Práticas ambientais desenvolvidas pela empresa Artecola Indústrias Químicas Fabiano de Quadros Vianna

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Práticas ambientais desenvolvidas pela empresa Artecola Indústrias Químicas Fabiano de Quadros Vianna"

Transcrição

1

2 Práticas ambientais desenvolvidas pela empresa Artecola Indústrias Químicas Fabiano de Quadros Vianna Engenheiro Ambiental e de Segurança do Trabalho Coordenador de SMS nas Empresas Artecola

3

4 Nossos negócios Adesivos e laminados Plásticos de engenharia Equipamentos de segurança VOCAÇÃO EMPRESARIAL Especialidades em adesivos, plásticos de engenharia e EPI s para múltiplos mercados. SEGMENTOS DE MERCADO

5 Nossas marcas

6 Soluções em adesivos e laminados especiais para aplicações nos mais diversos mercados.

7 Missão Entregar soluções inovadoras e integradas às cadeias de valor onde atuamos, gerando retornos superiores para todas as partes interessadas. Visão para 2015 Estar entre as três maiores em suas áreas de atuação, com excelência de desempenho e preferida pelos clientes pelas soluções ofertadas.

8 Valores Lucro como meio de crescimento e perpetuação da organização. Comprometimento com a superação das expectativas do cliente. Conduta ética em todos os relacionamentos. SUSTENTABILIDADE ORGANIZACIONAL Liderança através de tecnologias diferenciadas. Valorização e desenvolvimento da nossa gente. Criação de valor sustentado em práticas ambientais proativas.

9 Sustentabilidade

10 Sustentabilidade Ambiental

11 Relação entre Meio Ambiente e Consumo - Declínio sistemático dos recursos naturais; - Desenvolvimento econômico não sustentável; - Atuação sem preocupação com o futuro das gerações. Tempo - Crescimento sistemático dos recursos tecnológicos; - Desenvolvimento com recursos não renováveis; - Crescimento populacional desgovernado; - Aumento no nível de consumo e impacto ambiental.

12 Consequências ao meio ambiente.. Extração de recursos naturais EMISSÕES ATMOSFÉRICAS (Contaminação do ar) Beneficiamento industrial com poluição EMISSÕES SÓLIDAS (Contaminação do solo e água) Crescimento do consumo humano EMISSÕES LÍQUIDAS (Contaminação da água)

13 SUSTENTABILIDADE Como equalizar as demandas de consumo? CRIAÇÃO DE VALOR PROTEÇÃO DO VALOR Inovação de produtos Inovação de negócios Novos mercados Engª. do Desperdício Projetos Rentáveis Gestão em Segurança Gerenciar projetos SUSTENTABILIDADE ORGANIZACIONAL Gerenciar resultados Gerenciar riscos Para ela precisamos: Gerenciar perdas Gerenciar passivos Participação Social Construção Reputação Da Criação de Valores X Proteção dos valores Modelo de Gestão de Negócios da Organização Política Corporativa da Organização Missão e Valores da Organização

14 Para materializar suas ações ambientais de forma planejada e consistente, a ARTECOLA estabeleceu o seu SGA Sistema de Gestão Ambiental alinhado com Planejamento Estratégico. Conformidade com a norma ISO ; Implantação, documentação e melhoria contínua; Atendimento à sua Política Ambiental; Gerenciamento dos aspectos ambientais.

15 Além disso: Estabelecer processos e tecnologias que possibilitem reduzir, reutilizar e aproveitar seus resíduos e subprodutos, ou mesmo de terceiros no desenvolvimento de suas atividades; Minimizar seus impactos ambientais adversos; Atender a legislação ambiental e outros requisitos subscritos; Estabelecer, acompanhar e avaliar os nossos objetivos e metas ambientais; E, principalmente, gerar consciência em relação à perpetuação da vida.

16 Gestão ISO

17 Política Ambiental A Artecola... fabricação de adesivos, laminados e bordos para usos diversos está comprometida com a preservação das gerações futuras e pensando nisso estabelece como princípios da sua Política Ambiental: Ser referência ambiental no desenvolvimento de seus produtos, processos e serviços, trabalhando com foco na inovação e na melhoria contínua; Agir de forma preventiva visando à sustentabilidade ambiental; Estabelecer processos e tecnologias que possibilitem reduzir, reutilizar e aproveitar seus resíduos e subprodutos, ou mesmo de terceiros no desenvolvimento de suas atividades; Minimizar seus impactos ambientais adversos; Atender a legislação ambiental e outros requisitos subscritos; Estabelecer, acompanhar e avaliar seus objetivos e metas ambientais.

18 4.1 Responsabilidade Socioambiental 4.2 Desenvolvimento Social

19 SISTEMA DE GESTÃO SÓCIO-AMBIENTAL O Sistema de Gestão da Artecola abrangem toda a organização, apoiando todos os demais processos, promovendo ações de desenvolvimento e de responsabilidades socioambientais. SISTEMÁTICA DE GESTÃO Identificar os aspectos mais expressivos analisando sua relação com os possíveis impactos socioambientais

20 ENTRADA SAÍDA Embalagens LAIA LAIS Produtos Químicos ARTECOLA Atividades Produtos Serviços Geração de Resíduos Vazamento PRIORIZAÇÃO Prod Químicos ORIENTAÇÃO DETERMINAÇÃO Contaminação do solo Incêndio

21 Relevância para a Sociedade Criação do VALOR Proteção do VALOR Relevância para a Artecola

22 Avaliação de entendimento Avaliação de Performance Avaliação dos Riscos Plano de Ação Avaliação dos Impactos Filtro de Significância (Priorização) Diagnóstico em Sustentabilidade

23 AÇÕES E PRÁTICAS DE GESTÃO AMBIENTAL TI Verde Campanhas de Educação Ambiental PAE Coleta Seletiva Programa de Controle de Emissões Fórum de Sustentabilidade Reciclabilidade de Resíduos Gestão de Resíduos Sólidos Campanhas de Conscientização Eficiência Energética Gestão da Água e de Efluentes

24 Para a Sustentabilidade Organizacional, precisamos ser: Ecologicamente corretos Economicamente viáveis Socialmente justos Culturalmente aceitos

25 Empresas Artecola Artecola Química MVC AFIX Blog In³

26 Obrigado! Fabiano de Quadros Vianna Engenheiro Ambiental e de Segurança do Trabalho Coordenador de SMS nas Empresas Artecola (55) (55)

Certificação ISO

Certificação ISO Sistema de Gestão Ambiental SGA Certificação ISO 14.000 SISTEMA DE GESTÃO AMBIENTAL - SGA Definição: Conjunto de ações sistematizadas que visam o atendimento das Boas Práticas, das Normas e da Legislação

Leia mais

Meio Ambiente na Indústria Vidreira

Meio Ambiente na Indústria Vidreira Meio Ambiente na Indústria Vidreira 1 Sustentabilidade e Estratégia - O estado do mundo A Terra é a única casa que nós temos e ela é... Redonda... Azul... Finita! 2 Atualmente, se todas as pessoas do planeta

Leia mais

NOSSA POLÍTICA AMBIENTAL

NOSSA POLÍTICA AMBIENTAL A PUMA TAMBORES, com o objetivo de divulgar a sua política ambiental e conscientizar seus fornecedores e prestadores de serviços quanto aos aspectos ambientais, elaborou este Manual de Requisitos Ambientais

Leia mais

QUADRO COMPARATIVO: ISO 14001:2004 X ISO 14001:2015

QUADRO COMPARATIVO: ISO 14001:2004 X ISO 14001:2015 QUADRO COMPARATIVO: ISO 14001:2004 X ISO 14001:2015 ISO 14001:2004 ISO 14001:2015 Introdução Introdução 1.Escopo 1.Escopo 2.Referências normativas 2.Refências normativas 3.Termos e definições 3.Termos

Leia mais

RESPONSABILIDADE SOCIAL CORPORATIVA NA GESTÃO DA CADEIA LOGÍSTICA

RESPONSABILIDADE SOCIAL CORPORATIVA NA GESTÃO DA CADEIA LOGÍSTICA RESPONSABILIDADE SOCIAL CORPORATIVA NA GESTÃO DA CADEIA LOGÍSTICA Coordenadoria de Economia Mineral Diretoria de Geologia, Mineração e Transformação Mineral Premissas do Desenvolvimento Sustentável Economicamente

Leia mais

SOBRE A EQUIPE. SOBRE A I9Gestão

SOBRE A EQUIPE. SOBRE A I9Gestão SOBRE A EQUIPE A equipe da I9Gestão é formada por consultores experientes, altamente qualificados e apaixonados pelo que fazem. SOBRE A I9Gestão A I9Gestão Consultoria & Treinamento é especializada na

Leia mais

2º ENCONTRO CAIXA/FORNECEDORES

2º ENCONTRO CAIXA/FORNECEDORES 2º ENCONTRO CAIXA/FORNECEDORES PIB Sustentabilidade na Prática Empresarial Jean Rodrigues Benevides GN de Meio Ambiente SN de Assistência Técnica e Desenvolvimento Sustentável Situação Atual Estratégia

Leia mais

Política de Sustentabilidade das Empresas Eletrobras

Política de Sustentabilidade das Empresas Eletrobras Política de Sustentabilidade das Empresas Eletrobras Declaração Nós, das empresas Eletrobras, comprometemo-nos a contribuir efetivamente para o desenvolvimento sustentável das áreas onde atuamos e das

Leia mais

TÍTULO: IDENTIFICAÇÃO DE ASPECTOS E IMPACTOS AMBIENTAIS NA FACULDADE DE ENGENHARIA DE SOROCABA

TÍTULO: IDENTIFICAÇÃO DE ASPECTOS E IMPACTOS AMBIENTAIS NA FACULDADE DE ENGENHARIA DE SOROCABA TÍTULO: IDENTIFICAÇÃO DE ASPECTOS E IMPACTOS AMBIENTAIS NA FACULDADE DE ENGENHARIA DE SOROCABA CATEGORIA: EM ANDAMENTO ÁREA: ENGENHARIAS E ARQUITETURA SUBÁREA: ENGENHARIAS INSTITUIÇÃO: FACULDADE DE ENGENHARIA

Leia mais

Definição. Sistema de Gestão Ambiental (SGA):

Definição. Sistema de Gestão Ambiental (SGA): Definição Sistema de Gestão Ambiental (SGA): A parte de um sistema da gestão de uma organização utilizada para desenvolver e implementar sua política ambiental e gerenciar seus aspectos ambientais. Item

Leia mais

COMUNICADO. 1. Ambiente de Negócios 1.2 Contexto dos Pequenos Negócios no Brasil 1.3 Políticas públicas de apoio aos Pequenos Negócios

COMUNICADO. 1. Ambiente de Negócios 1.2 Contexto dos Pequenos Negócios no Brasil 1.3 Políticas públicas de apoio aos Pequenos Negócios COMUNICADO O SEBRAE NACIONAL Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas, por meio da Universidade Corporativa SEBRAE, comunica que, na prova, serão avaliados conhecimentos conforme as áreas descritas

Leia mais

Excelência na Gestão

Excelência na Gestão Mapa Estratégico 2012-2014 Visão Até 2014, ser referência no atendimento ao público, na fiscalização e na valorização das profissões tecnológicas, reconhecido pelos profissionais, empresas, instituições

Leia mais

PRÉ-FABRICAÇÃO E A SUSTENTABILIDADE

PRÉ-FABRICAÇÃO E A SUSTENTABILIDADE Pré-Fabricação:O Contexto Habitacional e Sustentabilidade PRÉ-FABRICAÇÃO E A SUSTENTABILIDADE Roberto José Falcão Bauer 27 de agosto de 2009 CONSTRUÇÃO SUSTENTÁVEL UTILIZA ECOMATERIAIS E SOLUÇÕES INTELIGENTES,

Leia mais

Grupo de Pesquisa. Pesquisa em Sustentabilidade

Grupo de Pesquisa. Pesquisa em Sustentabilidade Centro Universitário SENAC Diretoria de Graduação e Pesquisa Coordenação Institucional de Pesquisa Identificação Grupo de Pesquisa Grupo Pesquisa em Sustentabilidade Linhas de Pesquisa Técnicas e tecnologias

Leia mais

A Rotulagem Ambiental e as Compras Públicas Sustentáveis

A Rotulagem Ambiental e as Compras Públicas Sustentáveis 06/11/12 A Rotulagem Ambiental e as Compras Públicas Sustentáveis A importância desta certificação para as Compras Públicas Sustentáveis Seminário Internacional A Rotulagem Ambiental e as Compras Públicas

Leia mais

Sustentabilidade nas instituições financeiras Uma visão sobre a gestão de riscos socioambientais

Sustentabilidade nas instituições financeiras Uma visão sobre a gestão de riscos socioambientais Sustentabilidade nas instituições financeiras Uma visão sobre a gestão de riscos socioambientais Como as instituições financeiras devem tratar a gestão de riscos socioambientais? O crescente processo de

Leia mais

adequadas ao contexto econômico-financeiro e institucional das empresas;

adequadas ao contexto econômico-financeiro e institucional das empresas; 1. Objetivo Aumentar a eficiência e competitividade das empresas do Sistema Eletrobrás, através da integração da logística de suprimento de bens e serviços, visando o fortalecimento de seu poder de compra

Leia mais

A Responsabilidade Social Empresarial O Balanço Social

A Responsabilidade Social Empresarial O Balanço Social A Responsabilidade Social Empresarial O Balanço Social A. Domingues Azevedo Bastonário da OTOC XXIV Seminário Internacional de Paises Latinos Europa América 2 de Novembro 2011 Argentina 1 Preocupação social

Leia mais

Declaração de Posicionamento da Eletrobras Eletronuclear

Declaração de Posicionamento da Eletrobras Eletronuclear Declaração de Posicionamento da Eletrobras Eletronuclear Declaração de Posicionamento da Eletrobras Eletronuclear Missão Atuar nos mercados de energia de forma integrada rentável e sustentável. Visão Em

Leia mais

Instituto Sindipeças de Educação Corporativa

Instituto Sindipeças de Educação Corporativa Instituto Sindipeças de Educação Corporativa 2016 Instituto Sindipeças de Educação Corporativa Missão Oferecer soluções educacionais para elevar a competitividade e a sustentabilidade do setor de autopeças.

Leia mais

A Importância da Liderança na Cultura da Excelência

A Importância da Liderança na Cultura da Excelência XIX Seminário de Boas Práticas CIC Caxias do Sul A Importância da Liderança na Cultura da Excelência Msc. Eng. Irene Szyszka 04/ABR/2013 O negócio, o mercado e a sociedade Pressão dos clientes e mercado;

Leia mais

Copyright Proibida Reprodução. Prof. Éder Clementino dos Santos

Copyright Proibida Reprodução. Prof. Éder Clementino dos Santos INSTRUMENTOS DE GESTÃO AMBIENTAL CONTEXTO GLOBALIZADO Avanço de atitudes pró-ativas das empresas que começaram a vislumbrar, através da introdução de mecanismos de gestão ambiental, oportunidades de mercado,

Leia mais

Atuação Responsável Compromisso com a sustentabilidade. Atuação Responsável Um compromisso da Indústria Química

Atuação Responsável Compromisso com a sustentabilidade. Atuação Responsável Um compromisso da Indústria Química Atuação Responsável Compromisso com a sustentabilidade O Atuação Responsável é uma ética empresarial, compartilhada pelas empresas associadas à Abiquim Missão do Atuação Responsável Promover o aperfeiçoamento

Leia mais

COMO ESCOLHER O TREINAMENTO CERTO PARA DESENVOLVER PESSOAS E EXPANDIR NEGÓCIOS?

COMO ESCOLHER O TREINAMENTO CERTO PARA DESENVOLVER PESSOAS E EXPANDIR NEGÓCIOS? COMO ESCOLHER O TREINAMENTO CERTO PARA DESENVOLVER PESSOAS E EXPANDIR NEGÓCIOS? Mais de 70 cursos em todas as áreas da empresa Gestão, Estratégia, Inovação, Qualidade, Sustentabilidade, Segurança e muito

Leia mais

Seja bem-vindo ao nosso Portfólio Digital. A Blueway Nossos diferenciais Clientes O que fazemos Contato

Seja bem-vindo ao nosso Portfólio Digital. A Blueway Nossos diferenciais Clientes O que fazemos Contato Seja bem-vindo ao nosso Portfólio Digital 1 2 3 4 A Blueway Nossos diferenciais Clientes O que fazemos Contato 1 Blueway Nossa organização Somos a Blueway, uma consultoria que atua na transformação organizacional

Leia mais

+ 30 anos de mercado m² executados. equipe altamente qualificada

+ 30 anos de mercado m² executados. equipe altamente qualificada + 30 anos de mercado + 3.000.000m² executados equipe altamente qualificada história A IMPERMEC surgiu no mercado da construção civil em 1984, e logo destacou-se por elevados padrões de atendimento na prestação

Leia mais

Promover a competitividade e o desenvolvimento dos pequenos negócios e fomentar o empreendedorismo para fortalecer a economia nacional

Promover a competitividade e o desenvolvimento dos pequenos negócios e fomentar o empreendedorismo para fortalecer a economia nacional Excelência na Gestão Desafio dos Pequenos Negócios INSTITUCIONAL SEBRAE MISSÃO Promover a competitividade e o desenvolvimento dos pequenos negócios e fomentar o empreendedorismo para fortalecer a economia

Leia mais

Diretrizes Ambientais do Grupo Fiat

Diretrizes Ambientais do Grupo Fiat Diretrizes Ambientais do Grupo Fiat Preliminares Enquanto Grupo, estamos conscientes do impacto que as nossas atividades e os nossos produtos têm sobre a sociedade e sobre o meio ambiente, bem como nosso

Leia mais

Apoio à Inovação. Novembro 2009

Apoio à Inovação. Novembro 2009 Apoio à Inovação Novembro 2009 Agenda O BNDES Inovação Política de Inovação do BNDES Instrumentos de Apoio à Inovação Linhas Programas Fundos Produtos Prioridades 1950 1960 1970 1980 1990 Infra-estrutura

Leia mais

A importância da Gestão de Riscos. Marcelo de Sousa Monteiro

A importância da Gestão de Riscos. Marcelo de Sousa Monteiro A importância da Gestão de Riscos Marcelo de Sousa Monteiro Agenda Alguns comentários sobre Administração O que é risco? A importância da Gestão de Riscos Alguns comentários sobre Administração Administração

Leia mais

Brasil terá que investir R$15,59 bi em tratamento de resíduos

Brasil terá que investir R$15,59 bi em tratamento de resíduos Brasil terá que investir R$15,59 bi em tratamento de resíduos Comunicação Ietec A sustentabilidade ambiental é um desafio mundial e, por isso, a produção, coleta e destinação dos resíduos tornaram-se tema

Leia mais

I Fórum ABRH-Brasil de Sustentabilidade O papel do RH na promoção da cultura da sustentabilidade

I Fórum ABRH-Brasil de Sustentabilidade O papel do RH na promoção da cultura da sustentabilidade I Fórum ABRH-Brasil de Sustentabilidade O papel do RH na promoção da cultura da sustentabilidade Anna Paula Rezende Diretora Executiva de Talentos & Sustentabilidade 17 de Novembro de 2015 Quem somos Uma

Leia mais

4ª Reunião de Especialistas sobre Consumo e Produção Sustentáveis da América Latina e Caribe

4ª Reunião de Especialistas sobre Consumo e Produção Sustentáveis da América Latina e Caribe 4ª Reunião de Especialistas sobre Consumo e Produção Sustentáveis da América Latina e Caribe Marcelo Kós Diretor Técnico de Assuntos Industriais Abiquim São Paulo, 18 de outubro de 2007 O Programa Atuação

Leia mais

TECNÓLOGO EM AGROINDÚSTRIA ITINERÁRIO FORMATIVO

TECNÓLOGO EM AGROINDÚSTRIA ITINERÁRIO FORMATIVO TECNÓLOGO EM AGROINDÚSTRIA Módulo Básico I 3 Módulo Específico II 365 h Beneficiamento e Industrialização de Grãos Toxicologia dos Alimentos Sistemas Agroindustriais Alimentares Sistemas de Armazenamento

Leia mais

Instituto Sindipeças de Educação Corporativa

Instituto Sindipeças de Educação Corporativa Instituto Sindipeças de Educação Corporativa Maio 2014 Instituto Sindipeças de Educação Corporativa Missão Oferecer soluções educacionais para elevar a competitividade e a sustentabilidade do setor de

Leia mais

Plataforma da Informação. Fundamentos da Excelência

Plataforma da Informação. Fundamentos da Excelência Plataforma da Informação Fundamentos da Excelência Modelo de Excelência em Gestão Fundamentos da Excelência O Modelo de Excelência em Gestão estimula e apoia as organizações no desenvolvimento e na evolução

Leia mais

Planos de Gerenciamento de Resíduos Sólidos. Fernando Altino Rodrigues

Planos de Gerenciamento de Resíduos Sólidos. Fernando Altino Rodrigues Planos de Gerenciamento de Resíduos Sólidos Fernando Altino Rodrigues Ética Ecológica e Ética Social Desenvolvimento Sustentável...permitir que os preços digam a verdade ecológica Weizsaecker INTERNALIZAÇÃO

Leia mais

Departamento Nacional do SENAI

Departamento Nacional do SENAI do SENAI Rede SENAI de Serviços Técnicos e Tecnológicos Sérgio Motta 16 de Agosto de 2011 O que é o SENAI - Criado em 1942 por iniciativa do empresariado do setor industrial; - Maior complexo de educação

Leia mais

NOVO PROGRAMA. Programa Petrobras SOCIOAMBIENTAL

NOVO PROGRAMA. Programa Petrobras SOCIOAMBIENTAL NOVO PROGRAMA Programa Petrobras SOCIOAMBIENTAL 2014-2018 1 PETROBRAS Fundada em 1953, a partir de uma campanha popular O petróleo é nosso. Empresa integrada de energia Sociedade anônima de capital aberto

Leia mais

Implantação de Sistema Gestão Integrado SGI integração dos Sistemas de Gestão da Qualidade. Gestão da Segurança e Saúde Ocupacional

Implantação de Sistema Gestão Integrado SGI integração dos Sistemas de Gestão da Qualidade. Gestão da Segurança e Saúde Ocupacional IMPLANTAÇÃO DE UM SISTEMA DE GESTÃO INTEGRADO - QUALIDADE, MEIO AMBIENTE, SEGURANÇA E SAÚDE OCUPACIONAL Empresa: Cristal Raidalva Rocha OBJETIVO Implantação de Sistema Gestão Integrado SGI integração dos

Leia mais

MOTIVAÇÃO PARA A QUALIDADE

MOTIVAÇÃO PARA A QUALIDADE MOTIVAÇÃO PARA A QUALIDADE Irene Szyszka 07/11/2002 Lucem Sistemas Integrados de Gestão - Direitos Reservados 1 O QUE É MOTIVAÇÃO? MOTIVOS PARA AÇÃO??? Segundo Michaelis: Ato de motivar. Espécie de energia

Leia mais

Sistema da Gestão da Qualidade. Agradecimentos ao Prof. Robson Gama pela criação da apresentação original

Sistema da Gestão da Qualidade. Agradecimentos ao Prof. Robson Gama pela criação da apresentação original Sistema da Gestão da Qualidade Agradecimentos ao Prof. Robson Gama pela criação da apresentação original 1 CONCEITO QUALIDADE O que é Qualidade? 2 Qualidade Conjunto de características de um objeto ou

Leia mais

Gestão Estratégica da Qualidade

Gestão Estratégica da Qualidade UNIVERSIDADE DE SOROCABA Curso Gestão da Qualidade Gestão Estratégica da Qualidade Aula Revisão 06/09 Professora: Esp. Débora Ferreira de Oliveira Questões 1 Como pode ser definida a 1ª fase da qualidade?

Leia mais

PL 055 POLÍTICA DE RESPONSABILIDADE SOCIOAMBIENTAL. Publicado em: 13/05/2016

PL 055 POLÍTICA DE RESPONSABILIDADE SOCIOAMBIENTAL. Publicado em: 13/05/2016 1. OBJETIVOS Estabelecer os princípios e diretrizes que norteiam as ações de práticas socioambientais da Getnet nos negócios e na relação com todas as partes interessadas, incluindo as diretrizes para

Leia mais

CURSO: ENGENHARIA DE PRODUÇÃO EMENTAS º PERÍODO

CURSO: ENGENHARIA DE PRODUÇÃO EMENTAS º PERÍODO CURSO: ENGENHARIA DE PRODUÇÃO EMENTAS - 2016.1 1º PERÍODO DISCIPLINA: INTRODUÇÃO AO CÁLCULO DISCIPLINA: FUNDAMENTOS DE FÍSICA DISCIPLINA: REPRESENTAÇÃO GRÁFICA DISCIPLINA: INTRODUÇÃO À ENGENHARIA DISCIPLINA:

Leia mais

COMO AS EMPRESAS DO PÓLO INDUSTRIAL DE MANAUS PODEM CONTRIBUIR PARA O DESENVOLVIMENTO DA ECONOMIA VERDE.

COMO AS EMPRESAS DO PÓLO INDUSTRIAL DE MANAUS PODEM CONTRIBUIR PARA O DESENVOLVIMENTO DA ECONOMIA VERDE. COMO AS EMPRESAS DO PÓLO INDUSTRIAL DE MANAUS PODEM CONTRIBUIR PARA O DESENVOLVIMENTO DA ECONOMIA VERDE. Segundo a Estratégia Nacional para o Desenvolvimento Sustentável (ENDS) a Sustentabilidade pressupõe

Leia mais

BASES PARA AS NOSSAS AÇÕES

BASES PARA AS NOSSAS AÇÕES QUEM SOMOS Uma Instituição sem fins econômicos, voltada para o estudo, pesquisa e divulgação de informações e conhecimentos técnicos e científicos que digam respeito à busca de respostas e soluções economicamente

Leia mais

Excelência em Gestão: dimensão estratégica para a eficiência operacional

Excelência em Gestão: dimensão estratégica para a eficiência operacional Excelência em Gestão: dimensão estratégica para a eficiência operacional Jairo Martins Belo Horizonte, 12.08.2014 Agenda A gestão das organizações O desafiador cenário atual Excelência da Gestão: estratégia

Leia mais

Armazenagem Responsável Sistema de Gestão Outubro 2016 rev. 00

Armazenagem Responsável Sistema de Gestão Outubro 2016 rev. 00 Armazenagem Responsável Sistema de Gestão Outubro 2016 rev. 00 Brasil: uma vocação natural para a indústria química País rico em petróleo, gás, biodiversidade, minerais e terras raras Objetivo Desenvolver

Leia mais

Responsabilidade da Direção

Responsabilidade da Direção 5 Responsabilidade da Direção A gestão da qualidade na realização do produto depende da liderança da alta direção para o estabelecimento de uma cultura da qualidade, provisão de recursos e análise crítica

Leia mais

Curso de Engenharia de Produção

Curso de Engenharia de Produção Curso de Engenharia de Produção Apresentação 2015 Prof. Dr. Carlos Fernando Jung carlosfernandojung@gmail.com Nosso Negócio Produtividade Rentabilidade Melhoria Contínua Otimização de Produtos e Processos

Leia mais

ECOLOGIA E ECONOMIA 1. CARACTERÍSTICAS DA SOCIEDADE MODERNA

ECOLOGIA E ECONOMIA 1. CARACTERÍSTICAS DA SOCIEDADE MODERNA ECOLOGIA E ECONOMIA 1. CARACTERÍSTICAS DA SOCIEDADE MODERNA Altas taxas de mudanças Incremento das inovações tecnológicas Incremento nas inovações sociais Ambiente de incertezas Globalização: mercados

Leia mais

Encontro RMPI/FIEMG de Inovação 2013

Encontro RMPI/FIEMG de Inovação 2013 Encontro RMPI/FIEMG de Inovação 2013 O Processo de Inovação na Empresa Brasileira: Avanços e Desafios Prof. Dr. Ruy Quadros Unicamp e Innovarelab Belo Horizonte 4/11/2013 O Processo de Inovação na Empresa

Leia mais

O Mito da Degradação como Solução. Eloísa E. C. Garcia CETEA / ITAL

O Mito da Degradação como Solução. Eloísa E. C. Garcia CETEA / ITAL O Mito da Degradação como Solução Eloísa E. C. Garcia CETEA / ITAL VISÃO DE SUSTENTABILIDADE Consumo Sustentável é saber usar os recursos naturais para satisfazer as nossas necessidades, sem comprometer

Leia mais

Qualificação de Fornecedores na Sabesp

Qualificação de Fornecedores na Sabesp Qualificação de Fornecedores na Sabesp Objetivo Mostrar ao mercado nacional e internacional, o interesse da Sabesp em fomentar a participação do maior número possível de fornecedores de materiais e equipamentos

Leia mais

Plástico e Meio Ambiente: Uma visão através da Avaliação do Ciclo de Vida - ACV

Plástico e Meio Ambiente: Uma visão através da Avaliação do Ciclo de Vida - ACV I CICLO DE DEBATES PROMOVIDO PELA COORDENADORIA DE PLANEJAMENTO AMBIENTAL / SECRETARIA DO MEIO AMBIENTE - GESP PLÁSTICOS: USOS E DEGRADABILIDADE Plástico e Meio Ambiente: Uma visão através da Avaliação

Leia mais

Encadeamento Produtivo Estratégia de atuação do Sistema SEBRAE PEQUENAS E GRANDES EMPRESAS TRABALHANDO JUNTAS PELA SUSTENTABILIDADE

Encadeamento Produtivo Estratégia de atuação do Sistema SEBRAE PEQUENAS E GRANDES EMPRESAS TRABALHANDO JUNTAS PELA SUSTENTABILIDADE Encadeamento Produtivo Estratégia de atuação do Sistema SEBRAE PEQUENAS E GRANDES EMPRESAS TRABALHANDO JUNTAS PELA SUSTENTABILIDADE Encadeamento Produtivo Estratégia para aumentar a competitividade, a

Leia mais

Para a Unimed, sustentabilidade significa o equilíbrio entre SAÚDE AMBIENTAL, SAÚDE SOCIAL e SAÚDE ECONÔMICA.

Para a Unimed, sustentabilidade significa o equilíbrio entre SAÚDE AMBIENTAL, SAÚDE SOCIAL e SAÚDE ECONÔMICA. SUSTENTABILIDADE Para a Unimed, sustentabilidade significa o equilíbrio entre SAÚDE AMBIENTAL, SAÚDE SOCIAL e SAÚDE ECONÔMICA. Na busca deste equilíbrio, propõe-se a reduzir resíduos e emissões, estimular

Leia mais

Santa Casa Fundada. Inaugurada em 1826

Santa Casa Fundada. Inaugurada em 1826 Santa Casa Fundada em 1803 Inaugurada em 1826 PERFIL Organização Irmandade da Santa Casa de Misericórdia de Porto Alegre Instituição de direito privado, filantrópica, de ensino e assistência social, reconhecida

Leia mais

Sistemas de Gestão e Auditoria da Qualidade

Sistemas de Gestão e Auditoria da Qualidade 22/08/2012 Sistemas de Gestão e Auditoria da Qualidade Profº Spim 1 O Malcolm Baldrige National Quality Award ( Malcolm Baldrige) foi criado nos Estados Unidos em agosto de 1987 pelo presidente Ronald

Leia mais

Conteúdo Programático

Conteúdo Programático Título Contextualização CIÊNCIAS DO AMBIENTE O futuro profissional tem que estar familiarizado com os conceitos e fundamentos básicos da ecologia, sendo condição primordial para o estudo da ciências do

Leia mais

Escrito por Administrator Seg, 22 de Novembro de :55 - Última atualização Seg, 22 de Novembro de :09

Escrito por Administrator Seg, 22 de Novembro de :55 - Última atualização Seg, 22 de Novembro de :09 MISSÃO O Serviço Social tem como missão dar suporte psico-social e emocional ao colaborador e sua família. Neste sentido, realiza o estudo de casos, orientando e encaminhando aos recursos sociais da comunidade,

Leia mais

Portfólio de Serviços

Portfólio de Serviços Portfólio de Serviços A Marumbi, especializada em Consultoria no ramo de Engenharia Consultoria completa para processos ambientais. que resulta em economia a curto e longo prazo. Ambiental e de Segurança

Leia mais

Ajudamos empresas a prosperar por meio da Excelência em Gestão. Novembro de 2015

Ajudamos empresas a prosperar por meio da Excelência em Gestão. Novembro de 2015 Ajudamos empresas a prosperar por meio da Excelência em Gestão Novembro de 2015 Sobre o IPEG Organização sem fins lucrativos Fundaçãoem2001 Leino11594/2003criaoPPQG Mais de 300 empresas reconhecidas 13

Leia mais

Gestão de Segurança da Informação. Interpretação da norma NBR ISO/IEC 27001:2006. Curso e Learning. Sistema de

Gestão de Segurança da Informação. Interpretação da norma NBR ISO/IEC 27001:2006. Curso e Learning. Sistema de Curso e Learning Sistema de Gestão de Segurança da Informação Interpretação da norma NBR ISO/IEC 27001:2006 Todos os direitos de cópia reservados. Não é permitida a distribuição física ou eletrônica deste

Leia mais

Agenda. Braskem e Visão Função da ACV. GCV na Braskem. Perspectivas Futuras. Conclusões

Agenda. Braskem e Visão Função da ACV. GCV na Braskem. Perspectivas Futuras. Conclusões Agenda Braskem e Visão 2020 Função da ACV GCV na Braskem Perspectivas Futuras Conclusões Indústria Petroquímica Nafta Gás natural Integração Competitiva PE PP PVC 1ª Geração 2ª Geração Extração 3ª Geração

Leia mais

III Benchmarking de Segurança 2015

III Benchmarking de Segurança 2015 III Benchmarking de Segurança 2015 INOVAÇÃO. EDUCAÇÃO. COMPORTAMENTO Karla M. P. de Carvalho e Rubens Kuhl GERDAU AO REDOR DO MUNDO MISSÃO, VISÃO, VALORES E CÓDIGO DE ÉTICA Missão Gerar valor para nossos

Leia mais

Política de segurança da informação Normas

Política de segurança da informação Normas Política de Segurança das Informações Prof. Luiz A. Nascimento Auditoria e Segurança de Sistemas Anhanguera Taboão da Serra Normas 2 BS 7799 (elaborada pela British Standards Institution). ABNT NBR ISO/IEC

Leia mais

ENVELOPE ESTRUTURAS SISTEMAS PREDIAIS

ENVELOPE ESTRUTURAS SISTEMAS PREDIAIS Disposição final Planejamento Uso e Operação ENVELOPE ESTRUTURAS Projeto SISTEMAS PREDIAIS Construção Implantação PPI Conceituação Planejamento Definição Módulo escopoi Documentação Estudos de Projeto

Leia mais

nº 08/2016 PMAS - Pense no Meio Ambiente SIRTEC Tema: PREO

nº 08/2016 PMAS - Pense no Meio Ambiente SIRTEC Tema: PREO nº 08/2016 PMAS - Pense no Meio Ambiente SIRTEC Tema: PREO POLÍTICA INTEGRADA DE SEGURANÇA, SAÚDE E MEIO AMBIENTE POLÍTICA INTEGRADA Disponíveis nos murais e no site da empresa PRINCÍPIOS REQUISITOS LEGAIS:

Leia mais

III Fórum de Governança de TI. Governança de TI nos Correios

III Fórum de Governança de TI. Governança de TI nos Correios III Fórum de Governança de TI Governança de TI nos Correios Outubro / 2016 COBIT 5: Governança e Gestão de TI Governança Corporativa Governança de TI Gestão de TI Vice-Presidência Corporativa - Áreas Composição

Leia mais

Finanças e Negócios Sustentáveis BRITCHAM 17/08/06

Finanças e Negócios Sustentáveis BRITCHAM 17/08/06 Finanças as e Negócios Sustentáveis BRITCHAM 17/08/06 Desde 1979, mais de 20% da calota polar ártica derreteu, devido ao aquecimento global. O que isso tem haver com os Bancos? Fronteira congelada do mar

Leia mais

CONSTRUÇÃO VERDE NO BRASIL

CONSTRUÇÃO VERDE NO BRASIL COORDENAÇÃO PROGRAMA DE CONSTRUÇÃO SUSTENTÁVEL CONSTRUÇÃO VERDE NO BRASIL CASA ALEMÃ: A CASA ECOEFICIENTE São Paulo, 16 de abril de 2010 José Carlos Martins Vice-Presidente Câmara Brasileira da Indústria

Leia mais

OBJETIVO CONSULTORIA ORGANIZACIONAL CONCEITOS BÁSICOS CONCEITO DE CONSULTORIA ORGANIZACIONAL

OBJETIVO CONSULTORIA ORGANIZACIONAL CONCEITOS BÁSICOS CONCEITO DE CONSULTORIA ORGANIZACIONAL CONSULTORIA CONCEITOS BÁSICOS Prof. Ms. Carlos William de Carvalho 1 OBJETIVO Entender o contexto da consultoria organizacional, pois muitos serviços são realizados para as organizações e não devem ser

Leia mais

Prof. Marcelo Mello. Unidade IV GERENCIAMENTO DE SERVIÇOS

Prof. Marcelo Mello. Unidade IV GERENCIAMENTO DE SERVIÇOS Prof. Marcelo Mello Unidade IV GERENCIAMENTO DE SERVIÇOS Gerenciamento de serviços Nas aulas anteriores estudamos: 1) Importância dos serviços; 2) Diferença entre produtos x serviços; 3) Composto de Marketing

Leia mais

Plano de Trabalho Docente Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2015 Ensino Técnico Etec ETEC: PAULINO BOTELHO EXTENSÃO ARLINDO BITTENCOURT Código: 092-2 Município: SÃO CARLOS Eixo tecnológico: GESTÃO E NEGÓCIOS Habilitação Profissional: TÉCNICO

Leia mais

3) Qual é o foco da Governança de TI?

3) Qual é o foco da Governança de TI? 1) O que é Governança em TI? Governança de TI é um conjunto de práticas, padrões e relacionamentos estruturados, assumidos por executivos, gestores, técnicos e usuários de TI de uma organização, com a

Leia mais

Inovação como prioridade estratégica do BNDES

Inovação como prioridade estratégica do BNDES Inovação como prioridade estratégica do BNDES Helena Tenorio Veiga de Almeida APIMECRIO 20/04/2012 Histórico do apoio à inovação no BNDES 2 Histórico do apoio à inovação no BNDES 1950 Infraestrutura Econômica

Leia mais

Aplicação de Sistema de Gestão Ambiental à uma Indústria Cimenteira

Aplicação de Sistema de Gestão Ambiental à uma Indústria Cimenteira - São Paulo/SP Aplicação de Sistema de Gestão Ambiental à uma Indústria Cimenteira Giulio Nabuco Taddeucci Mestrando PGTA/UFF Coordenador de Meio Ambiente CSN Realização A Companhia Siderúrgica Nacional

Leia mais

GESPÚBLICA - FMVZ/USP

GESPÚBLICA - FMVZ/USP Universidade de São Paulo Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia GESPÚBLICA - FMVZ/USP Desburocratização & Excelência 2008 O que é GESPÚBLICA? É o programa do Ministério do Planejamento, Orçamento

Leia mais

Analista de Negócio 3.0

Analista de Negócio 3.0 Estudo de Caso A industria Santos é uma empresa siderúrgica que possui duas plantas industriais em dois municípios do interior de Minas Gerais. A sede da empresa fica no estado de São Paulo, na cidade

Leia mais

PROGRAMA DE INTERNACIONALIZAÇÃO DE EMPRESAS APEX-BRASIL

PROGRAMA DE INTERNACIONALIZAÇÃO DE EMPRESAS APEX-BRASIL PROGRAMA DE INTERNACIONALIZAÇÃO DE EMPRESAS APEX-BRASIL O QUE É? Um conjunto de soluções técnicas para a internacionalização de empresas, customizadas de acordo com os objetivos e interesses dos clientes.

Leia mais

introdução ao marketing - gestão do design

introdução ao marketing - gestão do design introdução ao marketing - gestão do design Universidade Presbiteriana Mackenzie curso desenho industrial 3 pp e pv profa. dra. teresa riccetti Fevereiro 2009 A gestão de design, o management design, é

Leia mais

Cursos / Treinamentos

Cursos / Treinamentos Cursos / Treinamentos Carga Horária 1 Estatística Básica em Todos os Níveis. 16 Horas 2 Estatística Avançada. 60 Horas 3 Formação de Auditores Internos da Qualidade. 32 Horas 4 Controle Estatístico de

Leia mais

Engineering Solutions Consulting. Consulting

Engineering Solutions Consulting. Consulting Engineering Solutions Consulting Consulting Missão e compromisso A nossa missão é proporcionar uma abordagem inovadora, diferenciadora e que aporte valor, com uma equipa jovem, dedicada, empenhada e qualificada,

Leia mais

A empresa quantifica aspectos socioambientais nas projeções financeiras de:

A empresa quantifica aspectos socioambientais nas projeções financeiras de: Os trechos em destaque encontram-se no Glossário. Dimensão Econômica Critério I - Estratégia Indicador 1 - Planejamento Estratégico 1. Assinale os objetivos que estão formalmente contemplados no planejamento

Leia mais

Sistema de Gestão Ambiental

Sistema de Gestão Ambiental Sistema de Gestão Ambiental Universidade Federal do Espírito Santo UFES Centro Tecnológico Curso de Especialização em Gestão Ambiental Professora Flavia Nogueira Zanoni MSc em Controle de Poluição Ambiental

Leia mais

Projeto Na Medida MICROEMPRESA. Palestra de sensibilização Na Medida PARA MICROEMPRESÁRIOS. Competências Gerais. Modalidade. Formato.

Projeto Na Medida MICROEMPRESA. Palestra de sensibilização Na Medida PARA MICROEMPRESÁRIOS. Competências Gerais. Modalidade. Formato. Projeto Na Medida PARA MICROEMPRESÁRIOS Palestra de sensibilização Na Medida Compreender a relevância do papel dos micro e pequenos empresários na economia brasileira e a necessidade da adoção das melhores

Leia mais

Marvão - Caso Prático Construção Sustentável ReHabitar

Marvão - Caso Prático Construção Sustentável ReHabitar Marvão - Caso Prático Construção Sustentável ReHabitar Marvão, 29 th May A ECOCHOICE é uma empresa de consultoria de referência na área da construção sustentável em Portugal, satisfazendo as necessidades

Leia mais

A IMPORTÂNCIA DA EMBALAGEM

A IMPORTÂNCIA DA EMBALAGEM A IMPORTÂNCIA DA EMBALAGEM A embalagem é o principal elemento de conexão entre consumidor, o produto e a marca. Ela é um grande diferencial competitivo e agrega valor ao produto e impulsiona sua venda.

Leia mais

Fundamentos Estratégicos

Fundamentos Estratégicos 1 Fundamentos Estratégicos MISSÃO Fornecer soluções e serviços em sistemas de suspensões, eixos e componentes para veículos comerciais com inovação, qualidade, segurança e sustentabilidade. VISÃO Ser reconhecida,

Leia mais

SISTEMA DE GESTÃO AMBIENTAL. Coordenadoria de Gestão Ambiental da UFRGS

SISTEMA DE GESTÃO AMBIENTAL. Coordenadoria de Gestão Ambiental da UFRGS SISTEMA DE GESTÃO AMBIENTAL Coordenadoria de Gestão Ambiental da UFRGS SISTEMA DE GESTÃO AMBIENTAL O SGA é parte do Sistema de Gestão da UFRGS, englobando a estrutura organizacional, as atividades de planejamento,

Leia mais

Aspectos de sustentabilidade a serem considerados na concepção e desenvolvimento de projetos de arquitetura. Prof a : Ana Cecília Estevão

Aspectos de sustentabilidade a serem considerados na concepção e desenvolvimento de projetos de arquitetura. Prof a : Ana Cecília Estevão Aspectos de sustentabilidade a serem considerados na concepção e desenvolvimento de projetos de arquitetura Prof a : Ana Cecília Estevão Desenvolvimento sustentável Aquele que busca um equilíbrio entre

Leia mais

Política de Responsabilidade Socioambiental

Política de Responsabilidade Socioambiental Política de Responsabilidade Socioambiental Página 1 de 7 SUMÁRIO 1. OBJETIVO... 3 2. ABRANGÊNCIA... 3 2.1 BASE LEGAL... 3 2.2 DEFINIÇÕES... 3 2.3 ESCOPO DE AVALIAÇÃO... 4 2.4 GOVERNANÇA... 4 2.5 GERENCIAMENTO

Leia mais

Curso: ENGENHARIA AMBIENTAL E SANITÁRIA Curriculo: 0002-B DISCIPLINAS EM OFERTA 2º Semestre de NOT

Curso: ENGENHARIA AMBIENTAL E SANITÁRIA Curriculo: 0002-B DISCIPLINAS EM OFERTA 2º Semestre de NOT GR02149 GR02152 GR02161 GR02173 GR02177 SEMESTRE 1 Carga Horária Docentes Algoritmos Computacionais 72.00 Não ofertada no 2º semestre de 2016 Cálculo Fundamental 72.00 Não ofertada no 2º semestre de 2016

Leia mais

Indicadores de Desempenho

Indicadores de Desempenho Indicadores de Desempenho 1 Conceito Características mensuráveis de processos, produtos ou serviços, utilizadas pela organização para acompanhar, avaliar e melhorar o seu desempenho. OS INDICADORES NECESSITAM

Leia mais

OBJETIVOS E INDICADORES ESTRATÉGICOS

OBJETIVOS E INDICADORES ESTRATÉGICOS OBJETIVOS E INDICADORES ESTRATÉGICOS PERSPECTIVA: TRE/RN e Sociedade Objetivo 1: Primar pela satisfação do cliente de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC) Descritivo: Conhecer e ouvir o cliente

Leia mais

A importância da liderança como diferencial competitivo. Leonardo Siqueira Borges 29 de Setembro de 2015

A importância da liderança como diferencial competitivo. Leonardo Siqueira Borges 29 de Setembro de 2015 A importância da liderança como diferencial competitivo Leonardo Siqueira Borges 29 de Setembro de 2015 Ellebe Treinamento em Gestão Organizacional A Ellebe atua em empresas públicas e privadas nas áreas

Leia mais

1. DECLARAÇÃO DE SUPORTE CONTÍNUO DO DIRETOR EXECUTIVO (PROPRIETÁRIO OU PRESIDENTE NO CASO DE PEQUENAS EMPRESAS)

1. DECLARAÇÃO DE SUPORTE CONTÍNUO DO DIRETOR EXECUTIVO (PROPRIETÁRIO OU PRESIDENTE NO CASO DE PEQUENAS EMPRESAS) H.E. BanKi-moon Secretário Geral Nações Unidas Nova York, NY10017 EUA Referência: COMUNICAÇÃO DO PROGRESSO (COP - Communication on Progress) Período: 07/2015 à 06/2016 1. DECLARAÇÃO DE SUPORTE CONTÍNUO

Leia mais

Sistema de Gestão de Energia da AdSA - NP EN ISO 50001:2012

Sistema de Gestão de Energia da AdSA - NP EN ISO 50001:2012 Sistema de Gestão de Energia da AdSA - Manuel Lacerda, David Barão e Cristina Gomes Lisboa,19 de janeiro de 2016 Índice: Sistema de Sustentabilidade Empresarial (SSE) Evolução da Certificação na AdSA Vantagens

Leia mais