RELATÓRIO GERAL PESQUISA SAPES SISTEMA DE ACOMPANHAMENTO DOS EGRESSOS DO

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "RELATÓRIO GERAL PESQUISA SAPES SISTEMA DE ACOMPANHAMENTO DOS EGRESSOS DO"

Transcrição

1 RELATÓRIO GERAL PESQUISA SAPES SISTEMA DE ACOMPANHAMENTO DOS EGRESSOS DO SENAI - 1ª ETAPA Alunos Concluintes 2009 Faculdade de Tecnologia Senai Ítalo Bologna SENAI Departamento Regional de Goiás

2 Avaliação Externa do SENAI O que é? É um processo de avaliação, com foco nos concluintes e ex-alunos, dos cursos do SENAI. O que queremos? - Obter indicadores de desempenho dos ex-alunos no mercado de trabalho; - Melhorar a qualidade da educação profissional para maior ocupação no mercado de trabalho; - Maior satisfação das empresas contratantes com os ex-alunos do SENAI; - Maior satisfação dos ex-alunos do SENAI com sua situação profissional. Quem participa? Os concluintes dos cursos de Aprendizagem, Qualificação; Habilitação Técnica e Superior das escolas do SENAI de Goiás. Como fazemos? Pesquisa com egressos: Avaliamos a adequação dos programas às expectativas profissionais e sociais dos alunos. Pesquisa com empresas: Avaliamos a adequação dos programas frente às expectativas empresariais e às exigências do mundo do trabalho. Referenciais de Avaliação - Melhoria contínua da educação profissional; - Eficácia da educação profissional; - Alcance social da educação profissional; - Satisfação dos clientes; - Visibilidade institucional; - Prestação de contas à sociedade com senso de responsabilidade; - A avaliação Externa do SENAI é feita em três etapas: 2

3 A primeira etapa Aplica-se os questionário de inserção do concluinte, realizando uma sensibilização com os alunos sobre a importância da avaliação, está etapa esta dividida em dois momentos, que são início e final do curso conforme segue: Início do Curso cadastro e caracterização do aluno, recomenda-se a aplicação nos 15 primeiros dias do curso. O questionário levanta os dados abaixo: - Dados pessoais; - Origem do aluno; - Renda pessoal e familiar; - Classificação socioeconômica; - Situação profissional antes do curso. Final do Curso questionário de inserção no sistema, recomenda-se a aplicação 15 dias antes do término do curso. O questionário levanta as informações seguintes: - Escolaridade; - Situação ocupacional do concluinte; - Renda pessoal e familiar; - Nível de satisfação com o curso; - Benefícios proporcionados pelo curso. Para as modalidades de Aprendizagem, Habilitação Profissional e Graduação Tecnológica, deverão ser pesquisados Todos os concluintes das modalidades que se pretenda avaliar. Para a modalidade de Qualificação o curso deverá ter correlação com uma ocupação do mercado de trabalho, deverá ter carga horária mínima de 160h e serão pesquisados somente os cursos regulares. Todos os questionários devem passar por críticas realizada pelos responsáveis da unidade. 3

4 A segunda fase realiza-se no período de até um ano após os alunos terem concluído seus cursos. Através de uma mala-direta, os ex-alunos são convidados a responder outro questionário, cujas questões permite: - Monitorar o índice de incorporação de ex-alunos no mercado de trabalho; - Avaliar a importância do curso do SENAI na situação de laborabilidade dos ex-alunos; - Identificar as habilidades profissionais desenvolvidas pelos ex-alunos; - Avaliar a contribuição do curso do SENAI para a melhoria da qualidade de vida e aumento da renda do ex-aluno; - Avaliar o nível de satisfação do ex-aluno com o curso realizado no SENAI; - Recolher sugestões para o aprimoramento dos cursos oferecidos pelo SENAI. A terceira fase inicia a partir da identificação das empresas contratantes dos ex-alunos do SENAI, realizada na segunda fase. Nesse momento, consultamos as empresas, através do supervisor direto do ex-aluno do SENAI para: - Avaliar o desenvolvimento dos ex-alunos do SENAI no mercado de trabalho, na visão da chefia imediata; - Identificar a opinião das empresas sobre o SENAI; - Avaliar a adequação do perfil de qualificação dos ex-alunos às necessidades das empresas; - Avaliar a capacidade dos ex-alunos para aprendizagem dos processos de trabalho nas empresas; - Avaliar o nível de satisfação das empresas com os ex-alunos e outros serviços do SENAI. Para que serve? Para identificar pontos fortes e fracos e, assim, trabalharmos para o aprimoramento dos serviços prestados. 4

5 RESULTADOS DA FATECIB EM 2009 Quadro I - Distribuição da amostra por modalidade Unidades Concluintes Freq. Qt. cit. Freq. Freq.=PesqXConcl. Ítalo Bologna ,4% ,0% 53,0% De acordo com a metodologia da pesquisa, nas modalidades de Aprendizagem, Habilitação Profissional e Tecnólogo, deverão ser pesquisados Todos os concluintes. Na modalidade Qualificação o curso deverá ter correlação com uma ocupação do mercado de trabalho. Portanto a meta a ser alcançada pelas Unidades é de pelo menos 50,0% dos alunos a serem pesquisados. Quadro III Distribuição da Amostra Habilitação Unidade/Modalidade Aprendizagem Qualificação Tecnólogo TOTAL Técnica Ítalo Bologna Observa-se que onde se aplica a pesquisa, necessário se faz atentar para um preenchimento mais completo dos questionários aplicados em todas as turmas, com o maior número de participantes, melhorar os cadastros de alunos junto ao SIGE, para que este tipo de pesquisa forneça informações valiosas e mais fidedignas, possibilitando possíveis e novas estratégias para o atendimento dos diferentes setores industriais do Estado de Goiás. Para os gráficos a seguir, os quesitos avaliados foram: I Avaliações do Curso: Assuntos abordados, Quantidade de aulas práticas e Quantidade aulas teóricas. II Organização e Infraestrutura: Local de realziação do curso, Duração do curso, Organização das salas de aula/oficinas e Iluminação das salas de aula/oficinas. 5

6 III Instrutores e Docentes: Conhecimento dos assuntos tratados, Facilidade para explicar os assuntos tratados, Orientação e esclarecimento de dúvidas e Respeito aos horários estabelecidos. IV Recursos Didáticos: Quantidade do material de instrução, Impressão e clareza do material de instrução e Atualização do material de instrução. V Atendimento ao aluno: Atendimento da cantina, Atendimento da secretaria, Atendimento da biblioteca e Orientação e assistência aos alunos. VI Máquinas e Equipamentos: Atualização das máquinas e equipamentos, Quantidade de máquinas e equipamentos e Condições de uso de máquinas e equipamentos. VII Qual é o seu nível de satisfação com o SENAI? 6

7 RESULTADOS TOTAIS FATEC ÍTALO BOLOGNA Gráfico I - Avaliação dos cursos por modalidade feita pelos egressos quanto à assuntos abordados, quantidade de aulas práticas e aulas teóricas. Gráfico II Avaliação da organização e infraestrutura das salas de aulas e oficinas, tempo de duração do curso e iluminação de ambientes na Unidade. 7

8 Gráfico lll Avaliação dos Instrutores e Docentes da Unidade quanto ao conhecimento, domínio e facilidade para tratar dos assuntos dos cursos, bem como o respeito aos horários estabelecidos. Gráfico IV Avaliação dos Recursos Instrucionais, livros, apostilas e cadernos de exercícios, nos quesitos qualidade, quantidade, atualização e clareza do material. 8

9 Gráfico V A avaliação dos egressos quanto ao atendimento prestado pela cantina, secretaria, biblioteca, atendimento e assistência aos alunos. Gráfico VI Avaliação do Equipamento utilizado, qualidade, quantidade e condições de uso dos mesmos na Unidade. 9

10 Gráfico VII - Avaliação do nível de satisfação dos egressos com o atendimento e resultado dos cursos da Unidade. INDICADOR LABORABILIDADE Aprendizagem Qualificação Habilit. Téc. Tecnólogo Total Taxa de ocupação no mercado de trabalho 13,9% 38,3% 76,8% 76,0% 43,0% Nível de desemprego na área de formação 13,9% 28,8% 3,9% 12,0% 24,4% Taxa de inserção na área de formação 13,8% 15,5% 69,4% 76,0% 23,8% Taxa de inserção no setor industrial 6,9% 21,5% 68,0% 72,0% 28,1% Taxa de inserção no setor formal de trabalho 2,8% 15,6% 58,6% 60,0% 21,7% INDICADOR PROMOÇÃO SÓCIO-PROFISSIONAL Aprendizagem Qualificação Habilit. Téc. Tecnólogo Total Taxa de incremento da renda (Salarios Mínimos) 0,83 2,32 5,28 6,83 3,18 INDICADOR SATISFAÇÃO DO EGRESSOS Aprendizagem Qualificação Habilit. Téc. Tecnólogo Total Conteúdo 8,8 9,0 8,7 8,0 9,0 Organização/Infra-estrutura 8,8 9,0 8,8 8,6 8,9 Instrutor/Docente 8,8 9,2 8,9 7,9 9,1 Recursos Instrucionais 8,4 8,6 8,5 7,7 8,5 Atendimento aos clientes 7,9 8,5 8,1 7,2 8,4 Máquinas e Equipamentos 9,0 8,6 8,5 7,3 8,6 Nota média de satisfação com o SENAI 6,4 9,2 8,6 7,5 8,9 Taxa de fidelização com o SENAI 61,1% 77,7% 66,5% 40,0% 74,7% INDICADOR VISIBILIDADE DA MARCA SENAI Aprendizagem Qualificação Habilit. Téc. Tecnólogo Total Taxa de estudantes recomendados por empresas 19,5% 28,5% 24,8% 15,4% 27,1% 10

11 COMPARATIVO DOS RESULTADOS OBTIDOS NOS ANOS 2007/2008/2009 PESQUISA SAPES 1ª ETAPA - Alunos Concluintes Nos gráficos a seguir, foram tratadas as seguintes dimensões: I Avaliações do Conteúdo: Assuntos abordados, Quantidade de aulas práticas e Quantidade aulas teóricas. II Avaliações da Organização e Infraestrutura: Local de realização do curso, Duração do curso, Organização das salas de aula/oficinas e Iluminação das salas de aula/oficinas. III Avaliações de Instrutores e Docentes: Conhecimento dos assuntos tratados, Facilidade para explicar os assuntos tratados, Orientação e esclarecimento de dúvidas e Respeito aos horários estabelecidos. IV Avaliações dos Recursos Didáticos: Quantidade do material de instrução, Impressão e clareza do material de instrução e Atualização do material de instrução. V Avaliações do Atendimento ao Cliente: Atendimento da cantina, Atendimento da secretaria, Atendimento da biblioteca e Orientação e assistência aos alunos. VI Avaliações de Máquinas e Equipamentos: Atualização das máquinas e equipamentos, Quantidade de máquinas e equipamentos e Condições de uso de máquinas e equipamentos. VII Avaliações do Nível de Satisfação dos Alunos: Nível de satisfação do atendimento recebido pelos alunos. 11

12 RESULTADOS TOTAIS DA FATEC ÍTALO BOLOGNA 12

13 CONCLUSÕES O SAPES representa uma preciosa ferramenta para acompanhamento dos egressos da FATECIB, pois a partir dos resultados, a IES tem condições de avaliar a qualidade dos serviços educacionais prestados, bem como a absorção dos seus ex-alunos pelo mercado de trabalho e o grau de satisfação das empresas com os profissionais egressos da Instituição. Essa pesquisa também vem ao encontro da Auto-avaliação institucional, complementando o trabalho de auto-avaliação realizado anualmente pela Comissão Própria de Avaliação. Há que se ressaltar a melhoria dos resultados alcançados pela IES ao longo dos anos, o que reforça o trabalho realizado pela Intituição para o aprimoramento dos serviços prestados a partir da identificação dos pontos fortes e fracos da avaliação. 13

RELATÓRIO GERAL PESQUISA SAPES. Alunos Concluintes 2008 Alunos Egressos de 2009 Pesquisa Empresa SENAI Departamento Regional de Goiás

RELATÓRIO GERAL PESQUISA SAPES. Alunos Concluintes 2008 Alunos Egressos de 2009 Pesquisa Empresa SENAI Departamento Regional de Goiás RELATÓRIO GERAL PESQUISA SAPES Alunos Concluintes 2008 Alunos Egressos de 2009 Pesquisa Empresa 2010 SENAI Departamento Regional de Goiás Apresentação da pesquisa O que é? É um processo de avaliação, com

Leia mais

O que o SAEP avalia? Avaliar apenas uma dessas dimensões é tomar a realidade de forma parcial. Aprendizagem. Currículo. Institucional.

O que o SAEP avalia? Avaliar apenas uma dessas dimensões é tomar a realidade de forma parcial. Aprendizagem. Currículo. Institucional. Aprendizagem (sala de aula) O que o SAEP avalia? Currículo Perfil profissional Institucional Gestão Sistema educacional Avaliar apenas uma dessas dimensões é tomar a realidade de forma parcial Avaliação

Leia mais

Síntese da Avaliação. WebSAI Etec de Carapicuíba

Síntese da Avaliação. WebSAI Etec de Carapicuíba da Avaliação WebSAI 2012 Etec de Carapicuíba 144 Carapicuíba A avaliação desta unidade foi o resultado da pesquisa WebSAI, realizada em novembro de 2012, envolvendo as comunidades escolares, dados institucionais

Leia mais

INSTITUTO FLORENCE DE ENSINO DIRETORIA ACADÊMICA COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO - CPA

INSTITUTO FLORENCE DE ENSINO DIRETORIA ACADÊMICA COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO - CPA INSTITUTO FLORENCE DE ENSINO DIRETORIA ACADÊMICA COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO - CPA RELATÓRIO FINAL DE AVALIAÇÃO DOCENTE SÃO LUÍS 2012 1. INTRODUÇÃO O Plano de Desenvolvimento Institucional PDI do Instituto

Leia mais

Síntese da Avaliação. WebSAI Etec de São Paulo

Síntese da Avaliação. WebSAI Etec de São Paulo da Avaliação WebSAI 2012 Etec de São Paulo 18 São Paulo A avaliação desta unidade foi o resultado da pesquisa WebSAI, realizada em novembro de 2012, envolvendo as comunidades escolares, dados institucionais

Leia mais

AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL DA UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA

AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL DA UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA COORDENADORIA DE AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL COAI COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO CPA AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL DA UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA PARTE I O DISCENTE AVALIA AS AÇÕES DO CURSO Prezado(a)

Leia mais

Síntese da Avaliação. WebSAI Etec Francisco Garcia - Mococa

Síntese da Avaliação. WebSAI Etec Francisco Garcia - Mococa da Avaliação WebSAI 2012 Etec Francisco Garcia - Mococa 60 Mococa A avaliação desta unidade foi o resultado da pesquisa WebSAI, realizada em novembro de 2012, envolvendo as comunidades escolares, dados

Leia mais

Síntese da Avaliação. WebSAI Etec Jacinto Ferreira de Sá - Ourinhos

Síntese da Avaliação. WebSAI Etec Jacinto Ferreira de Sá - Ourinhos da Avaliação WebSAI 2012 Etec Jacinto Ferreira de Sá - Ourinhos 66 Ourinhos A avaliação desta unidade foi o resultado da pesquisa WebSAI, realizada em novembro de 2012, envolvendo as comunidades escolares,

Leia mais

AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL DA UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA

AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL DA UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA COORDENADORIA DE AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL COAI COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO CPA AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL DA UNIVERSIDADE DO ESTADO DE SANTA CATARINA PARTE I O DOCENTE AVALIA AS AÇÕES DO CURSO Prezado(a)

Leia mais

PLANO DE AÇÃO

PLANO DE AÇÃO INSTITUTO FLORENCE DE ENSINO SUPERIOR COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO PLANO DE AÇÃO 2016-207 São Luís 2016 1 INTRODUÇÃO O plano de ações da CPA define os rumos dos trabalhos que serão desenvolvidas pela

Leia mais

RELATÓRIO DE ATIVIDADES EXECUTADAS PELA CPA- Ano: 2011

RELATÓRIO DE ATIVIDADES EXECUTADAS PELA CPA- Ano: 2011 COMISSÃO PROPRIA DE AVALIAÇÃO RELATÓRIO DE ATIVIDADES EXECUTADAS PELA CPA- Ano: 2011 São Luis- MA 2011 1 RELATÓRIO DE ATIVIDADES EXECUTADAS PELA CPA - 2011 Programa de sensibilização de discente, coordenadores

Leia mais

Oficina de Apropriação de Resultados de Matemática. Paebes 2013

Oficina de Apropriação de Resultados de Matemática. Paebes 2013 Oficina de Apropriação de Resultados de Matemática Paebes 2013 Paebes 2013 Conhecendo o outro.. Expectativas... Paebes 2013 OBJETIVOS DA OFICINA Objetivo geral: Analisar e interpretar resultados da avaliação

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES

MANUAL DE INSTRUÇÕES MANUAL DE INSTRUÇÕES 2014 / 1 1. Sobre a Avaliação Institucional A LDB (Lei de Diretrizes e Bases 9394/96) consolidou como pilar essencial da educação superior, a necessidade dos processos de avaliação,

Leia mais

BOLETIM INFORMATIVO AUTOAVALIAÇÃO INSTITUCIONAL 2010 FACULDADE DE CIÊNCIAS ADMINISTRATIVAS E CONTÁBEIS DE ITABIRA FACCI

BOLETIM INFORMATIVO AUTOAVALIAÇÃO INSTITUCIONAL 2010 FACULDADE DE CIÊNCIAS ADMINISTRATIVAS E CONTÁBEIS DE ITABIRA FACCI BOLETIM INFORMATIVO AUTOAVALIAÇÃO INSTITUCIONAL 2010 FACULDADE DE CIÊNCIAS ADMINISTRATIVAS E CONTÁBEIS DE ITABIRA FACCI 1. Apresentação A FACCI aplicou, entre agosto e setembro de 2010, uma pesquisa de

Leia mais

O Sistema de Avaliação da Educação Superior no Brasil

O Sistema de Avaliação da Educação Superior no Brasil O Sistema de Avaliação da Educação Superior no Brasil Jacqueline Moreno Theodoro Silva Outubro/2016 Avaliação Educacional Avaliar é o ato de atribuir valor ou mérito a alguma coisa. Avaliação educacional:

Leia mais

PROGRAMA DE ACOMPANHAMENTO DE EGRESSOS (PAE)

PROGRAMA DE ACOMPANHAMENTO DE EGRESSOS (PAE) Faculdade de Balsas PROGRAMA DE ACOMPANHAMENTO DE EGRESSOS (PAE) (Aprovado pela Resolução COP 04/2010 de 15 de setembro de 2010) Mantenedora: Unibalsas Educacional Ltda Balsas MA 2010 PROGRAMA DE ACOMPANHAMENTO

Leia mais

Questões Nota % DE NOTAS 4 e 5

Questões Nota % DE NOTAS 4 e 5 O conhecimento adquirido no curso com relação às suas necessidades profissionais (as suas necessidades profissionais foram atendidas com o conhecimento adquirido? Pontue de 1 a 5) 1 - Um - Fraco - 12 (2.19%)

Leia mais

NÚCLEO DE ATENDIMENTO AO DISCENTE - NAD

NÚCLEO DE ATENDIMENTO AO DISCENTE - NAD FACULDADE DE TECNOLOGICA SENAI ÍTALO BOLOGNA - FATECIB NÚCLEO DE ATENDIMENTO AO DISCENTE - NAD (APOIO AO DISCENTE E DOCENTE) Goiânia, Maio de 2010. EQUIPE DE ELABORAÇÃO: Elizete Lucilana Soares Liliane

Leia mais

Conversatorio Internacional. La educación tecnológica en Brasil

Conversatorio Internacional. La educación tecnológica en Brasil Conversatorio Internacional "Mitos y verdades sobre la acreditación en la Educación Superior" La educación tecnológica en Brasil Prof. Dr. Rolando V. Vallejos Brasil seguindo o caminho de desenvolvimento

Leia mais

PROGRAMA DE AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL PAI 2012

PROGRAMA DE AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL PAI 2012 FACULDADE AMADEUS PROGRAMA DE AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL PAI 2012 ORGANIZAÇÃO: COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO DA FACULDADE AMADEUS - CPA REPRESENTANTES Presidente: Eduardo de Andrade Gonçalves Vice-presidente:

Leia mais

RELATÓRIO GERENCIAL AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO DOCENTE, CURSO E COORDENADOR DE CURSO GRADUAÇÃO PRESENCIAL REGIME QUADRIMESTRAL

RELATÓRIO GERENCIAL AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO DOCENTE, CURSO E COORDENADOR DE CURSO GRADUAÇÃO PRESENCIAL REGIME QUADRIMESTRAL RELATÓRIO GERENCIAL AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO DOCENTE, CURSO E COORDENADOR DE CURSO GRADUAÇÃO PRESENCIAL REGIME QUADRIMESTRAL MÓDULO B 2015 CENTRO UNIVERSITÁRIO INTERNACIONAL UNINTER COMISSÃO PRÓPRIA DE

Leia mais

RELATÓRIO DE AUTOAVALIAÇÃO INSTITUCIONAL SATISFAÇÃO DISCENTE

RELATÓRIO DE AUTOAVALIAÇÃO INSTITUCIONAL SATISFAÇÃO DISCENTE RELATÓRIO DE AUTOAVALIAÇÃO INSTITUCIONAL SATISFAÇÃO DISCENTE 2014.1 A presente pesquisa pretendeu verificar quais os atributos que influenciam a lealdade e a propensão à permanência de alunos de cursos

Leia mais

INSTITUTO NACIONAL DE TELECOMUNICAÇÕES

INSTITUTO NACIONAL DE TELECOMUNICAÇÕES INSTITUTO NACIONAL DE TELECOMUNICAÇÕES AVALIAÇÃO DO DESEMPENHO DOCENTE DE MONITORES EM DISCIPLINA QUESTIONÁRIO DO(A) ALUNO(A) DISCIPLINA: CURSO: MONITOR(A): PERÍODO DE REFERÊNCIA: INSTRUÇÃO Prezado(a)

Leia mais

Administração Central Unidade de Ensino Médio e Técnico CETEC. Plano de Trabalho Docente Qualificação: Técnico de Enfermagem

Administração Central Unidade de Ensino Médio e Técnico CETEC. Plano de Trabalho Docente Qualificação: Técnico de Enfermagem Plano de Trabalho Docente 2013 ETE Paulino Botelho Ensino Técnico Código: 091 Município:São Carlos Eixo Tecnológico: Ambiente, Saúde e Segurança Habilitação Profissional: Técnico de Enfermagem Qualificação:

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO UNINTER Portaria do MEC 688, de 25 de maio de 2012.

CENTRO UNIVERSITÁRIO UNINTER Portaria do MEC 688, de 25 de maio de 2012. CENTRO UNIVERSITÁRIO UNINTER Portaria do MEC 688, de 25 de maio de 2012. PLANO DE AÇÃO E MELHORIAS CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM GESTÃO AMBIENTAL MODALIDADE A DISTÂNCIA CURITIBA 2015 1 Plano de de Melhorias

Leia mais

Programa de Formação de Coordenadores de Curso

Programa de Formação de Coordenadores de Curso Programa de Formação de Coordenadores de Curso Coordenação de Avaliação Pró-reitoria de Planejamento, Desenvolvimento e Avaliação Universidade Federal do Pampa Instituído pela Lei 10.861 de 14 de Abril

Leia mais

FACULDADE HORIZONTINA - FAHOR PAE - PROGRAMA DE ACOMPANHAMENTO DE EGRESSOS

FACULDADE HORIZONTINA - FAHOR PAE - PROGRAMA DE ACOMPANHAMENTO DE EGRESSOS FACULDADE HORIZONTINA - FAHOR PAE - PROGRAMA DE ACOMPANHAMENTO DE EGRESSOS HORIZONTINA - RS 2011 PAE Programa de Acompanhamento de Egressos I HISTÓRICO Desde 2006, ano em que formou a sua primeira turma,

Leia mais

APRESENTAÇÃO DOS RESULTADOS DA AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL

APRESENTAÇÃO DOS RESULTADOS DA AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL APRESENTAÇÃO DOS RESULTADOS DA AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL 2009.1 CORPO DOCENTE 2009.1 Auto-avaliação docente - 2009.1 Pontualidade no início e término das aulas 14,29% 28,57% Compatibilidade

Leia mais

[1] O Plano de Desenvolvimento Institucional (PDI) da Faculdade 7.56% 3.57% 32.67% 35.81% 20.40%

[1] O Plano de Desenvolvimento Institucional (PDI) da Faculdade 7.56% 3.57% 32.67% 35.81% 20.40% GERAL Save as PDF Dimensão 1.1 - MISSÃO E PLANO DE DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL (PDI) [1] O Plano de Desenvolvimento Institucional (PDI) da Faculdade 7.56% 3.57% 32.67% 35.81% 20.40% [2] A missão da Instituição

Leia mais

Universidade Federal do Piauí. Pró-Reitoria de Planejamento e Orçamento Diretoria de Informação e Avaliação Institucional

Universidade Federal do Piauí. Pró-Reitoria de Planejamento e Orçamento Diretoria de Informação e Avaliação Institucional Universidade Federal do Piauí Pró-Reitoria de Planejamento e Orçamento Diretoria de Informação e Avaliação Institucional ABRIL/2011 FUNDAMENTOS LEGAIS DA EDUCAÇÃO SUPERIOR Constituição Federal (art. 205-214)

Leia mais

RELATÓRIO AVALIAÇÃO PÓS-GRADUAÇÃO

RELATÓRIO AVALIAÇÃO PÓS-GRADUAÇÃO RELATÓRIO AVALIAÇÃO PÓS-GRADUAÇÃO Em 2016, foram oferecidos os seguintes cursos de Pós-graduação: Engenharia de Segurança no Trabalho; Engenharia de Softwares: ênfase Web; Gestão Ambiental; Psicopedagogia

Leia mais

APÊNDICE A Questionários Aplicados

APÊNDICE A Questionários Aplicados APÊNDICE A Questionários Aplicados CPA Comissão Própria de Avaliação 60 INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE SÃO PAULO CAMPUS SERTÃOZINHO COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO CPA AUTOAVALIAÇÃO

Leia mais

ASSOCIAÇÃO EDUCACIONAL DE ENSINO SUPERIOR UNIÃO DAS FACULDADES DOS GRANDES LAGOS RELATÓRIO GERAL RESPOSTA DE ALUNOS DA I.E.S. 1º SEMESTRE DE 2016

ASSOCIAÇÃO EDUCACIONAL DE ENSINO SUPERIOR UNIÃO DAS FACULDADES DOS GRANDES LAGOS RELATÓRIO GERAL RESPOSTA DE ALUNOS DA I.E.S. 1º SEMESTRE DE 2016 ASSOCIAÇÃO EDUCACIONAL DE ENSINO SUPERIOR UNIÃO DAS FACULDADES DOS GRANDES LAGOS RELATÓRIO GERAL RESPOSTA DE ALUNOS DA I.E.S. 1º SEMESTRE DE 2016 1.1 Organização Institucional Q1 Cumprimento da missão

Leia mais

Resolução CCCC nº 006/2015. Regulamenta o Programa de Acompanhamento de Egresso (PAE) do Curso de Graduação em Ciências Contábeis.

Resolução CCCC nº 006/2015. Regulamenta o Programa de Acompanhamento de Egresso (PAE) do Curso de Graduação em Ciências Contábeis. UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CENTRO DE CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS COORDENAÇÃO DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS CONTÁBEIS COLEGIADO DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS CONTÁBEIS Resolução CCCC nº 006/2015

Leia mais

PLANO DE DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL (PDI) ALINHAMENTO INICIAL Instituto Federal de Rondônia (IFRO) STEINBEIS-SIBE do Brasil

PLANO DE DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL (PDI) ALINHAMENTO INICIAL Instituto Federal de Rondônia (IFRO) STEINBEIS-SIBE do Brasil PLANO DE DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL (PDI) ALINHAMENTO INICIAL Instituto Federal de Rondônia (IFRO) STEINBEIS-SIBE do Brasil Objetivo Objetivo: Apresentação da proposta de elaboração/revisão do Plano

Leia mais

O QUE É O ENADE? Profa. Me. Karen Fernanda Bortoloti

O QUE É O ENADE? Profa. Me. Karen Fernanda Bortoloti O QUE É O ENADE? Profa. Me. Karen Fernanda Bortoloti 1 http://www.bahianoticias.com.br O QUE É O ENADE? 2 ENADE Exame Nacional de Desempenho de Estudantes. Integra o Sinaes - Sistema Nacional de Avaliação

Leia mais

RELATÓRIO DE INDICADORES ANUAL 2013

RELATÓRIO DE INDICADORES ANUAL 2013 RELATÓRIO DE INDICADORES ANUAL 2013 Pacajus 2014 ABERTURA O IEP- Instituto de Educação Portal apresenta nesse relatório os principais indicadores de resultados na área educacional e financeira no ano de

Leia mais

Relatório da Avaliação de Reação. Curso Gestão Integrada de Recursos

Relatório da Avaliação de Reação. Curso Gestão Integrada de Recursos Relatório da Avaliação de Reação Curso Gestão Integrada de Recursos Brasília-DF, 28 a 30 de junho de 2005 Relatório da Avaliação de Reação Curso Gestão Integrada de Recursos (atividade desenvolvida no

Leia mais

Visualização Completa do Questionários

Visualização Completa do Questionários Visualização Completa do Questionários Informações do Questionário Programa Autoavaliação Institucional UFSM 2016 Questionário Questões Gerais Descrição do Programa A ção do instrumento de autoavaliação

Leia mais

CONFIRA ALGUNS RESULTADOS OBTIDOS PELA CPA

CONFIRA ALGUNS RESULTADOS OBTIDOS PELA CPA CONFIRA ALGUNS RESULTADOS OBTIDOS PELA CPA A Avaliação Institucional, além de exigida pelo Ministério da Educação (MEC) para todas as Instituições de Ensino Superior brasileiras, é uma forma de os estudantes

Leia mais

Regulamento do Programa de Avaliação Acadêmica-Institucional

Regulamento do Programa de Avaliação Acadêmica-Institucional Regulamento do Programa de Avaliação Acadêmica-Institucional I AVALIAÇÃO E ACOMPANHAMENTO DO DESEMPENHO INSTITUCIONAL 1.1 Natureza A avaliação institucional da Faculdade Moraes Júnior Mackenzie Rio FMJ

Leia mais

Plano de Trabalho Docente Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2014 Ensino Técnico Etec:Paulino Botelho Código: 091 Município: SÃO CARLOS Eixo Tecnológico: AMBIENTE E SAÚDE Habilitação Profissional: TÉCNICO EM ENFERMAGEM Qualificação:TÉCNICO

Leia mais

CENSO ESCOLAR - EDUCACENSO

CENSO ESCOLAR - EDUCACENSO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS ANÍSIO TEIXEIRA DIRETORIA DE ESTATÍSTICAS EDUCACIONAIS COORDENAÇÃO GERAL DO CENSO ESCOLAR DA EDUCAÇÃO BÁSICA CENSO ESCOLAR

Leia mais

Cadernos de Avaliação Institucional

Cadernos de Avaliação Institucional CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DE MINAS GERAIS DIRETORIA DE GRADUAÇÃO COMISSÃO PERMANENTE DE AVALIAÇÃO - CPA Cadernos de Avaliação Institucional Administração Resultado da Avaliação do Curso Corpo

Leia mais

RELATÓRIO GERENCIAL AVALIAÇÃO DA INFRAESTRUTURA FÍSICA E TECNOLÓGICA

RELATÓRIO GERENCIAL AVALIAÇÃO DA INFRAESTRUTURA FÍSICA E TECNOLÓGICA RELATÓRIO GERENCIAL AVALIAÇÃO DA INFRAESTRUTURA FÍSICA E TECNOLÓGICA GRADUAÇÃO PRESENCIAL 2015 CENTRO UNIVERSITÁRIO INTERNACIONAL UNINTER COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO CPA RELATÓRIO GERENCIAL DA AVALIAÇÃO

Leia mais

Recursos no Processo Civil

Recursos no Processo Civil Recursos no Processo Civil Indicador: pesquisa de satisfação do usuário dos grupos de estudos Periodicidade: por atividade de pesquisa Método de cálculo: formulário disponibilizado para os participantes

Leia mais

Relatório da IES ENADE 2012 EXAME NACIONAL DE DESEMEPNHO DOS ESTUDANTES PITANGA UNIVERSIDADE ESTADUAL DO CENTRO OESTE

Relatório da IES ENADE 2012 EXAME NACIONAL DE DESEMEPNHO DOS ESTUDANTES PITANGA UNIVERSIDADE ESTADUAL DO CENTRO OESTE Relatório da IES ENADE 2012 EXAME NACIONAL DE DESEMEPNHO DOS ESTUDANTES PITANGA UNIVERSIDADE ESTADUAL DO CENTRO OESTE Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais G O V E R N O F E D E R A L

Leia mais

RELATÓRIO DE AVALIAÇÃO DO CURSO DE BACHARELADO EM ENGENHARIA CIVIL DA UEPG SINAES ENADE 2011

RELATÓRIO DE AVALIAÇÃO DO CURSO DE BACHARELADO EM ENGENHARIA CIVIL DA UEPG SINAES ENADE 2011 RELATÓRIO DE AVALIAÇÃO DO CURSO DE BACHARELADO EM ENGENHARIA CIVIL DA UEPG SINAES ENADE 2011 Ponta Grossa 2013 REITORIA Reitor João Carlos Gomes Vice-Reitor Carlos Luciano Sant Ana Vargas PRÓ-REITORIA

Leia mais

EXAME NACIONAL DE DESEMPENHO DO ESTUDANTES - ENADE. Professora Dra. Mary Ângela Teixeira Brandalise Presidente da Comissão Própria de Avaliação

EXAME NACIONAL DE DESEMPENHO DO ESTUDANTES - ENADE. Professora Dra. Mary Ângela Teixeira Brandalise Presidente da Comissão Própria de Avaliação EXAME NACIONAL DE DESEMPENHO DO ESTUDANTES - ENADE Professora Dra. Mary Ângela Teixeira Brandalise Presidente da Comissão Própria de Avaliação 1 O que é o ENADE? ENADE é o Exame Nacional de Desempenho

Leia mais

Relatório da IES ENADE 2012 EXAME NACIONAL DE DESEMEPNHO DOS ESTUDANTES CHOPINZINHO UNIVERSIDADE ESTADUAL DO CENTRO OESTE

Relatório da IES ENADE 2012 EXAME NACIONAL DE DESEMEPNHO DOS ESTUDANTES CHOPINZINHO UNIVERSIDADE ESTADUAL DO CENTRO OESTE Relatório da IES ENADE 2012 EXAME NACIONAL DE DESEMEPNHO DOS ESTUDANTES CHOPINZINHO UNIVERSIDADE ESTADUAL DO CENTRO OESTE Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais G O V E R N O F E D E R

Leia mais

ORIENTAÇÕES PARA ELABORAÇÃO PDI: Documento elaborado pela Equipe de Assessoria da Pró-reitoria de Planejamento da UEMA

ORIENTAÇÕES PARA ELABORAÇÃO PDI: Documento elaborado pela Equipe de Assessoria da Pró-reitoria de Planejamento da UEMA ORIENTAÇÕES PARA ELABORAÇÃO PDI: Documento elaborado pela Equipe de Assessoria da Pró-reitoria de Planejamento da UEMA Agosto de 2015 INTRODUÇÃO O Ministério de Educação (MEC) através do Sistema Nacional

Leia mais

O CAEd está organizado em cinco unidades:

O CAEd está organizado em cinco unidades: O Centro de Políticas Públicas e Avaliação da Educação (CAEd), da Universidade Federal de Juiz de Fora, é uma instituição que operacionaliza (elabora e desenvolve) programas estaduais e municipais destinados

Leia mais

Relatório da IES ENADE 2012 EXAME NACIONAL DE DESEMEPNHO DOS ESTUDANTES FLORIANÓPOLIS UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA

Relatório da IES ENADE 2012 EXAME NACIONAL DE DESEMEPNHO DOS ESTUDANTES FLORIANÓPOLIS UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA Relatório da IES ENADE 2012 EXAME NACIONAL DE DESEMEPNHO DOS ESTUDANTES FLORIANÓPOLIS UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais G O V E R N O F E D E

Leia mais

Relatório da CPA (Comissão Própria de Avaliação) da Pesquisa com os Estudantes do curso superior de Tecnologia em Logística

Relatório da CPA (Comissão Própria de Avaliação) da Pesquisa com os Estudantes do curso superior de Tecnologia em Logística Relatório da CPA (Comissão Própria de Avaliação) da Pesquisa com os Estudantes do curso superior de Tecnologia em Logística A presente pesquisa foi realizada em março de 2013, tendo como universo 470 discentes.

Leia mais

Plano de Trabalho Docente Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2014 Etec Ensino Técnico ETEC: PROFESSOR MASSUYUKI KAWANO Código: 136 Município: TUPÃ-SP Eixo Tecnológico: GESTÃO E NEGÓCIOS Habilitação Profissional: Técnica de Nível Médio em

Leia mais

POR DENTRO DO ENADE. Procuradoria Educacional Institucional Pró-Reitoria de Ensino IFG

POR DENTRO DO ENADE. Procuradoria Educacional Institucional Pró-Reitoria de Ensino IFG POR DENTRO DO ENADE Procuradoria Educacional Institucional Pró-Reitoria de Ensino IFG O QUE É O ENADE? O Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (ENADE) é um dos instrumentos de avaliação institucional

Leia mais

AEMS-ASSOCIAÇÃO DE ENSINO E CULTURA DE MS FACULDADES INTEGRADAS DE TRÊS LAGOAS RELATÓRIO GERAL RESPOSTA DE ALUNOS DA I.E.S. 2º SEMESTRE DE 2015

AEMS-ASSOCIAÇÃO DE ENSINO E CULTURA DE MS FACULDADES INTEGRADAS DE TRÊS LAGOAS RELATÓRIO GERAL RESPOSTA DE ALUNOS DA I.E.S. 2º SEMESTRE DE 2015 AEMS-ASSOCIAÇÃO DE ENSINO E CULTURA DE MS FACULDADES INTEGRADAS DE TRÊS LAGOAS RELATÓRIO GERAL RESPOSTA DE ALUNOS DA I.E.S. 2º SEMESTRE DE 2015 1.1 Organização Institucional Q1 Cumprimento da missão das

Leia mais

Por que a qualidade importa nos cursos on-line e semipresenciais

Por que a qualidade importa nos cursos on-line e semipresenciais Por que a qualidade importa nos cursos on-line e semipresenciais Dra. Linda Crawford Diretora de Garantia de Qualidade Laureate Network Office 2016 Laureate International Universities Confidencial & Registrado

Leia mais

O vínculo entre formação e emprego: experiências e desafios. Eládio Prado Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial - Senac

O vínculo entre formação e emprego: experiências e desafios. Eládio Prado Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial - Senac O vínculo entre formação e emprego: experiências e desafios Eládio Prado Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial - Senac Criado em 1946, por meio do decreto-lei 8621, o Senac - Serviço Nacional de Aprendizagem

Leia mais

FACULDADES PROMOVE DE SETE LAGOAS. Manual do Egresso

FACULDADES PROMOVE DE SETE LAGOAS. Manual do Egresso FACULDADES PROMOVE DE SETE LAGOAS Manual do Egresso Sete Lagoas 2012 PROGRAMA DE RELACIONAMENTO COM EX-ALUNOS FACULDADES PROMOVE DE SETE LAGOAS O Programa de Relacionamento com Ex-alunos das Faculdades

Leia mais

ENADE 2010 ENADE. Relatório da IES EXAME NACIONAL DE DESEMPENHO DE ESTUDANTES

ENADE 2010 ENADE. Relatório da IES EXAME NACIONAL DE DESEMPENHO DE ESTUDANTES ENADE EXAME NACIONAL DE DESEMPENHO DE ESTUDANTES ENADE 2010 Relatório da IES INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO NORTE NATAL G Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas

Leia mais

AUTOAVALIAÇÃO 2015 INFRAESTRUTURA E SERVIÇOS. Não acessaram. concluíram. Discentes ,3% Docentes ,2%

AUTOAVALIAÇÃO 2015 INFRAESTRUTURA E SERVIÇOS. Não acessaram. concluíram. Discentes ,3% Docentes ,2% AUTOAVALIAÇÃO 205 INFRAESTRUTURA E SERVIÇOS ) PARTICIPAÇÃO Aptos Não Não Concluíram % de acessaram concluíram concluintes 2.050 23 75.852 90,3% 7 7 5 95 8,2% 7 9 3 49 69,0% 2) INFRAESTRUTURA GERAL E SERVIÇOS

Leia mais

Apresentação de Resultados CAF

Apresentação de Resultados CAF Apresentação de Resultados CAF Sumário Introdução Ponto de situação do projeto Fases do Projeto Resultados CAF Modelo CAF Resultados da(s) Grelha(s) de Autoavaliação Resultados dos questionários Plano

Leia mais

ENADE / O Enade integra o Sinaes, juntamente com a Avaliação Institucional e a Avaliação dos Cursos de Graduação.

ENADE / O Enade integra o Sinaes, juntamente com a Avaliação Institucional e a Avaliação dos Cursos de Graduação. ENADE / 2011 O Enade integra o Sinaes, juntamente com a Avaliação Institucional e a Avaliação dos Cursos de Graduação. ENADE É um instrumento de avaliação, cujos resultados produzirão dados para o debate

Leia mais

E I X O S

E I X O S 0011 0010 1010 1101 0001 0100 1011 5 E I X O S 10 dimensões 5 eixos 8- Planejamento e Avaliação. 1- Missão e Plano de Desenvolvimento Institucional. 0011 3- Responsabilidade 0010 1010 1101 Social 0001

Leia mais

Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial Departamento Regional de São Paulo

Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial Departamento Regional de São Paulo Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial Departamento Regional de São Paulo Formação Inicial e Continuada (Decreto Federal nº 5154/04 e Lei Federal nº 11741/08) PLANO DE CURSO Eixo Tecnológico: Controle

Leia mais

Relatório da CPA (Comissão Própria de Avaliação) da Pesquisa com os Estudantes do curso de Odontologia

Relatório da CPA (Comissão Própria de Avaliação) da Pesquisa com os Estudantes do curso de Odontologia Relatório da CPA (Comissão Própria de Avaliação) da Pesquisa com os Estudantes do curso de Odontologia A presente pesquisa foi realizada em março de 2013, no campus Duque de Caxias, tendo como universo

Leia mais

Edital PRG/Santander Universidades: Santander e-grad. Edição 2017/2018. I. Da Caracterização do Edital PRG/Santander Universidades: Santander e-grad

Edital PRG/Santander Universidades: Santander e-grad. Edição 2017/2018. I. Da Caracterização do Edital PRG/Santander Universidades: Santander e-grad Edital PRG/Santander Universidades: Santander e-grad Edição 2017/2018 DISPÕE SOBRE O PROGRAMA SANTANDER UNIVERSIDADES-USP, EDIÇÃO 2017/2018, SOB A GESTÃO ACADÊMICA E ADMINISTRATIVA DA PRÓ- REITORIA DE

Leia mais

Relatório da CPA (Comissão Própria de Avaliação) da Pesquisa com os Estudantes do curso superior de Engenharia de Petróleo e Gás

Relatório da CPA (Comissão Própria de Avaliação) da Pesquisa com os Estudantes do curso superior de Engenharia de Petróleo e Gás Relatório da CPA (Comissão Própria de Avaliação) da Pesquisa com os Estudantes do curso superior de Engenharia de Petróleo e Gás A presente pesquisa foi realizada em dezembro de 2010 na Unidade de Duque

Leia mais

ENADE 2010 ENADE. Relatório da IES EXAME NACIONAL DE DESEMPENHO DE ESTUDANTES UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS PELOTAS

ENADE 2010 ENADE. Relatório da IES EXAME NACIONAL DE DESEMPENHO DE ESTUDANTES UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS PELOTAS ENADE EXAME NACIONAL DE DESEMPENHO DE ESTUDANTES ENADE 2010 Relatório da IES UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS PELOTAS G Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais O V E R N O F E D E R A L PAÍS

Leia mais

Oficina de Apropriação de Resultados para Professores PAEBES Língua Portuguesa

Oficina de Apropriação de Resultados para Professores PAEBES Língua Portuguesa Oficina de Apropriação de Resultados para Professores PAEBES 2014 Língua Portuguesa Momentos de formação 1º Momento: Avaliação Externa e em Larga Escala. 2º Momento: Resultados. 2 1º Momento Avaliação

Leia mais

Questionário fechado, a ser aplicado aos discentes regulamente matriculado no curso. (Modelo CPA)

Questionário fechado, a ser aplicado aos discentes regulamente matriculado no curso. (Modelo CPA) Questionário fechado, a ser aplicado aos discentes regulamente matriculado no curso. (Modelo CPA) 1. A UFSCar definiu um perfil para o profissional/cidadão a ser formado em todos os seus cursos. A seguir

Leia mais

Comissão para estabelecer indicadores de avaliação de disciplinas feita por discentes

Comissão para estabelecer indicadores de avaliação de disciplinas feita por discentes Comissão para estabelecer indicadores de avaliação de disciplinas feita por discentes Marcelo Nicoletti Franchin (FE/B) Norma Sueli Pinheiro Módolo (FM/Bo) Maria Tercília V.A.Oliveira (IBILCE/SJRP) Antonio

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PARÁ

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PARÁ 1 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PARÁ RELATÓRIO DE AUTOAVALIAÇÃO DE 2016 DO CAMPUS BELÉM RELATÓRIO PARCIAL

Leia mais

CONSELHO DE CLASSE: O ANO TODO E AGORA EM ESPECIAL NO FINAL DO ANO LETIVO

CONSELHO DE CLASSE: O ANO TODO E AGORA EM ESPECIAL NO FINAL DO ANO LETIVO TEXTO 2 http://www.diaadiaeducacao.pr.gov.br/portals/pde/arquivos/2310-6.pdf acesso em http://pt.wikipedia.org/wiki/conselho_de_classe 09 de outubro de 2014 CONSELHO DE CLASSE: O ANO TODO E AGORA EM ESPECIAL

Leia mais

CURSO DE EDUCAÇÃO DE TRÂNSITO RELATÓRIO DE ATIVIDADES CONSOLIDADO

CURSO DE EDUCAÇÃO DE TRÂNSITO RELATÓRIO DE ATIVIDADES CONSOLIDADO CURSO DE EDUCAÇÃO DE TRÂNSITO RELATÓRIO DE ATIVIDADES CONSOLIDADO PORTO ALEGRE/RS Realização: 13 a 1 de outubro de 2010. RELATÓRIO CONSOLIDADO Página 1 de 28/12/2010 1. Dados gerais Município sede Porto

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE VOLTA REDONDA SECRETARIA MUNICIPAL DE PLANEJAMENTO DEPARTAMENTO DE ORÇAMENTO E CONTROLE PROGRAMA Nº- 108

PREFEITURA MUNICIPAL DE VOLTA REDONDA SECRETARIA MUNICIPAL DE PLANEJAMENTO DEPARTAMENTO DE ORÇAMENTO E CONTROLE PROGRAMA Nº- 108 PROGRAMA Nº- 108 AMPLIAÇÃO DO PROJETO VOLTA REDONDA CIDADE DA MÚSICA SUB-FUNÇÃO: 361 ENSINO FUNDAMENTAL Proporcionar aos alunos da Rede Pública Municipal de Volta Redonda atividades musicais diversas nos

Leia mais

Representante do corpo técnicoadministrativo. Comissão Gislei Amorim de Souza Rondon e Neiva Propodoski Representantes do corpo docente

Representante do corpo técnicoadministrativo. Comissão Gislei Amorim de Souza Rondon e Neiva Propodoski Representantes do corpo docente AVALIAÇÃO DAS INSTITUIÇÕES DE ENSINO SUPERIOR Gláucia Cristina Negreiros Silva Fonseca Representante do corpo técnicoadministrativo e Coordenadora da Comissão Gislei Amorim de Souza Rondon e Neiva Propodoski

Leia mais

Plano de Trabalho Docente Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2015 Ensino Técnico Etec Etec: PAULINO BOTELHO Código: 091 Município: SÃO CARLOS Eixo Tecnológico: Controle e Processos Industriais Habilitação Profissional: Técnico em Mecânica

Leia mais

Dimensão 3: Responsabilidade Social da Instituição de Ensino Superior

Dimensão 3: Responsabilidade Social da Instituição de Ensino Superior 72 73 No que concerne na autoavaliação para o ensino, pesquisa, a pós-graduação e a extensão, os dados apontam a satisfação para as questões da dimensão 2. Com exceção, do nível de formação dos alunos

Leia mais

Seminário sobre Emprego para Jovens Painel 3: Desenvolvimento e promoção de políticas, estratégias e serviços integrados

Seminário sobre Emprego para Jovens Painel 3: Desenvolvimento e promoção de políticas, estratégias e serviços integrados w w w. c a p l a b. o r g. p e Seminário sobre Emprego para Jovens Painel 3: Desenvolvimento e promoção de políticas, estratégias e serviços integrados Rio de Janeiro, 20 e 21 de maio de 2008 1 Objetivo

Leia mais

Limites e possibilidades de uma política pública de avaliação da educação profissional e tecnológica na perspectiva emancipatória

Limites e possibilidades de uma política pública de avaliação da educação profissional e tecnológica na perspectiva emancipatória Limites e possibilidades de uma política pública de avaliação da educação profissional e tecnológica na perspectiva emancipatória Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Brasília/DF, jun. 2015

Leia mais

RELATÓRIO DE AVALIAÇÃO DO CURSO DE BACHARELADO EM CIÊNCIAS ECONÔMICAS DA UEPG SINAES ENADE 2009

RELATÓRIO DE AVALIAÇÃO DO CURSO DE BACHARELADO EM CIÊNCIAS ECONÔMICAS DA UEPG SINAES ENADE 2009 RELATÓRIO DE AVALIAÇÃO DO CURSO DE BACHARELADO EM CIÊNCIAS ECONÔMICAS DA UEPG SINAES ENADE 2009 Ponta Grossa 2012 REITORIA Reitor João Carlos Gomes Vice-reitor Carlos Luciano Sant Ana Vargas PRÓ-REITORIA

Leia mais

RELATÓRIO DE AVALIAÇÃO DO CURSO DE LICENCIATURA EM ARTES VISUAIS DA UEPG SINAES ENADE 2011

RELATÓRIO DE AVALIAÇÃO DO CURSO DE LICENCIATURA EM ARTES VISUAIS DA UEPG SINAES ENADE 2011 RELATÓRIO DE AVALIAÇÃO DO CURSO DE LICENCIATURA EM ARTES VISUAIS DA UEPG SINAES ENADE 2011 Ponta Grossa 2013 REITORIA Reitor João Carlos Gomes Vice-Reitor Carlos Luciano Sant Ana Vargas PRÓ-REITORIA DE

Leia mais

Curso de Formação. Metas Curriculares de Português 1.º Ciclo (Turma Telões) (Data de início: 06/11/ Data de fim: 20/11/2014)

Curso de Formação. Metas Curriculares de Português 1.º Ciclo (Turma Telões) (Data de início: 06/11/ Data de fim: 20/11/2014) Curso de Formação Metas Curriculares de Português 1.º Ciclo (Turma Telões) (Data de início: 06/11/2014 - Data de fim: 20/11/2014) I - Autoavaliação (formandos) A- Motivação para a Frequência da Ação 1-

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 02/2014. A CÂMARA DE ENSINO DA FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO VALE DO SÃO FRANCISCO, no uso de suas atribuições legais e estatutárias e

RESOLUÇÃO Nº 02/2014. A CÂMARA DE ENSINO DA FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO VALE DO SÃO FRANCISCO, no uso de suas atribuições legais e estatutárias e RESOLUÇÃO Nº 02/2014 Estabelece normas e prazos para elaboração, reformulação e avaliação dos Projetos Pedagógicos dos Cursos de Graduação da Univasf. A DA FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO VALE DO SÃO

Leia mais

AUTO-AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL 2011

AUTO-AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL 2011 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO NORTE AUTO-AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL 2011 NATAL/RN MARÇO/2012

Leia mais

FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO ABC SUPERINTENDÊNCIA DE GESTÃO DE PESSOAS DIVISÃO DE CAPACITAÇÃO E QUALIFICAÇÃO

FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO ABC SUPERINTENDÊNCIA DE GESTÃO DE PESSOAS DIVISÃO DE CAPACITAÇÃO E QUALIFICAÇÃO AVALIAÇÃO DE REAÇÃO TREINAMENTO IN COMPANY v.14.10.2014 Curso: Relacionamento com os clientes Instrutor: Solange Aparecida Melo Garcia Lima Empresa: Integração Local: Campus Santo André Bloco B S. 407

Leia mais

Resultados da Pesquisa do Programa Internacional

Resultados da Pesquisa do Programa Internacional Resultados da Pesquisa do Programa Internacional Ano Acadêmico de / Conclusões Finais O resultado geral da pesquisa foi muito favorável, com apenas algumas áreas de melhoria. Porém, a equipe de liderança

Leia mais

Cadernos de Avaliação Institucional

Cadernos de Avaliação Institucional CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DE MINAS GERAIS DIRETORIA DE GRADUAÇÃO COMISSÃO PERMANENTE DE AVALIAÇÃO - CPA Cadernos de Avaliação Institucional Engenharia de Minas Araxá Resultado da Avaliação

Leia mais

RELATÓRIO GERAL AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL 2012

RELATÓRIO GERAL AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL 2012 RELATÓRIO GERAL AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL 2012 2012 Dados da Instituição FACULDADE DE CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS DO SUL DE MINAS - FACESM Código: 508 Faculdade privada sem fins lucrativos Estado: Minas Gerais

Leia mais

INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS ANÍSIO TEIXEIRA. Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes ENADE

INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS ANÍSIO TEIXEIRA. Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes ENADE INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS ANÍSIO TEIXEIRA DIRETORIA DE AVALIAÇÃO DA EDUCAÇÃO SUPERIOR Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes ENADE SINAES AVALIAÇÃO DE IES AVALIAÇÃO DE

Leia mais

RELATÓRIO DE RESPOSTAS OBTIDAS NA PESQUISA DE AUTOAVALIAÇÃO 2016 CENTRO DE CIÊNCIAS RURAIS CCR: MODALIDADE PRESENCIAL

RELATÓRIO DE RESPOSTAS OBTIDAS NA PESQUISA DE AUTOAVALIAÇÃO 2016 CENTRO DE CIÊNCIAS RURAIS CCR: MODALIDADE PRESENCIAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA PRÓ-REITORIA DE PLANEJAMENTO COORDENADORIA DE PLANEJAMENTO E AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL RELATÓRIO DE RESPOSTAS OBTIDAS NA PESQUISA DE AUTOAVALIAÇÃO 2016 DE CIÊNCIAS RURAIS

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO CENTRO OESTE - CHOPINZINHO

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO CENTRO OESTE - CHOPINZINHO UNIVERSIDADE ESTADUAL DO CENTRO OESTE - CHOPINZINHO Apresentação O Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (ENADE) constitui-se em um componente do Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior

Leia mais

Programa de Avaliação Acadêmica- Institucional

Programa de Avaliação Acadêmica- Institucional Programa de Avaliação Acadêmica- Institucional PROGRAMA DE AVALIAÇÃO ACADÊMICA- INSTITUCIONAL I. AVALIAÇÃO E ACOMPANHAMENTO DO DESEMPENHO INSTITUCIONAL A avaliação institucional da Faculdade Presbiteriana

Leia mais

Campus Sorriso. FORMULÁRIO PARA COLETA DE OPINIÕES DOS DISCENTES Questionário Avaliação Discente CPA SRS 3 semestre Gestão ambiental

Campus Sorriso. FORMULÁRIO PARA COLETA DE OPINIÕES DOS DISCENTES Questionário Avaliação Discente CPA SRS 3 semestre Gestão ambiental Campus Sorriso FORMULÁRIO PARA COLETA DE OPINIÕES DOS DISCENTES Questionário Avaliação Discente CPA SRS 3 semestre Gestão ambiental Esta pesquisa tem por objetivo obter informações sobre as variáveis em

Leia mais

Relatório da CPA (Comissão Própria de Avaliação) da Pesquisa com os Estudantes do curso superior de Tecnologia em Radiologia

Relatório da CPA (Comissão Própria de Avaliação) da Pesquisa com os Estudantes do curso superior de Tecnologia em Radiologia Relatório da CPA (Comissão Própria de Avaliação) da Pesquisa com os Estudantes do curso superior de Tecnologia em Radiologia A presente pesquisa foi realizada em dezembro de 2010 na Unidade de Duque de

Leia mais

SEMINÁRIOS INTEGRADOS EM SISTEMAS DE INFORMAÇÃO. Luiz Leão

SEMINÁRIOS INTEGRADOS EM SISTEMAS DE INFORMAÇÃO. Luiz Leão SEMINÁRIOS INTEGRADOS EM SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Unidade 1 O ciclo SINAES (Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior) Luiz Leão luizleao@gmail.com http://www.luizleao.com Conteúdo Programático

Leia mais

Brasília, 12 de março de 2009

Brasília, 12 de março de 2009 Avaliação dos Cursos de Ciências Contábeis pelo ENADE 2009 Prof. Dr. Valcemiro Nossa Brasília, 12 de março de 2009 ENADE Exame Nacional de Desempenho de Estudantes integra o Sistema Nacional de Avaliação

Leia mais