INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA - SÃO PAULO. Ensino Superior de Tecnologia, de Licenciatura e de Engenharia.

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA - SÃO PAULO. Ensino Superior de Tecnologia, de Licenciatura e de Engenharia."

Transcrição

1 INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA - SÃO PAULO Ensino Superior de Tecnologia, de Licenciatura e de Engenharia Caro Candidato: Instruções Gerais Leia com atenção e cumpra rigorosamente as seguintes instruções. Elas são parte da prova e das normas que regem este Processo Seletivo. 1. Este Caderno de Questões contém 64 questões objetivas e uma redação a serem respondidas. Recebido da fiscalização da sala, você deve conferi-lo, verificando se está completo. Caso contrário, deve solicitar a sua substituição. 2. O Caderno de Questões pode ser usado livremente para fazer rascunhos (cálculos, desenhos etc.), a fim de concluir pelas respostas às questões formuladas. 3. O tempo de duração total das provas será de 4 (quatro) horas, incluída a leitura das instruções e o preenchimento dos cartões de leitura óptica (cartões de respostas). 4. Não será permitida a saída definitiva do candidato da sala antes de transcorrida uma (1) hora do início da prova. 5. Cada questão oferece 5 alternativas de resposta representadas pelas letras a, b, c, d e e, sendo somente uma correspondente à resposta correta. 6. Iniciada a prova, é vedado formular perguntas, pois o entendimento das questões é parte integrante da mesma. 7. Não é permitido comunicar-se com outro candidato ou socorrer-se de consultas a livros, anotações, agendas eletrônicas, gravadores, usar máquina calculadora, telefone celular e/ou similares ou qualquer instrumento receptor/transmissor de mensagens. 8. No CARTÃO DE LEITURA ÓPTICA PERSONALIZADO (CARTÃO DE RESPOSTAS), você deve preencher totalmente apenas uma alternativa (a, b, c, d, e) de cada questão, com caneta de ponta grossa azul ou preta, suficientemente pressionada, conforme o exemplo: 95 A C D E 96 A B D E 97 A B C D 9. Ao final da prova, você deve devolver à fiscalização da sala o CARTÃO DE RESPOSTAS devidamente assinado no verso, sem amassá-lo ou dobrá-lo, porquanto ele é insubstituível, e a FOLHA DE REDAÇÃO. 10. É importante que o candidato na devolução do seu Cartão de Respostas, ao final da sua Prova, assine a Listagem que atestará a entrega do mesmo. 11. A questão não assinalada ou assinalada com mais de uma alternativa, emendada, rasurada, borrada, ou que vier com outra assinalação que não a prevista no item 8, é nula. 12. Os dois últimos candidatos deverão permanecer na sala até a entrega da prova pelo último candidato. 13. O Gabarito Preliminar será divulgado em até cinco dias úteis nos sites e BOA PROVA!

2 1 - Ciências da Natureza, Matemática e suas Tecnologias Matemática 5. A figura representa um cone de 8 m de altura e raio da base de 3 m. O volume desse cone é 1. Uma P.G. constituída de termos positivos tem como primeiro termo o número 3 e como quinto termo o número 48. O termo central dessa P.G. é a) 8. b) 12. c) 10. d) 16. e) Assinale a alternativa que corresponde às soluções da equação log 10 (x 2 2x + 2) = 1. a) 4 e 2. b) 6 e 2. c) 2 e 6. d) 4 e 2. e) 6 e O número de raízes da equação y = sen(6x), entre 0 e 2π é igual a a) 6. b) 9. c) 12. d) 13. e) Considere a matriz A, tal que, 2 1 x x A = Os valores de x que tornam o determinante de A nulo são a) 1 ou 3. b) 2 ou 3. c) 2 ou 1. d) 3 ou 4. e) 3 ou 4. a) litros. b) litros. c) litros. d) litros. e) litros. 6. Assinale a alternativa que corresponde à distancia da reta y = 2x + 5 até o ponto P, de coordenadas x = 3, y = 5. a) 12 5 / 5. b) 8 5 / 5. c) 36 5 / 5. d) 24 5 / 5. e) 16 5 / Um hexágono regular é inscrito em um círculo de raio 2 cm. A área desse hexágono em cm 2 é igual a a) 8 3. b) c) 4 3. d) 6 3. e) Considere os números complexos z 1 = 3 + 2i, e z 2 = 1 + i, a razão z 3 = z 1 / z 2 é igual a a) z 3 = ( 1/3 )( 5 i ). b) z 3 = ( 1/2 )( 3 i ). c) z 3 = ( 1/2 )( 5 i ). d) z 3 = ( 1/5 )( 2 i ). e) z 3 = ( 1/5 )( 3 i ) Física 9. Objetos que se deslocam em movimento retilíneo uniforme possuem velocidade modular constante. Entretanto, um objeto que se desloca ao longo de um arco, com o valor da velocidade constante, possui uma variação na direção do movimento; como a velocidade é um vetor de módulo, direção e sentido, uma alteração na direção implica uma mudança no vetor velocidade. O nome dado a essa mudança na velocidade é aceleração centrípeta.

3 Considere um satélite de massa m = 10 kg, a uma altitude h = 700 km acima da superfície da Terra. Nas alternativas abaixo, assinale aquela que corresponde ao módulo da velocidade tangencial do satélite. Para o cálculo, use os valores(aproximados): Massa da Terra = kg, Raio da Terra = 6300 km, Constante de Gravitação Universal = 6, N.m 2 / kg 2. a) v = 3,5x10 3 m/s. b) v = 9,5x10 3 m/s. c) v = 1,5x10 3 m/s. d) v = 7,5x10 3 m/s. e) v = 5,5x10 3 m/s. 10. Em física, quantidade de movimento linear (também chamada de momento linear ou momentum linear, a que a linguagem popular chama, por vezes, balanço ou embalo ) é uma grandeza física dada pelo produto entre massa e velocidade de um corpo. O momento linear é uma grandeza vetorial, com direção e sentido, cujo módulo é o produto da massa pelo módulo da velocidade, e cuja direção e sentido são os mesmos da velocidade. A quantidade de movimento total de um conjunto de objetos permanece inalterada, a não ser que uma força externa seja exercida sobre o sistema. Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre. Um projétil de massa 5 g é disparado em um bloco de madeira de massa 4995 g, suspenso por um fio longo, encravando-se neste, de tal forma que a velocidade do conjunto projétil-bloco, imediatamente após o impacto é de 0,25 m/s. A velocidade do projétil no momento do impacto, e valor aproximado do módulo da perda de energia do projétil são, respectivamente, a) 150 m/s e 136,25 J. b) 250 m/s e 156,25 J. c) 250 m/s e 136,25 J. d) 150 m/s e 186,25 J e) 250 m/s e 186,25 J 11. Leia com atenção as afirmativas a seguir. I. Condutividade térmica equivale a quantidade de calor Q transmitida através de uma espessura L, numa direção normal à superfície de área A, devido a uma variação de temperatura ΔT, sob condições de estado fixo e quando a transferência de calor é dependente apenas da variação de temperatura. II. A energia interna de um gás não é função exclusiva da temperatura e sim da soma da Energia Cinética com a Energia Potencial. III. É necessário que um gás receba calor para poder realizar trabalho. IV. Se um gás é aquecido de 650 C para 1300ºC, sua energia interna duplica. Das afirmativas anteriores, estão CORRETAS a) apenas I e III. b) apenas a III. c) apenas a IV. d) apenas a I e a II. e) apenas a I e a IV. 12. Uma esfera A, de raio 2 cm está uniformemente eletrizada com carga de 2mC. Num ponto P, situado a 1 cm da superfície dessa esfera é colocada uma partícula B, eletricamente carregada, com carga de 5nC. O campo elétrico da carga A, no ponto P, a força exercida por B em A, e o potencial elétrico no ponto P, são, respectivamente ( usar k 0 = 9x10 9 N.m 2 /C 2 ) a) E = 2x10 8 N/C, F = 10 2 N, V = 6x10 5 V. b) E = 2x10 8 N/C, F = 10 1 N, V = 6x10 6 V. c) E = 2x10 7 N/C, F = 10 1 N, V = 6x10 5 V. d) E = 2x10 7 N/C, F = 10 2 N, V = 6x10 4 V. e) E = 2x10 7 N/C, F = 10 2 N, V = 6x10 6 V. 13. Campos magnéticos cercam materiais magnéticos e correntes elétricas e são detectados pela força que exercem sobre outros materiais magnéticos e cargas elétricas em movimento. O campo magnético em qualquer lugar possui tanto uma direção quanto uma magnitude (ou intensidade), portanto é um campo vetorial. Sobre eletromagnetismo são feitas as seguintes afirmativas. I. Um campo magnético variável gera um campo elétrico e um campo elétrico variável resulta em um campo magnético. II. Uma partícula com carga elétrica q, movendo-se em um campo B com uma velocidade v, experimenta uma força F, chamada de força de Lorentz. III. A variação do fluxo magnético produz em um campo elétrico (fenômeno conhecido por indução eletromagnética, mecanismo utilizado em geradores elétricos, motores e transformadores de tensão). IV. O campo magnético no centro de uma espira circular percorrida por corrente elétrica de intensidade i, é diretamente proporcional ao raio da espira. V. A Corrente Alternada é adotada para transmissão de energia elétrica a longas distâncias devido à facilidade relativa que apresenta para ter o valor de sua tensão alterada por intermédio de transformadores. Das afirmativas anteriores, estão CORRETAS a) apenas a IV. b) apenas a I. c) apenas a I e a III. d) a I, a II, a III e a V. e) apenas a II e a IV. 14. A óptica é um ramo da Física que estuda a luz ou, mais amplamente, a radiação eletromagnética, visível ou não. A óptica estuda os fenômenos de reflexão, refração e difração, a interação entre a luz e o meio, fenômenos envolvendo a luz visível, infravermelha, e ultravioleta.uma vez que a luz é uma onda eletromagnética, fenômenos análogos acontecem com os raios X, microondas, ondas de rádio, e outras formas de radiação eletromagnética. A óptica, nesse caso, pode se enquadrar como uma subdisciplina do eletromagnetismo. Alguns fenômenos ópticos dependem da natureza física da luz e, nesse caso, a óptica se relaciona com a mecânica quântica. Adaptado de: Wikipédia, a enciclopédia livre. 3

4 A seguir são feitas afirmações sobre fenômenos relacionados com a óptica. I. Soluciona-se o problema de visão míope com o uso de lentes convergentes, e o de visão hipermetrope com o uso de lentes divergentes. II. O tamanho da imagem virtual produzida por um espelho côncavo é maior que o tamanho do objeto. III. Um feixe luminoso monocromático, ao passar de um meio A, para outro meio B, de maior índice de refração, sofre um decréscimo no seu comprimento de onda. IV. Quando um raio luminoso proveniente de um meio A atinge a superfície que o separa de outro meio B, tal que n A > n B, com ângulo de incidência em relação à normal maior que o ângulo limite, ocorre reflexão total. V. O comprimento de onda dos raios X é menor do que o comprimento de onda da radiação ultravioleta. Das afirmativas anteriores, estão CORRETAS a) apenas a IV. b) apenas a I. c) apenas a I e a III. d) a II, a III, a IV e a V. e) apenas a II e a IV. 15. Uma onda é uma perturbação oscilante de alguma grandeza física no espaço e periódica no tempo. A oscilação espacial é caracterizada pelo comprimento de onda e a periodicidade no tempo é medida pela freqüência da onda. Estas duas grandezas estão relacionadas pela velocidade de propagação da onda. Sobre ondas são feitas as afirmações: I. Ondas eletromagnéticas são transversais e sua velocidade não depende do meio de propagação. II. A velocidade de propagação do som no ar é menor do que na água.. III. A altura de um som está relacionada com sua freqüência. IV. O timbre de um som depende do conteúdo de freqüências que o compõe. Das afirmativas anteriores, estão CORRETAS a) todas. b) nenhuma delas. c) somente uma. d) apenas duas. e) apenas a II, a III e a IV. 16. Física Moderna é a denominação dada ao conjunto de teorias surgidas no final do século IX e no começo do século XX, principiando com a Mecânica Quântica e a Teoria da Relatividade no. Destas duas teorias resultaram drásticas alterações na compreensão das noções do espaço, tempo, medida, causalidade, simultaneidade, trajetória e localidade Química 17. Em um reator de um litro de capacidade misturamse 2 mols de CO (g) e 2 mols de O 2(g). A certa temperatura estabelece-se o equilíbrio gasoso: 2CO + O 2 2CO 2. Determine o valor da constante K c para esse equilíbrio, sabendo que 90% de CO reagiram. a) 73,6 mol.l -1 b) 36,8 mol.l -1 c) 18,4 mol.l -1 d) 7,36 mol.l -1 e) 1,84mol.L -1 Adaptado de: Wikipédia, a enciclopédia livre. Com relação aos conhecimentos da Física Moderna são feitas as afirmações: I. O espectro de emissão de um átomo é discreto porque seus níveis de energia são quantizados. II. Dois eventos simultâneos em um determinado referencial inercial não são simultâneos em outro referencial que esteja em movimento em relação ao primeiro. III. O efeito fotoelétrico consiste na emissão de elétrons de metais, quando expostos a radiação eletromagnética (como a luz) de freqüência acima de um limiar característico de cada material. IV. Quando um átomo emite uma partícula alfa, seu numero atômico diminui de duas unidades e sua massa atômica de quatro unidades. V. Quando um átomo emite uma partícula beta, seu número atômico aumenta de uma unidade. As radiações gama não alteram o número atômico nem o número de massa do átomo. Das afirmativas anteriores, estão CORRETAS a) a I, a II, a III, a IV e a V. b) apenas a I e a II. c) apenas a I e a III. d) apenas II e a III. e) apenas III e a V. 18. Foi preparada uma solução de um ácido forte bastante diluída e essa solução obteve ph=4. Considerando que um mol de H + foi utilizado na preparação, qual o volume em litros de solução? a) 4L b) 10L c) 100L d) 1000L e) 10000L 4

5 19. Em estudos ligados à medicina e à biologia é muito importante o conceito de solução tampão, pois os fluidos biológicos (animais ou vegetais) são, em geral, meios aquosos tamponados. Marque quais dentre os seguintes pares de substancias, quando em solução aquosa, produzem uma solução tampão. a) HCl + NaOH b) NaOH + NaCl c) NaCN + HClO d) NH 4 Cl + NH 4 OH e) CH 3 COOH + NaCl 20. O grupo dos carbonatos é composto de minerais que inclui a calcita e a aragonita (carbonatos de cálcio), a dolomita (carbonato de magnésio e cálcio) e a siderita (carbonato de ferro). Os carbonatos são geralmente depositados em ambientes marinhos pouco profundos, com águas límpidas e quentes, como por exemplo em mares tropicais e subtropicais. A fórmula do carbonato de ferro III é 23. Considerando que a compreensão da tabela atômica auxilia no dia a dia do químico, a afirmação correta em relação a classificação periódica é: a) o Cobalto é um metal e seu número atômico é 58,93 b) o Enxofre é um não-metal, com seis elétrons de valência c) o Argônio é um gás nobre e seu número atômico é 19 d) o Titânio é um metal que, no estado fundamental, apresenta elétrons distribuídos em três níveis energéticos. e) o Boro é ametal e pertence à família dos halogênios 24. Um catalisador é uma substância que em reação possibilita um mecanismo com menor energia de ativação, aumentando assim a velocidade da reação. Abaixo estão representadas as curvas, obtidas experimentalmente, de um processo com e sem catalisador. Pode-se afirmar que a curva da reação catalisada está representada pela(s) a) FeCO 3 b) Fe 2 CO 3 c) Fe(CO 3 ) 3 d) Fe 3 (CO 3 ) 2 e) Fe 2 (CO 3 ) Sempre fez parte da história humana o consumo de substâncias estimulantes. Dentre os estimulantes de uso corriqueiro encontramos a cafeína, contida no café, bebida mais popular no nosso planeta. A cafeína tem a fórmula estrutural indicada abaixo, o que nos leva a concluir que sua fórmula molecular é dada por a) C 5 H 9 N 4 O 2 b) C 6 H 10 N 4 O 2 c) C 8 H 9 N 4 O 2 d) C 3 H 9 N 4 O 2 e) C 8 H 10 N 4 O O ácido sulfúrico é muito utilizado industrialmente nas sínteses orgânicas. Se por acidente um pouco de ácido sulfúrico cair sobre a bancada de mármore na recepção do almoxarifado, dentre os produtos citados abaixo, normalmente encontrados inclusive em casa, o mais indicado para se espalhar sobre o local para evitar o desgaste da bancada, será a) amoníaco. b) sal de cozinha. c) suco de limão. d) suco de tomate. e) vinagre. a) curvas A e B no diagrama 1. b) curvas C e D no diagrama 2. c) curva B no diagrama 1 e a curva C no 2. d) curva A no diagrama1 e a curva C no 2. e) curva A no diagrama1 e a curva D no Biologia 25. Uma ligação química representa uma força de atração entre átomos que constituem uma molécula. A atração de cargas eletricamente opostas é conhecida como a) ligação covalente. b) ponte de hidrogênio. c) ligação iônica. d) interação hidrofóbica. e) força de Van der Waals. 26. A formação de uma célula eucariótica tem uma teoria que aposta na relação simbiótica entre células de estrutura bacteriana com alta capacidade oxidativa com grandes células armazenadoras de substratos ricos em energia. As estruturas com capacidade oxidativa são representadas pelos a) centrossomos. b) golgiossomos. c) lisossomos. d) ribossomos. e) mitocôndrios. 5

6 27. A gametogênese feminina produz as células que devem acessar a tuba uterina (trompa de Falópio) para o processo de fertilização. O ovócito que alcança a tuba uterina da mulher sofreu o processo de a) mitose. b) primeira divisão da meiose. c) segunda divisão da meiose. d) expulsão de três corpúsculos polares. e) divisão binária ou amitose. 28. No embrião de mamífero, a fase de flexão captura uma parte do saco vitelínico que fica incorporada no corpo embrionário. Esta porção deve desenvolver a) a bolsa amniótica que protege o embrião em seu desenvolvimento. b) o tubo neural que dá origem ao sistema nervoso central e periférico. c) a notocorda que induz a formação da coluna vertebral e costelas. d) a cadeia de somitos que participam da formação músculo-esquelética. e) o intestino primitivo que forma o forro mucoso dos sistemas digestório e respiratório. 29. Uma determinada característica que, presente em um dos filhos do casal, não se encontra nos pais e não está ligada ao gênero (sexo), deve representar uma transmissão a) heterossômica dominante. b) pleiotrópica. c) autossômica recessiva. d) quantitativa e dominante. e) autossômica dominante. 30. O domínio do ambiente terrestre pelas plantas e pelos animais está associado com a) a possibilidade de produzir gametas através da meiose. b) vasos condutores de seiva e ovo com casca. c) a produção de revestimento impermeável no corpo. d) a alternância de gerações haplóides e diplóides. e) a produção de sementes e a formação da placenta. 31. O arraste de nitrogênio e fósforo utilizados em terras agricultáveis para as massas de água (rios e lagos) pode favorecer o desenvolvimento exagerado de algas que utilizam estes micronutrientes, criando uma cadeia onde o oxigênio é depletado e ocorre a morte de uma grande quantidade de peixes. Este desenvolvimento explosivo das algas indica uma a) eutrofização. b) lixiviação. c) denitrificação. d) demanda bioquímica de nitrogênio. e) bioacumulação. 32. Pode-se afirmar que Charles Darwin, em sua teoria, estabeleceu a) um modelo compreensivo para a hereditariedade. b) que as mutações genéticas são os agentes da evolução. c) que o ambiente promove alterações na genética das espécies. d) as alterações de uma espécie podem ser selecionadas em um ambiente. e) um modelo matemático para a seleção natural. 2 - Ciências Humanas, Códigos e Linguagens História 33. As civilizações grega e romana, em relação às demais sociedades da antiguidade, se diferenciavam quanto a) ao modelo teocrático de governo. b) aos princípios teológicos da nobreza. c) à igualdade social predominante. d) à presença de uma cultura antropocêntrica. e) à existência da Igreja Ortodoxa. 34. Considere o trecho a seguir. Para tais povos não existem nem Estado nem cidades do tipo romano, mas comunidades: tribo, clã e família que são as estruturas de sua vida política e social (...). A tribo, a comunidade de família e de aldeia é dirigida por uma aristocracia de nascimento ou de valor (na guerra) que possui a maior parte da terra Contextualizando o trecho acima ao cenário do século V e VI, pode-se considerar que este está associado a) às tradições greco-romanos que persistiram no mundo medieval. b) às práticas defendidas pelo membros eclesiásticos presentes na Igreja Católica. c) aos fortes traços guerreiros presentes na cultura dos povos germânicos. d) às tradições guerreiras defendidas pelo clero contra o Estado Absolutista. e) ao modelo de organização social e política indígena, encontrado na América Latina. 35. Analise as afirmativas em relação ao tema da ocupação e colonização do Brasil. I. As atividades econômicas como a pecuária e o extrativismo tiveram papel fundamental na economia da colônia e no povoamento e colonização. II. A região mineradora foi palco de diversos conflitos de caráter nativista como a Guerra dos Emboabas, travada entre paulistas e portugueses, e a Revolta de Felipe dos Santos. III. A cultura da cana-de-açúcar influenciou na estrutura social e fundiária do Brasil, 6

7 determinando a formação de grandes propriedades rurais e de uma sociedade rural e patriarcal. IV. As expedições colonizadoras chamadas bandeiras determinaram a ocupação efetiva do interior do Brasil e deram ao nosso país sua atual configuração geográfica. Quais estão corretas? a) Apenas I e II. b) Apenas II e III. c) Apenas I, II e III. d) Apenas III e IV. e) Apenas I e IV. 36. Um exercício comparativo entre a Revolução Francesa e a Independência das Treze Colônias permite-nos considerar que a) a participação das massas camponesas garantiu a vitória política. b) a igualdade política e social foi o principal legado do dois movimentos. c) o apoio das monarquias ibéricas foi decisivo para as conquistas francesas. d) a influência de ambos os movimentos ficou restrita ao território europeu. e) em ambos os movimentos estavam presentes os ideais iluministas Considere a tabela seguinte ao responder à questão nº 37. (Fonte: Nadai, Elza e Neves, Joana. História do Brasil. Editora Saraiva) 37. Assinale a alternativa correta. a) O crescimento da produção de borracha está associado ao início da industrialização brasileira. b) O crescimento constante da produção cafeeira acelerou o processo de transição para o trabalho livre no Brasil. c) A pauta de exportações indica um declínio do papel dos produtos agrícolas tradicionais e o início da hegemonia do algodão na economia. d) A indústria de substituição de importações está ligada ao financiamento das lavouras de café no oeste paulista. e) A intervenção do governo imperial foi decisiva na manutenção da alta produtividade da lavoura cafeeira no Vale do Paraíba 38. Considere os itens, a seguir, em relação à conjuntura nacional nos anos vinte do século XX. I. A Política dos Governadores e a Política Café com Leite garantiram a hegemonia do núcleo cafeeiro, expressa na política de defesa do café. II. O tenentismo refletia o descontentamento das camadas médias diante da dominação oligárquica. III. A alternativa política das oligarquias agrárias cafeeiras consistiu em defender as propostas de Getúlio Vargas e da Aliança liberal. IV. As crescentes pressões políticas e sociais levaram à eliminação do voto do cabresto por meio de emenda constitucional do presidente Washington Luís. Quais estão corretas? a) Apenas I e II. b) Apenas I, II e IV. c) Apenas III e IV. d) Apenas II e IV. e) Apenas I e III. 39. Em relação à estratégia de modernização conservadora, implementada a partir da implantação dos governos militares pós-1964, pode-se afirmar que I. os planos econômicos objetivavam aprofundar a integração da economia brasileira ao conjunto do capitalismo internacional. II. os governos apresentavam um modelo econômico baseado na redistribuição da renda e na privatização das empresas estatais. III. a estratégia de valorização da segurança nacional não era adotada tendo em vista a necessidade de abertura ao mercado externo. IV. a implementação das políticas salariais resultou no crescimento da concentração de renda e aumento da desigualdade social. Quais estão corretas? a) Apenas I e II. b) Apenas II e III. c) Apenas I e IV. d) Apenas IV e III. e) Apenas I, II e III. 40. O termo empregado para designar o conjunto de propostas econômicas que estão associadas diretamente às ideias neoliberais é a) Pacto de Não-agressão. b) Consenso de Washington. c) Protocolo de Kyoto. d) Acordos de Durban. e) Teoria do Dominó. 7

8 2.2 - Geografia 41. Analise os fragmentos adaptados de textos a seguir. Texto I Fim do Mundo J. R. Guzzo Antes de ter um problema ecológico, o Brasil tem um problema sanitário; nossa verdadeira tragédia ambiental é o fato de que 50% da população não dispõe de rede de esgotos Estaria o mundo de hoje, e o Brasil junto com ele, se comprometendo com o que pode vir a ser a mais cara, obsessiva e mal informada ilusão científica da história? A humanidade já esteve convencida de que a Terra era plana, e que era possível prever matematicamente a extinção da vida humana por falta física de comida, já que a população cresceria sempre de forma geométrica e a produção de alimentos jamais poderia aumentar no mesmo ritmo; mais recentemente, grandes empresas, governos e ases da ciência digital acreditaram que o bug do milênio iria paralisar o mundo na passagem de 1999 para Não se pode dizer que a crescente convicção de que o planeta sofre hoje uma ameaça sem precedentes em toda a sua existência, como resultado direto da mudança do clima, e particularmente do aquecimento global, seja exatamente a mesma coisa. Mas às vésperas da abertura da grande conferência da ONU sobre o tema, que reunirá em Copenhague, agora em dezembro, 170 países e cerca de cérebros, parece conveniente tentar estabelecer algum tipo de separação entre o que possam ser problemas reais e o que é uma espécie de culto psicótico ao fim do mundo. Previsivelmente, trata-se de tarefa com poucas chances de sucesso. Fonte:http://arquivoetc.blogspot.com/2009/11/proposta-dobrasil-em-copenhague.html. Acesso em: 07/11/2009. Texto II A negociação internacional Green Peace Desde o final de 2007, governos de todo o mundo tentam costurar um acordo para enfrentar a crise do clima. O sucesso, ou fracasso, dessas negociações será conhecido em dezembro, na Conferência do Clima que acontecerá em Copenhague, Dinamarca. Essa reunião é talvez a nossa última chance de chegar a um consenso sobre como reduzir emissões de gases-estufa a tempo de evitar um desastre climático no futuro. Infelizmente, a resistência demonstrada pelos governantes em assumir um papel de liderança não ajuda a acalentar esperanças. Cada um olha apenas para seus próprios interesses, num cabode-guerra que não leva a lugar nenhum. De um lado, estão os países industrializados, que não querem perder sua majestade. Do outro, estão os países emergentes (o Brasil nesse meio), que desejam crescer da mesma forma que os industrializados, com um pouco mais de cuidado com o ambiente mas só um pouco mais. No meio estão as populações mais pobres, que mais sofrerão com o aquecimento global. Os chefes de Estado ainda têm muito a fazer e precisam trabalhar em conjunto para proteger o planeta que eles, coletivamente, representam. Segundo o Painel Intergovernamental de Mudanças Climáticas (IPCC), para escapar dos piores efeitos da mudança climática o que significa manter a elevação da temperatura média global o mais distante possível de 2 C as emissões de gases do efeito estufa terão que diminuir entre 50% a 80% até o meio deste século. Fonte: Acesso em: 09/11/2009. Assinale a alternativa correta sobre o tema. a) Os fragmentos de textos I e II são convergentes em suas idéias. b) Os fragmentos de textos I e II são divergentes em suas idéias. c) Os fragmentos de textos I e II não se referem ao evento de Copenhague. d) Ambos salientam que a preocupação excessiva leva a um surto psicótico. e) O encontro é talvez a última chance da humanidade de chegar a um consenso sobre como reduzir emissões de gases-estufa a tempo de evitar um desastre climático no futuro, no entendimento de ambos os textos. 42. Observe atentamente os mapas a seguir. Fonte: Acesso em 09/11/2009 8

9 Os mapas contém informações sobre a Alemanha. Analise as seguintes assertivas. I A capital da Alemanha Oriental era Bonn e Berlim situava-se na Alemanha Ocidental. II O Muro de Berlim não constituía o chamado Muro Alemão. III Frankfurt e Munique estavam no lado comunista da Cortina de Ferro. Qual(is) está(ão) correta(s)? a) Apenas a I e a II. b) Apenas a I. c) Apenas a III. d) Apenas a II e a III. e) Apenas a II. 43. A Divisão Regional do Brasil em mesorregiões, partindo de determinações mais amplas a nível conjuntural, buscou identificar áreas individualizadas em cada uma das Unidades Federadas, tomadas como universo de análise e definiu as mesorregiões com base nas seguintes dimensões: o processo como determinante, o quadro como condicionante e a rede de comunicação e de lugares. IBGE Assinale a alternativa que contém as expressões corretas e respectivas para o preenchimento das lacunas. Relacione a segunda coluna com a primeira. ( ) Domínio das Araucárias ( ) Domínio dos Mares de Morros ( ) Domínio das Caatingas ( ) Domínio dos Cerrados ( ) Domínio Amazônico ( ) Domínio das Pradarias Assinale a alternativa que apresenta a sequência correta numérica, de cima para baixo. a) b) c) d) e) Analise o gráfico a seguir. Milhares Evolução da População do Município de São Paulo Fonte:IBGE, Censos Demográficos Elaboração: Sempla/Dipro a) como elemento da articulação espacial / natural / sociais b) social / natural / como elemento da articulação espacial c) natural / como elemento da articulação espacial / sociais d) como elemento da articulação espacial / social / naturais e) natural / social / como elemento da articulação espacial 44. Para Aziz Ab Saber, os domínios morfoclimáticos brasileiros são definidos a partir das características climáticas, botânicas, pedológicas, hidrológicas e fitogeográficas; com esses aspectos é possível delimitar seis regiões de domínio morfoclimático. Devido à grande extensão territorial do Brasil, nos defrontamos com domínios muito diferenciados uns dos outros. Esta classificação feita, segundo o geógrafo Aziz Ab Sáber (1970), dividiu o Brasil em seis domínios: 1. região norte do Brasil, com terras baixas e grande processo de sedimentação; clima e floresta equatorial; 2. região central do Brasil, como diz o nome, vegetação tipo cerrado e inúmeros chapadões; 3. região leste (litoral brasileiro), onde se encontra a floresta Atlântica que possui clima diversificado; 4. região nordestina do Brasil (polígono das secas), de formações cristalinas, área depressiva intermontanhas e de clima semi-árido; 5. região sul brasileira, área do habitat do pinheiro brasileiro (araucária), região de planalto e de clima subtropical; 6. região do sudeste gaúcho, local de coxilhas subtropicais. A partir do gráfico e com seus conhecimentos sobre o tema, julgue as afirmativas a seguir. I. No final do século XIX, São Paulo deixou sua condição de vila afastada dos principais centros econômicos do país, principalmente em razão de sua posição geográfica privilegiada, entre o porto de Santos e o interior da Província, onde se expandia o cultivo do café, e passou então a assumir importância crescente como entreposto comercial e ponto de entroncamento das rotas pelas quais era exportada a produção cafeeira. II. O fluxo imigratório (decorrente da atração de um volume expressivo de trabalhadores e da fixação de uma parcela significativa do fluxo de imigrantes europeus direcionado, inicialmente, para substituir a mão-de-obra escrava na lavoura cafeeira) terminava permanecendo na capital ou a ela retornava após algum tempo. Isto ocorreu nas duas primeiras décadas do século XX, o que manteve a cidade em elevado ritmo de crescimento demográfico III. A transformação de São Paulo em importante centro industrial deu-se progressivamente, mas já era plenamente visível na década de 1920 as manifestações artísticas do grupo Modernista em 1922 refletem bem este fato. O processo de industrialização no Brasil, centrado em São Paulo, muito beneficiou-se de dois eventos históricos de grande importância: a 1ª e a 2ª Guerras Mundiais, respectivamente ocorridas de 1914 a 1918 e de 1939 a 1945, períodos em que a retração do comércio mundial gerou a necessidade de substituição de importações, favorecendo a produção local de bens de consumo. 9

10 Qual(is) está (ão) correta(s)? a) Apenas uma delas. b) Apenas a I e a II. c) Apenas a I e a III. d) Apenas a II e a III. e) Todas. 46. Segundo o IBGE (2008), as áreas de influência dos centros foram delineadas a partir da intensidade das ligações entre as cidades, com base em dados secundários e com os obtidos no questionário específico. Foram identificadas 12 redes urbanas comandadas por metrópoles. No topo da hierarquia urbana, 12 metrópoles comandam redes urbanas. As redes são diferenciadas em termos de tamanho, organização e complexidade e apresentam interpenetrações, pela ocorrência de vinculação a mais de um centro, resultando em dupla ou tripla inserção na rede. Um bom exemplo é Florianópolis, que integra as áreas de Curitiba e de Porto Alegre, e o de Natal, nas redes comandadas por Recife e Fortaleza. Assinale a alternativa que contém uma das 12 metrópoles descritas. a) Rio Branco b) Goiânia c) Vitória d) Maceió e) Palmas. 47. Imagine que os 4,5 bilhões de anos da Terra foram comprimidos em um só ano (entre parênteses colocamos a idade real de cada evento). Nesta escala de tempo, as rochas mais antigas que se conhece (~3,6 bilhões de anos) teriam surgido apenas em março. Os primeiros seres vivos (~3,4 bilhões de anos) apareceram nos mares em maio. As plantas e os animais terrestres surgiram no final de novembro (a menos de 400 milhões de anos). Os dinossauros dominaram os continentes e os mares nos meados de dezembro, mas desapareceram no dia 26 (de 190 a 65 milhões de anos), mais ou menos a mesma época em que as montanhas rochosas começaram a se elevar. Os humanóides apareceram em algum momento da noite de 31 de dezembro (a aproximadamente 11 milhões de anos). Roma governou o mundo durante 5 segundos, das 23h:59m:45s até 23h:59:50s. Colombo descobriu a América (1492) 3 segundos antes da meia noite, e a geologia nasceu com os escritos de James Hutton (1795), Pai da Geologia Moderna, há pouco mais que 1 segundo antes do final desse movimentado ano dos anos. (extraído de Eicher, 1968) Determinar a idade das rochas é elemento imprescindível para o entendimento geomorfológico e geológico do planeta. Considere as afirmações que seguem: 1. Segundo o Princípio da Superposição de Camadas (Steno 1669) em qualquer sequência acamadada, a rocha (camada) mais jovem é aquela que se encontra no topo da sequência. 2. Segundo o Princípio da Superposição de Camadas, as camadas inferiores são progressivamente mais antigas Este princípio pode ser utilizado em depósitos sedimentares formados por acresção vertical, mas não naqueles onde a acresção é lateral. Outro contexto que não permite a aplicação deste princípio é o de camadas deformadas quando a deformação modifica a posição original das camadas. Mas neste caso, será possível determinar a idade relativa dos estratos caso a deformação não tenha sido muito intensa e ainda sejam reconhecidas feições indicativas da posição relativa de topo-base e de fósseisíndices nas camadas estudadas. 4. O princípio da superposição das camadas é válido para as rochas sedimentares e vulcânicas (basalto) que se formam por agradação vertical de material, mas não pode ser aplicado a rochas intrusivas e deve ser aplicado com cautela às rochas metamórficas. Quantas afirmações estão corretas? a) 0 b) 1 c) 2 d) 3 e) Observe o mapa a seguir dos campi do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo. Fonte: c s /. c e / 7 _ 0 _ A /. s / 7 _ 0 _ D 5 U / _ t h / J _ 0 _ 9 D / _ s. 7 _ 0 _ A / 7 _ 0 _ AM5/_s.7_0_A/7_0_D5U Acesso em: 09/11/2009. Assinale a alternativa correta sobre a localização de cada campus. a) Salto está a sudoeste de S. João B. Vista. b) São Carlos está a sudeste de Cubatão. c) São Roque está a nordeste de Bragança. d) Caraguatatuba está ao norte de Campos do Jordão. e) Guarulhos está a noroeste de São Paulo.

11 TEXTO I Língua Portuguesa e Literatura Brasileira A rapadura é nossa! Com as bênçãos de Padim Ciço e Frei Damião, nordestinos de todo o mundo vão à luta. Lampião e seus guerreiros já foram convocados. Antônio Conselheiro já iniciou a marcha. O sertão cerra fileiras, pois eis que outro valor mais alto se alevanta. A rapadura. Sim, este doce subproduto da cana-de-açúcar, produzido no Brasil desde os tempos do Império, está no centro de uma polêmica internacional envolvendo o Brasil, a Alemanha e os Estados Unidos. A questão não é recente. Tudo começou quando a empresa alemã Rapunzel Naturkost AG registrou a patente da marca rapadura nos Estados Unidos e na Alemanha. Como o registro consta nos órgãos oficiais na Alemanha desde 1989, e nos Estados Unidos desde 1996, os produtores brasileiros só podem exportar o doce típico com essa marca para os dois países, se pagarem direitos de comercialização à Rapunzel. Para que isso não aconteça, a Ordem dos Advogados do Brasil, seção Ceará (OAB-CE), vai processar a Rapunzel nos tribunais da Alemanha e dos EUA. O objetivo da entidade é anular o registro da palavra rapadura no exterior alegando descumprimento do Tratado de Paris. O tratado não permite aos países signatários patentear algo que faça parte do patrimônio de um país. Ante a grave situação que arranha nossa soberania e os preceitos do direito, entendemos que a Ordem dos Advogados, no exercício de seu mister, deve atuar de forma mais contundente para elidir a conduta da empresa alemã, sustenta a OAB-CE. Adaptado de: <http://www.overmundo.com.br/overblog/a-rapadura-e-nossa>. Acessado em: 23 out No trecho Como o registro consta nos órgãos oficiais na Alemanha desde 1989, e nos Estados Unidos desde 1996, produtores brasileiros só podem exportar o doce típico com essa marca para os dois países, se pagarem direitos de comercialização à Rapunzel. (2º parágrafo), o nexo em destaque estabelece relação de a) conformidade. b) explicação. c) causa. d) comparação. e) concessão. 50. O prefixo em descumprimento (3º parágrafo) tem o mesmo significado do da palavra a) discordância. b) destino. c) descrever. d) desastrado. e) dissecar. 51. Em Antonio Conselheiro já iniciou a marcha. (1º parágrafo), o autor refere-se a personagem do livro a) Triste fim de Policarpo Quaresma, de Lima Barreto. b) Canaã, de Graça Aranha. c) Capitães da Areia, de Jorge Amado. d) Os Sertões, de Euclides da Cunha. e) Memórias do cárcere, de Graciliano Ramos. TEXTO II A RAPADURA É NOSSA! Foi notícia de jornal e também da televisão que a nossa rapadura, produto de exportação, teve o registro firmado por grande grupo alemão. (...) A rapadura é nossa e não tem balacobaco, não adianta estrangeiro querer encher nosso saco, pois nosso povo é capaz de armar um grande barraco. Adaptado de: José Pedrosa (RN). Disponível em: <www. cordelonline.com.br>. Acessado em: 23 out O termo ou expressão que está empregado em sentido denotativo ocorre em a) exportação. b) registro firmado. c) alemão. d) estrangeiro. e) armar um grande barraco. INSTRUÇÃO: As questões de nº 53 e 54 referem-se ao TEXTO I e ao TEXTO II. 53. A expressão de ordem A Rapadura é nossa!, presente nos dois textos, remete ao slogan da campanha O Petróleo é nosso!, inspirada no exemplo do escritor, cuja obra literária tem forte conotação política. Em O Poço do Visconde, o autor reafirmou a importância do petróleo para o progresso da nação. Assinale a alternativa que completa corretamente a lacuna. a) Jorge Amado. b) Monteiro Lobato. c) Guimarães Rosa. d) José Lins do Rego. e) Oswald de Andrade. 11

12 54. Considere as afirmativas sobre o Texto I e o Texto II. I. Diferem essencialmente quanto ao público a que cada um se destina. II. Pertencem ao mesmo gênero, pois escolheram o mesmo tema e ambos apresentam a frase A rapadura é nossa. III. A função da linguagem está centrada no relato de informações reais. IV. O autor faz uso do jargão judiciário no Texto I. Quais estão corretas? a) Apenas a I e a II. b) Apenas a II e a III. c) Apenas a I, a II e a III. d) Apenas a I, a III e a IV. e) I, II, III, IV. INSTRUÇÃO: Para responder à próxima questão, utilize os fragmentos abaixo, do romance Memórias de um sargento de milícias, de Manuel Antônio de Almeida. FRAGMENTO I 56. Considere as afirmativas sobre o Realismo. I. Os escritores procuram uma visão científica, exata, verossímil do mundo e das pessoas. II. Este movimento reflete as profundas transformações políticas, econômicas, culturais e sociais da segunda metade do século XIX. III. Aproxima-se do Romantismo, concentrando-se na valorização do individual, do mundo íntimo. Qual(is) está(ão) correta(s)? a) Apenas a I. b) Apenas a II. c) Apenas a III. d) Apenas a I e a II. e) I, II, III Inglês Lost in America Call them the disappeared. Era a sobrinha de Dona Maria já muito desenvolvida, porém que, tendo perdido as graças de menina, ainda não tinha adquirido a beleza de moça: era alta, magra, pálida; andava com o queixo enterrado no peito, trazia as pálpebras sempre baixas, e olhava a furto; tinha os braços finos e compridos; o cabelo, cortado, dava-lhe apenas até o pescoço e como andava mal penteada e trazia a cabeça sempre baixa, uma grande porção lhe caía sobre a testa e olhos, como uma viseira. FRAGMENTO II Passado o tempo indispensável de luto, o Leonardo, em uniforme de sargento de milícias, recebeuse na Sé com Luisinha, assistindo à cerimônia a família em peso. Daqui em diante aparece o reverso da medalha. Seguiu-se a morte de Dona Maria, a do Leonardo- Pataca, e uma enfiada de acontecimentos tristes que pouparemos aos leitores, fazendo aqui o ponto final. 55. Em relação à obra, são feitas as seguintes afirmativas: I. a descrição da sobrinha de Dona Maria é feita através de clichês do Romantismo, caracterizando-a como heroína romântica; II. a metalinguagem é um recurso presente, o foco narrativo é em terceira pessoa, com um narrador onisciente que busca dialogar com o leitor; III. embora pertencente ao período romântico, o romance antecipa traços modernos, como o tom de crônica que aproxima da fala a sua linguagem coloquial, popular. Qual(is) está(ão) correta(s)? a) Apenas a I. b) Apenas a II. c) Apenas a III. d) Apenas a II e a III. e) I, II, III. 12 Last year 1.2 million American students dropped out of high school without receiving their diplomas. The U.S. system of public education, it seems, is failing its children. Some media sources have tagged the problem with catchy labels, calling the United States Dropout Nation, and failing schools dropout factories. Yet those terms may actually mask the real issue that millions of teenagers and young adults feel so alienated in an academic setting that they ultimately pack it in and give. The education dilemma is a ticking time bomb. According to some experts, our economy is losing hundreds of billions of dollars in wages alone over the lifetimes of these dropouts. America, which only 20 years ago had the most educated populace on the planet, now ranks anywhere from seventh to 18th in comparison to other nations in terms of relative effectiveness of its educational system. Performance in math and science among U.S. students in fourth through 12th grades is steadily declining; one study has American eighth graders tied with students in third-world Zimbabwe in mathematics. As America moves a manufacturing-based economy a globalized service- and technologybased economy, it is not producing a workforce educated enough to handle jobs that will keep the country clicking. Adapted from: <http://www.vanderbilt.edu/magazines/vanderbiltmagazine/2008/03/lost_in_america/print/>. Accessed on Oct Choose the correct alternative to complete the spaces in the text. a) on of to b) up on in c) of up to d) up from to e) on to from

13 58. In Yet those terms may actually mask the real issue (first paragraph), the underlined word means a) at present. b) right now. c) really. d) nowadays. e) currently. 59. The word yet, underlined in the text, conveys an idea of a) consequence. b) conclusion. c) cause. d) addition. e) contrast. 60. Read the statements carefully. I. The expression the disappeared refers to the dropout students. II. The performance of the American eight graders in mathematics is a little better than that of the students in Zimbabwe. III. The expression Dropout Nation refers to the United States. IV. The author states that the education dilemma is a ticking time bomb. Which of them is(are) correct, according to the text? a) Only I and II. b) Only I, II and III. c) Only I, III and IV. d) Only II, III, and IV. e) I, II, III and IV. Saturday, Oct. 03, 2009 Olympic Dreams Realized, Brazil Takes the Spotlight By Tim Padgett and Andrew Downie / Rio de Janeiro It is Brazil s time, President Luiz Inácio Lula da Silva insisted in his pitch before Friday s International Olympic Committee vote. It is time to light the Olympic torch in a tropical country. The IOC agreed and that lit up a frenzied carnival in Rio de Janeiro, a city that knows how to party perhaps better than any other. Giving Rio the Olympics sends a strong signal to the rest of the developing world that the Brazilian model the post-ideological mix of orthodox market economics and progressive social policy championed by Lula is the one to follow. Brazil is the only country among the world s 10 largest economies today that hasn t hosted an Olympics. Given its sheer size a country just about as large as the U.S. and with a population of 190 million Portuguese-speaking Brazil has always longed to project itself beyond the confines of Latin America. But, aside from soccer and Carnaval, the world has rarely taken Brazil as seriously. In fact, Brazil was long the butt of a joke that said it was the country of the future and always would be. 61. The idiom aside from and the word beyond (third paragraph) could be replaced by a) beneath - apart b) beside - besides c) including - below d) above - beside e) excluding besides 62. About the underlined words in a city that knows how to party perhaps better than any other. (first paragraph) and Brazil is the only country among the world s 10 largest economies (second paragraph), one can say that I. the opposite of better is worse. II. the opposite of largest is least. III. both are in the superlative degree. Which of them is (are) correct? a) Only I. b) Only II. c) Only III. d) Only I and II. e) I, II and III. 63. Read the statements about the modal would. I. Would is most commonly used to create conditional verb forms. II. It is also the past form of the modal verb will. III. It can be used to make predictions about the future. Which of them is (are) correct? a) Only I. b) Only II. c) Only III. d) Only I and II. e) I, II and III. 64. According to the text, one can say that Brazil a) is larger than the U.S. b) is one of the world s ten largest economies today. c) was considered a country without past. d) will be the second Latin American country to host an Olympics. e) had to convince the IOC that Rio was a city that knew how to party. Adapted from:< Accessed on: Oct. 23,

14 PROPOSTA DE REDAÇÃO Diante de tanto, como discernir? CARLOS ALBERTO GIANOTTI/ Professor e editor na Unisinos O motorista do táxi foi peremptório quando iniciou a conversa para o trajeto: Pouca vergonha essa corrupção, essa turma das empreiteiras e dos políticos está abiscoitando milhões, agora mesmo estava ouvindo no rádio que o presidente do Senado está envolvido! Murmurei alguma coisa e assenti com a cabeça, enquanto pensava sobre as certezas daquele homem com relação às informações. Eu jamais consegui chegar a tanto, nutro mais dúvidas do que convicções intelectuais. Assim, a cada novo imbróglio que surge esmiuçado pela mídia, como este caso da Gautama, sou assolado pela pergunta: onde estará a frincha para divisar a verdade? Uma das certezas de educadores e intelectuais é que a educação e a leitura levam as pessoas a aguçar sua capacidade crítica para chegar mais próximas da verdade. No entanto, essa capacidade crítica que se deseja induzir no educando para ele melhor viver a vida adulta pode parecer inútil se se partir da tradição hobbesiana de que o individual sempre prevalece e me é assegurado moralmente negar aquilo que de fato fiz. Assim, por exemplo, quando a PF prende algumas dezenas de pessoas sob evidência de corrupção e essas pessoas negam definitivamente que cometeram tal ilícito, tentam driblar as imputações afirmando, talvez com desfaçatez, que não é nada disso, que provarão sua inocência, me pergunto onde radica a verdade possível. Quando um ministro de Estado e o presidente do Congresso - que a sociedade pressupõe cidadãos ilibados, pois não estariam em tão altas funções tipos cafajestes - são acusados de beneficiarem-se pessoalmente daquelas suas condições públicas e declaram que são inocentes das acusações, outra vez fica embaçado o meu discernimento. Quando, por outro lado, leio que algumas autoridades acusaram a PF de fazer espetáculo na prisão dos presumíveis corruptos, sinto a ferroada da dúvida. Quando as chamadas autoridades competentes, após vários meses de investigação, informam quem são os culpados no maior acidente da aviação comercial brasileira - e estes se defendem alegando inocência e inculpando outrem -, me pergunto sobre a verdade. Quando assisto a debates pela TV, que supostamente visam a oferecer condições para o telespectador melhor julgar sobre temas palpitantes, acabo entediado e incapaz de dizer quem está com a maior fatia de razão sobre o tema pautado. E então, suspicaz, sou levado a conjeturar se aquela faculdade crítica, tão valorizada no discurso dos educadores e intelectuais, não terá mesmo é a serventia maior de me impossibilitar o julgamento dos agentes e de suas ações, de me impedir de discernir de forma afoita de que lado está a verdade, que, parece, insiste sempre em menear. Paradoxalmente, seria como se o discernimento impedisse o discernimento. Depois, conjeturo ainda: não estará mais em paz com o mundo dos acontecimentos aquele motorista de táxi que ouviu a nota no rádio e estabeleceu taxativo o lado da verdade? Disponível em: Acesso em: 06 jun Responda à pergunta feita no final do texto com uma redação dissertativo-argumentativa. INSTRUÇÕES: Para concorrer à totalidade da nota, seu texto deverá a) ser dissertativo-argumentativo; b) ter um título; c) ter entre 25 e 30 linhas; d) manter-se rigorosamente dentro do tema; e) ser escrito a caneta, com letra legível de tamanho regular; f) utilizar a Língua Portuguesa culta padrão. Seu texto receberá nota zero se a) fugir do tema; b) não obedecer ao limite mínimo de linhas; c) estiver a lápis. 14

15 Rascunho 15

16

FORMAÇÃO VEGETAL BRASILEIRA. DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS Aziz Ab`Saber. Ipê Amarelo

FORMAÇÃO VEGETAL BRASILEIRA. DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS Aziz Ab`Saber. Ipê Amarelo FORMAÇÃO VEGETAL BRASILEIRA DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS Aziz Ab`Saber Ipê Amarelo Fatores que influenciam na distribuição das formações vegetais: Clima 1. Temperatura; 2. Umidade; 3. Massas de ar; 4. Incidência

Leia mais

04. Com base na lei da ação e reação e considerando uma colisão entre dois corpos A e B, de massas m A. , sendo m A. e m B. < m B.

04. Com base na lei da ação e reação e considerando uma colisão entre dois corpos A e B, de massas m A. , sendo m A. e m B. < m B. 04. Com base na lei da ação e reação e considerando uma colisão entre dois corpos A e B, de massas m A e m B, sendo m A < m B, afirma-se que 01. Um patrulheiro, viajando em um carro dotado de radar a uma

Leia mais

O homem e o meio ambiente

O homem e o meio ambiente A U A UL LA O homem e o meio ambiente Nesta aula, que inicia nosso aprendizado sobre o meio ambiente, vamos prestar atenção às condições ambientais dos lugares que você conhece. Veremos que em alguns bairros

Leia mais

c = c = c =4,20 kj kg 1 o C 1

c = c = c =4,20 kj kg 1 o C 1 PROPOSTA DE RESOLUÇÃO DO TESTE INTERMÉDIO - 2014 (VERSÃO 1) GRUPO I 1. H vap (H 2O) = 420 4 H vap (H 2O) = 1,69 10 3 H vap (H 2O) = 1,7 10 3 kj kg 1 Tendo em consideração a informação dada no texto o calor

Leia mais

TERCEIRÃO GEOGRAFIA FRNTE 8 A - aula 25. Profº André Tomasini

TERCEIRÃO GEOGRAFIA FRNTE 8 A - aula 25. Profº André Tomasini TERCEIRÃO GEOGRAFIA FRNTE 8 A - aula 25 Profº André Tomasini Localizado na Região Centro-Oeste. Campos inundados na estação das chuvas (verão) áreas de florestas equatorial e tropical. Nas áreas mais

Leia mais

Efeito estufa: como acontece, por que acontece e como influencia o clima do nosso planeta

Efeito estufa: como acontece, por que acontece e como influencia o clima do nosso planeta XXII Encontro Sergipano de Física Efeito estufa: como acontece, por que acontece e como influencia o clima do nosso planeta Prof. Dr. Milan Lalic Departamento de Física Universidade Federal de Sergipe

Leia mais

Física. Resolução. Q uestão 01 - A

Física. Resolução. Q uestão 01 - A Q uestão 01 - A Uma forma de observarmos a velocidade de um móvel em um gráfico d t é analisarmos a inclinação da curva como no exemplo abaixo: A inclinação do gráfico do móvel A é maior do que a inclinação

Leia mais

Primeira lista de física para o segundo ano 1)

Primeira lista de física para o segundo ano 1) Primeira lista de física para o segundo ano 1) Dois espelhos planos verticais formam um ângulo de 120º, conforme a figura. Um observador está no ponto A. Quantas imagens de si mesmo ele verá? a) 4 b) 2

Leia mais

URBANIZAÇÃO LUGAR É A BASE

URBANIZAÇÃO LUGAR É A BASE URBANIZAÇÃO LUGAR É A BASE. DA REPRODUÇÃO DA VIDA E PODE SER ANALISADO PELA TRÍADE HABITANTE- IDENTIDADE-LUGAR. OBJETIVOS ESPECÍFICOS A. Caracterizar o fenômeno da urbanização como maior intervenção humana

Leia mais

FORMAÇÃO DO TERRITÓRIO BRASILEIRO

FORMAÇÃO DO TERRITÓRIO BRASILEIRO FORMAÇÃO DO TERRITÓRIO BRASILEIRO É claro que o Brasil não brotou do chão como uma planta. O Solo que o Brasil hoje ocupa já existia, o que não existia era o seu território, a porção do espaço sob domínio,

Leia mais

a) Cite o nome do estado brasileiro onde aparece a maior parte do domínio das araucárias. R:

a) Cite o nome do estado brasileiro onde aparece a maior parte do domínio das araucárias. R: Data: /08/2014 Bimestre: 2 Nome: 7 ANO A Nº Disciplina: Geografia Professor: Geraldo Valor da Prova / Atividade: 2,0 (DOIS) Nota: GRUPO 3 1-(1,0) A paisagem brasileira está dividida em domínios morfoclimáticos.

Leia mais

1) Calcular, em m/s, a velocidade de um móvel que percorre 14,4Km em 3min. a) ( ) 70m/s b) ( ) 80 m/s c) ( ) 90m/s d) ( ) 60m/s

1) Calcular, em m/s, a velocidade de um móvel que percorre 14,4Km em 3min. a) ( ) 70m/s b) ( ) 80 m/s c) ( ) 90m/s d) ( ) 60m/s SIMULADO DE FÍSICA ENSINO MÉDIO 1) Calcular, em m/s, a velocidade de um móvel que percorre 14,4Km em 3min. a) ( ) 70m/s b) ( ) 80 m/s c) ( ) 90m/s d) ( ) 60m/s 2) Um avião voa com velocidade constante

Leia mais

www.cursinhoemcasa.com Prof. Helena contato@cursinhoemcasa.com Fonte arquivo particular.

www.cursinhoemcasa.com Prof. Helena contato@cursinhoemcasa.com Fonte arquivo particular. Irradiação térmica È o processo de troca de calor que ocorre através da radiação eletromagnética, que não necessitam de um meio material para isso. Ondas eletromagnéticas é uma mistura de campo elétrico

Leia mais

SIMULADO ABERTO ENEM 2015

SIMULADO ABERTO ENEM 2015 SIMULADO ABERTO ENEM 2015 1) A figura mostra a bela imagem de um gato ampliada pela água de um aquário esférico. Trata-se de uma imagem virtual direita e maior. A cerca do fenômeno óptico em questão, é

Leia mais

Aula de Véspera - Inv-2009 Professor Leonardo

Aula de Véspera - Inv-2009 Professor Leonardo 01. Dois astronautas, A e B, encontram-se livres na parte externa de uma estação espacial, sendo desprezíveis as forças de atração gravitacional sobre eles. Os astronautas com seus trajes espaciais têm

Leia mais

UFMG - 2003 2º DIA FÍSICA BERNOULLI COLÉGIO E PRÉ-VESTIBULAR

UFMG - 2003 2º DIA FÍSICA BERNOULLI COLÉGIO E PRÉ-VESTIBULAR UFMG - 2003 2º DIA FÍSICA BERNOULLI COLÉGIO E PRÉ-VESTIBULAR Física Questão 01 Durante uma brincadeira, Rafael utiliza o dispositivo mostrado nesta figura para lançar uma bolinha horizontalmente. Nesse

Leia mais

Respostas das questões sobre as regiões do Brasil

Respostas das questões sobre as regiões do Brasil Respostas das questões sobre as regiões do Brasil Região Norte 1. Qual a diferença entre região Norte, Amazônia Legal e Amazônia Internacional? A região Norte é um conjunto de 7 estados e estes estados

Leia mais

Ano: 8 Turma: 81 / 82

Ano: 8 Turma: 81 / 82 COLÉGIO NOSSA SENHORA DA PIEDADE Programa de Recuperação Final 3ª Etapa 2012 Disciplina: Ciências Professor (a): Felipe Cesar Ano: 8 Turma: 81 / 82 Caro aluno, você está recebendo o conteúdo de recuperação.

Leia mais

18 a QUESTÃO Valor: 0,25

18 a QUESTÃO Valor: 0,25 6 a A 0 a QUESTÃO FÍSICA 8 a QUESTÃO Valor: 0,25 6 a QUESTÃO Valor: 0,25 Entre as grandezas abaixo, a única conservada nas colisões elásticas, mas não nas inelásticas é o(a): 2Ω 2 V 8Ω 8Ω 2 Ω S R 0 V energia

Leia mais

Geografia QUESTÕES de 01 a 06 INSTRUÇÕES: Questão 01 (Valor: 15 pontos)

Geografia QUESTÕES de 01 a 06 INSTRUÇÕES: Questão 01 (Valor: 15 pontos) Geografia QUESTÕES de 01 a 06 LEIA CUIDADOSAMENTE O ENUNCIADO DE CADA QUESTÃO, FORMULE SUAS RESPOSTAS COM OBJETIVIDADE E CORREÇÃO DE LINGUAGEM E, EM SEGUIDA, TRANSCREVA COMPLETAMENTE CADA UMA NA FOLHA

Leia mais

Aula de Véspera - Inv-2008

Aula de Véspera - Inv-2008 01. Um projétil foi lançado no vácuo formando um ângulo θ com a horizontal, conforme figura abaixo. Com base nesta figura, analise as afirmações abaixo: (001) Para ângulos complementares teremos o mesmo

Leia mais

grandeza do número de elétrons de condução que atravessam uma seção transversal do fio em segundos na forma, qual o valor de?

grandeza do número de elétrons de condução que atravessam uma seção transversal do fio em segundos na forma, qual o valor de? Física 01. Um fio metálico e cilíndrico é percorrido por uma corrente elétrica constante de. Considere o módulo da carga do elétron igual a. Expressando a ordem de grandeza do número de elétrons de condução

Leia mais

Aula 19 Conteúdo O homem e o meio ambiente. Principais problemas ambientais do mundo.

Aula 19 Conteúdo O homem e o meio ambiente. Principais problemas ambientais do mundo. CONTEÚDO E HABILIDADES FORTALECENDO SABERES DESAFIO DO DIA Unidade IV Natureza sociedade: questões ambientais. Aula 19 Conteúdo O homem e o meio ambiente. Principais problemas ambientais do mundo. 2 CONTEÚDO

Leia mais

Prova 3 Física QUESTÕES APLICADAS A TODOS OS CANDIDATOS QUE REALIZARAM A PROVA ESPECÍFICA DE FÍSICA. QUESTÕES OBJETIVAS GABARITO 3

Prova 3 Física QUESTÕES APLICADAS A TODOS OS CANDIDATOS QUE REALIZARAM A PROVA ESPECÍFICA DE FÍSICA. QUESTÕES OBJETIVAS GABARITO 3 Prova 3 QUESTÕES OBJETIVAS QUESTÕES APLICADAS A TODOS OS CANDIDATOS QUE REALIZARAM A PROVA ESPECÍFICA DE FÍSICA. UEM Comissão Central do Vestibular Unificado FÍSICA 01 O diagrama abaixo mostra um brinquedo

Leia mais

FERNANDA ROTEIRO DE ESTUDOS DE RECUPERAÇÃO E REVISÃO

FERNANDA ROTEIRO DE ESTUDOS DE RECUPERAÇÃO E REVISÃO Aluno (a): Disciplina GEOGRAFIA Curso Professor ENSINO MÉDIO FERNANDA ROTEIRO DE ESTUDOS DE RECUPERAÇÃO E REVISÃO Série 1ª SÉRIE Número: 1 - Conteúdo: Domínios morfoclimáticos - estudar as interrelações

Leia mais

É CORRETO afirmar que essa modalidade de desemprego é conseqüência. A) da adoção de novas tecnologias de produção e gerenciamento industrial.

É CORRETO afirmar que essa modalidade de desemprego é conseqüência. A) da adoção de novas tecnologias de produção e gerenciamento industrial. PROVA DE GEOGRAFIA QUESTÃO 09 Parcela considerável do desemprego que se verifica, atualmente, no mundo, está associada a mudanças estruturais na economia é o denominado desemprego estrutural. É CORRETO

Leia mais

1 a QUESTÃO: (2,0 pontos) Avaliador Revisor

1 a QUESTÃO: (2,0 pontos) Avaliador Revisor 1 a QUESTÃO: (,0 pontos) Avaliador evisor Vários fenômenos físicos podem ser explicados pela propagação retilínea da luz em meios homogêneos. Essa hipótese é conhecida como o modelo do raio luminoso da

Leia mais

01) (ACAFE) O grupo de átomos que é encontrado na forma monoatômica pelo fato de serem estáveis é:

01) (ACAFE) O grupo de átomos que é encontrado na forma monoatômica pelo fato de serem estáveis é: 01) (ACAFE) O grupo de átomos que é encontrado na forma monoatômica pelo fato de serem estáveis é: a) Halogênios b) Calcogênios c) Metais Alcalinos Terrosos d) Metais Alcalinos e) Gases Nobres 02) (UFF-RJ)

Leia mais

Fenómenos Ondulatórios. Reflexão, refracção, difracção

Fenómenos Ondulatórios. Reflexão, refracção, difracção Fenómenos Ondulatórios Reflexão, refracção, difracção Natureza dualística da radiação electromagnética A radiação electromagnética é um fenómeno ondulatório envolvendo a propagação de um campo magnético

Leia mais

-2014- CONTEÚDO SEPARADO POR TRIMESTRE E POR AVALIAÇÃO CIÊNCIAS 9º ANO 1º TRIMESTRE

-2014- CONTEÚDO SEPARADO POR TRIMESTRE E POR AVALIAÇÃO CIÊNCIAS 9º ANO 1º TRIMESTRE -2014- CONTEÚDO SEPARADO POR TRIMESTRE E POR AVALIAÇÃO CIÊNCIAS 9º ANO 1º TRIMESTRE DISCURSIVA OBJETIVA QUÍMICA FÍSICA QUÍMICA FÍSICA Matéria e energia Propriedades da matéria Mudanças de estado físico

Leia mais

EFEITO FOTOELÉTRICO. J.R. Kaschny

EFEITO FOTOELÉTRICO. J.R. Kaschny EFEITO FOTOELÉTRICO J.R. Kaschny Histórico 1886-1887 Heinrich Hertz realizou experimentos que pela primeira vez confirmaram a existência de ondas eletromagnéticas e a teoria de Maxwell sobre a propagação

Leia mais

DATA: 17/11/2015. 2. (ENEM) Discutindo sobre a intensificação do efeito estufa, Francisco Mendonça afirmava:

DATA: 17/11/2015. 2. (ENEM) Discutindo sobre a intensificação do efeito estufa, Francisco Mendonça afirmava: EXERCÍCIOS REVISÃO QUÍMICA AMBIENTAL (EFEITO ESTUFA, DESTRUIÇÃO DA CAMADA DE OZÔNIO E CHUVA ÁCIDA) e EQUILÍBRIO QUÍMICO DATA: 17/11/2015 PROF. ANA 1. Na década de 70, alguns cientistas descobriram quais

Leia mais

LIGAÇÕES QUÍMICAS TEORIA CORPUSCULAR

LIGAÇÕES QUÍMICAS TEORIA CORPUSCULAR LIGAÇÕES QUÍMICAS 5 TEORIA CORPUSCULAR 1 INTRODUÇÃO O fato de os gases nobres existirem na natureza como átomos isolados, levou os cientistas KOSSEL e LEWIS a elaborar um modelo para as ligações químicas.

Leia mais

GEOGRAFIA. Professores: Marcus, Ronaldo

GEOGRAFIA. Professores: Marcus, Ronaldo GEOGRAFIA Professores: Marcus, Ronaldo Questão que trabalha conceitos de cálculo de escala, um tema comum nas provas da UFPR. O tema foi trabalhado no Módulo 05 da apostila II de Geografia I. Para melhor

Leia mais

física EXAME DISCURSIVO 2ª fase 30/11/2014

física EXAME DISCURSIVO 2ª fase 30/11/2014 EXAME DISCURSIVO 2ª fase 30/11/2014 física Caderno de prova Este caderno, com dezesseis páginas numeradas sequencialmente, contém dez questões de Física. Não abra o caderno antes de receber autorização.

Leia mais

PLANO DE ESTUDOS 3º trimestre 2012

PLANO DE ESTUDOS 3º trimestre 2012 PLANO DE ESTUDOS 3º trimestre 2012 ano: 9º disciplina: geografia professor: Meus caros (as) alunos (as): Durante o 2º trimestre, você estudou as principais características das cidades globais e das megacidades

Leia mais

GEOGRAFIA - 1 o ANO MÓDULO 25 O PANTANAL, A MATA DE ARAUCÁRIAS E AS PRADARIAS

GEOGRAFIA - 1 o ANO MÓDULO 25 O PANTANAL, A MATA DE ARAUCÁRIAS E AS PRADARIAS GEOGRAFIA - 1 o ANO MÓDULO 25 O PANTANAL, A MATA DE ARAUCÁRIAS E AS PRADARIAS Como pode cair no enem? (FUVEST) Estas fotos retratam alguns dos tipos de formação vegetal nativa encontrados no território

Leia mais

PROVA TEMÁTICA/2014 Conhecimento e Expressão nas Artes e nas Ciências

PROVA TEMÁTICA/2014 Conhecimento e Expressão nas Artes e nas Ciências PROVA TEMÁTICA/2014 Conhecimento e Expressão nas Artes e nas Ciências 5 ANO / ENSINO FUNDAMENTAL MATRIZ DE REFERÊNCIA DE LINGUAGENS, CÓDIGOS E SUAS TECNOLOGIAS. (LÍNGUA PORTUGUESA E REDAÇÃO) Competência

Leia mais

COLÉGIO MARQUES RODRIGUES - SIMULADO

COLÉGIO MARQUES RODRIGUES - SIMULADO COLÉGIO MARQUES RODRIGUES - SIMULADO Estrada da Água Branca, 2551 Realengo RJ Tel: (21) 3462-7520 www.colegiomr.com.br PROFESSOR ALUNO ANA CAROLINA DISCIPLINA GEOGRAFIA A TURMA SIMULADO: P3 501 Questão

Leia mais

(A) (B) (C) (D) (E) Resposta: A

(A) (B) (C) (D) (E) Resposta: A 1. (UFRGS-2) Ao resolver um problema de Física, um estudante encontra sua resposta expressa nas seguintes unidades: kg.m 2 /s 3. Estas unidades representam (A) força. (B) energia. (C) potência. (D) pressão.

Leia mais

Questão 1. Questão 2. Resposta. Resposta

Questão 1. Questão 2. Resposta. Resposta Questão 1 Na natureza, muitos animais conseguem guiar-se e até mesmo caçar com eficiência, devido à grande sensibilidade que apresentam para a detecção de ondas, tanto eletromagnéticas quanto mecânicas.

Leia mais

CENTRO DE EDUCAÇÃO INTEGRADA Educando para o pensar Tema Integrador 2013 / Construindo o amanhã: nós agimos, o planeta sente CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS

CENTRO DE EDUCAÇÃO INTEGRADA Educando para o pensar Tema Integrador 2013 / Construindo o amanhã: nós agimos, o planeta sente CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS CENTRO DE EDUCAÇÃO INTEGRADA Educando para o pensar Tema Integrador 2013 / Construindo o amanhã: nós agimos, o planeta sente BIOLOGIA I TRIMESTRE A descoberta da vida Biologia e ciência Origem da vida

Leia mais

Resolução Comentada CEFET/MG - 2 semestre 2014

Resolução Comentada CEFET/MG - 2 semestre 2014 Resolução Comentada CEFET/MG - 2 semestre 2014 01 - A figura mostra um sistema massa-mola que pode oscilar livremente, sem atrito, sobre a superfície horizontal e com resistência do ar desprezível. Nesse

Leia mais

CONCURSO DE ADMISSÃO AO CURSO DE FORMAÇÃO E GRADUAÇÃO FÍSICA CADERNO DE QUESTÕES

CONCURSO DE ADMISSÃO AO CURSO DE FORMAÇÃO E GRADUAÇÃO FÍSICA CADERNO DE QUESTÕES CONCURSO DE ADMISSÃO AO CURSO DE FORMAÇÃO E GRADUAÇÃO FÍSICA CADERNO DE QUESTÕES 1 a QUESTÃO Valor: 1,00 A L 0 H mola apoio sem atrito B A figura acima mostra um sistema composto por uma parede vertical

Leia mais

Tratados internacionais sobre o meio ambiente

Tratados internacionais sobre o meio ambiente Tratados internacionais sobre o meio ambiente Conferência de Estocolmo 1972 Preservação ambiental X Crescimento econômico Desencadeou outras conferências e tratados Criou o Programa das Nações Unidas para

Leia mais

Desenvolvimento e Meio Ambiente: As Estratégias de Mudanças da Agenda 21

Desenvolvimento e Meio Ambiente: As Estratégias de Mudanças da Agenda 21 Desenvolvimento e Meio Ambiente: As Estratégias de Mudanças da Agenda 21 Resenha Desenvolvimento Raíssa Daher 02 de Junho de 2010 Desenvolvimento e Meio Ambiente: As Estratégias de Mudanças da Agenda 21

Leia mais

Professores: Gilberto / Gustavo / Luciano / Maragato CURSO DOMÍNIO. Comentário: Energia de Capacitor. Comentário: Questão sobre atrito

Professores: Gilberto / Gustavo / Luciano / Maragato CURSO DOMÍNIO. Comentário: Energia de Capacitor. Comentário: Questão sobre atrito Professores: Gilberto / Gustavo / Luciano / Maragato CURSO DOMÍNIO A prova de física exigiu um bom conhecimento dos alunos. Há questões relacionadas principalmente com a investigação e compreensão dos

Leia mais

PRÉ-VESTIBULAR Física

PRÉ-VESTIBULAR Física PRÉ VESTIBULAR Física / / PRÉ-VESTIBULAR Aluno: Nº: Turma: Exercícios Fenômenos Lista de sites com animações (Java, em sua maioria) que auxiliam a visualização de alguns fenômenos: Reflexão e refração:

Leia mais

Expedição 1. 7º ANO_ PROFª BRUNA ANDRADE

Expedição 1. 7º ANO_ PROFª BRUNA ANDRADE Expedição 1. 7º ANO_ PROFª BRUNA ANDRADE O Brasil é considerado um país de dimensões CONTINENTAIS, pois sua área de 8.514.876 Km² é quase igual a do Continente Oceânico. Ele é o 5º país em extensão territorial

Leia mais

Questão 46. Questão 47. Questão 48. alternativa E. alternativa C

Questão 46. Questão 47. Questão 48. alternativa E. alternativa C Questão 46 O movimento de uma partícula é caracterizado por ter vetor velocidade e vetor aceleração não nulo de mesma direção. Nessas condições, podemos afirmar que esse movimento é a) uniforme. b) uniformemente

Leia mais

BLOCO DE ATIVIDADES / EXERCÍCIOS PROPOSTOS

BLOCO DE ATIVIDADES / EXERCÍCIOS PROPOSTOS Rede de Educação Missionárias Servas do Espírito Santo Colégio Nossa Senhora da Piedade Av. Amaro Cavalcanti, 2591 Encantado Rio de Janeiro / RJ CEP: 20735042 Tel: 2594-5043 Fax: 2269-3409 E-mail: cnsp@terra.com.br

Leia mais

Unidade IV Ser Humano e saúde. Aula 17.1

Unidade IV Ser Humano e saúde. Aula 17.1 Unidade IV Ser Humano e saúde. Aula 17.1 Conteúdo: O efeito estufa. Habilidade: Demonstrar uma postura crítica diante do uso do petróleo. REVISÃO Reações de aldeídos e cetonas. A redução de um composto

Leia mais

GABARITO PRÉ-VESTIBULAR

GABARITO PRÉ-VESTIBULAR LINGUAGENS 01. C 02. D 03. C 04. B 05. C 06. C 07. * 08. B 09. A 10. D 11. B 12. A 13. D 14. B 15. D LÍNGUA ESTRANGEIRA 16. D 17. A 18. D 19. B 20. B 21. D MATEMÁTICA 22. D 23. C De acordo com as informações,

Leia mais

RECUPERAÇÃO TURMAS: 2º ANO FÍSICA

RECUPERAÇÃO TURMAS: 2º ANO FÍSICA RECUPERAÇÃO TURMAS: 2º ANO Professor: XERXES DATA: 22 / 11 / 2015 RECUPERAÇÃO FINAL FORÇA ELÉTRICA (LEI DE COULOMB) FÍSICA Para todas as questões, considere a constante eletrostática no vácuo igual a 9.10

Leia mais

Município D 8.902 545 6,12 Município E 231.977 3.544 1,53 Município F 93.655 1.280 1,37

Município D 8.902 545 6,12 Município E 231.977 3.544 1,53 Município F 93.655 1.280 1,37 01 - Os problemas ambientais estão na ordem do dia dos debates científicos, das agendas políticas, da mídia e das relações econômicas. Até muito recentemente, ao se falar de meio ambiente, as instituições

Leia mais

Processo Seletivo/UFU - julho 2007-1ª Prova Comum GEOGRAFIA QUESTÃO 11. TAXAS DE URBANIZAÇÃO EM PAÍSES SELECIONADOS, 2003 (em %)

Processo Seletivo/UFU - julho 2007-1ª Prova Comum GEOGRAFIA QUESTÃO 11. TAXAS DE URBANIZAÇÃO EM PAÍSES SELECIONADOS, 2003 (em %) GEOGRAFIA QUESTÃO 11 Observe a tabela. TAXAS DE URBANIZAÇÃO EM PAÍSES SELECIONADOS, 2003 (em %) * Estimativa. Fonte: Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento PNUD, 2003. Com relação ao processo

Leia mais

Processo Seletivo 2015-1 RV Vestibular de Acesso aos Cursos ENGENHARIA

Processo Seletivo 2015-1 RV Vestibular de Acesso aos Cursos ENGENHARIA Processo Seletivo 2015-1 RV Vestibular de Acesso aos Cursos ENGENHARIA LEIA COM ATENÇÃO AS INSTRUÇÕES 1 - A duração da prova é de 3 horas, já incluído o tempo de preenchimento do cartão de respostas e

Leia mais

TIPO-A FÍSICA. r 1200 v média. Dado: Aceleração da gravidade: 10 m/s 2. Resposta: 27

TIPO-A FÍSICA. r 1200 v média. Dado: Aceleração da gravidade: 10 m/s 2. Resposta: 27 1 FÍSICA Dado: Aceleração da gravidade: 10 m/s 01. Considere que cerca de 70% da massa do corpo humano é constituída de água. Seja 10 N, a ordem de grandeza do número de moléculas de água no corpo de um

Leia mais

Objetivo Conteúdos Habilidades

Objetivo Conteúdos Habilidades Tema 8 Um Lugar Frio e Escuro Objetivo investigar as condições ambientais predominantes nos oceanos, com destaque para os gradientes verticais de temperatura, luz e pressão hidrostática. Conteúdos física,

Leia mais

Domínios Morfoclimáticos

Domínios Morfoclimáticos Domínios Morfoclimáticos Os domínios morfoclimáticos representam a interação e a integração do clima, relevo e vegetação que resultam na formação de uma paisagem passível de ser individualizada. Domínios

Leia mais

- PRIMEIRA PROVA COMUM - COMENTADA

- PRIMEIRA PROVA COMUM - COMENTADA FÍICA 1 QUETÃO 11 Leia atentamente o seguinte texto e responda a questão proposta. Quando o físico francês Antoine Henri Becquerel (185-1908) descoriu, em 1896, que o urânio emitia espontaneamente uma

Leia mais

LISTA DE EXERCÍCIOS 01

LISTA DE EXERCÍCIOS 01 LISTA DE EXERCÍCIOS 01 01 - (Unicamp 2014) Desde o período neolítico, os povos de distintas partes do mundo desenvolveram sistemas agrários próprios aproveitando as condições naturais de seus habitats

Leia mais

Apostila de Química Geral

Apostila de Química Geral Cursinho Vitoriano UNESP - Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" Câmpus de São José do Rio Preto Apostila de Química Geral Período noturno Ligações químicas interatômicas Vanessa R.

Leia mais

QUESTÕES DE CARACTERIZAÇÃO E ANÁLISE AMBIENTAL. O 2(g) O 2(aq)

QUESTÕES DE CARACTERIZAÇÃO E ANÁLISE AMBIENTAL. O 2(g) O 2(aq) QUESTÕES DE CARACTERIZAÇÃO E ANÁLISE AMBIENTAL Questão 01 O agente oxidante mais importante em águas naturais é, sem a menor dúvida, o oxigênio molecular dissolvido, O 2. O equilíbrio entre o oxigênio

Leia mais

PROGRAMAÇÃO DA 3ª ETAPA - 2013

PROGRAMAÇÃO DA 3ª ETAPA - 2013 PROGRAMAÇÃO DA 3ª ETAPA - 2013 FÍSICA CARLOS 3ª MÉDIO Srs. pais ou responsáveis, caros alunos, Encaminhamos a Programação de Etapa, material de apoio para o acompanhamento dos conteúdos e habilidades que

Leia mais

Tópico 02: Movimento Circular Uniforme; Aceleração Centrípeta

Tópico 02: Movimento Circular Uniforme; Aceleração Centrípeta Aula 03: Movimento em um Plano Tópico 02: Movimento Circular Uniforme; Aceleração Centrípeta Caro aluno, olá! Neste tópico, você vai aprender sobre um tipo particular de movimento plano, o movimento circular

Leia mais

Lição 5. Instrução Programada

Lição 5. Instrução Programada Instrução Programada Lição 5 Na lição anterior, estudamos a medida da intensidade de urna corrente e verificamos que existem materiais que se comportam de modo diferente em relação à eletricidade: os condutores

Leia mais

Quanto à origem uma onda pode ser classificada em onda mecânica e onda eletromagnética.

Quanto à origem uma onda pode ser classificada em onda mecânica e onda eletromagnética. CLASSIFICAÇÃO DAS ONDAS Podemos classificar as ondas quanto à: sua origem direção de oscilação tipo de energia transportada. ONDAS QUANTO À ORIGEM Quanto à origem uma onda pode ser classificada em onda

Leia mais

Exercícios de Física Eletromagnetismo

Exercícios de Física Eletromagnetismo Exercícios de Física Eletromagnetismo 1-Considerando as propriedades dos ímãs, assinale a alternativa correta. a) Quando temos dois ímãs, podemos afirmar que seus pólos magnéticos de mesmo nome (norte

Leia mais

Exercícios de Física Eletromagnetismo

Exercícios de Física Eletromagnetismo Exercícios de Física Eletromagnetismo 1-Considerando as propriedades dos ímãs, assinale a alternativa correta. a) Quando temos dois ímãs, podemos afirmar que seus pólos magnéticos de mesmo nome (norte

Leia mais

Exercícios Eletromagnetismo

Exercícios Eletromagnetismo Exercícios Eletromagnetismo 1-Considerando as propriedades dos ímãs, assinale a alternativa correta. a) Quando temos dois ímãs, podemos afirmar que seus pólos magnéticos de mesmo nome (norte e norte, ou

Leia mais

REVISÃO AMÉRICA ANGLO SAXÔNICA E MÉXICO

REVISÃO AMÉRICA ANGLO SAXÔNICA E MÉXICO REVISÃO AMÉRICA ANGLO SAXÔNICA E MÉXICO DIVISÃO DO CONTINENTE AMERICANO Os países que pertencem a América do Norte são: EUA, Canadá e México. Os países que pertencem a América Anglo Saxônica são: EUA

Leia mais

Definição. Unidade Territorial com características naturais bem. Por essa razão, muitas vezes o termo é usado

Definição. Unidade Territorial com características naturais bem. Por essa razão, muitas vezes o termo é usado Definição Compreende-se como sendo uma Unidade Territorial com características naturais bem marcantes e que o individualizam. Por essa razão, muitas vezes o termo é usado como sinônimo para identificar

Leia mais

Versão 2. Utiliza apenas caneta ou esferográfica de tinta indelével, azul ou preta.

Versão 2. Utiliza apenas caneta ou esferográfica de tinta indelével, azul ou preta. Teste Intermédio de Físico-Química Versão 2 Teste Intermédio Físico-Química Versão 2 Duração do Teste: 90 minutos 18.04.2013 9.º Ano de Escolaridade Decreto-Lei n.º 6/2001, de 18 de janeiro????????????

Leia mais

Título ONDULATÓRIA Extensivo Aula 29. Professor Edson Osni Ramos (Cebola) Disciplina. Física B

Título ONDULATÓRIA Extensivo Aula 29. Professor Edson Osni Ramos (Cebola) Disciplina. Física B Título ONDULATÓRIA Extensivo Aula 29 Professor Edson Osni Ramos (Cebola) Disciplina Física B RADIAÇÕES ELETROMAGNÉTICAS ONDA ELETROMAGNÉTICA Sempre que uma carga elétrica é acelerada ela emite campos elétricos

Leia mais

Lista de Exercícios- PRA Física Geral Experimental I

Lista de Exercícios- PRA Física Geral Experimental I I Velocidade Média: Lista de Exercícios- PRA Física Geral Experimental I 1 - Um avião vai de São Paulo a Recife, em 1 h 40. A distância entre as cidades é aproximadamente 3 000km. Qual a velocidade média

Leia mais

REFLEXÕES SOBRE A VIDA NO PLANETA: SOMOS CONSUMIDORES RESPONSÁVEIS?

REFLEXÕES SOBRE A VIDA NO PLANETA: SOMOS CONSUMIDORES RESPONSÁVEIS? REFLEXÕES SOBRE A VIDA NO PLANETA: SOMOS CONSUMIDORES RESPONSÁVEIS? Ensino Fundamental II e Ensino Médio O sistema capitalista move a nossa sociedade, sendo um modelo econômico atual que pressupõe uma

Leia mais

É o estudo do processo de produção, distribuição, circulação e consumo dos bens e serviços (riqueza).

É o estudo do processo de produção, distribuição, circulação e consumo dos bens e serviços (riqueza). GEOGRAFIA 7ª Série/Turma 75 Ensino Fundamental Prof. José Gusmão Nome: MATERIAL DE ESTUDOS PARA O EXAME FINAL A GEOGRAFIA DO MUNDO SUBDESENVOLVIDO A diferença entre os países que mais chama a atenção é

Leia mais

VERSÃO 2. 11º ano de escolaridade. Teste Intermédio de Agrupamento Física e Química A AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE VOUZELA E CAMPIA AGEVC.

VERSÃO 2. 11º ano de escolaridade. Teste Intermédio de Agrupamento Física e Química A AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE VOUZELA E CAMPIA AGEVC. AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE VOUZELA E CAMPIA AGEVC 11º ano de escolaridade Teste Intermédio de Agrupamento Física e Química A 12 páginas Duração da prova: 90 min 2015-02-06 VERSÃO 2 Indique de forma legível

Leia mais

ALUNO(A): Nº TURMA: TURNO: DATA: / / SEDE:

ALUNO(A): Nº TURMA: TURNO: DATA: / / SEDE: Professor: Edney Melo ALUNO(A): Nº TURMA: TURNO: DATA: / / SEDE: 01. As pirâmides do Egito estão entre as construções mais conhecidas em todo o mundo, entre outras coisas pela incrível capacidade de engenharia

Leia mais

Faculdade de Administração e Negócios de Sergipe

Faculdade de Administração e Negócios de Sergipe Faculdade de Administração e Negócios de Sergipe Disciplina: Física Geral e Experimental III Curso: Engenharia de Produção Assunto: Gravitação Prof. Dr. Marcos A. P. Chagas 1. Introdução Na gravitação

Leia mais

GEOGRAFIA LISTA DE RECUPERAÇÃO - 7º ANO RECUPERAÇÃO FINAL 2015 1. Objetivas:

GEOGRAFIA LISTA DE RECUPERAÇÃO - 7º ANO RECUPERAÇÃO FINAL 2015 1. Objetivas: GEOGRAFIA Objetivas: 01 No último século, o Brasil deixou de ser um país essencialmente rural e se tornou um país urbano-industrial. Nesse processo, foram muitas as mudanças em seu espaço geográfico, especialmente

Leia mais

GERADOR EÓLICO 1 INTRODUÇÃO

GERADOR EÓLICO 1 INTRODUÇÃO FUNDAÇÃO ESCOLA TÉCNICA LIBERATO SALZANO VIEIRA DA CUNHA Projeto de Pesquisa da Primeira Série Série: Primeira Curso: Eletrotécnica Turma: 2123 Sala: 234 Início: 17 de junho de 2009 Entrega: 17 de julho

Leia mais

Prova 3 Geografia QUESTÕES APLICADAS A TODOS OS CANDIDATOS QUE REALIZARAM A PROVA ESPECÍFICA DE GEOGRAFIA. QUESTÕES OBJETIVAS GABARITO 3

Prova 3 Geografia QUESTÕES APLICADAS A TODOS OS CANDIDATOS QUE REALIZARAM A PROVA ESPECÍFICA DE GEOGRAFIA. QUESTÕES OBJETIVAS GABARITO 3 Prova 3 QUESTÕES OBJETIVAS QUESTÕES APLICADAS A TODOS OS CANDIDATOS QUE REALIZARAM A PROVA ESPECÍFICA DE GEOGRAFIA. UEM Comissão Central do Vestibular Unificado GEOGRAFIA 01 Sobre as rochas que compõem

Leia mais

SÓ ABRA QUANDO AUTORIZADO.

SÓ ABRA QUANDO AUTORIZADO. UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS FÍSICA 2 a Etapa SÓ ABRA QUANDO AUTORIZADO. Leia atentamente as instruções que se seguem. 1 - Este Caderno de Provas contém seis questões, constituídas de itens e subitens,

Leia mais

Estrutura Populacional e Indicadores socioeconômicos

Estrutura Populacional e Indicadores socioeconômicos POPULAÇÃO BRASILEIRA Estrutura Populacional e Indicadores socioeconômicos Desde a colonização do Brasil o povoamento se concentrou no litoral do país. No início do século XXI, a população brasileira ainda

Leia mais

3º BIMESTRE 2ª Avaliação Área de Ciências Humanas Aula 148 Revisão e avaliação de Humanas

3º BIMESTRE 2ª Avaliação Área de Ciências Humanas Aula 148 Revisão e avaliação de Humanas 3º BIMESTRE 2ª Avaliação Área de Ciências Humanas Aula 148 Revisão e avaliação de Humanas 2 Tipos de vegetação Vegetação é caracterizada como o conjunto de plantas de uma determinada região. Em razão da

Leia mais

CADERNO DE ATIVIDADES

CADERNO DE ATIVIDADES COLÉGIO ARNALDO 2014 CADERNO DE ATIVIDADES CIÊNCIAS Aluno (a): 5º ano Turma: Professor (a): Valor: 20 pontos CONTEÚDOS ORIENTAÇÕES Releia os registros do seu caderno, os conteúdos dos livros e realize

Leia mais

NÍVEL FUNDAMENTAL Cargo: AGENTE COMUNITÁRIO DE SAÚDE

NÍVEL FUNDAMENTAL Cargo: AGENTE COMUNITÁRIO DE SAÚDE ESTADO DO PARÁ MUNICÍPIO DE CURUÁ PREFEITURA MUNICIPAL DE CURUÁ - CONCURSO PÚBLICO - Edital N.º 001/2009 REALIZAÇÃO DA PROVA OBJETIVA: 23 de Agosto de 2009 NÍVEL FUNDAMENTAL Cargo: AGENTE COMUNITÁRIO DE

Leia mais

Resolução de Questões- Tropa de Elite ATUALIDADES Questões- AULA 1-4 NILTON MATOS

Resolução de Questões- Tropa de Elite ATUALIDADES Questões- AULA 1-4 NILTON MATOS Resolução de Questões- Tropa de Elite ATUALIDADES Questões- AULA 1-4 NILTON MATOS 2012 Copyright. Curso Agora eu Passo - Todos os direitos reservados ao autor. OBS: EM NEGRITO OS ENUNCIADOS, EM AZUL AS

Leia mais

Física. Setor B. Índice-controle de Estudo. Prof.: Aula 9 (pág. 102) AD TM TC. Aula 10 (pág. 102) AD TM TC. Aula 11 (pág.

Física. Setor B. Índice-controle de Estudo. Prof.: Aula 9 (pág. 102) AD TM TC. Aula 10 (pág. 102) AD TM TC. Aula 11 (pág. Física Setor B Prof.: Índice-controle de Estudo Aula 9 (pág. 102) AD TM TC Aula 10 (pág. 102) AD TM TC Aula 11 (pág. 104) AD TM TC Aula 12 (pág. 106) AD TM TC Aula 13 (pág. 107) AD TM TC Aula 14 (pág.

Leia mais

Matemática - UEL - 2010 - Compilada em 18 de Março de 2010. Prof. Ulysses Sodré Matemática Essencial: http://www.mat.uel.

Matemática - UEL - 2010 - Compilada em 18 de Março de 2010. Prof. Ulysses Sodré Matemática Essencial: http://www.mat.uel. Matemática Essencial Equações do Primeiro grau Matemática - UEL - 2010 - Compilada em 18 de Março de 2010. Prof. Ulysses Sodré Matemática Essencial: http://www.mat.uel.br/matessencial/ Resumo: Notas de

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO VESTIBULAR/2015

CONCURSO PÚBLICO VESTIBULAR/2015 ESCOLA DE GOVERNO PROFESSOR PAULO NEVES DE CARVALHO FUNDAÇÃO JOÃO PINHEIRO Governo de Minas Gerais CONCURSO PÚBLICO VESTIBULAR/2015 2ª ETAPA Provas abertas: Matemática, História e Redação em Língua Portuguesa.

Leia mais

ÓPTICA. Conceito. Divisões da Óptica. Óptica Física: estuda os fenômenos ópticos que exigem uma teoria sobre a natureza das ondas eletromagnéticas.

ÓPTICA. Conceito. Divisões da Óptica. Óptica Física: estuda os fenômenos ópticos que exigem uma teoria sobre a natureza das ondas eletromagnéticas. ÓPTICA Conceito A óptica é um ramo da Física que estuda os fenomenos relacionados a luz ou, mais amplamente, a radiação eletromagnética, visível ou não. A óptica explica os fenômenos de reflexão, refração

Leia mais

U N I V E R S I D A D E F E D E R A L D E M I N A S G E R A I S

U N I V E R S I D A D E F E D E R A L D E M I N A S G E R A I S U N I V E R S I D A D E F E D E R A L D E M I N A S G E R A I S GEOGRAFIA 2 a. 1 - Este Caderno de Prova contém cinco questões, que ocupam um total de nove páginas, numeradas de 3 a 11.. Caso haja algum

Leia mais

ORIENTE MÉDIO. Prof: Marcio Santos ENEM 2009 Ciências Humanas Aula II. Jerusalém Muro das Lamentações e Cúpula da Rocha

ORIENTE MÉDIO. Prof: Marcio Santos ENEM 2009 Ciências Humanas Aula II. Jerusalém Muro das Lamentações e Cúpula da Rocha Prof: Marcio Santos ENEM 2009 Ciências Humanas Aula II ORIENTE MÉDIO -Região marcada por vários conflitos étnicos, políticos e religiosos. -Costuma-se considerar 18 países como pertencentes ao Oriente

Leia mais

Governo do Estado do Amapá Universidade do Estado do Amapá. Vestibular 2009

Governo do Estado do Amapá Universidade do Estado do Amapá. Vestibular 2009 Governo do Estado do Amapá Universidade do Estado do Amapá Vestibular 2009 PROVA ANALÍÍTIICO--DIISCURSSIIVA 2ªª Fase 05//01//2009 Tiipo de Prrova B05 Nome do Candidato: Nº de Inscrição Curso: 1. Este caderno

Leia mais

ENEM 2014/2015 Física (Prova Amarela) Prof. Douglas Almeida

ENEM 2014/2015 Física (Prova Amarela) Prof. Douglas Almeida Questão 46 Nesta questão, o candidato precisa saber que um filtro de luz realiza a refração seletiva, deixando passar as cores que o compõe e absorvendo substancialmente as outras cores. Assim, para absorver

Leia mais

Ensino Fundamental II

Ensino Fundamental II Ensino Fundamental II Valor da prova: 2.0 Nota: Data: / /2015 Professora: Angela Disciplina: Geografia Nome: n o : Ano: 6º 4º bimestre Trabalho de Recuperação de Geografia Orientações: - Leia atentamente

Leia mais

Biomas Brasileiros. 1. Bioma Floresta Amazônica. 2. Bioma Caatinga. 3. Bioma Cerrado. 4. Bioma Mata Atlântica. 5. Bioma Pantanal Mato- Grossense

Biomas Brasileiros. 1. Bioma Floresta Amazônica. 2. Bioma Caatinga. 3. Bioma Cerrado. 4. Bioma Mata Atlântica. 5. Bioma Pantanal Mato- Grossense Biomas Brasileiros 1. Bioma Floresta Amazônica 2. Bioma Caatinga 3. Bioma Cerrado 4. Bioma Mata Atlântica 5. Bioma Pantanal Mato- Grossense 6. Bioma Pampas BIOMAS BRASILEIROS BIOMA FLORESTA AMAZÔNICA

Leia mais