AUP 266 Planejamento de Estruturas Urbanas I Prof. Maria Cristina Leme SETOR 6

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "AUP 266 Planejamento de Estruturas Urbanas I Prof. Maria Cristina Leme SETOR 6"

Transcrição

1 AUP 266 Planejamento de Estruturas Urbanas I Prof. Maria Cristina Leme SETOR 6 Aruã Wagner Kim Hoffmann Luis Fernando Meyer Marieta Ribeiro Marina Leonardi

2 Jundiaí faz parte da Região Administrativa de Campinas

3 Região Administrativa de Campinas - Jundiaí é um dos cinco municípios com mais de 200 mil habitantes - possui uma das principais bacias hidrográficas da região, a bacia do Rio Jundiaí: a disponibilidade de água, entretanto, é reduzida, em função de sua transferência para a Região Metropolitana de São Paulo

4 Município de fácil acesso - rodovias, principalmente Anhanguera e Bandeirantes - aeroporto próprio, além da proximidade com Viracopos, Congonhas e Cumbica - ferrovia, principalmente ligação com São Paulo e Santos - por isso é lugar onde várias empresas implantam suas distribuidoras

5 - Jundiaí e outros nove municípios da região têm produção significativa de frutas e formam o Pólo Turístico do Circuito das Frutas - o comércio das frutas movimenta o turismo, além do agronegócio - várias indústrias se juntam à agricultura e formam complexos agroindustriais com produção também voltada para exportação e consumo urbano de maior poder aquisitivo - a agropecuária da região caracteriza-se por possuir rendimento por hectare maior que a média e por ser a mais mecanizada do país

6 O setor 6 está no quadrante Noroeste do município de Jundiaí

7 - setor extenso e heterogêneo, em que se misturam áreas agrícolas, industriais e residenciais - abrange tanto zonas urbanas quanto nãourbanas

8

9 Agricultura - propriedades pequenas ou médias (69,5% têm ( hectares entre 2 e 20 - poucos empregos formais gerados (0,46% do ( formais total de empregos - familiares do proprietário trabalham em 78,1% das unidades produtivas - 57,3% das unidades produtivas têm ( 2,9 trabalhadores permanentes (em média

10 - eucalipto, capins, uva, pinus e milho ocupam 53,8% da área total cultivada - entre os alimentos, os que têm mais área plantada são: uva, milho, tangerina, caqui e laranja - por influência dos imigrantes italianos, o município se tornou um importante produtor de frutas, principalmente uva; hoje ele faz parte do Circuito das Frutas - os proprietários residem em 48,1% das unidades produtivas

11

12 Indústrias - ocupam uma área representativa do município - de grande porte, concentradas ao longo das rodovias - atuam em setores diversos - algumas são mais antigas, mas a maioria é recente e novas estão sendo construídas - destaque para papel e celulose

13

14 Residências - grande variedade de tipologias: favelas, conjuntos habitacionais de interesse social, bairros de baixo e médio padrão, condomínios de médio e alto padrão - áreas significativas de chácaras de recreio, algumas para aluguel - gabarito baixo, com no máximo 4 andares - grande número de condomínios sendo construídos, tanto de médio quanto de alto padrão

15

16 Segundo José Luiz Rizzato, presidente da Associação de Turismo Rural do Circuito das Frutas, a agricultua (não só em Jundiaí, mas também nos municípios vizinhos) é prejudicada por três processos: 1. perda da tradição rural com a ida das novas gerações para a cidade 2. falta de mão-de-obra especializada, pois muitos têm preferido trabalhar na indústria, que oferece salário fixo, cesta básica e outros benefícios 3. supervalorização da terra causada pela especulação imobiliária, que: a) impossibilita o produtor rural de ampliar sua produção, já que o lucro obtido não é suficiente para comprar mais terra; e b) incentiva o sitiante a vender sua propriedade e abandonar a atividade agrícola

17 Desde o final da década de 1990, o turismo rural é defendido como alternativa de geração de renda que fortalece a produção agrícola contra a pressão da expansão urbana. Criada em 2000, a Associação de Turismo Rural do Circuito das Frutas atua nos dez municípios que compõem o Circuito e promove: - valorização dos produtos e das propriedades rurais - aperfeiçoamento do artesanato local - união entre os produtores - parcerias com o poder público e entidades privadas - qualificação e capacitação de recursos humanos - debates sobre o turismo rural sustentável - elevação da qualidade dos serviços turísticos rurais

18 Conclusões - diferentes usos e tipologias estão muito próximos uns dos outros - economia baseada em diversos setores - a indústria está se expandindo em direção às áreas agrícolas - área fragmentada pelas várias rodovias - faltam ligações viárias transversais às rodovias - não há comércio diversificado (a não ser na ( centro rua Itirapina, no

19 Sites consultados Associação de Turismo Rural do Circuito das Frutas IBGE (Insituto Brasileiro de Geografia e Estatística) Plano Plurianual Prefeitura de Jundiaí Projeto LUPA (Secretaria da Agricultura do Estado de São Paulo)

20

21

22

23

24

25

26

27

28

29

30

31

32

33

34

Aula Ao Vivo(18/04/2013) - Geografia Agrária do Brasil

Aula Ao Vivo(18/04/2013) - Geografia Agrária do Brasil Aula Ao Vivo(18/04/2013) - Geografia Agrária do Brasil IFCE 1 - O agronegócio, também conhecido por seu nome em inglês "agribusiness", cujas cadeias produtivas se baseiam na agricultura e na pecuária,

Leia mais

Data: / /2014 Bimestre: 3. Nome: 7 ANO Nº. Disciplina: Geografia Professor: Geraldo

Data: / /2014 Bimestre: 3. Nome: 7 ANO Nº. Disciplina: Geografia Professor: Geraldo Data: / /2014 Bimestre: 3 Nome: 7 ANO Nº Disciplina: Geografia Professor: Geraldo Valor da Prova / Atividade: 2,0 (DOIS) Nota: GRUPO 6 1- (0,5) Qual foi a primeira atividade econômica que provocou grande

Leia mais

Meio Rural X Meio Agrário:

Meio Rural X Meio Agrário: Introdução Rural X Urbano: Urbano: presença de construções (casas, prédios, comércio, escolas, hospitais, etc.); Rural: presença maior da natureza e atividades agrárias; Meio Rural X Meio Agrário: Rural:

Leia mais

AULA 6 GEOGRAFIA URBANA. Reestruturação urbano industrial

AULA 6 GEOGRAFIA URBANA. Reestruturação urbano industrial AULA 6 GEOGRAFIA URBANA Reestruturação urbano industrial Indutor: Reestruturação produtiva em São Paulo: Crescimento maior do INTERIOR (perda de peso relativo da metrópole no crescimento industrial). Dados

Leia mais

DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO

DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO Processo de desenho do Programa de Governo (2013-2016) DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO (Indústria, Comércio, Serviços, Agropecuária e Turismo) IMPORTANTE: O texto a seguir traz subsídios para as discussões das

Leia mais

Governo do Estado de São Paulo Secretaria de Economia e Planejamento. Região Metropolitana de Campinas

Governo do Estado de São Paulo Secretaria de Economia e Planejamento. Região Metropolitana de Campinas Governo do Estado de São Paulo Secretaria de Economia e Planejamento Região Metropolitana de Campinas 1 2 1. Caracterização Regional A Região Metropolitana de Campinas - é formada por 19 municípios 1,

Leia mais

Revista de Políticas Públicas E-ISSN: Universidade Federal do Maranhão Brasil

Revista de Políticas Públicas E-ISSN: Universidade Federal do Maranhão Brasil Revista de Políticas Públicas E-ISSN: 2178-2865 revistapoliticaspublicasufma@gmail.com Universidade Federal do Maranhão Brasil Cappa, Josmar; de Souza Filho, José Vicente ANÁLISE DA EVOLUÇÃO DO IMPOSTO

Leia mais

Seminário Certificação e Fomento Florestal

Seminário Certificação e Fomento Florestal Programa Klabin Fomento Florestal Seminário Certificação e Fomento Florestal Diálogo Florestal Canoinhas SC Out 2012 Fomento Florestal Fomento Florestal tem o objetivo formar florestas produtivas em áreas

Leia mais

QUEM SOMOS O Sítio Vale das Cabras está situado na zona rural do distrito de Joaquim Egídio, inserido na Área de Proteção Ambiental de Campinas (APA

QUEM SOMOS O Sítio Vale das Cabras está situado na zona rural do distrito de Joaquim Egídio, inserido na Área de Proteção Ambiental de Campinas (APA QUEM SOMOS O Sítio Vale das Cabras está situado na zona rural do distrito de Joaquim Egídio, inserido na Área de Proteção Ambiental de Campinas (APA Campinas). Começamos em 2012, quando foi adquirida uma

Leia mais

Autores de trabalhos e Fonte de Dados

Autores de trabalhos e Fonte de Dados Autores de trabalhos e Fonte de Dados Autores de trabalhos publicados: Embrapa: Eliseu Alves, Geraldo Silva e Souza, Eliana Gonçalves Gomes, Geraldo Martha, Renner Marra FGV-RJ: Daniela de Paula Rocha

Leia mais

CARTILHA CIESP DEMANDAS DO SETOR INDUSTRIAL

CARTILHA CIESP DEMANDAS DO SETOR INDUSTRIAL CARTILHA CIESP DEMANDAS DO SETOR INDUSTRIAL Trabalho baseado nos estudos para o projeto Jacareí 2033 Dimensões Política 1. O CIESP será consultado ou participará da escolha do Secretário de Desenvolvimento

Leia mais

Povoamento disperso; económicas predominantes: agricultura, pecuária e silvicultura.

Povoamento disperso; económicas predominantes: agricultura, pecuária e silvicultura. Ano Lectivo 2010/2011 Geografia 8º Ano de escolaridade Professora Márcia Monsanto Áreas de fixação humana Espaço rural: Povoamento disperso; Actividades económicas predominantes: agricultura, pecuária

Leia mais

ESTADO DA BAHIA PREFEITURA MUNICIPAL DE ILHÉUS GABINETE DO PREFEITO

ESTADO DA BAHIA PREFEITURA MUNICIPAL DE ILHÉUS GABINETE DO PREFEITO Ilhéus, 01 de Abril de 2009. OF GAB 013/2009 Senhor Presidente, Em atendimento ao disposto no Art. 73, da Lei Orgânica do Município de Ilhéus, estamos encaminhando à esta Casa Legislativa o Programa de

Leia mais

AGRICULTURA E DESENVOLVIMENTO RURAL

AGRICULTURA E DESENVOLVIMENTO RURAL AGRICULTURA E DESENVOLVIMENTO RURAL Critérios para a Classificação dos Condados Norte-Americanos segundo o Rural-Urban Continuum Code Condados Metropolitanos 0 1 2 3 Condados centrais de áreas metropolitanas

Leia mais

Interbits SuperPro Web

Interbits SuperPro Web 1. (Col.Naval 2014) Leia o trecho a seguir. Um dos graves problemas que o Brasil vem enfrentando desde 2001 é a crise de energia com ameaças dos apagões. Para minimizar tal preocupação, muito se fala na

Leia mais

Exercícios Complementares de Ciências Humanas Geografia Ensino Fundamental. Regiões Brasileiras

Exercícios Complementares de Ciências Humanas Geografia Ensino Fundamental. Regiões Brasileiras de Geografia Exercícios Complementares Regiões Brasileiras 1. O mapa mostra a divisão do Brasil entre as cinco regiões do IBGE. Identifique-as e, na sequência, relacione as características listadas a seguir

Leia mais

O III PLANO DIRETOR E A ZONA NORTE: A questão do rururbano na cidade de Pelotas-RS

O III PLANO DIRETOR E A ZONA NORTE: A questão do rururbano na cidade de Pelotas-RS O III PLANO DIRETOR E A ZONA NORTE: A questão do rururbano na cidade de Pelotas-RS Carlos Vinícius da Silva Pinto Juliana Cristina Franz Giancarla Salamoni 1 INTRODUÇÃO A expansão do perímetro urbano,

Leia mais

SEMINÁRIO DESENVOLVIMENTO GLOBAL ATRAVÉS DA TRANSFORMAÇÃO ECÔNOMICA E CRIAÇÃO DE EMPREGOS

SEMINÁRIO DESENVOLVIMENTO GLOBAL ATRAVÉS DA TRANSFORMAÇÃO ECÔNOMICA E CRIAÇÃO DE EMPREGOS SEMINÁRIO DESENVOLVIMENTO GLOBAL ATRAVÉS DA TRANSFORMAÇÃO ECÔNOMICA E CRIAÇÃO DE EMPREGOS AGRICULTURA COMERCIAL E A REDUÇÃO DA POBREZA AÇÕES DO GOVERNO PARA ASCENSÃO DE 30 MILHÕES DE BRASILEIROS ACIMA

Leia mais

Venda Nova do Imigrante-ES

Venda Nova do Imigrante-ES Venda Nova do Imigrante-ES Capital Nacional do Agroturismo Turismo Rural - Agroturismo ENCONTRO NACIONAL COM OS NOVOS PREFEITOS E PREFEITAS Localização ENCONTRO NACIONAL COM OS NOVOS PREFEITOS E PREFEITAS

Leia mais

1) (FGV-SP) Analise o mapa.

1) (FGV-SP) Analise o mapa. Aula ao vivo de geografia 19/03/2014 Revolução Verde e a questão agrária no Brasil 1) (FGV-SP) Analise o mapa. O produto destacado no mapa é: a) a cana-de-açúcar. b) o algodão. c) o café. d) o feijão.

Leia mais

AS FLORESTAS NO MUNDO

AS FLORESTAS NO MUNDO AS FLORESTAS NO MUNDO ÁREA - Naturais = 3,682 bilhões ha (95%) - Plantadas = 187 milhões ha (5%) - Total = 3,869 bilhões ha (100%) SUPRIMENTO DE MADEIRA - Naturais = 65% - Plantadas = 35% - Total = 100%

Leia mais

O mercado Imobiliário no Interior

O mercado Imobiliário no Interior O mercado Imobiliário no Interior Joaquim Ribeiro 21/09/2011 São José do Rio Preto São José do Rio Preto São José do Rio Preto Localização: Altitude: Temperatura: Hidrografia: Sudeste do Brasil e Noroeste

Leia mais

Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil

Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil O DESAFIO DO PAÍS NA ABORDAGEM DO BINÔMIO ÁGUA E ALIMENTO João Martins da Silva Junior Presidente da CNA Fatores que influenciam na produção de alimentos

Leia mais

PROJETO CIDADES Cidades Bases das Seleções 2014 URBAN SYSTEMS TODOS OS DIREITOS RESERVADOS

PROJETO CIDADES Cidades Bases das Seleções 2014 URBAN SYSTEMS TODOS OS DIREITOS RESERVADOS Cidades Bases das Seleções 1 CIDADES SEDES ESTÁDIOS Em Janeiro de 2009 a FIFA selecionou as 12 Cidades Sedes da Copa do Mundo de 2014 no Brasil, descartando 6 cidades que se candidataram. Ao lado, em azul,

Leia mais

2º ano do Ensino Médio. Ciências Humanas e suas Tecnologias Geografia

2º ano do Ensino Médio. Ciências Humanas e suas Tecnologias Geografia 2º ano do Ensino Médio Ciências Humanas e suas Tecnologias Geografia Características gerais O Centro-Sul caracteriza-se por ser o centro articulador do território brasileiro, com maior dinamismo industrial,

Leia mais

POLÍTICAS PÚBLICAS NA ENGENHARIA

POLÍTICAS PÚBLICAS NA ENGENHARIA POLÍTICAS PÚBLICAS NA ENGENHARIA POLÍTICAS PÚBLICAS SÃO AÇÕES INTEGRADAS DAS TRÊS ESFERAS DE PODER: GOVERNOS: FEDERAL, ESTADUAL E MUNICIPAL EM CONJUNTO COM A SOCIEDADE CIVIL GERANDO ESFORÇOS ESPECÍFICOS

Leia mais

Jimboê. Geografia. Avaliação. Projeto. 4 o ano. 4 o bimestre

Jimboê. Geografia. Avaliação. Projeto. 4 o ano. 4 o bimestre Professor, esta sugestão de avaliação corresponde ao quarto bimestre escolar ou à Unidade 4 do Livro do Aluno. Projeto Jimboê Geografia 4 o ano Avaliação 4 o bimestre 1 Avaliação Geografia NOME: ESCOLA:

Leia mais

2. O agrícola, o novo agrícola e o não-agrícola: coexistências de estratégias

2. O agrícola, o novo agrícola e o não-agrícola: coexistências de estratégias A estrutura produtiva e fundiária dos Municípios Paulistas de Piedade e Pilar do Sul Estado de São Paulo - Brasil 1. Erika Vanessa Moreira 2 Rosângela Ap. de Medeiros Hespanhol 3 1.Introdução Busca-se,

Leia mais

A economia agrícola internacional e a questão da expansão agrícola brasileira ABAG. Alexandre Mendonça de Barros

A economia agrícola internacional e a questão da expansão agrícola brasileira ABAG. Alexandre Mendonça de Barros A economia agrícola internacional e a questão da expansão agrícola brasileira ABAG Alexandre Mendonça de Barros 05 de Agosto de 2013 1 Índice As transformações da economia agrícola internacional Vantagens

Leia mais

LINHA DE PESQUISA: DINÂMICAS AGRÁRIAS, POLÍTICAS PÚBLICAS E DESENVOLVIMENTO REGIONAL

LINHA DE PESQUISA: DINÂMICAS AGRÁRIAS, POLÍTICAS PÚBLICAS E DESENVOLVIMENTO REGIONAL Descentralização de políticas públicas, participação social e desenvolvimento regional O projeto tem como objetivo analisar o processo de descentralização das políticas públicas no Brasil e seus efeitos

Leia mais

ASPECTOS DA IMPORTÂNCIA DA AGRICULTURA FAMILIAR NO ESTADO DO AMAPÁ

ASPECTOS DA IMPORTÂNCIA DA AGRICULTURA FAMILIAR NO ESTADO DO AMAPÁ 25 a 28 de Outubro de 2011 ISBN 978-85-8084-055-1 ASPECTOS DA IMPORTÂNCIA DA AGRICULTURA FAMILIAR NO ESTADO DO AMAPÁ Irenildo Costa da Silva 1 ; Roni Mayer Lomba 2 RESUMO: Esta pesquisa tem como objetivo

Leia mais

Agricultura Brasileira 1 9 / 0 8 /

Agricultura Brasileira 1 9 / 0 8 / Agricultura Brasileira 1 9 / 0 8 / 2 0 1 5 Sistemas Agrícolas Intensivo: Maior importância à mecanização e/ou trabalho Altos índices de produtividade Natureza deixada em segundo plano Extensivo: Elementos

Leia mais

I Encontro sobre turismo sustentável de São Luiz do Paraitinga

I Encontro sobre turismo sustentável de São Luiz do Paraitinga I Encontro sobre turismo sustentável de São Luiz do Paraitinga A dimensão político-institucional da sustentabilidade José Xaides de Sampaio Alves UNESP de Bauru O Plano Diretor Participativo e o Turismo

Leia mais

Pesquisa realizada pelo Grupo PET ECONOMIA no Laboratório de Economia Aplicada 2

Pesquisa realizada pelo Grupo PET ECONOMIA no Laboratório de Economia Aplicada 2 AS CARACTERÍSTICAS SOCIOECONÔMICAS E OS DESAFIOS DE DESENVOLVIMENTO DO MUNICIPIO DE SANTA ROSA/RS 1 THE SOCIOECONOMIC CHARACTERISTICS AND THE DEVELOPMENT CHALLENGES OF THE MUNICIPALITY OF SANTA ROSA /

Leia mais

Uso da terra na bacia hidrográfica do alto rio Paraguai no Brasil

Uso da terra na bacia hidrográfica do alto rio Paraguai no Brasil 102 Resumos Expandidos: XI Mostra de Estagiários e Bolsistas... Uso da terra na bacia hidrográfica do alto rio Paraguai no Brasil Cezar Freitas Barros 1 João dos Santos Vila da Silva 2 Resumo: Busca-se

Leia mais

CAPÍTULO 3 - AGROPECUÁRIA E AGRONEGÓCIO PROFESSOR LEONAM JUNIOR COLÉGIO ARI DE SÁ 7º ANO

CAPÍTULO 3 - AGROPECUÁRIA E AGRONEGÓCIO PROFESSOR LEONAM JUNIOR COLÉGIO ARI DE SÁ 7º ANO CAPÍTULO 3 - AGROPECUÁRIA E AGRONEGÓCIO PROFESSOR LEONAM JUNIOR COLÉGIO ARI DE SÁ 7º ANO QUEM SÃO OS TRABALHADORES BRASILEIROS E ONDE DESENVOLVEM SUAS ATIVIDADES ECONÔMICAS P. 37 PEA do Brasil: 100 milhões

Leia mais

Agropecuária no Mato Grosso do Sul. Unidade Técnica e Econômica

Agropecuária no Mato Grosso do Sul. Unidade Técnica e Econômica Agropecuária no Mato Grosso do Sul Unidade Técnica e Econômica Agosto 2009 (histórico das últimas 29 safras) 8,00 7,00 6,00 5,00 4,00 3,00 Produção Total de Grãos 7,46 milhões de toneladas 80/09 = + 236

Leia mais

2) Observe o mapa a seguir: Com base no mapa e nos conhecimentos de Geografia, assinale a alternativa correta.

2) Observe o mapa a seguir: Com base no mapa e nos conhecimentos de Geografia, assinale a alternativa correta. 1) No mundo capitalista, a industrialização contemporânea apresenta uma certa dispersão do processo produtivo em áreas que oferecem maiores vantagens econômicas. Entre os reflexos dessa realidade nos países

Leia mais

IBEU Local da Região Metropolitana do Rio de Janeiro

IBEU Local da Região Metropolitana do Rio de Janeiro IBEU Local da Região Metropolitana do Rio de Janeiro Por Raquel de Lucena Oliveira e João Luis Nery A publicação do Índice de Bem estar Urbano (IBEU), elaborado no âmbito do INCT Observatório das Metrópoles

Leia mais

Novo estudo mostra que universalização do saneamento básico em 20 anos traria ao país benefícios econômicos e sociais de R$ 537 bilhões

Novo estudo mostra que universalização do saneamento básico em 20 anos traria ao país benefícios econômicos e sociais de R$ 537 bilhões Novo estudo mostra que universalização do saneamento básico em 20 anos traria ao país benefícios econômicos e sociais de R$ 537 bilhões Novo relatório comprova que os ganhos com a expansão da infraestrutura

Leia mais

1. Visão Geral. 1. Aspectos Legais e Tributos. 2. Aspectos Econômicos. 3. Aspectos Produtivos. 4. Aspectos Mercadológicos. 5. Análise estratégica

1. Visão Geral. 1. Aspectos Legais e Tributos. 2. Aspectos Econômicos. 3. Aspectos Produtivos. 4. Aspectos Mercadológicos. 5. Análise estratégica 1. Visão Geral 1. Aspectos Legais e Tributos 2. Aspectos Econômicos 3. Aspectos Produtivos 4. Aspectos Mercadológicos 5. Análise estratégica Objetivo Geral: Identificar os principais desafios, problemas

Leia mais

PIRACICABA ANGELO FRIAS NETO

PIRACICABA ANGELO FRIAS NETO PIRACICABA ANGELO FRIAS NETO Presidente da ACIPI Associação Comercial e Industrial de Piracicaba e Diretor do Secovi SP PIRACICABA CARACTERÍSTICAS ECONÔMICAS Território e População Área: 1.378,501 km²

Leia mais

ECONOMIA SETOR PRIMÁRIO NO BRASIL E NO MUNDO

ECONOMIA SETOR PRIMÁRIO NO BRASIL E NO MUNDO ECONOMIA SETOR PRIMÁRIO NO BRASIL E NO MUNDO 1 - O Setor Primário reúne todas as atividades do Meio Rural, ou seja, da agropecuária (agricultura e pecuária) e atividades do extrativismo simples. 2 - O

Leia mais

CAPÍTULO 27 O MEIO RURAL E SUAS TRANSFORMAÇÕES

CAPÍTULO 27 O MEIO RURAL E SUAS TRANSFORMAÇÕES Disciplina - Geografia 2 a Série Ensino Médio CAPÍTULO 27 O MEIO RURAL E SUAS TRANSFORMAÇÕES Professor: Gelson Alves Pereira 1- INTRODUÇÃO Revolução Neolítica Importância Em primeiro plano fornecer alimentos.

Leia mais

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO FACULDADE DE ARQUITETURA E URBANISMO DEPARTAMENTO DE PROJETO AUP 266 Planejamento de Estruturas Urbanas

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO FACULDADE DE ARQUITETURA E URBANISMO DEPARTAMENTO DE PROJETO AUP 266 Planejamento de Estruturas Urbanas UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO FACULDADE DE ARQUITETURA E URBANISMO DEPARTAMENTO DE PROJETO AUP 266 Planejamento de Estruturas Urbanas ANDRÉ BOUTEILLER KAVAKAMA Nº USP 6451679 ANELISE BERTOLINI GUARNIERI Nº

Leia mais

EMPRESA DE PESQUISA AGROPECUÁRIA DE MINAS GERAIS - EPAMIG

EMPRESA DE PESQUISA AGROPECUÁRIA DE MINAS GERAIS - EPAMIG EMPRESA DE PESQUISA AGROPECUÁRIA DE MINAS GERAIS - EPAMIG C L I P P I N G 04/12/2008 Produção ASCOM Página Rural 03/12/2008 www.paginarural.com.br Jundiaí terá seminário sobre inovações na vitivinicultura

Leia mais

134 - Produção artesanal de farinha de mandioca: a experiência de produtores da Colônia Pulador, Anastácio, MS

134 - Produção artesanal de farinha de mandioca: a experiência de produtores da Colônia Pulador, Anastácio, MS 134 - Produção artesanal de farinha de mandioca: a experiência de produtores da Colônia Pulador, Anastácio, MS LIMA, João Batista Morais de. Secretaria Municipal de Desenvolvimento Sustentável de Anastácio,

Leia mais

IMPACTOS SOCIAIS EM REGIÕES DE FLORESTAS PLANTADAS. Sergio Alvareli Júnior UFV Universidade Federal de Viçosa

IMPACTOS SOCIAIS EM REGIÕES DE FLORESTAS PLANTADAS. Sergio Alvareli Júnior UFV Universidade Federal de Viçosa IMPACTOS SOCIAIS EM REGIÕES DE FLORESTAS PLANTADAS Sergio Alvareli Júnior UFV Universidade Federal de Viçosa Sergio Alvareli Júnior Eng. Florestal, M. Sc. Ciência Florestal Doutorando em Ciência Florestal

Leia mais

CÂMARA DOS DEPUTADOS Gabinete do Deputado ODAIR CUNHA PT/MG

CÂMARA DOS DEPUTADOS Gabinete do Deputado ODAIR CUNHA PT/MG PROGRAMAS ABERTOS MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO Código do Programa 2200020130003 Órgão Órgão Executor Tipo de Instrumento Convênio Qualificação da proposta Proposta Voluntária Programa

Leia mais

. a d iza r to u a ia p ó C II

. a d iza r to u a ia p ó C II II Sugestões de avaliação Geografia 8 o ano Unidade 4 5 Unidade 4 Nome: Data: 1. Sobre a distribuição da população pelo continente americano, marque V nas alternativas verdadeiras e F nas falsas. Em seguida,

Leia mais

A EMPRESA TERRA E INFRAESTRUTURA

A EMPRESA TERRA E INFRAESTRUTURA A EMPRESA TERRA E INFRAESTRUTURA O NOVO CERRADO é um banco de terras com atuação no mercado do agronegócio brasileiro. Atualmente é possuidor de uma grande quantidade de terras, com foco na aquisição e

Leia mais

APTIDÃO PARA A SILVICULTURA DE EUCALIPTO NAS DIFERENTES REGIÕES DO ESTADO DO ESPÍRITO SANTO. Documento Síntese

APTIDÃO PARA A SILVICULTURA DE EUCALIPTO NAS DIFERENTES REGIÕES DO ESTADO DO ESPÍRITO SANTO. Documento Síntese APTIDÃO PARA A SILVICULTURA DE EUCALIPTO NAS DIFERENTES REGIÕES DO ESTADO DO ESPÍRITO SANTO Documento Síntese Coordenação Apoio Institucional Vitória ES 2015 1 APTIDÃO PARA A SILVICULTURA DE EUCALIPTO

Leia mais

PROJETO: PROMOVER O DESENVOLVIMENTO DO MUNICÌPIO DE BOM JESUS DO ITABAPOANA PROGREDIR BOM JESUS

PROJETO: PROMOVER O DESENVOLVIMENTO DO MUNICÌPIO DE BOM JESUS DO ITABAPOANA PROGREDIR BOM JESUS PROJETO: PROMOVER O DESENVOLVIMENTO DO MUNICÌPIO DE BOM JESUS DO ITABAPOANA PROGREDIR BOM JESUS PROGRAMA DE REVITALIZAÇÃO EMPRESARIAL E DESENVOLVIMENTO INTEGRADO RURAL PROJETO: PROMOVER O DESENVOLVIMENTO

Leia mais

Análise dos impactos socioeconômicos e ambientais do complexo minero-siderúrgico de Mato Grosso do Sul (CMS-MS)

Análise dos impactos socioeconômicos e ambientais do complexo minero-siderúrgico de Mato Grosso do Sul (CMS-MS) Análise dos impactos socioeconômicos e ambientais do complexo minero-siderúrgico de Mato Grosso do Sul (CMS-MS) André Carvalho Deborah Baré Hubner Mario Monzoni FGV-EAESP Centro de Estudos em Sustentabilidade

Leia mais

ETH Bioenergia S.A. A Logística do Etanol Perspectiva dos Produtores. 20/Set/07

ETH Bioenergia S.A. A Logística do Etanol Perspectiva dos Produtores. 20/Set/07 A Logística do Etanol Perspectiva dos Produtores 20/Set/07 Distribuição Espacial da Lavoura de Cana-de-Açúcar na Região Centro Sul Concentração da expansão 27/7/2007 2 Distribuição Espacial das Unidades

Leia mais

PROJETO DE LEI N /2006

PROJETO DE LEI N /2006 PROJETO DE LEI N /2006 Dispõe sobre os fundamentos e a Política do Agroturismo ou Turismo Rural no Estado da Paraíba e dá outras providências. A Assembléia Legislativa do Estado da Paraíba Decreta: Art.1º

Leia mais

A IMPORTÂNCIA DA SOJA E MILHO NA REGIÃO DA ALTA MOGIANA

A IMPORTÂNCIA DA SOJA E MILHO NA REGIÃO DA ALTA MOGIANA 7 A IMPORTÂNCIA DA SOJA E MILHO NA REGIÃO DA ALTA MOGIANA ISSUE DOI 10.3738/1982.2278.288 CLEMENTE FILHO, Arlindo 1 LEÃO, Paulo César da Luz 2 LOPES, Luis Gustavo 3 INTRODUÇÃO A região da Alta Mogiana

Leia mais

Jundiaí. Diretoria de Logística e Infraestrutura GRUPO DE LOGÍSTICA

Jundiaí. Diretoria de Logística e Infraestrutura GRUPO DE LOGÍSTICA Jundiaí Diretoria de Logística e Infraestrutura GRUPO DE LOGÍSTICA 42 Escritórios Regionais CIESP Escritório Central São Paulo Jundiaí Diretoria de Logística e Infraestrutura MISSÃO SETORES DE ATUAÇÃO

Leia mais

O COMPLEXO CENTRO-SUL

O COMPLEXO CENTRO-SUL Unidade 3 Capítulo 9 O COMPLEXO CENTRO-SUL Prof.º Luiz Fernando Wisniewski lfw.geografia@gmail.com COMPLEXO CENTRO SUL Apresenta 25% do território nacional e 68% da população absoluta do Brasil. O que

Leia mais

LINHA DE PESQUISA: DINÂMICAS AGRÁRIAS, POLÍTICAS PÚBLICAS E DESENVOLVIMENTO REGIONAL

LINHA DE PESQUISA: DINÂMICAS AGRÁRIAS, POLÍTICAS PÚBLICAS E DESENVOLVIMENTO REGIONAL Descentralização de políticas públicas, participação social e desenvolvimento regional O projeto tem como objetivo analisar o processo de descentralização das políticas públicas no Brasil e seus efeitos

Leia mais

EVOLUÇÃO DA PRODUÇÃO E COMÉRCIO MUNDIAL DE MAMÃO

EVOLUÇÃO DA PRODUÇÃO E COMÉRCIO MUNDIAL DE MAMÃO VI SIMPÓSIO DO PAPAYA BRASILEIRO Tecnologia de produção e mercado para o mamão brasileiro Vitória ES, 10 a 13 de novembro de 2015 EVOLUÇÃO DA PRODUÇÃO E COMÉRCIO MUNDIAL DE MAMÃO Edileuza Vital Galeano

Leia mais

BRASIL: ESPAÇO AGRÁRIO E PROBLEMAS SÓCIOAMBIENTAIS

BRASIL: ESPAÇO AGRÁRIO E PROBLEMAS SÓCIOAMBIENTAIS BRASIL: ESPAÇO AGRÁRIO E PROBLEMAS SÓCIOAMBIENTAIS AGRICULTURA: HISTÓRICO Os primeiros camponeses (habitantes do campo) foram caçadores e coletores, ou seja, eram somente extrativistas: retiravam os alimentos

Leia mais

MATOPIBA: expansão agrícola no cerrado

MATOPIBA: expansão agrícola no cerrado MATOPIBA: expansão agrícola no cerrado Israel D. SÃO ROMÃO 1 ; João Paulo F. de OLIVEIRA 2 RESUMO A produção agrícola expandiu-se para novas fronteiras encontrando nas áreas de cerrado oportunidade para

Leia mais

CONTEÚDOS GEOGRAFIA - 4º ANO COLEÇÃO INTERAGIR E CRESCER

CONTEÚDOS GEOGRAFIA - 4º ANO COLEÇÃO INTERAGIR E CRESCER CONTEÚDOS GEOGRAFIA - 4º ANO COLEÇÃO INTERAGIR E CRESCER UNIDADE 1 ORGANIZAÇAO DOS ESPAÇOS TERRITORIAIS 1. Organização dos espaços no país Território e fronteira Organização política do Brasil Regiões

Leia mais

AVALIAÇÃO DE GEOGRAFIA I

AVALIAÇÃO DE GEOGRAFIA I AVALIAÇÃO DE GEOGRAFIA I Data: 27/04/2012 Aluno(a): n 0 ano: 7º turma: NOTA: Prof.(a): Haide Mayumi Handa Honda Ciente do Responsável: Data: / /2012 Instruções: 1. Esta avaliação contém 5 páginas e 10

Leia mais

Assistência Técnica ao produtor rural: ações do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento

Assistência Técnica ao produtor rural: ações do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento Assistência Técnica ao produtor rural: ações do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento O papel da Assistência Técnica como base da segurança alimentar Secretaria de Mobilidade Social, do Produtor

Leia mais

EXPANSÃO URBANA DA ZONA NORTE DA CIDADE DE CAICÓ-RN

EXPANSÃO URBANA DA ZONA NORTE DA CIDADE DE CAICÓ-RN UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE CAPES/PIBID SUBPROJETO DE GEOGRAFIA ESCOLA ESTADUAL PROFESSOR ANTÔNIO ALADIM DE ARAÚJO PROGRAMA ENSINO MÉDIO INOVADOR SUPERVISOR: FÁBIO MÁRCIO BOLSISTAS: ANA

Leia mais

OS LIMITES ENTRE O URBANO E O RURAL: UMA ANÁLISE SOBRE AS DECISÕES NORMATIVAS DA CÂMARA MUNICIPAL NO MUNICÍPIO DE LAJEADO-RS

OS LIMITES ENTRE O URBANO E O RURAL: UMA ANÁLISE SOBRE AS DECISÕES NORMATIVAS DA CÂMARA MUNICIPAL NO MUNICÍPIO DE LAJEADO-RS OS LIMITES ENTRE O URBANO E O RURAL: UMA ANÁLISE SOBRE AS DECISÕES NORMATIVAS DA CÂMARA MUNICIPAL NO MUNICÍPIO DE LAJEADO-RS Juliana Cristina Franz 1 Carlos Vinícius da Silva Pinto 2 Giancarla Salamoni

Leia mais

Conheça o Empresarial Zeta Hortolândia.

Conheça o Empresarial Zeta Hortolândia. BOOK CORRETOR Escolher um bom endereço, ganhar tempo e tomar decisões que gerem retorno positivo. No mundo dos negócios as escolhas certas podem significar uma grande vantagem competitiva, por isso o Grupo

Leia mais

O Plano Diretor é o principal instrumento de política urbana do Município

O Plano Diretor é o principal instrumento de política urbana do Município O Plano Diretor é o principal instrumento de política urbana do Município É uma lei Municipal que orienta os agentes públicos e privados no crescimento e o desenvolvimento urbano em todo o Município É

Leia mais

Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e Parnaíba CODEVASF. Investindo no Brasil: Vales do São Francisco e Parnaíba

Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e Parnaíba CODEVASF. Investindo no Brasil: Vales do São Francisco e Parnaíba Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e Parnaíba CODEVASF Investindo no Brasil: Vales do São Francisco e Parnaíba O que é Codevasf? Criada em 1974, a Codevasf é uma empresa pública responsável

Leia mais

Art. 3º Constituem objetivos fundamentais da República Federativa do Brasil: I - construir uma sociedade livre, justa e solidária

Art. 3º Constituem objetivos fundamentais da República Federativa do Brasil: I - construir uma sociedade livre, justa e solidária Art. 3º Constituem objetivos fundamentais da República Federativa do Brasil: I - construir uma sociedade livre, justa e solidária Constituição do Brasil O que é SCJS Uma Estrategia De Reconhecimento e

Leia mais

EXPERIMENTAÇÃO EM AGROSSILVICULTURA E PARTICIPAÇÃO SOCIAL ESTUDO DE CASO EM JOANÓPOLIS SP

EXPERIMENTAÇÃO EM AGROSSILVICULTURA E PARTICIPAÇÃO SOCIAL ESTUDO DE CASO EM JOANÓPOLIS SP EXPERIMENTAÇÃO EM AGROSSILVICULTURA E PARTICIPAÇÃO SOCIAL ESTUDO DE CASO EM JOANÓPOLIS SP Pesquisadores Convidados Eng. Agr. Msc. André Toshio V. Iamamoto Eng. Eng. Agr. Marina Souza Dias Guyot Ftal. Msc.João

Leia mais

Exercícios Revolução Verde

Exercícios Revolução Verde Exercícios Revolução Verde 1. Considerando os conhecimentos sobre o espaço agrário brasileiro e os dados apresentados no gráfico, é correto afirmar que, no período indicado, *Soja, Trigo, Milho, Arroz

Leia mais

TEMA : SIMPLIFICAÇÃO E DESBUROCRATIZAÇÃO. REGIONAL OESTE Ação: SALA DO EMPRESÁRIO EM CASCAVEL PR. 1.Breve caracterização municipal

TEMA : SIMPLIFICAÇÃO E DESBUROCRATIZAÇÃO. REGIONAL OESTE Ação: SALA DO EMPRESÁRIO EM CASCAVEL PR. 1.Breve caracterização municipal TEMA : SIMPLIFICAÇÃO E DESBUROCRATIZAÇÃO REGIONAL OESTE Ação: SALA DO EMPRESÁRIO EM CASCAVEL PR 1.Breve caracterização municipal Cascavel é considerado a capital do Oeste do Estado do Paraná devido a sua

Leia mais

Módulo Geral RECURSOS NATURAIS AT3

Módulo Geral RECURSOS NATURAIS AT3 CURSOS DE FORMAÇÃO DE RESPONSÁVEIS TÉCNICOS E AUDITORES DA PRODUÇÃO INTEGRADA: CITROS, GOIABA E MORANGO 7 a 11 de novembro de 2011, Campinas /SP Módulo Geral RECURSOS NATURAIS AT3 Cláudio C. A. Buschinelli

Leia mais

MOTIVO DA URBANIZAÇÃO:

MOTIVO DA URBANIZAÇÃO: URBANIZAÇÃO CONCEITO: É a transformação de espaços naturais e rurais em espaços urbanos, concomitantemente à transferência em larga escala da população do campo para a cidade êxodo rural em razão de diversos

Leia mais

R$ ,00 Agronegócios Comércio Energia Indústria automotiva Indústria de alimentos

R$ ,00 Agronegócios Comércio Energia Indústria automotiva Indústria de alimentos Serviços logísticos Condomínios Perfil por região Norte Com a economia ainda concentrada em Manaus, capital amazonense, a região Norte promete crescimento para os próximos anos, principalmente em razão

Leia mais

GEOGRAFIA AGRÁRIA CACD. Professor Rodolfo Visentin.

GEOGRAFIA AGRÁRIA CACD. Professor Rodolfo Visentin. GEOGRAFIA AGRÁRIA CACD Professor Rodolfo Visentin. QUE É GEOGRAFIA AGRÁRIA A estrutura agrária reúne as condições sociais e fundiárias de um espaço, envolvendo aspectos referentes á legalidade das terras,

Leia mais

Evento: O Agronegócio e o Comércio Mundial. Agronegócio Brasileiro: Atualidade e Desafio

Evento: O Agronegócio e o Comércio Mundial. Agronegócio Brasileiro: Atualidade e Desafio Evento: O Agronegócio e o Comércio Mundial Agronegócio Brasileiro: Atualidade e Desafio São Paulo, 22 de Setembro de 2015 Parece que estamos decolando ECONOMIA A BRASILEIR Agronegócio - Balança Comercial

Leia mais

PERFIL DOS MUNICÍPIOS FUNDÃO

PERFIL DOS MUNICÍPIOS FUNDÃO PERFIL DOS MUNICÍPIOS FUNDÃO VITÓRIA 2004 1-8 FUNDÃO 1. INFORMAÇÕES BÁSICAS PARA O INVESTIDOR O município de Fundão está localizado Região Metropolitana de Vitória, ocupando uma área de 287 quilômetros

Leia mais

Balanço 2016 Perspectivas Canal do Produtor TV

Balanço 2016 Perspectivas Canal do Produtor TV Canal do Produtor TV 207 208 Balanço 2016 Perspectivas 2017 Perspectivas 2017 LEVAR CONHECIMENTO E INFORMAÇÃO A TODOS OS PRODUTORES RURAIS DO BRASIL Depois de consolidar uma programação totalmente voltada

Leia mais

EXPANSÃO DA MANCHA URBANA DO LITORAL PAULISTA

EXPANSÃO DA MANCHA URBANA DO LITORAL PAULISTA EXPANSÃO DA MANCHA URBANA DO LITORAL PAULISTA Saulo de Oliveira Folharini 1 saulo.folharini@ige.unicamp.br IG/UNICAMP Regina Célia de Oliveira reginacoliveira@ige.unicamp.br IG/UNICAMP Palavras-chave:

Leia mais

2.1 - SISTEMA ECONÔMICO

2.1 - SISTEMA ECONÔMICO Sistemas Econômicos 2.1 - SISTEMA ECONÔMICO Um sistema econômico pode ser definido como a forma na qual uma sociedade está organizada em termos políticos, econômicos e sociais para desenvolver as atividades

Leia mais

PROJETO WINDOOR. Interior de São Paulo

PROJETO WINDOOR. Interior de São Paulo PROJETO WINDOOR Interior de São Paulo W indoor O Windoor é um moderno painel para ações promocionais, tem a eficiência de out-door, com a elegância de um painel publicitário. Com 4,5m² de área de exposição,

Leia mais

Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas, Administrativas e Contábeis de Minas Gerais

Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas, Administrativas e Contábeis de Minas Gerais PESQUISA DO MERCADO IMOBILIÁRIO EM BELO HORIZONTE: ALUGUÉIS Março de 2016 APRESENTAÇÃO DA PESQUISA Esta pesquisa é realizada pela Fundação IPEAD/UFMG com o apoio da Prefeitura Municipal de Belo Horizonte.

Leia mais

A EMPRESA TERRA E INFRAESTRUTURA

A EMPRESA TERRA E INFRAESTRUTURA A EMPRESA TERRA E INFRAESTRUTURA A FAZENDAS BRAZIL AGRONEGÓCIOS é uma empresa com mais de 15 anos no mercado do agronegócio brasileiro. Atualmente a FAZENDAS BRAZIL é possuidora de uma grande quantidade

Leia mais

ESPAÇO RURAL E MODERNIZAÇÃO DO CAMPO

ESPAÇO RURAL E MODERNIZAÇÃO DO CAMPO ESPAÇO RURAL E MODERNIZAÇÃO DO CAMPO COMO ENTENDER A SITUAÇÃO DO CAMPO NO BRASIL? COMO ENTENDER A PRODUÇÃO DE ALIMENTOS NO BRASIL E NO MUNDO? Tipos de agropecuária: intensiva e extensiva Principais modelos

Leia mais

Produto Interno Bruto

Produto Interno Bruto Produto Interno Bruto 2000 2001 2002 2003 * * Participação do RS no PIB do BR Participação (%) São Paulo 32,2 Rio de Janeiro 11,6 Minas Gerais 8,9 Rio Grande do Sul 6,2 Paraná 6,0 Santa Catarina 4,2 Bahia

Leia mais

DIFERENCIAL SISTEMA DE ENSINO HISTÓRIA E GEOGRAFIA DE GOIÁS PROF. RICARDO ARRUDA

DIFERENCIAL SISTEMA DE ENSINO HISTÓRIA E GEOGRAFIA DE GOIÁS PROF. RICARDO ARRUDA DIFERENCIAL SISTEMA DE ENSINO HISTÓRIA E GEOGRAFIA DE GOIÁS PROF. RICARDO ARRUDA As afirmativas abaixo correspondes a diversos aspectos e dimensões/fases da História e Geografia de Goiás. Assinale V ou

Leia mais

O Agronegócio Hoje Atualidade e Tendências

O Agronegócio Hoje Atualidade e Tendências O Agronegócio Hoje Atualidade e Tendências AMCHAM 13 de Julho de 2016 Agronegócio - Balança Comercial - US$ Bilhões Fonte: WTO. Elaboração MBAGro. Brasil: Liderança Global no Agronegócio Suco de laranja

Leia mais

DESTAQUE RURAL Nº3 - Março de 2014 PRODUÇÃO ALIMENTAR: UM PROBLEMA CENTRAL POR RESOLVER João Mosca

DESTAQUE RURAL Nº3 - Março de 2014 PRODUÇÃO ALIMENTAR: UM PROBLEMA CENTRAL POR RESOLVER João Mosca DESTAQUE RURAL Nº3 - Março de 214 PRODUÇÃO ALIMENTAR: UM PROBLEMA CENTRAL POR RESOLVER João Mosca 1. INTRODUÇÃO A produção alimentar é a base do combate à pobreza. O défice de alimentos ao nível das famílias

Leia mais

Ministério da Agricultura e do Abastecimento Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária MANGA Pós-Colheita

Ministério da Agricultura e do Abastecimento Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária MANGA Pós-Colheita Ministério da Agricultura e do Abastecimento Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária MANGA Pós-Colheita Heloísa Almeida Cunha Filgueiras Organizadora Embrapa Comunicação para Tranferência de Tecnologia

Leia mais

O AGRONEGÓCIO EM MATO GROSSO

O AGRONEGÓCIO EM MATO GROSSO O AGRONEGÓCIO EM MATO GROSSO Sistema Famato Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Mato Grosso. Criada em 1965, é a representante máxima da estrutura que compõe o Sistema Sindical Rural do Estado

Leia mais

Intervenções na Área Central da Cidade de São Paulo. Arq. Luis Oliveira Ramos Chefe da Assessoria Técnica de Planejamento Urbano

Intervenções na Área Central da Cidade de São Paulo. Arq. Luis Oliveira Ramos Chefe da Assessoria Técnica de Planejamento Urbano Intervenções na Área Central da Cidade de São Paulo Arq. Luis Oliveira Ramos Chefe da Assessoria Técnica de Planejamento Urbano ECOGERMA Junho 2011 Expansão Urbana Histórico da Expansão Urbana Até 1929

Leia mais

Desigualdade de Gênero: Desafios para o próximo Censo Agropecuário do Brasil

Desigualdade de Gênero: Desafios para o próximo Censo Agropecuário do Brasil Desigualdade de Gênero: Desafios para o próximo Censo Agropecuário do Brasil Essa apresentação busca fornecer uma breve introdução às questões de gênero presentes na discussão do planejamento do próximo

Leia mais

Panorama Econômico do Rio Grande do Sul Unidade de Estudos Econômicos UNIDADE DE ESTUDOS ECONÔMICOS

Panorama Econômico do Rio Grande do Sul Unidade de Estudos Econômicos UNIDADE DE ESTUDOS ECONÔMICOS Panorama Econômico do Rio Grande do Sul 2008 Unidade de Estudos Econômicos COMPOSIÇÃO DO PIB PIB DO RIO GRANDE DO SUL 62% 9% 29% Estamos mais sujeitos a refletir crises agrícolas que a média da economia

Leia mais

Poder de Compra do Salário-mínimo em Termos das Carnes Bovina, Suína e de Frango, no Período de 1970 a 2010

Poder de Compra do Salário-mínimo em Termos das Carnes Bovina, Suína e de Frango, no Período de 1970 a 2010 Análises e Indicadores do Agronegócio ISSN 1980-0711 Poder de Compra do Salário-mínimo em Termos das Carnes Bovina, Suína e de Frango, no Período de 1970 a 2010 Nos últimos meses, tem sido muito comentada

Leia mais

DIAGNÓSTICO RURAL DO MUNICÍPIO DE CAMANDUCAIA 1

DIAGNÓSTICO RURAL DO MUNICÍPIO DE CAMANDUCAIA 1 DIAGNÓSTICO RURAL DO MUNICÍPIO DE CAMANDUCAIA 1 Djalma Ferreira Pelegrini 2 Camanducaia é um município pertencente à microrregião de Pouso Alegre (mesorregião do Sul / Sudoeste de Minas Gerais) com área

Leia mais

PROGRAMA DE INCENTIVO À PRODUÇÃO LEITEIRA Nova Candelária/RS

PROGRAMA DE INCENTIVO À PRODUÇÃO LEITEIRA Nova Candelária/RS MUNICÍPIO DE NOVA CANDELÁRIA - RS PROGRAMA DE INCENTIVO À PRODUÇÃO LEITEIRA Nova /RS Prefeito Municipal: Carlos Alberto Dick Secretário da Agricultura: Jorge Luis Steiger Responsáveis Técnicos: Engº Agrº

Leia mais