6 24/03/11 A COMPETÊNCIA PENAL AULA 6 24/03/11 A COMPETÊNCIA PENAL 1 A MODIFICAÇÃO DA COMPETÊNCIA A modificação da competência deve ser percebida como a mudança, a alteração, a variação, a transformação de uma certa competência em outra

Leia mais

Índice Geral. Índice Sistemático do Código de Processo Penal Militar. Tábua de Abreviaturas

Índice Geral. Índice Sistemático do Código de Processo Penal Militar. Tábua de Abreviaturas Índice Geral Índice Sistemático do Código de Processo Penal Militar Tábua de Abreviaturas Código de Processo Penal Militar Decreto-lei 1.002, de 21 de outubro de 1969 Referências Bibliográficas Índice

Leia mais

Aula 12. Conexão: Ocorre conexão quando há nexo entre dois ou mais delitos o que aconselha a unidade de processos e julgamento.

Aula 12. Conexão: Ocorre conexão quando há nexo entre dois ou mais delitos o que aconselha a unidade de processos e julgamento. Turma e Ano: Regular/2015 Matéria / Aula: Direito Processual Penal Professora: Elisa Pitarro Monitor: Raphael Santana Aula 12 Conexão: Ocorre conexão quando há nexo entre dois ou mais delitos o que aconselha

Leia mais

ORGANIZAÇÃO E COMPETÊNCIA DA JUSTIÇA ELEITORAL

ORGANIZAÇÃO E COMPETÊNCIA DA JUSTIÇA ELEITORAL ÓRGÃOS (art.118, CF e art. 12, CE) 1. Tribunal Superior Eleitoral: órgão máximo da Justiça Eleitoral, com sede na capital federal e jurisdição em todo o território nacional. 2. Tribunais Regionais Eleitorais:

Leia mais

CONTROLE DE CONTEÚDO TRF 1ª REGIÃO ANALISTA JUDICIÁRIO ÁREA: JUDICIÁRIA

CONTROLE DE CONTEÚDO TRF 1ª REGIÃO ANALISTA JUDICIÁRIO ÁREA: JUDICIÁRIA CONTROLE DE CONTEÚDO TRF 1ª REGIÃO ANALISTA JUDICIÁRIO ÁREA: JUDICIÁRIA 1 Ortografia oficial. LÍNGUA PORTUGUESA CONTEÚDO PROGRAMÁTICO AULA LEITURA LEITURA QUESTÕES REVISÃO 2 Acentuação gráfica. 3 Grafia

Leia mais

(TRT-RJ / TÉCNICO JUDICIÁRIO ÁREA ADMINISTRATIVA / CESPE / 2008) DIREITO CONSTITUCIONAL

(TRT-RJ / TÉCNICO JUDICIÁRIO ÁREA ADMINISTRATIVA / CESPE / 2008) DIREITO CONSTITUCIONAL DIREITO CONSTITUCIONAL 31. Acerca de competência legislativa, assinale a opção correta. (a) Compete aos estados legislar sobre direito agrário. (b) Segundo a teoria dos poderes remanescentes, hoje aplicada

Leia mais

EXCELENTÍSSIMA SENHORA DESEMBARGADORA NEUZA MARIA ALVES DA SILVA, DO EGRÉGIO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 1ª REGIÃO

EXCELENTÍSSIMA SENHORA DESEMBARGADORA NEUZA MARIA ALVES DA SILVA, DO EGRÉGIO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 1ª REGIÃO EXCELENTÍSSIMA SENHORA DESEMBARGADORA NEUZA MARIA ALVES DA SILVA, DO EGRÉGIO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 1ª REGIÃO Processo nº. 0051125-22.2012.4.01.0000 DEMÓSTENES LÁZARO XAVIER TORRES, já devidamente

Leia mais

Abreviaturas Apresentação PARTE 1 DOUTRINA E LEGISLAÇÃO CAPÍTULO I PODER JUDICIÁRIO

Abreviaturas Apresentação PARTE 1 DOUTRINA E LEGISLAÇÃO CAPÍTULO I PODER JUDICIÁRIO S umário Abreviaturas... 21 Apresentação... 23 PARTE 1 DOUTRINA E LEGISLAÇÃO CAPÍTULO I PODER JUDICIÁRIO 1. Conceito, importância, funções e independência... 27 2. Garantias institucionais ou orgânicas

Leia mais

Brasileiros natos: Brasileiros naturalizados: São brasileiros naturalizados:

Brasileiros natos: Brasileiros naturalizados: São brasileiros naturalizados: Brasileiros natos: a) Os nascidos na República Federativa do Brasil, ainda que de pais estrangeiros, desde que estes não estejam a serviço de seu país; b) Os nascidos no estrangeiro, de pai brasileiro

Leia mais

Professora Susanna Schwantes

Professora Susanna Schwantes 1) São Órgãos do Poder Judiciário do Rio Grande do Sul: (a) Tribunal de Alçada e Tribunal de Justiça. (b) Pretores e Conselho da Magistratura. (c) Tribunal do Júri e Juizes de Paz. (d) Juizes de Direito

Leia mais

SUMÁRIO. Parte I Código de PROCESSO PENAL Comentado DECRETO-LEI Nº 3.689, DE 3 DE OUTUBRO DE 1941 LIVRO I DO PROCESSO EM GERAL

SUMÁRIO. Parte I Código de PROCESSO PENAL Comentado DECRETO-LEI Nº 3.689, DE 3 DE OUTUBRO DE 1941 LIVRO I DO PROCESSO EM GERAL Parte I Código de PROCESSO PENAL Comentado DECRETO-LEI Nº 3.689, DE 3 DE OUTUBRO DE 1941 LIVRO I DO PROCESSO EM GERAL Título I Disposições preliminares (Arts. 1º a 3º)... 3 Título II Do inquérito policial

Leia mais

Direito Processual Penal

Direito Processual Penal Direito Processual Penal Revisão Criminal Professor Joerberth Nunes www.acasadoconcurseiro.com.br Direito Processual Penal REVISÃO CRIMINAL CONSTITUIÇÃO FEDERAL CAPÍTULO III DO PODER JUDICIÁRIO Seção

Leia mais

Como pensa o examinador em provas para a Magistratura do TJ-RS? MAPEAMENTO DAS PROVAS - DEMONSTRAÇÃO -

Como pensa o examinador em provas para a Magistratura do TJ-RS? MAPEAMENTO DAS PROVAS - DEMONSTRAÇÃO - Curso Resultado Um novo conceito em preparação para concursos! Como pensa o examinador em provas para a Magistratura do TJ-RS? MAPEAMENTO DAS PROVAS - DEMONSTRAÇÃO - Trabalho finalizado em julho/2015.

Leia mais

Organograma do exercício da Jurisdição no ordenamento pátrio segundo os parâmetros vigentes na Constituição Federal

Organograma do exercício da Jurisdição no ordenamento pátrio segundo os parâmetros vigentes na Constituição Federal BuscaLegis.ccj.ufsc.br Organograma do exercício da Jurisdição no ordenamento pátrio segundo os parâmetros vigentes na Constituição Federal João Fernando Vieira da Silva salermolima@hotmail.com O exercício

Leia mais

Ana Cristina Mendonça. Processo Penal. Resumos p Conc v13 -Mendonca -Proc Penal-1ed.indd 3 25/04/ :35:43

Ana Cristina Mendonça. Processo Penal. Resumos p Conc v13 -Mendonca -Proc Penal-1ed.indd 3 25/04/ :35:43 Ana Cristina Mendonça 13 Processo Penal 2016 Resumos p Conc v13 -Mendonca -Proc Penal-1ed.indd 3 25/04/2016 10:35:43 capítulo 1 DA APLICAÇÃO DA LEI PROCESSUAL PENAL Leia a lei: Arts. 1º e 2º, do CPP e

Leia mais

Alcionir Urcino Aires Ferreira

Alcionir Urcino Aires Ferreira JURISDIÇÃO E COMPETÊNCIA DA JUSTIÇA MILITAR O funcionamento da justiça militar no Brasil SOBRE O AUTOR Alcionir Urcino Aires Ferrreira é Bacharel em Direito e em Economia pela Universidade Católica de

Leia mais

da infração; II - o domicílio ou residência do réu; III - a natureza da infração; IV - a

da infração; II - o domicílio ou residência do réu; III - a natureza da infração; IV - a ALERTA: O presente material presta-se, exclusivamente, a servir como material complementar às aulas proferidas durante o curso regular de Jurisdição e Competência. Não deve ser utilizado como única fonte

Leia mais

HOMOLOGAÇÃO DE SENTENÇA ESTRANGEIRA: ART. 483 1 CPC. ART. 15 2 LINDB (onde está escrito STF leia-se STJ); ART. 35 3, LEI 9307/96; ART. 105 4 CF/88.

HOMOLOGAÇÃO DE SENTENÇA ESTRANGEIRA: ART. 483 1 CPC. ART. 15 2 LINDB (onde está escrito STF leia-se STJ); ART. 35 3, LEI 9307/96; ART. 105 4 CF/88. DIREITO INTERNACIONAL PÚBLICO DIREITO INTERNACIONAL PONTO 1: HOMOLOGAÇÃO DE SENTENÇA ESTRANGEIRA PONTO 2: REQUISITOS; PROCEDIMENTO PONTO 3: CARTA ROGATÓRIA HOMOLOGAÇÃO DE SENTENÇA ESTRANGEIRA: ART. 483

Leia mais

SUMÁRIO CURRICULA DOS AUTORES... 9 AGRADECIMENTOS 6.ª EDIÇÃO AGRADECIMENTOS 5.ª EDIÇÃO AGRADECIMENTOS 4.ª EDIÇÃO... 15

SUMÁRIO CURRICULA DOS AUTORES... 9 AGRADECIMENTOS 6.ª EDIÇÃO AGRADECIMENTOS 5.ª EDIÇÃO AGRADECIMENTOS 4.ª EDIÇÃO... 15 SUMÁRIO CURRICULA DOS AUTORES... 9 AGRADECIMENTOS 6.ª EDIÇÃO... 11 AGRADECIMENTOS 5.ª EDIÇÃO... 13 AGRADECIMENTOS 4.ª EDIÇÃO... 15 AGRADECIMENTOS 3.ª EDIÇÃO... 17 AGRADECIMENTOS 2.ª EDIÇÃO... 19 AGRADECIMENTOS

Leia mais

A ordem de precedência, nas cerimonias oficiais, nos Estados da União, com a presença de autoridades federais, será a seguinte:

A ordem de precedência, nas cerimonias oficiais, nos Estados da União, com a presença de autoridades federais, será a seguinte: A ordem de precedência, nas cerimonias oficiais, nos Estados da União, com a presença de autoridades federais, será a seguinte: 1 - Presidente da República 2 - Vice-Presidente da República (*1) Governador

Leia mais

o Constituiçã Federal

o Constituiçã Federal Constituição Federal 1. Constituição Federal...8 Título I - Dos Princípios Fundamentais...8 Título II - Dos Direitos e Garantias Fundamentais...8 Capítulo I - Dos Direitos e Deveres Individuais e Coletivos...8

Leia mais

20/11/2014. Direito Constitucional Professor Rodrigo Menezes AULÃO DA PREMONIÇÃO TJ-RJ

20/11/2014. Direito Constitucional Professor Rodrigo Menezes AULÃO DA PREMONIÇÃO TJ-RJ Direito Constitucional Professor Rodrigo Menezes AULÃO DA PREMONIÇÃO TJ-RJ 1 01. A Constituição Federal de 1988 consagra diversos princípios, os quais exercem papel extremamente importante no ordenamento

Leia mais

Capítulo 1 Introdução...1. Capítulo 2 Inquérito Policial (IP)...5

Capítulo 1 Introdução...1. Capítulo 2 Inquérito Policial (IP)...5 S u m á r i o Capítulo 1 Introdução...1 Capítulo 2 Inquérito Policial (IP)...5 2.1. Início do IP... 17 2.2. Indiciamento... 24 2.3. Identificação Criminal a Nova Lei nº 12.037/2009... 27 2.4. Demais Providências...

Leia mais

Direito Constitucional

Direito Constitucional Curso de Direito Constitucional do TJ-RJ Tiago Musser dos Santos Braga Aula 04 Direito Constitucional do TJ-RJ Olá, amigo(a), tudo bem? Prova chegando! Expectativas crescendo. Creia que você já fez o seu

Leia mais

P ESSO ENAL ELEITORAL

P ESSO ENAL ELEITORAL Evânio Moura P ESSO ENAL ELEITORAL CRIMES ELEITORAIS, JURISDiÇÃO E COMPETÊNCIA Curitiba Juruá Editora 2014 Visite nossos sites na Internet www.jurua.com.br e www.editorialjurua.com e-mai1: editora@jurua.com.br

Leia mais

COMISSÃO DE CONSTITUIÇÃO E JUSTIÇA E DE CIDADANIA

COMISSÃO DE CONSTITUIÇÃO E JUSTIÇA E DE CIDADANIA COMISSÃO DE CONSTITUIÇÃO E JUSTIÇA E DE CIDADANIA PROJETO DE DECRETO LEGISLATIVO N o 2.379, DE 2006 (MENSAGEM N o 20, de 2006) Aprova o texto do Tratado sobre Extradição entre o Governo da República Federativa

Leia mais

SENADO FEDERAL. Gabinete do Senador PEDRO CHAVES PARECER Nº, DE Relator: Senador PEDRO CHAVES

SENADO FEDERAL. Gabinete do Senador PEDRO CHAVES PARECER Nº, DE Relator: Senador PEDRO CHAVES PARECER Nº, DE 2017 Da COMISSÃO DE RELAÇÕES EXTERIORES E DEFESA NACIONAL, sobre o Projeto de Lei da Câmara nº 44, de 2016 (Projeto de Lei nº 5768/2016, na Casa de origem), do Deputado Esperidião Amin,

Leia mais

4. AÇÃO CIVIL EX DELICTO 4.1 Questões

4. AÇÃO CIVIL EX DELICTO 4.1 Questões SUMÁRIO 1. APLICAÇÃO DO DIREITO PROCESSUAL PENAL 1.1 A lei processual no espaço 1.2 A lei processual no tempo (irretroatividade) 1.3 A lei processual em relação às pessoas 1.3.1 Imunidades 1.3.2 Imunidade

Leia mais

Aula 10. Súmula 140 do STJ: Compete à Justiça Comum Estadual processar e julgar crime em que o indígena figure como autor ou vítima.

Aula 10. Súmula 140 do STJ: Compete à Justiça Comum Estadual processar e julgar crime em que o indígena figure como autor ou vítima. Turma e Ano: Regular/2015 Matéria / Aula: Direito Processual Penal Professora: Elisa Pitarro Monitor: Raphael Santana Aula 10 Competência do Tribunal do Júri: Questões controvertidas: Qual o órgão competente

Leia mais

SUMÁRIO DIREITO ADMINISTRATIVO DIREITO CONSTITUCIONAL

SUMÁRIO DIREITO ADMINISTRATIVO DIREITO CONSTITUCIONAL SUMÁRIO DIREITO ADMINISTRATIVO 1. Administração pública e terceiro setor... 15 2. Administração direta e indireta... 31 3. Regulação, concessões e parcerias... 53 4. Intervenção do estado na propriedade...

Leia mais

CURSO ON-LINE - D. CONSTITUCIONAL NAS 5 FONTES PROFESSOR: VÍTOR CRUZ Módulo Extra 2:

CURSO ON-LINE - D. CONSTITUCIONAL NAS 5 FONTES PROFESSOR: VÍTOR CRUZ Módulo Extra 2: Módulo Extra 2: Agora iremos ver as justiças em específico: a federal, a estadual, a do trabalho, a militar e a eleitoral. Estude cada uma delas de acordo com o seu concurso, muitos concursos não cobram

Leia mais

D E C L A R A Ç Ã O PARA ELEIÇÕES 2012

D E C L A R A Ç Ã O PARA ELEIÇÕES 2012 D E C L A R A Ç Ã O PARA ELEIÇÕES 2012 Nome do Candidato: Nome do pai: Nome da mãe: Partido Político ou Coligação: Cargo a que concorre: ( ) Prefeito ( ) Vice-Prefeito ( ) Vereador Município: Declaro,

Leia mais

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO. MÓDULO II 1. Regras de competência 2. Procedimento 3. Pedidos 4. Recurso Ordinário Constitucional

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO. MÓDULO II 1. Regras de competência 2. Procedimento 3. Pedidos 4. Recurso Ordinário Constitucional CONTEÚDO PROGRAMÁTICO MÓDULO II 1. Regras de competência 2. Procedimento 3. Pedidos 4. Recurso Ordinário Constitucional 1. REGRAS DE COMPETÊNCIA O habeas corpus deve ser interposto à autoridade judicial

Leia mais

FB:

FB: Art. 0. COMPETE AO STF, precipuamente, a guarda da Constituição, cabendo-lhe: Art. 0. COMPETE AO STJ I - processar e julgar, ORIGINARIAMENTE: I - processar e julgar, ORIGINARIAMENTE: ) Constituição: conceito.

Leia mais

DIREITO PROCESSUAL DO TRABALHO

DIREITO PROCESSUAL DO TRABALHO DIREITO PROCESSUAL DO TRABALHO 01. Dentre os aspectos peculiares aos órgãos jurisdicionais trabalhistas no Brasil, não se encontra: I - Não existem Varas do Trabalho especializadas em determinadas matérias,

Leia mais

Lei complementar nº 35,

Lei complementar nº 35, Lei complementar nº 35, de 14 de março de 1979 Dispõe sobre a Lei Orgânica da Magistratura Nacional O PRESIDENTE DA REPÚBLICA: Faço saber que o Congresso Nacional decreta e eu sanciono a seguinte Lei Complementar:

Leia mais

Poder Judiciário Constituição Estadual RS

Poder Judiciário Constituição Estadual RS Poder Judiciário Constituição Estadual RS CE/RS Art. 91 - São órgãos do Poder Judiciário do Estado: I - o Tribunal de Justiça; II - o Tribunal Militar do Estado; III - os Juízes de Direito; IV - os Tribunais

Leia mais

- Jurisdição - Competência é o limite dentro do qual juízes e tribunais exercem jurisdição.

- Jurisdição - Competência é o limite dentro do qual juízes e tribunais exercem jurisdição. Turma e Ano: Flex A (2014) Matéria / Aula: Processo Penal / Aula 09 Professor: Elisa Pittaro Conteúdo: Princípios da Jurisdição: Aderência. Competência: Natureza Jurídica; Competência Absoluta x Relativa;

Leia mais

Direito Constitucional

Direito Constitucional Direito Constitucional Aula: 11/12 UMA PARCERIA Visite o Portal dos Concursos Públicos WWW.CURSOAPROVACAO.COM.BR Visite a loja virtual www.conquistadeconcurso.com.br MATERIAL DIDÁTICO EXCLUSIVO PARA ALUNOS

Leia mais

Ana Cristina Mendonça. Processo Penal. 2ª edição revista e atualizada

Ana Cristina Mendonça. Processo Penal. 2ª edição revista e atualizada Ana Cristina Mendonça 13 Processo Penal 2ª edição revista e atualizada 2017 capítulo 1 DA APLICAÇÃO DA LEI PROCESSUAL PENAL Leia a lei: Arts. 1º e 2º, do CPP e arts. 1º, 2º e 6º do Decreto-Lei 4.657/42.

Leia mais

CURSO DE DIREITO PROCESSUAL PENAL. Volume IV

CURSO DE DIREITO PROCESSUAL PENAL. Volume IV LEONIR BATISTI Professor de Direito Processual Penal na Escola da Magistratura-Londrina e Universidade Estadual de Londrina; Promotor de Justiça da Comarca de Londrina; Especializado em Metodologia do

Leia mais

DIREITO PENAL E PROCESSO PENAL

DIREITO PENAL E PROCESSO PENAL SÚMULAS SUPREMO TRIBUNAL DE JUSTIÇA STF DIREITO PENAL E PROCESSO PENAL SÚMULA Nº 18 PELA FALTA RESIDUAL, NÃO COMPREENDIDA NA ABSOLVIÇÃO PELO JUÍZO CRIMINAL, É ADMISSÍVEL A PUNIÇÃO ADMINISTRATIVA DO SERVIDOR

Leia mais

Juizados Especiais Criminais

Juizados Especiais Criminais Direito Processual Penal Juizados Especiais Criminais Constituição Federal Art. 98. A União, no Distrito Federal e nos Territórios, e os Estados criarão: I - juizados especiais, providos por juízes togados,

Leia mais

Manual de Direito Administrativo I Gustavo Mello Knoplock

Manual de Direito Administrativo I Gustavo Mello Knoplock Série Provas e Concursos Manual de Direito Administrativo I Gustavo Mello Knoplock ELSEVIER 5.6. Resumo AGENTES PÚBLICOS (segundo Hely Lopes Meirelles): 1. Agentes políticos Aqueles no alto escalão dos

Leia mais

DIREITO INTERNACIONAL. Tratados Internacionais

DIREITO INTERNACIONAL. Tratados Internacionais DIREITO INTERNACIONAL Tratados Internacionais Conceito e nomenclatura Validade no Brasil Estrutura Profª Luciana Romano Morilas 1 Constituição Federal Na CF, há vários dispositivos que remetem aos Tratados

Leia mais

Teoria Geral do Processo (TGP)

Teoria Geral do Processo (TGP) Material Teórico Teoria Geral do Processo (TGP) Aula 2 Jurisdição e Aspectos Iniciais da Relação Jurídica Conteudista Responsável: Profª Marlene Lessa cod TGPCDSG1108_a02 1 Jurisdição - Aspectos Iniciais

Leia mais

O ESTADO E A ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA NA SOCIEDADE CONTEMPORÂNEA

O ESTADO E A ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA NA SOCIEDADE CONTEMPORÂNEA O ESTADO E A ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA NA SOCIEDADE CONTEMPORÂNEA ESTADO Conjunto de regras, pessoas e organizações que se separam da sociedade para organizá-la. - Só passa a existir quando o comando da comunidade

Leia mais

Noções de Estado. Organização da Federação e Poderes do Estado

Noções de Estado. Organização da Federação e Poderes do Estado Noções de Estado Noções de Estado Organização da Federação e Poderes do Estado Estado É a sociedade política e juridicamente organizada, dotada de soberania, dentro de um território, sob um governo, para

Leia mais

XXIII EXAME DE ORDEM PROCESSO PENAL PROF CHRISTIANO GONZAGA

XXIII EXAME DE ORDEM PROCESSO PENAL PROF CHRISTIANO GONZAGA XXIII EXAME DE ORDEM PROCESSO PENAL PROF CHRISTIANO GONZAGA Princípios Devido Processo Legal Juiz Natural PRINCÍPIOS IMPORTANTES Ampla Defesa Presunção de Inocência Aplicação da lei processual Art. 2º,

Leia mais

CONTROLE DA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA

CONTROLE DA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA Professor Alessandro Dantas Coutinho CONTROLE DA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA CONTROLE REALIZADO PELO PODER LEGISLATIVO Legislativo! Representa a vontade da coletividade. Em âmbito Federal é composto pelo Senado

Leia mais

Quesito avaliado. 5. Fundamentos: Cabimento do recurso: art. 102, III, a e foi interposto tempestivamente (art. 508 do CPC) (0,30);

Quesito avaliado. 5. Fundamentos: Cabimento do recurso: art. 102, III, a e foi interposto tempestivamente (art. 508 do CPC) (0,30); Peça prática Foi proposta uma ação direta de inconstitucionalidade pelo prefeito de um município do Estado X. O Tribunal de Justiça do Estado X julgou tal ação improcedente, tendo o acórdão declarado constitucional

Leia mais

As estruturas judiciárias em contraste I (Brasil) Tinka Reichmann

As estruturas judiciárias em contraste I (Brasil) Tinka Reichmann As estruturas judiciárias em contraste I (Brasil) Tinka Reichmann reichmann@usp.br Sistemas jurídicos Sistemas nacionais Portugal Brasil Comparação dos sistemas jurídicos e dos termos jurídicos Organização

Leia mais

3. COMENTÁRIOS À JURISPRUDÊNCIA

3. COMENTÁRIOS À JURISPRUDÊNCIA 3. COMENTÁRIOS À JURISPRUDÊNCIA 3.1 LIMITES CONSTITUCIONAIS À COMPETÊNCIA POR PRERROGATIVA DE FUNÇÃO: ANÁLISE CRÍTICA DA SÚMULA 721 DO SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL MAÍRA CARVALHO LUZ Advogada Integrante da

Leia mais

PONTO 1: Decretos Legislativos e Resolução PONTO 2: Membros do Congresso Nacional PONTO 3: Poder Executivo. 1. Decretos Legislativos e Resolução:

PONTO 1: Decretos Legislativos e Resolução PONTO 2: Membros do Congresso Nacional PONTO 3: Poder Executivo. 1. Decretos Legislativos e Resolução: 1 DIREITO CONSTITUCIONAL PONTO 1: Decretos Legislativos e Resolução PONTO 2: Membros do Congresso Nacional PONTO 3: Poder Executivo 1. Decretos Legislativos e Resolução: Os Decretos legislativos e as resoluções

Leia mais

O art. 96, III da CF prevê o foro por prerrogativa de função dos membros do MP, incluindo os Promotores e Procuradores de Justiça.

O art. 96, III da CF prevê o foro por prerrogativa de função dos membros do MP, incluindo os Promotores e Procuradores de Justiça. Turma e Ano: Flex A (2014) Matéria / Aula: Processo Penal / Aula 11 Professor: Elisa Pittaro Conteúdo: Foro por Prerrogativa de Função; Conexão e Continência. 3.5 Foro por Prerrogativa de Função: b) Juízes

Leia mais

Cargo: Efetivo (de carreira ou isolado) adquire estabilidade Em comissão livre exoneração Vitalício adquire vitaliciedade

Cargo: Efetivo (de carreira ou isolado) adquire estabilidade Em comissão livre exoneração Vitalício adquire vitaliciedade CAMPUS Capítulo 5 Administração Pública e Servidores Públicos Disposições Constitucionais 189 Servidor público em sentido estrito (regime estatutário) Cargo efetivo Cargo em comissão Adm. Direta, autárquica

Leia mais

SUMÁRIO. CONSTITUIÇÃO DA REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL Publicado no Diário Oficial da União nº 191-A de 5 de outubro de 1988

SUMÁRIO. CONSTITUIÇÃO DA REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL Publicado no Diário Oficial da União nº 191-A de 5 de outubro de 1988 SUMÁRIO CONSTITUIÇÃO DA REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL Publicado no Diário Oficial da União nº 191-A de 5 de outubro de 1988 Preâmbulo...1 TÍTULO I DOS PRINCÍPIOS FUNDAMENTAIS (Arts. 1º a 4º)...3 TÍTULO

Leia mais

Sumário CONSTITUIÇÃO DA REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL DE 1988... 21 PREÂMBULO... 21. TÍTULO III Da Organização do Estado... 39

Sumário CONSTITUIÇÃO DA REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL DE 1988... 21 PREÂMBULO... 21. TÍTULO III Da Organização do Estado... 39 CONSTITUIÇÃO DA REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL DE 1988 CONSTITUIÇÃO DA REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL DE 1988... 21 PREÂMBULO... 21 TÍTULO I Dos Princípios Fundamentais... 21 TÍTULO II Dos Direitos e Garantias

Leia mais

Competência no Processo Civil

Competência no Processo Civil Competência no Processo Civil Direito Processual Civil I Prof. Leandro Gobbo 1 Conceito Princípio do juiz natural. A competência quantifica a parcela de exercício de jurisdição atribuída a determinado

Leia mais

DIREITO DE PROCESSO PENAL:

DIREITO DE PROCESSO PENAL: 1 Fundação Presidente Antônio Carlos Faculdade Presidente Antônio Carlos de Teófilo Otoni DIREITO DE PROCESSO PENAL: Título V - Da Competência. Jéferson Botelho Professor de Direito Processual Penal I

Leia mais

INSTRUÇÃO PROMOTOR NATURAL: O

INSTRUÇÃO PROMOTOR NATURAL: O INSTRUÇÃO PROMOTOR NATURAL: O inquérito civil e o procedimento preparatório serão presididos pelo membro do Ministério Público a quem for conferida essa atribuição, nos termos da normatização de regência.

Leia mais

CONCEITO DE AUTORIDADE

CONCEITO DE AUTORIDADE - LEGISLAÇÃO PENAL ESPECIAL - - Lei nº 4.898/65 - Abuso de Autoridade - Professor: Marcos Girão - CONCEITO DE AUTORIDADE 1 CONCEITO DE AUTORIDADE LEI Nº 4.898/65 Pode ser considerado autoridade o servidor

Leia mais