Independência ou Revolução Americana??

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Independência ou Revolução Americana??"

Transcrição

1 Independência ou Revolução Americana??

2 As Treze Colônias _ As colônias do Norte (Nova Inglaterra): Representou uma região colonial atípica, apresentando características que não se enquadravam nos princípios mercantilistas. Suas condições físicas e climáticas não favoreciam uma produção agrícola destinada a complementar a economia metropolitana. Por outro lado, suas reentrâncias na costa possibilitavam excelentes portos e promoviam o comércio marítimo, além de desenvolverem atividades pesqueira. Também havia um intenso extrativismo de madeira e peles. Entre as características nelas desenvolvidas podemos citar, as pequenas e médias propriedades; mão de obra familiar, livre, assalariada...; policultura; produção voltada para a subsistência, para o mercado local (interno) e mercado externo (comércio triangular); produção manufatureira (navios, armas...).

3 O comércio triangular

4 As Treze Colônias _ As colônias do Sul: Diferente das colônias do norte, as do sul ofereceram amplas possibilidades para a economia de exportação, correspondendo as necessidades da metrópole. Suas condições físicas e climáticas favoreciam a produção agrícola, pois era repleto de planícies extensas cortadas por correntes fluviais navegáveis, clima subtropical e solo fértil. Entre as características nelas desenvolvidas podemos citar, a monocultura (tabaco, arroz, índigo e algodão), latifúndio, escravidão e produção voltada para o mercado externa (principalmente europeu) plantation. Os enriquecidos latifundiários sulistas, utilizavam parte de sua riqueza com a compra de produtos manufaturados importados da metrópole.

5

6 O desenvolvimento... A Inglaterra vivenciou a Revolução Inglesa no século XVII, um processo revolucionário que resultou na chamada Revolução Gloriosa com a implantação da Monarquia Parlamentarista. No século XVIII a Inglaterra se envolveu em um conflito externo, em função de disputas territoriais na América, chamado de Guerra dos Sete Anos ( ). Em função de problemas internos e externos, a Inglaterra não exercia uma fiscalização severa sobre suas colônias, o que favoreceu ao desenvolvimento colonial (politicamente autogoverno e economicamente o desenvolvimento de um mercado interno e de um comércio externo)

7 O cerco metropolitano... Os conflitos de interesses entre colonos americanos e autoridades britânicas existiam desde o início da colonização, mas foram intensificados após a Guerra dos Sete Anos ( ). Apesar de ter sido vitoriosa, a Inglaterra teve sua economia abalada por muitas despesas militares com a guerra. Para se reerguer, o governo inglês ampliou o controle, a fiscalização e os impostos sobre os colonos das 13 colônias na América.

8 As leis restritivas... Linha de Proclamação Régia (1763) e depois Ato de Quebec (1774): proibia a penetração dos colonos nos territórios a oeste; Lei do Açúcar (1764): taxação sobre produtos importados (melaço) que não viessem das Antilhas britânicas; Lei do Selo (1765): cobrava uma taxa sobre os diferentes documentos comerciais, jornais, livros, anúncios, etc; Lei dos Alojamentos (1765): exigia fornecimento de alojamento para as tropas britânicas em solo americano (13 colônias); Lei do Chá (1773): concedia o monopólio do comércio do chá indiano à Companhia das Índias Orientais; Leis intoleráveis (1774): fechamento do porto de Boston e a autorização do governo inglês de julgar e punir severamente os colonos contrários a Coroa;...

9 Objetivos destas leis metropolitanas. Aumentar a receita da Coroa britânica; Proibir a instalação ou continuidade de indústrias na região colonial; Impedir a concorrência comercial da colônia com a metrópole; Assegurar o monopólio do mercado colonial a metrópole, ou aos produtos comercializados por ela; Para que essas medidas funcionassem era necessário: a formação de milícias e órgãos fiscalizadores.

10 Rei Jorge III e o mapa da Inglaterra

11 A reação colonial e a independência. Boicote aos produtos comercializados pela metrópole; Ataque dos comerciantes das colônias do norte aos navios ingleses ancorados no porto de Boston (Festa do Chá de Boston 1773); Primeiro Congresso Continental de Filadélfia (1774): os colonos redigiram a Declaração de Direitos (documento de protesto enviado ao governo inglês); Os colonos do Norte e do Sul se uniram, em função do Ato de Quebec; Dado o aumento da repressão metropolitana (rei Jorge III) os colonos reagiram também com suas tropas; Segundo Congresso Continental de Filadélfia (1775): movimento separatista, com a confirmação da escolha de George Washington para líder do exército rebelde. Nele foi redigida a Declaração de Independência, de 1776 (liderada por Thomas Jefferson); Guerras de Independência ( ): na primeira fase os colonos lutaram sozinhos contra a metrópole inglesa e na segunda fase contaram com o apoio da França, Espanha e a região da atual Holanda. Somente em 1783 a Inglaterra reconheceu a independência das Treze Colônias (Tratado de Versalhes/Tratado de Paris)..

12 do/default.aspx?codigo=214

13 O Iluminismo O direito à liberdade e à busca da felicidade difundidos pela filosofia iluminista influenciou os colonos na luta pela liberdade. Havia ainda a busca pela justiça e o combate à opressão política. Difusores destes ideais nas Treze Colônias: Thomas Paine e Samuel Adams.

14 O novo país e sua Constituição... _ Foi proclamada em 1787 a Constituição dos Estados Unidos, tendo as seguintes características: Tipo de Estado República Federativa Presidencialista; Cidadania foram assegurados direitos civis e políticos; Tripartição dos poderes Executivo (administração - Presidente), Legislativo (leis Congresso, Senado e Câmara) e Judiciário (aplicação da justiça Suprema Corte);

15 A Convenção da Filadélfia, Convenção Constitucional, ou Convenção Federal e a Grande Convenção de Philadélfia, foi uma reunião ocorrida no mês 09 em 1787, tendo como presidente da Convenção eleito foi George Washington, resultando na elaboração da Constituição dos EUA.

16 Independência ou Revolução? Os direitos a liberdade e a busca a felicidade ficaram restritas aos homens, livres, ricos e brancos.

17 Todos foram beneficiados? Mulheres, índios e negros.

REVOLUÇÃO AMERICANA

REVOLUÇÃO AMERICANA REVOLUÇÃO AMERICANA 1776-1781 CONTEXTO Crise do Antigo Regime na América. Expansão dos ideais Iluministas. Liberalismo político e econômico. Crítica ao Sistema Colonial Consolidação do Estado Burguês na

Leia mais

A INDEPENDÊNCIA DOS EUA. Prof.ª Viviane Jordão

A INDEPENDÊNCIA DOS EUA. Prof.ª Viviane Jordão A INDEPENDÊNCIA DOS EUA Prof.ª Viviane Jordão INTRODUÇÃO A segunda metade do século XVIII está ligada ao surgimento dos ideais iluministas e a crise do Antigo Regime na Europa. Extremamente atrelado ao

Leia mais

6 - INDEPENDÊNCIA DA AMÉRICA INGLESA

6 - INDEPENDÊNCIA DA AMÉRICA INGLESA 6 - INDEPENDÊNCIA DA AMÉRICA INGLESA Antecedentes históricos Inglaterra durante os séculos XVI e XVII Disputas religiosas (anglicanos x puritanos) e cercamentos de terras (enclosures) Motivaram as minorias

Leia mais

PRIMEIRO GRANDE ATO DAS COLÔNIAS CONTRA SUAS METRÓPOLES INFLUÊNCIA DAS IDEIAS LIBERAIS

PRIMEIRO GRANDE ATO DAS COLÔNIAS CONTRA SUAS METRÓPOLES INFLUÊNCIA DAS IDEIAS LIBERAIS A importância da independência das colônias inglesas na América é incontestável, pois foi o primeiro grande ato de colônias contra suas metrópole. Elas se colocaram contra a submissão econômica e política

Leia mais

A CRISE DO ANTIGO REGIME A INDEPENDÊNCIA DOS EUA

A CRISE DO ANTIGO REGIME A INDEPENDÊNCIA DOS EUA Definição: movimento que inspirado nos princípios iluministas determinou o fim do domínio da Inglaterra sobre as chamadas 13 colônias americanas (atualmente EUA); Quando: 1776; Antecedentes/causas: EUA

Leia mais

Independência do EUA

Independência do EUA Independência do EUA Prof.: Diego Gomes E-mail: diegogome.historia@gmail.com Página: https://www.facebook.com/profdiegogomes/ Blog: http://omonstrodahistoria.blogspot.com.br/ Procedimentos da Aula 01 Casa

Leia mais

Potências marítimas: Novas (burguesia) Antigas (nobreza) Portugal Espanha Holanda Inglaterra França

Potências marítimas: Novas (burguesia) Antigas (nobreza) Portugal Espanha Holanda Inglaterra França 1. O tempo do grande comércio oceânico Criação/crescimento de grandes companhias de comércio europeias: - Companhia das Índias Ocidentais (1600 Londres) - Companhia Inglesa das Índias Orientais (Londres

Leia mais

Iluminismo. Prof. Diego Gomes

Iluminismo. Prof. Diego Gomes Iluminismo Prof. Diego Gomes E-mail: diegogomes.historia@gmail.com John Locke (1632-1704) Defesa do direito natural: vida, liberdade e propriedade Governo e sociedade civil é uma construção ou contrato

Leia mais

INDEPENDÊNCIA DOS ESTADOS UNIDOS DA AMÉRICA

INDEPENDÊNCIA DOS ESTADOS UNIDOS DA AMÉRICA INDEPENDÊNCIA DOS ESTADOS UNIDOS DA AMÉRICA INDEPENDÊNCIA DOS ESTADOS UNIDOS DA AMÉRICA http://www.youtube.com/watch?v=lmkdijrznjo Considerações sobre a independência -Revolução racional científica do

Leia mais

Formação das 13 colônias inglesas na América: norte (povoamento) e sul (exploração)

Formação das 13 colônias inglesas na América: norte (povoamento) e sul (exploração) Formação das 13 colônias inglesas na América: norte (povoamento) e sul (exploração) Organização das colônias do norte Colonização por iniciativa privada Cada colônia possuía um governador Poderes locais:

Leia mais

Cap. 12- Independência dos EUA

Cap. 12- Independência dos EUA Cap. 12- Independência dos EUA 1. Situação das 13 Colônias até meados do séc. XVIII A. As colônias inglesas da América do Norte (especialmente as do centro e norte) desfrutavam da negligência salutar.

Leia mais

A colonização da América

A colonização da América A colonização da América As capitulações eram contratos em que a Coroa concedia permissão para explorar, conquistar e povoar terras, fixando direitos e deveres recíprocos Os adelantados eram colonizadores

Leia mais

ALUNO(a): LISTA DE ATIVIDADES P1 B3 DATA DA PROVA: 24/9/016. Antes de iniciar a lista de exercícios leia atentamente as seguintes orientações:

ALUNO(a): LISTA DE ATIVIDADES P1 B3 DATA DA PROVA: 24/9/016. Antes de iniciar a lista de exercícios leia atentamente as seguintes orientações: GOIÂNIA, / / 2016 PROFESSOR: ANDERSON JOSÉ SOARES DISCIPLINA: GEOGRAFIA SÉRIE:2ª ALUNO(a): LISTA DE ATIVIDADES P1 B3 DATA DA PROVA: 24/9/016 No Anhanguera você é + Enem Antes de iniciar a lista de exercícios

Leia mais

NOTA: AVALIÇÃO DIA 20 DE MAIO. Lista de História. P1, 2 bimestre 2ª. Série.

NOTA: AVALIÇÃO DIA 20 DE MAIO. Lista de História. P1, 2 bimestre 2ª. Série. Aluno(a): Nº Disciplina: Ciências humanas e suas tecnologias Professor (a): Barros Dutra Goiânia, maio de 2017. Valor Máximo: 7,0 NOTA: AVALIÇÃO DIA 20 DE MAIO Lista de História. P1, 2 bimestre 2ª. Série.

Leia mais

OBS. O Alasca foi comprado em Colégio Pedro II - Resumo - Independência da Treze Colônias - Página 1

OBS. O Alasca foi comprado em Colégio Pedro II - Resumo - Independência da Treze Colônias - Página 1 COLÉGIO PEDRO II - CAMPUS HUMAITÁ II Disciplina: História Prof. Carla Nascimento, Lívia Farias e Cristiano Campos Material: Resumo - Independência das Treze colônias INDEPENDÊNCIA DAS TREZE COLÔNIAS INGLESAS

Leia mais

A CRISE DO ANTIGO REGIME A INDEPENDÊNCIA DOS EUA. A Independência dos EUA

A CRISE DO ANTIGO REGIME A INDEPENDÊNCIA DOS EUA. A Independência dos EUA A Independência dos EUA Definição: Movimento que inspirado nos princípios iluministas determinou o fim do domínio da Inglaterra sobre as chamadas 13 colônias americanas (atualmente EUA); que teve início

Leia mais

AULA 08. O Sistema Colonial

AULA 08. O Sistema Colonial AULA 08 O Sistema Colonial O chamado Sistema Colonial Tradicional desenvolveu-se, na América, entre os séculos XVI e XVIII. Sua formação está intimamente ligada às Grandes Navegações e seu funcionamento

Leia mais

REVISÃO I Prof. Fernando.

REVISÃO I Prof. Fernando. REVISÃO I Prof. Fernando Brasil Colônia 1500: Descobrimento ou Conquista? Comunidades indígenas do Brasil Características: heterogeneidade e subsistência. Contato: a partir da colonização efetiva, ocorreu

Leia mais

Sugestão de Atividades História 8º ano Unidade 4

Sugestão de Atividades História 8º ano Unidade 4 1. Sobre o despotismo esclarecido assinale a alternativa incorreta. a) Houve procura pela modernização dos Estados da parte dos monarcas europeus. b) O objetivo da modernização dos Estados era uma administração

Leia mais

7 - INDEPENDÊNCIAS NA AMÉRICA ESPANHOLA

7 - INDEPENDÊNCIAS NA AMÉRICA ESPANHOLA 7 - INDEPENDÊNCIAS NA AMÉRICA ESPANHOLA Movimentos pela independência Influenciados pela Independência dos Estados Unidos Facilitados pela ocupação da Espanha por Napoleão Afrouxou o controle do país sobre

Leia mais

RECUPERAÇÃO PARALELA PREVENTIVA DE HISTÓRIA 8º ANO

RECUPERAÇÃO PARALELA PREVENTIVA DE HISTÓRIA 8º ANO RECUPERAÇÃO PARALELA PREVENTIVA DE HISTÓRIA 8º ANO QUESTÃO 1. A sociedade do Antigo Regime As características sociais de cada período da história da Humanidade estão muito ligadas ao modo produção de cada

Leia mais

DATA: 03 / 05 / 2016 I ETAPA AVALIAÇÃO ESPECIAL DE HISTÓRIA 8.º ANO/EF

DATA: 03 / 05 / 2016 I ETAPA AVALIAÇÃO ESPECIAL DE HISTÓRIA 8.º ANO/EF SOCIEDADE MINEIRA DE CULTURA Mantenedora da PUC Minas e do COLÉGIO SANTA MARIA UNIDADE DATA: 03 / 05 / 206 I ETAPA AVALIAÇÃO ESPECIAL DE HISTÓRIA 8.º ANO/EF ALUNO(A): N.º: TURMA: PROFESSOR(A): VALOR: 8,0

Leia mais

PRÉ-VESTIBULAR - TD 2 FASE ESPECÍFICA - HISTÓRIA GERAL II - TURNO: NOITE PROFESSORA: JÉSSICA DE SOUSA - AULA DIA 09/07/2014

PRÉ-VESTIBULAR - TD 2 FASE ESPECÍFICA - HISTÓRIA GERAL II - TURNO: NOITE PROFESSORA: JÉSSICA DE SOUSA - AULA DIA 09/07/2014 PRÉ-VESTIBULAR - TD 2 FASE ESPECÍFICA - HISTÓRIA GERAL II - TURNO: NOITE PROFESSORA: JÉSSICA DE SOUSA - AULA DIA 09/07/2014 1- A expressão Revolução Industrial tem sido utilizada para designar um conjunto

Leia mais

SÉCULO XVII A INGLATERRA INCENTIVOU A COLONIZAÇÃO DAS TERRAS NORTE- AMERICANAS INCENTIVANDO A VINDA DE EMIGRANTES INGLESES

SÉCULO XVII A INGLATERRA INCENTIVOU A COLONIZAÇÃO DAS TERRAS NORTE- AMERICANAS INCENTIVANDO A VINDA DE EMIGRANTES INGLESES A GUERRA DE INDEPENDÊNCIA DOS ESTADOS UNIDOS DA AMÉRICA ANTECEDENTES SÉCULO XVII A INGLATERRA INCENTIVOU A COLONIZAÇÃO DAS TERRAS NORTE- AMERICANAS INCENTIVANDO A VINDA DE EMIGRANTES INGLESES NESSA ÉPOCA

Leia mais

Os E.U.A. nos séculos XVIII e XIX.

Os E.U.A. nos séculos XVIII e XIX. Aula 13 Os E.U.A. nos séculos XVIII e XIX. Nesta aula iremos tratar da formação dos Estados Unidos da América. Primeiramente o processo de independência dos Estados Unidos, em seguida, o processo de expansão

Leia mais

ILUMINISMO. Prof.ª Maria Auxiliadora

ILUMINISMO. Prof.ª Maria Auxiliadora ILUMINISMO Prof.ª Maria Auxiliadora A CRISE DO ANTIGO REGIME O ILUMINISMO O Antigo Regime vigorou entre os séculos XVI a XVIII na maioria dos países europeus. Este período caracterizou-se pelo: poder absoluto

Leia mais

PROFª CLEIDIVAINE DA S. REZENDE DISC. HISTÓRIA / 8º ANO

PROFª CLEIDIVAINE DA S. REZENDE DISC. HISTÓRIA / 8º ANO PROFª CLEIDIVAINE DA S. REZENDE DISC. HISTÓRIA / 8º ANO 1 CONTEXTO HISTÓRICO Crescimento econômico da Inglaterra no século XVIII: industrialização processo de colonização ficou fora. Ingleses se instalaram

Leia mais

Revolução Inglesa. Decapitação do rei Carlos I, em 30 de janeiro de 1649, na cidade de Londres. MARCOS ROBERTO

Revolução Inglesa. Decapitação do rei Carlos I, em 30 de janeiro de 1649, na cidade de Londres. MARCOS ROBERTO Decapitação do rei Carlos I, em 30 de janeiro de 1649, na cidade de Londres. MARCOS ROBERTO do século XVII representou a primeira manifestação de crise do sistema da época moderna, identificado com o absolutismo.

Leia mais

Independência dos EUA. Colégio Marista Rosário Professora: Adriana Moraes - História

Independência dos EUA. Colégio Marista Rosário Professora: Adriana Moraes - História Independência dos EUA Colégio Marista Rosário Professora: Adriana Moraes - História Considerada a primeira revolução americana (a segunda foi a Guerra de Secessão, também nos Estados Unidos); considerada

Leia mais

INTEIRATIVIDADE FINAL CONTEÚDO E HABILIDADES DINÂMICA LOCAL INTERATIVA. Conteúdo: Independência dos Estados Unidos

INTEIRATIVIDADE FINAL CONTEÚDO E HABILIDADES DINÂMICA LOCAL INTERATIVA. Conteúdo: Independência dos Estados Unidos Conteúdo: Independência dos Estados Unidos Habilidades: Compreender o processo de independência Norte Americana dentro do contexto das ideias iluministas. Yankee Doodle 1 Causas Altos impostos cobrados

Leia mais

AS VÉSPERAS DA INDEPENDÊNCIA DO BRASIL

AS VÉSPERAS DA INDEPENDÊNCIA DO BRASIL AS VÉSPERAS DA INDEPENDÊNCIA DO BRASIL CRISE DO SISTEMA COLONIAL Portugal perde colônias no Oriente e o monopólio da Produção de açúcar na América. Pressão da Metrópole x Enriquecimento de da elite Brasileira

Leia mais

A Economia Mineradora (Século XVIII) O Processo de Independência. 1 A Economia Mineradora do Século XVIII. 2 As Reformas Pombalinas

A Economia Mineradora (Século XVIII) O Processo de Independência. 1 A Economia Mineradora do Século XVIII. 2 As Reformas Pombalinas Aula 13 e 14 A Economia Mineradora (Século XVIII) 1 A Economia Mineradora do Século XVIII Setor 1601 2 As Reformas Pombalinas 3 ealvespr@gmail.com Objetivo da aula Analisar a crise do Antigo Sistema Colonial

Leia mais

EJA 5ª FASE PROF. JEFFERSON OLIVEIRA PROF.ª LUDMILA DUTRA

EJA 5ª FASE PROF. JEFFERSON OLIVEIRA PROF.ª LUDMILA DUTRA EJA 5ª FASE PROF. JEFFERSON OLIVEIRA PROF.ª LUDMILA DUTRA Unidade I Os Estados Unidos da América 2 Aula 1.2 Conteúdo Os Estados Unidos da América 3 Habilidade Compreender os fatores que fazem dos Estados

Leia mais

4 de julho 1776 PROF. ROBERTO BRASIL

4 de julho 1776 PROF. ROBERTO BRASIL 4 de julho 1776 PROF. ROBERTO BRASIL A Revolução Americana é um movimento de ampla base popular, a burguesia foi quem levou esta revolução avante. O terceiro estado (povo e burguesia) conseguiu a independência

Leia mais

Aula 08 Movimentos de Pré- Independência e Vinda da Família Real.

Aula 08 Movimentos de Pré- Independência e Vinda da Família Real. Aula 08 Movimentos de Pré- Independência e Vinda da Família Real. O que foram os movimentos de pré-independência? Séculos XVIII e XIX grandes mudanças afetaram o Brasil... MUNDO... Hegemonia das ideias

Leia mais

Colégio Avanço de Ensino Programado

Colégio Avanço de Ensino Programado α Colégio Avanço de Ensino Programado Trabalho Bimestral 1º Semestre - 1º Bim. /2016 Nota: Professor (a): Alessandra Disciplina: História Turma: 2ª Série Ensino Médio Nome: Nº: Atividade deverá ser entregue

Leia mais

Colégio Avanço de Ensino Programado

Colégio Avanço de Ensino Programado α Colégio Avanço de Ensino Programado Trabalho de Recuperação1º Semestre - 1º Bim. /2016 Nota: Professor (a): Alessandra Disciplina: História Turma: 2ª Série Ensino Médio Nome: Nº: ORIENTAÇÕES PARA DESENVOLVIMENTO

Leia mais

HISTÓRIA - 1 o ANO MÓDULO 06 O GOVERNO-GERAL

HISTÓRIA - 1 o ANO MÓDULO 06 O GOVERNO-GERAL HISTÓRIA - 1 o ANO MÓDULO 06 O GOVERNO-GERAL Como pode cair no enem O sistema de capitanias hereditárias, criado no Brasil em 1534, refletia a transição do feudalismo para o capitalismo, na medida em

Leia mais

HISTÓRIA - 1 o ANO MÓDULO 17 REBELIÕES COLONIAIS

HISTÓRIA - 1 o ANO MÓDULO 17 REBELIÕES COLONIAIS HISTÓRIA - 1 o ANO MÓDULO 17 REBELIÕES COLONIAIS Fixação 1) (FGV) Outra preocupação da Coroa foi a de estabelecer limites à entrada na região das minas. Nos primeiros tempos da atividade mineradora, a

Leia mais

Nome: Fernanda Texto 1205 Data: 05/20/2016 Nome da prova: Cópia de AULA 4-8 ANO INDEPENDÊNCIA DAS TREZE COLÔNIAS Nota: Texto 96%

Nome: Fernanda Texto 1205 Data: 05/20/2016 Nome da prova: Cópia de AULA 4-8 ANO INDEPENDÊNCIA DAS TREZE COLÔNIAS Nota: Texto 96% Nome: Fernanda Texto 1205 ata: 05/20/2016 Nome da prova: ópia de UL 4-8 NO - 2016 - INPNÊNI S TRZ OLÔNIS Nota: Texto 96% 1. independência da Treze olônias, também conhecida como Revolução mericana, foi

Leia mais

Geografia. Fernando Novaes Nº06 Guilherme Trujillo Nº12 Gabriel Thomaz-Nº07 Larissa Cocito Nº18 Leonardo Garcia Nº20 Vinicius Ichinoseki Nº30

Geografia. Fernando Novaes Nº06 Guilherme Trujillo Nº12 Gabriel Thomaz-Nº07 Larissa Cocito Nº18 Leonardo Garcia Nº20 Vinicius Ichinoseki Nº30 Geografia Fernando Novaes Nº06 Guilherme Trujillo Nº12 Gabriel Thomaz-Nº07 Larissa Cocito Nº18 Leonardo Garcia Nº20 Vinicius Ichinoseki Nº30 O processo de colonização anglosaxônica Teve como colonizadores

Leia mais

Prof David Alexandre

Prof David Alexandre Prof David Alexandre Origens Hipótese 1 : Estreito de Bering Hipótese 2 : Via Marítima Civilizações Astecas Maias Incas Quadro Comparativo Brasil Antes de Cabral Grupos Indígenas Brasil Antes de Cabral

Leia mais

BRASIL COLÔNIA ( )

BRASIL COLÔNIA ( ) 2 - REVOLTAS EMANCIPACIONISTAS: Século XVIII (final) e XIX (início). Objetivo: separação de Portugal (independência). Nacionalistas. Influenciadas pelo iluminismo, independência dos EUA e Revolução Francesa.

Leia mais

IDADE CONTEMPORÂNEA A ERA NAPOLEÔNICA

IDADE CONTEMPORÂNEA A ERA NAPOLEÔNICA ERA NAPOLEÔNICA (1799 1815) Prof. João Gabriel da Fonseca joaogabriel_fonseca@hotmail.com 1 - O CONSULADO (1799 1804): Pacificação interna e externa. Acordos de paz com países vizinhos. Acordo com a Igreja

Leia mais

DEFINIÇÃO. Antecedentes/causas: (dinastia STUART) e o. Atritos entre os reis parlamento.

DEFINIÇÃO. Antecedentes/causas: (dinastia STUART) e o. Atritos entre os reis parlamento. REVOLUÇÃO INGLESA DEFINIÇÃO Movimento político, militar e religioso que destruiu o absolutismo na Inglaterra instalando naquele país a primeira monarquia parlamentar da história. Quando: século XVII. Antecedentes/causas:

Leia mais

Foram movimentos que romperam radicalmente com as estruturas do Antigo Regime e marcou a ascensão da burguesia como nova classe economica.

Foram movimentos que romperam radicalmente com as estruturas do Antigo Regime e marcou a ascensão da burguesia como nova classe economica. Foram movimentos que romperam radicalmente com as estruturas do Antigo Regime e marcou a ascensão da burguesia como nova classe economica. O Absolutismo na Inglaterra a presentava uma característica peculiar:

Leia mais

O PROCESSO DE INDEPENDÊNCIA DO BRASIL COLÉGIO PEDRO II PROFESSOR: ERIC ASSIS

O PROCESSO DE INDEPENDÊNCIA DO BRASIL COLÉGIO PEDRO II PROFESSOR: ERIC ASSIS O PROCESSO DE INDEPENDÊNCIA DO BRASIL 1820-1822 COLÉGIO PEDRO II PROFESSOR: ERIC ASSIS O 7 DE SETEMBRO: A INDEPENDÊNCIA FOI SOMENTE O GRITO DO IPIRANGA? OS SIGNIFICADOS DA INDEPENDÊNCIA Emancipação ou

Leia mais

CP/ECEME/2007 2ª AVALIAÇÃO FORMATIVA FICHA AUXILIAR DE CORREÇÃO HISTÓRIA. 1ª QUESTÃO (Valor 6,0)

CP/ECEME/2007 2ª AVALIAÇÃO FORMATIVA FICHA AUXILIAR DE CORREÇÃO HISTÓRIA. 1ª QUESTÃO (Valor 6,0) CP/ECEME/07 2ª AVALIAÇÃO FORMATIVA FICHA AUXILIAR DE CORREÇÃO HISTÓRIA 1ª QUESTÃO (Valor 6,0) Analisar os fatos históricos, ocorridos durante as crises política, econômica e militar portuguesa/européia

Leia mais

Crise do Sistema Colonial: Rebeliões Coloniais e Tentativas de Emancipação

Crise do Sistema Colonial: Rebeliões Coloniais e Tentativas de Emancipação Aula 6 Crise do Sistema Colonial: Rebeliões Coloniais e Tentativas de Emancipação 1 O declínio colonial Setor 1605 2 A crise do Sistema Colonial ealvespr@gmail.com Contexto 1.1 O Declínio Colonial no Brasil

Leia mais

Profª Adriana Moraes

Profª Adriana Moraes Profª Adriana Moraes Definição: um conjunto de atitudes políticas, econômicas e militares que visam a aquisição de territórios coloniais através da conquista e estabelecimento de colonos. Período: séculos

Leia mais

Planejamento das Aulas de História º ano (Prof. Leandro)

Planejamento das Aulas de História º ano (Prof. Leandro) Planejamento das Aulas de História 2016 7º ano (Prof. Leandro) Fevereiro Aula Programada (As Monarquias Absolutistas) Páginas Tarefa 1 A Formação do Estado Moderno 10 e 11 Mapa Mental 3 Teorias em defesa

Leia mais

BRASIL PORTUGUÊS PERÍODO PRÉ COLONIAL PERÍODO COLONIAL PROF. DE HISTÓRIA TÁCIUS FERNANDES BLOG:

BRASIL PORTUGUÊS PERÍODO PRÉ COLONIAL PERÍODO COLONIAL PROF. DE HISTÓRIA TÁCIUS FERNANDES BLOG: BRASIL PORTUGUÊS PERÍODO PRÉ COLONIAL PERÍODO COLONIAL 1. ESPANHA X PORTUGAL A BULA INTER COETERA ASSINADO EM 1493. LINHA IMAGINÁRIA A 100 LÉGUAS A OESTE DE CABO VERDE. LESTE: PORTUGAL. OESTE: ESPANHA.

Leia mais

Como o Brasil se Tornou um País Independente? Cap 10 (p ) Autor: prof Marco Moraes

Como o Brasil se Tornou um País Independente? Cap 10 (p ) Autor: prof Marco Moraes Como o Brasil se Tornou um País Independente? Cap 10 (p. 131-151) Autor: prof Marco Moraes O processo de independência brasileira Período de tempo marcado pela crescente busca pela independência do Brasil

Leia mais

Iluminismo e Independência dos Estados Unidos

Iluminismo e Independência dos Estados Unidos 1. (UFMS) Classificar, delinear, dividir, sistematizar, criar um mapa mundi do saber. Esta era a ideia dos iluministas Diderot e D Alambert: ordenar o mundo em categorias em uma enciclopédia com 17 volumes

Leia mais

Estados Unidos da América. Aula I Da colonização ao século XIX

Estados Unidos da América. Aula I Da colonização ao século XIX Estados Unidos da América Aula I Da colonização ao século XIX As Teorias: Corrente asiática Estreito de Bering (beríngia). Malaio Polinésia Corrente australiana Ocupação do Continente Americano: Principais

Leia mais

Cipriano Barata,Pe. Agostinho Gomes, Luís Gonzaga das Virgens,João de Deus Lucas Dantas

Cipriano Barata,Pe. Agostinho Gomes, Luís Gonzaga das Virgens,João de Deus Lucas Dantas Inconfidência Mineira Minas Gerais, área principal da mineração aurífera 1789. Elitista Predomínio de mineradores, comerciantes, profissionais liberais, intelectuais e a alta burocracia; (maçonaria) Cláudio

Leia mais

PRIMEIRO REINADO ( )

PRIMEIRO REINADO ( ) PRIMEIRO REINADO (1822 1831) 7 de setembro de 1822 Independência ou morte? O grito do Ipiranga. Pedro Américo. 1888. A proclamação da Independência. François- René Moreaux. 1844. Os desafios após a independência

Leia mais

Repúblicas americanas

Repúblicas americanas Repúblicas americanas Herança colonial; Construção dos Estados Nacionais; Grupos políticos: Conservadores: Exército e Igreja; Liberais: Iluministas e Estado laico. Prof. Manoel dos Passos da Silva Costa

Leia mais

Imperialismo dos EUA na América latina

Imperialismo dos EUA na América latina Imperialismo dos EUA na América latina 1) Histórico EUA: A. As treze colônias, colonizadas efetivamente a partir do século XVII, ficaram independentes em 1776 formando um só país. B. Foram fatores a emancipação

Leia mais

Espanhóis encontraram comunidades altamente desenvolvidas; monumentos gigantescos em pedra, \escrita, os sistemas matemáticos e a astronomia;

Espanhóis encontraram comunidades altamente desenvolvidas; monumentos gigantescos em pedra, \escrita, os sistemas matemáticos e a astronomia; Espanhóis encontraram comunidades altamente desenvolvidas; monumentos gigantescos em pedra, \escrita, os sistemas matemáticos e a astronomia; calendários mais precisos que o europeu; centros urbanos magníficos;

Leia mais

BRASIL IMPÉRIO PRIMEIRO REINADO

BRASIL IMPÉRIO PRIMEIRO REINADO BRASIL IMPÉRIO PRIMEIRO REINADO PRIMEIRO REINADO Portugueses em várias províncias tentaram resistir à independência: Bahia Pará Cisplatina apareceram camadas populares para derrotar resistências portuguesas

Leia mais

ILUMINISMO. Prof.ª Maria Auxiliadora

ILUMINISMO. Prof.ª Maria Auxiliadora ILUMINISMO Prof.ª Maria Auxiliadora A CRISE DO ANTIGO REGIME O ILUMINISMO O Antigo Regime vigorou entre os séculos XVI a XVIII na maioria dos países europeus. Este período caracterizou-se pelo: poder absoluto

Leia mais

FORMAÇÃO TERRITORIAL DO BRASIL. Profº Gustavo Silva de Souza

FORMAÇÃO TERRITORIAL DO BRASIL. Profº Gustavo Silva de Souza FORMAÇÃO TERRITORIAL DO BRASIL Profº Gustavo Silva de Souza A DIVISÃO DO CONTINENTE AMERICANO A DIVISÃO DO CONTINENTE AMERICANO DIVISÃO FISIOGRÁFICA América do Norte, América Central e América do Sul

Leia mais

CAPÍTULO 6 O TERRITÓRIO BRASILEIRO EM CONSTRUÇÃO. Disciplina - Geografia 3 a Série Ensino Médio Professor: Gelson Alves Pereira

CAPÍTULO 6 O TERRITÓRIO BRASILEIRO EM CONSTRUÇÃO. Disciplina - Geografia 3 a Série Ensino Médio Professor: Gelson Alves Pereira CAPÍTULO 6 O TERRITÓRIO BRASILEIRO EM CONSTRUÇÃO Disciplina - Geografia 3 a Série Ensino Médio Professor: Gelson Alves Pereira 1- O país dos contrastes Imensas riquezas naturais, culturais e econômicas.

Leia mais

HISTÓRIA - 1 o ANO MÓDULO 10 AS ATIVIDADES ECONÔMICAS COMPLEMENTARES

HISTÓRIA - 1 o ANO MÓDULO 10 AS ATIVIDADES ECONÔMICAS COMPLEMENTARES HISTÓRIA - 1 o ANO MÓDULO 10 AS ATIVIDADES ECONÔMICAS COMPLEMENTARES Fixação 1) (UNIFESP) Com relação à economia do açúcar e da pecuária no Nordeste durante o Período Colonial, é correto afirmar que:

Leia mais

A COLONIZAÇÃO INGLESA NA AMÉRICA. O processo de formação dos EUA

A COLONIZAÇÃO INGLESA NA AMÉRICA. O processo de formação dos EUA A COLONIZAÇÃO INGLESA NA AMÉRICA O processo de formação dos EUA Inglaterra X Portugal e Espanha A incursão dos ingleses no processo de colonização do continente americano conta com determinadas particularidades

Leia mais

O golpe nada mais foi que a antecipação da maioridade de D. Pedro II, que contava então com um pouco mais de 14 anos.

O golpe nada mais foi que a antecipação da maioridade de D. Pedro II, que contava então com um pouco mais de 14 anos. GOLPE DA MAIORIDADE Desde 1838, estava claro tanto para os LIBERAIS, quanto para os CONSERVADORES que somente a monarquia plena poderia levar o país a superar a sua instabilidade política. O golpe nada

Leia mais

Revoltas Coloniais / Nativistas. História do Brasil

Revoltas Coloniais / Nativistas. História do Brasil Revoltas Coloniais / Nativistas História do Brasil Principais Revoltas Coloniais Fim da União Ibérica INSATISFAÇÃO COM A ADMINISTRAÇÃO As revoltas Coloniais Revelavam a insatisfação dos colonos; Dificuldade

Leia mais

A Presença Estrangeira no Período Colonial. História C Aula 04 Prof. Thiago

A Presença Estrangeira no Período Colonial. História C Aula 04 Prof. Thiago A Presença Estrangeira no Período Colonial História C Aula 04 Prof. Thiago Disputa pelas novas terras Principais invasores Franceses, Ingleses e Holandeses Contrabando de madeira, saques de feitorias,

Leia mais

PROFESSOR: ANDERSON JOSÉ SOARES. Antes de iniciar a lista de exercícios leia atentamente as seguintes orientações:

PROFESSOR: ANDERSON JOSÉ SOARES. Antes de iniciar a lista de exercícios leia atentamente as seguintes orientações: GOIÂNIA, 06 / 05/ 2016 PROFESSOR: ANDERSON JOSÉ SOARES DISCIPLINA: GEOGRAFIA SÉRIE:8º ALUNO(a): No Anhanguera você é + Enem Antes de iniciar a lista de exercícios leia atentamente as seguintes orientações:

Leia mais

Independência do Brasil 1822

Independência do Brasil 1822 Independência do Brasil 1822 A Independência se deu por meios pacíficos, proclamada por um membro da família real. Em 01 de Dezembro de 1822, Dom Pedro I foi coroado e consagrado Imperador e Defensor Perpétuo

Leia mais

UNIDADE: DATA: 02 / 12 / 2016 III ETAPA AVALIAÇÃO ESPECIAL DE HISTÓRIA 8.º ANO/EF

UNIDADE: DATA: 02 / 12 / 2016 III ETAPA AVALIAÇÃO ESPECIAL DE HISTÓRIA 8.º ANO/EF SOCIEDADE MINEIRA DE CULTURA Mantenedora da PUC Minas e do COLÉGIO SANTA MARIA UNIDADE: DATA: 02 / 2 / 206 III ETAPA AVALIAÇÃO ESPECIAL DE HISTÓRIA 8.º ANO/EF ALUNO(A): N.º: TURMA: PROFESSOR(A): VALOR:

Leia mais

INDEPENDÊNCIA DA AMÉRICA ESPANHOLA

INDEPENDÊNCIA DA AMÉRICA ESPANHOLA História INDEPENDÊNCIA DA AMÉRICA ESPANHOLA PROFº OTÁVIO Independência da América Espanhola Europa: Formação da América # Formação do Estado Moderno e Antigo Regime # Necessidade de Mercados Consumidores

Leia mais

Século XVIII. Revolução francesa: o fim da Idade Moderna

Século XVIII. Revolução francesa: o fim da Idade Moderna Século XVIII Revolução francesa: o fim da Idade Moderna Marco inicial: tomada da Bastilha Assembleia Nacional Consituinte 1789-1792 Nova Constituição (liberal) para a França; Alta burguesia assume o comando

Leia mais

MERCANTILISMO. A política econômica dos Estados Modernos. Prof.: Mercedes Danza Lires Greco

MERCANTILISMO. A política econômica dos Estados Modernos. Prof.: Mercedes Danza Lires Greco MERCANTILISMO A política econômica dos Estados Modernos Prof.: Mercedes Danza Lires Greco No feudalismo, a riqueza = terra. Entre os séculos XV e XVIII, a riqueza = dinheiro. Principal atividade geradora

Leia mais

EUA: A CONQUISTA DA HEGEMONIA POLITICA E ECONOMICA PROF. NENO

EUA: A CONQUISTA DA HEGEMONIA POLITICA E ECONOMICA PROF. NENO EUA: A CONQUISTA DA HEGEMONIA POLITICA E ECONOMICA PROF. NENO - 2011 Os primeiros colonizadores chegaram à costa atlântica da América do Norte no século XVI. No nordeste, foi introduzida a policultura

Leia mais

Cópia autorizada. II

Cópia autorizada. II II Sugestões de avaliação História 8 o ano Unidade 6 5 Unidade 6 Nome: Data: 1. Observe o esquema e responda às questões. Matérias- -primas Gêneros tropicais Colônia Pacto colonial Metrópole Escravos Produtos

Leia mais

COLÉGIO XIX DE MARÇO educação do jeito que deve ser

COLÉGIO XIX DE MARÇO educação do jeito que deve ser COLÉGIO XIX DE MARÇO educação do jeito que deve ser 2016 2 a PROVA PARCIAL DE HISTÓRIA Aluno(a): Nº Ano: 8º Turma: Data: 06/08/2016 Nota: Professor(a): Ivana Cavalcanti Riolino Valor da Prova: 40 pontos

Leia mais

MÓDULO 02 - PERÍODO PRÉ-COLONIAL E ASPECTOS ADMINISTRATIVOS,ECONÔMICOS E SOCIAIS DA COLONIZAÇÃO

MÓDULO 02 - PERÍODO PRÉ-COLONIAL E ASPECTOS ADMINISTRATIVOS,ECONÔMICOS E SOCIAIS DA COLONIZAÇÃO MÓDULO 02 - PERÍODO PRÉ-COLONIAL E ASPECTOS ADMINISTRATIVOS,ECONÔMICOS E SOCIAIS DA COLONIZAÇÃO 2.1- O BRASIL PRÉ-COLONIAL ( 1500-1530 ) Período que antecedeu a colonização. Interesse português:índias.

Leia mais

Colégio Santa Dorotéia

Colégio Santa Dorotéia Colégio Santa Dorotéia Área de Ciências Humanas Disciplina: História Série: 8ª Ensino Fundamental Professora: Letícia História Atividades para Estudos Autônomos Data: 03 / 10 / 2016 Aluno(a): Nº: Turma:

Leia mais

- votaram: crianças, escravos. e mortos. PARTIDO LIBERAL E PARTIDO CONSERVADOR... OU SERÁ VICE-VERSA?

- votaram: crianças, escravos. e mortos. PARTIDO LIBERAL E PARTIDO CONSERVADOR... OU SERÁ VICE-VERSA? 1 - Eleições do cacete 1.1 - D. Pedro II - 1 Ministério composto por membros do Partido Liberal. 1.2 - Eleições para Câmara dos Deputados => fraudes - substituições: juizes, presidentes das províncias,

Leia mais

HISTÓRIA - 1 o ANO MÓDULO 11 A UNIÃO IBÉRICA (1580)

HISTÓRIA - 1 o ANO MÓDULO 11 A UNIÃO IBÉRICA (1580) HISTÓRIA - 1 o ANO MÓDULO 11 A UNIÃO IBÉRICA (1580) Como pode cair no enem (FUVEST) Sobre a presença francesa na Baía de Guanabara (1557-60), podemos dizer que foi: a) apoiada por armadores franceses

Leia mais

PROCESSO DE INDEPENDÊNCIA DOS ESTADOS UNIDOS DA AMÉRICA

PROCESSO DE INDEPENDÊNCIA DOS ESTADOS UNIDOS DA AMÉRICA PROCESSO DE INDEPENDÊNCIA DOS ESTADOS UNIDOS DA AMÉRICA TREZE COLÔNIAS Base de ocupação iniciativa privada: Companhias de colonização + Grupos de imigrantes = GRUPOS DISTINTOS [excedente da metrópole;

Leia mais

História. Crise da Lavoura canavieira. Professor Cássio Albernaz.

História. Crise da Lavoura canavieira. Professor Cássio Albernaz. História Crise da Lavoura canavieira Professor Cássio Albernaz www.acasadoconcurseiro.com.br História CRISE DA LAVOURA CANAVIEIRA Durante várias décadas, até meados do século XX, quando foi suplantado

Leia mais

1- Leia com atenção e, sobre o escravismo colonial, responda ao que se pede: I- Os escravos eram as mãos e pés dos senhores de engenho.

1- Leia com atenção e, sobre o escravismo colonial, responda ao que se pede: I- Os escravos eram as mãos e pés dos senhores de engenho. 1- Leia com atenção e, sobre o escravismo colonial, responda ao que se pede: I- Os escravos eram as mãos e pés dos senhores de engenho. II- Estive numa casa, onde um jovem escravo negro era, todos os dias

Leia mais

Transição da condição colonial para o país livre

Transição da condição colonial para o país livre CUBA Transição da condição colonial para o país livre Cuba era uma ilha habitada por povos indígenas quando tornou-se uma colônia da Espanha em 1509. Após o esgotamento dos metais preciosos, a exploração

Leia mais

GOVERNO DEODORO DA FONSECA

GOVERNO DEODORO DA FONSECA GOVERNO DEODORO DA FONSECA GOVERNO PROVISÓRIO (1889/1891) 1- Primeiras medidas: Fim do Senado vitalício e do conselho de Estado, Dissolução da Câmara dos Deputados, Separação entre Igreja e Estado (extinção

Leia mais

UNIVERSIDADE DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE UERN HISTÓRIA DA AMÉRICA II. Prof.º Me. Halyson Oliveira

UNIVERSIDADE DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE UERN HISTÓRIA DA AMÉRICA II. Prof.º Me. Halyson Oliveira UNIVERSIDADE DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE UERN HISTÓRIA DA AMÉRICA II. Prof.º Me. Halyson Oliveira 2014.2. A M A R C H A PA R A O O E S T E E A G U E R R A D E S E C E S S Ã O N O RT E - A M E R I

Leia mais

O acirramento das tensões

O acirramento das tensões Revolução Inglesa Puritana(1640-1649): responsável pela execução do Rei Carlos I e a instalação do governo republicano de Cromwell. Gloriosa(1688): completou o processo político liderado pela burguesia.

Leia mais

INDUSTRIALIZAÇÃO E POTÊNCIAS MUNDIAIS

INDUSTRIALIZAÇÃO E POTÊNCIAS MUNDIAIS INDUSTRIALIZAÇÃO E POTÊNCIAS MUNDIAIS MODOS DE PRODUÇÃO INDUSTRIAL 1 O artesanato O artesanato, primeira forma de produção industrial, surgiu no fim da Idade Média com o renascimento comercial e urbano

Leia mais

Consequência. Contexto. Motivo. Mercantilismo. Dificuldades. Inovações. Viagens MAPA 01 MAPA 02 MAPA 03. Exercício

Consequência. Contexto. Motivo. Mercantilismo. Dificuldades. Inovações. Viagens MAPA 01 MAPA 02 MAPA 03. Exercício Contexto Consequência Motivo Mercantilismo Dificuldades Inovações Viagens MAPA 01 MAPA 02 MAPA 03 Exercício a) Tempo Histórico: Idade Moderna Período: Séc. XV XVII Europa CONTEXTO b) Burguesia (comerciantes)

Leia mais

02- Quais fatores favoreceram o cultivo do café no oeste paulista? R.:

02- Quais fatores favoreceram o cultivo do café no oeste paulista? R.: PROFESSOR: EQUIPE DE HISTÓRIA E GEOGRAFIA BANCO DE QUESTÕES - HISTÓRIA E GEOGRAFIA 5 ANO - ENSINO FUNDAMENTAL ========================================================================== Consulte seu material

Leia mais

Origem na palavra Politéia, que se refere a tudo relacionado a Pólis grega e à vida em coletividade.

Origem na palavra Politéia, que se refere a tudo relacionado a Pólis grega e à vida em coletividade. O homem é um animal político por natureza; Política visa (ou deveria visar) um fim útil e bom para sociedade; Característica do ser humano é a vida em comunidade. Origem na palavra Politéia, que se refere

Leia mais

Regulação Semestral do Processo Ensino Aprendizagem 4º bimestre Ano: 2º ano Ensino Médio Data:

Regulação Semestral do Processo Ensino Aprendizagem 4º bimestre Ano: 2º ano Ensino Médio Data: Regulação Semestral do Processo Ensino Aprendizagem 4º bimestre Ano: 2º ano Ensino Médio Data: Disciplina: História Professor: Luis Fernando Caro estudante; Ao longo do bimestre desenvolvemos diversas

Leia mais

HISTÓRIA - 1 o ANO MÓDULO 21 A CORTE NO BRASIL: AS REALIZAÇÕES JOANINAS

HISTÓRIA - 1 o ANO MÓDULO 21 A CORTE NO BRASIL: AS REALIZAÇÕES JOANINAS HISTÓRIA - 1 o ANO MÓDULO 21 A CORTE NO BRASIL: AS REALIZAÇÕES JOANINAS Fixação 1) (UERJ) O enriquecimento da vida cultural do Rio de Janeiro, e até mesmo do país, após 1808, decorreu, sobretudo, das

Leia mais

Unidade II Poder, Estado e Instituições Aula 8.2 Conteúdo O processo de independência; A Constituição dos Estados Unidos.

Unidade II Poder, Estado e Instituições Aula 8.2 Conteúdo O processo de independência; A Constituição dos Estados Unidos. A A Unidade II Poder, Estado e Instituições Aula 8.2 Conteúdo O processo de independência; A Constituição dos Estados Unidos. 2 A A Habilidades: Relacionar o processo de independência dos Estados Unidos

Leia mais

IDADE CONTEMPORÂNEA A REVOLUÇÃO FRANCESA. Prof. Iair. Prof. Jorge Diacópulos

IDADE CONTEMPORÂNEA A REVOLUÇÃO FRANCESA. Prof. Iair. Prof. Jorge Diacópulos Prof. Jorge Diacópulos Revolução burguesa. Antecedentes/causas: IDADE CONTEMPORÂNEA Maior população da Europa Ocidental (25 milhões). 80% rural. Absolutismo parasitário Luís XVI Festas, banquetes, pensões,

Leia mais

O ILUMINISMO 8º ANO. Prof. Augusto e Marcos Antunes

O ILUMINISMO 8º ANO. Prof. Augusto e Marcos Antunes O ILUMINISMO 8º ANO Prof. Augusto e Marcos Antunes O ILUMINISMO Movimento que justificou a ascensão da burguesia ao poder político O Iluminismo foi um movimento intelectual, ocorrido na Europa, principalmente

Leia mais

1640 > Fim da União Ibérica Comércio com Buenos Aires e contrabando Rei de São Paulo: Amador Bueno da Ribeira. Amador Bueno recusou o título de rei e

1640 > Fim da União Ibérica Comércio com Buenos Aires e contrabando Rei de São Paulo: Amador Bueno da Ribeira. Amador Bueno recusou o título de rei e REVOLTAS COLONIAIS REVOLTAS NATIVISTAS 1640 > Fim da União Ibérica Comércio com Buenos Aires e contrabando Rei de São Paulo: Amador Bueno da Ribeira. Amador Bueno recusou o título de rei e saiu às ruas

Leia mais