Programa Analítico de Disciplina EFG361 Enfermagem Materna

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Programa Analítico de Disciplina EFG361 Enfermagem Materna"

Transcrição

1 0 Programa Analítico de Disciplina Departamento de Medicina e Enfermagem - Centro de Ciências Biológicas e da Saúde Número de créditos: 7 Teóricas Práticas Total Duração em semanas: 15 Carga horária semanal Períodos - oferecimento: II Carga horária total EFG360 Pré-requisitos (Pré ou co-requisitos)* Ementa Aspectos históricos, políticos e legais da enfermagem obstétrica. Gravidez. Pré-Natal. Trabalho de parto e processo de nascimento. Puerpério. Gravidez de alto risco. Oferecimento aos Cursos Curso Modalidade Período Enfermagem Obrigatória 6

2 1 Seq Aulas Teóricas Horas/Aula 1 Aspectos históricos, políticos e legais da enfermagem obstétrica Evolução histórica e surgimento da enfermagem obstétrica 1.2. Política da humanização do parto, aborto, nascimento e puerpério 1.3. Mortalidade materna 2 Gravidez Fecundação e nidação Desenvolvimento do embrião e do feto Placenta e membranas fetais Alterações fisiológicas durante a gravidez Alterações psicossociais durante a gravidez Assistência de enfermagem durante a gravidez. 3 Pré-Natal Acolhimento Avaliação pré-concepcional Diagnóstico da gravidez Fatores de risco reprodutivo Assistência integral de enfermagem no pré-natal Atividade física e gravidez Momentos adversos no pré-natal e abortamento Assistência de enfermagem à família no pré-natal. 4 Trabalho de parto e processo de nascimento Anatomia obstétrica 4.2 Fatores mecânicos do parto 4.3. Iniciação de trabalho de parto 4.2. Sinais de trabalho de parto O trabalho de parto e Parto Assistência de enfermagem durante o trabalho de parto e parto normal 4.5. Períneo e episiotomia 4.6. Tecnologias não invasivas de cuidado em casa de parto 4.7. Assistência de enfermagem à mulher no parto cesáreo e fórceps Complicações no trabalho de parto e parto 4.9. Assistência de enfermagem imediata e mediata ao recém-nascido Assistência de enfermagem à família no parto 5 Puerpério Fisiologia do puerpério e puerpério patológico

3 Modificações da mulher no puerpério Aspectos emocionais do puerpério 5.4. Assistência de enfermagem durante o período pós-parto Aleitamento materno e alojamento conjunto Assistência de enfermagem à família no pós-parto 6 Gravidez de alto risco Gestação de alto risco 6.2. Assistência de enfermagem na gravidez de risco Assistência de enfermagem do trabalho de parto e do parto de risco Assistência de enfermagem à puérpera de risco.

4 3 Seq Aulas Práticas Horas/Aula 1 Laboratório Discussões de casos clínicos dentro da perspectiva da saúde materna 2 Campos de prática Desenvolver procedimentos técnicos e educação em saúde em unidades que assistem à mulher 2.2. Realizar consulta de enfermagem à mulher no ciclo gravídico-puerperal 2.3. Realizar cuidados de enfermagem à mulher em trabalho de parto, parto e no puerpério imediato e mediato em uma maternidade 2.4. Realizar cuidados de enfermagem ao recém-nascido em uma maternidade

5 4 Referências Bibliográficas Bibliografia Básica: 1 - BRASIL. Ministério da Saúde. Manual de assistência ao recém-nascido. Brasília: Ministério da Saúde, Disponível em: << Acesso em: 05 jul 2 - BRASIL. Ministério da Saúde. Pré-natal e puerpério: atenção qualificada e humanizada: manual técnico. Brasília: Ministério da Saúde, Disponível em: 3 - BRASIL. Ministério da Saúde. Atenção humanizada ao recém-nascido de baixo peso: método canguru. Brasília: Ministério da Saúde, Disponível em: << Acesso em: 05 jul [Exemplares disponíveis: Não informado.] 4 - BRASIL. Ministério da Saúde. Protocolo para a prevenção de transmissão vertical de HIV e Sífilis: Manual de Bolso. Editora do Ministério da Saúde. Série B: Textos Básicos da Saúde Brasília: Ministério da Saúde, Disponível em: << idtxt=25185&janela=1>> Acesso em: 05 jul 5 - BRASIL. Ministério da Saúde. Plano nacional de atenção integral à saúde da mulher - princípios e diretrizes. Secretaria de Atenção à Saúde, Brasília (DF); Disponível em: 6 - BRASIL. Ministério da Saúde. Urgências e emergências obstétricas. Guia para diagnóstico e conduta em situações de risco de morte materna. Brasília: Ministério da Saúde, Disponível em: 7 - BRASIL. Ministério da Saúde. Como ajudar as mães a amamentar. 4. ed. Brasília: Ministério da Saúde, Disponível em:< < Acesso em: 05 jul 8 - BRASIL. Ministério da Saúde. Assistência pré-natal: manual técnico. 3. ed. Brasília: Ministério da Saúde, Disponível em: << idtxt=25185&janela=1>> Acesso em: 05 jul 9 - BRASIL. Ministério da Saúde. Parto, aborto e puerpério: assistência humanizada a mulher. Brasília: Ministério da Saúde, Disponível em: << idtxt=25185&janela=1>> Acesso em: 05 jul 10 - BRASIL. Ministério da Saúde. Gestação de alto risco: manual técnico. 5. ed. Brasilia: Editora do Ministério da Saúde, p. Disponível em:

6 PORTO, F. et.al. Atenção à saúde da mulher: história, aspectos legais e cuidado. Rio de Janeiro: Aguia Dourada, 12 - RICCI, S.S. Enfermagem materno-neonatal e saúde da mulher. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan; [Exemplares disponíveis: 2] 13 - TAMEZ, R.N. Enfermagem na UTI neonatal - assistência ao recém-nascido de alto risco. 4. ed [Exemplares disponíveis: 2] 14 - ZIGGEL, E.E & CRANLEY, N.S. Enfermagem Obstétrica. 8. ed. Rio de Janeiro: Interamericana, [Exemplares disponíveis: 1] Bibliografia Complementar:

Programa Analítico de Disciplina TAL462 Gestão da Qualidade na Indústria de Alimentos

Programa Analítico de Disciplina TAL462 Gestão da Qualidade na Indústria de Alimentos Programa Analítico de Disciplina Departamento de Tecnologia de Alimentos - Centro de Ciências Exatas e Tecnológicas Número de créditos: Teóricas Práticas Total Duração em semanas: 15 Carga horária semanal

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE VIÇOSA PRÓ REITORIA DE ENSINO DIRETORIA DE REGISTRO ESCOLAR

UNIVERSIDADE FEDERAL DE VIÇOSA PRÓ REITORIA DE ENSINO DIRETORIA DE REGISTRO ESCOLAR Programa Analítico de Disciplina Departamento de Economia Doméstica - Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes Número de créditos: 4 Teóricas Práticas Total Duração em semanas: 15 Carga horária semanal

Leia mais

Papel das Unidades Básicas Casa da Gestante. II Encontro das Casas da Gestante do Rio Grande do Sul SES/RS Dezembro 2009

Papel das Unidades Básicas Casa da Gestante. II Encontro das Casas da Gestante do Rio Grande do Sul SES/RS Dezembro 2009 Papel das Unidades Básicas Casa da Gestante II Encontro das Casas da Gestante do Rio Grande do Sul SES/RS Dezembro 2009 Alguns dados: Ao analisar os dados de nascimento e óbitos dos RN residentes em Canoas

Leia mais

PESQUISADORES RESPONSÁVEIS

PESQUISADORES RESPONSÁVEIS PESQUISADORES RESPONSÁVEIS Professora Doutora Regina Vieira Cavalcante da Silva - Professora Adjunto do Departamento de Pediatria - Hospital de Clínicas - Universidade Federal do Paraná (reginavcs@uol.com.br)

Leia mais

ASSISTÊNCIA HUMANIZADA AO RECÉM-NASCIDO. Dra. Nivia Maria Rodrigues Arrais Pediatra - Neonatologista Departamento de Pediatria - UFRN

ASSISTÊNCIA HUMANIZADA AO RECÉM-NASCIDO. Dra. Nivia Maria Rodrigues Arrais Pediatra - Neonatologista Departamento de Pediatria - UFRN ASSISTÊNCIA HUMANIZADA AO RECÉM-NASCIDO Dra. Nivia Maria Rodrigues Arrais Pediatra - Neonatologista Departamento de Pediatria - UFRN 10 PASSOS 22/04/2010 PARA A ATENÇÃO HOSPITALAR HUMANIZADA À CRIANÇA

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO E PESQUISA RESOLUÇÃO N.º 3.209, DE 7 DE OUTUBRO DE 2004

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO E PESQUISA RESOLUÇÃO N.º 3.209, DE 7 DE OUTUBRO DE 2004 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO E PESQUISA RESOLUÇÃO N.º 3.209, DE 7 DE OUTUBRO DE 2004 Homologa o Parecer n.º 036/04-CEG, que aprova a revogação da Resolução

Leia mais

ACOMPANHAMENTO DA PUÉRPERA HIV* Recomendações do Ministério da Saúde Transcrito por Marília da Glória Martins

ACOMPANHAMENTO DA PUÉRPERA HIV* Recomendações do Ministério da Saúde Transcrito por Marília da Glória Martins ACOMPANHAMENTO DA PUÉRPERA HIV* Puerpério Imediato Acompanhamento da puérpera HIV* 1. Inibir a lactação através do enfaixamento das mamas com ataduras ou comprimindo-as com um top e evitando, com isso,

Leia mais

ANEXO IV INDICADORES ESTRATÉGICOS PARA A REDE CEGONHA

ANEXO IV INDICADORES ESTRATÉGICOS PARA A REDE CEGONHA ANEXO IV INDICADORES ESTRATÉGICOS PARA A REDE CEGONHA OBJETIVO: MONITORAMENTO E AVALIAÇÃO DA IMPLANTAÇÃO E QUALIFICAÇÃO DA REDE CEGONHA NOME DO INDICADOR DEFINIÇÃO INTERPRETAÇÃO MÉTODO DE CÁLCULO cadastradas

Leia mais

Programa Analítico de Disciplina NUT344 Nutrição Materno-Infantil

Programa Analítico de Disciplina NUT344 Nutrição Materno-Infantil Programa Analítico de Disciplina Departamento de Nutrição e Saúde - Centro de Ciências Biológicas e da Saúde Número de créditos: 5 Teóricas Práticas Total Duração em semanas: 15 Carga horária semanal 3

Leia mais

PÓS-GRADUAÇÃO EM ENFERMAGEM EM UTI E URGÊNCIA/ EMERGÊNCIA

PÓS-GRADUAÇÃO EM ENFERMAGEM EM UTI E URGÊNCIA/ EMERGÊNCIA PÓS-GRADUAÇÃO EM ENFERMAGEM EM UTI E URGÊNCIA/ EMERGÊNCIA Instituição Certificadora: FALC Amparo Legal: Resolução CNE CES 1 2001 Resolução CNE CES 1 2007 Carga Horária: 530h Período de Duração: 12 meses

Leia mais

PROCESSO SELETIVO DE DOCENTES, NOS TERMOS DO COMUNICADO CEETEPS N 1/2009, E SUAS ALTERAÇÕES.

PROCESSO SELETIVO DE DOCENTES, NOS TERMOS DO COMUNICADO CEETEPS N 1/2009, E SUAS ALTERAÇÕES. ETEC ANTONIO DEVISATE MARÍLIA PROCESSO SELETIVO DE DOCENTES, NOS TERMOS DO COMUNICADO CEETEPS N 1/2009, E SUAS ALTERAÇÕES. AVISO N 031/02/2015 de 25/09/2015. Processo n 6282/2015 AVISO DE DEFERIMENTO E

Leia mais

O MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DO RIO GRANDE DO. NORTE, por seu representante que abaixo subscreve, no exercício da Promotoria

O MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DO RIO GRANDE DO. NORTE, por seu representante que abaixo subscreve, no exercício da Promotoria O MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE, por seu representante que abaixo subscreve, no exercício da Promotoria de Justiça de Santo Antônio, no uso das atribuições outorgadas pelos art. 127,

Leia mais

CURSO DE ENFERMAGEM Reconhecido pela Portaria nº 270 de 13/12/12 DOU Nº 242 de 17/12/12 Seção 1. Pág. 20

CURSO DE ENFERMAGEM Reconhecido pela Portaria nº 270 de 13/12/12 DOU Nº 242 de 17/12/12 Seção 1. Pág. 20 CURSO DE ENFERMAGEM Reconhecido pela Portaria nº 270 de 13/12/12 DOU Nº 242 de 17/12/12 Seção 1. Pág. 20 Componente Curricular: ENFERMAGEM EM ATENÇÃO A SAÚDE DA MULHER E DO HOMEM II Código: ENF- 213 CH

Leia mais

O AMAMENTAR PARA MÃES COM NECESSIDADES ESPECIAIS

O AMAMENTAR PARA MÃES COM NECESSIDADES ESPECIAIS O AMAMENTAR PARA MÃES COM NECESSIDADES ESPECIAIS XI ENCONTRO NACIONAL DE ALEITAMENTO MATERNO I ENCONTRO NACIONAL DE ALIMENTAÇÃO COMPLEMENTAR SAUDÁVEL SANTOS, SP 8 A 12 DE JUNHO DE 2010 O AMAMENTAR PARA

Leia mais

Programa Analítico de Disciplina ARQ341 Projeto I

Programa Analítico de Disciplina ARQ341 Projeto I Programa Analítico de Disciplina Departamento de Arquitetura e Urbanismo - Centro de Ciências Exatas e Tecnológicas Número de créditos: 8 Teóricas Práticas Total Duração em semanas: 15 Carga horária semanal

Leia mais

PROGRAMA DE DISCIPLINA. Disciplina: Coleta e Conservação de Material Biológico

PROGRAMA DE DISCIPLINA. Disciplina: Coleta e Conservação de Material Biológico FACULDADE DE IMPERATRIZ FACIMP Associação Região Tocantina de Educação e Cultura S/C Ltda. Telefax: (99) 524-8298 site: www.facimp.edu.br e-mail: facimp@facimp.edu.br. Av. Prudente de Morais, s/nº, Qd.

Leia mais

HIV no período neonatal prevenção e conduta

HIV no período neonatal prevenção e conduta HIV no período neonatal prevenção e conduta O HIV, agente causador da AIDS, ataca as células do sistema imune, especialmente as marcadas com receptor de superfície CD4 resultando na redução do número e

Leia mais

QUESTIONÁRIO SOBRE A ATENÇÃO AO PRÉ- NATAL E PUERPÉRIO

QUESTIONÁRIO SOBRE A ATENÇÃO AO PRÉ- NATAL E PUERPÉRIO QUESTIONÁRIO SOBRE A ATENÇÃO AO PRÉ- NATAL E PUERPÉRIO Denise Silveira, Anaclaudia Gastal Fassa, Maria Elizabeth Gastal Fassa, Elaine Tomasi, Luiz Augusto Facchini BLOCO A - IDENTIFICAÇÃO DA UNIDADE BÁSICA

Leia mais

CURSO DE ENFERMAGEM. 12 Semiologia e Semiotécnica aplicada à Enfermagem 60 30 90

CURSO DE ENFERMAGEM. 12 Semiologia e Semiotécnica aplicada à Enfermagem 60 30 90 CURSO DE ENFERMAGEM I Curso: Graduação em Enfermagem Carga Horária Total do Curso: 4170 horas Turno de Aplicação: Noturno Regime: Seriado Semestral Vigência: 2016/2 Tempo de Integralização: Mínimo - 05

Leia mais

PROGRAMA DE DISCIPLINA

PROGRAMA DE DISCIPLINA 1/6 PROGRAMA DE DISCIPLINA DISCIPLINA: SAÚDE DA MULHER CÓDIGO: EMI026 CARGA HORÁRIA TEÓRICA 30H CARGA HORÁRIA PRÁTICA 90H CRÉDITOS 8 VERSÃO CURRICULAR: 2010/2 PERÍODO: 7º DEPTO: EMI PRÉ-REQUISITOS Fundamentos

Leia mais

Programa Analítico de Disciplina ARQ346 Projeto VI

Programa Analítico de Disciplina ARQ346 Projeto VI Programa Analítico de Disciplina Departamento de Arquitetura e Urbanismo - Centro de Ciências Exatas e Tecnológicas Número de créditos: 8 Teóricas Práticas Total Duração em semanas: 15 Carga horária semanal

Leia mais

EDITAL Nº 042 /2015 PROPG/UENP DAR CONHECIMENTO

EDITAL Nº 042 /2015 PROPG/UENP DAR CONHECIMENTO EDITAL Nº 042 /2015 PROPG/UENP A Doutora Teresinha Esteves da Silveira Reis, PRÓ- REITORA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO DA UENP, e o Doutor Francisco Armando de Azevedo Souza, COORDENADOR do Programa de

Leia mais

PARTO NORMAL NA SAÚDE SUPLEMENTAR

PARTO NORMAL NA SAÚDE SUPLEMENTAR PROMOÇÃO DO PARTO NORMAL NA SAÚDE SUPLEMENTAR Ações já realizadas pela ANS desde 2004 Sensibilização do setor, promoção e participação ii em eventos para discussão com especialistas nacionais e internacionais

Leia mais

Unidade: 10 CANOAS - GRADUAÇÃO Curso: 010656 CIENCIAS BIOLOGICAS - BACHARELADO Habilitação: BACHAREL(A) EM CIENCIAS: BIOLOGIA.

Unidade: 10 CANOAS - GRADUAÇÃO Curso: 010656 CIENCIAS BIOLOGICAS - BACHARELADO Habilitação: BACHAREL(A) EM CIENCIAS: BIOLOGIA. PÁGINA 00 / 00 /0/0 : Unidade: 0 CANOAS - GRADUAÇÃO Curso: 00 CIENCIAS BIOLOGICAS - BAARELADO Habilitação: BAAREL(A) EM CIENCIAS: BIOLOGIA Com Renovação Reconhecimento: Portaria Nro - D.O.U. DE //0 Disciplinas

Leia mais

Diretrizes Clínicas Protocolos Clínicos

Diretrizes Clínicas Protocolos Clínicos Diretrizes Clínicas Protocolos Clínicos 038 Avaliação Nutricional Neonatal Última revisão: 12/08/2013 Estabelecido em: 30/12/2008 Responsáveis / Unidade Iaura Mônica Cunha da Silva Esteves - Nutricionista

Leia mais

ESTUDO DE CASO MATERNIDADE DO HOSPITAL UNIVERSITÁRIO ANTÔNIO PEDRO

ESTUDO DE CASO MATERNIDADE DO HOSPITAL UNIVERSITÁRIO ANTÔNIO PEDRO INSTITUTO DE SAÚDE DA COMUNIDADE DEPARTAMENTO DE PLANEJAMENTO EM SAÚDE PLANEJAMENTO E GERÊNCIA EM SAÚDE II ESTUDO DE CASO MATERNIDADE DO HOSPITAL UNIVERSITÁRIO ANTÔNIO PEDRO Professores: Dra. Luciana Alves

Leia mais

Hospital Geral de São Mateus

Hospital Geral de São Mateus Hospital Geral de São Mateus Projeto Referência Hospital Amigo do Idoso Perfil Instituição Hospital Geral, de caráter público, subordinado a Secretaria de Estado da Saúde, da administração direta, com

Leia mais

PARECER SETOR FISCAL Nº 35/2015. Assunto: Parecer Técnico sobre coleta de sangue arterial para fim de realização de gasometria arterial.

PARECER SETOR FISCAL Nº 35/2015. Assunto: Parecer Técnico sobre coleta de sangue arterial para fim de realização de gasometria arterial. PARECER SETOR FISCAL Nº 35/2015 Assunto: Parecer Técnico sobre coleta de sangue arterial para fim de realização de gasometria arterial. 1-Do Fato: Venho por meio deste solicitar um parecer do Coren/CE

Leia mais

Rede Cegonha no RS Componente 1 Pré-natal

Rede Cegonha no RS Componente 1 Pré-natal 1 Rede Cegonha no RS Componente 1 Pré-natal Exames e Ações (pré-natal de risco habitual e alto risco) Ofertar os exames e consultas de pré-natal Fomentar a contratação de serviços laboratoriais de qualidade

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO CENTRO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E DA SAÚDE ESCOLA DE MEDICINA E CIRURGIA

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO CENTRO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E DA SAÚDE ESCOLA DE MEDICINA E CIRURGIA PROGRAMA DE DISCIPLINA CURSO: MEDICINA DEPARTAMENTO: DEPARTAMENTO DE CIRURGIA GERAL E ESPECIALIZADA DISCIPLINA: CLÍNICA CIRÚRGICA II CARGA HORÁRIA: 150 HORAS CRÉDITOS: 07 CÓDIGO: SCG0018 PROFESSOR: AGOSTINHO

Leia mais

HUMANIZAÇÃO DA ASSISTENCIA DE ENFERMAGEM NA PREVENÇÃO DE AGRAVOS ASSOCIADOS À AMAMENTAÇÃO

HUMANIZAÇÃO DA ASSISTENCIA DE ENFERMAGEM NA PREVENÇÃO DE AGRAVOS ASSOCIADOS À AMAMENTAÇÃO HUMANIZAÇÃO DA ASSISTENCIA DE ENFERMAGEM NA PREVENÇÃO DE AGRAVOS ASSOCIADOS À AMAMENTAÇÃO Machado, MJR 1, Rocha, SK da 2, Pedroso, CO 3, Ravelli, APX 4. Universidade Estadual de Ponta Grossa, Av. General

Leia mais

SERVIÇO SOCIAL E A MEDICINA PREVENTIVA

SERVIÇO SOCIAL E A MEDICINA PREVENTIVA SERVIÇO SOCIAL E A MEDICINA PREVENTIVA NOSSA CASA A importância do Trabalho em Equipe Multidisciplinar Assistente Social Enfermeira Técnicos de enfermagem Fisioterapeuta Nutricionista Médico Psicólogo

Leia mais

Edital nº 44/2011 PREPPG

Edital nº 44/2011 PREPPG INSTIT UT O FEDERA L PARANÁ MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Campus Curitiba Edital nº 44/2011 PREPPG A Pró-Reitoria de Ensino, Pesquisa e Pós-Graduação do Instituto Federal do Paraná, no uso de suas atribuições,

Leia mais

INSTITUTO POLITÉCNICO DA GUARDA ESCOLA DE SAÚDE DESCRIÇÃO DA UNIDADE CURRICULAR

INSTITUTO POLITÉCNICO DA GUARDA ESCOLA DE SAÚDE DESCRIÇÃO DA UNIDADE CURRICULAR INSTITUTO POLITÉCNICO DA GUARDA ESCOLA DE SAÚDE DESCRIÇÃO DA UNIDADE CURRICULAR Unidade Curricular: Enfermagem de Saúde Materna e Obstétrica Módulo de Enfermagem V Área Científica: ENFERMAGEM CÓDIGO: 723

Leia mais

AUDIENCIA PÚBLICA NA COMISSÃO DE SEGURIDADE SOCIAL E FAMILIA. TEMA : Debater o reajuste da tabela do SUS aplicável aos hospitais filantrópicos

AUDIENCIA PÚBLICA NA COMISSÃO DE SEGURIDADE SOCIAL E FAMILIA. TEMA : Debater o reajuste da tabela do SUS aplicável aos hospitais filantrópicos AUDIENCIA PÚBLICA NA COMISSÃO DE SEGURIDADE SOCIAL E FAMILIA TEMA : Debater o reajuste da tabela do SUS aplicável aos hospitais filantrópicos Março/15 Formas de transferências federais Per capita Incentivos

Leia mais

Create PDF with PDF4U. If you wish to remove this line, please click here to purchase the full version

Create PDF with PDF4U. If you wish to remove this line, please click here to purchase the full version O CUIDAR DE ENFERMAGEM A PUERPERA APRESENTANDO DEPRESSÃO PÓS-PARTO HOLANDA, Eliane Rolim de ARAUJO, Tereza Lourença Matias de RIBEIRO, Francica Sanches Tavares SANTOS, Kamila Késsia Gomes dos SILVA, Gerson

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE VIÇOSA PRÓ REITORIA DE ENSINO DIRETORIA DE REGISTRO ESCOLAR

UNIVERSIDADE FEDERAL DE VIÇOSA PRÓ REITORIA DE ENSINO DIRETORIA DE REGISTRO ESCOLAR Programa Analítico de Disciplina Departamento de Educação - Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes Número de créditos: 4 Teóricas Práticas Total Duração em semanas: 1 Carga horária semanal 3 1 4 Períodos

Leia mais

REGRA PARA CÁLCULO DE DPP ( REGRA DE NAGELE).

REGRA PARA CÁLCULO DE DPP ( REGRA DE NAGELE). PRIMEIRA CONSULTA DE PRÉ NATAL. HISTÓRIA: Entrevista (nome, idade, procedência, estado civil, endereço e profissão) História familiar de problemas de saúde. História clínica da gestante. História obstétrica.

Leia mais

Cnes - Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Sáude

Cnes - Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Sáude Page 1 of 6 MINISTÉRIO DA SAÚDE SECRETÁRIA DE ATENCÃO À SAÚDE 30/8/2010 DATA CNES - CADASTRO NACIONAL DE ESTABELECIMENTOS DE SAÚDE IMPRESSÃO DA FICHA REDUZIDA Identificação CADASTRADO NO CNES EM: 21/3/2002

Leia mais

Câmpus de Bauru. Plano de Ensino. Disciplina 0003739A - Laboratório de Arquitetura, Urbanismo e Paisagismo V: Habitação de Interesse Social

Câmpus de Bauru. Plano de Ensino. Disciplina 0003739A - Laboratório de Arquitetura, Urbanismo e Paisagismo V: Habitação de Interesse Social Curso 2010 - Arquitetura e Urbanismo Ênfase Identificação Disciplina 0003739A - Laboratório de Arquitetura, Urbanismo e Paisagismo V: Habitação de Interesse Social Docente(s) Maria Helena Carvalho Rigitano,

Leia mais

MATRIZ CURRICULAR SIMPLIFICADA ESPECIALIZAÇÃO EM ENFERMAGEM OBSTÉTRICA

MATRIZ CURRICULAR SIMPLIFICADA ESPECIALIZAÇÃO EM ENFERMAGEM OBSTÉTRICA MATRIZ CURRICULAR SIMPLIFICADA ESPECIALIZAÇÃO EM ENFERMAGEM OBSTÉTRICA CONTEÚDO PROGRAMÁTICO Módulo I: Política de Saúde, Planejamento, Organização e gestão dos Serviços de Saúde em Enfermagem Obstétrica.

Leia mais

PLANO DE ENSINO 2009/2

PLANO DE ENSINO 2009/2 UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL INSTITUTO DE CIÊNCIAS BÁSICAS DA SAÚDE DEPARTAMENTO DE FISIOLOGIA Mail: fisiol@ufrgs.br Page: www.ufrgs.br/fisiologia (051) 33-08-33-20 - Fax: (051) 33-08-31-66

Leia mais

ASSISTÊNCIA DE ENFERMAGEM AO RECÉM-NASCIDO NA SALA DE PARTO

ASSISTÊNCIA DE ENFERMAGEM AO RECÉM-NASCIDO NA SALA DE PARTO ASSISTÊNCIA DE ENFERMAGEM AO ENFERMAGEM RECÉM-NASCIDO NA SALA DE PARTO Rotinas Assistenciais da Maternidade Escola da Universidade Federal do Rio de Janeiro Define-se como a assistência de enfermagem a

Leia mais

Protocolo de Obstetrícia - Cesariana e Parto Normal. Descrição do Procedimento Operacional Padrão

Protocolo de Obstetrícia - Cesariana e Parto Normal. Descrição do Procedimento Operacional Padrão Protocolo de Obstetrícia - Cesariana e Parto Normal Descrição do Procedimento Operacional Padrão Objetivo: Oferecer acolhimento imediato através da priorização do atendimento. Fornecer estrutura física

Leia mais

UNILUS CENTRO UNIVERSITÁRIO LUSÍADA PLANO ANUAL DE ENSINO ANO 2010

UNILUS CENTRO UNIVERSITÁRIO LUSÍADA PLANO ANUAL DE ENSINO ANO 2010 UNILUS CENTRO UNIVERSITÁRIO LUSÍADA PLANO ANUAL DE ENSINO ANO 2010 CURSO: Fisioterapia DEPARTAMENTO: Fisioterapia DISCIPLINA: Uroginecologia e Obstetrícia SÉRIE: 3º. Ano PROFESSOR RESPONSÁVEL: Prof. Esp.

Leia mais

Autor(es) MARIANA APARECIDA RODRIGUES. Co-Autor(es) MARCIA ALVES DE MATOS MARIANA RODRIGUES UBICES. Orientador(es) ANGELA MARCIA FOSSA. 1.

Autor(es) MARIANA APARECIDA RODRIGUES. Co-Autor(es) MARCIA ALVES DE MATOS MARIANA RODRIGUES UBICES. Orientador(es) ANGELA MARCIA FOSSA. 1. 7º Simpósio de Ensino de Graduação AVALIAÇÃO DO RISCO PARA MORTALIDADE PÓS-NEONATAL EM UMA UNIDADE BÁSICA DE SAÚDE DE PIRACICABA, INTERIOR DO ESTADO DE SÃO PAULO Autor(es) MARIANA APARECIDA RODRIGUES Co-Autor(es)

Leia mais

CONSELHO REGIONAL DE ENFERMAGEM DO RIO GRANDE DO SUL Autarquia Federal Lei nº 5.905/73

CONSELHO REGIONAL DE ENFERMAGEM DO RIO GRANDE DO SUL Autarquia Federal Lei nº 5.905/73 PARECER DEFISC Nº 09/2012 Porto Alegre, 11 de maio de 2012. Laudo para teste rápido de gravidez por profissionais de Enfermagem. I - Relatório Trata-se de solicitação de dúvida, encaminhada por profissional

Leia mais

Linhas de Cuidado da Transmissão Vertical do HIV e Sífilis. 18 de junho de 2012

Linhas de Cuidado da Transmissão Vertical do HIV e Sífilis. 18 de junho de 2012 Linhas de Cuidado da Transmissão Vertical do HIV e Sífilis 18 de junho de 2012 LINHA DE CUIDADO TV DO HIV Unidade Básica de Saúde (diagnóstico e encaminhamento) Serviço de Atenção Especializada (Pré-natal,

Leia mais

A ORGANIZAÇÃO DOS CUIDADOS

A ORGANIZAÇÃO DOS CUIDADOS CAPÍTULO 11: COMO MELHORAR A ORGANIZAÇÃO DOS CUIDADOS Há aspectos fundamentais para uma atenção de boa qualidade ao recém-nascido que não dependem da disponibilidade de tecnologia sofisticada, nem de competência

Leia mais

Ilmo. (a). Sr. (a) Secretário (a) Municipal de Saúde de XXXXXX. Prezado (a) Senhor ( a),

Ilmo. (a). Sr. (a) Secretário (a) Municipal de Saúde de XXXXXX. Prezado (a) Senhor ( a), Ofício XXXXXX n 23/ 2012. Salvador, 05 de janeiro de 2012. Ilmo. (a). Sr. (a) Secretário (a) Municipal de Saúde de XXXXXX Prezado (a) Senhor ( a), Cumpre-nos informar que os óbitos infantis de residência

Leia mais

PROCESSO N. 543/09 PROTOCOLO N.º 7.580.139-4 PARECER CEE/CP N.º 03/10 APROVADO EM 01/03/10. RELATORES: OSCAR ALVES e ROMEU GOMES DE MIRANDA

PROCESSO N. 543/09 PROTOCOLO N.º 7.580.139-4 PARECER CEE/CP N.º 03/10 APROVADO EM 01/03/10. RELATORES: OSCAR ALVES e ROMEU GOMES DE MIRANDA PROTOCOLO N.º 7.580.139-4 PARECER CEE/CP N.º 03/10 APROVADO EM 01/03/10 PLENÁRIO DO CONSELHO ESTADUAL DE EDUCAÇÃO INTERESSADO: TUI-NÁ SYSTEM MASSAGE MUNICÍPIO: CURITIBA ASSUNTO: Recurso contra o Parecer

Leia mais

Enfermagem Avaliação da Saúde da Mulher e Família 5º Período / Carga Horária: 126 horas

Enfermagem Avaliação da Saúde da Mulher e Família 5º Período / Carga Horária: 126 horas Enfermagem Avaliaçã da Saúde da Mulher e Família 5º Períd / Carga Hrária: 126 hras 1. EIXO TÉMÁTICO: A enfermagem na inter-relaçã cm seres humans ns váris cicls de vida. 2. DESCRIÇÃO DO EIXO TEMÁTICO:

Leia mais

UNIDADE 1: ARCOVERDE-PE MATRIZ - Endereço: Largo Prefeito Antônio Franklin Cordeiro, nº 71 Aptº 1º andar Centro Contato: 87. 3822.

UNIDADE 1: ARCOVERDE-PE MATRIZ - Endereço: Largo Prefeito Antônio Franklin Cordeiro, nº 71 Aptº 1º andar Centro Contato: 87. 3822. Cleber de Oliveira Nascimento Endereço para acessar este CV:http://lattescnpqbr/1033439379585880 Resumo informado pelo autor Graduado em Enfermagem, FAC/CG; Pós-Graduado em Saúde da Família, FIP/CG; Diretor

Leia mais

Hospital da Mulher. Maria José dos Santos Stein

Hospital da Mulher. Maria José dos Santos Stein Hospital da Mulher Maria José dos Santos Stein Hospital da Mulher Maria José dos Santos Stein Fundado em agosto de 2008 parceria da Prefeitura com a FUABC É hoje o maior centro de referência em saúde da

Leia mais

Maria Isabel Pires de Azevedo Curriculum Vitae

Maria Isabel Pires de Azevedo Curriculum Vitae Maria Isabel Pires de Azevedo Curriculum Vitae Janeiro/2015 Maria Isabel Pires de Azevedo Curriculum Vitae Dados pessoais Nome E-mail Maria Isabel Pires de Azevedo azevemaria@hotmailcom Endereço residencial

Leia mais

Perinatal. no Estado de Minas Gerais. página 1 PROGRAMA DE QUALIFICAÇÃO DA ASSISTÊNCIA

Perinatal. no Estado de Minas Gerais. página 1 PROGRAMA DE QUALIFICAÇÃO DA ASSISTÊNCIA Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais Fundação Educacional Lucas Machado Faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais PROGRAMA DE QUALIFICAÇÃO DA ASSISTÊNCIA Perinatal no Estado de Minas Gerais

Leia mais

PROTOCOLO DE ATENÇÃO À SAÚDE: mulheres em idade fértil, gestantes, puérperas e bebês com microcefalia.

PROTOCOLO DE ATENÇÃO À SAÚDE: mulheres em idade fértil, gestantes, puérperas e bebês com microcefalia. PROTOCOLO DE ATENÇÃO À SAÚDE: mulheres em idade fértil, gestantes, puérperas e bebês com microcefalia. INFORME EPIDEMIOLÓGICO Nº 18 SEMANA EPIDEMIOLÓGICA (SE) 11/2016 (13/03 A 19/03/2016) 6.671 notificados

Leia mais

Pré-requisito Coreq Disciplina 01 - - CCS650 - PROCESSOS DE APROPRIACAO DA REALIDADE I - Ativa desde: 09/12/2014. Natureza - Atividade Obrigatoria

Pré-requisito Coreq Disciplina 01 - - CCS650 - PROCESSOS DE APROPRIACAO DA REALIDADE I - Ativa desde: 09/12/2014. Natureza - Atividade Obrigatoria 1 de 6 Nível:Graduação Início: 20092 01 - - CCS650 - PROCESSOS DE APROPRIACAO DA REALIDADE I - Ativa desde: UFRB001 - DIVERSIDADES, CULTURA E RELACOES ETNICO-RACIAIS - Ativa desde: 26/02/2015 UFRB002 -

Leia mais

Programa Analítico de Disciplina DAN317 Balé Clássico V

Programa Analítico de Disciplina DAN317 Balé Clássico V Programa Analítico de Disciplina Departamento de Artes e Humanidades - Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes Número de créditos: 3 Teóricas Práticas Total Duração em semanas: 15 Carga horária semanal

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2013. Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente 2013. Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2013 Ensino Técnico ETEC Paulino Botelho Código: 091 Município: São Carlos Eixo Tecnológico: Ambiente, Saúde e Segurança. Habilitação Profissional: Técnico em Enfermagem Qualificação:

Leia mais

GESTANTE HIV* ACOMPANHAMENTO NO TRABALHO DE PARTO E PARTO. Recomendações do Ministério da Saúde Profª.Marília da Glória Martins

GESTANTE HIV* ACOMPANHAMENTO NO TRABALHO DE PARTO E PARTO. Recomendações do Ministério da Saúde Profª.Marília da Glória Martins GESTANTE HIV* ACOMPANHAMENTO NO TRABALHO DE PARTO E PARTO Recomendações do Ministério da Saúde Profª.Marília da Glória Martins Cerca de 65% dos casos de transmissão vertical do HIV ocorrem durante o trabalho

Leia mais